P-90
Manual de Instruções
MENSAGEM ESPECIAL
Este produto utiliza baterias ou uma fonte de
alimentação externa (adaptador AC). NÃO CONECTE
este produto a qualquer outra fonte de alimentação ou
adaptador AC que não seja igual ao descrito neste
manual, na placa de identificação, ou recomendado
especificamente pela Yamaha.
QUESTÕES AMBIENTAIS:
A Yamaha se empenha em fabricar produtos que
sejam tanto seguros para o usuário quanto
adequados ao meio-ambiente. Nós acreditamos
sinceramente que nossos produtos e métodos de
produção atendem a esses objetivos. Em obediência
tanto ao texto quanto às intenções da lei, gostaríamos
que você atentasse para o seguinte:
AVISO: Não coloque este produto numa posição
onde as pessoas possam pisar, esbarrar ou deixar
cair algo em cima dos cabos de alimentação e de
conexão. Não é recomendado o uso de cabo de
extensão! Caso você precise usar uma extensão, a
bitola mínima recomendada para um cabo de 7m de
comprimento (ou menos) é de 18 AWG. OBS.: Quanto
menor o valor em AWG, maior é a corrente que pode
passar no fio. Para cabos de extensão mais
compridos, consulte um eletricista.
Observação sobre baterias:
Este produto PODE conter uma bateria nãorecarregável pequena que, se for o caso, está soldada
no circuito. A vida média deste tipo de bateria é de
aproximadamente cinco anos. Quando for necessário
substituí-la, entre em contato com a assistência
técnica autorizada para efetuar o serviço.
Este produto também pode conter baterias
recarregáveis comuns. Antes de recarregar uma
bateria, certifique-se de que ela é recarregável e que
o carregador a ser usado é adequado à bateria.
Ao instalar baterias, não misture novas com usadas,
nem baterias de tipo diferente. As baterias devem ser
instaladas corretamente. A instalação incorreta e o
uso de baterias de tipos diferentes pode acarretar
sobreaquecimento ou ruptura do invólucro da bateria.
Este produto deve ser usado somente com os
componentes que o acompanham, ou com suportes
recomendados pela Yamaha. Caso sejam usados
outros acessórios, favor observar todas as instruções
de segurança que acompanham os mesmos.
ESPECIFICAÇÕES SUJEITAS A ALTERAÇÃO:
A informação contida neste manual foi assumida
como correta na ocasião da sua publicação.
Entretanto, a Yamaha reserva o direito de alterar ou
modificar qualquer das especificações, sem obrigação
de avisar ou de atualizar as unidades existentes.
Aviso:
Não tente desmontar nem coloque para incinerar a
bateria. Mantenha-as longe do alcance de crianças.
Desfaça-se das baterias usadas conforme os
regulamentos da sua cidade. Verifique nas lojas que
trabalham com baterias o que fazer para se desfazer
delas.
Este produto, tanto individualmente quanto em
combinação com um amplificador e fone de ouvido ou
caixa(s) acústica(s), é capaz de produzir níveis
sonoros que possam causar perda permanente da
audição. NÃO o utilize durante muito tempo com um
nível de volume alto ou que seja desconfortável. Caso
você perceba perda de audição ou zumbido nos
ouvidos, consulte um audiólogo.
IMPORTANTE: Quanto maior o volume do som, mais
rápido surgirão os danos.
Como se desfazer do produto:
Caso este produto se danifique a ponto de não ter
conserto, ou se por alguma razão sua vida útil for
considerada expirada, favor observar as leis federais,
estaduais e municipais que definem como se desfazer
de produtos que contenham baterias, plásticos,
chumbo, etc. Caso a loja não possa lhe informar, favor
contatar diretamente a Yamaha.
Alguns produtos da Yamaha podem ter bancos ou
estruturas fornecidas com o produto ou oferecidas
como acessórios opcionais. Alguns desses itens
foram projetados para serem montados ou instalados
pela loja. Favor certificar-se de que os bancos estão
firmes e estáveis e que qualquer estrutura opcional
(quando for o caso) está segura ANTES de usar.
Os bancos fornecidos pela Yamaha são projetados
somente para se sentar. Não use-os para outros fins.
PLACA DE IDENTIFICAÇÃO:
A placa de identificação está localizada embaixo do
produto. O número do modelo, o número de série, os
requisitos de energia, etc, estão nessa placa. Anote o
número do modelo, o número de série, e a data da
compra nos campos abaixo e guarde este manual
como registro permanente da sua compra.
OBSERVAÇÃO:
Os custos de serviços decorrentes do
desconhecimento de como operar uma função ou
efeito (quando o produto está operando como
projetado) não estão cobertos pela garantia do
fabricante, e são, portanto, de responsabilidade do
proprietário. Favor ler este manual com atenção e
consultar a loja antes de solicitar o serviço.
Modelo: ________________________
Número de Série: _________________
Data da compra: _________________
GUARDE ESTE MANUAL
2
PRECAUÇÕES
FAVOR LER COM ATENÇÃO ANTES DE PROSSEGUIR
Guarde este manual em lugar seguro para o caso de necessitar no futuro.
ADVERTÊNCIA
Siga sempre as precauções básicas listadas abaixo para evitar a possibilidade de prejuízos sérios
ou mesmo morte por choque elétrico, curto-circuito, danos, incêndio, ou outros riscos. Estas
precauções incluem, mas não se limitam, ao seguinte:
Fonte de alimentação / adaptador AC
• Use somente a voltagem especificada como
correta para o instrumento. A voltagem requerida
está impressa na placa de identificação do
instrumento.
• Use somente o adaptador AC especificado (PA-3C
ou equivalente recomendado pela Yamaha). O uso
de um adaptador AC errado pode danificar o
instrumento ou causar sobreaquecimento.
• Verifique periodicamente a tomada e remova
sujeira ou pó que possa estar acumulada nela.
• Não deixe o cabo de alimentação próximo a fontes
de calor, como aquecedores ou radiadores. Não
dobre-o excessivamente, não coloque objetos
pesados sobre ele, nem deixe-o em posição que
possa ser pisado ou que alguém possa tropeçar.
Advertência sobre água
• Não exponha o instrumento á chuva, nem use-o
próximo à água ou em condições de umidade. Não
coloque recipientes com líquido que possa ser
derramado sobre suas aberturas.
• Nunca insira ou remova a tomada de energia com
as mãos molhadas.
Advertência sobre fogo
• Não coloque produtos incandescentes, tais como
velas, sobre o instrumento, pois isso pode causar
incêndio.
Se perceber alguma anormalidade
• Se o cabo e a tomada de energia estiverem gastos
ou danificados, ou se repentinamente ocorrer
perda de som durante o uso do instrumento, ou se
surgir algum odor diferente ou fumaça, desligue o
instrumento imediatamente, desconecte a tomada
da rede elétrica e leve o instrumento ao serviço de
assistência técnica autorizada da Yamaha.
Não abra
• Não abra o instrumento, nem tente desmontar as
partes internas ou modificá-las de qualquer
maneira. O instrumento não possui qualquer parte
que requeira manutenção do usuário. Se perceber
funcionamento anormal, pare de usá-lo e leve-o à
assistência técnica autorizada da Yamaha.
CUIDADO
Siga sempre as precauções básicas listadas abaixo para evitar a possibilidade de prejuízos sérios
ou mesmo morte por choque elétrico, curto-circuito, danos, incêndio, ou outros riscos. Estas
precauções incluem, mas não se limitam, ao seguinte:
Fonte de alimentação / adaptador AC
• Ao desconectar a tomada de energia da rede
elétrica sempre puxe pela tomada, nunca pelo
cabo.
• Desconecte a tomada da rede elétrica sempre que
não estiver usando o instrumento, ou em caso de
tempestade com descargas elétricas.
• Não conecte o instrumento à rede elétrica por
meio de conector múltiplo (benjamim). Isso poderá
prejudicar a qualidade do som ou causar
sobreaquecimento na tomada.
Localização
• Não exponha o instrumento a poeira excessiva,
nem a vibrações, nem ao calor ou frio extremos
(tais como insolação direta, próximo a aquecedor,
ou dentro do carro durante o dia), para evitar a
possibilidade de deformação do painel ou danos
aos componentes internos.
• Não use o instrumento próximo a equipamentos de
TV, rádio, telefone celular, ou outros dispositivos,
pois poderá gerar ruído.
• Não coloque o instrumento em posição instável
onde possa cair acidentalmente.
• Antes de mover o instrumento desconecte o
adaptador AC e demais cabos.
• Use somente estante ou suporte especificados
para o instrumento. Ao fixar em estante ou rack
use parafusos apropriados, para evitar queda do
instrumento e danos aos componentes internos.
• Não coloque objetos na frente das aberturas do
instrumento, pois isso pode prejudicar a ventilação
adequada dos componentes internos, podendo
resultar em sobreaquecimento do instrumento.
3
Conexões
•
Armazenando dados
Desligue todos os equipamentos antes de
conectar o instrumento a outros equipamentos.
Antes de ligar os equipamentos, ajuste seus
volumes para o mínimo. Aumente os volumes
gradualmente enquanto toca o instrumento até
obter o volume desejável.
•
Dependendo das configurações das funções de
Backup (página 42), os dados internos são
preservados por cerca de uma semana após o
instrumentos ser desligado. Passado esse período
de tempo, os dados serão perdidos. Não deixe de
ligar o instrumento por alguns minutos pelo menos
uma vez por semana. Os dados podem ser
perdidos por mau funcionamento ou operação
incorreta. Armazene os dados importantes em
mídia externa, tal como o Yamaha MDF-3 MIDI
Data Filer.
•
Para se precaver contra perda de dados
decorrente de danos na mídia, recomendamos
que você armazene os dados importantes em
duas cópias de mídia externa.
Manutenção
•
Para limpar o instrumento use um pano macio e
seco. Não use removedores de tinta, solventes,
fluidos de limpeza ou panos impregnados com
produtos químicos.
Manuseio
•
•
•
•
Nunca insira papel, metais ou outros objetos nas
fendas existentes no painel e no teclado. Se isso
acontecer, desligue o instrumento imediatamente,
retire a tomada da rede elétrica e leve o
instrumento à assistência técnica autorizada
Yamaha.
Não coloque objetos de vinil, plástico ou borracha
sobre o instrumento, pois isso pode descolorir o
painel ou o teclado.
Não coloque seu peso ou objetos pesados sobre o
instrumento, e não use força excessiva nos
botões, chaves e conectores.
Não use o instrumento com volume alto ou
desconfortável durante longo período de tempo,
pois isso pode causar perda permanente da
audição. Caso você perceba perda de audição ou
zumbido nos ouvidos, consulte um audiólogo.
A Yamaha não se responsabiliza por danos decorrentes do uso impróprio ou de modificações efetuadas no
instrumento, nem pela perda ou destruição de dados.
Sempre desligue o instrumento quando não o estiver usando.
Mesmo que a chave de alimentação esteja na posição STANDBY haverá uma pequena corrente elétrica fluindo
para o instrumento. Quando não estiver usando o instrumento por um período longo de tempo desconecte o
adaptador AC da rede elétrica.
Ao se desfazer de baterias usadas siga as recomendações apropriadas de sua cidade.
4
Conteúdo
Acessórios ........................................... 6
Índice de Aplicações ............................7
Recursos ...............................................8
Antes de usar o P-90 ............................9
Ajustes detalhados - [FUNCTION] . 32
Procedimento Básico no Modo
Function ........................................33
Detalhes sobre as Funções ................35
F1. Ajuste Fino da Afinação ..........35
F2. Selecionando uma escala ........36
F3. Funções do Modo Dual ............37
F4. Funções do Modo Split ............38
F5. Outras Funções ......................39
F6. Volume do Metrônomo ............39
F7. Volume da Parte Cancelada nas
Músicas Pré-Gravadas .............39
F8. Funções de MIDI......................40
F9. Funções de Backup .................42
Apoio para partitura .................................9
Conectando à rede AC e a equipamentos
externos ..............................................9
Ligando o instrumento.............................11
Ajustando o volume.................................11
Painel de Controle ..............................12
Ouvindo as demonstrações ...............14
Ouvindo as 50 músicas da memória..15
Praticando com uma mão usando as
músicas pré-gravadas .......................16
Repetição A-B ........................................18
Entendendo MIDI............................. 44
Conectando a um Computador...... 45
Solução de Problemas .................. 49
Lista de Timbres ............................ 50
Lista das Músicas de
Demonstração .............................. 52
Lista das 50 Músicas de Piano ..... 52
Índice................................................ 53
Lista de Configurações Originais . 55
Formatos dos Dados MIDI.............. 56
Tabela de Implementação MIDI ..... 60
Especificações ................................ 61
Selecionando e tocando timbres .......19
Selecionando timbres .............................19
Alterando o som - [VARIATION] /
[BRILLIANCE] / [REVERB] / [EFFECT]19
Sensibilidade de toque - [TOUCH] .........21
Transposição - [TRANSPOSE] ...............22
Combinando dois timbres (modo Dual) ...23
Dividindo o teclado e tocando dois
timbres diferentes (modo Split) ..........24
Usando o Metrônomo..............................25
Gravando sua Execução .....................26
Gravando a Primeira Trilha .....................26
Re-gravando a Primeira Trilha ...............27
Gravando a Segunda Trilha ...................28
Modificando Ajustes Iniciais (Dados
registrados no início da música) .........29
Reproduzindo Músicas Gravadas ......30
Reproduzindo uma música......................30
Funções úteis na reprodução..................31
5
Obrigado por adquirir o piano eletrônico Yamaha P-90!
Recomendamos que você leia atentamente este manual
para que possa tirar todo o proveito dos recursos
avançados e funcionais do P-90.
Também recomendamos que você guarde este manual
em local seguro e de fácil acesso para uma necessidade futura.
* As imagens do mostrador de LEDs e demais ilustrações apresentadas neste manual têm a
finalidade puramente didática e podem estar um pouco diferentes do instrumento real.
AVISO SOBRE COPYRIGHT
Este produto incorpora e contém programas de computador dos quais a Yamaha possui os
direitos autorais ou tem licença para usar os direitos autorais de outros. Esse material inclui,
sem limitações, todo o software de computador, arquivos MIDI, e dados em WAVE. Não é
permitido o uso desses programas e conteúdos que não seja para fins pessoais sem que haja
uma autorização, conforme as leis relevantes. Qualquer violação de direitos autorais sofrerá
conseqüências legais. NÃO FAÇA, NÃO DISTRIBUA E NEM USE CÓPIAS ILEGAIS.
Marcas registradas:
• Apple e Macintosh são marcas registradas da Apple Computer, Inc.
• Windows é marca registrada da Microsoft® Corporation.
• Todas as demais marcas são propriedades de seus respectivos detentores.
Acessórios
• Manual de Instruções
• Apoio para partitura
• Pedal de sustain
• Adaptador PA-3C (incluso ou opcional, dependendo da localidade)
6
Índice de Aplicações
Use este índice para encontrar as explicações sobre situações e aplicações específicas.
Ouvindo
Ouvindo as músicas de demonstração com timbres diferentes ................................... pág. 14
Ouvindo as músicas da coletânea de 50 clássicos para piano ................................... pág. 15
Ouvindo as execuções gravadas ................................................................................ pág. 30
Tocando
Usando o pedal .......................................................................................................... pág. 9
Acompanhando em outras tonalidades ...................................................................... pág. 22
Selecionando a sensibilidade do toque ...................................................................... pág. 21
Afinando o P-90 para tocar com outros instrumentos ou com música de CD ............. pág. 35
Mudando timbres
Consultando a lista de timbres .................................................................................... pág. 50
Simulando a ambiência (reverberação) de uma sala de concerto .............................. pág. 19
Combinando dois timbres (modo Dual)...................................................................... pág. 23
Tocando timbres diferentes com a mão esquerda e a mão direita (modo Split) ........ pág. 24
Fazendo o som mais suave ou mais brilhante ........................................................... pág. 20
Adicionando efeitos ao som ....................................................................................... pág. 20
Usando variações dos timbres ................................................................................... pág. 19
Praticando
Desligando partes da mão direita ou da mão esquerda .............................................
Praticando uma frase repetidamente .........................................................................
Praticando com marcação de andamento .................................................................
Praticando com uma música gravada ........................................................................
pág. 16
pág. 18
pág. 25
pág. 26
Gravando
Gravando sua execução............................................................................................. pág. 26
Configurando
Ajustando configurações do P-90 .............................................................................. pág. 32
Conectando o P-90 a outros equipamentos
O que é MIDI? ............................................................................................................ pág. 44
Conectando a um computador .................................................................................. pág. 45
7
Recursos
O piano eletrônico Yamaha P-90 oferece um realismo sonoro com toque natural de piano
acústico, bem como a tecnologia de síntese “AWM Dynamic Stereo Sampling”, para a geração
de timbres musicais de rica sonoridade, e especialmente o teclado do tipo “Graded Hammer”,
que proporciona uma ação com peso e resposta gradual ao longo de sua extensão.
Os timbres GrandPiano1 e 2 são criados a partir de amostras de piano de cauda de concerto.
O timbre GrandPiano1 usa três amostras de sons, aplicadas conforme a intensidade do toque
(“Dynamic Sampling”), mais uma amostra especial “Sustain Sampling”, que contém a
ressonância característica das vibrações do conjunto das cordas com a tábua de harmonia de
um piano acústico de concerto quando o pedal é pressionado, e ainda as amostras “Key-off”,
que criam a característica do som quando as teclas são soltas. O P-90 chega muito próximo do
som de um verdadeiro piano acústico.
8
Antes de usar o P-90
Apoio para partitura
Prenda o apoio para partitura ao instrumento
encaixando-o na fenda atrás do painel.
Conectando à rede AC e a equipamentos
1. Conector [DC IN 12 V]
Conecte aqui o adaptador PA-3C que veio com o P-90.
• Certifique-se de que a chave [STANDBY/ON] está
desligada (na posição “STANDBY”).
• Insira o plug do adaptador PA-3C no conector [DC IN 12V].
• Insira o adaptador PA-3C numa tomada de rede elétrica AC na voltagem correta.
Para desconectar o adaptador PA-3C você deve fazer este procedimento ao contrário.
ADVERTÊNCIA
Use somente o adaptador Yamaha PA-3C (ou outro recomendado especificamente pela Yamaha) para
ligar seu instrumento à rede elétrica. O uso de outros adaptadores pode acarretar em danos
irrecuperáveis tanto ao adaptador quanto ao P-90.
ADVERTÊNCIA
Desconecte o adaptador da rede elétrica quando não estiver usando o P-90, ou durante tempestade com
descargas elétricas.
9
2. Chave [STANDBY/ON]
Esta chave liga e desliga o P-90. Consulte o tópico “Ligando o
instrumento” (pág. 11).
3. Conectores de saída [L] [R], [L/L+R] e [R]
Você pode usar cabos de áudio para ligar um equipamento de
áudio externo a esses conectores. O som do P-90 é enviado
pelos conectores de saída, permitindo a você ouvi-lo através
de um equipamento de áudio. Para saída mono use o conector
[L/L+R] (plug P10).
CUIDADO
Antes de conectar o P-90 a outros equipamentos, desligue-os todos.
Antes de ligar ou desligar os equipamentos, baixe seus volumes ao
mínimo.
CUIDADO
Ao ligar os equipamentos, primeiro ligue o P-90 e depois ligue os
demais (amplificador e sistema de som). Ao desligar, inverta essa
ordem.
NOTA: Como o P-90 não possui alto-falantes, para ouvi-lo você
precisará conectá-lo a um sistema externo de áudio ou usar
fones de ouvido.
4. Conectores [PHONES]
Você pode conectar um fone de ouvido stereo neste conector.
Como há dois conectores para fones, você pode conectar dois
fones de ouvido, para que duas pessoas possam ouvir o P-90
(para usar um só fone, use qualquer dos conectores).
CUIDADO
Não use o P-90 com volume muito alto durante muito tempo,
pois isso poderá causar danos à audição.
5. Conector [SUSTAIN]
Você pode conectar aqui o pedal que veio com o P-90. Quando
o pedal é pressionado, as notas que estiverem sendo tocadas
serão sustentadas mesmo que você tire as mãos das teclas.
Como o instrumento também detecta o pedal parcialmente
pressionado, pressionando-se o pedal até o fim produzirá uma
sustentação mais demorada. No timbre de GRAND PIANO 1
(incluindo sua variação), ao se pressionar este pedal também
são adicionadas as características de ressonância das cordas
com a tábua harmônica (“Sustain Sampling”).
NOTA: Desligue o instrumento antes de conectar ou desconectar o
pedal.
NOTA: Você pode ajustar a profundidade do efeito de ressonância das
cordas com a tábua harmônica (pág. 39).
10
6. Conectores MIDI [IN] [OUT]
Você pode usar cabos MIDI para conectar equipamentos externos.
Ao usar os conectores MIDI, coloque a chave [HOST SELECT] na posição “MIDI”. Consulte
o item “Entendendo MIDI” (pág. 44).
7. Conector [TO HOST] e chave [HOST SELECT]
Você pode conectar seu computador ao conector [TO HOST].
Se você estiver usando os conectores MIDI, coloque a chave [HOST SELECT] na posição
“MIDI”. Se você conectou um computador ao conector [TO HOST], coloque a chave na
posição apropriada ao modelo do seu computador (diferente de “MIDI”).
Para detalhes sobre conexão ao computador, consulte o item “Conectando a um
Computador” (pág. 45).
Ligando o instrumento
NOTA: Para detalhes sobre conexões do adaptador AC e equipamentos externos
consulte as págs. 9 a 11.
CUIDADO
Antes de conectar o P-90 a outros equipamentos, desligue-os todos. Antes de ligar ou desligar os
equipamentos, baixe seus volumes ao mínimo. Ao ligar os equipamentos, primeiro ligue o P-90 e
depois ligue os demais (amplificador e sistema de som). Ao desligar, inverta essa ordem. O não
cumprimento desta recomendação pode causar mau funcionamento ou choque elétrico.
Certifique-se de que o adaptador AC está conectado corretamente, e pressione a chave
[STANDBY/ON] localizada no painel do lado esquerdo do instrumento. O mostrador se
acenderá.
Para desligar, pressione a chave [STANDBY/ON] novamente.
CUIDADO
Mesmo com a chave na posição “STANDBY”, existe corrente elétrica fluindo no instrumento a um
nível mínimo.
CUIDADO
Quando não for usar o P-90 por muito tempo, desconecte o adaptador AC da rede elétrica.
Ajustando o volume
Se o P-90 estiver conectado a um equipamento externo de áudio,
toque algumas notas e ajuste volume do som por meio do controle
[MASTER VOLUME] do P-90 e do botão de volume do equipamento
externo. Se estiver usando fones de ouvido, enquanto toca algumas
notas aumente gradualmente o volume do P-90 por meio do controle
[MASTER VOLUME].
NOTA: Se o som sair distorcido com volume alto, diminua-o pelo controle
[MASTER VOLUME] e/ou pelo controle de volume do equipamento
externo de áudio, até que cesse a distorção.
11
Painel de Controle
1. Controle [MASTER VOLUME]
5. Botões [TEMPO/FUNCTION#]
Este controle ajusta o volume de saída do
som do P-90. O controle de [MASTER
VOLUME] também atua sobre o volume
do som nos fones de ouvido que
estiverem conectados à tomada
[PHONES] (pág.10).
Estes botões ajustam tanto o andamento
do metrônomo como o da música que
está sendo executada. A faixa de
andamento vai de 32 a 280 semínimas
por minuto (veja pág.25). Estes mesmos
botões também são usados para
selecionar funções do P-90 (veja pág.33).
2. Controle [BRILLIANCE]
6. Botão [FUNCTION]
Este controle ajusta a tonalidade do som,
graduando de “suave” até “brilhante”.
Este botão dá acesso a uma variedade
de funções - inclusive de MIDI - que
ampliam significativamente a capacidade
de execução (veja pág.33).
3. Botão [DEMO]
Este botão ativa o modo no qual se pode
selecionar a execução de diferentes
seqüências de demonstração para cada
timbre do P-90. Veja detalhes na pág.14.
7. Botões [–/NO] e [+/YES]
Estes botões permitem selecionar o
número de uma música para execução, e
também são usados para ajustar a faixa
de parâmetros, incrementando [+] ou
decrementando [-] valores, cancelando
[NO] ou confirmando [YES] ações.
4 Botão METRONOME [START/STOP]
Este botão liga e desliga o som do
metrônomo. Os botões designados por
[TEMPO/FUNCTION#] são usados para
ajustar o andamento do metrônomo.
Mantendo-se pressionado o botão
METRONOME [START/STOP], pode-se
alterar o compasso do metrônomo,
pressionando os botões [–/NO] e [+/YES]
(veja pág.25).
8. Botão SONG [PRESET]
Este botão dá acesso ao modo de
execução das músicas gravadas na
fábrica. Quando se está neste modo,
pode-se usar os botões [–/NO], [+/YES]
para selecionar uma das 50 songs.
12
9. Botões TRACK [1] e [2]
14. Botão [TRANSPOSE]
10. Botões de [START/STOP] e [REC]
15. Botões de timbres e [VARIATION]
O P-90 possui um gravador com 2
trilhas, e estes botões são usados para
selecionar as trilhas a serem gravadas
ou reproduzidas. Detalhes na pág. 27.
Este botão permite acessar a função de
Transposição do P-90 (para deslocar a
afinação de todo o teclado para cima ou
para baixo em intervalos de semitom).
Pressione qualquer destes botões para
selecionar um timbre (Voice). A luz no
timbre correspondente se acenderá,
indicando qual deles está selecionado.
Pressione o botão [VARIATION] e a luz
correspondente se acenderá, indicando
que a variação do timbre está
selecionada.
Existe também um modo “Dual” em que
dois timbres podem ser executados ao
mesmo tempo, superpostos, através de
toda a extensão do teclado (pág.23), e
um modo “Split”, que permite que
timbres diferentes sejam executados
pela mão esquerda e mão direita
(pág.24).
Estes botões controlam o gravador do
P-90, permitindo gravar e reproduzir
tudo o que o músico executa ao teclado.
11. Botão [REVERB]
Este botão seleciona o tipo de efeito de
reverberação a ser usado para dar mais
profundidade e expressão. Veja
detalhes na página 20.
12. Botão [EFFECT]
Este botão seleciona o outro tipo de
efeito que pode ser aplicado ao som,
além da reverberação.
13. Botão [TOUCH]
Este botão permite escolher o tipo de
resposta dinâmica que o P-90 dará à
força de toque do músico. Veja detalhes
na pág.21.
16. Botão [SPLIT]
Este botão ativa o modo “Split”, no qual
timbres diferentes são executados pela
mão esquerda e mão direita (veja
pág.24).
13
Ouvindo as demonstrações
O P-90 possui músicas pré-gravadas para demonstração de cada timbre.
Procedimento
1. Ligar o instrumento.
No caso de não estar ligado, pressione a chave
[STANDBY/ON]. Uma vez ligado, uma das luzes dos
botões de timbres estará acesa. Inicialmente, ajuste o
controle de [MASTER VOLUME] para a posição central
entre as marcas de “MIN” e “MAX”. Comece então a tocar
e ajuste novamente o controle de [MASTER VOLUME]
até encontrar o volume desejável.
2. Ativar o modo de Demonstração.
Pressione o botão [DEMO] para ativar o modo
Demonstração. As luzes dos botões de timbres
acenderão seqüencialmente.
3. Executar uma demonstração.
Pressione um dos botões de timbres para iniciar a
execução de todas as músicas, a partir da
correspondente àquele timbre (se você pressionar o
botão SONG [START/STOP] em vez de um botão de
timbre, a demonstração iniciará no timbre Grand Piano 1).
Ajuste de volume e tonalidade
Use o controle [MASTER VOLUME] para ajustar o
volume, e o controle [BRILLIANCE] para ajustar a
tonalidade (pág. 20).
4. Parar a demonstração.
Pressione o botão SONG [START/STOP] ou o botão do
timbre que está sendo demonstrado para parar a
execução.
5. Sair do modo de Demonstração.
Pressione o botão [DEMO] para sair do modo de
demonstração e voltar ao modo normal.
As luzes dos botões de timbre pararão de piscar.
14
NOTA:
A recepção de MIDI não é
possível no modo Demo.
Nenhum dado MIDI é
transmitido pelo P-90 durante
a execução da demonstração.
NOTA:
O modo Demo não pode ser
ativado se o gravador interno
estiver sendo usado, tanto em
gravação (pág. 26) quanto em
reprodução (pág.30).
TERMINOLOGIA:
Um modo é um estado no qual
você pode executar certas
funções. No modo Demo você
pode executar músicas de
demonstração.
NOTA:
Você não pode ajustar o
andamento das músicas de
demonstração.
No modo Demo você também
não pode usar a função de
Cancelamento de Partes
(pág.39), nem a função de
Repetição A-B (pág.18).
NOTA:
Você pode ouvir os timbres de
piano com vários efeitos
pressionando o botão
[VARIATION], e então
pressionando o botão do
timbre desejado. Para uma
lista completa dos timbres de
piano com vários efeitos
consulte o tópico “Descrição
das Músicas de Demonstração
de Piano” na pág. 52.
Ouvindo as 50 Músicas de Piano
O P-90 possui 50 músicas de piano pré-gravadas na memória. Você pode ouvi-las
(pág.15) e também usá-las para praticar (pág.16). As músicas de demonstração de
timbres são composições originais da Yamaha (© 2001-2002 Yamaha Corporation).
Veja na pág. 52 a lista das músicas que estão disponíveis na memória do P-90.
Procedimento
1. Ativar o modo de músicas pré-gravadas.
Pressione o botão [PRESET] para ativar o modo de
músicas pré-gravadas. As luzes indicadoras [PRESET],
[TRACK1] e [TRACK2] se acenderão.
2. Executar uma das 50 músicas pré-gravadas.
2-1. Pressionar o botão [–/NO] ou [+/YES]
para selecionar o número da música que
deseja ouvir (o número parecerá no
mostrador). As opções no mostrador
serão:
1 – 50: Selecionar o número de uma música prégravada para ouvir somente esta música.
ALL: Executar continuamente em ordem aleatória todas
as músicas pré-gravadas.
2-2. Pressionar o botão SONG [START/STOP] para iniciar a
execução.
Ajustar o volume:
Use o controle [MASTER VOLUME] para ajustar o
volume.
Ajustar andamento:
Use os botões
[TEMPO/FUNCTION] para ajustar
o andamento da música. O
andamento padrão pode ser
restaurado pressionando
simultaneamente os dois botões
[TEMPO/FUNCTION].
3. Parar a execução.
A execução terminará automaticamente ao acabar a
música selecionada. Para interromper a execução a
qualquer momento, basta pressionar o botão SONG
[START/STOP].
• Para tocar outra música continuamente, veja o
procedimento 2 acima.
15
NOTA:
O modo de músicas prégravadas não pode ser ativado
quando se está no modo de
demonstração (pág.14), nem
quando uma música está
sendo executada (pág.30),
nem quando o gravador está
em uso (pág.26).
TERMINOLOGIA:
No P-90, a execução de
música é chamada de “Song”.
Isso inclui as músicas de
demonstração de timbres e as
músicas pré-gravadas.
DICA:
Você pode tocar no teclado
junto com uma música prégravada. Você pode
selecionar outro timbre para
tocar no teclado.
DICA:
Você pode ajustar a
tonalidade do som (pág. 20) e
o tipo de reverberação
(pág.20) aplicado aos timbres
da música e o que você toca
no teclado. E você pode
alterar o tipo de efeito (pág.20)
e a sensibilidade de toque
(pág.21) para o timbre que
você toca no teclado.
NOTA:
O andamento padrão “---” é
selecionado automaticamente
sempre que uma nova música
é selecionada, ou ao começar
outra música e o mostrador
indicar modo “ALL” ou “rnd”.
NOTA:
Quando se seleciona uma
outra música (ou quando
começa outra música durante
a execução contínua),
automaticamente é
selecionado o tipo de
reverberação apropriado.
4. Sair do modo de músicas pré-gravadas.
Pressione o botão [PRESET] para sair do modo de
músicas pré-gravadas. A luz indicadora se apagará, e o
P-90 volta ao modo normal.
Como usar as funções para praticar:
Você pode ativar ou desativar as partes da mão
esquerda e da mão direita, para poder praticar a parte
que desejar (função “Cancelamento de Partes”), e pode
repetir continuamente uma frase específica dentro de
uma música (função “Repetição A-B”). Para mais
informações, veja as páginas 16 a 18.
NOTA:
A recepção de MIDI não é
possível quando se está no
modo de músicas prégravadas. Os dados referentes
à música em execução
também não são transmitidos
via MIDI.
Praticando a parte de uma mão
usando as músicas pré-gravadas
As 50 músicas pré-gravadas contêm as partes da mão esquerda e mão direita
registradas separadamente em trilhas individuais. Você pode ativar ou desativar a
execução dessas trilhas, para poder praticar ao mesmo tempo no teclado a parte
desejada. A parte da mão direita está registrada na trilha [TRACK1] e a da mão
esquerda na trilha [TRACK2].
Procedimento
1. Desativar a parte que você quer tocar.
Depois de selecionar uma música para praticar,
pressione o botão [TRACK1] ou [TRACK2] para
desativar a parte desejada. Quando você seleciona uma
música, ambas as luzes de [TRACK1] e [TRACK2]
estão acesas, indicando que as duas partes estão
ativadas para tocar. Quando você pressiona um dos
botões para desativar a execução de uma parte, a luz
correspondente se apaga e aquela parte é silenciada.
• Pressionando os botões repetidamente alterna o
estado de ativação e desativação das partes.
2. Iniciar a execução da música para praticar.
Pressione o botão SONG [START/STOP] para iniciar a
música. Toque no teclado a parte que você desativou.
16
NOTA:
O cancelamento de partes da
música não pode ser efetuado
durante a execução de
músicas nos modos “ALL” ou
“rnd” (veja pág. 15).
DICA:
As partes podem ser ativadas
ou desativadas mesmo
durante a execução da
música.
DICA:
O volume da parte cancelada
(veja pág.39) pode ser
ajustado de forma que aquela
parte seja executada a um
volume que varie desde “0”
(sem som) até “20”, sendo o
ajuste normal igual a “5”.
Iniciando a execução automaticamente ao tocar
no teclado (“Synchro Start”)
Quando a função “Synchro Start” está
ativada, a execução da música
selecionada iniciará automaticamente no
momento em que você começar a tocar
no teclado.
Para ativar a função “Synchro Start” pressione o botão
SONG [START/STOP] enquanto pressiona o botão
correspondente à parte a ser executada pelo P-90.
Aparecerá então um ponto no canto inferior direito do
mostrador (repita essa operação para desativar a função
“Synchro Start”).
A execução então iniciará assim que você tocar no
teclado.
3. Parar a execução.
A execução terminará automaticamente ao acabar a
música selecionada. Para interromper a execução a
qualquer momento, basta pressionar o botão SONG
[START/STOP].
17
NOTA:
Se você mantém pressionado
o botão de uma trilha que está
desativada enquanto
pressiona o botão SONG
[START/STOP], aquela trilha
será ativada e o P-90 entrará
na função “Synchro Start”.
NOTA:
Ambas as partes são ativadas
automaticamente sempre que
uma nova música é
selecionada.
Repetição A-B
A função de Repetição A-B pode ser usada para repetir continuamente uma
frase específica dentro de uma música pré-gravada. Combinada com a
função de Cancelamento de Partes, descrita adiante, ela oferece uma
maneira excelente de se treinar frases difíceis.
Procedimento
1. Especificar o início (A) e o fim (B) da frase, e
começar a praticar.
Selecione e execute uma música prégravada, então pressione o botão
[FUNCTION] no início do trecho que
deseja repetir. Isso definirá o ponto “A”
(no mostrador aparecerá “A -”).
Pressione o botão [FUNCTION]
novamente no ponto que deve ser o final
do trecho a repetir. Isso definirá o ponto
“B” (no mostrador aparecerá “A - b”).
Nesse momento, a execução se dará entre os pontos
especificados como A e B.
NOTA:
A função de Repetição A-B
não pode ser usada durante a
execução de músicas nos
modos “ALL” ou “rnd”
(pág.15).
NOTA:
Para marcar o ponto “A” bem
no início da música, pressione
o botão [FUNCTION] antes de
iniciar a execução.
Para marcar o ponto “B” bem
no fim da música, pressione o
botão [FUNCTION] depois de
a execução ter acabado, e
antes da indicação “A -” ter
apagado no mostrador.
DICA:
Uma contagem automática
(para ajudar a guiá-lo na frase)
inicia no ponto A da música.
No entanto, quando o ponto A
está no início da música, a
contagem não é executada.
2. Parar a execução.
Pressione o botão SONG [START/STOP] para
interromper a execução e manter especificados os
pontos A e B. A execução entre os pontos A e B reiniciará se você pressionar novamente o botão SONG
[START/STOP].
Para cancelar os pontos A e B, pressione uma vez o
botão [FUNCTION].
18
NOTA:
Os pontos A e B são
cancelados automaticamente
quando uma nova música é
selecionada.
Selecionando e tocando timbres
Selecionando timbres
Procedimento
Selecione o timbre desejado pressionando um dos botões de
timbres (“Voice”).
Em seguida, ao começar a tocar no teclado, re-ajuste o
volume usando o controle de [MASTER VOLUME] até obter
o nível de som desejável.
DICA:
Para conhecer as
características dos timbres,
ouça as músicas de
demonstração para cada
timbre (pág.14). Consulte a
“Lista de Timbres” na pág. 50
para mais informações sobre
as características de cada
timbre.
TERMINOLOGIA:
A Yamaha designa como
“voice” um timbre de
instrumento (Piano, Organ,
etc).
DICA:
Você pode controlar a
dinâmica do timbre ajustando
a resposta à força com que
você toca, embora estilos
diferentes de execução
(expressividade) tenham
pouco ou nenhum efeito em
certos instrumentos musicais.
Consulte o tópico “Lista de
Timbres” na pág. 50.
Alterando o som -
[VARIATION]/[BRILLIANCE]/[REVERB]/[EFFECT]
[VARIATION]
Permite que você altere o aspecto do efeito, dependendo
do timbre selecionado. Consulte a “Lista de Timbres” na
página 50 para mais informações sobre as características
de cada variação.
Pressionando o botão [VARIATION] ou o botão do timbre faz
alternar entre a variação e o timbre original. A luz indicadora
se acende sempre que o botão [VARIATION] é pressionado.
19
DICA:
A configuração normal do
timbre é com a variação
desativada.
TERMINOLOGIA:
O termo “configuração normal”
se refere ao ajuste de fábrica
do timbre, obtido quando você
liga o P-90 pela primeira vez.
[BRILLIANCE]
Este controle pode ser usado para alterar a tonalidade do
som na saída. A gama de controle vai de MELLOW (suave)
a BRIGHT (brilhante).
[REVERB]
Este controle permite que você selecione vários efeitos de
reverberação, adicionando profundidade e expressão ao
som, de forma a criar uma ambiência acústica realista:
OFF:
Quando nenhum efeito de reverberação está
selecionado, nenhuma luz de indicação se acende.
ROOM:
Use esta opção para simular a reverberação
acústica que se ouve em uma sala comum.
HALL 1: Use esta opção para simular a reverberação
natural de uma sala de concerto pequena.
NOTA:
Quando o controle de
BRILLIANCE é ajustado para
BRIGHT, o nível do som
aumenta como um todo. Se o
controle de MASTER
VOLUME estiver no máximo, o
som poderá sair distorcido.
Nesse caso, reduza o nível
usando o controle de MASTER
VOLUME.
DICA:
O tipo original de reverberação
e sua profundidade são
diferentes para cada timbre do
P-90.
HALL 2: Use esta opção para simular a reverberação
natural de uma sala de concerto grande.
STAGE: Use esta opção para simular o ambiente do palco.
Procedimento
Pressionando-se o botão [REVERB] repetidamente pode-se
selecionar o efeito de reverberação desejado. As luzes
indicadoras se acendem em seqüência cada vez que o
botão [REVERB] é pressionado. Nenhum efeito de
reverberação será produzido quando todas as luzes
estiverem apagadas.
O efeito de “Soundboard Reverb” será aplicado nos timbres
de [GRAND PIANO 1] mesmo quando o efeito de REVERB
estiver desligado.
Ajustando a Intensidade da Reverberação
Para ajustar a intensidade (profundidade) da reverberação
no timbre selecionado mantenha pressionado o botão
[REVERB] e então pressione o botão [–/NO] ou [+/YES]. A
faixa de ajuste vai de 0 a 20. O ajuste atual
aparecerá no mostrador enquanto o botão
[REVERB] estiver pressionado.
[EFFECT]
O botão [EFFECT] permite que você selecione um efeito a
ser aplicado ao som.
OFF:
Quando nenhum efeito está selecionado,
nenhuma luz de indicação se acende.
CHORUS:
Efeito de dobra, reflexão.
PHASER:
Efeito de “movimento circular”.
TREMOLO: Efeito de tremolo.
DELAY:
Efeito de eco.
20
NOTA:
Ao se soltar o botão
[REVERB] é modificado o tipo
de reverberação. Mas se você
estiver alterando a
profundidade da reverberação
mantendo o botão [REVERB]
pressionado, ao pressioná-lo
não alterará o tipo de
reverberação.
DICA:
intensidade = 0: sem efeito;
intensidade =20: valor máximo
para a intensidade da
reverberação.
DICA:
As ajustes originais de
intensidade são diferentes
para cada timbre.
DICA:
O tipo original de efeito e sua
intensidade são diferentes
para cada timbre do P-90.
Procedimento
Para selecionar um tipo de efeito pressione o botão
[EFFECT] algumas vezes até que acenda a luz indicadora
correspondente ao tipo desejado (as luzes acendem em
seqüência cada vez que se pressiona o botão). Nenhum
efeito será produzido quando todas as luzes estiverem
apagadas.
Ajustando a Intensidade do Efeito
Para ajustar a intensidade (profundidade) do efeito no timbre
selecionado mantenha pressionado o botão [EFFECT] e
então pressione o botão [–/NO] ou [+/YES]. A faixa de
ajuste vai de 0 a 20. O ajuste atual aparecerá
no mostrador enquanto o botão [EFFECT]
estiver pressionado.
NOTA:
Ao se soltar o botão
[EFFECT] é modificado o tipo
de efeito. Mas se você estiver
alterando a intensidade do
efeito mantendo o botão
[EFFECT] pressionado, ao
pressioná-lo não alterará o
tipo de efeito.
DICA:
intensidade = 0: sem efeito;
intensidade =20: valor máximo
para a intensidade do efeito.
DICA:
Os ajustes originais de
intensidade são diferentes
para cada timbre.
Sensibilidade de toque - [TOUCH]
Você pode selecionar quatro tipos diferentes de sensibilidade de toque do teclado pesado, médio, suave ou fixo - para adequar estilos de execução e preferências
diferentes.
HARD (pesado):
Requer muita força do músico para
obter o volume máximo.
MEDIUM (médio): Produz uma resposta “padrão” do
teclado.
SOFT (suave):
Permite obter um volume máximo com
um toque relativamente fraco.
FIXED (fixo):
Todas as notas serão produzidas com o
mesmo volume, independentemente da
força que se tocar no teclado.
Procedimento
Para selecionar o tipo de sensibilidade de toque pressione o
botão [TOUCH] algumas vezes até que acenda a luz
indicadora correspondente ao tipo desejado (as luzes
acendem em seqüência cada vez que se pressiona o botão).
Quando nenhuma luz estiver acesa indica que está
selecionado o tipo de sensibilidade fixa (FIXED).
21
DICA:
Este ajuste não altera o peso
das teclas.
DICA:
Ajuste normal = MEDIUM
DICA:
O tipo de sensibilidade de
toque é aplicado a todos os
timbres. No entanto, esta
sensibilidade poderá ter pouco
ou nenhum efeito em certos
timbres que normalmente não
possuem sensibilidade ao
toque (veja lista na pág.50).
Ajustando a intensidade para a sensibilidade fixa
Quando está selecionada a sensibilidade fixa
(FIXED), você pode ajustar a intensidade
com que as notas soarão, usando os botões
[–/NO] ou [+/YES] enquanto pressiona o
botão [TOUCH]. A intensidade atual
aparecerá no mostrador. A intensidade varia
de 1 a 127, sendo 64 o valor padrão.
DICA:
1= intensidade mínima
127 = intensidade máxima
DICA:
A intensidade ajustada para a
sensibilidade fixa é aplicada a
todos os timbres.
DICA:
Ao se soltar o botão
[TOUCH] é modificado o tipo
de sensibilidade de toque.
Mas se você estiver alterando
a intensidade da
sensibilidade fixa mantendo o
botão [TOUCH] pressionado,
ao pressioná-lo não alterará o
tipo de sensibilidade (o modo
fixo continuará selecionado).
Transposição - [TRANSPOSE]
A função de Transposição possibilita alterar o tom de todo o teclado, para
cima ou para baixo, em intervalos de semitom, de forma a facilitar a
execução em tonalidades difíceis, e permitir que você facilmente adeque a
afinação de toda a extensão do teclado a um cantor ou a outros
instrumentos. Por exemplo, se você ajusta a quantidade de transposição para
“5”, ao tocar uma nota dó soará o som do fá. Dessa maneira, você pode
tocar uma música como se fosse em dó maior, e o P-90 estará transpondo
para a tonalidade de fá.
Procedimento
TERMINOLOGIA:
A transposição altera a
tonalidade de uma música. No
P-90, a transposição desloca a
afinação de todo o teclado.
Use os botões [–/NO] ou [+/YES] enquanto
pressiona o botão [TRANSPOSE] para
transpor para baixo ou para cima, conforme
desejar. A quantidade de transposição
aparece no mostrador. O ajuste padrão é “0”.
A luz indicadora no botão [TRANSPOSE] permanece acesa
quando está ajustado um valor diferente de “0”. A cada vez
que o botão [TRANSPOSE] for pressionado, alternam-se as
situações com transposição e sem transposição.
DICA:
A faixa de transposição vai de
-12 semitons (uma oitava
abaixo) a 12 semitons (uma
oitava acima). O valor 0
significa a afinação normal
(sem transposição).
DICA:
Notas abaixo e acima da faixa
Lá-1 e Dó7 do P-90 soarão
uma oitava acima e abaixo,
respectivamente.
22
Combinando Dois Timbres (modo Dual)
Você pode tocar dois timbres simultaneamente em toda a região do teclado. Dessa
forma você pode simular um dueto melódico ou combinar dois timbres similares para
criar uma sonoridade mais densa.
NOTA:
Os modos Dual e Split (pág.
24) não podem ser ativados
ao mesmo tempo.
Procedimento
1. Ativar o modo Dual.
Pressione dois botões de timbres ao mesmo tempo (ou
pressione um botão de timbre enquanto mantém
pressionado outro). As luzes indicadoras de ambos se
acenderão quando o modo Dual for ativado.
•
De acordo com a prioridade de numeração de
timbres mostrada no
diagrama à direita, o
timbre de valor mais
baixo será designado
como Voice 1 (e o outro
timbre será designado
como Voice 2).
O modo Function do P-90 fornece acesso a outras
funções do modo Dual, tais como volume relativo e
ajuste de oitava para cada timbre (pág.37). Se você não
ajustar essas funções do modo Dual, os ajustes
adequados serão feitos automaticamente para cada
timbre.
2. Sair do modo Dual e retornar ao modo normal.
Para retornar ao modo normal (com um timbre),
pressione qualquer botão de timbre.
[VARIATION] no modo Dual
A luz indicadora do botão
[VARIATION] ficará acesa se
um dos timbres selecionados
para o modo Dual for uma
variação. Estando o modo
Dual ativo, pode-se usar o
botão [VARIATION] para
ativar ou desativar a variação
de ambos os timbres. Para
ativar ou desativar a variação
de apenas um dos timbres,
mantenha pressionado o
botão do outro timbre e então
pressione o botão do timbre
que deseja mudar a variação.
[REVERB] no modo Dual
O tipo de reverberação
selecionado para o timbre
Voice 1 terá prioridade sobre o
outro (mas se a reverberação
deste estiver desligada, o tipo
escolhido para o Voice 2 terá
efeito). O ajuste de
intensidade efetuado pelos
botões do painel (isto é,
pressionando os botões
[REVERB], [-/NO] e [+/YES] veja pág. 20) será aplicado
apenas ao timbre de Voice 1.
[EFFECT] no modo Dual
Dependendo das condições,
um tipo de efeito pode ter
prioridade sobre outro. A
intensidade será decidida
conforme o valor padrão da
combinação de timbres. No
entanto, usando a função F3
(pág. 37) você pode ajustar a
intensidade para cada timbre.
O ajuste de intensidade
efetuado pelos botões do
painel (ipág. 20) será
aplicado apenas ao timbre de
Voice 1.
23
Dividindo o Teclado e Tocando Dois Timbres
Diferentes (modo Split)
O modo Split permite que você toque dois timbres diferentes no teclado - um na
região da mão esquerda e outro na da mão direita. Por exemplo, você pode tocar um
acompanhamento de contrabaixo usando o timbre Wood Bass ou Electric Bass na
mão esquerda, e com a mão direita tocar a melodia com outro timbre.
NOTA:
Os modos Dual e Split (pág.
24) não podem ser ativados
ao mesmo tempo.
Procedimento
1. Ativar o modo Split.
Pressione o botão [SPLIT] e sua luz se acenderá. A
configuração padrão (Wood Bass) será selecionada para
a mão esquerda. O modo Function permite acessar
outras funções do modo Split (pág. 38). Se você não
ajustar essas funções do modo Split, as configurações
serão feitas automaticamente para cada timbre.
2. Especificar o ponto de divisão (limite entre as
regiões da mão esquerda e da mão direita).
Você pode alterar o ponto de divisão para qualquer outra
tecla, pressionando a tecla desejada enquanto mantém
pressionado o botão [SPLIT] (o nome da nota do ponto
de divisão aparece no mostrador enquanto se pressiona o
botão [SPLIT]).
O ponto de divisão é ajustado inicialmente para a nota
fá#2. Se você não deseja alterar o ponto de divisão, pule
este procedimento.
3. Selecionar um timbre para a mão direita.
Pressione um botão de timbre.
4. Selecionar um timbre para a mão esquerda.
Pressione o botão de timbre desejado enquanto mantém
o botão [SPLIT] pressionado. A luz indicadora do timbre
da mão esquerda ficará acesa enquanto o botão [SPLIT]
estiver pressionado. Para ativar ou desativar uma
variação para um timbre, mantenha pressionado o botão
[SPLIT] e pressione o botão [VARIATION] ou o botão do
timbre efetivamente selecionado.
24
DICA:
A tecla do ponto de divisão
está incluída na região da mão
esquerda.
DICA:
O ponto de divisão também
pode ser definido pela função
F4 (pág. 38).
[VARIATION] no modo Split
Você pode ativar ou desativar
a variação dos timbres no
modo Split. Normalmente, a
luz indicadora do timbre da
mão direita fica acesa no
modo Split. O botão
[VARIATION] pode ser usado
para ativar ou desativar a
variação do timbre da direita.
Enquanto o botão [SPLIT]
está pressionado, no entanto,
acende-se a luz indicadora do
timbre da esquerda. Nesse
estado o botão [VARIATION]
pode ativar ou desativar a
variação do timbre da
esquerda.
[REVERB] no modo Split
O tipo de reverberação
selecionado para o timbre da
direita tem prioridade sobre o
outro (mas se a reverberação
deste estiver desligada, o tipo
escolhido para a esquerda
terá efeito). O ajuste de
intensidade efetuado pelos
botões do painel (isto é,
pressionando os botões
[REVERB], [-/NO] e [+/YES] veja pág. 20) será aplicado
apenas ao timbre da direita.
5. Sair do modo Split e retornar ao modo normal.
Pressione o botão [SPLIT] novamente e a luz indicadora
se apagará.
[EFFECT] no modo Split
Dependendo das condições,
um tipo de efeito pode ter
prioridade sobre outro. A
intensidade será decidida
conforme o valor padrão da
combinação de timbres. No
entanto, usando a função F4
(pág. 38) você pode ajustar a
intensidade para cada timbre.
O ajuste de intensidade
efetuado pelos botões do
painel (ipág. 20) será aplicado
apenas ao timbre da mão
direita.
Usando o metrônomo
O P-90 possui um metrônomo interno (dispositivo que indica um andamento preciso),
que é útil para quem deseja praticar.
Procedimento
1. Ativar o metrônomo.
O som do metrônomo é ativado ao se
pressionar o botão METRONOME
[START/STOP].
Ajustando o andamento
O andamento do metrônomo e da execução da música
gravada pelo usuário (o gravador será descrito na
próxima seção) pode ser ajustado (de 32 a 280 batidas
por minuto) por meio dos botões [TEMPO/FUNCTION#],
quando a luz indicadora do botão [FUNCTION] estiver
apagada.
Ajustando o número de tempos
O número de tempos por compasso do
metrônomo pode ser ajustado usando
os botões [–/NO] e [+/YES] enquanto
se mantém pressionado o botão
METRONOME [START/STOP]. Você
pode ajustar para 0, 2, 3, 4, 5 ou 6 tempos. O ajuste
atual aparece no mostrador quando você pressiona o
botão METRONOME [START/STOP].
2. Parar o metrônomo.
Desative o metrônomo pressionando o botão
METRONOME [START/STOP].
25
DICA:
Se a luz indicadora do botão
[FUNCTION] estiver acesa,
pressione o botão
[FUNCTION] para apagá-la.
DICA:
O volume do metrônomo
pode ser ajustado por meio
de uma função específica no
modo Function (pág. 39).
Gravando sua Execução
A capacidade de gravar e reproduzir o que você
tocou no P-90 pode ser uma ajuda efetiva ao seu
estudo. Você pode, por exemplo, gravar apenas a
parte da mão esquerda e então praticar a mão direita,
enquanto ouve a parte gravada da mão esquerda.
Ou, uma vez que pode gravar até duas trilhas
separadamente, você pode gravar as partes da mão
esquerda e da mão direita separadamente, ou gravar
ambas as partes de um dueto e ouvir como elas vão
soar quando executadas juntas. O gravador de duas
trilhas do P-90 permite ao usuário gravar uma música.
DICA:
Você pode gravar a sua
execução em áudio (som)
num gravador cassete ou
outro equipamento de
gravação, através do
conector de saída OUTPUT
(pág.10).
TERMINOLOGIA:
O formato gravado em fita
cassete é diferente do formato
gravado no P-90. Uma fita
cassete registra sinal de áudio
(som); o P-90 armazena
informações digitais em
códigos contendo as
execuções de notas, tempos e
timbres, mas não o som.
Quando você reproduz uma
música no P-90, ele produz os
sons baseado nas
informações armazenadas.
Portanto, no P-90 seria mais
adequado usar o termo
“armazenamento de
informações”, em vez de
“gravação”. Mas este manual
usa o termo “gravação” porque
ele parece fazer mais sentido.
Gravando a Primeira Trilha
Procedimento
ADVERTÊNCIA
Observações sobre gravação
Todos os dados do gravador interno ficarão armazenados na
memória por cerca de uma semana após o P-90 ter sido desligado.
Se você deseja preservar suas gravações por mais tempo, ligue o
equipamento por alguns minutos pelo menos uma vez por semana.
Também é possível transferir os dados, através de conexão MIDI,
para um dispositivo externo de armazenamento como o Yamaha
MIDI Data Filer MDF3, usando para isso a função de Transferência
de Blocos de Dados descrita na pág. 42.
1. Fazer ajustes iniciais.
Antes de começar a gravar, selecione o timbre que você
deseja usar (ou timbres, ao usar o modo Dual ou Split).
Faça outros ajustes desejados (andamento, reverb, etc).
Você deve também ajustar o volume usando o controle
[MASTER VOLUME].
26
NOTA:
O modo de gravação não pode
ser acessado quando o P-90
está no modo de músicas de
demonstração.
Para evitar apagar dados de
uma trilha:
Pressione o botão
[TRACK1/2]. Se a luz
indicadora acender na cor
verde significa que a trilha já
contém dados.
Lembre-se de que todos os
dados existentes serão
apagados se você gravar
novos dados em uma trilha.
2. Ativar o modo de gravação.
Pressione o botão [REC] para ativar o
modo de gravação. A gravação não
inicia ainda. A luz indicadora da trilha
[TRACK1] ou da trilha [TRACK2] pisca
na cor vermelha.
A quantidade de memória disponível para gravação será
apresentada no mostrador, em kylobytes, e o ponto
mais à direita no mostrador piscará no andamento
ajustado para o metrônomo. O modo de gravação pode
ser desativado antes de gravar, pressionando-se o
botão [REC] novamente.
3. Selecionar a trilha de gravação.
Quando o modo de gravação é ativado (passo anterior),
automaticamente é selecionada para gravação a última
trilha que foi gravada, e sua luz indicadora piscará em
vermelho. Se você quiser gravar na outra trilha,
pressione o botão apropriado, que então piscará em
vermelho.
4. Iniciar a gravação.
A gravação começará automaticamente assim que você
tocar uma nota no teclado ou pressionar o botão SONG
[START/STOP]. O número do compasso atual é
apresentado no mostrador durante a gravação.
5. Parar a gravação.
Pressione o botão [REC] ou o botão SONG
[START/STOP] para parar a gravação. A luz indicadora
da trilha que foi gravada ficará na cor verde para indicar
que ela agora contém dados (o modo de gravação é
desativado automaticamente).
6. Reproduzir uma gravação.
Pressione o botão SONG[START/STOP] para
reproduzir uma execução que foi gravada.
Para parar a reprodução no meio da música, pressione
o botão SONG[START/STOP].
Quantidade de memória
disponível para gravação:
Este valor em kylobytes
(unidade de medida para
dados) indica quanto de
espaço resta disponível para
gravar. Você pode gravar até
cerca de 9.400 notas,
dependendo do quanto usar o
pedal, e de outros fatores.
DICA:
Se o metrônomo estava
ativado quando você começou
a gravar, você poderá
acompanhar seu andamento
durante a gravação, mas o
som do metrônomo não será
gravado.
DICA:
Para mais informações sobre
gravação, veja página 28.
NOTA:
A luz indicadora da trilha
começará a piscar quando a
memória estiver quase cheia.
Se a memória ficar cheia
durante a gravação, aparecerá
a indicação “FUL” no
mostrador e a gravação será
interrompida automaticamente
(todos os dados gravados até
aquele ponto serão
preservados).
NOTA:
Pressionando o botão SONG
[START/STOP] para começar
a gravar e então
pressionando-o novamente
para parar a gravação fará
apagar todos os dados
gravados previamente na trilha
selecionada.
Re-gravando a Primeira Trilha
Esta seção explica como gravar novamente no caso de sua execução não ter sido satisfatória.
1. Selecionar o timbre ou timbres (e outros
ajustes) para gravação, se necessário.
Repita o passo 1 da página 26 se quiser alterar os
ajustes anteriores.
2. Re-ativar o modo de gravação.
Pressione o botão [REC] novamente.
A luz indicadora da trilha selecionada piscará em
vermelho. Siga os procedimentos a partir do passo 4
acima para re-gravar.
27
DICA:
Se quiser mudar o andamento,
compasso, tipo de reverb ou
efeito quando for re-gravar
uma trilha ou gravar outra
trilha, faça isso após ativar o
modo de gravação (passo 2).
NOTA:
Não é possível re-gravar no
meio de uma música.
Gravando a Segunda Trilha
Esta seção explica como gravar outra parte na segunda trilha.
1. Selecionar o timbre ou timbres (e outros
ajustes) para gravação, se necessário.
Selecione o timbre (ou timbres) para gravar. Ajuste
outros parâmetros, se necessário.
2. Re-ativar o modo de gravação.
DICA:
Se quiser mudar o andamento,
compasso, tipo de reverb ou
efeito quando for re-gravar
uma trilha ou gravar outra
trilha, faça isso após ativar o
modo de gravação (passo 2).
Pressione o botão [REC] novamente.
A luz indicadora da trilha selecionada piscará em
vermelho.
3. Selecionar a trilha para gravação.
Selecione a trilha que você ainda não usou para gravar.
A luz indicadora da trilha selecionada acenderá em
vermelho (a luz indicadora de uma trilha que já contém
dados gravados acenderia em verde).
Você pode gravar novos sons e notas a cada passagem
enquanto ouve a trilha gravada.
Para gravar, siga o procedimento dos passos 5 na
página 27.
O gravador interno grava os seguintes dados:
São registrados outros dados além das notas e timbres. Eles
podem ser dados “individuais das trilhas” e “globais da
música”. Veja abaixo:
Dados individuais das Trilhas
•
•
•
•
•
•
•
Notas
Timbre
[VARIATION] ON/OFF
Pedal (Sustain)
Intensidade do reverb
Intensidade do efeito
Timbres do Dual
•
•
•
•
•
•
Equilíbrio do Dual (F3)
Desafino do Dual (F3)
Oitava do Dual (F3)
Timbres do Split
Equilíbrio do Split (F4)
Oitava do Split (F4)
Dados Globais da Música
• Andamento
• Tempos no compasso
• Tipo de Reverb
• Tipo de Efeito
28
NOTA:
Se não quiser ouvir a trilha
que já está gravada enquanto
grava (por exemplo, quando
quiser gravar uma música
diferente em cada trilha),
pressione o botão da trilha já
gravada antes de pressionar
o botão [REC] (passo 2, nas
páginas 27, 28) de forma que
a luz indicadora dela se
apagará.
Modificando Ajustes Iniciais (Dados registrados
no início da música)
Os ajustes iniciais (dados registrados no início da música) podem ser modificados após a
gravação. Por exemplo, depois da gravação você pode mudar o timbre para criar uma
ambiência diferente, ou alterar o andamento da música ao seu gosto.
Você pode modificar os seguintes ajustes iniciais:
Dados individuais das Trilhas
•
•
•
•
•
•
Seleção de timbres
[VARIATION] ON/OFF
Intensidade do reverb
Intensidade do efeito
Timbres do Dual
Timbres do Split
Dados Globais da Música
•
•
•
•
Andamento
Tempos por compasso
Tipo de Reverb (inclusive desligado)
Tipo de Efeito (inclusive desligado)
1. Ativar o modo de gravação e selecionar a trilha
cujos ajustes iniciais serão modificados.
A luz indicadora acenderá em vermelho (os dados
comuns às duas trilhas podem ser modificados em
qualquer uma delas).
2. Modificar os dados através do painel.
Por exemplo, se você deseja modificar o timbre da
gravação de [E. PIANO 1] para [E. PIANO 2], pressione
o botão [E. PIANO 2].
Tome cuidado para não pressionar o botão SONG
[START/STOP] ou uma tecla no teclado, pois isso fará
iniciar a gravação e apagar os dados previamente
gravados naquela trilha.
3. Pressionar o botão [REC] para sair do modo de
gravação.
Tome cuidado para não pressionar o botão SONG
[START/STOP] ou uma tecla no teclado, pois isso fará
iniciar a gravação e apagar os dados previamente
gravados naquela trilha.
29
NOTA:
Você pode cancelar as
modificações feitas nos
ajustes iniciais selecionando
a outra trilha após o passo 2,
e saindo do modo de
gravação durante o passo 3,
sem pressionar o botão
[REC] (as modificações em
dados comuns às duas trilhas
serão também canceladas).
Reproduzindo Músicas Gravadas
Você pode reproduzir as músicas gravadas usando a função
Record (págs. 26 a 29). Você também pode tocar no teclado
junto com a reprodução da música.
NOTA:
Os dados da música não são
transmitidos pela saída MIDI
Out.
Reproduzindo uma música
Procedimento
1. Iniciar a reprodução.
Pressione o botão SONG [START/STOP].
O número do compasso atual aparece no mostrador
durante a reprodução.
• Você pode tocar no teclado enquanto o P-90 estiver
reproduzindo uma música. Você também pode tocar
com um timbre diferente do que é usado na
reprodução da música, selecionando o timbre no
painel.
Ajuste do volume
Use o controle [MASTER VOLUME] para ajustar o
volume.
Ajuste do andamento
Você pode usar os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
ajustar o andamento, antes ou durante a reprodução da
música. O andamento padrão (original da música) é
restaurado quando você pressiona simultaneamente os
botões e .
2. Parar a reprodução.
Quando a música chega ao fim, o P-90
automaticamente pára e reposiciona no início da
música. Para interromper a música no meio, pressione o
botão SONG [START/STOP].
NOTA:
Quando o P-90 está no modo
de demonstração não é
possível reproduzir as músicas
gravadas pelo usuário.
NOTA:
As luzes indicadoras não
acendem em verde
automaticamente quando o P90 é ligado, mesmo que haja
uma música gravada.
Certifique-se de pressionar os
botões das trilhas antes de
iniciar a reprodução.
NOTA:
A reprodução não pode ser
iniciada quando o gravador
não contém dados.
DICA:
Você também pode se divertir
fazendo dueto com você
mesmo, gravando uma parte
do dueto ou de uma música
para dois pianos, e depois
tocando no teclado a outra
parte, enquanto a parte
gravada é reproduzida.
DICA:
Se o metrônomo está sendo
usado durante a reprodução,
ele irá automaticamente parar
quando a música terminar.
DICA:
Se o tipo de reverb for
modificado através do painel
durante a reprodução, tanto o
reverb da música quanto o do
teclado serão modificados.
DICA:
Se o tipo de efeito for
modificado através do painel
durante a reprodução, ele
poderá ser desativado em
alguns casos.
30
Funções Úteis na Reprodução
Ativando ou desativando uma trilha para reprodução
Quando você seleciona uma música no P-90, as luzes
indicadoras das trilhas que contêm dados (uma de cada
trilha, ou ambas) se acendem em verde. Estando o P-90
reproduzindo ou parado, ao se pressionar esses botões suas
luzes se apagam, e os dados das trilhas param de ser
tocados. Pressionando-se sucessivamente o botão da trilha
faz alternar o estado de ativada ou desativada para
reprodução.
Iniciando a reprodução automaticamente quando você
toca no teclado (Synchro Start)
Você pode iniciar a reprodução da música assim que
começa a tocar no teclado. Esta função é chamada de
“Synchro Start” (início sincronizado).
Para ativar a função Synchro Start, pressione o botão SONG
[START/STOP] enquanto mantém pressionado o botão de
uma trilha que esteja ativada.
O ponto mais à direita no mostrador irá
piscar no andamento atual.
(Repita a operação anterior para desativar a
função Synchro Start).
A reprodução será então iniciada assim que você começar a
tocar no teclado.
Esta função é útil quando você deseja acertar a sua
execução com o ponto exato do começo da música.
31
DICA:
As trilhas podem ser ativadas
ou desativadas antes ou
durante a reprodução.
Se ambas as trilhas estiverem
desativadas, a reprodução não
iniciará (ou parará).
DICA:
Você pode ajustar o volume
de uma parte de uma música
das “50 músicas para piano”
para a qual a reprodução foi
desativada (páginas 16 e 39).
Durante a reprodução da
gravação, o volume de uma
trilha que foi desativada é
sempre “0.”
NOTA:
Se você pressionar o botão
SONG [START/ STOP]
enquanto mantém
pressionado o botão de uma
trilha que está desativada, a
reprodução da trilha é ativada
e a função Synchro Start é
colocada em espera.
TERMINOLOGIA:
Synchro: síncrono; o que
ocorre ao mesmo tempo.
Ajustes detalhados - [FUNCTION]
Você pode configurar vários parâmetros para tirar um máximo proveito das funções do P-90,
tais como ajuste de afinação, seleção de timbre do metrônomo, repetição de reprodução, etc.
Os parâmetros abaixo estão disponíveis.
O P-90 possui nove funções principais, algumas delas consistem de conjuntos e sub-modos.
Lista de Parâmetros
Função
Ajuste Fino da Afinação
Seleção de Escala
Funções do Modo Dual
Funções do Modo Split
Outras Funções
Volume do Metrônomo
Volume da Parte Cancelada nas
Músicas Pré-Gravadas
Funções de MIDI
Funções de Backup
Sub-Modo
—
Escala
Tônica
Equilíbrio dos Timbres do Dual
Desafino dos Timbres do Dual
Oitava do Timbre 1
Oitava do Timbre 2
Intensidade do Efeito no Timbre 1
Intensidade do Efeito no Timbre 2
Restaurar Padrões
Ponto de Divisão do Teclado
Equilíbrio dos Timbres do Split
Oitava do Timbre da Direita
Oitava do Timbre da Esquerda
Intens. do Efeito no Timbre da Dir.
Intens. do Efeito no Timbre da Esq.
Faixa do Pedal de Sustain
Restaurar Padrões
Intensidade da Amostra de Sustain
Volume da Amostra de Keyoff
—
—
P-90
F1
F2.1
F2.2
F3.1
F3.2
F3.3
F3.4
F3.5
F3.6
F3.7
F4.1
F4.2
F4.3
F4.4
F4.5
F4.6
F4.7
F4.8
F5.1
F5.2
F6
F7
Pág. de Referência
35
36
36
37
37
37
37
37
37
37
38
38
38
38
38
38
38
38
39
39
39
39
Canal de Transmissão MIDI
Canal de Recepção MIDI
Ativar / Desativar Controle Local
Ativar / Desativar Seleção de Timbres
Ativar / Desativar Ajuste de Controles
Transmissão MIDI de Transposição
Transmissão de Dados do Painel
Transferência de Blocos de Dados
Timbre
MIDI
Afinação
Outras
F8.1
F8.2
F8.3
F8.4
F8.5
F8.6
F8.7
F8.8
F9.1
F9.2
F9.3
F9.4
40
40
40
41
41
41
41
42
42
42
42
42
32
Procedimento Básico no Modo Function
Siga os passos abaixo para usar as funções.
(Se você ficar perdido ao usar uma função, retorne a esta página e leia o
procedimento básico)
Procedimento
1. Ativar o modo Function.
Pressione o botão [FUNCTION] e a luz indicadora se
acenderá. Aparecerá no mostrador “Fxx” (onde xx varia
dependendo da situação atual do P-90).
2. Selecionar uma função.
NOTA:
As funções não podem ser
selecionadas durante a
reprodução de uma música
(de demonstração ou
gravada).
Use os botões [TEMPO/FUNCTION#] para selecionar a
função desejada, de F1 a F9.
3. Usar os botões [–/NO] e [+/YES].
Se a função não possui sub-modos, comece a ajustar os
parâmetros.
Se a função possui sub-modos, pressione o botão
[+/YES] uma vez para entrar no respectivo sub-modo.
4. Operar a função desejada usando os seguintes
botões.
[TEMPO/FUNCTION#]
Selecionam as funções e sub-modos desejados.
[–/NO] e [+/YES]
Após selecionar a função ou sub-modo desejado, ajuste
o parâmetro ligando-o ou desligando-o (ON/OFF),
selecionando um tipo disponível, ou ajustando seu valor,
conforme o caso. Dependendo do ajuste, o estado (ou
valor) padrão é restaurado pressionando
simultaneamente os botões [–/NO] e [+/YES].
33
NOTA:
Para cancelar a função no
passo 2, 3 ou 4, pressione o
botão [TEMPO/FUNCTION#] a
qualquer momento para sair
do modo Function.
DICA:
Após selecionar a função, o
ajuste atual será mostrado
quando os botões [–/NO] ou
[+/YES] forem pressionados
pela primeira vez.
Exemplo 1: F1 - ajuste fino da afinação
Exemplo 2: F3.1 - equilíbrio dos timbres do Dual
5. Fazer o seguinte após usar uma função.
Pressione o botão [FUNCTION] para sair do modo
Function. A luz indicadora do botão [FUNCTION] se
apagará.
34
Detalhes sobre as Funções
F1. Ajuste Fino da Afinação
Você pode afinar com precisão todo o instrumento. Esta função é
útil quando você deseja tocar o P-90 junto com outros instrumentos
ou com música de CD.
1. Entre no modo Function e selecione F1.
2. Use os botões [–/NO] e [+/YES] para abaixar ou subir a
afinação da nota Lá3 em passos de cerca de 0,2 Hz.
Os décimos de Hertz são indicados no mostrador pela aparição de
um ou dois pontos, como no exemplo abaixo:
Consulte o tópico sobre o painel de controle e o teclado, na página
12, para saber os nomes das teclas e sua localização.
Durante o procedimento descrito acima, o mostrador indica um
valor em Hz (427 ... 423). Após o procedimento o mostrador volta à
indicação anterior.
35
TERMINOLOGIA:
Hz (Hertz): unidade de medida
da freqüência de um som;
representa o número de
vibrações que a onda sonora
realiza em um segundo.
DICA:
Você também pode usar o
teclado para afinar em passos
de 0,2 Hz (em qualquer modo
que não seja modo Function).
Para subir a afinação em
passos de 0,2 Hz, mantenha
pressionadas as teclas Lá -1 e
Si -1 simultaneamente (as
duas teclas brancas mais à
esquerda do teclado) e então
pressione qualquer tecla entre
Dó3 e Si3.
Para descer a afinação em
passos de 0,2 Hz, mantenha
pressionadas as teclas Lá -1 e
Lá# -1 simultaneamente (as
teclas branca e preta mais à
esquerda do teclado) e então
pressione qualquer tecla entre
Dó3 e Si3.
Para restaurar a afinação,
mantenha pressionadas as
teclas Lá-1, Lá#-1 e Si -1
simultaneamente (as três
teclas mais à esquerda no
teclado) e então pressione
qualquer tecla de Dó3 a Si3.
DICA:
Você também pode afinar em
passos de 1Hz (em qualquer
modo que não seja modo
Function).
Para descer ou subir a
afinação, respectivamente, em
passos aproximados de 1 Hz,
mantenha pressionadas as
teclas Lá -1 e Lá# -1
simultaneamente (as teclas
branca e preta mais à
esquerda no teclado) ou as
teclas Lá -1 e Si -1 (as duas
teclas brancas mais à
esquerda) e então pressione
os botões [–/NO] ou [+/YES].
Para restaurar a afinação,
mantenha pressionadas
simultaneamente as teclas Lá
-1 e Lá# -1 (as teclas branca e
preta mais à esquerda no
teclado) ou as teclas Lá -1 e
Si -1 (as duas teclas brancas
mais à esquerda) e então
pressione simultaneamente os
botões [–/NO] e [+/YES].
F2. Selecionando uma escala
TERMINOLOGIA:
Você pode selecionar vários tipos de escalas musicais.
A escala de temperamento igual é a mais usada atualmente em
afinações de piano. No entanto, durante a História diversas outras
escalas foram usadas, muitas das quais serviram como base para
certos gêneros da música.
Temperamento Igual:
A oitava é dividida em doze
intervalos iguais. É o tipo de
escala de afinação mais usado
atualmente.
1. Entre no modo Function e selecione F2.y.
2. Pressione o botão [+/YES] para entrar no sub-modo de
escalas, e então use os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado. Pressione os botões
[–/NO] e [+/YES] para selecionar o número da escala de
afinação.
Sub-modo:
F2.1: Escala
Opções:
Padrão:
1: Temperamento Igual
2: Maior Pura
3: Menor Pura
4: Pitagórica
5: Tom Médio
6: Werckmeister
7: Kirnberger
Pitagórica:
Esta escala, criada pelo filósofo
grego Pitágoras, é baseada no
intervalo de quinta perfeita. A
terça soa com batimento, mas a
quarta e a quinta soam belas e
adequadas para alguns solos.
Tom Médio:
Esta escala é um
aperfeiçoamento da Pitagórica,
eliminando o batimento da terça.
Esta escala popularizou-se no
século XVI até o final do século
XVIII, e foi usada por Handel.
1: Temperamento Igual
F2.2: Tônica
Se você selecionar uma escala que não seja a de Temperamento
Igual, será preciso especificar a tônica ou nota raiz (você até pode
especificar a tônica para a escala de Temperamento Igual, mas
isso não terá efeito).
Opções:
Padrão:
Maior Pura / Menor Pura:
Baseadas em harmônicos
naturais, três acordes maiores
usando essas escalas
produzem um som bonito e
puro. São usadas em algumas
peças para coro.
C, C#, D, Eb, E, F, F#, G, Ab, A, Bb, B
C (dó)
Exemplo de indicação da tônica:
36
WerckMeister/KirnBerger:
Essas escalas combinam de
maneiras diferentes a de Tom
Médio e a Pitagórica.
Com elas, a modulação modifica
a impressão e o sentimento da
música. Foram muito usadas
nas épocas de Bach e
Beethoven. São muito usadas
ainda hoje para reproduzir a
sonoridade da música da época
do cravo.
F3. Funções do modo Dual
F3.3: Oitava do Timbre 1
F3.4: Oitava do Timbre 2
Você pode configurar diversos parâmetros do
modo Dual para otimizar os ajustes para as
músicas que você for tocar, tais como o
equilíbrio de volume entre os dois timbres.
Faixa de ajuste: -1, 0, 1
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
Você pode transpor, independentemente, a
afinação dos timbres de Voice 1 e de Voice 2
para cima ou para baixo, em passos de uma
oitava. Dependendo dos timbres combinados no
Dual, a combinação pode soar melhor se um dos
timbres for transposto uma oitava para cima ou
para baixo.
As funções do modo Dual são configuradas
individualmente para cada combinação de
timbres.
1. Selecione os timbres no modo Dual, entre
no modo Function e selecione F3.y.
2. Pressione o botão [+/YES] para ativar o
sub-modo de funções do Dual, e então use
os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado.
Pressione o botão [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar os valores.
F3.5: Intensidade do Efeito do Timbre 1
F3.6: Intensidade do Efeito do Timbre 2
Faixa de ajuste: 0 a 20
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
NOTA:
Se o modo Dual não estiver ativado, será mostrado
“F3.-” e não “F3.y”, e você não poderá selecionar as
funções do modo Dual. Você pode passar do modo
Function para o modo Dual.
Sub-modo:
Essas funções permitem ajustar individualmente
a intensidade do efeito aplicado aos timbres de
Voice 1 e Voice 2 do Dual (a intensidade do
efeito não pode ser alterada se [EFFECT] não
estiver em ON; é preciso sair do modo Function
para poder ativar [EFFECT] em ON).
F3.1: Equilíbrio dos Timbres do Dual
Para explicações sobre “Voice 1” e “Voice 2”,
consulte a página 23.
Faixa de ajuste: 0 ... 20
F3.7: Restaurar
O valor “10” produz um equilíbrio igual entre
os dois timbres do modo Dual. Valores
abaixo de “10” aumentam o volume do timbre
Voice 2 em relação ao Voice 1, e valores
acima de “10” aumentam o volume do Voice 1
em relação ao Voice 2.
Esta função restaura todas as funções do modo
Dual para seus valores originais (“default”).
Pressione o botão [+/YES] para restaurar os
valores.
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
Você pode configurar um timbre como o
timbre principal e o outro mais suave, como
timbre de fundo.
DICA:
Você pode acessar diretamente as funções do
modo Dual pressionando o botão [FUNCTION]
enquanto mantém pressionados os dois botões dos
timbres do Dual.
Mesmo tendo acessado o modo Function por este
atalho, você deve usar o método usual para sair
dele (isto é, pressionando o botão [FUNCTION]
para apagar a luz indicadora).
F3.2: Desafino dos Timbres do Dual
Faixa de ajustes: -10 ... 0 ... 10
Com valores positivos, a afinação do timbre
Voice 1 sobe a do Voice 2 desce. Com
valores negativos, a afinação do timbre Voice
1 desce e a do Voice 2 sobe.
A faixa de ajuste é mais ampla nas notas
mais baixas com ± 60 centésimos para Lá -1,
e mais estreita nas notas mais altas, com ± 5
centésimos para o dó7 (100 centésimos = a
um semitom).
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
Desafinando os timbres no modo Dual pode-se
criar uma sonoridade mais encorpada.
37
Você pode fazer esta configuração para cada
combinação das músicas que toca.
F4. Funções do modo Split
Estas opções permitem que você efetue várias
configurações detalhadas no modo Split.
Alterando o ponto de divisão e outros parâmetros
você pode otimizar as configurações para tocar
as músicas.
F4.3: Oitava do Timbre da Direita
F4.4: Oitava do Timbre da Esquerda
Faixa de ajuste: -1, 0, 1
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
1. Selecione os timbres no modo Split, entre
no modo Function e selecione F4.y.
Você pode transpor, independentemente, a
afinação dos timbres da mão direita e da mão
esquerda para cima ou para baixo, em passos
de uma oitava. Faça o ajuste conforme a faixa
de notas das músicas que você toca. Você pode
fazer esta configuração para cada combinação
das músicas que toca.
2. Pressione o botão [+/YES] para ativar o
sub-modo de funções do Split, e então use
os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado.
Pressione o botão [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar os valores.
F4.5: Intensidade do Efeito da Direita
F4.6: Intensidade do Efeito da Esquerda
NOTA:
Se o modo Split não for ativado, será mostrado
“F4.-” e não “F4.y”, e você não poderá selecionar as
funções do modo Split. Você deve sair do modo
Function antes de ativar o modo Split.
Faixa de ajuste: 0 a 20
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
Essas funções permitem ajustar individualmente
a intensidade do efeito aplicado aos timbres da
mão direita e da mão esquerda do modo Split.
Você pode fazer esta configuração para cada
combinação das músicas que toca. A
intensidade do efeito não pode ser alterada se
[EFFECT] não estiver em ON; é preciso sair do
modo Function para poder ativar [EFFECT] em
ON.
Sub-modo:
F4.1: Ponto de Divisão (Split Point)
Faixa de ajuste: Qualquer tecla
Ajuste padrão: Fá#2
Configure o ponto do teclado que divide as
regiões da mão esquerda e mão direita. A nota
escolhida é incluída na região da mão esquerda.
F4.7: Faixa do Pedal de Sustain
Ao invés de pressionar os botões [–/NO] ou
[+/YES], você pode definir o ponto de divisão
pressionando a respectiva tecla no teclado.
Opções de ajuste: ALL (ambos os timbres)
1 (só a região da direita)
2 (só a região da esquerda)
Se o modo Function não estiver ativado, você
pode alterar o ponto de divisão para qualquer
outra nota apenas pressionando a respectiva
tecla enquanto mantém pressionado o botão
[SPLIT] (pág. 24).
Ajuste padrão:
ALL
Esta função determina se o pedal de sustain irá
atuar somente no timbre da mão direita, somente
no timbre da mão esquerda, ou em ambos.
Exemplo de indicação de nota para o ponto de
divisão:
F4.8: Restaurar
Esta função restaura todas as funções do modo
Split para seus valores originais (“default”).
Pressione o botão [+/YES] para restaurar os
valores.
F4.2: Equilíbrio dos Timbres do Split
DICA:
Você pode acessar diretamente as funções do
modo Split pressionando o botão [FUNCTION]
enquanto mantém pressionando botão [SPLIT].
Mesmo tendo acessado o modo Function por este
atalho, você deve usar o método usual para sair
dele (isto é, pressionando o botão [FUNCTION]
para apagar a luz indicadora).
Faixa de ajuste: 0 a 20
O valor “10” produz um equilíbrio igual entre
os dois timbres do modo Split. Valores
abaixo de “10” aumentam o volume do timbre
da mão esquerda em relação à mão direita, e
valores acima de “10” aumentam o volume da
mão direita em relação à mão esquerda.
Ajuste padrão: Varia com os timbres usados.
38
F5. Outras Funções
F6. Volume do Metrônomo
Esta função permite que você configure a
operação do pedal de sustain para um dos
modos listados abaixo:
Use esta função para ajustar o volume do som
do metrônomo.
1. Entre no modo Function e selecione F6.
1. Entre no modo Function e selecione F5.y.
2. Use os botões [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar o volume como desejar.
2. Pressione o botão [+/YES] para ativar o
sub-modo de “outras funções”, e então
use os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado.
Pressione o botão [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar os valores.
Faixa de ajuste: 1 a 20
Ajuste padrão: 10
DICA:
Você pode acessar diretamente as funções do
metrônomo pressionando o botão [FUNCTION]
enquanto mantém pressionando o botão
METRONOME [START/STOP].
Mesmo tendo acessado o modo Function por este
atalho, você deve usar o método usual para sair
dele (isto é, pressionando o botão [FUNCTION]
para apagar a luz indicadora).
Sub-modo:
F5.3: Intensidade da Amostra de Sustain
Faixa de ajuste: 0 a 20
Ajuste padrão: 12
Os timbres de Grand Piano 1 possuem um recurso
especial chamado de “Sustain Sample”, que recria
a ressonância característica das vibrações do
conjunto das cordas com a tábua de harmonia
de um piano acústico de concerto quando o
pedal é pressionado.
Esta função permite que você ajuste a
intensidade deste efeito.
F.7: Volume da Parte Cancelada nas
Músicas Pré-Gravadas
Esta função ajusta volume de reprodução de
uma parte “cancelada”.
Ajuste o volume da parte cancelada para um
nível confortável e use aquela parte como uma
guia para você tocar junto.
F5.4: Volume da Amostra de Key-off
Faixa de ajuste: 0 a 20
1. Entre no modo Function e selecione F7.
Ajuste padrão: 10
2. Use os botões [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar o volume como desejar.
Você pode ajustar o volume do som que é
produzido quando a tecla é solta (“key-off
sound”) para os timbres de Grand Piano 1 e
Clavi/Harpsi (incluindo suas variações).
Faixa de ajuste: 0 a 20
Ajuste padrão: 5
39
F8. Funções de MIDI
F8.2: Canal de Recepção MIDI
Você pode fazer ajustes detalhados nas
configurações de MIDI.
Para mais informações sobre MIDI, veja a seção
“Entendendo MIDI” (página 44).
Em qualquer configuração de operação MIDI, os
canais de MIDI dos equipamentos transmissor e
receptor devem ser iguais para que haja
transferência dos dados.
Este parâmetro permite que você especifique o
canal de MIDI em que o P-90 receberá os dados
de MIDI.
DICA:
A chave [HOST SELECT] no painel de conexões
deve estar na posição “MIDI” para habilitar os
conectores de MIDI. Quando você usar o conector
[TO HOST], coloque a chave [HOST SELECT] na
posição adequada ao tipo de computador que você
estiver usando (ver págs. 44 a 48). Nesta situação,
todas as configurações de MIDI descritas abaixo
afetarão a transferência de MIDI pelo conector
[TO HOST].
Faixa de ajuste: ALL, 1&2, 1 a 16
Ajuste padrão:
ALL
DICA:
ALL: Habilita o modo de recepção “multitimbral”.
Permite recepção simultânea de partes diferentes
em todos os 16 canais de MIDI, permitindo que o P90 execute dados de música vindos em vários
canais de um seqüenciador externo ou computador.
1&2: Habilita o modo de recepção “1&2”. Permite
recepção simultânea de duas partes nos canais de
MIDI 1 e 2 apenas, permitindo que o P-90 execute
dados de música vindos pelos canais 1 e 2 de um
seqüenciador externo ou computador.
1. Entre no modo Function e selecione F8.y.
2. Pressione o botão [+/YES] para ativar o
sub-modo de funções de MIDI, e então use
os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado.
Pressione o botão [–/NO] ou [+/YES] para
ajustar os valores.
DICA:
Comandos de troca de timbre e outras mensagens
recebidas não afetarão as configurações do painel
do P-90 ou notas tocadas pelo teclado.
Sub-modo:
F8.1: Canal de Transmissão MIDI
NOTA:
O P-90 não reconhece dados de MIDI recebidos
quando está executando as músicas de
demonstração ou do gravador interno.
Em qualquer configuração de operação MIDI, os
canais de MIDI dos equipamentos transmissor e
receptor devem ser iguais para que haja
transferência dos dados.
Este parâmetro permite que você especifique o
canal de MIDI que o P-90 usará para transmitir
os dados de MIDI.
F8.3: Ativar / Desativar Controle Local
O recurso de “Controle Local” refere-se ao fato
de que normalmente o teclado do P-90 está
controlando os timbres internos. Esta situação é
chamada de “Controle Local Ativado”, uma vez
que o gerador de timbres interno está sendo
controlado “localmente” pelo próprio teclado do
P-90. Entretanto, o Controle Local pode ser
desativado, de maneira que o teclado do P-90
não controle os timbres internos, mas as
informações das notas executadas nele são
transmitidas pelo conector MIDI Out. Quando o
Controle Local é desativado, os timbres internos
podem ser controlados por meio de MIDI,
conforme as informações recebidas pelo
conector MIDI In.
Faixa de ajuste: 1 a 16; OFF (não transmite)
Ajuste padrão: 1
NOTA:
Os dados do timbre de Voice 1 do modo Dual e da
região da direita do modo Split são transmitidos
pelo canal de MIDI selecionado por esta função. Os
dados do timbre de Voice 2 do modo Dual e da
região da esquerda do modo Split são transmitidos
pelo próximo canal de MIDI após o selecionado por
esta função. Em qualquer dos modos, se o canal de
transmissão estiver selecionado como “OFF”,
nenhum dado será transmitido.
Faixa de ajuste: ON, OFF
NOTA:
Os dados da execução das músicas de
demonstração e do gravador não são transmitidos
via MIDI.
Ajuste padrão:
40
ON
F8.4: Ativar / Desativar Seleção de
Timbres
F8.6: Transmissão MIDI de Transposição
Esta função permite que os dados MIDI de nota
transmitidos pelo P-90 sejam transpostos para
cima ou para baixo. A afinação dos timbres do
P-90 não é afetada.
Normalmente o P-90 responde a mensagens
MIDI de seleção de timbres vindas de um teclado
externo ou outro equipamento MIDI, trocando o
timbre do canal correspondente para o número
de programa indicado na mensagem (o timbre
que está sendo tocado no teclado do P-90 não é
alterado). O P-90 também normalmente
transmite uma mensagem MIDI com número de
programa sempre que um timbre é selecionado
nele pelo usuário.
Faixa de ajuste: -12 ... 0 ... +12 semitons
Ajuste padrão:
F8.7: Transmissão de Dados do Painel
Esta função faz com que todos os ajustes atuais
do painel do P-90 sejam transmitidos pela saída
MIDI Out. Isso é particularmente útil se você
estiver gravando sua execução via MIDI para um
seqüenciador (ex: Yamaha MIDI Data Filer
MDF3), que será usado posteriormente para
controlar o P-90. Gravando no seqüenciador
MIDI as configurações do painel antes dos dados
da execução de notas permite que quando essa
seqüência for reproduzida o P-90 seja
automaticamente configurado para a mesma
situação em que estava quando a gravação foi
feita.
Esta função permite que seja desativada a
transmissão e recepção de mensagens MIDI de
seleção de timbres, de maneira que ao se
selecionar um timbre no P-90 não é enviada a
mensagem MIDI correspondente.
DICA:
Consulte a página 56 para saber quais os números
de programas MIDI que correspondem aos timbres
do P-90 (tópico “Formatos de Dados MIDI”).
Faixa de ajuste: ON, OFF
Ajuste padrão:
0
ON
Procedimento
F8.5: Ativar / Desativar Ajuste de
Controles
1. Configure os controles do painel como
desejar.
Normalmente o P-90 responde a mensagens
MIDI de ajuste de controles vindas de um teclado
externo ou outro equipamento MIDI, fazendo
com que o timbre do canal correspondente seja
afetado por comandos de pedal ou outros tipos
de ajustes de controles transmitidos pelo
equipamento MIDI externo (o timbre que está
sendo tocado no teclado do P-90 não é afetado).
O P-90 também normalmente transmite
mensagens MIDI de controle sempre que o pedal
ou outro controle sejam alterados pelo usuário.
2. Conecte o P-90 via MIDI a um seqüenciador,
e configure este último para que possa
receber dados de configuração.
3. Entre no modo Function e selecione F.8.7.
4. Pressione o botão [+/YES] para transmitir os
dados com as configurações do painel.
Aparecerá a mensagem “End” no mostrador
quando os dados terminarem de ser
transmitidos.
DICA:
Consulte a página 57 para saber os dados que são
transmitidos por esta função com o conteúdo do
painel.
DICA:
Consulte a página 56 para saber quais os controles
que podem ser usados no P-90 (tópico “Formatos
de Dados MIDI”).
DICA:
Recebendo os dados transmitidos:
1. Conecte o P-90 via MIDI ao dispositivo para o
qual os dados de configuração foram transmitidos
previamente.
2. Inicie a transmissão dos dados pelo dispositivo.
O P-90 automaticamente recebe os dados de
configuração, que serão mostrados no painel
(para que os dados possam ser aceitos, o P-90 que
os recebe deve ser exatamente o mesmo modelo
do que transmitiu os dados para o seqüenciador).
Faixa de ajuste: ON, OFF
Ajuste padrão:
ON
DICA:
Para mais informações sobre transmissão e
recepção MIDI de dados de configuração, consulte
o manual do equipamento MIDI.
41
F8.8: Transferência de Blocos de Dados
F9. Funções de Backup
Você pode salvar os dados de músicas do P-90
transmitindo-os em blocos (“Bulk Data”) para um
dispositivo externo de armazenamento (ex:
Yamaha MDF3) ou para um seqüenciador MIDI.
Para recuperar os dados, transmita-os de volta
do dispositivo externo para o P-90 e siga os
procedimentos usuais para a reprodução das
músicas.
TERMINOLOGIA:
Backup: Você pode salvar algumas configurações,
tais como seleção de timbre e tipo de reverb, de
forma que elas não sejam perdidas quando você
desligar o P-90. Se a função de Backup estiver
ativada, as configurações atuais no momento em
que o P-90 foi desligado serão preservadas. Se a
função de Backup estiver desativada, as
configurações serão apagadas, e as configurações
iniciais (“default”) serão restauradas (as
configurações iniciais estão listadas na página 55).
O conteúdo do gravador de músicas sempre é
preservado na memória.
TERMINOLOGIA:
Bulk Data = um conjunto completo (“pacote”) de
dados.
CUIDADO
Procedimento
Mesmo que a função de Backup tenha sido ativada
por uma das funções descritas a seguir, se o P-90
ficar desligado os dados serão retidos na memória
somente por um período de cerca de uma semana.
Se esse período for ultrapassado, as configurações
serão perdidas e serão restaurados os valores
padronizados (“default”). Se você quiser preservar
as configurações por períodos maiores, deve ligar o
P-90 por alguns minutos pelo menos uma vez por
semana.
1. Grave sua música no P-90.
2. Conecte o P-90 via MIDI ao Yamaha MDF3,
ou a um dispositivo de armazenamento
externo, e ajuste este equipamento para
receber blocos de dados MIDI.
3. Entre no modo Function e selecione F8.8.
4. Pressione o botão [+/YES] para iniciar a
transmissão dos blocos de dados.
Aparecerá a mensagem “End” no mostrador
quando os dados terminarem de ser transmitidos
Você pode ativar ou desativar a função de
Backup para cada grupo de funções (cada um
dos seguintes sub-modos de funções):
NOTA:
Durante a transmissão de blocos de dados, não são
transmitidos nem recebidos quaisquer outros dados
de MIDI.
1. Entre no modo Function e selecione F9.y.
2. Pressione o botão [+/YES] para ativar um
sub-modo de função de Backup, e então
use os botões [TEMPO/FUNCTION#] para
selecionar o sub-modo desejado.
Pressione o botão [–/NO] ou [+/YES] para
ativar ou desativar a função de Backup.
DICA:
Recebendo (recuperando) os dados
transmitidos:
1. Conecte o P-90 via MIDI ao dispositivo externo
para o qual os dados foram previamente
transmitidos.
2. Inicie a transmissão dos dados no dispositivo
externo.
O P-90 automaticamente recebe os dados MIDI
(nesse momento, todos os dados que estavam
armazenados no P-90 são apagados).
Em seguida, siga o procedimento usual para a
reprodução das músicas (para que os dados
possam ser aceitos, o P-90 que os recebe deve
ser exatamente o mesmo modelo do que
transmitiu os dados para o seqüenciador).
Sub-modos:
F9.1: Timbres
F9.2: MIDI
F9.3: Afinação
F9.4: Outros
NOTA:
O P-90 não poderá receber os dados se estiver no
modo de execução de músicas ou no modo do
gravador, ou no modo Function.
Faixas de ajuste: ON, OFF
Ajuste padrão:
DICA:
Para mais informações sobre transmissão e
recepção MIDI de blocos de dados, consulte o
manual do equipamento MIDI.
42
OFF (todos os grupos)
Descrição dos sub-modos
F9.1: Timbres
• Timbres (teclado, Dual e Split)
• Dual (ON/OFF, timbres e funções do Dual
para cada combinação de timbres)
• Split (ON/OFF, timbres e funções do Split
para cada combinação de timbres)
• Reverb (ON/OFF, tipo e intensidade para
cada timbre)
• Efeito (ON/OFF, tipo e intensidade para cada
timbre)
• Sensibilidade de toque (inclusive volume fixo)
• Metrônomo (tempo, volume, ajustes em F6)
• Volume da parte cancelada (configurações
em F7)
F9.2: MIDI
• Configurações das funções de MIDI (F8)
F9.3: Afinação
• Transposições
• Afinação (configurações em F1)
• Escala (inclusive tônica), configurações F2
F9.4: Outros
• Outras funções (F5)
Restauração das Configurações de
Fábrica
As configurações dos modos Dual e Split, reverb,
efeito, sensibilidade de toque, ajustes de
afinação, e as configurações afetadas pelas
funções de Backup podem ser restauradas a
seus valores originais de fábrica ligando-se o P90 (chave [STANDBY/ON]) enquanto se
mantém pressionada a tecla dó7.
Isso também apaga todos os dados gravados
pelo usuário no gravador e desativa todas as
funções de Backup (F9).
As configurações de fábrica estão listadas na
pág.55).
43
Entendendo MIDI
MIDI (Musical Instrument Digital Interface) é um formato
padronizado para a transmissão e recepção de dados.
Ele permite transferir dados de execução e comandos
entre dispositivos MIDI e computadores.
Usando MIDI, você pode controlar pelo P-90 um
dispositivo MIDI conectado a ele, ou pode controlar o
P-90 por um dispositivo MIDI ou por um computador.
Conectores MIDI
DICA:
As informações sobre execução
de notas e comandos são
transferidas na forma de valores
(códigos) numéricos.
DICA:
Como os dados de MIDI que
podem ser transmitidos ou
recebidos variam conforme o
tipo de dispositivo MIDI,
consulte a Tabela de
Implementação MIDI para saber
quais os dados e comandos que
seus dispositivos MIDI podem
receber e transmitir.
A Tabela de Implementação
MIDI do P-90 está na página 60.
Recebe dados MIDI
MIDI [IN]:
MIDI [OUT]: Transmite dados MIDI
Cabos MIDI
Utilize cabos feitos especificamente para uso com MIDI.
Conector [TO HOST]
Use este conector para ligar o P-90 a um computador.
NOTA:
Quando estiver usando os
conectores MIDI, coloque a
chave [HOST SELECT] na
posição “MIDI” (pág. 47).
NOTA:
Quando estiver usando o
conector [TO HOST], coloque a
chave [HOST SELECT] na
posição correspondente ao tipo
de computador que estiver
sendo usado (pág. 47).
DICA:
Você também pode obter
informações detalhadas sobre
MIDI em vários livros e outras
publicações musicais.
44
Conectando a um Computador
Você pode aproveitar ainda mais os recursos do P-90 conectando-o a um computador pelo
conector [TO HOST], ou pelos conectores MIDI.
NOTA:
Quando o P-90 é usado como um módulo gerador de timbres, os dados de execução não reconhecidos pelo P-90
não poderão ser executados corretamente.
Existem três formas de se conectar o P-90 a um computador:
1. Conectando a porta serial do computador ao conector [TO HOST] do P-90 (pág. 46).
2. Usando uma interface MIDI e os conectores MIDI do P-90 (pág. 47).
3. Usando uma a porta USB do computador e uma interface MIDI USB como a UX256, UX96
ou UX16 da Yamaha (pág. 48).
Para mais informações, consulte as páginas indicadas.
NOTA:
Quando conectar o P-90 a um computador, desligue ambos os equipamentos antes de conectar qualquer cabo ou
modificar a posição da chave [HOST SELECT]. Depois de fazer as conexões e posicionar a chave, ligue primeiro
o computador, e depois o P-90.
NOTA:
Se você não usar o conector [TO HOST] do P-90, certifique-se de que desconectou o cabo do conector. Se o
cabo permanecer conectado, o P-90 pode não funcionar corretamente.
NOTA:
O mostrador do P-90 indicará a mensagem HST se o computador não estiver ligado ou o cabo não estiver
conectado corretamente, ou a chave [HOST SELECT] não estiver na posição correta, ou o driver de acesso do
software aplicativo não estiver ativo. Se isso acontecer, desligue o P-90 e o computador e verifique a conexão e a
posição da chave [HOST SELECT]. Em seguida, ligue o computador e depois o P-90, e verifique se o driver de
acesso e o aplicativo estão funcionando corretamente.
NOTA:
Quando a chave [HOST SELECT] está posicionada em “PC-1”, ” PC-2” ou “Mac”, você pode usar o conector [TO
HOST], mas os conectores MIDI estarão desabilitados e nenhuma transferência ocorrerá por eles. Por outro lado,
quando a chave [HOST SELECT] está posicionada para “MIDI” você pode usar os conectores MIDI, mas não o
conector [TO HOST] pois os dados não passarão por este último.
45
1. Conectando a porta serial do computador ao conector [TO HOST] do P-90
Conecte a porta serial do computador (RS-232C ou RS-422) ao conector [TO HOST] do P-90.
Com essa conexão, o P-90 funciona como uma interface MIDI. Dessa forma, você não precisará de uma
interface MIDI adicional.
Conexão
Use um cabo especial (pág. 46) para conectar a porta serial do computador (RS-232C ou RS-422) ao
conector [TO HOST] do P-90.
Nota para usuários Windows
(sobre o driver MIDI)
Para transferir dados através da
porta serial do computador e do
conector [TO HOST] do P-90,
você precisa instalar o driver
MIDI específico (Yamaha CBX
driver for Windows).
Você pode obter esse driver no
site da Yamaha:
http://www.yamaha-xg.com
Tipos de cabos seriais e disposição dos pinos nos conectores
Dependendo do tipo de computador que você conectar, use um dos seguintes cabos seriais:
Windows (com conector serial D-sub 9 pinos)
plug mini DIN 8 pinos -> plug D-sub 9 pinos
(Yamaha CCJ-PC2 ou equivalente)
Macintosh
plug de periféricos -> plug 8 pinos
(Yamaha CCJ-MAC ou equivalente)
Windows (com conector serial D-sub 25 pinos)
plug mini DIN 8 pinos -> D-sub 25 pinos
(Yamaha CCJ-PC1NF ou equivalente)
Disposição dos pinos
numeração dos pinos vistos pela frente
46
Posição da chave [HOST SELECT] no P-90
Posicione a chave [HOST SELECT] do P-90 conforme o tipo de computador que utilizar.
• Macintosh: “Mac” (taxa de transferência: 31.250 bps, clock de 1MHz)
• Windows: “PC-2” (taxa de transferência: 38.400 bps)
DICA:
Se o seu sistema não funcionar bem com as conexões e configurações listadas acima, seu software pode
requerer configurações diferentes. Verifique no manual de operação do software e posicione a chave [HOST
SELECT] para a taxa de transferência adequada. (taxa de transferência para a posição “PC-1” é 31.250 bps).
2. Usando uma interface MIDI e os conectores MIDI do P-90
Conexão
Use uma interface MIDI para conectar o computador ao P-90 através de cabos MIDI.F9. Backup
. MIDI
Posição da chave [HOST SELECT] no P-90
Posicione a chave [HOST SELECT] do P-90 para “MIDI.”
47
3. Conectando a porta USB do computador ao P-90 através de uma interface MIDI
USB, como UX256, UX96 ou UX16
Conecte a porta USB do computador a uma interface MIDI USB (como as Yamaha
UX256, UX96 ou UX16) usando um cabo USB.
Instale no computador o driver de acesso (que vem com a interface) e conecte a
interface ao P-90 usando cabos MIDI ou cabo serial.
Para mais informações, consulte o manual de instruções da interface MIDI USB.
Exemplo de conexão de interface USB ao P-90 usando um cabo serial:
Exemplo de conexão de interface USB ao P-90 usando cabos MIDI:
48
Solução de Problemas
Problema
O P-90 não liga.
Causa Provável e Solução
O P-90 não está conectado corretamente à rede elétrica. Insira
com firmeza a tomada do adaptador AC à tomada da rede elétrica
e o conector do adaptador ao P-90 (pág. 8).
Um clic ou pop é ouvido quando o
equipamento é ligado.
Isso é normal quando a corrente elétrica é aplicada ao
instrumento.
Ruído audível nos alto-falantes ou
fones de ouvido.
O ruído pode ser causado por uma interferência pelo uso de um
telefone celular nas proximidades do P-90. Desligue o telefone ou
use-o afastado do P-90.
O volume total está baixo, ou
nenhum som é ouvido.
• O controle de Master Volume está muito baixo. Ajuste-o a um
nível apropriado.
• Certifique-se de que a função Controle Local (pág. 40) está
ativada (ON).
O pedal não produz efeito, ou o som O cabo do pedal pode não estar conectado corretamente.
fica sustentado continuamente
Certifique-se de que o plug do pedal está firmemente conectado à
mesmo quando o pedal não está
entrada [SUSTAIN] (pág. 10).
pressionado.
O pedal parece produzir o efeito
oposto. Por exemplo, pressionando
o pedal corta o som, e soltando o
pedal faz sustentar o som.
A polaridade do pedal está invertida. Certifique-se de que o plug do
pedal está conectado corretamente à entrada [SUSTAIN] antes de
ligar o P-90.
Não pressione o pedal ao ligar o P-90.
DICA:
Se no mostrador aparecer a mensagem Scn, significa que há um funcionamento anormal. Nesse caso, entre em
contato com o representante da Yamaha.
49
Lista de Timbres
Nome no Painel
GRAND PIANO 1
GRAND PIANO 2
Botão
[VARIATION]
Nome do
Timbre
Amostra
em stereo
Sensível
ao toque
Amostra
dinâmica
Amostra
key-off
desligado
GrandPiano 1
sim
sim
sim
sim
ligado
(Variation)
sim
sim
sim
sim
desligado
GrandPiano 2
sim
sim
ligado
(Variation)
sim
sim
desligado
E.Piano 1
sim
ligado
(Variation)
sim
desligado
E.Piano2
sim
ligado
(Variation)
sim
desligado
Clavi.
sim
ligado
Harpsichord
sim
desligado
Vibraphone
sim
ligado
NylonGuitar
sim
E.PIANO1
sim
E.PIANO2
sim
CLAVI./ HARPSI.
sim
sim
VIBES/ GUITAR
sim
50
sim
Descrição
Amostras gravadas de
piano de cauda inteira.
Possui ainda amostras
com três níveis de
dinâmica, amostra de
sustain e amostra de
tecla soltando, para criar
o som realístico de um
piano de concerto. É
perfeito para músicas
clássicas e qualquer
outro estilo que precise
de um piano acústico.
Piano suave e aveludado.
Indicado para músicas
clássicas.
Sonoridade ampla e clara
de piano, com uma
reverberação brilhante.
Bom para música pop.
Piano brilhante. Bom
para música pop e rock.
Sonoridade de piano
eletrônico criado por
síntese FM. Resposta
extremamente musical,
com o timbre variando de
acordo com o toque. Bom
para música pop.
Som de piano eletrônico
gerado sinteticamente,
muito usado em música
pop. Quando usado em
modo Dual ele soa muito
bem junto com som de
piano acústico.
Som de piano elétrico
produzido por martelos
batendo em lâminas
metálicas. Suave quando
tocado fraco e agressivo
quando tocado forte.
Som de piano elétrico um
pouco diferente, muito
usado em rock e música
pop.
Instrumento de teclado
com martelo que utiliza
uma captação magnética.
Muito usado em soul e
funk. É caracterizado
pelo som produzido
quando a tecla é solta.
O instrumento definitivo
para música barroca.
Como o som é produzido
por palhetada na corda,
não possui sensibilidade
ao toque. Mas produz um
som bem característico
quando a tecla é solta.
Vibrafone tocado de
forma suave. Soa mais
metálico quando tocado
mais forte.
Som natural de violão
com cordas de nylon.
Aproveita a ambiência
suave das cordas de
nylon.
Nome no Painel
CHURCH
ORGAN
Botão
[VARIATION]
Nome do
Timbre
Amostra
em stereo
Sensível
ao toque
desligado
ChurchOrgan
sim
ligado
(Variation)
sim
desligado
JazzOrgan
ligado
(Variation)
desligado
Strings
ligado
SlowStrings
sim
desligado
Choir
sim
ligado
SlowChoir
sim
desligado
WoodBass
sim
ligado
(Variation)
sim
desligado
E.Bass
sim
ligado
(Variation)
sim
JAZZ ORGAN
sim
sim
STRINGS
CHOIR
WOOD BASS
E.BASS
Amostra
dinâmica
Amostra
key-off
Descrição
Este é o som típico de
órgão de tubos (8’ + 4’ +
2’). Bom para música
sacra do período barroco.
Este é o som do órgão de
tubos pleno, sempre
associado à “Tocata e
Fuga” de Bach.
Som de órgão elétrico do
tipo “tonewheel”. Muito
usado em jazz e rock.
Usa uma caixa rotativa
com uma velocidade
diferente (mais rápida). A
velocidade do efeito
muda gradualmente se
este Variation for
selecionado enquanto um
acorde está sendo
tocado.
Amostra stereo de uma
orquestra de cordas de
grande porte, com uma
reverberação real. Tente
combinar este timbre
com piano, no modo
Dual.
Orquestra de cordas com
ataque bem lento. Tente
combinar este timbre
com piano acústico ou
elétrico, no modo Dual.
Som de coral grande e
amplo. Perfeito para criar
harmonias ricas em
peças lentas.
Som de coral com ataque
lento. Tente combinar
este timbre com piano
acústico ou elétrico, no
modo Dual.
Baixo acústico tocado
com os dedos. Ideal para
jazz e música latina.
Timbre de baixo com um
som de prato. Ideal para
acompanhamento do tipo
“walking bass” em jazz.
Som de baixo elétrico
adequado a uma grande
variedade de estilos: jazz,
rock, pop, e outros.
Baixo sem trastes. Bom
para estilos como jazz,
fusion, etc.
OBSERVAÇÕES:
1. A Amostra Dinâmica permite que múltiplas amostras sejam utilizadas dependendo da intensidade do toque,
simulando com precisão as nuances de timbre em função da dinâmica no instrumento acústico.
2. A Amostra de Key-Off contém o som sutil que é produzido quando a tecla é solta.
51
Lista de Músicas de Demonstração
Descrição das músicas de demonstração de piano
Nome impresso no painel
Demonstração do timbre de piano
GRAND PIANO1
GRAND PIANO2
E.PIANO1
E.PIANO2
CLAVI./HARPSI.
VIBES/GUITAR
CHURCH ORGAN
JAZZ ORGAN
STRINGS
Amostra Stereo
Amostra Mono
Amostra Dinâmica; mezzo piano
Amostra Dinâmica; mezzo forte
Amostra Dinâmica; forte
Com a amostra de sustain
Sem a amostra de sustain
Com a amostra de key-off
Sem a amostra de key-off
Lista das 50 Músicas de Piano
No Título
No Título
Compositor
1 Invenção No. 1
J.S.Bach
2 Invenção No. 8
J.S.Bach
3 Gavotte
J.S.Bach
4 Prelúdio (Cravo Bem-Temperado - No.1)
J.S.Bach
5 Minueto em sol (BWV 114)
J.S.Bach
6 Le Coucou
L-C.Daquin
7 Sonata para Piano No.15 K.545 1o. mov W.A.Mozart
8 Marcha Turca
W.A.Mozart
9 Minueto em sol
W.A.Mozart
10 Pequena Serenata
J.Haydn
11 Perpetuum mobile
C.M.v.Weber
12 Ecossaise
L.v.Beethoven
13 Für Elise
L.v.Beethoven
14 Marcha Turca
L.v.Beethoven
15 Sonata p/ Piano op.13 “Pathétique”
L.v.Beethoven
16 Sonata p/ Piano op.27-2 “Mondschein” L.v.Beethoven
17 Sonata p/ Piano op.49-2
L.v.Beethoven
18 Impromptu op.90-2
F.P.Schubert
19 Moments Musicaux op.94-3
F.P.Schubert
20 Frühlingslied op.62-2
J.Mendelssohn
21 Jägerlied op.19b-3
J.Mendelssohn
22 Fantaisie-Impromptu
F.Chopin
23 Prelude op.28-15 “Raindrop”
F.Chopin
24 Etude op.10-5 “Black keys”
F.Chopin
25 Etude op.10-3 “Chanson de l’adieu”
F.Chopin
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
52
Compositor
Etude op.10-12 “Revolutionary” F.Chopin
Valsa op.64-1 “Petit chien”
F.Chopin
Valsa op.64-2
F.Chopin
Valsa op.69-1 “L’adieu”
F.Chopin
Noturno op.9-2
F.Chopin
Träumerei
R.Schumann
Fröhlicher Landmann
R.Schumann
La prière d’une Vierge
T.Badarzewska
Dolly’s Dreaming and Awakening T.Oesten
Arabesque
J.F.Burgmüller
Pastorale
J.F.Burgmüller
La chevaleresque
J.F.Burgmüller
Liebesträume Nr.3
F.Liszt
Blumenlied
G.Lange
Barcarolle
P.I.Tchaikovsky
Melodia em Fá
A.Rubinstein
Humoresque
A.Dvorák
Tango (España)
I.Albéniz
The Entertainer
S.Joplin
Maple Leaf Rag
S.Joplin
La Fille aux Cheveux de Lin
C.A.Debussy
Arabesque 1
C.A.Debussy
Clair de lune
C.A.Debussy
Rêverie
C.A.Debussy
Golliwog’s Cakewalk
C.A.Debussy
Índice
Numéricos
F
50 Músicas de Piano....................................... 15
FUL (mostrador) ............................................ 27
FUNCTION .............................................. 35–42
A
A-B, repetições nas 50 músicas para piano .. 18
Acessórios ....................................................... 6
Adaptador AC................................................... .9
Afinação ......................................................... 35
Ajustes
Andamento (50 Músicas de Piano) ........... 15
Andamento (Músicas Gravadas) .............. 30
Brilho.................................................... 14, 20
Iniciais ........................................................ 29
Volume....................................................... 11
Volume (50 Músicas de Piano) ................. 15
Volume (Demonstrações) ......................... 14
Volume (Metrônomo) ................................ 39
Volume (Músicas Gravadas) ..................... 31
ALL (mostrador) ............................................. 15
Andamento ............................................... 15, 30
Apoio para partitura .......................................... 9
G
B
M
Gravação ....................................................... 26
Gravação, iniciar/parar ................................... 27
H
[HOST SELECT], chave .......................... 11, 47
HST (mostrador)............................................. 45
L
Ligando o equipamento ................................. 11
Listas
Configurações originais . .......................... 55
Funções ..................................................... 32
Músicas de demonstração......................... 52
Músicas pré-gravadas .............................. 52
Timbres ............................................... 50–51
rnd (mostrador) ............................................... 15
Metrônomo...................................................... 25
Metrônomo, volume ....................................... 39
MIDI ............................................................... 44
MIDI [IN] [OUT], conectores .............. 11, 44, 47
MIDI, cabos......................................... 44, 47, 48
MIDI, driver .................................................... 46
MIDI, formato dos dados ................................ 56
MIDI, funções.................................................. 40
Músicas pré-gravadas, lista de ...................... 55
Músicas gravadas .......................................... 30
Backup, funções de ........................................ 42
[BRILLIANCE], controle de ............................ 20
C
Combinando dois Timbres (modo Dual) ......... 23
Conectando a um Computador....................... 45
Configuração padrão ..................................... 19
Configurações (FUNCTION)........................... 32
D
[DC IN 12V], conector ....................................... 9
[DEMO], botão ............................................... 14
Demonstração, músicas de ........................... 14
Dual, modo ............................................... 23, 37
O
OUTPUT [L][R], [L/L+R][R], conectores ........ 10
P
E
[PHONES], conectores .................................. 10
Piano, descrição das demonstrações ............ 52
Praticando com as músicas pré-gravadas .... 16
Precauções................................................. . 3–4
PRESET ........................................................ 15
Procedimento básico ..................................... 33
[EFFECT], botão ............................................ 20
Escala ............................................................. 36
Especificações ................................................ 61
53
R
T
REC -> gravação ............................................ 27
Re-gravação.................................................... 27
Reprodução das 50 músicas de piano............ 15
Reprodução das trilhas .................................. 31
Reprodução, funções úteis ............................. 31
[REVERB], botão ........................................... 20
[TO HOST], conector................................ 11, 44
TRACK1/2 (50 músicas de piano) .................. 16
TRACK1/2 (gravação) .................................... 27
Transposição ................................................. 22
U
USB ................................................................ 48
S
Scn (mostrador) .............................................. 49
Sensibilidade de toque ................................... 21
Serial, cabo ............................................... 46, 48
Solução de problemas ................................... 49
SPLIT ............................................................. 38
[SPLIT], botão ................................................ 24
[STANDBY/ON], chave ................................... 10
[START/STOP], botão (Demonstração) ........ 14
[START/STOP], botão (Metrônomo) .............. 25
[SUSTAIN], conector ...................................... 10
Sustain, pedal de ..................................... 38, 39
Synchro Start (50 músicas de piano).............. 17
V
[VARIATION], botão ....................................... 19
[VOICE], botões ............................................. 19
Variations ....................................................... 19
54
Lista de configurações de fábrica
Função
Timbre
Modo Dual
Modo Split
Timbre da esquerda no modo Split
Tipo de Reverb
Intensidade do Reverb
Tipo de Efeito
Intensidade do Efeito
Sensibilidade de Toque
Volume da Sensibilidade Fixa
Metrônomo
Tempos de Metrônomo
Andamento
Transposição
Configuração Original
[GRAND PIANO 1]
desligado (off)
desligado (off)
WOOD BASS
o padrão de cada timbre
o padrão de cada timbre
o padrão de cada timbre
o padrão de cada timbre
MEDIUM
64
desligado (off)
0 (sem acentuação)
120
0
Grupo de Backup
F9.1
—
F9.1
—
F9.3
Modo Function
Função
F1
F2.1
F2.2
F3.1
F3.2
F3.3, F3.4
F3.5, F.3.6
F4.1
F4.2
F4.3, F4.4
F4.5, F4.6
F4.7
F5.1
F5.2
F6
F7
F8.1
F8.2
F8.3
F8.4
F8.5
F8.6
F9
Configuração Original
Afinação
Escala
Tônica
Equilíbrio dos Timbres do Dual
Desafino dos Timbres do Dual
Oitava dos Timbres do Dual
Intensidade do Efeito no Dual
Ponto de Divisão do Teclado
Equilíbrio dos Timbres do Split
Oitava dos Timbres do Shift
Intensidade do Efeito no Split
Faixa do Pedal de Sustain
Intensidade da Amostra de Sustain
Volume da Amostra Keyoff
Volume do Metrônomo
Volume da Parte Cancelada
Canal de Transmissão MIDI
Canal de Recepção MIDI
Controle Local
Recepção e Transmissão de Seleção de Timbres
Recepção e Transmissão de Controles
Transmissão de Transposição MIDI
Backup
55
Lá3 = 440Hz
1 (Temperamento Igual)
Dó
o padrão de cada
o padrão de cada
o padrão de cada
o padrão de cada
Fá#2
o padrão de cada
o padrão de cada
o padrão de cada
ALL
12
10
10
5
1
ALL
Ativado (ON)
Ativada (ON)
Ativada (ON)
0
Todos desativados (OFF)
Grupo de
Backup
F9.3
F9.1
F9.4
F9.1
F9.2
sempre
Formatos dos Dados MIDI
Se você já está familiarizado com MIDI, ou está usando um computador para controlar seus
equipamentos musicais através de algum software que gera mensagens MIDI, então esta seção lhe
ajudará a entender como controlar o P-90.
1. NOTE ON/OFF
3. MODE MESSAGES
Formato dos dados: [9nH] -> [kk] -> [vv]
9nH= evento Note ON/OFF (n = número do canal)
kk = no. da nota (Transmite: 09H a 78H = A-2 a C8 /
Recebe: 00H a 7FH = C-2 a G8)*
vv = intensidade (Key ON = 01H a 7FH, Key OFF=00H)
Formato dos dados: [8nH] -> [kk] -> [vv] (só na recepção)
8nH= evento Note OFF (n = número do canal)
kk = número da nota: 00H a 7FH = C-2 a G8
vv = intensidade
* Se o valor recebido exceder a faixa suportada para o
timbre selecionado, a nota é ajustada para o número
de oitavas necessário.
Formato dos dados: [BnH] -> [cc] -> [vv]
BnH = evento Control (n = número do canal)
cc = Control number
vv = Data Range
(1) All Sound Off
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
78H
All Sound Off
00H
Silencia todos os sons daquele canal.
Não reseta as condições de Note On e Hold On
estabelecidas pelas mensagens de canal.
(2) Reset All Controllers
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
79H
Reset All Controllers 00H
Reseta os seguintes controles:
Controle
Valor
Expression
127 (max)
Damper Pedal
0 (off)
Sostenuto
0 (off)
Soft Pedal
0 (off)
(3) Local Control (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7AH
Local Control
00H (off), 7FH (on)
(4) All Notes Off
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7BH
All Notes Off
00H
Desliga todas as notas que estiverem ligadas no canal.
As notas que ainda estavam sustentadas pelo pedal,
continuarão até o pedal ser solto.
(5) Omni Off (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7CH
Omni Off
00H
O mesmo processamento de All Notes Off.
(6) Omni On (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7DH
Omni On
00H
O mesmo processamento de All Notes Off.
(7) Mono (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7EH
Mono
00H
O mesmo processamento de All Sound Off.
(8) Poly (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
7FH
Poly
00H
O mesmo processamento de All Sound Off.
• Quando a recepção de control change é desativada no
modo Function, os dados de control change não serão
transmitidos ou recebidos (exceto as mensagens de Bank
Select e Modo).
• Local on/off e OMNI on/off não são transmitidos. (O número
da nota é fornecido com a transmissão de “All Note Off”).
• Quando um banco MSB/LSB é recebido, o número é
memorizado no buffer interno independentemente da
ordem de chegada, e o valor memorizado é usado quando
chega a mensagem de program change.
• Os modos Multitimbre e Poly estão sempre ativados. Não
acontece mudança quando são recebidas as mensagens
de OMNI ON, OMNI OFF, MONO, ou POLY.
2. CONTROL CHANGE
Formato dos dados: [BnH] -> [cc] -> [vv]
BnH = Control change (n = número do canal)
cc = número do Controle
vv = faixa de dados
(1) Bank Select
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
00H
Bank Select MSB
00H: Normal
20H
Bank Select LSB
00H...7FH
O processamento do Bank selection não ocorre até
haver a recepção da próxima mensagem de
Program Change.
(2) Main Volume (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
07H
Volume MSB
00H...7FH
(3) Expression
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
0BH
Expression MSB
00H...7FH
(4) Damper
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
40H
Damper MSB
00H...7FH
(5) Sostenuto (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
42H
Sostenuto
00H-3FH:off, 40H-7FH:on
(6) Soft Pedal (só recepção)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
43H
Soft Pedal
00H-3FH:off, 40H-7FH:on
(7) Effect1 Depth (Reverb Send Level)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
5BH
Effect1 Depth
00H...7FH
Ajusta o nível de reverb
(8) Effect4 Depth (Variation Effect Send Level)
ccH
Parametro
Faixa de Valores (vvH)
5EH
Effect4 Depth
00H...7FH
56
4. PROGRAM CHANGE
6. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES
(Yamaha MIDI Format)
Formato dos dados: [CnH] -> [ppH]
CnH = evento Program (n = no. do canal)
ppH = no. do Program Change (P.C.#)
Nome no painel Var. Timbre
GRANDPIANO 1 OFF GrandPiano1
ON (Variation)
GRANDPIANO 2 OFF GrandPiano2
ON (Variation)
E.PIANO1
OFF E.Piano1
ON (Variation)
E.PIANO2
OFF E.Piano2
ON (Variation)
CLAVI./HARPSI. OFF Clavi.
ON Harpsichord
VIBES/GUITAR OFF Vibraphone
ON NylonGuitar
CHURCH ORG OFF ChurchOrgan
ON (Variation)
JAZZ ORGAN
OFF JazzOrgan
ON (Variation)
STRINGS
OFF Strings
ON SlowStrings
CHOIR
OFF Choir
ON SlowChoir
WOOD BASS
OFF WoodBass
ON (Variation)
E.BASS
OFF E.Bass
ON (Variation)
MSB
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
LSB
122
123
112
112
122
122
122
123
122
122
122
122
123
122
122
123
122
122
122
123
122
124
122
122
Transmissão de Dados do Painel
Formato: [F0H] -> [43H] -> [0nH] -> [7CH] -> ... -> [F7H]
F0H, 43H, 0nH, 7CH (n = no. do canal)
00H, 2BH (quantidade de dados)
43H, 4CH, 20H, 20H (CL)
43H, 4CH, 50H, 27H, 30H, 33H (CLP’03)
30H, 30H (versão x, y)
[DADOS DO PAINEL]
[CHECK SUM (1byte)] = 0-(43H+4CH+20H+......+Data end)
F7H
P.C#
0
0
0
1
5
88
4
4
7
6
11
24
19
19
16
16
48
49
52
52
32
32
33
35
Dados do Painel
(1) Timbre Principal
(2) Dual On/Off
(3) Timbre do Dual
(4) Equilíbrio de Timbres do Dual
(5) Desafino dos Timbres do Dual
(6) Oitava do Timbre 1 do Dual
(7) Oitava do Timbre 2 do Dual
(8) Intensidade do Efeito do Timbre1 do Dual
(9) Intensidade do Efeito do Timbre2 do Dual
(10) Split On/Off
(11) Timbre do Split
(12) Ponto de Divisão do Teclado
(13) Equilíbrio de Timbres do Split
(14) Oitava do Timbre 1 do Split
(15) Oitava do Timbre 2 do Split
(16) Intensidade do Efeito do Timbre1 do Split
(17) Intensidade do Efeito do Timbre2 do Split
(18) Atuação do Pedal no Split
(19) Tipo de Reverb 1
(20) Tipo de Reverb 2
(21) Intensidade de Reverb 1
(22) Intensidade de Reverb 2
(23) Tipo de Efeito 1
(24) Tipo de Efeito 2
(25) Intensidade de Efeito
(26) Variation On/Off
(27) Sensibilidade de Toque
(28) Valor fixo de sensibilidade
(29) Andamento (byte low)
(30) Andamento (byte hi)
(31) Intensidade do Key-Off Sampling
Quando a recepção de program change é desabilitada,
no modo Function, nenhum dado de Program Change
nem de Bank MSB/LSB é transmitido ou reconhecido.
5. SYSTEM REALTIME MESSAGES
[rrH]
F8H: Timing clock
FAH: Start
FCH: Stop
FEH: Active sensing
Dado
F8H
Transmissão
Transmitido a cada
96 clocks
FAH
Iniciar seqüência
FCH
Parar seqüência
FEH
Transmitido a cada
200 milisegundos
Recepção
Recebido como
referência de 96 clocks
quando MIDI clock está
ajustado pata External
Iniciar seqüência
não reconhecido se o
clock estiver p/ interno
Parar seqüencia
não reconhecido se o
clock estiver p/ interno
Se não for recebido via
MIDI após mais de 400
milisegundos, é feito o
mesmo processamento
de All Sound Off, All
Notes Off e Reset All
Controllers
7. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES
(Universal System Exclusive)
(1) Universal Realtime Message
Formato: [F0H] -> [7FH] -> [XnH] -> [04H] -> [01H] ->
[llH] -> [mmH] -> [F7H]
MIDI Master Volume
Altera o volume simultaneamente em todos os canais, mas
não atua no volume do painel.
F0H = Exclusive status
7FH = Universal Realtime
7FH = ID do equipamento de destino
04H = Sub-ID #1=Device Control Message
01H = Sub-ID #2=Master Volume
l l H = Volume LSB
mmH = Volume MSB
F7H = End of Exclusive
Cuidado: Se ocorrer um erro durante a recepção MIDI, serão
desligados os controles de pedal de sustain, sostenuto e
abafador para todos os canais e ocorrerá o processamento
de All Note Off.
ou
F0H = Exclusive status
7FH = Universal Realtime
XnH = Quando n é recebido n=0 a F, qualquer um recebido.
(X = indiferente)
04H = Sub-ID #1=Device Control Message
01H = Sub-ID #2=Master Volume
l l H = Volume LSB
mmH = Volume MSB
F7H = End of Exclusive
57
9. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES
(2) Universal Non-Realtime Message (GM On)
General MIDI Mode On
Formato: [F0H] -> [7EH] -> [XnH] -> [09H] -> [01H] -> [F7H]
(Formato MIDI do P-90)
Formato: [F0H] -> [43H] -> [73H] -> [01H] -> [nnH] -> [F7H]
F0H = Exclusive status
43H = Yamaha ID
73H = Clavinova ID
01H = ID do produto (CLP comum)
nnH = Substatus
nn = Controle
02H = clock MIDI interno
03H = clock MIDI externo
F7H = End of Exclusive
ou
Formato: [F0H]-> [43H]-> [73H] -> [7FH] -> [xxH] -> [nnH]
-> [F7H]
F0H = Exclusive status
43H = Yamaha ID
73H = Clavinova ID
7FH = Extended Product ID
xxH = ID do produto (P-90 = 32H)
nnH = Substatus
nn = Controle
02H = clock MIDI interno
03H = clock MIDI externo
06H = bloco de dados (dados seguem o byte 06H)
F7H = End of Exclusive
F0H = Exclusive status
7EH = Universal Non-Realtime
7FH = ID do equipamento de destino
09H = Sub-ID #1=General MIDI Message
01H = Sub-ID #2=General MIDI On
F7H = End of Exclusive
ou
F0H = Exclusive status
7EH = Universal Non-Realtime
XnH = quando recebido, n=0 a F (X = indiferente)
09H = Sub-ID #1=General MIDI Message
01H = Sub-ID #2=General MIDI On
F7H = End of Exclusive
• Quando é recebida uma mensagem General MIDI Mode
ON, as funções de MIDI assumem configurações originais.
• Essa mensagem requer aproximadamente 50 ms para ser
executada, portanto deve ser dado tempo suficiente antes
de enviar outra mensagem.
8. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES (XG Standard)
(1) XG Native Parameter Change
Formato: [F0H] -> [43H] -> [1nH] -> [4CH] -> [hhH] ->
[mmH] -> [llH] -> [ddH] -> [F7H]
BULK DUMP FORMAT
F0H, 43H, 73H
7FH = Extended Product ID
xxH = ID do produto (P-90 = 32H)
06H = ID do bloco
05H = Dados do seqüenciador
0nH, 0nH, 0nH, 0nH = tamanho dos dados
[bloco de dados]
[check sum (1byte)] = 0 - soma dos bytes de dados
F7H = End of Exclusive
F0H = Exclusive status
43H = YAMAHA ID
1nH = quando recebido, n=0~F.
quando transmitido, n=0.
4CH = ID do modelo de XG
hhH = parte alta do endereço
mmH = parte média do endereço
l l H = parte baixa do endereço
ddH = Dados
:
F7H = End of Exclusive
10. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES
(Special Control)
• O tamanho dos dados deve conferir com o tamanho do
parâmetro (2 ou 4 bytes).
• Quando é recebida uma mensagem XG System On, as
funções de MIDI assumem configurações originais.
• Essa mensagem requer aproximadamente 50 ms para
ser executada, portanto deve ser dado tempo suficiente
antes de enviar outra mensagem.
Formato: [F0H] -> [43H] -> [73H] -> [7FH] -> [xxH] ->
[11H] -> [0nH] -> [ccH] -> [vvH] -> [F7H]
F0H = Exclusive status
43H = Yamaha ID
73H = Clavinova ID
7FH = Extended Product ID
xxH = ID do produto (P-90 = 32H)
11H = Special Control
0nH = Control MIDI change (n = número do canal)
cc = número do Controle
vv = Valor do Controle
F7H = End of Exclusive
(2) XG Native Bulk Data (só recepção)
Formato: [F0H] -> [43H] -> [0nH] -> [4CH] -> [aaH] ->
[bbH] -> [hhH] -> [mmH] -> [llH] ->[ddH] ->...->
[ccH] -> [F7H]
F0H = Exclusive status
43H = YAMAHA ID
0nH = quando recebido, n=0~F; quando transmitido, n=0.
4CH = ID do modelo de XG
aaH = contagem de bytes
bbH = contagem de bytes
hhH = parte alta do endereço
mmH = parte média do endereço
l l H = parte baixa do endereço
ddH = Dados
:
ccH = Check sum
F7H = End of Exclusive
Controle
ponto de split
metrônomo
posição
do pedal
Desafino
• Quando esta mensagem é recebida, são reinicializados
parâmetros relevantes e controles.
• Essa mensagem requer aproximadamente 50 ms para
ser executada, portanto deve ser dado tempo suficiente
antes de enviar outra mensagem.
• A mensagem de XG Native Parameter Change pode
conter 2 ou 4 bytes de dados (depende do tamanho do
parâmetro).
• Para informações sobre endereços e contagem de
bytes, consulte a tabela 1 abaixo. Observe que o valor
total na tabela dá o tamanho de um bloco. Apenas o
endereço do topo do bloco (00H, 00H, 00H) é válido
como endereço do bloco.
Reserva
de voz
0n
ccH vvH
sempre 00H 14H 14H = no. tecla
sempre 00H 1BH 00H = desligado
01H
02H = 2/4
03H = 3/4
04H = 4/4
05H = 5/4
06H = 6/4
7FH = s/ acent.
no. do canal 3DH 00H-7FH
(00H-0FH)
no. do canal 43H 00H-7FH
(00H-0FH)
no. do canal 45H 00H = off
(00H-0FH)
7FH = on*
* Quando controles de Volume ou Expression forem
recebido com Reserva de Voz em On, eles só terão
efeito na próxima tecla pressionada.
O normal é Reserve = Off.
58
11. SYSTEM EXCLUSIVE MESSAGES (Outras)
Formato:
[F0H] -> [43H] -> [1nH] -> [27H] -> [30H] -> [00H]
-> [00H] -> [mmH] -> [llH] -> [ccH] -> [F7H]
A afinação global altera a afinação de todos os canais.
F0H = Exclusive Status
43H = Yamaha ID
1nH = quando recebido, n=0~F; quando transmitido, n=0.
27H = ID do modelo do TG100
30H = Sub ID
00H
00H
mmH = afinação global (MSB)
l l H = afinação global (LSB)
ccH = indiferente (abaixo de 7FH)
F7H = End of Exclusive
<Tabela 1>
Tabela de Ajustes de Parâmetros MIDI (SYSTEM)
Endereço (H)
Tam. (H) Dados (H)
Parâmetro
00 00 00
4
020C - 05F4 (*1)
MASTER TUNE
01
02
03
04
1
05
1
06
1
7E
7F
TAM. TOTAL = 07
00 - 7F
—
34 - 4C (*2)
00
00
MASTER VOLUME
—
TRANSPOSE
XG SYSTEM ON
RESET ALL PARAM.
Descrição
-50 a +50 [centésimos]
o
1 bit 3 - 0 -> bit 15 - 12
o
2 bit 3 - 0 -> bit 11 - 8
o
3 bit 3 - 0 -> bit 7 - 4
o
4 bit 3 - 0 -> bit 3 - 0
0 - 127
Valor Padrão (H)
00 04 00 00
400
-12 a +12 [semitons]
00=XG system ON
00=ON (só recepção)
40
7F
*1: Valores menores do que 020CH selecionam -50 centésimos. Valores maiores do que 05F4H selecionam +50 centésimos.
*2: Valores de 28H a 33H são interpretados como -12 a -1. Valores de 4DH a 58H são interpretados como +1 a +12.
<Tabela 2>
Tabela de Ajustes de Parâmetros MIDI (EFFECT 1)
Consulte o “Mapeamento MIDI de Efeitos” para saber os números dos tipos de Reverb, Chorus e Variation.
Endereço (H)
Tam. (H) Dados (H)
Parâmetro
Descrição
Valor Padrão (H)
02 01 00
2
00-7F
REVERB TYPE MSB consulte mapeamento MIDI
01(=HALL1)
00-7F
REVERB TYPE LSB 00 : tipo básico
00
02 01 40
2
00-7F
00-7F
VARI. TYPE MSB
VARI. TYPE LSB
consulte mapeamento MIDI
00 : tipo básico
00 (=Effect off)
00
Descrição
0 - 127
Valor Padrão (H)
7F
• “VARIATION” refere-se ao efeito selecionado no painel.
<Tabela 3>
Tabela de Ajustes de Parâmetros MIDI (MULTI PART)
Endereço (H)
Tam. (H) Dados (H)
Parâmetro
08 nn 11
1
00 - 7F
DRY LEVEL
nn = número da Parte
Mapeamento MIDI de Efeitos
REVERB
ROOM
HALL 1
HALL 2
STAGE
Tábua Harmônica
EFFECT
CHORUS
PHASER
TREMOLO
DELAY
MSB
02H
01H
01H
03H
03H
LSB
10H
10H
11H
10H
12H
MSB
42H
48H
46H
05H
LSB
10H
10H
10H
10H
59
YAMAHA [ Electronic Piano ]
Modelo P-90 - Tabela de Implementação MIDI
Função
Canal
Básico
Modo
Números de
Notas :
Velocity
After
Touch
Pitch Bend
Controles
padrão
alterado
padrão
mensagens
alterado
suportado
Note On
Note Off
Individual
Global
0,32
7
11
64
66
67
91
94
Transmitido
1
1 a 16
3
X
**************
9 a 120
**************
O 9nH,v=1-127
X 9nH,v=0
X
X
X
O
O
O
O
X
X
O
O
Data: 08 Jan 2003
Versão: 1.0
Reconhecido
1
1
1
X
X
0
0
O
X
X
X
X
O
O
O
O
O
O
O
O
Observações
a 16
*1
somente
modo Poly
a 127
a 127
9nH,v=1-127
9nH,v=0 ou 8nH
Bank Select
Volume
Expression
Damper
Sostenuto
Soft Pedal
Reverb Depth
Effect Depth
Seleção de
O
O
Timbres : núm.efetivo **************
System Exclusive
O
O
Comuns
: Song Pos.
X
X
: Song Sel.
X
X
: Tune
X
X
System
: Clocks
O
O
Real Time : Comandos
O
O
Aux
: All Sound Off
O
O (120,126,127)
Mes- : Reset All Cntrl O
O (121)
sages : Local ON/OFF
X
O (122)
: All Notes OFF
O
O (123 - 125)
: Active Sense
O
O
: Reset
X
X
Notas: *1= Modo de recepção é sempre multitimbral e Poly.
Modo 1 : OMNI ON , POLY
Modo 3 : OMNI OFF, POLY
Modo 2 : OMNI ON ,MONO
Modo 4 : OMNI OFF,MONO
60
O: Sim
X: Não
Especificações
Item
TECLADO
FONTE SONORA
POLIFONIA
NÚMERO DE TIMBRES
REVERB
EFEITO
MÚSICAS DE
DEMONSTRAÇÃO
SENSIBILIDADE
DE TOQUE
CONTROLES
DAS MÚSICAS
PEDAL
OUTROS CONTROLES
CONECTORES
ALIMENTAÇÃO
DIMENSÕES (L x P x A)
PESO
Especificação
88 teclas (Lá-1 a Dó7)
Síntese AWM - Dynamic Stereo Sampling
Máximo de 64 notas
24 timbres (incluindo as variações)
ROOM, HALL 1, HALL 2, STAGE
CHORUS, PHASER, TREMOLO, DELAY
12 músicas de demonstração de timbre, 9 músicas de demonstração de piano,
50 músicas de piano
HARD, MEDIUM, SOFT, FIXED
PRESET, TRACK 1, 2, START/STOP, REC
SUSTAIN
MASTER VOLUME, BRILLIANCE, DEMO, TRANSPOSE, SPLIT,
METRONOME START/STOP, TEMPO/FUNCTION#, FUNCTION, –/NO, +/YES,
mostrador, HOST SELECT
OUTPUT: L/R, L/L+R e R, MIDI IN/OUT, TO HOST, PHONES x 2,
SUSTAIN, DC IN 12V
Adaptador Yamaha PA-3C (12 Vcc), corrente de 700 mA
1347 x 285 x 128 mm
16.9 kg
As especificações e descrições deste manual têm apenas o objetivo informativo. A Yamaha Corp. se reserva o
direito de modificar as especificações a qualquer momento, sem aviso prévio. Considerando que as especificações,
equipamentos e opções podem não ser os mesmos em todas as localidades, favor consultar o representante
Yamaha de sua localidade.
61
62
Para detalhes sobre produtos, contate o revendedor Yamaha mais próximo ou um dos distribuidores abaixo.
AMÉRICA DO NORTE
CANADA
FRANÇA
U.S.A.
ITÁLIA
Yamaha Canada Music Ltd.
135 Milner Avenue, Scarborough, Ontario,
M1S 3R1, Canada
Tel: 416-298-1311
Yamaha Corporation of America
6600 Orangethorpe Ave., Buena Park, Calif.
90620, U.S.A.
Tel: 714-522-9011
MEXICO
Yamaha Musique France, S.A.
Division Professionnelle
BP 70-77312 Marne-la-Vallée Cedex 2,
France
Tel: 01-64-61-4000
Yamaha Musica Italia S.P.A.
Combo Division
Viale Italia 88, 20020 Lainate (Milano),
Italy
Tel: 02-935-771
Yamaha de Mexico S.A. De C.V.,
Departamento de ventas
Javier Rojo Gomez No.1149, Col. Gpe Del
Moral, Deleg. Iztapalapa, 09300 Mexico,
D.F.
Tel: 686-00-33
ESPANHA/PORTUGAL
AMÉRICA CENTRAL E DO SUL
BRASIL
Philippos Nakas S.A. The Music House
147 Skiathou Street, 112-55 Athens, Greece
Tel: 01-228 2160
Yamaha Musical do Brasil LTDA.
Av. Rebouças 2636, São Paulo, Brasil
Tel: 011-853-1377
ARGENTINA
Yamaha de Panamá S.A. Sucursal de
Argentina
Viamonte 1145 Piso2-B 1053,
Buenos Aires, Argentina
Tel: 1-4371-7021
PANAMA E OUTROS PAÍSES
LATINO-AMERICANOS / CARIBE
Yamaha de Panamá S.A.
Torre Banco General, Piso 7, Urbanización
Marbella,
Calle 47 y Aquilino de la Guardia,
Ciudad de Panamá, Panamá
Tel: +507-269-5311
EUROPA
REINO UNIDO
Yamaha-Kemble Music (U.K.) Ltd.
Sherbourne Drive, Tilbrook, Milton Keynes,
MK7 8BL, England
Tel: 01908-366700
IRLANDA
Danfay Ltd.
61D, Sallynoggin Road, Dun Laoghaire, Co.
Dublin
Tel: 01-2859177
ALEMANHA
Yamaha-Hazen Música, S.A.
Ctra. de la Coruna km. 17, 200, 28230
Las Rozas (Madrid), Spain
Tel: 91-639-8888
GRÉCIA
SUÉCIA
Yamaha Scandinavia AB
J. A. Wettergrens Gata 1
Box 30053
S-400 43 Göteborg, Sweden
Tel: 031 89 34 00
DINAMARCA
YS Copenhagen Liaison Office
Generatorvej 8B
DK-2730 Herlev, Denmark
Tel: 44 92 49 00
FINLÂNDIA
F-Musiikki Oy
Kluuvikatu 6, P.O. Box 260,
SF-00101 Helsinki, Finland
Tel: 09 618511
Skifan HF
Skeifan 17 P.O. Box 8120
IS-128 Reykjavik, Iceland
Tel: 525 5000
OUTROS PAÍSES EUROPEUS
AUSTRIA
Yamaha Corporation,
Asia-Pacific Music Marketing Group
Nakazawa-cho 10-1, Hamamatsu, Japan
430-8650
Tel: +81-53-460-2312
BÉLGICALUXEMBURGO
Yamaha Music Central Europe GmbH,
Branch Belgium
Rue de Geneve (Genevastraat) 10, 1140 Brussels, Belgium
Tel: 02-726 6032
CORÉIA
Yamaha Music Korea Ltd.
Tong-Yang Securities Bldg. 16F 23-8
Yoido-dong,
Youngdungpo-ku, Seoul, Korea
Tel: 02-3770-0661
MALÁSIA
Yamaha Music Malaysia, Sdn., Bhd.
Lot 8, Jalan Perbandaran, 47301 Kelana
Jaya, Petaling Jaya, Selangor, Malaysia
Tel: 3-703-0900
FILIPINAS
Yupangco Music Corporation
339 Gil J. Puyat Avenue, P.O. Box 885
MCPO,
Makati, Metro Manila, Philippines
Tel: 819-7551
SINGAPURA
Yamaha Music Asia Pte., Ltd.
11 Ubi Road #06-00, Meiban Industrial
Building, Singapore
Tel: 65-747-4374
TAIWAN
ISLÂNDIA
ÁFRICA
Yamaha Music Central Europe,
Branch Nederland
Clarissenhof 5-b, 4133 AB Vianen, The
Netherlands
Tel: 0347-358 040
PT. Yamaha Music Indonesia
(Distributor) PT. Nusantik
Gedung Yamaha Music Center, Jalan Jend.
Gatot, Subroto Kav. 4, Jakarta 12930,
Indonesia
Tel: 21-520-2577
Siam Music Yamaha Co., Ltd.
121/60-61 RS Tower 17th Floor,
Ratchadaphisek RD., Dindaeng,
Bangkok 10320, Thailand
Tel: 02-641-2951
Norsk filial av Yamaha Scandinavia AB
Grini Næringspark 1
N-1345 Østerås, Norway
Tel: 67 16 77 70
SUÍÇA/LIECHTENSTEIN
HOLANDA
INDONÉSIA
NORUEGA
Yamaha Music Central Europe GmbH
Siemensstraße 22-34, 25462 Rellingen,
Germany
Tel: +49-4101-3030
Yamaha Music Central Europe GmbH,
Branch Austria
Schleiergasse 20, A-1100 Wien, Austria
Tel: 01-60203900
Tom Lee Music Co., Ltd.
11/F., Silvercord Tower 1, 30 Canton Road,
Tsimshatsui, Kowloon, Hong Kong
Tel: 2737-7688
Yamaha KHS Music Co., Ltd.
3F, #6, Sec.2, Nan Jing E. Rd. Taipei.
Taiwan 104, R.O.C.
Tel: 02-2511-8688
Yamaha Music Central Europe GmbH
Siemensstraße 22-34, 25462 Rellingen,
Germany
Tel: 04101-3030
Yamaha Music Central Europe GmbH,
Branch Switzerland
Seefeldstrasse 94, 8008 Zürich, Switzerland
Tel: 01-383 3990
ÁSIA
HONG KONG
ORIENTE MÉDIO
TURQUIA/CHIPRE
Yamaha Music Central Europe GmbH
Siemensstraße 22-34, 25462 Rellingen,
Germany
Tel: 04101-3030
OUTROS PAÍSES
Yamaha Music Gulf FZE
LB21-128 Jebel Ali Freezone
P.O.Box 17328, Dubai, U.A.E.
Tel: +971-4-881-5868
TAILÂNDIA
CHINA E OUTROS PAÍSES
ASIÁTICOS
Yamaha Corporation,
Asia-Pacific Music Marketing Group
Nakazawa-cho 10-1, Hamamatsu, Japan
430-8650
Tel: +81-53-460-2317
OCEANIA
AUSTRALIA
Yamaha Music Australia Pty. Ltd.
Level 1, 99 Queensbridge Street, Southbank,
Victoria 3006, Australia
Tel: 3-9693-5111
NOVA ZELÂNDIA
Music Houses of N.Z. Ltd.
146/148 Captain Springs Road, Te Papapa,
Auckland, New Zealand
Tel: 9-634-0099
PAÍSES E TERRITÓRIOS NO
PACIFICO
Yamaha Corporation,
Asia-Pacific Music Marketing Group
Nakazawa-cho 10-1, Hamamatsu, Japan
430-8650
Tel: +81-53-460-2312
ESCRITÓRIO CENTRAL
Yamaha Corporation, Pro Audio &
Digital Musical Instrument Division
Nakazawa-cho 10-1, Hamamatsu, Japan
430-8650; Tel: +81-53-460-2445
Site da Yamaha Musical do Brasil:
www.yamahamusical.com.br
Site internacional da Yamaha (versão em inglês):
www.yamahasynth.com/
Biblioteca de Manuais da Yamaha:
www2.yamaha.co.jp/manual/english
Copyright © 2000 Yamaha Corporation