Transmissor de Pressão Série 3051S da Rosemount com Diagnóstico Avançado HART

Transmissor de Pressão Série 3051S da Rosemount com Diagnóstico Avançado HART
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Transmissor de Pressão Série 3051S da Rosemount
com Diagnóstico Avançado HART®
Transmissor de Caudalímetro Série 3051SF da
Rosemount com Diagnóstico Avançado HART®
Início
Passo 1: Monte o Transmissor
Passo 2: Considere a Rotação da Caixa
Passo 3: Ajuste os Interruptores e Jumpers
Passo 4: Proceda à Ligação Eléctrica e Ligue
o Sistema
Passo 5: Verifique a Configuração
Passo 6: Ajuste o Transmissor
Sistemas de Segurança com Instrumentos
Certificações do Produto
Fim
www.rosemount.com
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
© 2010 Rosemount Inc. Todos os direitos reservados. Todas as marcas mencionadas neste documento pertencem aos seus
proprietários. Rosemount e o logótipo Rosemount são marcas registadas da Rosemount Inc.
Rosemount Inc.
Emerson Process Management, Lda.
8200 Market Boulevard
Chanhassen, MN E.U.A. 55317
Tel.: (E.U.A.) (800) 999-9307
Tel.: (Internacional) (952) 906-8888
Fax: (952) 949-7001
Edifício Eça de Queiroz
Rua General Ferreira Martins 8 - 10ºB
Miraflores
1495-137 Algés
Portugal
Tel.: +(351) 214 134 610
Fax: +(351) 214 134 615
Emerson Process Management
GmbH & Co. OHG
Emerson Process Management
Asia Pacific Private Limited
Argelsrieder Feld 3
82234 Wessling
Alemanha
Tel.: 49 (8153) 9390
Fax: 49 (8153) 939172
1 Pandan Crescent
Singapura 128461
Tel.: (65) 6777 8211
Fax: (65) 6777 0947 / (65) 6777 0743
Beijing Rosemount Far East
Instrument Co., Limited
No. 6 North Street
Hepingli, Dong Cheng District
Pequim 100013, China
Tel.: (86) (10) 6428 2233
Fax: (86) (10) 6422 8586
AVISO IMPORTANTE
Este guia de instalação fornece as directrizes básicas para os transmissores 3051S da
Rosemount (manual de referência, documento número 00809-0100-4801). Este guia fornece
também as directrizes básicas sobre os componentes electrónicos para as séries 3051SFA
(manual de referência, documento número 00809-0100-4809), 3051SFC (manual de referência, documento número 00809-0100-4810) e 3051SFP (manual de referência, documento
número 00809-0100-4686). Este guia não fornece instruções para diagnóstico, manutenção,
serviços ou resolução de problemas. Este documento também pode ser obtido electronicamente através do seguinte endereço: www.rosemount.com.
ADVERTÊNCIA
Explosões podem causar morte ou ferimentos graves:
A instalação deste transmissor numa atmosfera explosiva deve ser efectuada de acordo com
as normas, códigos e práticas locais, nacionais e internacionais aplicáveis. Leia, por favor, a
secção dos certificados de aprovação no manual de referência da série 3051S para obter
mais informações sobre as restrições associadas à instalação segura.
• Antes de ligar um Comunicador de Campo numa atmosfera explosiva, certifique-se de
que os instrumentos no circuito são instalados de acordo com as práticas intrinsecamente
seguras ou práticas à prova de incêndio de instalação de fios.
• Numa instalação à prova de explosão/chamas, não retire as tampas do transmissor
quando a unidade estiver ligada.
As fugas do processo podem causar ferimentos ou morte.
• Instale e aperte os conectores do processo antes de aplicar pressão.
Choques eléctricos podem causar morte ou ferimentos graves.
• Evite o contacto com os condutores e terminais. A alta tensão, que poderá estar presente
nos condutores, pode provocar choques eléctricos.
2
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
PASSO 1: MONTE O TRANSMISSOR
Aplicações de Caudal Líquido
1. Coloque as válvulas de isolamento na parte lateral
da linha.
2. Monte ao lado ou sob as válvulas de isolamento.
3. Monte o transmissor de modo a que as válvulas de
drenagem/ventilação fiquem orientadas para cima.
CAUDAL
Aplicações de Caudal a Gás
1. Coloque as válvulas de isolamento na parte
superior ou na parte lateral da linha.
2. Monte ao lado ou acima das válvulas de isolamento.
CAUDAL
CAUDAL
Aplicações de Caudal a Vapor
1. Coloque as válvulas de isolamento na parte lateral
da linha.
2. Monte ao lado ou sob as válvulas de isolamento.
3. Encha as linhas de impulso com água.
CAUDAL
3
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
PASSO 1, CONTINUAÇÃO...
Montagem em Painel
Montagem em Tubo
Flange Coplanar™
Flange Tradicional
Em Linha
Caixas
PlantWeb™
4
Caixa de Junção
Mostrador de Montagem
Remota
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
PASSO 1, CONTINUAÇÃO...
Considerações sobre os Parafusos
Se a instalação do transmissor requerer a montagem de flanges de processo, blocos de válvulas
ou adaptadores de flange, siga estas directrizes de montagem para assegurar uma boa vedação
para obter as características de desempenho ideais dos transmissores. Utilize apenas os parafusos fornecidos com o transmissor ou vendidos pela Emerson como peças sobresselentes.
A Figura 1 ilustra os conjuntos de transmissores comuns com o comprimento de parafuso
necessário para montar o transmissor devidamente.
Figura 1. Conjuntos de Transmissores Comuns
A. Transmissor com
Flange Coplanar
C. Transmissor com Flange
Tradicional e Adaptadores
de Flange Opcionais
D. Transmissor com
Flange Coplanar e Bloco
de Válvulas e Adaptadores de Flange Opcionais
4 x 57 mm (2.25 in.)
4 x 44 mm (1.75 in.)
B. Transmissor com Flange
Coplanar e Adaptadores
de Flange Opcionais
4 x 44 mm
(1.75 in.)
4 x 38 mm
(1.50 in.)
4 x 44 mm (1.75 in.)
4 x 73 mm (2.88 in.)
Os parafusos são normalmente de aço carbono ou aço inoxidável. Confirme o material olhando
para as marcas na cabeça do parafuso e consultando a Figura 2. Se o material do parafuso não
for mostrado na Figura 2, contacte o representante local da Emerson Process Management para
obter mais informações.
Utilize o seguinte procedimento para a instalação de parafusos:
1. Os parafusos de aço carbono não requerem lubrificação e os parafusos de aço inoxidável
são revestidos por um lubrificante para facilitar a instalação. Contudo, não deve ser aplicado
lubrificante adicional quando instalar qualquer tipo de parafusos.
2. Aperte os parafusos com os dedos.
3. Aperte os parafusos de acordo com o valor de binário de aperto inicial utilizando um padrão
cruzado. Consulte a Figura 2 para obter os valores de binário de aperto iniciais.
4. Aperte os parafusos de acordo com o valor de binário de aperto final utilizando o mesmo
padrão cruzado. Consulte a Figura 2 para obter os valores de binário de aperto finais.
5. Verifique se os parafusos de flange saem através da placa isoladora antes de aplicar
pressão.
5
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
PASSO 1, CONTINUAÇÃO...
Figura 2. Valores de binário de aperto para a flange e para os parafusos do adaptador de flange
Binário de
Binário de
Material do Parafuso
Marcas na Cabeça
Aperto Inicial
Aperto Final
Aço Carbono (CS)
B7M
Aço Inoxidável (SST)
316
B8M
316
R
STM
316
34 Nm
(300 in.-lbs.)
73 Nm
(650 in.-lbs.)
17 Nm
(150 in.-lbs.)
34 Nm
(300 in.-lbs.)
316
SW
316
“O-rings” com Adaptadores de Flange
ADVERTÊNCIA
A não instalação de “O-rings” do adaptador de flange adequados pode provocar fugas no processo, que
podem resultar em morte ou ferimentos graves. Os dois adaptadores de flange são distinguidos por ranhuras
diferentes do “O-ring”. Utilize apenas o “O-ring” concebido para o adaptador de flange específico,
de acordo com o apresentado abaixo.
3051S/3051/2051/3095 da Rosemount
Adaptador de Flange
“O-ring”
Com base em PTFE
Elastómero
1151 da Rosemount
Adaptador de Flange
“O-ring”
PTFE
Elastómero
Sempre que as flanges ou adaptadores forem retirados, inspeccione visualmente os “O-rings”.
Substitua-os se os mesmos apresentarem sinais de danos, tais como entalhes ou cortes. Se
substituir os “O-rings”, os parafusos de flange e os parafusos de alinhamento devem ser novamente apertados após a instalação para compensar a colocação do “O-ring” de PTFE.
6
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
PASSO 1, CONTINUAÇÃO...
Orientação do Transmissor de Montagem em Linha
A porta de pressão do lado inferior (referência atmosférica) no transmissor de montagem em
linha encontra-se localizada sob a etiqueta da gola do módulo do sensor. (Consulte a Figura 3).
Mantenha o circuito de ventilação sem obstruções, incluindo, entre outros, tinta, pó e lubrificação, montando o transmissor de modo a que quaisquer contaminantes possam drenar.
Figura 3. Transmissor de Montagem em Linha
Porta de pressão do lado inferior
(sob a etiqueta da gola)
PASSO 2: CONSIDERE A ROTAÇÃO DA CAIXA
Para melhorar o acesso de campo aos fios ou permitir uma
melhor visualização do mostrador LCD opcional:
1. Desaperte o parafuso de ajuste da rotação da caixa.
2. Em primeiro lugar, rode a caixa no sentido dos ponteiros
do relógio até alcançar a posição desejada. Se a posição
desejada não puder ser obtida devido ao limite das roscas, rode a caixa no sentido contrário ao dos ponteiros
do relógio até atingir a posição desejada (até 360° do
limite das roscas).
3. Aperte o parafuso de ajuste da rotação da caixa
novamente.
Figura 4. Parafuso de Ajuste da
Caixa do Transmissor
PlantWeb
Parafuso de Ajuste da Rotação da
Caixa (3/32 pol.)
PASSO 3: AJUSTE OS INTERRUPTORES E JUMPERS
Figura 5. Configuração do Jumper e Interruptor do Transmissor
PlantWeb
Módulo de Ajuste/Medidor
Segurança
Alarme
Mova os interruptores de segurança e de alarme para a posição desejada utilizando uma chave
de fendas pequena.
(Para activar os interruptores, deve ser instalado no local um mostrador LCD ou um módulo de ajuste.)
7
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
PASSO 4: PROCEDA À LIGAÇÃO ELÉCTRICA E LIGUE O SISTEMA
Siga os seguintes passos para ligar os fios do transmissor:
1. Retire a tampa da caixa com a indicação “Field Terminals” (Terminais de Campo).
2. Ligue o condutor positivo ao terminal “+” e o condutor negativo ao terminal “–”.
NOTA
Não ligue o dispositivo à corrente utilizando os terminais de teste. A corrente pode danificar o
díodo de teste na ligação de teste. Dois fios entrelaçados fornecem melhores resultados. Para
caixas de um compartimento (compartimento da Caixa de Junção), os fios de sinal blindados
devem ser usados em ambientes onde as interferências electromagnéticas e/ou as frequências
de rádio são elevadas. Utilize fios de 24 a 14 AWG e não exceda os 1500 metros (5,000 ft).
3. Tape e vede conexões da conduta não utilizadas.
4. Se aplicável, instale os fios com um circuito de gotejamento. Ajuste o circuito de gotejamento
de modo a que a parte inferior fique abaixo das conexões da conduta e da caixa do
transmissor.
5. Volte a colocar a tampa da caixa.
As figuras abaixo mostram as ligações que são necessárias para ligar o 3051S à corrente e
permitir a comunicação com um Comunicador de Campo portátil.
Figura 6. Ligação do Transmissor
Ligação da Caixa PlantWeb
RL ≥ 250 Ω
Fonte de Alimentação
NOTA
A instalação do bloco de terminais de protecção transitória não oferece protecção transitória a
não ser que a caixa do 3051S esteja devidamente ligada à terra.
8
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
PASSO 4, CONTINUAÇÃO...
Ligações à Terra dos Fios de Sinal
Não instale o cabo de sinal junto na conduta ou em calhas abertas junto de cabos de ligação ou
perto de equipamento eléctrico de potência elevada. As terminações de ligação à terra são fornecidas no módulo do sensor e no interior do compartimento do terminal. Estas ligações à terra
são utilizadas quando são instalados blocos terminais de protecção transitória ou para cumprir
os regulamentos locais. Consulte o Passo 2 abaixo para obter mais informações sobre a ligação
à terra da blindagem do cabo.
1. Retire a tampa da caixa dos Terminais de Campo.
2. Ligue os dois fios entrelaçados e faça a respectiva ligação à terra como indicado na Figura 7.
a. A blindagem do cabo deve:
• ser ajustada e isolada para não tocar na caixa do transmissor;
• ligar continuamente ao ponto de terminação;
• ser ligada a uma boa ligação à terra na extremidade da fonte de alimentação.
Figura 7. Ligação
Minimizar a Distância
Cortar e Isolar a
Blindagem
Ligar à Terra para
Protecção Transitória
DP
Isolar a
Blindagem
Minimizar a
Distância
Ligar a Blindagem de Novo à Ligação
à Terra da Fonte de Alimentação
3. Volte a colocar a tampa da caixa. Recomenda-se que a tampa seja apertada até deixar de
existir folga entre a tampa e a caixa.
4. Tape e vede conexões da conduta não utilizadas.
9
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
PASSO 4, CONTINUAÇÃO...
Ligação dos Fios do Conector de Conduta Eléctrica (Opção GE ou GM)
No caso dos transmissores 3051S com condutores de conduta eléctrica GE ou GM, consulte as
instruções de instalação do fabricante do conjunto de cabos para obter mais informações sobre a
ligação dos fios. No caso de locais perigosos FM Intrinsecamente Seguros, não inflamáveis ou FM
FISCO Intrinsecamente Seguros, instale de acordo com o diagrama 03151-1009 da Rosemount
para manter a classificação exterior (NEMA 4X e IP66.) Consulte o Anexo B do Manual de
Referência do 3051S.
Fonte de Alimentação
A fonte de alimentação de CC deve fornecer corrente com menos de dois por cento de ondulação. A carga de resistência total é a soma da resistência dos condutores de sinal e da resistência de carga do controlador, do indicador e de peças relacionadas. Note que a resistência das
barreiras de segurança intrínsecas, se utilizadas, deve ser incluída.
Figura 8. Limitação de Carga
Transmissor com Diagnóstico HART (código de opção DA2)
Resistência Máxima do Circuito = 43,5 * (Tensão da Fonte de Alimentação – 12,0)
Carga (Ohms)
1322
1000
500
Região de
Operação
0
12,0
20
30
42,4
Tensão (V cc)
Para poder comunicar, o Comunicador de Campo necessita de um circuito com
uma resistência mínima de 250Ω.
10
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
PASSO 5: VERIFIQUE A CONFIGURAÇÃO
Utilize quaisquer circuitos principais (Master) compatíveis com o sistema HART para comunicar
com e verificar a configuração do 3051S com o Diagnóstico Avançado HART (código de
opção DA2).
A marca de verificação (⻫) indica os parâmetros de configuração básicos. Estes parâmetros
devem ser verificados, no mínimo, durante a configuração e procedimento de inicialização.
Quadro 1. Sequência de Teclas de Acesso Rápido
Função
⻫
⻫
⻫
⻫
Ajuste de Digital para Analógico (Saída de 4-20 mA)
Ajuste de Saída Analógica
Ajuste de Zero
Ajuste do Sensor
Ajuste Inferior do Sensor
Ajuste Superior do Sensor
Amortecimento
Configuração da Variável Escalada
Configuração de Alerta do Processo
Configuração do Mostrador LCD
Data
Descritor
Endereço de Poll (Amostragem)
Estado
Função de Transferência (Configuração do Tipo de Saída)
Informações sobre o Dispositivo de Campo
Mensagem
Modo de Rajada Ligado/Desligado
Níveis do Alarme e de Saturação
Opções de Rajada
Remapeamento
Rerange – Entrada através do Teclado
Segurança do Transmissor (Protecção contra Gravação)
Tag
Teste do Circuito
Unidades (Variável do Processo)
Ver Todas as Variáveis
Sequência de Teclas de
Acesso Rápido
3, 4, 1, 2, 3
3, 4, 1, 2, 3
3, 4, 1, 1, 1, 3
3, 4, 1, 1, 1
3, 4, 1, 1, 1, 2
3, 4, 1, 1, 1, 1
2, 2, 1, 1, 3
2, 2, 3, 5
2, 1, 2, 3
2, 1, 3, 1
2, 1, 1, 1, 1, 4
2, 1, 1, 1, 1, 2
2, 2, 5, 3, 1
1, 1
2, 2, 1, 1, 4
1, 3, 5
2, 1, 1, 1, 1, 3
2, 2, 5, 2, 1
2, 2, 2, 5, 6
2, 2, 5, 2, 2
2, 2, 5, 1
2, 2, 2, 1
2, 2, 6
2, 1, 1, 1, 1, 1
3, 5, 1
2, 1, 1, 1, 2, 1
1, 3, 3
11
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
PASSO 6: AJUSTE O TRANSMISSOR
Os transmissores são enviados completamente calibrados, de acordo com as especificações do
cliente ou predefinidos de fábrica à escala máxima (valor de gama inferior = zero, valor de gama
superior = limite de gama superior).
Ajuste de Zero
Um ajuste zero é um ajuste de um ponto usado para compensar a posição de montagem e os
efeitos da pressão da linha. Quando efectuar um ajuste de zero, assegure-se de que a válvula
de equalização está aberta e de que todas as linhas molhadas estão cheias até ao nível correcto.
Se o desvio de zero for inferior a 3% do zero real, siga as instruções “Utilização do Comunicador
de Campo” abaixo para executar um ajuste de zero. Se o desvio de zero for superior a 3% do
zero real, siga as instruções “Utilização do Botão de Ajuste de Zero do Transmissor” abaixo para
executar o rerange. Se os ajustes do hardware não estiverem disponíveis, consulte o Manual de
Referência 3051S (documento número 00809-0100-4801) para executar um rerange usando o
Comunicador de Campo.
Utilização do Comunicador de Campo
Teclas de Acesso Rápido
3, 4, 1, 1, 1, 3
Passos
1. Equalize ou permita a ventilação do transmissor e ligue
o Comunicador de Campo.
2. No menu, introduza a sequência de Teclas de Acesso Rápido.
3. Siga os comandos para executar um ajuste de zero.
Utilização do Botão de Ajuste de Zero do Transmissor
Prima e segure o botão de ajuste de zero durante pelo menos dois segundos mas não mais do
que dez segundos. Este procedimento destina-se a ajustar o ponto inferior da gama (ou seja, o
valor da pressão representado por 4,0 mA).
Figura 9. Botões de Ajuste do Transmissor
PlantWeb
Zero
12
Alcance
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
SISTEMAS DE SEGURANÇA COM INSTRUMENTOS
Estão disponíveis informações adicionais sobre os Sistemas de Segurança com Instrumentos
no manual de referência do 3051S da Rosemount (documento número 00809-0100-4801). O
manual pode ser obtido electronicamente através do endereço www.rosemount.com ou contactando um representante da Emerson Process Management.
Certificação de Sistemas de Segurança com Instrumentos (SIS) 3051S
A saída de segurança crítica do 3051S com Diagnóstico Avançado HART é facultada através de
um sinal de dois fios de 4–20 mA representando pressão. O transmissor de pressão 3051S com
certificação de segurança está certificado para: Baixa carga; Tipo B.
SIL 2 para integridade aleatória @ HFT=0
SIL 3 para integridade aleatória @ HFT=1
SIL 3 para integridade sistemática
Identificação da Certificação de Segurança do 3051S
Todos os transmissores 3051S devem ser identificados como detentores de certificação de
segurança antes de os instalar em sistemas SIS.
NOTA
Para transmissores sem a placa de circuitos de Diagnóstico Avançado HART instalada, consulte
a secção 6: Manual de Referência dos Sistemas de Segurança com Instrumentos do 3051S.
Para identificar um 3051S com certificação de segurança com Diagnóstico Avançado HART:
1. Ligue um anfitrião HART ao transmissor.
2. Verifique os números de revisão do transmissor para se certificar de que a rev do software
dos componentes electrónicos é 10 ou superior e que a rev do software do sensor é 5 ou
superior.
Sequência de Teclas de Acesso Rápido – 1, 3, 5, 3
Números de Revisão
Dispositivo de Campo
3
Software dos Componentes Electrónicos
10 ou superior
Hardware dos Componentes Electrónicos
1
Software dos Componentes Electrónicos
5 ou superior
3. Verifique se o código de opção DA2 está incluído no código do modelo do transmissor.
Instalação
Não é necessária qualquer instalação especial para além das práticas de instalação normais
descritas neste documento. Certifique-se de que existe sempre uma boa vedação, instalando as
tampas da caixa dos componentes electrónicos.
O circuito deve ser concebido de forma a que a tensão do terminal não desça abaixo dos
12,0 V CC, quando a saída do transmissor for de 23,0 mA.
O interruptor de segurança deverá estar na posição “ON” (ligado) durante o funcionamento normal. Consulte a Figura 5 na página 7.
13
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
Configuração
Utilize quaisquer circuitos principais (Master) compatíveis com o sistema HART para comunicar
com e verificar a configuração do 3051S (consulte o Quadro 1 na página 11 para obter mais
informações sobre a configuração).
O amortecimento seleccionado pelo utilizador afectará a capacidade de resposta dos transmissores às alterações no processo em que se encontram aplicados. O valor de amortecimento +
tempo de resposta não deve exceder os requisitos do circuito.
O Diagnóstico de Saída mA é fornecido com uma acção de disparo predefinida configurada para
Alarme. Esta configuração não deve ser alterada, caso contrário não será realizada uma cobertura de diagnóstico adequada.
NOTAS
1. A saída de segurança crítica do transmissor de pressão 3051S com Diagnóstico Avançado
HART é facultada através de um sinal de dois fios de 4–20 mA.
2. A saída do transmissor não está classificada como segura nos seguintes casos: mudanças
de configuração, multiponto, teste do circuito. Deverão ser utilizados meios alternativos para
garantir a segurança do processo durante as actividades de configuração e manutenção do
transmissor.
3. O DCS ou o agente de resolução lógica devem ser configurados de modo a corresponderem
à configuração do transmissor. A Figura 10 identifica os três níveis de alarme disponíveis e
os respectivos valores de operação.
Figura 10. Níveis de Alarme
Nível de Alarme Rosemount
3,75 mA(1)
3,9 mA
saturação baixa
Funcionamento
Normal
4 mA
20 mA
20,8 mA
saturação alta
21,75 mA(2)
Nível de Alarme Namur
3,6 mA(1)
3,8 mA
saturação baixa
4 mA
Funcionamento
Normal
20 mA
20,5 mA
saturação alta
22,5 mA(2)
Nível de Alarme Personalizado(3)(4)
4 mA
3,6–3,8 mA(1)
3,7–3,9 mA
saturação baixa
Funcionamento
Normal
20,2–23,0 mA(2)
20 mA
20,1–20,5 mA
saturação alta
(1) Falha do Transmissor, alarme do hardware ou software na posição LO (baixo).
(2) Falha do Transmissor, alarme do hardware ou software na posição HI (alto).
(3) O alarme alto deve ser, pelo menos, 0,1 mA superior ao valor de saturação alta.
(4) O alarme baixo deve ser, pelo menos, 0,1 mA inferior ao valor de saturação baixa.
Configurar os Níveis do Alarme e de Saturação
1. Se utilizar um Comunicador de Campo, use a seguinte sequência de teclas de acesso rápido
para ajustar os valores de Alarme e Saturação.
Sequência de Teclas de Acesso Rápido – 2, 2, 2, 5, 6
2. Ajuste manualmente a direcção do Alarme para HI ou LO utilizando o interruptor ALARM, tal
como ilustrado na Figura 5 na página 7.
14
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Operação e Manutenção
Teste de Prova e Inspecção
Recomenda-se a realização dos seguintes testes de prova. Os resultados dos testes de prova e
as medidas correctivas devem ser documentados em
http://rosemount.d1asia.ph/rosemount/safety/ReportAFailure_newweb.asp caso detecte um erro na
funcionalidade de segurança.
Utilize o “Quadro 1: Sequência de Teclas de Acesso Rápido” para efectuar o Teste de Circuito, o
Ajuste de Saída Analógica ou o Ajuste do Sensor. Todos os procedimentos de testes de prova
devem apenas ser realizados por pessoal qualificado. Consulte o manual de referência do
3015S para obter mais informações. O interruptor de segurança deve estar na posição “OFF”
(desligado) durante a execução de um teste de prova e reposicionado na posição “ON” (ligado)
após a execução.
Teste de Prova Simples
O teste de prova simples sugerido consiste num Teste de Circuito da saída analógica. Este teste
detectará 41% de falhas DU possível, não detectadas pelo diagnóstico automático do transmissor.
Ferramentas necessárias: Comunicador de Campo e medidor de mA.
1. Utilize o “bypass” para a função de segurança e tome as medidas necessárias para evitar um
disparo falso.
2. Utilize a comunicação HART para regular o transmissor para o modo de corrente fixa. Para o
Comunicador de Campo Emerson, introduza a Sequência de Teclas de Acesso
Rápido 3, 5, 1.
3. Introduza o valor em miliamperes que representa um estado de alarme alto.
4. Utilize o medidor de referência para verificar se a saída de mA corresponde ao valor introduzido.
5. Introduza o valor em miliamperes que representa um estado de alarme baixo.
6. Utilize o medidor de referência para verificar se a saída de mA corresponde ao valor
introduzido.
7. Retire o “bypass” e restabeleça o funcionamento normal.
8. Documente os resultados dos testes com base nos seus requisitos.
9. Coloque o interruptor de segurança na posição “ON” (ligado).
Teste de Prova Abrangente
O teste de prova abrangente consiste em realizar os mesmos passos que os sugeridos para o teste
de prova simples, com uma calibração adicional de dois pontos do sensor de pressão. Este teste
detectará 87% de falhas DU possível, não detectadas pelo diagnóstico automático do transmissor.
Ferramentas necessárias: Comunicador de Campo e equipamento de calibração da pressão.
1. Utilize o “bypass” para a função de segurança e tome as medidas necessárias para evitar um
disparo falso.
2. Execute o Teste de Prova Simples.
3. Realize uma calibração mínima de dois pontos do sensor utilizando os pontos da gama
4–20 mA como pontos de calibração.
4. Utilize o medidor de mA de referência para verificar se a saída de mA corresponde ao valor
de pressão introduzido.
5. Se necessário, utilize um dos procedimentos de “Trim” (Ajuste) descritos na página 4–5 no
Manual de Referência do 3051S.
6. Retire o “bypass” e restabeleça o funcionamento normal.
7. Documente os resultados dos testes com base nos seus requisitos.
8. Coloque o interruptor de segurança na posição “ON” (ligado).
NOTA
O utilizador determina os requisitos de teste de prova para as linhas de impulso.
15
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Inspecção Visual
Não requerida.
Ferramentas Especiais
Não requeridas.
Reparação do Produto
Todas as falhas detectadas pelo diagnóstico do transmissor ou pelo teste de prova devem ser
relatadas. Os relatórios podem ser submetidos electronicamente através do endereço
http://rosemount.d1asia.ph/rosemount/safety/ReportAFailure_newweb.asp (para comunicar uma falha).
As reparações do produto e substituição de peças devem ser realizadas por pessoal qualificado.
O 3051S pode ser reparado substituindo-se os componentes principais. Consulte as instruções
fornecidas no manual de referência do 3051S (documento número 00809-0100-4801) para obter
mais informações.
Referências
Certificação
O Transmissor de Pressão 3051S com Diagnóstico Avançado HART foi concebido, desenvolvido e auditado em conformidade com a Certificação de Segurança IEC 61508, Restrição de
Reclamações SIL 2.
Especificações
O Transmissor de Pressão 3051S com Diagnóstico Avançado HART deve ser operado de
acordo com as especificações de funcionamento e desempenho fornecidas no manual de
referência do 3051S.
Dados da Taxa de Falha
O relatório da FMEDA inclui as taxas de falha e as estimativas do factor Beta de causa comum.
Este relatório encontra-se disponível em
http://www2.emersonprocess.com/en-US/brands/rosemount/Safety-Products/Equipment-List/Pages/
index.aspx
Valores de Falha
Precisão de Segurança: 2,0%(1)
Tempo de resposta de segurança: 1,5 segundos
Tempo de resposta do transmissor: 145 ms
Intervalo de Teste com Diagnóstico Automático: Pelo menos uma vez a cada 30 minutos
Tempo de Vida do Produto
50 anos – baseado no pior caso de mecanismos de desgaste dos componentes – não baseado
no processo de desgaste dos materiais em contacto com o fluido.
(1) É permitida uma variação de 2% da saída de mA do transmissor antes do accionamento do disjuntor de segurança.
Os valores do disjuntor no DCS ou do agente de resolução lógica de segurança devem ser reduzidos em 2%.
16
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
CERTIFICAÇÕES DO PRODUTO
Locais de Fabrico Aprovados
Rosemount Inc. – Chanhassen, Minnesota, E.U.A.
Emerson Process Management GmbH & Co. OHG – Wessling, Alemanha
Emerson Process Management Asia Pacific Private Limited – Singapura
Beijing Rosemount Far East Instrument Co., LTD – Pequim, China
Emerson Process Management LTDA – Sorocaba, Brasil
Emerson Process Management (India) Pvt. Ltd. – Daman, Índia
Informações acerca das Directivas Europeias
A declaração de conformidade CE encontra-se na página 24. A revisão mais recente encontra-se disponível em www.rosemount.com.
Certificação de Locais Comuns para Aprovações FM
De acordo com o procedimento de norma, o transmissor foi examinado e testado para se determinar se a concepção satisfaz os requisitos eléctricos, mecânicos e de protecção contra incêndio básicos das Aprovações FM (Factory Mutual), um laboratório reconhecido a nível nacional
nos E.U.A. (NRTL) e credenciado pela Federal Occupational Safety and Health Administration
(OSHA).
Certificações de Locais de Perigo
Certificações Norte-americanas
Aprovações FM
E5 À prova de explosão para Classe 1, Divisão 1, Grupos B, C e D T5 (Ta = 85°C); à prova de
pós inflamáveis para Classe II e Classe III, Divisão 1, Grupos E, F e G T5 (Ta = 85°C);
locais perigosos; caixa Tipo 4X, vedação da conduta não necessária quando instalada de
acordo com o esquema 03151-1003 da Rosemount.
I5
Intrinsecamente Seguro para utilização na Classe 1, Divisão 1, Grupos A, B, C e D T4
(Ta = 70°C); Classe II, Divisão 1, Grupos E, F e G; Classe III, Divisão 1, Classe I,
Zona 0 AEx ia IIC T4 (Ta = 70°C) quando ligado de acordo com o esquema 03151-1006 da
Rosemount; à Prova de incêndio para Classe I, Divisão 2, Grupos A, B, C e D; T4
(Ta = 70°C); Caixa Tipo 4X
Para obter informações sobre os parâmetros da entidade, consulte o esquema 03151-1006.
Certificação da CSA (Canadian Standards Association)
Todos os transmissores aprovados para locais perigosos CSA são aprovados pela
ANSI/ISA 12.27.01-2003.
E6
I6
À Prova de Explosão para Classe I, Divisão I, Grupos B, C e D; À Prova de Pós Inflamáveis para Classes II e III, Divisão 1, Grupos E, F e G; adequado para Classe I, Divisão 2,
Grupos A, B, C e D, quando instalado de acordo com o esquema 03151-1013 da
Rosemount, Caixa Tipo 4X em conformidade com a CSA; vedação da conduta não
necessária; Vedação Dupla.
Intrinsecamente Seguro para Classe I, Divisão 1, Grupos A, B, C e D, quando ligado de
acordo com o esquema 03151-1016 da Rosemount; Vedação Dupla.
Para obter informações sobre os parâmetros da entidade, consulte o esquema 03151-1016.
17
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Certificações Europeias
I1
Intrinsecamente Seguro segundo a ATEX
HART/Mostrador Remoto/Conector Rápido/Diagnóstico HART
Certificação N.º: BAS01ATEX1303X
II 1 G
Ex ia IIC T4 (–60°C ≤ Tamb ≤ 70°C)
1180
Quadro 2. Parâmetros de Entrada
Circuito/Alimentação
Grupos
Ui = 30 V
Ii = 300 mA
Pi = 1,0 W
Ci = 30 nF
Ci = 11,4 nF
Ci = 0
Li = 0
Li = 60 µH
Todos
Todos
Todos
Plataforma SuperModule™
HART/Diagnóstico HART/Conector Rápido
Mostrador Remoto
Todos Excepto o Mostrador Remoto
Mostrador Remoto
Conjunto do RTD (3051SFx Opção T ou R)
Ui = 5 V CC
Ii = 500 mA
Pi = 0,63 W
Condições Especiais para Utilização Segura (X)
1. O aparelho, excluindo os Modelos 3051 S-T e 3051 S-C (Plataformas SuperModule Em
Linha e Coplanares, respectivamente), não é capaz de suportar o teste de 500 V como
definido pela Cláusula 6.3.12 da EN 60079-11. Deve-se ter isto em consideração
durante a instalação.
2. Os pinos do terminal do 3051 S-T e 3051 S-C devem estar protegidos para um mínimo
de IP20.
N1 Tipo n segundo ATEX
Certificação N.º: BAS01ATEX3304X
II 3 G
Ex nL IIC T4 (–40°C ≤ Tamb ≤ 70°C)
Ui = 45 V CC no máx.
Ci = 11,4 nF
Li = 0
Para o mostrador remoto, Ci = 0, Li = 60 µH
IP66
Condições Especiais para Utilização Segura (X)
O aparelho não é capaz de suportar o teste de isolamento de 500 V exigido pela
Cláusula 6.8.1 da EN 60079-15. Deve-se ter isto em consideração durante a instalação
do aparelho.
NOTA
O conjunto RTD não está incluído com a Aprovação 3051SFx Tipo n.
18
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
ND
Rosemount 3051S
Pós ATEX
Certificação N.º: BAS01ATEX1374X
II 1 D
Ex tD A20 T105°C (–20°C ≤ Tamb ≤ 85°C)
Vmáx. = 42,4 volts no máx.
A = 22 mA
IP66
1180
Condições especiais para utilização segura (X):
1. As entradas dos cabos devem ser utilizadas para manter a protecção contra a entrada de
partículas a um nível de, pelo menos, IP66.
2. As entradas dos cabos não utilizadas devem ser tapadas com tampões de vedação adequados, que assegurem a protecção contra a entrada de partículas a um nível de, pelo
menos, IP66.
3. As entradas dos cabos e os tampões de vedação devem ser adequados aos diferentes
tipos de ambiente do dispositivo e capazes de suportar um teste de impacto de 7J.
4. O modelo 3051S deve ser aparafusado no local firmemente, de modo a manter a protecção contra a entrada de partículas na caixa. (O Modelo 3051S SuperModule deve ser
devidamente montado no compartimento 3051S para manter a protecção contra a
entrada de partículas.)
E1
À Prova de Chamas ATEX
Certificação N.º: KEMA00ATEX2143X
Ex d IIC T6 (–50°C ≤ Tamb ≤ 65°C)
Ex d IIC T5 (–50°C ≤ Tamb ≤ 80°C)
Vmáx = 42,4 V
1180
II 1/2 G
Condições especiais para utilização segura (X)
1. Os tampões de vedação Ex d correctos, os bucins do cabo e as ligações têm de ser
adequados a uma temperatura de 90°C.
2. Este dispositivo possui um diafragma de parede fina. Durante a instalação, manutenção
e utilização do dispositivo deve ter-se em conta as condições ambientais às quais o diafragma irá ser sujeito. As instruções do fabricante para a manutenção do dispositivo
devem ser seguidas ao pormenor de forma a assegurar a segurança do mesmo
durante o seu tempo de vida aproximado.
3. O 3051S não está em conformidade com os requisitos da norma EN 60079-1
Cláusula 5.2, Quadro 2 para todas as juntas. Contacte a Emerson Process Management
para obter informações relativamente às dimensões das juntas à prova de chamas.
19
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Certificações para o Japão
E4
À Prova de Chamas TIIS
Ex d IIC T6
Quadro 3. Certificações TIIS
Certificado
Descrição
TC15682
TC15683
TC15684
TC15685
TC15686
TC15687
TC15688
TC15689
TC15690
TC17102
TC17099
TC17100
TC17101
Caixa Coplanar c/ Caixa de Junção
Caixa Coplanar c/ PlantWeb
Caixa Coplanar c/ PlantWeb e Mostrador LCD
Caixa SST Em Linha c/ Caixa de Junção
Caixa em Liga Em Linha C-276 c/ Caixa de Junção
Caixa SST Em Linha c/ PlantWeb
Caixa em Liga Em Linha C-276 c/ PlantWeb
Caixa SST Em Linha c/ PlantWeb e Mostrador LCD
Caixa em Liga Em Linha C-276 c/ PlantWeb e Mostrador LCD
Mostrador Remoto
Caixa 3051SFA/C/P SST/C-276 em Liga c/ PlantWeb e Mostrador LCD
Caixa 3051SFA/C/P SST/C-276 em Liga c/ PlantWeb e Mostrador Remoto
Caixa 3051SFA/C/P SST/C-276 em Liga c/ Caixa de Junção
Certificações para a China (NEPSI)
I3
Segurança Intrínseca, À Prova de Pós Inflamáveis na China
Certificação N.º (fabricado em Chanhassen, MN): GYJ081078
Certificação N.º (fabricado em Pequim, China): GYJ06367
Certificação N.º (fabricado em Singapura): GYJ06365
Certificação N.º (3051SFx RTC, BMMC, SMMC): GYJ071293
Ex ia IIC T4
DIP A21 TA T4 IP66
Consulte o Anexo B do Manual de Referência do 3051S (documento número
00809-0100-4801) para conhecer as Condições Especiais para Utilização Segura.
Quadro 4. Parâmetros de Entrada
Circuito/Alimentação
Grupos
Ui = 30V
Ii = 300 mA
Pi = 1,0 W
Ci = 38 nF
Ci = 11,4 nF
Ci = 0
Li = 0
Li = 60 µH
Todos
Todos
Todos
Plataforma SuperModule™
HART/Diagnóstico HART/Conector Rápido
Mostrador Remoto
Todos Excepto o Mostrador Remoto
Mostrador Remoto
Conjunto do RTD (3051SFx Opção T ou R)
Ui = 5 V CC
Ii = 500 mA
Pi = 0,63 W
20
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
E3
Rosemount 3051S
À Prova de Chamas, À Prova de Pós Inflamáveis na China
Certificação N.º (fabricado em Chanhassen, MN): GYJ091035
Certificação N.º (fabricado em Pequim, China): GYJ06366
Certificação N.º (fabricado em Singapura): GYJ06364
Certificação N.º (3051SFx RTC, BMMC, SMMC): GYJ071086
Ex d IIB+H2 T3~T5
DIP A21 TA T3~T5 IP66
Consulte o Anexo B do Manual de Referência do 3051S (documento número
00809-0100-4801) para conhecer as Condições Especiais para Utilização Segura.
Certificações INMETRO
I2
Aprovação no Brasil (Aprovação INMETRO) – Segurança Intrínseca
Número de Certificação: CEPEL-EX-0722/05X (fabricado em Chanhassen, MN)
Número de Certificação: CEPEL-EX-1414/07X (fabricado no Brasil)
Marca INMETRO: BR-Ex ia IIC T4 IP66W
Condições especiais para utilização segura (X)
O aparelho, excluindo o 3051S-T e 3051S-C (Plataformas SuperModule Em Linha e
Coplanares, respectivamente), não é capaz de suportar o teste de 500 V como definido
pela Cláusula 6.3.12 da IEC 60079.11. Isto deve ser tido em conta durante a instalação.
E2
Aprovação no Brasil (Aprovação INMETRO) – À Prova de Chamas
Número de Certificação: CEPEL-EX-0722/05X (fabricado em Chanhassen, MN)
Número de Certificação: CEPEL-EX-1413/07X (fabricado no Brasil)
Marca INMETRO: BR-Ex d IIC T5/T6 IP66W
Condições especiais para utilização segura (X)
1. Este dispositivo possui um diafragma de parede fina. Durante a instalação, manutenção e utilização do dispositivo deve-se ter em conta as condições ambientais às quais
o diafragma irá ser sujeito. As instruções do fabricante para a instalação e manutenção
do dispositivo devem ser seguidas ao pormenor de forma a assegurar a segurança do
mesmo durante o seu tempo de vida aproximado.
2. Para temperaturas ambientes acima de 60ºC, os cabos deverão ter uma temperatura
mínima de isolamento de 90ºC, para estar em conformidade com a temperatura de
funcionamento do equipamento.
3. Os acessórios para entradas de cabos ou condutas têm de possuir a certificação à
prova de chamas e têm de ser adequados às condições de utilização.
4. Sempre que a entrada de cabos eléctricos se fizer através de uma conduta, o dispositivo de vedação necessário deve ser montado muito próximo da caixa.
Certificações IECEx
E7
IECEx À Prova de Chamas e de Pós (cada uma indicada separadamente)
IECEx À Prova de Chamas
Certificação N.º: IECExKEM08.0010X
Ex d IIC T6 (–50°C ≤ Tamb ≤ 65°C)
Ex d IIC T5 (–50°C ≤ Tamb ≤ 80°C)
Vmáx = 42,4 V
21
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Condições especiais para utilização segura (X)
1. Os tampões de vedação ex d correctos, os bucins do cabo e as ligações têm de ser
adequados a uma temperatura de 90°C.
2. Este dispositivo possui um diafragma de parede fina. Durante a instalação, manutenção
e utilização do dispositivo deve ter-se em conta as condições ambientais às quais o diafragma irá ser sujeito. As instruções do fabricante para a manutenção do dispositivo
devem ser seguidas ao pormenor de forma a assegurar a segurança do mesmo
durante o seu tempo de vida aproximado.
3. O 3051S não está em conformidade com os requisitos da norma IEC 60079-1
Cláusula 5.2, Quadro 2 para todas as juntas. Contacte a Emerson Process Management
para obter informações relativamente às dimensões das juntas à prova de chamas.
IECEx Pós
Certificação N.º IECExBAS09.0014X
Ex tD A20 T105°C (–20°C ≤ Tamb ≤ 85°C)
Vmáx = 42,4 V
A = 22 mA
IP66
Condições especiais para a utilização segura (X)
1. As entradas dos cabos devem ser utilizadas para manter a protecção contra a entrada
de partículas a um nível de, pelo menos, IP66.
2. As entradas dos cabos não utilizadas devem ser tapadas com tampões de vedação
adequados, que assegurem a protecção contra a entrada de partículas a um nível de,
pelo menos, IP66.
3. As entradas dos cabos e os tampões de vedação devem ser adequados aos diferentes
tipos de ambiente do dispositivo e capazes de suportar um teste de impacto de 7J.
4. O modelo 3051S deve ser aparafusado no local firmemente, de modo a manter a protecção contra a entrada de partículas na caixa. (O 3051S SuperModule deve ser devidamente montado na caixa 3051S para manter a protecção contra a entrada de
partículas.)
I7
Segurança Intrínseca IECEx
HART/Mostrador Remoto/Conector Rápido/Diagnóstico HART
Certificação N.º: IECExBAS04.0017X
Ex ia IIC T4 (Ta = –60°C a 70°C)
IP66
Quadro 5. Parâmetros de Entrada
Circuito/Alimentação
Grupos
Ui = 30V
Ii = 300 mA
Pi = 1,0 W
Ci = 30 nF
Ci = 11,4 nF
Ci = 0
Li = 0
Li = 60 µH
Todos
Todos
Todos
Plataforma SuperModule™
HART/Diagnóstico HART/Conector Rápido
Mostrador Remoto
Todos Excepto o Mostrador Remoto
Mostrador Remoto
Conjunto do RTD (3051SFx Opção T ou R)
Ui = 5 V CC
Ii = 500 mA
Pi = 0,63 W
22
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Condições especiais para utilização segura (X)
1. O FOUNDATION fieldbus 3051S HART 4–20 mA, 3051S, o 3051S Profibus e o 3051S
FISCO não são capazes de suportarem um teste de 500 V como definido na
cláusula 6.3.12 da norma IEC 60079-11. Tenha isto em mente durante a instalação.
2. Os pinos dos terminais do 3051S-T e 3051S-C devem estar protegidos a um mínimo
de IP20.
N7
IECEx Tipo n
Certificação N.º: IECExBAS04.0018X
Ex nC IIC T4 (Ta = –40°C a 70°C)
Ui = 45 V CC no MÁX.
IP66
Condições especiais para a utilização segura (X)
O dispositivo não é capaz de suportar o teste de isolamento de 500 V estabelecido pela
Cláusula 6.8.1 da norma IEC 60079-15.
Combinações de Certificações
A etiqueta de certificação de aço inoxidável é fornecida quando é especificado o certificado de
aprovação opcional. Quando um dispositivo etiquetado com múltiplos tipos de aprovação for instalado, não deverá ser instalado novamente com quaisquer outros tipos de aprovação. Marque
permanentemente a etiqueta de aprovação para distingui-la das etiquetas com tipos de aprovação não utilizados.
K1
K2
K5
K6
K7
KA
KB
KC
KD
Combinação de E1, I1, N1 e ND
Combinação de E2 e I2
Combinação de E5 e I5
Combinação de E6 e I6
Combinação de E7, I7 e N7
Combinação de E1, I1, E6 e I6
Combinação de E5, I5, I6 e E6
Combinação de E5, E1, I5 e I1
Combinação de E5, I5, E6, I6, E1 e I1
23
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
DOC
24
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
25
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
Schedule
EC Declaration of Conformity RMD 1044 Rev. I
PED Directive (97/23/EC)
3051S series Pressure Transmitters
Model 3051S_CA4; 3051S_CD2, 3, 4, 5 (also with P9 option) Pressure Transmitters
QS Certificate of Assessment EC Certificate No. 59552-2009-CE-HOU-DNV
Module H Conformity Assessment
Evaluation standards: ANSI / ISA 61010-1:2004, EC 60770-1 1999
All other model 3051S Pressure Transmitters
Sound Engineering Practice
Transmitter Attachments: Diaphragm Seal - Process Flange - Manifold
Sound Engineering Practice
3051SF Series Flowmeters Pressure Transmitters
Model 3051SF FlowmeterTransmitters (See Table)
QS Certificate of Assessment - CE-41-PED-H1-RMT-001-04-USA
Module __ Conformity Assessment
Evaluation standards:
Model/Randge
3051SFA: 1500# & 2500# All Lines
3051SFA: Sensor Size 2 150# 6”to 24”Line
3051SFA: Sensor Size 2 300# 6”to 24”Line
3051SFA: Sensor Size 2 600# 6”to 16”Line
3051SFA: Sensor Size 2 600# 18”to 24”Line
3051SFA: Sensor Size 3 150# 12”to 44”Line
3051SFA: Sensor Size 3 150# 46”to 72”Line
3051SFA: Sensor Size 3 300# 12” to 72”Line
3051SFA: Sensor Size 3 600# 12”to 48”Line
3051SFA: Sensor Size 3 600# 60”to 72”Line
3051SFP: 150#, 300#, 600# 1-1/2”
3051SFP: 300# & 600# 1-1/2”
3051SFP: 1-1/2” Threaded & Welded
File ID: 3051S CE Marking
26
Page 3 of 5
PED Category
Group 1 Fluid
Group 2 Fluid
II
SEP
I
SEP
II
I
II
I
III
II
II
I
III
II
III
II
III
II
IV
III
I
SEP
II
I
II
I
K:\prodappr\EUCDOCS\3051S_RMD1044I(3).doc
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
27
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
28
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Declaração de Conformidade CE
N.º: RMD 1044 Rev. I
Nós,
Rosemount Inc.
8200 Market Boulevard
Chanhassen, MN 55317-9685
EUA
declaramos sob nossa única responsabilidade que os produtos
Transmissores de Pressão, Modelos da Série 3051S
Transmissores de Caudalímetro, Modelos da Série 3051SF
Caixas Modelo 300S
fabricado pela
Rosemount Inc.
12001 Technology Drive
Eden Prairie, MN 55344-3695
EUA
e
8200 Market Boulevard
Chanhassen, MN 55317-9687
EUA
relacionado com esta declaração, está em conformidade com as provisões das Directivas da
Comunidade Europeia, incluindo as mais recentes alterações, conforme ilustrado na lista
anexada.
A presunção da conformidade baseia-se na aplicação das normas harmonizadas e, quando
aplicável ou necessário, uma certificação do organismo notificado da Comunidade Europeia,
conforme ilustrado na lista anexada.
Vice-presidente, Qualidade
(cargo – letra de imprensa)
Timothy J. Layer
(nome – letra de imprensa)
17 de Dezembro de 2009
(data de emissão)
DOC
29
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
Lista
Declaração de Conformidade CE RMD 1044 Rev. I
Directiva CEM (2004/108/CE)
Todos os Modelos
Normas Harmonizadas: EN 61326-1:2006, EN 61326-2-3: 2006
Directiva R&TTE (1999/5/CE)
Todos os Modelos com “Código de Saída X” e “Frequência Operacional e Código de
Protocolo 1”
Normas Harmonizadas: EN 301 489-1: V 1.2.1 2002, EN 301 489-17: V1.4.1 2002
EN 60950-1: 2001, EN 300 328 V 1.6.1 (2004-11)
País
Bulgária
França
Itália
Noruega
Roménia
Restrição
Autorização geral necessária para utilização externa e serviço público
Utilização externa limitada a 10 mW e.i.r.p.
Se utilizado fora da sua propriedade, é necessária autorização geral
Pode estar restrito na área geográfica dentro de um raio de 20 km do centro de Ny-Alesund
Utilize numa base secundária. Licença individual necessária.
Todos os Modelos com “Código de Saída X” e “Frequência Operacional e Código de
Protocolo 3”
Normas Harmonizadas: EN 301 489-1: V 1.2.1 2002, EN 301 489-17: V1.4.1 2002,
EN 61010-1: 2001 Segunda Edição EN 300 328 V 1.6.1 (2004-11)
Todos os Modelos com “Código de Saída X” e “Frequência Operacional e Código de
Protocolo 3”
Com o código de opção Antena de Faixa Estendida “WM”
País
Restrição
Bulgária
França
Itália
Noruega
Roménia
ID do ficheiro: 3051S CE Marking
30
Autorização geral necessária para utilização externa e serviço público
Utilização externa limitada a 10 mW e.i.r.p.
Se utilizado fora da sua propriedade, é necessária autorização geral
Pode estar restrito na área geográfica dentro de um raio de 20 km do centro de Ny-Alesund
Utilize numa base secundária. Licença individual necessária.
Página 2 de 5
3051S_RMD1044I_por-eu.doc
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Lista
Declaração de Conformidade CE RMD 1044 Rev. I
Directiva PED (97/23/CE)
Transmissores de Pressão da Série 3051S
Transmissores de Pressão Modelos 3051S_CA4; 3051S_CD2, 3, 4, 5 (também com a
opção P9)
Certificado de Avaliação QS – Certificado CE 59552-2009-CE-HOU-DNV
Avaliação da Conformidade do Módulo H
Normas de Avaliação: ANSI / ISA 61010-1:2004, EC 60770-1 1999
Todos os outros Transmissores de Pressão Modelos 3051S
De acordo com as boas práticas de engenharia (Sound Engineering Practice)
Acessórios do Transmissor: Vedação de Diafragma – Flange do Processo – Colector
De acordo com as boas práticas de engenharia (Sound Engineering Practice)
Transmissores de Pressão, Caudalímetros da Série 3051SF
Transmissores de Caudalímetro Model 3051SF (consulte o quadro)
Certificado de Avaliação QS – CE-41-PED-H1-RMT-001-04-USA
Avaliação da Conformidade do Módulo __
Normas de Avaliação:
Modelo/gama
3051SFA: N.º 1500 e 2500 Todas as linhas
3051SFA: Tamanho do Sensor 2 n.º 150 Linha de 6" a 24"
3051SFA: Tamanho do Sensor 2 n.º 300 Linha de 6" a 24"
3051SFA: Tamanho do Sensor 2 n.º 600 Linha de 6" a 16"
3051SFA: Tamanho do Sensor 2 n.º 600 Linha de 18" a 24"
3051SFA: Tamanho do Sensor 3 n.º 150 Linha de 12" a 44"
3051SFA: Tamanho do Sensor 3 n.º 150 Linha de 46" a 72"
3051SFA: Tamanho do Sensor 3 n.º 300 Linha de 12" a 72"
3051SFA: Tamanho do Sensor 3 n.º 600 Linha de 12" a 48"
3051SFA: Tamanho do Sensor 3 n.º 600 Linha de 60" a 72"
3051SFP: 150#, 300#, 600# 1-1/2"
3051SFP: 300# & 600# 1-1/2"
3051SFP: 1-1/2" Com Rosca e Soldado
ID do ficheiro: 3051S CE Marking
Página 3 de 5
Categoria PED
Caudal Grupo 1
Caudal Grupo 2
II
SEP
I
SEP
II
I
II
I
III
II
II
I
III
II
III
II
III
II
IV
III
I
SEP
II
I
II
I
3051S_RMD1044I_por-eu.doc
31
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Série Rosemount 3051S
Lista
Declaração de Conformidade CE RMD 1044 Rev. I
Todos os outros Transmissores de Caudalímetro Modelos 3051SF
De acordo com as boas práticas de engenharia (Sound Engineering Practice)
Directiva ATEX (94/9/CE)
Transmissor de Pressão Modelo 3051S
BAS01ATEX1303X – Certificado de Segurança Intrínseca
Equipamento Grupo II, Categoria 1 G (Ex ia IIC T4)
Normas Harmonizadas: EN60079-0: 2006; EN60079-11: 2007
BAS01ATEX3304X – Certificado Tipo n
Equipamento Grupo II, Categoria 3 G (Ex nL IIC T5)
Normas Harmonizadas: EN60079-0: 2006; EN60079-15: 2005
BAS01ATEX1374X – Certificado contra Pós
Equipamento Grupo II, Categoria 1 D (Ex tD A20 IP66 T105°C)
Normas Harmonizadas: Normas utilizadas EN61241-0:2006; EN61241-1:2004
Baseefa04ATEX0181X – Certificado de Extracção Mineira
Equipamento Grupo I, Categoria M 1 (Ex ia I)
Normas Harmonizadas: EN60079-0: 2006; EN60079-11: 2007; EN50303: 2000
Baseefa05ATEX0193U – Certificado de Extracção Mineira: Componente
Equipamento Grupo I, Categoria M 1 (Ex ia I)
Normas Harmonizadas: EN60079-0: 2006; EN60079-11: 2007; EN50303: 2000
KEMA00ATEX2143X – Certificado à Prova de Chamas
Equipamento Grupo II, Categoria 1/2 G (Ex d IIC T5 ou T6)
Normas Harmonizadas: EN60079-0: 2006; EN60079-1: 2007; EN60079-26:2007
ID do ficheiro: 3051S CE Marking
32
Página 4 de 5
3051S_RMD1044I_por-eu.doc
Guia de Instalação Rápida
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Rosemount 3051S
Lista
Declaração de Conformidade CE RMD 1044 Rev. I
Organismo Notificado pela PED
Transmissores de Pressão da Série 3051S
Det Norske Veritas (DNV) [Número do Organismo Notificado: 0575]
Veritasveien 1, N-1322
Hovik, Noruega
Transmissores de Caudalímetro da Série 3051SF
Plant Safety Limited
Plant Safety Limited [Número do Organismo Notificado: 0041]
Parklands, Wilmslow Road, Didsbury
Manchester M20 2RE
Reino Unido
Organismos Notificados pela ATEX para o Certificado de Exame de Tipo CE
KEMA [Número do Organismo Notificado: 0344]
Utrechtseweg 310, 6812 AR Arnhem
P.O. Box 5185, 6802 ED Arnhem
Países Baixos
Postbank 6794687
Baseefa [Número do Organismo Notificado: 1180]
Rockhead Business Park, Staden Lane
Buxton, Derbyshire SK17 9RZ
Reino Unido
Organismo Notificado pela ATEX para Garantia de Qualidade
Baseefa [Número do Organismo Notificado: 1180]
Rockhead Business Park, Staden Lane
Buxton, Derbyshire SK17 9RZ
Reino Unido
ID do ficheiro: 3051S CE Marking
Página 5 de 5
3051S_RMD1044I_por-eu.doc
33
Guia de Instalação Rápida
Série Rosemount 3051S
34
00825-0313-4801, Rev AA
Julho de 2010
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertising