Samsung | H60 | Samsung H60 Manual do usuário

SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
H60
Manual do usuário
Volume 1
GARANTIA
A Samsung Medison fornece a seguinte garantia para o comprador deste equipamento. Esta garantia é válida pelo
prazo de um ano a partir da data de instalação e cobre todos os problemas causados por falhas de fabricação ou de
materiais. A Samsung Medison irá, como única e exclusiva solução e sem nenhum custo, substituir qualquer unidade
com defeito que retornar para a Samsung Medison dentro do prazo de garantia designado.
A garantia não cobre danos e perdas causados por fatores externos, incluindo, mas sem limitar-se a incêndios,
inundações, tempestades, maremotos, raios, terremotos, furtos, condições anormais de operação e destruição
intencional do equipamento. Não estão cobertos danos causados pelo deslocamento do equipamento.
A garantia é anulada em casos onde o equipamento foi danificado como resultado de um acidente, uso impróprio,
excesso de força, queda ou tentativa de modificar ou alterar qualquer parte ou o conjunto do equipamento.
Não serão substituídas partes com defeitos cosméticos ou deterioração.
Esta garantia não cobre a reposição de baterias, materiais de treinamento e suprimentos.
A Samsung Medison não será responsável por danos incidentais ou consequentes de qualquer tipo resultantes ou
vinculados ao uso do equipamento.
A Samsung Medison não será responsável por qualquer perda, dano ou lesão resultante do atraso devido a serviços
efetuados sob a garantia.
Esta garantia limitada substitui todas as outras garantias expressas ou implícitas, inclusive as garantias de
comercialização, capacidade ou aptidão para qualquer uso em particular.
Nenhum representante ou qualquer outra pessoa está autorizada a representar ou assumir pela Samsung Medison
qualquer obrigação de garantia além do que se encontra aqui estabelecido.
O equipamento com defeito transportado até a Samsung Medison deve ser empacotado nas caixas de papelão de
reposição. Os custos de seguro e transporte são de responsabilidade do cliente. Para devolver materiais com defeitos
para a Samsung Medison, contate o Departamento de Atendimento ao Consumidor da Samsung Medison.
A Samsung Medison ou um distribuidor local disponibilizarão, sob solicitação, diagramas de circuitos, listas
de componentes, descrições, instruções de calibração e outras informações que ajudarão seu pessoal técnico
apropriadamente qualificado a consertar essas partes do equipamento que serão designadas pela Samsung Medison
como reparáveis.
CUIDADO: a legislação federal dos Estados Unidos restringe a venda deste dispositivo para ou por solicitação de um
médico.
FABRICADO POR SAMSUNG MEDISON CO., LTD.
3366, Hanseo-ro, Nam-myeon, Hongcheon-gun, Gangwon-do, Korea
Serviço de Atendimento ao Cliente SAMSUNG MEDISON CO., LTD.
TEL: 82-2-2194-1234 FAX: 82-2-2194-1071
Site: www.samsungmedison.com
Representante EC
SAMSUNG ELECTRONICS (UK) LTD.
Blackbushe Business Park, Saxony Way, Yateley, Hampshire, GU46 6GG, UK
SAMSUNG ELETRÔNICA DA AMAZÔNIA LTDA
Avenida Guido Caloi, 1935 - Bloco A - 01° Andar - Jd São Luiz - São Paulo - SP - CEP 05804-900
Tel: 55-11-3003-0000
SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
Versão 2.00
H60
Manual do usuário
Português
INFORMAÇÕES DE PROPRIEDADE E LICENÇA DE SOFTWARE
O Cliente deverá manter confidenciais todas as informações de propriedade fornecidas ou reveladas pela
Samsung Medison ao Cliente, a menos que essas informações se tornem parte do domínio público por
algum motivo não relacionado ao Cliente. O Cliente não deverá usar essas informações de propriedade
sem o consentimento prévio por escrito da Samsung Medison para qualquer finalidade, exceto em casos
de manutenção, conserto ou operação dos bens.
Os equipamentos da Samsung Medison contêm o software de propriedade da Samsung Medison original
por máquina. A Samsung Medison retém todos os seus direitos, títulos e interesses no software, exceto
se a compra deste equipamento incluir uma licença para uso do software original por máquina nele
contido. O Cliente não deverá copiar, localizar, desmontar ou modificar o software. A transferência deste
equipamento pelo Cliente deverá constituir uma transferência desta licença que não é transferível de
nenhum outro modo. Em caso de cancelamento ou encerramento deste contrato ou devolução dos bens
por razões diferentes das do reparo ou da modificação, o Cliente deverá devolver à Samsung Medison
todas as informações de propriedade correspondentes.
Requisitos de segurança
„„
Classificações:
XX
Tipo de proteção contra choque elétrico: Classe I
XX
Grau de proteção contra choque elétrico (conexão do paciente): peça aplicada do tipo BF ou CF
XX
Grau de proteção contra entrada prejudicial de água: equipamento comum
XX
Grau de segurança de aplicação na presença de um material anestésico inflamável com ar,
oxigênio ou óxido nitroso: equipamento não adequado para uso na presença de uma mistura
anestésica inflamável com ar, oxigênio ou óxido nitroso
XX
Modo de operação: operação contínua
„„
Os padrões de segurança eletromecânica atendem a:
XX
Dispositivos eletromédicos, Parte 1: requisitos gerais para segurança básica e desempenho
essencial [IEC 60601-1:2005/A1:2012]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 1-2: requisitos gerais para segurança básica e desempenho
essencial - padrão colateral: compatibilidade eletromagnética - requisitos e testes
[IEC 60601-1-2:2007]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 1-6: requisitos gerais para segurança básica e desempenho
essencial - padrão colateral: usabilidade [IEC 60601-1-6:2010]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 2-37: requisitos específicos para segurança básica
e desempenho essencial dos dispositivos de diagnóstico médico ultrassônico e de
monitoramento [IEC 60601-2-37:2007]
XX
Dispositivos eletromédicos, Parte 1: requisitos gerais para segurança [IEC 60601-1:1988 com
A1:1991 e A2:1995]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 1-1: requisitos gerais de segurança - padrão colateral:
requisitos de segurança para sistemas elétricos médicos [IEC 60601-1-1:2000]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 1-2: requisitos gerais de segurança - padrão colateral:
compatibilidade eletromagnética – requisitos e teste [IEC 60601-1-2:2001, A1:2004]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 1-4: requisitos gerais de segurança - padrão colateral:
sistemas eletromédicos programáveis [IEC 60601-1-4:1996, A1:1999]
XX
Dispositivos eletromédicos, Partes 2-37: requisitos particulares para segurança - dispositivos de
diagnóstico médico ultrassônico e de monitoramento [IEC 60601-2-37:2001 com A1:2004,
A2:2005]
XX
Equipamentos médicos - Aplicação de gerenciamento de riscos a equipamentos médicos [ISO
14971:2007]
XX
Dispositivos eletromédicos, Parte 1: requisitos gerais para segurança [UL 60601-1:2003]
XX
Dispositivos eletromédicos – Parte 1: requisitos gerais para segurança [CAN/CSA C22.2 Nº 601.1M90:1990, com R2003, com R2005]
XX
Avaliação biológica de equipamentos médicos, Parte 1: avaliação e teste dentro de um processo
de gestão de risco [ISO 10993-1:2009]
XX
Meios padrão para relato da saída acústica dos dispositivos ultrassônicos de diagnóstico médico
[IEC 61157:2007]
„„
Declarações
A marca CSA com os indicadores “C” e “US” significa que o equipamento é certificado
para os mercados dos EUA e do Canadá, de acordo com os padrões aplicáveis dos
EUA e do Canadá.
Esta é a declaração do fabricante da conformidade do equipamento com a(s)
diretiva(s) da CEE aplicável(eis) e o órgão europeu de notificação.
Esta é a declaração do fabricante da conformidade do equipamento com a(s)
diretiva(s) da CEE aplicável(eis).
Este é o símbolo de GMP (Good Manufacturing Practice) do regulamento de sistema
de qualidade de Boas Práticas de Produção da Coreia.
Precauções para o uso
Você deve estar familiarizado com todas essas áreas antes de usar este manual ou seu equipamento de
ultrassom.
„„
Mantenha este manual do usuário próximo do equipamento como referência ao usar o equipamento.
„„
Para o uso seguro deste equipamento, leia o ‘Capítulo 1. Segurança’ e o ‘Capítulo 4. Manutenção’ deste
manual antes de começar a usar este equipamento.
„„
Este manual não inclui resultados de diagnóstico ou opiniões. Além disso, confira a referência de medida
utilizada para os resultados obtidos em cada aplicação antes do diagnóstico final.
„„
Este equipamento é um scanner de ultrassom e não pode ser usado a partir do PC de um usuário. Não
nos responsabilizamos por erros que ocorram devido à execução do software do equipamento no PC de
um usuário.
„„
Só médicos ou pessoas supervisionadas por médicos devem usar este equipamento. Pessoas não
qualificadas não devem operar este equipamento.
„„
O fabricante não se responsabiliza por nenhum dano causado neste equipamento devido a descuido e/
ou negligência por parte do usuário.
„„
Observe que os pedidos se baseiam nas especificações acordadas individualmente e podem não conter
todos os recursos listados no manual do usuário.
„„
Pode acontecer de alguns recursos, funções opcionais ou transdutores NÃO estarem disponíveis em
alguns países.
„„
Todas as referências a normas / regulamentações e suas revisões são válidas no momento da publicação
do manual do usuário.
„„
As imagens no manual do usuário são somente para fins ilustrativos e poderão ser diferentes do
apresentado na tela ou dispositivo.
„„
As informações contidas neste manual do usuário estão sujeitas a alteração sem aviso prévio.
„„
Os produtos não fabricados pela Samsung Medison são comercializados com a marca comercial de seus
respectivos detentores de direitos autorais.
„„
As seções abaixo descrevem precauções essenciais necessárias para evitar perigos.
PERIGO: não seguir estas instruções pode resultar em morte, lesões graves ou outras situações
perigosas.
AVISO: siga estas instruções para evitar um acidente grave ou danos à propriedade.
CUIDADO: riscos ou práticas inseguras que possam resultar em lesões corporais de pequeno porte
ou danos à propriedade.
NOTA: informações sobre como instalar, operar, fazer manutenção ou armazenar o equipamento
às quais o usuário deve prestar atenção.Estas informações não estão diretamente relacionadas a
situações perigosas.
Histórico de revisão
Segue abaixo o histórico de revisão deste manual.
VERSÃO
DATA
NOTA
v2.00.00-01
2014.08.27
Versão inicial
Atualização de equipamento e Configuração manual
As atualizações deste equipamento podem incluir atualizações de componentes do hardware ou do
software. As versões revisadas deste manual serão publicadas para mostrar todas as atualizações do
equipamento.
Certifique-se de que o seu manual do usuário é apropriado à versão do equipamento. Caso não seja,
entre em contato com o Departamento de serviço ao consumidor da Samsung Medison.
Se você precisar de auxílio
Se você precisar de qualquer tipo de assistência com o equipamento, ou do manual de manutenção,
entre em contato com o Departamento de atendimento ao cliente da Samsung Medison ou com um
dos representantes regionais imediatamente.
Sumário
Sumário – Volume 1
Capítulo 1 Segurança
Indicação de uso......................................................................................................................... 1-3
Contraindicações................................................................................................................................................................ 1-3
Informações de segurança........................................................................................................ 1-4
Símbolos de segurança.................................................................................................................................................... 1-4
Símbolos................................................................................................................................................................................. 1-5
Etiquetas................................................................................................................................................................................. 1-6
Segurança elétrica...................................................................................................................... 1-7
Prevenção de choque elétrico....................................................................................................................................... 1-7
Informações relacionadas ao ECG................................................................................................................................ 1-8
ESD (Descarga Eletrostática)........................................................................................................................................... 1-9
EMI (INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA)............................................................................................................... 1-9
EMC (COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA).....................................................................................................1-10
Segurança mecânica................................................................................................................ 1-18
Transporte do equipamento........................................................................................................................................1-18
Precauções para o uso....................................................................................................................................................1-19
Segurança biológica................................................................................................................. 1-21
O princípio ALARA............................................................................................................................................................1-21
Proteção ao meio ambiente................................................................................................... 1-37
Descarte de equipamentos elétricos e eletrônicos ............................................................................................1-37
Capítulo 2 Introdução
Especificações do equipamento.............................................................................................. 2-3
Configuração do equipamento................................................................................................ 2-6
O monitor............................................................................................................................................................................... 2-7
O painel de controle.......................................................................................................................................................... 2-9
A unidade básica ..............................................................................................................................................................2-16
Dispositivos periféricos...................................................................................................................................................2-18
Transdutores.......................................................................................................................................................................2-21
Acessórios............................................................................................................................................................................2-22
Funções opcionais............................................................................................................................................................2-23
15
Manual do usuário
Capítulo 3 Utilitários
ECG................................................................................................................................................. 3-3
Configurações do equipamento.............................................................................................. 3-5
Configurações gerais do equipamento...................................................................................................................... 3-5
Geral......................................................................................................................................................................................... 3-6
Pacte......................................................................................................................................................................................... 3-9
Configurações de exibição na tela (imagem).........................................................................................................3-11
Comum.................................................................................................................................................................................3-11
Aplicação/Ajuste...............................................................................................................................................................3-13
Configurações de medida.............................................................................................................................................3-15
Report (Relatório)..............................................................................................................................................................3-32
Anatom.................................................................................................................................................................................3-33
Comentários........................................................................................................................................................................3-34
Anotação..............................................................................................................................................................................3-35
Marc corpo...........................................................................................................................................................................3-39
Aplicação..............................................................................................................................................................................3-43
Personalizar.........................................................................................................................................................................3-45
Menu de toque..................................................................................................................................................................3-49
Configurações de equipamentos periféricos.........................................................................................................3-50
Dispositivo...........................................................................................................................................................................3-51
Configurações de conectividade ...............................................................................................................................3-52
Configurações DICOM ....................................................................................................................................................3-52
Configurações de rede....................................................................................................................................................3-64
Serviço...................................................................................................................................................................................3-65
Ajuda......................................................................................................................................................................................3-65
Capítulo 4 Manutenção e armazenamento
Ambiente operacional............................................................................................................... 4-3
Manutenção do equipamento................................................................................................. 4-4
Limpeza e desinfecção...................................................................................................................................................... 4-4
Troca de fusível.................................................................................................................................................................... 4-7
Limpeza dos filtros de ar.................................................................................................................................................. 4-8
Verificações da precisão................................................................................................................................................... 4-8
Manutenção da informação..................................................................................................... 4-9
Backup das configurações do usuário........................................................................................................................ 4-9
Backup das informações do paciente......................................................................................................................... 4-9
Software................................................................................................................................................................................. 4-9
16
Sumário
Capítulo 5 Transdutores
Transdutores................................................................................................................................ 5-3
Gel de transmissão do ultrassom................................................................................................................................5-15
Utilizacao de protetores.................................................................................................................................................5-16
Precauções de segurança do transdutor.................................................................................................................5-17
Limpeza e desinfecção do transdutor.......................................................................................................................5-19
Biópsia......................................................................................................................................... 5-31
Componentes do kit de biópsia..................................................................................................................................5-31
Uso do kit de biópsia.......................................................................................................................................................5-32
Montagem do kit de biópsia........................................................................................................................................5-34
Limpeza e desinfecção do kit de biópsia.................................................................................................................5-38
**Manual de Referência
Um Manual de Referência (em inglês) acompanha este equipamento.
17
Capítulo
1
Segurança
‹‹Indicação de uso...............................................1-3
Contraindicações......................................................................1-3
‹‹Informações de segurança..............................1-4
Símbolos de segurança..........................................................1-4
Símbolos......................................................................................1-5
Etiquetas......................................................................................1-6
‹‹Segurança elétrica............................................1-7
Prevenção de choque elétrico.............................................1-7
Informações relacionadas ao ECG......................................1-8
ESD (Descarga Eletrostática)................................................1-9
EMI (INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA)....................1-9
EMC (COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA)...........1-10
‹‹Segurança mecânica..................................... 1-18
Transporte do equipamento..............................................1-18
Precauções para o uso..........................................................1-19
‹‹Segurança biológica...................................... 1-21
O princípio ALARA.................................................................1-21
‹‹Proteção ao meio ambiente......................... 1-37
Descarte de equipamentos elétricos e eletrônicos ..1-37
Capítulo 1 Segurança
Uso previsto
O equipamento de diagnóstico por ultrassom H60 e os transdutores foram projetados para o
diagnóstico por imagem em ultrassom e para análise de fluidos do corpo humano.
As aplicações clínicas incluem: fetal, abdominal, pediatria, pequenas partes, cefálico neonatal, cefálico
adulto, transrretal, transvaginal, músculo-esquelético (convencional, superficial), cardíaco adulto,
cardíaco pediátrico e vaso periférico.
NOTA: Para obter informações detalhadas sobre aplicações e predefinições, consulte o 'Capítulo 2.
Introdução' e o 'Capítulo 5. Transdutores' neste manual do usuário.
Contraindicações
Esse produto não deve ser usado para aplicações oftalmológicas ou qualquer outro uso que envolve a
passagem do feixe de ultrassom pelo globo ocular.
CUIDADO:
XX
A legislação federal restringe a venda deste dispositivo para ou por solicitação de um médico.
Favor manter este manual do usuário próximo ao equipamento como uma referência ao usar o
equipamento.
XX
A classificação de aplicação ou uso do dispositivo é descrita no manual, nos Capítulo 6, Início do
diagnóstico e no Capítulo 7, Modos de diagnóstico.
1-3
Manual do usuário
Informações de segurança
Leia as informações de segurança a seguir antes de usar este equipamento. Ele é relevante ao
equipamento de ultrassom, aos transdutores, aos dispositivos de gravação e a qualquer um dos
dispositivos opcionais.
O equipamento deve ser usado por, ou com a ordem de, e sob supervisão de um médico qualificado
para o uso direto do dispositivo médico.
Símbolos de segurança
A International Electro Technical Commission (IEC) estabeleceu um conjunto de símbolos para os
equipamentos médicos eletrônicos, os quais classificam uma conexão ou avisam sobre perigos
potenciais. As classificações e os símbolos são mostrados abaixo.
Símbolos
1-4
Description (Descrição)
Símbolos
Description (Descrição)
AVISO: é necessário seguir as
informações que acompanham o
equipamento para evitar acidentes
graves e/ou danos.
Porta de entrada/saída de dados
CUIDADO: as informações que
acompanham o equipamento ajudam a
evitar pequenos acidentes e/ou danos à
propriedade.
Porta de entrada
Consulte o manual do usuário.
Porta de saída
Siga o manual do usuário.
Saída remota da impressão
CUIDADO: risco de choque elétrico
Porta do pedal
Peça aplicada Tipo BF (Classificação
baseada no grau de proteção contra
choque elétrico)
Porta ECG
Peça aplicada Tipo CF à prova de
desfibrilação (Classificação baseada no
grau de proteção contra choque elétrico)
Porta USB
Ligado/Desligado
Porta de rede
Capítulo 1 Segurança
Símbolos
Description (Descrição)
Símbolos
Description (Descrição)
Ligado
Porta de microfone
Desligado
Porta do transdutor
Ligado para parte do equipamento
Protegido contra gotas de água que
caem na vertical
Desligado para parte do equipamento
Protegido contra os efeitos da imersão
temporária em água
Fonte de alimentação de corrente
alternada
Protegido contra os efeitos da imersão
contínua em água
Fonte de alimentação de corrente
contínua
CUIDADO: dispositivos sensíveis à
eletrostática (ESD)
Tensão perigosa (Indica tensões
perigosas acima de 1000 VCA ou de
1500 VCC)
Não sente sobre o equipamento.
Aterramento de proteção
Não empurre o equipamento.
Equipotencialidade
Não se apoie sobre o equipamento.
Porta de saída de dados
Cuidado com o espaço. Não coloque os
dedos e/ou qualquer parte do corpo no
espaço.
Porta de entrada de dados
Símbolos
Símbolos
Descrição
Representante autorizado na
Comunidade Europeia
Símbolos
Descrição
Fabricante
1-5
Manual do usuário
Etiquetas
As etiquetas de aviso e cuidado com informações e instruções sobre a proteção do equipamento estão
localizadas na parte externa do equipamento.
1-6
Capítulo 1 Segurança
Segurança elétrica
Este equipamento foi classificado como sendo um dispositivo de Classe I com peças aplicadas do Tipo
BF ou Tipo CF (ECG).
CUIDADO:
XX
Com relação aos requisitos nos EUA, a CORRENTE DE FUGA pode ser medida a partir de um circuito
com tomada central quando o equipamento for conectado a um equipamento de alimentação de
240 V nos Estados Unidos.
XX
Para ajudar a garantir a confiabilidade do aterramento, conecte a uma tomada com aterramento “de
classificação hospitalar” ou “somente hospital”.
Prevenção de choque elétrico
Os dispositivos adicionais conectados a dispositivos eletromédicos devem obedecer aos padrões IEC
correspondentes (por exemplo, IEC 60950/EN 60950 para dispositivos de processamento de dados
e IEC 60601-1/EN 60601-1 para equipamentos médicos). Além disso, todas as configurações devem
atender aos requisitos de equipamentos eletromédicos (consulte o IEC 60601-1-1/EN 60601-1-1).
Qualquer pessoa que conectar dispositivos adicionais para sinalizar as portas de entrada e de saída de
dispositivos eletromédicos deverá verificar se os dispositivos estão em conformidade com o IEC 606011-1/EN 60601-1-1.
AVISO:
XX
Poderá haver choques elétricos se este equipamento, incluindo todos os seus dispositivos de
monitoramento e gravação montados externamente, não estiver adequadamente aterrado.
XX
Jamais abra a tampa do equipamento. Existem tensões perigosas no interior. Todos os ajustes e substituições
devem ser feitos por pessoal qualificado do Departamento de suporte ao cliente da Samsung Medison.
XX
Sempre verifique o gabinete, cabos, fios e tomadas do equipamento antes de usá-lo. Desconecte a fonte
de alimentação e não use o equipamento se o gabinete estiver danificado apresentando, por exemplo,
rachados ou descascados ou se um cabo estiver gasto.
XX
Desconecte sempre o equipamento da tomada da parede antes de limpá-lo.
XX
Todos os dispositivos de contato com o paciente, como transdutores e conectores ECG, devem ser
removidos antes da aplicação de pulso de desfibrilação de alta tensão.
XX
O uso de gás anestésico inflamável ou de gases oxidantes (N2O) deve ser evitado. Existe risco de explosão.
XX
Evite instalar o equipamento de forma que fique difícil para o operador desconectá-lo da fonte de alimentação.
XX
Não use junto com dispositivos cirúrgicos de HF (High Frequency - Alta Frequência). Dispositivos
cirúrgicos de HF podem ser danificados, o que poderá resultar em incêndio.
XX
O equipamento deve ser conectado somente a rede elétrica com aterramento de proteção para evitar o
risco de choque elétrico.
1-7
Manual do usuário
CUIDADO:
XX
O equipamento foi projetado para tensões entre 100 a 240 VCA. Você deve selecionar a tensão
de entrada das impressoras conectadas e do VCR. Antes de conectar um cabo de alimentação
de periférico, verifique se a tensão indicada no cabo corresponde à tensão nominal do
dispositivo periférico.
XX
Um transformador de isolamento protege o equipamento contra picos de energia. O
transformador de isolamento continua funcionando quando o equipamento está em espera.
XX
Não mergulhe o cabo em líquidos. Os cabos não são à prova d'água.
XX
Verifique se a parte interna do sistema não está exposta a líquidos ou inundada. Nesses casos,
podem ocorrer incêndio, choque elétrico, ferimentos ou danos ao produto.
XX
As tomadas instaladas neste equipamento têm potência de 100 a 240 VCA com uma carga
máxima de 150 VA. Use essas tomadas somente para fornecer energia a equipamentos
projetados para serem parte do equipamento de ultrassom. Não conecte tomadas com várias
saídas ou cabos de extensão adicionais ao equipamento.
XX
Não conecte nenhum dispositivo periférico que não esteja relacionado neste manual à tomada
auxiliar instalada neste equipamento. Isso pode causar um risco elétrico.
XX
Não toque no SIP/SOP e no paciente ao mesmo tempo. Há um risco de choque elétrico devido
à corrente de fuga.
Informações relacionadas ao ECG
AVISO:
XX
Este equipamento não foi projetado para fornecer uma função de monitoramento de ECG
primária e, sendo assim, não visa indicar um eletrocardiógrafo inoperante.
XX
Não use eletrodos ECG com dispositivos cirúrgicos de HF (High Frequency - Alta Frequência).
Dispositivos cirúrgicos de HF podem ser danificados, o que poderá resultar em incêndio.
XX
Não use eletrodos ECG durante procedimentos de marcapasso ou nenhum outro procedimento
que envolva outros tipos de estimuladores elétricos.
XX
Não use cabos e eletrodos ECG em uma sala de cirurgia.
1-8
Capítulo 1 Segurança
ESD (Descarga Eletrostática)
A descarga eletrostática (ESD), comumente conhecida como choque estático, é um fenômeno que
ocorre naturalmente. A ESD é mais predominante durante condições de baixa umidade, que pode
ser causada pelo uso de aquecedor ou ar-condicionado. O choque estático ou ESD é uma descarga
de energia elétrica acumulada de uma pessoa carregada em outra pessoa ou objeto com pouca ou
nenhuma carga. Uma ESD ocorre quando uma pessoa com energia elétrica acumulada entra em
contato com objetos condutores, como maçanetas metálicas, armários, computadores e até mesmo
outras pessoas.
CUIDADO:
XX
O nível de energia elétrica descarregada de um usuário do equipamento ou paciente para
um equipamento de ultrassom pode ser significativo o suficiente a ponto de causar danos ao
equipamento ou aos transdutores.
XX
Sempre realize os procedimentos preventivos de pré-ESD (DESCARGA ELETROSTÁTICA) antes de
usar conectores marcados com a etiqueta de aviso de ESD.
−− Aplique spray antiestático em carpetes ou linóleo.
−− Use tapetes antiestáticos.
−− Fixe o equipamento à mesa ou à cama do paciente.
XX
É altamente recomendável que o usuário tenha treinamento nos símbolos de aviso relacionados
à ESD e nos procedimentos preventivos.
EMI (INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA)
Embora este equipamento tenha sido fabricado em conformidade com os requisitos de EMI
(interferência eletromagnética) existentes, o uso deste equipamento na presença de um campo
eletromagnético pode causar a degradação da imagem de ultrassom ou danos ao equipamento.
Se isso ocorrer com frequência, a Samsung Medison sugere uma revisão do ambiente onde o
equipamento está sendo usado para identificar possíveis fontes de emissões radiadas. Essas emissões
podem ser geradas por dispositivos elétricos usados dentro da mesma sala ou em uma sala próxima.
Dispositivos de comunicação, como telefones celulares e pagers, podem causar essas emissões. A
existência de rádios, TVs ou equipamentos de transmissão de micro-ondas nas proximidades também
pode causar interferência.
CUIDADO: Nos casos em que houver EMI causando interferências, talvez seja necessário relocalizar
este equipamento.
1-9
Manual do usuário
EMC (COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA)
O teste de EMC (COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA) deste equipamento foi realizado de acordo
com o padrão internacional para EMC em dispositivos médicos (IEC 60601-1-2). Esse padrão IEC foi
adotado na Europa como a norma europeia (EN 60601-1-2).
Guia e declaração do fabricante – emissão eletromagnética
Este equipamento deve ser usado no ambiente eletromagnético especificado abaixo. O cliente ou
usuário deste equipamento deve assegurar seu uso nesse ambiente.
Teste de emissão
Emissão de RF
CISPR 11
Grupo 1
Emissão de RF
CISPR 11
Classe A
Emissão harmônica
IEC 61000-3-2
Classe A
Emissão oscilante
IEC 61000-3-3
1-10
Conformidade
Em conformidade
Ambiente eletromagnético - orientação
O equipamento de ultrassom usa a energia de RF apenas
para suas funções internas. Portanto, suas emissões de RF são
muito baixas e não devem causar nenhuma interferência em
equipamentos eletrônicos próximos.
O equipamento de ultrassom é apropriado para uso em todos
os estabelecimentos. Isso inclui estabelecimentos domésticos
e aqueles conectados diretamente à rede de energia elétrica
pública de baixa tensão que abastece edifícios usados para
fins residenciais, desde que seja levado em consideração o
aviso a seguir:
Aviso: este equipamento é para uso exclusivo de profissionais
de saúde. Este equipamento pode provocar interferência de
rádio ou interromper a operação de dispositivos próximos.
Pode ser necessário tomar medidas de atenuação, como
reorientar ou reposicionar o equipamento de ultrassom ou
blindar o local.
Capítulo 1 Segurança
Cabos, transdutores e periféricos aprovados para EMC
„„
Cabos
Os cabos conectados a este equipamento podem afetar suas emissões. Use apenas os tipos de
cabo e os comprimentos relacionados na tabela abaixo.
Cabo
Tipo
Comprimento
VGA
Blindado
Normal
USB
Blindado
Normal
LAN(RJ45)
Par trançado
Qualquer um
S-Vídeo
Blindado
Normal
Pedal
Blindado
2,99m
e-Motion Marker
Blindado
< 3m
Áudio D/E
Blindado
Normal
Paralelo
Blindado
Normal
HDMI
Blindado
Normal
„„
Transdutores
O transdutor de imagem usado com este equipamento pode afetar sua emissão. O transdutor
listado no "Capítulo 5. Transdutores", quando usado com este equipamento, foi testado segundo a
conformidade com a emissão de Classe A do grupo 1, segundo exigência do padrão internacional
CISPR 11.
„„
Periféricos
Os periféricos usados com este equipamento podem afetar suas emissões.
CUIDADO: Ao conectar ao equipamento outros acessórios fornecidos pelo cliente, é da
responsabilidade do usuário assegurar a compatibilidade eletromagnética do equipamento.
AVISO: O uso dos cabos, transdutores e periféricos diferentes dos especificados pode resultar em
maiores emissões ou menor imunidade do equipamento de ultrassom.
1-11
Manual do usuário
Teste de imunidade
Descarga
eletrostática (ESD)
IEC 60601 nível de teste
Nível de conformidade
Contato ±6 KV
Contato ±6 KV
Ar ±8 KV
Ar ±8 KV
±2 KV
para linhas da rede
elétrica
±1 KV
para linhas de entrada/
saída
±2 KV
para linhas da rede
elétrica
±1 KV
para linhas de entrada/
saída
Pico
±1KV modo diferencial
±1KV modo diferencial
IEC 61000-4-5
±2KV modo comum
±2KV modo comum
<5% Uт para 0,5 ciclo
(>95% de queda em Uт)
<5% Uт para 0,5 ciclo
(>95% de queda em Uт)
40% Uт para 5 ciclos
(60% de queda em Uт)
40% Uт para 5 ciclos
(60% de queda em Uт)
70% Uт para 25 ciclos
(30% de queda em Uт)
70% Uт para 25 ciclos
(30% de queda em Uт)
<5% Uт para 5 s
(<95% de queda em Uт)
<5% Uт para 5 s
(<95% de queda em Uт)
3 A/m
3 A/m
IEC 61000-4-2
Teste de transiente
rápido/emissão
IEC 61000-4-4
Quedas,
interrupções e
variações de tensão
em linhas de
entrada de energia
elétrica
IEC 61000-4-11
Frequência de
potência (50/60Hz)
campo magnético
IEC 61000-4-8
Ambiente eletromagnético
- orientação
Os pisos devem ser de
madeira, concreto ou
azulejo de cerâmica.
Se os pisos estiverem
cobertos com material
sintético, a umidade
relativa deve ser de pelo
menos 30%.
A qualidade da rede
elétrica deve ser igual à de
um ambiente comercial ou
hospitalar comum.
A qualidade da rede
elétrica deve ser igual à de
um ambiente comercial ou
hospitalar comum.
A qualidade da rede
elétrica deve ser igual à de
um ambiente comercial
ou hospitalar comum.
Se o usuário deste
equipamento precisar de
funcionamento contínuo
durante interrupções da
rede elétrica, recomendase que este equipamento
seja alimentado por uma
fonte de alimentação
ininterrupta ou bateria.
Os campos magnéticos
da frequência de potência
devem estar nos níveis
característicos de um local
comum em um ambiente
comercial ou hospitalar
normal.
OBSERVAÇÃO: Uт é a tensão da rede de CA antes da aplicação do nível de teste.
1-12
Capítulo 1 Segurança
Teste de
imunidade
RF conduzida
IEC 61000-4-6
IEC 60601
Nível de
teste
3 Vrms
150 kHz
a 80 MHz
Nível de
conformidade
3 V
Ambiente
eletromagnético - orientação
Os dispositivos de comunicação de RF portáteis
e móveis devem ser separados do equipamento
de ultrassom, inclusive cabos, a uma distância
recomendada calculada da equação aplicável à
frequência do transmissor.
Distância de separação recomendada
RF radiada
IEC 61000-4-3
3 V/m
80 MHz
a 2,5 GHz
3 V/m
80 MHz a 800 MHz
800 MHz a 2,5 GHz
em que P é a potência máxima de saída nominal
do transmissor em watts (W) de acordo com o
fabricante do transmissor e d é a distância de
separação recomendada em metros (m).
As intensidades de campo dos transmissores de RF
fixos, conforme determinação por uma avaliação
de campo eletromagnético, a devem ser menores
que os níveis de conformidade em cada faixa de
frequência. b
Talvez haja interferência nas proximidades de
equipamentos marcados com o seguinte símbolo:
OBSERVAÇÃO 1: A 80 MHz e 800 MHz, aplica-se a faixa de frequência mais elevada.
OBSERVAÇÃO 2: Essas diretrizes podem não ser aplicáveis a todas as situações. A propagação
eletromagnética é afetada pela absorção e reflexo de estruturas, objetos e pessoas.
s intensidades de campo de transmissores fixos, como estações base para radiotelefones (celulares/
A
telefones sem fio) e rádios móveis terrestres, radioamadores, transmissão televisiva e de rádio AM
e FM não podem ser previstas com precisão teoricamente. Deve ser considerada uma avaliação
eletromagnética para estimar o ambiente eletromagnético correspondente aos transmissores de
RF fixos. Se a intensidade de campo medida no local onde o equipamento de ultrassom é usado
ultrapassar o nível de conformidade de RF aplicável mencionado acima, o equipamento de ultrassom
deve ser observado para verificar o funcionamento normal. Se for observado um desempenho
anormal, poderá ser necessário tomar medidas adicionais, como a reorientação ou a relocação do
equipamento de ultrassom ou o uso de um local blindado com eficiência maior de blindagem de RF
(Rádio Frequência) e atenuação de filtro.
b
N
a faixa de frequência de 150 kHz a 80 MHz, as intensidades de campo devem ser inferiores a 3 V/m.
a
1-13
Manual do usuário
Distância recomendada entre um dispositivo de comunicação sem fio e
este produto
Este equipamento foi projetado para uso em um ambiente eletromagnético onde as interferências
de RF (Rádio Frequência) radiadas estejam controladas. O cliente ou o usuário deste equipamento
pode ajudar a prevenir a interferência eletromagnética mantendo uma distância mínima entre este
equipamento e os dispositivos de comunicação portáteis e móveis de RF (transmissores), conforme a
recomendação abaixo, de acordo com a potência máxima de saída do dispositivo de comunicação.
Distância da separação dependendo da frequência do transmissor [m]
Potência máxima de
saída do transmissor
[W]
150 kHz a 80 MHz
80 MHz a 800 MHz
800 MHz a 2,5 GHz
0,01
0,12
0,12
0,23
0,1
0,38
0,38
0,73
1
1,2
1,2
2,3
10
3,8
3,8
7,3
100
12
12
23
Para transmissores medidos à potência de saída máxima não listada acima, a distância de separação
recomendada d em metros (m) pode ser estimada usando-se a equação aplicável à frequência do
transmissor, em que p é a medida de potência máxima de saída do transmissor em watts (W) de acordo com
o fabricante do transmissor.
OBSERVAÇÃO 1: a 80 MHz e 800 MHz, aplica-se a distância de separação para a faixa de frequência mais
elevada.
OBSERVAÇÃO 2: essas diretrizes podem não ser aplicáveis a todas as situações. A propagação
eletromagnética é afetada pela absorção e reflexo de estruturas, objetos e pessoas.
1-14
Capítulo 1 Segurança
Ambiente eletromagnético – orientação
Recomenda-se que o equipamento de ultrassom seja usado em locais blindados com eficiência de
blindagem de RF (Rádio Frequência), com cabos blindados. O campo de força fora do local blindado
proveniente de transmissores de RF (Rádio Frequência) fixos, conforme determinação de uma
avaliação eletromagnética em campo, deve ser inferior a 3 V/m.
É essencial que a eficiência da blindagem real e o filtro de atenuação do local blindado sejam
verificados para assegurar que atendam à especificação mínima.
CUIDADO: Se o equipamento estiver conectado a outro dispositivo fornecido pelo cliente,
como uma rede de comunicação local (LAN), a Samsung Medison não poderá garantir que
o equipamento remoto funcionará corretamente na presença do fenômeno de emissão
eletromagnética.
1-15
Manual do usuário
Impedimento da interferência eletromagnética
A interferência normal em equipamentos de diagnóstico por imagem de ultrassom varia de acordo
com o fenômeno eletromagnético. Consulte a tabela a seguir:
Modo de
diagnóstico por
imagem
ESD1
Com transdutores de
diagnóstico por imagem
setoriais, faixas radiais
brancas ou piscadas nas
linhas centrais da imagem.
2D
M
Cor
Doppler
RF2
Alteração do modo
de operação,
configurações do
equipamento ou
redefinição do
equipamento.
Piscadas rápidas na
imagem exibida ou
gravada.
Com transdutores lineares,
faixas verticais brancas,
algumas vezes mais
pronunciadas nas laterais da
imagem.
Linha de potência3
Pontos brancos, traços, linhas
diagonais, linhas diagonais
próximas ao centro da
imagem.
Aumenta o ruído na imagem
ou as linhas brancas no Modo
M.
Pontos brancos, traços, linhas
diagonais ou aumento do
ruído de fundo na imagem.
Pontos coloridos, faixas
radiais ou verticais, aumento
do ruído de fundo ou
alterações na imagem
colorida.
Pontos coloridos, pontos,
traços ou alterações no nível
de ruído colorido.
Linhas horizontais em
exibições ou tons espectrais,
ruído anormal no áudio ou
ambos.
Linhas verticais em
exibições ou tons espectrais,
estampidos no áudio ou
ambos.
1. ESD causada pela descarga da carga elétrica que se estabelece em superfícies ou pessoas isoladas.
2. A energia de RF de equipamento transmissor de RF, como fones portáteis, rádios portáteis, dispositivos semfio, rádio e TV comerciais etc.
3. A interferência conduzida em linhas de alimentação ou cabos conectados, causada por outros equipamentos
como fontes de alimentação com interruptores, controles elétricos ou fenômenos naturais, como raios.
Um dispositivo médico pode gerar ou receber interferência eletromagnética. Os padrões EMC
descrevem testes para interferências emitidas e recebidas.
Os equipamentos de ultrassom da Samsung Medison não geram interferência eletromagnética além
dos níveis padrões mencionados para esse dispositivos.
1-16
Capítulo 1 Segurança
Um equipamento de ultrassom é projetado para receber sinais de radiofrequência e, por isso, é
suscetível à interferência gerada por fontes de energia de RF (Rádio Frequência). Exemplos de outras
fontes de interferência são dispositivos médicos, equipamentos de tecnologia da informação e torres
de transmissão de rádio e televisão. O rastreamento da fonte de interferência radiada pode ser uma
tarefa difícil. Os clientes devem considerar o seguinte ao tentar localizar a fonte:
XX
A interferência é intermitente ou constante?
XX
A interferência aparece somente com um transdutor operando na mesma frequência ou com
vários transdutores?
XX
Dois transdutores diferentes que operam na mesma frequência apresentam o mesmo
problema?
XX
A interferência está presente quando o equipamento é deslocado para um local diferente do
estabelecimento?
As respostas para essas perguntas ajudarão a determinar se o problema está no equipamento ou no
ambiente da varredura. Depois de responder as perguntas, entre em contato com o departamento
de serviço ao cliente da Samsung Medison local.
1-17
Manual do usuário
Segurança mecânica
Transporte do equipamento
AVISO: O equipamento pesa mais de 100 kg. Seja ainda mais cauteloso quando transportá-lo. O
transporte negligente do equipamento poderá causar danos ao mesmo ou ferimentos corporais.
„„
Antes de transportar o equipamento, verifique se os freios das rodas foram destravados. Verifique
também se o braço do monitor foi completamente retraído para que se mantenha em uma posição fixa.
„„
Sempre use as alças na parte posterior da unidade básica e mova o equipamento lentamente.
Este equipamento foi criado para resistir a choques. No entanto, choques excessivos, por exemplo, se o
equipamento cair no chão, podem causar graves danos.
Se o equipamento operar de maneira anormal após o reposicionamento, entre em contato com o
departamento de atendimento ao cliente da Samsung Medison.
Trava de pé
Os freios são instalados nas rodas da unidade básica. Para travar os freios, pressione a parte inferior
do freio com o pé. Para destravá-los, pressione a parte com a etiqueta OFF (Desligar), no topo do
freio, com o pé.
É possível usar os freios para controlar o movimento do equipamento. Recomendamos que você
trave os freios quando estiver usando o equipamento.
Precauções em rampas
Sempre verifique se o painel de controle está de frente para a direção do movimento.
AVISO: Tome cuidado com as rodas giratórias, especialmente quando estiver movendo o
equipamento. A Samsung Medison recomenda que você tome cuidado ao mover o equipamento
em rampas.
Deixar o equipamento parado em uma superfície inclinada sem supervisão pode fazê-lo tombar,
mesmo se ele foi preso com a trava de pé. Não deixe o equipamento parado em rampas.
1-18
Capítulo 1 Segurança
Precauções para o uso
CUIDADO:
XX
Não pressione excessivamente o painel de controle.
XX
Jamais tente modificar o equipamento de forma alguma.
XX
Verifique a segurança operacional ao usar o equipamento após uma longa interrupção no
serviço.
XX
Garanta que nenhum outro objeto, como pedaços de metal, entre no equipamento.
XX
Não bloqueie as aberturas de ventilação.
XX
Não puxe o cabo de alimentação para desconectar o equipamento. Isso pode danificar o cabo
e causar um curto circuito no equipamento ou o rompimento do próprio cabo. Desconecte o
cabo segurando o pino da tomada pelo corpo.
XX
Entortar ou torcer excessivamente os cabos nos transdutores pode causar falhas ou
funcionamento intermitente do equipamento.
XX
A limpeza ou a esterilização inadequada do transdutor pode causar dano permanente.
XX
A manutenção do equipamento, incluindo reparos e reposição de peças, deve ser executada
por pessoal técnico da Samsung Medison. Assumindo que o equipamento seja usado em
conformidade com as diretrizes contidas neste manual e com a manutenção realizada por
pessoal de manutenção qualificado, a vida útil esperada para o equipamento é de cerca de 7
anos.
Consulte o Capítulo 4, Manutenção, para obter informações detalhadas sobre proteção, limpeza e
desinfecção do equipamento.
1-19
Manual do usuário
Precauções para o uso do monitor
Durante o ajuste da altura ou da posição do monitor, tenha cuidado com o espaço no centro do
braço do monitor. Há risco de lesão caso dedos ou outras partes do corpo fiquem presos nele.
[Figura 1.1 Nota de segurança para o monitor]
Cuidado ao usar o painel de controle
CUIDADO:
XX
Não faça pressão sobre o painel de controle nem debruce sobre ele.
XX
Não sente no painel de controle nem aplique excesso de força nele.
Durante o ajuste da altura ou da posição do painel de controle, tenha cuidado com o espaço entre
o painel de controle e a área de elevação. Há risco de lesão caso dedos ou outras partes do corpo
fiquem presos nele.
[Figura 1.2 Nota de segurança para o painel de controle]
1-20
Capítulo 1 Segurança
Segurança biológica
Para obter informações sobre a segurança do transdutor e do kit de biópsia, consulte o Capítulo 5,
Transdutores.
AVISO:
XX
As ondas de ultrassom podem ter efeitos prejudiciais nas células e, portanto, podem ser
perigosas para o paciente. Se não houver benefício médico, minimize o tempo de exposição e
mantenha baixo o nível de saída de onda de ultrassom. Consulte o princípio ALARA.
XX
Não use o equipamento se aparecer uma mensagem de erro no visor indicando que há uma
condição perigosa. Anote a mensagem exibida na tela, desligue a alimentação de energia e
contate o Departamento de suporte ao cliente da Samsung Medison.
XX
Não use um equipamento que exiba varredura errada ou inconsistente. Descontinuidades na
sequência de varredura são um indicativo de falha de hardware que deve ser corrigida antes do
uso.
XX
O equipamento limita a temperatura máxima de contato em 43 graus Celsius, e a saída de
ondas ultrassônicas cumpre os regulamentos da FDA norte-americana.
O princípio ALARA
A realização de diagnósticos usando um dispositivo de ultrassom é definida pelo princípio "ALARA" (as
low as reasonably achievable; tão baixo quanto possível), tão baixo quanto razoavelmente possível. A
decisão sobre o que é razoável deve ser deixada a critério e percepção de pessoas qualificadas. Não
é possível formular um conjunto de regras completo o suficiente para ditar a reação correta a cada
circunstância. Ao reduzir ao mínimo possível a exposição ao ultrassom durante a aquisição de imagens
de diagnóstico, os usuários podem minimizar os bioefeitos ultrassônicos.
Já que o limite para os bioefeitos de ultrassom no diagnóstico é indeterminado, é da responsabilidade
do ultrassonografista controlar a energia total transmitida para o paciente. O ultrassonografista deve
ajustar o tempo de exposição com a qualidade da imagem de diagnóstico. Para assegurar a qualidade da
imagem de diagnóstico e limitar o tempo de exposição, o equipamento de ultrassom fornece controles
que podem ser manipulados durante o exame para melhorar os resultados do exame.
É importante a capacidade do usuário de agir de acordo com o princípio ALARA. Os avanços no
ultrassom de diagnóstico não somente em tecnologia, mas também nas aplicações da tecnologia,
resultaram na necessidade de mais e melhores informações para orientação do usuário. Os índices
de saída foram desenvolvidos com base em vários dados de saída de ultrassom para fornecer essa
informação importante para a execução do princípio ALARA.
1-21
Manual do usuário
Há diversas variáveis que afetam a maneira pela qual os índices de exibição de saída podem ser usados para
implementar o princípio ALARA. Essas variáveis incluem massa, tamanho corporal, localização do osso em
relação ao ponto focal, atenuação no corpo e tempo de exposição ao ultrassom. O tempo de exposição é uma
variável especialmente útil, porque o usuário a controla. A capacidade de limitar os valores de índice ao longo
do tempo está de acordo com o princípio ALARA.
Aplicação do ALARA
O modo de geração de imagens do equipamento usado depende das informações necessárias. A
geração de imagens nos modos 2D e M fornece informações anatômicas, enquanto a geração de
imagens Doppler, potência e coloridas fornece informações sobre o fluxo sanguíneo. Os modos de
varredura, como 2D, potência ou colorido, dispersam ou dissipam a energia ultrassônica em uma
área, enquanto um modo sem varredura, como M ou Doppler, concentra essa energia ultrassônica.
A compreensão da natureza do modo de geração de imagens usado permite ao ultrassonografista
aplicar o princípio ALARA com fundamentação. A frequência do transdutor, os valores de
configuração do equipamento, as técnicas de varredura e a experiência do operador ajudam o
ultrassonografista a respeitar a definição do princípio ALARA. A decisão quanto à quantidade de
saída acústica fica, na análise final, a critério do operador do equipamento. Essa decisão deve ser
baseada nos seguintes fatores: tipo de paciente e de exame, histórico do paciente, facilidade ou
dificuldade de obter informações diagnosticamente úteis e o aquecimento potencial localizado
do paciente devido às temperaturas da superfície do transdutor. O uso prudente do equipamento
ocorre quando a exposição do paciente é limitada à leitura mais baixa do índice pelo menor período
necessário para se obter resultados diagnósticos aceitáveis.
Embora uma leitura alta do índice não signifique a ocorrência de um bioefeito, ela deve ser levada
em consideração com seriedade. Devem ser feitos todos os esforços para reduzir os efeitos possíveis
de uma leitura alta do índice. Uma maneira eficaz de atingir essa meta é limitar o tempo de
exposição.
O operador pode usar vários controles do equipamento para ajustar a qualidade da imagem e
limitar a intensidade acústica. Esses controles são relacionados às técnicas que podem ser usadas
pelo operador para implementar o ALARA. Esses controles podem ser divididos em três categorias:
controles direto, indireto e do receptor.
Controles diretos
A seleção da aplicação e o controle da intensidade de saída afetam diretamente a intensidade
acústica. Há faixas diferentes de saída ou intensidade admissível com base na seleção. Um das
primeiras coisas necessárias durante qualquer exame é a seleção da faixa correta de intensidade
1-22
Capítulo 1 Segurança
acústica para a aplicação. Por exemplo, os níveis de intensidade vascular periférica não são
recomendados para exames fetais. Alguns equipamentos selecionam automaticamente a faixa
apropriada para um procedimento em particular, enquanto outros exigem seleção manual. No final,
o usuário assume a responsabilidade pelo uso clínico apropriado. Os equipamentos da Samsung
Medison contêm configurações automáticas e também permitem configurações definidas pelo
usuário.
A saída tem impacto direto na intensidade acústica. Após estabelecer a aplicação, o controle de
saída pode ser usado para aumentar ou reduzir a saída de intensidade. O controle de saída permite
selecionar os níveis de intensidade que são inferiores ao máximo definido. A forma prudente de
uso ocorre quando o usuário seleciona a intensidade de saída mais baixa consistente com a boa
qualidade de imagem.
Controles indiretos
Os controles indiretos são aqueles que possuem um efeito indireto na intensidade acústica. Esses
controles afetam o modo de geração da imagem, a frequência de repetição do pulso, a profundidade
do foco, o comprimento do pulso e a seleção de transdutor.
A escolha do modo de aquisição de imagem determina a natureza do feixe de ultrassom. O modo
2D é um modo de varredura e o Doppler é um modo estacionário ou sem varredura. Um feixe de
ultrassom estacionário concentra a energia em um único local. Um feixe de ultrassom móvel ou de
varredura dispersa a energia em uma área ampla e o feixe é concentrado somente em uma área dada
em uma fração do tempo necessário no modo sem varredura.
A frequência ou taxa de repetição do pulso refere-se ao número de emissões de ultrassom em um
período específico. A frequência de repetição do pulso é diretamente proporcional à quantidade de
pulsos de energia em um determinado período. Vários controles afetam a frequência de repetição
de pulso: controles de profundidade focal, de exibição e de volume amostra, a sensibilidade da cor, o
número de zonas focais e a largura da área.
O foco do feixe de ultrassom afeta a resolução da imagem. Manter ou reduzir a resolução em um
foco diferente requer uma variação na saída da zona focal. Essa variação de saída é uma função
da otimização do equipamento. Exames diferentes exigem profundidades focais diferentes. A
configuração do foco a uma profundidade apropriada melhora a resolução da estrutura de interesse.
O comprimento do pulso é o tempo durante o qual a emissão de ultrassom está ativada. Quanto
maior for o pulso, maior será o valor da intensidade da média de tempo. Quanto maior for a
intensidade da média de tempo, maior será a probabilidade da temperatura subir e gerar cavitações.
O comprimento do pulso, o comprimento da emissão ou a duração do pulso é a duração do pulso
de saída no Doppler pulsado. Aumentar o volume amostra do Doppler aumenta o comprimento do
pulso.
1-23
Manual do usuário
A seleção de transdutor afeta indiretamente a intensidade. A atenuação do tecido muda com a
frequência. Quanto maior for a frequência de operação do transdutor, maior será a atenuação da
energia ultrassônica. Frequências maiores de operação do transdutor exigem intensidades de
saída mais alta a uma profundidade maior para varredura. Para realizar a varredura mais profunda
na mesma intensidade de saída, é exigida uma frequência menor do transdutor. Usar mais ganho
ou saída além de um certo ponto, sem o aumento correspondente na qualidade da imagem, pode
significar que um transdutor de frequência mais baixo é necessário.
„„
Controles do receptor
Os controles do receptor são usados pelo operador para melhorar a qualidade da imagem.
Esses controles não têm efeito na saída. Os controles de receptor afetam apenas como o eco
do ultrassom é recebido. Esses controles incluem ganho, TGC, faixa dinâmica e processamento
de imagem. É importante lembrar, com relação à saída, que os controles do receptor devem ser
otimizados antes de aumentar a saída. Por exemplo, antes de aumentá-la, otimize o ganho para
melhorar a qualidade da imagem.
Considerações adicionais
Mantenha o tempo de varredura mínimo e veja se apenas a varredura necessária do ponto de vista
médico foi feita. Nunca comprometa a qualidade apressando um exame. Um exame ruim exigirá
um segundo, o que no final aumentará o tempo de varredura. O ultrassom de diagnóstico é uma
ferramenta importante na medicina e, como qualquer ferramenta, deve ser usado com eficiência e
efetividade.
Recursos de exibição de saída
A exibição da saída do equipamento consiste em dois índices básicos: um índice mecânico e um
índice térmico. O índice térmico consiste nos seguintes itens: partes moles (ITpm), osso (ITo) e osso
craniano (IToc). Um desses três índices térmicos será sempre exibido. A exibição depende do ajuste
do equipamento ou da escolha do usuário, que depende da aplicação em mãos.
O índice mecânico é exibido continuamente em uma faixa de 0,0 a 1,9 com incrementos de 0,1.
O índice térmico consiste em três índices e apenas um deles é exibido por vez. Cada aplicação de
transdutor tem uma seleção padrão apropriada. ITo ou ITpm é exibido continuamente na faixa de 0,0
até a saída máxima, com base no transdutor e na aplicação, em incrementos de 0,1.
1-24
Capítulo 1 Segurança
A configuração padrão da natureza específica da aplicação também é um fator importante do
comportamento do índice. Uma configuração padrão é um estado de controle do equipamento,
ajustado previamente pelo fabricante ou operador. O equipamento possui configurações de índice
padrão para a aplicação do transdutor. As configurações padrão são executadas automaticamente
pelo equipamento de ultrassom quando ele é ligado, quando dados de um novo paciente são
inseridos no banco de dados do equipamento ou quando ocorre uma alteração da aplicação.
A decisão sobre qual dos três índices térmicos será exibido deve se basear nos seguintes critérios:
Índice apropriado à aplicação: ITpm é usado para diagnóstico por imagem das partes moles e ITo
para focar um osso ou suas proximidades. Alguns fatores podem criar artificialmente leituras altas
ou baixas do índice térmico, por exemplo, a presença de líquido ou osso, ou fluxo sanguíneo. Um
caminho de tecido altamente atenuante, por exemplo, causará a possibilidade do aquecimento da
zona local ser inferior aos índices térmicos exibidos.
A seleção de modos de operação com ou sem varredura também afetam o índice térmico. Para
os modos de varredura, o aquecimento tende a ocorrer próximo à superfície; para os modos sem
varredura, o potencial de aquecimento tende a ser mais profundo na zona focal.
Sempre limite o tempo de exposição ao ultrassom. Não tenha pressa ao realizar uma varredura.
Assegure-se de que os índices sejam mantidos a um mínimo e que o tempo de exposição seja
limitado sem comprometer a sensibilidade do diagnóstico.
„„
Exibição do Índice mecânico (IM)
Os bioefeitos mecânicos são fenômenos de limite que ocorrem quando um determinado nível
de saída é excedido. No entanto, o nível de limite varia com o tipo de tecido. O potencial de
bioefeitos mecânicos varia com o pico de pressão e a frequência do ultrassom. O IM responde
por esses dois fatores. Quanto maior for o valor do IM, maior será a probabilidade de ocorrer
bioefeitos mecânicos. No entanto, não há valor específico de IM que signifique que ocorrerá um
efeito mecânico de fato. O IM deve ser usado como um guia para a implementação do princípio
ALARA.
„„
Exibição de IT (Índice térmico)
O IT informa ao usuário sobre o potencial de aumento de temperatura na superfície do corpo,
dentro do tecido corporal ou no ponto de foco do feixe de ultrassom no osso. O IT é uma
estimativa do aumento de temperatura em tecidos corporais específicos. A quantidade atual de
qualquer elevação de temperatura é influenciada por fatores como tipo de tecido, vascularidade e
modo de operação. O IT deve ser usado como um guia para a implementação do princípio ALARA.
O índice térmico do osso (ITo) informa ao usuário sobre o aquecimento potencial no foco ou
próximo dele após o feixe de ultrassom ter passado pelas partes moles ou líquido; por exemplo,
1-25
Manual do usuário
estrutura esquelética de um feto de 2 a 3 meses de idade. O índice térmico do osso craniano (IToc)
informa ao usuário sobre o potencial de aquecimento do osso na superfície ou próximo dela,
por exemplo, osso craniano. O índice térmico das partes moles (ITpm) informa ao usuário sobre
o potencial de aquecimento dentro das partes moles homogêneas. IToc é exibido quando você
seleciona uma aplicação transcraniana.
Você pode selecionar o IT a ser exibido em Setup > Imaging > Display (Configuração > Imagem >
Exibição).
„„
Precisão e exatidão da exibição de índices mecânico e térmico
Os índices mecânico e térmico no equipamento têm a precisão de 0,1 unidade.
As estimativas de precisão da exibição de IM e IT do equipamento são informadas no manual
Acoustic Output Tables (Tabelas de saída acústica). Essas estimativas de precisão se baseiam
na faixa de variabilidade de transdutores e equipamentos, erros inerentes de modelo de saída
acústica e variabilidade de medida, conforme descritos abaixo.
Os valores exibidos devem ser interpretados como informações relativas para ajudar o operador do
equipamento a conseguir o princípio ALARA por meio do uso prudente do equipamento. Os valores
não devem ser interpretados como valores físicos atuais de tecidos ou órgãos investigados. Os dados
iniciais usados para dar suporte à exibição de saída derivam de medidas de laboratório com base no
padrão de medida do AIUM (American Institute of Ultrasound in Medicine). Em seguida, as medidas
são colocadas em algoritmos para calcular os valores de saída exibidos.
Muitas das pressuposições usadas no processo de medida e cálculo são conservadoras por
natureza. A superestimação da exposição in situ efetiva, para a grande maioria das trajetórias de
tecido, é incorporada ao processo de medida e cálculo. Por exemplo, os valores de saída acústica
medidos dentro da água são corrigidos por um coeficiente conservador de atenuação padrão da
indústria de 0,3 dB/cm-MHz.
Os valores conservadores para as características do tecido são selecionados para uso nos modelos
de IT. Os valores conservadores para as taxas de absorção de tecido ou ossos, taxas de perfusão
sanguínea, capacidade de calor sanguíneo e condutividade térmica do tecido foram selecionados.
A elevação constante da temperatura é pressuposta nos modelos de IT padrão da indústria,
pressupondo-se que o transdutor do ultrassom esteja bem firme em uma posição por um período
suficiente para alcançar a constância.
Vários fatores são considerados quando se estima a exatidão dos valores de exibição: Desvio de
hardware, precisão do algoritmo e desvio da medida. O desvio entre determinados transdutores
e equipamentos é um fator importante. O desvio do transdutor é o resultado das eficiências
do cristal piezelétrico, das diferenças de impedância relacionadas ao processo e das variações
no parâmetro de foco com lentes sensíveis. Também contribuem para o desvio as diferenças
nas eficiências e controle da potência do pulso do equipamento. Há incertezas inerentes aos
algoritmos usados para estimar os valores de saída acústica diante de várias condições possíveis
1-26
Capítulo 1 Segurança
de funcionamento do equipamento e tensões de pulso. As imprecisões nas medidas de
laboratório estão relacionadas a diferenças na calibração e no desempenho do hidrofone, além de
tolerâncias de posicionamento, alinhamento e digitalização e variabilidade entre os operadores
de teste.
As pressuposições conservadoras dos algoritmos de estimativa de saída da propagação linear,
em todas as profundidades, por meio de um meio de atenuação de 0,3 dB/cm-MHz, não são
levadas em consideração no cálculo da estimativa da precisão exibida. Nem a propagação linear
nem a atenuação uniforme na taxa de 0,3 dB/cm-MHz ocorrem nas medidas dentro da água
ou na maioria das trajetórias de tecido no corpo. No corpo, os tecidos e os diferentes órgãos
têm características de atenuação diferentes. Na água, quase não há atenuação. No corpo e,
especialmente nas medidas dentro da água, as perdas de saturação e propagação não lineares
ocorrem na medida em que as tensões de pulso aumentam.
As estimativas de precisão da exibição levam em conta as faixas de variabilidade de transdutores
e equipamentos, erros inerentes de modelo de saída acústica e variabilidade de medidas. As
estimativas de exatidão da exibição são medidas de acordo com os padrões AIUM de medida,
mas não consideram os erros causados durante a medida ou erros inerentes. Elas também são
independentes dos efeitos de perda não linear nos valores medidos.
Efeitos do controle - Controle que afeta os índices
À medida que vários controles do equipamento são ajustados, os valores de IT e IM podem mudar.
Isso será mais aparente quando o controle de potência é ajustado; no entanto, outros controles do
equipamento também afetarão os valores de saída na tela.
„„
Power (Potência)
A potência controla a saída acústica do equipamento. Dois valores de saída em tempo real estão
na tela: um IT e um IM. Eles mudam à medida que o equipamento responde aos ajustes de
potência.
Nos modos combinados, como Colorido, 2D e Doppler pulsado simultâneos, cada modo
individual adiciona ao IT total. Um modo será o contribuinte dominante para esse total. O IM
exibido virá do modo com o maior pico de pressão.
1-27
Manual do usuário
Controles do Modo 2D
„„
2D-mode size (Tamanho do modo 2D)
Estreitar o ângulo da área pode aumentar a taxa de quadros. Isso aumentará o IT. A potência do
pulso pode ser ajustada para baixo automaticamente com os controles do software para manter o
IT abaixo do máximo do equipamento. Uma redução na potência do pulso reduzirá o IM.
„„
Zoom
Aumentar a ampliação do zoom pode aumentar a taxa de quadros. Isso aumentará o IT. O número
de zonas focais também pode aumentar automaticamente para melhorar a resolução. Essa ação
pode alterar o IM porque o pico de intensidade pode ocorrer em uma profundidade diferente.
„„
Number of Focal Zones (Número de zonas focais)
Aumentar o número de zonas focais podem mudar o IT e o IM alterando automaticamente a taxa
de quadros ou a profundidade focal. Taxas de quadros mais baixas reduzem o IT. O IM exibido
corresponderá à zona focal com o maior pico de intensidade.
„„
Focus (Foco)
A alteração da profundidade focal irá mudar o IM. Normalmente, valores de IM mais altos
ocorrerão quando a profundidade focal estiver próxima do foco natural do transdutor.
Controles de cor e potência
„„
Color Sensitivity (Sensibilidade da cor)
O aumento da sensibilidade da cor pode aumentar o IT e se gasta mais tempo para a varredura de
imagens coloridas. Os pulsos coloridos são o tipo de pulso dominante nesse modo.
„„
Color Sector Width (Largura do setor colorido)
Uma largura menor do setor colorido aumentará a taxa de quadros coloridos e o IT aumentará. O
equipamento pode reduzir automaticamente a potência do pulso para ficar abaixo do máximo
do equipamento. Uma queda na potência do pulso diminuirá o IM. Se também estiver ativado, o
Doppler pulsado permanecerá como o modo dominante e a alteração de na IT será pequena.
1-28
Capítulo 1 Segurança
„„
Color Sector Depth (Profundidade do setor colorido)
A profundidade maior do setor colorido pode reduzir automaticamente a taxa de quadros
coloridos ou selecionar uma nova zona focal colorida ou o comprimento de pulso colorido. O IT
mudará devido à combinação desses efeitos. Geralmente, o IT aumentará com a profundidade
maior do setor colorido. O IM corresponderá ao pico da intensidade do tipo de pulso dominante,
que é um pulso colorido. Porém, se também estiver ativado, o Doppler pulsado permanecerá
como o modo dominante e a alteração do IT será pequena.
„„
Scale (Escala)
Usar o controle SCALE (Escala) para aumentar a faixa de velocidade da cor pode aumentar o IT.
O equipamento ajustará automaticamente a potência do pulso para permanecer abaixo dos
máximos do equipamento. Uma redução na potência do pulso também diminuirá o IM.
„„
2D-mode size (Tamanho do modo 2D)
Um setor mais estreito no modo 2D na geração do diagnóstico por imagem colorida aumentará
a taxa de quadros coloridos. O IT aumentará. O IM não mudará. Se o Doppler pulsado também
estiver ativado, ele permanecerá como o modo dominante e a alteração do IT será pequena.
Controles do Modo M e Doppler
„„
Simultaneous and Update Methods (Métodos de atualização e simultâneo)
O uso dos modos de combinação afeta o IT e o IM pela combinação dos tipos de pulso. Durante o
modo simultâneo, o IT é cumulativo. Durante a atualização automática e duplex, o IT exibirá o tipo
de pulso dominante. O IM exibido virá do modo com o maior pico de pressão.
„„
Sample Volume Depth (Profundidade do volume amostra)
Quando a profundidade do volume amostra do Doppler aumentar, a PRF (FRP) do Doppler poderá
ser reduzida automaticamente. Uma redução na PRF (FRP) reduzirá o IT. O equipamento também
pode reduzir automaticamente a potência do pulso para permanecer abaixo do máximo do
equipamento. Uma redução na potência do pulso reduzirá o IM.
1-29
Manual do usuário
Outras
„„
Modos 2D, Colorido, M, DP e DC
Quando um novo modo de diagnóstico por imagem é selecionado, o IT e o IM mudam para as
configurações padrão. Cada modo possui uma frequência de repetição de pulso correspondente
e um ponto de intensidade máxima. Nos modos combinados ou simultâneos, o IT é a soma da
contribuição dos modos ativados, e IM é o valor da zona focal e o modo com a maior intensidade
corrigida. Se um modo for desligado e selecionado novamente em seguida, o equipamento
retornará às configurações selecionadas anteriormente.
„„
Probes (Transdutores)
Cada modelo de transdutor disponível possui especificações únicas para a área de contato,
forma de feixe e frequência centralizada. Os padrões são inicializados quando você seleciona um
transdutor. Os valores padrão de fábrica da Samsung Medison variam de acordo com o transdutor,
a aplicação e o modo selecionado. Os padrões que estão abaixo dos limites da FDA foram
escolhidos para o uso desejado.
„„
Depth (Profundidade)
Um aumento na profundidade do modo 2D diminuirá a taxa de quadros do modo 2D
automaticamente. Isso diminuiria o IT. O equipamento também pode escolher automaticamente
uma profundidade focal maior no Modo 2D. Uma alteração da profundidade focal pode alterar o
IM. O IM exibido é o da zona com maior pico de intensidade.
„„
Application (Aplicação)
Os padrões de saída acústica são determinados quando você seleciona uma aplicação. Os valores
padrão de fábrica da Samsung Medison variam de acordo com o transdutor, a aplicação e o
modo selecionado. Os padrões que estão abaixo dos limites da FDA foram escolhidos para o uso
desejado.
Documentos de orientação relacionados
Para obter mais informações sobre os bioefeitos ultrassônicos e os tópicos relacionados, consulte o
seguinte:
XX
Segurança do ultrassom médico (AIUM, 2009). (Uma cópia dessa brochura educacional para
o usuário clínico AIUM (American Institute of Ultrasound in Medicine) acompanha cada
equipamento).
1-30
Capítulo 1 Segurança
XX
Relato de consenso de bioefeitos possíveis do ultrassom de diagnóstico da AIUM: Executive
Summary, J. Ultrasound in Medicine, 2008, Vol. 27, Núm. 4.
XX
WFUMB. Simpósio de segurança do ultrassom em medicina: Conclusões e recomendações para
mecanismos térmicos e não térmicos para efeitos biológicos. Ultrasound in Med. & Biol; 1998,
24: Suplemento 1.
XX
Bioefeitos e segurança do ultrassom de diagnóstico (AIUM, 1993)
XX
Guias de orientação para o uso seguro do equipamento de ultrassom de diagnóstico. (BMUS,
2009)
XX
Informação para fabricantes que estão procurando esclarecimento de marketing sobre
equipamentos de ultrassom de diagnóstico e transdutores (U.S. FDA – 2008).
XX
Requisitos específicos para a segurança básica e o desempenho essencial do equipamento de
diagnóstico médico ultrassônico e de monitoramento. (IEC, 2007)
XX
Padrão de etiquetas de saída acústica para equipamento de ultrassom de diagnóstico (AIUM,
2008)
XX
Meios padrão para relato da saída acústica do equipamento ultrassônico de diagnóstico
médico. (IEC, 2007)
XX
Padrão para exibição em tempo real de índices de saída acústica mecânica e térmica para
equipamento de ultrassom de diagnóstico (AIUM/NEMA, 2004)
XX
Ultrassônico - Caracterização de campo - Métodos de teste para a determinação de índices
térmico e mecânico relacionados a campos de ultrassom de diagnóstico médico (IEC, 2005)
XX
Medida e caracterização de campos de ultrassom médico de até 40 MHz. (IEC, 2007)
XX
Medidas de potência ultrassônica - Requisitos de equilíbrio de força e de desempenho. (IEC,
2006)
XX
Padrão da medida da saída acústica para equipamento de ultrassom de diagnóstico: (AIUM/NEMA,
2004)
Saída acústica e medida
Desde o primeiro uso do ultrassom de diagnóstico, têm sido estudados, por inúmeras instituições
médicas e científicas, os possíveis efeitos biológicos (bioefeitos) humanos decorrentes da exposição
ao ultrassom. Em outubro de 1987, o American Institute of Ultrasound in Medicine(AIUM) ratificou
um relatório preparado pelo Bioeffects Committee (Bioeffects Considerations for the Safety of
1-31
Manual do usuário
Diagnostic Ultrasound, J Ultrasound Med., setembro de 1988: 1988: Vol.7, No.9 Suplemento), às vezes
conhecido como o Relatório Stowe, que revisou os dados disponíveis sobre os possíveis efeitos da
exposição ao ultrassom. Um outro relatório, "Bioefeitos e segurança de ultrassom de diagnóstico", de
28 de janeiro de 1993, oferece informações mais atualizadas. Adicionalmente, relatórios atualizados
periodicamente sobre efeitos biológicos, resultados e guias de orientação sobre o uso seguro foram
publicados por grupos como o WFMUB (Federação mundial de ultrassom em medicina e biologia),
AIUM e BMUS.
A saída acústica para esse equipamento tem sido medida e calculada em concordância com o Padrão
de exibição em tempo real de Índices de saída acústica mecânicos e térmicos em equipamento
de ultrassom de diagnóstico (AIUM/NEMA, 2004) e Padrão de medida de saída acústica para
equipamento de ultrassom de diagnóstico (AIUM/NEMA, 2004)
Intensidades in situ, corrigidas e de valor na água
Todos os parâmetros de intensidade são medidos na água. Como a água não absorve a energia
acústica, essas medidas na água representam o maior valor possível. O tecido biológico absorve a
energia acústica. O verdadeiro valor da intensidade em qualquer ponto depende da quantidade e
do tipo de tecido, além da frequência do ultrassom que passa pelo tecido. O valor da intensidade no
tecido, in situ, foi estimado usando-se a seguinte fórmula:
in situ = água [e - (0,23 alf)]
em que: in situ = valor da intensidade in situ
Água = valor da intensidade na água
e = 2,7183
a = Fator de atenuação
Tecidoa(dB/cm-MHz)
Cérebro0,53
Coração0,66
Rim0,79
Fígado0,43
Músculo0,55
l = linha da pele até a profundidade de medida (cm)
f = frequência central da combinação transdutor/equipamento/modo (MHz)
Como o caminho ultrassônico durante um exame deve passar por vários comprimentos e tipos de
tecido, é difícil estimar a verdadeira intensidade in situ. É usado um fator de atenuação de 0,3 para
fins de relatórios gerais; portanto, o valor in situ que costuma ser informado usa a fórmula:
in situ (corrigido) = água [e -(0,069 lf)]
1-32
Capítulo 1 Segurança
Como esse valor não corresponde à verdadeira intensidade no local, é usado o termo "corrigido".
O valor corrigido máximo e os valores máximos na água nem sempre ocorrem nas mesmas
condições operacionais. Por isso, os valores máximos na água e corrigidos talvez não estejam
relacionados à fórmula no local (corrigido). Tome como exemplo um transdutor de várias zonas com
intensidades de valor na água máximas em sua zona mais profunda. O mesmo transdutor pode ter
sua maior intensidade corrigida caso haja zonas focais fracas.
Termos e símbolos relacionados à medida e saída acústica
Os termos e símbolos usados nas tabelas de saída acústica são definidos nos parágrafos a seguir.
Aaprt
-12dB ÁREA DO FEIXE DE SAÍDA, área do feixe ultrassônico induzido por um
tamanho de feixe de saída de -12 dB (unidade: cm2)
deq a máx. Ipi
DIÂMETRO DE FEIXE EQUIVALENTE, o diâmetro do feixe acústico no local em que
a INTEGRAL DE INTENSIDADE DE PULSO é máxima, expressada como uma área
de feixe equivalente (unidade: cm)
deq(zb)
DIÂMETRO DE FEIXE EQUIVALENTE, o diâmetro do feixe acústico no local Zb,
expressado como área de feixe equivalente (unidade: cm2)
Dim de Aaprt
DIMENSÕES DO FEIXE DE SAÍDA de -12dB, as dimensões de um feixe de
ultrassom (cuja largura de feixe de pulso é -12 dB) a partir de uma direção
específica que é perpendicular ao plano de saída do transdutor e o eixo de
alinhamento do feixe (unidade: cm)
fawf
FREQUÊNCIA DE TRABALHO ACÚSTICA, a média aritmética de f1 e f2 que esteja
o mais distante um do outro entre as frequências do espectro de pressão do
sinal acústico, cujas amplitudes são menores do que a amplitude de pico, ou
seja, amplitude máxima, por 3 dB (unidade: MHz)
Comprimento
focal
O comprimento focal em uma direção paralela ao eixo de alinhamento do feixe
no estado operacional definido do equipamento de ultrassom (unidade: cm).
Ipa,a a um MI máx. A média da intensidade de pulso atenuada no local onde o índice mecânico (IM)
é máximo (unidade: W/cm2)
Ita, a (z)
Intensidade média do tempo atenuado em um comprimento focal específico (z)
(unidade: mW/cm2)
MI
ÍNDICE MECÂNICO, uma variável que representa as cavitações potenciais dentro
do corpo humano (unidade: N/A)
1-33
Manual do usuário
P
POTÊNCIA DE SAÍDA, tempo de potência média de uma emissão do transdutor
ultrassônico em um campo livre através de um meio especificado como a água
(unidade: mW)
Pα(z)
POTÊNCIA DE SAÍDA ATENUADA, a potência da saída ultrassônica calculada a
uma distância específica do transdutor depois de ocorrer a atenuação (unidade:
mW)
Pr,α
PRESSÃO ACÚSTICA RAREFACIONAL DE PICO ATENUADA, a pressão acústica
rarefacional de pico calculada a uma distância específica depois que ocorrer a
atenuação (unidade: MPa)
Pr at max. Ipi
A pressão acústica rarefacional de pico no local onde a INTEGRAL DA
INTENSIDADE DE PULSO é máxima (unidade: MPa)
prr
TAXA DE REPETIÇÃO DO PULSO, o número inverso do intervalo de tempo entre
dois pulsos acústicos contíguos (unidade: Hz)
TIB (Tíbia)
ÍNDICE TÉRMICO DO OSSO, um índice térmico para uma zona focal formada
próxima a um osso depois que o feixe de ultrassom passar através das partes
moles, por exemplo, aplicado a um feto (2º ou 3º trimestre) ou na cabeça de um
neonato (através da fontanela) (unidade: N/A)
TIC
ÍNDICE TÉRMICO DO OSSO CRANIAL, um índice térmico para um feixe de
ultrassom que entra no corpo, passando através de um osso, por exemplo,
crânio de crianças ou adultos (unidade: N/A)
TIScom varredura
Índice térmico das partes moles em modo de varredura (unidade: N/A)
TISsem varredura
Índice térmico das partes moles em modo sem varredura (unidade: N/A)
td
DURAÇÃO DO PULSO (unidade: us)
z_at_max_Ipi,a
O local onde a INTEGRAL DE INTENSIDADE DO PULSO é máxima (unidade: cm)
zb
PROFUNDIDADE PARA ÍNDICE TÉRMICO DO OSSO (unidade: cm)
zbp
PROFUNDIDADE DO PONTO DE INTERRUPÇÃO que é o DIÂMETRO DE
ABERTURA EQUIVALENTE multiplicado por 1,5 (unidade: cm)
zs
PROFUNDIDADE PARA ÍNDICE TÉRMICO DAS PARTES MOLES, a distância
de um plano onde o equipamento da potência de saída atenuada mínima,
INTENSIDADE MÉDIA TEMPORAL DO PICO ESPACIAL ATENUADO e 1 cm2 é
máxima à faixa de distância que é igual a, ou maior do que o diâmetro de
abertura equivalente multiplicado por 1,5, quando a dimensão do feixe de
-12 dB de saída é definido ao longo do eixo de alinhamento do eixo (unidade:
cm)
1-34
Capítulo 1 Segurança
Precisão e imprecisão da medida acústica
A precisão e a imprecisão da medida acústica são descritas abaixo.
Quantidade
Precisão
Imprecisão total
Ipi,a (integral de intensidade do pulso atenuada)
3,2 %
+21% a -24%
P (potência acústica)
6,2 %
+/- 19 %
Pr,α (pressão de rarefação atenuada)
5,4 %
+/- 15 %
fawf (frequência de trabalho acústica)
< 1%
+/- 4,5 %
„„
Imprecisões sistemáticas
Para a integral da intensidade de pulso, a pressão de rarefação corrigida Pr.3, a frequência central e
a duração do pulso, a análise inclui considerações dos efeitos da exatidão de:
Deslocamento ou erros da calibração do hidrofone.
Hidrofone/resposta da frequência Amp.
Média espacial.
Erros de alinhamento.
Precisão da medida de tensão, inclusive:
XX
Precisão vertical do osciloscópio.
XX
Precisão da compensação do osciloscópio.
XX
Precisão do relógio do osciloscópio.
XX
Taxas de digitalização do osciloscópio.
XX
Ruído.
As medidas de potência acústica usando uma força de radiação para imprecisões sistemáticas são
medidas pelo uso de fontes de potência acústica NIST calibradas.
Também fazemos referência à análise de setembro de 1993, feita por um grupo de trabalho do
comitê técnico IEC 87 e preparado por K. Beissner, como primeiro suplemento à publicação IEC
1161.
1-35
Manual do usuário
O documento inclui a análise e a discussão de fontes de erro/efeitos de medidas por conta de:
XX
Calibração do equipamento de equilíbrio.
XX
Absorção (ou reflexo) de mecanismos de suspensão alvo.
XX
Linearidade do equipamento de equilíbrio.
XX
Extrapolação no momento de troca do transdutor ultrassônico (compensação para toque e
deslocamento térmico).
XX
Imperfeições do alvo.
XX
Absorção (reflexo) da geometria alvo e tamanho do alvo finito.
XX
Desalinhamento do alvo.
XX
Desalinhamento do transdutor ultrassônico.
XX
Temperatura da água.
XX
Atenuação ultrassônica e transmissão acústica.
XX
Propriedades de lâminas de acoplamento ou blindagem.
XX
Pressuposição de onda plana.
XX
Influências ambientais.
XX
Medida da potência de excitação.
XX
Temperatura do transdutor ultrassônico.
XX
Efeitos devido à propagação não linear e perda de saturação.
Treinamento
Os usuários deste equipamento de ultrassom devem familiarizar-se com o equipamento de
ultrassom para otimizar o desempenho do dispositivo e para detectar possíveis defeitos.
Recomenda-se que todos os usuários passem por um treinamento apropriado antes do uso do
equipamento. O treinamento para o uso do equipamento pode ser ministrado pelo Departamento
de serviço ao cliente VGA da Samsung Medison.
1-36
Capítulo 1 Segurança
Proteção ao meio ambiente
CUIDADO:
XX
Para descarte do equipamento ou dos acessórios que chegam ao final do ciclo de vida, entre em
contato com o fornecedor ou siga os procedimentos adequados de descarte. XX
Você é responsável pela conformidade com as normas pertinentes de descarte de resíduos.
XX
A bateria de íon/lítio usada no equipamento deve ser substituída por um técnico da Samsung
Medison Co., Ltd ou um revendedor autorizado.
Descarte de equipamentos elétricos e eletrônicos
Este símbolo é usado na União Europeia e em outros países da Europa.
Este símbolo no equipamento indica que ele não deverá ser tratado como resíduo doméstico. Pelo
contrário, ele deverá ser entregue no ponto de coleta aplicável para a reciclagem de equipamentos
elétricos e eletrônicos. Garantindo que esse equipamento seja eliminado corretamente, você ajudará a
evitar possíveis consequências negativas para o meio ambiente e a saúde humana, o que poderia ser
causado pelo descarte inadequado deste equipamento. A reciclagem de materiais ajudará a conservar
os recursos naturais. Para obter informações mais detalhadas sobre a reciclagem deste equipamento,
entre em contato com a prefeitura local, o serviço local de coleta de resíduos elétricos e eletrônicos ou a
loja onde o equipamento foi adquirido.
1-37
Capítulo
2
Introdução
‹‹Especificações do equipamento.....................2-3
‹‹Configuração do equipamento.......................2-6
O monitor....................................................................................2-7
O painel de controle................................................................2-9
A unidade básica ...................................................................2-16
Dispositivos periféricos........................................................2-18
Transdutores.............................................................................2-21
Acessórios..................................................................................2-22
Funções opcionais.................................................................2-23
Capítulo 2 Introdução
Especificações do equipamento
Dimensões físicas
Altura: 1.660 mm (com Monitor)
Largura: 550 mm
Profundidade: 980 mm (com teclado)
Peso: 104,7 kg (sem acessórios)
Peso: Aprox. 120 kg (com carga útil de segurança)
Modos de imagem
Modo 2D
Modo M
Modo M Color
Modo Anatômico
Modo Color Doppler
Modo Pulsed Wave (PW) Spectral Doppler (Doppler Espectral Pulsado [DP])
Modo Doppler Contínuo (DC) de Onda
Modo IDT (Diagnóstico por imagem Doppler tissular)
Modo ODT (Onda de Doppler tissular)
Modo Power Doppler (PD) (Doppler de potência [PD])
Modo ElastoScan
Modo de diagnóstico por imagem 3D/4D/XI STIC
Modo Duplo
Modo Quad
Modo combinado
Modo simultâneo
Modo Zoom
Modo S-Flow
Escala de cinza
Focalização
256 (8 bits)
Focalização de transmissão, máximo de oito pontos (quatro pontos selecionáveis
simultaneamente)
Focalização de recepção dinâmica digital (contínua)
Arranjo linear
L5-13, LF5-13, LA3-14AD
Arranjo em curva
CS1-4, C2-8, CA1-7AD, CA2-8AD, CF2-8, CF4-9, ER4-9, EVN4-9, VR5-9
Transdutores
(Tipo BF/IPX7)
Arranjo por fase
PE2-4, SP3-8
3D
3D2-6, 3D4-9, CV1-8AD,V5-9, VE4-8
CW
CW 2.0, CW 4.0, DP2B
Conexões do transdutor
3 conectores de transdutor
4 conectores de transdutor (opcional)
Conector de transdutor CW
2-3
Manual do usuário
Monitor
ECG
Painel traseiro
Conexões de entrada/
saída
Armazenagem da imagem
Aplicação
Parâmetros elétricos
Pacotes de medida
Monitor de tela de toque
Número de pixels: 1280 x 800
Monitor LCD de 10,1 polegadas (unidade com luz de fundo em LED)
doravante denominado "monitor LCD"
Tipo CF
Porta de saída do áudio (direita/esquerda)
Monitor VGA
LAN
Porta USB
CW
Saída HDMI
Entrada HDMI (a entrada HDMI não é suportada no momento.)
Máximo de 45.000 quadros para a memória Cine
Máximo de 14.000 linhas para a memória Loop
Sistema de arquivamento de imagem
Obstetrícia, Ginecologia, Urologia, Abdômen, Cardíaco, Vascular, Pequenas Partes,
TCD (Doppler Transcraniano), Músculo-esquelético, Pediatria
100-240 V CA, 620 V CA, 50/60 Hz
Abdômen, Obstetrícia, Ecofetal, Ginecologia, Músculo-esquelética, Quadris
pediátricos, Pequenas Partes, Urologia, Vascular, Cardíaco
* Consulte o "Capítulo 5" para obter informações adicionais
Processamento do sinal
(Pré-processamento)
Controle de potência acústica
Controle de CGT (Time Gain Compensation - TGC) analógico
Controle de abertura dinâmica
Controle de apodização dinâmica
Controle de LPF (Low Pass Filter - Filtro passa baixo) dinâmico
Processamento do sinal
(Pós-processamento)
Controle CGT (Time Gain Compensation - TGC) digital
Controle CGT (Time Gain Compensation - TGC) deslizante
Controle de ganho independente de modo
Filtros noise spike e black hole
Filtragem Lateral/Axial 1D
Filtragem de realce/desfocalização 2D
Média de quadros
Controle de velocidade de varredura do Modo M/D
Zoom
Controle da área de visualização da imagem
Orientação de imagem (esquerda/direita e acima/abaixo)
Medida
2-4
Monitor principal
Número de pixels: 1.366 x 768
Monitor LCD de 18,5 polegadas (unidade com luz de fundo em LED)
doravante denominado "monitor LCD"
Operação do trackball de vários cursores
Modo 2D: medidas lineares e de área usando aproximação elíptica ou traçado
Modo M: leitura contínua da distância, do tempo e da taxa de inclinação
Modo Doppler: velocidade e traçado
Capítulo 2 Introdução
Auxiliar
Interface do usuário
Unidade múltipla DVD
Impressora de vídeo digital PB
Impressora de vídeo colorida digital
Impressora USB
Gravador DVD
Foot switch (Pedal) (IPX8)
e-Motion Marker (IPX7)
Mídia de memória flash USB
USB HDD
USB ECG
Monitor
Alemão, chinês, espanhol, francês, inglês, italiano, português, russo
Limites de pressão
Operação: 700 - 1.060 hPa
Armazenagem: 700 - 1.060 hPa
Limites de umidade
Operação: 30 - 75%
Armazenagem e transporte: 20 - 90%
Limites de temperatura
Operação: 10 - 35°C
Armazenagem e transporte: -25 - 60°C
2-5
Manual do usuário
Configuração do equipamento
Este equipamento consiste em monitor, painel de controle, unidade básica, dispositivos periféricos e
transdutores.
1
1 Monitor
2 Braço do monitor
2
3Teclado
8
9
4 Painel de controle
4
5Elevador
6 Suporte do transdutor
3
6
5
7 Unidade de DVD
8 Porta USB
7
9Alto-falante
?
0 Porta do transdutor
!Roda
? Local da etiqueta de ID
0
!
[Figura 2.1 Parte da frente do equipamento]
2-6
Capítulo 2 Introdução
O monitor
Imagens de ultrassom e outras informações são exibidas no monitor LCD colorido.
Layout da tela
A tela do monitor exibe imagens de ultrassom, menus de operação e várias outras informações.
Como mostrado na imagem abaixo, o layout da tela consiste em 1 Área do título, 2 Área do menu
de medida, 3 Área da imagem, 4 Área das miniaturas e 5 Área das informações ao usuário.
1
2
3
4
5
[Figura 2.2 Exibição do monitor]
„„
Área de título
Exibe as informações do paciente (nome, ID, idade gestacional), nomes da clínica e do operador,
informações da saída acústica, data e hora.
„„
Área do Menu de medida
Durante a medida, exibe os menus de medida.
„„
Área de imagem
Exibe imagens de ultrassom. Informações da imagem, anotações e informações da medida
também são exibidas.
2-7
Manual do usuário
„„
Área de miniaturas
As imagens, gravadas ao pressionar o botão Armazenar, são exibidas. Clique em uma miniatura
para ampliá-la. É possível exibir até 16 miniaturas ao mesmo tempo.
No modo Marc corpo, são exibidos marcadores de corpo.
„„
Área de informações ao usuário e área de informações sobre o status do
equipamento
A área de informações do usuário fornece várias informações necessárias para o uso do
equipamento. São exibidos os estados da mídia de armazenamento atual (HDD, USB, CD), da tecla
Caps Lock, DICOM, U1 e U2.
Dicas!
Status atual do equipamento
Indica que o Caps Lock (Maiúscula) está ligado.
Indica que há mídia de armazenamento CD/DVD disponível.
Indica que não há mídia de armazenamento CD/DVD disponível.
Indica que não há mídia de armazenamento USB disponível.
Indica que o HDD tem 10% ou mais de espaço livre em disco.
Indica que o HDD tem menos de 10% de espaço livre em disco.
Indica que o Gerenciador DICOM está vazio.
Indica que o Gerenciador DICOM está ocupado.
Indica que houve erro em uma tarefa do Gerenciador DICOM.
Dicas!
Princípios de operação do equipamento de diagnóstico por ultrassom
As imagens de ultrassom médico são criadas por computador e memória digital por meio da
conversão das ondas de alta frequência que são transmitidas e recebidas pelo transdutor.
Conforme as ondas de ultrassom se propagam pelo corpo humano, elas geram sinais refletidos
sempre que encontram uma alteração na densidade. Por exemplo, sinais refletidos são gerados
quando os sinais passam dos tecidos adiposos para os tecidos musculares. Os sinais refletidos
retornam ao transdutor, onde são convertidos em sinais eletrônicos. Os sinais refletidos são
amplificados e processados por circuitos analógicos e digitais que têm filtros para várias frequências
e opções de tempo de resposta. Depois, eles são reconvertidos em sinais eletrônicos de alta
frequência e salvos como uma série de sinais de imagem digital. O monitor exibe em tempo real os
sinais de imagem armazenados no dispositivo de armazenamento.
Todo o processo de transmissão, recebimento e processamento dos sinais é controlado por
computador.
2-8
Capítulo 2 Introdução
O painel de controle
O equipamento pode ser controlado pelo painel de controle.
[Figura 2.3 Painel de controle]
O painel de controle consiste em teclado, menus de programação, botões, botões giratórios, um
controle deslizante e um trackball.
O botão é usado como um seletor ou um botão.
2-9
Manual do usuário
Funções do painel de controle
Estas são as descrições e as instruções dos controles no painel de controle. Para obter mais
informações sobre os controles com várias funções, consulte o Capítulo 3 e os posteriores deste
manual.
On/Off (Lig./
Deslig.)
Patient
(Paciente)
Probe
(Transdutor)
Botão
Liga/desliga o equipamento.
Botão
Exibe a tela Informações do paciente da seleção do paciente e da
entrada de informações.
Botão
Exibe a tela Seleção de transdutor, que permite selecionar ou alterar o
transdutor e a aplicação.
Botão
Exibe a tela para visualização e gerenciamento de imagens
armazenadas.
Botão
Encerra o exame do paciente selecionado e redefine os dados
relacionados.
Botão
Exibe a tela Relatório que mostra os resultados da medida da
aplicação atual e outras informações.
Botão
Esse botão é usado para atribuir uma função definida pelo usuário.
A função de cada botão pode ser atribuída em Configuração >
Personalizar > Botões.
Botão
Permite que o usuário coloque texto em uma imagem.
Botão
Este botão é usado para atribuir função definida pelo usuário.
A função de cada botão pode ser atribuída em Configuração >
Personalizar > Botões > Tecla do usuário.
Botão
Este botão é usado para atribuída função definida pelo usuário.
A função de cada botão pode ser atribuída em Configuração >
Personalizar > Botões > Tecla do usuário.
Botão
Neste modo, somente a imagem será exibida na tela.
Botão
Compara duas imagens independentes.
SonoView
End Exam
(Fim do Exame)
Report
(Relatório)
Body Marker
(Marc corpo)
2-10
Capítulo 2 Introdução
Botão
Compara quatro imagens independentes.
Comutador
Ajusta a profundidade de varredura da imagem.
Comutador
Move o foco para a área de destino para observação.
Botão giratório
Exibe a caixa de zoom.
Para fechar o modo Zoom, pressione o botão Sair.
Botão giratório
Ajusta o ângulo do volume de amostra no Modo Doppler Espectral.
Ele também é usado para ajustar o ângulo da seta ou o ângulo do
transdutor para um Marcador de corpo.
Use o botão giratório Ângulo para entrar no Modo de edição do guia
de biópsia.
Botão
Pressione este botão para ativar a função Varredura rápida.
Botão
Cada botão pode ser configurado para realizar uma das funções a
seguir: salvar imagem, imprimir imagem ou enviar imagem para o
servidor DICOM.
Para atribuir uma função a cada botão, vá para Configuração >
Personalizar > Botões.
Botão
Pausa/reinicia a varredura.
Botão giratório
Botão
Iniciar ou concluir o modo M. Gire este botão para ajustar o ganho.
Além disso, girar este botão durante a visualização 3D, gira a imagem
ao longo do eixo X.
Pressione o botão giratório para iniciar/parar o modo Doppler de
Potência PD.
Botão giratório
Pressione o botão giratório para iniciar/parar o modo Doppler
colorido. Gire este botão para ajustar o ganho.
Além disso, girar este botão durante a visualização 3D, gira a imagem
ao longo do eixo Z.
Botão giratório
Pressione o botão giratório para iniciar/parar o modo 2D. Gire este
botão para ajustar o ganho.
Botão giratório
Pressione o botão giratório para iniciar/parar o Modo Doppler
Espectral Pulsado DP.
Gire este botão para ajustar o ganho.
Além disso, girar este botão durante a visualização 3D, gira a imagem
ao longo do eixo Y.
Botão
Pressione este botão para iniciar/parar o modo Doppler contínuo CW.
Disponível somente com o transdutor de arranjo por fase.
2-11
Manual do usuário
Botão
Pressione esse botão para ativar/desativar o modo 3D/4D.
Confirmar ou Sair são as duas funções que podem ser atribuída a este
botão. A função de cada botão pode ser atribuída em Configuração >
Periféricos > Personalizar teclas.
Set / Exit
(Confirmar/Sair)
Botão
XX
Confirmar: Seleciona um item ou um valor usando o trackball.
Usada também para alterar a função do trackball.
XX
Sair: Sai da função usada no momento e retorna ao status anterior.
Pointer
(Apontador)
Clear (Excluir)
Change (Alterar)
Calculator
(Calculadora)
Caliper (Medida)
Botão
É exibido um marcador de seta para indicar as partes da imagem
exibida em modo de varredura.
Botão
Exclui texto, seta, marcador de corpo, resultado de medida etc.
exibidos em uma imagem.
Botão
Muda a função atual do trackball à próxima função suportada.
Botão
Inicia as medidas por aplicação.
Botão
Inicia as medidas básicas de distância, volume, circunferência e área.
Trackball
Move o cursor na tela. Também navega por imagens Cine.
Trackball
CUIDADO: uma diferença muito grande nas configurações do valor de ganho dos botões
deslizantes CGT pode levar à geração de linhas em uma imagem.
2-12
Capítulo 2 Introdução
„„
Teclado
O teclado é usado para digitar texto.
[Figura 2.4 Teclado]
Help
Patient
Exibe o manual de ajuda na tela.
Exibe as Informações gerais na tela.
Informações do
paciente
Exibe ou oculta as informações do paciente na tela.
Image info.
Exibe ou oculta os parâmetros da imagem na tela.
DICOM Spooler
Exibe o gerenciador do DICOM na tela.
Arrow
Inicia o modo Seta.
Home
Move o cursor para a posição Início no modo Anotação.
Configurar
Home
Delete Word
Delete All
Setup
Especifica a posição Início no modo Anotação.
Exclui o último texto inserido no modo Anotação.
Exclui todos os textos que foram inseridos no modo Annotation (Anotação).
A tela Configuração é exibida.
Insert (Inserir)
Selecione um método de entrada.
Delete (Excluir)
Exclui textos.
Aumenta o brilho do monitor.
Diminui o brilho do monitor.
Aumenta o volume do alto-falante.
Diminui o volume do alto-falante.
2-13
Manual do usuário
Tela de toque
A tela de toque é uma ferramenta operacional que pode ser tocada pelo usuário para inserir dados.
As funções disponíveis no modo atual são exibidas na forma de botões ou botões giratórios.
„„
Tela de toque
1Área de informações: mostra o título da tela de toque exibida no momento.
2CGT: ajusta os botões deslizantes CGT quanto a Curva CGT está ativada na tela de toque.
[Figura 2.5 TGC (CGT)]
3Área do menu: os itens do menu disponíveis no modo de entrada atual são exibidos na
forma de botões. O usuário pode acessar o item de menu desejado pressionando o botão
correspondente. O menu utilizado no momento é exibido em amarelo. Para alterar os valores
no menu, use ◁ ou ▷ no botão.
4Área do menu de programação: os itens do menu de programação disponíveis no modo de
entrada atual são exibidos. Pressione ou gire os botões abaixo de cada menu.
Dicas!
2-14
Quando houver dois menus de programação
Quando houver dois menus disponíveis, o superior e o inferior, os dois poderão ser ajustados com
o botão giratório correspondente. Ou toque no botão do menu que você deseja usar na tela de
toque e depois use o botão giratório.
Capítulo 2 Introdução
1
3
2
4
[Figura 2.6 Tela de toque]
Ajuste do painel de controle
CUIDADO:
XX
Não use força excessiva sobre o painel de controle.
XX
Use a alça na parte posterior do equipamento ao mover o equipamento.
„„
Ajuste para a direita e para a esquerda
Segure a alça do painel de controle e mova-a com cuidado para a direita ou esquerda.
„„
Ajuste da altura
Pressione a alavanca da alça do painel de controle e, com cuidado, mova-o para cima e para baixo.
2-15
Manual do usuário
A unidade básica
A unidade básica consiste em duas partes: a unidade interna e a unidade externa. O interior da unidade
básica contém principalmente dispositivos que produzem imagens de ultrassom. No exterior da
unidade básica há vários conectores, suportes de transdutores, compartimentos de armazenamentos,
alças, rodas etc.
Painel traseiro
Um monitor e outros dispositivos periféricos, como uma impressora, VCR etc. são conectados por
meio do painel traseiro do equipamento.
1Porta HDMI (saída): saída de sinais digitais para o monitor.
(Entrada: Não compatível.)
1
2 Porta USB: Usada na conexão com dispositivos periféricos USB.
3 Porta de áudio (saída): saída de sinais de áudio. (Entrada: Não
compatível.)
2
4 Porta S-VHS (saída): conecta o VCR no modo S-VHS.
3
5 Porta D-SUB (saída): saída de sinais analógicos para o monitor.
4
6 Porta de rede: Usada na conexão com uma rede. Você pode
transferir informações do paciente para um outro servidor por
meio da rede DICOM.
5
7 Porta de microfone (entrada): Usada na conexão com um
microfone.
6
7
[Figura 2.7 Painel traseiro]
2-16
Capítulo 2 Introdução
Parte da conexão de energia
A parte da conexão de energia está na parte inferior do painel traseiro.
1
3
2
[Figura 2.8 Parte da conexão de energia]
1 Entrada de alimentação: para o cabo de alimentação se conectar a uma energia externa
2 Saída de alimentação: fornece energia para os equipamentos periféricos e os externos. Sua
capacidade máxima é de 150 VA. Abra a tampa posterior da impressora PB/colorida para
encontrar o terminal de saída no conjunto de alimentação CC.
3 Interruptor/comutador de alimentação: liga o equipamento; desliga o equipamento caso ocorra
uma sobrecarga ou sobretensão.
Suporte do transdutor
O suporte do transdutor fica nos lados esquerdo e direito do painel de controle.
2-17
Manual do usuário
Dispositivos periféricos
NOTA: consulte o manual do usuário do dispositivo periférico em relação à sua operação.
Dispositivos periféricos internos
Esses são dispositivos periféricos montados no equipamento.
„„
DVD-Multi
DVD±R, DVD±RW, DVD-RAM, CD-R, CD-RW
„„
Unidade de disco rígido
Mín. 500GB SATA-2 2.5” HDD
2-18
Capítulo 2 Introdução
Dispositivos periféricos externos
Estes são os dispositivos periféricos que podem ser conectados para uso quando necessário. Eles
devem ser conectados por meio de porta USB localizada no painel traseiro.
CUIDADO: introduza somente dispositivos periféricos que estejam relacionados neste manual nas
proximidades do paciente.Caso introduza dispositivos não relacionados, eles podem ocasionar um
risco elétrico.
1.5m
1.5m
1.5m
[Figura 2.9 O ambiente do paciente]
CUIDADO:
XX
durante o uso de um dispositivo periférico em uma porta USB, sempre desligue-o antes de
conectar/desconectar o dispositivo. Conectar ou desconectar um dispositivo USB com a
alimentação de energia ligada pode danificar o equipamento e/ou provocar falha no dispositivo
USB.
XX
Não conecte nenhum equipamento periférico adicional às tomadas auxiliares. Conectar na
tomada auxiliar pode acarretar uma diminuição do nível de segurança.
Dicas!
Quando houver dois menus de programação
As portas USB da unidade básica localizam-se no painel lateral do painel de controle e no painel
traseiro da unidade básica.
Recomendamos conectar os dispositivos de armazenagem USB como mídia de memória flash
etc. às portas do painel lateral, e outros dispositivos periféricos USB ao painel traseiro, para maior
praticidade.
Os seguintes equipamentos são recomendados:
2-19
Manual do usuário
„„
Impressora de vídeo digital
XX
Preto e branco: Sony UP-D897, Mitsubishi P95DE
XX
Cor:Sony UP-D25MD, Mitsubishi CP30DW
„„
Impressora USB
HP Officejet 4500, Samsung CLP-620NDK
„„
Gravador DVD
Sony DVO-1000MD
CUIDADO:
XX
Você deve instalar uma impressora e drivers compatíveis com Microsoft Windows 7 (versão em
inglês). Entre em contato com o Departamento de suporte ao cliente da Samsung Medison se
tiver dúvidas sobre a instalação do driver da impressora.
XX
Para conectar a impressora, certifique-se de que a impressora esteja configurada de acordo
com o Microsoft Windows 7 ou a configuração do equipamento, e que foi escolhida como
impressora padrão.
XX
Verifique a porta usada na impressora antes da conexão. As impressoras devem estar conectadas
à porta da impressora e a impressora USB, conectada à porta USB.
„„
Foot Switch (Pedal)
Atribua funções ao Pedal indo até Configuração > Periféricos > Personalizar teclas > Pedal. As
seleções existentes são: Sair, Congelar, Armazenar, S1, S2, S3, Atualizar, Dual e Quad.
2-20
Capítulo 2 Introdução
Transdutores
Os transdutores são dispositivos que geram ondas de ultrassom e processam os dados de ondas
refletidas para formar imagens.
NOTA: Para obter mais informações, consulte o Capítulo 5, Transdutores.
Conexão dos transdutores
Conecte ou desconecte os transdutores quando a energia estiver desligada para assegurar a
segurança do equipamento e dos transdutores.
1. Conecte os transdutores aos conectores de transdutor no painel dianteiro do equipamento.
É possível conectar até quatro transdutores (inclusive opções).
2. Gire a alça da trava do conector em sentido horário.
NOTA: Se o transdutor não for conectado corretamente, tente reconectá-lo depois de remover
eventuais objetos estranhos.
[Figura 2.10 Conector do transdutor]
2-21
Manual do usuário
Acessórios
Uma caixa de acessórios contendo os itens abaixo é fornecida com o equipamento.
MANUAL
ETIQUETA DO WINDOWS 7
GEL SONO
TAMPA DO CABO x 2EA
CHAVE DE FENDA
PARAFUSO x 10EA
[Figura 2.11 Acessórios]
2-22
Capítulo 2 Introdução
Funções opcionais
Este equipamento tem as seguintes funções opcionais:
S/W
H/W
XX
MultiVision
XX
Aquecedor de gel
XX
DICOM
XX
Foot Switch (Pedal)
XX
4D
XX
e-Motion Marker (Marcador e-Movimento)
XX
3D XI
XX
ODD (Optical Disc Drive, Unidade de disco
óptico)
XX
Volume NT/IT (Volume TN/TI)
XX
XI STIC
XX
Gaveta
XX
Cardiac Measurement (Medida cardíaca)
XX
EMI+ autom
XX
EMI+ autom
XX
Needle Mate
XX
Panorâmica
XX
ElastoScan
XX
Função DC
Para obter mais informações sobre as funções opcionais, consulte os capítulos correspondentes neste
manual.
2-23
Capítulo
3
Utilitários
‹‹ECG.....................................................................3-3
‹‹Configurações do equipamento.....................3-5
Configurações gerais do equipamento...........................3-5
Geral..............................................................................................3-6
Pacte..............................................................................................3-9
Configurações de exibição na tela (imagem)..............3-11
Comum.......................................................................................3-11
Aplicação/Ajuste.....................................................................3-13
Configurações de medida...................................................3-15
Report (Relatório)...................................................................3-32
Anatom.......................................................................................3-33
Comentários.............................................................................3-34
Anotação...................................................................................3-35
Marc corpo................................................................................3-39
Aplicação...................................................................................3-43
Personalizar..............................................................................3-45
Menu de toque........................................................................3-49
Configurações de equipamentos periféricos..............3-50
Dispositivo................................................................................3-51
Configurações de conectividade ....................................3-52
Configurações DICOM .........................................................3-52
Configurações de rede.........................................................3-64
Serviço........................................................................................3-65
Ajuda...........................................................................................3-65
Capítulo 3 Utilitários
ECG
Se houver um ECG instalado, a guia ECG aparecerá na tela de toque. No modo de multi-imagem, duplo
ou quádruplo, o Cine ECG pode ser usado para cada imagem.
NOTA: É possível exibir ou ocultar o ECG na tela para cada Ajuste em Setup (Configuração) >
Aplicação/Ajuste > Configuração de ajuste.
Como iniciar e terminar um ECG
Toque no botão ECG no menu da tela de toque para ativar ou desativar a função.
Configurações de ECG
„„
Veloc. de varredura
Toque no botão Veloc. de varredura no menu de toque para selecionar a velocidade de exibição
do ECG. É possível selecionar 18 mm/s, 35 mm/s, 53 mm/s, 71 mm/s, 106 mm/s ou 142 mm/s.
„„
Inverter
Toque no botão Inverter no menu da tela de toque para ativar ou desativar a inversão de ECG.
„„
Ganho
Ajustar a amplitude do ECG. Gire o botão 1 do menu de programação para ajustar o ganho entre
0 e 100.
„„
Posição
Girar o botão 2 do menu de programação muda a posição de exibição do sinal de ECG. É possível
selecionar a posição entre 0 e 10. Selecionar um valor maior posiciona o ECG mais acima na tela.
„„
Clipe
Girar o botão 3 do menu de programação para selecionar o intervalo para salvar o clipe. Você
pode selecionar a hora ou o batimento.
3-3
Manual do usuário
„„
Acionador
Tocar no botão Acionador no menu da tela de toque para configurar o acionador. Girar o botão 4
do menu de programação seleciona o número dos acionadores de ECG entre 1 e 7.
„„
Atraso do acionador
Selecione o atraso de tempo entre a onda R e o quadro que contém o acionador, que se aplica à
função de acionador. Girar o botão seletor 4 para selecionar um valor entre 0 e 3.000 ms.
„„
Acionador duplo
Tocar no botão Acion dpl no menu da tela de toque ativa ou desativa o acionador duplo.
„„
Atras acion dpl
Selecione o tempo de atraso entre o quadro que contém o primeiro acionador e o quadro com o
segundo acionador, que se aplica à função Acion dpl. Girar o botão seletor 4 para selecionar um
valor entre 90 e 3.000 ms.
NOTA:
XX
Se o ECG for inferior a 30 Hz, a frequência cardíaca (HR/FC) poderá não ser exibida.
XX
No Modo CW, quando o ECG estiver ativo, a relação de erro da frequência cardíaca (FC) deverá
estar dentro de 2%.
3-4
Capítulo 3 Utilitários
Configurações do equipamento
Configurações gerais do equipamento que não têm um significado direto em diagnóstico por
imagem são explicadas aqui. A configuração pode ser modificada dependendo das preferências ou
necessidades específicas.
1. Pressione o botão Configuração no teclado.
2. A tela Configuração será exibido no monitor e na tela de toque. Selecione uma guia que tenha
itens a serem especificados.
3. Especifique as configurações de cada item.
4. Salve as configurações e saia. Clique em Sair na tela do monitor, ou toque em Sair na tela de
toque ou pressione o botão Sair no painel de controle para mudar para o modo de varredura.
[Figura 3.1 Configuração - Tela de toque]
Configurações gerais do equipamento
Na tela Configuração, selecione a guia Sist.. Ou toque em Sist. na tela de toque. Você pode especificar
as configurações gerais, como títulos.
3-5
Manual do usuário
Geral
Na tela Configuração, selecione a guia Geral na categoria Sist..
[Figura 3.2 Configuração - Sist. - Geral]
Local
Você pode especificar as informações exibidas na área de título da tela.
„„
Instituição
Digite o nome do hospital/instituição onde o equipamento está instalado.
„„
Idioma
Selecione o idioma do equipamento.
(Idiomas suportados: alemão, chinês simplificado, espanhol, francês, inglês, italiano, português,
russo)
Data e Hora
É exibida a data atual. Para alterar a data, clique em
3-6
.
Capítulo 3 Utilitários
NOTA: Você não pode alterar a data e a hora quando o ID de um paciente estiver registrado. Para
alterar a data e a hora, é preciso encerrar o diagnóstico atual pressionando o botão Finalizar
exame no painel de controle.
Dicas!
Como definir a data e hora
1. Pressione o botão Data e Hora no campo Data e Hora.
2. Defina a data e a hora usando a esfera de rolagem e o botão Confirmar no painel de controle.
Pressione o botão Salvar para aplicar as configurações. Para cancelar, pressione Cancelar ou o
botão Sair no painel de controle.
3. Para alterar o fuso horário, pressione o botão Fuso horário.
4. A janela Alterar configs do fuso horário será exibida. Selecione o fuso horário usando o botão
de combinação. Pressione o botão OK para aplicar as configurações. Para cancelar, pressione
Cancelar ou o botão Sair no painel de controle.
[Figura 3.3 Data e Hora]
„„
Formato de data
Especifique o formato da data. Selecione um formato de data usando o botão de combinação.
O formato selecionado será aplicado a vários campos de data em Informações do paciente.
„„
Formato de hora
Especifique o formato da hora. Selecione um formato de hora desejado (12 ou 24 horas)
pressionando o botão de combinação.
Vel trackbal
„„
Modo de varredura
Especifique a velocidade do trackball como Lento, Normal ou Rápido.
„„
Medida
Especifique a velocidade do trackball como Lento, Normal ou Rápido.
Velocidades menores permitem medidas mais precisas.
3-7
Manual do usuário
Exibição
„„
Protetor de tela
Selecione o tempo de espera (em minutos) para o protetor de tela.
„„
Botão Ligar sistema
XX
Perg o que fazer: selecione uma das opções Encerrar, Reiniciar ou Cancelar.
XX
Encerrar: a alimentação será desligada.
„„
Opção
XX
Cong. aut. (20min): a tela congela automaticamente dentro de 20 minutos.
XX
Salvar ao sair: use a caixa de seleção para definir se é para salvar ou não.
XX
Maiúsculas Acionadas na Inicialização: use a caixa de seleção para definir a entrada de letras
maiúsculas.
„„
Bipe desl.
XX
Painel de controle: desativa o som do bipe para poder manipular o painel de controle.
XX
Tela de toque: desativa o som do bipe para poder manipular a tela de toque.
Configurações de vídeo
„„
Formato
Selecione NTSC ou PAL.
3-8
Capítulo 3 Utilitários
Pacte
Na tela Configuração, selecione a guia Pacte na categoria Sist..
[Figura 3.4 Configuração - Sist. - Pacte]
Dados Paciente
„„
Exibir Nome
XX
Sobr., Nome N. meio: exibe o nome do paciente na seguinte ordem: sobrenome, nome e nome
do meio.
XX
Nom Sobr. N. meio: exibe o nome do paciente na seguinte ordem: nome, sobrenome e nome
do meio.
„„
Exibição do título
XX
Mostre ou oculte informações do paciente na área Título da tela.
XX
None (Nenhum): As informações do paciente não são exibidas.
XX
Data nasc.: Exibe a data de nascimento do paciente.
XX
Idade: Exibe a idade do paciente.
XX
Sexo: Marque esta caixa de seleção para exibir o sexo do paciente. O sexo do paciente só
poderá ser exibido se seu nascimento ou idade também for exibido.
3-9
Manual do usuário
Lista definida pelo usuário
Permite inserir informações relacionadas a estudos previamente, para poder atribuir as informações
facilmente quando inserir informações de paciente. Use os botões Adicionar, Alter., Excluir, Excl.
tudo, Acima e Abaixo para adicionar, editar ou excluir informações. Você poderá criar uma lista de
até 20 itens para cada.
„„
Operador
Será possível salvar o nome do operador que realizará o exame no paciente.
„„
Indicação
Será possível salvar informações no histórico médico do paciente.
„„
Médico do diagnóstico
Será possível salvar o nome do médico que fez o diagnóstico do paciente.
„„
Médico referência
Será possível salvar o nome do médico de referência.
„„
Descrição
Será possível salvar até 20 memos de diagnóstico por aplicação.
3-10
Capítulo 3 Utilitários
Configurações de exibição na tela (imagem)
Na guia Configuração, selecione a guia Imagem. Ou toque em Imagem na tela de toque. Especifique as
opções relacionadas à exibição.
Comum
Configurações Comuns
As configurações comuns se aplicam a todas as aplicações.
É possível selecionar vários itens. Selecione um item com o trackball e o botão Confirmar para
selecionar ou desmarcar um item.
[Figura 3.5 Configuração - Imagem - Comum]
Configurações Gerais
„„
AFRP - Alta Frequência de Repetição de Pulso
No Modo Doppler Espectral Pulsado DP, esta opção detecta o fluxo sanguíneo com uma
velocidade que excede a velocidade máxima na profundidade desejada para poder obter o
volume amostra.
3-11
Manual do usuário
„„
Porta transd pref
Selecione a porta do transdutor que tem a maior prioridade quando o sistema inicia ou quando
você seleciona um transdutor.
„„
Unid. velocid. cor
Selecione as unidades de velocidade no Modo Color.
„„
Unid. veloc. cor.
Selecione as unidades de medida para a escala do eixo no modo Doppler espectral.
Configurações de Exibição
„„
Most info img
Mostra ou oculta as informações da imagem. Se a imagem ficar obscurecida pelas informações da
imagem, desative essa opção para ocultar as informações da imagem.
„„
Most barra escala horiz.
Mostra ou oculta a barra da escala horizontal na interface de varredura.
„„
Exibir frequência Tx
Especifique como exibir a frequência TX para cada transdutor. Se estiver marcado, o estado atual
será exibido em MHz; se não estiver marcado, o estado será indicado como PEN, GEN ou RES.
„„
Janela TCG fech auto (s)
Especifique após quanto tempo a janela de controle CGT da tela de toque deve se fechar
automaticamente por causa de ausência de entrada. Se definido em Deslig., a janela não se
fechará automaticamente.
„„
Exib curva CGT
Especifique quanto tempo a curva CGT será exibida para a interface de varredura Lig.: sempre
exibida, Deslig.: nunca é exibida, Auto: exibida por um determinado tempo e depois ela
desaparece).
„„
Tpo linha guia bióp.
Selecione o tipo de linha guia da biópsia a ser exibida.
3-12
Capítulo 3 Utilitários
Aplicação/Ajuste
Essas configurações são aplicadas especialmente à aplicação selecionada.
É possível selecionar vários itens. Selecione um item com o trackball e o botão Confirmar para
selecionar ou desmarcar um item.
[Figura 3.6 Configuração - Imagem - Aplicação/Ajuste]
Configs. aplicação
„„
Selec. aplicação
Selecione a aplicação.
„„
Modo duplo simples
Selecion se o modo duplo simples deve ser usado no modo duplo.
„„
Ativar modo cursor Doppler
Selecione se o modo de cursor deve ser inserido antes do modo Doppler.
„„
Ativar modo cursor M
Selecione se o modo de cursor deve ser inserido antes do modo M.
3-13
Manual do usuário
„„
Ativar modo qdo imagem congelada
Selecione o modo a ser ativado após congelar uma imagem.
Um dos modos a seguir pode ser selecionado: cine, medida, anotação ou Marc corpo.
Configurações predefinidas
„„
Select Preset
Verificar o transdutor, a aplicação e o ajuste.
„„
ECG
Ativa ou desativa o ECG para cada Ajuste.
„„
Manter FRP no Modo simultâneo do Doppler
Marque essa caixa de seleção para manter o valor FRP enquanto mede a velocidade do fluxo
sanguíneo no Modo simultâneo sem usar o Modo Doppler.
NOTA: Esse recurso está disponível para os seguintes transdutores e aplicações:
XX
CF2-8, CS1-4, C2-8, CA2-8AD, CA1-7AD: OB, Abdômen
XX
3D2-6, VE4-8, CV1-8AD: OB
XX
3D4-9, V5-9, EVN4-9, ER4-9, VR5-9: OB, GIN
XX
CF4-9, L5-13, LF5-13, LA3-14AD: Vascular
„„
Tipo índice térm.
Especifica o IT a ser exibido na tela como ITpm (Índice térmico das partes moles), ITo (Índice
térmico do osso) ou IToc (Índice térmico do osso craniano). Os índices são definidos pelo ajuste.
3-14
Capítulo 3 Utilitários
Configurações de medida
Especifique várias opções de configuração para medida. A configuração pode ser modificada
dependendo das preferências ou necessidades específicas.
1. Pressione Configuração no teclado. Quando a tela Configuração for exibida, selecione a guia
Medida.
2. Quando a tela Medida for exibida, selecione a guia que contém os itens que deseja configurar.
3. Especifique as configurações de cada item.
4. Pressione o botão Salvar para salvar as configurações. Você pode clicar em Sair na tela do
monitor ou tocar em Sair na tela de toque para sair da tela de Configuração e mudar para o modo
de varredura.
Configurações gerais
Na tela Configuração, selecione a guia Geral na categoria Medida.
Você pode especificar as opções básicas de medida.
[Figura 3.7 Configuração - Medida - Geral]
3-15
Manual do usuário
Menu
„„
Direção
selecione o tipo de direção aplicado ao destino a ser medido no status inicial do equipamento. As
opções são Esq. e Dir..
„„
Local
selecione o tipo de local aplicado ao destino a ser medido no status inicial do equipamento. As
opções são Prox., Méd e Dist..
„„
Ocultar o menu em Descongelar
Oculte ou mostre o menu Medida na tela depois de fazer as medidas. Mostre Modo de varredura
(Ligado) ou oculte o menu Medida (Desligado).
Cursor
„„
Tipo de cursor
Selecione a forma do cursor do caliper padrão a ser exibido na tela. Selecione entre o formato de
"interseção" (+) e "X".
„„
Marc. P. em Seta
Exibir ou ocultar o marcador de cabeça ao obter a medida de uma área pequena.
„„
Tamanho do cursor
Selecione o tamanho do cursor do caliper padrão a ser exibido na tela. As opções são Pequeno,
Médio e Grande.
Exibição
„„
Tipo linha 2D
Selecione o tipo de linha a ser usado para medida no modo 2D (Sólido: linha sólida, Ponto: linha
pontilhada, Nenhum: pontos inicial e final).
3-16
Capítulo 3 Utilitários
„„
Linha inters elipse
Exibir (Ligado) ou ocultar (Deslig.) o eixo maior e o eixo menor de uma elipse enquanto está
obtendo a medida da elipse.
„„
Clear Measurement(s) on Unfreeze (Limpar medidas ao descongelar)
Oculte ou mostre resultados de medida na tela ao alternar para o Modo de varredura depois de
fazer as medidas. Marque essa caixa de seleção para mostrar resultados de medida em 2D ou no
Modo M/D.
„„
Distance (Distância)
Escolha como a média é exibida na tela quando distâncias lineares são medidas em sucessão.
XX
Méd (2Dist): Mostre a média de duas medidas de distância linear consecutivas.
XX
Méd. (Tudo): Mostre a média de todas as medidas de distância linear consecutivas.
„„
Measurement Units (Unid. de medidas)
Especifique as unidades de medidas. Para um objeto pequeno, é mais conveniente usar ‘mm’ para
Dist. Quando o fluxo sanguíneo é rápido, é melhor usar ‘m/s’ para Vel.
XX
Dist: Escolha escalas em cm e em mm para a distância, a área e a unidade de volume.
XX
Vel: Selecione a unidade de velocidade - cm/s ou m/s.
NOTA: Alterar as unidades de medida apaga todas as medidas que possam ter sido feitas.
Chave
„„
Def medição ao armazenar
Ativa ou desativa a função que conclui as medidas automaticamente quando a tecla Store
(Armazenar) na guia de controle está pressionada enquanto uma medida está sendo obtida.
„„
Def medição ao descongelar
Ativa ou desativa a função que conclui as medidas automaticamente quando a imagem muda
para o modo de varredura enquanto uma medida está sendo obtida.
3-17
Manual do usuário
Result.
Selecione como os resultados de medida devem ser exibidos.
„„
Posição em 2D:
reposição dos resultados de medida quando o modo 2D está selecionado.
XX
Sup. esq.: os resultados de medida são exibidos no canto superior esquerdo da tela.
XX
Inf. esq.: os resultados de medida são exibidos no canto inferior esquerdo da tela.
XX
Inf. dir.: os resultados de medida são exibidos no canto inferior direito da tela.
XX
Sup. dir.: os resultados de medida são exibidos no canto superior direito da tela.
XX
Person.: os resultados de medida são exibidos em um local selecionado pelo usuário.
„„
Posição em M/D
Move os resultados de medida.
XX
Sup. esq.: move os resultados de medida para o canto superior esquerdo da tela.
XX
Inf. esq.: move os resultados de medida para o canto inferior esquerdo da tela.
XX
Inf. dir.: move os resultados de medida para o canto inferior direito da tela.
XX
Sup. dir.: move os resultados de medida para o canto superior direito da tela.
XX
Person.: os resultados de medida são movidos para um local selecionado pelo usuário.
„„
Exibir fundo
Define o fundo dos resultados de medida em transparente (Ligado) ou opaco (Deslig.).
„„
Tam. fonte
Selecione o tamanho da fonte a ser usado nos resultados de medida.
3-18
Capítulo 3 Utilitários
Caliper (Medida)
Na tela Configuração, selecione a guia Calibrador na categoria Medida.
Especifique se as informações adicionais serão exibidas em conjunto com valores de medidas básicas
quando estes forem acionados ao se pressionar o botão Caliper (Medida) no painel de controle. Se essa
opção for selecionada, as informações adicionais também serão gravadas e apresentadas junto com os
resultados da medida.
Configurar "Aplicação" como Geral alterará os itens em "Traçado D". Configurar "Aplicação" como
Cardíaco alterará os itens em "Traçado D" e "Vel. D"
NOTA: A configuração "Cardíaco" só poderá ser usada quando a predefinição do transdutor for
Cardíaco.
[Figura 3.8 Configuração - Medida - Calibrador]
3-19
Manual do usuário
Aplicações
Na tela Configuração, selecione a guia Aplicações na categoria Medida.
[Figura 3.9 Configuração - Medida - Aplicação]
Aplicações
Selecione uma aplicação.
Caliper
„„
Calibrador e, em seguida, Atribuir
Depois de uma Medida básica, o resultado da medida pode ser definido como uma Etiqueta. Ative
ou desative isso escolhendo "Ligado/Desligado".
„„
Ferrams. padrão
Seleciona a ferramenta padrão que funcionará no estado de cursor de medida para cada modo de
imagem.
XX
Modo 2D: Distância, Compr. traço, Curva aberta, Elipse, Traço, Curva fechada, Ângulo, Distân.
esten (D), Traço est.(D), Elipse est (A), Traço est (A), Spline est (A), Volume dist 1, Volume dist 2,
Volume dist 3, Volume elipse, Elipse + Volume dist, Distância, Elipse traço est (A)
XX
Modo D: Velocidade, Acel, Traçado automático, Traço manual, Traçado semiautomático, FC, IR),
Dist. flx vol(D), Traço flx vol.(D), Curva Vol. Fluxo(D), Elipse Vol. Fluxo(A), Traço flx vol.(A), Spline
flx vol. (A), Tempo
3-20
Capítulo 3 Utilitários
XX
Modo M: Distân. (M), Rampa, FC, Tempo (M)
„„
Categ. ferram. padrão
Selecione a ferramenta padrão para cada categoria padrão.
XX
Volume: Volume dist. 1, Volume dist. 2, Volume dist. 3, Volume elipse, Elipse + Vol. dist.
XX
%Estenose(D): Distân. esten (D), Traço est.(D), Spline Steno(D) (Spline est.(D))
XX
%Estenose(A): Elipse traço est.(A), Elipse est. (A), Traço est. (A), Spline est. (A)
XX
Volume de fluxo: Volume de fluxo (D), Volume de fluxo (A)
XX
Traçado do Doppler: Traço Manual, Traçado semiautomático
Doppler
„„
Exibir valor absoluto
A medida do Doppler é exibida como um valor absoluto.
„„
Método cálculo IR
Seleciona se DM ou DF devem ser usados ao calcular o valor de IR.
„„
Itens cálculo automático Doppler
Selecione quais valores devem ser medidos e exibidos na tela no modo de medida usando a
ferramenta do traço do Doppler automático.
„„
Doppler Results (Resultados Doppler)
Configure os itens de medida do Doppler a serem exibidos com os resultados de medida
avaliados usando a Ferramenta de Traçado Doppler Automático.
„„
Frequência cardíaca
XX
Ciclo: seleciona o número de ciclos da frequência cardíaca (FC).
XX
Manual: insere a frequência cardíaca manualmente ao realizar um exame.
XX
Automático: frequência cardíaca inserida manualmente pelo ECG ao realizar um exame.
3-21
Manual do usuário
Resultados adicionais
Na tela Configuração, selecione a guia Resultados adicionais na categoria Medida.
[Figura 3.10 Configuração - Medida - Resultados adicionais]
Aplicação
Selecione uma aplicação.
„„
OB
XX
DP/Tipo percentil: selecione Nenhum, DP ou Percentil.
XX
Marc. TN: selecione o símbolo indicador para medida de EMI e TN. Também é possível
selecionar Ponta em cruz ou Tipo de barra.
„„
GIN
Ferram. folículo padrão: seleciona um método para medir o tamanho e volume dos folículos. É
possível selecionar Volume 1 distância, Volume 2 distâncias, Volume 3 distâncias, Volume elipse ou
Elipse + volume distância.
„„
Vascular
Rel ACI/ACC: seleciona um item de medida a ser usado para calcular a relação ACI/ACC. Podem ser
selecionados Máx., Prox, Méd. ou Dist como PS e DF para ACI e ACC, individualmente.
3-22
Capítulo 3 Utilitários
„„
Cardíaco
XX
Valor padrão da PAD: seleciona o valor padrão para PAD. Podem ser selecionados 0, 5, 10, 15, 20
ou 25 mmHg.
XX
Método de volume VE: Seleciona Teichholz, Em cubo ou Gibson como o método de medida
para o cálculo do volume do ventrículo esquerdo. Consulte o manual de referência para obter
informações detalhadas sobre a fórmula de cálculo.
NOTA: É possível selecionar essas opções quando a aplicação for OB, GIN, Vascular ou Cardíaco.
3-23
Manual do usuário
Calc Menu (Cálc. menu)
Na tela Configuração, selecionar a guia Menu Cálc. na categoria Medida.
[Figura 3.11 Configuração - Medida - Menu Cálc.]
Biblioteca
„„
Aplicação
Selecione a aplicação para a qual deseja carregar a lista de menu disponível. Uma vez feita a
seleção, a lista de menu disponível exibida na tela será alterada.
„„
Visualização de menu disponível
Este item exibe os rótulos na aplicação selecionada que podem ser medidos em estrutura de
árvore. É possível usar os botões Criar, Editar e Excluir para adicionar, editar ou excluir o grupo,
a medida ou o cálculo e pressionar o botão Ordem de relatórios ajusta a ordem dos rótulos na
árvore de menu de medida.
„„
Adicionar item
Na visualização de menu disponível, selecione um grupo ou um item e clique no botão > para
inserir o grupo ou item selecionado na caixa da lista de itens disponíveis no lado direito.
Depois que você salvar o grupo ou item inserido clicando no botão Salvar no lado direito da tela,
ele será exibido no menu.
XX
Ele será inserido no menu de etiqueta e no menu de toque simultaneamente. Nesse caso, um
grupo ou item será adicionado depois do último grupo ou item exibido.
3-24
Capítulo 3 Utilitários
Menu
„„
Pacote
Selecione os pacotes que cada aplicação suporta.
„„
Modo imagem
Visualizar o menu e o menu de toque para cada modo de imagem.
„„
Visualização de Grupo
A visualização de grupo relaciona os grupos exibidos no menu. Quando uma visualização de
grupo é ativada, você pode excluir qualquer um dos grupos exibidos bem como alterar o layout
dos grupos exibidos no menu e no menu de toque.
„„
Visualização de rótulos
A visualização de rótulo relaciona os itens exibidos no menu. Quando uma visualização de item
é ativada, você pode excluir qualquer um dos itens exibidos bem como alterar o layout dos
itens exibidos no menu e no menu de toque. Para cada item é possível selecionar Último, Média,
Máximo ou Mínimo.
„„
Sequência aut.
Posicione uma marca de seleção na caixa Sequência aut. para ativá-la. Ela suporta a
funcionalidade de ativar todos os itens dentro de um grupo, em sequência. Também tem suporte
para a função de medida sequencial para medida de ILA e volume em OB.
„„
Acima, Abaixo
Ajusta a ordem dos grupos ou itens na visualização de rótulos.
„„
Remover
Exclui o grupo e o item selecionado na visualização de grupo ou na de item.
3-25
Manual do usuário
„„
T. toq.
Posicione grupos e itens exibidos na visualização de grupo ou na de item na tela de toque.
XX
Clique no botão T. toq. para exibir uma caixa de diálogo que mostra os botões de toque.
−− Limpar tudo: limpa todos os grupos e itens.
−− Adicionar página: adiciona uma página.
−− Remover pág.: remove a página.
XX
Clique em um botão de toque para exibir os grupos e itens que podem ser atribuídos ao botão.
XX
Selecione Vazio para excluir o grupo e o item atribuídos atualmente ao botão de toque.
XX
Ao excluir um grupo ou item de um botão de toque e clicar no botão Salvar para sair da caixa
de diálogo, o grupo ou o item também serão excluídos da visualização de grupo ou de item.
„„
Redefinir padrões
Pressione o botão Redefinir padrões e depois selecione OK para voltar ao estado inicial.
3-26
Capítulo 3 Utilitários
Autor
Na tela Configuração, selecione a guia Autor na categoria Medida.
[Figura 3.12 Configuração - Medida - Autor]
„„
Id. FetalEspecifique o autor da idade fetal para cada etiqueta.
„„
Cresc. fetal
Especifique o autor do crescimento fetal para cada etiqueta.
„„
Peso fetal estimado
Especifique o autor do PFE ou do percentil do PFE.
„„
Autor IG composta
Especifique o autor a ser usado para o cálculo da IG composta.
„„
Def. autores p/
Especifique o mesmo autor para todas as etiquetas.
3-27
Manual do usuário
Tabelas
Na tela Configuração, selecione a guia Tabelas na categoria Medida. Visualize e edite as tabelas e
equações a serem usadas em cada item de medida de OB.
[Figura 3.13 Configuração - Medida - Tabelas]
„„
Selecione categoria
Selecione uma categoria de idade fetal, crescimento fetal e PFE (peso fetal estimado) para
visualizar e editar tabelas e gráficos para esta categoria.
„„
Selecione etiqueta
Selecione uma etiqueta na caixa de lista. Essa lista de autor de etiquetas será preenchida na caixa
de combinação e os dados do primeiro autor serão exibidos na tela.
„„
Selecione Autor
Selecione o autor na caixa de combinação e os dados do autor serão exibidos na tela.
„„
Novo
Crie novos dados de autor.
„„
Copiar
Copie os dados de autor selecionados atualmente para criar novos dados de autor.
3-28
Capítulo 3 Utilitários
NOTA: Se os dados de autor criados pelo usuário estiverem selecionados, o botão Copiar se torna
inativo e não é possível selecioná-lo.
„„
Excluir
Excluir os dados de autor selecionados no momento.
NOTA: Somente os dados de autor criados pelo usuário podem ser excluídos.
„„
Nome do autor
Representa o nome do autor selecionado no momento. O nome do autor pode ser inserido na
ocasião da criação dos dados de um novo autor.
NOTA: Ao criar novos dados de autor, você não pode salvar dados sem inserir o nome do autor.
„„
Etiqueta de dados de autor
Representa a etiqueta do autor selecionado no momento a quem pertencem os dados. A etiqueta
pode ser alterada quando forem criados novos dados de autor.
„„
Tipo de dados de autor
Representa o tipo de dados do autor selecionado no momento.
NOTA: O tipo de dados de autor pode ser alterado ao criar dados de novo autor usando o botão
Novo. Observe que os dados de tipo de tabela não podem ser criados para PFE.
„„
Unidade da Idade
Representa a unidade da idade fetal para os dados de autor selecionados no momento. A unidade
de idade pode ser alterada quando forem criados novos dados de autor.
„„
Faixa IG Válida
Representa a faixa válida da idade gestacional (IG) para os dados de autor selecionado no
momento. A faixa da IG válida pode ser alterada quando forem criados novos dados de autor.
3-29
Manual do usuário
„„
Unidade da Etiqueta
Representa a unidade da etiqueta para os dados de autor selecionados no momento. A unidade
da etiqueta pode ser alterada quando forem criados novos dados de autor.
„„
Faixa Válida Valor Etiqueta
Representa a faixa válida para o valor da etiqueta para os dados de autor selecionados no
momento. A faixa do valor de etiqueta válida pode ser alterada quando forem criados novos
dados de autor.
„„
Tipo de tabela
Representa o tipo de desvio da tabela para os dados de autor da idade fetal selecionados no
momento. O tipo de desvio da tabela pode ser alterado ao criar novos dados de autor.
„„
Tipo DP - Desvio Padrão
Representa o tipo de desvio da tabela para os dados de autor do crescimento fetal selecionados
no momento. O tipo de desvio da tabela pode ser alterado ao criar novos dados de autor.
„„
Unidade PFE
Representa a unidade PFE para os dados de autor PFE selecionados no momento. A unidade PFE
pode ser alterada quando forem criados novos dados de autor.
„„
Equação
Representa os dados de equação do autor selecionados no momento. A equação pode ser
alterada usando a caixa da lista Parâmetros de entrada ou os botões Calculator (Calculadora) ao
criar novos dados de autor.
NOTA:
XX
Se a equação contiver um erro de fórmula, os dados não poderão ser salvos.
XX
Se você inserir uma etiqueta que não for encontrada na lista dos parâmetros de entrada, os
dados não poderão ser salvos.
„„
Tabelas
Representa os dados de tabela do autor selecionados no momento. A tabela pode ser alterada
usando os botões Inserir linha, Excluir linha e Limpar tabela ao criar novos dados de autor.
NOTA: Pelo menos uma linha de dados precisa ser inserida na tabela antes que os dados possam
ser salvos.
3-30
Capítulo 3 Utilitários
Configurações de cálculo automático
Na tela Configuração, selecione a guia Cálc. automático na categoria Medida. A função Cálc.
automático é um recurso do modo Doppler espectral que realiza cálculos específicos automaticamente
com base nos valores medidos.
NOTA: Os itens especificados só serão exibidos na tela quando o botão Cálc. automático na tela
de toque for pressionado no Modo Doppler de Potência.
[Figura 3.14 Configuração - Medida - Cálc. automático]
„„
AutoCalc. (Cálc. automático) Setting (Configuração)
Adicione ou remova cálculos automáticos usando as caixas de seleção.
Quando os valores de Peak Systolic Velocity (Pico de velocidade sistólica) e End Diastolic Velocity
(Velocidade diastólica final) forem 0, nem todos os resultados dos itens serão exibidos na tela.
Além disso, o valor do resultado para Velocidade média do tempo médio só será exibido quando a
opção Traçado médio estiver em ativada.
3-31
Manual do usuário
Configurações de relatório
Na tela Configuração, selecione a guia Relatório na categoria Medida. Especifique o título do relatório e
configure a impressora.
[Figura 3.15 Configuração - Medida - Relatório]
Report (Relatório)
Aqui, é possível definir os itens relacionados ao relatório de medida.
„„
Tít. relatório
Insira o título a ser exibido no cabeçalho do relatório. O texto inserido será exibido em todos os
relatórios de medida.
„„
Impressora
Configure a impressora para imprimir o relatório.
„„
Save Action (Salvar)
−− Preto e branco: Selecione a cor de fundo e a cor de texto da imagem a ser impressa. Marque a
caixa de seleção para usar um fundo branco e um texto preto na gravação ou na impressão do
relatório.
3-32
Capítulo 3 Utilitários
Anatom.
Na tela Configuração, selecione a guia Anatom. na categoria Relatório.
[Figura 3.16 Configuração - Relatório - Anatom.]
Pressione Criar para adicionar um novo item; pressione Editar para editar um item ou pressione Excluir
para excluir um item. Pressione Redefinir padrões para redefinir às configurações padrão.
„„
Aplicação
Selecione a aplicação.
„„
Grupo
configure as predefinições para a aplicação de medida.
„„
Itens disponív.
essa é uma lista de categoria ou de item que pode ser adicionada à página de anatomia.
„„
Itens selec.
essa é uma categoria ou lista de itens que foi adicionada à página de anatomia.
„„
Menu seleção
trata-se da lista de itens de nível inferior que pertence a um item selecionado que foi adicionado à
página de anatomia.
3-33
Manual do usuário
Comentários
Na tela Configuração, selecione a guia Comentários na categoria Relatório.
[Figura 3.17 configuração - Relatório - Comentários]
„„
Selec. aplicação
Exibe todas as informações para a aplicação medida e seleciona a aplicação a ser exibida no
relatório.
„„
Comentários
O usuário insere comentários manualmente.
„„
Limpar
Excluir os comentários salvos.
3-34
Capítulo 3 Utilitários
Anotação
Na tela Configuração, selecione a guia Anotação. Ou toque em Anotação na tela de toque. Opções de
configuração para inserir uma opinião ou diagnóstico.
Biblioteca
Na tela Configuração, selecione a guia Biblioteca na categoria Anotação. Você pode criar, editar ou
excluir uma biblioteca associada.
[Figura 3.18 Configuração - Anotação - Biblioteca]
Biblioteca
Selecione um tipo de aplicação.
3-35
Manual do usuário
Bilioteca fed. usuário
O usuário cria ou exclui texto.
„„
Criar
Cria textos.
„„
Excluir
Exclui texto.
„„
Redefinir padrões
Reverte às configurações padrão.
Tela toque página 1
Especifique os itens a serem exibidos na primeira página da tela de toque.
Tela toque página 2
Especifique os itens a serem exibidos na segunda página da tela de toque.
Copiar de existente
Você pode selecionar os itens fornecidos pelo equipamento para configuração.
3-36
Capítulo 3 Utilitários
Anotação
Na tela Configuração, selecione a guia Anotação na categoria Comentários. Selecione se as anotações
devem ou não ser excluídas da tela quando no modo de varredura ou quando o transdutor ou a
aplicação forem alterados.
[Figura 3.19 Configuração - Anotação - Anotação]
Comum
„„
Apagar qdo img for descongelada
Selecione se as anotações podem ser excluídas no modo de varredura de imagem ou não.
„„
Apagar qdo transdutor/aplicação for alterado
Selecione se as anotações podem ou não ser excluídas quando o transdutor ou a aplicação forem
alterados.
„„
Erase When the mode is changed
Selecionar para definir se a anotação deve ser apagada quando o modo de diagnóstico foi
alterado.
3-37
Manual do usuário
Anotação
„„
Tam fonte txt
Selecione o tamanho da fonte a ser usada.
„„
Cor texto
Selecione a cor da fonte a ser usada.
Seta
„„
Tam seta
Selecione o tamanho da seta.
„„
Tipo seta
Selecione o formato da seta.
„„
Ângulo seta
Selecione o ângulo da seta.
3-38
Capítulo 3 Utilitários
Marc corpo
Na tela Configuração, selecione a guia Marc corpo. Ou toque em Marc corpo na tela de toque.
Biblioteca
Na tela Configuração, selecione a guia Biblioteca na categoria Marc corpo.
Você pode criar, editar ou excluir uma biblioteca de Marc corpo.
1. Na Tela toque página 1 ou na Tela toque página 2, com o trackball selecione o local desejado. Uma
vez selecionado, ele será marcado em amarelo.
2. Em Copiar de existente, selecione o Marc corpo desejado. O Marc corpo será criado no local
marcado em amarelo.
3. Na Tela toque página 1 ou na Tela toque página 2, com o trackball selecione um Marc corpo para
exibir em amarelo; toque Redefinir padrões para excluir o Marc corpo.
[Figura 3.20 Configuração - Marc corpo - Biblioteca]
3-39
Manual do usuário
Biblioteca
Selecione uma aplicação.
Biblioteca def. usuário
O usuário pode criar ou excluir uma biblioteca.
„„
Criar
Crie uma nova biblioteca.
„„
Excluir
Exclui um Marc corpo.
„„
Redefinir padrões
Reverte às configurações padrão.
Tela toque página 1
Especifique os itens a serem exibidos na primeira página da tela de toque.
Tela toque página 2
Especifique os itens a serem exibidos na segunda página da tela de toque.
Copiar de existente
Você pode selecionar os marcadores de corpo fornecidos pelo equipamento para configuração.
3-40
Capítulo 3 Utilitários
Marc corpo
Na tela Configuração, selecione a guia Marc corpo na categoria Marc corpo.
[Figura 3.21 configuração - Marc corpo - Marc corpo]
Common (Comum)
„„
Controle
XX
Ativar qdo modo dpl/quad ativ: Mostre ou oculte Marcador de corpo quando Dual ou Modo
Quad está ativo.
XX
Apagar qdo img for descongelada: Opte por pressionar ou não o botão Congelar no painel de
controle a fim de alternar para Modo de varredura e excluir automaticamente o Marcador de
corpo.
XX
Apagar qdo predef. for alterada: Selecione se é necessário apagar ou não o Marcador de corpo
quando a predefinição for alterada.
XX
Copiar p/ lado ativ qdo modo dpl/quad ativ: Selecione se é necessário copiar ou não o
Marcador de corpo para a área ativa quando Dual ou Modo Quad está ativado.
3-41
Manual do usuário
e-Motion Marker
Selecione este item se você está usando o e-Motion Marker que é um recurso optional para este
equipamento.
NOTA:
XX
O e-Motion Marker pode ser usado somente nas seguintes condições:
−− Transdutor: EVN4-9
−− Aplicação: Ginecologia
−− Ajuste: Útero
XX
Marcadores de corpo gerais não podem ser usados enquanto o e-Motion Marker estiver em uso.
XX
Consulte o guia de instalação que acompanha o pacote do e-Motion Marker para obter
instruções quanto a instalação do e-Motion Marker.
XX
Ele não está disponível nos EUA e CANADÁ.
„„
Contr.
Ativar marca e-movim.: se esta caixa de seleção estiver selecionada, pressionar o botão Marc
corpo no painel de controle executa o e-Motion Marker.
„„
Exibição
XX
Eixo: selecione esta caixa de seleção para exibir os eixos na tela do monitor.
XX
Órgão: selecione esta caixa de seleção para exibir o formato do órgão na tela do monitor.
XX
Órgão padrão: pressione o botão de combinação para selecionar o tipo de órgão a ser usado.
„„
Botão Conf.
Atribua funções aos botões no corpo principal do e-Motion Marker.
XX
Botão 1: inicialize o sensor do e-Motion Marker. O usuário não deve atribuir outra função a este
botão.
XX
Botão 2-4: pressione o botão de combinação para selecionar a função a ser usada. Selecione
entre Congelar, Armaz, S1, S2 e S3.
3-42
Capítulo 3 Utilitários
Aplicação
Na tela Configuração, selecione a guia Aplicação. Ou toque em Aplicação na tela de toque.
Configuração
[Figura 3.22 Configuração - Aplicação - Configuração]
Transdutor
Selecione um transdutor.
Aplicações
Selecione uma aplicação.
Ajuste
Selecione o ajuste suportado pela aplicação selecionada.
3-43
Manual do usuário
Selec bibl
„„
Anotação
Configure uma biblioteca de texto.
„„
Marc corpo
Configure uma biblioteca de Marc corpo.
„„
Medida
XX
Aplicação: selecione a aplicação.
XX
Pacote: configure o pacote para a aplicação de medida.
3-44
Capítulo 3 Utilitários
Personalizar
Botões
Na tela Configuração, selecione a guia Botões na categoria Personalizar. Você pode configurar as teclas
e os botões que estão conectados ao equipamento.
[Figura 3.23 Configuração - Personalizar - Botões]
Tecla def/sair
Defina as funções dos botões para a esquerda e para a direita do trackball no painel de controle.
XX
Def/sair: o botão esquerdo é definido como Definir e o direito como Sair.
XX
Sari/def: O botão esquerdo é definido como Sair e o direito, como Definir.
XX
Def/def: as duas teclas, esquerda e direita, são definidas com a função Definir.
3-45
Manual do usuário
Tecla do usuário
Selecione funções para os botões U1, U2 e seta no painel de controle. As funções que podem ser
atribuídas são as seguintes:
U1, U2
Sair
CGT
Varredura rápida
Harmônica
Duplo
Quad
Duplo tempo real
Biópsia
Simultâneo
Medida PFE
Apontador
Seta
Alteração do transdutor
Resultado EFW
Apontador
Apontador
Seta
Foot Switch (Pedal)
Atribua funções aos pedais esquerdo, central e direito. As funções que podem ser atribuídas são as
seguintes:
Funções do pedal
Sair
Congelar
Armazenar
S1
S2
S3
Update (Atualizar)
Dual (Duplo)
Quad
3-46
Capítulo 3 Utilitários
Teclas de armazenamento S1, S2 e S3
„„
Configurar Armaz (Único, Clipe) e funções de impressão.
„„
Se os dois forem selecionados, Armaz e Imprimir, a imagem será armazenada e impressa.
Fim exam
„„
Fim exame+paciente
Pressionar o botão Fim exame no painel de controle muda a tela para a tela Patient Information
(Informações do paciente).
„„
Só fim exame
Pressionar o botão Fim exame no painel de controle sai do modo de exame e muda para a tela de
varredura B.
Método de armazenagem de clipe
„„
Clipe comprim. (s)
Especifica o comprimento da imagem a ser salva. Selecione 2, 4, 6, 8, 10, 20, 30 ou 60 segundos.
„„
Número de ciclos cardíacos)
Especifica o número de ciclos cardíacos a serem incluídos na imagem.
„„
T. antes cicl (ms)
Especifica o tempo a ser incluído antes do início de um ciclo cardíaco.
„„
T. dep cicl (ms)
Especifica o tempo a ser incluído antes da conclusão de um ciclo cardíaco.
3-47
Manual do usuário
Tipo de armazenagem de clipe
„„
Período de loop de cine
XX
Prospective: ao salvar imagens, as imagens exibidas depois que o botão foi pressionado são
salvas.
XX
Retrospective: ao salvar imagens, as imagens exibidas antes de o botão ser pressionado são
salvas.
3-48
Capítulo 3 Utilitários
Menu de toque
Na tela Configuração, selecione a guia Menu de toque na categoria Personalizar. Você pode configurar
a tela de toque e o botão Alternar contr.
[Figura 3.24 Configuração - Personalizar - Menu de toque]
Tipo modo
Select TpRe 2D, Cong 2D, TpRe C, Cong C, TpRe D, Cong D, TpRe M, Cong M, TpRe CW, Cong CW, TpRe
ECG, ou Cong ECG.
„„
Pain toque
Especifique os itens a serem incluídos na tela de toque e suas posições.
„„
Alternar contr
Especifique os itens ativados do botão giratório a serem incluídos na parte inferior do menu na
tela de toque e suas posições.
„„
Redefinir padrões
Reverte às configurações padrão.
3-49
Manual do usuário
Configurações de equipamentos periféricos
Selecione a guia Periféricos na tela Configuração. Ou toque em Periféricos na tela de toque. Você pode
configurar teclas, botões e equipamentos periféricos conectados ao equipamento.
Periféricos
Na tela Configuração, selecione a guia Periféricos na categoria Periféricos. Você pode configurar
equipamentos periféricos conectados ao equipamento.
[Figura 3.25 Configuração - Periféricos - Periféricos]
Impressora
„„
Configurações da impressora
Selecione a impressora usando o botão de combinação. Para remover uma impressora que não
está mais sendo usada, selecione a impressora e pressione o botão Remover.
„„
Fila de impressoras
Escolha se é necessário ou não cancelar um trabalho da impressora durante a impressão de uma
imagem. Use o botão de combinação para selecionar uma impressora que esteja imprimindo
uma imagem. Pressione o botão Limpar fila de impressão para cancelar o trabalho de impressão.
XX
Selecionar todas as impressoras: Marque essa caixa de seleção para cancelar os trabalhos de
impressão de todas as impressoras conectadas.
3-50
Capítulo 3 Utilitários
NOTA: Um trabalho de impressão só poderá ser cancelado se os dados da imagem a ser impressa
não tiverem sido enviados para a impressora por completo.
„„
Área de impressão local
Define a área a ser impressa.
XX
Tela cheia: imprime todo o conteúdo da tela do monitor.
XX
Saída víd: imprime somente uma área determinada da tela, incluindo a área da imagem.
XX
Somente imagem: Imprime somente a área da imagem.
„„
Most dados pcte
Seleciona se as informações de paciente devem ou não ser exibidas.
Dispositivo
Na tela Configuração, selecione a guia Dispositivo na categoria Periféricos.
Pressione o botão Ejetar/Remover para ejetar ou remover o disco do equipamento. Pressione o botão
Format mídia para apagar o CD/DVD.
[Figura 3.26 Configuração - Periféricos - Dispositivo]
3-51
Manual do usuário
Configurações de conectividade
Toque em Conectivid. na tela de toque. Você poderá executar tarefas administrativas DICOM ou
gerenciar as configurações do servidor DICOM e as informações da rede no seu equipamento.
Configurações DICOM
Na tela Configuração, selecione a guia DICOM na categoria Conectivid.. Usado para configurar a
operação do DICOM (Digital Imaging and Communication in Medicine - Comunicação de Imagens
Digitais em Medicina) e o servidor.
NOTA: para obter mais informações, consulte o manual do usuário do servidor ou a Declaração de
conformidade DICOM.
[Figura 3.27 Configuração - Conectivid. - DICOM]
3-52
Capítulo 3 Utilitários
Configuração do equipamento
As informações sobre o servidor DICOM usadas pelo equipamento são exibidas.
Você pode alterar as informações ou adicionar ou excluir um servidor. As informações do servidor
são usadas para identificar o DICOM com o equipamento em uma rede. Isso também é usado para
transferir dados para outros servidores DICOM.
NOTA: para as configurações Endereço IP, Título EA e Nº porta, entre em contato com o
administrador de rede de sua organização.
„„
Nome da estação
Insira o nome do equipamento. Junto com o título da entidade, muitas vezes é usado para
identificar o equipamento na rede DICOM.
„„
Título entidade
Digite o nome da entidade da aplicação (EA) DICOM. O título é usado para verificar dispositivos
que usam DICOM em uma rede.
„„
Nº porta
Digite o número da porta no servidor em uso.
Configuração geral
„„
Form. rel.
Selecione o formato para salvar em SR. As opções são Relat. geral e Ponto de visualização.
„„
Armazenar SR ao final do exame
Selecione se deseja armazenar SR no fim do exame. Quando você seleciona a caixa de seleção, SR
é automaticamente armazenado no final do exame. Caso contrário, ele não é armazenado.
Adição de serviços DICOM
Clique em Adicionar na tela. Será exibida uma tela na qual você poderá inserir um serviço DICOM.
Depois de adicionar o serviço, clique em Aplicar para gravar as informações. Clique em Cancelar
para cancelar.
3-53
Manual do usuário
„„
Opções serviço DICOM
Selecione o tipo de serviço a ser usado via DICOM. Os serviços DICOM suportados são
Armazenagem, Lista de trabalho, Impressão, MPPS, Storage SR.
„„
Alias
Digite o nome do servidor DICOM.
„„
Título entidade
Digite o título da entidade de aplicação do servidor DICOM. Consulte o administrador da rede
antes de especificar essa opção.
„„
Endereço IP
Digite o endereço IP do servidor em uso. Consulte o administrador da rede antes de especificar
essa opção.
„„
Nº porta
Digite o número da porta no servidor em uso. Consulte o administrador da rede antes de
especificar essa opção.
„„
Tempo limite da conexão
A conexão deverá expirar se não houver resposta dentro do período configurado. Você pode
especificar esse período em segundos.
„„
Tempo Limite de Leitura
Especifique o limite de Tempo Limite de Leitura para o servidor que você está adicionando.
„„
Intervalo para nova tentativa
Especifique quantos segundos o equipamento aguardará antes de tentar novamente quando
houver falha da transmissão. Você pode especificar esse período em segundos.
„„
Máximo de novas tentativas
Especifique quantas vezes uma transmissão falha será tentada novamente.
„„
Tamanho pacote
Especifique o tamanho do pacote de transferência.
3-54
Capítulo 3 Utilitários
Informações do servidor de armazenagem
Selecione ARMAZENAGEM como o item Opções serviço DICOM. Configure o Serviço de armazenagem
de imagem usando DICOM.
[Figura 3.28 Configuração do DICOM - Armazenagem]
„„
Modo de transferência
Selecione um método de transferência:
XX
Enviar após aquisição: Envie a imagem sempre que pressionar o botão Gravar para gravá-la.
XX
Enviar no final: Envie todas as imagens gravadas ao pressionar o botão Fim de exame.
XX
Enviar manualmente: Envia a imagem selecionada pelo usuário da lista de exames ou na
revisão.
„„
Tipos de Transferência
XX
Incluir multiquadr.: selecione essa caixa de seleção para transferir loops de Cine.
XX
Inclui volume 3D: selecione se devem ser enviados os dados de volume 3D junto com as
imagens 3D.
NOTA: selecione essa opção somente se você usar um serviço de armazenagem que seja
compatível com o formato de dados de volume 3D usado pela Samsung Medison.
3-55
Manual do usuário
„„
Converter em cinza
Selecione o tipo de conversão da escala de cinza à imagem a ser aplicada ao serviço DICOM.
XX
Sem conversão: envia a imagem original sem convertê-la.
XX
Todas as imagens: converte todas as imagens para escala de cinza antes de enviá-las.
XX
Só imagens P/B: somente as imagens que não têm cor são convertidas para escala de cinza
antes de serem enviadas.
„„
Suporta SonoView Pro
Incluir espaço de pixel: além das informações de área usadas em ultrassonografia, as informações
de área usadas em CT ou radiografia também são incluídas. Você pode obter medidas em um
equipamento PACS que não suporta informações de área ultrassônica.
NOTA: entretanto, somente as imagens nos Modos 2D e Color 2D são suportadas. Nos modos
Duplo e Quádruplo, as profundidades das imagens incluídas devem ser idênticas.
„„
Compressão DICOM
Selecione se você deseja compactar as imagens fixas do serviço DICOM. Use o botão combinado
para selecionar o tipo de imagem e o tipo de compactação, Descompactado ou Linha de
base JPG. Quando a opção Descompactado estiver selecionada, as imagens serão salvas sem
compactação.
XX
Único quadro: especifique o tipo de compactação para imagens estáticas.
XX
Mtos qdros: especifique o tipo de compactação para imagens de Cine.
XX
Se você selecionar Linha de base JPEG, você terá de selecionar entre Perda baixa, Perda média
ou Perda alta (TBD). Você pode priorizar a qualidade ou a taxa de compactação. Você pode
especificar o tipo de compactação, a taxa de compactação e a taxa de quadros. Você pode
selecionar Total, 10, 20 ou 30 para a taxa de quadros.
3-56
Capítulo 3 Utilitários
„„
Configuração VOI LUT
Configure a VOI LUT (Tabela de busca de valor de interesse). Ajuste o brilho e o contraste de uma
imagem DICOM ao salvá-la. A imagem gravada pode ser visualizada com qualquer dispositivo
PACS com o DICOM VOI LUT implementado.
XX
Centro da janela: digite um valor para a configuração da etiqueta DICOM (0028, 1050). O valor
da configuração indica o brilho de uma imagem exibida pelo serviço de armazenagem. A
imagem ficará mais escura se o valor for definido como 128 ou mais. Observe que esta função
só poderá ser usada quando houver suporte do serviço de armazenagem.
XX
Largura da janela: digite um valor para a configuração da etiqueta DICOM (0028, 1051). O valor
da configuração indica o brilho de uma imagem exibida pelo serviço de armazenagem. Em
relação a 256, valores mais elevados resultam em menor contraste. Observe que esta função só
estará disponível quando houver suporte do serviço de armazenagem.
Informações do servidor de CA
Selecione CA (Comprometimento de Armazenagem) como o item Opções serviço DICOM. Configure
o Serviço de comprometimento de armazenagem usando DICOM. O serviço de comprometimento de
armazenagem é usado após ser finalizado um diagnóstico e todos os relatórios e imagens gravados
serem enviados.
[Figura 3.29 Opções serviço DICOM - CA]
„„
Servidor assoc. de armazenagem
Selecione um servidor de armazenagem de imagem para se conectar a ele.
3-57
Manual do usuário
Informações do servidor da LISTA DE TRABALHO
Selecione LISTA DE TRABALHO como o item Opções serviço DICOM. Configure o Serviço Lista de
trabalhoda modalidade usando DICOM.
[Figura 3.30 Opções serviço DICOM - LISTA DE TRABALHO]
„„
Donf consulta
Seleciona o tipo de modalidade a ser recuperado ao atualizar a lista de trabalho.
XX
Modalid: seleciona entre imagens de ultrassom (US) ou todas as imagens, Todas.
Dicas!
3-58
Depois de configurar o serviço da lista de trabalho, pressione o botão Pacte no painel de controle
para ir para a página Lista de trabalho.
Capítulo 3 Utilitários
Informações do servidor de IMPRESSÃO
Selecione IMPRIMIR como o item Opções serviço DICOM. Configure o Serviço de impressão usando
DICOM.
[Figura 3.31 Configuração do DICOM - IMPRIMIR]
NOTA:
XX
Só é possível configurar uma impressora conectada à rede DICOM.
XX
Dependendo da impressora, algumas das funções descritas a seguir talvez não estejam
disponíveis. Antes de configurar o serviço de impressão, consulte o manual do usuário da
impressora ou a Declaração de conformidade DICOM.
„„
Modo de transferência
Selecione um método de impressão:
XX
Imprimir após aquisição: imprime a imagem sempre que pressionar o botão Gravar para gravála.
XX
Imprimir no fim exame: imprime todas as imagens gravadas ao pressionar o botão fim exame.
XX
Imprimir manualmente: imprime a imagem selecionada pelo usuário da lista de exames ou na
revisão.
„„
Configuração layout
Especifique o layout do papel. É possível selecionar de 1 a 6 linhas e de 1 a 4 colunas.
3-59
Manual do usuário
„„
Cor
Especifique se a impressão deve ser colorida. Selecione Escala de cinza ou Color.
„„
Orientação
Especifique a orientação do papel. Selecione Paisagem ou Retrato.
„„
Ampliação
Especifique o tipo de interpolação a ser usado para redefinir o tamanho da imagem a imprimir.
Selecione Replicar, Bilinear, Cúbico e Nenhum.
„„
Densidade margem
Especifique a densidade da margem de uma imagem a ser impressa. Selecione Preto ou Branco.
„„
Prioridade
Especifique uma prioridade para o comando de impressão. Selecione Alta, Média ou Baixa.
„„
Destino
Especifique o caminho do papel. Selecione Revista ou Processador.
„„
Tipo de mídia
Especifique o tipo de material para impressão. Selecione uma destas opções: Papel, Filme
transparente, Filme azul, Filme transparente mamo e Filme azul mamo.
„„
Cópias
Digite o número de cópias entre 1 e 99.
„„
Tamanho do filme
Selecione o tamanho do papel entre 8 pol x 10 pol, 5 pol x 11 pol, 10 pol x 12 pol, 10 pol x 14 pol,
11 pol x 14 pol, 11 pol x 17 pol, 14 pol x 14 pol, 14 pol x 17 pol, 24 cm x 24 cm e 24 cm x 30 cm.
„„
Tipo de suavização
Esta opção só estará disponível quando Ampliação estiver definida como CÚBICA. Digite um valor
para a impressora que está especificado na Declaração de conformidade DICOM.
„„
Densidade vazia
Selecione a cor de fundo para a área de impressão. Selecione Preto ou Branco.
3-60
Capítulo 3 Utilitários
„„
Densidade mín.
Especifique o brilho mínimo de uma imagem a ser impressa. Se esta opção não for especificada,
será aplicado o valor padrão.
„„
Densidade máx.
Especifique o brilho máximo de uma imagem a ser impressa. Se esta opção não for especificada,
será aplicado o valor padrão.
„„
Info de configuração
Especifique o valor único para uma impressora. Consulte a Declaração de conformidade DICOM
para a impressora.
Informações do servidor MPPS
Selecione Opções serviço DICOM como PPS (Etapa de procedimento realizado por modalidade).
Configure o serviço da etapa do procedimento executado da modalidade usando DICOM.
[Figura 3.32 Opções serviço DICOM - PPS]
„„
Sempre completar exames.
Quando esta caixa de seleção é marcada, os exames são sempre relatados em condição completa.
Se você pressionar o botão Fim exame sem marcar uma caixa de seleção, a mensagem de
cancelamento selecionada será enviada ao servidor RIS.
3-61
Manual do usuário
Informações do servidor de ARMAZENAGEM SR
Selecione Armazenagem SR como o item do Opções serviço DICOM. Configure o serviço de
armazenagem do relatório usando DICOM.
„„
Modo de transferência
Selecione um método de impressão:
XX
Enviar após aquisição: sempre que o botão Armazenar estiver pressionado, os dados de
medida no relatório serão enviados como SR.
XX
Enviar no final: sempre que o botão Fim exame estiver pressionado, os dados de medida no
relatório serão enviados.
[Figura 3.33 Opções do serviço DICOM - ARMAZENAGEM SR]
Alteração das informações DICOM
Selecione um serviço e clique em Editar na tela. Serão exibidas as informações sobre o serviço
selecionado.
Depois de alterar a informação, clique em Aplicar para gravar as alterações. Clique em Cancelar para
cancelar.
3-62
Capítulo 3 Utilitários
Exclusão do serviço DICOM
Selecione um serviço e clique em Excluir na tela.
Teste dos Servidores DICOM
Selecione um serviço e clique em Verificar na tela. A conexão com o serviço selecionado é testada e
os resultados são exibidos nos itens de verificação. Se o resultado for bem sucedido, a conexão está
normal.
3-63
Manual do usuário
Configurações de rede
Na tela Configuração, selecione a guia Rede na categoria Conectivid.. Ou toque em Conectivid. na tela
de toque. Você pode gerencias as informações de rede para o equipamento atual.
[Figura 3.34 configuração - Conectivid. - Rede]
Config. rede
Configure as informações de rede para o equipamento atual.
„„
Configuração autom. (DHCP)
Se a caixa de seleção estiver marcada, a informação do IP é configurada automaticamente.
„„
Configuração estática
Se a caixa de seleção de configuração automática não estiver selecionada, você poderá inserir um
IP fixo.
Especifique as informações do endereço IP, submáscara de rede, gateway e DNS.
„„
Invert
Apague a informação inserida atualmente e reverta às configurações padrão.
„„
Aplicar
Use a informação inserida atualmente para configurar o IP.
3-64
Capítulo 3 Utilitários
Serviço
NOTA:
XX
As ações a seguir não devem ser executadas por usuários. Os usuários devem solicitar a um
representante de suporte ao cliente da Samsung Medison, que executará a ação para os
usuários.
XX
São realizados serviços como recuperação de informações de paciente e de imagens,
modificação do software etc.
XX
Habilitar ou desabilitar o uso de softwares e hardwares opcionais.
−− Nome: mostra os tipos de softwares opcionais que podem ser instalados no equipamento.
−− Status: mostra o estado atual do software opcional. Registrado indica que o software pode
ser usado até atingir a data especificada em Data de vencimento. Não registrado indica que o
software não pode ser usado agora.
XX
Serão exibidas as informações sobre a versão do software do equipamento.
XX
É oferecida uma função integrada de autoteste.
Ajuda
Pressione o botão Ajuda no teclado. O manual eletrônico aparece na tela do monitor.
NOTA: Não há nenhuma tecla Retornar na tela Ajuda.
3-65
Capítulo
4
Manutenção e
armazenamento
‹‹Ambiente operacional.....................................4-3
‹‹Manutenção do equipamento........................4-4
Limpeza e desinfecção...........................................................4-4
Troca de fusível..........................................................................4-7
Limpeza dos filtros de ar........................................................4-8
Verificações da precisão.........................................................4-8
‹‹Manutenção da informação...........................4-9
Backup das configurações do usuário..............................4-9
Backup das informações do paciente...............................4-9
Software.......................................................................................4-9
Capítulo 4 Manutenção e armazenamento
Ambiente operacional
Ao instalar este equipamento, preste atenção ao seguinte:
CUIDADO: A disposição do equipamento próximo a geradores, aparelhos de raio X ou cabos de
radiodifusão pode resultar em ruídos na tela e imagens com interferências. O compartilhamento da
fonte de alimentação com outros dispositivos elétricos também pode causar ruído.
„„
Evite o excesso de umidade.
„„
Evite a luz solar direta.
„„
Evite variações excessivas da temperatura.
„„
Condições ideais para o equipamento são temperatura de 10° a 35° e umidade de 30% a 75%.
„„
Evite instalar o equipamento próximo a aparelhos de aquecimento.
„„
Evite lugares com poeira ou mal ventilados.
„„
Evite lugares sujeitos a reverberação.
„„
Evite lugares onde há a presença de substâncias químicas ou gases perigosos.
4-3
Manual do usuário
Manutenção do equipamento
Limpeza e desinfecção
O uso de um equipamento de limpeza ou agente de esterilização inadequado pode danificar o
equipamento. Preste atenção ao seguinte:
AVISO:
XX
Desligue o equipamento e desconecte o cabo de alimentação da tomada antes de limpar e
desinfetar, caso contrário, há risco de choque elétrico ou incêndio.
XX
Use sempre luvas e óculos de proteção ao limpar e desinfetar o equipamento.
Limpeza
CUIDADO:
XX
Não pulverize detergentes diretamente no exterior do equipamento. Isso pode descolorir ou
prejudicar a superfície do equipamento.
XX
Não use substâncias químicas como cera, benzeno, álcool, tíner de pintura, inseticida,
desodorantes em aerossol ou lubrificantes.
„„
Unidade básica
Use um pano macio e umedecido com um sabão suave para limpar as superfícies externas do
equipamento.
„„
Limpeza do monitor
Passe um pano seco macio na superfície do LCD.
NOTA: Para obter informações sobre a limpeza e a desinfecção do transdutor, consulte o Capítulo
5, Transdutores.
4-4
Capítulo 4 Manutenção e armazenamento
„„
Tela de toque
Passe um pano seco macio na superfície do LCD.
NOTA: Verifique se a tela de toque não está contaminada por uma substância eletricamente
condutora. A contaminação da tela LCD por gel de ultrassom ou outras substâncias pode reduzir
a sensibilidade da tela de toque e provocar maus funcionamentos. Esse fenômeno é causado
pelo contato entre a tela de toque capacitiva e a substância condutora. Se a tela for contaminada,
limpe-a com um pano seco e reinicialize o equipamento.
„„
Trackball (esfera de rolagem)
CUIDADO: Durante a limpeza do trackball, assegure que nenhum líquido e outras substâncias não
entrem no produto.
1. Gire o aro do trackball no sentido anti-horário para removê-lo do painel de controle.
2. Limpe o trackball com um pano macio e gire o aro no sentido horário para recolocá-lo.
Aro
[Figura 4.1 Removendo o trackball]
NOTA:
XX
Para obter informações sobre a limpeza e a desinfecção dos transdutores, consulte o "Capítulo 5.
Transdutores" neste manual do usuário.
XX
Esta imagem pode ser diferente da imagem de seu equipamento.
4-5
Manual do usuário
Desinfecção
CUIDADO: Use somente desinfetantes recomendados pela Samsung Medison nas superfícies do
equipamento.
Recomendamos o uso de um desinfetante certificado pelo processo FDA 510(k). Para a lista de
desinfetantes, consulte a seção “Informações de detergente, desinfetante e gel de ultrassom” no
capítulo Transdutores.
1. Desligue o equipamento e desconecte o cabo de alimentação da tomada.
2. Misture a solução desinfetante compatível com o equipamento de acordo com a concentração
especificada na etiqueta de instruções.
3. Limpe a superfície externa do equipamento de acordo com as instruções fornecidas com o
desinfetante.
4. Deixe a superfície secar naturalmente ou use uma toalha esterilizada, de acordo com as instruções
no rótulo do desinfetante.
4-6
Capítulo 4 Manutenção e armazenamento
Troca de fusível
O fusível de proteção da carga de potência protege o equipamento contra sobrecorrente. Se o circuito
de proteção para monitoramento de carga de potência detectar uma sobrecarga, ele cortará a corrente
do equipamento para evitar o superaquecimento e restringir a saída de energia do ultrassom. Se o
fusível queimar, troque-o conforme mostrado abaixo.
PERIGO: Para evitar o risco de choques elétricos, sempre desconecte o equipamento da tomada
antes da troca de fusível.
1. Desligue o equipamento e desconecte o cabo de alimentação da tomada.
2. Pressione a parte central do fusível usado para baixo e puxe para fora.
3. Remova o fusível antigo e substitua-o por um novo.
4. Depois de instalar o novo fusível, conecte o equipamento à tomada.
As informações do fusível são exibidas na tabela a seguir.
Classificações
de entrada
Classificações
de fusível
Fabricante
Nº do pedido
Descrição
100 a 240 VCA
6,3AH/250V
Fusível pequeno
021506.3P
F1 para o conjunto de alimentação CC
100 a 240 VCA
4A/H250V
Fusível pequeno
0215004P
F2 para saída AUX
Dicas!
XX
O fusível deste equipamento foi previsto para tomadas.
XX
O fusível está localizado sob a placa de controle do conjunto de alimentação CC.
XX
Os fusíveis são marcados como F1 e F2.
4-7
Manual do usuário
Limpeza dos filtros de ar
Os filtros de ar minimizam a entrada de poeira. Quando o filtro de ar está entupido com poeira, ele
pode ocasionar superaquecimento e gerar ruído. Ele também poderá reduzir a confiabilidade e o
desempenho do equipamento.
Limpe o filtro a cada três meses para manter o equipamento em perfeitas condições de uso.
CUIDADO: Não se esqueça de travar os freios nas rodas dianteiras antes da limpeza dos filtros de ar
para evitar ferimentos devido a um movimento inesperado do equipamento.
1. Puxe o filtro sob a parte dianteira da unidade básica para afastá-lo do equipamento.
2. Balance o filtro para remover a poeira e lave-o em uma solução com sabão neutro.
3. Depois disso, seque com um pano e deixe secar ao ar livre na sombra.
4. Insira o filtro novamente no equipamento.
NOTA: O filtro deve estar completamente seco antes da instalação. Um filtro molhado pode causar
problemas de funcionamento no equipamento.
Verificações da precisão
NOTA: O usuário deverá assegurar que as inspeções de segurança sejam executadas a cada 2 anos,
de acordo com as exigências de segurança do padrão EN60601-1. Somente equipes treinadas
podem executar essas inspeções de segurança.
O estado de manutenção do equipamento pode afetar as medidas obtidas ao usar o equipamento.
O equipamento deve ser mantido em ótimo estado para garantir medidas confiáveis.
Para garantir a operação ideal do equipamento, realize uma verificação de precisão todos os anos. Este
manual inclui as equações e tabela referentes à exatidão de medida no Capítulo 8, Medidas e cálculos.
4-8
Capítulo 4 Manutenção e armazenamento
Manutenção da informação
CUIDADO: Impactos no equipamento ou erros internos podem levar à perda de arquivos de
informações sobre configurações do usuário ou pacientes. Por isso, faça backup das informações
regularmente.
Backup das configurações do usuário
Mantenha sempre uma cópia (backup) de todas as informações relacionadas às configurações de usuário
para o caso de perda de dados. Os usuários devem manter uma cópia (backup) das suas configurações
de usuário do equipamento. Eles devem entrar em contato com o suporte a cliente da Samsung Medison
de forma que o seu representante possa realizar os procedimentos de backup para eles.
Backup das informações do paciente
O programa SonoView pode ser usado para fazer backup das informações básicas e imagens dos pacientes.
Os dados são salvos no equipamento como padrão e o usuário também pode optar por salvar os dados
em um local específico. Se for necessário reinstalar o equipamento devido à falha do equipamento etc.,
a equipe de suporte ao cliente da Samsung Medison restaurará as informações básicas e imagens do
paciente salvas no equipamento anteriormente ao Backup. Para obter uma descrição mais detalhada,
consulte o Capítulo 9., Gerenciamento de imagem.
Software
Pode ser necessário substituir o software para melhorar o desempenho do equipamento. O software
não pode ser alterado pelo usuário. Quaisquer alterações ao software devem ser feitas com ajuda de
um representante do departamento de suporte a cliente da Samsung Medison.
CUIDADO: É possível que pequenas atualizações no software sejam realizadas sem aviso prévio do
fabricante.
Caso ocorram erros no equipamento operacional (Windows 7) ou se você desejar atualizá-lo, siga as
instruções do fabricante do equipamento operacional.
NOTA: Este equipamento usa o firewall do Windows para impedir que hackers ou softwares
maliciosos acessem o sistema por meio da Internet ou da rede.
4-9
Capítulo
5
Transdutores
‹‹Transdutores.....................................................5-3
Gel de transmissão do ultrassom.....................................5-15
Utilizacao de protetores.......................................................5-16
Precauções de segurança do transdutor.......................5-17
Limpeza e desinfecção do transdutor............................5-19
‹‹Biópsia............................................................. 5-31
Componentes do kit de biópsia.......................................5-31
Uso do kit de biópsia.............................................................5-32
Montagem do kit de biópsia..............................................5-34
Limpeza e desinfecção do kit de biópsia......................5-38
Capítulo 5 Transdutores
Transdutores
O transdutor é um dispositivo que envia e recebe ultrassom para a aquisição de dados de imagem. Ele
também é chamado de sonda ou dispositivo de varredura.
O equipamento limita a temperatura de contato do paciente a 43° Celsius e os valores de saída acústica
aos respectivos limites da FDA dos EUA. Um circuito com fusível de proteção da energia protege contra
condições de sobrecorrente. Se o circuito de proteção do monitor de energia sentir uma condição
de sobrecorrente, a corrente contínua para o transdutor será desligada imediatamente, o que evita o
sobreaquecimento das superfícies do transdutor e limita a saída acústica.
Lista de transdutores
O scanner de imagem de ultrassom usa transdutores para obter dados gráficos do corpo humano e
mostrá-los na tela. Use sempre transdutores específicos da aplicação para obter imagens da melhor
qualidade. Também é importante configurar o transdutor com as melhores opções para o órgão
específico em que se está fazendo a varredura.
„„
Aplicação e ajustes do transdutor
Os tipos de transdutores, aplicações e ajustes disponíveis para o equipamento são os seguintes:
Transdutores
CS1-4
C2-8
CA2-8AD
CA1-7AD
Aplicação
Ajuste
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º Trimestre, 2º-3º trimestre, 3º trimestre (somente nos EUA),
Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º trimestre, 2º-3º trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º Trimestre, 2º-3º Trimestre, 3º Trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
Abdômen
Geral, Renal, Aorta, Espinha
OB
1º Trimestre, 2º-3º Trimestre, 3º Trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
5-3
Manual do usuário
Transdutores
CF4-9
CF2-8
L5-13
LF5-13
LA3-14AD
VR5-9
ER4-9
EVN4-9
PE2-4
5-4
Aplicação
Ajuste
Pediatria
Abdômen, transfontanela
Vascular
Carótida, arterial, venoso
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º Trimestre, 2º-3º Trimestre, 3º Trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
Pequenas Partes
Tireoide, testículo, mama
Vascular
Arterial, carótida, venoso
Músculo
Esquelético
Ombro, mão/pé, joelho/cotovelo
Pequenas Partes
Tireoide, Mama, Testículo
Vascular
Carótida, arterial, venoso
Músculo
Esquelético
Ombro, Mão/Pé, Joel-cot, Penetração
Pequenas Partes
Mama, Testículo, Tireoide
Vascular
Arterial, carótida, venoso
Músculo
Esquelético
Ombro, Mão/Pé, Joel-cot, Penetração
OB
1º trimestre
Ginecologia
Útero, pelve
Urologia
Próstata
OB
1º trimestre, 2º-3º trimestre
Ginecologia
Útero, pelve
Urologia
Próstata
OB
1º trimestre, 2º-3º trimestre
Ginecologia
Útero, pelve
Urologia
Próstata
Cardíaco
Eco adulto, Eco pediátrico
Abdômen
Geral
DTC
DTC
Capítulo 5 Transdutores
Transdutores
Aplicação
Ajuste
Cardíaco
Eco adulto, Eco pediátrico
Abdômen
Geral
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º Trimestre, 2º-3º Trimestre, 3º Trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º trimestre, 2º-3º trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
OB
1º trimestre, 2º-3º trimestre
Ginecologia
Útero, pelve
Urologia
Próstata
OB
1º trimestre
Ginecologia
Útero, pelve
Urologia
Próstata
Abdômen
Geral, renal, aorta
OB
1º Trimestre, 2º-3º Trimestre, 3º Trimestre, Coração fetal
Ginecologia
Útero, pelve
CW2.0
Cardíaco
Eco adulto
CW4.0
Cardíaco
Eco adulto
DP2B
Cardíaco
Eco adulto
SP3-8
VE4-8
3D2-6
3D4-9
V5-9
CV1-8AD
NOTA:
XX
Além dos ajustes padrão, os usuários também podem criar até cinco ajustes pessoais que
podem ser acessados selecionando User 1-5 (Usuário 1-5).
XX
Para obter informações sobre a seleção e configuração de transdutores, consulte o Capítulo 6,
Início do diagnóstico.
5-5
Manual do usuário
„„
Lista de funções
As funções disponíveis neste equipamento para vários transdutores e aplicações são as seguintes:
Varredura
rápida
Har
IP
MultiVision
ClearVision
Biópsia
Abdômen
O
O
O
X
O
O
OB
O
O
O
X
O
O
Ginecologia
O
O
O
X
O
O
Abdômen
O
O
O
X
O
O
OB
O
O
O
X
O
O
Ginecologia
O
O
O
X
O
O
Abdômen
O
O
O
O
O
O
OB
O
O
O
O
O
O
Ginecologia
O
O
O
O
O
O
Abdômen
O
O
O
O
O
O
OB
O
O
O
O
O
O
Ginecologia
O
O
O
O
O
O
Pediatria
O
X
X
X
O
X
Vascular
O
X
X
X
O
X
Abdômen
O
O
O
O
O
O
OB
O
O
O
O
O
O
Ginecologia
O
O
O
O
O
O
Pequenas Partes
O
O
X
O
O
O
Vascular
O
O
X
O
O
O
Músculo
Esquelético
O
O
X
O
O
O
Pequenas Partes
O
O
X
O
O
O
Vascular
O
O
X
O
O
O
Músculo
Esquelético
O
O
X
O
O
O
Transdutores
CS1-4
C2-8
CA2-8AD
CA1-7AD
CF4-9
CF2-8
L5-13
LF5-13
5-6
Aplicação
Capítulo 5 Transdutores
Aplicação
Varredura
rápida
Har
IP
MultiVision
ClearVision
Biópsia
Pequenas Partes
O
O
X
O
O
O
Vascular
O
O
X
O
O
O
Músculo
Esquelético
O
O
X
O
O
O
OB
O
X
X
X
O
O
Ginecologia
O
X
X
X
O
O
Urologia
O
X
X
X
O
O
OB
O
X
X
X
O
O
Ginecologia
O
X
X
X
O
O
Urologia
O
X
X
X
O
O
OB
O
O
X
X
O
O
Ginecologia
O
O
X
X
O
O
Urologia
O
O
X
X
O
O
Abdômen
O
O
O
X
O
X
Cardíaco
O
O
O
X
O
X
DTC
O
O
O
X
O
X
Abdômen
O
O
O
X
O
X
Cardíaco
O
O
O
X
O
X
Abdômen
O
O
O
X
O
O
OB
O
O
O
X
O
O
Ginecologia
O
O
O
X
O
O
Abdômen
O
O
O
X
O
O
OB
O
O
O
X
O
O
Ginecologia
O
O
O
X
O
O
OB
O
O
X
X
O
O
Ginecologia
O
O
X
X
O
O
Urologia
O
O
X
X
O
O
Transdutores
LA3-14AD
EVN4-9
ER4-9
VR5-9
PE2-4
SP3-8
VE4-8
3D2-6
3D4-9
5-7
Manual do usuário
Varredura
rápida
Har
IP
MultiVision
ClearVision
Biópsia
OB
O
O
X
X
O
O
Ginecologia
O
O
X
X
O
O
Urologia
O
O
X
X
O
O
Abdômen
O
O
O
O
O
X
OB
O
O
O
O
O
X
Ginecologia
O
O
O
O
O
X
CW2.0
Cardíaco
X
X
X
X
X
X
CW4.0
Cardíaco
X
X
X
X
X
X
DP2B
Cardíaco
X
X
X
X
X
X
Transdutores
V5-9
CV1-8AD
5-8
Aplicação
Capítulo 5 Transdutores
Transdutores
CS1-4
C2-8
CA2-8AD
CA1-7AD
CF4-9
CF2-8
L5-13
Panorâmica
ECG
Elasto
Scan
CM
IDT
PD
S-Flow
ODT
CW
(DC)
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Pediatria
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Vascular
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Pequenas
Partes
O
O
O
(Apenas
mama)
X
X
O
O
X
X
Vascular
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Músculo
Esquelético
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Aplicação
5-9
Manual do usuário
Transdutores
LF5-13
LA3-14AD
EVN4-9
ER4-9
VR5-9
PE2-4
SP3-8
5-10
Panorâmica
ECG
Elasto
Scan
CM
IDT
PD
S-Flow
ODT
CW
(DC)
Pequenas
Partes
O
O
O
(Apenas
mama)
X
X
O
O
X
X
Vascular
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Músculo
Esquelético
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Pequenas
Partes
O
O
O
(Apenas
mama)
X
X
O
O
X
X
Vascular
O
O
X
X
X
O
O
X
X
Músculo
Esquelético
O
O
X
X
X
O
O
X
X
OB
X
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Urologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
OB
X
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Urologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
OB
X
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Urologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Abdômen
X
X
X
X
X
O
O
X
O
Cardíaco
X
O
X
O
O
X
X
O
O
DTC
X
X
X
X
X
O
O
X
O
Abdômen
X
X
X
X
X
O
O
X
O
Cardíaco
X
O
X
O
O
X
X
O
O
Aplicação
Capítulo 5 Transdutores
Transdutores
Aplicação
Abdômen
VE4-8
3D2-6
3D4-9
V5-9
Panorâmica
ECG
Elasto
Scan
CM
IDT
PD
S-Flow
ODT
CW
(DC)
O
X
X
X
X
O
O
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
O
(Apenas
Coração
fetal)
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
O
(Apenas
Coração
fetal)
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
OB
X
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Urologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
OB
X
X
X
X
X
O
O
X
X
Ginecologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Urologia
X
X
O
X
X
O
O
X
X
Abdômen
O
X
X
X
X
O
O
X
X
X
O
O
X
X
OB
O
X
X
O
(Apenas
Coração
fetal)
Ginecologia
O
X
X
X
X
O
O
X
X
CW2.0
Cardíaco
X
O
X
X
X
X
X
X
O
CW4.0
Cardíaco
X
O
X
X
X
X
X
X
O
DP2B
Cardíaco
X
O
X
X
X
X
X
X
O
CV1-8AD
5-11
Manual do usuário
NOTA:
XX
O significado de cada símbolo é o seguinte:
−− Varredura rápida: Varredura rápida
−− Har: Imagem harmônica
−− IP: Inversão de Pulso
−− ECG: Diagnóstico por imagem por eletrocardiograma
−− CM: cor M
−− IDT: doppler tissular
−− PD: Doppler de potência
−− S-Flow: diagnóstico por imagem Doppler de Potência Direcional
−− ODT: onda de Doppler tissular
−− CW (DC): doppler contínuo
XX
MultiVision só está disponível no Modo C/2D.
5-12
Capítulo 5 Transdutores
Índice térmico
O Índice térmico (IT) é exibido na área de título da tela e representa a probabilidade do aumento
da temperatura, em especial da área do corpo. O índice térmico consiste nos seguintes itens: partes
moles (ITpm), osso (ITo) e osso craniano (IToc). Este equipamento exibe automaticamente um índice
térmico apropriado para o transdutor atual e aplicação. Consulte a tabela a seguir:
CA2-8AD
ITPM
ITPM
ITPM
CA1-7AD
ITPM
ITPM
ITPM
CF2-8
ITPM
ITPM
ITPM
CF4-9
ITPM
L5-13
ITPM
ITPM
ITPM
LF5-13
ITPM
ITPM
ITPM
LA3-14AD
ITPM
ITPM
ITPM
ITPM
VR5-9
ITo
ITPM
ITPM
ER4-9
ITPM
ITPM
ITPM
EVN4-9
ITPM
ITPM
ITPM
PE2-4
ITPM
ITPM
SP3-8
ITPM
ITPM
VE4-8
ITPM
ITPM
ITPM
3D2-6
ITPM
ITPM
ITPM
ITPM
ITPM
3D4-9
Intraoperatório
ITPM
Contraste
ITPM
DTC
ITPM
Pequenas Partes
C2-8
Pediatria
ITPM
Músculo-esquelético
ITPM
Urologia
Ginecologia
ITPM
Vascular
Obstetrícia
CS1-4
Cardíaco
Transdutores
Abdômen
Aplicação
TIc
ITPM
5-13
Manual do usuário
CV1-8AD
ITPM
ITPM
CW2.0
ITPM
CW4.0
ITPM
DP2B
ITPM
NOTA:
XX
O índice térmico padrão pode variar, correspondendo às predefinições.
XX
Você pode alterar o índice térmico em Configuração > Imagem > Config. aplicação >
Configuração de predefinição > Tipo índice térm.
5-14
Intraoperatório
Contraste
DTC
Pequenas Partes
Pediatria
ITPM
Músculo-esquelético
ITPM
Urologia
ITPM
Vascular
ITo
Cardíaco
Ginecologia
V5-9
Obstetrícia
Transdutores
Abdômen
Aplicação
Capítulo 5 Transdutores
Gel de transmissão do ultrassom
Para a transmissão apropriada do feixe acústico, use apenas o gel de transmissão do ultrassom
aprovado pela Samsung Medison.
AVISO:
XX
O uso de géis de ultrassom inapropriados pode danificar o transdutor. O uso de transdutores
danificados pode resultar em choques elétricos e outros riscos a pacientes e/ou usuários.
XX
O uso de géis de transmissão do ultrassom inapropriados pode danificar o transdutor. O uso
de um transdutor danificado pode provocar ferimentos como choque elétrico no usuário ou
paciente.
XX
Não use géis de ultrassom nem mídias de contato que contenham o seguinte:
−− Óleos como óleo mineral, óleo de cozinha gasolina, solventes, inibidores de ferrugem, lanolina,
graxa à base de parafina, éster e agente de remoção baseado em silício em excesso.
−− Álcoois como acetona, metanol, plastificante (dioctilftalato) ou álcoois desnaturados.
−− Ácido acético glacial e iodo.
−− Todos os tipos de loções ou géis que contenham substâncias aromáticas.
Aquecedor de gel (opcional)
O aquecedor de gel mantém o gel de ultrassom aquecido. Aquecer o gel de ultrassom demora cerca
de 5 minutos.
AVISO:
XX
Sempre desligue o aquecedor de gel quando ele não estiver em uso.
XX
Não coloque as mãos dentro do aquecedor de gel pois ele poderá queimar a sua pele.
CUIDADO:
XX
Utilize o aquecedor de gel unicamente para o controle da temperatura do gel de ultrassom.
XX
Não insira transdutores ou qualquer outro equipamento dentro do aquecedor de gel.
XX
Não toque no terminal de potência do aquecedor de gel durante o exame de um paciente. Há
um risco de choque elétrico devido à corrente de fuga.
XX
Não aplique força excessiva no aquecedor de gel pois isso poderá danificar as peças de suporte.
[Figura 5.1 Etiqueta do aquecedor de gel - Exemplo]
5-15
Manual do usuário
Utilizacao de protetores
É recomendável usar preservativos para aplicações clínicas de natureza invasiva, inclusive
procedimentos intraoperatórios, transrretais, transvaginais e biópsias. O uso de um preservativo
também evita a contaminação de sangue ou outros fluidos corporais durante operações ou biópsias.
A Samsung Medison não fornece os preservativos. Os preservativos adequados devem ser adquiridos
separadamente.
AVISO:
XX
Mantenha os preservativos sempre esterilizados.
XX
Os preservativos são descartáveis. Não os reutilize.
XX
Se você rasgar ou sujar os preservativos após uso, limpe e desinfete o transdutor.
XX
Em aplicações neurocirúrgicas, use um transdutor desinfetado com gel e use um preservativo
esterilizado sem pirogênio.
XX
Se de alguma forma a bainha protetora estéril for comprometida durante as aplicações
neurocirúrgicas envolvendo pacientes portadores da doença de Creutzfeldt-Jakob, o transdutor
não poderá ser esterilizado com sucesso por nenhuma classificação de desinfecção.
XX
Algumas luvas contêm látex de borracha natural e talco, o que pode causar reações alérgicas em
algumas pessoas. Consulte o Alerta médico da FDA de 29 de março de 1991.
Instalação do preservativo
1. Retire o preservativo da embalagem e preencha-o com o gel para ultrassom. Retire o preservativo
e preencha-o com gel de acoplamento acústico.
2. Insira o transdutor no preservativo e puxe a ponta de látex para cobrir o transdutor por completo.
Se possível, cubra também o cabo do transdutor.
3. Certifique-se de que não há bolhas de ar dentro do gel de ultrassom. Caso necessário, fixe o
preservativo no transdutor e no seu cabo.
4. Descarte o preservativo após seu uso.
5-16
Capítulo 5 Transdutores
Precauções de segurança do transdutor
CUIDADO:
XX
Não aplique choque mecânico ao transdutor.
XX
Não coloque o cabo do transdutor no chão onde as rodas do equipamento e outras partes
possam passar por cima. Não aplique força excessiva para curvar ou puxar o cabo.
XX
Não coloque o transdutor submerso em substâncias inapropriadas, como álcool, água sanitária,
cloreto de amônio e peróxido de hidrogênio.
XX
Não exponha o transdutor a temperaturas de +50°C ou mais elevadas.
O transdutor pode ser facilmente danificado quando usado inadequadamente ou quando entrar em
contato com determinadas substâncias químicas. Siga sempre as instruções no manual do usuário para
a inspeção do cabo do transdutor, a superfície de borracha e lentes antes e depois de cada uso.
Verifique se há fissuras, partes quebradas, vazamentos e pontas afiadas no transdutor. Caso haja algum
dano, pare imediatamente o uso do transdutor e entre em contato com o Departamento de suporte ao
cliente da Samsung Medison. O uso de transdutores danificados pode resultar em choques elétricos e
outros riscos aos pacientes e/ou usuários.
Uso e controle de infecção do transdutor
AVISO: nenhum exame ou tratamento neurocirúrgico deve ser realizado em paciente portador da
doença de Creutzfeldt-Jakob (doença cerebral crítica causada por vírus).Caso tenha sido usado em
um paciente assim, o transdutor não poderá ser esterilizado por nenhum método.
CUIDADO: a lavagem e a desinfecção devem ser realizadas para prevenir infecção.Isso é de
responsabilidade do usuário que administra e mantém os procedimentos de desinfecção do
equipamento. Utilize sempre detergentes aprovados legalmente.
O equipamento de imagem ultrassonográfica utiliza ultrassom e entra em contato direto com o
paciente quando em uso. Dependendo do tipo de exame, esse contato pode ser feito em vários
locais, inclusive a pele comum ou o local de transfusão de sangue durante um procedimento
cirúrgico.
O método mais eficiente para evitar a infecção entre os pacientes é usar cada transdutor apenas
uma vez. No entanto, os transdutores precisam ser reutilizados por serem complexos e caros.
Consequentemente, as instruções de segurança devem ser seguidas com cuidado para minimizar o
risco de infecção entre os pacientes.
5-17
Manual do usuário
Choques elétricos
O transdutor usa energia elétrica. No caso de contato com materiais condutivos, haverá risco de
choques elétricos ao paciente ou ao usuário.
AVISO:
XX
O equipamento deve ser verificado regularmente em busca de fugas elétricas pelo
Departamento de suporte ao cliente da Samsung Medison.
XX
Não coloque o transdutor submerso em líquido.
XX
Não deixe o transdutor cair, nem aplique choque mecânico.
XX
Inspecione o gabinete, a saída de tensão, a superfície de borracha e as lentes para verificar a
presença de danos e qualquer problema funcional antes e depois de cada uso.
XX
Não aplique força excessiva para torcer, puxar ou curvar o cabo do transdutor.
XX
O fusível de proteção da carga de energia protege o transdutor e o aparelho contra
sobrecorrente. Se o circuito de proteção para monitoramento de carga de energia detectar uma
sobrecarga, o transdutor será desligado imediatamente para evitar o superaquecimento de sua
superfície e para restringir a saída da carga de potência do ultrassom.
XX
A temperatura do equipamento para estabelecer contato com o paciente está limitada a 43°C.
A potência de ultrassom produzida (AP&I) está de acordo com os padrões da FDA dos EUA.
5-18
Capítulo 5 Transdutores
Limpeza e desinfecção do transdutor
O uso de um equipamento de limpeza ou agente de esterilização inadequado pode danificar o
transdutor.
AVISO:
XX
Use sempre luvas e óculos protetores ao limpar e desinfetar os transdutores.
XX
Verifique o gabinete, a saída de tensão, a superfície de borracha e a lente para verificar a
ocorrência de danos e qualquer problema funcional depois de limpar e desinfetar o transdutor.
NOTA: Use somente desinfetantes aprovados pelo governo federal no Canadá.
Informações de detergente, desinfetante e gel de ultrassom
Selecione o detergente, desinfetante ou gel de ultrassom adequados com base nas tabelas que se
seguem. Todos os transdutores são testados segundo os critérios de IPX 7.
Sani-Cloth HB
Sani-Cloth Plus
Sani-Cloth Active
Septiwipes
Cleanisept Wipes
Ster-Bac Blu
Transeptic Spray
Incidin Foam
Super Sani-Cloth
Sani-Cloth Germicidal
Asepti-Wipes
Asepti-Wipes II
CaviWipes7)
MetriWipes
Cidex 2%
S
S
W
W
W
W
W
L
S
S
W
W
W
W
W
W
L
●
CS1-4
●
C2-8
IPA
Ingrediente ativo
●
Glutaraldeído
T-Spray
Tipo
Amônia
quaternária
(N-alquil)
Nomes
T-Spray II
Desinfetantes
●
●
CA2-8AD
●
●
●
CA1-7AD
●
●
●
5-19
5-20
Ingrediente ativo
LF5-13
PE2-4
DP2B
CF2-8
●
CF4-9
◆
L5-13
ER4-9
LA3-14AD
●
VR5-9
◆
EVN4-9
●
SP3-8
3D4-9
V5-9
◆
CV1-8AD
●
CW2.0
●
◆
◆
●
●
VE4-8
◆
◆
◎
3D2-6
●
●
x
◆
●
◆
◎
◎
▲
◎
▣
●
●
▲
▲
▲
●
●
▲
▣
▣
▲
●
CW4.0
▲
■
▲
▲
Glutaraldeído
IPA
Amônia
quaternária
(N-alquil)
Nomes
T-Spray II
T-Spray
Sani-Cloth HB
Sani-Cloth Plus
Sani-Cloth Active
Septiwipes
Cleanisept Wipes
Ster-Bac Blu
Transeptic Spray
Incidin Foam
Super Sani-Cloth
Sani-Cloth Germicidal
Asepti-Wipes
Asepti-Wipes II
CaviWipes7)
MetriWipes
Cidex 2%
Manual do usuário
Desinfetantes
Tipo
S
S
W
W
W
W
W
L
S
S
W
W
W
W
W
W
L
●
●
▲
▣
●
●
●
●
●
●
●
●
●
◆
◎
▣
▲
▣
●
●
●
●
●
●
●
●
●
▣
▣
●
▲
▣
●
●
●
▣
Salvanios pH10
Steranios 2%
Surfaces Hautes
Sekusept Plus
Milton
Água sanitária a 5,25%
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
S
L
L
L
●
●
●
●
●
x
●
●
●
●
●
●
●
CF2-8
●
●
x
●
●
CF4-9
▲
◇
L5-13IS
●
●
LF5-13
●
●
●
●
●
ER4-9
●
●
●
●
●
LA3-14AD
●
●
●
●
VR5-9
▲
◇
EVN4-9
●
●
PE2-4
●
●
SP3-8
●
●
VE4-8
▲
3D2-6
●
●
3D4-9
●
●
▣
▣
●
●
●
●
●
●
●
●
▣
▣
●
●
●
●
Hipoclorito de sódio
Surfactante não iônico
Glutaraldeído
Salvanios pH 7
CA1-7AD
Sekusept Extra
●
Wavicide-01 3)
CA2-8AD
Nuclean
●
Omnicide - FG2
C2-8
Omnicide 14NS
●
Omnicide (28)
CS1-4
Metricide 2, 7)
Ingrediente ativo
Cidex Plus 2, 7)
Nomes
Cidex OPA2, 3, 6, 7)
Tipo
Orto-ftalaldeído (OPA)
Capítulo 5 Transdutores
Desinfetantes
●
●
▣
●
●
▣
●
●
5-21
5-22
Omnicide 14NS
Omnicide - FG2
Nuclean
Wavicide-01 3)
Sekusept Extra
Salvanios pH 7
Salvanios pH10
Steranios 2%
Surfaces Hautes
Sekusept Plus
Milton
Água sanitária a 5,25%
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
L
S
L
L
L
▲
◇
▣
CV1-8AD
●
●
CW2.0
★
●
CW4.0
●
DP2B
▲
◇
●
▣
●
▣
●
▣
●
Hipoclorito de sódio
Surfactante não iônico
Glutaraldeído
Omnicide (28)
V5-9
Metricide 2, 7)
Ingrediente ativo
Cidex Plus 2, 7)
Nomes
Cidex OPA2, 3, 6, 7)
Tipo
Orto-ftalaldeído (OPA)
Manual do usuário
Desinfetantes
◎
●
●
●
●
Virkon
Sporox
Sporox II
Gigasept
Tipo
L
L
L
L
Ingrediente ativo
L5-13
SP3-8
●
LF5-13
x
●
●
●
LA3-14AD
x
●
●
●
ER4-9
●
●
●
EVN4-9
●
●
●
●
●
VR5-9
PE2-4
●
CF4-9
Hibitane
PeraSafe
L
L
P
◎
◎
◎
◎
◎
◎
Bersteinsaure
Solução em gluconato de
clorohexidina
Ácido peracético
●
Álcool
Cidezyme
Klenzyme
Álcool isopropílico (70%)
Álcool isopropílico (80%)
Alkazyme
Desinfetantes
Enzimas proteolíticas
NA
Enzol
Gigasept FF
L
Dodecilfenol etoxilado,
xileno de sulfonato de sódio
Gigasept AF 3)
Succindialdeído,
formaldeído
Peróxido de hidrogênio
Nomes
NA
Capítulo 5 Transdutores
Limpador
L
L
L
L
CS1-4
C2-8
●
CA2-8AD
●
●
●
●
CA1-7AD
●
●
●
●
CF2-8
●
●
●
●
●
▲
●
▲
●
5-23
5-24
Virkon
Sporox
Sporox II
Gigasept
Tipo
L
L
L
L
Ingrediente ativo
CV1-8AD
CW2.0
DP2B
●
3D2-6
x
3D4-9
●
V5-9
◎
x
Hibitane
PeraSafe
L
L
P
VE4-8
◎
◎
x
◎
◎
●
CW4.0
◎
▲
Bersteinsaure
Solução em gluconato de
clorohexidina
Ácido peracético
●
●
●
●
▲
●
Álcool
Cidezyme
Klenzyme
Álcool isopropílico (70%)
Álcool isopropílico (80%)
Alkazyme
Desinfetantes
Enzimas proteolíticas
NA
Enzol
Gigasept FF
L
Dodecilfenol etoxilado,
xileno de sulfonato de sódio
Gigasept AF 3)
Succindialdeído,
formaldeído
Peróxido de hidrogênio
Nomes
NA
Manual do usuário
Limpador
L
L
L
L
▲
●
◐
●
●
●
x
●
Capítulo 5 Transdutores
McKesson
Natural Image
Aquasonics 100 3)
GE Ultrasound Contact Gel
Clear Image
Kendall
Varredura
Wavelength
Sonogel
L
L
L
G
G
G
G
G
G
G
G
Ingrediente ativo
Propilenoglicol
PCMX
(Cloroxilenol)
Cloreto de amônia
●
CS1-4
C2-8
●
●
CA2-8AD
●
●
●
CA1-7AD
●
●
●
CF2-8
●
●
●
CF4-9
●
L5-13
●
LF5-13
●
●
●
LA3-14AD
●
●
●
●
VR5-9
Trophon
Metrizyme
Tipo
Nomes
NA
Etanol a 75%
Gel
Álcool
Limpador
ER4-9
●
●
●
EVN4-9
●
●
●
PE2-4
●
●
SP3-8
●
●
●
●
●
●
●
●
●
●
●
5-25
5-26
3D2-6
3D4-9
●
V5-9
●
CV1-8AD
●
CW2.0
●
CW4.0
●
DP2B
●
Propilenoglicol
PCMX
(Cloroxilenol)
Cloreto de amônia
Limpador
G
G
G
G
G
G
G
●
●
●
●
●
●
●
●
●
●
x
●
x
●
●
Trophon
G
NA
Sonogel
●
Wavelength
VE4-8
Varredura
Ingrediente ativo
Kendall
L
Clear Image
L
GE Ultrasound Contact Gel
McKesson
L
Aquasonics 100 3)
Metrizyme
Tipo
Natural Image
Etanol a 75%
Nomes
Álcool
Manual do usuário
Gel
●
Capítulo 5 Transdutores
Dicas!
Símbolos
Legenda
(1)
Compatível, mas sem registro na EPA
(2)
Com a autorização 510(k) do FDA
(3)
Possui a marca CE
(4)
Interrompido
(5)
Em desenvolvimento
(6)
Registrado na ANVISA
(7)
Aprovado pelo Ministério da Saúde do Canadá;
CaviWipes (DIN: 02242209), Cidex OPA (DIN: 02239732),
Cidex Plus (DIN: 02158396), Metricide (DIN: 01963996)
S
Spray
W
Lenço
L
Líquido
P
Pó
G
Gel

Não compatível (NÃO USAR)

Compatível

Pode haver descoloração em partes do gabinete, porém o desempenho acústico
e a qualidade da imagem não são afetados.
■
Não deve ser usado por mais de 5 minutos.
◐
Não deve ser usado por mais de 10 minutos.
▲
Não deve ser usado por mais de 15 minutos.
◆
Não deve ser usado por mais de 20 minutos.
◇
Não deve ser usado por mais de 25 minutos.
◎
Não deve ser usado por mais de 30 minutos.
▣
Não deve ser usado por mais de 50 minutos.
Em branco
Não testado (NÃO USAR)
5-27
Manual do usuário
A tabela a seguir oferece informações sobre os fabricantes (ou distribuidores) de detergentes,
desinfetantes e géis de ultrassom.
Equipamento
Fabricante ou distribuidor
Telefone
Aquasonics
Parker Co.
+1-800-631-8888 (EUA)
Cidex
CIVCO Co.
+1-800-445-6741 (EUA)
+1-319-656-4447 (Mundial)
Enzol
CIVCO Co.
+1-800-445-6741 (EUA)
+1-319-656-4447 (Mundial)
GIgasept AF
S&M (Schulke & Mayr) Co.
+44-114-254-3500 (Reino Unido)
Gigasept FF
S&M (Schulke & Mayr) Co.
+44-114-254-3500 (Reino Unido)
Álcool isopropílico (70%)
Farmácia local
Nenhum
Klenzyme
Steris Co.
+1-800-548-4873 (EUA)
Metricide
CIVCO Co.
+1-800-445-6741 (EUA)
+1-319-656-4447 (Mundial)
Metrizyme
Metrex Research Corp.
+1-800-841-1428 (EUA)
Milton
Procter & Gamble Australia Pty. Ltd.
+61-1800-028-280 (Austrália)
Nuclean
National Diagnostics Co.
+1-800-526-3867 (EUA)
+44 (0)-148-264-6020 (Reino Unido)
Omnicide
Cottrell Ltd.
+1-800-843-3343 (EUA)
Sani-cloth
PDI/Nice-Pak Products Co.
+1-914-365-1602 (EUA)
Sekusept Extra
Henkel Hygiene GmbH.
+49-0211-797-0 (Alemanha)
Sporox II
Sultan Chemist Inc.
+1-800-637-8582 (EUA)
T-Spray
CIVCO Co.
+1-800-445-6741 (EUA)
+1-319-656-4447 (Mundial)
Virkon
Antec International LTD.
+1-403-286-1771 (EUA)
Wavicide
Wave Energy System Inc.
+1-800-252-1125 (EUA)
5-28
Capítulo 5 Transdutores
Limpeza
A limpeza é um procedimento importante realizado antes da desinfecção do transdutor.
O transdutor deve ser limpo depois de cada uso.
CUIDADO:
XX
Não use escova cirúrgica para limpar os transdutores. Até mesmo o uso de escovas macias pode
danificar o transdutor.
XX
Durante a limpeza e desinfecção, mantenha as partes do transdutor que devem permanecer
secas acima das outras ao serem umedecidas, até que fiquem secas.
1. Desconecte o transdutor do equipamento.
2. Remova todos os adaptadores ou guias de agulha. Os adaptadores podem ser reutilizados após
desinfecção.
3. Remova o preservativo. Os preservativos são descartáveis.
4. Use um pano macio levemente umedecido com sabão neutro ou uma solução de limpeza
compatível para remover todas as partículas e líquidos corporais ainda presentes no transdutor ou
no cabo.
5. Para remover as partículas restantes, enxágue com água até o ponto de imersão.
6. Passe um pano seco.
7. Passe primeiro um pano umedecido com água para remover resíduos de sabão, se necessário, e
limpe com um pano seco novamente.
5-29
Manual do usuário
Desinfecção
Uma redução de 10-6 em elementos patogênicos deve ser conseguida depois de seguir os
procedimentos de desinfecção deste manual e de usar as soluções recomendadas pela Samsung
Medison a seguir.
AVISO:
XX
Se usar uma solução misturada previamente, verifique a sua data de validade.
XX
O tipo de tecido que entrará em contato durante o uso determina o nível de desinfecção
necessário para um dispositivo. Certifique-se de que a concentração da solução e a duração do
contato sejam apropriadas à desinfecção.
CUIDADO:
XX
Usar um desinfetante não recomendado ou não seguir a classificação de desinfecção
recomendada pode danificar e/ou descolorir o transdutor. Bem como também pode anular a
garantia do transdutor.
XX
Não coloque os transdutores submersos em líquidos por mais de uma hora, a menos que sejam
esterilizáveis.
XX
Use somente soluções líquidas para esterilizar os transdutores. Não esterilize em autoclave ou
usando gás EtO.
1. Consulte as instruções de uso do desinfetante para saber como proceder com a armazenagem,
uso e descarte.
2. De acordo com as instruções de concentração da solução fornecidas no rótulo do desinfetante,
misture o desinfetante compatível com o transdutor.
3. Conforme mostrado na ilustração abaixo, mergulhe o transdutor no desinfetante.
4. Siga as instruções que acompanham o desinfetante para o procedimento de imersão completa do
transdutor e enxágue o transdutor em seguida.
5. Deixe o transdutor secar naturalmente ou seque-o com um pano limpo.
[Figura 5.2 Desinfecção]
5-30
Capítulo 5 Transdutores
Biópsia
A biópsia é um método de exame que extrai cirurgicamente um tecido do paciente para análise. O
transdutor e o kit de biópsia são usados em conjunto durante a realização de uma biópsia com o
equipamento de imagem ultrassonográfica.
O equipamento de ultrassom mostra a agulha que penetra a superfície da pele e as veias, bem como o
local do exame, o que minimiza o risco para o paciente.
Componentes do kit de biópsia
O kit de biópsia contém um adaptador, uma guia de agulha e uma agulha. Os componentes podem
variar de acordo com o tipo de transdutor.
Guia da
agulha
Agulha
Adaptador
de biópsia
[Figura 5.3 Componentes do kit de biópsia]
XX
Adaptador: prende bem a guia da agulha ao transdutor.
XX
Guia da agulha: orienta o ângulo (direção) da agulha para que seja possível chegar ao local do
exame com precisão. Ela também prende a agulha para que ela não se afrouxe.
XX
Agulha: trata-se da agulha inserida no corpo do paciente. O kit de biópsia fornecido pela
Samsung Medison não contém uma agulha.
XX
Preservativo: evita que o transdutor e o adaptador fiquem sujos com alguma substância
indesejada durante o exame (sangue e outros líquidos corporais).
XX
Gel do ultrassom: o espaço entre o transdutor e o preservativo é preenchido com o gel de
ultrassom para obter imagens com a melhor qualidade possível.
5-31
Manual do usuário
Uso do kit de biópsia
AVISO:
XX
O kit de biópsia fornecido pela Samsung Medison não contém uma agulha.
XX
Use somente agulhas aprovadas pelo governo federal.
XX
A agulha de biópsia pode entortar durante a penetração no tecido. O local preciso da agulha
deve ser verificado pelo monitoramento do eco gerado pela agulha.
XX
Nunca use o kit para fazer biópsia em tecido da próstata.
Antes de usar o kit de biópsia
AVISO:
XX
Não use o kit de biópsia antes de ler as instruções para instalação do preservativo e verificar o
alinhamento da guia da agulha.
XX
Sempre verifique se o transdutor e a guia da agulha estão presos nos lados esquerdo e direito.
XX
Não use em procedimentos IVF, CVS ou PUBS.
A varredura ultrassonográfica com o kit de biópsia deve ser realizada por médicos ou uma equipe
especializada da área médica com as devidas qualificações. Verifique sempre, sem falha, todos os
procedimentos de segurança e de desinfecção.
Os kits de biópsia não fornecidos pela Samsung Medison podem não se encaixar adequadamente
no transdutor. Sempre use os kits de biópsia fornecidos pela Samsung Medison, uma vez que uma
configuração inadequada pode afetar o paciente de forma adversa.
Inspecione todos os componentes. Verifique se está usando o kit de biópsia correto para o
transdutor, o equipamento e o software do equipamento.
Procedimento de biópsia
O equipamento gera uma direção da agulha por meio das imagens de ultrassom exibidas em tempo
real para indicar o caminho previsto da agulha. É possível usar essa diretriz para garantir que a
agulha ou o instrumento esteja seguindo o caminho correto.
1. Apronte o paciente de acordo com o procedimento apropriado aos objetivos do exame.
2. Instale o preservativo e o kit de biópsia.
3. Defina os controles do equipamento para o procedimento de biópsia. Se necessário, aplique gel
acústico no paciente.
5-32
Capítulo 5 Transdutores
4. Realize a varredura no paciente. Ajuste o paciente para que o local do exame esteja na direção da
agulha na tela.
5. Insira a agulha em sua guia para usá-la. Faça uma punção deslizando a agulha pelo sulco na guia
até que a agulha intercepte o alvo. Para manter a agulha firme na guia da agulha, pressione a
parte superior do adaptador da biópsia com o dedo indicador.
6. Quando atingir o local do exame, remova a agulha da guia.
7. Separe a guia da agulha, o adaptador e o preservativo do transdutor.
8. Descarte todos os itens descartáveis após o uso.
Alinhamento da guia da agulha
AVISO:
XX
A agulha usada nesta verificação de alinhamento não deve ser usada para o procedimento atual.
Use sempre uma agulha nova e esterilizada para cada procedimento de biópsia.
XX
Para auxiliar na orientação exata da agulha, use uma agulha nova e reta em cada procedimento
de alinhamento.
O alinhamento da guia da agulha exibido no equipamento serve para verificar se a agulha e a
guia estão instaladas corretamente. Isso deve ser feito antes de realizar o exame de biópsia. Se a
agulha falhar em seguir o caminho preciso durante a verificação do alinhamento do guia da agulha,
interrompa o uso do equipamento e contate o Departamento de suporte a cliente da Samsung
Medison.
A reverberação ou outros artefatos de tecido podem produzir imagens falsas da agulha e causar
confusão. Verifique se o caminho da agulha está alinhado corretamente e se não está usando uma
imagem falsa para localizá-la.
1. Anexe o kit de biópsia.
2. Defina a profundidade do equipamento para o procedimento a ser feito e selecione o menu
Biópsia.
3. Mergulhe o transdutor na água e insira a agulha na guia.
4. Confirme se a imagem da agulha está na direção da agulha. Se estiver, a guia da agulha está
alinhada corretamente.
5. Se a imagem da agulha estiver fora da direção, verifique a guia ou o adaptador do transdutor.
5-33
Manual do usuário
Montagem do kit de biópsia
Adaptador reutilizável
1. Instale o adaptador no transdutor.
2. Preencha o preservativo com o gel de ultrassom e cubra totalmente o transdutor, de forma que o
adaptador seja totalmente coberto.
3. Instale a guia da agulha com o tamanho desejado no adaptador.
4. Insira a agulha em sua guia para usá-la.
5-34
Capítulo 5 Transdutores
Adaptador descartável
1. Preencha o preservativo com gel de ultrassom e cubra o transdutor por completo com o
preservativo.
2. Instale o adaptador no transdutor.
3. Cubra o transdutor e o adaptador por completo com o preservativo (se você estiver usando dois
preservativos).
4. Instale a agulha em sua guia para usá-la.
5-35
Manual do usuário
Especificações do kit de biópsia
Probe
(Transdutor)
CS1-4
Biópsia
Nome do
modelo
BP-KIT-051
Componente
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
C2-8
BP-KIT-035
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
CF2-8
BP-KIT-054
Adaptador de
biópsia
(Multiângulo)
Material do Reutilizável/
adaptador Descartável
Copolímero
acetal
Copolímero
acetal
Copolímero
acetal
Guia da agulha
L5-13
LF5-13
BP-KIT-012
BP-KIT-055
Adaptador de
biópsia
Guia/clip da
agulha
Adaptador
de biópsia
(Multiângulo)
BP-KIT-024
VE4-8
BP-KIT-028
3D2-6
Adaptador de
biópsia
Reutilizável
8.5F, 14G, 15G, 16G,
17G, 18G, 20G, 21G,
22G, 23G
1, 2, 3
(Multiângulo)
16G, 18G, 22G
Sem
16G, 18G, 22G, 25G
1, 2, 3
(Multiângulo)
14G, 15G, 16G, 17G,
18G, 19G, 20G, 21G,
22G, 23G
A, B, C
(Multiângulo)
16G, 18G, 20G, 22G
1, 2, 3
(Multiângulo)
Descartável
Reutilizável
Copolímero
acetal
Copolímero
acetal
Reutilizável
Descartável
Reutilizável
Descartável
Aço inox
Reutilizável
16G
Sem
Aço inox
Reutilizável
14G, 18G, 21G
Sem
Ticonaacetal
Reutilizável
14G-23G
(exceto 19G)
Sem
16-22G
Sem
16G, 18G, 22G, 25G
1, 2, 3
(Multiângulo)
Bainha protetora
BP-KIT-033
Adaptador de
biópsia
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
3D4-9
BP-KIT-027
CA2-8AD
BP-KIT-054
Adaptador de
biópsia
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
5-36
Descartável
Multiângulo
Descartável
Guia da agulha
ER4-9
EVN4-9
Reutilizável
Tamanho da agulha
Descartável
Aço inox
Reutilizável
Copolímero
acetal
Reutilizável
Descartável
Capítulo 5 Transdutores
Probe
(Transdutor)
CA1-7AD
Biópsia
Nome do
modelo
BP-KIT-058
Componente
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
LA3-14AD
BP-KIT-053
Adaptador de
biópsia
Guia da agulha
VR5-9
V5-9
Material do Reutilizável/
adaptador Descartável
Copolímero
acetal
Copolímero
acetal
Reutilizável
Descartável
Reutilizável
Tamanho da agulha
Multiângulo
14G, 15G, 16G, 17G,
18G, 20G, 21G, 22G,
23G, 25G
1, 2, 3, 4
(Multiângulo)
16G, 18G, 20G, 22G
1, 2, 3
(Multiângulo)
Descartável
BP-KIT-041
Guia da agulha
ABS
Descartável
16-18G
Sem
BP-KIT-060
Guia da agulha
ABS
Descartável
16-18G
Sem
BP-KIT-029
Guia da agulha
Aço inox
Reutilizável
16-18G
Sem
5-37
Manual do usuário
Limpeza e desinfecção do kit de biópsia
AVISO: Use sempre luvas e óculos de proteção ao limpar e desinfetar o kit de biópsia.
Lave e desinfete o kit de biópsia para reduzir os patogênicos até o nível entre 10-6. Alguns
componentes do kit de biópsia podem ser descartáveis. Leia atentamente o manual do usuário do kit
de biópsia antes de usá-lo.
Limpeza e desinfecção do kit de biópsia de aço inoxidável
„„
Limpeza
1. Após o uso, remova o kit de biópsia do transdutor.
2. Desmonte o kit de biópsia em seus componentes, se necessário.
3. Usando uma escova pequena e água, esfregue cada peça para remover o material grudado no
kit de biópsia.
4. Enxágue com água para remover as partículas restantes.
„„
Desinfecção
1. Desinfete o adaptador usando autoclave (vapor) ou gás (óxido de etileno).
2. Após a desinfecção, siga o procedimento de pós-desinfecção adequado para o método de
desinfecção usado. Consulte as instruções para a desinfecção do equipamento.
3. Inspecione os componentes para verificar se há danos, como fissura, ferrugem ou rompimento.
Se for descoberto algum dano, contate o Departamento de suporte ao cliente da Samsung
Medison.
5-38
Capítulo 5 Transdutores
Limpeza, desinfecção e esterilização do kit de biópsia de plástico
„„
Limpeza
1. Após o uso, remova o kit de biópsia do transdutor.
2. Desmonte o kit de biópsia em seus componentes, se necessário. Descarte as peças de uso
único. Essas peças não podem ser desinfetadas.
3. Usando uma escova pequena e água, esfregue cada peça para remover o material grudado nos
componentes reutilizáveis.
4. Enxágue com água para remover as partículas restantes.
„„
Desinfecção
CUIDADO: Os kits de biópsia de plástico devem ser desinfetados apenas com um desinfetante frio
e quimicamente compatível. A desinfecção por autoclave, gás ou radiação causará danos a essas
peças.
Consulte as instruções de uso do desinfetante para saber como proceder com a armazenagem,
uso e descarte.
1. Verifique a duração da desinfecção (geralmente 10 horas) e a temperatura do desinfetante.
2. Após a desinfecção, siga o procedimento apropriado pós-desinfecção ao método usado.
3. Inspecione os componentes para verificar se há danos, como fissura, ferrugem ou rompimento.
Se for descoberto algum dano, contate o Departamento de suporte ao cliente da Samsung
Medison.
„„
Esterilização
CUIDADO:
XX
O adaptador plástico de biópsia é reutilizável.
XX
O guia de plástico da agulha da biópsia é descartável.
XX
Não use autoclave nem esterilize usando gás.
XX
Consulte o manual do usuário no kit de biópsia.
O adaptador de biópsia é reutilizável. Consulte o manual do usuário no kit de biópsia.
5-39
SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
H60
Manual do usuário
Volume 2
SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
Versão 2.00
H60
Manual do usuário
Português
Sumário
Sumário – Volume 2
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Ligar o equipamento.................................................................................................................. 6-3
Ligar a alimentação do equipamento......................................................................................................................... 6-3
Desligar o equipamento................................................................................................................................................... 6-3
Transdutores e aplicações ........................................................................................................ 6-4
Seleção de transdutores e aplicações......................................................................................................................... 6-5
Criação dos ajustes do usuário...................................................................................................................................... 6-5
Alteração dos ajustes do usuário.................................................................................................................................. 6-5
Exclusão dos ajustes do usuário.................................................................................................................................... 6-5
Informações do paciente .......................................................................................................... 6-6
Informações do paciente para cada aplicação........................................................................................................ 6-9
Pesquisa de informações do paciente......................................................................................................................6-16
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Informações................................................................................................................................. 7-3
Tipos de modo de diagnóstico...................................................................................................................................... 7-3
Uso básico.............................................................................................................................................................................. 7-4
Modo básico................................................................................................................................. 7-7
Modo 2D................................................................................................................................................................................. 7-7
Modo M.................................................................................................................................................................................7-17
Modo Color Doppler .......................................................................................................................................................7-20
Modo Doppler de Potência PD....................................................................................................................................7-25
Modo Doppler Espectral Pulsado DP........................................................................................................................7-27
Modo Doppler Contínuo CW .......................................................................................................................................7-32
Modo IDT..............................................................................................................................................................................7-34
Modo ODT............................................................................................................................................................................7-35
Modo ElastoScan...............................................................................................................................................................7-36
Modo combinado..................................................................................................................... 7-40
Modo 2D/C/DP...................................................................................................................................................................7-40
Modo 2D/PD/DP................................................................................................................................................................7-40
Modo 2D/C/M ....................................................................................................................................................................7-40
Modo 2D/C/CW.................................................................................................................................................................7-40
5
Manual do usuário
Modo 2D/IDT/ODT............................................................................................................................................................7-41
Modo Dual Live..................................................................................................................................................................7-41
Modo multi-imagem................................................................................................................ 7-42
Modo Dual...........................................................................................................................................................................7-42
Modo Quad.........................................................................................................................................................................7-43
Modo 3D/4D.............................................................................................................................. 7-44
3D Stand By (3D em espera).........................................................................................................................................7-48
Visualização 3D - Multiplanar (MPR)..........................................................................................................................7-50
VOCAL...................................................................................................................................................................................7-57
3D XI (eXtended Imaging) - Recursos Estendidos................................................................................................7-64
XI VOCAL...............................................................................................................................................................................7-74
XI STIC....................................................................................................................................................................................7-81
4D............................................................................................................................................................................................7-84
Utilitário 3D.........................................................................................................................................................................7-85
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Precisão da medida.................................................................................................................... 8-3
Causas de erros de medida............................................................................................................................................. 8-3
Otimização de precisão da medida............................................................................................................................. 8-5
Tabela de precisão da medida....................................................................................................................................... 8-7
Medidas básicas.......................................................................................................................... 8-8
Medida de distância.........................................................................................................................................................8-11
Medida de circunferência e área.................................................................................................................................8-18
Medida de volume............................................................................................................................................................8-21
Cálculos por aplicação ............................................................................................................ 8-24
Itens a observar.................................................................................................................................................................8-24
Métodos de medida comuns ......................................................................................................................................8-27
Cálculos OB..........................................................................................................................................................................8-31
Cálculos do coração fetal...............................................................................................................................................8-41
Cálculos de ginecologia.................................................................................................................................................8-45
Cálculos cardíacos.............................................................................................................................................................8-53
Cálculos do abdômen.....................................................................................................................................................8-67
Cálculos de quadris pediátricos..................................................................................................................................8-68
Cálculos de urologia........................................................................................................................................................8-70
Cálculos de pequenas partes.......................................................................................................................................8-72
Medida Músculo Esquelética (Cálculos Músculo Esqueléticos)......................................................................8-76
Cálculos vasculares...........................................................................................................................................................8-77
6
Sumário
Relatórios.................................................................................................................................... 8-99
Visualização de relatórios .............................................................................................................................................8-99
Edição de relatório (planilha).................................................................................................................................... 8-100
Adição de comentários................................................................................................................................................ 8-103
Impressão de relatórios............................................................................................................................................... 8-105
Gravação de relatórios................................................................................................................................................. 8-105
Armazenar SR.................................................................................................................................................................. 8-106
Anexar imagens.............................................................................................................................................................. 8-106
Gráficos ............................................................................................................................................................................. 8-108
Anatomia........................................................................................................................................................................... 8-113
Sair de relatórios............................................................................................................................................................. 8-115
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Cine/Loop..................................................................................................................................... 9-3
Anotação de imagens................................................................................................................ 9-5
Anotação................................................................................................................................................................................ 9-5
Marc corpo ..........................................................................................................................................................................9-10
Salvar, reproduzir e transferir imagens................................................................................ 9-14
Salvar imagens...................................................................................................................................................................9-14
Reproduzir imagens.........................................................................................................................................................9-15
Transferir imagens............................................................................................................................................................9-16
Imprimir imagens..................................................................................................................... 9-17
Imprimir imagens..............................................................................................................................................................9-17
Modo SonoView........................................................................................................................ 9-18
Modo de exame SonoView...........................................................................................................................................9-19
**Manual de Referência
Um Manual de Referência (em inglês) acompanha este equipamento.
7
Capítulo
6
Início do diagnóstico
‹‹Ligar o equipamento........................................6-3
Ligar a alimentação do equipamento..............................6-3
Desligar o equipamento........................................................6-3
‹‹Transdutores e aplicações ...............................6-4
Seleção de transdutores e aplicações..............................6-5
Criação dos ajustes do usuário............................................6-5
Alteração dos ajustes do usuário.......................................6-5
Exclusão dos ajustes do usuário.........................................6-5
‹‹Informações do paciente ................................6-6
Informações do paciente para cada aplicação..............6-9
Pesquisa de informações do paciente............................6-16
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Ligar o equipamento
Ligue o equipamento para usá-lo.
CUIDADO: Não se esqueça de conectar os transdutores e os dispositivos periféricos que serão
usados antes de ligar o equipamento. Se tentar conectá-los durante o uso do equipamento, poderá
haver lesão no paciente ou dano fatal na unidade básica.
Ligar a alimentação do equipamento
Pressione o botão Liga/desliga quando estiver desligado. A inicialização começa e o logotipo do
equipamento será exibido na tela. Quando a inicialização for encerrada, a tela do Modo 2D será exibida
com o status Encerrar exame.
CUIDADO: Antes de começar o diagnóstico, você deve registrar as informações do paciente.
NOTA:
XX
Se a chave liga/desliga situada próximo da porta de conexão de alimentação no painel traseiro
do equipamento tiver sido desligada, aguarde 10 segundos antes de ligar o equipamento.
XX
Não pressione teclas no teclado ou botões durante a inicialização. Isso pode causar problemas
de funcionamento no equipamento.
XX
Se você desligar o equipamento de modo forçado e depois ligá-lo novamente, o equipamento
poderá ligar e desligar por um instante. Essa é uma característica da placa mãe PC Intel®, não um
erro do equipamento.
Desligar o equipamento.
Pressione o botão Liga/desliga ao usar o equipamento para iniciar o desligamento.
CUIDADO:
XX
Pressionar o botão Liga/desliga por mais de 5 segundos desligará a alimentação
imediatamente e resultará em danos ao disco rígido. Evite esta ação, exceto se houver uma
emergência séria.
6-3
Manual do usuário
Transdutores e aplicações
Antes de fazer a varredura, selecione um transdutor e uma aplicação.
CUIDADO: Consulte o Capítulo 5, Transdutores, para obter mais informações sobre os transdutores
e aplicações compatíveis com este equipamento.
Tela Seleção de transdutor
Pressione o botão Transdutor no painel de controle, e a tela Seleção de transdutor será exibida na
tela de toque. Nessa tela, é possível selecionar/alterar o transdutor ou a aplicação que deseja usar e
alterar os ajustes do transdutor.
A tela Seleção de transdutor está dividida em quatro listas.
1 Lista Transdutores: exibe uma lista de transdutores atualmente conectados ao equipamento.
2
Lista Aplicações: exibe uma lista das aplicações que o transdutor selecionado suporta.
3 Lista Ajustes: exibe uma lista de ajustes que a aplicação selecionada suporta.
4 Lista Ajustes do usuário: exibe uma lista de ajustes que você pode configurar de acordo com as
suas preferências.
1
3
2
4
[Figura 6.1 Seleção de transdutor]
6-4
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Seleção de transdutores e aplicações
O transdutor, o ajuste ou ajustes do usuário selecionados aparecem na área da tela do monitor.
1. Selecione os itens na seguinte ordem: Transdutor  Aplicação  Ajuste/Ajustes do usuário.
2. Ao selecionar Ajuste/Ajustes do usuário, o equipamento aplica as suas seleções automaticamente
e muda para o modo de diagnóstico.
XX
Pressione o botão Fechar para cancelar.
Criação dos ajustes do usuário
1. Toque em Ajuste na tela de toque para criar os ajustes do usuário.
2. A janela Salvar ajuste abrirá.
3. Toque em Criar e abrirá a janela Criar novo ajuste.
4. Digite o nome que deseja usar e toque em Salvar. Toque em Cancelar para cancelar.
Alteração dos ajustes do usuário
1. Toque em Ajuste na tela de toque para alterar os ajustes do usuário.
2. A janela Salvar ajuste abrirá.
3. Toque em Alterar e abrirá a janela Alterar novo ajuste.
4. Digite o nome que deseja usar e toque em OK. Toque em Cancelar para cancelar.
Exclusão dos ajustes do usuário
1. Toque em Ajuste na tela de toque para excluir um ajuste do usuário.
2. Toque em Excluir e será exibida a tela Excluir ajuste.
3. Selecione o nome que deseja excluir e toque em OK. Toque em Cancelar para cancelar.
6-5
Manual do usuário
Informações do paciente
Pressione o botão Paciente no painel de controle e a tela Informações gerais será exibida.
Nessa tela, você pode inserir, pesquisar ou alterar as informações do paciente. As informações do
paciente incluem informações básicas como a ID, o nome, a data de nascimento e o sexo do paciente, além
de informações adicionais sobre aplicações.
NOTA: A ID é uma informação obrigatória.
Entrada de informações básicas do paciente
Insira ou altere as informações gerais do paciente em Informações gerais.
Use o trackball para mover a seta para o campo de entrada desejado. Toque um botão na tela de
toque para inserir informações usando a tela de toque.
Após concluir a entrada de informações, clique em OK na tela ou toque em OK na tela de toque para
salvar. Clique em Cancelar ou toque em Cancelar na tela de toque para cancelar.
[Figura 6.2 Informações gerais do paciente]
6-6
Capítulo 6 Início do diagnóstico
[Figura 6.3 Informações gerais do paciente - Tela de toque]
„„
ID paciente
Insira a ID do paciente.
„„
Sobrenome
Insira o sobrenome do paciente.
„„
Nome
insira o primeiro nome do paciente.
„„
Nome meio
Insira o nome do meio do paciente.
NOTA: O nome inserido será exibido na área de título e relatórios.
„„
Nascim.
Insira a data de nascimento do paciente no formato especificado.
6-7
Manual do usuário
„„
Sexo
Selecione o sexo do paciente.
„„
Número de acesso
Ao visualizar a lista de trabalho para um paciente por meio do servidor DICOM, essas informações
serão exibidas automaticamente nos campos apropriados.
„„
Méd. diag.
Insira o nome do médico que diagnosticou o paciente.
„„
Médico ref.
Digite o nome do médico de referência.
„„
Operador
Digite o nome do ultrassonografista que fez o exame no paciente. Podem ser inseridos os nomes
de até 20 pessoas.
„„
Pesq.
Pesquise dentre as informações armazenadas no equipamento.
„„
List Trab
Para executar uma pesquisa, conecte-se ao servidor da lista de trabalho da modalidade do DICOM
na rede do hospital.
„„
Novo
Insira as novas informações do paciente.
„„
ID aut.
Cria informações de paciente temporárias usando uma ID temporária.
„„
Teclado
Use o teclado exibido na tela de toque para inserir texto.
6-8
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Informações do paciente para cada aplicação
Em Informação do estudo, insira informações adicionais do paciente ou altere as informações do
paciente existentes necessárias para um diagnóstico.
1. Use Aplicação no monitor para selecionar uma aplicação.
2. Insira as informações adicionais necessárias para um diagnóstico.
OB
Selecione OB em Aplicação. Insira as informações adicionais de obstetrícia.
„„
DUM
Insira a data da última menstruação de uma paciente.
„„
DDC
Indica a data de concepção da paciente.
„„
DPP (DUM)
Indica a data provável do parto.
„„
G (DUM)
Indica a idade gestacional de uma paciente.
„„
Data ovulação
Insira a data esperada da ovulação de acordo com o formato definido
„„
Dia do ciclo
Insira o dia do ciclo menstrual (data).
„„
Gravidez
Insira o número de gestações.
„„
Para
Insira o número de partos.
6-9
Manual do usuário
„„
Aborta
Digite o número de abortos espontâneos.
„„
Ectópica
Insira o número de gestações ectópicas.
„„
Número de fetos
Digite o número de fetos. Você pode inserir até quatro.
„„
Descrição
Insira uma descrição do diagnóstico.
NOTA:
XX
Configuração > Equipamento > Paciente > Lista de ultrassonografista e lista descrição >
Descrição. Consulte o Capítulo 3, Utilitários.
XX
Podem ser inseridos os nomes de até 20 pessoas por aplicação.
[Figura 6.4 Informação do estudo obstétrico]
6-10
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Ginecologia
Selecione GIN em Aplicação. Insira as informações adicionais para ginecologia. São as mesmas
informações de obstetrícia.
[Figura 6.5 Informações do estudo ginecológico]
Urologia
Selecione Urologia em Aplicação.
„„
PSA (Prostatic Specific Antigen)
Insira o antígeno específico da próstata (PSA).
„„
Coeficiente PPSA 1
Insira o 1º coeficiente de PSA previsto.
„„
Coeficiente PPSA 2
Insira o 2º coeficiente de PSA previsto.
[Figura 6.6 Informação do estudo urológico]
6-11
Manual do usuário
Vascular
Selecione Vascular em Aplicação.
„„
Sístole esq.
Insira a pressão arterial sistólica esquerda.
„„
Diástole esq.
Insira a pressão arterial diastólica esquerda.
„„
Sístole dir.
Insira a pressão arterial sistólica direita.
„„
Diástole dir.
Insira a pressão arterial diastólica direita.
[Figura 6.7 Informação do estudo vascular]
6-12
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Abdômen
Selecione Abdômen em Aplicação.
[Figura 6.8 Informação do estudo abdominal]
„„
Altura
Insira a altura do paciente. Insira a altura em centímetros (cm).
„„
Peso
Insira o peso do paciente. Insira o peso, em quilograma (kg).
Músculo Esquelético
Selecione MSQ em Aplicação.
[Figura 6.9 Informações do estudo Músculo Esquelético]
Pediatria
Selecione Pediatria em Aplicação.
[Figura 6.10 Informação do estudo pediátrico]
6-13
Manual do usuário
Pequenas Partes
Selecione Peq. partes em Aplicação.
[Figura 6.11 Informações do estudo das Pequenas Partes]
Cardio
Em Aplicação, selecione Cardio.
[Figura 6.12 Informações do estudo cardio]
„„
Altura
Insira a altura do paciente em centímetros (cm).
„„
Peso
Insira o peso corporal do paciente em quilogramas (kg).
„„
ASC - Área da Superfície Corporal
Quando o peso e a altura são inseridos, a ASC - Área da Superfície Corporal é automaticamente
calculada e exibida.
6-14
Capítulo 6 Início do diagnóstico
DTC
Selecione DTC em uma aplicação.
[Figura 6.13 Informações do estudo - DTC]
6-15
Manual do usuário
Pesquisa de informações do paciente
Pesq.
Pesquise dentre as informações armazenadas no equipamento.
[Figura 6.14 Pesquisa]
1. Selecione o botão Pesq. no monitor ou na tela de toque.
2. Após inserir os critérios de pesquisa, clique em Pesq.. A lista dos pacientes correspondentes aos
critérios de pesquisa será exibida.
XX
Selecione a ID paciente. para pesquisar a ID ou selecione o nome do paciente em Nome
paciente para pesquisar por nome.
3. Após a inserção da ID ou do nome solicitado na caixa de pesquisa, clique em Pesq.. A lista dos
pacientes correspondentes aos critérios de pesquisa será exibida.
4. Selecione o paciente desejado na lista e clique em OK. Isso aplica as informações do paciente
selecionado ao equipamento.
6-16
Capítulo 6 Início do diagnóstico
Pesquisa de lista de trabalho
Para executar uma pesquisa, conecte-se ao servidor da lista de trabalho da modalidade do DICOM na
rede do hospital.
NOTA: Uma lista de trabalho está disponível apenas quando DICOM está habilitado. Você pode
selecionar o servidor da lista de trabalho em Configuração > Conectivid. > DICOM. Consulte a seção
"Configurações do DICOM" do Capítulo 3, Utilitários
1. Selecione List Trab de Pacte no monitor ou na tela de toque.
2. Depois de inserir pelo menos um item de ID paciente., Sobrenome, Número da lista de trabalho
(Nº de acesso), ID do procedimento, Data do exame e/ou nome do equipamento que está sendo
usado para o exame (título da EA), clique em Pesq.. A lista dos pacientes correspondentes aos
critérios será exibida.
Dicas!
Clicar em itens como Data/Hora ou Nome paciente classifica as entradas em ordem alfabética ou
numérica para os critérios selecionados.
Selecione Hoje, Semana anterior, Mês anterior ou Manual como Data do Exame.
Após realizar a pesquisa, será exibida a data da última atualização no canto inferior direito.
3. Selecione o paciente desejado na lista e clique em OK. Isso aplica as informações do paciente
selecionado ao equipamento.
[Figura 6.15 Pesquisar a lista de trabalho]
6-17
Capítulo
7
Modos de diagnóstico
‹‹Informações.......................................................7-3
Tipos de modo de diagnóstico...........................................7-3
Uso básico...................................................................................7-4
‹‹Modo básico......................................................7-7
Modo 2D......................................................................................7-7
Modo M......................................................................................7-17
Modo Color Doppler ............................................................7-20
Modo Doppler de Potência PD.........................................7-25
Modo Doppler Espectral Pulsado DP..............................7-27
Modo Doppler Contínuo CW ............................................7-32
Modo IDT...................................................................................7-34
Modo ODT.................................................................................7-35
Modo ElastoScan....................................................................7-36
‹‹Modo combinado.......................................... 7-40
Modo 2D/C/DP........................................................................7-40
Modo 2D/PD/DP.....................................................................7-40
Modo 2D/C/M .........................................................................7-40
Modo 2D/C/CW.......................................................................7-40
Modo 2D/IDT/ODT.................................................................7-41
Modo Dual Live.......................................................................7-41
‹‹Modo multi-imagem..................................... 7-42
Modo Dual................................................................................7-42
Modo Quad...............................................................................7-43
Capítulo
7
‹‹Modo 3D/4D................................................... 7-44
3D Stand By (3D em espera)...............................................7-48
Visualização 3D - Multiplanar (MPR)...............................7-50
VOCAL.........................................................................................7-57
3D XI (eXtended Imaging) - Recursos Estendidos.....7-64
XI VOCAL....................................................................................7-74
XI STIC.........................................................................................7-81
4D.................................................................................................7-84
Utilitário 3D...............................................................................7-85
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Informações
Tipos de modo de diagnóstico
Este equipamento suporta vários modos de diagnóstico, inclusive básico, combinado, multi-imagem e
3D/4D.
„„
Modo básico: consiste em modos diferentes, cada um com uma função e um uso específico. Por
padrão, o modo 2D é aplicado junto com outro modo.
„„
Modo combinado: para uma imagem, dois ou três modos básicos são aplicados ao mesmo tempo. Por
padrão, o modo 2D é aplicado junto com outro modo. Uma imagem é visualizada em uma única tela.
„„
Modo multi-imagem: a tela é dividida em duas (dual) ou quatro (quad) subtelas, cada uma das quais é
usada para exibir uma imagem. Como cada subtela pode exibir uma imagem diferente, esse pode ser
um recurso muito útil, permitindo visualizações multilaterais de um órgão.
„„
Modo 3D/4D: podem ser obtidas imagens 3D e 4D.
Os tipos do modo de diagnóstico disponíveis com o equipamento são mostrados abaixo:
Modo
Tipo
Modo básico
Modo 2D
Modo Doppler colorido
Modo Doppler de Potência PD
Modo M
Modo Doppler Espectral Pulsado DP
Modo Doppler Contínuo CW
Modo IDT (Modo de diagnóstico por imagem Doppler tissular)
Modo ODT (Modo de onda de Doppler tissular)
Modo ElastoScan
Modo combinado
Modo 2D/C/DP
Modo 2D/PD/DP
Modo 2D/C/CW
Modo 2D/C/M
Modo 2D/IDT/ODT
Modo Dual Live
Modo multi-imagem
Modo Dual
Modo Quad
Modo 3D/4D
Modo 3D
Modo 4D
7-3
Manual do usuário
NOTA: As funcionalidades de cada modo podem ser restritas pelo transdutor selecionado.
Uso básico
Os itens mais usados em cada modo de diagnóstico são mostrados abaixo:
Uso do painel de controle
Os itens que podem ser usados em cada modo de diagnóstico são fornecidos como itens de menu.
Você pode alterar o formato da imagem ou otimizar uma imagem para facilitar o seu diagnóstico.
„„
Ganho
Use o botão no painel de controle. O botão Ganho muda de acordo com o modo de diagnóstico.
Esse botão normalmente está na forma de um botão usado para selecionar o modo de
diagnóstico.
É possível ajustar o brilho de uma imagem. Se você girar o botão Ganho no sentido horário, seu
valor aumentará.
„„
CGT - Compensação de Ganho pelo Tempo
Toque no botão CGT na tela de toque para abrir e usar a janela CGT.
Em geral, a penetração do ultrassom fica mais fraca com a profundidade. A CGT pode ser usada
para compensar esse efeito.
O equipamento fornece oito controles deslizantes CGT para profundidades variadas, permitindo
que você ajuste o ganho por área. Entre os oito controles deslizantes, o controle superior
representa a área mais superficial, enquanto os controles inferiores representam as áreas mais
profundas.
Mova o controle deslizante para a direita, para aumentar o ganho, clareando a imagem.
Quando a configuração de CGT está selecionada, ela é aplicada ao equipamento e, em seguida,
o equipamento muda para modo de diagnóstico. O usuário pode ajustar a CGT conforme
necessário. Para salvar a configuração para uso, pressionar Salvar.
„„
Foco
Use o botão Foco no painel de controle para ajustar o local do foco.
7-4
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Profundidade
Use o botão Profundidade no painel de controle para ajustar a profundidade de varredura da
imagem. A faixa permitida para o ajuste varia de acordo com o tipo de transdutor.
„„
Zoom
Use o botão Zoom no painel de controle.
É possível ampliar uma imagem. A imagem pode ser ampliada pelo Zoom de leitura ou pelo
Zoom de escrita.
XX
Zoom de leitura: essa função permite ampliar uma imagem gravada em um disco rígido.
1. Gire o botão Zoom no painel de controle.
2. Ajuste a posição da tela do zoom com o trackball.
3. Observe a imagem ampliada.
XX
Zoom de escrita: essa função permite aumentar e fazer a varredura de uma imagem em tempo
real.
1. Pressione o botão Zoom no painel de controle. A caixa Zoom de escrita será exibida na
tela.
2. Use o botão Alterar para mover e redimensionar a caixa Zoom.
3. Para finalizar o modo Zoom, pressione o botão Zoom mais uma vez. Ou pressione o botão
Sair no painel de controle.
„„
Varredura rápida
NOTA: A função Varredura rápida está disponível apenas com transdutores e aplicações específicos.
Use o botão Q Scan (Varredura rápida) no painel de controle. A marca "Q Scan" será exibida na
parte superior da imagem.
No modo 2D, ela é usada para otimizar o contraste e o brilho de uma imagem ajustando Ganho
e CGT automaticamente. No modo Doppler Espectral Pulsado (DP), ela é usada para otimizar o
espectro ajustando a Escala e a Linha de base automaticamente.
Toque no botão V ráp desl na tela para sair do Modo de varredura rápida.
7-5
Manual do usuário
Usando os menus da tela de toque
Os itens que podem ser usados em cada modo de diagnóstico são fornecidos como itens de menu
da tela de toque. Você pode alterar o formato da imagem ou otimizar uma imagem para facilitar o
seu diagnóstico.
1. No modo de diagnóstico, o menu para o modo de diagnóstico em uso no momento é exibido na
tela de toque.
XX
Em um modo combinado que use mais de um modo de diagnóstico, toque a guia desejada na
tela de toque para especificar as configurações de cada modo.
2. Selecione um valor, pressionando um botão ou girando o botão na tela de toque.
7-6
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo básico
Modo 2D
Este modo básico, também conhecido como modo B (modo de brilho), fornece os planos de varredura
dos órgãos. Ele é usado para exibir imagens anatômicas bidimensionais na direção da varredura em
tempo real.
[Figura 7.1 Modo 2D]
Entrada do Modo 2D
NOTA: Como o modo 2D é aplicado por padrão a todos os modos de diagnóstico, ele não pode ser
encerrado.
Pressione o botão 2D no painel de controle.
Se você pressionar o botão 2D em outros modos de diagnóstico, ele mudará para o modo 2D básico.
7-7
Manual do usuário
Menu Modo 2D
[Figura 7.2 Modo 2D - Tela de toque]
„„
Harmônica
Ative ou desative esta função tocando em Harmônica na tela de toque. A frase "Harmônica"
será incluída na informação da imagem. Este equipamento fornece uma função OHI (Optimal
Harmonic Imaging - Imagem harmônica ideal) que otimiza imagens usando altas frequências.
NOTA: Harmônica só funciona com determinados transdutores.
„„
Frequência
Toque em Frequência na tela de toque. Isso permitirá configurar a frequência do transdutor.
A frequência selecionada é exibida na área do título, o que permite determinar facilmente o
estado da frequência atual.
7-8
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Virar dir./esq.
Toque em Virar dir./esq. na tela de toque.
Pressionar este botão inverte a imagem horizontalmente (Virar dir./esq). A marca S na parte
superior da imagem indica a orientação atual da imagem.
„„
Duplo tempo real
Toque em Duplo tempo real na tela de toque para selecionar Ligado ou Desligado.
Visualizar as imagens no modo 2D/Color Doppler da área examinada simultaneamente e em
tempo real.
Ao visualizar imagens de cine em modo Dual Live, várias configurações são aplicadas apenas
no lado direito da imagem de cine, permitindo que você a compare com a imagem de cine não
afetada que está no lado esquerdo.
Como o modo Dual Live é usado frequentemente durante um exame, o H60 inclui esse item no
menu de 2D para maior praticidade. Você pode alternar facilmente entre os modos, bastando
pressionar o botão.
„„
Inversão de Pulso
Ative ou desative a inversão de pulso tocando em Inversão de pulso na tela de toque.
Se a inversão de pulso estiver ativada, os pulsos serão invertidos para deixar mais nítida a imagem
exibida. A frase "Pulse Inv" (Inv pulso) será exibida na informação da imagem.
NOTA: Inversão de Pulso só funciona com determinados transdutores.
„„
Dens Linha
Toque em Dens Linha na tela de toque. Defina a densidade da linha da varredura. Selecione
Baixa, Média ou Alta, tocando no botão.
Selecionar Alta aumenta o número de linhas de varredura e melhora a resolução da imagem. No
entanto, a taxa de quadros é reduzida.
„„
Virar cima/baixo
Toque em Virar cima/baixo na tela de toque.
A imagem inverterá para cima/para baixo cada vez que o botão for pressionado.
7-9
Manual do usuário
„„
Guia Biópsia
Toque em Guia Biópsia na tela de toque.
NOTA: Certifique-se de ajustar a linha guia da biópsia antes de usar o recurso de biópsia.
[Figura 7.3 Guia Biópsia]
Dicas!
Edição da linha guia da biópsia
NOTA:
XX
Se o equipamento for reiniciado, será restaurado o padrão das configurações
da linha guia da biópsia.
XX
Certifique-se de ajustar a linha guia da biópsia antes de usar o recurso de
biópsia.
Suporte para várias linhas de guia
Se o transdutor suportar vários ângulos de biópsia, o usuário pode selecionar o ângulo de guia da
biópsia desejado. (Tipos de ângulo: Desligado, 1, 2, 3):
Início e término de uma biópsia
1. Toque em Guia da Biópsia na tela de toque.
2. Insira a agulha ao longo da linha de guia. Em seguida, realize a biópsia conforme desejado.
3. Depois que todos os procedimentos foram concluídos, toque novamente em Guia da Biópsia
para desligá-la. A biópsia será terminada.
7-10
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Dicas!
Modo de edição do guia da biópsia
NOTA:
XX
Somente disponível no modo 2D e no modo único
XX
Não disponível nos estados Tempo real duplo ou Congelar.
XX
Não disponível nos estados Zoom de escrita ou Zoom de leitura.
Iniciar e terminar o Modo de edição do guia da biópsia
1. Toque em Guia da Biópsia na tela de toque.
2. Use o botão Ângulo no painel de controle para entrar no modo de edição do guia da biópsia.
3. Ao entrar no modo de guia da biópsia, aparece Compensação do ângulo.
4. Girar o botão Ângulo para selecionar Compensação do ângulo ou Compensação lateral.
−− Compensação do ângulo: Este é o ângulo selecionado no momento para o guia da biópsia.
A máxima compensação ajustável é a linha externa do ângulo de guia da biópsia. Os ajustes
podem ser feitos em aumentos de 0,1 grau.
−− Compensação lateral: Essa é a direção lateral para o guia da biópsia selecionado no
momento. Os ajustes podem ser feitos em aumentos de 0,1 mm.
5. Pressione o botão Ângulo para sair do modo de edição do guia da biópsia.
„„
Needle Mate
Toque em Encaixe da agulha na tela de toque. Encaixe da agulha é um recurso que ajuda a
visualizar claramente a agulha da biópsia em uma imagem de ultrassom. Escolha a direção para
otimizar a imagem entre Da esquerda e Da direita. Selecione Desligado para desligar o recurso.
Da esquerda
Da direita
Description
(Descrição)
Da parte superior esquerda para a
parte inferior direita ou da parte inferior
direita para a parte superior esquerda
Da parte superior direita para a parte
inferior esquerda ou da parte inferior
esquerda para a parte superior direita
Finalidade
Selecione se a agulha está sendo
inserida da parte superior esquerda
para a parte inferior direita ou da parte
inferior direita para a parte superior
esquerda.
Selecione se a agulha está sendo
inserida da parte superior direita para
a parte inferior esquerda ou da parte
inferior esquerda para a parte superior
direita.
Quando ligado, Realce da agulha e ROI da agulha permanecem ativados.
NOTA:
XX
Encaixe da agulha é um recurso opcional desse produto.
XX
Esse recurso só funciona com determinados transdutores. Para obter mais informações, consulte
"Lista de transdutores" no "Capítulo 5. Transdutores".
7-11
Manual do usuário
„„
Realce da agulha
Esse recurso só funciona quando Encaixe da agulha está ligado. Selecione Baixo, Méd ou Alto
tocando no botão da tela de toque para selecionar o grau de realce da agulha.
„„
ROI da agulha
Esse recurso só funciona quando Encaixe da agulha está ligado. Selecione a área da agulha para
realçar. A faixa do ROI da agulha que você pode selecionar varia de acordo com a profundidade da
imagem em 2D atual.
„„
ClearVision
Toque em ClearVision na tela de toque. Quando ligado, ClearVision remove ruído da imagem
e realça os contornos e ajuda a exibir a imagem mais claramente. O símbolo "ClearVision" será
exibido nas informações da imagem. Toque no botão da tela de toque para selecionar um Índice
entre 1 e 5. Selecione Desligado para desligar esse recurso.
„„
Trapezoidal
Desligue ou desligue tocando em Trapezoidal na tela de toque.
O quadro retangular fornecido por um transdutor linear é alterado para uma forma trapezoidal.
Isso permite uma visualização mais larga de uma imagem.
NOTA: Trapezoidal só funciona com transdutores lineares.
„„
MultiVision
Toque em MultiVision na tela de toque. MultiVision é um recurso que compensa uma imagem
que não pode ser obtida devido a ruídos ou dispersão de fundo. Ele funciona compondo feixes de
ultrassom enviados e recebidos de vários ângulos em uma imagem.
Quando esse recurso estiver ligado, a marca "MultiVision" serão exibidas nas informações da
imagem. Toque no botão da tela de toque para definir MultiVision como Baixo, Médio ou Alto.
Esse MultiVision só pode ser definido como Baixo no Modo C/2D. Selecione Desligado para
desligar o recurso.
NOTA:
XX
MultiVision é um recurso opcional desse produto.
XX
Esse recurso só funciona com determinados transdutores. Para obter mais informações, consulte
"Lista de transdutores" no "Capítulo 5. Transdutores".
7-12
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Panorâmica
Toque em Panorâmico na tela de toque. Para obter mais informações, consulte "Panorâmica"
neste capítulo.
NOTA:
XX
Panorâmica é um recurso opcional deste equipamento.
XX
Esse recurso só funciona com determinados transdutores. Para obter mais informações, consulte
"Lista de transdutores" no "Capítulo 5. Transdutores".
„„
ElastoScan
Toque em ElastoScan na tela de toque. Para obter mais informações, consulte "Modo ElastoScan"
neste capítulo.
NOTA:
XX
ElastoScan é um recurso opcional desse produto.
XX
Esse recurso só funciona com determinados transdutores. Para obter mais informações, consulte
"Lista de transdutores" no "Capítulo 5. Transdutores".
„„
Rotation (Rotação)
Toque em Rotação na tela de toque para girar uma imagem em 2D. Selecione um ângulo de giro
entre 0˚, 90˚, 180˚ e 270˚.
„„
DR Escala Cinza
Selecione um valor entre 30 e 240 usando o botão DR (Escala Cinza) na tela de toque. A função de
escala de cinza ajusta o contraste, alterando a relação dos valores máximos e mínimos dos sinais
de entrada. Quando esse valor ficar maior, a imagem será exibida com mais cinza, tornando-se
suave.
„„
Média qdrs
Toque no botão Média qdrs na tela de toque. Selecione um valor de 0 a 9 usando o botão de
seleção. Use esse recurso para minimizar o aparecimento de pontos em imagens atualizadas
quando o mesmo local é examinado várias vezes.
„„
Mapa Cinza
Toque no botão Mapa Cinza na tela de toque. Selecione um valor entre 1 e 12 usando o botão.
Isso altera 2D Post Curve (Pós-processamento da curva 2D).
7-13
Manual do usuário
„„
Mapa de cores
Use o botão Mapa de cores na tela de toque para selecionar Desligado ou um valor entre 1 e 11.
„„
Potência
Use o botão Potência na tela de toque para selecionar um valor entre 2 e 100 para a potência de
saída do ultrassom.
„„
Número foco
Altera o número dos pontos de foco no local de destino que você deseja estudar.
„„
Rejeitar
Use o botão Rejeitar na tela de toque para selecionar um valor entre 0 e 30.
„„
Tam. imag.
Use o botão Tam. imag. na tela de toque para selecionar o tamanho da imagem 2D.
„„
Área varr.
Use o botão Área varr. na tela de toque para selecionar um valor entre 40 e 100 para a largura
da imagem (%). Aumentar a largura da imagem reduz a taxa de quadros. Você também pode
pressionar o botão Alterar no painel de controle para alterar o estado do trackball para Tamanho
ROI e depois usar o trackball para ajustar a área de visualização.
„„
ROI Position (Posição ROI)
Pressione o botão Alterar no painel de controle para alterar o estado do trackball para Posição da
caixa e use o trackball para ajustar a posição da caixa. Ele só permanece ativado quando Área de
varredura é menor que 100%.
„„
Ângulo de inclinação
Você pode ajustar o ângulo do feixe de ultrassom sem mover o transdutor usando o botão Ângulo
de inclinação.
NOTA: A função Inclinação só aparecerá no menu de programação quando um transdutor linear
for utilizado.
7-14
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Panorâmica
NOTA:
XX
Panorâmica é um recurso opcional deste equipamento.
XX
Esse recurso só funciona com determinados transdutores. Para obter mais informações, consulte
"Lista de transdutores" no "Capítulo 5. Transdutores".
Panoramic Imaging (Imagem panorâmica) é a função que adquire imagens ao longo de uma ampla
faixa ao usar imagens ultrassonográficas contínuas. Podem ser usados até 1.000 quadros.
„„
Aquisição de uma imagem panorâmica
1. Toque em Panorâmico na tela de toque. A tela de toque será alternada para a tela Panorâmica
pronta.
2. Toque em Iniciar/Parar na tela de toque. O equipamento começará a adquirir uma imagem
panorâmica.
3. Pressione Iniciar/Parar para concluir a aquisição da imagem panorâmica. A tela de toque
alternará para a tela Panorâmica revisada.
Dicas!
Do que não esquecer ao adquirir uma imagem panorâmica
XX
Ao fazer a varredura de uma superfície curva, verifique se a superfície da varredura e a superfície
de contato do transdutor estão sempre em ângulos retos.
XX
Mover para a direção oposta enquanto adquire uma imagem apaga os quadros previamente
gravados e salva novos quadros.
XX
A qualidade da imagem pode se deteriorar se a superfície de contato do transdutor perder
contato com a superfície de varredura.
XX
Se a velocidade da varredura for rápida ou a superfície de contato do transdutor mudar em
ângulo, podem ocorrer artefatos.
„„
Revisão de uma imagem panorâmica
NOTA:
XX
Você pode fazer medidas básicas usando o botão Calibrador. Mas outras funções no painel de
controle não estão disponíveis.
XX
Girar Direita/Esquerda, Giro p/ Cima/Baixo e Zoom só permanecem disponíveis quando o
Layout está configurado como Tela cheia.
XX
L/R Flip (Girar Direita/Esquerda): inverte a imagem panorâmica horizontalmente.
7-15
Manual do usuário
XX
U/D Flip (Giro p/ Cima/Baixo): inverte a imagem panorâmica verticalmente.
XX
Ruler (Régua): Pressione esse botão para ativar ou desativar essa opção. Quando ativada, uma
régua é exibida na imagem panorâmica.
XX
Cine Save (Salvar Cine): Salve as imagens de Cine.
XX
Layout: Especifique como a imagem panorâmica será exibida na tela.
−− Full Screen (Tela cheia): exibe a imagem panorâmica em modo de tela cheia.
−− Acima/Abaixo: exibe as imagens 2D e panorâmica na parte superior e inferior da tela,
respectivamente.
−− Lado a lado: exibe as imagens 2D e panorâmica à esquerda e à direita da tela,
respectivamente.
XX
Return (Voltar): Retorne à tela Panorâmica pronta.
XX
Exit (Sair): sai do diagnóstico de imagens panorâmicas.
7-16
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo M
O modo M é usado para especificar uma área de observação em uma imagem 2D com a linha M e exibir
as mudanças ao longo do tempo.
Esse modo é apropriado para a observação de órgãos com muitos movimentos, como as valvas
cardíacas. A imagem do modo 2D também é mostrada, o que permite marcar e ajustar uma área de
observação dentro de toda a imagem.
[Figura 7.4 Modo M]
Entrada e saída do Modo M
„„
Entrada no Modo M
1. Pressione o botão M no painel de controle.
2. Defina configurações relacionadas à aquisição da imagem M na tela de toque.
3. Pressione o botão M novamente para entrar no Modo M e exibir a imagem M na tela.
„„
Saída do Modo M
Pressione o botão M enquanto a imagem M está sendo exibida. Você também pode pressionar o
botão 2D para sair do Modo M.
7-17
Manual do usuário
Tela do modo M
„„
Linha M
Use o trackball no painel de controle para mover a linha para a esquerda ou para a direita. A linha
M indica a posição relativa da imagem do modo M na imagem 2D. Dessa forma, você pode mudar
a linha M para alterar a área de observação.
Menu Modo M
„„
M anatômico
NOTA: disponível apenas com o transdutor de arranjo por fase ou a aplicação cardíaca.
Toque no botão M anatômico da tela de toque para ativar ou desativá-lo. Quando definido como
Ligado, você pode alterar a extensão de linha M e usar o botão Alterar para reposicionar Ponto M
1 e Ponto M 2.
XX
Âng AMM: Use o botão seletor da tela de toque para girar a linha do curso para M anatômico. É
possível selecionar um ângulo de 0 a 178.
„„
Veloc. de varredura
Toque em Veloc. de varredura na tela de toque. Permite que o usuário ajuste a velocidade de
varredura, de forma a exibir os vários espectros na tela.
„„
Formato exib.
Toque em Formato exib. na tela de toque. Selecione Acima/abaixo, Lado a lado ou Somente M
usando o botão da tela de toque.
„„
Tamanho exib.
O tamanho da exibição pode ser alterado para uma faixa de valores entre 30/70, 50/50, 70/30. Para
isso, tocar no botão correspondente na tela de toque. Essa opção não estará ativada se Formato
de exibição estiver configurado em Somente M.
„„
Map Modo M
Usado para configurar o pós-processamento da curva em M. Selecione um valor entre 1 e 12
usando o botão giratório.
7-18
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Ângulo de inclinação
Ajuste o ângulo do feixe de ultrassom. Steered M line (linha M inclinada) pode ser selecionada
girando o botão Ângulo de inclinação.
NOTA: A função Inclinação só aparecerá no menu de programação quando um transdutor linear
for utilizado.
[Figura 7.5 Modo M - Tela de toque]
NOTA: Para obter informações sobre outras opções e funções do menu de programação, consulte
a seção "Modo 2D".
7-19
Manual do usuário
Modo Color Doppler
Este modo exibe o padrão do fluxo sanguíneo colorido da ROI (Região de Interesse) dentro da imagem
2D.
Ele é apropriado para examinar a presença do fluxo sanguíneo, sua direção e velocidade média. A
imagem em modo 2D também é mostrada, permitindo a marcação e o ajuste da ROI dentro da imagem
inteira.
[Figura 7.6 Modo Doppler colorido]
Entrada e saída do modo C
Pressione o botão Cor no painel de controle. Pressione esse botão mais uma vez para sair do modo
Doppler colorido e voltar para o modo 2D.
7-20
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Tela Modo C
„„
Caixa ROI
ROI é a abreviação de Região de interesse. Essa caixa ROI define a área da imagem 2D na qual as
informações coloridas (fluxo sanguíneo) são exibidas no modo Doppler colorido.
Use o botão Alterar para reposicionar ou redimensionar a caixa ROI. Sempre que você pressionar
o botão Alterar, o estado atual da caixa ROI será exibido no centro inferior da tela.
XX
Posição ROI: nesse estado, a posição da caixa ROI pode ser alterada. Use o trackball para mover
e posicionar a caixa ROI.
XX
Tamanho ROI: neste estado, o tamanho da caixa ROI pode ser alterado. Use o trackball para
mover a caixa ROI e especificar seu tamanho.
„„
Barra de cores
No modo Doppler colorido, a barra de cores indica a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo.
Em relação à linha de base no meio, a cor vermelha indica a direção e a velocidade do fluxo
sanguíneo no sentido do transdutor. Por outro lado, a cor azul indica a direção e a velocidade do
fluxo sanguíneo se afastando do transdutor.
XX
Ajuste da linha de base da barra de cores: use o botão Linha de base na tela de toque. Se você
girar o botão Linha de base no sentido horário, a linha de base na barra de cores aumenta.
Menu Modo C
„„
Frequência
Toque em Frequência na tela de toque. Isso permitirá configurar a frequência do transdutor.
A frequência selecionada é exibida na área do título, o que permite determinar facilmente o
estado da frequência atual.
„„
Ocultar Color
Selecione o modo C a ser usado. Se você tocar em Ocultar Color na tela de toque, a imagem no
Modo Color não será exibida na área da ROI colorida. Será exibida somente a imagem em modo B.
Toque nesse botão novamente para cancelar a seleção e retornar ao Modo Color + imagem 2D.
7-21
Manual do usuário
„„
Inverter
Toque em Inverter na tela de toque. A barra de cores será invertida cada vez que esse botão for
acionado. Quando a barra de cores estiver invertida, as cores exibidas na imagem também estarão
invertidas.
„„
Densidade da linha
Selecione a densidade da linha de varredura. Selecione Baixa, Média ou Alta clicando no botão da
tela de toque ou usando o botão.
Selecionar Alta aumenta o número de linhas de varredura e melhora a resolução da imagem. No
entanto, a taxa de quadros é reduzida.
„„
Filtro
Selecione um valor entre 1 e 4 usando o botão Filtro na tela de toque.
Trata-se de um filtro elétrico para eliminar os sinais do Doppler de baixa frequência gerados
pelos movimentos das paredes vasculares. Ajuste a frequência de corte para remover os sinais do
Doppler cuja frequência seja inferior à da frequência de corte.
„„
FRP
Ajuste essa função girando o botão FRP na tela de toque. Girar o botão FRP no sentido horário
aumenta a FRP (Frequência de repetição do pulso), exibindo uma faixa mais alta de velocidade do
fluxo sanguíneo. Girar o botão no sentido anti-horário diminui a FRP, exibindo uma faixa mais baixa de
velocidade do fluxo sanguíneo.
Mapa de cores
„„
Usado para configurar o pós-processamento da curva em uma imagem colorida. Selecione um
valor entre 1 e 12 usando o botão Mapa de cores na tela de toque. Isso poderá auxiliar a exibir o
fluxo sanguíneo com maior nitidez.
„„
Sensibilidade
Melhora a sensibilidade e a precisão da taxa de quadros de uma imagem colorida.
Você pode usar o botão Sensibilidade na tela de toque para ajustar o número da Sensibilidade
entre 0 e 5.
7-22
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Equilíbrio
Selecione um valor de equilíbrio de 1 a 16 usando o botão Equilíbrio na tela de toque. A faixa de
exibição da imagem colorida é ajustada ao se comparar os níveis de cinza de imagens 2D com
os valores de sinal do Doppler das imagens coloridas. Quando o valor de equilíbrio aumenta, a
imagem colorida também aparece na parte onde o nível de cinza de uma imagem 2D é alto (a
parte clara), aumentando a faixa da imagem colorida.
„„
Linha de base
Girar o botão no sentido horário diminui a linha de base. No modo Doppler colorido, a barra de
cores indica a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo. Em relação à linha de base no meio, a cor
vermelha indica a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo no sentido do transdutor. Por outro
lado, a cor azul indica a direção e a velocidade do fluxo sanguíneo se afastando do transdutor.
„„
Inclinação
NOTA: A função Inclinação só aparecerá no menu de programação quando um transdutor linear
for utilizado.
Ajuste o ângulo do feixe de ultrassom. A perda de informações sobre cor resultante do ângulo
do feixe de ultrassom é minimizada. Você pode ajustar o ângulo do feixe de ultrassom usando o
botão Ângulo de inclinação da tela de toque.
„„
Suavização, Filtro espacial
Selecione um valor de suavização de 0 a 5 usando o botão Suavização na tela de toque.
Isso permitirá uma exibição mais suave da imagem colorida.
„„
Vel + Var
Toque em Vel + Var na tela de toque para ativar ou desativá-lo. Ele expressa a velocidade
do fluxo sanguíneo em verde na barra de cores. Vel e Var significam Velocidade e Variância,
respectivamente.
NOTA: O recurso Vel + Var está disponível nas seguintes aplicações e predefinições:
XX
Cardíaco, Eco adulto, Eco pediátrico
XX
OB - Coração fetal
XX
Vascular - Carótida, Arterial, Venoso
7-23
Manual do usuário
„„
IDT
Muda para o modo IDT. IDT significa imagem Doppler tissular.
NOTA:
XX
Isso só poderá ser usado quando a aplicação cardíaca for selecionada em Transdutor de arranjo
em fase.
XX
Para obter mais informações sobre IDT, veja "Modo IDT".
[Figura 7.7 Modo de Doppler colorido - Tela de toque]
NOTA: Para obter informações sobre outras opções e funções do menu de programação, consulte
a seção "Modo 2D".
7-24
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo Doppler de Potência PD
Este modo exibe a intensidade da cor do fluxo sanguíneo dentro da ROI na imagem 2D.
Ele é apropriado para examinar a presença e a velocidade do fluxo sanguíneo. A imagem em modo 2D
também é mostrada, permitindo a marcação e o ajuste da ROI dentro da imagem inteira.
[Figura 7.8 Modo Doppler de Potência PD]
Entrada e saída do Modo PD
Pressione o botão PD no painel de controle para entrar no modo PD. Pressione o botão novamente.
O modo PD será encerrado e o modo será alterado para 2D.
Tela do modo PD
„„
Barra de cores
No modo PD, a barra de cores exibida varia de acordo com o método de exibição do modo
Doppler de Potência PD usado. A barra de cores indica a presença e a velocidade do fluxo
sanguíneo. A parte superior da barra de cores é a seção mais clara, na qual a velocidade do fluxo
sanguíneo é a mais alta.
„„
Caixa ROI
A ROI (Região de interesse) define a área da imagem 2D onde as informações coloridas (fluxo
sanguíneo) são exibidas no Modo Doppler de Potência PD.
7-25
Manual do usuário
Menu Modo PD
„„
Fluxo S
Toque em Fluxo S na tela de toque. A direção do fluxo sanguíneo será exibido.
[Figura 7.9 Modo Doppler de Potência PD - Tela de toque]
NOTA: A descrição dos itens de menu da tela de toque é igual para o modo Doppler colorido.
7-26
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo Doppler Espectral Pulsado DP
DP significa Doppler pulsado. Este modo exibe a velocidade do fluxo sanguíneo em um local
específico no vaso sanguíneo durante um intervalo de tempo específico. As informações de distância
(profundidade) também podem ser obtidas transmitindo-se pulsos por determinados quadros ao
longo do tempo.
Esse modo é útil para a medida do fluxo sanguíneo de baixa velocidade, como nos vasos do abdômen
e periféricos. A imagem do modo 2D também é mostrada, o que permite marcar e ajustar uma área de
observação dentro de toda a imagem.
[Figura 7.10 Modo Doppler Espectral Pulsado DP]
„„
Entrada no Modo Doppler Espectral DP
1. Pressione o botão DP no painel de controle para entrar no Modo Doppler Espectral DP.
2. Defina configurações relacionadas à aquisição da imagem Doppler na tela de toque.
3. Pressione o botão PD novamente para entrar no Modo Doppler Espectral PD e exibir a imagem
do Doppler na tela.
„„
Saída do Modo Doppler Espectral DP
Pressione o botão PD enquanto a imagem do Doppler está sendo exibida. Você também pode
pressionar o botão 2D para sair do Modo Doppler Espectral PD.
7-27
Manual do usuário
NOTA: A imagem de Doppler só pode ser obtida no estado Apenas D ou Simultâneo.
„„
Tela do Modo Doppler Espectral Pulsado DP
O espectro do Doppler será exibido quando o volume amostra estiver localizado sobre o fluxo
sanguíneo em uma imagem 2D. O tamanho e a profundidade do volume amostra são exibidos em
unidades de mm. Use o trackball para ajustar a posição do volume amostra.
XX
Movimentação do volume amostra: use o trackball no painel de controle.
XX
Redimensionamento do volume amostra: usando a tela de toque: Selecione o botão Tamanho
do Volume Amostra na tela de toque.
XX
Ajuste do ângulo do volume amostra: gire o botão Ângulo no painel de controle para
selecionar um valor entre -80 a 80 graus. Pressione o botão Ângulo para selecionar -60, 0 ou 60
graus.
„„
Ajuste da linha de base do Doppler
Ajuste a Linha de base girando o botão na tela de toque.
„„
Função AFRP (Alta Frequência Repetição de Pulso)
Ajusta o fluxo sanguíneo acima do limite de velocidade em uma profundidade específica. A escala
é aumentada. Isso só pode ser usado no modo Doppler espectral pulsado DP (apenas D).
NOTA: Configuração > Equipamento > Imagem > Exibição > Configurações Comuns > AFRP.
XX
Ativação da AFRP
Aumentar a escala a uma determinada profundidade até certo ponto ativará AFRP
automaticamente. Um segundo cursor aparecerá na linha D em uma posição mais alta que a do
volume amostra. Após o início da AFRP, o FRP não aumenta, mesmo que você aumente o valor
da escala.
XX
Finalização da AFRP
Enquanto a AFRP estiver sendo usada, diminua o valor da escala um grau para finalizar a AFRP.
O valor de FRP nesse ponto será o valor máximo no modo Doppler Espectral Pulsado DP atual.
7-28
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
XX
Movimentação do volume amostra
Para mover a posição do volume amostra no estado apenas D, o equipamento calcula os
valores de FRP e a posição do segundo cursor e os atualiza na imagem do Doppler Espectral
Pulsado DP. A AFRP é finalizada quando não pode ser ativada.
Quando o volume amostra for movido no estado somente 2D, os valores de FRP não mudarão.
CUIDADO:
XX
A posição do segundo cursor pode ser localizada fora da área da imagem 2D no modo de zoom.
XX
Verifique se o volume amostra e o segundo cursor não estão juntos na área de medida. Se
mais de dois volumes amostra estiverem nos vasos, todos os componentes de Doppler serão
exibidos no espectro, o que causa ruído.
Menu do Modo Doppler Espectral Pulsado DP
„„
Simultâneo
Toque em Simultâneo na tela de toque. Sempre que você tocar no botão, a função Simultâneo
será ligada e desligada. Se a função simultânea estiver ativada, você poderá visualizar a imagem
2D e a imagem do Doppler Espectral simultaneamente ao mesmo tempo. No entanto, se a opção
não for ativada, você só será capaz de ver a imagem em um dos modos. A função simultânea
diminui o FRP do Doppler, o que reduz a faixa de velocidade mensurável.
„„
Inverter
Toque em Inverter na tela de toque. Cada vez que o botão for tocado, o indicador de velocidade
(+/–) de um espectro será invertido.
„„
Cálc. automático
Toque em Cálc. automático na tela de toque para selecionar Desligado, Tempo real ou
Congelado.
Se for definido em Tempo real, PS, DF, DM, IP, IR, PS/DF, DF/PS, FC, TAMAX e TAMEAN serão
calculados após a aquisição do Traçado Doppler. Se for definido em Congelado, PS, DF, DM, IP, IR,
PS/DF, DF/PS, FC, TAMAX e TAMEAN serão calculados quando a imagem estiver congelada. Os
valores selecionados em Configuração > Medida > Parâmetro 1 > Itens de cálculo auto Doppler
serão exibidos na tela. Para selecionar os valores exibidos, consulte as configurações de medida
no Capítulo 3, Utilitários.
7-29
Manual do usuário
CUIDADO: As medidas realizadas por Traçado automático em Medida e Traçado Doppler
automático em tempo real (Calculadora Automática) podem ser diferentes umas das outras. Isso
acontece porque os algoritmos desses dois métodos são diferentes. É recomendável usar o Traçado
automático em Medida para obter medidas mais precisas.
Dicas!
Informações importantes sobre o traçado Doppler automático em tempo real
1. O aliasing ocorre porque a FRP está muito baixa em comparação à velocidade da imagem, ou o
espectro está agrupado em torno da linha de base porque a FRP está muito alta.
2. O pico é indistinto ou intermitente como nas ondas espectrais para veias.
3. A distinção entre espectros significativos se torna difícil porque o ganho do Doppler está definido
como muito alto ou muito baixo.
4. Um índice é exibido durante o tempo de transição depois que o volume amostra é movido com
o trackball.
5. Os maiores sinais espectrais são cortados porque a definição do filtro Doppler da parede está
muito alta.
6. O traçado de pico é interrompido devido a ruído ou artefato de Doppler, e a frequência cardíaca
está acima de aproximadamente 140 bpm.
Se algum dos casos acima se aplicar, o traçado Doppler automático em tempo real poderá não
gerar um traçado ou resultados precisos. Além disso, os resultados não serão exibidos durante os
cálculos automáticos se a função Congelar for executada com valores imprecisos.
„„
Método traço
Toque em Método traço na tela de toque. É executado o traçado máximo ou traçado médio para
o espectro selecionado. Ele não será executado se estiver definido em Desligado.
„„
Direção do traço
Toque em Direção do traço na tela de toque. Selecione a parte do espectro para realizar o cálculo
com Cálculo automático de Ambos, Acima ou Abaixo.
„„
Som
Ajusta o volume do Doppler. Selecione um valor entre 0 e 100, girando o botão Som.
„„
Formato exib.
Toque em Formato exib. na tela de toque. Selecione Acima/abaixo, Lado a lado ou Somente
Doppler usando o botão da tela de toque.
7-30
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Map Doppler
Usado para configurar a curva de pós-processamento no modo Doppler. Selecione um valor entre
1 e 12 usando o botão.
„„
ODT
Muda para o modo ODT. ODT significa Onda Doppler por Tecido.
NOTA:
XX
Isso só poderá ser usado quando a aplicação cardíaca for selecionada em Transdutor de arranjo
em fase.
XX
Para obter mais informações sobre ODT, consulte o Modo ODT.
[Figura 7.11 Modo Doppler Espectral Pulsado DP - Tela de toque]
NOTA: Para obter informações sobre outros itens de menu da tela de toque, consulte as seções
"Modo 2D" e "Modo Color Doppler".
7-31
Manual do usuário
Modo Doppler Contínuo CW
DC significa Doppler contínuo. Este modo exibe a velocidade e a direção do fluxo sanguíneo em um
local específico no vaso sanguíneo durante um intervalo de tempo específico. Diferentemente do Modo
Doppler Espectral Pulsado DP, ele não fornece volume de amostra.
NOTA:
XX
O modo Doppler Contínuo CW é um recurso opcional deste equipamento.
XX
Esse botão seletor pode ser usado com o transdutor de arranjo em fase ou CW estático.
[Figura 7.12 Modo Doppler Contínuo CW]
„„
Doppler Espectral CW Steered com inclinação
Esse modo pode ser usado apenas se o transdutor de arranjo em fases for usado. A imagem do
modo 2D também é mostrada, o que permite marcar e ajustar uma área de observação dentro de
toda a imagem.
„„
Modo Doppler Contínuo CW Estático
Esse modo está disponível apenas com um transdutor CW (contínuo) Estático. A imagem 2D não é
exibida.
7-32
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Entrada e saída do modo Doppler pulsado DC
„„
Entrada no Modo Doppler Espectral DC
1. Pressione o botão DC no painel de controle para entrar no Modo Doppler Espectral DC.
2. Defina configurações relacionadas à aquisição da imagem Doppler na tela de toque.
3. Pressione o botão DC novamente para entrar no Modo Doppler Espectral DC e exibir a imagem
do Doppler na tela.
„„
Saída do Modo Doppler Espectral DC
Pressione o botão DC enquanto a imagem do Doppler está sendo exibida. Você também pode
pressionar o botão 2D para sair do Modo Doppler Espectral DC.
Menu Modo Doppler Espectral DC
[Figura 7.13 Modo Doppler Espectral DC - Tela de toque]
NOTA: O menu do Modo Doppler Espectral DC é idêntico ao do Modo Doppler Espectral DP.
7-33
Manual do usuário
Modo IDT
NOTA: aparece no menu de programação apenas quando o transdutor de arranjo em fase e a
aplicação cardíaca forem usados.
IDT significa imagem Doppler tissular. Ele visualizar o movimento de tecidos de movimento rápido
como o coração.
Encontra-se disponível no Modo Color Doppler. No modo Color Doppler, a IDT fornece informações
coloridas para os tecidos cardíacos.
[Figura 7.14 Modo imagem Doppler tissular]
Entrada e saída do Modo IDT
No Modo Doppler colorido, toque em IDT na tela de toque. Pressione o botão uma vez para passar
do modo IDT para o modo C.
NOTA: Para obter informações sobre o menu da tela de toque, consulte "Modo Doppler Colorido".
7-34
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo ODT
ODT significa Onda Doppler por Tecido. Ele visualizar o movimento de tecidos de movimento rápido
como o coração. O Modo ODT está disponível no Modo Doppler Espectral Pulsado DP. Se ele for usado
no Modo de Doppler espectral junto com o modo Color Doppler, as alterações nos tecidos cardíacos ao
longo do tempo poderão ser observadas.
[Figura 7.15 Modo ODT]
NOTA: Isso só poderá ser usado quando a aplicação cardíaca for selecionada em Transdutor de
arranjo em fase.
Entrada e saída do Modo ODT
Toque em ODT na tela de toque no Modo Doppler Espectral DP para executá-lo. Pressionar o botão
mais uma vez alterna o modo de ODT para Doppler Espectral DP.
NOTA: Para obter informações sobre o menu da tela de toque, consulte a seção "Modo Espectral
DP".
7-35
Manual do usuário
Modo ElastoScan
A elasticidade da caixa ROI em uma imagem 2D é exibida em cores. A imagem em modo 2D também é
mostrada, permitindo a marcação e o ajuste da ROI dentro da imagem examinada.
NOTA:
XX
O Modo ElastoScan é um recurso opcional deste equipamento.
XX
As sondas, aplicações e presets (ajustes) que suportam o ElastoScan são as seguintes:
−− L5-13, LF5-13, LA3-14AD: Peq. Partes – Mama
−− ER4-9, EVN4-9, VR5-9: Ginecologia, Urologia
−− 3D4-9, V5-9: Ginecologia, Urologia
[Figura 7.16 Modo ElastoScan]
Dicas!
ElastoScan
Um elastograma é o diagnóstico por imagem de um objeto que tem como base imagens de
ultrassom contínuo. A função que mede a elasticidade de um objeto e a converte em imagens
é chamada de ElastoScan. O ElastoScan visualiza a presença de uma massa sólida ou rigidez no
tecido.
Já se sabe que lesões como tumores são diferentes de tecidos saudáveis em termos de rigidez.
Até o momento, estava sendo usada a palpação para exame, mas esse método tem determinadas
limitações de profundidade.
Como tecidos rígidos, como tumores, demoram a se deformar, eles são menos elásticos que os
tecidos adjacentes. Portanto, as diferenças em elasticidade medidas por um elastograma podem
ser usadas para indicar a presença de uma lesão.
7-36
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Entrada e saída do Modo E
No Modo 2D, toque em ElastoScan na tela de toque. Pressione o botão 2D para sair o Modo E e
entre no Modo 2D.
Tela Modo E
Nesse modo, o elastograma e a imagem 2D são exibidos juntos na tela. Toque em Único/Dual/Quad
na tela de toque para selecionar Modo Único, Modo Duplo ou Modo Quad.
„„
Modo ROI
Toque em Modo ROI na tela de toque.
ROI é a abreviação de Região de interesse. No Modo E, a caixa ROI representa a área onde são
exibidas as informações de elasticidade. Toque em Modo ROI na tela de toque para ativar ou
desativar o Modo ROI.
Você pode ajustar a posição e o tamanho de uma caixa pelo botão Change (Alterar) no painel de
controle. Sempre que o botão Alterar for pressionado, o estado atual da Caixa será mostrado na
área Informações do usuário da tela.
XX
E ROI Pos. (Posição da caixa): A posição da caixa pode ser alterada. Mova a caixa com a esfera de
rolagem para confirmar a nova posição.
XX
E ROI Size: O tamanho da caixa pode ser alterado. Redimensione a caixa com o trackball e
pressione o botão Alterar para confirmar o novo tamanho.
[Figura 7.17 Modo ROI]
7-37
Manual do usuário
Realização de uma varredura
Ao usar o Modo ElastoScan, coloque o transdutor na superfície da área para observar e aplicar
periodicamente a compressão à superfície. A compressão deve ser ajustada de forma que a tensão
fique entre 3% e 5%.
„„
Mama
A mama é um órgão complexo que consiste em ductos lactíferos, glândulas lactíferas, tecidos
fibrosos e músculos do tórax. Movimentar um transdutor verticalmente causa movimentos
indesejados dos tecidos. Para observar uma lesão no Modo ElastoScan, é recomendável minimizar
movimentos de tecido nas direções axial, lateral e outras.
„„
Próstata
A próstata consiste em tecidos mais simples do que os de uma mama e há relativamente menos
movimentos indesejados.
Layout da tela
„„
Color Bar (Barra de cores)
No Modo E, a barra de cores indica a rigidez de um tecido. Independentemente da cor, a seção
inferior da barra indica que a área de destino é mais rígida que os tecidos adjacentes e a seção
superior indica que a área de destino é menos rígida que os tecidos adjacentes.
Menu Modo E
[Figura 7.18 Modo ElastoScan - Tela de toque]
7-38
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Invert (Inverter)
Toque nesse botão na tela de toque para inverter a barra de cores. A inversão da barra colorida
também inverte as cores exibidas na imagem.
„„
Alpha Blending (Mistura alfa)
Alpha Blending mistura imagens 2D e E para que elas apareçam uma sobre a outra. Toque nesse
botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Quando ativado, o botão Nível
Blending permanecerá ativado no menu de programação. Convém ajustar a taxa de mistura.
„„
E Gain (Ganho E)
Ajusta o brilho da imagem E de 0% a 100%.
„„
Contraste
Selecione o contraste do elastograma. Selecione um valor entre 0 e 100%.
„„
Enhancement (Realce)
Ajusta o realce da imagem. Use o botão para selecionar uma configuração entre 0 e 100%. Uma
configuração maior proporciona limites definidos mais claramente com o aumento do ruído.
„„
Color Map (Mapa de cores)
Selecione a cor do elastograma. Selecione um valor entre 1 e 5 usando o botão na tela de toque.
Se você alterar o Mapa de cores, a barra de cores também será alterada de acordo.
„„
Blending Level (Nível de mistura)
Selecione a relação de mistura Alpha. Use o botão para selecionar uma configuração entre 0 e
100%. Definir o valor como 0% mostra somente uma imagem E e definir como 100% mostra
somente uma imagem 2D.
„„
Frame Average (Média de quadros)
Especifique a velocidade de alteração entre os quadros. Você pode ajustar o nível em incrementos
de 1% entre 0 e 100% pressionando os botões na tela de toque ou usando o botão. Selecionar um
valor maior aumenta o valor da taxa de quadros.
7-39
Manual do usuário
Modo combinado
No modo combinado, três modos diferentes são combinados, inclusive o Modo 2D padrão. Observe
que no modo 2D/C Tempo real, somente dois modos são combinados: os modos 2D e Doppler colorido.
Modo 2D/C/DP
Os modos Doppler colorido e Doppler Espectral Pulsado DP são exibidos simultaneamente.
No modo Doppler colorido, pressione o botão DP no painel de controle. Ou, no modo Doppler
Espectral DP, pressione o botão C no painel de controle.
Modo 2D/PD/DP
O modo Doppler de Potência PD e o modo Doppler Espectral Pulsado DP são exibidos
simultaneamente.
No modo Power Doppler, pressione o botão DP no painel de controle. Ou, no modo Doppler contínuo
PW, pressione o botão PD no painel de controle.
Modo 2D/C/M
O modo Color Doppler e o modo M são exibidos simultaneamente.
Modo 2D/C/CW
O modo Doppler colorido e o modo Doppler contínuo CW são exibidos simultaneamente. Esse modo
está disponível apenas em alguns transdutores.
No modo Doppler colorido, pressione o botão DC no painel de controle. Ou, no Modo Doppler
Espectral DC, pressione o botão C no painel de controle.
7-40
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo 2D/IDT/ODT
NOTA: Isso só poderá ser usado quando a aplicação cardíaca for selecionada em Phased Array
Probe (Transdutor de arranjo em fase).
O Modo IDT e o Modo ODT são exibidos simultaneamente. No modo PD ou no modo Doppler colorido,
pressione o IDT e o botão DP.
Modo Dual Live
O Modo 2D e o Modo Doppler colorido são exibidos simultaneamente. No Modo 2D ou C, selecione
Duplo, tempo real na tela de toque.
Alteração do formato do modo combinado
„„
Alteração do estado do trackball
No modo combinado, mais de dois modos de imagem são usados ao mesmo tempo.
De acordo com o estado do trackball, você pode mudar a posição ou o tamanho de: ROI na
imagem ativa; volume amostra; linha M etc. Pressione o botão Alterar no painel de controle para
alterar o estado do trackball.
Observe que, quando congelado, você pode pressionar o botão Alterar para selecionar o tipo de
imagem de cine.
„„
Alteração do menu
Você pode alterar os itens do menu e do menu da tela de toque sem mudar o modo de imagem
ativo. As funções dos botões no painel de controle variam dependendo do modo de imagem
ativo.
Por exemplo: quando o menu da tela de toque para o modo 2D for exibido na tela no Modo 2D/C/
DP, você poderá selecionar outro modo no menu da tela de toque para alternar para esse modo.
NOTA: Para obter informações sobre a otimização de uma imagem no modo combinado, consulte
"Modo básico".
7-41
Manual do usuário
Modo multi-imagem
O equipamento suporta o modo Dual e o modo Quad.
No modo Multi-imagem, uma imagem pode ser exibida em diferentes modos combinados. A operação
dos botões em uma área ativa é a mesma do modo combinado.
Modo Dual
Pressione o botão Dual (Duplo) no painel de controle.
É possível comparar duas imagens diferentes ao mesmo tempo. Sempre que você pressionar o botão
Dual ou Confirmar, uma das duas imagens será selecionada. O modo de imagem ativo atualmente
é indicado por um marcador azul na parte superior da imagem. Os botões e menu operam de acordo
com o modo de imagem atualmente em uso.
Para sair do modo dual, pressione o botão Único ou o 2D no painel de controle.
[Figura 7.19 Modo Dual]
7-42
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo Quad
Pressione o botão Quad no painel de controle para entrar no Modo Quad.
É possível comparar quatro imagens diferentes ao mesmo tempo. Sempre que você tocar o botão
Quad ou Confirmar, uma das quatro imagens será selecionada. O modo de imagem ativo atualmente
é indicado por um marcador azul na parte superior da imagem. Os botões e menu operam de acordo
com o modo de imagem atualmente em uso.
Para sair do modo quad, pressione o botão Único ou o 2D no painel de controle.
[Figura 7.20 Modo Quad]
NOTA: Para obter informações sobre a otimização de uma imagem no modo de multi-Imagem,
consulte "Modo básico".
7-43
Manual do usuário
Modo 3D/4D
Esses modos mostram imagens 3D da região examinada. H60 fornece Modo 3D, Modo 4D (opcional) e
XI STIC (opcional).
NOTA: Transdutores padrão não podem ser usados para os Modos 3D/4D
Entrada e saída do Modo 3D/4D
Pressione o botão 3D/4D no painel de controle. Pressione o botão novamente para sair do modo
3D/4D e voltar para o modo 2D.
Tela do modo 3D/4D
„„
Caixa ROI
No modo 3D/4D, a caixa ROI também é chamada de caixa de volume. A caixa é usada para indicar
as áreas de conversão 3D/4D.
Você pode ajustar a posição e o tamanho da caixa ROI com o botão Alterar no painel de controle.
Sempre que o botão Alterar for pressionado, o estado da caixa ROI será exibido no meio da tela,
como mostrado abaixo:
XX
Posição ROI: Nesse estado, a posição da caixa ROI pode ser alterada. Você pode mover a caixa
ROI usando o trackball.
XX
Tamanho ROI: Neste estado, o tamanho da caixa ROI pode ser alterado. Depois de
redimensionar a caixa ROI com o trackball, pressione o botão Alterar para confirmar o novo
tamanho.
7-44
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Modo 3D
O produto usa o transdutor em 3D para fornecer o modo 3D e XI STIC.
[Figura 7.21 Modo 3D]
„„
3D
Neste modo, você pode obter imagens 3D usando um transdutor 3D.
„„
XI STIC
Nesse modo, o ciclo cardíaco obstétrico e os dados de volume STIC podem ser obtidos com
transdutores 3D Para obter mais informações, consulte "XI STIC" neste capítulo.
NOTA: XI STIC é uma opção desse equipamento.
7-45
Manual do usuário
Modo 4D
No Modo 4D, as imagens 3D poderão ser obtidas em tempo real com transdutores 3D. Esse modo
também é chamado de modo 3D Tempo real.
NOTA: O modo 4D é um recurso opcional deste equipamento.
[Figura 7.22 Modo 4D]
7-46
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Aquisição de imagens 3D/4D
1. Especifique o local e o tamanho da caixa ROI conforme desejado.
2. Defina os parâmetros necessários na tela 3D Em espera da tela de toque.
XX
Selecione a guia do menu do modo 3D/4D e configure na seguinte ordem: Modo de
visualização  Ajuste de reconstrução  Outros itens.
3. Pressione o botão Freeze ou Confirmar no painel de controle. O equipamento começará a adquirir
imagens 3D.
4. Depois que a aquisição da imagem 3D for concluída, a tela Visualização 3D será mostrada (se
configurada para isso). A "Visualização 3D" é exibida no lado superior esquerdo da tela do
monitor.
XX
Se uma imagem 3D for obtida horizontalmente, a imagem também será exibida
horizontalmente em Visualização 3D.
5. Você pode fazer diagnóstico pela otimização de imagens. Pressione o botão 3D/4D para adquirir
novamente as imagens 3D.
Dicas!
Como melhorar a qualidade da imagem 3D
XX
Leve em consideração a direção, o tamanho e a seção do ponto de exibição, bem como a
visibilidade do objeto.
XX
Antes de realizar a aquisição de imagens 3D, ajuste o contraste no Modo 2D.
XX
Quanto maior for a caixa ROI, mais lenta será a velocidade da reconstrução. Portanto, defina um
tamanho da caixa ROI apropriado.
XX
Para ver a imagem 3D de um feto na visualização frontal, posicione a cabeça fetal na direção da
Marca de direção, colocando-a no plano sagital. Em seguida, faça a varredura do feto indo de
um lado ao outro da face.
XX
A imagem 3D da face fetal pode ser localizada mais facilmente no plano sagital do que no plano
coronal.
XX
Para determinar o contorno de superfície, itens, como líquido amniótico, que não geram ecos,
isolam as estruturas hiperecogênicas devido suas texturas hipoecoicas.
XX
Quando a aquisição da imagem 3D for concluída, você poderá ajustar o nível do filtro baixo para
limpar a imagem. A regra geral é não ajustar Filtro Alto; defina-o como, no máximo, 255.
7-47
Manual do usuário
3D Stand By (3D em espera)
Essa tela será exibida na tela de toque quando os Modos 3D/4D entrarem. Defina os parâmetros
necessários para especificar como as imagens 3D devem ser adquiridas.
[Figura 7.23 3D em espera - Tela de toque]
Guia Menu
Selecione uma guia para os Modos 3D/4D. Guias diferentes são exibidas na tela de toque de acordo
com o transdutor em uso no momento.
Dicas!
Ajustando imagens 2D em Modos 3D/4D
Clique na guia 2D Menu na tela de toque para otimizar uma imagem 2D antes de adquirir a
imagem 3D correspondente.
Quando a imagem 2D estiver otimizada, clique em Menu 3D na tela de toque para voltar ao modo
3D Em Espera.
Modo de visualização
Selecione um modo de visualização a ser usado depois das imagens 3D serem adquiridas.
„„
Visualização 3D
O modo de visualização padrão para revisão da imagem 3D. Pressione MPR para selecionar.
7-48
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Ajuste de reconstrução
Seleção de um ajuste para a imagem 3D. Para obter mais informações, consulte as informações de
ajuste contidas na seção "Visualização 3D-Modo MPR".
Qualidade da varredura
Seleciona a qualidade das imagens 3D. Selecione Baixa, Média ou Alta clicando no botão da tela de
toque ou usando o botão.
XX
Alta: a qualidade da imagem é alta, mas a velocidade de captura da imagem 3D (ou velocidade
de reconstrução) é baixa.
XX
Méd2: fornece uma velocidade melhor de captura da imagem e uma qualidade de imagem
inferior do que a configuração alta.
XX
Méd1: fornece uma velocidade melhor de captura da imagem e uma qualidade de imagem
inferior do que a configuração Méd2.
XX
Alta: fornece a maior velocidade de captura de imagens 3D e a menor qualidade de imagem.
NOTA: Qualidade da varredura não está disponível na guia do menu XI STIC.
Âng. volume
Defina o ângulo de varredura tocando no botão da tela de toque ou usando o botão. A faixa de
ajuste varia de acordo com o transdutor selecionado.
NOTA: Em XI STIC, defina o ângulo de varredura entre 10˚ e 60˚.
7-49
Manual do usuário
Visualização 3D - Multiplanar (MPR)
Este modo de visualização é ativado com a aquisição de imagens quando MPR é selecionado em 3D Em
espera.
Você pode otimizar imagens 3D, executar diagnósticos e fazer medidas.
Dicas!
Alteração do modo de visualização
Selecione a guia Menu 3D na tela de toque para alterar o modo de visualização.
O básico do modo de visualização 3D
„„
Layout da tela
1
2
5
3
4
[Figura 7.24 Visualização 3D]
1Plano A: imagem do corte da seção sagital.
2Plano B: imagem do corte da seção axial.
3Plano C: imagem do corte da seção sagital.
4Imagem 3D
5Indicação do estado do trackball: o estado atual do trackball é exibido na parte inferior da tela
de monitor. Você pode selecionar Apontador, Mover ou ROI para o trackball. Pressione o botão
Alterar no painel de controle para alterar o estado do trackball. O estado do trackball muda
em sequência cada vez que o botão é pressionado.
7-50
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
XX
Apontador: redefine a posição da caixa ROI. Pressione o botão Apontador no painel de
controle para alterar para o estado da seta. Você pode girar a caixa ROI ao redor do eixo da
imagem usando a seta enquanto pressiona o botão Confirmar. Pressione novamente o botão
Alterar para alternar para outro estado.
XX
Mover: move a imagem 3D com o trackball. A imagem 3D adquirida o move à medida que você
movimenta o trackball.
XX
ROI: você pode redimensionar a caixa ROI com o trackball. A caixa ROI na imagem 3D é
redimensionada conforme você move o trackball.
„„
Layout da tela de toque
Somente os botões disponíveis no modo atual estarão habilitados.
[Figura 7.25 Menu 3D da visualização 3D]
„„
Pós Ganho
Funciona de forma independente do Ganho 2D, com um valor separado. O valor inicial é 0, mas
ele pode ser definido para qualquer valor de -255 a 255. No modo 4D, Pós Ganho funciona com
Congelar.
„„
Aumentar/diminuir imagens
Gire o botão Zoom no painel de controle para aumentar/diminuir as imagens. O fator atual do
zoom aparece na parte inferior da tela.
7-51
Manual do usuário
„„
Zoom TC de volume)
NOTA: Esta opção está disponível com TC de Volume.
Use o botão Zoom no painel de controle. Pressionar o botão muda a função para Zoom TC de
volume. Gire o botão para ampliar ou diminuir imagens TC de Volume. O fator atual do Zoom de
TC de volume aparece na parte inferior da tela.
„„
Giro da imagem ao redor do eixo X
Use o botão M/x do painel de controle.
„„
Giro da imagem ao redor do eixo Y
Use o botão DP/y no painel de controle.
„„
Giro da imagem ao redor do eixo Z
Use o botão Cor/Z no painel de controle.
„„
Medidas por aplicação:
NOTA:
XX
As medidas só podem ser feitas para imagens em modos MPR, VMC, Oblíquo ou 4D.
XX
Não é possível realizar medidas no modo VMC se o formato de exibição for 2*3 ou superior.
XX
Durante a realização de medidas, só é possível usar os botões Revisão, Pacte, Relatório e
Anotação.
Pressione o botão Calculadora no painel de controle. Os métodos de medidas são idênticos aos
descritos no Capítulo 8, Medidas e cálculos.
„„
Medida básica
Pressione o botão Medida no painel de controle. Para obter mais informações, consulte o Capítulo
8, Medidas e cálculos, mais precisamente, a seção "Medida básica".
7-52
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Salvar imagens
NOTA: Se os dados de volume contiverem imagens Cine 4D e 3D, selecione 4D ou 3D para salvar.
1. Pressione o botão Armazenar no painel de controle. A tela Salvar Dados 3D é exibida na tela de
toque.
2. Especifique configurações como Tipo de Dados, Salvar Itens e Formato do Volume.
3. Toque em Salvar na tela de toque para concluir a gravação. Toque em Sair para cancelar.
Dicas!
Dados de volume
1. Se os dados de volume contiverem uma imagem Cine, ela será gravada ao mesmo tempo.
2. Se as imagens forem salvas com dados de volume, elas poderão ser convertidas em novas imagens
de reconstrução 3D com o SonoView.
[Figura 7.26 Salvar Dados 3D]
„„
Impressão de imagens
Pressione o botão Armazenar (ou S1, S2 ou S3) no painel de controle.
7-53
Manual do usuário
Modo
Selecione o formato de exibição no qual as imagens 3D são apresentadas.
„„
Reconstrução
As imagens de plano sagital, axial ou coronal são exibidas em conjunto com a imagem 3D.
„„
2D
As imagens de plano sagital, axial ou coronal, junto com a AO (Ajuda de orientação), são exibidas
na tela. A ajuda de orientação indica a posição relativa do plano selecionado no momento em
relação aos dados de volume.
Dicas!
Clique em Único na tela de toque para ter uma visão mais detalhada.
„„
TC de Volume
As imagens de plano sagital, axial ou coronal e as combinações delas são exibidas. Cada plano é
exibido com um quadro colorido diferente. VCT é abreviação de TC de Volume.
„„
Aceitar ROI
NOTA: Esta opção está disponível com Reconstrução.
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar. Se estiver ativada, a
caixa ROI não será exibida.
Formato exib.
Você pode alterar o formato de exibição usando a tela de toque. O formato de exibição varia de
acordo com cada modo.
XX
Único: alterna para tela cheia.
XX
Dual: alterna para tela 2D/3D.
XX
Quad: alterna para tela da ROI 2D/3D.
7-54
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
NOTA: No modo 2D ou TC de Volume, somente o formato Único ou Quad pode ser usado.
Imagem de Ref.
Toque no botão correspondente na tela de toque para selecionar uma imagem de referência
escolhida entre A, B e C. A imagem selecionada será destacada com contorno laranja.
XX
A: Plano Sagital
XX
B: Plano Axial
XX
C: Plano coronal
„„
AO (Ajuda de orientação)
NOTA: 2D. Esta opção está disponível com Reconstrução.
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar. Se estiver ligado, a
imagem 3D será exibida junto com a ajuda de orientação.
Rotação 3D
NOTA: Rotação 3D, Filtro baixo e Transparência estão disponíveis no modo Reconstrução.
Selecione -90°, 90° ou 180° tocando no botão na tela de toque. O equipamento de coordenadas gira
com base na imagem 3D atual.
Início
Ao tocar na tela, as informações de posição da imagem 3D serão inicializadas.
7-55
Manual do usuário
Mix
Configure o mix dos modos de reconstrução 1 e 2. Use o botão para selecionar a taxa entre 0:100(%)
e 100:0(%).
NOTA: Para mais detalhes sobre o Modo de Reconstrução, consulte "Configuração da
Reconstrução" em "Menu Utilitário 3D".
Filtro Baixo
Especifique o intervalo mínimo do filtro. Use o botão para selecionar um valor entre 0 e 254.
Dicas!
Filtro
Esta opção permite que você ajuste o valor do filtro para eliminar dados desnecessários das
imagens. À medida que o número aumenta, os elementos do cisto vão ficando mais aparentes. À
medida que o número diminui, os elementos ósseos vão ficando mais aparentes.
Selecionar
Selecione Post Curve (Pós processamento da curva). Use o botão seletor para selecionar 2D, 3D, 2D
colorido ou 3D colorido.
Posição
Defina o contraste do pós-processamento da curva selecionado em Selecionar. Use o botão para
selecionar um valor entre 0 e 100.
Brilho
Defina o brilho do pós-processamento da curva selecionado em Selecionar. Use o botão para
selecionar um valor entre -100 e 100.
Transparência
Defina a transparência de uma imagem 3D. Use o botão para selecionar um valor entre 20 e 250.
O valor mais baixo (20) é para transparência completa e o valor mais alto (250), para opacidade
completa.
7-56
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
VOCAL
Mede o volume dos tecidos dentro do corpo humano. VOCAL é abreviação de Análise auxiliada por
computador do órgão virtual.
VOCAL pode ser executado na seguinte ordem: Definir VOCAL  Editar VOCAL  VOCAL.
*
[Figura 7.27 VOCAL]
Definir VOCAL
Especifique as configurações necessárias para a execução de VOCAL.
Tipo de contorno
Selecione o tipo da linha de contorno. Será criada automaticamente uma linha de contorno para
todos os tipos, exceto para Manual.
„„
Sólido
Usado para dados de objetos com muitos ecos.
„„
Geral
Desenhe uma linha de contorno com base em um objeto típico. É mais rápido que outros tipos de
contorno automático, mas menos preciso.
7-57
Manual do usuário
„„
Próstata
Usado para dados da próstata.
„„
Cístico
Usado para dados de objetos com menos ecos.
„„
Esfera
Depois de criar um objeto esférico, edite o contorno para moldá-lo na forma desejada.
„„
Manual
Crie manualmente a forma desejada de um objeto.
Imagem de Ref.
Toque no botão correspondente na tela de toque para selecionar uma imagem de referência
escolhida entre A, B e C. A imagem selecionada será destacada com contorno laranja.
Ângulo do Giro
Defina o ângulo de rotação. Selecione entre 12, 18 ou 30 clicando no botão correspondente na tela
de toque.
Mover pontos de polo usando o trackball
Defina a faixa para executar VOCAL em uma imagem de referência. Em uma imagem de referência,
Polo 1 indica a posição da seta superior e Polo 2, a da seta inferior. Ajustar usando o trackball e o
botão Confirmar do painel de controle ou o botão na tela de toque.
Início
Ao tocar na tela, as informações de posição da imagem 3D serão inicializadas.
IniciarToque na tela de toque para iniciar a criação de dados de VOCAL.
7-58
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Dicas!
Quando Tipo de contorno estiver configurado como Manual
1. Toque em Iniciar na tela de toque. A tela Posição da imagem será exibida na tela de toque.
2. Depois de tocar no botão Confirmar sobre uma imagem, mova o trackball para contornar.
XX
Toque em Próximo para ir para o quadro seguinte.
XX
Toque em Previous para ir para o quadro anterior.
3. Toque em Finalizado na tela de toque. Inicie VOCAL.
XX
Se você tocar em Finalizado sem fazer o contorno, será executado VOCAL sobre uma esfera.
[Figura 7.28 VOCAL Define - Tela de toque]
7-59
Manual do usuário
Editar VOCAL
Quando os dados de VOCAL estiverem criados, as informações de volume serão exibidas na tela. No
modo de edição de VOCAL, você poderá modificar ou refazer as linhas de contorno existentes.
Modo de camada
Defina a camada de um objeto com base na linha de contorno.
„„
Desligado
Não use o modo de camada. O contorno criado e a camada se sobrepõem.
„„
Interno
A camada é desenhada dentro do contorno gerado pela Espessura da camada especificada.
„„
Fora
A camada é desenhada fora do contorno gerado pela Espessura da camada especificada.
„„
Simétrico
Metade da camada é desenhada dentro do contorno e a outra metade, fora dele. Cada metade
tem a medida da espessura da camada.
Espessura camada
Defina a espessura da camada de um objeto. Use o botão para selecionar um valor entre 1 e 20 mm.
Essa opção só será exibida na tela de toque quando o modo de camada for usado.
Posição da imagem
Revise as linhas de contorno para cada quadro. Use Anterior e Próximo para se mover pelos
quadros.
7-60
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Edição múltipla
Modifique mais de uma linha de contorno de uma só vez. Toque nesse botão da tela de toque para
ativar ou desativar esse recurso. Se estiver ativado, podem ser exibidas até 6 linhas de contorno
simultaneamente na tela. Quando houver mais de 6 linhas, use o botão Página VME para navegar
pelas páginas. MEV é abreviação de visualização de múltipla edição.
Use Polo 1 e Polo 2 para editar as linhas de contorno. Você também pode usar o trackball e o botão
Confirmar no painel de controle para editar linhas de contorno. Quando a edição estiver concluída,
toque em Edição múltipla novamente para desativar.
Limpar contorno
Quando você tocar nesse botão na tela de toque, os dados de VOCAL serão excluídos, as
configurações serão mantidas e o equipamento retornará à etapa de definição de VOCAL.
Novo Contorno
Toque no botão na tela de toque para ir da página do manual VOCAL para a página de configuração
do VOCAL. Esse botão aparece somente se o Tipo de contorno estiver definido em Manual.
Aceitar contorno
Toque no botão na tela de toque para aplicar as alterações. A tela mudará para a tela de revisão dos
dados VOCAL.
[Figura 7.29 VOCAL Edit - Tela de toque]
7-61
Manual do usuário
VOCAL
Otimiza os dados de VOCAL para revisão.
Modo VOCAL
Especifique como os dados de VOCAL são apresentados.
„„
ROI 3D
Mostra imagens nos planos sagital, axial e coronal e junto com os dados de VOCAL.
„„
3D Fixo
Mostra imagens nos planos sagital, axial e coronal junto com imagens 3D para os dados de
VOCAL.
„„
TC de Volume
Mostra combinações reais de imagens nos planos sagital, axial e coronal e dados de VOCAL.
Use o botão VCT Type (Tipo TC de Volume) para selecionar um entre os Tipos 1 a 8.
Formato exib.
Ao tocar nesse botão na tela de toque e selecionar Único ou Quad, os dados de VOCAL serão
exibidos em tela cheia. Essa função poderá ser usada em todos os modos. Ao pressionar esse botão
novamente, o visor retornará para a tela anterior.
Imagem de Ref.
Toque no botão correspondente na tela de toque para selecionar uma imagem de referência
escolhida entre A, B e C. A imagem selecionada será destacada com contorno laranja.
Editar VOCAL
Clique no botão correspondente da tela de toque para voltar ao estágio de edição de VOCAL.
7-62
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Início
Ao tocar na tela, as informações de posição da imagem 3D serão inicializadas.
Modo
NOTA: Esta opção está disponível com ROI 3D.
Especifique como a superfície dos dados de VOCAL é apresentada. Use o botão para selecionar
Superfície ou Arquitetura.
XX
Superfície: os dados de VOCAL são representados usando o método de expressão do exterior
das imagens por curvas (superfície).
XX
Arquitetura: os dados de VOCAL serão representados com pontos e linhas.
[Figura 7.30 VOCAL - Tela de toque]
7-63
Manual do usuário
3D XI (eXtended Imaging) - Recursos Estendidos
NOTA:
XX
3D XI é um recurso opcional deste equipamento.
XX
3D XI estará disponível somente com o uso de transdutores 3D.
Esse modo de exibição estará ativado se a aquisição da imagem 3D estiver concluída quando VMC ou
Corte Oblíquo estiverem selecionados em 3D Em espera. A imagem pode ser exibida em vários cortes.
VMC
A imagem pode ser exibida em vários cortes. MSV é abreviação de visualização multicorte.
[Figura 7.31 Visualização multicortes]
NOTA: As opções disponíveis são Calculadora, Medida, Texto e Seta.
7-64
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Tela VMC
As imagens cortadas na espessura definida em Espessura de Corte serão exibidas na tela. O número
do corte/o número total de cortes será exibido na parte inferior de cada imagem de corte. A imagem
do corte selecionado no momento é indicada por um contorno laranja.
As informações da imagem exibem o modo atual, a imagem de referência e a espessura do corte.
„„
Rotação de imagem
Girar o plano de referência afeta todos os demais planos.
XX
Rotação do eixo X: use o botão M/X do painel de controle. Se o trackball estiver no modo
Apontador, posicione o indicador ao lado de uma imagem e mova o trackball verticalmente
enquanto pressiona o botão Confirmar.
XX
Rotação no eixo Y: use o botão DP/Y no painel de controle. Se o trackball estiver no modo
Apontador, posicione o indicador abaixo de uma imagem e mova o trackball lateralmente
enquanto pressiona o botão Confirmar.
XX
Rotação no eixo Z: use o botão Cor/Z no painel de controle. Se o trackball estiver no modo
Apontador, posicione o indicador no centro de uma imagem e mova o trackball em círculo
enquanto pressiona o botão Confirmar.
„„
Movimentação de imagens
Defina o trackball no modo de movimentação e mova para cima/baixo/esquerda/direita. A
imagem se moverá ao longo dos eixos X e Y.
[Figura 7.32 Visualização multicorte - Tela de toque]
7-65
Manual do usuário
Formatoexib.
Defina o layout dos múltiplos cortes. Selecione entre 1*1, 2*1, 2*2, 3*2, 3*3 ou 4*3 tocando no botão
correspondente na tela de toque. O número de índices que podem ser exibidos simultaneamente na
tela varia dependendo dessa configuração. Se o layout for alterado, a imagem do corte selecionado
irá para a posição inicial na tela.
Imagem de Ref.
Toque no botão correspondente na tela de toque para selecionar uma imagem de referência
escolhendo entre A, B e C.
„„
MSV OH (AO VMC - Ajuda de Orientação da Visualização dos Múltiplos Cortes)
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se a opção estiver
ativada, os planos A, B e C da imagem do corte selecionado serão exibidas na tela. As imagens
selecionadas de corte e referência serão realçadas com bordas laranjas.
Página
Altera a página na tela. A opção pode ser útil quando o número total de imagens do corte exceder o
especificado em Formato exib.. Selecione uma página tocando nos botões Anterior e Próximo na
tela de toque ou usando o botão.
Corte selec
Selecione uma imagem do corte para observar. Use o botão para selecionar um Índice. O índice
selecionado será realçado com bordas cor de laranja.
Espessura
NOTA: Espessura representa a espessura do corte em dados de volume, em vez da posição
anatômica em si.
Defina a espessura do corte das imagens. Use o botão para selecionar 0,5, 1,0, 2,0, 3,0, 4,0, 5,0 ou
10,0 mm. Dependendo de sua seleção, o número de índices e páginas poderá variar.
7-66
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Posição
Defina a posição do pós-processamento da curva (contraste). Use o botão para selecionar um valor
entre 0 e 100.
Brilho
Defina o brilho do pós-processamento da curva. Use o botão para selecionar um valor entre -100 e
100.
Regra
Defina a posição da régua. Gire o botão para selecionar Nenhum, Direita, Esquerda, Superior, Inferior,
ou Tudo.
Selecione
Selecione Pós processamento da curva. Use o botão para selecionar 2D ou 2D Color (2D colorido).
NOTA:
Os seguintes itens do Menu Utilitário 3D estão habilitados no Modo VMC: Ponto de orientação,
Colorização, Cine 4D, Pós processamento, Ajuste
Para obter mais informações sobre Utilitário 3D consulte o "Menu Utilitário 3D".
7-67
Manual do usuário
Corte oblíquo
Depois de desenhar uma linha reta ou curva na imagem selecionada no modo VMC, você poderá
analisar a imagem oblíqua relacionada. Para isso, siga o procedimento abaixo:
1. Selecione Formato exib. e, em seguida, especifique as imagens oblíquas a serem analisadas.
2. Defina o Tipo de corte.
3. Desenhe uma linha reta ou curva em uma imagem de referência usando o trackball e o botão
Confirmar. Uma imagem oblíqua será exibida com os pontos início (S) e fim (E) exibidos.
XX
Se o trackball estiver em estado móvel, a posição da linha poderá ser alterada.
4. Otimize a imagem para observação usando outros botões da tela de toque.
NOTA:
XX
Podem ser usadas funções como Texto e Seta.
XX
Quando o formato de exibição for 2*1, poderão ser usadas as funções de medida como
Calculadora e Medida.
[Figura 7.33 Corte Oblíquo]
7-68
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Tela do corte oblíquo
A imagem de referência selecionada no modo VMC é exibida na tela. A imagem de referência é
realçada com bordas laranjas e sempre posicionada no canto superior esquerdo da tela.
Quando for usada mais de uma linha para observação, cada uma delas será indicada por uma cor e
um número diferentes.
As informações da imagem exibem o modo atual, a imagem de referência, o tipo de corte oblíquo e
o tamanho da perpendicular (ou espessura do corte).
NOTA: Quando usar OVIX, as informações da imagem também exibirão Compensação de Linha
OVIX, Mix, Filtro Baixo e Reconstrução 1, 2.
Dicas!
Direção da exibição da imagem oblíqua
O observador está localizado perpendicularmente à seção de uma imagem de referência. Veja a
direção de visualização abaixo:
Direção de
visualização
Ponto
final
Ponto de início
Ponto de
início
Ponto final
Direção de
visualização
Formato exib.
Defina o layout das imagens oblíquas. Selecione entre 2*1, 3*2 ou 3*30 tocando no botão
correspondente na tela de toque. Dependendo dessa configuração, o número de imagens oblíquas e
o tipo de corte oblíquo poderão variar.
7-69
Manual do usuário
Tipo de corte
Especifique como as imagens são cortadas tocando no botão correspondente da tela de toque.
„„
Linha
É possível analisar a imagem oblíqua de uma linha reta.
„„
Contorno
A imagem oblíqua de uma linha curva ou a linha de contorno podem ser analisadas.
Dicas!
Múltiplas linhas e Múltiplos contornos
Se Formato exib. estiver definido como 3*2 ou 3*3, habilite Aumento automático para desenhar
mais de uma linha.
„„
Paralelo
NOTA: Isso não poderá ser usado quando o Formato exib. for 2*1.
A imagem oblíqua de uma linha reta e suas linhas paralelas podem ser analisadas. Se for
desenhada uma linha reta, as linhas paralelas serão automaticamente exibidas na tela.
„„
Perpendicular
NOTA: Isso não poderá ser usado quando o Formato exib. for 2*1.
A imagem oblíqua de uma linha reta e suas linhas perpendiculares podem ser observadas. Se for
desenhada uma linha reta, as linhas perpendiculares serão automaticamente exibidas na tela.
Rotação de imagem
Especifique a direção de uma imagem oblíqua. Selecione 90˚, 180˚ ou -90˚ tocando no botão na tela
de toque. Selecione a imagem oblíqua cuja direção deve ser alterada em Selecionar corte.
7-70
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Excluir linha
Toque na tela de toque para excluir uma imagem oblíqua.
Corte selecionado
NOTA: Isso não poderá ser usado quando o Formato exib. for 2*1.
Use o botão para selecionar uma linha. A imagem oblíqua da linha selecionada é indicada por um
contorno azul.
Tamanho da perpendicular
NOTA: Isso só será usado quando o Tipo de corte for Perpendiculares.
Use o botão para ajustar o comprimento da linha perpendicular. Pode ser que seja necessário ajustar
o comprimento da linha mais central em cerca de 1 mm. O seu comprimento atual é exibido na
informação da imagem.
Espessura do Corte
NOTA: Isso só será usado quando Tipo de corte oblíquo for Múltiplos paralelos.
Use o botão para ajustar o intervalo entre as linhas perpendiculares. Pode ser que seja necessário
ajustar o comprimento da linha mais central em cerca de 1 mm. O seu comprimento atual é exibido
na informação da imagem.
7-71
Manual do usuário
Rotacionar linha
NOTA:
Isso não poderá ser usado quando:
XX
Tipo de corte for Contorno; ou
XX
Tipo de corte for Linha e Corte selecionado for Selecionar tudo.
Use o botão para rotacionar uma linha. Quando a linha for girada, a imagem oblíqua também será
alterada da mesma forma.
OVIX
NOTA: Isso não poderá ser usado quando o Tipo de corte for Contorno.
OVIX é abreviação de Corte oblíquo estendido, que define a espessura da intersecção de uma
imagem oblíqua e mostra a imagem em 3D.
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar. Quando a opção estiver
ativada, a linha de OVIX será exibida na imagem de referência, indicando a espessura da intersecção
de uma imagem oblíqua da imagem de referência.
A espessura da linha OVIX pode ser ajustada por Espessura OVIX. Para alterar as configurações da
imagem 3D, selecione e ajuste Configuração ou Curva pós-processamento OVIX no menu Utilitário
3D.
Espessura OVIX
Use o botão para ajustar a espessura do OVIX. É exibida a imagem 3D da espessura do conjunto.
Selecionar
Selecione Pós processamento da curva. Use o botão seletor para selecionar 2D, OVIX, 2D colorido ou
OVIX Color.
7-72
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Início
Toque na tela de toque para excluir a imagem oblíqua e redefinir as informações da posição da
Imagem de Ref.
NOTA:
Os seguintes itens do menu de utilitários 3D estão habilitados no modo de Corte oblíquo:
Configuração, Colorização, Ponto de orientação, Cine 4D, Pós-processamento, Ajuste
Para obter mais informações sobre o utilitário 3D, consulte "Menu de utilitário 3D".
[Figura 7.34 Corte oblíquo - Tela de toque]
7-73
Manual do usuário
XI VOCAL
NOTA: XI VOCAL é um dos recursos de 3D XI. Ele está disponível como recurso opcional deste
equipamento.
Mede o volume dos tecidos no Modo 3D XI.
[Figura 7.35 XI VOCAL]
Dicas!
VOCAL vs. XI VOCAL
XX
VOCAL: Mede o volume de um objeto em uma imagem 3D geral. Usa cortes rotacionais.
XX
XI VOCAL: Mede o volume de um objeto na imagem de referência selecionada no modo VMC
usando cortes paralelos. Para cálculo de volume, um objeto é cortado em múltiplos cortes.
XI VOCAL é executado na seguinte ordem: Definir XI VOCAL > Editar XI VOCAL > XI VOCAL
7-74
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Definir XI VOCAL
Especifique como o corte e as linhas de contorno serão extraídos.
As imagens de referência e as linhas de corte são exibidas no lado esquerdo da tela. As imagens do
corte com os pontos início (S) e fim (E) de uma linha de corte serão exibidas no lado direito da tela.
[Figura 7.36 Definir XI VOCAL]
Tipo de contorno
Selecione o tipo da linha de contorno. Será criada automaticamente uma linha de contorno para
todos os tipos, exceto para Manual.
„„
Sólido
Usado para dados de objetos com muitos ecos.
„„
Cístico
Usado para dados de objetos com menos ecos.
„„
Geral
Desenhe uma linha de contorno com base em um objeto típico. É mais rápido que outros tipos de
contorno automático, mas menos preciso.
7-75
Manual do usuário
„„
Manual
Crie manualmente a forma desejada de um objeto. Uma linha de contorno pode ser especificada
na tela de edição de XI VOCAL.
Imagem de Ref.
Toque no botão correspondente na tela de toque para selecionar uma imagem de referência
escolhida entre A, B e C. A imagem selecionada será destacada com contorno laranja.
„„
Contorno de Ref.
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se a opção estiver
ativada, será possível desenhar uma linha de contorno usando o trackball e o botão Confirmar.
Direção de Corte
Defina a direção de uma linha de corte. Selecione entre Vertical ou Horizontal clicando no botão
correspondente na tela de toque. Alterar a direção de uma linha de corte também altera a imagem
de corte exibida na tela.
Início
Ao tocar na tela, as informações de posição da imagem 3D serão inicializadas.
Iniciar
Clique na tela de toque para alternar para a tela Editar XI VOCAL.
NOTA: Se Tipo de contorno estiver definido em Manual, o equipamento mudará para a tela XI
VOCAL quando Iniciar for pressionado.
7-76
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Nº de cortes
Especifique o número de imagens do corte. Use o botão para selecionar 5, 10, 15 ou 20. O intervalo
entre os cortes variará de acordo com o número de imagens selecionadas.
[Figura 7.37 Definir XI VOCAL - Tela de toque]
7-77
Manual do usuário
Editar XI VOCAL
Especifique a faixa de extração do contorno ou execute XI VOCAL.
Com base nas linhas do corte, serão exibidos imagens do corte e pontos de polo na tela. O ponto
de polo é um ponto de referência do qual o contorno do objeto é extraído. Dois pontos de polo são
exibidos em cada imagem do corte.
A imagem do corte selecionado será realçada com bordas cor de laranja. "O número da imagem/o
número total de imagens de corte" será exibido na parte inferior de cada imagem.
Dicas!
Imagem de referência e linha do corte
Elas sempre são exibidas no canto inferior direito da tela Editar XI VOCAL. Elas podem ser úteis
quando a posição de uma imagem do corte precisa ser levada em consideração.
[Figura 7.38 Editar XI VOCAL]
Página de Referência
Use o botão para mudar a página da tela.
Novo Contorno
Clique no botão correspondente da tela de toque para excluir os dados atuais e voltar para o estágio
Definir XI VOCAL.
7-78
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Aceitar contorno
Clique no botão correspondente da tela de toque para aplicar alterações e executar XI VOCAL. O
equipamento alternará para a tela XI VOCAL.
Dicas!
Quando Tipo de contorno estiver configurado como Manual
Use o botão Confirmar e o trackball para desenhar uma linha de contorno antes de pressionar em
Aceitar contorno. Se você pressionar Aceitar contorno sem desenhar uma linha de contorno, será
extraída uma linha de contorno de tipo geral.
[Figura 7.39 Editar XI VOCAL - Tela de toque]
7-79
Manual do usuário
XI VOCAL
Otimize os dados de XI VOCAL para revisão.
As imagens do corte com a exibição de sua linha de contorno e as imagens de referência em 3D são
exibidas. A imagem de referência em 3D é realçada com bordas laranjas e o volume calculado é exibido
na parte inferior da imagem.
Dicas!
Imagem de referência 3D
Use XI VOCAL para exibir um objeto para o qual o volume tenha sido obtido em 3D. Pressione
o botão Zoom, M/x, DP/y ou Cor/z no painel de controle para aplicar zoom ou girar para
observação.
Visualização de Todos os Cortes
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se a opção estiver ativada,
todos os dados de XI VOCAL, inclusive imagem de referência, linha do corte e imagem do corte,
serão exibidos simultaneamente na tela.
Editar Contorno
Clique em qualquer lugar na tela de toque para retornar à tela Editar XI VOCAL. Você pode editar a
linha de contorno usando o trackball e o botão Confirmar.
[Figura 7.40 XI VOCAL - Tela de toque]
7-80
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
XI STIC
NOTA:
XX
XI STIC é um recurso opcional deste equipamento.
XX
XI STIC estará disponível somente quando transdutores 3D forem usados.
XX
Isso só será exibido quando Aplicação estiver configurada em OB.
XX
Ao inserir 3D em espera na Predefinição Coração fetal, o sistema mudará automaticamente para
STIC.
Essa opção pode ser usada para obter o ciclo cardíaco fetal com dados de volume sobre a área cardíaco
fetal e para recompilar os dados de volume para exibição. STIC é abreviação de imagem com correlação
tempo - espacial.
[Figura 7.41 XI STIC]
Aquisição de imagens XI STIC
NOTA: Se os artefatos de movimento forem graves, os dados não terão o ciclo cardíaco ou a
frequência cardíaca não poderá ser calculada por nenhum outro motivo e você voltará para a tela
de preparação da imagem de XI STIC.
1. Selecione a guia XI STIC na tela 3D Em Espera na tela de toque.
2. Defina vários parâmetros, como você faria para a aquisição de imagens 3D padrão.
3. Pressione o botão Freeze (Congelar) ou Set (Confirmar) no painel de controle. O equipamento
começará a adquirir imagens 3D.
7-81
Manual do usuário
4. Quando a aquisição da imagem estiver concluída, será exibido XI STIC na tela do monitor, e a tela
XI STIC Confirmar será exibida na tela de toque. Verifique o ciclo cardíaco obstétrico calculado.
5. Toque em Sim na tela de toque para continuar. Toque em Não para cancelar e adquirir as imagens
novamente.
6. Você pode fazer diagnóstico pela otimização de imagens.
Dicas!
Para obter dados de volume STIC superiores
XX
Âng. volume: Se o tamanho do coração fetal for pequeno, use um Âng. volume menor.
XX
Posição de varredura: Ajuste a posição da varredura para que o centro do Âng. volume e o
coração fetal estejam devidamente alinhados.
XX
Caixa ROI: ajuste o tamanho da caixa de volume para que ela quase se encaixe no tamanho do
coração fetal.
Âng. volume
Defina o ângulo de varredura. Selecione um valor entre 10 e 60 usando o botão.
Tempo de Varredura
Defina o tempo de aquisição da imagem. Use o botão para selecionar um valor entre 7 e 15
segundos.
Trimester (Trimestre)
Defina o trimestre de gestação. Use o botão para selecionar 1o, 2o ou 3o.
Dicas!
Trimester (Trimestre)
Se do 1º. ao 3º. estiverem selecionados, o tempo de varredura recomendado e o ângulo de STIC
serão definidos automaticamente para o trimestre especificado. Veja a tabela a seguir:
Trimester (Trimestre)
1st (1º.)
2nd (2º.)
3rd (3º.)
Tempo de varredura
10 segundos
12 segundos
15 segundos
Âng. volume
20˚
25˚
30˚
Se um tempo de varredura e Âng. volume diferentes da tabela acima forem definidos, o trimestre
será exibido como Kit do usuário.
7-82
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
NOTA: Para obter informações sobre outro uso, consulte seção "3D Em Espera".
Revisão da imagem XI STIC
A imagem XI STIC é exibida como um Cine de Volume; no lado esquerdo da tela, as informações de
XI STIC inclusive FC, Tempo de varredura, Âng. Img., Âng. Vol. e Índice do Volume serão exibidas.
NOTA: Durante Cine de Volume, apenas MPR, VMC e Modos Vis. oblíqua estão disponíveis.
Pressione o botão Freeze (Congelar) no painel de controle para parar a reprodução de Cine de
Volume.
Speed (Velocidade)
Selecione a velocidade de reprodução para imagens XI STIC. Use o botão para selecionar entre Very
Slow (Muito lento), Slow (Lento), Normal, Fast (Rápido) e Fastest (Muito rápido). Essa taxa se baseia na
frequência cardio fetal (100%).
Índice de volume
Use o botão para selecionar um Index (Índice).
NOTA:
XX
Essa opção só está disponível quando Congelar está ativado.
XX
Consulte Visualização 3D-MPR e 3D XI para obter mais informações sobre seu uso.
7-83
Manual do usuário
[Figura 7.42 XI STIC - Tela de toque]
4D
NOTA:
XX
O modo 4D é um recurso opcional deste equipamento.
XX
O modo 4D estará disponível somente quando um transdutor 3D for usado.
No Modo 4D, as imagens 3D poderão ser obtidas em tempo real com transdutores 3D. Esse modo
também é chamado de modo 3D tempo real.
As imagens podem ser adquiridas da mesma forma que para imagens 3D padrão.
Tela do modo 4D
Pressione o botão Congelar no painel de controle para alternar para a tela Cine 4D.
NOTA: No estado 4D, estão disponíveis somente os modos MPR, VMC e Corte Oblíquo. Para mais
informações, consulte Visualização 3D-MPR e 3D XI.
7-84
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Utilitário 3D
Cine 3D
As imagens 3D gravadas temporariamente no equipamento podem ser analisadas. A tela Definir Cine
3D é exibida na tela de toque.
Definir Cine 3D
Especifique as configurações necessárias para criação de uma imagem de cine.
„„
Ângulo de Rotação
Defina o ângulo de rotação geral tocando no botão correspondente da tela de toque. Selecione
um dos seguintes valores: 30, 45, 60, 90, 180 ou 360°.
„„
Ângulo do Giro
Defina um ângulo de rotação para uma única etapa de uma imagem clicando no botão
correspondente da tela de toque. Selecione um dos seguintes valores: 1, 3, 5 ou 15°.
Dicas!
A diferença entre ângulo de rotação e grau do ângulo
A imagem Cine gira até o ângulo especificado em Ângulo de rotação. Durante esse processo, cada
etapa do giro é equivalente ao ângulo especificado em Grau do ângulo. Por exemplo, se Ângulo de
Rotação estiver definido como 360˚ e Grau do Ângulo estiver definido como 15˚, uma imagem de
Cine 3D será girada 360˚ em 25 etapas, cada uma exigindo uma rotação de 15˚.
„„
Eixo de Rotação
Defina o eixo de rotação clicando no botão correspondente da tela de toque.
„„
Gerar Cine
As imagens de cine são geradas ao se aplicarem as configurações gerais. Quando as imagens
forem geradas, a tela de toque mudará para Rever Cine 3D.
7-85
Manual do usuário
„„
Rever
Reveja as imagens de cine geradas anteriormente. A tela de toque muda para Rever Cine 3D.
„„
Âng. in.
Use o botão para definir o ângulo do início de uma imagem Cine. Quando a opção Âng. in. estiver
definida, Ângulo de Rotação estará cancelada.
„„
Âng. fim
Use o botão para definir o ângulo final de uma imagem Cine. Quando Âng. fim estiver definido,
Ângulo de rotação estará cancelado.
[Figura 7.43 Definir Cine 3D - Tela de toque]
7-86
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Revisão Cine 3D
Especifique as configurações necessárias para rever uma imagem de cine.
[Figura 7.44 Rever Cine 3D]
„„
Modo repr
Selecione o modo de reprodução das imagens de Cine. Selecione Loop ou Iô-Iô tocando no botão
na tela de toque.
XX
Loop: repete a reprodução em uma direção.
XX
Iô-Iô: reproduz até o fim em uma direção e, em seguida, reproduz na direção contrária.
„„
Reproduzir cine
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. As imagens do Cine
serão reproduzidas quando a opção estiver ligada. Se estiver desativado, Quadro de Cine será
exibido na tela de toque.
„„
Novo cine
Limpa a atual imagem de cine e cria uma nova. O equipamento alternará para a tela Definir Cine
3D.
7-87
Manual do usuário
„„
Veloc.
Use o botão para selecionar a velocidade de reprodução de uma imagem Cine. Selecione entre os
seguintes: Muito lento, Lento, Normal, Rápido ou Muito rápido.
„„
Inic trim
Depois de especificar a posição do primeiro quadro girando o botão ou usando o trackball,
pressione o botão para salvá-lo.
„„
Fim trim
Depois de especificar a posição do último quadro girando o botão ou usando o trackball,
pressione o botão para salvá-lo.
„„
Quadro de Cine
NOTA: Essa opção estará disponível quando Reproduzir estiver desativado. Será exibido "o
número do quadro de Cine atual/o número total de quadros do Cine".
Selecione um quadro de cine a ser revisado. Use o botão ou mova o trackball para a esquerda ou
direita para selecionar.
[Figura 7.45 Revisão Cine 3D - Tela de toque]
7-88
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
MagiCut
NOTA:
XX
Selecione isso no modo MPR.
XX
Se a opção Corte mágico estiver habilitada, Aceitar ROI será ativada automaticamente.
XX
Depois que o corte mágico tiver sido habilitado, se o equipamento for alternado para um modo
diferente do MPR, o corte mágico será desativado.
A tela MagiCut é exibida na tela de toque. Você pode retirar as partes não relevantes para o
diagnóstico das imagens 3D. Defina a área a ser recortada usando o trackball e o botão Confirmar.
„„
Modo
Defina como as partes serão cortadas tocando no botão correspondente da tela de toque.
XX
Contorno interno: recorta a parte interna da área selecionada.
XX
Contorno externo: recorta a parte externa da área selecionada.
XX
Dentro da caixa: recorta a parte interna da caixa.
XX
Fora da caixa: recorta a parte externa da caixa.
XX
Borracha Pequena: recorta a linha de contorno selecionada.
XX
Borracha grande: recorta a linha de contorno selecionada. Usa uma linha de contorno mais
espessa do que Borracha pequena.
„„
Profundidade total
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar Profundidade total. Se
estiver ativada, a área inteira será recortada. Se estiver desativada, Profundidade será exibido na
tela de toque.
„„
Profundidade
Defina a profundidade do corte. Use o botão para selecionar um valor entre 1 e 100.
„„
Desfazer
Cancela as tarefas anteriores.
XX
Desfazer: cancela a última tarefa.
XX
Desfazer td: cancela todas as tarefas feitas até o momento.
7-89
Manual do usuário
„„
Mix
Configure o mix dos modos de reconstrução 1 e 2. Use o botão para selecionar a taxa entre
0:100(%) e 100:0(%).
„„
Filtro Baixo
Especifique o intervalo mínimo do filtro. Use o botão para selecionar um valor entre 0 e 254.
[Figura 7.46 Corte mágico - Tela de toque]
Ponto de Orientação
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar o ponto de orientação.
Quando a opção estiver ativada, será exibido um ponto no centro da imagem de referência.
CI 3D
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. CI 3D é uma abreviação
de Diagnóstico por imagem composta em 3D. Se ela estiver definida em Ligado, as imagens serão
compostas para reduzir o ruído e melhorar a qualidade da imagem. Use o botão Comp. CI 3D para
selecionar um valor entre 1~10 de acordo com a distancia entre as imagens usada para CI 3D.
NOTA: Quando CI 3D estiver definido em Ligado no Pós Processamento no menu Utilitário 3D, o
botão Comp. CI 3D será criado, e poderá ser usado para ajustar a distância entre imagens.
7-90
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Configuração da Reconstrução
NOTA: No modo Corte Oblíquo, esta opção estará disponível somente quando OVIX estiver em
Ligado.
A tela Configuração é exibida na tela de toque. Especifique o método de reconstrução da imagem.
Depois de selecionar a guia do modo de reconstrução na tela de toque, especifique as configurações
necessárias, inclusive Direção de reconstrução e Modo de Reconstrução. As configurações
especificadas serão exibidas na área de informações da imagem.
Este equipamento fornece quatro modos de reconstrução de cinza: Cinza, Inversão, Colorido e Cinza
e Color Doppler
[Figura 7.47 Configuração de reconstrução - Tela de toque]
7-91
Manual do usuário
Cinza
Especifique como os dados de volume adquiridos com o método cinza podem ser reconstruídos em
imagens 3D.
„„
Direção de reconstrução
Defina a direção de reconstrução tocando no botão correspondente da tela de toque.
„„
Modo de Reconstrução 1, 2
Entre nos modos de reconstrução 1 ou 2 tocando nos botões correspondentes da tela de toque.
XX
Superfície: Representa imagens 3D no método Ray Casting, que mostra o contorno de uma
imagem com superfícies curvas.
XX
Liso: representa imagens 3D mais lisas que as criadas pela construção normal Superfície.
XX
Máx.: representa imagens 3D em intensidade máxima. Isso pode ser útil para observação de
estruturas ósseas em um corpo humano.
XX
Mín.: representa imagens 3D em intensidade mínima. Isso pode ser útil para a observação de
vasos ou partes ocas do corpo humano.
XX
Luz: representa a profundidade de imagens 3D em termos de brilho.
XX
Raio X: representa imagens 3D em termos de intensidade média. Mostra imagens semelhantes
a imagens de raio X.
NOTA: Para descrições de outros itens do menu, consulte "Configuração da Reconstrução".
„„
Mix
Configura o mix dos modos de reconstrução 1 e 2. Use o botão para selecionar um valor entre 0 e
100(%).
„„
Filtro alto
Usado para especificar a faixa do limite máximo. Use o botão para selecionar um valor entre 1 e
255.
„„
Filtro Baixo
Especifique o intervalo mínimo do filtro. Use o botão para selecionar um valor entre 0 e 254.
7-92
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Dicas!
Filtro
Esta opção permite que você ajuste o valor do filtro para eliminar dados desnecessários das
imagens. À medida que o número aumenta, os elementos do cisto vão ficando mais aparentes. À
medida que o número diminui, os elementos ósseos vão ficando mais aparentes.
„„
Filtro de Potência
Especifique o filtro para cor. Use o botão para selecionar um valor entre 0 e 255. O aumento desse
valor faz com que mais cor seja removida de uma imagem.
Cor
Especifique como os dados de volume adquiridos com o método Angio/CFM são reconstruídos em
imagens 3D. Outras configurações são configuradas da mesma forma que no modo de reconstrução de
cinza.
Cinza e Color Doppler
Define o método para a reconstrução de dados das combinações de cinza+angio e cinza+CFM como
imagem 3D. Configurações diferentes do modo de reconstrução 1 e 2 são configuradas da mesma
forma que no modo de reconstrução de cinza.
„„
Transparente-Transparente
Ajusta as transparências dos dados cinzas e dos coloridos, permitindo o estudo dos dados
coloridos que estão dentro dos dados cinzas. As partes que estão obscurecidas pelos dados cinzas
são exibidas levemente mais escuras.
„„
Transparente-Superfície
Ajusta a transparência dos dados cinzas e dos coloridos, permitindo o estudo dos dados coloridos
que estão dentro dos dados cinzas. As partes que estão obscurecidas pelos dados cinzas são
exibidas levemente mais escuras.
„„
Máx-Transparente
Defina dados cinzas em "Máx." e dados coloridos em "Transp" para estudar os dados coloridos. As
partes obscurecidas pelos dados cinzas são exibidas levemente mais claras.
7-93
Manual do usuário
„„
Superfície máx.
Defina dados cinzas em "Máx." e dados coloridos em "Superfície" para estudar os dados coloridos.
As partes obscurecidas pelos dados cinzas são exibidas levemente mais claras.
Inversão
Essa opção mostrará imagens invertidas quando os dados de volume adquiridos pelo método cinza
forem reconstruídos em imagens 3D. Outras configurações podem ser especificadas da mesma forma
que as especificadas com a reconstrução de cinza.
Colorização
A tela Chroma Map (Mapa de cores) é exibida na tela de toque. Defina a cor das imagens 2D e 3D
tocando no botão correspondente da tela de toque.
[Figura 7.48 Mapa de cores - Tela de toque]
7-94
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Pós-processamento
A tela Pós-processamento é exibida na tela de toque.
[Figura 7.49 Pós Processamento - Tela de toque]
„„
Gradiente
Ajuste o brilho de uma área específica em uma imagem. Faça sua seleção tocando no botão
correspondente da tela de toque.
„„
Inverter Imagem
Inverte a posição de uma imagem.
NOTA: Esta opção só está disponível no modo VMC.
Toque na imagem na tela de toque e vire-a para a esquerda e para a direita ou para cima e para
baixo.
„„
Negativo
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se estiver ligado, o
brilho de uma imagem será invertido.
7-95
Manual do usuário
„„
Contraste automático
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se estiver ligado, o
contraste de uma imagem será ajustado automaticamente.
„„
Limite
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se a opção estiver
ligada, poderão ser usados os botões Filtro baixo ou Filtro alto para ajustar o limite.
„„
Nitidez
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se a opção estiver
ligada, o contorno de uma imagem ficará mais aparente. Selecione um valor entre 100 e 400
usando o botão Nitidez
„„
CI 3D
Toque nesse botão da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. CI 3D é uma abreviação
de Diagnóstico por imagem composta em 3D.
Se ela estiver definida em Ligado, as imagens serão compostas para reduzir o ruído e melhorar a
qualidade da imagem. Use o botão Comp. CI 3D para selecionar um valor entre 1~10 de acordo
com a distancia entre as imagens usada para CI 3D.
Ajuste
A tela Ajuste é exibida na tela de toque. Você pode definir o ajuste selecionado ou renomear o Ajuste
da reconstrução. Default é o valor padrão do equipamento.
[Figura 7.50 Ajuste - Tela de toque]
7-96
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Padrão
Usa as configurações padrão de ajuste do transdutor (ajuste geral).
„„
Carr
Ao tocar nesse botão na tela de toque, o ajuste selecionado no momento será aplicado ao
equipamento. Em seguida, a tela Ajuste será fechada.
„„
Salvar
Toque em Salvar. Ao tocar nesse botão na tela de toque, o ajuste atual será gravado.
„„
Renom.
Altere o nome do ajuste de reconstrução selecionado. Ao tocar nesse botão na tela de toque,
a tela Nome será exibida. Depois de alterar o nome, toque em OK para salvar o nome alterado.
Toque em Cancelar para cancelar a alteração.
„„
Redefinir
Ao tocar nesse botão da tela de toque, a opção de ajuste será redefinida para o valor padrão.
Cine 4D
As imagens 4D gravadas temporariamente no equipamento podem ser analisadas. A tela Cine 4D é
exibida na tela de toque.
NOTA: Você também pode pressionar o botão Congelar no modo 4D para executar o Cine 4D.
„„
Reprodução
Selecione o modo de reprodução das imagens de Cine. Use o botão para selecionar Loop ou Iô-Iô.
XX
Loop: repete a reprodução em uma direção.
XX
Iô-Iô: reproduz até o fim em uma direção e, em seguida, reproduz na direção contrária.
7-97
Manual do usuário
„„
Tipo de Cine
Selecione o tipo de imagem de Cine tocando no botão correspondente da tela de toque.
XX
Volume: esse botão será exibido quando as imagens de Cine forem reproduzidas. Os botões
MPR, VMC ou Oblíquo serão habilitados dependendo do estado anterior ao início do Cine 4D.
Imagens de Cine podem ser reproduzidas alterando itens como formato de exibição etc.
XX
Imagem: esse é o método de reprodução geral de Cine.
„„
Reprodução de cine
XX
Volume: toque no botão Reproduzir na tela de toque para reproduzir; toque no botão Congelar
para congelar.
XX
Imagem: toque no botão Reproduzir na tela de toque para reproduzir; toque no botão
Reproduzir novamente para congelar.
„„
Velocidade de cine
Defina a velocidade na qual as imagens do Cine serão reproduzidas. Use o botão para selecionar
entre Muito lento, Lento, Normal, Rápido e Muito rápido.
„„
Ind. vol
Use o botão ou mova o trackball para selecionar um índice. Será exibido ¨The current volume data
number / total number of volume data" (O número de dados do volume atual/Número total de
dados de volume).
[Figura 7.51 4D Cine - Tela de toque]
7-98
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
Volume TN/TI
NOTA: Volume TN/TI é um recurso opcional deste equipamento.
Esse recurso localiza a visualização sagital central e mede a espessura da translucência nucal (TN) do
feto. A janela Volume TN é exibida na tela de toque.
Use o trackball para posicionar o marcador da TN na área de TN e pressione o botão Confirmar para
exibir a medida da TN no plano A.
Dicas!
Como obter bons resultados
XX
Você pode conseguir resultados melhores quando a exibição sagital do feto for capturada da
forma mais precisa possível.
XX
Quanto maior o contraste entre o palato e o osso nasal do feto, melhores os resultados.
XX
É preferível ter a direção lateral do transdutor paralelamente à orientação do corpo do feto.
XX
É preferível que o ângulo do transdutor em relação ao osso nasal seja o mais próximo possível
de 30 graus.
„„
Formato exib.
Toque na tela de toque e selecione o botão para selecionar o formato de exibição da imagem. Se a
opção Tela cheia estiver selecionada, a imagem no plano A será exibida na tela inteira.
„„
Posicionamento da medida TN/TI
Toque na tela de toque e selecione o tipo de medida TN/TI.
XX
Ext a Ext: realiza a medida colocando o cursor na parte externa da TN/TI.
Cursor
XX
On to Ext. a brilho máximo: posiciona um lado do cursor no lado externo da TN/TI para realizar
a medida de dentro para fora. Esse método é utilizado quando se usa a harmônica e um lado da
translucência nucal estiver embaçado.
7-99
Manual do usuário
Cursor
XX
Dtr-dtr: de forma similar a Ext a Ext, este método realiza a medida com dentro-dentro, com um
intervalo de cursor menor.
Cursor
„„
Itens
XX
TN: as imagens adquiridas dos planos A, B e C e a TN medida automaticamente são exibidos na
tela Visualização 3D.
XX
TI: localiza a visualização sagital central e avalia a espinha bífida do feto.
Pressionar o botão ocultará na tela o marcador e as medidas obtidas.
„„
Atribuir
Toque na tela de toque para incluir os resultados no relatório OB.
„„
Início
Redefine as informações da posição da imagem.
„„
Ocultar tudo
Pressionar este botão ocultará o marcador e as medidas de TN e TI da tela.
„„
Auto
Toque no botão correspondente da tela de toque para ativar ou desativar esse recurso. Se
definido em Ext, ele localiza a visualização sagital central automaticamente. Para calcular a TN,
coloque o cursor na área da TN e pressione o botão Confirmar no painel de controle.
7-100
Capítulo 7 Modos de diagnóstico
„„
Editar
Permite a edição dos marcadores de cada item exibido como um resultado.
Se o estado do trackball for Cursor, mover o cursor perto de um marcador + alterará a cor do
marcador de verde para laranja.
Pressione o botão Confirmar e mova o trackball para editar o marcador, como desejado.
„„
Tamanho do marcador
Você pode selecionar o tamanho do medidor em Pequeno, Médio e Grande com o botão.
NOTA:
XX
Selecione isso no modo MPR.
XX
Essa função só pode ser usada no modo Reconstrução.
„„
Altura de ROI
Depois medir TN, use o botão seletor para ajustar a altura da linha de ROI. Você pode selecionar
uma altura entre 1 e 50 mm.
[Figura 7.52 Volume da TN -Tela de toque]
7-101
Capítulo
8
Medidas e cálculos
‹‹Precisão da medida..........................................8-3
Causas de erros de medida...................................................8-3
Otimização de precisão da medida...................................8-5
Tabela de precisão da medida.............................................8-7
‹‹Medidas básicas................................................8-8
Medida de distância..............................................................8-11
Medida de circunferência e área......................................8-18
Medida de volume.................................................................8-21
‹‹Cálculos por aplicação ................................. 8-24
Itens a observar.......................................................................8-24
Métodos de medida comuns ............................................8-27
Cálculos OB...............................................................................8-31
Cálculos do coração fetal.....................................................8-41
Cálculos de ginecologia.......................................................8-45
Cálculos cardíacos..................................................................8-53
Cálculos do abdômen...........................................................8-67
Cálculos de quadris pediátricos........................................8-68
Cálculos de urologia..............................................................8-70
Cálculos de pequenas partes.............................................8-72
Medida Músculo Esquelética
(Cálculos Músculo Esqueléticos).......................................8-76
Cálculos vasculares................................................................8-77
Capítulo
8
‹‹Relatórios........................................................ 8-99
Visualização de relatórios ...................................................8-99
Edição de relatório (planilha)..........................................8-100
Adição de comentários.....................................................8-103
Impressão de relatórios.....................................................8-105
Gravação de relatórios.......................................................8-105
Armazenar SR........................................................................8-106
Anexar imagens...................................................................8-106
Gráficos ...................................................................................8-108
Anatomia................................................................................8-113
Sair de relatórios..................................................................8-115
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Precisão da medida
Os valores de medida podem variar, dependendo da natureza da onda de ultrassom, da resposta
do órgão às ondas de ultrassom, das ferramentas de medida, dos algoritmos, das configurações do
equipamento, do tipo de transdutor e das operações realizadas pelo usuário.
Antes de usar este equipamento, leia e compreenda as seguintes informações relativas às causas de
erros de medida e à otimização das medidas.
Causas de erros de medida
Resolução da imagem
Causas espaciais podem limitar a resolução de uma imagem de ultrassom.
XX
Os erros causados por uma faixa do sinal podem ser minimizados ajustando-se as
configurações do foco. A otimização das configurações do foco aumenta a resolução da área de
medida.
XX
Em geral, a resolução lateral é mais baixa do que a resolução axial. Por isso, as medidas devem
ser realizadas ao longo do eixo do feixe do ultrassom para obter valores precisos.
XX
O ganho tem um impacto direto sobre a resolução. O ganho pode ser ajustado com o uso do
botão Ganho para cada modo.
XX
Em geral, o aumento da frequência do ultrassom melhora a resolução.
Tamanho do pixel
XX
As imagens de ultrassom deste equipamento consistem em pixels.
XX
Considerando que um único pixel representa a unidade básica de uma imagem, um erro de
medida pode resultar no deslocamento de cerca de 1 pixel em comparação com o tamanho
original da imagem.
XX
No entanto, esse erro só é significativo quando um intervalo estreito está sendo medido no
monitor.
8-3
Manual do usuário
Velocidade do ultrassom
XX
A velocidade média do ultrassom usada durante a medida costuma ser de 1.540 m/s.
XX
A velocidade do ultrassom pode variar dependendo do tipo de célula.
XX
A possível faixa de erro é de aproximadamente 2 a 5% dependendo da estrutura das células
(cerca de 2% para células típicas e 5% para células gordurosas).
Ajuste do sinal do Doppler
XX
Durante a medida de velocidade, pode ocorrer um erro, dependendo do ângulo cosseno entre
o fluxo sanguíneo e o feixe de ultrassom.
XX
Para as medidas de velocidade do Doppler, os resultados mais precisos poderão ser garantidos
quando o feixe de ultrassom estiver alinhado em paralelo com o fluxo sanguíneo.
XX
Se isso não for possível, o ângulo entre eles deverá ser ajustado usando a opção Ângulo.
Aliasing
XX
O modo Doppler Espectral Pulsado DP usa uma técnica de amostragem do sinal para calcular o
espectro de frequência (ou de velocidade).
XX
Ajuste a linha de base ou a escala da velocidade para minimizar o aliasing. Um transdutor de
frequência mais baixa também pode ser usado para reduzir o aliasing.
Equação de cálculo
XX
Algumas das equações de cálculo usadas para finalidades clínicas partem de hipóteses e
aproximação.
XX
Todas as equações de cálculo se baseiam em boletins e artigos médicos.
Erro humano
XX
O erro humano pode ocorrer devido ao uso inadequado ou à falta de experiência.
XX
Isso pode ser minimizado pela conformidade e a plena compreensão dos manuais.
8-4
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Otimização de precisão da medida
Modo 2D
XX
A resolução é proporcional à frequência do transdutor.
XX
A penetração é inversamente proporcional à frequência do transdutor.
XX
A resolução maior pode ser obtida no foco do transdutor, onde o feixe de ultrassom é mais
estreito.
XX
As medidas mais precisas podem ser obtidas na profundidade do foco. Conforme a distância ao
foco aumenta, a largura do feixe também aumenta, resultando em uma menor precisão.
XX
O uso da função de zoom ou a minimização da exibição de profundidade aumenta a precisão
da distância ou das medidas da área.
Modo M
XX
A precisão das medidas de tempo poderá ser aumentada quando forem definidos valores altos
para a velocidade de varredura e o formato de exibição.
XX
A precisão das medidas de distância poderá ser aumentada quando o formato de exibição for
definido com um valor mais alto.
Modo Doppler
XX
Recomenda-se o uso de ultrassom em frequência mais baixa para a medida de fluxos
sanguíneos mais rápidos.
XX
O tamanho do volume amostra é limitado pela direção axial do ultrassom.
XX
O uso de ultrassom em frequência mais baixa aumenta a penetração.
XX
A precisão das medidas de tempo poderá ser melhorada quando a velocidade de varredura for
aumentada.
XX
A precisão das medidas de velocidade poderá ser melhorada quando a escala vertical for
definida com valores menores.
XX
É muito importante usar um ângulo ideal de Doppler para aumentar a precisão das medidas de
velocidade.
8-5
Manual do usuário
Modo Color/Doppler de Potência PD
XX
Um protocolo não é especificado para imagens nos modos Color ou Doppler de Potência PD.
Por isso, as mesmas limitações impostas às medidas realizadas em imagens P/B também serão
aplicadas à precisão das medidas realizadas nos modos Color e Doppler de Potência PD.
XX
Não é recomendável usar imagens no modo Color ou Doppler de Potência PD para uma
medida precisa da velocidade do fluxo sanguíneo.
XX
A velocidade do fluxo sanguíneo é calculada com base na velocidade média, e não na
velocidade de pico.
XX
Em todas as aplicações, a velocidade do fluxo sanguíneo é medida no Modo Doppler Espectral
Pulsado DP.
Posição do cursor
XX
Todas as medidas são afetadas por dados de entrada.
XX
Para assegurar o posicionamento preciso do cursor:
Ajuste as imagens na tela para que elas sejam exibidas com a granularidade máxima.
Use a extremidade dianteira ou o ponto de bordas de um transdutor para diferenciar os pontos
inicial e final de um objeto de medida.
Certifique-se de que a direção da sonda permanece alinhada durante a medida.
8-6
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Tabela de precisão da medida
As tabelas a seguir mostram a precisão das medidas que podem ser obtidas ao usar este equipamento.
Verifique se os resultados das verificações de precisão da medida permanecem dentro das faixas
especificadas na tabela. Com exceção de certas aplicações ou transdutores, as faixas de precisão
descritas a seguir devem ser mantidas na medida de uma distância em uma linha reta.
NOTA: Para garantir medidas precisas, deve ser realizada uma verificação da precisão pelo menos
uma vez ao ano. Se a precisão da medida estiver fora das faixas especificadas na tabela a seguir,
entre em contato com o departamento de manutenção da Samsung Medison.
Modo 2D
Medidas
Tolerância do
equipamento
(o que for maior)
Teste
Metodologia
Precisão
com base em
Faixa
Distância axial
< ± 4% ou 1 mm
Phantom
Aquisição
Tela cheia
Distância lateral
< ± 4% ou 2 mm
Phantom
Aquisição
Tela cheia
Medidas
Tolerância do
equipamento
(o que for maior)
Teste
Metodologia
Precisão
com base em
Faixa
Profundidade
< ± 5% ou 3 mm
Phantom
Aquisição
1 ~ 25 cm
Tempo
< ± 5%
Gerador de sinal
Aquisição
0,01 ~ 11,3 s
Modo M
Modo Doppler Contínuo CW/Pulsado
Medida do Doppler
Tolerância do sistema
(o que for maior)
Metodologia de teste
Faixa
Velocidade
< ± 15%
Phantom
DP: 0,1 cm/s ~ 8,8 m/s
CW: 1 cm/s ~ 19,3 m/s
Hora
< ± 5%
Gerador de sinal
10 ms a 9,44 s
8-7
Manual do usuário
Medidas básicas
Pressione o botão Medida no painel de controle.
NOTA: Faça as medidas básicas de distância e de área independentemente da aplicação. Para obter
informações sobre medidas de cada aplicação, consulte Medidas por aplicação neste capítulo.
Os métodos de medida disponíveis variam de acordo com o modo de diagnóstico atual. Consulte a
tabela a seguir:
Categoria da medida
Modos de diagnóstico
2D, M, D
Medida de volume
Distance (Distância)
Comprimento do traçado
Curva Aberta
Ângulo de 3 pontos
Ângulo de 2 linhas
% Estonese (D)
M
Distância (M)
Rampa
Frequência cardíaca
Tempo (M)
D
Velocidade
Aceleração
IR
Traço manual
Traçado semiautomático
Frequência cardíaca
Volume de fluxo (D)
Volume de fluxo (A)
Medida de distância
Medida de circunferência e
área
Métodos de medida
2D, M, D
Elipse
Traçado
Curva fechada
% estenose (A)
2D, M, D
Volume 1 distância
Volume 2 distâncias
Volume 3 distâncias
Volume elipse
Elipse + volume distância
Volume do disco
[Tabela 8.1 Medidas básicas por modo de diagnóstico]
8-8
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Operações de medida básica
Estas são as informações sobre operações de botão comuns para medidas básicas:
„„
Alteração/seleção do método de medida
Selecione um método de medida na tela de toque. Os itens de menu que podem ser selecionados
na tela de toque variam de acordo com o modo de diagnóstico. O método de medida selecionado
é exibido na área Informações do usuário.
„„
Ajuste do tamanho da fonte
Selecione o tamanho da fonte a ser usado na área de exibição do resultado da medida em
Configuração > Medida > Geral > Resultado > Tamanho da fonte.
„„
Cancelamento dos resultados da medida
XX
Sair: pressione o botão Sair no painel de controle. Você pode desfazer as operações de medida
do Medida em ordem inversa.
XX
Desfazer: gire o botão 5 abaixo de Desfazer/Refazer na tela de toque no sentido anti-horário.
Partes da linha curva que está sendo traçada para a medida de Traço, Compr. traço, Volume
disco ou Traço Manual Doppler serão apagadas em ordem inversa.
XX
Refazer: gire o botão 5 abaixo de Desfazer/Refazer na tela de toque no sentido horário. As
partes apagadas da linha curva que está sendo traçada para a medida de Traço, Compr. traço,
Volume disco ou Traço Manual Doppler serão restauradas.
XX
Excluir último: toque em Excluir último na tela de toque para excluir a última medida realizada.
O valor exibido no relatório do aplicativo correspondente também será excluído.
„„
Definição da posição de exibição dos resultados de medida
Coloque a seta sobre a medida e pressione o botão Confirmar. Use o trackball para colocar a linha
no local desejado e pressione o botão Confirmar para definir o novo local.
„„
Redefinição da posição do resultado da medida
Vá para Configuração > Medida > Página geral e altere o valor de Posição em 2D ou Posição em
D/M em Resultado para redefinir a posição dos resultados da medida.
NOTA: Você pode selecionar Sup. esq., inf. esq., Inf. dr., Sup. dir. ou Personalizado.
8-9
Manual do usuário
„„
Exclusão dos resultados da medida
Pressione o botão Excluir no painel de controle.
„„
Impressão dos resultados da medida
Pressione o botão Armazenar no painel de controle.
NOTA: Usar configurando o botão Armazenagem, S1, S2 ou S3 em Configuração > Periféricos >
Personalizar teclas.
„„
Saída de medidas básicas
Após realizar todas as medidas (ou cancelá-las), pressione o botão Sair no painel de controle.
NOTA: Para alterar unidades de medida e outras configurações, pressione a tecla Configuração
> Medida > Geral no teclado. Para mais informações, consulte o Capítulo 3, Utilitários, neste manual.
[Figura 8.1 Medida]
8-10
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Medida de distância
Distância
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Especifique dois pontos em
uma imagem 2D e meça o comprimento da linha reta que une os dois pontos.
1. Selecione Distância no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão Confirmar no
painel de controle para especificar ambos os pontos de extremidade da área de medida.
XX
Use o trackball para colocar o cursor na posição desejada e pressione o botão Confirmar.
Dicas!
Reposicionamento do ponto
Em vez de pressionar o botão Confirmar para confirmar a posição de ponto, você pode pressionar o
botão Alterar para alterá-lo.
2. Especificar ambos os pontos de extremidade; em seguida, a distância entre eles será medida
automaticamente.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Compr. traço
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Especifique um ponto em
uma imagem 2D e trace uma curva a partir desse ponto para obter a medida de seu comprimento.
1. Selecione Compr. traço no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão Confirmar no
painel de controle para especificar o ponto inicial da área de medida.
XX
Use o trackball para colocar o cursor na posição desejada e pressione o botão Confirmar.
2. Use o trackball para desenhar a curva desejada e pressione o botão Confirmar para definir o
ponto final.
Dicas!
Edição da curva
Antes de especificar o ponto final pressionando o botão Confirmar, você pode excluir parte da
curva que está sendo traçada girando o botão 5 do menu de programação no sentido anti-horário.
3. Se você especificar ambos os pontos de extremidade, o comprimento da curva será medido
automaticamente.
8-11
Manual do usuário
Curva Aberta
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Especifique vários pontos
na imagem 2D para medir o comprimento da curva aberta que se formou.
1. Selecione Curva Aberta no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão Confirmar
situado no painel de controle para especificar a quantidade de pontos desejada. Depois que o
último ponto da curva aberta foi especificado, pressione o botão Confirmar duas vezes para
concluir a medida da curva aberta.
XX
É necessário definir pelo menos três pontos antes que a curva aberta possa ser medida.
2. O comprimento da curva aberta, criada com os pontos especificados, será calculado e exibido na
tela.
Âng 3 pontos
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Designe três pontos em
uma imagem 2D e meça o ângulo formado pelos pontos.
1. Toque em Âng 3 pontos na tela de toque.
2. Especifique três pontos.
3. O ângulo formado pelos três pontos será calculado e exibido na tela.
Ângulo de 2 linhas
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Especifique duas linhas
retas em uma imagem 2D para medir o ângulo entre essas duas linhas.
1. Toque em 2 Lines Angle (Ângulo de 2 linhas) na tela toque.
2. Desenhe duas linhas retas. Consulte "Distance" (Distância) para obter instruções de como traçar
uma linha reta.
3. O ângulo entre as duas linhas será calculado e exibido na tela.
XX
Quando forem calculados dois ângulos, o menor será exibido.
% Estenose(D)
StD é a abreviação de estenose pelo diâmetro, que é a medida básica disponível em todos os modos
de diagnóstico. O diâmetro de um vaso sanguíneo é medido em uma imagem 2D para calcular a sua
taxa de estenose (em %).
8-12
Capítulo 8 Medidas e cálculos
1. Selecione % estenose (D) no monitor ou na tela de toque.
2. Meça o diâmetro total de um vaso usando o método de medida de distância.
3. Quando o segundo cursor for exibido, meça o diâmetro da parede interna do vaso com estenose.
4. Calcule a % de estenose pelo diâmetro com a seguinte equação:
% estenose (D) = (distância externa – distância interna) / distância externa x 100
Distância (M)
Esta é uma medida básica disponível somente no Modo M. Especifique dois pontos em uma imagem
M e meça a distância entre os dois pontos.
1. Selecione Distância (M) no monitor ou na tela de toque. Especifique dois pontos e meça o
comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é obtida da mesma forma que a de
"Distância" .
2. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Rampa
Esta é uma medida básica disponível somente no Modo M. Especifique dois pontos em uma imagem
M e meça a velocidade entre os dois pontos.
1. Selecione Rampa no monitor ou na tela de toque.
2. Especifique dois pontos e meça o comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é
obtida da mesma forma que a de "Distância" .
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Frequência cardíaca
Especifique duas barras em uma imagem e realize a medida da frequência cardíaca entre as duas
barras.
1. Selecione FC no monitor ou na tela de toque.
2. Use o trackball e o botão Confirmar localizado no painel de controle para selecionar duas barras.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
8-13
Manual do usuário
Tempo (M)
Esta é uma medida básica disponível somente no Modo M. Especifique duas barras em uma imagem
M e meça o tempo entre as duas barras.
1. Selecione Tempo (M) no monitor ou na tela de toque.
2. Use o trackball e o botão Confirmar localizado no painel de controle para selecionar duas barras.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Velocidade
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo Doppler Espectral. Especifique um ponto em
uma imagem de Doppler Espectral para medir a velocidade.
NOTA: Em uma imagem de Doppler Espectral, os eixos X e Y representam o tempo e a velocidade,
respectivamente.
1. Selecione Velocidade no monitor ou na tela de toque.
2. Especifique um ponto.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Aceleração
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo Doppler Espectral. Especifique dois pontos
em uma imagem de Doppler Espectral e meça a velocidade em cada ponto para calcular o tempo e a
aceleração.
1. Selecione Aceleração no monitor ou na tela de toque.
2. Especifique dois pontos e meça o comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é
obtida da mesma forma que a de "Distância" .
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Segue-se a equação que mede Accel (Aceleração):
XX
8-14
Capítulo 8 Medidas e cálculos
IR
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo Doppler Espectral. Especifique dois pontos
em uma imagem de Doppler Espectral e meça a velocidade em cada ponto para calcular o Índice de
Resistência (IR).
1. Toque em IR na tela de toque.
2. Especifique dois pontos e meça o comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é
obtida da mesma forma que a de "Distância" .
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
As equações usadas para a medida IR D são as seguintes:
XX
Traço manual
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo Doppler Espectral. Especifique um ponto em
uma imagem de Doppler Espectral e trace uma curva a partir desse ponto para calcular a velocidade
do fluxo sanguíneo, a velocidade média do fluxo sanguíneo, o IR e o índice de pulsatilidade (IP).
1. Selecione Traço manual no monitor ou na tela de toque.
2. Traçar a curva. A medida é obtida da mesma forma que a de "Traçado".
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela. Os resultados exibidos
vão variar de acordo com as configurações em Configuração > Medida > Parâmetro 1
XX
PS: Pico de velocidade sistólica
XX
IP: Índice de pulsatilidade
XX
DM: Velocidade diastólica mínima
XX
IR: Índice de resistência
XX
DF: Velocidade diastólica final
XX
PS/DF: Taxa PS/DF
XX
TMmáx: Velocidade máxima do tempo
médio
XX
DF/PS: Taxa DF/PS
XX
Frequência cardíaca
XX
TMMED: Velocidade média do tempo
médio
As equações usadas para a medida do Traço manual são as seguintes:
8-15
Manual do usuário
XX
V mean =
VTI
Duration of flow
XX
RI =
PS − ED
PS
XX
PI
PS − ED
Vmean
=
Traçado semiautomático
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo Doppler Espectral. Especifique duas barras em
uma imagem de Doppler Espectral para calcular a velocidade média entre as barras, IR e o índice de
pulsatilidade (IP).
1. Selecione Traçado semiautomático no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão
Confirmar localizado no painel de controle para selecionar duas barras.
2. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
XX
PS: Pico de velocidade sistólica
XX
IP: Índice de pulsatilidade
XX
DM: Velocidade diastólica mínima
XX
IR: Índice de resistência
XX
DF: Velocidade diastólica final
XX
PS/DF: Taxa PS/DF
XX
TMmáx: Velocidade máxima do tempo
médio
XX
DF/PS: Taxa DF/PS
XX
TMMED ATA: Velocidade média do
tempo médio
8-16
XX
Frequência cardíaca
Capítulo 8 Medidas e cálculos
As equações usadas para a medida do Traçado limitado D são as seguintes:
XX
V mean =
VTI
Duration of flow
XX
RI =
PS − ED
PS
XX
PI
PS − ED
Vmean
=
XX
V1 / V2 =
V1
V2
Volume de fluxo (D)
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo de Doppler Espectral e no modo de Imagem
2D. Especifique duas barras em uma imagem de Doppler Espectral e dois pontos em uma imagem
de modo 2D para calcular o volume de fluxo.
1. Selecione Volume de fluxo (D) no monitor ou na tela de toque.
2. Use o trackball e o botão Confirmar localizado no painel de controle para selecionar duas barras.
A medida é obtida da mesma forma que a de "Tempo M". Isso só pode ser realizado na área Loop.
3. Use o trackball e o botão Confirmar painel de controle para selecionar dois pontos. O Modo
imagem 2D será ativado automaticamente de forma que você possa medir a distância.
4. A Medida é feita da mesma forma que a Distância. Quando a medida tiver sido concluída, seu
resultado será exibido na tela.
8-17
Manual do usuário
Medida de circunferência e área
Ellipse
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça a circunferência e a
área de objetos circulares (elipse) em uma imagem 2D.
1. Clique em Elipse no monitor ou toque em Elipse na tela de toque.
2. Use o trackball e o botão Confirmar para especificar o diâmetro (eixo) da área de medida.
XX
Use o trackball para colocar o cursor na posição desejada e pressione o botão Confirmar.
Dicas!
Reposicionamento do ponto
Em vez de pressionar o botão Confirmar para confirmar a posição de ponto, você pode pressionar o
botão Alterar para alterá-lo.
3. Especifique o tamanho do círculo (elipse).
XX
Ajuste o tamanho usando o trackball e pressione o botão Confirmar.
4. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
A equação a seguir é usada para a medida "Elipse":
, (a: metade do eixo longo, b: metade do eixo
curto)
Área =
8-18
, (a, b: eixo)
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Traçado
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça a circunferência e a
área de um objeto de formato irregular em uma imagem 2D.
1. Selecione Traçado no monitor ou na tela de toque.
2. Use o trackball e o botão Confirmar no painel de controle para especificar o ponto inicial do
traçado sobre o contorno da área de medida.
XX
Use o trackball para colocar o cursor na posição desejada e pressione o botão Confirmar.
3. Trace a curva de forma que o cursor de medida retorne ao ponto inicial e, em seguida, pressione o
botão Confirmar.
NOTA: A linha de traçado deve ser uma curva fechada. Se você pressionar o botão Confirmar
antes da conclusão do traçado, uma linha reta será traçada entre o ponto atual e o ponto inicial, o
que resulta em um erro significativo.
4. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
As equações usadas para a medida do traçado são as seguintes:
, (N = 1, 2… último ponto)
, (N = 1, 2… último ponto)
Curva fechada
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Especifique vários pontos
na imagem 2D para medir a circunferência e a área da curva fechada resultante.
1. Selecione Curva fechada no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão Confirmar
situado no painel de controle para especificar a quantidade de pontos desejada. Depois que o
último ponto da curva foi especificado, pressione o botão Confirmar duas vezes para concluir a
medida da curva.
XX
É necessário definir pelo menos três pontos antes que a curva possa ser medida.
2. A circunferência e a área da curva fechada, criada com os pontos especificados, serão calculadas e
exibidas na tela.
8-19
Manual do usuário
% estenose (A)
StA é a abreviação de estenose pela área, que é uma medida básica disponível em todos os modos
de diagnóstico. A área de um vaso sanguíneo é medido em uma imagem 2D para calcular a sua taxa
de estenose (em %).
1. Selecione % estenose (D) no monitor ou na tela de toque. Meça a área da parede externa do vaso
usando o método de medida de área.
2. Quando o segundo cursor for exibido, meça a área da parede interna do vaso com estenose.
3. Calcule a % da estenose (A) com a seguinte equação:
% da estenose (A) = (área externa – área interna)/área externa x 100
Volume de fluxo (A)
Esta é uma medida básica disponível apenas no modo de Doppler Espectral e no modo de Imagem
2D. Especifique duas barras em uma imagem de Doppler Espectral e uma elipse em um modo de
Imagem 2D para calcular o volume de fluxo.
1. Selecione Fluxo de volume (A) no monitor ou na tela de toque. Use o trackball e o botão Set
(Confirmar) localizado no painel de controle para selecionar duas barras. A medida é feita da
mesma forma que a de Tempo M. Isso só pode ser realizado na área Loop.
2. Use o trackball e o botão Confirmar no painel de controle para selecionar uma elipse. O Modo
imagem 2D será ativado automaticamente de forma que você possa medir a elipse. A medida é
feita da mesma forma que a de Ellipse.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
8-20
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Medida de volume
NOTA: Já que o Modo dual exibe simultaneamente duas imagens na tela, você não precisa voltar
ao modo de diagnóstico para medir o volume no Modo dual.
Volume 1 distância
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça o volume de um
objeto usando apenas uma linha reta em uma imagem 2D.
1. Selecione Volume 1 distância no monitor ou na tela de toque. Especifique dois pontos e meça o
comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é obtida da mesma forma que a de
"Distância" .
2. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela. O volume (Vol.) será
calculado junto com o comprimento da linha.
As equações usadas para a medida de 1 Distância são as seguintes:
, (D: distância)
Volume 2 distâncias
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Realizar a medida do
volume de um objeto usando duas linhas retas em uma imagem 2D.
1. Selecione Volume 2 distâncias no monitor ou na tela de toque. Especifique dois pontos e meça o
comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é obtida da mesma forma que a de
"Distância" .
2. Realizar a medida do comprimento da última linha reta restante usando o mesmo método acima.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela. O volume (Vol.) será
calculado junto com o comprimento de cada linha.
As equações usadas para a medida de 2 Distâncias são as seguintes:
D1 > D2 ,
Vol =
π
6
⋅ D 1 ⋅ D 2 2 , (D: distância)
8-21
Manual do usuário
Volume 3 distâncias
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça o volume de um
objeto usando três linhas retas em uma imagem 2D.
1. Selecione Volume 3 distâncias no monitor ou na tela de toque. Especifique dois pontos e meça o
comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é obtida da mesma forma que a de
"Distância" .
2. Meça o comprimento das duas linhas retas remanescentes como acima.
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela. O volume (Vol.) será
calculado junto com o comprimento de cada linha.
As equações usadas para a medida de 3 distâncias são as seguintes:
, (D: distância)
Volume elipse
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça o volume de um
objeto cônico usando um círculo (elipse) em uma imagem 2D.
1. Toque em Volume de elipse na tela de toque. Especifique o tamanho do círculo (elipse). A
medida é obtida da mesma forma que a de "Elipse".
2. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
A equação a seguir é usada para a medida "Elipse":
8-22
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Volume por elipse + distância
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Meça o volume de um
objeto usando uma linha reta e um círculo (elipse) em uma imagem 2D.
1. Toque em Elipse + Vol. dist. na tela de toque. Especifique o tamanho do círculo (elipse). A medida
é obtida da mesma forma que a de "Elipse".
2. Especifique dois pontos e meça o comprimento da linha reta que une os dois pontos. A medida é
obtida da mesma forma que a de "Distância" .
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
A equação que mede Elipse + Vol. dist. é a seguinte:
,
Volume do disco
Esta é uma medida básica disponível em todos os modos de diagnóstico. Calcule o volume de um
objeto irregular medindo a área e o comprimento de seu eixo longo em uma imagem 2D.
1. Selecione Volume disco no monitor ou na tela de toque. Desenhe o contorno da área a ser
medida. A medida é obtida da mesma forma que a de "Traçado".
2. Meça o comprimento do eixo longo. A medida é obtida da mesma forma que a de "Distância" .
3. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
Dicas!
Edição da curva
Antes de especificar o ponto final pressionando o botão Confirmar, você pode excluir parte da
curva que está sendo traçada girando o botão 5 do menu de programação no sentido anti-horário.
8-23
Manual do usuário
Cálculos por aplicação
Pressione o botão Calculadora no painel de controle.
Itens a observar
Antes de iniciar a medida
„„
Registrar o paciente
Verifique se as informações do paciente registrado no momento estão corretas. Se o paciente não
estiver registrado, pressione o botão Pacte no painel de controle.
Use a guia Informação do estudo para inserir ou alterar as informações de um paciente por item
de diagnóstico.
Para obter mais informações sobre o menu Informações do paciente e sobre como inserir as
informações, consulte “Informações de paciente” no Capítulo 6, Início do diagnóstico.
„„
Verificar o transdutor, a aplicação e o ajuste
XX
Verifique o nome do transdutor e da aplicação exibidos na área do título. Para usar um
transdutor ou aplicação diferente, pressione o botão Transdutor no painel de controle.
XX
Verifique as configurações de ajuste na tela Seleção do transdutor.
„„
Configurações do menu de medida
Defina os menus relacionados para dar mais praticidade à medida. Consulte a seção
"Configurações de medidas" no Capítulo 3, Utilitários, para obter mais informações sobre os
menus de medida e de como configurá-los.
Operações de medida
Estas são informações sobre as operações de botão comuns para as medidas:
„„
Selecionar item de medida
Selecione um item de medida no menu na tela de toque.
8-24
Capítulo 8 Medidas e cálculos
„„
Alterar método de medida
Se o item de medida atual puder ser medido de mais de uma maneira, o método de medida
poderá ser alterado. Ao obter uma medida, girar o botão localizado abaixo do menu Mudar
ferramenta na tela de toque para alterar o método de medida.
„„
Excluir linha de traçado
XX
Durante a realização da medida Comprimento do traço, Traço, girar o botão Desfazer/
Refazer da tela de toque no sentido horário excluirá a curva traçada.
XX
Mova o trackball na direção oposta para excluir a linha traçada. A linha só pode ser excluída
durante o traço manual do espectro do Doppler.
„„
Exclusão dos resultados da medida
Pressione o botão Excluir no painel de controle.
NOTA: Os resultados da medida são excluídos da tela, mas ainda aparecem no relatório da
aplicação correspondente.
„„
Impressão dos resultados da medida
Pressione o botão Armazenar no painel de controle.
„„
Sair da medida
Após realizar todas as medidas (ou cancelá-las), pressione o botão Sair no painel de controle.
„„
Concluir o diagnóstico
Pressione o botão Fim do exame no painel de controle. O estudo do paciente registrado no
momento será encerrado e todos os resultados de medida serão salvos.
„„
Pacote
Toque no botão Pacote na parte superior da tela de toque para selecionar um pacote de medidas.
„„
Feto
Clique no botão Feto exibido na parte superior do menu esquerdo ou gire o botão 1 para
selecionar o feto a ser medido entre A, B, C e D.
8-25
Manual do usuário
„„
Direções
Clique no botão Direção exibido na parte superior do menu esquerdo ou gire o botão 2 para
selecionar a direção do objeto a ser medido entre Rt (Dir.) e Lt (Esq.). Isso é exibido somente em
pacotes específicos.
„„
Local
Clique no botão Local exibido na parte superior do menu esquerdo ou gire o botão 3 para
selecionar o local do objeto a ser medido entre Proximal, Medial e Distal.
„„
Direção do traçado
Toque em Direção do traçado na tela de toque para definir a direção do espectro do doppler. Isso
é ativado somente depois que Traçado Semiautomático tenha sido realizado no modo de doppler
espectral.
XX
Acima: somente a parte + da forma de onda do Doppler é traçada.
XX
Abaixo: somente a parte - da forma de onda do Doppler é traçada.
XX
Ambos: todas as partes da forma de onda do Doppler são traçadas.
„„
Ciclo FC
As configurações podem ser definidas para cada aplicação em Configuração > Medida >
Parâmetro 1. Em Frequência cardíaca, o número de ciclos da frequência cardíaca (FC) deve ser
especificada em Ciclo freq. card..
„„
Especificação da posição do resultado da medida
Coloque a seta sobre a medida e pressione o botão Confirmar. Use o trackball para colocar a linha
no local desejado e pressione o botão Confirmar para definir o novo local.
„„
Exclusão de um item de medida recente
Toque em Excluir último na tela de toque para cancelar a última medida realizada.
„„
Relatório
Toque em Relatório na tela de toque para alternar para a tela Relatório.
8-26
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Métodos de medida comuns
Esta seção fornece informações sobre os métodos de medida comuns usados em aplicações.
Medidas no modo Doppler Espectral
Geralmente, ao traçar um espectro do Doppler, você poderá obter resultados automaticamente para
vários itens de medida. Existem três modos para traçar um espectro do Doppler.
O H60 também permite selecionar um item específico no menu de medida e fazer medidas
individualmente sem traçar um espectro de Doppler.
„„
Traçado semiautomático
Especifique uma faixa de medida e um espectro será traçado automaticamente. Esse recurso pode
ser ativado no menu de medida no modo de Doppler Espectral.
1. Selecione Traçado semiautomático no menu de medida. Será exibida uma barra com a qual
você poderá especificar uma faixa.
2. Especifique a faixa de medida.
XX
Coloque a barra na posição desejada com o trackball e pressione o botão Confirmar.
3. O equipamento traça espectros automaticamente dentro da faixa especificada.
4. Quando o traçado estiver completo, serão mostrados na tela os resultados da medida.
„„
Traço manual
Um espectro é traço manualmente. Esse recurso pode ser ativado no menu de medida no modo
de Doppler Espectral.
1. Selecione Traço manual no menu de medida. O cursor de medida será exibido sobre o
espectro.
2. Trace o espectro.
3. Quando o traçado estiver completo, serão mostrados na tela os resultados da medida.
8-27
Manual do usuário
„„
Medida por item
No menu Medida, selecione um item individual e faça uma medida.
1. Pressione o botão Calculadora no painel de controle depois de obter a imagem desejada.
2. Selecione o item desejado do menu Medida. O cursor + será exibido sobre a onda do espectro.
3. Posicione o cursor "+" e pressione o botão Confirmar.
4. São mostrados na tela os resultados da medida para o item selecionado.
Item
8-28
Categoria
Unidade
Equação
VPS, Velocidade de pico sistólica
Velocidade
cm/s ou m/s
DF, Velocidade diastólica final
Velocidade
cm/s ou m/s
Velocidade de diástole mínima (DM)
Velocidade
cm/s ou m/s
IP, Índice de pulsatilidade
Cálculo
Taxa
(PS-DF)/TMMÁX
IR, Índice de resistência
Cálculo
Taxa
(DF-PS)/PS ou (PS-DM)/PS
PS/DF (taxa de PS para DF)
Cálculo
Taxa
SP/DF
DF/PS (Taxa de DF para PS)
Cálculo
Taxa
DF/PS
TMMÁX (Velocidade máxima do
tempo médio)
Velocidade
cm/s ou m/s
TAMEAN (TAMV) (Velocidade média do
tempo médio)
Velocidade
cm/s ou m/s
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Dicas!
Como fazer medidas via Cálc. automático
Este equipamento pode configurar itens específicos antecipadamente com o uso de Cálc.
automático.
Os itens medidos estão a seguir. Para obter instruções sobre como configurar os itens de medida,
consulte o "Medida" no Capítulo 3, Utilitários.
XX
Pico de velocidade sistólica (PS)
XX
Velocidade diastólica final (DF)
XX
Velocidade de diástole mínima (DM)
XX
Índice de pulsatilidade (IP)
XX
Índice de resistência (IR)
XX
Taxa sístole/diástole (PS/DF)
XX
Taxa diástole/sístole (DF/PS)
XX
FC
XX
Velocidade de pico do tempo médio (TMMÁX)
XX
Velocidade média do tempo médio (TMMED)
Medida do volume de fluxo
Selecione Volume de fluxo no menu de medida.
O volume de fluxo pode ser calculado pela medida de uma área ou distância. Para obter informações
de como medir distância ou área, consulte "Medida básica". O valor de TAMEAN (Time Average Mean
Velocity, TMMED, Velocidade média do tempo médio) é medido automaticamente.
„„
Área do vaso
Meça a área de um vaso sanguíneo para calcular TAMEAN e o Volume Flow (Fluxo de volume).
„„
Diâmetro do vaso
Meça a largura de um vaso sanguíneo para calcular TAMEAN e o volume de fluxo.
8-29
Manual do usuário
Medida de estenose
É possível medir a estenose de cada equipamento de vasos sanguíneos examinando e calculando
uma área ou diâmetro.
„„
% estenose (A)
Mede a área da parede interna e da externa de um vaso sanguíneo. % Stenosis(A) (% estenose (A))
é a sigla para estenose pela área.
1. Selecione o menu % Estenose pela Área e o primeiro cursor será exibido no Modo 2D.
2. Meça a área da parede externa do vaso usando o método de medida de circunferência/área.
3. Quando o segundo cursor for exibido, meça a área da parede interna do vaso com estenose.
% da estenose (A) = (área externa – área interna)/área externa x 100
„„
% Estenose(D)
Meça o diâmetro do vaso sanguíneo. Stenosis(D) (Estenose (D)) representa a distância de
estenose.
1. Selecione o menu % Estenose (D) e o primeiro cursor será exibido no modo 2D.
2. Meça o diâmetro total de um vaso usando o método de medida de distância.
3. Quando o segundo cursor for exibido, meça o diâmetro da parede interna do vaso com
estenose.
% estenose (D) = (distância externa – distância interna) / distância externa x 100
Heart Rate Measurement (Medida da frequência cardíaca)
„„
FC
É possível calcular frequências cardíacas durante um determinado período.
1. Selecione HR (Frequência cardíaca) no menu Medida. Será exibida uma barra com a qual você
poderá especificar uma faixa.
2. Especifique a faixa de medida.
XX
Coloque a barra na posição desejada com o trackball e pressione o botão Confirmar.
3. O equipamento medirá a frequência cardíaca automaticamente dentro da faixa de medida. O
resultado da medida é exibido na tela.
8-30
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos OB
NOTA:
XX
Ducto venoso e Frequência cardíaca fetal só podem ser medidos no Modo de Doppler.
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 1".
Antes de fazer as medidas OB
„„
Informações básicas de OB
Digite as informações necessárias para diagnóstico OB na janela Informações do paciente. As
informações básicas de OB incluem DUM (Data da última menstruação) e número de fetos.
Quando a DUM for digitada, a DPP (Data prov. parto) e a IG (Idade gestacional) serão
automaticamente calculadas. A DUM é obrigatória para o cálculo de valores como DPP e DP
(desvio padrão) na medida obstétrica.
XX
EDD (LMP) = LMP + 280 dias
XX
GA (LMP) = Data atual do equipamento - LMP
Digite a data de ovulação, a DUM será inserida automaticamente, seguida da IG (DUM) e DPP
(DUM).
XX
LMP = Data de Ovulação -14
Este médico pode escolher desconsiderar a DUM e digitar a DPP em "Data prov. parto".
Podem ser inseridos no máximo quatro fetos no menu de número de fetos. O valor padrão é "1".
Em caso de gêmeos, digite "2".
Para obter mais informações sobre menus de informações do paciente e sobre como inserir
as informações do paciente, consulte “Inserção de dados do paciente” no Capítulo 6, “Início do
diagnóstico”.
8-31
Manual do usuário
„„
Configurações do menu de medida OB
Configure os menus Equação de IG, Tabela IG e OB que são usados nas medidas obstétricas.
O usuário pode digitar manualmente, fazer backup ou restaurar as Tabelas IG. Para obter mais
informações sobre a Tabela IG e a Equação IG, consulte o Manual de Referência Parte 1.
NOTA:
XX
Para sua conveniência, é possível atribuir itens de medida obstétrica às funções Tecla de usuário
1 e Tecla de usuário 2 no painel de controle. Para fazer isso, vá em Configuração > Periféricos >
Teclas Person..
XX
Para gêmeos, diferencie fetos especificando-os como Feto A e Feto B no Menu de Medida.
Clique no botão Feto exibido na parte superior do menu esquerdo ou gire o botão 1 para
selecionar o feto a ser medido entre A, B, C e D.
Consulte a seção "Configurações de medidas" no Capítulo 3, Utilitários, para obter mais
informações sobre os menus de medida e de como configurá-los.
8-32
Capítulo 8 Medidas e cálculos
1 trim. Menu de medida
Quando as medidas para os itens selecionados estiverem completas, as medidas e a idade
gestacional serão mostradas na tela. O método de medida de cada item é igual ao da medida básica.
Os itens medidos serão automaticamente inseridos no relatório.
Menu de medida
Item
Modo
Método
Unidade
SG
Todos
Medida de distância
cm
VV
Todos
Medida de distância
cm
CCN
Todos
Medida de distância
cm
DBP
Todos
Medida de distância
cm
CF
Todos
Medida de distância
cm
CA
Todos
Circunferência
cm
PFE
Todos
TN
Todos
Medida de distância
cm
TI)
Todos
Medida de distância
cm
ON
Todos
Medida de distância
cm
Ducto V S Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s
Ducto V D Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s
Ducto V A Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s
FC fetal
DP
Frequência cardíaca
bpm
Biometria fetal
Crânio fetal
Ducto venoso
Cálculo automático
Alguns itens do menu de medida são calculados automaticamente com base nas medidas de outros
itens.
NOTA: Para referência, os métodos das universidades de Osaka e Tóquio são usados principalmente
na Ásia, o de Merz na Europa e os de Shepard/Hadlock no continente americano.
8-33
Manual do usuário
2-3 trim. Menu de medida
Quando as medidas para os itens selecionados estiverem completas, as medidas e a idade
gestacional serão mostradas na tela. O método de medida de cada item é igual ao da medida básica.
Os itens medidos serão automaticamente inseridos no relatório.
Menu de medida
Biometria fetal
8-34
Item
Modo
Método
Unidade
SG
Todos
Medida de distância
cm
SV
Todos
Medida de distância
cm
CCN
Todos
Medida de distância
cm
DBP
Todos
Medida de distância
cm
CF
Todos
Medida de distância
cm
CA
Todos
Cálculo
cm
DOF
Todos
Medida de distância
cm
CC (circunferência
cefálica)
Todos
Cálculo
cm
DAAP
Todos
Medida de distância
cm
(DAT
Todos
Medida de distância
cm
ATF
Todos
Cálculo
cm2
Comp. Espinha
Todos
Medida de distância
cm
Circ. torácica
Todos
Medida de distância
cm
DAPT
Todos
Medida de distância
cm
DTT
Todos
Medida de distância
cm
PFE
Todos
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Ossos longos fetais
Crânio fetal
Fetal, outros
Item
Modo
Método
Unidade
Úmero
Todos
Medida de distância
cm
RAD
Todos
Medida de distância
cm
ULNA
Todos
Medida de distância
cm
FIB
Todos
Medida de distância
cm
CLAV
Todos
Medida de distância
cm
TIB
Todos
Medida de distância
cm
VE
Todos
Medida de distância
cm
TN
Todos
Medida de distância
cm
TI
Todos
Medida de distância
cm
ON
Todos
Medida de distância
cm
PN
Todos
Medida de distância
cm
CEREB
Todos
Medida de distância
cm
CM
Todos
Medida de distância
cm
Ventr. lat.
Todos
Medida de distância
cm
DOE
Todos
Medida de distância
cm
DOI
Todos
Medida de distância
cm
HC
Todos
Medida de distância
cm
Âng FMF
Todos
Pé
Todos
Medida de distância
cm
Orelha
Todos
Medida de distância
cm
FM
Todos
Medida de distância
cm
L renal
Todos
Medida de distância
cm
AP renal
Todos
Medida de distância
cm
Pelve
Todos
Medida de distância
cm
grau
8-35
Manual do usuário
Menu de medida
ILA
RACT
Outros maternos
IPC
8-36
Item
Modo
Método
Unidade
Q1
Todos
Medida de distância
cm
Q2
Todos
Medida de distância
cm
Q3
Todos
Medida de distância
cm
Q4
Todos
Medida de distância
cm
BVM
Todos
Medida de distância
cm
Dtor Ap
Todos
Medida de distância
cm
Diâm. T. transv.
Todos
Medida de distância
cm
Dtor Ap
Todos
Medida de distância
cm
Diâm. T. transv.
Todos
Medida de distância
cm
A.Torácica
Todos
Medida de área
cm2
A. Cardíaca
Todos
Medida de área
cm2
Comprimento do colo
uterino
Todos
Medida de distância
cm
Esp placenta
Todos
Medida de distância
cm
Vmáx S IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx D IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx A IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Frequência cardíaca
fetal
DP
Frequência cardíaca
bpm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
A. umbilical
Artéria cerebral
média
A. Uterina Dir
A placenta
Carótidas fetais
Aorta fetal
A renal
Eco D
Item
Modo
Método
Unidade
% Estenose pelo diâm.
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% Estenose pela Área
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
Traçado automático
DP
Traçado de espectro do Doppler
Traçado
semiautomático
DP
Traçado de espectro do Doppler
Traçado manual
DP
Traçado de espectro do Doppler
SP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR
DP
Medida de velocidade
cm/s
S/D
DP
Medida contínua
FV(D)
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
FV (A)
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Frequência cardíaca
fetal
DP
Frequência cardíaca
bpm
Frequência cardíaca
fetal
DP
Frequência cardíaca
bpm
8-37
Manual do usuário
ILA, Índice de líquido amniótico
Meça o índice de líquido amniótico. As medidas são realizadas dividindo-se o abdômen da gestante
em quatro partes. É medida a distância entre o feto e o ponto mais distante de cada área. Para obter
a imagem específica de cada plano do quadrante, pressione o botão Congelar a fim de alternar para
o modo de diagnóstico. Depois de obter a imagem, pressione novamente o botão Congelar para
retornar ao modo de medida.
Cálculo do peso fetal estimado (PFE)
Quando as medidas para os itens a seguir estiverem completas, o equipamento usará os resultados
para calcular o peso fetal estimado automaticamente. Para uma equação de cálculo do peso fetal,
consulte "Fórmula do peso fetal estimado" na Parte 1 do Manual de Referência.
XX
DBP e CA
XX
CA e CF
XX
DBP, CF e ATF
XX
DBP, CA e CF
XX
DBP, DTAP, DTT e CF
XX
CC, CA e CF
XX
DBP, DTAP, DTT e CE
XX
DBP, CC, CA e CF
XX
DBP e DTT
XX
CA
Medida contínua/Análise para cálculo de PFE, Peso Fetal Estimado
Você pode medir os itens obstétricos continuamente para o cálculo do PFE.
Dicas!
Antes de iniciar a medida
1. Verifique se a tecla do usuário foi configurada para medir EFW (Estimated Fetal Weight - PFE, Peso
Fetal Estimado) continuamente. Você pode configurar a tecla do usuário para realizar medidas
contínuas de PFE em Configuração > Periféricos > Teclas Person. > Tecla do Usuário > PFE. Para
mais informações, consulte "Configuração de dispositivos periféricos" no Capítulo 3, Utilitários.
2. Verificar referência de PFE, Peso Fetal Estimado. Se ela não foi definida ou se você deseja alterá-la,
selecione-a em Configuração > Medida > Autor 2, Equação PFE.
NOTA: Esta função não está disponível no modo 3D.
8-38
Capítulo 8 Medidas e cálculos
„„
Métodos de medida
1. Pressione Tecla de usuário 1 (ou Tecla de usuário 2) no painel de controle. O menu de
medidas obstétricas será exibido na tela.
2. Meça os itens para cálculo PFE usando o trackball e o botão Confirmar.
3. Use o trackball e o botão Confirmar no painel de controle para especificar o ponto inicial dos
itens que se seguem.
4. Depois de obter todas as medidas, o PFE (Peso Fetal Estimado) será exibido na tela.
As medidas PFE obtidas e a ordem na qual são obtidas são:
Referência
Item da medida (por ordem)
Campbell
CA
Hadlock
DBPCA
Hadlock1
CACF
Hadlock2
DBPCACF
Hadlock3
CACFCC
Hadlock4
DBP, CCCACF
Hansmann
DBPDTT
Merz
DBPCA
Osaka
DBPATFCF
Persson
DBPDAMCF
Schild
CCCACF
Shepard
DBPCA
Shinozuka1
DBPCACF
Shinozuka2
DBP DAPT, DTTCE
Shinozuka3
DBPDTAP, DTTCF
Tokyo
DBPDTAP, DTTCF
8-39
Manual do usuário
„„
Analise o resultado do cálculo do peso fetal estimado
1. Pressione Tecla de usuário 1 (ou Tecla de usuário 2) no painel de controle. Os itens medidos
obtidos para o cálculo do PFE serão exibidos na tela junto com o resultado.
2. Para remover os resultados, pressione o botão Excluir no painel de controle.
CUIDADO:
Para calcular a IG e o PFE pela medida de uma parte específica do feto, é necessário selecionar uma
referência precisa.
XX
Se a referência PFE do H60 tiver sido alterada, o PFE existente será recalculado com a nova
referência e depois será apresentado no relatório. Por isso, recomenda-se não alterar a referência
PFE de um paciente.
XX
Uma vez que são fornecidas várias referências de idade gestacional e do peso fetal estimado,
o especialista deve fazer uma escolha com base no seu julgamento clínico. A escolha de uma
referência inadequada pode resultar em medidas incorretas.
XX
Ao realizar um exame, é necessário ter em mente que as medidas podem variar de acordo com
a posição do feto.
XX
No caso de múltiplos fetos, tenha certeza de verificar a ID do feto para evitar confusão.
XX
A referência de idade gestacional e peso estimado do feto têm características nacionais e
regionais que devem ser levadas em consideração ao selecionar a referência.
8-40
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos do coração fetal
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Adicionalmente, os itens de
medida são semelhantes aos das medidas cardíacas (Cálculos cardíacos). Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA:
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 1".
Menu de medida
Vol. VE (Simpson)
Eco 2D
Item
Modo
Método
Unidade
VEVDF A2C
Todos
Dist 20
ml
VEVSF A2C
Todos
Dist 20
ml
VEVDF A4C
Todos
Dist 20
ml
VEVSF A4C
Todos
Dist 20
ml
Ao Asc.
Todos
Medida de distância
cm
Dia. APP
Todos
Medida de distância
cm
Ducto Arterioso
Todos
Medida de distância
cm
Dia. AE
Todos
Medida de distância
cm
Dia. AD
Todos
Medida de distância
cm
DV Dd
Todos
Medida de distância
cm
SIV
Todos
Medida de distância
cm
DIVEd
Todos
Medida de distância
cm
DIVEs
Todos
Medida de distância
cm
PPVE
Todos
Medida de distância
cm
Circ. Cardíaca
Todos
Circunferência
cm
Circ. torácica
Todos
Circunferência
cm
8-41
Manual do usuário
Menu de medida
RACT
M Eco
APP
Ducto arterioso
8-42
Item
Modo
Método
Unidade
Dtor Ap
Todos
Medida de distância
cm
Dia T. transv.
Todos
Medida de distância
cm
Dia. Apical Cardíaco
Todos
Medida de distância
cm
Dia.Transv. Cardíaco.
Todos
Medida de distância
cm
A.Torácica
Todos
Circunferência
cm2
A.Cardíaca
Todos
Circunferência
cm2
SIVd
M
Medida de distância
cm
DIVEd
M
Medida de distância
cm
DIVEs
M
Medida de distância
cm
PPVEd
M
Medida de distância
cm
SIVs
M
Medida de distância
cm
PPVEs
M
Medida de distância
cm
DVDd
M
Medida de distância
cm
PS APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
PS Ducto arterioso
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Ducto arterioso
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM Ducto arterioso
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Ducto arterioso
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Ducto arterioso
DP
Medida de velocidade
cm/s
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
VCI
Ducto Venoso
Aorta asc
Aorta dsc
VM
VT
Item
Modo
Método
Unidade
PS IVC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF IVC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM IVC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP IVC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR IVC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx S Ducto Venoso
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx D Ducto Venoso
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx A Ducto venoso
DP
Medida de velocidade
cm/s
PS aorta asc.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF aorta asc.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM aorta asc.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Aorta asc.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR aorta asc.
DP
Medida de velocidade
cm/s
PS aorta desc
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF aorta desc
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM aorta desc
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP aorta desc
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR aorta desc
DP
Medida de velocidade
cm/s
E VM
DP
Medida de velocidade
cm/s
A VM
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx VM
DP
Medida de velocidade
cm/s
E VT
DP
Medida de velocidade
cm/s
A. VT
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx VT
DP
Medida de velocidade
cm/s
8-43
Manual do usuário
Menu de medida
IPC
TEI
Eco D
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx S IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx D IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vmáx A IPC
DP
Medida de velocidade
cm/s
TEI TST
DP
Hora
s
TE
DP
Hora
s
FC fetal
DP
Frequência cardíaca
bpm
„„
CTAR (Relação da área cardiotorácica)
Esta medida compara o tamanho do coração fetal em relação ao tamanho do seu tórax. São
obtidos os valores Dtor Ap, Dt transv, Dap card e Dtran card para obter os valores comparativos.
8-44
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos de ginecologia
NOTA:
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 2".
Antes de fazer as medidas de ginecologia
Insira as informações necessárias para diagnóstico de ginecologia na tela Informações do paciente.
Entre as informações ginecológicas básicas estão Gesta, Para, Aborto e Ectópico.
Menu de medida
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
Menu de medida
Útero
Colo uterino
Cisto
Ovário
Item
Modo
Método
Unidade
Comprimento do útero
Todos
Medida de distância
cm
Largura do útero
Todos
Medida de distância
cm
Altura do útero
Todos
Medida de distância
cm
Espessura endo.
Todos
Medida de distância
cm
Comprimento do colo uterino
Todos
Medida de distância
cm
Largura do colo uterino
Todos
Medida de distância
cm
Altura do colo uterino
Todos
Medida de distância
cm
Compr. cisto
Todos
Medida de distância
cm
Larg cisto
Todos
Medida de distância
cm
Altura cisto
Todos
Medida de distância
cm
Compr. ovário
Todos
Medida de distância
cm
Larg ovário
Todos
Medida de distância
cm
Altura ovário
Todos
Medida de distância
cm
8-45
Manual do usuário
Menu de medida
Folículo
Massa1
8-46
Item
Modo
Método
Unidade
Folículo nº 1
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 2
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 3
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 4
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 5
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 6
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 7
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 8
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 9
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 10
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 11
Todos
Medida de volume
cm3
Folículo nº 12
Todos
Medida de volume
cm3
Compr. massa 1
Todos
Medida de distância
cm
Larg massa 1
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 1
Todos
Medida de distância
cm
PS Massa 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Massa 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM Massa 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Massa 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Massa 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Massa2
Massa3
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. massa 2
Todos
Medida de distância
cm
Larg massa 2
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 2
Todos
Medida de distância
cm
PS Massa 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Massa 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
MD Massa 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
PI Massa 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Massa 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
Comprimento Massa 3
Todos
Medida de distância
cm
Largura Massa 3
Todos
Medida de distância
cm
Altura Massa 3
Todos
Medida de distância
cm
PS Massa 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Massa 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM Massa 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Massa 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Massa 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
8-47
Manual do usuário
Menu de medida
A ovariana
A. Uterina
8-48
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo diâmetro Artéria ovariana
Todos
Calcular após a medida de
distância
%
% estenose pela área - Artéria
ovariana
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS a ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF a ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM a ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP a ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR a ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
Fluxo vol(D) a ovarian
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Diâm. vaso
l/min
Fluxo vol(A) a ovarian
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Área do vaso
l/min
% estenose pelo diâmetro Artéria uterina
Todos
Calcular após a medida de
distância
%
%Estenose pela área - Artéria
uterina
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS a. uterina
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF a. uterina
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM a. uterina
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP a. uterina
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR a. uterina
DP
Medida de velocidade
cm/s
Fluxo vol a uterina(D)
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Diâm. vaso
l/min
Fluxo vol a uterina(A)
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Pericístico
Endometrial
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo diâmetro
pericístico
Todos
Calcular após a medida de
distância
%
Estenose pela área pericística
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS pericístico
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF pericístico
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM pericístico
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP pericístico
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR pericístico
DP
Medida de velocidade
cm/s
Fluxo vol(D) pericíst
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Diâm. vaso
l/min
Fluxo vol(A) pericíst
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Área do vaso
l/min
% estenose pelo diâmetro
endometrial
Todos
Calcular após a medida de
distância
%
% estenose pela área
endometrial
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS endometrial
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF endometrial
DP
Medida de velocidade
cm/s
Endometrial DM
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP endometrial
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR endometrial
DP
Medida de velocidade
cm/s
Fluxo vol endometrial(D)
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Diâm. vaso
l/min
Fluxo vol endometrial(A)
DP
Calcular após a medida de
TMMED, Área do vaso
l/min
8-49
Manual do usuário
Menu de medida
Pólipo endo.
Massa ovariana
Tumor uterino 1
8-50
Item
Modo
Método
Unidade
Comprimento pólipo endo.
Todos
Medida de distância
cm
Largura pólipo endo.
Todos
Medida de distância
cm
Altura pólipo endo.
Todos
Medida de distância
cm
PS pólipo endo.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF pólipo endo
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM pólipo endo
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP pólipo endo.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR pólipo endo.
DP
Medida de velocidade
cm/s
Compr massa ovariana
Todos
Medida de distância
cm
Larg massa ovariana
Todos
Medida de distância
cm
Alt massa ovariana
Todos
Medida de distância
cm
PS massa ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF massa ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM massa ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP massa ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR massa ovariana
DP
Medida de velocidade
cm/s
Comprimento tumor uterino 1
Todos
Medida de distância
cm
Largura tumor uterino 2
Todos
Medida de distância
cm
Altura tumor uterino 1
Todos
Medida de distância
cm
PS Tumor uterino 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF tumor uterino 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM tumor uterino 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Tumor uterino 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Tumor uterino 1
DP
Medida de velocidade
cm/s
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Tumor uterino 2
Tumor uterino 3
Tumor cervical
Item
Modo
Método
Unidade
Comprimento tumor uterino 2
Todos
Medida de distância
cm
Largura Tumor uterino 2
Todos
Medida de distância
cm
Altura tumor uterino 2
Todos
Medida de distância
cm
PS Tumor uterino 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Tumor uterino 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
MD Tumor uterino 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
PI Tumor uterino 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Tumor uterino 2
DP
Medida de velocidade
cm/s
Compr. Tumor uterino 3
Todos
Medida de distância
cm
Largura Tumor uterino 3
Todos
Medida de distância
cm
Altura Tumor uterino 3
Todos
Medida de distância
cm
PS Tumor uterino 3)
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF Tumor uterino 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM Tumor uterino 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP Tumor uterino 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR Tumor uterino 3
DP
Medida de velocidade
cm/s
Compr. tumor cervical
Todos
Medida de distância
cm
Larg tumor cervical
Todos
Medida de distância
cm
Altura tumor cervical
Todos
Medida de distância
cm
PS tumor cervical
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF tumor cervical
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM tumor cervical
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP tumor cervical
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR tumor cervical
DP
Medida de velocidade
cm/s
8-51
Manual do usuário
Menu de medida
Ectópica
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. ectópico
Todos
Medida de distância
cm
Larg ectópica
Todos
Medida de distância
cm
Altura ectópica
Todos
Medida de distância
cm
PS ectópica
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ectópica
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ectópica
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ectópica
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ectópica
DP
Medida de velocidade
cm/s
A maioria das medidas de ginecologia é de distância e de volume com base nos resultados de
medida de distância. Se forem necessárias várias imagens, como imagens de eixo transversal e
longitudinal, pressione o botão Congelar a fim de alternar para o Modo de varredura e obter
imagens de uma outra perspectiva.
8-52
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos cardíacos
NOTA: a medida cardíaca é um item opcional.
O método de medida de cada item é igual ao das medidas básicas. Os itens medidos são registrados
automaticamente em um relatório.
NOTA:
XX
Para obter informações sobre medidas básicas, consulte "Medidas básicas", "Classificações de
medida" e "Comuns" neste capítulo.
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 2".
Menu de medida
VE (2D)
Item
Modo
Método
Unidade
Todos VEd (2D)
Todos
Medida contínua
IVSd (SIVd)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LVIDd (DIVEd)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LVPWd (PPVEd)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Todos VEs (2D)
Todos
Medida contínua
IVSs (SIVs)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LVIDs (DIVEs)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LVPWs (PPVEs)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LV HR
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
8-53
Manual do usuário
Menu de medida
RV (2D) [VD (2D)]
LV (M) [VE (M)]
8-54
Item
Modo
Método
Unidade
RVIDd (DIVDd)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RVAd (PAVd)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
RVAWd (PAVDd)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RVIDs (DIVDs)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RVAWs (PAVDs)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RVAs (PAVs)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
RV Major (VD principal)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RV Minor (VD
secundário)
Todos
Medida de distância
cm, mm
All LV/RV (M) (Todos
VE/VD (M))
M
Medida contínua
Todos VE (M)
M
Medida contínua
VE FE (M)
M
Medida contínua
IVSd (SIVd)
M
Medida de distância
cm, mm
LVIDd (DIVEd)
M
Medida de distância
cm, mm
LVPWd (PPVEd)
M
Medida de distância
cm, mm
IVSs (SIVs)
M
Medida de distância
cm, mm
LVIDs (DIVEs)
M
Medida de distância
cm, mm
LVPWs (PPVEs)
M
Medida de distância
cm, mm
TEVE
M
Medida de tempo
ms
LVPEP (PPEVE)
M
Medida de tempo
ms
VE (M) FC
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Tempo Septo à PP
M
Medida de tempo
ms
TAPSE LV
M
Medida de distância
cm, mm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
RV (M) [VD (M)]
LV Vol. (Simpson) (Vol.
VE (Simpson))
Item
Modo
Método
Unidade
All RV (M) (Todos VD
(M))
M
Medida contínua
RVIDd (DIVDd)
M
Medida de distância
cm, mm
RVAWd (PAVDd)
M
Medida de distância
cm, mm
RVIDs (DIVDs)
M
Medida de distância
cm, mm
RVAWs (PAVDs)
M
Medida de distância
cm, mm
RVPEP (PPEVD)
M
Medida de tempo
ms
RVET (TEVD)
M
Medida de tempo
ms
TAPSE VD
M
Medida de distância
cm, mm
LVEDV A4C (VEVDF
A4C)
Todos
Dist 20
ml
LVESV A4C (VEVSF A4C)
Todos
Dist 20
ml
LVEDV A2C (VEVDF
A2C)
Todos
Dist 20
ml
LVESV A2C (VEVSF A2C)
Todos
Dist 20
ml
LVEDV A2C AL (VEVDF
A2C AL)
Todos
Dist 20
ml
LVESV A2C AL (VEVSF
A2C AL)
Todos
Dist 20
ml
FC A2C
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
LVEDV A4C AL (VEVDF
A4C AL)
Todos
Dist 20
ml
LVESV A4C AL (VEVSF
A4C AL)
Todos
Dist 20
ml
FC A4C
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
PS FC
LV Vol. (A/L)
8-55
Manual do usuário
Menu de medida
LV Vol. (Bullet)
LV Mass (Massa VE)
Aorta
8-56
Item
Modo
Método
Unidade
AVEd SAX MV
Todos
Medida de área
cm2, mm2
AVEs SAX MV
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LVLd Apical (CVEd
ápice)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LVLs Apical (CVEd
ápice)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Bullet FC
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Todas (massa VE)
Todos
Calcular após a medida de área
g
LVAd SAX PM Epi (AVEd
SAX PM Epi)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LVAd SAX PM (AVEd
SAX PM)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LVLd apical (CVEd
ápice)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LV TE a (VE TE a)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LV TE d (VE TE d)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Ao Diam (2D)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Ao Arch Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Asc Ao Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Desc Ao Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Ao Isth Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Ao ST Junct Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Ao Sinus Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
LA (AE)
LA Vol. (Simpson)
RA (AD)
Item
Modo
Método
Unidade
Todos (Vol. AE)
Todos
Medida contínua
LA / Ao (2D) [AE / Ao
(2D)]
Todos
Medida de distância
cm, mm
LA Diam (2D) [Diâm. AE
(2D)]
Todos
Medida de distância
cm, mm
LA Major (AE Maior)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LA Minor (AE Menor)
Todos
Medida de distância
cm, mm
LAAd A2C
Todos
2D Trace (Traçado 2D)
cm2, mm2
LAAs A2C
Todos
2D Trace (Traçado 2D)
cm2, mm2
LAAd A4C
Todos
2D Trace (Traçado 2D)
cm2, mm2
LAAs A4C
Todos
2D Trace (Traçado 2D)
cm2, mm2
LAEDV A2C
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LAESV A2C
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LAEDV A4C
Todos
Medida de área
cm2, mm2
LAESV A4C
Todos
Medida de área
cm2, mm2
RA Major
Todos
Medida de distância
cm, mm
RA Minor (AD Menor)
Todos
Medida de distância
cm, mm
RAAd (AADd)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
RAAs (AADs)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
RAEDV
Todos
Dist 20
Ml
VSFAD
Todos
Dist 20
Ml
8-57
Manual do usuário
Menu de medida
LVOT (VSVE)
RVOT (VSVD)
VAo
8-58
Item
Modo
Método
Unidade
Traçado manual
DP
Traçado espectral do Doppler
LVOT Diam (Diâ. VSVE)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Velocidade máx VSVE
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VTI VSVE
DP
Traçado espectral do Doppler
cm, mm
VSVE FC
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Traçado manual
DP
Traçado espectral do Doppler
RVOT Diam (Diâ. VSVD)
Todos
Medida de distância
cm, mm
Velocidade máx da via
de saída do ventrículo
dir.
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VTI RVOT
DP
Traçado espectral do Doppler
cm, mm
VSVD FC
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Traçado manual Vao
DP
Traçado espectral do Doppler
VA Cúsp
Todos
Medida de distância
cm, mm
VA cúspide (M)
M
Medida de distância
cm, mm
Diâ VAo
Todos
Medida de distância
cm, mm
AVA Planimetry
(Planimetria AVA)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
Q to AV Open (Q a VT
aberta)
M
Time (Hora)
ms
AV Vmax
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VTI Ao
DP
Traçado M (D)
cm, mm
AV Vmax
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TMP VAo
DP
Medida de tempo
ms
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
VAo
VM
Item
Modo
Método
Unidade
Vel Ao Desc.
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
T.Ac.VAo/TE
Todos
Medida contínua
T.Ac. VAo
DP
Medida de tempo
ms
T. Desac. VAo
DP
Medida de tempo
ms
TE VAo
DP
Medida de tempo
ms
Interv. R-R
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Traçado manual Rao
DP
Traçado espectral do Doppler
VCW RA
Todos
Medida de distância
cm, mm
Vmáx Reg.Ao
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
AR ed Vmax
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TMP Reg.Ao
DP
Medida de tempo
ms
Raio PISA RA
C
Raio PISA
cm, mm
VTI Reg.Ao
DP
Traçado M (D)
cm, mm
Vmáx Reg.Ao
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
AVO
C, DP
Medida de tempo
ms
AVC
C, DP
Medida de tempo
ms
Diam jat RA
Todos
Medida de distância
cm, mm
Área jt RA
Todos
Medida de área
cm2, mm2
T.Ac. Reg.Ao
DP
Medida de tempo
ms
AR DecT
DP
Medida de tempo
ms
Todos MV (M)
M
Medida de distância
cm, mm
VM D-E
M
Medida de distância
cm, mm
MV E-F Slope (Incl. E-F)
M
Medida de velocidade
cm/s, m/s
MV A-C Interval
(Intervalo A-C VM)
M
Medida de tempo
ms
VM EPSS
M
Medida de distância
cm, mm
MV Ann Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
8-59
Manual do usuário
Menu de medida
VM
8-60
Item
Modo
Método
Unidade
Diam1 VM
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diam2 VM
Todos
Medida de distância
cm, mm
Planimetria AVM
Todos
Medida de área
cm2, mm2
VCW RM
M, DP
Medida de distância
cm, mm
VM Vp
M
Medida de distância
cm, mm
Traçado manual VM
DP
Traçado espectral do Doppler
MV E-DT-A
DP
Medida de velocidade
E/A VM
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
MV Peak E (Pico E VM)
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
MV Peak A (Pico A VM)
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
MV Vmax (Vmáx VM)
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TMP VM
DP
Medida de tempo
ms
T.Ac. VM
DP
Medida de tempo
ms
T.Desac. VM
DP
Medida de tempo
ms
Duração da onda A da
válvula mitral
DP
Medida de tempo
ms
TE VM
DP
Medida de tempo
ms
Interv. R-R
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Traçado manual Reg.
VM
DP
Traçado espectral do Doppler
VTI Reg. VM
DP
Traçado M (D)
cm, mm
V máx. MR
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
dp/dt reg.VM
DP
Medida contínua
mmHg/s
TRIV VM
DP
Medida de tempo
ms
Raio PISA Reg.VM
C
Raio PISA
cm, mm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
TV (VT)
Item
Modo
Método
Unidade
VT D-E
M
Medida de distância
cm, mm
Rampa VT E-F
M
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Intervalo TV A-C
M
Medida de tempo
ms
Traçado manual VT
DP
Traçado espectral do Doppler
Diâm. An. VT
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diam1 VT
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diam2 VT
Todos
Medida de distância
cm, mm
TVA Planimetry
(Planimetria AVT)
Todos
Medida de área
cm2, mm2
TV Vmax (Vmáx VT)
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TV E/A
DP
Medida contínua
TV Peak E
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TV Peak A
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TV Vmax (Vmáx VT)
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TMP VT
DP
Medida de tempo
VTI VT
DP
Traçado M (D)
cm, mm
T. Ac. VT
DP
Medida de tempo
ms
T.Desac. VT
DP
Medida de tempo
ms
Duração da onda A da
válvula tricúspide
DP
Medida de tempo
ms
Q a VT aberta
DP
Medida de tempo
ms
Interv. R-R
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Traçado manual Reg.VT
DP
Traçado espectral do Doppler
TR Vmax
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VCW RT
M, DP
Medida de distância
cm, mm
VTI Reg. VT
DP
Traçado espectral do Doppler
cm, mm
dp/dt reg. VT
DP
Calcular após a medida de hora
mmHg/s
Raio PISA RT
C
Raio PISA
cm, mm
PAD
M, DP
PAD
mmHg
8-61
Manual do usuário
Menu de medida
VP
8-62
Item
Modo
Método
Unidade
Traçado manual VP
DP
Traçado espectral do Doppler
PV Ann Diam
Todos
Medida de distância
cm, mm
Planimetria AVP
Todos
Medida de área
cm2, mm2
TMP VP
DP
Medida de tempo
ms
VTI VP
DP
Traçado espectral do Doppler
cm, mm
T. Acel. VP / ET
Todos
Medida contínua
Vmáx. VP
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
PV AccT
DP
Medida de tempo
ms
T. Desac. VP
DP
Medida de tempo
ms
Traçado manual Reg.VP
DP
Traçado espectral do Doppler
VCW RP
TODOS
Medida de distância
cm, mm
PR Vmax
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TMP Reg.VP
DP
Medida de tempo
ms
TE VP
DP
Medida de tempo
ms
Interv. R-R
M, DP
Frequência cardíaca
bpm
Abertura de Q para VP
M
Medida de tempo
ms
Q a VP fechado
M
Medida de tempo
ms
Vmáx. APP
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Tempo de aceleração
PR
DP
Medida de tempo
ms
PR DecT
DP
Medida de tempo
ms
ITV PR
DP
Traçado espectral do Doppler
cm, mm
RP Vel Final
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Raio PISA PR
C
Raio PISA
cm, mm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Índice tei.
Veias pulmonares
Veias hepáticas
Item
Modo
Método
Unidade
Todos (Índice Tei LV)
DP
Medida contínua
VE TST
DP
Medida de tempo
ms
LV ET
DP
Medida de tempo
ms
VE TCIV
DP
Medida de tempo
ms
VE TRIV
DP
Medida de tempo
ms
Todos (Índice Tei RV)
DP
Medida contínua
VD TST
DP
Medida de tempo
ms
RV ET (TE VD)
DP
Medida de tempo
ms
TCIV VD
DP
Medida de tempo
ms
TCIV VD
DP
Medida de tempo
ms
Veia P S/D
DP
Medida contínua
Veia P S Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia P D Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia P A Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia P A Dur
DP
Medida de tempo
ms
Veia H S/D
DP
Medida contínua
Veia H S Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia H D Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia H A Vmáx
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Veia H A Dur
DP
Medida de tempo
ms
8-63
Manual do usuário
Menu de medida
doppler tissular
Rel. fluxo pulm/sist
8-64
Item
Modo
Método
Unidade
VE E'-A'-S'
DP
Medida contínua
Pico E VE
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Pico A VE
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Pico S VE
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
TAcel. VE
DP
Medida de tempo
ms
Tdec VE
DP
Medida de tempo
ms
VD E'/A'
DP
Medida contínua
Pico E VD
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Pico A VD
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Pico S VD
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Tacel VD
DP
Medida de tempo
ms
Tdec VD
DP
Medida de tempo
ms
VM E/VE Lat E'
DP
Medida contínua
VE Lat.E'/A'
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VE Lat.Pico A'
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VE Lat.Pico S'
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
VE Lat. TAcc
DP
Medida de tempo
ms
VE Lat. TDsc
DP
Medida de tempo
ms
ITV sistemático
DP
Traçado M (D)
cm, mm
ITV pulmonar
DP
Traçado M (D)
cm, mm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Desvios
VCI
Item
Modo
Método
Unidade
Dia. APP
Todos
Medida de distância
cm, mm
Dia. APE
Todos
Medida de distância
cm, mm
Dia. APD
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diâm. VCS em
expiração
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diâm. VCS em
inspiração
Todos
Medida de distância
cm, mm
S/D VCS
DP
Medida contínua
Vmáx S VCS
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Vmáx D VCS
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Vmáx A VCS
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Dur A VCS
DP
Medida de tempo
ms
S/D VCI
DP
Medida contínua
Vmáx S VCI
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Vmáx D VCI
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Vmáx A VCI
DP
Medida de velocidade
cm/s, m/s
Dur A VCI
DP
Medida de tempo
ms
EPd
Todos
Medida de distância
cm, mm
EPs
Todos
Medida de distância
cm, mm
Exp. diâm. VCI
Todos
Medida de distância
cm, mm
Diâm. VCI em
inspiração
Todos
Medida de distância
cm, mm
Exp. diâm. VCI(M)
M
Medida de distância
cm, mm
Diâm. VCI em
inspiração(M)
M
Medida de distância
cm, mm
8-65
Manual do usuário
„„
Dist 20
Traça a circunferência cardíaca e desenha o eixo cardíaco. O sistema desenha automaticamente 20
linhas retas perpendiculares ao eixo e calcula o volume.
NOTA:
XX
Dp/dt Reg.VM pode ser medido somente em 1-3 m/s.
XX
No Modo 2D Dual, podem ser exibidas duas imagens simultaneamente.
XX
Para PAVDd, DIVDd, PAVDs e DIVDs, consulte o método de medida VE.
XX
Diâm. APP, Diâm APD e Diâm. APE são medidos em Nível da válvula aórtica no Eixo curto
parasternal.
XX
O Modo C é usado principalmente na medida do fluxo sanguíneo cardíaco reverso.
XX
Como as medidas Raio PISA ou Vel.Aliasing PISA exigem valores de velocidade, você
precisa selecionar cores de exibição para Velocidade ou Vel + Var no Modo C. Para obter mais
informações, consulte a seção "Modo Doppler colorido" no Capítulo 7. Modo de diagnóstico.
XX
O doppler de tecido pode ser medido no modo IDT.
8-66
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos do abdômen
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA:
XX
É prático calcular cada valor de medida na imagem do Doppler Espectral.
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
Menu de medida do abdômen
Menu de medida
Vesícula biliar
Pâncreas
Intestino
Vol rim
Item
Modo
Método
Unidade
DBC
Todos
Medida de distância
cm
Parede VB
Todos
Medida de distância
cm
Comprimento VB
Todos
Medida de distância
cm
Largura VB
Todos
Medida de distância
cm
Altura VB
Todos
Medida de distância
cm
Cabeça pancreas
Todos
Medida de distância
cm
Corpo pancreas
Todos
Medida de distância
cm
Final pancreas
Todos
Medida de distância
cm
Duto pancreas
Todos
Medida de distância
cm
Parede do estômago
Todos
Medida de distância
cm
Parede do intestino delgado
Todos
Medida de distância
cm
Parede do intestino grosso
Todos
Medida de distância
cm
Compr. renal
Todos
Medida de distância
cm
Altura renal
Todos
Medida de distância
cm
Largura renal
Todos
Medida de distância
cm
Frequência cardíaca
DP
Frequência cardíaca
bpm
8-67
Manual do usuário
Cálculos de quadris pediátricos
Menu de medida
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA: Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
Menu de medida
Item
Modo
Método
Unidade
Ângulo do quadril
Tipo
Todos
Cálculo do ângulo após medida de
três linhas retas
grau
Métodos de medida
1. Especifique a primeira linha reta usando o trackball e o botão Confirmar.
XX
Use o trackball para colocar o cursor na posição desejada e pressione o botão Confirmar.
Dicas!
Reposicionamento do ponto
Em vez de pressionar o botão Confirmar para confirmar a posição de ponto, você pode pressionar
o botão Alterar para alterá-lo.
2. Repita o processo acima para especificar outras duas linhas retas.
3. O ângulo entre elas será calculado automaticamente.
XX
α: o ângulo entre a primeira e a segunda linha reta
XX
β: o ângulo entre a primeira e a terceira linha reta
4. Quando a medida tiver sido concluída, o seu resultado será exibido na tela.
8-68
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Consulte a tabela abaixo para obter informações sobre o Tipo de articulação coxo-femoral:
Tipo
α
β
1a
60 ≤ α < 90
0 < ß < 55
1b
60 ≤ α < 90
55 ≤ β < 90
2a/b
50 ≤ α < 60
0 < ß < 90
2c
43 ≤ α < 50
77 ≤ β < 90
d
43 ≤ α < 50
0 < ß < 77
3/4
0 < α < 43
[Tabela 8.2 Tabela do tipo de articulação coxo-femoral]
8-69
Manual do usuário
Cálculos de urologia
Antes de realizar as medidas urológicas
Defina os menus relacionados para dar mais praticidade à medida.
Consulte a seção "Configurações de medidas" no Capítulo 3, Utilitários, para obter mais informações
sobre os menus de medida e de como configurá-los.
Menu de medida
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA:
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 2".
„„
3Distance (3 distâncias)
Calcule um volume pela medida de três distâncias.
Menu de medida
Próstata GI. Int.
Zona T
Bexiga
8-70
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. próstata WG
Todos
Medida de distância
cm
Altura próstata WG
Todos
Medida de distância
cm
Larg próstata WG
Todos
Medida de distância
cm
Compr. zona T
Todos
Medida de distância
cm
Altura zona T
Todos
Medida de distância
cm
Largura Zona T
Todos
Medida de distância
cm
Compr. bexiga
Todos
Medida de distância
cm
Altura bexiga
Todos
Medida de distância
cm
Largura bexiga
Todos
Medida de distância
cm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Pré-res
Pós Residual
Renal
Item
Modo
Método
Unidade
Comp residual prévio
Todos
Medida de distância
cm
Alt residual prévia
Todos
Medida de distância
cm
Larg resid prévia
Todos
Medida de distância
cm
Compr. residual post
Todos
Medida de distância
cm
Altura residual post
Todos
Medida de distância
cm
Larg residual post
Todos
Medida de distância
cm
Compr. renal
Todos
Medida de distância
cm
Altura renal
Todos
Medida de distância
cm
Larg renal
Todos
Medida de distância
cm
Pelve renal
Todos
Medida de distância
cm
8-71
Manual do usuário
Cálculos de pequenas partes
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA:
XX
É prático calcular cada valor de medida na imagem do Doppler Espectral.
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
Menu de medida de tireoide
Menu de medida
Volume tireoide
Fluxo da tireoide
Fluxo da tireoide
8-72
Item
Modo
Método
Unidade
Comprimento tireoide
Todos
Medida de distância
cm
Altura tireoide
Todos
Medida de distância
cm
Largura tireoide
Todos
Medida de distância
cm
% estenose pelo diâmetro Fluxo da tireoide
DP
Calcular após a medida de
distância
%
Estenose pela área - Fluxo da
tireoide
DP
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF fluxo da tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
IS fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) fluxo tireoide
Todos
Calcular após a medida de
TMMED, Diâm. vaso
l/min
VF(A) fluxo tireoide
Todos
Calcular após a medida de
TMMED, Área do vaso
l/min
Vel. A fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vel. B fluxo tireoide
DP
Medida de velocidade
cm/s
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
Massa 1~5
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Largura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Menu de medida de mama
Menu de medida
Massa 1~10
Fluxo da mama
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. massa 1 a 10
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 1 a 10
Todos
Medida de distância
cm
Largura massa 1 a 10
Todos
Medida de distância
cm
% estenose pelo
diâmetro - Fluxo
mama
DP
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área
- fluxo mama
DP
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS fluxo mama
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF fluxo mama
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM fluxo mama
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP fluxo mama
Todos
Medida de velocidade
cm/s
IR fluxo mama
Todos
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) fluxo mama
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) fluxo mama
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Vel. A fluxo mama
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vel. B fluxo mama
DP
Medida de velocidade
cm/s
8-73
Manual do usuário
Menu de medida de testículos (cálculos testiculares)
Menu de medida
Vol. testículo
Epidídimo
Fluxo testíc
Massa 1~5
8-74
Item
Modo
Método
Unidade
Compr. testículo
Todos
Medida de distância
cm
Altura testículo
Todos
Medida de distância
cm
Largura testículo
Todos
Medida de distância
cm
D1 epidídimo
Todos
Medida de distância
cm
D2 epidídimo
Todos
Medida de distância
cm
% estenose pelo diâmetro
do fluxo testículo
DP
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área do
fluxo testículo
DP
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS fluxo testículo
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF fluxo testículo
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM fluxo testículo
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP fluxo testículo
Todos
Medida de velocidade
cm/s
IR fluxo testículo
Todos
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) fluxo testículo
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) fluxo testículo
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Vel. (A) fluxo testículo
DP
Medida de velocidade
cm/s
(Vel. B fluxo testículo
DP
Medida de velocidade
cm/s
Compr. massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Largura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida superficial (cálculos superficiais)
Menu de medida
Volume superficial
Fluxo superficial
Massa 1~5
Item
Modo
Método
Unidade
Comprim. superf.
Todos
Medida de distância
cm
Altura superf.
Todos
Medida de distância
cm
Largura superf.
Todos
Medida de distância
cm
% estenose pelo diâm.
- Fluxo superf.
DP
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área Fluxo superf.
DP
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS fluxo superf.
DP
Medida de velocidade
cm
DF fluxo superf.
DP
Medida de velocidade
cm
DM fluxo superf.
DP
Medida de velocidade
cm
IP fluxo superf.
Todos
Medida de velocidade
cm
IR fluxo superf.
Todos
Medida de velocidade
cm
VF(D) fluxo superf.
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) fluxo superf.
Todos
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Vel. A fluxo superf.
DP
Medida de velocidade
cm/s
Vel. B fluxo superf.
DP
Medida de velocidade
cm/s
Compr. massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Altura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
Largura massa 1 a 5
Todos
Medida de distância
cm
8-75
Manual do usuário
Medida Músculo Esquelética (Cálculos Músculo Esqueléticos)
Menu de medida
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA: Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
8-76
Menu de medida
Item
Método
Unidade
Ombro
Ombro nº 1 a 10
Medida de distância
cm
Punho
Punho nº 1 a 10
Medida de distância
cm
Joelho
Joelho nº 1 a 10
Medida de distância
cm
Tornozelo
Tornozelo nº 1 a 10
Medida de distância
cm
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Cálculos vasculares
O método de medida de cada item é igual ao da medida básica. Os itens medidos serão
automaticamente inseridos no relatório.
NOTA:
XX
Para obter informações sobre métodos de medida básicos, consulte "Medidas básicas" e
"Métodos de medida comuns".
XX
Para obter referências sobre itens de medida, consulte o "Manual de Referência, Parte 1".
Menu de medida de carótida
Menu de medida
A subclávia
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo diâmetro
AS
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área AS
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-77
Manual do usuário
Menu de medida
ACC
Bulbo
8-78
Item
Modo
Método
Unidade
% ED ACC
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área ACC
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
EMI ACC
Todos
Medida de distância
cm
PS ACC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ACC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ACC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ACC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ACC
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ACC
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% estenose pelo diâmetro
do bulbo
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área do
bulbo
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
% EMI bulbo
Todos
Medida de distância
cm
PS bulbo
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF bulbo
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM bulbo
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP bulbo
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR bulbo
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) bulbo
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) bulbo
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
ACI
ACE
Item
Modo
Método
Unidade
% ED ACI
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área ACI
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
EMI ACI
Todos
Medida de distância
cm
PS ACI
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ACI
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ACI
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ACI
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ACI
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ACI
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED ACE
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área ACE
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
EMI ACE
Todos
Medida de distância
cm
PS ACE
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ACE
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ACE
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ACE
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ACE
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ACE
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) ACE
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-79
Manual do usuário
Menu de medida
A. Vertebral
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo diâmetro
AV
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela área AV
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AV
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AV
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AV
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AV
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AV
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AV
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AV
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Auto IMT+ (IMT / EMI+ automatica)
Essa função permite fazer medidas de IMT com facilidade e rapidez.
NOTA:
EMI+ autom é um recurso opcional deste equipamento.
EMI+ autom está disponível somente nas seguintes condições:
XX
Transdutor: Transdutor linear
XX
Aplicação: vascular
XX
Modo de diagnóstico: modo congelar 2D
8-80
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Tela EMI automática
[Figura 8.2 IMT / EMI automática]
„„
Medida IMT / EMI automática
1. Após verificar o transdutor e a aplicação, iniciar a varredura da carótida.
2. Quando as imagens desejadas foram obtidas, pressione Congelar. Use a esfera de trackball
para selecionar uma imagem para a medida de IMT.
3. Toque em Traçado automático+ na tela de toque. A tela EIM automática será exibida.
4. Use o trackball e o botão Set (Definir) para definir um local para a medida de Esp.Med Intima.
XX
Meça o comprimento de uma seção específica. Mantenha o botão Confirmar pressionado no
ponto de partida e use o trackball para especificar o ponto de término.
XX
Você pode alterar as posições Próximo e Longe da área medida usando o botão Alter no painel
de controle.
5. Depois que a medida terminar, os valores de medida serão listados em uma tabela.
6. Use o menu na tela à esquerda, a tela de toque ou o botão para selecionar a etiqueta de
medida, o local do vaso sanguíneo e a direção do fluxo sanguíneo.
8-81
Manual do usuário
„„
Como configurar itens de medida
No menu de tela esquerdo ou na tela de toque, você poderá selecionar o item de medida, os
locais dos vasos sanguíneos e o sentido do fluxo de sangue.
XX
Item de medida: selecione um item de medida de ACC, Bulbo, ACI e ACE. Use o menu de tela
esquerdo ou o botão da tela de toque.
XX
Direção: selecione a direção esquerda ou direta do fluxo sanguíneo. Use o menu de tela
esquerdo ou o botão seletor 2.
XX
Local: selecione Proximal, Méd (médio) ou distal como o local do vaso sanguíneo a ser medido.
Use o menu de tela esquerdo ou o botão seletor 3.
NOTA: Uma das ações a seguir sairá do EMI automática:
XX
Alterar o modo de imagem, zoom ou profundidade
XX
anotações, Marc corpo, paciente ou SonoView
„„
Resultado da medida
XX
Máx.: a espessura máxima do par Íntima/adventícia.
XX
Média: a espessura média do par Íntima/adventícia.
XX
SD: desvio-padrão
XX
QI: a taxa de distância do ponto medido em uma distância para a medida do Índice de
qualidade.
NOTA: Clicar na janela de resultado da medida reposicionará a janela
„„
Aplicar ao relatório
O resultado da IMT/ EMI automática é aplicado automaticamente ao relatório. Pressione a
guia Vascular no lado esquerdo da tela de relatório para visualizar o resultado da medida EMI
automática.
8-82
Capítulo 8 Medidas e cálculos
„„
Análise da medida EMI+ autom
1. Toque em Análise na tela de toque, e a tela Análise será exibida.
2. Selecione a análise desejada de Framingham/CHD, Fator de risco, Esp.Med-Int. normal ou
Gráfico de usuário usando o trackball e o botão Confirmar.
XX
A barra que corresponde às medições que serão exibidas em cada gráfico. No entanto, se a
medida for menor do que Framingham/CHD ou Fator de risco, nenhuma barra será exibida.
Dicas!
Gráfico do usuário
Você pode usar Gráfico de usuário para ajustar o gráfico e analisar os resultados de medida
desejados.
3. Para concluir a análise, toque no botão Sair na tela de toque.
4. Os materiais a seguir foram mencionados ao analisar as medidas de EMI+ autom.
„„
Framingham/CHD
Correlação entre o escore de risco de Framingham e a espessura média da íntima: estudo Paroi
Arterielle et Risque Cardio-vasculair (PARC).
Pierre-Jean Touboul, EricVicaut, Julien Labreuche, Jean-Pierre Belliard, Serge Cohen, Serge
Kownator, Jean-Jacques Portal, Isabelle Pithois-Merli, Pierre Amarenco. Em nome dos médicos
participantes no Estudo PARC.
„„
Risk Factor (Fator de risco)
Consenso de espessura íntima média da carótida de Mannheim (2004~2006)
P.-J. Touboul, M.G. Hennerici, S.Meairs, H.Adams, P.Amarenco, N.Borstein, L.Csiba, M.Desvarieux,
S.Ebrahim, M.Fatar, R.Hermandez Hernandez, M.Jaff, S.Kownator, P.Prati, T.Rundek, M.Sitzer,
U.Schiminke, J.-C. Tardif, A.Taylor, E.Vicaut, K.S.Woo, F.Zannad, M.Zureik
„„
Esp.Med-Int. normal
Simon A, Gariepy J, Chironi G, Megnien JL, Levenson J: Intima-media thickness: a new tool for
diagnosis and treatment of cardiovascular risk. Journal of Hypertension 20:159-169, 2002
8-83
Manual do usuário
Menu de medida da artéria extremidade superior
Menu de medida
A subclávia
A Axilar
8-84
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâmetro AS
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AS
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AS
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% estenose pelo
diâmetro A. axilar
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área A. axilar
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS A. axilar
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF A. axilar
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM A. axilar
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP A. axilar
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR A. axilar
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) A. axilar
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) A. axilar
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
A Braquial
A Radial
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâmetro AB
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AB
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AB
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AB
DP
Medida de velocidade
cm/s
MD AB
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AB
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AB
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AB
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AB
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% estenose pelo
diâmetro AR
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AR
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AR
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AR
DP
Medida de velocidade
cm/s
MD AR
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AR
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AR
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AR
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
FV(A) AR
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-85
Manual do usuário
Menu de medida
A Ulnar
APS
8-86
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâmetro AU
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AU
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AU
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AU
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AU
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AU
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AU
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AU
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AU
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED APS
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área APS
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS APS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF APS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM APS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP APS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR APS
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) APS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) APS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida de veia extremidade superior
Menu de medida
V jugular interna
V inominada
V subclávia
V axilar
V braquial
V cefálica
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx VJI
DP
Medida de velocidade
cm/s
Dur T VJI
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VJI
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VJI
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. Inomin.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur inomin.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso inomin.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso inomin.
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VSC
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VCS
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VCS
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VCS
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. V axilar
DP
Velocity Measurement
(Medida de velocidade)
cm/s
T Dur V axilar
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V. axilar
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. axilar
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx V. braq.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur V. braq.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V. braq.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. braq.
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. V cefál.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur V. cefál.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V cefál.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V cefál.
Todos
Medida da circunferência
cm2
8-87
Manual do usuário
Menu de medida
V basílica
V radial
V ulnar
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx V. braq.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur V. braq.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V. braq.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. braq.
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. V rad.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T dur. V. rad.
DP
Medida de tempo
s
D vaso V rad.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. rad.
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. V ulnar
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur V. ulnar
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V. ulnar
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. ulnar
Todos
Medida da circunferência
cm2
Menu de medida de artéria, extremidade inferior
Menu de medida
AIC
8-88
Item
Modo
Método
Unidade
% ED AIC
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AIC
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AIC
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AIC
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
AII
AIE
Item
Modo
Método
Unidade
% ED AII
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AII
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AII
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AII
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AII
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AII
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AII
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AII
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AII
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED AIE
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AIE
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AIE
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AIE
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-89
Manual do usuário
Menu de medida
AFC
AFS
8-90
Item
Modo
Método
Unidade
% ED AFC
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AFC
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AFC
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AFC
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED AFS
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AFS
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AFS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AFS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
AFP
A poplítea
Item
Modo
Método
Unidade
% ED AFP
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área AFP
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS AFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF AFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM AFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP AFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR AFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) AFP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AFP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% estenose pelo
diâmetro A. popl.
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área A. popl.
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS A. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF A. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
Dm A. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP A. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
RI A. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) A. popl.
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) A. popl.
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-91
Manual do usuário
Menu de medida
ATA
ATP
8-92
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâmetro ATA
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área ATA
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS ATA
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ATA
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ATA
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ATA
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ATA
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ATA
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) ATA
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED ATP
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área ATP
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS ATP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ATP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ATP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ATP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ATP
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ATP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) ATP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
A fibular
ADP
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâmetro peron.
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área peron.
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) peron.
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) peron.
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED ADP
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área ADP
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS ADP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF ADP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM ADP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP ADP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR ADP
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) ADP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) ADP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-93
Manual do usuário
Menu de medida
APP
APL
8-94
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâm. APP
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área APP
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR APP
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) APP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) APP
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% ED APL
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área APL
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS APL
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF APL
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM APL
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP APL
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR APL
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) APL
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) AS
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
A metatársica
A digital
Item
Modo
Método
Unidade
% estenose pelo
diâm. A. metatarsal
Todos
Calcular após a medida de distância
%
Estenose pela área
A. metatarsal
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS A. metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF A. metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM A. metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP A. metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR A. metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) A. metatarsal
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) A. metatarsal
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
% estenose pelo
diâmetro A. digital
Todos
Calcular após a medida de distância
%
% estenose pela
área A. digital
Todos
Calcular após a medida da
circunferência
%
PS A. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
DF A. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
DM A. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
IP A. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
IR A. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
VF(D) A. digital
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Diâm. vaso
l/min
VF(A) A. digital
DP
Calcular após a medida de TMMED,
Área do vaso
l/min
8-95
Manual do usuário
Menu de medida de veia, extremidade inferior
Menu de medida
VIC
VII
VIE
VFC
VFP
VFS
8-96
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx VIC
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VIC
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VIC
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VIC
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VII
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VII
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VII
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VII
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. VIE
DP
Medida de velocidade
cm/s
T. Dur. VIE
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VIE
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VIE
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. VFC
DP
Medida de velocidade
cm/s
T dur. VFC
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VFC
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VFC
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VFP
DP
Medida de velocidade
cm/s
T. Dur. VFP
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VFP
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VFP
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VFS
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VFS
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VFS
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VFS
Todos
Medida da circunferência
cm2
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Menu de medida
VSM
V poplítea
VSP
VTA
VTP
V fibular
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx VSM
DP
Medida de velocidade
cm/s
T. Dur. VSG
DP
Medida de tempo
s
Dis. vaso
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VSG
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. V. popl.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur V popl.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V popl.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V popl.
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VSP
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur. VSP
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VSP
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VSP
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VTA
DP
Medida de velocidade
cm/s
T dur. VTA
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VTA
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VTA
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VTP
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VTP
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VTP
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VTP
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx. peron.
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur peron.
DP
Medida de tempo
s
D. vaso peron.
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso peron.
Todos
Medida da circunferência
cm2
8-97
Manual do usuário
Menu de medida
VPP
VPE
V metatarsal
V digital
8-98
Item
Modo
Método
Unidade
Vmáx VPP
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VPP
DP
Medida de tempo
s
D vaso VPP
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VPP
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx VPE
DP
Medida de velocidade
cm/s
T Dur VPE
DP
Medida de tempo
s
D. vaso VPE
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso VPE
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx V metatarsal
DP
Medida de velocidade
cm/s
T dur v. metatarsal
DP
Medida de tempo
s
D vaso V metatarsal
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V metatarsal
Todos
Medida da circunferência
cm2
Vmáx V. digital
DP
Medida de velocidade
cm/s
T dur v. digital
DP
Medida de tempo
s
D. vaso V. digital
Todos
Medida de distância
cm
A. vaso V. digital
Todos
Medida da circunferência
cm2
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Relatórios
Os resultados da medida estão resumidos por aplicação e são exibidos na tela no formato de relatório.
Visualização de relatórios
Pressione o botão Relatório no painel de controle ou toque em Relatório na tela de toque. A tela será
alterada para Relatório de medida de ultrassom.
Os resultados da medida estão resumidos por aplicação e são exibidos na tela no formato de relatório.
NOTA: Os relatórios serão exibidos somente para as aplicações que têm resultados de medida.
„„
Página
As páginas são divididas em Planilha, Anatomia, Comentário e Anexar imagem para cada
aplicação. Ao abrir um relatório, por padrão aparece a tela da planilha. Você pode navegar até
cada seção a partir do menu do lado esquerdo ou do menu de toque. Se uma seção contiver uma
grande quantidade de dados a serem exibidos, ela será dividida em várias páginas pelas quais
você poderá navegar a partir do menu de toque.
8-99
Manual do usuário
Edição de relatório (planilha)
Ao mover o foco para um valor que pode ser editado em uma planilha, as margens da janela de edição
serão marcadas em branco e o modo de edição iniciará automaticamente.
„„
Único
Será exibido um gráfico representando uma medida obstétrica.
„„
Quad
Será exibido um gráfico representando quatro medidas obstétricas.
„„
Página
Gire o botão Página na tela de toque para selecionar uma aplicação.
[Figura 8.3 Planilha]
8-100
Capítulo 8 Medidas e cálculos
[Figura 8.4 Planilha - Tela de toque]
Modificação de medidas
Após ter editado um valor e afastado o foco do valor, o valor editado será aplicado. Para excluir um
valor, clique no valor a ser excluído. O botão Excluir será ativado na tela de toque. Pressione esse
botão para excluir o valor imediatamente.
„„
Autor padrão
Reverte para o autor definido na configuração.
„„
Excluir célula
Seleciona e exclui um valor de medida.
„„
Excluir linha
Exclui os valores que têm a mesma etiqueta como o valor selecionado.
„„
Excluir Tudo
Exclui todos os valores de medida.
8-101
Manual do usuário
NOTA: Se você alterar o autor em uma planilha, o valor da IG será alterado. O autor que você
alterou em um relatório só é válido dentro do relatório. O autor da configuração será usado para o
cálculo da IG quando você estiver obtendo medidas no modo de medida.
„„
US méd
Se IG composta for AUA (Idade de ultrassom média), você poderá selecionar ou excluir os valores
de cada etiqueta IG usados para o cálculo.
Método de exibição de medidas
O equipamento permite que você meça um item várias vezes. No entanto, somente os três primeiros
resultados da medida são gravados em um relatório.
Ao medir o mesmo item mais de uma vez, as medidas poderão ser exibidas de quatro formas. Na tela
de Editar relatório, você pode especificar ou alterar o método de exibição de medidas.
„„
Média
Obtém a média das medidas e a exibe na tela.
„„
Último
Exibe a última medida na tela.
„„
Máx.
Exibe o maior valor das medidas na tela.
„„
Mín.
Exibe o menor valor das medidas na tela.
8-102
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Adição de comentários
Toque em Comentário na tela de toque ou clique em Comentário no menu esquerdo na tela Relatório
de ultrassom. É exibida uma tela na qual você pode inserir uma opinião.
Toque na parte inferior da janela de entrada ou no botão Comentário na tela de toque. Abre-se uma janela
onde você poderá selecionar um comentário inserido previamente na configuração. Selecione Comentário
na janela. Em seguida, o texto selecionado será inserido no local onde está o cursor na janela de entrada do
comentário.
NOTA: É possível adicionar comentários em Configuração > Relatório > Comentários. Para obter
mais informações, consulte a seção "Relatório" no Capítulo 3, Utilitários.
[Figura 8.5 Comentário]
8-103
Manual do usuário
[Figura 8.6 Comentário - Tela de toque]
8-104
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Impressão de relatórios
Toque no botão Imprimir na tela de toque ou clique em Imprimir no menu esquerdo na tela Relatório.
O relatório de medida da aplicação selecionada será impresso na impressora conectada.
NOTA: Você pode alterar as configurações da impressora para relatórios de medição da impressão
em Configuração > Periféricos > Periféricos > Impressora. Para mais informações, consulte
"Configuração de dispositivos periféricos" no Capítulo 3, Utilitários.
Gravação de relatórios
Toque em Exportar na tela de toque. Ou clique em Exportar no lado esquerdo da tela Relatório. Será
exibida a janela Exportar, permitindo que você grave o relatório em mídia de armazenamento externo.
Quando a janela Exportar abrir, especifique o diretório, a unidade, o nome do arquivo e o tipo de
arquivo. Clique em OK na tela para salvar o relatório. Clique em Cancelar para cancelar.
[Figura 8.7 Exportar]
8-105
Manual do usuário
Armazenar SR
Toque em Armazenar SR na tela de toque ou no menu esquerdo para salvar a informação da medida
SR.
Anexar imagens
Selecione este item se você deseja anexar imagens ao relatório. Toque no botão Anexar imagem na
tela de toque ou clique em Anexar imagem no menu esquerdo na tela Relatório de ultrassom. Abre-se
uma janela na qual você poderá selecionar as imagens desejadas.
[Figura 8.8 Anexar imagem]
8-106
Capítulo 8 Medidas e cálculos
[Figura 8.9 Anexar imagem - tela de toque]
1. Selecione as imagens na miniatura à direita.
2. Quando as imagens estiverem selecionadas, ativa-se o botão Adicionar na tela de toque. Toque
no botão Adicionar para anexar as imagens selecionadas ao relatório. Ou dê dois cliques nas
imagens selecionadas nas miniaturas para anexar as imagens associadas.
3. Se você selecionar imagens anexadas a um relatório, o botão Excluir se tornará ativo e você
poderá excluir as imagens anexadas. Pressione o botão Excluir todas para excluir todas as
imagens anexadas.
4. Para o layout, escolha entre 1x1, 2x2, 3x3 ou 4x4.
8-107
Manual do usuário
Gráficos
Depois de fazer medidas OB, pressione Relatório na tela de toque ou no painel de controle. O toque
em Gráfico na tela de toque o alterna para a tela Gráfico.
Clique/toque no botão Único ou Quad na tela/tela de toque. Selecione o layout na tela do gráfico. É
possível rever o gráfico e a evolução. Para retornar à tela Relatório, toque em Planilha na tela de toque.
NOTA: A função de gráfico pode ser usada somente em relatórios obstétricos.
A lista de itens medidos é exibida no lado direito da tela. Se você selecionar um item, um gráfico para o
item selecionado será exibido na tela.
Dicas!
Como selecionar e imprimir o gráfico OB
Você pode selecionar e imprimir o gráfico de uma etiqueta desejada.
1. Na parte inferior da tela de relatório, marque a caixa de seleção Imprimir gráfico.
2. Marque a caixa de seleção da etiqueta que você deseja imprimir.
3. Toque o botão Imprimir na tela de toque ou clique em Imprimir no Menu esquerdo da tela.
NOTA:
XX
Para executar a função gráfica, é necessário que haja a medida de pelo menos uma etiqueta que
contenha uma tabela de crescimento e somente uma célula medida pode exibir gráficos.
XX
É criado um gráfico com base na ID do paciente, DUM e data de medida.
[Figura 8.10 Gráfico]
8-108
Capítulo 8 Medidas e cálculos
[Figura 8.11 Gráfico - tela de toque]
„„
Selecione um gráfico
Use o trackball e o botão Confirmar para selecionar um item da lista.
„„
Único
Será exibido um gráfico representando uma medida obstétrica.
„„
Quad
Será exibido um gráfico representando quatro medidas obstétricas.
„„
Ocultar grad
Apaga a grade em um gráfico.
„„
Todos os fetos
Exibe os gráficos para os fetos medidos.
„„
Atual
Exibe gráficos para os fetos que estão sendo medidos no momento.
8-109
Manual do usuário
„„
Evol.
Toque em Evol. na tela de toque. As medidas atual e passada do feto são exibidas em formato
tabular por data do estudo. Quando as datas do estudo mudam, a forma do marcador foi alterada
e exibida no gráfico.
„„
Atual
Toque em Atual na tela de toque. As medidas atuais do feto são exibidas por data do estudo.
„„
Histór. usuário
Os valores de medida anteriores e atuais do feto são exibidos em formato de tabela.
„„
Tend. manual
Exibir os valores de medida inseridos manualmente pelo usuário que devem ser exibidos na curva
de crescimento obstétrico em uma curva de evolução. Insira manualmente na janela Pacte.
„„
Anterior
Volta para a página anterior.
„„
Próximo
Segue para a página seguinte.
8-110
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Dicas!
Desvio padrão e percentil
Entre as informações de OB, a tabela Crescimento e a distribuição fetal típica para o mesmo número
de semanas são usadas para determinar as seguintes informações:
XX
A curva de distribuição normal.
XX
As medidas de um feto real ou uma posição na distribuição do peso fetal estimado (PFE).
XX
Se o ponto de distribuição está dentro do intervalo normal.
O número de semanas de referência para a tabela Crescimento pode ser definido como DUM, Data
provável de parto ou IG pela média do US em Critério de percentil. A configuração típica é LMP
(DUM).
Quando a DUM não for conhecida ou for incerta ou quando a diferença entre a DUM e a IG pela
média do US for substancial, deve-se tomar cuidado, pois a seleção de um Critério de percentual
diferente pode resultar em uma diferença significativa.
A distribuição da tabela Crescimento para o número de semanas da referência selecionada é uma
distribuição normal. Ela é lateralmente simétrica em torno de 50% (a média) e mostra a distância da
média como um desvio. O desvio pode ser representado por desvio padrão (DP) ou percentil.
,
,
,
,
[Figura 8.12 A distribuição da Tabela Crescimento para o número de
semanas selecionado (m: média, σ: desvio padrão)]
8-111
Manual do usuário
Dicas!
Ao se expressar com DP, um valor se aproxima de ±0 DP conforme ele vai se aproximando da
média, e se aproxima do valor mínimo ou do valor máximo conforme ele se desvia da média. A
maior parte da faixa se encaixa em ±3 DP, com ±1 DP representando 68,3% da faixa inteira. Por isso,
pode-se dizer que a maioria das medidas fetais está amplamente centrada no valor médio.
O Percentil representa um ponto na distribuição entre 0 e 100 (inclusive). Portanto, o ponto médio
é representado como percentil 50.
Conforme exibido na figura, o ponto médio corresponde a um DP 0 (ou seja, percentil 50). Se um
ponto estiver na faixa entre -1 DP e +1 DP, ele estará dentro de 68,3% da faixa inteira. Isso significa
que o ponto cai dentro da faixa entre 16 e 84.
Além disso, se um ponto estiver na faixa entre -2 DP e +2 DP, ele estará dentro de 95,5% da faixa
inteira. Assim, o ponto cai na faixa entre 3 e 97.
DP e Percentil são intercambiáveis. O percentil pode ser usado quando for desejada uma
classificação da medida fetal e o desvio padrão, quando se busca a distância entre as medidas fetais
reais e a medida média.
Apesar de a faixa de referências da tabela Crescimento ser usada principalmente com dados de
medida OB que variam dependendo do usuário, a faixa típica aceita pela maioria dos usuários é a
abaixo:
1) Quando as referências forem criadas com base em DP:
XX
-2,0 DP ~ +2,0 DP (se convertido em percentil, percentil 2,28 ~ percentil 97,72)
XX
-1,5 DP ~ +1,5 DP (se convertido em percentil, percentil 6,68 ~ percentil 93,32)
XX
-1,0 DP ~ +1,0 DP (se convertido em percentil, percentil 15,87 ~ percentil 84,13)
2) Quando as referências forem criadas com base em percentil:
XX
percentil 2,5 ~ percentil 97,5 (se convertido em DP, -1,96 DP ~ 1,96 DP)
XX
percentil 5,0 ~ percentil 95,0 (se convertido em DP, -1,645 DP ~ 1,645 DP)
XX
percentil 10,0 ~ percentil 90,0 (se convertido em DP, -1,288 DP ~ 1,288 DP)
8-112
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Anatomia
Toque em Anatomia na tela de toque. As aplicações de obstetrícia, ginecologia, vascular e urologia têm
os seus próprios itens de ajuste. Para outras aplicações, só estão disponíveis os itens adicionados pelo
usuário.
„„
OB geral
Esse item só ficará ativado quando a medida OB estiver disponível. Toque no botão OB geral na
tela de toque para selecionar uma descrição para o item selecionado.
„„
OB Inicial
Esse item só ficará ativado quando a medida OB estiver disponível. Toque no botão OB Inicial na
tela de toque para selecionar uma descrição para o item selecionado.
„„
Perfis biofísicos
Respiração, Movimento, Tônus, TST podem ficar em branco ou definidos em 0, 1 ou 2; a soma de
cada item será exibida como Total.
„„
Excluir último
Excluir o último item de usuário adicionado.
„„
Padrão
Configurado com um valor definido pelo usuário.
„„
Salvar como padrão
Salvar os valores atualmente ajustados na tela como valores padrão.
„„
Excluir
Exclui todos os itens.
„„
Novo
Adicionar itens à tela atual imediatamente. O estudo desaparecerá ao sair.
8-113
Manual do usuário
„„
Comparar fetos
Selecione o número de fetos na tela de informações do estudo OB. Em seguida, você pode realizar
a medida para cada feto ao fazer as medidas de OB. Toque no botão Comparar fetos na tela de
toque. Em seguida, é exibida a medida para cada feto.
[Figura 8.13 Anatomia]
[Figura 8.14 Anatomia - Tela de toque]
8-114
Capítulo 8 Medidas e cálculos
Sair de relatórios
Toque em Sair na tela de toque ou no menu da esquerda. Alternativamente, pressione o botão
Relatório no painel de controle.
8-115
Capítulo
9
Gerenciamento de
imagens
‹‹Cine/Loop...........................................................9-3
‹‹Anotação de imagens......................................9-5
Anotação.....................................................................................9-5
Marc corpo ...............................................................................9-10
‹‹Salvar, reproduzir e transferir imagens...... 9-14
Salvar imagens........................................................................9-14
Reproduzir imagens..............................................................9-15
Transferir imagens..................................................................9-16
‹‹Imprimir imagens.......................................... 9-17
Imprimir imagens...................................................................9-17
‹‹Modo SonoView............................................. 9-18
Modo de exame SonoView.................................................9-19
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Cine/Loop
As últimas imagens são salvas automaticamente na memória durante a varredura, em forma de cine ou
loop. As imagens salvas são úteis para diagnóstico de paciente e revisão.
As imagens salvas podem estar em Cine ou Loop, dependendo do modo de diagnóstico.
XX
Cine 2D: essas imagens são salvas em todos os modos, exceto no modo M e no modo espectral.
XX
Cine traço: as imagens salvas no modo M e no modo espectral.
[Figura 9.1 Cine]
Início e término de revisão da imagem
Durante a varredura, pressione o botão Congelar no painel de controle. A varredura é interrompida
e o equipamento muda para a tela do modo de revisão da imagem.
Pressione o botão Congelar novamente para voltar ao modo de varredura.
Como revisar imagens
Mova o cursor para Cine ou para a barra na área de informações do usuário para revisar uma
imagem. É possível pesquisar em imagens salvas movendo o cursor com o trackball. O número total
de imagens salvas e o número da imagem que está sendo revisada atualmente são mostrados perto
da barra.
9-3
Manual do usuário
„„
Seleção de Loop
Selecione uma imagem a ser executada, pressionando o botão Alterar no painel de controle.
O menu da tela de toque é alterado quando as imagens são revisadas.
[Figura 9.2 [Revisão de imagens - Tela de toque]
„„
Reprodução de cine
Toque em Reprodução de cine na tela de toque.Você pode interromper ou retomar a reprodução
de uma imagem pressionando o botão.
„„
Velocidade de cine
Use o botão Velocidade de cine na tela de toque para ajustar a velocidade de execução
automática do cine 2D ou do cine traço.A velocidade pode ser ajustada entre 6 e 300%.
NOTA: Para uma explicação sobre outros itens da tela de toque, consulte o modo básico no
Capítulo 7, Modo de diagnóstico.
Revisão de imagens no Modo multi-imagem
Apenas imagens em uma área ativa podem ser revisadas. Para revisar imagens em uma outra área,
altere a área ativa usando o botão Duplo ou Quádruplo no painel de controle.
9-4
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Anotação de imagens
Anotação
Insira ou exiba o texto, seta ou Marc corpo em uma imagem. Essa função é útil para diferenciar ou
marcar uma área de diagnóstico.
Início do modo de anotação
Pressione o botão Anotação no painel de controle. Selecione o texto ou a seta.
[Figura 9.3 Modo de anotação]
Digitação de texto
Pressione o botão Anotação no painel de controle e digite o texto diretamente pelo teclado ou
selecione um texto predefinido na tela de toque.
É possível mover o cursor usando o trackball ou as teclas de seta no teclado.
9-5
Manual do usuário
Modo de texto no menu de programação
[Figura 9.4 Teclado na tela]
„„
Alteração da aplicação
Toque na tela de toque ou use o botão giratório para alterar a aplicação. A lista de texto mudará,
dependendo da aplicação selecionada.
„„
Seta
Você pode inserir uma seta sobre uma imagem.
„„
Teclado
Toque no botão
na tela de toque para exibe o teclado na tela de toque.
„„
Excluir último
Apagar o texto digitado por último. Como segunda opção, use a tecla Anotação no teclado.
„„
Excluir todas as palavras
Todo o texto digitado é apagado.
NOTA: Selecionar Configuração > Anotação > Biblioteca permite salvar a página inteira. Para
obter uma descrição mais detalhada, consulte o Capítulo 3, Utilitários.
„„
Início
Ao tocar em Início na tela de toque, o cursor se move para a posição definida com o botão
Armazenar Posição de Entrada.
9-6
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
„„
Armazenar Posição de Entrada
Define a posição inicial do cursor quando o modo de anotação é iniciado. Coloque o cursor na tela
e toque em Armazenar Posição de Entrada na tela de toque.
NOTA: Isso pode ser usado nos modos de paciente e SonoView.
„„
Tamanho da fonte
Selecione o tamanho da fonte a ser usada. Selecione um valor entre 8 e 72 tocando na tela de
toque ou usando o botão.
Exclusão de texto
Pressione o botão Excluir no painel de controle. Todo o texto inserido na tela será excluído.
Sair do modo de texto
Pressione o botão Sair no painel de controle ou toque no botão Sair na tela de toque.
9-7
Manual do usuário
Modo de seta
Você pode inserir uma seta sobre uma imagem. Essa função é útil para diferenciar ou marcar uma
área de diagnóstico. É possível inserir até 100 setas.
[Figura 9.5 Modo de seta]
Inserção de seta
1. Pressione o botão Anotação no painel de controle e pressione o botão Seta para mudar para o
modo de entrada. Como segunda opção, pressione Seta no teclado.
2. Use o botão giratório Tipo de seta para selecionar o tipo de seta desejado.
3. Mover a seta até a posição desejada, usando o trackball.
4. Para ajustar o tamanho da seta, use o botão giratório Tamanho da seta.
5. Para ajustar o ângulo de rotação da seta, use o botão giratório Girar seta.
6. Pressione o botão Confirmar para encerrar. Pressione Sair para cancelar.
Dicas!
9-8
Botão seta e apontador
A função da seta não funciona no modo de anotações.
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Exclusão de setas
Pressione o botão Excluir no painel de controle para que todas as setas exibidas na tela sejam
excluídas.
Toque em Excluir último na tela de toque para excluir somente a última seta inserida.
Saída do modo de seta
Toque em Sair na tela de toque.
9-9
Manual do usuário
Marc corpo
Insere um Marc corpo sobre uma imagem. Essa função é útil para diferenciar ou marcar uma área de
diagnóstico.
Inserção do modo de Marc corpo
Ao pressionar o botão Marc corpo no painel de controle, o modo de entrada Marc corpo será
iniciado e aparecerão marcadores de corpo na tela de toque.
[Figura 9.6 Modo de Marc corpo]
Inserção de marcadores de corpo
1. Os marcadores de corpo aparecerão na tela de toque.
XX
A lista de marcadores de corpo exibida na tela de toque variará de acordo com a aplicação
selecionada.
XX
São exibidos na tela, no máximo, 20 marcadores de corpo a qualquer momento. Se o número
de marcadores de corpo fornecidos ultrapassar 20, use o botão > na tela de toque para navegar
pelas páginas.
2. Toque no botão na tela de toque referente ao Marc corpo desejado. O Marc corpo será exibido na
imagem.
3. Posicione o cursor do transdutor no Marc corpo usando o trackball.
9-10
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
4. Use o botão giratório Girar transdutor para ajustar o ângulo do cursor do transdutor.
5. Para finalizar a inserção do Marc corpo, pressione o botão Confirmar ou Exit (Sair) no painel de
controle. Para cancelar, pressione o botão Excluir no painel de controle.
Alteração da posição do Marc corpo
1. Pressione o botão Mover marcador no painel de controle ou toque no botão Mover marcador na
tela de toque.
2. Mova o Marc corpo até a posição desejada usando o trackball.
3. Pressione o botão Confirmar no painel de controle novamente para confirmar a nova posição.
Exclusão de Marc corpo
Pressione o botão Excluir no painel de controle.
Sair do modo de Marc corpo
Pressione o botão Sair no painel de controle ou toque no botão Sair na tela de toque.
NOTA: Você pode definir a biblioteca de marcadores de corpo em Configuração >Marc corpo.
Para obter uma descrição mais detalhada, consulte o Capítulo 3, Utilitários.
9-11
Manual do usuário
Dicas!
e-Motion Marker (opcional)
Se você usar o e-Motion Marker, que é um recurso opcional deste equipamento, será possível
executar o e-Motion Marker pressionando o botão Marc corpo no painel de controle. O e-Motion
Marker apresenta na tela a direção do plano do feixe do transdutor.
AVISO:
XX
O e-Motion Marker apresenta informações de referência para auxiliar no
diagnóstico.Ele não oferece gráficos numéricos ou diagnósticos finais.
XX
O e-Motion Marker exibe as direções relativas de um plano de feixe.A direção
exibida pode ser diferente da direção atual do transdutor devido a erros
acumulados. Por isso, pressione o botão Inicializar para inicializar a posição
antes de começar a usar o e-Motion Marker.
NOTA:
XX
O e-Motion Marker pode ser usado somente nas seguintes condições:
−− Transdutor: EVN4-9
−− Aplicação: Ginecologia
−− Ajuste: Útero
XX
Assegure-se de consultar o guia de instalação que acompanha o pacote do
e-Motion Marker antes da instalação do e-Motion Marker.
XX
Como usar a e-Motion Marker. Pressione os botões e-Motion Marker para usar as suas
funções atribuídas previamente.
1: Se pressionado brevemente, o botão Inicializar inicia o sensor do e-Motion Marker.Pressionar
o botão por três segundos ou mais iniciará o modo de calibração. Pressionar o botão por três
segundos ou mais uma segunda vez finalizará o modo de calibração. O usuário não deve atribuir
outra função a este botão.
NOTA:
XX
Como a intensidade do campo magnético varia de acordo com a latitude
do local, é necessário realizar uma calibração do sensor pelo menos uma vez
quando o equipamento for usado pela primeira vez.
XX
Verifique as configurações de calibração do sensor no guia de instalação.
2~4: Podem ser atribuídas funções a esses botões, conforme desejado pelo usuário. Vá para
Configuração > Marc corpo > Marc corpo > e-Motion Marker para atribuir uma função a cada
botão. Para obter informações sobre a configuração do Marc corpo, consulte o Capítulo 3,
Utilitários.
9-12
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Dicas!
1
2
3
4
[Figura 9.7 e-Motion Marker]
[Figura 9.8 Tela do e-Motion Marker]
AVISO:
XX
A parte dos circuitos do e-Motion Marker contém um sensor.Não a deixe
cair ou ser submetida a outras formas de impacto mecânico. O desempenho
pode ser prejudicado e podem ocorrer danos ao exterior tais como quebras
ou trincas.
XX
O e-Motion Marker satisfaz a classificação IPX 7. No entanto, não limpe ou
esterelize o transdutor enquanto o e-Motion Marker estiver instalado.
XX
Não use o e-Motion Marker próximo de objetos metálicos, objetos
magnéticos ou equipamentos que tenham corrente elétrica elevada pois
podem afetar o sensor magnético e causar mau funcionamento.
9-13
Manual do usuário
Salvar, reproduzir e transferir
imagens
Salvar imagens
AVISO: Você deve sempre inserir o ID do paciente porque todas as imagens são salvas de acordo
com esse ID. A não inserção da ID do paciente pode resultar em perda e/ou erros críticos em
imagens salvas anteriormente.
As imagens salvas são exibidas na área de miniaturas.
Salvar imagem
Se não houver nenhuma informação de paciente inserida, uma Auto ID será criada e salva. As
imagens salvas podem ser editadas e gerenciadas com o modo SonoView.
Salvar (só imagem ou clipe)
Para salvar, use os botões Armazenar, S1, S2, S3 da função de armazenagem de clipe.Para uma
descrição detalhada da configuração de Armazenagem de clipe, consulte o Capítulo 3, Utilitários.
Somente no modo 2D tempo real ou modo tempo real duplo a área ativa de Cine será salva.
XX
Quando congelado, especifique o intervalo da imagem que você deseja salvar usando
o trackball ou o botão Iniciar corte, concluir corte na tela de toque e depois toque em
Armazenar para salvar a imagem Cine.
XX
O modo em tempo real atua como mostrado abaixo, de acordo com as configurações. Para
obter informações sobre as configurações, consulte o Capítulo 3, Configurações.
Se a informação do paciente não existir, salvar Cine no modo congelar criará uma Auto ID para
salvamento.
Se todos os quadros forem salvos no modo de tempo real, o processo de gravação será encerrado
automaticamente, de acordo com o tempo predefinido.
As imagens salvas são adicionadas à lista de miniaturas à direita na tela.
9-14
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Reproduzir imagens
Você pode reproduzir as imagens salvas nos modo SonoView e no de diagnóstico.
Reprodução de imagens no SonoView
NOTA: Consulte SonoView, neste capítulo.
Visualização de imagens no modo de diagnóstico
Use o botão Apontador no painel de controle. Observe que essa função está disponível somente
quando há imagens salvas na lista de miniaturas. Pressione o botão Apontador e o cursor aparecerá
na tela.
9-15
Manual do usuário
Transferir imagens
O H60 permite a transferência de imagens para um equipamento PACS que suporte DICOM. É possível
transferir todas as imagens salvas automaticamente ou selecionar a imagem desejada e transferi-la
manualmente. Para obter informações sobre as configurações do servidor DICOM e as operações de
DICOM, consulte "Configurações de conectividade" no Capítulo 3, Utilitários.
Transferir imagens no modo de diagnóstico
É possível transferir imagens automaticamente. As imagens são transferidas pelo uso do método de
transmissão de armazenagem em Configuração > Conectivid. > DICOM. Consulte "Configurações
de conectividade" no Capítulo 3, Utilitários, deste manual.
Transferir imagens no SonoView
É possível transferir imagens manualmente. Estão disponíveis os dois métodos a seguir:
„„
Envio do exame
Envia todas as imagens de um exame.
1. Selecione um exame na lista de exames.
2. Clique no botão Enviar no lado esquerdo da tela. Todas as imagens do exame selecionado serão
enviadas.
„„
Envio de imagens selecionadas
Selecione a imagem desejada entre as imagens de um exame e a envie.
1. Selecione a imagem na tela SonoView.
2. Clique no botão Enviar no lado esquerdo da tela. As imagens selecionadas serão enviadas.
9-16
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Imprimir imagens
NOTA: Configure as funções de impressão em Configuração > Periféricos > Teclas
Customizadas antes do uso.
Imprimir imagens
Pressione os botões Armazenar, S1, S2 e S3 no painel de controle. As imagens são impressas por uma
vídeo Printer. Para obter informações sobre como configurar uma impressora, consulte o Capítulo 3,
Utilitários.
9-17
Manual do usuário
Modo SonoView
Este é o programa de gerenciamento de imagens integrado no H60. Ele permite salvar/arquivar
imagens, pré-visualizar, excluir e exportar arquivos para um PC padrão.
Os tipos de arquivo de imagem usados nesse equipamento seguem o padrão internacional DICOM
(Digital Imaging and Communication in Medicine ou comunicação de imagens digitais em medicina).
Como resultado, o PACS (Picture Archiving Communication System ou equipamento de comunicação e
arquivamento de imagens) pode ser implementado, sendo fácil trocar arquivos de imagem com outros
hospitais ou equipamentos.
Esse equipamento oferece suporte para o formato de arquivo bitmap (.bmp), que costuma ser usado
em PCs padrão, garantindo uma troca mais fácil de dados de imagem.
Iniciar o modo SonoView
Pressione o botão SonoView no painel de controle. Isso abrirá a tela SonoView.
Se houver imagens salvas disponíveis para o exame atual, as informações e as imagens salvas do
exame serão exibidas durante a inicialização do modo SonoView.
AVISO:
Antes de salvar imagens ou usar o modo SonoView, é necessário registrar as informações do
paciente.
Todas as informações do diagnóstico no equipamento são salvas e gerenciadas para cada ID do
paciente. Assim, salvar imagens sem a inserção da ID do paciente pode resultar em perda de e/ou
erros críticos nas imagens salvas anteriormente.
9-18
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Modo de exame SonoView
Pressione o botão SonoView no painel de controle.
No modo de exame SonoView, você poderá rever o exame atual ou exames salvos.
[Figura 9.9 Modo de exame]
[Figura 9.10 Modo de exame - Tela de toque]
9-19
Manual do usuário
Tela do modo SonoView
Você pode rever o exame selecionado na lista de exames.
Rolagem de imagem
A imagem da página seguinte ou da página anterior será exibida na tela. Use girando o botão
giratório Página na tela de toque. Gire o botão para a esquerda para exibir a imagem da página
anterior ou gire para a direita para exibir a imagem da página seguinte.
No entanto, esse botão não poderá ser usado quando o número de exames salvos for menor que o
número de imagens que aparecem em uma página no layout atual.
Seleção de imagem
Use o trackball e o botão Confirmar para selecionar uma imagem da lista de miniaturas.A imagem
selecionada é destacada em amarelo na lista. Selecione um local na tela onde a imagem deve ser
exibida, e a imagem selecionada aparecerá.
Roda de rolagem
A imagem da página seguinte ou da página anterior é exibida na lista de miniaturas.
Toque no botão Roda de rolagem e use o botão giratório na tela de toque. Girar o botão para a
esquerda exibe as imagens da página anterior na lista de miniaturas. Girar o botão para a direita
exibe as imagens da página seguinte na lista de miniaturas.
„„
Mostrar na área de imagens
As imagens armazenadas para um exame serão exibidas na área de miniaturas no lado direito
da tela. Para rever uma imagem, clique duas vezes na imagem desejada que está na área de
miniatura.
XX
Se você desejar ir para a próxima página ou a página anterior na área de miniaturas, selecione o
ícone 1x1, 2x2 abaixo da área de miniatura para visualizar as imagens.
XX
As informações da imagem armazenada são exibidas na área de feedback.
NOTA: Somente dados de varredura podem ser carregados na área da imagem.
9-20
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
Sair do exame SonoView
Clique em Sair na tela.
Layouts
É possível ajustar o número de imagens exibidas na tela. Use o botão da tela de toque que
representa o layout. É possível comparar até o máximo de 9 imagens (3 x 3) ao mesmo tempo.
Os números mostrados na seção de layout indicam a coluna e a linha de uma imagem a ser exibida
na tela. Você pode alterar os números exibidos na seção layout para configurar vários layouts.
Exibição em tela cheia
Coloque o cursor sobre uma imagem e pressione duas vezes o botão Confirmar para exibir a
imagem na tela inteira.
Seleção de várias imagens
Use o trackball e o botão Confirmar para selecionar imagens. A imagem selecionada é destacada em
amarelo.
Seleção de todas as imagens
Toque no botão Selecionar Todas na tela de toque. Todas as imagens salvas para o exame atual são
selecionadas e destacadas em amarelo.
Cancelamento da seleção de todas as imagens
Toque no botão Cancelar Todas na tela de toque. Todas as imagens são desmarcadas e não estão
mais em destaque.
Revisão de imagens 3D
Se a imagem salva estiver em 3D, o Indicador 3D
será exibido na parte inferior da imagem.
Clique em 3D e a tela de visualização 3D será exibida, permitindo que você revise a imagem.
9-21
Manual do usuário
Reprodução de Cine
Toque em Reproduzir na tela de toque se a imagem salva for Cine. Você pode usar Reproduzir, Pausa
e Parar para avançar e retroceder a imagem.
Pesquisa de exame
Pressione Lista de exames. A tela Lista de exames é exibida.
Configure os critérios de pesquisa na parte superior da tela Lista de exames e pressione Pesquisar.
Os resultados da pesquisa serão exibidos na lista na tela.
ID do paciente, Nome, Idade, Aplicação, Data do Exame, Número de imagens salvas (Img), Tamanho
do arquivo (tamanho) e Descrição são exibidos na lista. Quando você pressiona um dos campos,
como o de ID do paciente e o de nome, os dados são classificados por ordem alfabética ou numérica
do campo selecionado.
É possível selecionar um exame na lista e examiná-lo, excluí-lo ou enviá-lo.
Consulte "Como imprimir imagens" e "Como transferir imagens via DICOM".
Impressão de imagens
1. Pressione o botão Imprimir. Será exibida a janela de impressão.
2. Selecione o tipo, a direção de impressão e as opções para a impressora.
3. Clique no botão Imprimir para imprimir a imagem. Clique em Fechar para cancelar.
Dicas!
O cancelamento de um trabalho de impressão está em progresso
Para cancelar um trabalho de impressão em progresso, use Configuração > Periféricos > Periféricos
> Impressora > Fila de impressoras. Selecione a impressora com o trabalho de impressão que você
deseja cancelar e pressione o botão Limpar fila de impressões. Para mais informações, consulte o
Capítulo 3, Utilitários, neste manual.
NOTA: Impressora térmica estiver selecionada, as funções de incluir cabeçalho e incluir números de
página estarão inativos e os cabeçalhos e números de página não serão impressos nas páginas.
9-22
Capítulo 9 Gerenciamento de imagens
[Figura 9.11 Impressão de imagem]
Transferência de imagens via DICOM
Transfira a imagem selecionada e os dados de medida via DICOM. O ícone só será habilitado quando
uma imagem for selecionada. O ícone será desabilitado em um equipamento no qual o DICOM não
estiver habilitado.
1. Selecione uma imagem e clique no botão Enviar na tela. A janela DICOM Storage será exibida.
2. Pressione o botão Transferir para transferir a imagem selecionada para o servidor DICOM.Clique
em Fechar para cancelar.
[Figura 9.12 Armazenagem DICOM]
9-23
Manual do usuário
Transferência de imagens
NOTA: A transferência de imagem não será executada se houver espaços no nome do arquivo ou
diretório.
1. Pressione o botão Exportar. A janela Exportar abrirá.
2. Especifique vários parâmetros, como diretório, unidade, nome do arquivo e formato do arquivo.
XX
Marque a caixa de seleção Criar pastas do paciente para criar automaticamente pastas usando
informações do paciente.
XX
Se a caixa de seleção Ocultar informações de paciente estiver selecionada, a informação não
será exibida.
XX
É possível selecionar Baixa, Média ou Alta para a qualidade da imagem.
3. Clique no botão Exportar para iniciar uma transferência.Clique no botão Fechar para cancelar.
[Figura 9.13 Exportar imagem]
Exclusão de imagens
Pressione no botão Excluir. Pressione OK para excluir a imagem selecionada.
Saída do SonoView
Clique no botão Sair da tela. Também é possível pressionar o botão SonoView ou Sair no painel de
controle para sair do modo SonoView.
9-24
SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
H60
Manual de Referência
SAMSUNG MEDISON
EQUIPAMENTO DE DIAGNÓSTICO POR ULTRASSOM
Version 2.00
H60
Manual de Referência
Português
Índice
PART 1. OB REFERENCE
OB REFERENCE
8
Gestational Age Formula and Table List
8
ABDOMINAL CIRCUMFERENCE (AC)
ASUM8
CFEF9
CHITTY10
CHITTY_DERIVED10
HADLOCK11
HANSMANN11
JEANTY12
JOHNSEN12
JSUM13
KURMANAVICIUS14
MERZ14
NICOLAIDES17
SHINOZUKA17
TOKYO18
BIPARIETAL DIAMETER (BPD)
ASUM19
CFEF20
CHITTY_OI21
CHITTY_OO22
HADLOCK24
HANSMANN24
JEANTY26
JOHNSEN27
JSUM27
KURMANAVICIUS29
KURTZ29
MERZ30
NICOLAIDES32
OSAKA33
REMPEN37
SABBAGHA37
SHINOZUKA38
TOKYO39
CROWN-RUMP LENGTH (CRL)
ASUM41
HADLOCK42
HANSMANN43
JSUM45
NELSON46
OSAKA46
REMPEN47
ROBINSON47
SHINOZUKA48
TOKYO49
FIBULA LENGTH (FIB)
JEANTY50
FEMUR LENGTH (FL)
ASUM50
CFEF51
CHITTY52
HADLOCK53
HANSMANN54
HOHLER54
JEANTY54
JOHNSEN55
JSUM56
KURMANAVICIUS57
Manual de Referência 2
MERZ57
NICOLAIDES59
OSAKA59
SHINOZUKA63
TOKYO64
ANTERIOR POSTERIOR THORACIC DIAMETER (APTD)
HANSMANN66
ANTERIOR POSTERIOR THORACIC DIAMETER (APTD) AND
THORAX TRANSVERSE DIAMETER (TTD)
SHINOZUKA67
ANTERIOR POSTERIOR THORACIC DIAMETER (APTD) AND
THORAX TRANSVERSE DIAMETER (TTD) (AXT)
TOKYO68
GESTATIONAL SAC (GS)
HANSMANN70
HELLMAN71
REMPEN71
TOKYO72
OCCIPITAL FRONTAL DIAMETER (OFD)
ASUM73
HANSMANN74
KURMANAVICIUS75
NICOLAIDES75
OUTER OCULAR DISTANCE (OOD)
JEANTY76
HUMERUS (HL)
ASUM77
JEANTY78
MERZ79
OSAKA80
TIBIA (TIB)
JEANTY83
MERZ85
THORAX TRANSVERSE DIAMETER (TTD)
HANSMANN86
CEREBELLUM (CEREB)
CHITTY87
GOLDSTEIN87
HILL88
NICOLAIDES88
ULNA
JEANTY88
MERZ90
HEAD CIRCUMFERENCE (HC)
ASUM90
CFEF91
CHITTY92
CHITTY_DERIVED93
HADLOCK94
HANSMANN94
JOHNSEN95
KURMANAVICIUS96
MERZ97
NICOLAIDES99
HEAD CIRCUMFERENCE (HC_DIV_AC)
CAMPBELL100
Manual de Referência 3
FETAL TRUNK CROSS-SECTIONAL AREA (FTA)
OSAKA100
CLAVICLE (CLAV)
YARKONI104
RADIUS LENGTH (RAD)
JEANTY104
MERZ105
MIDDLE ABDOMINAL DIAMETER (MAD)
EIK_NES105
KURMANAVICIUS107
MID CEREBRAL ARTERY (MCA)-RESISTANCE INDEX (RI)
SHINOZUKA107
JSUM107
KURMANAVICIUS108
MID CEREBRAL ARTERY (MCA)-PULSATILITY INDEX (PI)
SHINOZUKA108
JSUM109
UMBILICAL ARTERY (UMA)-RESISTANCE INDEX (RI)
SHINOZUKA109
JSUM110
KURMANAVICIUS110
UMBILICAL ARTERY (UMA)-PULSATILITY INDEX (PI)
SHINOZUKA111
JSUM111
RIZZO112
TRANSVERSE ABDOMINAL DIAMETER (TAD)
CFEF112
THORACIC CIRCUMFERENCE (THC)
CHITIKARA113
LENGTH OF VERTEBRA (LV)
TOKYO114
CISTERNA MAGNA DIAMETER (CM)
NICOLAIDES116
AMNIOTIC FLUID INDEX (AFI)
MOORE116
NASAL BONE LENGTH (NB)
SONEK117
UTERINE ARTERY. -RESISTANCE INDEX
KURMANAVICIUS117
UTERINE ARTERY-RESISTANCE INDEX (RI)
BAHLMANN118
UTERINE ARTERY-PULSATILITY INDEX (PI)
BAHLMANN118
DUCTUS VENOSUS - PULSATILITY INDEX (PI)
Kessler119
Manual de Referência 4
Fetal Ratio Reference
119
FEMUR LENGTH/HEAD CIRCUMFERENCE (FL/HC)
HADLOCK119
FEMUR LENGTH/FOOT LENGTH (FL/FOOT)
CAMPBELL120
BPD/OFD (CEPHLIC INDEX)
HADLOCK120
FEMUR LENGTH/ABDOMINAL CIRCUMFERENCE (FL/AC)
HADLOCK120
FEMUR LENGTH/BIPARIETAL DIAMETER (FL/BPD)
HOHLER120
THORACIC CIRCUMFERENCE/ABDOMINAL
CIRCUMFERENC (THC/AC)
Estimate Fetal Weight Formula/Algorithm 121
METHOD USING
AC)121
AC, BPD
122
AC, FL
122
BPD, AC, FL
123
HC, AC, FL
123
BPD, HC, AC, FL
124
BPD, TTD
124
AC, BPD
124
BPD, FTA, FL
125
AC, BPD
125
BPD, APTD, TTD, SL
125
BPD, AC, FL
126
BPD, APTD, TTD, FL
126
BPD, APTD, TTD, FL
126
Estimated Fetal Weight Growth Reference
126
CHITKARA120
HEAD CIRCUMFERENCE/ABDOMINAL CIRCUMFERENC
(HC/AC)
CAMPBELL120
LATERAL VENTRICULAR WIDTH (LAT VENT) /
HEMISPHERIC WIDTH (HW)
JOHNSEN121
ESTIMATE FETAL WEIGHT (EFW)
BRENNER126
DOUBILET127
HADLOCK127
HANSMANN128
JOHNSEN129
JSUM129
OSAKA130
SHINOZUKA133
TOKYO134
WILLIAMS136
YARKONI137
Manual de Referência 5
PART 2. UROLOGY REFERENCE
UROLOGY REFERENCE
138
138
Resistivity Index
138
Pulsatility Index
138
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
138
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
138
Pressure Gradient
138
Volume Flow (Area)
138
Volume Flow (Dist.)
138
Prostate Vloume (3 Distances)
138
Prostate Vloume (3 Distances x Factor)
138
Prostate Vloume (Ellipsoid)
138
Prostate Vloume (Sum of 20 Disks)
139
Prostate Spec. Antigen
139
Residual Volume
139
%STA139
%STD139
Fetal HR
139
FETAL HEART REFERENCE
Stroke Volume (SV)
Cardiac Output (CO)
Ejection Fraction (EF)
LV Vol. d (LV Volume Diastolic)
LV Vol. s (LV Volume Systolic)
LV Mass
Fractional Shortening of Left Ventricle Internal diameter
Resistivity Index
Pulsatility Index
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Preload Index
139
139
139
139
139
140
140
140
140
140
140
140
140
VASCULAR REFERENCE
141
Carotid, UE Artery, UE Vein, LE Artery, LE Vein
141
Resistivity Index
141
Pulsatility Index
141
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
141
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
141
Pressure Gradient
141
%STA141
%STD141
Volume Flow (Area)
141
Volume Flow (Dist.)
141
GYNECOLOGY REFERENCE
142
ABDOMEN REFERENCE
143
Resistivity Index
142
Pulsatility Index
142
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
142
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
142
Pressure Gradient
142
%STA142
%STD142
Volume Flow (Area)
142
Volume Flow (Dist.)
142
Resistivity Index
143
Pulsatility Index
143
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
143
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
143
Pressure Gradient
143
%STA143
%STD143
Manual de Referência 6
Volume Flow (Area)
Volume Flow (Dist.)
Vol. Vol. Index
143
143
143
143
SMALL PART REFERENCE
144
Thyroid, Breast, Testis, Superficial
144
Resistivity Index
144
Pulsatility Index
144
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
144
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
144
Pressure Gradient
144
%STA144
%STD144
Volume Flow (Area)
144
Volume Flow (Dist.)
144
Mass Vol.
144
CARDIOLOGY REFERENCE
145
Cardiology 2D
145
BSA (Body Surface Area)
LV. Ventricle (2D)
LV Vol. d (LV Volume Diastolic)
LV Vol. s (LV Volume Systolic)
Stroke Volume (SV)
Stroke Volume Index (SI)
Cardiac Output (CO)
Cardiac Index (CI)
Ejection Fraction (EF)
145
145
145
146
146
146
146
146
146
Fraction Shortening (%FS)
LV Mass
LV Mass Index
LV Vol. (MOD, Method Of Disk)
LV Vol. (A/L)
LV Vol. (Bullet)
LV Mass
LA Vol. (Left Atrium Volume)
RA Vol. (Right Atrium Volume)
LVOT Area
RVOT Area
Mitral Valve (MV) Area Tricuspid Valve (TV) Area
Aorta Diameter
Cardiology M mode
146
146
146
147
147
147
148
149
149
150
150
150
150
150
151
Left Ventricle
151
LV Mass
151
LV Mass Index
151
Right Ventricle 151
MV (Mitral Valve)
152
Ao/LA152
Area 153
Cardiology C mode
AV Regurg (AR), MV Regurg (MR), TV Regurg (TR)
Cardiology Doppler
153
153
155
LVOT, RVOT, Aortic Valve, Mitral Valve, Tricuspid Valve, Pulmonic Valve155
Pulmonic Veins, Hepatic Veins
157
QP : QS = Pulmonic CO / Sysemic CO
157
Velocity Circumferential Fiber Shortening (Circ / Sec)
157
Propagation Velocity (Vp)
157
Manual de Referência 7
PART 3. TABELAS DE SAÍDA ACÚSTICA
Tabelas FDA
TABELAS DE SAÍDA ACÚSTICA
158
Tabelas IEC 60601-2-37
158
Símbolos e definições
158
Notas explicativas
159
CS1-4160
C2-8161
CA1-7AD163
CA2-8AD164
CF2-8166
CF4-9167
CV1-8AD169
L5-13170
LA3-14AD172
LF5-13173
ER4-9175
EVN4-9176
PE2-4178
SP3-8180
V5-9182
VR5-9183
VE4-8185
3D2-6186
3D4-9188
CW2.0189
CW4.0190
DP2B190
191
Símbolos e definições
191
Notas explicativas
192
CS1-4193
C2-8194
CA1-7AD196
CA2-8AD197
CF2-8199
CF4-9200
CV1-8AD202
L5-13203
LA3-14AD205
LF5-13206
ER4-9208
EVN4-9209
PE2-4211
SP3-8213
V5-9215
VR5-9216
VE4-8218
3D2-6219
3D4-9221
CW2.0222
CW4.0223
DP2B223
Tabela de temperaturas do transdutor
224
Manual de Referência 8
OB Reference
Gestational Age Formula and Table List
Abdominal Circumference (AC) : ASUM
GA Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population”, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open.home.htm
Lower
(day)
Mean
(day)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
18.6
151.0
161.0
171.0
10.0
35.6
245.0
273.0
301.0
28.0
20.1
158.0
168.0
178.0
10.0
36.2
252.0
280.0
308.0
28.0
36.7
259.0
287.0
315.0
28.0
21.2
165.0
175.0
185.0
10.0
22.3
168.0
182.0
196.0
14.0
Fetal Growth Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open.home.htm
Date: December 2003
Meas
(cm)
Meas
(cm)
Date: December 2003
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
11
4.200
5.200
6.200
27
20.500
23.000
25.500
5.2
70.0
77.0
84.0
7.0
23.0
175.0
189.0
203.0
14.0
6.3
77.0
84.0
91.0
7.0
24.2
182.0
196.0
210.0
14.0
7.4
84.0
91.0
98.0
7.0
25.9
189.0
203.0
217.0
14.0
8.4
91.0
98.0
105.0
7.0
26.2
196.0
210.0
224.0
14.0
9.6
98.0
105.0
112.0
7.0
27.2
196.0
217.0
238.0
21.0
10.6
105.0
112.0
119.0
7.0
28.3
203.0
224.0
245.0
21.0
12.0
112.0
119.0
126.0
7.0
29.4
210.0
231.0
252.0
21.0
17
10.500
12.000
13.500
33
26.400
29.400
32.400
13.1
116.0
126.0
136.0
10.0
30.5
217.0
238.0
259.0
21.0
18
11.600
13.100
14.600
34
27.500
30.500
33.500
14.0
123.0
133.0
143.0
10.0
31.5
224.0
245.0
266.0
21.0
19
12.500
14.000
15.500
35
28.500
31.500
34.500
15.1
130.0
140.0
150.0
10.0
32.5
224.0
252.0
280.0
28.0
20
13.600
15.100
16.600
36
29.000
32.500
36.000
12
5.300
6.300
7.300
28
21.700
24.200
26.700
13
6.400
7.400
8.400
29
23.400
25.900
28.400
14
7.400
8.400
9.400
30
23.700
26.200
28.700
15
8.600
9.600
10.600
31
24.200
27.200
30.200
16
9.600
10.600
11.600
32
25.300
28.300
31.300
16.4
137.0
147.0
157.0
10.0
33.3
231.0
259.0
287.0
28.0
21
14.400
16.400
18.400
37
29.800
33.300
36.800
17.6
144.0
154.0
164.0
10.0
34.2
238.0
266.0
294.0
28.0
22
15.600
17.600
19.600
38
30.700
34.200
37.700
Manual de Referência 9
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
23
16.600
18.600
20.600
39
32.100
35.600
39.100
24
18.100
20.100
22.100
40
32.700
36.200
39.700
25
19.200
21.200
23.200
41
33.200
36.700
40.200
26
19.800
22.300
24.800
Abdominal Circumference (AC) : CFEF
Fetal Growth Table
Créquat, J., Duyme, M., Brodaty, G., “Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
15
16
80.700
95.000
108.800
28
206.200
234.400
262.600
91.300
106.400
121.600
29
214.700
244.000
273.300
17
101.700
118.000
134.000
30
223.200
253.600
283.700
18
111.800
129.200
146.600
31
231.600
263.000
294.400
GA Table
19
122.000
140.400
158.800
32
239.700
272.200
304.600
Créquat, J., Duyme, M., Brodaty, G., “Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol.Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
20
132.000
151.400
171.000
33
247.800
281.200
314.800
21
141.600
162.300
183.000
34
255.600
290.200
324.800
22
151.400
173.000
194.700
35
263.200
298.800
334.500
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
23
160.900
183.600
206.300
36
271.000
307.400
344.300
95.0
105.0
194.0
168.0
281.2
231.0
24
170.200
194.000
218.000
37
278.300
316.000
353.800
106.4
112.0
204.4
175.0
290.2
238.0
25
179.300
204.400
229.300
38
285.600
324.700
363.000
118.0
119.0
214.5
182.0
298.8
245.0
26
188.400
214.500
240.600
39
292.700
332.400
372.200
129.2
126.0
224.5
189.0
307.4
252.0
27
197.300
224.500
251.600
40
298.000
339.000
380.000
140.4
133.0
234.4
196.0
316.0
259.0
151.4
140.0
244.0
203.0
324.7
266.0
162.3
147.0
253.6
210.0
332.4
273.0
173.0
154.0
263.0
217.0
339.0
280.0
183.6
161.0
272.2
224.0
Manual de Referência 10
Abdominal Circumference (AC) : CHITTY
Abdominal Circumference (AC) : CHITTY_DERIVED
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Chitty, L.S., Altman, D.G., Henderson, A., Campbell,S., “Charts of fetal size: 3. Abdominal
measurements“, Br.J.Obstet.Gynaecol. Vol. 101 No. 2, 1994, pages 125-131
Chitty, L.S., Altman, D.G., Henderson, A., Campbell, S., “Charts of fetal size: 3. Abdominal
measurements“, Br.J.Obstet.Gynaecol. Vol. 101 No. 2, 1994, pages 125-131
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
12
4.770
5.890
7.020
28
21.410
23.910
26.410
12
49.000
55.800
62.600
28
207.900
230.600
253.200
13
5.870
7.090
8.300
29
22.360
24.940
27.530
13
59.600
67.400
75.200
29
216.900
240.500
264.200
14
6.970
8.270
9.570
30
23.290
25.960
28.630
14
70.100
78.900
87.700
30
225.800
250.400
275.000
15
8.060
9.450
10.830
31
24.200
26.960
29.720
15
80.500
90.300
100.100
31
234.500
260.100
285.700
16
9.150
10.620
12.090
32
25.100
27.950
30.800
16
90.900
101.600
112.400
32
243.100
269.700
296.300
17
10.220
11.780
13.330
33
25.990
28.920
31.850
17
101.100
112.900
124.700
33
251.500
279.100
306.700
18
11.290
12.930
14.570
34
26.860
29.880
32.900
18
111.300
124.100
136.900
34
259.800
288.400
317.000
19
12.350
14.080
15.810
35
27.710
30.820
33.920
19
121.500
135.200
149.000
35
267.900
297.500
327.000
20
13.400
15.210
17.030
36
28.550
31.740
34.930
20
131.500
146.200
161.000
36
275.800
306.400
337.000
21
14.440
16.340
18.240
37
29.370
32.640
35.920
21
141.400
157.100
172.900
37
283.600
315.100
346.700
22
15.470
17.460
19.440
38
30.170
33.530
36.890
22
151.300
168.000
184.700
38
291.200
323.700
356.300
23
16.490
18.560
20.630
39
30.950
34.400
37.850
23
161.000
178.700
196.400
39
298.600
332.100
365.700
24
17.500
19.660
21.810
40
31.720
35.250
38.780
24
170.600
189.300
208.000
40
305.800
340.400
374.900
25
18.500
20.740
22.980
41
32.460
36.080
39.700
25
180.100
199.800
219.500
41
312.900
348.400
383.900
26
19.480
21.810
24.140
42
33.180
36.890
40.600
26
189.500
210.200
230.800
42
319.700
356.200
392.700
27
20.450
22.870
25.280
27
198.800
220.400
242.100
Manual de Referência 11
Abdominal Circumference (AC) : HADLOCK
Abdominal Circumference (AC) : HANSMANN
GA Table
GA Table
“Hadlock,F.P., Deter,R.L., Harrist,R.B., Park,S.K.,“ Estimating fetal age: computer-assisted
analysis of multiple fetal growth parameters“, Radiology Vol. 152 No. 2, 1984, pages 497-501“
“Hansmann, Hackelöer, Staudach, “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and Gynecology“
Springer - Verlag, New York, 1986, p.431.“
GA = 8.14 + 0.753 × AC + 0.0036 × (AC2)
Output Unit: w (weeks)
Input Unit: cm
Min Range: 5cm
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
5.3
84.0
15.5
154.0
24.9
224.0
6.3
91.0
16.5
161.0
25.8
231.0
7.5
98.0
17.3
168.0
26.8
238.0
8.5
105.0
18.3
175.0
27.7
245.0
Fetal Growth Table
9.7
112.0
19.1
182.0
28.7
252.0
Hadlock F.P., Deter R.L., Harrist R.B., Park S.K. “Estimating Fetal Age: Computer-Assisted
Analysis of Multiple Fetal Growth Parameters“ Radiology 1984; 152: 497-501
10.7
119.0
20.2
189.0
29.6
259.0
11.6
126.0
21.1
196.0
30.6
266.0
AC = -13.3 + 1.61 × {GA} - 0.00998 × {GA}2
12.6
133.0
22.2
203.0
31.5
273.0
13.5
140.0
23.0
210.0
32.0
280.0
14.5
147.0
24.0
217.0
Max Range: 38cm
Output Unit : cm
Input Unit: w (week)
Min Range: 12w
Max Range: 40w
Manual de Referência 12
Abdominal Circumference (AC) : JEANTY
Abdominal Circumference (AC) : JOHNSEN
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F. “Normal Growth of the Abdominal Perimeter“ American
Journal of Perinatology; Volume1; Number 2; January 1984; pages 129-135
Johnsen SL, Rasmussen S, Sollien R, Kiserud T, Acta Obstet Gynecol Scand, 2005; 84: 725-733
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
70
31.000
37.000
44.000
182
203.000
219.000
236.000
77
41.000
47.000
55.000
189
213.000
230.000
248.000
24.800
84
51.000
58.000
67.000
196
223.000
240.000
259.000
23.500
25.700
91
61.000
69.000
79.000
203
233.000
251.000
270.000
22.200
24.400
26.700
98
72.000
81.000
91.000
210
243.000
261.000
281.000
31
23.100
25.400
27.600
105
83.000
93.000
103.000
217
252.000
272.000
292.000
13.100
32
24.000
26.200
28.500
112
94.000
104.000
116.000
224
262.000
282.000
303.000
11.900
14.200
33
24.800
27.100
29.300
119
105.000
116.000
128.000
231
271.000
292.000
314.000
10.800
13.000
15.200
34
25.600
27.900
30.100
126
116.000
128.000
141.000
238
280.000
302.000
325.000
20
11.900
14.100
16.300
35
26.400
28.600
30.900
133
128.000
140.000
153.000
245
290.000
312.000
335.000
21
12.900
15.200
17.400
36
27.100
29.300
31.600
140
139.000
151.000
165.000
252
299.000
321.000
346.000
22
14.000
16.300
18.500
37
27.800
30.000
32.200
147
150.000
163.000
177.000
259
308.000
331.000
356.000
23
15.100
17.300
19.600
38
28.300
30.600
32.800
154
160.000
174.000
189.000
266
316.000
341.000
367.000
24
16.200
18.400
20.600
39
28.900
31.100
33.300
161
171.000
186.000
201.000
273
325.000
350.000
377.000
25
17.200
19.500
21.700
40
29.400
31.600
33.800
168
182.000
197.000
213.000
280
334.000
360.000
387.000
26
18.300
20.500
22.700
175
192.000
208.000
225.000
286
341.000
368.000
396.000
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
3.500
5.700
8.000
27
19.300
21.500
23.800
13
4.500
6.700
9.000
28
20.300
22.500
14
5.500
7.700
10.000
29
21.300
15
6.500
8.800
11.000
30
16
7.600
9.800
12.000
17
8.600
10.900
18
9.700
19
Manual de Referência 13
Abdominal Circumference (AC) : JSUM
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
GA Table
19.5
163.0
174.0
185.0
11.0
31.0
253.0
268.0
283.0
15.0
“Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J. Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)“
20.0
167.0
178.0
189.0
11.0
31.5
258.0
273.0
288.0
15.0
20.5
170.0
181.0
192.0
11.0
32.0
264.0
279.0
294.0
15.0
21.0
173.0
185.0
197.0
12.0
32.5
269.0
284.0
299.0
15.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
10.0
100.0
108.0
116.0
8.0
21.5
177.0
189.0
201.0
12.0
Fetal Growth Table
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee“
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals“ J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
10.5
104.0
112.0
120.0
8.0
22.0
180.0
192.0
204.0
12.0
11.0
108.0
116.0
124.0
8.0
22.5
184.0
196.0
208.0
12.0
11.5
111.0
119.0
127.0
8.0
23.0
188.0
200.0
212.0
12.0
12.0
114.0
123.0
132.0
9.0
23.5
191.0
203.0
215.0
12.0
12.5
117.0
126.0
135.0
9.0
24.0
194.0
207.0
220.0
13.0
13.0
121.0
130.0
139.0
9.0
24.5
198.0
211.0
224.0
13.0
13.5
124.0
133.0
142.0
9.0
25.0
202.0
215.0
228.0
13.0
14.0
128.0
137.0
146.0
9.0
25.5
206.0
219.0
232.0
13.0
14.5
131.0
140.0
149.0
9.0
26.0
210.0
223.0
236.0
13.0
15.0
133.0
143.0
153.0
10.0
26.5
214.0
227.0
240.0
13.0
15.5
137.0
147.0
157.0
10.0
27.0
219.0
232.0
245.0
13.0
16.0
140.0
150.0
160.0
10.0
27.5
222.0
236.0
250.0
16.5
144.0
154.0
164.0
10.0
28.0
226.0
240.0
17.0
147.0
157.0
167.0
10.0
28.5
231.0
17.5
150.0
160.0
170.0
10.0
29.0
18.0
153.0
164.0
175.0
11.0
18.5
156.0
167.0
178.0
11.0
19.0
160.0
171.0
182.0
11.0
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
16
9.030
10.460
11.890
30
21.920
24.350
26.780
17
9.990
11.490
12.990
31
22.750
25.250
27.750
18
10.950
12.520
14.090
32
23.550
26.120
28.690
19
11.910
13.550
15.200
33
24.330
26.970
29.620
20
12.870
14.580
16.290
34
25.090
27.800
30.520
21
13.820
15.600
17.390
35
25.820
28.610
31.390
22
14.760
16.620
18.480
36
26.530
29.380
32.240
14.0
23
15.700
17.630
19.560
37
27.210
30.130
33.060
254.0
14.0
24
16.630
18.630
20.630
38
27.860
30.850
33.850
245.0
259.0
14.0
25
17.550
19.620
21.690
39
28.470
31.540
34.610
235.0
249.0
263.0
14.0
26
18.450
20.590
22.730
40
29.060
32.200
35.340
29.5
240.0
254.0
268.0
14.0
27
19.340
21.560
23.770
41
29.610
32.830
36.040
30.0
245.0
259.0
273.0
14.0
28
20.220
22.510
24.790
42
30.130
33.410
36.700
14.0
29
21.080
23.440
25.790
30.5
250.0
264.0
278.0
Manual de Referência 14
Abdominal Circumference (AC) : KURMANAVICIUS
Abdominal Circumference (AC) : MERZ
Fetal Growth Table
GA Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
“E. Merz, W. Goldhofer, E. Timor-Tritsch “Ultrasound in Gynecology and Obstetrics“ Text book
and Atlas, 1991 Georg Thieme Verlag, pp.326“
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
12
4.530
5.660
6.790
28
20.800
23.180
25.560
5.6
76.0
85.0
93.0
20.4
171.0
183.0
195.0
13
5.610
6.820
8.030
29
21.710
24.170
26.630
5.8
78.0
86.0
95.0
20.6
172.0
185.0
197.0
14
6.690
7.980
9.270
30
22.610
25.150
27.690
6.0
79.0
88.0
96.0
20.8
174.0
186.0
198.0
15
7.760
9.130
10.500
31
23.500
26.110
28.730
6.2
81.0
89.0
97.0
21.0
175.0
188.0
200.0
16
8.830
10.270
11.720
32
24.360
27.060
29.760
6.4
82.0
90.0
99.0
21.2
176.0
189.0
201.0
17
9.880
11.400
12.930
33
25.220
27.990
30.770
6.6
83.0
92.0
100.0
21.4
177.0
190.0
202.0
18
10.930
12.530
14.130
34
26.050
28.900
31.760
6.8
84.0
93.0
102.0
21.6
179.0
191.0
204.0
19
11.970
13.640
15.320
35
26.870
29.800
32.730
7.0
85.0
95.0
103.0
21.8
180.0
193.0
205.0
20
12.990
14.750
16.510
36
27.670
30.680
33.690
7.2
87.0
95.0
104.0
22.0
181.0
194.0
207.0
21
14.010
15.850
17.680
37
28.450
31.540
34.620
7.4
88.0
97.0
106.0
22.2
183.0
195.0
208.0
22
15.020
16.930
18.840
38
29.210
32.380
35.540
7.6
90.0
98.0
107.0
22.4
184.0
197.0
209.0
23
16.010
18.000
20.000
39
29.950
33.200
36.440
7.8
90.0
99.0
109.0
22.6
185.0
198.0
211.0
24
16.990
19.060
21.130
40
30.680
34.000
37.320
8.0
92.0
101.0
110.0
22.8
186.0
200.0
212.0
25
17.960
20.110
22.260
41
31.380
34.780
38.180
8.2
93.0
102.0
111.0
23.0
188.0
201.0
214.0
26
18.920
21.150
23.370
42
32.060
35.530
39.010
8.4
95.0
104.0
113.0
23.2
189.0
202.0
215.0
27
19.870
22.170
24.480
8.6
96.0
105.0
114.0
23.4
190.0
203.0
216.0
8.8
97.0
106.0
116.0
23.6
192.0
204.0
218.0
9.0
98.0
108.0
117.0
23.8
193.0
206.0
219.0
9.2
99.0
109.0
118.0
24.0
194.0
207.0
221.0
Manual de Referência 15
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
9.4
101.0
110.0
120.0
24.2
195.0
209.0
222.0
14.2
132.0
142.0
153.0
29.0
226.0
241.0
256.0
9.6
102.0
111.0
121.0
24.4
197.0
210.0
223.0
14.4
133.0
144.0
154.0
29.2
228.0
242.0
257.0
9.8
104.0
113.0
123.0
24.6
198.0
211.0
225.0
14.6
134.0
145.0
155.0
29.4
228.0
243.0
258.0
10.0
104.0
114.0
124.0
24.8
199.0
213.0
226.0
14.8
135.0
146.0
157.0
29.6
230.0
244.0
260.0
10.2
106.0
116.0
125.0
25.0
200.0
214.0
228.0
15.0
137.0
148.0
158.0
29.8
231.0
246.0
260.0
10.4
107.0
117.0
127.0
25.2
202.0
216.0
229.0
15.2
138.0
148.0
160.0
30.0
232.0
247.0
262.0
10.6
109.0
118.0
128.0
25.4
203.0
216.0
230.0
15.4
139.0
150.0
161.0
30.2
234.0
249.0
263.0
10.8
110.0
120.0
129.0
25.6
204.0
218.0
232.0
15.6
141.0
151.0
162.0
30.4
235.0
250.0
265.0
11.0
111.0
121.0
130.0
25.8
206.0
219.0
233.0
15.8
141.0
153.0
164.0
30.6
236.0
251.0
266.0
11.2
112.0
122.0
132.0
26.0
207.0
221.0
235.0
16.0
143.0
154.0
165.0
30.8
237.0
253.0
267.0
11.4
113.0
123.0
133.0
26.2
208.0
222.0
236.0
16.2
144.0
155.0
167.0
31.0
239.0
254.0
269.0
11.6
115.0
125.0
134.0
26.4
209.0
223.0
237.0
16.4
146.0
157.0
168.0
31.2
240.0
256.0
270.0
11.8
116.0
126.0
136.0
26.6
211.0
225.0
239.0
16.6
147.0
158.0
169.0
31.4
242.0
256.0
272.0
12.0
118.0
127.0
137.0
26.8
212.0
226.0
240.0
16.8
148.0
160.0
171.0
31.6
242.0
258.0
273.0
12.2
119.0
129.0
139.0
27.0
214.0
228.0
242.0
17.0
149.0
161.0
172.0
31.8
244.0
259.0
274.0
12.4
120.0
130.0
140.0
27.2
214.0
229.0
243.0
17.2
151.0
162.0
174.0
32.0
245.0
260.0
276.0
12.6
121.0
132.0
141.0
27.4
216.0
230.0
244.0
17.4
152.0
163.0
175.0
32.2
246.0
262.0
277.0
12.8
123.0
133.0
143.0
27.6
217.0
231.0
246.0
17.6
153.0
165.0
176.0
32.4
248.0
263.0
279.0
13.0
124.0
134.0
144.0
27.8
218.0
232.0
247.0
17.8
155.0
166.0
178.0
32.6
249.0
265.0
280.0
13.2
125.0
135.0
146.0
28.0
220.0
234.0
249.0
18.0
155.0
167.0
179.0
32.8
250.0
266.0
281.0
13.4
126.0
137.0
147.0
28.2
221.0
235.0
250.0
18.2
157.0
169.0
181.0
33.0
251.0
267.0
283.0
13.6
127.0
138.0
148.0
28.4
222.0
237.0
251.0
18.4
158.0
170.0
182.0
33.2
253.0
269.0
284.0
13.8
129.0
139.0
150.0
28.6
223.0
238.0
253.0
18.6
160.0
172.0
183.0
33.4
254.0
270.0
286.0
14.0
130.0
141.0
151.0
28.8
225.0
239.0
254.0
18.8
161.0
173.0
185.0
33.6
256.0
271.0
287.0
Manual de Referência 16
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
19.0
162.0
174.0
186.0
33.8
257.0
272.0
288.0
119
9.600
11.100
12.500
224
24.400
26.600
28.800
19.2
163.0
175.0
188.0
34.0
258.0
274.0
290.0
123
10.200
11.600
13.100
228
24.900
27.100
29.300
19.4
165.0
176.0
189.0
34.2
259.0
275.0
291.0
126
10.700
12.200
13.600
231
25.300
27.600
29.800
19.6
166.0
178.0
190.0
34.4
260.0
277.0
293.0
130
11.200
12.700
14.200
235
25.800
28.000
30.300
19.8
167.0
179.0
192.0
34.6
262.0
278.0
294.0
133
11.700
13.200
14.800
238
26.200
28.500
30.800
34.8
263.0
279.0
295.0
137
12.200
13.800
15.300
242
26.600
28.900
31.300
140
12.700
14.300
15.900
245
27.000
29.400
31.700
144
13.300
14.900
16.500
249
27.500
29.800
32.200
147
13.800
15.400
17.000
252
27.900
30.300
32.700
151
14.300
15.900
17.600
256
28.300
30.700
33.100
154
14.800
16.500
18.100
259
28.700
31.100
33.600
158
15.300
17.000
18.700
263
29.000
31.500
34.000
161
15.800
17.500
19.300
266
29.400
31.900
34.400
165
16.300
18.100
19.800
270
29.800
32.300
34.800
168
16.800
18.600
20.400
273
30.100
32.700
35.200
17.300
19.100
20.900
277
30.500
33.100
35.600
20.0
169.0
181.0
193.0
20.2
170.0
182.0
195.0
Fetal Growth Table
Merz E., Wellek S.
“Normal Fetal Development Profiles A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
88
5.000
6.200
7.400
193
20.200
22.200
24.200
172
91
5.500
6.700
8.000
196
20.700
22.700
24.700
175
17.800
19.600
21.500
280
30.800
33.400
36.000
18.300
20.200
22.000
284
31.100
33.800
36.400
95
6.000
7.300
8.500
200
21.200
23.200
25.200
179
98
6.500
7.800
9.100
203
21.700
23.700
25.700
182
18.800
20.700
22.600
287
31.400
34.100
36.700
102
7.100
8.300
9.600
207
22.100
24.200
26.300
186
19.300
21.200
23.100
291
31.700
34.300
37.000
105
7.600
8.900
10.200
210
22.600
24.700
26.800
189
19.800
21.700
23.600
109
8.100
9.400
10.800
214
23.100
25.200
27.300
112
8.600
10.000
11.400
217
23.500
25.700
27.800
116
9.100
10.500
11.900
221
24.000
26.200
28.300
Manual de Referência 17
Abdominal Circumference (AC) : NICOLAIDES
Abdominal Circumference (AC) : SHINOZUKA
Fetal Growth Table
GA Table
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. "Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry"
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas (cm)
Age (wd)
±SD (wd)
Meas (cm)
Age (wd)
±SD (wd)
10.0
15w3d
1w1d
22.0
27w3d
1w5d
14
8.000
9.000
10.200
27
20.500
23.100
25.900
10.5
16w0d
1w1d
22.5
28w0d
1w5d
15
8.800
9.900
11.200
28
21.600
24.300
27.200
11.0
16w4d
1w1d
23.0
28w4d
1w5d
16
9.600
10.800
12.200
29
22.600
25.400
28.500
11.5
17w0d
1w1d
23.5
29w0d
1w5d
17
10.500
11.800
13.300
30
23.700
26.600
29.800
12.0
17w4d
1w2d
24.0
29w4d
1w6d
18
11.400
12.800
14.400
31
24.600
27.700
31.000
19
12.300
13.900
15.600
32
25.600
28.700
32.200
12.5
18w0d
1w2d
24.5
30w1d
1w6d
20
13.300
14.900
16.800
33
26.500
29.700
33.400
13.0
18w4d
1w2d
25.0
30w5d
1w6d
21
14.300
16.100
18.100
34
27.400
30.700
34.500
13.5
19w0d
1w2d
25.5
31w2d
1w6d
22
15.300
17.200
19.300
35
28.200
31.600
35.500
14.0
19w4d
1w2d
26.0
31w6d
1w6d
23
16.300
18.300
20.600
36
28.900
32.400
36.400
14.5
20w0d
1w2d
26.5
32w3d
1w6d
24
17.400
19.500
21.900
37
29.500
33.200
37.200
15.0
20w3d
1w3d
27.0
33w1d
1w6d
25
18.400
20.700
23.300
38
30.200
33.900
38.000
15.5
21w0d
1w3d
27.5
33w5d
2w0d
26
19.500
21.900
24.600
39
30.700
34.500
38.700
16.0
21w3d
1w3d
28.0
34w2d
2w0d
16.5
22w0d
1w3d
28.5
35w0d
2w0d
17.0
22w3d
1w3d
29.0
35w4d
2w0d
17.5
22w6d
1w3d
29.5
36w2d
2w0d
18.0
23w3d
1w4d
30.0
37w0d
2w0d
18.5
23w6d
1w4d
30.5
37w5d
2w0d
19.0
24w3d
1w4d
31.0
38w2d
2w1d
Manual de Referência 18
Abdominal Circumference (AC) : TOKYO
Meas (cm)
Age (wd)
±SD (wd)
Meas (cm)
Age (wd)
±SD (wd)
19.5
24w6d
1w4d
31.5
39w0d
2w1d
20.0
25w3d
1w4d
32.0
39w6d
2w1d
GA Table
20.5
25w6d
1w4d
32.5
40w4d
2w1d
“Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
21.0
26w3d
1w5d
33.0
41w2d
2w1d
21.5
27w0d
1w5d
Department of Obstetrics and Gynecology, University of Tokyo Faculty of Medicine, “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“
Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996“
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(wd)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
10.0
100.0
108.0
116.0
8.0
22.0
180.0
192.0
204.0
12.0
10.5
104.0
112.0
120.0
8.0
22.5
184.0
196.0
208.0
12.0
+1.5SD
(cm)
11.0
108.0
116.0
124.0
8.0
23.0
188.0
200.0
212.0
12.0
11.5
111.0
119.0
127.0
8.0
23.5
191.0
203.0
215.0
12.0
12.0
114.0
123.0
132.0
9.0
24.0
194.0
207.0
220.0
13.0
Age
(wd)
Meas
(cm)
16w3d
10.90
9.50
12.40
30w3d
24.70
22.20
27.10
17w3d
12.00
10.40
13.50
31w3d
25.60
23.00
28.10
12.5
117.0
126.0
135.0
9.0
24.5
198.0
211.0
224.0
13.0
18w3d
13.00
11.40
14.60
32w3d
26.50
23.80
29.00
13.0
121.0
130.0
139.0
9.0
25.0
202.0
215.0
228.0
13.0
19w3d
14.00
12.30
15.70
33w3d
27.30
24.50
29.90
13.5
124.0
133.0
142.0
9.0
25.5
206.0
219.0
232.0
13.0
20w3d
15.10
13.30
16.80
34w3d
28.10
25.30
30.70
14.0
128.0
137.0
146.0
9.0
26.0
210.0
223.0
236.0
13.0
21w3d
16.10
14.20
17.80
35w3d
28.90
26.00
31.60
14.5
131.0
140.0
149.0
9.0
26.5
214.0
227.0
240.0
13.0
22w3d
17.10
15.10
18.90
36w3d
29.70
26.60
32.40
15.0
133.0
143.0
153.0
10.0
27.0
219.0
232.0
245.0
13.0
23w3d
18.10
16.10
20.00
37w3d
30.40
27.30
33.20
24w3d
19.10
17.00
21.10
38w3d
31.10
27.90
34.00
25w3d
20.10
17.90
22.10
39w3d
31.80
28.50
34.70
26w3d
21.00
18.80
23.10
40w3d
32.40
29.10
35.40
27w3d
22.00
19.70
24.20
41w3d
33.00
29.60
36.10
28w3d
22.90
20.50
25.20
42w3d
33.60
30.10
36.70
29w3d
23.80
21.40
26.10
15.5
137.0
147.0
157.0
10.0
27.5
222.0
236.0
250.0
14.0
16.0
140.0
150.0
160.0
10.0
28.0
226.0
240.0
254.0
14.0
16.5
144.0
154.0
164.0
10.0
28.5
231.0
245.0
259.0
14.0
17.0
147.0
157.0
167.0
10.0
29.0
235.0
249.0
263.0
14.0
17.5
150.0
160.0
170.0
10.0
29.5
240.0
254.0
268.0
14.0
18.0
153.0
164.0
175.0
11.0
30.0
238.0
252.0
266.0
14.0
Manual de Referência 19
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(week)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
Age
(week)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
18.5
156.0
167.0
178.0
11.0
30.5
250.0
264.0
278.0
14.0
26
18.600
21.000
23.300
40
28.800
32.400
35.700
19.0
160.0
171.0
182.0
11.0
31.0
253.0
268.0
283.0
15.0
27
19.500
22.000
24.400
41
29.300
33.000
36.400
20.300
22.900
25.400
42
29.700
33.600
37.000
21.100
23.800
26.400
19.5
163.0
174.0
185.0
11.0
31.5
258.0
273.0
288.0
15.0
28
20.0
167.0
178.0
189.0
11.0
32.0
264.0
279.0
294.0
15.0
29
20.5
170.0
181.0
192.0
11.0
32.5
269.0
284.0
299.0
15.0
33.0
274.0
289.0
304.0
15.0
21.0
173.0
185.0
197.0
12.0
21.5
177.0
189.0
201.0
12.0
Biparietal Diameter (BPD) : ASUM
GA Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
Fetal Growth Table
Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
Department of Obstetrics and Gynecology, University of Tokyo Faculty of Medicine, “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“ Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996
Age
(week)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
Age
(week)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
16
9.300
10.900
12.500
30
22.000
24.700
27.300
17
10.300
12.000
13.600
31
22.800
25.600
28.300
18
11.200
13.000
14.700
32
23.500
26.500
29.200
19
12.200
14.000
15.800
33
24.300
27.300
30.100
20
13.100
15.100
16.900
34
25.000
28.100
31.000
21
14.000
16.100
18.000
35
25.700
28.900
31.900
http://www.asum.com.au/open.home.htm
Date: December 2003
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
1.6
73.0
77.0
81.0
4.0
6.8
177.0
189.0
201.0
12.0
2.0
77.0
84.0
91.0
7.0
7.2
184.0
196.0
208.0
12.0
2.4
84.0
91.0
98.0
7.0
7.5
191.0
203.0
215.0
12.0
2.8
91.0
98.0
105.0
7.0
7.6
196.0
210.0
224.0
14.0
3.1
98.0
105.0
112.0
7.0
8.0
201.0
217.0
233.0
16.0
3.6
105.0
112.0
119.0
7.0
8.1
208.0
224.0
240.0
16.0
109.0
119.0
129.0
10.0
8.4
210.0
231.0
252.0
21.0
116.0
126.0
136.0
10.0
8.6
217.0
238.0
259.0
21.0
22
15.000
17.100
19.100
36
26.400
29.700
32.700
3.9
23
15.900
18.100
20.200
37
27.000
30.400
33.500
4.2
24
16.800
19.100
21.200
38
27.600
31.100
34.300
4.5
123.0
133.0
143.0
10.0
8.8
224.0
245.0
266.0
21.0
35.000
4.7
130.0
140.0
150.0
10.0
9.0
231.0
252.0
273.0
21.0
25
17.700
20.100
22.300
39
28.200
31.800
Manual de Referência 20
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
4.9
137.0
147.0
157.0
10.0
9.2
235.0
259.0
283.0
24.0
22
4.700
5.200
5.700
38
8.700
9.300
9.900
5.2
144.0
154.0
164.0
10.0
9.3
242.0
266.0
290.0
24.0
23
5.200
5.700
6.200
39
8.700
9.500
10.300
5.400
6.000
6.600
40
8.800
9.600
10.400
41
9.000
9.800
10.600
5.7
151.0
161.0
171.0
10.0
9.5
245.0
273.0
301.0
28.0
24
6.0
158.0
168.0
178.0
10.0
9.6
252.0
280.0
308.0
28.0
25
5.800
6.400
7.000
28.0
26
6.300
6.700
7.100
6.4
165.0
175.0
185.0
10.0
6.7
170.0
182.0
194.0
12.0
9.8
259.0
287.0
315.0
Biparietal Diameter (BPD) : CFEF
Fetal Growth Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
GA Table
“Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G., “Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol.Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445“
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
15.36
77.0
54.53
154.0
82.14
231.0
84.0
57.51
161.0
84.07
238.0
11
1.400
1.600
1.800
27
6.300
6.800
7.300
19.4
12
1.600
2.000
2.400
28
6.800
7.200
7.600
23.3
91.0
60.42
168.0
85.9
245.0
13
2.000
2.400
2.800
29
7.100
7.500
7.900
27.14
98.0
63.25
175.0
87.61
252.0
14
2.400
2.800
3.200
30
7.200
7.600
8.000
30.89
105.0
65.94
182.0
89.24
259.0
15
2.700
3.100
3.500
31
7.400
8.000
8.600
34.53
112.0
68.55
189.0
90.7
266.0
16
3.100
3.600
4.100
32
7.700
8.100
8.500
38.12
119.0
71.03
196.0
92.1
273.0
17
3.400
3.900
4.400
33
7.800
8.400
9.000
41.58
126.0
73.5
203.0
93.45
280.0
18
3.800
4.200
4.600
34
8.000
8.600
9.200
45.0
133.0
75.8
210.0
94.0
287.0
19
4.000
4.500
5.000
35
8.150
8.800
9.450
48.22
140.0
78.0
217.0
20
4.300
4.700
5.100
36
8.400
9.000
9.600
51.43
147.0
80.16
224.0
21
4.500
4.900
5.300
37
8.550
9.200
9.850
Manual de Referência 21
Fetal Growth Table
Biparietal Diameter (BPD) : CHITTY_OI
Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G., “Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
11
12.080
15.360
18.630
27
62.120
68.550
75.000
12
15.810
19.400
22.920
28
64.500
71.030
77.600
13
19.470
23.300
27.120
29
66.840
73.500
80.090
14
23.050
27.140
31.230
30
69.070
75.800
82.520
15
26.560
30.890
35.230
31
71.220
78.000
84.800
16
29.970
34.530
39.080
32
73.300
80.160
87.000
17
33.320
38.120
42.870
33
75.240
82.140
89.040
18
36.550
41.580
46.560
34
77.140
84.070
91.000
19
39.760
45.000
50.180
35
78.940
85.900
92.830
20
42.850
48.220
53.640
36
80.640
87.610
94.560
21
45.860
51.430
57.000
37
82.270
89.240
96.190
22
48.790
54.530
60.300
38
83.780
90.700
97.660
23
51.630
57.510
63.450
39
85.220
92.100
99.050
24
54.380
60.420
66.500
40
86.570
93.450
100.310
25
57.040
63.250
69.420
41
87.000
94.000
101.000
26
59.620
65.940
72.270
GA Table
“Altmann D.G.; Chitty L.S. “New charts for ultrasound dating of pregnancy“. Ultrasound in
Obstetrics and Gynecology Vol. 10: 174-191, 1997“
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
2.1
83.0
89.0
96.0
5.6
149.0
162.0
177.0
2.2
85.0
91.0
98.0
5.7
151.0
165.0
179.0
2.3
87.0
93.0
100.0
5.8
153.0
167.0
182.0
2.4
88.0
95.0
102.0
5.9
155.0
169.0
185.0
2.5
90.0
97.0
104.0
6.0
157.0
172.0
188.0
2.6
92.0
99.0
106.0
6.1
159.0
174.0
190.0
2.7
94.0
101.0
108.0
6.2
162.0
177.0
193.0
2.8
95.0
103.0
110.0
6.3
164.0
179.0
196.0
2.9
97.0
104.0
112.0
6.4
166.0
182.0
199.0
3.0
99.0
106.0
114.0
6.5
168.0
184.0
202.0
3.1
101.0
108.0
117.0
6.6
170.0
187.0
204.0
3.2
102.0
110.0
119.0
6.7
172.0
189.0
207.0
3.3
104.0
112.0
121.0
6.8
175.0
192.0
210.0
3.4
106.0
114.0
123.0
6.9
177.0
194.0
213.0
3.5
108.0
116.0
125.0
7.0
179.0
197.0
216.0
3.6
110.0
118.0
128.0
7.1
181.0
199.0
219.0
3.7
111.0
120.0
130.0
7.2
184.0
202.0
222.0
3.8
113.0
122.0
132.0
7.3
186.0
205.0
225.0
3.9
115.0
125.0
135.0
7.4
188.0
207.0
228.0
Manual de Referência 22
Biparietal Diameter (BPD) : CHITTY_OO
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
4.0
117.0
127.0
137.0
7.5
191.0
210.0
231.0
GA Table
4.1
119.0
129.0
139.0
7.6
193.0
212.0
234.0
4.2
121.0
131.0
142.0
7.7
195.0
215.0
237.0
“Altmann D.G.; Chitty L.S. “New charts for ultrasound dating of pregnancy“. Ultrasound in
Obstetrics and Gynecology Vol. 10: 174-191, 1997“
4.3
123.0
133.0
144.0
7.8
198.0
218.0
240.0
4.4
125.0
135.0
146.0
7.9
200.0
221.0
243.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
4.5
127.0
137.0
149.0
8.0
202.0
223.0
246.0
2.2
82.0
88.0
95.0
5.7
145.0
159.0
173.0
4.6
129.0
139.0
151.0
8.1
205.0
226.0
250.0
2.3
84.0
90.0
97.0
5.8
147.0
161.0
176.0
4.7
131.0
142.0
154.0
8.2
207.0
229.0
253.0
2.4
85.0
92.0
99.0
5.9
149.0
163.0
179.0
4.8
133.0
144.0
156.0
8.3
210.0
232.0
256.0
2.5
87.0
94.0
101.0
6.0
151.0
166.0
181.0
4.9
135.0
146.0
159.0
8.4
212.0
234.0
259.0
2.6
89.0
95.0
103.0
6.1
153.0
168.0
184.0
90.0
97.0
105.0
6.2
155.0
170.0
187.0
5.0
137.0
148.0
161.0
8.5
215.0
237.0
262.0
2.7
5.1
139.0
151.0
164.0
8.6
217.0
240.0
266.0
2.8
92.0
99.0
107.0
6.3
158.0
173.0
189.0
5.2
141.0
153.0
166.0
8.7
219.0
243.0
269.0
2.9
94.0
101.0
109.0
6.4
160.0
175.0
192.0
5.3
143.0
155.0
169.0
8.8
222.0
246.0
272.0
3.0
95.0
103.0
111.0
6.5
162.0
177.0
195.0
5.4
145.0
158.0
172.0
8.9
224.0
249.0
276.0
3.1
97.0
105.0
113.0
6.6
164.0
180.0
198.0
5.5
147.0
160.0
174.0
3.2
99.0
107.0
115.0
6.7
166.0
182.0
200.0
3.3
101.0
109.0
117.0
6.8
168.0
185.0
203.0
3.4
102.0
110.0
119.0
6.9
170.0
187.0
206.0
3.5
104.0
112.0
121.0
7.0
172.0
190.0
209.0
3.6
106.0
114.0
124.0
7.1
175.0
192.0
212.0
3.7
108.0
116.0
126.0
7.2
177.0
195.0
214.0
3.8
109.0
118.0
128.0
7.3
179.0
197.0
217.0
3.9
111.0
120.0
130.0
7.4
181.0
200.0
220.0
4.0
113.0
122.0
133.0
7.5
184.0
202.0
223.0
Manual de Referência 23
Fetal Growth Table
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
4.1
115.0
124.0
135.0
7.6
186.0
205.0
226.0
4.2
116.0
126.0
137.0
7.7
188.0
208.0
229.0
4.3
118.0
128.0
139.0
7.8
190.0
210.0
232.0
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
4.4
120.0
130.0
142.0
7.9
193.0
213.0
235.0
12
1.550
1.970
2.390
28
6.740
7.340
7.930
4.5
122.0
133.0
144.0
8.0
195.0
215.0
238.0
13
1.920
2.350
2.780
29
6.990
7.600
8.210
2.290
2.730
3.170
30
7.240
7.860
8.470
Chitty,L.S., Altman,D.G., Henderson,A., Campbell,S., “Charts of fetal size: 2. Head
measurements“ Br.J Obstet Gynaecol., Vol. 101, 1994, pages 35-43.
4.6
124.0
135.0
146.0
8.1
197.0
218.0
241.0
14
4.7
126.0
137.0
149.0
8.2
199.0
221.0
244.0
15
2.650
3.100
3.560
31
7.470
8.100
8.730
3.010
3.470
3.940
32
7.690
8.330
8.970
4.8
128.0
139.0
151.0
8.3
202.0
223.0
247.0
16
4.9
130.0
141.0
154.0
8.4
204.0
226.0
251.0
17
3.360
3.830
4.310
33
7.900
8.550
9.210
5.0
131.0
143.0
156.0
8.5
207.0
229.0
254.0
18
3.700
4.190
4.680
34
8.100
8.760
9.430
4.040
4.540
5.040
35
8.290
8.960
9.630
5.1
133.0
145.0
158.0
8.6
209.0
232.0
257.0
19
5.2
135.0
148.0
161.0
8.7
211.0
234.0
260.0
20
4.370
4.880
5.390
36
8.460
9.150
9.830
4.700
5.220
5.740
37
8.620
9.320
10.010
5.3
137.0
150.0
163.0
8.8
214.0
237.0
263.0
21
5.4
139.0
152.0
166.0
8.9
216.0
240.0
267.0
22
5.020
5.550
6.080
38
8.770
9.480
10.180
5.330
5.870
6.410
39
8.900
9.620
10.340
5.5
141.0
154.0
168.0
9.0
218.0
243.0
270.0
23
5.6
143.0
156.0
171.0
9.1
221.0
246.0
273.0
24
5.630
6.180
6.730
40
9.020
9.750
10.480
25
5.920
6.480
7.040
41
9.130
9.870
10.610
26
6.200
6.780
7.350
42
9.220
9.970
10.720
27
6.480
7.060
7.650
Manual de Referência 24
Biparietal Diameter (BPD) : HADLOCK
Biparietal Diameter (BPD) : HANSMANN
GA Table
GA Table
“Hadlock,F.P., Deter,R.L., Harrist,R.B., Park,S.K., “Estimating fetal age: computer-assisted
analysis of multiple fetal growth parameters“, Radiology Vol. 152 No. 2, 1984, pages 497-501.“
“Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittmann “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer-Verlag, New York, 1986. p.440-441“
GA = 9.54 + 1.482 × {OB_BPD} + 0.1676 × ({OB_BPD}2)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Input Unit: cm
2.9
86.0
94.0
101.0
6.8
171.0
181.0
191.0
Min Range: 1.4cm
3.0
89.0
96.0
103.0
6.9
174.0
183.0
193.0
Max Range: 10.3cm
3.1
90.0
98.0
106.0
7.0
175.0
185.0
195.0
3.2
93.0
100.0
108.0
7.1
177.0
187.0
199.0
3.3
94.0
102.0
111.0
7.2
179.0
190.0
200.0
3.4
96.0
105.0
114.0
7.3
182.0
192.0
205.0
3.5
99.0
107.0
115.0
7.4
183.0
195.0
207.0
3.6
101.0
109.0
118.0
7.5
185.0
197.0
209.0
3.7
104.0
112.0
120.0
7.6
187.0
200.0
212.0
3.8
105.0
114.0
123.0
7.7
190.0
202.0
215.0
3.9
108.0
116.0
125.0
7.8
191.0
205.0
220.0
4.0
110.0
119.0
127.0
7.9
192.0
208.0
224.0
4.1
112.0
121.0
130.0
8.0
195.0
210.0
225.0
4.2
115.0
123.0
132.0
8.1
198.0
213.0
228.0
4.3
116.0
125.0
134.0
8.2
202.0
217.0
232.0
4.4
118.0
127.0
136.0
8.3
203.0
219.0
236.0
4.5
121.0
130.0
139.0
8.4
206.0
223.0
240.0
4.6
123.0
132.0
141.0
8.5
209.0
226.0
242.0
4.7
125.0
134.0
144.0
8.6
211.0
229.0
246.0
Output Unit: w (weeks)
Fetal Growth Table
Hadlock F.P., Deter R.L.; Harrist R.B., Park S.K.
“Estimating Fetal Age: Computer-Assisted Analysis of Multiple Fetal Growth Parameters“
Radiology 1984; 152: 497-501
AC = -3.08 + 0.41 x {GA} - 0.000061 x {GA}3
Output Unit : cm
Input Unit: w (week)
Min Range: 12w
Max Range: 40w
Manual de Referência 25
Fetal Growth Table
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
4.8
126.0
136.0
146.0
8.7
212.0
233.0
253.0
4.9
127.0
138.0
148.0
8.8
217.0
236.0
255.0
5.0
130.0
140.0
148.0
8.9
221.0
240.0
259.0
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
5.1
133.0
143.0
153.0
9.0
224.0
243.0
262.0
12
2.000
2.000
2.000
27
6.600
7.100
7.700
5.2
135.0
145.0
155.0
9.1
225.0
246.0
271.0
13
1.900
2.400
2.900
28
6.800
7.400
8.000
2.300
2.800
3.200
29
7.100
7.700
8.300
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann) “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer-Verlag, New York, 1986. p.432
5.3
136.0
147.0
158.0
9.2
233.0
251.0
275.0
14
5.4
140.0
150.0
160.0
9.3
236.0
257.0
278.0
15
2.700
3.200
3.500
30
7.300
8.000
8.600
3.100
3.500
3.900
31
7.500
8.200
8.800
5.5
142.0
152.0
161.0
9.4
243.0
262.0
281.0
16
5.6
145.0
154.0
163.0
9.5
247.0
269.0
287.0
17
3.400
3.800
4.200
32
7.800
8.500
9.100
5.7
147.0
156.0
165.0
9.6
247.0
272.0
290.0
18
3.800
4.200
4.600
33
8.000
8.700
9.300
4.100
4.600
5.000
34
8.200
8.900
9.500
5.8
150.0
159.0
167.0
9.7
251.0
273.0
294.0
19
5.9
151.0
161.0
171.0
9.8
255.0
275.0
294.0
20
4.400
4.900
5.300
35
8.400
9.100
9.700
4.800
5.200
5.700
36
8.600
9.300
9.900
6.0
153.0
163.0
172.0
9.9
256.0
276.0
298.0
21
6.1
155.0
165.0
175.0
10.0
257.0
277.0
296.0
22
5.100
5.600
6.000
37
8.800
9.500
10.100
5.400
5.900
6.400
38
8.900
9.600
10.200
6.2
158.0
168.0
178.0
10.1
260.0
278.0
298.0
23
6.3
160.0
170.0
179.0
10.2
260.0
279.0
296.0
24
5.700
6.200
6.700
39
9.000
9.800
10.400
6.000
6.500
7.100
40
9.200
9.900
10.500
6.300
6.800
7.400
41
9.300
10.000
10.600
6.4
162.0
172.0
182.0
10.3
261.0
280.0
296.0
25
6.5
165.0
174.0
184.0
10.4
262.0
281.0
296.0
26
6.6
167.0
176.0
187.0
10.5
265.0
282.0
296.0
6.7
169.0
178.0
190.0
Manual de Referência 26
Biparietal Diameter (BPD) : JEANTY
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
GA Table
2.9
81.0
99.0
118.0
7.2
176.0
195.0
214.0
“Jeanty P., Romero R. “Obstetrical Ultrasound“ McGraw-Hill Book Company, pages 57-61,
1984.“
3.0
83.0
102.0
120.0
7.3
179.0
198.0
216.0
3.1
85.0
104.0
122.0
7.4
182.0
201.0
219.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
3.2
86.0
106.0
124.0
7.5
185.0
204.0
222.0
3.3
88.0
107.0
126.0
7.6
188.0
207.0
225.0
1.0
46.0
64.0
83.0
5.3
130.0
148.0
167.0
3.4
90.0
109.0
128.0
7.7
190.0
209.0
228.0
1.1
48.0
67.0
85.0
5.4
132.0
151.0
169.0
3.5
92.0
111.0
130.0
7.8
193.0
212.0
231.0
1.2
49.0
68.0
87.0
5.5
134.0
153.0
172.0
3.6
95.0
113.0
132.0
7.9
196.0
215.0
234.0
1.3
51.0
70.0
89.0
5.6
137.0
155.0
174.0
3.7
96.0
115.0
134.0
8.0
200.0
218.0
237.0
1.4
53.0
72.0
90.0
5.7
139.0
158.0
176.0
3.8
98.0
117.0
136.0
8.1
202.0
221.0
240.0
1.5
55.0
74.0
92.0
5.8
141.0
160.0
179.0
3.9
100.0
119.0
138.0
8.2
205.0
224.0
243.0
1.6
57.0
76.0
94.0
5.9
144.0
162.0
181.0
4.0
102.0
121.0
139.0
8.3
209.0
228.0
246.0
1.7
59.0
78.0
96.0
6.0
146.0
165.0
183.0
4.1
104.0
123.0
141.0
8.4
211.0
230.0
249.0
1.8
60.0
79.0
98.0
6.1
148.0
167.0
186.0
4.2
106.0
125.0
144.0
8.5
215.0
234.0
252.0
1.9
62.0
81.0
99.0
6.2
151.0
169.0
188.0
4.3
108.0
127.0
146.0
8.6
218.0
237.0
256.0
2.0
64.0
83.0
102.0
6.3
153.0
172.0
190.0
4.4
110.0
129.0
148.0
8.7
221.0
240.0
259.0
2.1
66.0
85.0
104.0
6.4
155.0
174.0
193.0
4.5
112.0
131.0
150.0
8.8
225.0
244.0
262.0
2.2
68.0
87.0
105.0
6.5
158.0
177.0
195.0
4.6
114.0
133.0
152.0
8.9
228.0
247.0
265.0
2.3
69.0
88.0
107.0
6.6
160.0
179.0
198.0
4.7
116.0
135.0
154.0
9.0
231.0
250.0
269.0
2.4
71.0
90.0
109.0
6.7
163.0
182.0
200.0
4.8
118.0
137.0
156.0
9.1
235.0
253.0
272.0
2.5
74.0
92.0
111.0
6.8
166.0
185.0
203.0
4.9
120.0
139.0
158.0
9.2
238.0
257.0
276.0
2.6
75.0
94.0
113.0
6.9
168.0
187.0
206.0
5.0
123.0
142.0
160.0
9.3
242.0
260.0
279.0
2.7
77.0
96.0
115.0
7.0
171.0
190.0
209.0
5.1
125.0
144.0
162.0
9.4
245.0
264.0
283.0
2.8
79.0
98.0
116.0
7.1
174.0
193.0
211.0
5.2
127.0
146.0
165.0
9.5
249.0
268.0
286.0
Manual de Referência 27
Biparietal Diameter (BPD) : JOHNSEN
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
GA Table
3.3
102.0
107.0
113.0
5.7
151.0
159.0
167.0
“Johnsen,S.L., Rasmussen,S., Sollien,R., Kiserud,T., “Fetal age assessment based on ultrasound
head biometry and the effect of maternal and fetal factors“, Acta Obstet Gynecol.Scand. Vol.
83 No. 8, 2004, pages 716-723.“
3.4
104.0
109.0
115.0
5.8
153.0
161.0
169.0
3.5
106.0
111.0
117.0
5.9
156.0
164.0
172.0
3.6
107.0
113.0
119.0
6.0
158.0
166.0
175.0
3.7
109.0
115.0
121.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.4
69.0
73.0
76.0
3.8
111.0
117.0
123.0
1.5
71.0
75.0
79.0
3.9
113.0
119.0
125.0
1.6
73.0
76.0
80.0
4.0
115.0
121.0
127.0
1.7
74.0
78.0
82.0
4.1
117.0
123.0
129.0
1.8
76.0
80.0
84.0
4.2
119.0
125.0
131.0
1.9
78.0
82.0
86.0
4.3
121.0
127.0
134.0
2.0
79.0
84.0
88.0
4.4
123.0
129.0
136.0
2.1
81.0
86.0
90.0
4.5
125.0
131.0
138.0
2.2
83.0
87.0
92.0
4.6
127.0
133.0
140.0
1.3
67.0
71.0
75.0
4.0
5.2
146.0
153.0
160.0
7.0
2.3
85.0
89.0
94.0
4.7
129.0
136.0
143.0
1.4
69.0
73.0
77.0
4.0
5.3
147.0
155.0
163.0
8.0
2.4
86.0
91.0
96.0
4.8
131.0
138.0
145.0
1.5
71.0
75.0
79.0
4.0
5.4
149.0
157.0
165.0
8.0
2.5
88.0
93.0
98.0
4.9
133.0
140.0
147.0
2.6
90.0
94.0
99.0
5.0
135.0
142.0
150.0
2.7
91.0
96.0
101.0
5.1
137.0
144.0
152.0
2.8
93.0
98.0
103.0
5.2
140.0
147.0
154.0
2.9
95.0
100.0
105.0
5.3
142.0
149.0
157.0
3.0
97.0
102.0
107.0
5.4
144.0
151.0
159.0
3.1
98.0
104.0
109.0
5.5
146.0
154.0
162.0
3.2
100.0
105.0
111.0
5.6
149.0
156.0
164.0
Biparietal Diameter (BPD) : JSUM
GA Table
“Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)“
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
1.6
73.0
77.0
81.0
4.0
5.5
151.0
159.0
167.0
8.0
1.7
75.0
79.0
83.0
4.0
5.6
154.0
162.0
170.0
8.0
1.8
77.0
81.0
85.0
4.0
5.7
156.0
164.0
172.0
8.0
1.9
79.0
83.0
87.0
4.0
5.8
158.0
166.0
174.0
8.0
2.0
81.0
85.0
89.0
4.0
5.9
161.0
169.0
177.0
8.0
2.1
83.0
87.0
91.0
4.0
6.0
162.0
171.0
180.0
9.0
2.2
86.0
90.0
94.0
4.0
6.1
164.0
173.0
182.0
9.0
Manual de Referência 28
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
2.3
87.0
92.0
97.0
5.0
6.2
167.0
176.0
185.0
9.0
4.7
135.0
142.0
149.0
7.0
8.6
234.0
248.0
262.0
14.0
2.4
89.0
94.0
99.0
5.0
6.3
169.0
178.0
187.0
9.0
4.8
137.0
144.0
151.0
7.0
8.7
238.0
252.0
266.0
14.0
2.5
91.0
96.0
101.0
5.0
6.4
171.0
180.0
189.0
9.0
4.9
139.0
146.0
153.0
7.0
8.8
243.0
257.0
271.0
14.0
2.6
93.0
98.0
103.0
5.0
6.5
174.0
183.0
192.0
9.0
5.0
141.0
148.0
155.0
7.0
8.9
249.0
263.0
277.0
14.0
2.7
95.0
100.0
105.0
5.0
6.6
175.0
185.0
195.0
10.0
5.1
143.0
150.0
157.0
7.0
9.0
254.0
269.0
284.0
15.0
2.8
97.0
102.0
107.0
5.0
6.7
178.0
188.0
198.0
10.0
2.9
99.0
104.0
109.0
5.0
6.8
181.0
191.0
201.0
10.0
3.0
101.0
106.0
111.0
5.0
6.9
183.0
193.0
203.0
10.0
3.1
103.0
108.0
113.0
5.0
7.0
186.0
196.0
206.0
10.0
3.2
105.0
110.0
115.0
5.0
7.1
189.0
199.0
209.0
10.0
3.3
107.0
112.0
117.0
5.0
7.2
190.0
201.0
212.0
11.0
3.4
109.0
114.0
119.0
5.0
7.3
193.0
204.0
215.0
11.0
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
3.5
111.0
116.0
121.0
5.0
7.4
196.0
207.0
218.0
11.0
11
1.240
1.590
1.940
27
6.260
6.740
7.220
12
1.570
1.930
2.290
28
6.520
7.010
7.500
13
1.900
2.270
2.640
29
6.760
7.260
7.760
14
2.230
2.610
2.990
30
7.000
7.510
8.020
15
2.560
2.950
3.340
31
7.220
7.740
8.260
16
2.900
3.290
3.680
32
7.430
7.960
8.490
17
3.230
3.630
4.030
33
7.630
8.170
8.710
18
3.550
3.960
4.370
34
7.820
8.360
8.900
19
3.880
4.300
4.720
35
7.980
8.530
9.080
20
4.190
4.620
5.050
36
8.130
8.690
9.250
21
4.520
4.950
5.390
37
8.260
8.830
9.400
22
4.820
5.260
5.700
38
8.380
8.960
9.540
3.6
112.0
118.0
124.0
6.0
7.5
199.0
210.0
221.0
11.0
3.7
114.0
120.0
126.0
6.0
7.6
202.0
213.0
224.0
11.0
3.8
117.0
123.0
129.0
6.0
7.7
204.0
216.0
228.0
12.0
3.9
119.0
125.0
131.0
6.0
7.8
207.0
219.0
231.0
12.0
4.0
121.0
127.0
133.0
6.0
7.9
210.0
222.0
234.0
12.0
4.1
123.0
129.0
135.0
6.0
8.0
213.0
225.0
237.0
12.0
4.2
125.0
131.0
137.0
6.0
8.1
217.0
229.0
241.0
12.0
4.3
127.0
133.0
139.0
6.0
8.2
219.0
232.0
245.0
13.0
4.4
129.0
135.0
141.0
6.0
8.3
223.0
236.0
249.0
13.0
4.5
131.0
137.0
143.0
6.0
8.4
227.0
240.0
253.0
13.0
4.6
133.0
140.0
147.0
7.0
8.5
231.0
244.0
257.0
13.0
Fetal Growth Table
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
Manual de Referência 29
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
23
5.120
5.570
6.020
39
8.480
9.060
9.650
24
5.810
6.340
6.870
40
9.120
9.820
10.520
24
5.420
5.880
6.340
40
8.560
9.150
9.740
25
6.110
6.650
7.190
41
9.210
9.920
10.630
25
5.700
6.170
6.640
41
8.620
9.220
9.820
26
6.390
6.940
7.490
42
9.290
10.010
10.730
26
5.980
6.460
6.940
42
8.650
9.260
9.870
27
6.660
7.220
7.780
Biparietal Diameter (BPD) : KURMANAVICIUS
Biparietal Diameter (BPD) : KURTZ
Fetal Growth Table
GA Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
“Kurtz A.B., Wapner R.J., Kurtz R.J., Dershaw D., Rubin C.S., Cole-Beuglet C., Goldberg B.B,
“Analysis of Biparietal Diameter as an Accurate Indicator of Gestational Age“
J Clin Ultrasound 8:319-326; August 1980“
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
1.700
2.100
2.500
28
6.920
7.490
8.070
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
13
2.080
2.490
2.900
29
7.170
7.760
8.340
20.0
84.0
84.0
84.0
60.0
156.1
167.3
178.5
14
2.450
2.870
3.290
30
7.410
8.010
8.600
21.0
84.0
84.0
84.0
61.0
158.2
169.4
180.6
15
2.820
3.250
3.680
31
7.640
8.250
8.850
22.0
85.4
88.9
92.4
62.0
161.7
172.2
182.7
16
3.180
3.620
4.060
32
7.860
8.470
9.090
23.0
86.8
91.0
95.2
63.0
163.8
174.3
184.8
88.2
92.4
96.6
64.0
166.6
177.1
187.6
17
3.530
3.990
4.440
33
8.060
8.690
9.310
24.0
18
3.880
4.350
4.810
34
8.250
8.890
9.530
25.0
90.3
94.5
98.7
65.0
168.7
179.2
189.7
19
4.220
4.700
5.170
35
8.430
9.080
9.730
26.0
91.7
95.9
100.1
66.0
171.5
182.0
192.5
20
4.560
5.040
5.530
36
8.600
9.260
9.910
27.0
93.8
98.0
102.2
67.0
175.0
184.8
194.6
21
4.880
5.380
5.880
37
8.750
9.420
10.090
28.0
95.2
100.1
105.0
68.0
177.1
186.9
196.7
22
5.200
5.710
6.220
38
8.890
9.570
10.250
29.0
97.3
101.85
106.4
69.0
180.6
189.7
198.8
23
5.510
6.030
6.550
39
9.010
9.700
10.390
30.0
98.7
103.6
108.5
70.0
184.1
192.5
200.9
Manual de Referência 30
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
31.0
100.1
105.7
111.3
71.0
186.9
195.3
203.7
55.0
142.8
155.4
168.0
95.0
269.5
277.9
286.3
32.0
101.5
107.1
112.7
72.0
190.4
198.1
205.8
56.0
144.9
157.5
170.1
96.0
273.7
282.1
290.5
33.0
102.9
109.2
115.5
73.0
193.2
200.9
208.6
57.0
147.7
159.6
171.5
97.0
279.3
287.0
294.7
98.0
283.5
292.6
301.7
34.0
105.0
111.3
117.6
74.0
196.7
203.7
210.7
58.0
150.5
162.4
174.3
35.0
106.4
113.4
120.4
75.0
199.5
206.5
213.5
59.0
153.3
164.5
175.7
36.0
107.8
114.8
121.8
76.0
203.0
210.0
217.0
37.0
109.2
116.9
124.6
77.0
204.4
212.1
219.8
38.0
111.3
119.0
126.7
78.0
207.2
215.6
224.0
39.0
112.7
121.1
129.5
79.0
209.3
218.4
227.5
40.0
114.8
123.2
131.6
80.0
211.4
221.2
231.0
41.0
115.5
125.3
135.1
81.0
214.9
224.7
234.5
42.0
116.2
127.4
138.6
82.0
218.4
228.2
238.0
43.0
117.6
129.5
141.4
83.0
220.5
231.0
241.5
44.0
118.3
131.6
144.9
84.0
223.3
234.5
245.7
45.0
119.0
133.7
148.4
85.0
226.1
238.0
249.9
46.0
121.8
135.8
149.8
86.0
229.6
241.5
253.4
47.0
124.6
137.9
151.2
87.0
233.8
245.0
256.2
48.0
127.4
140.0
152.6
88.0
237.3
248.5
259.7
49.0
130.2
142.1
154.0
89.0
242.2
252.7
263.2
50.0
133.0
144.2
155.4
90.0
245.7
256.2
266.7
51.0
135.1
146.3
157.5
91.0
251.3
260.4
269.5
52.0
136.5
148.4
160.3
92.0
256.9
264.6
272.3
53.0
138.6
150.5
162.4
93.0
261.1
268.1
275.1
54.0
140.7
153.3
165.9
94.0
265.3
273.0
280.7
Biparietal Diameter (BPD) : MERZ
GA Table
E. Merz, W. Goldhofer, E. Timor-Tritsch “Ultrasound in Gynecology and Obstetrics“ Textbook
and Atlas, 1991 Georg Thieme Verlag, pp.326
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
2.1
75.0
85.0
96.0
6.2
155.0
169.0
183.0
2.2
76.0
87.0
97.0
6.3
158.0
172.0
186.0
2.3
78.0
89.0
99.0
6.4
160.0
174.0
188.0
2.4
81.0
91.0
102.0
6.5
162.0
176.0
190.0
2.5
82.0
92.0
103.0
6.6
165.0
179.0
193.0
2.6
84.0
95.0
105.0
6.7
167.0
181.0
195.0
2.7
85.0
97.0
108.0
6.8
169.0
183.0
198.0
2.8
88.0
99.0
110.0
6.9
171.0
186.0
200.0
2.9
89.0
100.0
111.0
7.0
173.0
188.0
202.0
3.0
91.0
102.0
113.0
7.1
176.0
190.0
205.0
3.1
93.0
104.0
116.0
7.2
179.0
193.0
208.0
Manual de Referência 31
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
3.2
95.0
106.0
118.0
7.3
181.0
195.0
210.0
5.6
142.0
155.0
169.0
9.7
248.0
265.0
281.0
3.3
97.0
108.0
119.0
7.4
183.0
198.0
213.0
5.7
144.0
158.0
171.0
9.8
251.0
268.0
285.0
3.4
98.0
110.0
122.0
7.5
186.0
200.0
215.0
5.8
146.0
160.0
173.0
9.9
255.0
272.0
288.0
3.5
100.0
112.0
124.0
7.6
188.0
203.0
218.0
5.9
148.0
162.0
176.0
10.0
258.0
275.0
293.0
3.6
102.0
114.0
126.0
7.7
190.0
206.0
221.0
6.0
151.0
165.0
179.0
10.1
261.0
279.0
296.0
3.7
104.0
116.0
127.0
7.8
193.0
209.0
224.0
6.1
153.0
167.0
181.0
10.2
265.0
282.0
300.0
3.8
106.0
118.0
130.0
7.9
195.0
211.0
226.0
3.9
108.0
120.0
132.0
8.0
198.0
214.0
229.0
4.0
110.0
122.0
134.0
8.1
201.0
216.0
232.0
4.1
111.0
124.0
137.0
8.2
204.0
219.0
235.0
4.2
113.0
126.0
139.0
8.3
207.0
222.0
237.0
4.3
116.0
128.0
141.0
8.4
209.0
225.0
240.0
4.4
118.0
130.0
143.0
8.5
212.0
228.0
243.0
4.5
120.0
132.0
145.0
8.6
215.0
230.0
246.0
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
4.6
122.0
134.0
147.0
8.7
217.0
233.0
249.0
88
2.100
2.500
2.900
193
6.800
7.300
7.800
4.7
123.0
136.0
148.0
8.8
221.0
237.0
253.0
91
2.300
2.600
3.000
196
6.900
7.400
7.900
4.8
125.0
138.0
151.0
8.9
223.0
239.0
256.0
95
2.400
2.800
3.100
200
7.100
7.600
8.100
4.9
127.0
140.0
153.0
9.0
226.0
242.0
258.0
98
2.500
2.900
3.300
203
7.200
7.700
8.200
5.0
130.0
143.0
155.0
9.1
230.0
246.0
262.0
102
2.700
3.100
3.500
207
7.300
7.800
8.400
5.1
132.0
145.0
158.0
9.2
232.0
249.0
265.0
105
2.800
3.200
3.600
210
7.400
8.000
8.500
5.2
134.0
147.0
160.0
9.3
235.0
251.0
267.0
109
3.000
3.400
3.800
214
7.600
8.100
8.600
5.3
136.0
149.0
162.0
9.4
238.0
255.0
272.0
112
3.100
3.500
3.900
217
7.700
8.200
8.800
5.4
138.0
151.0
165.0
9.5
242.0
258.0
275.0
116
3.300
3.700
4.100
221
7.800
8.300
8.900
5.5
140.0
153.0
167.0
9.6
244.0
261.0
278.0
119
3.500
3.900
4.300
224
7.900
8.500
9.000
Fetal Growth Table
Merz E., Wellek S.
“Normal Fetal Development Profiles - A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
Manual de Referência 32
Biparietal Diameter (BPD) : NICOLAIDES
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
123
3.600
4.000
4.500
228
8.000
8.600
9.100
Fetal Growth Table
126
3.800
4.200
4.600
231
8.100
8.700
9.200
130
4.000
4.400
4.800
235
8.200
8.800
9.300
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
133
4.100
4.600
5.000
238
8.300
8.900
9.500
137
4.300
4.700
5.200
242
8.400
9.000
9.600
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
140
4.500
4.900
5.300
245
8.500
9.100
9.700
14
2.800
3.100
3.400
27
6.600
7.200
7.800
144
4.600
5.100
5.500
249
8.600
9.200
9.700
15
3.100
3.400
3.700
28
6.900
7.500
8.100
147
4.800
5.200
5.700
252
8.700
9.200
9.800
16
3.400
3.700
4.000
29
7.200
7.800
8.500
151
4.900
5.400
5.900
256
8.700
9.300
9.900
17
3.600
4.000
4.300
30
7.400
8.100
8.800
154
5.100
5.600
6.000
259
8.800
9.400
10.000
18
3.900
4.300
4.700
31
7.700
8.300
9.000
4.200
4.600
5.000
32
7.900
8.600
9.300
9.600
158
5.300
5.700
6.200
263
8.900
9.500
10.100
19
161
5.400
5.900
6.400
266
8.900
9.500
10.100
20
4.500
4.900
5.400
33
8.100
8.800
165
5.600
6.100
6.500
270
9.000
9.600
10.200
21
4.800
5.200
5.700
34
8.300
9.000
9.800
168
5.700
6.200
6.700
273
9.000
9.600
10.300
22
5.100
5.600
6.100
35
8.500
9.200
10.000
172
5.900
6.400
6.900
277
9.100
9.700
10.300
23
5.400
5.900
6.400
36
8.600
9.400
10.200
175
6.100
6.500
7.000
280
9.100
9.700
10.300
24
5.700
6.200
6.800
37
8.700
9.500
10.300
179
6.200
6.700
7.200
284
9.100
9.700
10.400
25
6.000
6.600
7.100
38
8.800
9.600
10.400
182
6.400
6.800
7.300
287
9.100
9.800
10.400
26
6.300
6.900
7.500
39
8.900
9.700
10.500
186
6.500
7.000
7.500
291
9.200
9.800
10.400
189
6.600
7.100
7.700
Manual de Referência 33
Biparietal Diameter (BPD) : OSAKA
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
2.41
90.0
5.79
161.0
8.43
231.0
GA Table
2.46
91.0
5.83
162.0
8.46
232.0
Perinatal care Vol. 9 No. 5
2.52
92.0
5.87
163.0
8.48
233.0
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
2.57
93.0
5.92
164.0
8.51
234.0
94.0
5.96
165.0
8.54
235.0
1.33
70.0
4.9
141.0
7.78
211.0
2.62
1.38
71.0
4.94
142.0
7.81
212.0
2.67
95.0
6.0
166.0
8.57
236.0
1.44
72.0
4.99
143.0
7.85
213.0
2.72
96.0
6.05
167.0
8.6
237.0
1.5
73.0
5.03
144.0
7.88
214.0
2.77
97.0
6.09
168.0
8.62
238.0
1.55
74.0
5.08
145.0
7.92
215.0
2.82
98.0
6.13
169.0
8.65
239.0
1.61
75.0
5.12
146.0
7.95
216.0
2.87
99.0
6.17
170.0
8.68
240.0
1.66
76.0
5.17
147.0
7.98
217.0
2.93
100.0
6.22
171.0
8.7
241.0
101.0
6.26
172.0
8.73
242.0
102.0
6.3
173.0
8.75
243.0
1.72
77.0
5.21
148.0
8.02
218.0
2.98
1.77
78.0
5.26
149.0
8.05
219.0
3.03
1.83
79.0
5.3
150.0
8.08
220.0
3.08
103.0
6.34
174.0
8.78
244.0
104.0
6.39
175.0
8.8
245.0
1.88
80.0
5.35
151.0
8.12
221.0
3.13
1.93
81.0
5.39
152.0
8.15
222.0
3.18
105.0
6.43
176.0
8.83
246.0
1.99
82.0
5.44
153.0
8.18
223.0
3.23
106.0
6.47
177.0
8.85
247.0
2.04
83.0
5.48
154.0
8.21
224.0
3.28
107.0
6.51
178.0
8.87
248.0
2.09
84.0
5.52
155.0
8.24
225.0
3.33
108.0
6.55
179.0
8.9
249.0
2.15
85.0
5.57
156.0
8.27
226.0
3.38
109.0
6.59
180.0
8.92
250.0
2.2
86.0
5.61
157.0
8.31
227.0
3.42
110.0
6.63
181.0
8.94
251.0
111.0
6.67
182.0
8.96
252.0
2.25
87.0
5.66
158.0
8.34
228.0
3.47
2.31
88.0
5.7
159.0
8.37
229.0
3.52
112.0
6.71
183.0
8.98
253.0
2.36
89.0
5.74
160.0
8.4
230.0
3.57
113.0
6.75
184.0
9.0
254.0
Manual de Referência 34
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
3.62
114.0
6.8
185.0
9.02
255.0
4.76
138.0
7.71
209.0
9.36
279.0
3.67
115.0
6.84
186.0
9.04
256.0
4.85
140.0
7.74
210.0
9.36
280.0
3.72
116.0
6.88
187.0
9.06
257.0
3.77
117.0
6.92
188.0
9.08
258.0
3.81
118.0
6.95
189.0
9.1
259.0
3.86
119.0
6.99
190.0
9.12
260.0
3.91
120.0
7.03
191.0
9.14
261.0
Fetal Growth Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
70
1.045
1.330
1.615
176
5.950
6.430
6.910
71
1.095
1.380
1.665
177
5.975
6.470
6.965
3.96
121.0
7.07
192.0
9.15
262.0
4.01
122.0
7.11
193.0
9.17
263.0
4.05
123.0
7.15
194.0
9.18
264.0
72
1.155
1.440
1.725
178
6.015
6.510
7.005
4.1
124.0
7.19
195.0
9.2
265.0
73
1.215
1.500
1.785
179
6.055
6.550
7.045
4.15
125.0
7.23
196.0
9.21
266.0
74
1.265
1.550
1.835
180
6.095
6.590
7.085
4.2
126.0
7.27
197.0
9.23
267.0
75
1.325
1.610
1.895
181
6.135
6.630
7.125
4.24
127.0
7.3
198.0
9.24
268.0
76
1.360
1.660
1.960
182
6.175
6.670
7.165
4.29
128.0
7.34
199.0
9.26
269.0
77
1.420
1.720
2.020
183
6.215
6.710
7.205
4.34
129.0
7.38
200.0
9.27
270.0
78
1.470
1.770
2.070
184
6.255
6.750
7.245
4.39
130.0
7.42
201.0
9.28
271.0
79
1.530
1.830
2.130
185
6.305
6.800
7.295
1.580
1.880
2.180
186
6.345
6.840
7.335
4.43
131.0
7.45
202.0
9.29
272.0
80
4.48
132.0
7.49
203.0
9.3
273.0
81
1.630
1.930
2.230
187
6.385
6.880
7.375
1.675
1.990
2.305
188
6.410
6.920
7.430
4.53
133.0
7.53
204.0
9.31
274.0
82
4.57
134.0
7.56
205.0
9.32
275.0
83
1.725
2.040
2.355
189
6.440
6.950
7.460
4.62
135.0
7.6
206.0
9.33
276.0
84
1.775
2.090
2.405
190
6.480
6.990
7.500
85
1.835
2.150
2.465
191
6.520
7.030
7.540
86
1.885
2.200
2.515
192
6.560
7.070
7.580
4.67
136.0
7.64
207.0
9.34
277.0
4.71
137.0
7.67
208.0
9.35
278.0
Manual de Referência 35
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
87
1.935
2.250
2.565
193
6.600
7.110
7.620
111
3.095
3.470
3.845
217
7.440
7.980
8.520
88
1.995
2.310
2.625
194
6.640
7.150
7.660
112
3.145
3.520
3.895
218
7.480
8.020
8.560
89
2.030
2.360
2.690
195
6.680
7.190
7.700
113
3.195
3.570
3.945
219
7.510
8.050
8.590
90
2.080
2.410
2.740
196
6.720
7.230
7.740
114
3.245
3.620
3.995
220
7.540
8.080
8.620
91
2.130
2.460
2.790
197
6.760
7.270
7.780
115
3.295
3.670
4.045
221
7.580
8.120
8.660
92
2.190
2.520
2.850
198
6.790
7.300
7.810
116
3.345
3.720
4.095
222
7.610
8.150
8.690
93
2.240
2.570
2.900
199
6.830
7.340
7.850
117
3.380
3.770
4.160
223
7.640
8.180
8.720
94
2.290
2.620
2.950
200
6.855
7.380
7.905
118
3.420
3.810
4.200
224
7.670
8.210
8.750
95
2.325
2.670
3.015
201
6.895
7.420
7.945
119
3.470
3.860
4.250
225
7.700
8.240
8.780
96
2.375
2.720
3.065
202
6.925
7.450
7.975
120
3.520
3.910
4.300
226
7.730
8.270
8.810
97
2.425
2.770
3.115
203
6.965
7.490
8.015
121
3.570
3.960
4.350
227
7.770
8.310
8.850
98
2.475
2.820
3.165
204
7.005
7.530
8.055
122
3.620
4.010
4.400
228
7.785
8.340
8.895
99
2.525
2.870
3.215
205
7.035
7.560
8.085
123
3.660
4.050
4.440
229
7.815
8.370
8.925
100
2.585
2.930
3.275
206
7.075
7.600
8.125
124
3.695
4.100
4.505
230
7.845
8.400
8.955
101
2.635
2.980
3.325
207
7.115
7.640
8.165
125
3.745
4.150
4.555
231
7.875
8.430
8.985
102
2.670
3.030
3.390
208
7.145
7.670
8.195
126
3.795
4.200
4.605
232
7.905
8.460
9.015
103
2.720
3.080
3.440
209
7.185
7.710
8.235
127
3.835
4.240
4.645
233
7.925
8.480
9.035
104
2.770
3.130
3.490
210
7.215
7.740
8.265
128
3.885
4.290
4.695
234
7.955
8.510
9.065
105
2.820
3.180
3.540
211
7.255
7.780
8.305
129
3.935
4.340
4.745
235
7.985
8.540
9.095
106
2.870
3.230
3.590
212
7.285
7.810
8.335
130
3.985
4.390
4.795
236
8.015
8.570
9.125
107
2.920
3.280
3.640
213
7.310
7.850
8.390
131
4.025
4.430
4.835
237
8.045
8.600
9.155
108
2.970
3.330
3.690
214
7.340
7.880
8.420
132
4.060
4.480
4.900
238
8.065
8.620
9.175
109
3.005
3.380
3.755
215
7.380
7.920
8.460
133
4.110
4.530
4.950
239
8.095
8.650
9.205
110
3.045
3.420
3.795
216
7.410
7.950
8.490
134
4.150
4.570
4.990
240
8.125
8.680
9.235
Manual de Referência 36
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
135
4.200
4.620
5.040
241
8.145
8.700
9.255
159
5.235
5.700
6.165
265
8.630
9.200
9.770
136
4.250
4.670
5.090
242
8.175
8.730
9.285
160
5.275
5.740
6.205
266
8.640
9.210
9.780
137
4.290
4.710
5.130
243
8.195
8.750
9.305
161
5.325
5.790
6.255
267
8.660
9.230
9.800
138
4.340
4.760
5.180
244
8.225
8.780
9.335
162
5.365
5.830
6.295
268
8.670
9.240
9.810
139
4.380
4.800
5.220
245
8.245
8.800
9.355
163
5.405
5.870
6.335
269
8.675
9.260
9.845
140
4.415
4.850
5.285
246
8.260
8.830
9.400
164
5.455
5.920
6.385
270
8.685
9.270
9.855
141
4.465
4.900
5.335
247
8.280
8.850
9.420
165
5.495
5.960
6.425
271
8.695
9.280
9.865
142
4.505
4.940
5.375
248
8.300
8.870
9.440
166
5.535
6.000
6.465
272
8.705
9.290
9.875
143
4.555
4.990
5.425
249
8.330
8.900
9.470
167
5.570
6.050
6.530
273
8.715
9.300
9.885
144
4.595
5.030
5.465
250
8.350
8.920
9.490
168
5.610
6.090
6.570
274
8.725
9.310
9.895
145
4.645
5.080
5.515
251
8.370
8.940
9.510
169
5.650
6.130
6.610
275
8.735
9.320
9.905
146
4.685
5.120
5.555
252
8.390
8.960
9.530
170
5.690
6.170
6.650
276
8.745
9.330
9.915
147
4.735
5.170
5.605
253
8.410
8.980
9.550
171
5.740
6.220
6.700
277
8.755
9.340
9.925
148
4.775
5.210
5.645
254
8.430
9.000
9.570
172
5.780
6.260
6.740
278
8.765
9.350
9.935
149
4.810
5.260
5.710
255
8.450
9.020
9.590
173
5.820
6.300
6.780
279
8.775
9.360
9.945
150
4.850
5.300
5.750
256
8.470
9.040
9.610
174
5.860
6.340
6.820
280
8.775
9.360
9.945
175
5.910
6.390
6.870
151
4.900
5.350
5.800
257
8.490
9.060
9.630
152
4.940
5.390
5.840
258
8.510
9.080
9.650
153
4.990
5.440
5.890
259
8.530
9.100
9.670
154
5.030
5.480
5.930
260
8.550
9.120
9.690
155
5.070
5.520
5.970
261
8.570
9.140
9.710
156
5.120
5.570
6.020
262
8.580
9.150
9.720
157
5.160
5.610
6.060
263
8.600
9.170
9.740
158
5.195
5.660
6.125
264
8.610
9.180
9.750
Manual de Referência 37
Biparietal Diameter (BPD) : REMPEN
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
GA Table
3.5
107.0
112.0
121.0
6.6
166.0
182.0
194.0
“Rempen, A. Chaoui, R. Kozlowski, P. Häusler, M. Terinde, R. Wisse
3.6
107.0
114.0
126.0
6.7
168.0
184.0
196.0
“Standards zur Ultraschalluntersuchung in der Frühschwangerschaft“;
3.7
112.0
117.0
133.0
6.8
170.0
187.0
198.0
publiziert in: Der Frauenarzt 42 (2001) 327 ff.“
3.8
112.0
119.0
133.0
6.9
173.0
189.0
203.0
3.9
112.0
121.0
135.0
7.0
173.0
191.0
205.0
4.0
112.0
124.0
135.0
7.1
177.0
194.0
210.0
112.0
126.0
135.0
7.2
177.0
194.0
215.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
0.3
43.0
48.0
52.0
1.3
62.0
68.0
75.0
4.1
0.4
45.0
50.0
55.0
1.4
64.0
70.0
77.0
4.2
114.0
128.0
138.0
7.3
180.0
196.0
217.0
117.0
131.0
140.0
7.4
182.0
198.0
222.0
0.5
47.0
52.0
57.0
1.5
66.0
72.0
79.0
4.3
0.6
49.0
54.0
60.0
1.6
67.0
74.0
82.0
4.4
119.0
133.0
142.0
7.5
184.0
201.0
224.0
0.7
51.0
56.0
62.0
1.7
69.0
76.0
84.0
4.5
121.0
135.0
145.0
7.6
187.0
203.0
229.0
124.0
138.0
147.0
7.7
189.0
208.0
231.0
0.8
53.0
58.0
64.0
1.8
71.0
78.0
86.0
4.6
0.9
55.0
60.0
66.0
1.9
73.0
80.0
88.0
4.7
126.0
140.0
149.0
7.8
191.0
210.0
231.0
128.0
142.0
149.0
7.9
194.0
212.0
233.0
1.0
57.0
62.0
68.0
2.0
75.0
82.0
91.0
4.8
1.1
58.0
64.0
71.0
2.1
77.0
85.0
93.0
4.9
131.0
145.0
152.0
8.0
196.0
215.0
238.0
96.0
5.0
133.0
147.0
154.0
8.1
198.0
217.0
240.0
5.1
135.0
149.0
156.0
8.2
201.0
219.0
245.0
5.2
138.0
152.0
159.0
8.3
203.0
224.0
250.0
5.3
140.0
152.0
161.0
8.4
203.0
226.0
252.0
5.4
142.0
154.0
166.0
8.5
205.0
231.0
254.0
5.5
145.0
156.0
168.0
8.6
205.0
233.0
254.0
5.6
147.0
159.0
168.0
8.7
208.0
238.0
257.0
5.7
149.0
161.0
170.0
8.8
210.0
240.0
259.0
5.8
149.0
163.0
173.0
8.9
217.0
247.0
264.0
1.2
60.0
66.0
73.0
2.2
79.0
87.0
Biparietal Diameter (BPD) : SABBAGHA
GA Table
“Sabbagha R.E., Barton B.A., Barton F.B., Kingas E., Orgill J., Turner J.H.
“Sonar biparietal diameter II. Predictive of three fetal growth patterns leading to a closer
assessment of gestational age and neonatal weight“
American Journal of Obstetrics and Gynecology; October 15; 1976; pp.485-490“
Manual de Referência 38
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
5.9
152.0
166.0
175.0
9.0
222.0
250.0
268.0
2.20
12w6d
12w2d
13w3d
6.10
24w5d
23w3d
26w0d
6.0
152.0
168.0
177.0
9.1
226.0
254.0
271.0
2.30
13w1d
12w3d
13w6d
6.20
25w1d
23w6d
26w3d
6.1
154.0
170.0
180.0
9.2
231.0
254.0
273.0
2.40
13w3d
12w5d
14w1d
6.30
25w3d
24w1d
26w5d
6.2
156.0
173.0
182.0
9.3
236.0
257.0
275.0
2.50
13w5d
13w0d
14w3d
6.40
25w5d
24w3d
27w0d
6.3
159.0
175.0
184.0
9.4
240.0
259.0
278.0
2.60
14w0d
13w2d
14w5d
6.50
26w1d
24w6d
27w3d
6.4
163.0
177.0
187.0
9.5
243.0
261.0
280.0
2.70
14w2d
13w4d
15w0d
6.60
26w3d
25w0d
27w6d
6.5
166.0
180.0
191.0
2.80
14w4d
13w6d
15w2d
6.70
26w6d
25w3d
28w2d
2.90
14w6d
14w1d
15w4d
6.80
27w2d
25w6d
28w5d
3.00
15w1d
14w3d
15w6d
6.90
27w4d
26w1d
29w0d
3.10
15w3d
14w5d
16w1d
7.00
28w0d
26w4d
29w3d
GA Table
3.20
15w5d
15w0d
16w3d
7.10
28w3d
27w0d
29w6d
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
3.30
16w0d
15w2d
16w5d
7.20
28w5d
27w1d
30w2d
3.40
16w2d
15w4d
17w0d
7.30
29w1d
27w4d
30w5d
3.50
16w4d
15w6d
17w2d
7.40
29w4d
28w0d
31w1d
3.60
16w6d
16w0d
17w5d
7.50
30w0d
28w3d
31w4d
3.70
17w1d
16w2d
18w0d
7.60
30w3d
28w6d
32w0d
3.80
17w4d
16w5d
18w3d
7.70
30w6d
29w1d
32w4d
3.90
17w6d
17w0d
18w5d
7.80
31w2d
29w4d
33w0d
4.00
18w1d
17w2d
19w0d
7.90
31w5d
30w0d
33w3d
4.10
18w3d
17w4d
19w2d
8.00
32w1d
30w3d
33w6d
4.20
18w5d
17w6d
19w4d
8.10
32w5d
31w0d
34w3d
4.30
19w0d
18w1d
19w6d
8.20
33w1d
31w2d
35w0d
4.40
19w2d
18w3d
20w1d
8.30
33w5d
31w6d
35w4d
Biparietal Diameter (BPD) : SHINOZUKA
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
1.30
10w1d
09w4d
10w5d
5.20
21w6d
20w6d
22w6d
1.40
10w3d
09w6d
11w0d
5.30
22w1d
21w0d
23w2d
1.50
10w5d
10w1d
11w2d
5.40
22w3d
21w2d
23w4d
1.60
11w0d
10w3d
11w4d
5.50
22w5d
21w4d
23w6d
1.70
11w2d
10w5d
11w6d
5.60
23w1d
22w0d
24w2d
1.80
11w4d
11w0d
12w1d
5.70
23w3d
22w2d
24w4d
1.90
11w6d
11w2d
12w3d
5.80
23w5d
22w4d
24w6d
2.00
12w1d
11w4d
12w5d
5.90
24w1d
23w0d
25w2d
2.10
12w3d
11w6d
13w0d
6.00
24w3d
23w1d
25w5d
Manual de Referência 39
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Age
(wd)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(wd)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
4.50
19w4d
18w5d
20w3d
8.40
34w2d
32w3d
36w1d
21w3d
5.11
4.67
5.55
38w3d
9.01
8.43
9.59
4.60
20w0d
19w0d
21w0d
8.50
34w6d
33w0d
36w5d
22w3d
5.42
4.97
5.87
39w3d
9.11
8.52
9.70
5.73
5.27
6.18
40w3d
9.18
8.59
9.78
4.70
20w2d
19w2d
21w2d
8.60
35w3d
33w3d
37w3d
23w3d
4.80
20w4d
19w4d
21w4d
8.70
36w0d
34w0d
38w0d
24w3d
6.03
5.56
6.49
41w3d
9.24
8.63
9.85
6.32
5.85
6.79
42w3d
9.28
8.66
9.89
6.60
6.12
7.08
4.90
20w6d
19w6d
21w6d
8.80
36w5d
34w5d
38w5d
25w3d
5.00
21w1d
20w1d
22w1d
8.90
37w4d
35w4d
39w4d
26w3d
5.10
21w3d
20w3d
22w3d
9.00
38w3d
36w2d
40w4d
Biparietal Diameter (BPD) : TOKYO
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. "Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry"
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
Age
(wd)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(wd)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
10w3d
1.43
1.08
1.77
27w3d
6.87
6.38
7.36
11w3d
1.76
1.41
2.12
28w3d
7.14
6.64
7.63
12w3d
2.10
1.74
2.47
29w3d
7.39
6.88
7.89
13w3d
2.44
2.07
2.82
30w3d
7.63
7.11
8.14
14w3d
2.78
2.40
3.16
31w3d
7.85
7.33
8.38
15w3d
3.12
2.73
3.51
32w3d
8.06
7.53
8.60
16w3d
3.46
3.06
3.86
33w3d
8.26
7.72
8.80
17w3d
3.80
3.39
4.20
34w3d
8.45
7.90
8.99
18w3d
4.13
3.72
4.55
35w3d
8.61
8.06
9.17
19w3d
4.46
4.04
4.88
36w3d
8.76
8.20
9.33
20w3d
4.79
4.36
5.22
37w3d
8.90
8.32
9.47
GA Table
“Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
Department of Obstetrics and Gynecology, University of Tokyo Faculty of Medicine, “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“
Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996“
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
20.0
79.0
85.0
91.0
6.0
56.0
156.0
162.0
168.0
6.0
21.0
81.0
87.0
93.0
6.0
57.0
158.0
164.0
170.0
6.0
22.0
83.0
89.0
95.0
6.0
58.0
161.0
167.0
173.0
6.0
23.0
86.0
92.0
98.0
6.0
59.0
163.0
169.0
175.0
6.0
24.0
88.0
94.0
100.0
6.0
60.0
165.0
171.0
177.0
6.0
25.0
90.0
96.0
102.0
6.0
61.0
167.0
174.0
181.0
7.0
26.0
92.0
98.0
104.0
6.0
62.0
169.0
176.0
183.0
7.0
27.0
94.0
100.0
106.0
6.0
63.0
172.0
179.0
186.0
7.0
Manual de Referência 40
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
28.0
96.0
102.0
108.0
6.0
64.0
174.0
181.0
188.0
7.0
52.0
147.0
153.0
159.0
6.0
88.0
244.0
253.0
262.0
9.0
29.0
96.0
102.0
108.0
6.0
65.0
176.0
183.0
190.0
7.0
53.0
148.0
154.0
160.0
6.0
89.0
249.0
258.0
267.0
9.0
90.0
253.0
262.0
271.0
9.0
30.0
101.0
106.0
111.0
5.0
66.0
179.0
186.0
193.0
7.0
54.0
151.0
157.0
163.0
6.0
31.0
103.0
108.0
113.0
5.0
67.0
181.0
188.0
195.0
7.0
55.0
154.0
160.0
166.0
6.0
32.0
105.0
110.0
115.0
5.0
68.0
184.0
191.0
198.0
7.0
33.0
107.0
112.0
117.0
5.0
69.0
187.0
194.0
201.0
7.0
34.0
109.0
114.0
119.0
5.0
70.0
189.0
196.0
203.0
7.0
35.0
111.0
116.0
121.0
5.0
71.0
191.0
199.0
207.0
8.0
36.0
113.0
118.0
123.0
5.0
72.0
193.0
201.0
209.0
8.0
37.0
115.0
120.0
125.0
5.0
73.0
196.0
204.0
212.0
8.0
38.0
118.0
123.0
128.0
5.0
74.0
199.0
207.0
215.0
8.0
39.0
120.0
125.0
130.0
5.0
75.0
202.0
210.0
218.0
8.0
40.0
122.0
127.0
132.0
5.0
76.0
205.0
213.0
221.0
8.0
41.0
124.0
129.0
134.0
5.0
77.0
208.0
216.0
224.0
8.0
42.0
126.0
131.0
136.0
5.0
78.0
210.0
218.0
226.0
8.0
43.0
128.0
133.0
138.0
5.0
79.0
213.0
221.0
229.0
8.0
44.0
130.0
135.0
140.0
5.0
80.0
217.0
225.0
233.0
8.0
45.0
132.0
138.0
144.0
6.0
81.0
220.0
228.0
236.0
8.0
46.0
134.0
140.0
146.0
6.0
82.0
223.0
231.0
239.0
8.0
47.0
136.0
142.0
148.0
6.0
83.0
225.0
234.0
243.0
9.0
48.0
138.0
144.0
150.0
6.0
84.0
229.0
238.0
247.0
49.0
140.0
146.0
152.0
6.0
85.0
232.0
241.0
250.0
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, Masahiko Mizuno Issued by Shindan & Tiryo Sya Tokyo
University, School of Medicine, OB/GYN dept. “How to interpret OB/GYN ultrasound
measurement data“; 80. Fetal Measurement Obstetrics & Gynecology Chapter 56 Separate
volume; 1989, Oct. 27th Publication
Age
(day)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(day)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
84
13.880
19.580
24.550
189
60.830
67.420
73.270
91
17.610
22.990
27.600
196
63.260
70.130
76.140
98
21.260
26.410
30.740
203
65.610
72.750
78.900
105
24.830
29.820
33.970
210
67.870
75.270
81.530
112
28.310
33.200
37.270
217
70.050
77.680
84.010
119
31.700
36.540
40.620
224
72.140
79.970
86.350
126
35.000
39.860
43.990
231
74.140
82.140
88.530
133
38.220
43.140
47.380
238
76.050
84.180
90.540
140
41.350
46.370
50.770
245
77.880
86.070
92.370
9.0
147
44.390
49.560
54.150
252
79.620
87.820
94.020
9.0
154
47.350
52.700
57.490
259
81.270
89.410
95.480
50.0
142.0
148.0
154.0
6.0
86.0
236.0
245.0
254.0
9.0
161
50.220
55.780
60.790
266
82.840
90.840
96.750
51.0
145.0
151.0
157.0
6.0
87.0
240.0
249.0
258.0
9.0
168
53.000
58.800
64.030
273
84.320
92.080
97.810
Manual de Referência 41
Age
(day)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(day)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
175
55.690
61.750
67.200
280
85.720
93.140
98.670
182
58.300
64.630
70.280
287
87.020
94.010
99.310
Crown-Rump Length (CRL) : ASUM
GA Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
0.1
37.0
2.0
59.0
5.2
81.0
0.2
38.0
2.1
60.0
5.5
82.0
0.3
39.0
2.2
61.0
5.6
83.0
0.3
40.0
2.2
62.0
5.7
84.0
0.4
41.0
2.3
63.0
5.8
85.0
0.4
42.0
2.4
64.0
6.0
86.0
0.5
43.0
2.6
65.0
6.1
87.0
0.6
44.0
2.7
66.0
6.3
88.0
0.7
45.0
2.8
67.0
6.4
89.0
0.8
46.0
2.9
68.0
6.5
90.0
0.9
47.0
3.1
69.0
6.8
91.0
1.0
48.0
3.4
70.0
7.0
92.0
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
1.1
49.0
3.6
71.0
7.2
93.0
1.1
50.0
3.7
72.0
7.4
94.0
1.2
51.0
3.8
73.0
7.6
95.0
1.2
52.0
3.9
74.0
7.7
96.0
1.3
53.0
3.9
75.0
8.0
97.0
1.4
54.0
4.0
76.0
8.1
98.0
1.5
55.0
4.4
77.0
8.4
99.0
1.7
56.0
4.5
78.0
8.5
100.0
1.8
57.0
4.7
79.0
8.6
101.0
1.9
58.0
4.8
80.0
8.7
102.0
Fetal Growth Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Age (day)
Mean (cm)
Age (day)
Mean (cm)
37
0.100
70
3.400
38
0.200
71
3.600
39
0.300
72
3.700
40
0.300
73
3.800
41
0.400
74
3.900
42
0.400
75
3.900
43
0.500
76
4.000
Manual de Referência 42
Crown-Rump Length (CRL) : HADLOCK
Age (day)
Mean (cm)
Age (day)
Mean (cm)
44
0.600
77
4.400
45
0.700
78
4.500
GA Table
46
0.800
79
4.700
47
0.900
80
4.800
48
1.000
81
5.200
“Hadlock F., Shah Y.P, Kanon D.J., Math B., Lindsey J.V., “Fetal Crown-Rump Length:
Reevaluation of Relation to Menstrual Age (5-18 weeks) with High-Resolution Real-Time
Ultrasound.“ Radiology, 182:501-505, 1992.“
49
1.100
82
5.500
50
1.100
83
5.600
51
1.200
84
5.700
Fetal Growth Table
52
1.200
85
5.800
53
1.300
86
6.000
54
1.400
87
6.100
Hadlock F., Shah Y.P, Kanon D.J., Math B., Lindsey J.V., “Fetal Crown-Rump Length: Reevaluation
of Relation to Menstrual Age (5-18 weeks) with High-Resolution Real-Time Ultrasound.“
Radiology, 182:501-505, 1992.
55
1.500
88
6.300
56
1.700
89
6.400
57
1.800
90
6.500
58
1.900
91
6.800
59
2.000
92
7.000
60
2.100
93
7.200
61
2.200
94
7.400
62
2.200
95
7.600
63
2.300
96
7.700
64
2.400
97
8.000
65
2.600
98
8.100
66
2.700
99
8.400
67
2.800
100
8.500
68
2.900
101
8.600
69
3.100
102
8.700
GA= exp(1.684969 + 0.315646 x {OB_CRL} - 0.049306 x ({OB_CRL} 2) + 0.004057 x ({OB_
CRL} 3) - 0.00012046 x ({OB_CRL} 4))
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
35
0.179
0.222
0.265
81
4.108
5.097
6.086
36
0.200
0.248
0.296
82
4.249
5.272
6.294
37
0.223
0.276
0.330
83
4.390
5.447
6.503
38
0.247
0.307
0.366
84
4.531
5.622
6.712
39
0.274
0.340
0.406
85
4.672
5.797
6.921
40
0.304
0.377
0.450
86
4.813
5.971
7.130
41
0.335
0.416
0.497
87
4.953
6.145
7.338
42
0.369
0.458
0.547
88
5.093
6.319
7.545
43
0.406
0.504
0.602
89
5.232
6.491
7.751
44
0.446
0.553
0.660
90
5.370
6.663
7.955
45
0.488
0.605
0.723
91
5.508
6.833
8.159
46
0.533
0.662
0.790
92
5.644
7.002
8.361
Manual de Referência 43
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(day)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
47
0.582
0.722
0.862
93
5.779
7.170
8.561
72
2.882
3.575
4.269
118
8.742
10.846
12.950
48
0.633
0.786
0.938
94
5.913
7.336
8.759
73
3.012
3.737
4.462
119
8.852
10.983
13.113
49
0.688
0.853
1.019
95
6.045
7.500
8.955
74
3.144
3.901
4.658
120
8.963
11.120
13.278
50
0.746
0.925
1.105
96
6.176
7.663
9.150
75
3.278
4.068
4.857
121
9.075
11.259
13.443
51
0.807
1.002
1.196
97
6.306
7.824
9.342
76
3.414
4.236
5.058
122
9.188
11.400
13.611
52
0.872
1.082
1.292
98
6.434
7.983
9.532
77
3.551
4.406
5.260
123
9.303
11.542
13.781
53
0.940
1.167
1.393
99
6.561
8.140
9.720
78
3.689
4.577
5.465
124
9.419
11.686
13.953
54
1.012
1.256
1.500
100
6.686
8.296
9.905
79
3.828
4.749
5.671
125
9.537
11.833
14.128
55
1.088
1.350
1.611
101
6.810
8.449
10.088
80
3.968
4.923
5.878
126
9.658
11.983
14.307
56
1.167
1.447
1.728
102
6.932
8.601
10.270
57
1.249
1.550
1.851
103
7.053
8.751
10.449
58
1.335
1.657
1.978
104
7.173
8.899
10.625
Crown-Rump Length (CRL) : HANSMANN
59
1.425
1.768
2.111
105
7.291
9.045
10.800
60
1.518
1.884
2.249
106
7.407
9.190
10.973
61
1.615
2.003
2.392
107
7.523
9.333
11.144
62
1.715
2.127
2.540
108
7.637
9.475
11.313
63
1.818
2.256
2.693
109
7.750
9.615
11.481
64
1.925
2.388
2.851
110
7.862
9.755
11.647
0.6
36.0
65
2.035
2.524
3.014
111
7.974
9.893
11.812
0.7
38.0
GA Table
“Hansmann, U.Voigt;H.Schuhmacher;P.Jeanty. “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer-Verlag, New York, 1986, p.439.“
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
43.0
49.0
5.2
77.0
86.0
95.0
44.0
51.0
5.4
77.0
87.0
96.0
66
2.147
2.664
3.181
112
8.084
10.030
11.976
0.8
39.0
46.0
52.0
5.6
78.0
88.0
97.0
67
2.263
2.808
3.353
113
8.194
10.167
12.139
0.9
41.0
48.0
55.0
5.8
79.0
89.0
98.0
68
2.382
2.955
3.528
114
8.304
10.303
12.301
1.0
43.0
49.0
56.0
6.0
80.0
90.0
99.0
69
2.503
3.106
3.708
115
8.413
10.438
12.463
1.1
44.0
51.0
57.0
6.3
81.0
91.0
101.0
70
2.627
3.259
3.892
116
8.523
10.574
12.625
1.2
45.0
52.0
59.0
6.6
82.0
93.0
103.0
71
2.753
3.416
4.079
117
8.632
10.710
12.787
1.3
47.0
53.0
60.0
7.0
84.0
94.0
105.0
Manual de Referência 44
Fetal Growth Table
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.4
48.0
55.0
62.0
7.3
85.0
96.0
106.0
1.5
49.0
56.0
63.0
7.6
86.0
97.0
108.0
1.6
51.0
58.0
64.0
8.0
88.0
99.0
110.0
Age
(day)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(day)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
1.7
52.0
59.0
65.0
8.3
89.0
100.0
112.0
43
0.230
0.690
1.150
86
4.000
5.560
7.130
1.8
53.0
60.0
67.0
8.6
90.0
102.0
114.0
44
0.280
0.760
1.250
88
4.320
5.940
7.550
0.320
0.830
1.340
90
4.640
6.310
7.980
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann). “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology.“ Springer-Verlag, New York, 1986, p.438
1.9
54.0
61.0
68.0
9.0
92.0
104.0
116.0
45
2.0
55.0
62.0
69.0
9.3
94.0
106.0
118.0
46
0.360
0.900
1.430
93
5.130
6.880
8.630
0.390
0.960
1.520
95
5.560
7.260
9.060
0.430
1.020
1.610
97
5.780
7.630
9.480
2.1
56.0
63.0
70.0
9.6
95.0
108.0
120.0
47
2.2
57.0
64.0
71.0
10.0
97.0
110.0
122.0
48
2.3
58.0
65.0
72.0
10.3
99.0
112.0
125.0
49
0.470
1.080
1.690
100
6.250
8.180
10.110
50
0.500
1.140
1.780
102
6.560
8.540
10.520
2.4
59.0
66.0
73.0
10.6
101.0
114.0
127.0
2.6
61.0
68.0
75.0
11.0
103.0
116.0
130.0
51
0.540
1.210
1.870
104
6.860
8.890
10.920
52
0.580
1.270
1.960
107
7.280
9.390
11.500
2.8
62.0
70.0
78.0
11.3
105.0
119.0
133.0
3.0
64.0
72.0
79.0
11.6
107.0
121.0
135.0
53
0.620
1.330
2.050
109
7.550
9.710
11.870
0.660
1.400
2.140
111
7.800
10.010
12.220
3.2
65.0
73.0
81.0
12.0
109.0
123.0
137.0
54
3.4
67.0
75.0
82.0
12.3
112.0
126.0
140.0
55
0.700
1.470
2.240
114
8.150
10.440
12.730
0.750
1.540
2.340
116
8.360
10.700
13.040
3.6
68.0
76.0
84.0
12.6
114.0
128.0
143.0
56
3.8
69.0
78.0
86.0
13.0
117.0
132.0
146.0
57
0.800
1.620
2.440
118
8.560
10.950
13.340
4.0
71.0
79.0
87.0
13.3
119.0
134.0
149.0
59
0.910
1.780
2.650
121
8.830
11.300
13.770
1.030
1.960
2.880
123
8.990
11.510
14.040
4.2
72.0
80.0
88.0
13.6
122.0
137.0
153.0
61
4.4
73.0
81.0
90.0
14.0
125.0
140.0
156.0
63
1.170
2.150
3.120
125
9.150
11.720
14.290
1.330
2.360
3.390
128
9.350
12.000
14.650
4.6
75.0
83.0
91.0
14.3
127.0
143.0
159.0
65
4.8
76.0
84.0
93.0
14.6
130.0
146.0
162.0
67
1.510
2.590
3.660
130
9.480
12.190
14.890
166.0
69
1.700
2.830
3.960
132
9.620
12.370
15.120
5.0
76.0
85.0
94.0
15.0
133.0
150.0
Manual de Referência 45
Age
(day)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(day)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
72
2.030
3.240
4.440
134
9.750
12.550
15.360
2.3
61.0
65.0
71.0
3.9
73.0
77.0
82.0
74
2.270
3.530
4.790
136
9.890
12.740
15.600
2.4
62.0
66.0
72.0
4.0
74.0
78.0
83.0
76
2.520
3.830
5.140
138
10.030
12.940
15.850
2.5
63.0
67.0
73.0
4.1
75.0
79.0
83.0
79
2.930
4.320
5.710
140
10.200
13.160
16.120
2.6
64.0
68.0
74.0
4.2
75.0
79.0
84.0
81
3.220
4.660
6.130
141
10.290
13.280
16.260
2.7
65.0
69.0
75.0
4.3
76.0
80.0
84.0
83
3.530
5.020
6.510
142
10.400
13.400
16.410
2.8
65.0
70.0
75.0
Fetal Growth Table
Crown-Rump Length (CRL) : JSUM
GA Table
“Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)“
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
49
0.570
1.010
1.720
67
1.510
2.500
3.370
51
0.600
1.050
1.640
69
1.710
2.760
3.730
1.3
52.0
56.0
63.0
2.9
66.0
70.0
76.0
53
0.650
1.130
1.660
71
1.920
3.030
4.070
1.4
53.0
57.0
64.0
3.0
67.0
71.0
77.0
55
0.720
1.250
1.750
73
2.150
3.310
4.410
1.5
54.0
58.0
64.0
3.1
68.0
72.0
77.0
57
0.810
1.400
1.910
75
2.410
3.580
4.710
1.6
55.0
59.0
65.0
3.2
69.0
73.0
78.0
59
0.910
1.580
2.130
77
2.670
3.840
4.980
1.7
56.0
60.0
66.0
3.3
69.0
73.0
79.0
61
1.030
1.780
2.400
79
2.960
4.090
5.210
1.8
57.0
61.0
67.0
3.4
70.0
74.0
79.0
63
1.170
2.000
2.700
81
3.270
4.330
5.380
1.9
58.0
62.0
68.0
3.5
71.0
75.0
80.0
65
1.330
2.250
3.030
2.0
59.0
63.0
69.0
3.6
71.0
75.0
80.0
2.1
60.0
64.0
70.0
3.7
72.0
76.0
81.0
2.2
60.0
65.0
71.0
3.8
73.0
77.0
82.0
Manual de Referência 46
Fetal Growth Table
Crown-Rump Length (CRL) : NELSON
Perinatal care Vol. 9 No. 5
GA Table
“Nelson L.H., “Comparison of Methods for Determining Crown-Rump Measurement by RealTime Ultrasound“ Journal of clinical ultrasound 9: 67-70; February 1981“
GA= (51.008 + 6 x {OB_CRL})/7
Crown-Rump Length (CRL) : OSAKA
GA Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
49
0.630
0.870
1.110
70
2.280
3.000
3.720
50
0.655
0.910
1.165
71
2.415
3.150
3.885
51
0.675
0.960
1.245
72
2.545
3.310
4.075
52
0.720
1.020
1.320
73
2.690
3.470
4.250
53
0.750
1.080
1.410
74
2.820
3.630
4.440
54
0.805
1.150
1.495
75
2.965
3.790
4.615
55
0.845
1.220
1.595
76
3.095
3.950
4.805
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
56
0.910
1.300
1.690
77
3.250
4.120
4.990
0.87
49.0
2.04
63.0
4.12
77.0
57
0.970
1.390
1.810
78
3.380
4.280
5.180
1.055
1.490
1.925
79
3.535
4.450
5.365
0.91
50.0
2.16
64.0
4.28
78.0
58
0.96
51.0
2.29
65.0
4.45
79.0
59
1.125
1.590
2.055
80
3.675
4.620
5.565
1.02
52.0
2.43
66.0
4.62
80.0
60
1.210
1.690
2.170
81
3.830
4.790
5.750
1.290
1.800
2.310
82
3.970
4.960
5.950
1.08
53.0
2.57
67.0
4.79
81.0
61
1.15
54.0
2.71
68.0
4.96
82.0
62
1.395
1.920
2.445
83
4.125
5.130
6.135
1.485
2.040
2.595
84
4.265
5.300
6.335
1.22
55.0
2.85
69.0
5.13
83.0
63
1.3
56.0
3.0
70.0
5.3
84.0
64
1.590
2.160
2.730
85
4.430
5.480
6.530
65
1.690
2.290
2.890
86
4.570
5.650
6.730
66
1.815
2.430
3.045
87
4.725
5.820
6.915
67
1.925
2.570
3.215
88
4.865
5.990
7.115
68
2.035
2.710
3.385
89
5.020
6.160
7.300
69
2.160
2.850
3.540
90
5.150
6.320
7.490
1.39
57.0
3.15
71.0
5.48
85.0
1.49
58.0
3.31
72.0
5.65
86.0
1.59
59.0
3.47
73.0
5.82
87.0
1.69
60.0
3.63
74.0
5.99
88.0
1.8
61.0
3.79
75.0
6.16
89.0
1.92
62.0
3.95
76.0
6.32
90.0
Manual de Referência 47
Crown-Rump Length (CRL) : REMPEN
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
GA Table
2.0
54.0
59.0
64.0
5.0
76.0
82.0
88.0
“Rempen A., Chaoui R., Kozlowski P., Terinde R., Wisser J.,Häusler M.: “Standards zur
Ultraschalluntersuchung in der Frühschwangerschaft“.
2.1
55.0
60.0
65.0
5.1
77.0
83.0
89.0
2.2
55.0
61.0
66.0
5.2
77.0
83.0
90.0
publiziert in: Der Frauenarzt 42 (2001), 327 ff.“
2.3
56.0
61.0
67.0
5.3
78.0
84.0
90.0
2.4
57.0
62.0
68.0
5.4
79.0
85.0
91.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
2.5
58.0
63.0
69.0
5.5
79.0
86.0
92.0
0.2
37.0
42.0
46.0
3.2
63.0
69.0
74.0
2.6
59.0
64.0
69.0
5.6
80.0
86.0
93.0
0.3
39.0
43.0
47.0
3.3
64.0
69.0
75.0
2.7
59.0
65.0
70.0
5.7
81.0
87.0
94.0
0.4
40.0
44.0
49.0
3.4
64.0
70.0
76.0
2.8
60.0
65.0
71.0
5.8
82.0
88.0
94.0
2.9
61.0
66.0
72.0
5.9
82.0
89.0
95.0
6.0
83.0
89.0
96.0
0.5
41.0
45.0
50.0
3.5
65.0
71.0
77.0
0.6
42.0
46.0
51.0
3.6
66.0
72.0
77.0
3.0
62.0
67.0
73.0
0.7
43.0
47.0
52.0
3.7
67.0
72.0
78.0
3.1
62.0
68.0
73.0
0.8
44.0
48.0
53.0
3.8
67.0
73.0
79.0
0.9
45.0
49.0
54.0
3.9
68.0
74.0
80.0
1.0
46.0
50.0
55.0
4.0
69.0
75.0
81.0
1.1
46.0
51.0
56.0
4.1
70.0
75.0
81.0
1.2
47.0
52.0
57.0
4.2
70.0
76.0
82.0
1.3
48.0
53.0
58.0
4.3
71.0
77.0
83.0
Crown-Rump Length (CRL) : ROBINSON
GA Table
1.4
49.0
54.0
59.0
4.4
72.0
78.0
84.0
Rempen A., Chaoui R., Kozlowski P., Terinde R., Wisser J.,Häusler M.: “Standards zur
Ultraschalluntersuchung in der Frühschwangerschaft“. publiziert in: Der Frauenarzt 42
(2001), 327 ff.
1.5
50.0
55.0
60.0
4.5
72.0
78.0
84.0
GA = (8.052 x sqrt(10 x {OB_CRL}) + 23.73)/7
1.6
51.0
56.0
61.0
4.6
73.0
79.0
85.0
Output Unit: w (weeks)
1.7
52.0
56.0
62.0
4.7
74.0
80.0
86.0
Input Unit: cm
1.8
52.0
57.0
63.0
4.8
75.0
81.0
87.0
Min Range: 0.6cm
1.9
53.0
58.0
63.0
4.9
75.0
81.0
87.0
Max Range: 8.5cm
Manual de Referência 48
Crown-Rump Length (CRL) : SHINOZUKA
Age
(day)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
Age
(day)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
GA Table
54
0.760
1.170
1.580
76
2.620
3.580
4.540
“Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
55
0.820
1.250
1.690
77
2.730
3.710
4.700
Department of Obstetrics and Gynecology, University of Tokyo Faculty of Medicine, “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“
56
0.880
1.340
1.800
78
2.840
3.850
4.860
57
0.950
1.430
1.910
79
2.960
4.000
5.030
Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996“
58
1.010
1.520
2.030
80
3.080
4.140
5.200
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
59
1.080
1.610
2.150
81
3.200
4.290
5.370
60
1.150
1.710
2.270
82
3.330
4.440
5.550
0.5
42.0
45.0
48.0
3.0
3.0
65.0
72.0
79.0
7.0
61
1.220
1.810
2.390
83
3.450
4.590
5.730
1.0
48.0
52.0
56.0
4.0
3.5
68.0
76.0
84.0
8.0
62
1.300
1.910
2.520
84
3.580
4.740
5.910
1.5
52.0
57.0
62.0
5.0
4.0
72.0
80.0
88.0
8.0
63
1.380
2.010
2.650
85
3.720
4.900
6.090
2.0
56.0
62.0
68.0
6.0
4.5
74.0
83.0
92.0
9.0
64
1.460
2.120
2.780
86
3.850
5.060
6.270
2.5
61.0
67.0
73.0
6.0
5.0
76.0
86.0
96.0
10.0
65
1.540
2.230
2.910
87
3.990
5.220
6.460
66
1.630
2.340
3.050
88
4.130
5.390
6.650
67
1.720
2.450
3.180
89
4.270
5.550
6.840
68
1.810
2.570
3.320
90
4.410
5.720
7.030
69
1.900
2.680
3.470
91
4.560
5.890
7.230
70
1.990
2.800
3.610
Fetal Growth Table
Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
Department of Obstetrics and Gynecology, Faculty of Medicine, University of Tokyo “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“ Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996
Age
(day)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
Age
(day)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
49
0.510
0.790
1.070
71
2.090
2.930
3.760
50
0.550
0.860
1.170
72
2.190
3.050
3.910
51
0.600
0.930
1.270
73
2.290
3.180
4.060
52
0.650
1.010
1.370
74
2.400
3.310
4.220
53
0.710
1.090
1.470
75
2.510
3.440
4.380
Manual de Referência 49
Fetal Growth Table
Crown-Rump Length (CRL) : TOKYO
Tokyo University Method 1986, 6 by University Tokyo
GA Table
Tokyo University Method 1986, 6 by University Tokyo
Age (day)
Mean (cm)
Age (day)
Mean (cm)
55
1.300
73
3.200
56
1.400
74
3.300
57
1.500
74
3.400
58
1.600
75
3.500
59
1.700
76
3.600
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
13.0
47.0
55.0
63.0
8.0
32.0
66.0
73.0
80.0
7.0
14.0
47.0
56.0
65.0
9.0
33.0
67.0
74.0
81.0
7.0
15.0
47.0
57.0
67.0
10.0
34.0
67.0
74.0
81.0
7.0
60
1.800
77
3.700
16.0
50.0
58.0
66.0
8.0
35.0
68.0
75.0
82.0
7.0
61
1.900
78
3.800
17.0
50.0
59.0
68.0
9.0
36.0
69.0
76.0
83.0
7.0
62
2.000
78
3.900
18.0
50.0
60.0
70.0
10.0
37.0
70.0
77.0
84.0
7.0
63
2.100
79
4.000
19.0
53.0
61.0
69.0
8.0
38.0
71.0
78.0
85.0
7.0
64
2.200
80
4.100
20.0
53.0
62.0
71.0
9.0
39.0
71.0
78.0
85.0
7.0
65
2.300
81
4.200
21.0
56.0
63.0
70.0
7.0
40.0
72.0
79.0
86.0
7.0
66
2.400
81
4.300
22.0
57.0
64.0
71.0
7.0
41.0
73.0
80.0
87.0
7.0
67
2.500
82
4.400
23.0
58.0
65.0
72.0
7.0
42.0
74.0
81.0
88.0
7.0
68
2.600
83
4.500
24.0
59.0
66.0
73.0
7.0
43.0
74.0
81.0
88.0
7.0
68
2.700
84
4.600
2.800
84
4.700
25.0
60.0
67.0
74.0
7.0
44.0
75.0
82.0
89.0
7.0
69
26.0
61.0
68.0
75.0
7.0
45.0
76.0
83.0
90.0
7.0
70
2.900
85
4.800
3.000
86
4.900
3.100
86
5.000
27.0
61.0
68.0
75.0
7.0
46.0
77.0
84.0
91.0
7.0
71
28.0
62.0
69.0
76.0
7.0
47.0
77.0
84.0
91.0
7.0
72
29.0
63.0
70.0
77.0
7.0
48.0
78.0
85.0
92.0
7.0
30.0
64.0
71.0
78.0
7.0
49.0
79.0
86.0
93.0
7.0
31.0
65.0
72.0
79.0
7.0
50.0
79.0
86.0
93.0
7.0
Manual de Referência 50
Fibula Length (FIB) : JEANTY
Femur Length (FL) : ASUM
Fetal Growth Table
GA Table
Jeanty,P., “Fetal Limb Biometry” Radiology, Vol. 147 No. 2, 1983, pages 601-602
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
11
2
2
2
26
32
39
43
12
5
5
5
27
35
41
47
13
8
8
8
28
36
43
47
14
6
11
11
29
40
45
50
15
10
14
18
30
38
47
52
16
6
17
22
31
40
48
57
17
7
19
31
32
40
50
56
18
10
22
28
33
43
51
59
19
18
24
30
34
46
52
56
2.2
105.0
112.0
119.0
7.0
6.2
203.0
224.0
245.0
21.0
112.0
119.0
126.0
7.0
6.5
210.0
231.0
252.0
21.0
116.0
126.0
136.0
10.0
6.6
217.0
238.0
259.0
21.0
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
0.8
70.0
77.0
84.0
7.0
5.0
175.0
189.0
203.0
14.0
1.0
77.0
84.0
91.0
7.0
5.4
182.0
196.0
210.0
14.0
1.1
84.0
91.0
98.0
7.0
5.5
185.0
203.0
221.0
18.0
1.5
91.0
98.0
105.0
7.0
5.8
192.0
210.0
228.0
18.0
1.7
98.0
105.0
112.0
7.0
5.9
199.0
217.0
235.0
18.0
20
18
27
30
35
51
54
57
2.5
21
24
29
34
36
51
55
56
2.8
22
21
31
37
37
55
56
58
3.0
123.0
133.0
143.0
10.0
6.7
224.0
245.0
266.0
21.0
130.0
140.0
150.0
10.0
6.9
231.0
252.0
273.0
21.0
133.0
147.0
161.0
14.0
7.2
238.0
259.0
280.0
21.0
23
23
33
44
38
54
57
59
3.2
24
26
35
41
39
55
58
62
3.4
25
33
37
42
40
54
59
62
3.7
140.0
154.0
168.0
14.0
7.3
245.0
266.0
287.0
21.0
4.3
147.0
161.0
175.0
14.0
7.5
252.0
273.0
294.0
21.0
4.5
154.0
168.0
182.0
14.0
7.6
259.0
280.0
301.0
21.0
4.8
161.0
175.0
189.0
14.0
7.7
266.0
287.0
308.0
21.0
4.9
168.0
182.0
196.0
14.0
Manual de Referência 51
Fetal Growth Table
Femur Length (FL) : CFEF
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
11
0.600
0.800
1.000
27
4.500
5.000
5.500
12
0.750
1.000
1.250
28
5.000
5.400
5.800
13
0.850
1.100
1.350
29
4.950
5.500
6.050
14
1.200
1.500
1.800
30
5.200
5.800
6.400
15
1.350
1.700
2.050
31
5.350
5.900
6.450
16
1.800
2.200
2.600
32
5.600
6.200
6.800
17
2.100
2.500
2.900
33
6.100
6.500
6.900
18
2.300
2.800
3.300
34
6.200
6.600
7.000
19
2.500
3.000
3.500
35
6.100
6.700
7.300
20
2.600
3.200
3.800
36
6.300
6.900
7.500
21
2.800
3.400
4.000
37
6.700
7.200
7.700
22
3.200
3.700
4.200
38
6.750
7.300
7.850
23
3.800
4.300
4.800
39
6.900
7.500
8.100
24
4.100
4.500
4.900
40
7.200
7.600
8.000
25
4.300
4.800
5.300
41
7.200
7.700
8.200
26
4.400
4.900
5.400
GA Table
“Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G., “Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol.Obstet Fertil., Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445“
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
6.33
84.0
37.87
154.0
61.11
224.0
9.88
91.0
40.5
161.0
63.0
231.0
13.33
98.0
43.16
168.0
64.76
238.0
16.66
105.0
45.69
175.0
66.47
245.0
19.95
112.0
48.17
182.0
68.13
252.0
23.12
119.0
50.53
189.0
69.63
259.0
26.23
126.0
52.8
196.0
71.11
266.0
29.25
133.0
54.94
203.0
72.48
273.0
32.23
140.0
57.13
210.0
73.79
280.0
35.05
147.0
59.15
217.0
74.0
287.0
Manual de Referência 52
Fetal Growth Table
Femur Length (FL) : CHITTY
Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G.,“Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
12
2.760
6.330
10.000
27
44.950
50.530
56.090
13
6.090
9.880
13.650
28
47.130
52.800
58.450
14
9.400
13.330
17.270
29
49.220
54.940
60.720
15
12.560
16.660
20.770
30
51.300
57.130
62.920
16
15.700
19.950
24.180
31
53.260
59.150
65.040
17
18.740
23.120
27.530
32
55.120
61.110
67.070
18
21.690
26.230
30.800
33
56.960
63.000
69.030
19
24.590
29.250
33.910
34
58.690
64.760
70.840
20
27.420
32.230
37.030
35
60.330
66.470
72.630
21
30.120
35.050
40.000
36
61.900
68.130
74.300
22
32.830
37.870
42.910
37
63.400
69.630
75.890
23
35.340
40.500
45.710
38
64.810
71.110
77.410
24
37.890
43.160
48.420
39
66.160
72.480
78.840
25
40.330
45.690
51.080
40
67.420
73.790
80.170
26
42.660
48.170
53.620
41
68.000
74.000
81.000
GA Table
“Altmann D.G.; Chitty L.S. “New charts for ultrasound dating of pregnancy“
Ultrasound in Obstetrics and Gynecology Vol. 10: 174-191, 1997“
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.0
85.0
91.0
97.0
3.9
145.0
158.0
171.0
1.1
87.0
93.0
99.0
4.0
148.0
160.0
174.0
1.2
89.0
95.0
102.0
4.1
150.0
163.0
177.0
1.3
91.0
97.0
104.0
4.2
153.0
166.0
180.0
1.4
92.0
99.0
106.0
4.3
155.0
169.0
183.0
1.5
94.0
101.0
108.0
4.4
158.0
171.0
186.0
1.6
96.0
103.0
111.0
4.5
160.0
174.0
190.0
1.7
98.0
105.0
113.0
4.6
163.0
177.0
193.0
1.8
100.0
107.0
115.0
4.7
165.0
180.0
196.0
1.9
102.0
110.0
118.0
4.8
168.0
183.0
199.0
2.0
104.0
112.0
120.0
4.9
171.0
186.0
203.0
2.1
106.0
114.0
122.0
5.0
173.0
189.0
206.0
2.2
108.0
116.0
125.0
5.1
176.0
192.0
210.0
2.3
110.0
118.0
127.0
5.2
179.0
195.0
213.0
2.4
112.0
121.0
130.0
5.3
182.0
198.0
217.0
2.5
114.0
123.0
132.0
5.4
184.0
201.0
220.0
2.6
116.0
125.0
135.0
5.5
187.0
205.0
224.0
2.7
118.0
128.0
138.0
5.6
190.0
208.0
227.0
2.8
120.0
130.0
140.0
5.7
193.0
211.0
231.0
Manual de Referência 53
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
2.9
123.0
132.0
143.0
5.8
196.0
214.0
235.0
20
28.500
32.100
35.700
36
62.900
68.200
73.500
3.0
125.0
135.0
145.0
5.9
199.0
218.0
239.0
21
31.100
34.900
38.700
37
64.400
69.700
75.000
3.1
127.0
137.0
148.0
6.0
202.0
221.0
242.0
22
33.800
37.600
41.400
38
65.700
71.100
76.500
3.2
129.0
140.0
151.0
6.1
205.0
225.0
246.0
23
36.400
40.300
44.200
39
67.000
72.400
77.800
3.3
131.0
142.0
154.0
6.2
208.0
228.0
250.0
24
38.800
42.900
47.000
40
68.000
73.600
79.200
3.4
134.0
145.0
156.0
6.3
211.0
232.0
254.0
25
41.400
45.500
49.600
41
68.800
74.600
80.400
3.5
136.0
147.0
159.0
6.4
214.0
235.0
258.0
26
43.700
48.000
52.300
42
69.800
75.600
81.400
3.6
138.0
150.0
162.0
6.5
217.0
239.0
262.0
27
46.100
50.400
54.700
3.7
141.0
152.0
165.0
6.6
220.0
242.0
266.0
3.8
143.0
155.0
168.0
6.7
224.0
246.0
271.0
Femur Length (FL) : HADLOCK
Fetal Growth Table
GA Table
Chitty LS, Altman DG, Henderson A, Campbell S (1994). Charts of fetal size: 4. Femur length.
Br J Obstet Gynaecol 101:132-135
“Hadlock,F.P., Deter,R.L., Harrist,R.B., Park,S.K.,“ Estimating fetal age: computer-assisted
analysis of multiple fetal growth parameters“, Radiology Vol. 152 No. 2, 1984, pages 497-501.“
GA= 10.35 + 2.46 x {OB_FL} + 0.17 x ({OB_FL}2)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
12
4.700
7.700
10.700
28
48.300
52.700
57.100
Fetal Growth Table
13
7.900
10.900
13.900
29
50.400
55.000
59.600
“Hadlock F.P., Deter R.L.; Harrist R.B., Park S.K.
14
11.000
14.100
17.200
30
52.500
57.100
61.700
“Estimating Fetal Age: Computer-Assisted Analysis of Multiple Fetal Growth Parameters“
15
14.100
17.200
20.300
31
54.400
59.200
64.000
16
17.000
20.300
23.600
32
56.400
61.200
66.000
17
19.800
23.300
26.800
33
58.200
63.100
68.000
18
22.800
26.300
29.800
34
60.000
64.900
69.800
19
25.600
29.200
32.800
35
61.500
66.600
71.700
Radiology 1984; 152: 497-501“
Mean = -3.91 + 0.427 x {GA} - 0.0034 x {GA}2
Output Unit : cm
Input Unit: w (week)
Min Range: 12w
Max Range: 40w
Manual de Referência 54
Femur Length (FL) : HANSMANN
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
GA Table
16
1.500
1.800
2.300
30
5.100
5.600
6.200
“Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittmann “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986, p.431.“
17
1.800
2.200
2.600
31
5.300
5.900
6.400
18
2.100
2.500
2.900
32
5.500
6.100
6.600
Mean (day)
19
2.400
2.800
3.200
33
5.700
6.300
6.800
2.700
3.100
3.500
34
5.900
6.500
7.000
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
1.0
91.0
3.9
161.0
6.3
231.0
20
1.2
98.0
4.1
168.0
6.5
238.0
21
2.900
3.400
3.800
35
6.100
6.700
7.200
3.200
3.600
4.100
36
6.300
6.900
7.400
1.6
105.0
4.4
175.0
6.7
245.0
22
1.8
112.0
4.7
182.0
6.9
252.0
23
3.400
3.900
4.400
37
6.500
7.100
7.700
24
3.700
4.100
4.700
38
6.700
7.300
7.900
25
3.900
4.400
4.900
39
6.800
7.400
8.100
26
4.200
4.700
5.200
40
7.000
7.500
8.400
2.2
119.0
4.9
189.0
7.1
259.0
2.5
126.0
5.1
196.0
7.3
266.0
2.8
133.0
5.4
203.0
7.4
273.0
7.5
280.0
3.1
140.0
5.6
210.0
3.4
147.0
5.9
217.0
3.6
154.0
6.1
224.0
Femur Length (FL) : HOHLER
GA Table
Fetal Growth Table
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann)“Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986, p.431.
“Hohler C.W., Quetel T.A. “Fetal Femur Length: Equations for Computer Calculation of
Gestational Age from Ultrasound Measurements“ American Journal of Obstetrics and
Gynecology, Vol. 143, No. 4: 479-481, June 15, 1982“
GA = 9.18 + 2.67 x FL + 0.16 x FL2
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
13
1.000
1.000
1.000
27
4.400
4.900
5.500
14
1.200
1.200
1.200
28
4.600
5.100
5.700
GA Table
15
1.300
1.600
2.100
29
4.900
5.400
5.900
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F., Hobbins J.C., Tack B., Struyven J. “A longitudinal Study of
fetal limb growth“ American Journal of Perinatology; Volume 1; Number 2; January 1984
Femur Length (FL) : JEANTY
GA = 9.54 + 2.977 x FL + 0.10689 x FL2
Manual de Referência 55
Fetal Growth Table
Femur Length (FL) : JOHNSEN
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F., Hobbins J.C., Tack B., Struyven J. “A longitudinal Study of
fetal limb growth“ American Journal of Perinatology; Volume 1; Number 2; January 1984;
136-144
Fetal Growth Table
Johnsen SL, Rasmussen S, Sollien R, Kiserud T, Acta Obstet Gynecol Scand , 2005; 84: 725-733
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
0.400
0.800
1.300
27
4.500
4.900
5.400
13
0.600
1.100
1.600
28
4.700
5.200
5.600
70
1.000
2.000
4.000
6.000
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
2.000
3.000
182
44.000
47.000
51.000
4.000
5.000
189
46.000
49.000
53.000
8.000
196
48.000
52.000
55.000
14
0.900
1.400
1.800
29
5.000
5.400
5.900
77
15
1.200
1.700
2.100
30
5.200
5.600
6.100
84
16
1.500
2.000
2.400
31
5.400
5.900
6.300
91
7.000
8.000
11.000
203
50.000
54.000
57.000
9.000
12.000
14.000
210
52.000
56.000
60.000
17
1.800
2.300
2.700
32
5.600
6.100
6.500
98
18
2.100
2.500
3.000
33
5.800
6.300
6.700
105
12.000
15.000
18.000
217
54.000
58.000
62.000
15.000
18.000
22.000
224
56.000
60.000
64.000
19
2.400
2.800
3.300
34
6.000
6.500
6.900
112
20
2.600
3.100
3.600
35
6.200
6.700
7.100
119
18.000
21.000
25.000
231
58.000
62.000
65.000
22.000
25.000
28.000
238
60.000
63.000
67.000
21
2.900
3.400
3.800
36
6.400
6.800
7.300
126
22
3.200
3.600
4.100
37
6.500
7.000
7.400
133
25.000
28.000
32.000
245
61.000
65.000
69.000
28.000
31.000
35.000
252
63.000
67.000
71.000
23
3.500
3.900
4.400
38
6.700
7.100
7.600
140
24
3.700
4.200
4.600
39
6.800
7.300
7.700
147
31.000
34.000
38.000
259
64.000
69.000
73.000
25
4.000
4.400
4.900
40
7.000
7.400
7.900
154
34.000
37.000
41.000
266
66.000
70.000
75.000
161
36.000
40.000
43.000
273
67.000
72.000
77.000
168
39.000
42.000
46.000
280
69.000
74.000
79.000
175
42.000
45.000
48.000
286
71.000
75.000
80.000
26
4.200
4.700
5.100
Manual de Referência 56
Femur Length (FL) : JSUM
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
GA Table
3.8
150.0
159.0
168.0
9.0
6.4
238.0
250.0
262.0
12.0
“Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals
3.9
153.0
162.0
171.0
9.0
6.5
242.0
254.0
266.0
12.0
4.0
156.0
165.0
174.0
9.0
6.6
247.0
259.0
271.0
12.0
J Med Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)“
4.1
159.0
168.0
177.0
9.0
6.7
250.0
263.0
276.0
13.0
4.2
162.0
171.0
180.0
9.0
6.8
254.0
267.0
280.0
13.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
2.0
107.0
113.0
119.0
6.0
4.6
174.0
184.0
194.0
10.0
2.1
109.0
115.0
121.0
6.0
4.7
177.0
187.0
197.0
10.0
2.2
112.0
118.0
124.0
6.0
4.8
181.0
191.0
201.0
10.0
4.3
165.0
174.0
183.0
9.0
6.9
258.0
271.0
284.0
13.0
4.4
169.0
178.0
187.0
9.0
7.0
263.0
276.0
289.0
13.0
4.5
171.0
181.0
191.0
10.0
2.3
113.0
120.0
127.0
7.0
4.9
184.0
194.0
204.0
10.0
2.4
115.0
122.0
129.0
7.0
5.0
188.0
198.0
208.0
10.0
Fetal Growth Table
2.5
118.0
125.0
132.0
7.0
5.1
191.0
201.0
211.0
10.0
2.6
120.0
127.0
134.0
7.0
5.2
194.0
205.0
216.0
11.0
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
2.7
122.0
129.0
136.0
7.0
5.3
197.0
208.0
219.0
11.0
2.8
125.0
132.0
139.0
7.0
5.4
201.0
212.0
223.0
11.0
2.9
127.0
134.0
141.0
7.0
5.5
204.0
215.0
226.0
11.0
3.0
129.0
137.0
145.0
8.0
5.6
208.0
219.0
230.0
11.0
3.1
132.0
140.0
148.0
8.0
5.7
212.0
223.0
234.0
11.0
3.2
134.0
142.0
150.0
8.0
5.8
216.0
227.0
238.0
3.3
137.0
145.0
153.0
8.0
5.9
219.0
231.0
3.4
140.0
148.0
156.0
8.0
6.0
222.0
3.5
142.0
150.0
158.0
8.0
6.1
3.6
145.0
153.0
161.0
8.0
6.2
3.7
147.0
156.0
165.0
9.0
6.3
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
16
1.610
2.010
2.410
30
4.910
5.380
5.850
17
1.870
2.270
2.670
31
5.110
5.580
6.050
18
2.120
2.530
2.940
32
5.300
5.780
6.260
11.0
19
2.370
2.780
3.190
33
5.480
5.960
6.440
243.0
12.0
20
2.620
3.040
3.460
34
5.650
6.140
6.630
234.0
246.0
12.0
21
2.870
3.290
3.710
35
5.810
6.300
6.790
226.0
238.0
250.0
12.0
22
3.110
3.540
3.970
36
5.960
6.460
6.960
230.0
242.0
254.0
12.0
23
3.360
3.790
4.220
37
6.100
6.600
7.100
12.0
24
3.590
4.030
4.470
38
6.230
6.740
7.250
234.0
246.0
258.0
Manual de Referência 57
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
25
3.830
4.270
4.710
39
6.350
6.860
7.370
23
3.560
4.010
4.450
39
6.790
7.310
7.840
26
4.050
4.500
4.950
40
6.440
6.960
7.480
24
3.810
4.260
4.720
40
6.930
7.460
7.990
27
4.280
4.730
5.180
41
6.540
7.060
7.580
25
4.050
4.520
4.980
41
7.070
7.600
8.130
28
4.500
4.960
5.420
42
6.610
7.140
7.670
26
4.290
4.760
5.230
42
7.200
7.730
8.260
29
4.710
5.170
5.630
27
4.520
5.000
5.480
Femur Length (FL) : KURMANAVICIUS
Femur Length (FL) : MERZ
Fetal Growth Table
GA Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
“E. Merz, W. Goldhofer, E. Timor-Tritsch ““Ultrasound in Gynecology and Obstetrics““ Textbook
and Atlas, 1991 Georg Thieme Verlag, pp. 326“
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
12
0.410
0.700
0.980
28
4.750
5.230
5.710
1.0
78.0
86.0
95.0
4.6
165.0
178.0
190.0
13
0.720
1.030
1.340
29
4.970
5.450
5.940
1.1
81.0
89.0
97.0
4.7
168.0
181.0
193.0
14
1.030
1.360
1.690
30
5.180
5.670
6.160
1.2
83.0
91.0
99.0
4.8
171.0
183.0
196.0
15
1.330
1.680
2.040
31
5.390
5.880
6.380
1.3
85.0
93.0
102.0
4.9
173.0
186.0
198.0
16
1.630
2.000
2.370
32
5.590
6.090
6.580
1.4
87.0
96.0
105.0
5.0
176.0
188.0
201.0
17
1.920
2.300
2.690
33
5.780
6.280
6.790
1.5
89.0
98.0
107.0
5.1
179.0
191.0
204.0
18
2.210
2.610
3.000
34
5.960
6.470
6.980
1.6
92.0
101.0
110.0
5.2
181.0
194.0
207.0
19
2.490
2.900
3.310
35
6.140
6.650
7.160
1.7
94.0
103.0
112.0
5.3
183.0
197.0
210.0
20
2.760
3.190
3.610
36
6.310
6.830
7.340
1.8
97.0
106.0
115.0
5.4
186.0
200.0
214.0
21
3.030
3.470
3.900
37
6.480
7.000
7.510
1.9
99.0
108.0
117.0
5.5
189.0
203.0
217.0
22
3.300
3.740
4.180
38
6.640
7.160
7.680
2.0
102.0
111.0
120.0
5.6
192.0
206.0
220.0
Manual de Referência 58
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Fetal Growth Table
2.1
104.0
113.0
122.0
5.7
195.0
209.0
223.0
2.2
106.0
116.0
125.0
5.8
197.0
211.0
225.0
“Normal Fetal Development Profiles - A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“
2.3
108.0
118.0
127.0
5.9
200.0
214.0
228.0
Ultraschall in der Medizin 17 (1996) 153-162
2.4
111.0
120.0
130.0
6.0
203.0
217.0
231.0
2.5
113.0
123.0
134.0
6.1
207.0
221.0
235.0
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
2.6
115.0
125.0
136.0
6.2
209.0
223.0
237.0
88
0.600
0.900
1.200
193
4.800
5.200
5.700
2.7
118.0
128.0
139.0
6.3
212.0
226.0
240.0
91
0.800
1.100
1.400
196
4.900
5.300
5.800
95
1.000
1.300
1.600
200
5.000
5.500
5.900
Merz E., Wellek S.
2.8
120.0
130.0
141.0
6.4
216.0
230.0
244.0
2.9
123.0
133.0
144.0
6.5
218.0
232.0
246.0
98
1.100
1.500
1.800
203
5.100
5.600
6.000
102
1.300
1.600
2.000
207
5.200
5.700
6.100
3.0
125.0
136.0
146.0
6.6
221.0
235.0
249.0
3.1
127.0
138.0
148.0
6.7
224.0
239.0
253.0
105
1.500
1.800
2.100
210
5.300
5.800
6.200
1.600
2.000
2.300
214
5.400
5.900
6.300
1.800
2.100
2.500
217
5.500
6.000
6.400
3.2
130.0
141.0
151.0
6.8
227.0
242.0
256.0
109
3.3
132.0
144.0
155.0
6.9
230.0
245.0
260.0
112
3.4
134.0
146.0
157.0
7.0
233.0
248.0
263.0
116
1.900
2.300
2.600
221
5.600
6.100
6.600
119
2.100
2.400
2.800
224
5.700
6.200
6.700
3.5
137.0
148.0
160.0
7.1
237.0
251.0
266.0
3.6
140.0
151.0
162.0
7.2
239.0
254.0
269.0
123
2.200
2.600
2.900
228
5.800
6.300
6.800
126
2.400
2.700
3.100
231
5.900
6.400
6.900
3.7
142.0
153.0
165.0
7.3
242.0
258.0
273.0
3.8
145.0
156.0
167.0
7.4
246.0
261.0
277.0
130
2.500
2.900
3.200
235
6.000
6.500
7.000
2.700
3.000
3.400
238
6.100
6.600
7.100
2.800
3.200
3.500
242
6.200
6.700
7.200
3.9
147.0
159.0
171.0
7.5
249.0
264.0
279.0
133
4.0
150.0
162.0
174.0
7.6
252.0
267.0
283.0
137
4.1
152.0
164.0
176.0
7.7
256.0
271.0
286.0
140
2.900
3.300
3.700
245
6.300
6.800
7.300
144
3.100
3.500
3.800
249
6.400
6.900
7.400
4.2
155.0
167.0
179.0
7.8
259.0
274.0
290.0
4.3
158.0
169.0
181.0
7.9
262.0
277.0
293.0
147
3.200
3.600
4.000
252
6.500
7.000
7.400
296.0
151
3.300
3.700
4.100
256
6.600
7.000
7.500
154
3.500
3.900
4.200
259
6.600
7.100
7.600
4.4
160.0
172.0
185.0
4.5
162.0
175.0
188.0
8.0
265.0
281.0
Manual de Referência 59
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
158
3.600
4.000
4.400
263
6.700
7.200
7.700
20
2.900
3.200
3.600
33
5.900
6.400
6.900
161
3.700
4.100
4.500
266
6.800
7.300
7.800
21
3.200
3.500
3.900
34
6.100
6.600
7.100
165
3.900
4.300
4.600
270
6.900
7.400
7.900
22
3.400
3.800
4.200
35
6.300
6.800
7.300
168
4.000
4.400
4.800
273
6.900
7.400
7.900
23
3.700
4.100
4.500
36
6.400
6.900
7.400
172
4.100
4.500
4.900
277
7.000
7.500
8.000
24
3.900
4.300
4.700
37
6.600
7.100
7.600
175
4.200
4.600
5.000
280
7.100
7.600
8.100
25
4.200
4.600
5.000
38
6.700
7.200
7.700
179
4.300
4.800
5.200
284
7.100
7.600
8.100
26
4.400
4.800
5.300
39
6.800
7.300
7.800
182
4.500
4.900
5.300
287
7.200
7.700
8.200
186
4.600
5.000
5.400
291
7.200
7.700
8.300
189
4.700
5.100
5.500
Femur Length (FL) : OSAKA
GA Table
Prenatal care Val. 9 No. 5
Femur Length (FL) : NICOLAIDES
Fetal Growth Table
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
0.94
91.0
3.61
155.0
5.69
219.0
0.98
92.0
3.64
156.0
5.71
220.0
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
1.03
93.0
3.68
157.0
5.74
221.0
1.07
94.0
3.72
158.0
5.77
222.0
14
1.400
1.700
1.900
27
4.700
5.100
5.500
1.12
95.0
3.75
159.0
5.8
223.0
15
1.700
1.900
2.200
28
4.900
5.300
5.800
1.17
96.0
3.79
160.0
5.82
224.0
16
1.900
2.200
2.500
29
5.100
5.600
6.000
1.21
97.0
3.83
161.0
5.85
225.0
17
2.100
2.400
2.800
30
5.300
5.800
6.300
1.26
98.0
3.86
162.0
5.88
226.0
18
2.400
2.700
3.000
31
5.500
6.000
6.500
1.3
99.0
3.9
163.0
5.9
227.0
19
2.600
3.000
3.300
32
5.700
6.200
6.700
1.35
100.0
3.93
164.0
5.93
228.0
Manual de Referência 60
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
1.39
101.0
3.97
165.0
5.96
229.0
2.43
125.0
4.78
189.0
6.55
253.0
1.44
102.0
4.01
166.0
5.98
230.0
2.47
126.0
4.82
190.0
6.57
254.0
1.48
103.0
4.04
167.0
6.01
231.0
2.51
127.0
4.85
191.0
6.6
255.0
1.53
104.0
4.08
168.0
6.04
232.0
2.55
128.0
4.88
192.0
6.62
256.0
1.57
105.0
4.11
169.0
6.06
233.0
2.59
129.0
4.91
193.0
6.64
257.0
1.61
106.0
4.15
170.0
6.09
234.0
2.63
130.0
4.94
194.0
6.66
258.0
1.66
107.0
4.18
171.0
6.11
235.0
2.67
131.0
4.97
195.0
6.69
259.0
1.7
108.0
4.22
172.0
6.14
236.0
2.71
132.0
5.01
196.0
6.71
260.0
1.75
109.0
4.25
173.0
6.16
237.0
2.75
133.0
5.04
197.0
6.73
261.0
1.79
110.0
4.28
174.0
6.19
238.0
2.79
134.0
5.07
198.0
6.75
262.0
1.83
111.0
4.32
175.0
6.21
239.0
2.83
135.0
5.1
199.0
6.77
263.0
1.88
112.0
4.35
176.0
6.24
240.0
2.87
136.0
5.13
200.0
6.79
264.0
1.92
113.0
4.39
177.0
6.26
241.0
2.91
137.0
5.16
201.0
6.82
265.0
1.96
114.0
4.42
178.0
6.29
242.0
2.95
138.0
5.19
202.0
6.84
266.0
2.01
115.0
4.45
179.0
6.31
243.0
2.99
139.0
5.22
203.0
6.86
267.0
2.05
116.0
4.49
180.0
6.34
244.0
3.03
140.0
5.25
204.0
6.88
268.0
2.09
117.0
4.52
181.0
6.36
245.0
3.07
141.0
5.28
205.0
6.9
269.0
2.13
118.0
4.56
182.0
6.39
246.0
3.11
142.0
5.31
206.0
6.92
270.0
2.18
119.0
4.59
183.0
6.41
247.0
3.15
143.0
5.34
207.0
6.94
271.0
2.22
120.0
4.62
184.0
6.43
248.0
3.19
144.0
5.37
208.0
6.96
272.0
2.26
121.0
4.65
185.0
6.46
249.0
3.23
145.0
5.4
209.0
6.98
273.0
2.3
122.0
4.69
186.0
6.48
250.0
3.27
146.0
5.43
210.0
7.0
274.0
2.34
123.0
4.72
187.0
6.5
251.0
3.3
147.0
5.46
211.0
7.02
275.0
2.39
124.0
4.75
188.0
6.53
252.0
3.34
148.0
5.49
212.0
7.04
276.0
Manual de Referência 61
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
3.38
149.0
5.52
213.0
7.06
277.0
3.42
150.0
5.54
214.0
7.08
278.0
3.46
151.0
5.57
215.0
7.1
279.0
3.49
152.0
5.6
216.0
7.12
280.0
3.53
153.0
5.63
217.0
3.57
154.0
5.66
218.0
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
104
1.200
1.530
1.860
199
4.695
5.100
5.505
105
1.240
1.570
1.900
200
4.725
5.130
5.535
106
1.280
1.610
1.940
201
4.755
5.160
5.565
107
1.330
1.660
1.990
202
4.785
5.190
5.595
108
1.370
1.700
2.030
203
4.815
5.220
5.625
109
1.420
1.750
2.080
204
4.845
5.250
5.655
110
1.460
1.790
2.120
205
4.860
5.280
5.700
Fetal Growth Table
111
1.500
1.830
2.160
206
4.890
5.310
5.730
Perinatal care Vol. 9 No. 5
112
1.550
1.880
2.210
207
4.920
5.340
5.760
113
1.590
1.920
2.250
208
4.950
5.370
5.790
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
114
1.630
1.960
2.290
209
4.980
5.400
5.820
115
1.665
2.010
2.355
210
5.010
5.430
5.850
91
0.625
0.940
1.255
186
4.300
4.690
5.080
92
0.665
0.980
1.295
187
4.315
4.720
5.125
116
1.705
2.050
2.395
211
5.040
5.460
5.880
117
1.745
2.090
2.435
212
5.070
5.490
5.910
93
0.715
1.030
1.345
188
4.345
4.750
5.155
94
0.755
1.070
1.385
189
4.375
4.780
5.185
118
1.785
2.130
2.475
213
5.100
5.520
5.940
119
1.835
2.180
2.525
214
5.120
5.540
5.960
95
0.805
1.120
1.435
190
4.415
4.820
5.225
96
0.855
1.170
1.485
191
4.445
4.850
5.255
120
1.875
2.220
2.565
215
5.150
5.570
5.990
1.915
2.260
2.605
216
5.180
5.600
6.020
1.955
2.300
2.645
217
5.210
5.630
6.050
97
0.880
1.210
1.540
192
4.475
4.880
5.285
121
98
0.930
1.260
1.590
193
4.505
4.910
5.315
122
99
0.970
1.300
1.630
194
4.535
4.940
5.345
123
1.995
2.340
2.685
218
5.240
5.660
6.080
124
2.045
2.390
2.735
219
5.270
5.690
6.110
100
1.020
1.350
1.680
195
4.565
4.970
5.375
101
1.060
1.390
1.720
196
4.605
5.010
5.415
125
2.085
2.430
2.775
220
5.290
5.710
6.130
2.125
2.470
2.815
221
5.320
5.740
6.160
2.165
2.510
2.855
222
5.350
5.770
6.190
102
1.110
1.440
1.770
197
4.635
5.040
5.445
126
103
1.150
1.480
1.810
198
4.665
5.070
5.475
127
Manual de Referência 62
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
128
2.205
2.550
2.895
223
5.365
5.800
6.235
152
3.115
3.490
3.865
247
5.960
6.410
6.860
129
2.245
2.590
2.935
224
5.385
5.820
6.255
153
3.155
3.530
3.905
248
5.980
6.430
6.880
130
2.285
2.630
2.975
225
5.415
5.850
6.285
154
3.195
3.570
3.945
249
6.010
6.460
6.910
131
2.325
2.670
3.015
226
5.445
5.880
6.315
155
3.235
3.610
3.985
250
6.030
6.480
6.930
132
2.365
2.710
3.055
227
5.465
5.900
6.335
156
3.265
3.640
4.015
251
6.050
6.500
6.950
133
2.390
2.750
3.110
228
5.495
5.930
6.365
157
3.305
3.680
4.055
252
6.080
6.530
6.980
134
2.430
2.790
3.150
229
5.525
5.960
6.395
158
3.345
3.720
4.095
253
6.100
6.550
7.000
135
2.470
2.830
3.190
230
5.545
5.980
6.415
159
3.375
3.750
4.125
254
6.120
6.570
7.020
136
2.510
2.870
3.230
231
5.575
6.010
6.445
160
3.415
3.790
4.165
255
6.150
6.600
7.050
137
2.550
2.910
3.270
232
5.605
6.040
6.475
161
3.455
3.830
4.205
256
6.170
6.620
7.070
138
2.590
2.950
3.310
233
5.625
6.060
6.495
162
3.485
3.860
4.235
257
6.190
6.640
7.090
139
2.630
2.990
3.350
234
5.655
6.090
6.525
163
3.525
3.900
4.275
258
6.210
6.660
7.110
140
2.670
3.030
3.390
235
5.675
6.110
6.545
164
3.555
3.930
4.305
259
6.225
6.690
7.155
141
2.710
3.070
3.430
236
5.705
6.140
6.575
165
3.595
3.970
4.345
260
6.245
6.710
7.175
142
2.750
3.110
3.470
237
5.725
6.160
6.595
166
3.635
4.010
4.385
261
6.265
6.730
7.195
143
2.790
3.150
3.510
238
5.755
6.190
6.625
167
3.665
4.040
4.415
262
6.285
6.750
7.215
144
2.830
3.190
3.550
239
5.775
6.210
6.645
168
3.705
4.080
4.455
263
6.305
6.770
7.235
145
2.870
3.230
3.590
240
5.805
6.240
6.675
169
3.720
4.110
4.500
264
6.325
6.790
7.255
146
2.910
3.270
3.630
241
5.810
6.260
6.710
170
3.760
4.150
4.540
265
6.355
6.820
7.285
147
2.940
3.300
3.660
242
5.840
6.290
6.740
171
3.790
4.180
4.570
266
6.375
6.840
7.305
148
2.980
3.340
3.700
243
5.860
6.310
6.760
172
3.830
4.220
4.610
267
6.395
6.860
7.325
149
3.020
3.380
3.740
244
5.890
6.340
6.790
173
3.860
4.250
4.640
268
6.415
6.880
7.345
150
3.060
3.420
3.780
245
5.910
6.360
6.810
174
3.890
4.280
4.670
269
6.435
6.900
7.365
151
3.085
3.460
3.835
246
5.940
6.390
6.840
175
3.930
4.320
4.710
270
6.455
6.920
7.385
Manual de Referência 63
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
176
3.960
4.350
4.740
271
6.475
6.940
7.405
2.60
18w1d
17w1d
19w1d
5.20
29w2d
27w5d
30w6d
177
4.000
4.390
4.780
272
6.495
6.960
7.425
2.70
18w3d
17w3d
19w3d
5.30
29w5d
28w1d
31w2d
178
4.030
4.420
4.810
273
6.515
6.980
7.445
2.80
18w6d
17w6d
19w6d
5.40
30w2d
28w5d
31w6d
179
4.060
4.450
4.840
274
6.535
7.000
7.465
2.90
19w1d
18w1d
20w1d
5.50
30w5d
29w1d
32w2d
180
4.100
4.490
4.880
275
6.555
7.020
7.485
3.00
19w4d
18w3d
20w5d
5.60
31w2d
29w5d
32w6d
181
4.130
4.520
4.910
276
6.575
7.040
7.505
3.10
20w0d
18w6d
21w1d
5.70
31w6d
30w2d
33w3d
182
4.170
4.560
4.950
277
6.580
7.060
7.540
3.20
20w2d
19w1d
21w3d
5.80
32w3d
30w6d
34w0d
183
4.200
4.590
4.980
278
6.600
7.080
7.560
184
4.230
4.620
5.010
279
6.620
7.100
7.580
3.30
20w5d
19w4d
21w6d
5.90
33w0d
31w2d
34w5d
185
4.260
4.650
5.040
280
6.640
7.120
7.600
3.40
21w1d
20w0d
22w2d
6.00
33w3d
31w5d
35w1d
3.50
21w3d
20w2d
22w4d
6.10
34w0d
32w2d
35w5d
3.60
21w6d
20w5d
23w0d
6.20
34w4d
32w6d
36w2d
3.70
22w2d
21w0d
23w4d
6.30
35w1d
33w3d
36w6d
Femur Length (FL) : SHINOZUKA
3.80
22w5d
21w3d
24w0d
6.40
35w5d
34w0d
37w3d
GA Table
3.90
23w1d
21w6d
24w3d
6.50
36w2d
34w4d
38w0d
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. "Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry"
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
4.00
23w4d
22w2d
24w6d
6.60
37w0d
35w2d
38w5d
4.10
24w0d
22w5d
25w2d
6.70
37w4d
35w5d
39w3d
4.20
24w3d
23w1d
25w5d
6.80
38w1d
36w2d
40w0d
4.30
24w6d
23w4d
26w1d
6.90
38w5d
36w6d
40w4d
4.40
25w3d
24w1d
26w5d
7.00
39w3d
37w4d
41w2d
4.50
25w6d
24w3d
27w2d
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
Meas
(cm)
Age
(wd)
-SD
(wd)
+SD
(wd)
2.00
16w1d
15w2d
17w0d
4.60
26w2d
24w6d
27w5d
2.10
16w3d
15w4d
17w2d
4.70
26w5d
25w2d
28w1d
2.20
16w6d
16w0d
17w5d
4.80
27w2d
25w6d
28w5d
2.30
17w1d
16w1d
18w1d
4.90
27w5d
26w2d
29w1d
2.40
17w3d
16w3d
18w3d
5.00
28w2d
26w6d
29w5d
2.50
17w6d
16w6d
18w6d
5.10
28w5d
27w2d
30w1d
Manual de Referência 64
Fetal Growth Table
Femur Length (FL) : TOKYO
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al "Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry"
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
GA Table
Age
(w)
Meas
(cm)
-1.5SD
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(week)
-1.64SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.64SD
(cm)
16w3d
2.14
1.74
2.54
30w3d
5.48
5.01
5.95
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
17w3d
2.40
1.99
2.80
31w3d
5.68
5.21
6.16
33.0
137.0
143.0
149.0
6.0
53.0
200.0
207.0
214.0
7.0
18w3d
2.65
2.25
3.06
32w3d
5.87
5.39
6.35
34.0
140.0
146.0
152.0
6.0
54.0
203.0
210.0
217.0
7.0
19w3d
2.91
2.50
3.32
33w3d
6.05
5.57
6.54
35.0
143.0
149.0
155.0
6.0
55.0
207.0
214.0
221.0
7.0
20w3d
3.16
2.74
3.58
34w3d
6.22
5.73
6.71
21w3d
3.41
2.99
3.84
35w3d
6.38
5.89
6.88
22w3d
3.66
3.23
4.09
36w3d
6.53
6.03
7.03
23w3d
3.91
3.47
4.34
37w3d
6.67
6.17
7.18
24w3d
4.15
3.71
4.59
38w3d
6.80
6.29
7.31
25w3d
4.39
3.94
4.83
39w3d
6.91
6.40
7.43
26w3d
4.62
4.17
5.07
40w3d
7.01
6.49
7.53
27w3d
4.84
4.39
5.30
41w3d
7.10
6.57
7.62
28w3d
5.06
4.61
5.52
42w3d
7.17
6.64
7.70
29w3d
5.28
4.81
5.74
Tokyo University Method 1986, 6 by University Tokyo
36.0
147.0
153.0
159.0
6.0
56.0
210.0
217.0
224.0
7.0
37.0
150.0
156.0
162.0
6.0
57.0
213.0
220.0
227.0
7.0
38.0
153.0
159.0
165.0
6.0
58.0
217.0
224.0
231.0
7.0
39.0
156.0
162.0
168.0
6.0
59.0
220.0
228.0
236.0
8.0
40.0
160.0
166.0
172.0
6.0
60.0
223.0
231.0
239.0
8.0
41.0
163.0
169.0
175.0
6.0
61.0
227.0
235.0
243.0
8.0
42.0
166.0
172.0
178.0
6.0
62.0
231.0
239.0
247.0
8.0
43.0
169.0
175.0
181.0
6.0
63.0
235.0
243.0
251.0
8.0
44.0
172.0
178.0
184.0
6.0
64.0
239.0
247.0
255.0
8.0
45.0
175.0
181.0
187.0
6.0
65.0
243.0
251.0
259.0
8.0
46.0
178.0
185.0
192.0
7.0
66.0
248.0
256.0
264.0
8.0
47.0
181.0
188.0
195.0
7.0
67.0
252.0
260.0
268.0
8.0
48.0
184.0
191.0
198.0
7.0
68.0
259.0
266.0
273.0
7.0
49.0
187.0
194.0
201.0
7.0
69.0
264.0
271.0
278.0
7.0
50.0
190.0
197.0
204.0
7.0
70.0
271.0
278.0
285.0
7.0
51.0
193.0
200.0
207.0
7.0
71.0
280.0
286.0
292.0
6.0
52.0
197.0
204.0
211.0
7.0
Manual de Referência 65
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, Masahiko Mizuno Issued by Shindan & Tiryo Sya
Tokyo University, School of Medicine, OB/GYN dept. “How to interpret OB/GYN ultrasound
measurement data“; 80. Fetal Measurement Obstetrics & Gynecology Chapter 56 Separate
volume; 1989, Oct. 27th Publication
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
140
2.670
3.230
3.420
214
4.860
5.530
6.190
141
2.700
3.260
3.470
215
4.880
5.560
6.220
142
2.730
3.290
3.510
216
4.910
5.580
6.240
143
2.760
3.320
3.560
217
4.940
5.610
6.270
144
2.800
3.350
3.600
218
4.960
5.640
6.300
145
2.830
3.380
3.650
219
4.990
5.670
6.330
146
2.860
3.410
3.690
220
5.010
5.700
6.360
147
2.890
3.440
3.730
221
5.040
5.730
6.380
148
2.920
3.470
3.780
222
5.070
5.760
6.410
149
2.960
3.500
3.820
223
5.090
5.790
6.440
150
2.990
3.530
3.870
224
5.120
5.820
6.470
151
3.020
3.560
3.910
225
5.140
5.840
6.490
152
3.050
3.590
3.950
226
5.170
5.870
6.520
153
3.080
3.620
3.990
227
5.190
5.900
6.550
154
3.110
3.650
4.040
228
5.220
5.930
6.570
155
3.150
3.690
4.080
229
5.250
5.950
6.600
156
3.180
3.720
4.120
230
5.270
5.980
6.620
157
3.210
3.750
4.160
231
5.300
6.010
6.650
158
3.240
3.780
4.210
232
5.320
6.040
6.670
159
3.270
3.810
4.250
233
5.350
6.060
6.700
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
160
3.300
3.840
4.290
234
5.370
6.090
6.720
161
3.330
3.870
4.330
235
5.400
6.120
6.750
162
3.360
3.900
4.370
236
5.420
6.140
6.770
163
3.390
3.930
4.410
237
5.450
6.170
6.800
164
3.420
3.970
4.450
238
5.470
6.190
6.820
165
3.460
4.000
4.490
239
5.500
6.220
6.840
166
3.490
4.030
4.530
240
5.520
6.240
6.870
167
3.520
4.060
4.570
241
5.550
6.270
6.890
168
3.550
4.090
4.610
242
5.570
6.300
6.910
169
3.580
4.120
4.650
243
5.590
6.320
6.940
170
3.610
4.160
4.690
244
5.620
6.340
6.960
171
3.640
4.190
4.730
245
5.640
6.370
6.980
172
3.670
4.220
4.770
246
5.670
6.390
7.000
173
3.700
4.250
4.810
247
5.690
6.420
7.030
174
3.730
4.280
4.840
248
5.710
6.440
7.050
175
3.760
4.310
4.880
249
5.740
6.460
7.070
176
3.790
4.350
4.920
250
5.760
6.490
7.090
177
3.820
4.380
4.960
251
5.790
6.510
7.110
178
3.850
4.410
4.990
252
5.810
6.530
7.130
179
3.870
4.440
5.030
253
5.830
6.550
7.150
180
3.900
4.470
5.070
254
5.860
6.580
7.170
181
3.930
4.500
5.100
255
5.880
6.600
7.190
182
3.960
4.540
5.140
256
5.900
6.620
7.210
183
3.990
4.570
5.180
257
5.930
6.640
7.230
Manual de Referência 66
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
184
4.020
4.600
5.210
258
5.950
6.660
7.250
209
4.720
5.380
6.040
283
6.500
7.070
7.660
185
4.050
4.630
5.250
259
5.970
6.680
7.270
210
4.750
5.410
6.070
284
6.520
7.080
7.680
186
4.080
4.660
5.280
260
6.000
6.700
7.290
211
4.780
5.440
6.100
285
6.540
7.100
7.690
187
4.110
4.690
5.320
261
6.020
6.720
7.310
212
4.800
5.470
6.130
286
6.560
7.110
7.700
188
4.140
4.730
5.350
262
6.040
6.740
7.330
213
4.830
5.500
6.160
287
6.590
7.120
7.720
189
4.170
4.760
5.390
263
6.060
6.760
7.340
190
4.190
4.790
5.420
264
6.090
6.780
7.360
191
4.220
4.820
5.460
265
6.110
6.800
7.380
192
4.250
4.850
5.490
266
6.130
6.820
7.400
193
4.280
4.880
5.530
267
6.150
6.830
7.420
194
4.310
4.910
5.560
268
6.180
6.850
7.430
195
4.340
4.950
5.590
269
6.200
6.870
7.450
196
4.360
4.980
5.630
270
6.220
6.890
7.470
197
4.390
5.010
5.660
271
6.240
6.900
7.480
2.25
98.0
105.0
Anterior Posterior Thoracic Diameter (APTD) : HANSMANN
GA Table
Hansmann M. “Ultraschallbiometrie im II. und III. Trimester der Schwangerschaft“
Gynäkologe 9 (1976) 144
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
5.15
168.0
8.15
238.0
5.48
175.0
8.4
245.0
198
4.420
5.040
5.690
272
6.260
6.920
7.500
2.58
199
4.450
5.070
5.720
273
6.290
6.930
7.510
2.85
112.0
5.8
182.0
8.75
252.0
3.11
119.0
6.15
189.0
9.02
259.0
200
4.480
5.100
5.760
274
6.310
6.950
7.530
201
4.500
5.130
5.790
275
6.330
6.970
7.550
3.46
126.0
6.39
196.0
9.3
266.0
202
4.530
5.160
5.820
276
6.350
6.980
7.560
3.75
133.0
6.7
203.0
9.53
273.0
4.0
140.0
7.01
210.0
9.68
280.0
203
4.560
5.190
5.850
277
6.370
6.990
7.580
204
4.590
5.220
5.880
278
6.400
7.010
7.590
4.34
147.0
7.25
217.0
9.84
287.0
205
4.610
5.250
5.920
279
6.420
7.020
7.610
4.65
154.0
7.62
224.0
9.91
294.0
206
4.640
5.290
5.950
280
6.440
7.040
7.620
4.9
161.0
7.93
231.0
207
4.670
5.320
5.980
281
6.460
7.050
7.630
208
4.690
5.350
6.010
282
6.480
7.060
7.650
Manual de Referência 67
Fetal Growth Table
Hansmann M. “Ultraschallbiometrie im II. und III. Trimester der Schwangerschaft“ Gynäkologe
9 (1976) 133
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
14
2.250
2.250
2.250
29
5.700
6.700
7.700
15
2.210
2.580
2.950
30
6.010
7.010
8.010
16
2.450
2.850
3.250
31
6.100
7.250
8.400
17
2.610
3.110
3.610
32
6.520
7.620
8.720
18
3.020
3.460
3.900
33
6.810
7.930
9.050
19
3.250
3.750
4.250
34
6.900
8.150
9.400
20
3.400
4.000
4.600
35
7.080
8.400
9.720
21
3.760
4.340
4.920
36
7.400
8.750
10.100
22
4.040
4.650
5.260
37
7.620
9.020
Anterior Posterior Thoracic Diameter (APTD) and Thorax Transverse
Diameter (TTD) : SHINOZUKA
GA Table
Norio Shinozuka, Haruo Masuda, Hideyuki Kagawa, and Yuji Taketani. Department of
Obstetrics and Gynecoogy, Faculty of Medicine, University of Tokyo. Jpn J Med Ultrasonics
23(12) 877-888,1996
Meas
(cm2)
Age
(wd)
±SD
(wd)
Meas
(cm2)
Age
(wd)
±SD
(wd)
10.00
16w1d
01w1d
52.00
29w3d
01w6d
12.00
17w0d
01w1d
54.00
30w0d
01w6d
14.00
17w6d
01w1d
56.00
30w3d
01w6d
16.00
18w4d
01w1d
58.00
31w0d
02w0d
10.420
18.00
19w3d
01w1d
60.00
31w3d
02w0d
20w1d
01w1d
62.00
31w6d
02w0d
23
4.200
4.900
5.600
38
7.900
9.300
10.700
20.00
24
4.350
5.150
5.950
39
8.060
9.530
11.000
22.00
20w6d
01w2d
64.00
32w3d
02w1d
25
4.680
5.480
6.280
40
8.160
9.680
11.200
24.00
21w4d
01w2d
66.00
32w6d
02w1d
26
4.950
5.800
6.650
41
8.320
9.840
11.350
26.00
22w2d
01w2d
68.00
33w3d
02w1d
27
5.300
6.150
7.000
42
8.410
9.910
11.400
28.00
22w6d
01w2d
70.00
33w6d
02w2d
28
5.430
6.390
7.350
30.00
23w4d
01w2d
72.00
34w2d
02w2d
32.00
24w1d
01w3d
74.00
34w6d
02w3d
34.00
24w5d
01w3d
76.00
35w3d
02w3d
36.00
25w3d
01w3d
78.00
35w6d
02w3d
38.00
25w6d
01w3d
80.00
36w3d
02w4d
40.00
26w3d
01w4d
82.00
37w0d
02w4d
42.00
27w0d
01w4d
84.00
37w4d
02w4d
Manual de Referência 68
Anterior Posterior Thoracic Diameter (APTD) and Thorax Transverse
Diameter (TTD) (AxT) : TOKYO
Meas
(cm2)
Age
(wd)
±SD
(wd)
Meas
(cm2)
Age
(wd)
±SD
(wd)
44.00
27w3d
01w4d
86.00
38w1d
02w4d
46.00
28w0d
01w5d
88.00
38w5d
02w5d
GA Table
48.00
28w4d
01w5d
90.00
39w2d
02w5d
“Shinozuka N., Masuda H., Kagawa H., Taketani Y.
50.00
29w0d
01w5d
Department of Obstetrics and Gynecology, University of Tokyo Faculty of Medicine, “Standard
Values of Ultrasonographic Fetal Biometry“
Jpn J Med Ultrasonics 23 (12) 877-888; 1996“
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Haruo Masuda, Hideyuki Kagawa, and Yuji Taketani. Department of
Obstetrics and Gynecoogy, Faculty of Medicine, University of Tokyo. Jpn J Med Ultrasonics
23(12) 877-888,1996
Age
(wd)
Meas
(cm2)
-1.28SD
(cm2)
+1.28SD
(cm2)
Age
(wd)
Meas
(cm2)
-1.28SD
(cm2)
+1.28SD
(cm2)
16w3d
11.20
7.90
14.60
30w3d
55.70
46.20
65.30
17w3d
13.30
9.70
17.00
31w3d
59.70
49.60
69.90
18w3d
15.60
11.60
19.60
32w3d
63.80
53.00
74.50
19w3d
18.10
13.70
22.40
33w3d
67.80
56.50
79.20
Meas
(cm2)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm2)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
10.0
105.0
113.0
121.0
8.0
52.0
193.0
206.0
219.0
13.0
12.0
111.0
119.0
127.0
8.0
54.0
197.0
210.0
223.0
13.0
14.0
117.0
125.0
133.0
8.0
56.0
200.0
213.0
226.0
13.0
16.0
122.0
130.0
138.0
8.0
58.0
203.0
217.0
231.0
14.0
18.0
128.0
136.0
144.0
8.0
60.0
206.0
220.0
234.0
14.0
20.0
133.0
141.0
149.0
8.0
62.0
209.0
223.0
237.0
14.0
22.0
137.0
146.0
155.0
9.0
64.0
212.0
227.0
242.0
15.0
142.0
151.0
160.0
9.0
66.0
215.0
230.0
245.0
15.0
20w3d
20.80
16.10
25.50
34w3d
71.90
59.90
83.90
24.0
21w3d
23.60
18.50
28.80
35w3d
75.90
63.30
88.60
26.0
147.0
156.0
165.0
9.0
68.0
219.0
234.0
249.0
15.0
22w3d
26.70
21.20
32.20
36w3d
79.90
66.60
93.30
28.0
151.0
160.0
169.0
9.0
70.0
221.0
237.0
253.0
16.0
23w3d
29.90
23.90
35.90
37w3d
83.90
69.80
97.90
30.0
156.0
165.0
174.0
9.0
72.0
224.0
240.0
256.0
16.0
159.0
169.0
179.0
10.0
74.0
227.0
244.0
261.0
17.0
163.0
173.0
183.0
10.0
76.0
231.0
248.0
265.0
17.0
24w3d
33.20
26.80
39.70
38w3d
87.70
72.90
102.50
32.0
25w3d
36.70
29.80
43.60
39w3d
91.50
76.00
107.00
34.0
26w3d
40.30
33.00
47.70
40w3d
95.10
78.90
111.40
36.0
167.0
177.0
187.0
10.0
78.0
234.0
251.0
268.0
17.0
27w3d
44.10
36.20
52.00
41w3d
98.60
81.60
115.70
38.0
171.0
181.0
191.0
10.0
80.0
237.0
255.0
273.0
18.0
42w3d
102.00
84.10
119.80
40.0
174.0
185.0
196.0
11.0
82.0
241.0
259.0
277.0
18.0
42.0
178.0
189.0
200.0
11.0
84.0
245.0
263.0
281.0
18.0
28w3d
47.90
39.40
56.30
29w3d
51.80
42.80
60.80
Manual de Referência 69
Meas
(cm2)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm2)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
44.0
181.0
192.0
203.0
11.0
86.0
249.0
267.0
285.0
18.0
152
17.780
24.990
33.070
226
48.630
61.110
76.200
46.0
184.0
196.0
208.0
12.0
88.0
252.0
271.0
290.0
19.0
153
18.030
25.380
33.540
227
49.040
61.670
76.860
19.0
154
18.300
25.770
34.020
228
49.450
62.230
77.510
155
18.570
26.170
34.500
229
49.860
62.790
78.170
156
18.860
26.570
34.980
230
50.270
63.350
78.830
157
19.160
26.970
35.470
231
50.680
63.910
79.480
158
19.470
27.380
35.960
232
51.080
64.470
80.140
159
19.790
27.780
36.460
233
51.490
65.040
80.800
160
20.130
28.200
36.960
234
51.890
65.600
81.460
161
20.470
28.610
37.460
235
52.300
66.170
82.110
162
20.820
29.030
37.960
236
52.710
66.730
82.770
163
21.170
29.450
38.470
237
53.110
67.300
83.430
164
21.540
29.880
38.990
238
53.520
67.860
84.090
165
21.920
30.310
39.500
239
53.930
68.430
84.750
166
22.300
30.740
40.020
240
54.340
68.990
85.400
167
22.690
31.170
40.550
241
54.750
69.560
86.060
168
23.080
31.610
41.070
242
55.160
70.120
86.720
169
23.480
32.050
41.600
243
55.570
70.690
87.370
170
23.890
32.490
42.140
244
55.990
71.260
88.030
171
24.300
32.940
42.670
245
56.410
71.820
88.680
172
24.720
33.380
43.210
246
56.830
72.390
89.340
173
25.150
33.840
43.760
247
57.250
72.950
89.990
174
25.570
34.290
44.310
248
57.680
73.520
90.640
175
26.010
34.750
44.860
249
58.110
74.090
91.290
176
26.440
35.210
45.410
250
58.540
74.650
91.940
48.0
188.0
200.0
212.0
12.0
50.0
191.0
203.0
215.0
12.0
90.0
256.0
275.0
294.0
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, Masahiko Mizuno Issued by Shindan & Tiryo Sya
Tokyo University, School of Medicine, OB/GYN dept.
“How to interpret OB/GYN ultrasound measurement data“; 80. Fetal Measurement Obstetrics
& Gynecology Chapter 56 Separate volume; 1989, Oct. 27th Publication
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
140
15.950
20.570
27.710
214
43.600
54.480
68.400
141
16.010
20.920
28.130
215
44.030
55.030
69.040
142
16.080
21.270
28.560
216
44.450
55.570
69.690
143
16.180
21.630
29.000
217
44.880
56.120
70.330
144
16.290
21.990
29.430
218
45.300
56.670
70.980
145
16.420
22.350
29.870
219
45.730
57.220
71.630
146
16.570
22.720
30.320
220
46.150
57.770
72.280
147
16.730
23.090
30.770
221
46.560
58.330
72.930
148
16.910
23.460
31.220
222
46.980
58.880
73.580
149
17.110
23.840
31.680
223
47.400
59.440
74.240
150
17.320
24.220
32.140
224
47.810
59.990
74.890
151
17.540
24.600
32.600
225
48.220
60.550
75.540
Manual de Referência 70
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
Age
(day)
5%
(cm2)
50%
(cm2)
50%
(cm2)
177
26.880
35.670
45.970
251
58.980
75.210
92.590
201
37.840
47.540
60.170
275
71.680
88.460
107.590
178
27.320
36.140
46.530
252
59.420
75.780
93.240
202
38.300
48.070
60.790
276
72.340
88.990
108.180
179
27.770
36.610
47.090
253
59.870
76.340
93.880
203
38.750
48.590
61.410
277
73.030
89.520
108.770
180
28.220
37.080
47.650
254
60.320
76.900
94.530
204
39.200
49.120
62.040
278
73.720
90.050
109.360
181
28.670
37.550
48.220
255
60.780
77.470
95.170
205
39.650
49.650
62.670
279
74.440
90.580
109.940
182
29.120
38.030
48.790
256
61.240
78.030
95.810
206
40.090
50.180
63.300
280
75.170
91.100
110.510
183
29.580
38.510
49.370
257
61.710
78.590
96.450
207
40.540
50.710
63.930
281
75.910
91.620
111.090
184
30.030
38.990
49.950
258
62.190
79.150
97.090
208
40.980
51.240
64.560
282
76.680
92.140
111.660
185
30.490
39.470
50.530
259
62.670
79.710
97.730
209
41.420
51.780
65.200
283
77.460
92.650
112.220
186
30.950
39.960
51.110
260
63.160
80.260
98.360
210
41.860
52.320
65.830
284
78.270
93.170
112.780
187
31.410
40.450
51.700
261
63.660
80.820
99.000
211
42.300
52.860
66.470
285
79.090
93.680
113.340
188
31.870
40.940
52.290
262
64.170
81.380
99.630
212
42.730
53.400
67.110
286
79.930
94.180
113.890
189
32.330
41.430
52.880
263
64.680
81.930
100.250
213
43.170
53.940
67.750
287
80.800
94.690
114.440
190
32.790
41.930
53.470
264
65.200
82.480
100.880
191
33.260
42.430
54.070
265
65.740
83.040
101.500
192
33.720
42.930
54.670
266
66.280
83.590
102.130
193
34.180
43.440
55.270
267
66.830
84.130
102.740
194
34.640
43.940
55.870
268
67.400
84.680
103.360
195
35.100
44.450
56.480
269
67.970
85.230
103.970
196
35.560
44.960
57.090
270
68.560
85.770
104.580
197
36.020
45.470
57.700
271
69.150
86.310
105.190
198
36.480
45.990
58.310
272
69.770
86.850
199
36.930
46.500
58.930
273
70.390
200
37.390
47.020
59.550
274
71.030
Gestational Sac (GS) : HANSMANN
GA Table
“Hansmann M., Hackelöer BJ, Staudach A., “Ultraschalldiagnostik in Geburtshilfe und
Gynäkologie“ Springer- Verlag, 1986, pp.36“
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
105.800
0.7
34.0
1.3
44.0
2.8
58.0
87.390
106.400
0.9
40.0
1.5
47.0
3.4
63.0
87.930
107.000
1.0
42.0
2.4
52.0
Manual de Referência 71
Gestational Sac (GS) : HELLMAN
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
GA Table
1.1
31.0
41.0
51.0
10.0
4.7
62.0
72.0
82.0
10.0
“Hellman L.M., Kobayashi M, Fillisti L., et al. “Growth and development of the human fetus
prior to the 20th week of gestation“. American Journal of Obstetrics and Gynecology; March
15; 1969; 789-800“
1.2
32.0
42.0
52.0
10.0
4.8
63.0
73.0
83.0
10.0
GA = ({OB_GS} + 2.543)/0.702
Output Unit: w (weeks)
Input Unit: cm
Min Range: 1.66cm
Max Range: 5.2cm
Gestational Sac (GS) : REMPEN
GA Table
Rempen A. “Biometrie in der Frühgravidität (I. Trimenon)“ Der Frauenarzt; 32,4 /1991
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
0.2
24.0
34.0
44.0
10.0
3.8
54.0
64.0
74.0
10.0
0.3
25.0
35.0
45.0
10.0
3.9
55.0
65.0
75.0
10.0
0.4
26.0
36.0
46.0
10.0
4.0
56.0
66.0
76.0
10.0
0.5
27.0
37.0
47.0
10.0
4.1
57.0
67.0
77.0
10.0
0.6
27.0
37.0
47.0
10.0
4.2
58.0
68.0
78.0
10.0
0.7
28.0
38.0
48.0
10.0
4.3
59.0
69.0
79.0
10.0
0.8
29.0
39.0
49.0
10.0
4.4
59.0
69.0
79.0
10.0
0.9
30.0
40.0
50.0
10.0
4.5
60.0
70.0
80.0
10.0
1.0
30.0
40.0
50.0
10.0
4.6
61.0
71.0
81.0
10.0
1.3
33.0
43.0
53.0
10.0
4.9
64.0
74.0
84.0
10.0
1.4
34.0
44.0
54.0
10.0
5.0
65.0
75.0
85.0
10.0
1.5
34.0
44.0
54.0
10.0
5.1
66.0
76.0
86.0
10.0
1.6
35.0
45.0
55.0
10.0
5.2
67.0
77.0
87.0
10.0
1.7
36.0
46.0
56.0
10.0
5.3
68.0
78.0
88.0
10.0
1.8
37.0
47.0
57.0
10.0
5.4
69.0
79.0
89.0
10.0
1.9
38.0
48.0
58.0
10.0
5.5
70.0
80.0
90.0
10.0
2.0
38.0
48.0
58.0
10.0
5.6
71.0
81.0
91.0
10.0
2.1
39.0
49.0
59.0
10.0
5.7
72.0
82.0
92.0
10.0
2.2
40.0
50.0
60.0
10.0
5.8
73.0
83.0
93.0
10.0
2.3
41.0
51.0
61.0
10.0
5.9
74.0
84.0
94.0
10.0
2.4
42.0
52.0
62.0
10.0
6.0
75.0
85.0
95.0
10.0
2.5
43.0
53.0
63.0
10.0
6.1
76.0
86.0
96.0
10.0
2.6
43.0
53.0
63.0
10.0
6.2
77.0
87.0
97.0
10.0
2.7
44.0
54.0
64.0
10.0
6.3
78.0
88.0
98.0
10.0
2.8
45.0
55.0
65.0
10.0
6.4
79.0
89.0
99.0
10.0
2.9
46.0
56.0
66.0
10.0
6.5
80.0
90.0
100.0
10.0
3.0
47.0
57.0
67.0
10.0
6.6
81.0
91.0
101.0
10.0
3.1
48.0
58.0
68.0
10.0
6.7
82.0
92.0
102.0
10.0
3.2
49.0
59.0
69.0
10.0
6.8
83.0
93.0
103.0
10.0
3.3
49.0
59.0
69.0
10.0
6.9
84.0
94.0
104.0
10.0
3.4
50.0
60.0
70.0
10.0
7.0
85.0
95.0
105.0
10.0
Manual de Referência 72
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
3.5
51.0
61.0
71.0
10.0
7.1
86.0
96.0
106.0
10.0
48
1.010
2.060
3.110
79
4.010
5.060
6.110
3.6
52.0
62.0
72.0
10.0
7.2
88.0
98.0
108.0
10.0
49
1.120
2.170
3.220
80
4.090
5.140
6.190
10.0
50
1.240
2.290
3.340
81
4.160
5.210
6.260
51
1.350
2.400
3.450
82
4.240
5.290
6.340
52
1.460
2.510
3.560
83
4.310
5.360
6.410
53
1.570
2.620
3.670
84
4.380
5.430
6.480
54
1.680
2.730
3.780
85
4.460
5.510
6.560
55
1.790
2.840
3.890
86
4.530
5.580
6.630
56
1.900
2.950
4.000
87
4.590
5.640
6.690
57
2.000
3.050
4.100
88
4.660
5.710
6.760
58
2.110
3.160
4.210
89
4.730
5.780
6.830
59
2.210
3.260
4.310
90
4.790
5.840
6.890
60
2.310
3.360
4.410
91
4.860
5.910
6.960
61
2.410
3.460
4.510
92
4.920
5.970
7.020
62
2.510
3.560
4.610
93
4.980
6.030
7.080
3.7
53.0
63.0
73.0
10.0
7.3
89.0
99.0
109.0
Fetal Growth Table
Rempen A. “Biometrie in der Frühgravidität (I. Trimenon)“ Der Frauenarzt; 32,4 /1991
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
32
0.000
0.050
1.100
63
2.610
3.660
4.710
33
0.000
0.180
1.230
64
2.710
3.760
4.810
34
0.000
0.320
1.370
65
2.800
3.850
4.900
35
0.000
0.450
1.500
66
2.900
3.950
5.000
36
0.000
0.580
1.630
67
2.990
4.040
5.090
37
0.000
0.710
1.760
68
3.080
4.130
5.180
38
0.000
0.840
1.890
69
3.170
4.220
5.270
39
0.000
0.970
2.020
70
3.260
4.310
5.360
40
0.040
1.090
2.140
71
3.350
4.400
5.450
41
0.170
1.220
2.270
72
3.440
4.490
5.540
42
0.290
1.340
2.390
73
3.520
4.570
5.620
GA Table
43
0.410
1.460
2.510
74
3.610
4.660
5.710
Tokyo University Method 1986, 6 by University Tokyo
44
0.540
1.590
2.640
75
3.690
4.740
5.790
45
0.660
1.710
2.760
76
3.770
4.820
5.870
46
0.780
1.830
2.880
77
3.850
4.900
5.950
47
0.890
1.940
2.990
78
3.930
4.980
6.030
Gestational Sac (GS) : TOKYO
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
12.0
24.0
31.0
38.0
7.0
32.0
55.0
13.0
25.0
32.0
39.0
7.0
33.0
56.0
Upper
(day)
SD
(day)
Manual de Referência 73
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Occipital Frontal Diameter (OFD) : ASUM
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
14.0
26.0
33.0
40.0
7.0
34.0
57.0
GA Table
15.0
27.0
34.0
41.0
7.0
35.0
58.0
16.0
29.0
36.0
43.0
7.0
36.0
59.0
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
17.0
30.0
37.0
44.0
7.0
37.0
60.0
http://www.asum.com.au/open/home.htm
18.0
31.0
38.0
45.0
7.0
38.0
61.0
19.0
33.0
40.0
47.0
7.0
39.0
62.0
20.0
34.0
41.0
48.0
7.0
40.0
63.0
21.0
35.0
42.0
49.0
7.0
41.0
64.0
22.0
36.0
43.0
50.0
7.0
42.0
65.0
23.0
37.0
44.0
51.0
7.0
43.0
65.0
24.0
39.0
46.0
53.0
7.0
44.0
66.0
25.0
40.0
47.0
54.0
7.0
45.0
67.0
26.0
40.0
48.0
56.0
8.0
46.0
68.0
27.0
40.0
49.0
58.0
9.0
47.0
69.0
28.0
40.0
50.0
60.0
10.0
48.0
70.0
29.0
51.0
49.0
71.0
30.0
52.0
50.0
72.0
31.0
53.0
Date: December 2003
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
2.1
72.0
77.0
82.0
5.0
8.6
179.0
189.0
199.0
10.0
2.4
79.0
84.0
89.0
5.0
9.5
186.0
196.0
206.0
10.0
2.9
86.0
91.0
96.0
5.0
9.7
193.0
203.0
213.0
10.0
3.4
93.0
98.0
103.0
5.0
9.8
196.0
210.0
224.0
14.0
3.8
100.0
105.0
110.0
5.0
10.1
203.0
217.0
231.0
14.0
4.6
107.0
112.0
117.0
5.0
10.2
210.0
224.0
238.0
14.0
5.0
114.0
119.0
124.0
5.0
10.7
217.0
231.0
245.0
14.0
5.4
119.0
126.0
133.0
7.0
10.8
220.0
238.0
256.0
18.0
5.7
126.0
133.0
140.0
7.0
10.9
227.0
245.0
263.0
18.0
6.1
133.0
140.0
147.0
7.0
11.2
231.0
252.0
273.0
21.0
6.3
140.0
147.0
154.0
7.0
11.3
238.0
259.0
280.0
21.0
6.8
147.0
154.0
161.0
7.0
11.6
245.0
266.0
287.0
21.0
7.6
154.0
161.0
168.0
7.0
11.9
252.0
273.0
294.0
21.0
7.9
158.0
168.0
178.0
10.0
12.0
259.0
280.0
301.0
21.0
8.2
165.0
175.0
185.0
10.0
12.2
266.0
287.0
308.0
21.0
8.4
172.0
182.0
192.0
10.0
Manual de Referência 74
Fetal Growth Table
Occipital Frontal Diameter (OFD) : HANSMANN
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
GA Table
Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittmann “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986, p. 431
Date: December 2003
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
11
1.900
2.100
2.300
27
8.150
8.600
9.050
12
2.200
2.400
2.600
28
9.000
9.500
10.000
13
2.600
2.900
3.200
29
9.150
9.700
10.250
14
3.100
3.400
3.700
30
9.250
9.800
10.350
15
3.500
3.800
4.100
31
9.600
10.100
10.600
16
4.300
4.600
4.900
32
9.700
10.200
10.700
17
4.700
5.000
5.300
33
10.150
10.700
11.250
5.8
140.0
9.5
203.0
11.3
266.0
147.0
9.8
210.0
11.4
273.0
154.0
10.0
217.0
11.5
280.0
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
3.1
98.0
7.2
161.0
10.3
224.0
3.8
105.0
7.6
168.0
10.5
231.0
4.1
112.0
8.0
175.0
10.7
238.0
4.6
119.0
8.4
182.0
10.9
245.0
5.0
126.0
8.8
189.0
11.1
252.0
5.4
133.0
9.1
196.0
11.2
259.0
18
5.050
5.400
5.750
34
10.250
10.800
11.350
6.3
19
5.350
5.700
6.050
35
10.350
10.900
11.450
6.7
20
5.750
6.100
6.450
36
10.650
11.200
11.750
21
5.900
6.300
6.700
37
10.700
11.300
11.900
22
6.450
6.800
7.150
38
11.050
11.600
12.150
23
7.200
7.600
8.000
39
11.300
11.900
12.500
24
7.500
7.900
8.300
40
11.400
12.000
12.600
25
7.750
8.200
8.650
41
11.600
12.200
12.800
26
7.950
8.400
8.850
Fetal Growth Table
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann) “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986,p.433
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
14
3.100
3.100
3.100
28
8.300
9.100
9.800
15
3.200
3.800
4.200
29
8.700
9.500
10.100
16
3.600
4.100
4.600
30
8.900
9.800
10.500
17
4.100
4.600
5.100
31
9.200
10.000
10.700
Manual de Referência 75
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
18
4.500
5.000
5.500
32
9.500
10.300
11.000
18
4.760
5.320
5.890
34
9.800
10.690
11.580
19
4.900
5.400
6.000
33
9.700
10.500
11.200
19
5.180
5.770
6.350
35
9.970
10.880
11.780
20
5.300
5.800
6.400
34
9.900
10.700
11.500
20
5.590
6.200
6.810
36
10.110
11.040
11.970
21
5.700
6.300
6.900
35
10.100
10.900
11.700
21
5.990
6.620
7.240
37
10.240
11.190
12.130
22
6.100
6.700
7.300
36
10.300
11.100
11.800
22
6.370
7.020
7.670
38
10.340
11.310
12.280
23
6.500
7.200
7.800
37
10.400
11.200
12.000
23
6.750
7.410
8.080
39
10.420
11.410
12.400
24
6.900
7.600
8.200
38
10.500
11.300
12.100
24
7.110
7.790
8.480
40
10.470
11.480
12.490
25
7.300
8.000
8.700
39
10.600
11.400
12.300
25
7.450
8.160
8.870
41
10.510
11.530
12.560
26
7.600
8.400
9.100
40
10.700
11.500
12.400
26
7.780
8.510
9.240
42
10.510
11.560
12.610
27
8.000
8.800
9.500
27
8.090
8.840
9.590
Occipital Frontal Diameter (OFD) : KURMANAVICIUS
Occipital Frontal Diameter (OFD) : NICOLAIDES
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
R. J. M. Snijders and K. H. Niicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
2.020
2.460
2.910
28
8.390
9.160
9.930
14
3.500
3.900
4.200
27
8.400
9.100
9.900
13
2.490
2.960
3.430
29
8.670
9.460
10.250
15
3.900
4.200
4.600
28
8.700
9.500
10.300
4.200
4.600
5.000
29
9.100
9.800
10.700
14
2.960
3.450
3.940
30
8.930
9.740
10.550
16
15
3.430
3.930
4.440
31
9.180
10.010
10.840
17
4.600
5.000
5.400
30
9.400
10.200
11.000
5.000
5.400
5.900
31
9.600
10.500
11.300
5.400
5.800
6.300
32
9.900
10.700
11.600
16
3.880
4.410
4.940
32
9.410
10.250
11.100
18
17
4.320
4.870
5.420
33
9.610
10.480
11.350
19
Manual de Referência 76
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
20
5.700
6.200
6.800
33
10.100
11.000
11.900
2.3
83.0
106.0
130.0
4.9
191.0
215.0
238.0
21
6.100
6.700
7.200
34
10.300
11.200
12.100
2.4
88.0
111.0
134.0
5.0
195.0
219.0
242.0
22
6.500
7.100
7.700
35
10.500
11.300
12.300
2.5
92.0
115.0
138.0
5.1
200.0
223.0
246.0
23
6.900
7.500
8.200
36
10.600
11.500
12.400
2.6
96.0
119.0
142.0
5.2
204.0
228.0
251.0
24
7.300
7.900
8.600
37
10.700
11.600
12.500
2.7
100.0
123.0
146.0
5.3
208.0
231.0
255.0
25
7.700
8.300
9.000
38
10.700
11.600
12.600
2.8
104.0
127.0
151.0
5.4
212.0
235.0
259.0
26
8.100
8.700
9.500
39
10.700
11.600
12.600
2.9
109.0
132.0
155.0
5.5
216.0
239.0
263.0
3.0
113.0
136.0
159.0
5.6
221.0
244.0
267.0
3.1
116.0
140.0
163.0
5.7
225.0
248.0
271.0
3.2
120.0
144.0
167.0
5.8
229.0
252.0
275.0
3.3
125.0
148.0
172.0
5.9
233.0
256.0
279.0
3.4
129.0
152.0
176.0
6.0
237.0
260.0
284.0
3.5
133.0
156.0
180.0
6.1
242.0
265.0
288.0
3.6
137.0
160.0
184.0
6.2
246.0
269.0
292.0
3.7
141.0
165.0
188.0
6.3
250.0
273.0
296.0
3.8
146.0
169.0
192.0
6.4
254.0
277.0
300.0
3.9
150.0
173.0
196.0
6.5
258.0
281.0
305.0
4.0
154.0
177.0
200.0
Outer Ocular Distance (OOD) : JEANTY
GA Table
“Jeanty P., Cantraine F., Cousaert E., Romero R., Hobbins J.C.
“The binocular distance: a new way to estimate fetal age.“
Journal of Ultrasound in Medicine; 1984; Jun; 3(6): 241-243“
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.5
50.0
73.0
97.0
4.1
158.0
181.0
204.0
1.6
54.0
77.0
101.0
4.2
162.0
186.0
209.0
1.7
58.0
81.0
105.0
4.3
167.0
190.0
213.0
1.8
62.0
85.0
109.0
4.4
171.0
194.0
217.0
1.9
67.0
90.0
113.0
4.5
175.0
198.0
221.0
2.0
71.0
94.0
117.0
4.6
179.0
202.0
225.0
2.1
75.0
98.0
121.0
4.7
183.0
207.0
230.0
2.2
79.0
102.0
125.0
4.8
188.0
211.0
234.0
Manual de Referência 77
Fetal Growth Table
Humerus (HL) : ASUM
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
GA Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
11
0.500
0.800
1.100
27
4.300
4.700
5.100
12
0.700
0.900
1.100
28
4.500
5.000
5.500
0.8
70.0
77.0
84.0
7.0
4.7
175.0
189.0
203.0
14.0
13
0.800
1.100
1.400
29
4.600
5.100
5.600
0.9
77.0
84.0
91.0
7.0
5.0
178.0
196.0
214.0
18.0
14
1.000
1.400
1.800
30
4.700
5.200
5.700
1.1
84.0
91.0
98.0
7.0
5.1
185.0
203.0
221.0
18.0
15
1.150
1.700
2.250
31
4.900
5.400
5.900
1.4
91.0
98.0
105.0
7.0
5.2
189.0
210.0
231.0
21.0
16
1.700
2.100
2.500
32
5.100
5.600
6.100
2.000
2.500
3.000
33
5.100
5.700
6.300
1.7
98.0
105.0
112.0
7.0
5.4
196.0
217.0
238.0
21.0
17
2.1
105.0
112.0
119.0
7.0
5.6
203.0
224.0
245.0
21.0
18
2.150
2.700
3.250
34
5.350
5.900
6.450
2.5
109.0
119.0
129.0
10.0
5.7
210.0
231.0
252.0
21.0
19
2.400
2.900
3.400
35
5.400
6.000
6.600
2.600
3.100
3.600
36
5.700
6.200
6.700
2.7
116.0
126.0
136.0
10.0
5.9
217.0
238.0
259.0
21.0
20
2.9
119.0
133.0
147.0
14.0
6.0
224.0
245.0
266.0
21.0
21
2.600
3.200
3.800
37
5.700
6.300
6.900
22
2.900
3.500
4.100
38
5.800
6.400
7.000
23
3.400
3.800
4.200
39
5.950
6.500
7.050
24
3.400
4.000
4.600
40
6.000
6.600
7.200
25
3.800
4.300
4.800
41
6.200
6.800
7.400
26
4.000
4.400
4.800
3.1
126.0
140.0
154.0
14.0
6.2
231.0
252.0
273.0
21.0
3.2
133.0
147.0
161.0
14.0
6.3
231.0
259.0
287.0
28.0
3.5
140.0
154.0
168.0
14.0
6.4
238.0
266.0
294.0
28.0
3.8
147.0
161.0
175.0
14.0
6.5
245.0
273.0
301.0
28.0
4.0
154.0
168.0
182.0
14.0
6.6
252.0
280.0
308.0
28.0
4.3
161.0
175.0
189.0
14.0
6.8
259.0
287.0
315.0
28.0
4.4
168.0
182.0
196.0
14.0
Manual de Referência 78
Humerus (HL) : JEANTY
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
GA Table
3.0
120.0
139.0
158.0
6.0
224.0
244.0
263.0
Jeanty P., Rodesch F., Delbeke D., Dumont J., “Estimation of Gestational Age from
Measurements of Fetal Long Bones.“ J Ultrasound Med 3:75-79, 1984
3.1
123.0
142.0
161.0
6.1
228.0
247.0
267.0
3.2
126.0
145.0
165.0
6.2
232.0
251.0
271.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
3.3
129.0
148.0
167.0
6.3
237.0
256.0
275.0
3.4
132.0
151.0
170.0
6.4
241.0
260.0
279.0
1.0
69.0
88.0
107.0
4.0
151.0
170.0
190.0
3.5
135.0
154.0
174.0
6.5
245.0
264.0
284.0
1.1
71.0
90.0
109.0
4.1
154.0
174.0
193.0
3.6
138.0
158.0
176.0
6.6
249.0
268.0
288.0
1.2
73.0
92.0
111.0
4.2
158.0
177.0
196.0
3.7
141.0
160.0
180.0
6.7
253.0
272.0
292.0
1.3
76.0
95.0
113.0
4.3
161.0
180.0
200.0
3.8
144.0
164.0
183.0
6.8
258.0
277.0
296.0
1.4
78.0
97.0
116.0
4.4
165.0
183.0
203.0
3.9
148.0
167.0
186.0
6.9
262.0
281.0
300.0
1.5
80.0
99.0
118.0
4.5
168.0
187.0
207.0
1.6
83.0
102.0
121.0
4.6
172.0
190.0
210.0
1.7
85.0
104.0
123.0
4.7
175.0
194.0
214.0
1.8
88.0
106.0
126.0
4.8
179.0
197.0
217.0
1.9
90.0
109.0
128.0
4.9
182.0
202.0
221.0
2.0
92.0
111.0
131.0
5.0
186.0
205.0
224.0
2.1
95.0
114.0
134.0
5.1
190.0
209.0
228.0
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
2.2
97.0
117.0
136.0
5.2
193.0
212.0
232.0
12
0.400
0.900
1.300
27
4.200
4.600
5.000
2.3
100.0
120.0
139.0
5.3
197.0
216.0
235.0
13
0.700
1.100
1.500
28
4.400
4.800
5.200
2.4
103.0
122.0
141.0
5.4
201.0
220.0
239.0
14
1.000
1.400
1.800
29
4.401
5.000
5.400
2.5
106.0
125.0
144.0
5.5
204.0
224.0
243.0
15
1.300
1.700
2.100
30
4.402
5.100
5.600
2.6
109.0
127.0
147.0
5.6
209.0
228.0
247.0
16
1.600
2.000
2.400
31
4.403
5.300
5.700
2.7
111.0
130.0
150.0
5.7
212.0
232.0
251.0
17
1.800
2.200
2.700
32
4.404
5.500
5.900
2.8
114.0
133.0
153.0
5.8
146.0
235.0
255.0
18
2.100
2.500
2.900
33
4.405
5.600
6.000
2.9
117.0
136.0
155.0
5.9
220.0
239.0
258.0
19
2.400
2.800
3.200
34
4.406
5.800
6.200
Fetal Growth Table
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F., Hobbins J.C., Tack B., Struyven J. “A longitudinal Study of
fetal limb growth“ American Journal of Perinatology; Volume 1; Number 2; January 1984;
136-144
Manual de Referência 79
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Fetal Growth Table
20
2.600
3.000
3.400
35
4.407
5.900
6.300
21
2.900
3.300
3.700
36
4.408
6.100
6.500
22
3.100
3.500
3.900
37
4.409
6.200
6.600
“Normal Fetal Development Profiles- A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
23
3.300
3.800
4.200
38
4.410
6.300
6.700
Age (day)
24
3.600
4.000
4.400
39
4.411
6.500
6.900
88
0.500
0.800
1.100
193
4.400
4.700
5.100
7.000
91
0.700
1.000
1.300
196
4.500
4.800
5.200
95
0.900
1.200
1.500
200
4.500
4.900
5.300
25
3.800
4.200
4.600
26
4.000
4.400
4.800
40
4.412
6.600
Humerus (HL) : MERZ
GA Table
Merz E, Kim-Kern MS, Pehl S. “Ultrasonic Mensuration of Fetal Limb Bones in the Second and
Third Trimesters“ Journal of Clinical Ultrasound, 15: 175-183, March/April 1987
Merz E., Wellek S.
5% (cm) 50% (cm) 95% (cm)
Age (day)
5% (cm) 50% (cm) 95% (cm)
98
1.000
1.300
1.700
203
4.600
5.000
5.400
102
1.200
1.500
1.800
207
4.700
5.100
5.500
105
1.400
1.700
2.000
210
4.800
5.200
5.600
109
1.500
1.800
2.200
214
4.900
5.300
5.700
112
1.700
2.000
2.300
217
5.000
5.400
5.800
116
1.800
2.100
2.500
221
5.100
5.500
5.900
119
2.000
2.300
2.600
224
5.100
5.500
6.000
123
2.100
2.400
2.800
228
5.200
5.600
6.000
126
2.200
2.600
2.900
231
5.300
5.700
6.100
5.400
5.800
6.200
5.400
5.900
6.300
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
1.0
91
3.7
161
5.6
231
1.2
98
3.8
168
5.8
238
130
2.400
2.700
3.000
235
1.4
105
4.2
175
5.9
245
133
2.500
2.800
3.200
238
1.7
112
4.3
182
6.0
252
137
2.600
3.000
3.300
242
5.500
5.900
6.300
2.0
119
4.5
189
6.1
259
140
2.700
3.100
3.400
245
5.600
6.000
6.400
2.3
126
4.7
196
6.4
266
144
2.900
3.200
3.600
249
5.600
6.100
6.500
2.6
133
4.8
203
6.5
273
147
3.000
3.300
3.700
252
5.700
6.100
6.600
2.9
140
5.0
210
6.6
280
151
3.100
3.500
3.800
256
5.800
6.200
6.600
3.2
147
5.3
217
154
3.200
3.600
3.900
259
5.800
6.300
6.700
3.3
154
5.4
224
158
3.300
3.700
4.000
263
5.900
6.300
6.800
Manual de Referência 80
Age (day)
5% (cm) 50% (cm) 95% (cm)
Age (day)
5% (cm) 50% (cm) 95% (cm)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
161
3.400
3.800
4.200
266
5.900
6.400
6.800
1.39
100.0
3.7
164.0
5.33
228.0
165
3.600
3.900
4.300
270
6.000
6.400
6.900
1.43
101.0
3.73
165.0
5.35
229.0
1.47
102.0
3.76
166.0
5.37
230.0
168
3.700
4.000
4.400
273
6.000
6.500
6.900
172
3.800
4.100
4.500
277
6.100
6.500
7.000
1.51
103.0
3.79
167.0
5.39
231.0
175
3.900
4.200
4.600
280
6.100
6.600
7.000
1.55
104.0
3.82
168.0
5.41
232.0
179
4.000
4.300
4.700
284
6.100
6.600
7.100
1.59
105.0
3.85
169.0
5.43
233.0
182
4.100
4.500
4.800
287
6.200
6.600
7.100
1.63
106.0
3.88
170.0
5.45
234.0
186
4.200
4.600
4.900
291
6.200
6.700
7.100
189
4.300
4.700
5.000
Humerus (HL) : OSAKA
GA Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
1.67
107.0
3.91
171.0
5.47
235.0
1.71
108.0
3.94
172.0
5.49
236.0
1.75
109.0
3.97
173.0
5.51
237.0
1.79
110.0
4.0
174.0
5.53
238.0
1.83
111.0
4.03
175.0
5.55
239.0
1.87
112.0
4.06
176.0
5.57
240.0
1.91
113.0
4.09
177.0
5.58
241.0
114.0
4.12
178.0
5.6
242.0
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
1.95
1.01
91.0
3.42
155.0
5.15
219.0
1.99
115.0
4.14
179.0
5.62
243.0
1.05
92.0
3.45
156.0
5.17
220.0
2.03
116.0
4.17
180.0
5.64
244.0
1.09
93.0
3.48
157.0
5.19
221.0
2.07
117.0
4.2
181.0
5.65
245.0
118.0
4.23
182.0
5.67
246.0
119.0
4.26
183.0
5.69
247.0
1.14
94.0
3.51
158.0
5.21
222.0
2.11
1.18
95.0
3.54
159.0
5.23
223.0
2.15
1.22
96.0
3.58
160.0
5.25
224.0
2.18
120.0
4.28
184.0
5.71
248.0
121.0
4.31
185.0
5.72
249.0
1.26
97.0
3.61
161.0
5.27
225.0
2.22
1.31
98.0
3.64
162.0
5.29
226.0
2.26
122.0
4.34
186.0
5.74
250.0
1.35
99.0
3.67
163.0
5.31
227.0
2.3
123.0
4.37
187.0
5.76
251.0
Manual de Referência 81
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
2.34
124.0
4.39
188.0
5.77
252.0
3.19
148.0
4.99
212.0
6.11
276.0
2.37
125.0
4.42
189.0
5.79
253.0
3.22
149.0
5.01
213.0
6.13
277.0
2.41
126.0
4.45
190.0
5.8
254.0
3.25
150.0
5.04
214.0
6.14
278.0
2.45
127.0
4.47
191.0
5.82
255.0
3.29
151.0
5.06
215.0
6.15
279.0
2.48
128.0
4.5
192.0
5.84
256.0
3.32
152.0
5.08
216.0
6.16
280.0
2.52
129.0
4.53
193.0
5.85
257.0
3.35
153.0
5.1
217.0
2.56
130.0
4.55
194.0
5.87
258.0
3.38
154.0
5.12
218.0
2.59
131.0
4.58
195.0
5.88
259.0
2.63
132.0
4.6
196.0
5.9
260.0
2.67
133.0
4.63
197.0
5.91
261.0
2.7
134.0
4.65
198.0
5.93
262.0
2.74
135.0
4.68
199.0
5.94
263.0
2.77
136.0
4.7
200.0
5.95
264.0
2.81
137.0
4.73
201.0
5.97
265.0
2.84
138.0
4.75
202.0
5.98
266.0
2.88
139.0
4.78
203.0
6.0
2.91
140.0
4.8
204.0
6.01
Fetal Growth Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
91
0.710
1.010
1.310
186
3.960
4.340
4.720
92
0.750
1.050
1.350
187
3.990
4.370
4.750
93
0.790
1.090
1.390
188
4.010
4.390
4.770
267.0
94
0.840
1.140
1.440
189
4.040
4.420
4.800
268.0
95
0.880
1.180
1.480
190
4.070
4.450
4.830
2.95
141.0
4.83
205.0
6.02
269.0
96
0.920
1.220
1.520
191
4.090
4.470
4.850
2.98
142.0
4.85
206.0
6.04
270.0
97
0.950
1.260
1.580
192
4.120
4.500
4.880
3.02
143.0
4.87
207.0
6.05
271.0
98
1.000
1.310
1.630
193
4.150
4.530
4.910
3.05
144.0
4.9
208.0
6.06
272.0
99
1.030
1.350
1.670
194
4.170
4.550
4.930
3.09
145.0
4.92
209.0
6.08
273.0
100
1.070
1.390
1.710
195
4.200
4.580
4.960
3.12
146.0
4.94
210.0
6.09
274.0
101
1.110
1.430
1.750
196
4.220
4.600
4.980
275.0
102
1.150
1.470
1.790
197
4.250
4.630
5.010
3.15
147.0
4.97
211.0
6.1
Manual de Referência 82
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
103
1.190
1.510
1.830
198
4.270
4.650
5.030
128
2.150
2.480
2.810
223
4.840
5.230
5.620
104
1.230
1.550
1.870
199
4.300
4.680
5.060
129
2.190
2.520
2.850
224
4.840
5.250
5.660
105
1.270
1.590
1.910
200
4.320
4.700
5.080
130
2.230
2.560
2.890
225
4.860
5.270
5.680
106
1.310
1.630
1.950
201
4.350
4.730
5.110
131
2.260
2.590
2.920
226
4.880
5.290
5.700
107
1.350
1.670
1.990
202
4.370
4.750
5.130
132
2.300
2.630
2.960
227
4.900
5.310
5.720
108
1.390
1.710
2.030
203
4.390
4.780
5.170
133
2.340
2.670
3.000
228
4.920
5.330
5.740
109
1.430
1.750
2.070
204
4.410
4.800
5.190
134
2.370
2.700
3.030
229
4.940
5.350
5.760
110
1.470
1.790
2.110
205
4.440
4.830
5.220
135
2.410
2.740
3.070
230
4.960
5.370
5.780
111
1.510
1.830
2.150
206
4.460
4.850
5.240
136
2.440
2.770
3.100
231
4.980
5.390
5.800
112
1.550
1.870
2.190
207
4.480
4.870
5.260
137
2.480
2.810
3.140
232
5.000
5.410
5.820
113
1.590
1.910
2.230
208
4.510
4.900
5.290
138
2.510
2.840
3.170
233
5.020
5.430
5.840
114
1.630
1.950
2.270
209
4.530
4.920
5.310
139
2.530
2.880
3.230
234
5.040
5.450
5.860
115
1.670
1.990
2.310
210
4.550
4.940
5.330
140
2.560
2.910
3.260
235
5.060
5.470
5.880
116
1.710
2.030
2.350
211
4.580
4.970
5.360
141
2.600
2.950
3.300
236
5.080
5.490
5.900
117
1.750
2.070
2.390
212
4.600
4.990
5.380
142
2.630
2.980
3.330
237
5.100
5.510
5.920
118
1.780
2.110
2.440
213
4.620
5.010
5.400
143
2.670
3.020
3.370
238
5.120
5.530
5.940
119
1.820
2.150
2.480
214
4.650
5.040
5.430
144
2.700
3.050
3.400
239
5.140
5.550
5.960
120
1.850
2.180
2.510
215
4.670
5.060
5.450
145
2.740
3.090
3.440
240
5.160
5.570
5.980
121
1.890
2.220
2.550
216
4.690
5.080
5.470
146
2.770
3.120
3.470
241
5.170
5.580
5.990
122
1.930
2.260
2.590
217
4.710
5.100
5.490
147
2.800
3.150
3.500
242
5.190
5.600
6.010
123
1.970
2.300
2.630
218
4.730
5.120
5.510
148
2.840
3.190
3.540
243
5.210
5.620
6.030
124
2.010
2.340
2.670
219
4.760
5.150
5.540
149
2.870
3.220
3.570
244
5.230
5.640
6.050
125
2.040
2.370
2.700
220
4.780
5.170
5.560
150
2.900
3.250
3.600
245
5.230
5.650
6.070
126
2.080
2.410
2.740
221
4.800
5.190
5.580
151
2.940
3.290
3.640
246
5.250
5.670
6.090
127
2.120
2.450
2.780
222
4.820
5.210
5.600
152
2.970
3.320
3.670
247
5.270
5.690
6.110
Manual de Referência 83
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
Age
(day)
-1.5SD
(cm)
Mean
(cm)
+1.5SD
(cm)
153
3.000
3.350
3.700
248
5.290
5.710
6.130
177
3.730
4.090
4.450
272
5.630
6.060
6.490
154
3.030
3.380
3.730
249
5.300
5.720
6.140
178
3.760
4.120
4.480
273
5.640
6.080
6.520
155
3.070
3.420
3.770
250
5.320
5.740
6.160
179
3.780
4.140
4.500
274
5.650
6.090
6.530
156
3.100
3.450
3.800
251
5.340
5.760
6.180
180
3.810
4.170
4.530
275
5.670
6.100
6.530
157
3.130
3.480
3.830
252
5.350
5.770
6.190
181
3.840
4.200
4.560
276
5.670
6.110
6.550
158
3.160
3.510
3.860
253
5.370
5.790
6.210
182
3.850
4.230
4.610
277
5.690
6.130
6.570
159
3.190
3.540
3.890
254
5.380
5.800
6.220
183
3.880
4.260
4.640
278
5.710
6.140
6.570
160
3.220
3.580
3.940
255
5.400
5.820
6.240
184
3.900
4.280
4.660
279
5.710
6.150
6.590
161
3.250
3.610
3.970
256
5.420
5.840
6.260
185
3.930
4.310
4.690
280
5.720
6.160
6.600
162
3.280
3.640
4.000
257
5.430
5.850
6.270
163
3.310
3.670
4.030
258
5.450
5.870
6.290
164
3.340
3.700
4.060
259
5.460
5.880
6.300
Tibia (TIB) : JEANTY
165
3.370
3.730
4.090
260
5.480
5.900
6.320
166
3.400
3.760
4.120
261
5.490
5.910
6.330
167
3.430
3.790
4.150
262
5.510
5.930
6.350
168
3.460
3.820
4.180
263
5.520
5.940
6.360
169
3.490
3.850
4.210
264
5.530
5.950
6.370
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
170
3.520
3.880
4.240
265
5.550
5.970
6.390
1.0
74.0
94.0
114.0
4.0
157.0
177.0
197.0
171
3.550
3.910
4.270
266
5.540
5.980
6.420
1.1
76.0
96.0
116.0
4.1
160.0
180.0
200.0
GA Table
“Jeanty P., Rodesch F., Delbeke D., Dumont J., “Estimation of Gestational Age from
Measurements of Fetal Long Bones.“ J Ultrasound Med 3:75-79, 1984“
172
3.580
3.940
4.300
267
5.560
6.000
6.440
1.2
78.0
99.0
119.0
4.2
163.0
183.0
204.0
173
3.610
3.970
4.330
268
5.580
6.010
6.440
1.3
81.0
101.0
121.0
4.3
166.0
186.0
207.0
174
3.640
4.000
4.360
269
5.590
6.020
6.450
1.4
83.0
104.0
124.0
4.4
169.0
190.0
210.0
175
3.670
4.030
4.390
270
5.600
6.040
6.480
1.5
85.0
106.0
126.0
4.5
172.0
193.0
214.0
176
3.700
4.060
4.420
271
5.610
6.050
6.490
1.6
88.0
109.0
129.0
4.6
176.0
196.0
216.0
Manual de Referência 84
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.7
91.0
111.0
132.0
4.7
179.0
200.0
220.0
1.8
93.0
113.0
134.0
4.8
183.0
203.0
223.0
1.9
96.0
116.0
137.0
4.9
186.0
206.0
226.0
2.0
99.0
119.0
139.0
5.0
189.0
209.0
230.0
2.1
102.0
122.0
142.0
5.1
193.0
213.0
233.0
2.2
104.0
125.0
145.0
5.2
196.0
216.0
237.0
2.3
106.0
127.0
148.0
5.3
200.0
220.0
240.0
2.4
109.0
130.0
150.0
5.4
203.0
223.0
244.0
2.5
112.0
132.0
153.0
5.5
207.0
227.0
247.0
2.6
115.0
135.0
155.0
5.6
210.0
230.0
251.0
2.7
118.0
138.0
158.0
5.7
214.0
234.0
254.0
2.8
120.0
141.0
161.0
5.8
217.0
237.0
258.0
2.9
123.0
144.0
165.0
5.9
221.0
241.0
261.0
3.0
127.0
147.0
167.0
6.0
224.0
244.0
265.0
3.1
130.0
150.0
170.0
6.1
228.0
248.0
268.0
3.2
132.0
153.0
173.0
6.2
231.0
251.0
272.0
3.3
135.0
155.0
176.0
6.3
235.0
256.0
276.0
3.4
138.0
158.0
179.0
6.4
239.0
259.0
279.0
3.5
141.0
162.0
182.0
6.5
242.0
263.0
283.0
3.6
144.0
165.0
185.0
6.6
246.0
266.0
287.0
3.7
147.0
167.0
188.0
6.7
250.0
270.0
291.0
3.8
151.0
171.0
191.0
6.8
253.0
274.0
294.0
3.9
153.0
174.0
194.0
6.9
258.0
278.0
298.0
Fetal Growth Table
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F., Hobbins J.C., Tack B., Struyven J. “A longitudinal Study of
fetal limb growth“ American Journal of Perinatology; Volume 1; Number 2; January 1984;
136-144
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
0.300
0.700
1.200
27
4.000
4.400
4.800
13
0.500
1.000
1.400
28
4.200
4.600
5.000
14
0.800
1.200
1.600
29
4.400
4.800
5.200
15
1.000
1.500
1.900
30
4.600
5.000
5.400
16
1.300
1.700
2.100
31
4.700
5.200
5.600
17
1.500
2.000
2.400
32
4.900
5.400
5.800
18
1.800
2.200
2.700
33
5.100
5.500
6.000
19
2.100
2.500
2.900
34
5.300
5.700
6.100
20
2.300
2.700
3.200
35
5.400
5.800
6.300
21
2.600
3.000
3.400
36
5.600
6.000
6.400
22
2.800
3.200
3.700
37
5.700
6.100
6.600
23
3.100
3.500
3.900
38
5.900
6.300
6.700
24
3.300
3.700
4.200
39
6.000
6.400
6.900
25
3.500
4.000
4.400
40
6.100
6.600
7.000
26
3.700
4.200
4.600
Manual de Referência 85
Tibia (TIB) : MERZ
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
GA Table
95
0.700
1.000
1.300
200
4.400
4.800
5.200
Merz E, Kim-Kern MS, Pehl S. “Ultrasonic Mensuration of Fetal Limb Bones in the Second and
Third Trimesters“ Journal of Clinical Ultrasound, 15: 175-183, March/April 1987
98
0.900
1.200
1.500
203
4.500
4.900
5.300
102
1.100
1.400
1.700
207
4.600
5.000
5.400
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
0.9
91
3.6
161
5.4
231
1.0
98
3.7
168
5.7
238
1.3
105
4.0
175
5.8
245
1.6
112
4.2
182
6.0
252
1.8
119
4.4
189
6.1
259
2.2
126
4.5
196
6.2
266
2.5
133
4.6
203
6.4
273
2.7
140
4.8
210
6.5
280
3.0
147
5.1
217
6.6
287
3.2
154
5.2
224
6.8
294
105
1.200
1.500
1.800
210
4.600
5.100
5.500
109
1.400
1.700
2.000
214
4.700
5.100
5.600
112
1.500
1.800
2.100
217
4.800
5.200
5.600
116
1.600
2.000
2.300
221
4.900
5.300
5.700
119
1.800
2.100
2.400
224
5.000
5.400
5.800
123
1.900
2.200
2.600
228
5.100
5.500
5.900
126
2.100
2.400
2.700
231
5.100
5.600
6.000
130
2.200
2.500
2.900
235
5.200
5.600
6.100
133
2.300
2.600
3.000
238
5.300
5.700
6.200
137
2.400
2.800
3.100
242
5.400
5.800
6.200
140
2.600
2.900
3.200
245
5.400
5.900
6.300
144
2.700
3.000
3.400
249
5.500
5.900
6.400
147
2.800
3.100
3.500
252
5.600
6.000
6.500
Fetal Growth Table
151
2.900
3.300
3.600
256
5.600
6.100
6.500
Merz E., Wellek S.
154
3.000
3.400
3.700
259
5.700
6.200
6.600
“Normal Fetal Development Profiles - A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
158
3.100
3.500
3.900
263
5.800
6.200
6.700
161
3.300
3.600
4.000
266
5.800
6.300
6.700
165
3.400
3.700
4.100
270
5.900
6.300
6.800
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
168
3.500
3.800
4.200
273
5.900
6.400
6.900
172
3.600
4.000
4.300
277
6.000
6.400
6.900
88
0.400
0.700
1.000
193
4.200
4.600
5.000
175
3.700
4.100
4.400
280
6.000
6.500
7.000
91
0.600
0.900
1.200
196
4.300
4.700
5.100
Manual de Referência 86
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
179
3.800
4.200
4.500
284
6.100
6.500
7.000
182
3.900
4.300
4.700
287
6.100
6.600
7.100
186
4.000
4.400
4.800
291
6.100
6.600
7.100
189
4.100
4.500
4.900
Thorax Transverse Diameter (TTD) : HANSMANN
GA Table
Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittmann “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer-Verlag, New York, 1986; pp.431
Fetal Growth Table
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann) “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology” Springer-Verlag, New York, 1986; p.435
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
1.700
1.700
1.700
27
5.900
6.500
7.300
13
2.000
2.000
2.000
28
6.200
6.900
7.700
14
2.000
2.400
2.800
29
6.400
7.200
8.000
15
2.300
2.700
3.100
30
6.700
7.400
8.300
16
2.700
3.100
3.500
31
7.000
7.800
8.600
17
3.000
3.400
3.800
32
7.300
8.100
8.900
18
3.300
3.700
4.200
33
7.500
8.300
9.300
19
3.600
4.000
4.600
34
7.800
8.600
9.600
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
20
3.900
4.400
4.900
35
8.000
8.900
9.900
1.7
84.0
5.0
154.0
8.1
224.0
21
4.200
4.700
5.300
36
8.300
9.200
10.200
2.0
91.0
5.3
161.0
8.3
231.0
22
4.500
5.000
5.600
37
8.500
9.400
10.500
2.4
98.0
5.6
168.0
8.6
238.0
23
4.800
5.300
6.000
38
8.700
9.700
10.800
2.7
105.0
5.9
175.0
8.9
245.0
24
5.000
5.600
6.300
39
8.900
9.900
11.100
3.1
112.0
6.2
182.0
9.2
252.0
25
5.300
5.900
6.700
40
9.100
10.100
11.400
3.4
119.0
6.5
189.0
9.4
259.0
26
5.600
6.200
7.000
41
9.200
10.200
11.700
3.7
126.0
6.9
196.0
9.7
266.0
4.0
133.0
7.2
203.0
9.9
273.0
4.4
140.0
7.4
210.0
10.1
280.0
4.7
147.0
7.8
217.0
10.2
287.0
Manual de Referência 87
Cerebellum (CEREB) : CHITTY
Cerebellum (CEREB) : GOLDSTEIN
GA Table
Fetal Growth Table
“Altmann D.G.; Chitty L.S. “New charts for ultrasound dating of pregnancy“.
Goldstein I.; Reece A.; Pilu G.; Bovicelli L.; Hobbins J.C.
Ultrasound in Obstetrics and Gynecology Vol. 10: 174-191, 1997“
“Cerebellar measurement with ultrasonography in the evaluation of fetal growth and
development.“ Am J Obstet Gynecol; May 1987; 1065-1069
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.3
92.0
101.0
112.0
2.5
156.0
170.0
185.0
Age
(week)
10%
(cm)
50%
(cm)
90%
(cm)
Age
(week)
10%
(cm)
50%
(cm)
90%
(cm)
1.4
98.0
107.0
118.0
2.6
161.0
175.0
192.0
15
1.000
1.400
1.600
28
2.700
3.100
3.400
1.5
104.0
114.0
124.0
2.7
165.0
181.0
198.0
16
1.400
1.600
1.700
29
2.900
3.400
3.800
1.600
1.700
1.800
30
3.100
3.500
4.000
1.6
109.0
119.0
130.0
2.8
169.0
186.0
205.0
17
1.7
115.0
125.0
136.0
2.9
173.0
191.0
212.0
18
1.700
1.800
1.900
31
3.200
3.800
4.300
1.800
1.900
2.200
32
3.300
3.800
4.200
1.8
121.0
131.0
142.0
3.0
176.0
196.0
219.0
19
1.9
126.0
137.0
148.0
3.1
180.0
202.0
226.0
20
1.800
2.000
2.200
33
3.200
4.000
4.400
1.900
2.200
2.400
34
3.300
4.000
4.400
2.0
132.0
143.0
154.0
3.2
183.0
207.0
234.0
21
2.1
137.0
148.0
160.0
3.3
186.0
212.0
242.0
22
2.100
2.300
2.400
35
3.100
4.050
4.700
2.2
142.0
154.0
166.0
3.4
188.0
217.0
250.0
23
2.200
2.400
2.600
36
3.600
4.300
5.500
2.200
2.500
2.800
37
3.700
4.500
5.500
2.3
147.0
159.0
172.0
3.5
191.0
222.0
258.0
24
2.4
152.0
165.0
179.0
3.6
193.0
227.0
267.0
25
2.300
2.800
2.900
38
4.000
4.850
5.500
26
2.500
2.900
3.200
39
5.200
5.200
5.500
27
2.600
3.000
3.200
Manual de Referência 88
Cerebellum (CEREB) : HILL
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
GA Table
22
2.100
2.400
2.700
35
3.700
4.100
4.600
“Hill L M, Guzick D, Fries J, Hixson J, Rivello D,
23
2.200
2.500
2.800
36
3.800
4.200
4.700
“The Transverse Cerebellar Diameter in Estimating Gestational Age in the Large for
Gestational Age-Fetus.“ Obstetrics and Gynecology; Vol.75; No.6; June 1990; pages 981-985“
24
2.400
2.600
3.000
37
3.900
4.300
4.800
25
2.500
2.800
3.100
38
4.000
4.400
4.900
GA = 6.37 + 5.4 x {OB_CEREB} + 0.78 x ({OB_CEREB}2) - 0.13 x ({OB_CEREB}3)
26
2.600
2.900
3.300
39
4.100
4.500
5.100
Output Unit: w (weeks)
Input Unit: cm
Ulna : JEANTY
Min Range: 1.4cm
Max Range: 5.6cm
GA Table
Jeanty P., Rodesch F., Delbeke D., Dumont J., “Estimation of Gestational Age from
Measurements of Fetal Long Bones.“ J Ultrasound Med 3:75-79, 1984
Cerebellum (CEREB) : NICOLAIDES
Fetal Growth Table
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
1.0
71.0
92.0
113.0
3.8
155.0
176.0
197.0
1.1
74.0
95.0
116.0
3.9
158.0
179.0
201.0
1.2
76.0
97.0
118.0
4.0
162.0
183.0
204.0
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
14
1.200
1.400
1.500
27
2.700
3.100
3.400
1.3
78.0
99.0
121.0
4.1
165.0
187.0
208.0
15
1.300
1.500
1.700
28
2.900
3.200
3.600
1.4
81.0
102.0
124.0
4.2
169.0
190.0
212.0
16
1.400
1.600
1.800
29
3.000
3.300
3.700
1.5
83.0
105.0
126.0
4.3
173.0
194.0
216.0
17
1.500
1.700
1.900
30
3.100
3.500
3.900
1.6
86.0
108.0
129.0
4.4
176.0
198.0
219.0
18
1.600
1.800
2.100
31
3.200
3.600
4.000
1.7
89.0
110.0
132.0
4.5
181.0
202.0
223.0
19
1.700
2.000
2.200
32
3.400
3.700
4.200
1.8
92.0
113.0
134.0
4.6
184.0
206.0
227.0
95.0
116.0
137.0
4.7
188.0
209.0
231.0
97.0
118.0
140.0
4.8
192.0
214.0
235.0
20
1.900
2.100
2.400
33
3.500
3.900
4.300
1.9
21
2.000
2.200
2.500
34
3.600
4.000
4.400
2.0
Manual de Referência 89
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
2.1
100.0
121.0
143.0
4.9
196.0
218.0
239.0
2.2
103.0
124.0
146.0
5.0
200.0
221.0
243.0
2.3
106.0
127.0
148.0
5.1
204.0
225.0
247.0
2.4
109.0
130.0
151.0
5.2
208.0
230.0
251.0
2.5
112.0
133.0
155.0
5.3
212.0
234.0
255.0
2.6
115.0
136.0
158.0
5.4
216.0
238.0
259.0
2.7
118.0
139.0
160.0
5.5
221.0
242.0
264.0
2.8
121.0
142.0
164.0
5.6
225.0
246.0
268.0
2.9
124.0
146.0
167.0
5.7
230.0
251.0
272.0
3.0
127.0
148.0
170.0
5.8
234.0
255.0
277.0
3.1
130.0
152.0
174.0
5.9
238.0
260.0
281.0
3.2
134.0
155.0
176.0
6.0
242.0
264.0
286.0
3.3
137.0
159.0
180.0
6.1
247.0
268.0
290.0
3.4
141.0
162.0
183.0
6.2
251.0
273.0
294.0
3.5
144.0
165.0
187.0
6.3
256.0
277.0
299.0
3.6
148.0
169.0
190.0
6.4
260.0
282.0
303.0
3.7
151.0
172.0
194.0
Fetal Growth Table
Jeanty P., Cousaert E., Cantraine F., Hobbins J.C., Tack B., Struyven J. “A longitudinal Study of
fetal limb growth“ American Journal of Perinatology; Volume 1; Number 2; January 1984;
136-144
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
0.300
0.700
1.100
27
3.900
4.300
4.700
13
0.500
1.000
1.400
28
4.100
4.500
4.900
14
0.800
1.300
1.700
29
4.300
4.700
5.100
15
1.100
1.500
2.000
30
4.400
4.800
5.300
16
1.400
1.800
2.200
31
4.600
5.000
5.400
17
1.600
2.100
2.500
32
4.700
5.200
5.600
18
1.900
2.300
2.800
33
4.900
5.300
5.700
19
2.200
2.600
3.000
34
5.000
5.500
5.900
20
2.400
2.800
3.300
35
5.200
5.600
6.000
21
2.600
3.100
3.500
36
5.300
5.700
6.100
22
2.900
3.300
3.700
37
5.400
5.800
6.300
23
3.100
3.500
3.900
38
5.500
5.900
6.400
24
3.300
3.700
4.200
39
5.600
6.000
6.500
25
3.500
3.900
4.400
40
5.700
6.100
6.600
26
3.700
4.100
4.600
Manual de Referência 90
Ulna : MERZ
Fetal Growth Table
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
151
2.900
3.200
3.500
256
5.400
5.800
6.200
Merz E., Wellek S.
154
3.000
3.300
3.700
259
5.400
5.800
6.300
“Normal Fetal Development Profiles - A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
158
3.100
3.400
3.800
263
5.500
5.900
6.300
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
88
0.300
0.500
0.800
193
4.100
4.400
4.800
91
0.500
0.800
1.100
196
4.100
4.500
4.900
95
0.700
1.000
1.300
200
4.200
4.600
5.000
98
0.800
1.100
1.400
203
4.300
4.700
5.100
102
1.000
1.300
1.600
207
4.400
4.800
5.200
105
1.200
1.500
1.800
210
4.500
4.900
5.200
109
1.300
1.600
1.900
214
4.600
4.900
5.300
161
3.200
3.500
3.900
266
5.500
5.900
6.400
165
3.300
3.600
4.000
270
5.600
6.000
6.400
168
3.400
3.700
4.100
273
5.600
6.000
6.500
172
3.500
3.800
4.200
277
5.700
6.100
6.500
175
3.600
3.900
4.300
280
5.700
6.100
6.600
179
3.700
4.000
4.400
284
5.700
6.200
6.600
182
3.800
4.100
4.500
287
5.800
6.200
6.600
291
5.800
6.200
6.700
186
3.900
4.200
4.600
189
4.000
4.300
4.700
Head Circumference (HC) : ASUM
112
1.500
1.800
2.100
217
4.600
5.000
5.400
116
1.600
1.900
2.200
221
4.700
5.100
5.500
119
1.700
2.100
2.400
224
4.800
5.200
5.600
GA Table
123
1.900
2.200
2.500
228
4.900
5.300
5.600
126
2.000
2.300
2.700
231
4.900
5.300
5.700
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
130
2.100
2.500
2.800
235
5.000
5.400
5.800
133
2.300
2.600
2.900
238
5.100
5.500
5.900
137
2.400
2.700
3.100
242
5.100
5.500
5.900
140
2.500
2.800
3.200
245
5.200
5.600
6.000
144
2.600
3.000
3.300
249
5.200
5.700
6.100
147
2.700
3.100
3.400
252
5.300
5.700
6.100
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003“
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
5.9
70.0
77.0
84.0
7.0
25.0
171.0
189.0
207.0
18.0
7.0
77.0
84.0
91.0
7.0
26.3
178.0
196.0
214.0
18.0
8.4
84.0
91.0
98.0
7.0
26.9
182.0
203.0
224.0
21.0
Manual de Referência 91
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
9.6
88.0
98.0
108.0
10.0
27.4
189.0
210.0
231.0
21.0
14
8.100
9.600
11.100
30
24.900
27.400
29.900
10.8
95.0
105.0
115.0
10.0
28.4
196.0
217.0
238.0
21.0
15
9.300
10.800
12.300
31
25.900
28.400
30.900
11.300
12.800
14.300
32
26.300
28.800
31.300
12.8
102.0
112.0
122.0
10.0
28.8
200.0
224.0
248.0
24.0
16
14.1
109.0
119.0
129.0
10.0
30.0
207.0
231.0
255.0
24.0
17
12.600
14.100
15.600
33
27.500
30.000
32.500
13.100
15.100
17.100
34
28.000
30.500
33.000
15.1
112.0
126.0
140.0
14.0
30.5
210.0
238.0
266.0
28.0
18
16.0
119.0
133.0
147.0
14.0
31.0
217.0
245.0
273.0
28.0
19
14.000
16.000
18.000
35
28.500
31.000
33.500
20
15.000
17.000
19.000
36
29.200
31.700
34.200
21
15.600
17.600
19.600
37
29.600
32.100
34.600
22
16.800
18.800
20.800
38
30.300
32.800
35.300
23
19.000
21.000
23.000
39
31.100
33.600
36.100
24
20.000
22.000
24.000
40
31.500
34.000
36.500
25
21.100
23.100
25.100
41
31.900
34.400
36.900
26
21.800
23.800
25.800
17.0
126.0
140.0
154.0
14.0
31.7
224.0
252.0
280.0
28.0
17.6
133.0
147.0
161.0
14.0
32.1
231.0
259.0
287.0
28.0
18.8
140.0
154.0
168.0
14.0
32.8
238.0
266.0
294.0
28.0
21.0
147.0
161.0
175.0
14.0
33.6
245.0
273.0
301.0
28.0
22.0
154.0
168.0
182.0
14.0
34.0
252.0
280.0
308.0
28.0
23.1
161.0
175.0
189.0
14.0
34.4
259.0
287.0
315.0
28.0
23.8
168.0
182.0
196.0
14.0
Head Circumference (HC) : CFEF
Fetal Growth Table
“Ultrasonic fetal Measurement Standards for an Australian Population“, compiled by Susan
Campbell Westerway - Faculty of Health Sciences University of Sydney.
http://www.asum.com.au/open/home.htm
Date: December 2003
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
11
4.400
5.900
7.400
27
23.000
25.000
27.000
12
5.500
7.000
8.500
28
24.300
26.300
28.300
13
6.900
8.400
9.900
29
24.400
26.900
29.400
GA Table
Crequat,J., Duyme,M., Brodaty,G.,“Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynecol.Obstet Fertil., Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
120.86
112.0
227.32
175.0
298.1
238.0
134.49
119.0
236.72
182.0
303.62
245.0
147.55
126.0
246.0
189.0
308.81
252.0
Manual de Referência 92
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Head Circumference (HC) : CHITTY
160.29
133.0
254.77
196.0
313.52
259.0
172.47
140.0
263.0
203.0
317.88
266.0
GA Table
184.21
147.0
270.84
210.0
321.86
273.0
Altmann D.G.; Chitty L.S. “New charts for ultrasound dating of pregnancy.“
195.74
154.0
278.33
217.0
324.0
280.0
Ultrasound in Obstetrics and Gynecology Vol. 10: 174-191, 1997
206.64
161.0
285.29
224.0
217.18
168.0
292.0
231.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
8.5
85.0
90.0
95.0
21.0
149.0
160.0
172.0
9.0
88.0
93.0
98.0
21.5
152.0
163.0
175.0
Fetal Growth Table
9.5
90.0
96.0
101.0
22.0
154.0
166.0
179.0
Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G.,“Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstet Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
10.0
93.0
98.0
104.0
22.5
157.0
169.0
182.0
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
Age
(week)
3%
(cm)
50%
(cm)
97%
(cm)
16
105.800
120.860
136.110
29
238.400
263.000
287.560
17
118.670
134.490
150.390
30
245.860
270.840
296.000
18
131.080
147.550
164.110
31
252.540
278.330
304.270
19
143.000
160.290
177.480
32
258.860
285.290
312.000
20
154.530
172.470
190.540
33
264.620
292.000
319.100
21
165.410
184.210
203.090
34
270.140
298.100
325.910
22
176.120
195.740
215.150
35
275.330
303.620
332.160
23
186.320
206.640
226.760
36
279.790
308.810
338.000
24
196.190
217.180
238.000
37
283.900
313.520
343.340
25
205.500
227.320
248.810
38
287.630
317.880
348.290
26
214.440
236.720
259.230
39
290.880
321.860
352.670
27
222.870
246.000
269.130
40
293.000
324.000
356.000
28
231.000
254.770
278.570
10.5
95.0
101.0
107.0
23.0
160.0
172.0
185.0
11.0
98.0
104.0
111.0
23.5
162.0
175.0
189.0
11.5
101.0
107.0
114.0
24.0
165.0
178.0
192.0
12.0
103.0
110.0
117.0
24.5
168.0
181.0
196.0
12.5
106.0
113.0
120.0
25.0
171.0
185.0
199.0
13.0
108.0
115.0
123.0
25.5
174.0
188.0
203.0
13.5
111.0
118.0
126.0
26.0
177.0
192.0
207.0
14.0
113.0
121.0
129.0
26.5
180.0
195.0
211.0
14.5
116.0
124.0
132.0
27.0
184.0
199.0
215.0
15.0
119.0
127.0
135.0
27.5
187.0
203.0
219.0
15.5
121.0
129.0
138.0
28.0
191.0
207.0
224.0
16.0
124.0
132.0
141.0
28.5
194.0
211.0
228.0
16.5
126.0
135.0
144.0
29.0
198.0
215.0
233.0
17.0
129.0
138.0
147.0
29.5
202.0
219.0
238.0
17.5
131.0
140.0
150.0
30.0
206.0
224.0
243.0
18.0
134.0
143.0
153.0
30.5
210.0
229.0
248.0
Manual de Referência 93
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
18.5
136.0
146.0
156.0
31.0
215.0
234.0
254.0
25
21.750
23.370
24.990
41
32.710
35.590
38.470
42
32.870
35.230
37.590
19.0
139.0
149.0
160.0
31.5
219.0
239.0
260.0
26
22.180
24.480
26.780
19.5
141.0
152.0
163.0
32.0
224.0
244.0
266.0
27
23.630
25.610
27.590
32.5
229.0
250.0
272.0
20.0
144.0
154.0
166.0
20.5
146.0
157.0
169.0
Head Circumference (HC) : CHITTY_DERIVED
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Chitty,L.S., Altman,D.G., Henderson,A., Campbell,S.,“ Charts of fetal size: 2. Head
measurements“ Br.J Obstet Gynaecol., Vol. 101 No. 1, 1994, pages 35-43.
Chitty L.S., Altman D.G., Hendesson A., Campell S., Charts of fetal size:2 Head measurements
Br J Obstetric Gynaecology 1994, Vol 101, pages 35-43.
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
12
6.520
7.520
8.520
28
25.050
26.990
28.930
12
57.100
68.100
79.200
28
245.300
262.500
279.600
13
7.190
8.550
9.910
29
26.990
28.190
29.390
13
70.800
82.200
93.600
29
254.300
271.800
289.400
14
9.010
10.310
11.610
30
27.220
28.760
30.300
14
84.200
96.000
107.800
30
262.800
280.700
298.700
15
9.700
11.140
12.580
31
27.810
29.710
31.610
15
97.500
109.700
121.900
31
270.900
289.200
307.600
16
11.240
12.680
14.120
32
28.240
30.480
32.720
16
110.600
123.100
135.700
32
278.600
297.300
316.000
17
11.440
13.540
15.640
33
28.640
31.080
33.520
17
123.400
136.400
149.300
33
285.800
304.900
324.000
18
13.390
15.130
16.870
34
29.590
31.610
33.630
18
136.000
149.300
162.700
34
292.600
312.000
331.500
19
14.700
16.480
18.260
35
29.870
32.330
34.790
19
148.300
162.000
175.700
35
298.800
318.700
338.500
20
15.340
17.400
19.460
36
30.570
33.150
35.730
20
160.400
174.500
188.600
36
304.600
324.800
345.000
21
17.230
18.890
20.550
37
31.140
33.480
35.820
21
172.100
186.600
201.100
37
309.800
330.400
351.000
22
17.700
19.780
21.860
38
29.690
33.730
37.770
22
183.600
198.500
213.300
38
314.500
335.500
356.500
23
18.460
21.000
23.540
39
31.980
34.040
36.100
23
194.800
210.000
225.300
39
318.700
340.000
361.400
24
20.570
22.350
24.130
40
31.550
34.970
38.390
24
205.600
221.200
236.900
40
322.300
344.000
365.800
Manual de Referência 94
Head Circumference (HC) : HANSMANN
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
25
216.100
232.100
248.100
41
325.300
347.400
369.600
GA Table
26
226.200
242.600
259.000
42
327.700
350.300
372.800
27
235.900
252.700
269.500
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann) “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986, p.431.
Meas (cm)
Head Circumference (HC) : HADLOCK
GA Table
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
10.6
98.0
21.5
161.0
31.1
224.0
11.5
105.0
22.6
168.0
31.8
231.0
12.7
112.0
24.0
175.0
32.5
238.0
“Hadlock,F.P., Deter,R.L., Harrist,R.B., Park,S.K.,“ Estimating fetal age: computer-assisted
analysis of multiple fetal growth parameters“, Radiology Vol. 152 No. 2, 1984, pages 497-501.“
14.0
119.0
25.1
182.0
33.2
245.0
15.2
126.0
26.3
189.0
33.7
252.0
GA = 8.96 + 0.54 x {OB_HC} + 0.0003 x ({OB_HC}3)
16.4
133.0
27.4
196.0
34.0
259.0
Output Unit: w (weeks)
17.6
140.0
28.4
203.0
34.4
266.0
Input Unit: cm
19.0
147.0
29.3
210.0
34.7
273.0
Min Range: 5.5cm
20.3
154.0
30.3
217.0
34.9
280.0
Max Range: 35.7cm
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
“Hadlock F.P., Deter R.L.; Harrist R.B., Park S.K.
Hansmann, Hackelöer, Staudach, (Wittmann) “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology“ Springer- Verlag, New York, 1986, p.434.
“Estimating Fetal Age: Computer-Assisted Analysis of Multiple Fetal Growth Parameters“
Radiology 1984; 152: 497-501“
Mean = - 11.48 + 1.56 x {GA} - 0.0002548 x {GA}3
Output Unit : cm
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
14
10.600
10.600
10.600
28
25.400
27.400
29.000
Input Unit: w (week)
15
10.300
11.500
12.900
29
26.300
28.400
30.100
Min Range: 12w
16
11.400
12.700
14.100
30
27.300
29.300
31.000
Max Range: 40w
17
12.500
14.000
15.300
31
28.200
30.300
32.000
18
13.800
15.200
16.600
32
29.000
31.100
32.800
Manual de Referência 95
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
19
14.900
16.400
18.000
33
29.700
31.800
33.500
6.4
76.0
80.0
84.0
15.0
121.0
127.0
133.0
20
16.100
17.600
19.300
34
30.300
32.500
34.300
6.6
77.0
81.0
85.0
15.2
122.0
128.0
134.0
21
17.300
19.000
20.600
35
31.000
33.200
34.900
6.8
78.0
82.0
86.0
15.4
123.0
129.0
135.0
22
18.500
20.300
21.900
36
31.500
33.700
35.500
7.0
79.0
83.0
88.0
15.6
124.0
130.0
136.0
23
19.800
21.500
23.200
37
32.100
34.000
36.000
7.2
80.0
84.0
89.0
15.8
126.0
131.0
138.0
24
21.000
22.600
24.400
38
32.500
34.400
36.400
7.4
81.0
85.0
90.0
16.0
127.0
133.0
139.0
25
22.300
24.000
25.700
39
32.900
34.700
36.900
7.6
82.0
86.0
91.0
16.2
128.0
134.0
140.0
40
33.300
34.900
37.200
26
23.400
25.100
26.800
27
24.400
26.300
28.000
Head Circumference (HC) : JOHNSEN
GA Table
“Johnsen,S.L., Rasmussen,S., Sollien,R., Kiserud,T.,“Fetal age assessment based on ultrasound
head biometry and the effect of maternal and fetal factors“, Acta Obstet Gynecol.Scand. Vol.
83 No. 8, 2004, pages 716-723.“
7.8
83.0
87.0
92.0
16.4
129.0
135.0
141.0
8.0
84.0
88.0
93.0
16.6
130.0
136.0
142.0
8.2
85.0
89.0
94.0
16.8
131.0
137.0
143.0
8.4
86.0
91.0
95.0
17.0
132.0
138.0
145.0
8.6
87.0
92.0
96.0
17.2
133.0
140.0
146.0
8.8
88.0
93.0
98.0
17.4
135.0
141.0
147.0
9.0
89.0
94.0
99.0
17.6
136.0
142.0
148.0
9.2
90.0
95.0
100.0
17.8
137.0
143.0
150.0
9.4
91.0
96.0
101.0
18.0
138.0
144.0
151.0
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
9.6
92.0
97.0
102.0
18.2
139.0
145.0
152.0
9.8
93.0
98.0
103.0
18.4
140.0
147.0
153.0
5.0
68.0
72.0
76.0
13.6
113.0
119.0
125.0
10.0
94.0
99.0
104.0
18.6
142.0
148.0
154.0
5.2
70.0
73.0
77.0
13.8
115.0
120.0
126.0
10.2
95.0
100.0
105.0
18.8
143.0
149.0
156.0
5.4
71.0
74.0
79.0
14.0
116.0
121.0
127.0
10.4
96.0
101.0
107.0
19.0
144.0
150.0
157.0
5.6
72.0
76.0
80.0
14.2
117.0
122.0
128.0
10.6
97.0
102.0
108.0
19.2
145.0
151.0
158.0
10.8
99.0
104.0
109.0
19.4
146.0
153.0
159.0
5.8
73.0
77.0
81.0
14.4
118.0
123.0
129.0
6.0
74.0
78.0
82.0
14.6
119.0
125.0
131.0
11.0
100.0
105.0
110.0
19.6
147.0
154.0
161.0
132.0
11.2
101.0
106.0
111.0
19.8
149.0
155.0
162.0
6.2
75.0
79.0
83.0
14.8
120.0
126.0
Manual de Referência 96
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
11.4
102.0
107.0
112.0
20.0
150.0
156.0
163.0
126
136.000
147.000
158.000
238
292.000
307.000
323.000
11.6
103.0
108.0
113.0
20.2
151.0
157.0
164.0
133
148.000
159.000
171.000
245
298.000
314.000
330.000
11.8
104.0
109.0
114.0
20.4
152.0
159.0
165.0
140
160.000
172.000
184.000
252
304.000
320.000
336.000
12.0
105.0
110.0
116.0
20.6
153.0
160.0
167.0
147
172.000
184.000
196.000
259
309.000
325.000
342.000
12.2
106.0
111.0
117.0
20.8
155.0
161.0
168.0
154
184.000
196.000
208.000
266
314.000
330.000
347.000
12.4
107.0
112.0
118.0
21.0
156.0
162.0
169.0
161
195.000
207.000
220.000
273
318.000
334.000
352.000
12.6
108.0
113.0
119.0
21.2
157.0
164.0
171.0
168
206.000
218.000
231.000
280
322.000
338.000
356.000
175
217.000
229.000
242.000
286
324.000
341.000
359.000
12.8
109.0
115.0
120.0
21.4
158.0
165.0
172.0
13.0
110.0
116.0
121.0
21.6
159.0
166.0
173.0
13.2
111.0
117.0
122.0
21.8
161.0
167.0
174.0
13.4
112.0
118.0
124.0
22.0
162.0
169.0
176.0
Head Circumference (HC) : KURMANAVICIUS
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
S.L. Johnsen, S. Rasmussen, R. Sollijen, T. Kiserud
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
Age
(day)
10%
(mm)
50%
(mm)
90%
(mm)
70
42.000
49.000
56.000
182
227.000
240.000
253.000
77
52.000
60.000
68.000
189
237.000
250.000
263.000
84
63.000
71.000
81.000
196
246.000
259.000
273.000
91
75.000
84.000
93.000
203
255.000
268.000
283.000
98
87.000
96.000
106.000
210
263.000
277.000
292.000
105
99.000
109.000
119.000
217
271.000
285.000
300.000
112
111.000
121.000
132.000
224
279.000
293.000
309.000
119
124.000
134.000
145.000
231
286.000
301.000
316.000
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
5.970
7.210
8.450
28
24.440
26.270
28.110
13
7.330
8.610
9.890
29
25.290
27.160
29.030
14
8.670
9.990
11.310
30
26.090
28.000
29.910
15
9.990
11.350
12.700
31
26.840
28.790
30.730
16
11.290
12.680
14.070
32
27.550
29.530
31.510
17
12.560
13.990
15.420
33
28.210
30.220
32.240
18
13.810
15.270
16.740
34
28.810
30.870
32.920
19
15.020
16.520
18.030
35
29.360
31.450
33.550
Manual de Referência 97
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
20
16.210
17.750
19.290
36
29.860
31.990
34.120
8.8
84.0
92.0
101.0
23.6
160.0
173.0
186.0
21
17.360
18.940
20.520
37
30.300
32.460
34.630
9.0
85.0
93.0
102.0
23.8
162.0
174.0
187.0
22
18.490
20.100
21.710
38
30.680
32.880
35.090
9.2
86.0
95.0
103.0
24.0
163.0
176.0
188.0
23
19.570
21.220
22.870
39
31.000
33.240
35.480
9.4
87.0
95.0
104.0
24.2
165.0
177.0
190.0
24
20.620
22.310
24.000
40
31.260
33.540
35.820
9.6
88.0
96.0
104.0
24.4
166.0
179.0
191.0
25
21.640
23.360
25.090
41
31.460
33.770
36.090
9.8
89.0
97.0
106.0
24.6
167.0
180.0
193.0
26
22.610
24.370
26.130
42
31.590
33.940
36.300
10.0
90.0
98.0
106.0
24.8
169.0
181.0
194.0
27
23.550
25.340
27.140
Head Circumference (HC) : MERZ
GA Table
E. Merz, W. Goldhofer, E. Timor-Tritsch “Ultrasound in Gynecology and Obstetrics“ Text book
and Atlas, 1991 Georg Thieme Verlag, pp. 326
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
7.2
77.0
85.0
92.0
22.0
151.0
163.0
175.0
7.4
78.0
86.0
95.0
22.2
153.0
165.0
176.0
7.6
78.0
87.0
95.0
22.4
153.0
165.0
177.0
7.8
79.0
88.0
96.0
22.6
155.0
167.0
179.0
8.0
81.0
89.0
97.0
22.8
155.0
168.0
181.0
8.2
81.0
90.0
98.0
23.0
157.0
169.0
182.0
8.4
82.0
90.0
99.0
23.2
158.0
171.0
183.0
8.6
83.0
92.0
100.0
23.4
159.0
172.0
184.0
10.2
90.0
99.0
109.0
25.0
169.0
182.0
195.0
10.4
91.0
100.0
109.0
25.2
171.0
183.0
196.0
10.6
92.0
101.0
110.0
25.4
172.0
185.0
197.0
10.8
93.0
102.0
111.0
25.6
174.0
186.0
199.0
11.0
94.0
103.0
112.0
25.8
175.0
188.0
200.0
11.2
95.0
104.0
113.0
26.0
176.0
189.0
202.0
11.4
96.0
105.0
114.0
26.2
178.0
190.0
203.0
11.6
97.0
106.0
115.0
26.4
179.0
192.0
204.0
11.8
98.0
107.0
116.0
26.6
181.0
193.0
206.0
12.0
99.0
108.0
117.0
26.8
182.0
195.0
207.0
12.2
99.0
109.0
119.0
27.0
183.0
197.0
210.0
12.4
100.0
110.0
120.0
27.2
185.0
198.0
211.0
12.6
101.0
111.0
120.0
27.4
186.0
200.0
213.0
12.8
102.0
112.0
122.0
27.6
188.0
201.0
214.0
13.0
103.0
113.0
123.0
27.8
189.0
202.0
216.0
13.2
104.0
114.0
124.0
28.0
190.0
204.0
217.0
13.4
105.0
115.0
125.0
28.2
192.0
205.0
218.0
Manual de Referência 98
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
Meas
(cm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
13.6
106.0
116.0
126.0
28.4
194.0
207.0
221.0
18.4
130.0
141.0
153.0
33.2
233.0
249.0
264.0
13.8
107.0
117.0
127.0
28.6
195.0
209.0
222.0
18.6
132.0
143.0
154.0
33.4
235.0
251.0
266.0
14.0
109.0
118.0
128.0
28.8
197.0
210.0
223.0
18.8
133.0
144.0
155.0
33.6
237.0
253.0
268.0
14.2
109.0
119.0
129.0
29.0
198.0
211.0
225.0
19.0
134.0
145.0
156.0
33.8
239.0
255.0
270.0
14.4
111.0
120.0
130.0
29.2
200.0
214.0
227.0
19.2
135.0
146.0
158.0
34.0
241.0
256.0
272.0
14.6
111.0
121.0
131.0
29.4
202.0
215.0
228.0
19.4
137.0
148.0
159.0
34.2
243.0
258.0
274.0
14.8
112.0
123.0
133.0
29.6
203.0
216.0
230.0
19.6
137.0
148.0
160.0
34.4
245.0
260.0
276.0
15.0
113.0
123.0
134.0
29.8
204.0
218.0
231.0
19.8
138.0
150.0
161.0
34.6
247.0
263.0
278.0
15.2
114.0
125.0
135.0
30.0
206.0
220.0
234.0
20.0
139.0
151.0
163.0
34.8
249.0
265.0
281.0
15.4
115.0
125.0
136.0
30.2
207.0
221.0
235.0
20.2
140.0
152.0
164.0
35.0
251.0
267.0
284.0
15.6
116.0
127.0
137.0
30.4
209.0
223.0
237.0
20.4
141.0
153.0
165.0
35.2
253.0
270.0
286.0
15.8
117.0
127.0
138.0
30.6
211.0
225.0
239.0
20.6
143.0
155.0
167.0
35.4
256.0
272.0
288.0
16.0
118.0
129.0
139.0
30.8
212.0
226.0
240.0
20.8
144.0
155.0
167.0
35.6
258.0
274.0
290.0
16.2
119.0
130.0
140.0
31.0
214.0
228.0
242.0
21.0
145.0
157.0
169.0
35.8
260.0
277.0
293.0
16.4
120.0
131.0
141.0
31.2
216.0
230.0
244.0
21.2
146.0
158.0
170.0
36.0
263.0
279.0
295.0
16.6
121.0
132.0
142.0
31.4
218.0
232.0
246.0
21.4
147.0
159.0
171.0
36.2
265.0
281.0
297.0
36.4
267.0
284.0
300.0
16.8
123.0
133.0
144.0
31.6
220.0
234.0
248.0
21.6
148.0
160.0
172.0
17.0
123.0
134.0
144.0
31.8
221.0
235.0
249.0
21.8
150.0
162.0
174.0
17.2
125.0
135.0
146.0
32.0
223.0
237.0
252.0
17.4
125.0
136.0
146.0
32.2
224.0
239.0
253.0
17.6
126.0
137.0
148.0
32.4
226.0
241.0
256.0
17.8
127.0
139.0
150.0
32.6
228.0
243.0
258.0
18.0
128.0
139.0
151.0
32.8
230.0
244.0
259.0
18.2
130.0
141.0
152.0
33.0
232.0
246.0
261.0
Manual de Referência 99
Fetal Growth Table
Merz E., Wellek S.
“Normal Fetal Development Profiles - A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
88
8.000
9.200
10.400
193
25.300
26.800
28.400
91
8.400
9.600
10.800
196
25.800
27.300
28.900
95
8.900
10.100
11.300
200
26.300
27.800
29.400
98
9.400
10.600
11.900
203
26.800
28.300
29.900
102
10.000
11.200
12.400
207
27.200
28.800
30.300
105
10.500
11.800
13.000
210
27.700
29.200
30.800
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
158
19.800
21.200
22.600
263
32.400
34.100
35.900
161
20.400
21.800
23.200
266
32.600
34.300
36.100
165
21.000
22.400
23.800
270
32.700
34.500
36.200
168
21.600
23.000
24.400
273
32.900
34.600
36.400
172
22.100
23.600
25.000
277
33.000
34.800
36.500
175
22.700
24.100
25.600
280
33.100
34.900
36.600
179
23.200
24.700
26.200
284
33.200
34.900
36.700
182
23.800
25.300
26.700
287
33.200
35.000
36.800
186
24.300
25.800
27.300
291
33.200
35.000
36.900
189
24.800
26.300
27.800
109
11.100
12.400
13.700
214
28.100
29.700
31.300
112
11.700
13.000
14.300
217
28.500
30.100
31.700
116
12.300
13.600
14.900
221
28.900
30.500
32.100
119
13.000
14.300
15.600
224
29.300
30.900
32.500
Fetal Growth Table
123
13.600
14.900
16.200
228
29.700
31.300
32.900
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
126
14.200
15.500
16.800
231
30.000
31.600
33.300
130
14.800
16.200
17.500
235
30.300
32.000
33.600
133
15.500
16.800
18.100
238
30.700
32.300
34.000
137
16.100
17.400
18.800
242
31.000
32.600
34.300
140
16.700
18.100
19.400
245
31.300
32.900
34.600
144
17.300
18.700
20.100
249
31.500
33.200
34.900
147
18.000
19.300
20.700
252
31.800
33.500
35.200
151
18.600
20.000
21.400
256
32.000
33.700
35.400
154
19.200
20.600
22.000
259
32.200
33.900
35.600
Head Circumference (HC) : NICOLAIDES
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
14
10.200
11.000
11.800
27
23.800
25.600
27.700
15
11.100
12.000
12.900
28
24.800
26.700
28.800
16
12.000
13.000
14.000
29
25.700
27.700
29.900
17
13.000
14.100
15.200
30
26.600
28.700
30.900
18
14.100
15.200
16.400
31
27.400
29.600
31.900
19
15.100
16.300
17.600
32
28.200
30.400
32.800
Manual de Referência 100
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
20
16.200
17.500
18.900
33
28.800
31.100
33.600
24
1.050
1.130
1.210
39
0.870
0.970
1.060
21
17.300
18.700
20.100
34
29.400
31.700
34.200
25
1.040
1.130
1.220
40
0.870
0.970
1.060
22
18.400
19.800
21.400
35
29.900
32.300
34.800
26
1.040
1.130
1.220
41
0.930
0.960
1.000
27
1.050
1.130
1.220
42
0.930
0.960
1.000
23
19.500
21.000
22.700
36
30.300
32.700
35.300
24
20.600
22.200
24.000
37
30.600
33.000
35.600
25
21.700
23.400
25.200
38
30.800
33.200
35.800
26
22.700
24.500
26.400
39
30.900
33.300
35.900
Fetal Trunk cross-sectional Area (FTA) : OSAKA
GA Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Head Circumference (HC_DIV_AC) : CAMPBELL
Meas (cm2)
Fetal Growth Table
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
13
1.140
1.230
1.310
28
1.050
1.130
1.220
14
1.140
1.230
1.310
29
0.990
1.100
1.210
15
1.050
1.220
1.390
30
0.990
1.100
1.210
16
1.050
1.220
1.390
31
0.960
1.070
1.170
17
1.070
1.180
1.290
32
0.960
1.070
1.170
18
1.070
1.180
1.290
33
0.960
1.040
1.110
19
1.090
1.180
1.260
34
0.960
1.040
1.110
20
1.090
1.180
1.260
35
0.930
1.020
1.110
21
1.060
1.150
1.250
36
0.930
1.020
1.110
22
1.060
1.150
1.250
37
0.920
0.980
1.050
23
1.050
1.130
1.210
38
0.920
0.980
1.050
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
5.6
98.0
25.9
159.0
56.1
220.0
5.8
99.0
26.4
160.0
56.7
221.0
6.0
100.0
26.8
161.0
57.2
222.0
6.3
101.0
27.2
162.0
57.7
223.0
6.5
102.0
27.7
163.0
58.3
224.0
6.8
103.0
28.1
164.0
58.8
225.0
7.1
104.0
28.5
165.0
59.4
226.0
7.3
105.0
29.0
166.0
59.9
227.0
7.6
106.0
29.4
167.0
60.4
228.0
7.8
107.0
29.9
168.0
61.0
229.0
8.1
108.0
30.3
169.0
61.5
230.0
8.4
109.0
30.8
170.0
62.1
231.0
8.7
110.0
31.3
171.0
62.6
232.0
Manual de Referência 101
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
Meas (cm2)
Mean (day)
8.9
111.0
31.7
172.0
63.1
233.0
16.9
136.0
44.0
197.0
76.2
258.0
9.2
112.0
32.2
173.0
63.7
234.0
17.3
137.0
44.5
198.0
76.8
259.0
9.5
113.0
32.6
174.0
64.2
235.0
17.6
138.0
45.0
199.0
77.3
260.0
9.8
114.0
33.1
175.0
64.7
236.0
18.0
139.0
45.5
200.0
77.7
261.0
10.1
115.0
33.6
176.0
65.3
237.0
18.4
140.0
46.0
201.0
78.2
262.0
10.4
116.0
34.1
177.0
65.8
238.0
18.7
141.0
46.6
202.0
78.7
263.0
10.7
117.0
34.5
178.0
66.4
239.0
19.1
142.0
47.1
203.0
79.2
264.0
11.0
118.0
35.0
179.0
66.9
240.0
19.5
143.0
47.6
204.0
79.7
265.0
11.3
119.0
35.5
180.0
67.4
241.0
19.9
144.0
48.1
205.0
80.2
266.0
11.6
120.0
36.0
181.0
67.9
242.0
20.2
145.0
48.7
206.0
80.7
267.0
11.9
121.0
36.5
182.0
68.5
243.0
20.6
146.0
49.2
207.0
81.1
268.0
12.2
122.0
36.9
183.0
69.0
244.0
21.0
147.0
49.7
208.0
81.6
269.0
12.5
123.0
37.4
184.0
69.5
245.0
21.4
148.0
50.2
209.0
82.1
270.0
12.8
124.0
37.9
185.0
70.1
246.0
21.8
149.0
50.8
210.0
82.6
271.0
13.2
125.0
38.4
186.0
70.6
247.0
22.2
150.0
51.3
211.0
83.0
272.0
13.5
126.0
38.9
187.0
71.1
248.0
22.6
151.0
51.8
212.0
83.5
273.0
13.8
127.0
39.4
188.0
71.6
249.0
23.0
152.0
52.4
213.0
83.9
274.0
14.1
128.0
39.9
189.0
72.2
250.0
23.4
153.0
52.9
214.0
84.4
275.0
14.5
129.0
40.4
190.0
72.7
251.0
23.8
154.0
53.4
215.0
84.8
276.0
14.8
130.0
40.9
191.0
73.2
252.0
24.2
155.0
54.0
216.0
85.3
277.0
15.2
131.0
41.4
192.0
73.7
253.0
24.7
156.0
54.5
217.0
85.7
278.0
15.5
132.0
41.9
193.0
74.2
254.0
25.1
157.0
55.0
218.0
86.1
279.0
25.5
158.0
55.6
219.0
86.6
280.0
15.8
133.0
42.4
194.0
74.7
255.0
16.2
134.0
42.9
195.0
75.2
256.0
16.6
135.0
43.4
196.0
75.7
257.0
Manual de Referência 102
Fetal Growth Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
120
8.900
11.600
14.300
212
42.950
51.800
60.650
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
121
9.050
11.900
14.750
213
43.400
52.400
61.400
98
3.800
5.600
7.400
190
33.200
40.400
47.600
122
9.350
12.200
15.050
214
43.750
52.900
62.050
99
4.000
5.800
7.600
191
33.700
40.900
48.100
123
9.650
12.500
15.350
215
44.250
53.400
62.550
124
9.800
12.800
15.800
216
44.700
54.000
63.300
100
4.200
6.000
7.800
192
34.050
41.400
48.750
101
4.350
6.300
8.250
193
34.550
41.900
49.250
125
10.200
13.200
16.200
217
45.200
54.500
63.800
126
10.500
13.500
16.500
218
45.550
55.000
64.450
102
4.550
6.500
8.450
194
34.900
42.400
49.900
103
4.850
6.800
8.750
195
35.400
42.900
50.400
127
10.650
13.800
16.950
219
46.000
55.600
65.200
10.950
14.100
17.250
220
46.500
56.100
65.700
11.350
14.500
17.650
221
46.950
56.700
66.450
104
5.150
7.100
9.050
196
35.750
43.400
51.050
128
105
5.200
7.300
9.400
197
36.350
44.000
51.650
129
106
5.500
7.600
9.700
198
36.700
44.500
52.300
130
11.500
14.800
18.100
222
47.450
57.200
66.950
107
5.700
7.800
9.900
199
37.200
45.000
52.800
131
11.900
15.200
18.500
223
47.800
57.700
67.600
108
5.850
8.100
10.350
200
37.550
45.500
53.450
132
12.200
15.500
18.800
224
48.250
58.300
68.350
133
12.350
15.800
19.250
225
48.750
58.800
68.850
109
6.150
8.400
10.650
201
38.050
46.000
53.950
110
6.450
8.700
10.950
202
38.500
46.600
54.700
134
12.750
16.200
19.650
226
49.200
59.400
69.600
135
13.150
16.600
20.050
227
49.700
59.900
70.100
111
6.650
8.900
11.150
203
39.000
47.100
55.200
112
6.800
9.200
11.600
204
39.350
47.600
55.850
136
13.300
16.900
20.500
228
50.050
60.400
70.750
13.700
17.300
20.900
229
50.500
61.000
71.500
13.850
17.600
21.350
230
51.000
61.500
72.000
113
7.100
9.500
11.900
205
39.700
48.100
56.500
137
114
7.400
9.800
12.200
206
40.300
48.700
57.100
138
115
7.550
10.100
12.650
207
40.650
49.200
57.750
139
14.250
18.000
21.750
231
51.450
62.100
72.750
140
14.650
18.400
22.150
232
51.950
62.600
73.250
116
7.850
10.400
12.950
208
41.150
49.700
58.250
117
8.150
10.700
13.250
209
41.500
50.200
58.900
141
14.800
18.700
22.600
233
52.300
63.100
73.900
15.200
19.100
23.000
234
52.750
63.700
74.650
15.600
19.500
23.400
235
53.250
64.200
75.150
118
8.300
11.000
13.700
210
42.100
50.800
59.500
142
119
8.600
11.300
14.000
211
42.450
51.300
60.150
143
Manual de Referência 103
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
Age
(day)
-1.5SD
(cm2)
Mean
(cm2)
+1.5SD
(cm2)
144
15.850
19.900
23.950
236
53.600
64.700
75.800
168
24.350
29.900
35.450
260
63.800
77.300
90.800
145
16.150
20.200
24.250
237
54.050
65.300
76.550
169
24.750
30.300
35.850
261
64.050
77.700
91.350
146
16.400
20.600
24.800
238
54.550
65.800
77.050
170
25.100
30.800
36.500
262
64.550
78.200
91.850
147
16.800
21.000
25.200
239
55.000
66.400
77.800
171
25.600
31.300
37.000
263
64.900
78.700
92.500
148
17.200
21.400
25.600
240
55.500
66.900
78.300
172
25.850
31.700
37.550
264
65.250
79.200
93.150
149
17.450
21.800
26.150
241
55.850
67.400
78.950
173
26.350
32.200
38.050
265
65.750
79.700
93.650
150
17.850
22.200
26.550
242
56.200
67.900
79.600
174
26.600
32.600
38.600
266
66.100
80.200
94.300
151
18.100
22.600
27.100
243
56.800
68.500
80.200
175
27.100
33.100
39.100
267
66.450
80.700
94.950
152
18.500
23.000
27.500
244
57.150
69.000
80.850
176
27.450
33.600
39.750
268
66.700
81.100
95.500
153
18.900
23.400
27.900
245
57.500
69.500
81.500
177
27.950
34.100
40.250
269
67.200
81.600
96.000
154
19.150
23.800
28.450
246
58.100
70.100
82.100
178
28.200
34.500
40.800
270
67.550
82.100
96.650
155
19.550
24.200
28.850
247
58.450
70.600
82.750
179
28.700
35.000
41.300
271
67.900
82.600
97.300
156
19.900
24.700
29.500
248
58.800
71.100
83.400
180
29.050
35.500
41.950
272
68.300
83.000
97.700
157
20.300
25.100
29.900
249
59.300
71.600
83.900
181
29.550
36.000
42.450
273
68.650
83.500
98.350
158
20.550
25.500
30.450
250
59.750
72.200
84.650
182
29.900
36.500
43.100
274
68.900
83.900
98.900
159
20.950
25.900
30.850
251
60.100
72.700
85.300
183
30.300
36.900
43.500
275
69.250
84.400
99.550
160
21.450
26.400
31.350
252
60.600
73.200
85.800
184
30.650
37.400
44.150
276
69.650
84.800
99.950
161
21.700
26.800
31.900
253
60.950
73.700
86.450
185
31.150
37.900
44.650
277
70.000
85.300
100.600
162
22.100
27.200
32.300
254
61.300
74.200
87.100
186
31.500
38.400
45.300
278
70.250
85.700
101.150
163
22.450
27.700
32.950
255
61.800
74.700
87.600
187
32.000
38.900
45.800
279
70.500
86.100
101.700
164
22.850
28.100
33.350
256
62.150
75.200
88.250
188
32.350
39.400
46.450
280
71.000
86.600
102.200
189
32.850
39.900
46.950
165
23.100
28.500
33.900
257
62.500
75.700
88.900
166
23.600
29.000
34.400
258
63.000
76.200
89.400
167
23.850
29.400
34.950
259
63.450
76.800
90.150
Manual de Referência 104
Clavicle (CLAV) : YARKONI
GA Table
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
25
2.100
2.600
3.100
38
3.400
3.900
4.400
“Yarkoni S., Schmidt W., Jeanty P., Reece A., Hobbins J.C.
26
2.200
2.700
3.200
39
3.500
4.000
4.500
“Clavicular Measurement: A New Biometric Parameter for Fetal Evaluation“
27
2.300
2.800
3.300
40
3.600
4.100
4.600
Journal of Ultrasound in Medicine 4:467-470, September 1985.“
GA = 3.717731 + 8.272778 x {OB_CLAV}
Radius Length (RAD) : JEANTY
Output Unit: w (weeks)
Input Unit: cm
Fetal Growth Table
Min Range: 1.1cm
Jeanty,P., “Fetal Limb Biometry“ Radiology, Vol. 147 No. 2, 1983, pages 601-602
Max Range: 4.5cm
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
“Yarkoni S., Schmidt W., Jeanty P., Reece A., Hobbins J.C.
11
4.500
4.500
4.500
26
31.660
37.300
42.940
“Clavicular Measurement: A New Biometric Parameter for Fetal Evaluation“ Journal of
Ultrasound in Medicine 4:467-470, September 1985.“
12
7.300
7.300
7.300
27
33.160
38.800
44.440
Fetal Growth Table
13
4.360
10.000
15.640
28
34.560
40.200
45.840
14
7.060
12.700
18.340
29
35.960
41.600
47.240
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
15
9.560
15.200
20.840
30
37.160
42.800
48.440
15
1.100
1.600
2.100
28
2.400
2.900
3.400
16
11.960
17.600
23.240
31
38.260
43.900
49.540
16
1.200
1.700
2.200
29
2.500
3.000
3.500
17
14.360
20.000
25.640
32
39.360
45.000
50.640
17
1.300
1.800
2.300
30
2.600
3.100
3.600
18
16.660
22.300
27.940
33
40.360
46.000
51.640
18
1.400
1.900
2.400
31
2.700
3.200
3.700
19
18.860
24.500
30.140
34
41.160
46.800
52.440
20.960
26.600
32.240
35
41.960
47.600
53.240
22.960
28.600
34.240
36
42.660
48.300
53.940
19
1.500
2.000
2.500
32
2.800
3.300
3.800
20
20
1.600
2.100
2.600
33
2.900
3.400
3.900
21
21
1.700
2.200
2.700
34
3.000
3.500
4.000
22
24.860
30.500
36.140
37
43.360
49.000
54.640
22
1.800
2.300
2.800
35
3.100
3.600
4.100
23
26.760
32.400
38.040
38
43.860
49.500
55.140
23
1.900
2.400
2.900
36
3.200
3.700
4.200
24
28.460
34.100
39.740
39
44.260
49.900
55.540
24
2.000
2.500
3.000
37
3.300
3.800
4.300
25
30.160
35.800
41.440
40
44.660
50.300
55.940
Manual de Referência 105
Radius Length (RAD) : MERZ
Fetal Growth Table
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
21.5
25.000
29.000
32.000
36.5
47.000
51.000
55.000
Merz E., Wellek S.
22.0
26.000
30.000
33.000
37.0
47.000
51.000
55.000
“Normal Fetal Development Profiles- A Model to obtain Standard Development Graphs for
the Head and Abdominal Parameters and the Long Limb Bones“ Ultraschall in der Medizin
17 (1996) 153-162
22.5
27.000
31.000
34.000
37.5
48.000
52.000
56.000
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
12.5
1.000
4.000
7.000
27.5
36.000
39.000
43.000
13.0
3.000
6.000
9.000
28.0
36.000
40.000
44.000
13.5
5.000
8.000
11.000
28.5
37.000
41.000
45.000
14.0
6.000
10.000
13.000
29.0
38.000
42.000
45.000
14.5
8.000
11.000
14.000
29.5
39.000
42.000
46.000
15.0
10.000
13.000
16.000
30.0
39.000
43.000
47.000
15.5
11.000
14.000
17.000
30.5
40.000
44.000
48.000
23.0
28.000
32.000
35.000
38.0
48.000
52.000
56.000
23.5
29.000
32.000
36.000
38.5
48.000
52.000
57.000
24.0
30.000
33.000
37.000
39.0
49.000
53.000
57.000
24.5
31.000
34.000
38.000
39.5
49.000
53.000
57.000
25.0
32.000
35.000
39.000
40.0
49.000
53.000
58.000
25.5
32.000
36.000
40.000
40.5
49.000
54.000
58.000
26.0
33.000
37.000
41.000
41.0
50.000
54.000
58.000
41.5
50.000
54.000
58.000
26.5
34.000
38.000
41.000
27.0
35.000
39.000
42.000
Middle Abdominal Diameter (MAD) : EIK_NES
16.0
12.000
16.000
19.000
31.0
41.000
44.000
48.000
16.5
14.000
17.000
20.000
31.5
41.000
45.000
49.000
17.0
15.000
18.000
22.000
32.0
42.000
46.000
50.000
GA Table
17.5
16.000
20.000
23.000
32.5
43.000
46.000
50.000
18.0
17.000
21.000
24.000
33.0
43.000
47.000
51.000
Eik-Nes SH, Jorgensen NP, Grottum P, Lokvik B “Normal range curves for the intrauterinegrowth
of the fetal abdominal diameters“ Submitted JCU
18.5
19.000
22.000
25.000
33.5
44.000
48.000
52.000
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
19.0
20.000
23.000
26.000
34.0
44.000
48.000
52.000
3.6
112.0
6.1
173.0
8.6
222.0
19.5
21.000
24.000
28.000
34.5
45.000
49.000
53.000
3.7
115.0
6.2
175.0
8.7
224.0
20.0
22.000
25.000
29.000
35.0
45.000
49.000
53.000
3.8
118.0
6.3
177.0
8.8
226.0
20.5
23.000
26.000
30.000
35.5
46.000
50.000
54.000
3.9
122.0
6.4
179.0
8.9
228.0
21.0
24.000
28.000
31.000
36.0
46.000
50.000
54.000
4.0
125.0
6.5
181.0
9.0
230.0
Manual de Referência 106
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
Meas (cm)
Mean (day)
4.1
128.0
6.6
183.0
9.1
232.0
4.2
130.0
6.7
185.0
9.2
235.0
4.3
133.0
6.8
187.0
9.3
237.0
Fetal Growth Table
Eik-Nes SH, Jorgensen NP, Grottum P, Lokvik B “Normal range curves for the intrauterine
growth of the fetal abdominal diameters“ Submitted JCU
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
Age
(week)
-2SD
(cm)
Mean
(cm)
+2SD
(cm)
20
3.810
4.550
5.350
31
7.350
8.350
9.400
4.4
136.0
6.9
189.0
9.4
239.0
4.5
138.0
7.0
191.0
9.5
241.0
4.6
141.0
7.1
192.0
9.6
244.0
4.7
143.0
7.2
194.0
9.7
246.0
23
4.600
5.450
6.250
34
8.350
9.350
10.350
4.8
145.0
7.3
196.0
9.8
248.0
24
4.900
5.750
6.600
35
8.650
9.650
10.650
4.9
148.0
7.4
198.0
9.9
251.0
25
5.200
6.100
6.900
36
8.900
9.900
10.900
5.0
150.0
7.5
200.0
10.0
253.0
26
5.550
6.500
7.400
37
9.150
10.150
11.150
5.1
152.0
7.6
202.0
10.1
256.0
27
5.900
6.900
7.850
38
9.400
10.400
11.400
5.2
154.0
7.7
204.0
10.2
259.0
28
6.250
7.300
8.300
39
9.650
10.650
11.650
5.3
156.0
7.8
206.0
10.3
262.0
29
6.650
7.650
8.700
40
9.850
10.850
11.800
30
7.000
8.000
9.050
5.4
159.0
7.9
208.0
10.4
265.0
5.5
161.0
8.0
210.0
10.5
268.0
5.6
163.0
8.1
212.0
10.6
271.0
5.7
165.0
8.2
214.0
10.7
274.0
10.8
278.0
5.8
167.0
8.3
216.0
5.9
169.0
8.4
218.0
6.0
171.0
8.5
220.0
21
4.100
4.850
5.600
32
7.700
8.700
9.750
22
4.300
5.150
5.900
33
8.050
9.000
10.050
Manual de Referência 107
Middle Abdominal Diameter (MAD) : KURMANAVICIUS
Mid Cerebral Artery (MCA)-Resistance Index (RI) : SHINOZUKA
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Standard-Tabellen und Kurven für Ultraschall-/Dopplersonografie, Dept. Frauenheilkunde
Klinik und Poliklinik für Geburtshilfe; Copyright (1997) J. Kurmanavicius et al Prof. Dr. A. Huch
N.Shinozuka & H.Kagawa 1996. http://www.shinozuka.com
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
12
1.450
1.810
2.180
28
6.640
7.400
8.160
13
1.790
2.190
2.580
29
6.930
7.720
8.500
14
2.140
2.550
2.970
30
7.220
8.030
8.840
15
2.480
2.920
3.360
31
7.500
8.340
9.170
16
2.820
3.290
3.750
32
7.780
8.640
9.500
17
3.160
3.650
4.140
33
8.050
8.940
9.820
18
3.490
4.010
4.520
34
8.320
9.230
10.140
19
3.820
4.360
4.900
35
8.580
9.510
10.450
20
4.150
4.710
5.280
36
8.840
9.790
10.750
21
4.470
5.060
5.650
37
9.090
10.070
11.050
22
4.800
5.410
6.020
38
9.330
10.340
11.340
23
5.110
5.750
6.390
39
9.570
10.600
11.630
24
5.430
6.090
6.750
40
9.800
10.850
11.910
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
21w3d
0.77
0.86
32w3d
0.78
0.92
22w3d
0.78
0.89
33w3d
0.77
0.91
23w3d
0.79
0.91
34w3d
0.76
0.90
24w3d
0.80
0.92
35w3d
0.75
0.89
25w3d
0.80
0.93
36w3d
0.73
0.88
26w3d
0.80
0.94
37w3d
0.72
0.87
27w3d
0.80
0.94
38w3d
0.70
0.86
28w3d
0.80
0.95
39w3d
0.68
0.85
29w3d
0.80
0.94
40w3d
0.66
0.84
30w3d
0.79
0.94
41w3d
0.64
0.83
31w3d
0.79
0.93
Mid Cerebral Artery (MCA)-Resistance Index (RI) : JSUM
25
5.740
6.420
7.110
41
10.020
11.100
12.180
Fetal Growth Table
26
6.040
6.750
7.470
42
10.240
11.340
12.450
27
6.340
7.080
7.820
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Journal of Medical Ultrasonics, Vol.30, No.3, pp. 416-440, 2003
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
21w3d
0.77
0.86
32w3d
0.78
0.92
22w3d
0.78
0.89
33w3d
0.77
0.91
Manual de Referência 108
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
Age (week)
5%
50%
Age (week)
5%
50%
23w3d
0.79
0.91
34w3d
0.76
0.90
32
0.76
0.88
42
0.56
0.71
24w3d
0.80
0.92
35w3d
0.75
0.89
33
0.75
0.87
25w3d
0.80
0.93
36w3d
0.73
0.88
26w3d
0.80
0.94
37w3d
0.72
0.87
27w3d
0.80
0.94
38w3d
0.70
0.86
28w3d
0.80
0.95
39w3d
0.68
0.85
29w3d
0.80
0.94
40w3d
0.66
0.84
30w3d
0.79
0.94
41w3d
0.64
0.83
31w3d
0.79
0.93
Mid Cerebral Artery (MCA)-Resistance Index (RI) : KURMANAVICIUS
Fetal Growth Table
J.Kurmanavicius, I.Florion, J.Wisser, G.Hebisch, R. Zimmermann, R.Muller, R.Huch and A. Huch,
“Reference resistance indices of the umbilical, fetal middle cerebral anduterine arteries at 2442 weeks of gestation” Ultrasound Obstet. Gynecol., 10(0997) 112-120
Age (week)
5%
50%
Age (week)
5%
50%
24
0.78
0.87
34
0.73
0.86
25
0.79
0.88
35
0.72
0.85
26
0.80
0.89
36
0.70
0.83
27
0.80
0.90
37
0.68
0.81
28
0.79
0.90
38
0.66
0.80
29
0.79
0.90
39
0.63
0.78
30
0.79
0.90
40
0.61
0.76
31
0.78
0.89
41
0.58
0.73
Mid Cerebral Artery (MCA)-Pulsatility Index (PI) : SHINOZUKA
Fetal Growth Table
N.Shinozuka & H.Kagawa 1996. http://www.shinozuka.com
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
21w3d
1.51
2.02
32w3d
1.54
2.45
22w3d
1.56
2.19
33w3d
1.49
2.38
23w3d
1.59
2.34
34w3d
1.44
2.30
24w3d
1.62
2.46
35w3d
1.38
2.21
25w3d
1.64
2.54
36w3d
1.32
2.13
26w3d
1.65
2.60
37w3d
1.25
2.05
27w3d
1.65
2.63
38w3d
1.19
1.98
28w3d
1.65
2.63
39w3d
1.12
1.92
29w3d
1.63
2.61
40w3d
1.05
1.87
30w3d
1.61
2.57
41w3d
0.99
1.83
31w3d
1.58
2.52
Manual de Referência 109
Mid Cerebral Artery (MCA)-Pulsatility Index (PI) : JSUM
Umbilical Artery (UmA)-Resistance Index (RI) : SHINOZUKA
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Journal of Medical Ultrasonics, Vol.30, No.3, pp. 416-440, 2003
N.Shinozuka & H.Kagawa 1996. http://www.shinozuka.com
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
13w3d
0.76
0.96
28w3d
0.59
0.75
21w3d
1.51
2.02
32w3d
1.54
2.45
14w3d
0.73
0.92
29w3d
0.58
0.74
22w3d
1.56
2.19
33w3d
1.49
2.38
15w3d
0.71
0.89
30w3d
0.57
0.74
23w3d
1.59
2.34
34w3d
1.44
2.30
16w3d
0.69
0.86
31w3d
0.56
0.73
24w3d
1.62
2.46
35w3d
1.38
2.21
17w3d
0.67
0.84
32w3d
0.55
0.72
25w3d
1.64
2.54
36w3d
1.32
2.13
18w3d
0.66
0.83
33w3d
0.54
0.71
26w3d
1.65
2.60
37w3d
1.25
2.05
19w3d
0.65
0.81
34w3d
0.53
0.70
27w3d
1.65
2.63
38w3d
1.19
1.98
20w3d
0.64
0.80
35w3d
0.52
0.70
28w3d
1.65
2.63
39w3d
1.12
1.92
21w3d
0.64
0.79
36w3d
0.51
0.69
29w3d
1.63
2.61
40w3d
1.05
1.87
22w3d
0.63
0.78
37w3d
0.50
0.68
30w3d
1.61
2.57
41w3d
0.99
1.83
23w3d
0.62
0.78
38w3d
0.50
0.67
31w3d
1.58
2.52
24w3d
0.62
0.77
39w3d
0.50
0.67
25w3d
0.61
0.77
40w3d
0.50
0.67
26w3d
0.61
0.76
41w3d
0.50
0.67
27w3d
0.60
0.75
Manual de Referência 110
Umbilical Artery (UmA)-Resistance Index (RI) : JSUM
Umbilical Artery (UmA)-Resistance Index (RI) : KURMANAVICIUS
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Journal of Medical Ultrasonics, Vol.30, No.3, pp. 416-440, 2003
J.Kurmanavicius, I.Florion, J.Wisser, G.Hebisch, R. Zimmermann, R.Muller, R.Huch and A. Huch,
“Reference resistance indices of the umbilical, fetal middle cerebral anduterine arteries at 2442 weeks of gestation” Ultrasound Obstet. Gynecol., 10(0997) 112-120
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
13w3d
0.76
0.96
28w3d
0.59
0.75
14w3d
0.73
0.92
29w3d
0.58
0.74
15w3d
0.71
0.89
30w3d
0.57
0.74
16w3d
0.69
0.86
31w3d
0.56
0.73
17w3d
0.67
0.84
32w3d
0.55
0.72
18w3d
0.66
0.83
33w3d
0.54
0.71
19w3d
0.65
0.81
34w3d
0.53
0.70
20w3d
0.64
0.80
35w3d
0.52
0.70
21w3d
0.64
0.79
36w3d
0.51
0.69
22w3d
0.63
0.78
37w3d
0.50
0.68
23w3d
0.62
0.78
38w3d
0.50
0.67
24w3d
0.62
0.77
39w3d
0.50
0.67
25w3d
0.61
0.77
40w3d
0.50
0.67
26w3d
0.61
0.76
41w3d
0.50
0.67
27w3d
0.60
0.75
Age
(week)
5%
50%
95%
Age
(week)
5%
50%
95%
24
0.61
0.72
0.83
34
0.51
0.62
0.74
25
0.60
0.71
0.82
35
0.50
0.61
0.73
26
0.59
0.70
0.81
36
0.49
0.60
0.73
27
0.58
0.69
0.80
37
0.47
0.59
0.72
28
0.57
0.68
0.79
38
0.46
0.58
0.71
29
0.56
0.67
0.79
39
0.45
0.57
0.70
30
0.55
0.66
0.78
40
0.44
0.56
0.69
31
0.54
0.65
0.77
41
0.43
0.55
0.68
42
0.42
0.54
0.67
32
0.53
0.64
0.76
33
0.52
0.63
0.75
Manual de Referência 111
Umbilical Artery (UmA)-Pulsatility Index (PI) : SHINOZUKA
Umbilical Artery (UmA)-Pulsatility Index (PI) : JSUM
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
N.Shinozuka & H.Kagawa 1996. http://www.shinozuka.com
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Journal of Medical Ultrasonics, Vol.30, No.3, pp. 416-440, 2003
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
13w3d
1.29
2.58
28w3d
0.88
1.25
Age (wd)
10%
90%
Age (wd)
10%
90%
1.29
2.58
28w3d
0.88
1.25
14w3d
1.20
2.22
29w3d
0.87
1.23
13w3d
15w3d
1.13
1.97
30w3d
0.85
1.21
14w3d
1.20
2.22
29w3d
0.87
1.23
1.13
1.97
30w3d
0.85
1.21
16w3d
1.08
1.79
31w3d
0.82
1.19
15w3d
17w3d
1.05
1.66
32w3d
0.80
1.16
16w3d
1.08
1.79
31w3d
0.82
1.19
1.05
1.66
32w3d
0.80
1.16
18w3d
1.02
1.57
33w3d
0.78
1.14
17w3d
19w3d
1.00
1.50
34w3d
0.75
1.12
18w3d
1.02
1.57
33w3d
0.78
1.14
20w3d
0.99
1.45
35w3d
0.73
1.10
19w3d
1.00
1.50
34w3d
0.75
1.12
0.99
1.45
35w3d
0.73
1.10
21w3d
0.97
1.41
36w3d
0.70
1.08
20w3d
22w3d
0.96
1.37
37w3d
0.68
1.06
21w3d
0.97
1.41
36w3d
0.70
1.08
0.96
1.37
37w3d
0.68
1.06
23w3d
0.95
1.35
38w3d
0.67
1.05
22w3d
24w3d
0.94
1.33
39w3d
0.66
1.04
23w3d
0.95
1.35
38w3d
0.67
1.05
0.94
1.33
39w3d
0.66
1.04
25w3d
0.92
1.31
40w3d
0.66
1.03
24w3d
26w3d
0.91
1.29
41w3d
0.67
1.03
25w3d
0.92
1.31
40w3d
0.66
1.03
26w3d
0.91
1.29
41w3d
0.67
1.03
27w3d
0.90
1.27
27w3d
0.90
1.27
Manual de Referência 112
Umbilical Artery (UmA)-Pulsatility Index (PI) : RIZZO
Transverse Abdominal Diameter (TAD) : CFEF
Fetal Growth Table
GA Table
Domenico Arduini and Giuseppe Rizzo., “Normal values of Pulsatility Index from fetal vessel:
A cross-sectionai study on 1556 healthy fetuses” J. Perinat. Med, 165p~172p, Vol.18, 1990
“Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G.,“Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstét Fertil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445“
Age
(week)
5%
50%
95%
Age
(week)
5%
50%
95%
20
1.04
1.54
2.03
32
0.50
0.99
21
0.98
1.47
1.96
33
0.48
0.97
22
0.92
1.41
1.90
34
0.46
23
0.86
1.35
1.85
35
24
0.81
1.30
1.79
25
0.76
1.25
1.74
26
0.71
1.20
27
0.67
28
0.63
29
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
Meas (mm)
Mean (day)
1.48
13.5
77.0
51.57
154.0
84.78
231.0
1.46
17.0
84.0
54.72
161.0
87.55
238.0
0.95
1.44
20.56
91.0
57.88
168.0
90.0
245.0
0.44
0.94
1.43
24.0
98.0
61.0
175.0
92.36
252.0
36
0.43
0.92
1.42
27.69
105.0
64.0
182.0
94.81
259.0
37
0.42
0.92
1.41
1.69
38
0.42
0.91
1.40
1.16
1.65
39
0.42
0.91
1.40
1.12
1.61
40
0.42
0.91
1.40
0.59
1.08
1.57
41
0.42
0.92
1.41
30
0.56
1.05
1.54
42
0.43
0.93
1.42
31
0.53
1.02
1.51
31.21
112.0
67.11
189.0
97.0
266.0
34.7
119.0
70.27
196.0
99.33
273.0
38.31
126.0
73.27
203.0
101.64
280.0
103.0
287.0
41.69
133.0
76.17
210.0
45.21
140.0
79.25
217.0
48.34
147.0
82.1
224.0
Manual de Referência 113
Fetal Growth Table
Thoracic Circumference (THC) : CHITIKARA
Créquat,J., Duyme,M., Brodaty,G.,“Biometry 2000. Fetal growth charts by the French College
of fetal ultrasonography and the Inserm U 155“, Gynécol Obstet Fértil, Vol. 28 No. 2, 2000,
pages 435-445
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
Age
(week)
3%
(mm)
50%
(mm)
97%
(mm)
Fetal Growth Table
Chitkara U, Rosenberg J, Chervenak FA, Berkowitz GS, Levine R, Fagerstrom RM, Walker B,
Berkowitz RL. Prenatal sonographic assessment of the fetal thorax: Normal values. Am J
Obstet Gynecol 1987; 156: 1069-1074
11
9.680
13.500
17.250
27
57.720
67.110
76.420
12
12.680
17.000
21.460
28
60.430
70.270
79.870
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
13
15.600
20.560
25.510
29
63.130
73.270
83.330
16
6.400
9.100
11.900
29
18.200
21.000
23.700
17
7.300
10.000
12.800
30
19.100
21.900
24.600
14
18.690
24.000
29.560
30
65.800
76.170
86.750
15
21.760
27.690
33.610
31
68.350
79.250
90.130
18
8.200
11.000
13.700
31
20.000
22.800
25.500
16
25.000
31.210
37.480
32
70.900
82.100
93.360
19
9.100
11.900
14.600
32
20.900
23.700
26.400
17
28.230
34.700
41.390
33
73.080
84.780
96.640
20
10.000
12.800
15.500
33
21.800
24.600
27.300
18
31.540
38.310
45.140
34
75.250
87.550
99.860
21
11.000
13.700
16.400
34
22.800
25.500
28.200
19
34.780
41.690
48.590
35
77.000
90.000
103.000
22
11.900
14.600
17.300
35
23.700
26.400
29.100
20
38.160
45.210
52.200
36
78.480
92.360
106.310
23
12.800
15.500
18.200
36
24.600
27.300
30.000
21
41.140
48.340
55.630
37
79.790
94.810
109.670
24
13.700
16.400
19.100
37
25.500
28.200
30.900
22
44.210
51.570
59.080
38
80.920
97.000
113.290
25
14.600
17.300
20.000
38
26.400
29.100
31.900
26
15.500
18.200
21.000
39
27.300
30.000
32.800
40
28.200
30.900
33.700
23
47.000
54.720
62.460
39
81.850
99.330
117.000
24
49.770
57.880
66.000
40
82.580
101.640
120.700
27
16.400
19.100
21.900
25
52.540
61.000
69.440
41
82.800
103.000
123.000
28
17.300
20.000
22.800
26
55.170
64.000
72.890
Manual de Referência 114
Length of Vertebra (LV) : TOKYO
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
GA Table
63.0
195.0
204.0
213.0
9.0
85.0
272.0
282.0
292.0
10.0
Tokyo University Method 1986, 6 by University Tokyo
64.0
197.0
207.0
217.0
10.0
86.0
275.0
285.0
295.0
10.0
65.0
200.0
210.0
220.0
10.0
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
Meas
(mm)
Lower
(day)
Mean
(day)
Upper
(day)
SD
(day)
44.0
149.0
154.0
159.0
5.0
66.0
203.0
213.0
223.0
10.0
45.0
152.0
157.0
162.0
5.0
67.0
207.0
217.0
227.0
10.0
46.0
154.0
159.0
164.0
5.0
68.0
210.0
220.0
230.0
10.0
47.0
156.0
161.0
166.0
5.0
69.0
214.0
224.0
234.0
10.0
48.0
158.0
163.0
168.0
5.0
70.0
216.0
227.0
238.0
11.0
49.0
160.0
166.0
172.0
6.0
71.0
220.0
231.0
242.0
11.0
50.0
162.0
168.0
174.0
6.0
72.0
223.0
234.0
245.0
11.0
51.0
165.0
171.0
177.0
6.0
73.0
227.0
238.0
249.0
11.0
154
4.100
4.390
4.800
221
5.970
6.840
7.840
52.0
167.0
173.0
179.0
6.0
74.0
230.0
241.0
252.0
11.0
155
4.130
4.440
4.860
222
5.990
6.870
7.870
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, Masahiko Mizuno Issued by Shindan & Tiryo Sya
Tokyo University, School of Medicine, OB/GYN dept.
“How to interpret OB/GYN ultrasound measurement data“; 80. Fetal Measurement Obstetrics
& Gynecology Chapter 56 Separate volume; 1989, Oct. 27th Publication
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
53.0
169.0
176.0
183.0
7.0
75.0
234.0
245.0
256.0
11.0
156
4.160
4.490
4.910
223
6.020
6.900
7.900
54.0
171.0
178.0
185.0
7.0
76.0
238.0
249.0
260.0
11.0
157
4.190
4.530
4.970
224
6.050
6.930
7.940
55.0
174.0
181.0
188.0
7.0
77.0
241.0
252.0
263.0
11.0
158
4.210
4.580
5.030
225
6.070
6.960
7.970
4.240
4.620
5.080
226
6.100
6.990
8.000
4.270
4.670
5.140
227
6.130
7.010
8.030
56.0
175.0
183.0
191.0
8.0
78.0
245.0
256.0
267.0
11.0
159
57.0
178.0
186.0
194.0
8.0
79.0
250.0
260.0
270.0
10.0
160
58.0
181.0
189.0
197.0
8.0
80.0
254.0
264.0
274.0
10.0
161
4.300
4.710
5.190
228
6.160
7.040
8.070
162
4.330
4.760
5.240
229
6.180
7.070
8.100
59.0
184.0
192.0
200.0
8.0
81.0
257.0
267.0
277.0
10.0
60.0
186.0
195.0
204.0
9.0
82.0
261.0
271.0
281.0
10.0
61.0
189.0
198.0
207.0
9.0
83.0
265.0
275.0
285.0
10.0
62.0
192.0
201.0
210.0
9.0
84.0
268.0
278.0
288.0
10.0
163
4.360
4.800
5.300
230
6.210
7.100
8.130
164
4.380
4.840
5.350
231
6.240
7.130
8.160
165
4.410
4.890
5.410
232
6.260
7.150
8.190
166
4.440
4.930
5.460
233
6.290
7.180
8.220
Manual de Referência 115
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
167
4.470
4.970
5.510
234
6.320
7.210
8.250
192
5.170
5.930
6.710
259
6.980
7.890
8.870
168
4.500
5.010
5.560
235
6.340
7.240
8.280
193
5.200
5.960
6.760
260
7.010
7.920
8.900
169
4.530
5.060
5.610
236
6.370
7.270
8.310
194
5.230
5.990
6.800
261
7.030
7.940
8.920
170
4.550
5.100
5.670
237
6.400
7.290
8.340
195
5.250
6.030
6.840
262
7.060
7.970
8.940
171
4.580
5.140
5.720
238
6.420
7.320
8.360
196
5.280
6.060
6.890
263
7.090
8.000
8.960
172
4.610
5.180
5.770
239
6.450
7.350
8.390
197
5.310
6.100
6.930
264
7.110
8.020
8.970
173
4.640
5.220
5.820
240
6.480
7.380
8.420
198
5.340
6.130
6.970
265
7.140
8.050
8.990
174
4.670
5.260
5.870
241
6.500
7.400
8.450
199
5.360
6.160
7.010
266
7.170
8.080
9.010
175
4.700
5.300
5.920
242
6.530
7.430
8.470
200
5.390
6.200
7.050
267
7.190
8.110
9.030
176
4.720
5.340
5.970
243
6.560
7.460
8.500
201
5.420
6.230
7.090
268
7.220
8.130
9.050
177
4.750
5.380
6.020
244
6.580
7.480
8.520
202
5.450
6.260
7.130
269
7.240
8.160
9.070
178
4.780
5.410
6.070
245
6.610
7.510
8.550
203
5.470
6.290
7.170
270
7.270
8.190
9.080
179
4.810
5.450
6.110
246
6.640
7.540
8.580
204
5.500
6.320
7.210
271
7.300
8.220
9.100
180
4.840
5.490
6.160
247
6.660
7.570
8.600
205
5.530
6.360
7.250
272
7.320
8.240
9.120
181
4.860
5.530
6.210
248
6.690
7.590
8.630
206
5.560
6.390
7.290
273
7.350
8.270
9.130
182
4.890
5.570
6.260
249
6.720
7.620
8.650
207
5.580
6.420
7.330
274
7.380
8.300
9.150
183
4.920
5.600
6.300
250
6.740
7.650
8.670
208
5.610
6.450
7.370
275
7.400
8.330
9.160
184
4.950
5.640
6.350
251
6.770
7.670
8.700
209
5.640
6.480
7.410
276
7.430
8.360
9.180
185
4.980
5.680
6.400
252
6.800
7.700
8.720
210
5.670
6.510
7.450
277
7.450
8.380
9.190
186
5.000
5.710
6.440
253
6.820
7.730
8.740
211
5.690
6.540
7.480
278
7.480
8.410
9.210
187
5.030
5.750
6.490
254
6.850
7.750
8.770
212
5.720
6.570
7.520
279
7.510
8.440
9.220
188
5.060
5.790
6.530
255
6.880
7.780
8.790
213
5.750
6.600
7.560
280
7.530
8.470
9.240
189
5.090
5.820
6.580
256
6.900
7.810
8.810
214
5.780
6.630
7.590
281
7.560
8.500
9.250
190
5.110
5.860
6.620
257
6.930
7.840
8.830
215
5.800
6.660
7.630
282
7.580
8.520
9.260
191
5.140
5.890
6.670
258
6.960
7.860
8.850
216
5.830
6.690
7.660
283
7.610
8.550
9.270
Manual de Referência 116
Amniotic Fluid Index (AFI) : MOORE
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(day)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
217
5.860
6.720
7.700
284
7.630
8.580
9.290
Fetal Growth Table
218
5.880
6.750
7.740
285
7.660
8.610
9.300
219
5.910
6.780
7.770
286
7.690
8.640
9.310
Moore, Th. R., Cayle, J. E., “The amniotic fluid index in normal human pregnancy“, Am J Obstet
Gynecol Vol. 162 No. 5, 1990, pages 1168-1173
220
5.940
6.810
7.800
287
7.710
8.670
9.320
Cisterna Magna Diameter (CM) : NICOLAIDES
Fetal Growth Table
R. J. M. Snijders and K. H. Nicolaides; “Fetal biometry at 14-40 weeks’ gestation“ Ultrasound
Obstet. Gynecol. 4 (1994) 34-48
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
14
0.190
0.350
0.530
27
0.460
0.660
0.890
15
0.210
0.380
0.570
28
0.470
0.680
0.910
16
0.240
0.410
0.600
29
0.490
0.690
0.930
17
0.260
0.430
0.630
30
0.500
0.700
0.940
18
0.280
0.460
0.660
31
0.510
0.720
0.960
19
0.310
0.490
0.690
32
0.520
0.730
0.970
20
0.330
0.510
0.720
33
0.530
0.740
0.980
21
0.350
0.540
0.750
34
0.530
0.750
0.990
22
0.370
0.560
0.770
35
0.540
0.750
1.000
23
0.390
0.580
0.800
36
0.540
0.760
1.000
24
0.410
0.600
0.820
37
0.540
0.760
1.010
25
0.430
0.620
0.850
38
0.550
0.760
1.010
26
0.440
0.640
0.870
39
0.550
0.760
1.010
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
16
79.000
121.000
185.000
30
90.000
145.000
234.000
17
83.000
127.000
194.000
31
88.000
144.000
238.000
18
87.000
133.000
202.000
32
86.000
144.000
242.000
19
90.000
137.000
207.000
33
83.000
143.000
245.000
20
93.000
141.000
212.000
34
81.000
142.000
248.000
21
95.000
143.000
214.000
35
79.000
140.000
249.000
22
97.000
145.000
216.000
36
77.000
138.000
249.000
23
98.000
146.000
218.000
37
75.000
135.000
244.000
24
98.000
147.000
219.000
38
73.000
132.000
239.000
25
97.000
147.000
221.000
39
72.000
127.000
226.000
26
97.000
147.000
223.000
40
71.000
123.000
214.000
27
95.000
146.000
226.000
41
70.000
116.000
194.000
28
94.000
146.000
228.000
42
69.000
110.000
175.000
29
92.000
145.000
231.000
Manual de Referência 117
Nasal Bone Length (NB) : SONEK
Uterine Artery. -Resistance Index (RI): KURMANAVICIUS
Fetal Growth Table
Fetal Growth Table
Sonek,J.D., McKenna,D., Webb,D., Croom,C., Nicolaides,K.,“ Nasal bone length throughout
gestation: normal ranges based on 3537 fetal ultrasound measurements“, Ultrasound Obstet
Gynecol., Vol. 21 No. 2, 2003, pages 152-155.
J.Kurmanavicius, I. Florion, J. Wisser, G. Hebisch, R. Zi,mmermann, R. Muller, R.Huch and A.
Huch, “Reference resistance induces of the umbilical, fetal middle cerebral and uterine
arteries at 24-42 weeks of gestation “Ultrasound Obstet. Gynocol., 10 (1997) 112-120
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
Age
(week)
5%
(mm)
50%
(mm)
95%
(mm)
11
1.400
2.300
3.300
26
7.400
8.900
10.900
12
1.800
2.800
4.200
27
7.500
9.200
11.300
13
2.300
3.100
4.600
28
7.600
9.800
12.100
14
2.500
3.800
5.300
29
7.700
9.800
11.800
15
3.000
4.300
5.700
30
7.900
10.000
12.600
16
3.400
4.700
6.200
31
8.200
10.400
12.600
17
4.000
5.300
6.600
32
8.600
10.500
13.600
18
4.300
5.700
7.000
33
8.700
10.800
12.800
19
5.000
6.300
7.900
34
9.100
10.900
12.800
20
5.200
6.700
8.300
35
8.500
11.000
14.100
21
5.600
7.100
9.000
36
7.800
10.800
12.800
22
5.800
7.500
9.300
37
8.700
11.400
14.500
23
6.400
7.900
9.600
38
9.300
11.700
15.700
24
6.800
8.300
10.000
39
9.200
10.900
14.000
25
6.500
8.500
10.700
40
10.400
12.100
14.500
Age (w)
Mean
5%
95%
Age (w)
Mean
5%
95%
24
0.33
0.45
0.61
34
0.32
0.43
0.59
25
0.33
0.45
0.61
35
0.32
0.43
0.58
26
0.33
0.45
0.61
36
0.32
0.43
0.58
27
0.33
0.44
0.61
37
0.32
0.43
0.58
28
0.33
0.44
0.60
38
0.32
0.43
0.57
29
0.32
0.44
0.60
39
0.32
0.42
0.57
30
0.32
0.44
0.60
40
0.32
0.42
0.57
31
0.32
0.44
0.59
41
0.31
0.42
0.56
32
0.32
0.44
0.59
42
0.31
0.42
0.56
33
0.32
0.43
0.59
Manual de Referência 118
Uterine Artery-Resistance Index (RI) : BAHLMANN
Uterine Artery-Pulsatility Index (PI) : BAHLMANN
Fetal Growth Table
Age (w)
Mean
Fetal Growth Table
5%
95%
Age (w)
Mean
5%
95%
Age (w)
Mean
5%
95%
Age (w)
Mean
5%
95%
18
0.450
0.222
0.659
31
0.370
0.150
0.581
18
0.890
0.509
1.407
31
0.710
0.349
1.207
19
0.430
0.204
0.641
32
0.370
0.147
0.578
19
0.840
0.460
1.356
32
0.710
0.345
1.199
20
0.420
0.194
0.630
33
0.370
0.145
0.576
20
0.810
0.436
1.328
33
0.700
0.341
1.192
21
0.410
0.186
0.622
34
0.370
0.144
0.574
21
0.800
0.420
1.309
34
0.700
0.337
1.185
22
0.410
0.180
0.615
35
0.360
0.142
0.571
22
0.780
0.407
1.293
35
0.690
0.333
1.178
23
0.400
0.175
0.610
36
0.360
0.140
0.569
23
0.770
0.397
1.280
36
0.680
0.330
1.171
24
0.400
0.171
0.605
37
0.360
0.139
0.567
24
0.760
0.388
1.268
37
0.680
0.326
1.164
25
0.390
0.167
0.601
38
0.360
0.137
0.566
25
0.750
0.381
1.258
38
0.670
0.322
1.157
26
0.380
0.163
0.597
39
0.360
0.136
0.564
26
0.740
0.374
1.248
39
0.670
0.322
1.157
27
0.380
0.160
0.593
40
0.360
0.135
0.562
27
0.740
0.369
1.239
40
0.660
0.313
1.143
28
0.380
0.157
0.590
41
0.350
0.134
0.561
28
0.730
0.363
1.230
41
0.660
0.308
1.134
29
0.380
0.154
0.587
42
0.350
0.133
0.559
29
0.720
0.358
1.222
42
0.650
0.302
1.125
30
0.380
0.152
0.584
30
0.720
0.354
1.214
Manual de Referência 119
Fetal Ratio Reference
Ductus Venosus - Pulsatility Index (PI): Kessler
Fetal Growth Table
Femur Length/Head Circumference (FL/HC) : HADLOCK
J.Kessler, S.Rasmussen, M.Hanson and T.Kiserud.
Fetal Ratio
"Longitudinal reference ranges for ductus venosus flow velocities and waveform indices."
Ultrasound Obstet Gynecol, 2006; 28: 890-898
Hadlock FP, Harrist RB, Shah Y, Park SK. "The Femur Length/Head Circumference Relation in
Obstetric Sonography" Journal of Ultrasound in Medicine, 3(10), October 1984, Pp.439-442
Age (w)
5%
50%
95%
Age (w)
5%
50%
95%
21
0.32
0.57
0.83
31
0.28
0.53
0.79
Age
(w)
-1SD
(%)
Mean
(%)
+1SD
(%)
Age
(w)
-1SD
(%)
Mean
(%)
+1SD
(%)
22
0.32
0.57
0.83
32
0.28
0.53
0.78
15
15.3
16.2
17.1
29
19.6
20.2
20.8
23
0.32
0.57
0.83
33
0.27
0.52
0.77
16
13.3
14.9
16.5
30
19.2
20.3
21.4
24
0.32
0.57
0.83
34
0.26
0.51
0.76
17
14.6
16.1
17.6
31
19.3
20.3
21.3
25
0.32
0.57
0.83
35
0.25
0.50
0.75
18
15.8
16.9
18.0
32
19.1
20.2
21.3
26
0.31
0.57
0.82
36
0.24
0.49
0.74
19
16.1
17.2
18.3
33
19.9
20.7
21.5
27
0.31
0.56
0.82
37
0.23
0.48
0.73
20
16.8
18.3
19.8
34
19.4
20.6
21.8
15.9
18.1
20.3
35
20.1
21.2
22.3
18.4
19.3
20.2
36
20.1
21.1
22.1
28
0.31
0.56
0.81
38
0.22
0.46
0.72
21
29
0.30
0.55
0.81
39
0.21
0.45
0.71
22
30
0.29
0.54
0.80
23
19.2
20.0
20.8
37
20.8
21.7
22.6
24
18.7
19.8
20.9
38
20.9
21.8
22.7
25
18.7
19.5
20.3
39
20.6
22.0
23.4
26
18.6
19.5
20.4
40
20.7
21.6
22.5
27
18.6
19.5
20.4
41
21.6
22.4
23.2
28
18.8
19.7
20.6
42
20.1
22.0
23.9
Manual de Referência 120
Femur Length/Foot Length (FL/Foot) : CAMPBELL
Fetal Ratio
Campbell J, Henderson A, Campbell S. "The fetal femur/foot length ratio: a new parameter to
assess dysplastic limb reduction" Obstetrics and Gynecology, 1988 Aug;72(2):181-4
−− The nomal value (±2SD) for this ratio during the period 14-40 weeks is 0.99±0.12. (87%111%)
Thoracic Circumference/Abdominal Circumferenc (ThC/AC) :
CHITKARA
Fetal Ratio
Chitkara U, Rosenberg J, Chervenak FA, et al. "Prenatal Sonographic Assessment of the Fetal
Thorax: Normal Values" American Journal of Obstetrics and Gynecology, 156:1069, 1987
−− The nomal value (±2SD) for this ratio during the period 16-40 weeks is 89±12%. (77%101%)
BPD/OFD (Cephlic Index) : HADLOCK
Fetal Ratio
Frank P. Hadlock, R. L.Deter, R. J. Carpenter, S. K. Park. "Estimating Fetal Age: Effect of Head
Shape on BPD" American Journal of Roentgenology, 137:83-854, July 1981
−− The nomal value (±2SD) for this ratio during the period 14-40 weeks is 78.3±8.8%. (70%86%)
Femur Length/Abdominal Circumference (FL/AC) : HADLOCK
Fetal Ratio
Frank P. Hadlock, Russell L.Deter, Ronald B. Harrist, Ellen Roecker, Seung K. Park. "A DateIndependent Predictor of Intrauterine Growth Retardation: Femur Length/Abdominal
Circumference Ratio" American Journal of Roentgenology, 141:979-984, November 1983
−− The nomal value (±2SD) for this ratio during the period 14-40 weeks is 22±2%. (20%-24%)
Femur Length/BiParietal Diameter (FL/BPD) : HOHLER
Fetal Ratio
Charles W. Hohler, Thomas A. Quetel. "Comparison of Ultrasound Femur Length and Biparietal
Diameter in Late Pregnancy" American Journal of Obsterics and Gynecology, 141:759-762,
1981
−− The nomal value (90% Confidence Interval) for this ratio during the period 23-40 weeks is
79±8%. (71%-87%)
Head Circumference/Abdominal Circumferenc (HC/AC) : CAMPBELL
Fetal Ratio
Campbell, s. “Ultasound Measurement of the Fetal Head to Abdomen Circumference Ratio
in the Assessment of Growth Retardation.” Br J Obstetrics and Gynecology, Vol. 84. 165-174.
March 1977.
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
13
1.140
1.230
1.310
28
1.050
1.130
1.220
14
1.140
1.230
1.310
29
0.990
1.100
1.210
15
1.050
1.220
1.390
30
0.990
1.100
1.210
16
1.050
1.220
1.390
31
0.960
1.070
1.170
17
1.070
1.180
1.290
32
0.960
1.070
1.170
18
1.070
1.180
1.290
33
0.960
1.040
1.110
19
1.090
1.180
1.260
34
0.960
1.040
1.110
20
1.090
1.180
1.260
35
0.930
1.020
1.110
21
1.060
1.150
1.250
36
0.930
1.020
1.110
22
1.060
1.150
1.250
37
0.920
0.980
1.050
23
1.050
1.130
1.210
38
0.920
0.980
1.050
24
1.050
1.130
1.210
39
0.870
0.970
1.060
Manual de Referência 121
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
Age
(week)
5%
(cm)
50%
(cm)
95%
(cm)
25
1.040
1.130
1.220
40
0.870
0.970
1.060
26
1.040
1.130
1.220
41
0.930
0.960
1.000
27
1.050
1.130
1.220
42
0.930
0.960
1.000
Estimate Fetal Weight Formula/Algorithm
Method using (AC)
Campbell
[Equation]
e(0.282 × AC - 0.003318 × AC2 - 4.564) × 1000
Lateral Ventricular Width (Lat Vent) / Hemispheric Width (HW):
JOHNSEN
Fetal Growth Table
Johnsen ML, Dunne MG, Mack LA, Rashbaum CL. "Evaluation of Fetal Intracranial Anatomy
by Static and Real-Time Ultrasound" Journal of Clinical Ultrasound, 8:311-318, August 1980.
Age (w)
-2SD (%) Mean (%) +2SD (%)
Age (w)
-2SD (%) Mean (%) +2SD (%)
[Range]
AC : 21~40cm
EFW: 900g~4085g
[Reference]
Campbell, S., Wilkin, D. "Ultrasonic Measurement of Fetal Abdomen Circumference in the
Estimation of Fetal Weight." British Journal of OB & GYN, 82, 9: 689-697, September 1975
15
40.00
56.00
71.00
28
18.00
31.00
45.00
16
45.00
57.00
69.00
29
22.00
29.00
37.00
17
42.00
52.00
62.00
30
26.00
30.00
34.00
[Summary]
18
40.00
46.00
52.00
31
23.00
29.00
36.00
20
29.00
43.00
57.00
32
26.00
31.00
36.00
Assessment of birth weight predictions on 140 fetuses who were delivered within 48 hours.
The accuracy o predictions varied with the size of the fetus:
21
27.00
35.00
43.00
33
25.00
31.00
37.00
at a predicted weight of 1kg, 95% of birth weights fell within 160g
22
26.00
32.00
38.00
34
23.00
28.00
33.00
at a predicted weight of 2kg, 95% of birth weights fell within 290g
23
24.00
33.00
42.00
35
26.00
29.00
31.00
at a predicted weight of 3kg, 95% of birth weights fell within 450g
24
23.00
31.00
39.00
36
23.00
28.00
34.00
25
26.00
34.00
42.00
37
24.00
29.00
34.00
26
24.00
30.00
36.00
40
22.00
28.00
33.00
27
23.00
28.00
34.00
at a predicted weight of 4kg, 95% of birth weights fell within 590g
By Extrapolation, at 32 weeks menstrual age, 87% of babies below the 5th centile would be
detected by this method but that the diagnosis rate would fall to 63% at 38 weeks
Manual de Referência 122
Method using (AC, BPD)
Method using (AC, FL)
Hadlock
Hadlock1
[Equation]
[Equation]
10(1.1134 + 0.05845 × AC - 0.000604 × AC + 0.1694 × BPD - 0.007365 × BPD + 0.000595 ×
AC × BPD)
2
2
10(1.304 + 0.05281 × AC + 0.1938 × FL - 0.004 × AC × FL)
[Reference]
[Range]
EFW: 600g~4,680g
Frank P. Hadlock, R. B. Harrist, Ralph S. Sharman, Russell L. Deter, Seung K. Park. "Estimation
of fetal weight with the use of head, body, and femur measurement-A prospective study"
American Journal of Obstetrics and Gynaecology, Vol 151. No.3:333-337, February 1, 1985
[Reference]
Frank P. Hadlock, R. B. Harrist, Robert J. Carpenter, Russell L. Deter, Seung K. Park. "Sonographic
Estimation of Fetal Weight" Radiology,1984; 150:535-540
[Summary]
Sonographic measurements were made in 167live-born fetuses one week before delivery
(mean 1.64 days ± 1.8 S.D.). All fetuses were weighted immediately after delivery; mean birth
weight was found to be 2.754g ± 930 S.D.
[Summary]
The study population consisted of 109 predominately middle class Caucasian patients. The
majority of patients were examined within 3 days of delivery, and all patients were examined
within at least 1 week of delivery.
−− Summary of accuracy of models (Mean deviation = SD(%) )
<1,500g
: -3.9±8.3
1,500-2,000g
: 0.9±8.5
Data were Divided into several groups by weight :
2,000-2,500g
: 1.6±8.5
<1,500g
: mean 1,024 ± 301 S.D
2,500-3,000g
: 0.3±7.6
1,500-2,000g: mean 1,767 ± 199 S.D
3,000-3,500g
: --1.9±7.2
2,000-2,500g: mean 2,248 ± 134 S.D
3,500-4,000g
: -0.7±6.8
2,500-3,000g: mean 2,668 ± 133 S.D
> 4,000g
: 5.2±5.2
3,000-3,500g: mean 3,227 ± 147 S.D
3,500-4,000g: mean 3,686 ± 123 S.D
>4,000g
: mean 4,301 ± 173 S.D
Manual de Referência 123
Method using (BPD, AC, FL)
Method using (HC, AC, FL)
Hadlock2
Hadlock3
[Equation]
[Equation]
10(1.335 - 0.0034 × AC × FL + 0.0316 × BPD + 0.0457 × AC + 0.1623 × FL)
10(1.326 - 0.00326 × AC × FL+0.0107 × HC + 0.0438 × AC + 0.158 × FL)
[Reference]
[Reference]
Frank P. Hadlock, R. B. Harrist, Ralph S. Sharman, Russell L. Deter, Seung K. Park. "Estimation
of fetal weight with the use of head, body, and femur measurement-A prospective study"
American Journal of Obstetrics and Gynaecology, Vol 151. No.3:333-337, February 1, 1985
Frank P. Hadlock, R. B. Harrist, Ralph S. Sharman, Russell L. Deter, Seung K. Park. "Estimation
of fetal weight with the use of head, body, and femur measurement-A prospective study"
American Journal of Obstetrics and Gynaecology, Vol 151. No.3:333-337, February 1, 1985
[Summary]
[Summary]
The study population consisted of 109 predominately middle class Caucasian patients. The
majority of patients were examined within 3 days of delivery, and all patients were examined
within at least 1 week of delivery.
The study population consisted of 109 predominately middle class Caucasian patients. The
majority of patients were examined within 3 days of delivery, and all patients were examined
within at least 1 week of delivery.
−− Summary of accuracy of models ( Mean deviation = SD(%) )
−− Summary of accuracy of models (Mean deviation = SD(%))
<1,500g
: -5.3±9.0
<1,500g
: -4.6±9.7
1,500-2,000g
: 2.2±7.0
1,500-2,000g
: 2.5±7.4
2,000-2,500g
: 3.2±7.6
2,000-2,500g
: 4.9±7.3
2,500-3,000g
: 1.3±7.7
2,500-3,000g
: 1.7±6.6
3,000-3,500g
: 0.4±6.0
3,000-3,500g
: 0.2±5.9
3,500-4,000g
: 1.4±7.1
3,500-4,000g
: 3.2±6.9
> 4,000g
: 4.8±5.
> 4,000g
: 6.3±5.1
Manual de Referência 124
Method using (BPD, HC, AC, FL)
Method using (BPD, TTD)
Hadlock4
Hansmann
[Equation]
[Equation]
10(1.3596 - 0.00386 × AC × FL + 0.0064 × HC + 0.00061 × BPD × AC + 0.0424 × AC + 0.174
× FL)
(0.649145 × TTD - 0.020562 × TTD2 - 1.05775 × BPD + 0.0930707 × BPD2 + 0.515263) × 1000
[Range]
[Reference]
BPD : 5.9 ~ cm
Frank P. Hadlock, R. B. Harrist, Ralph S. Sharman, Russell L. Deter, Seung K. Park. "Estimation
of fetal weight with the use of head, body, and femur measurement-A prospective study"
American Journal of Obstetrics and Gynaecology, Vol 151. No.3:333-337, February 1, 1985
TTD : 5.6 ~ cm
EFW : 500.0 ~ g
[Reference]
[Summary]
The study population consisted of 109 predominately middle class Caucasian patients. The
majority of patients were examined within 3 days of delivery, and all patients were examined
within at least 1 week of delivery.
−− Summary of accuracy of models ( Mean deviation = SD(%) )
Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittman, "Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology," Springer-Verlag, New York, 1986
Method using (AC, BPD)
<1,500g
: 5.4 ± 9.0
Merz
1,500-2,000g
: -1.4 ± 7.0
[Equation]
2,000-2,500g
: -2.6 ± 7.8
157.07186 × AC + 15.90391 × BPD2-3200.40479
2,500-3,000g
: -0.4 ± 7.4
3,000-3,500g
: 0.9±5.9
[Range]
3,500-4,000g
: -1.2±7.2
BPD
> 4,000g
: -4.0±5.2
AC : 21.8 ~ 36.5 cm
: 7.0 ~ 10.5cm
EFW : 1003 ~ 4286 g
[Reference]
E. Merz, W. Goldhofer, E. Timor-Tritsch "Ultrasound in Gynecology and Obstetrics" Textbook
and Atlas, 1991, Georg Thieme Verlag, 308-338
Manual de Referência 125
Merz E, Lieser H, Schicketanz KH, Harlé J “Intrauterine Gewichtsschätzung mittels Ultraschall.
Ein Vergleich mehrerer Gewichtsschätzungsmethoden sowie die Entwicklung einer neuen
Formel zur Bestimmung des Fetalgewichtes”, Ultraschall Med, 1998, 9(1):15-24,
[Reference]
[Summary]
[Summary]
The fetal weights were estimated in 196 fetuses between 24 and 42 weeks of gestation.
73 patients underwent ultrasound evaluation within 2 days of delivery.
−− Most Reliable Formula
−− Difference in percentage of fetal weight estimates
Shepard MJ, et al, " An Evaluation of Two Equations for Predicting Fetal Weight by Ultrasound,"
American Journal of Ob & Gyn, January 1982; 142(1):47-54
< 2500g : Shepard
Within ± 25gm/kg of actual weight : 16.4
2500g ~ 3499g : Shepard, Hansmann, Merz
Within ± 50gm/kg of actual weight : 26.0
3500g ~ 4520g : Schillinger, Hansmann, Shepard, Merz
Within ± 100gm/kg of actual weight : 50.7
Method using (BPD, FTA, FL)
Osaka
More then ± 100gm/kg of actual weight : 49.3
The average difference between actual and predicted weight for the sample as a whole was
-12.85 gm (SE 40.85)
[Equation]
1.25647 × BPD3 + 3.50665 × FL × FTA + 6.3
Method using (BPD, APTD, TTD, SL)
[Reference]
Shinozuka2
Mineo Aoki. Perinatal Care, Vol.9 No.5, p407-422
[Equation]
1.07 × BPD3 + 2.91 × APTD × TTD × SL
Method using (AC, BPD)
Shepard
[Reference]
[Equation]
N.Shinozuka et al. "Formulas for Fetal Weight Estimation by Ultrasound Measurements based
on Neonatal Specific Gravities and Volumes" American Journal of Obsterics and Gynecology,
1987;157:1140-5
10(0.166 × BPD + 0.046 × AC - 0.002646 × BPD × AC - 1.7492) × 1000
[Range]
BPD : 3.1 ~ 10.0 cm
AC : 15.5 ~ 40.0 cm
EFW : 224.0 ~ 4925.0 g
Manual de Referência 126
Method using (BPD, AC, FL)
Estimated Fetal Weight Growth Reference
Shinozuka1
Estimate Fetal Weight (EFW) : BRENNER
[Equation]
1.07 × BPD + 0.30 × AC × FL
3
2
[Reference]
Fetal Growth Table
N.Shinozuka et al. "Formulas for Fetal Weight Estimation by Ultrasound Measurements based
on Neonatal Specific Gravities and Volumes" American Journal of Obsterics and Gynecology,
1987;157:1140-5
Brenner W.E., Edelman D.A., Hendricks C.H.
"A standard of fetal growth for the United States of America"
American Journal of Obstetrics and Gynecology; November 1; 1976; pp. 555-564
Age
(Week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
Age
(Week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
21
280.0
410.0
860.0
33
1480.0
2010.0
2690.0
22
320.0
480.0
920.0
34
1670.0
2220.0
2880.0
23
370.0
550.0
990.0
35
1870.0
2430.0
3090.0
24
420.0
640.0
1080.0
36
2190.0
2650.0
3290.0
25
490.0
740.0
1180.0
37
2310.0
2870.0
3470.0
26
570.0
860.0
1320.0
38
2510.0
3030.0
3610.0
27
660.0
990.0
1470.0
39
2680.0
3170.0
3750.0
28
770.0
1150.0
1660.0
40
2750.0
3280.0
3870.0
29
890.0
1310.0
1890.0
41
2800.0
3360.0
3980.0
Tokyo
30
1030.0
1460.0
2100.0
42
2830.0
3410.0
4060.0
[Equation]
31
1180.0
1630.0
2290.0
43
2840.0
3420.0
4100.0
1.07 × BPD3 + 0.30 × AC2 × FL
32
1310.0
1810.0
2500.0
44
2790.0
3390.0
4110.0
Method using (BPD, APTD, TTD, FL)
Shinozuka3
[Equation]
1.07 × BPD3 + 3.42 × APTD × TTD × FL
[Reference]
N.Shinozuka et al. "Formulas for Fetal Weight Estimation by Ultrasound Measurements based
on Neonatal Specific Gravities and Volumes" American Journal of Obsterics and Gynecology,
1987;157:1140-5
Method using (BPD, APTD, TTD, FL)
[Reference]
N.Shinozuka et al. "Formulas for Fetal Weight Estimation by Ultrasound Measurements
based on Neonatal Specific Gravities and Volumes" American Journal of Obsterics and
Gynecology, 1987;157:1140-5
Manual de Referência 127
Estimate Fetal Weight (EFW) : DOUBILET
Estimate Fetal Weight (EFW) : HADLOCK
Fetal Growth Table
GA Table
Doubilet, P.M., MD. PhD., Benson, C.B.,MD , Nadel, A.S., MD, Ringer, St. A., MD.
Hadlock F.P., Harrist R.B., Martinez-Poyer J.
PhD. "Improved birth weight table for neonates developed from gestations dated by early
"In Utero Analysis of Fetal Growth: A Sonographic Weight Standard“ Radiology.1991, 181:
129-133
ultrasonography “J Ultrasound Med; December 4; 1996; 16:241-249
Age
(week)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Age
(week)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Meas
(gram)
Mean
(week)
Meas
(gram)
Mean
(week)
Meas
(gram)
Mean
(week)
25
450.000
660.000
968.000
35
1804.000
2383.000
3148.000
35.0
10.0
399.0
21.0
1953.0
32.0
26
523.000
760.000
1103.000
36
2006.000
2622.000
3428.000
45.0
11.0
478.0
22.0
2162.0
33.0
58.0
12.0
568.0
23.0
2377.0
34.0
27
609.000
875.000
1257.000
37
2210.000
2859.000
3698.000
28
707.000
1005.000
1430.000
38
2409.000
3083.000
3947.000
73.0
13.0
670.0
24.0
2595.0
35.0
14.0
785.0
25.0
2813.0
36.0
15.0
913.0
26.0
3028.0
37.0
29
820.000
1153.000
1623.000
39
2595.000
3288.000
4164.000
93.0
30
947.000
1319.000
1836.000
40
2762.000
3462.000
4340.000
117.0
31
1090.000
1502.000
2070.000
41
2900.000
3597.000
4462.000
146.0
16.0
1055.0
27.0
3236.0
38.0
181.0
17.0
1210.0
28.0
3435.0
39.0
3619.0
40.0
32
1249.000
1702.000
2321.000
42
3002.000
3685.000
4523.000
33
1422.000
1918.000
2587.000
43
3061.000
3717.000
4515.000
34
1608.000
2146.000
2865.000
223.0
18.0
1379.0
29.0
273.0
19.0
1559.0
30.0
331.0
20.0
1751.0
31.0
Manual de Referência 128
Fetal Growth Table
Estimate Fetal Weight (EFW) : HANSMANN
Hadlock F.P., Harrist R.B., Martinez-Poyer J.
"In Utero Analysis of Fetal Growth: A Sonographic Weight Standard“
Fetal Growth Table
Radiology.1991, 181: 129-133
Hansmann, Hackeloer, Staudach, Wittmann “Ultrasound Diagnosis in Obstetrics and
Gynecology” Springer- Verlag, New York, 1986, p. 431
Age
(week)
3%
(gram)
50%
(gram)
97%
(gram)
Age
(week)
3%
(gram)
50%
(gram)
97%
(gram)
10
26.0
35.0
44.0
26
685.0
913.0
1141.0
11
34.0
45.0
56.0
27
791.0
1055.0
1319.0
13
14.0
23
450.0
33
2000. 0
12
43.0
58.0
73.0
28
908.0
1210.0
1513.0
14
25.0
24
530.0
34
2250. 0
13
55.0
73.0
91.0
29
1034.0
1379.0
1724.0
15
50.0
25
700.0
35
2550. 0
80.0
26
850.0
36
2750. 0
100.0
27
1000.0
37
2950. 0
Age
(Week)
EFW
(gram)
Age
(Week)
EFW
(gram)
Age
(Week)
EFW
(gram)
14
70.0
93.0
116.0
30
1169.0
1559.0
1949.0
16
15
88.0
117.0
146.0
31
1313.0
1751.0
2189.0
17
16
110.0
146.0
183.0
32
1465.0
1953.0
2441.0
18
150.0
28
1100.0
38
3100. 0
17
136.0
181.0
226.0
33
1622.0
2162.0
2703.0
19
200.0
29
1250.0
39
3250.0
18
167.0
223.0
279.0
34
1783.0
2377.0
2971.0
20
250.0
30
1400.0
40
3400. 0
300.0
31
1600.0
350.0
32
1800.0
19
205.0
273.0
341.0
35
1946.0
2595.0
3244.0
21
20
248.0
331.0
414.0
36
2110.0
2813.0
3516.0
22
21
299.0
399.0
499.0
37
2271.0
3028.0
3785.0
22
359.0
478.0
598.0
38
2427.0
3236.0
4045.0
23
426.0
568.0
710.0
39
2576.0
3435.0
4294.0
24
503.0
670.0
838.0
40
2714.0
3619.0
4524.0
25
589.0
785.0
981.0
Manual de Referência 129
Estimate Fetal Weight (EFW) : JOHNSEN
Estimate Fetal Weight (EFW) : JSUM
Fetal Growth Table
GA Table
Johnsen SL, Rasmussen S, Sollien R, Kiserud T, Acta Obstet Gynecol Scand , 2005; 84: 725-733
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Age
(week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
Age
(week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
20
283.0
340.0
408.0
32
1730.0
1997.0
2304.0
21
350.0
416.0
495.0
33
1900.0
2194.0
22
426.0
503.0
595.0
34
2071.0
2393.0
23
512.0
602.0
707.0
35
2242.0
24
610.0
713.0
833.0
36
2411.0
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
2533.0
Meas
(gram)
Mean
(week)
Meas
(gram)
Mean
(week)
Age
(Week)
Mean
(week)
2765.0
187.0
18.0
892.0
26.0
2156.0
34.0
2593.0
2998.0
247.0
19.0
1023.0
27.0
2333.0
35.0
2791.0
3230.0
313.0
20.0
1163.0
28.0
2507.0
36.0
387.0
21.0
1313.0
29.0
2676.0
37.0
25
717.0
835.0
972.0
37
2576.0
2984.0
3458.0
26
836.0
970.0
1126.0
38
2734.0
3171.0
3677.0
469.0
22.0
1470.0
30.0
2838.0
38.0
560.0
23.0
1635.0
31.0
2989.0
39.0
27
964.0
1116.0
1292.0
39
2883.0
3347.0
3886.0
28
1102.0
1274.0
1472.0
40
3021.0
3511.0
4081.0
660.0
24.0
1805.0
32.0
3125.0
40.0
771.0
25.0
1980.0
33.0
3244.0
41.0
29
1249.0
1442.0
1665.0
41
3147.0
3661.0
4258.0
30
1403.0
1619.0
1868.0
42
3258.0
3793.0
4415.0
31
1564.0
1805.0
2082.0
Manual de Referência 130
Fetal Growth Table
Takashi Okai, Chairman of JSUM, Ultrasound Diagnostic standard & language committee
Ultrasound Fetal measurement standardization & Japanese standard proposals J Med
Ultrasonics Vol. 28 No.5 (2001)
Estimate Fetal Weight (EFW) : OSAKA
GA Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(week)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(week)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
18
142.0
187.0
232.0
30
1191.0
1470.0
1749.0
19
186.0
247.0
308.0
31
1332.0
1635.0
1938.0
20
236.0
313.0
390.0
32
1477.0
1805.0
2133.0
21
293.0
387.0
481.0
33
1626.0
1980.0
2334.0
22
357.0
469.0
581.0
34
1776.0
2156.0
2536.0
23
430.0
560.0
690.0
35
1926.0
2333.0
2740.0
24
511.0
660.0
809.0
36
2072.0
2507.0
2942.0
25
602.0
771.0
940.0
37
2213.0
2676.0
3139.0
26
702.0
892.0
1082.0
38
2346.0
2838.0
3330.0
27
812.0
1023.0
1234.0
39
2467.0
2989.0
3511.0
28
930.0
1163.0
1396.0
40
2572.0
3125.0
3678.0
29
1057.0
1313.0
1569.0
41
2660.0
3244.0
3828.0
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
137.0
112.0
736.0
169.0
1955.0
226.0
142.0
113.0
753.0
170.0
1980.0
227.0
147.0
114.0
770.0
171.0
2005.0
228.0
153.0
115.0
787.0
172.0
2029.0
229.0
158.0
116.0
804.0
173.0
2054.0
230.0
164.0
117.0
822.0
174.0
2079.0
231.0
170.0
118.0
839.0
175.0
2104.0
232.0
176.0
119.0
857.0
176.0
2129.0
233.0
182.0
120.0
875.0
177.0
2154.0
234.0
188.0
121.0
893.0
178.0
2179.0
235.0
195.0
122.0
912.0
179.0
2204.0
236.0
202.0
123.0
930.0
180.0
2229.0
237.0
209.0
124.0
949.0
181.0
2254.0
238.0
216.0
125.0
968.0
182.0
2279.0
239.0
223.0
126.0
987.0
183.0
2304.0
240.0
231.0
127.0
1007.0
184.0
2329.0
241.0
238.0
128.0
1026.0
185.0
2354.0
242.0
246.0
129.0
1046.0
186.0
2379.0
243.0
254.0
130.0
1066.0
187.0
2403.0
244.0
263.0
131.0
1086.0
188.0
2428.0
245.0
271.0
132.0
1106.0
189.0
2453.0
246.0
Manual de Referência 131
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
Meas (gram)
Mean (day)
280.0
133.0
1127.0
190.0
2478.0
247.0
568.0
158.0
1687.0
215.0
3059.0
272.0
289.0
134.0
1147.0
191.0
2502.0
248.0
582.0
159.0
1711.0
216.0
3080.0
273.0
298.0
135.0
1168.0
192.0
2527.0
249.0
596.0
160.0
1735.0
217.0
3101.0
274.0
308.0
136.0
1189.0
193.0
2551.0
250.0
611.0
161.0
1759.0
218.0
3121.0
275.0
317.0
137.0
1210.0
194.0
2576.0
251.0
626.0
162.0
1783.0
219.0
3142.0
276.0
327.0
138.0
1232.0
195.0
2600.0
252.0
641.0
163.0
1808.0
220.0
3162.0
277.0
337.0
139.0
1253.0
196.0
2624.0
253.0
656.0
164.0
1832.0
221.0
3182.0
278.0
347.0
140.0
1275.0
197.0
2648.0
254.0
672.0
165.0
1857.0
222.0
3201.0
279.0
358.0
141.0
1296.0
198.0
2672.0
255.0
688.0
166.0
1881.0
223.0
3220.0
280.0
368.0
142.0
1318.0
199.0
2696.0
256.0
704.0
167.0
1906.0
224.0
379.0
143.0
1340.0
200.0
2720.0
257.0
720.0
168.0
1930.0
225.0
390.0
144.0
1363.0
201.0
2744.0
258.0
401.0
145.0
1385.0
202.0
2767.0
259.0
413.0
146.0
1407.0
203.0
2791.0
260.0
425.0
147.0
1430.0
204.0
2814.0
261.0
436.0
148.0
1453.0
205.0
2837.0
262.0
449.0
149.0
1476.0
206.0
2860.0
263.0
461.0
150.0
1499.0
207.0
2883.0
264.0
474.0
151.0
1522.0
208.0
2906.0
265.0
486.0
152.0
1545.0
209.0
2928.0
266.0
499.0
153.0
1568.0
210.0
2950.0
267.0
513.0
154.0
1592.0
211.0
2973.0
268.0
526.0
155.0
1615.0
212.0
2995.0
269.0
540.0
156.0
1639.0
213.0
3016.0
270.0
553.0
157.0
1663.0
214.0
3038.0
271.0
Fetal Growth Table
Perinatal care Vol. 9 No. 5
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
112
94.000
137.000
181.000
197
1038.000
1275.000
1512.000
113
99.000
142.000
186.000
198
1056.000
1296.000
1536.000
114
104.000
147.000
191.000
199
1075.000
1318.000
1561.000
115
110.000
153.000
197.000
200
1094.000
1340.000
1586.000
116
113.000
158.000
203.000
201
1113.000
1363.000
1614.000
117
119.000
164.000
209.000
202
1132.000
1385.000
1639.000
118
125.000
170.000
215.000
203
1151.000
1407.000
1664.000
119
130.000
176.000
223.000
204
1169.000
1430.000
1691.000
120
136.000
182.000
229.000
205
1189.000
1453.000
1717.000
Manual de Referência 132
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
121
140.000
188.000
236.000
206
1209.000
1476.000
1743.000
145
316.000
401.000
487.000
230
1699.000
2054.000
2410.000
122
146.000
195.000
245.000
207
1228.000
1499.000
1771.000
146
326.000
413.000
500.000
231
1721.000
2079.000
2438.000
123
153.000
202.000
252.000
208
1248.000
1522.000
1797.000
147
335.000
425.000
515.000
232
1741.000
2104.000
2467.000
124
158.000
209.000
260.000
209
1268.000
1545.000
1823.000
148
345.000
436.000
528.000
233
1763.000
2129.000
2495.000
125
164.000
216.000
269.000
210
1286.000
1568.000
1850.000
149
355.000
449.000
544.000
234
1784.000
2154.000
2525.000
126
171.000
223.000
276.000
211
1307.000
1592.000
1877.000
150
364.000
461.000
559.000
235
1804.000
2179.000
2554.000
127
177.000
231.000
285.000
212
1327.000
1615.000
1903.000
151
375.000
474.000
573.000
236
1826.000
2204.000
2582.000
128
183.000
238.000
294.000
213
1347.000
1639.000
1932.000
152
384.000
486.000
588.000
237
1847.000
2229.000
2612.000
129
189.000
246.000
303.000
214
1368.000
1663.000
1959.000
153
396.000
499.000
603.000
238
1869.000
2254.000
2640.000
130
196.000
254.000
313.000
215
1387.000
1687.000
1987.000
154
407.000
513.000
620.000
239
1889.000
2279.000
2669.000
131
203.000
263.000
323.000
216
1408.000
1711.000
2014.000
155
417.000
526.000
636.000
240
1910.000
2304.000
2699.000
132
210.000
271.000
333.000
217
1429.000
1735.000
2041.000
156
429.000
540.000
651.000
241
1932.000
2329.000
2727.000
133
217.000
280.000
343.000
218
1449.000
1759.000
2070.000
157
439.000
553.000
667.000
242
1952.000
2354.000
2756.000
134
225.000
289.000
354.000
219
1470.000
1783.000
2097.000
158
451.000
568.000
685.000
243
1973.000
2379.000
2786.000
135
232.000
298.000
364.000
220
1490.000
1808.000
2126.000
159
462.000
582.000
702.000
244
1992.000
2403.000
2814.000
136
241.000
308.000
376.000
221
1511.000
1832.000
2153.000
160
475.000
596.000
718.000
245
2014.000
2428.000
2842.000
137
248.000
317.000
386.000
222
1532.000
1857.000
2183.000
161
487.000
611.000
736.000
246
2035.000
2453.000
2872.000
138
255.000
327.000
399.000
223
1553.000
1881.000
2210.000
162
499.000
626.000
754.000
247
2055.000
2478.000
2901.000
139
264.000
337.000
411.000
224
1573.000
1906.000
2239.000
163
511.000
641.000
772.000
248
2075.000
2502.000
2930.000
140
272.000
347.000
422.000
225
1594.000
1930.000
2266.000
164
523.000
656.000
790.000
249
2095.000
2527.000
2959.000
141
282.000
358.000
435.000
226
1615.000
1955.000
2296.000
165
536.000
672.000
809.000
250
2116.000
2551.000
2986.000
142
289.000
368.000
448.000
227
1637.000
1980.000
2324.000
166
550.000
688.000
826.000
251
2137.000
2576.000
3016.000
143
298.000
379.000
460.000
228
1657.000
2005.000
2353.000
167
563.000
704.000
845.000
252
2156.000
2600.000
3044.000
144
306.000
390.000
474.000
229
1678.000
2029.000
2380.000
168
576.000
720.000
864.000
253
2176.000
2624.000
3073.000
Manual de Referência 133
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
Age
(day)
-1.5SD
(gram)
Mean
(gram)
+1.5SD
(gram)
169
589.000
736.000
883.000
254
2195.000
2648.000
3101.000
194
984.000
1210.000
1437.000
279
2627.000
3201.000
3776.000
280
2640.000
3220.000
3801.000
170
603.000
753.000
903.000
255
2215.000
2672.000
3130.000
195
1003.000
1232.000
1462.000
171
617.000
770.000
923.000
256
2234.000
2696.000
3158.000
196
1021.000
1253.000
1486.000
172
631.000
787.000
943.000
257
2254.000
2720.000
3187.000
173
645.000
804.000
963.000
258
2273.000
2744.000
3215.000
174
660.000
822.000
984.000
259
2292.000
2767.000
3243.000
175
674.000
839.000
1004.000
260
2311.000
2791.000
3271.000
176
689.000
857.000
1025.000
261
2330.000
2814.000
3299.000
177
704.000
875.000
1046.000
262
2348.000
2837.000
3326.000
178
719.000
893.000
1067.000
263
2367.000
2860.000
3354.000
179
735.000
912.000
1089.000
264
2385.000
2883.000
3381.000
Age
(wd)
Meas
(g)
-1.5SD
(g)
+1.5SD
(g)
Age
(wd)
Meas
(g)
-1.5SD
(g)
+1.5SD
(g)
180
750.000
930.000
1110.000
265
2404.000
2906.000
3409.000
18w3d
216
163
269
30w3d
1552
1261
1843
279
211
348
31w3d
1720
1404
2035
Estimate Fetal Weight (EFW) : SHINOZUKA
Fetal Growth Table
Norio Shinozuka, Takashi Okai, et al. “Standard Values of Ultrasonographic Fetal Biometry”
Japanese Journal of Medical Ultrasonics, Vol.23, No.12, 1996, pp877-888
181
765.000
949.000
1134.000
266
2420.000
2928.000
3437.000
19w3d
182
781.000
968.000
1156.000
267
2437.000
2950.000
3463.000
20w3d
349
264
434
32w3d
1892
1551
2233
427
324
529
33w3d
2068
1701
2434
183
797.000
987.000
1178.000
268
2456.000
2973.000
3491.000
21w3d
184
814.000
1007.000
1201.000
269
2473.000
2995.000
3517.000
22w3d
513
392
634
34w3d
2244
1851
2638
609
469
748
35w3d
2420
1999
2841
185
830.000
1026.000
1223.000
270
2488.000
3016.000
3544.000
23w3d
186
847.000
1046.000
1246.000
271
2506.000
3038.000
3571.000
24w3d
714
555
873
36w3d
2592
2143
3041
187
864.000
1066.000
1269.000
272
2522.000
3059.000
3596.000
25w3d
830
651
1009
37w3d
2758
2280
3236
956
756
1156
38w3d
2915
2407
3422
188
879.000
1086.000
1293.000
273
2537.000
3080.000
3623.000
26w3d
189
896.000
1106.000
1316.000
274
2554.000
3101.000
3649.000
27w3d
1092
870
1313
39w3d
3059
2521
3596
1237
993
1481
40w3d
3187
2618
3756
1391
1123
1658
41w3d
3296
2695
3896
190
914.000
1127.000
1340.000
275
2568.000
3121.000
3675.000
28w3d
191
931.000
1147.000
1363.000
276
2584.000
3142.000
3700.000
29w3d
192
949.000
1168.000
1387.000
277
2598.000
3162.000
3726.000
193
966.000
1189.000
1413.000
278
2614.000
3182.000
3751.000
Manual de Referência 134
Estimate Fetal Weight (EFW) : TOKYO
GA Table
Meas
(gram)
Mean
(day)
Meas
(gram)
Mean
(day)
Meas
(gram)
Mean
(day)
828.0
179.0
1764.0
222.0
2965.0
265.0
Norio Shinozuk, M.D., Takashi Okai, M.D.,Shiro Kohzuma, M.D., Masaaki Mukuba, M.D.,
842.0
180.0
1792.0
223.0
2988.0
266.0
Chen-Ting Shin, M.D.,Tsugio Maeda, M.D., Yoshinori Kuwabara, M.D. and Masahiko Mizuni,
857.0
181.0
1820.0
224.0
3010.0
267.0
M.D. “Formulas for fetal weight estimation by ultrasound measurements based on neonatal
specific gravities and volumes”; American Journal of Obstetrics and Gynecology, St. Louis;
Vol. 157, No. 5, pp. 1140-1145, Nov., 1987
Meas
(gram)
Mean
(day)
Meas
(gram)
Mean
(day)
Meas
(gram)
Mean
(day)
642.0
161.0
1299.0
204.0
2488.0
247.0
649.0
162.0
1323.0
205.0
2517.0
248.0
656.0
163.0
1347.0
206.0
2545.0
249.0
664.0
164.0
1371.0
207.0
2574.0
250.0
672.0
165.0
1395.0
208.0
2602.0
251.0
681.0
166.0
1420.0
209.0
2630.0
252.0
689.0
167.0
1445.0
210.0
2657.0
253.0
699.0
168.0
1470.0
211.0
2685.0
254.0
708.0
169.0
1496.0
212.0
2712.0
255.0
719.0
170.0
1521.0
213.0
2739.0
256.0
729.0
171.0
1547.0
214.0
2765.0
257.0
740.0
172.0
1574.0
215.0
2792.0
258.0
751.0
173.0
1600.0
216.0
2817.0
259.0
763.0
174.0
1627.0
217.0
2843.0
260.0
775.0
175.0
1654.0
218.0
2868.0
261.0
788.0
176.0
1681.0
219.0
2893.0
262.0
801.0
177.0
1709.0
220.0
2917.0
263.0
814.0
178.0
1736.0
221.0
2941.0
264.0
872.0
182.0
1849.0
225.0
3032.0
268.0
887.0
183.0
1877.0
226.0
3053.0
269.0
903.0
184.0
1906.0
227.0
3074.0
270.0
919.0
185.0
1934.0
228.0
3095.0
271.0
936.0
186.0
1963.0
229.0
3114.0
272.0
953.0
187.0
1992.0
230.0
3133.0
273.0
970.0
188.0
2021.0
231.0
3152.0
274.0
988.0
189.0
2050.0
232.0
3169.0
275.0
1006.0
190.0
2080.0
233.0
3186.0
276.0
1025.0
191.0
2109.0
234.0
3202.0
277.0
1044.0
192.0
2138.0
235.0
3218.0
278.0
1063.0
193.0
2168.0
236.0
3232.0
279.0
1083.0
194.0
2197.0
237.0
3246.0
280.0
1103.0
195.0
2226.0
238.0
3259.0
281.0
1123.0
196.0
2256.0
239.0
3271.0
282.0
1144.0
197.0
2285.0
240.0
3283.0
283.0
1165.0
198.0
2314.0
241.0
3293.0
284.0
1187.0
199.0
2343.0
242.0
3302.0
285.0
1209.0
200.0
2373.0
243.0
3311.0
286.0
1231.0
201.0
2402.0
244.0
3318.0
287.0
1253.0
202.0
2431.0
245.0
1276.0
203.0
2460.0
246.0
Manual de Referência 135
Fetal Growth Table
Norio Shinozuk, M.D., Takashi Okai, M.D.,Shiro Kohzuma, M.D., Masaaki Mukuba, M.D., ChenTing Shin, M.D.,Tsugio Maeda, M.D., Yoshinori Kuwabara, M.D. and Masahiko Mizuni, M.D.
“Formulas for fetal weight estimation by ultrasound measurements based on neonatal
specific gravities and volumes”; American Journal of Obstetrics and Gynecology, St. Louis;
Vol. 157, No. 5, pp. 1140-1145, Nov., 1987
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
161
284.000
642.000
872.000
225
1298.000
1849.000
2548.000
162
317.000
649.000
879.000
226
1315.000
1877.000
2585.000
163
348.000
656.000
886.000
227
1333.000
1906.000
2622.000
164
379.000
664.000
895.000
228
1351.000
1934.000
2659.000
165
408.000
672.000
904.000
229
1370.000
1963.000
2696.000
166
436.000
681.000
914.000
230
1389.000
1992.000
2732.000
167
463.000
689.000
925.000
231
1409.000
2021.000
2769.000
168
489.000
699.000
937.000
232
1429.000
2050.000
2806.000
169
514.000
708.000
950.000
233
1449.000
2080.000
2842.000
170
538.000
719.000
963.000
234
1470.000
2109.000
2879.000
171
561.000
729.000
977.000
235
1492.000
2138.000
2915.000
172
583.000
740.000
992.000
236
1514.000
2168.000
2951.000
173
605.000
751.000
1008.000
237
1536.000
2197.000
2988.000
174
625.000
763.000
1025.000
238
1559.000
2226.000
3024.000
175
645.000
775.000
1042.000
239
1582.000
2256.000
3060.000
176
664.000
788.000
1060.000
240
1606.000
2285.000
3095.000
177
682.000
801.000
1079.000
241
1629.000
2314.000
3131.000
178
700.000
814.000
1098.000
242
1654.000
2343.000
3166.000
179
716.000
828.000
1119.000
243
1679.000
2373.000
3201.000
180
733.000
842.000
1139.000
244
1704.000
2402.000
3236.000
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
181
748.000
857.000
1161.000
245
1729.000
2431.000
3271.000
182
763.000
872.000
1183.000
246
1755.000
2460.000
3305.000
183
778.000
887.000
1206.000
247
1781.000
2488.000
3340.000
184
792.000
903.000
1229.000
248
1807.000
2517.000
3374.000
185
805.000
919.000
1253.000
249
1833.000
2545.000
3407.000
186
818.000
936.000
1278.000
250
1860.000
2574.000
3441.000
187
831.000
953.000
1303.000
251
1887.000
2602.000
3474.000
188
844.000
970.000
1329.000
252
1914.000
2630.000
3506.000
189
856.000
988.000
1355.000
253
1941.000
2657.000
3539.000
190
867.000
1006.000
1382.000
254
1968.000
2685.000
3571.000
191
879.000
1025.000
1409.000
255
1996.000
2712.000
3602.000
192
890.000
1044.000
1437.000
256
2023.000
2739.000
3633.000
193
901.000
1063.000
1465.000
257
2051.000
2765.000
3664.000
194
912.000
1083.000
1494.000
258
2078.000
2792.000
3695.000
195
923.000
1103.000
1523.000
259
2105.000
2817.000
3725.000
196
933.000
1123.000
1553.000
260
2132.000
2843.000
3754.000
197
944.000
1144.000
1583.000
261
2159.000
2868.000
3783.000
198
954.000
1165.000
1614.000
262
2186.000
2893.000
3812.000
199
965.000
1187.000
1645.000
263
2213.000
2917.000
3840.000
200
975.000
1209.000
1676.000
264
2239.000
2941.000
3868.000
201
986.000
1231.000
1708.000
265
2265.000
2965.000
3895.000
202
996.000
1253.000
1740.000
266
2291.000
2988.000
3921.000
203
1006.000
1276.000
1773.000
267
2316.000
3010.000
3947.000
204
1017.000
1299.000
1806.000
268
2340.000
3032.000
3973.000
Manual de Referência 136
Estimate Fetal Weight (EFW) : WILLIAMS
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Age
(day)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
205
1028.000
1323.000
1839.000
269
2364.000
3053.000
3998.000
Fetal Growth Table
Ronald Williams, Robert Creasy, George Cunningham, Warren Hawes, Rank Norris, Michiko
Tashiro “Fetal Growth and Perinatal Viability in California“ Obstetric & Gynecology Vol. 59,
NO. 5, May 1982
206
1039.000
1347.000
1872.000
270
2387.000
3074.000
4022.000
207
1050.000
1371.000
1906.000
271
2410.000
3095.000
4046.000
208
1061.000
1395.000
1940.000
272
2432.000
3114.000
4069.000
209
1072.000
1420.000
1974.000
273
2453.000
3133.000
4091.000
210
1084.000
1445.000
2009.000
274
2473.000
3152.000
4113.000
211
1096.000
1470.000
2044.000
275
2493.000
3169.000
4135.000
212
1108.000
1496.000
2079.000
276
2511.000
3186.000
4155.000
213
1121.000
1521.000
2114.000
277
2528.000
3202.000
4175.000
214
1133.000
1547.000
2149.000
278
2544.000
3218.000
4194.000
215
1146.000
1574.000
2185.000
279
2559.000
3232.000
4213.000
216
1160.000
1600.000
2221.000
280
2572.000
3246.000
4230.000
217
1174.000
1627.000
2257.000
281
2584.000
3259.000
4247.000
218
1188.000
1654.000
2293.000
282
2595.000
3271.000
4264.000
219
1202.000
1681.000
2329.000
283
2604.000
3283.000
4279.000
220
1217.000
1709.000
2365.000
284
2611.000
3293.000
4294.000
221
1232.000
1736.000
2402.000
285
2617.000
3302.000
4308.000
222
1248.000
1764.000
2438.000
286
2620.000
3311.000
4321.000
223
1264.000
1792.000
2475.000
287
2622.000
3318.000
4333.000
224
1281.000
1820.000
2512.000
Age
(week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
Age
(week)
10%
(gram)
50%
(gram)
90%
(gram)
22
320.000
513.000
746.000
36
2224.000
2849.000
3521.000
23
365.000
589.000
861.000
37
2455.000
3052.000
3706.000
24
417.000
675.000
989.000
38
2642.000
3227.000
3867.000
25
477.000
773.000
1132.000
39
2790.000
3364.000
3994.000
26
546.000
882.000
1289.000
40
2881.000
3462.000
4080.000
27
627.000
1005.000
1463.000
41
2946.000
3524.000
4127.000
28
720.000
1143.000
1653.000
42
3011.000
3589.000
4185.000
29
829.000
1298.000
1859.000
43
3044.000
3626.000
4221.000
30
955.000
1484.000
2136.000
44
3043.000
3633.000
4233.000
31
1100.000
1695.000
2402.000
45
3009.000
3611.000
4224.000
32
1284.000
1920.000
2673.000
46
2941.000
3560.000
4191.000
33
1499.000
2155.000
2910.000
47
2844.000
3482.000
4136.000
48
2720.000
3377.000
4059.000
34
1728.000
2394.000
3132.000
35
1974.000
2628.000
3333.000
Manual de Referência 137
Estimate Fetal Weight (EFW) : YARKONI
Fetal Growth Table
Yarkoni S., Reece EA, Holford T, O’Connor TZ, Hobbins JC: Estimated fetal weight in the
evaluation of growth in twin gestations: a prospective longitudinal study. Obtet. Gynecol.
69:636, 1987
Age
(week)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
Age
(week)
5%
(gram)
50%
(gram)
95%
(gram)
16
132.000
154.000
207.000
28
789.000
1244.000
1774.000
17
173.000
215.000
249.000
29
900.000
1395.000
1883.000
18
214.000
276.000
291.000
30
1011.000
1546.000
1992.000
19
223.000
300.000
412.000
31
1198.000
1693.000
2392.000
20
232.000
324.000
534.000
32
1385.000
1840.000
2793.000
21
275.000
432.000
705.000
33
1491.000
2032.000
3000.000
22
319.000
540.000
876.000
34
1597.000
2224.000
3208.000
23
347.000
598.000
880.000
35
1703.000
2427.000
3336.000
24
376.000
656.000
885.000
36
1809.000
2631.000
3465.000
25
549.000
793.000
1118.000
37
2239.000
2824.000
3679.000
38
2669.000
3017.000
3894.000
26
722.000
931.000
1352.000
27
755.000
1087.000
1563.000
Manual de Referência 138
Urology Reference
Resistivity Index
Pressure Gradient
where, PGmax : Max Pressure gradient
V: the maximum instantaneous velocity (m/sec)
Volume Flow (Area)
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9, p.586
Pulsatility Index
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9, p.585
Volume Flow (Dist.)
Prostate Vloume (3 Distances)
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Prostate Vloume (3 Distances x Factor)
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,”
J Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Prostate Vloume (Ellipsoid)
Manual de Referência 139
Prostate Vloume (Sum of 20 Disks)
Fetal Heart Reference
Stroke Volume (SV)
Prostate Spec. Antigen
where, EDV : End Diastolic Volume, ESV : End Systolic Volume
Residual Volume
%STA
Reference: Jacob, Normaan M et, al., “Duplex Carotid Sonography : Criteria for Stenosis,
Accuracy, and Pitfalls,” Radiology 154: 385~391, 1985.
%STD
Cardiac Output (CO)
Ejection Fraction (EF)
where, EDV : End Diastolic Volume, ESV : End Systolic Volume
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. “The Echo Manual” Boston: Little, Brown and
Company, 1994; 43
LV Vol. d (LV Volume Diastolic)
Reference: Taylor K. J. W., Burns P. N., Breslau P., “Clinical Applications of Doppler
Fetal HR
Teichholz
Reference: Teichholz, L.E., Kreulen, T., Herman, M.V., et. al. “Problems in echocardiographic
volume determinations: echocardiographic-angiographic correlations in the presence or
absence of asynergy.” American Journal of Cardiology, 1976, 37:7.
Cubed
Reference: Pombo, J.F., et. al. “Left Ventricular Volumes and Ejection Fractioin by
Echocardiography.” Circulation, Vol. XLIII, 482, April, 1971.
Manual de Referência 140
Gibson
Resistivity Index
Reference: “Basic Echocardiography” Iowa Heart Center, Mark J. Harry R.D.C.S., R.V.T. Jan, 1997
p. 30
LV Vol. s (LV Volume Systolic)
Teichholz
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.586
Pulsatility Index
Reference: Teichholz, L.E., Kreulen, T., Herman, M.V., et. al. “Problems in echocardiographic
volume determinations: echocardiographic-angiographic correlations in the presence or
absence of asynergy.” American Journal of Cardiology, 1976, 37:7.
Cubed
Reference: Pombo, J.F., et. al. “Left Ventricular Volumes and Ejection Fractioin by
Echocardiography.” Circulation, Vol. XLIII, 482, April, 1971.
Gibson
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.585
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Reference: “Basic Echocardiography” Iowa Heart Center, Mark J. Harry R.D.C.S., R.V.T. Jan,
1997 p. 30
LV Mass
LVmass(grams) =
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and company, 1994,
p.43.
Fractional Shortening of Left Ventricle Internal diameter
A percent change in LV cavity dimension with systolic contraction
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,”
J Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Preload Index
Artrial Reversal Flow / Systolic Flow
Harvey Feigenbaum, “Echocardiography”, 1995 fifth edition
Reference: Toru Kanzaki, Yoshihide Chiba, Evaluation of the Preload Condition of the Fetus by
Inferior Vena Caval Blood Flow Pattern Fetal Diagn Ther 1990; 5; 168-174
Manual de Referência 141
Vascular Reference
Pressure Gradient
(mmHg)
where, PGmax :Max Pressure gradient
Carotid, UE Artery, UE Vein, LE Artery, LE Vein
Resistivity Index
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.586
Pulsatility Index
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.585
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,” J
Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
V : the maximum instantaneous velocity(m/sec)
%STA
Reference: Jacob, Normaan M et, al., “Duplex Carotid Sonography : Crieteria for Stenosis,
Accuracy, and Pitfalls,” Radiology 154: 385~391, 1985.
%STD
Reference: Taylor K. J. W., Burns P. N., Breslau P., “Clinical Applications of Doppler Ultrasound”,
Raven Press, N.Y., pages 130-136.
Volume Flow (Area)
Volume Flow (Dist.)
Manual de Referência 142
Gynecology Reference
Pressure Gradient
(mmHg)
where, PGmax :Max Pressure gradient
Resistivity Index
V : the maximum instantaneous velocity(m/sec)
%STA
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.586
Pulsatility Index
Reference: Jacob, Normaan M et, al., “Duplex Carotid Sonography : Crieteria for Stenosis,
Accuracy, and Pitfalls,” Radiology 154: 385~391, 1985.
%STD
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.585
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Reference: Taylor K. J. W., Burns P. N., Breslau P., “Clinical Applications of Doppler Ultrasound”,
Raven Press, N.Y., pages 130-136.
Volume Flow (Area)
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,” J
Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Volume Flow (Dist.)
Manual de Referência 143
Abdomen Reference
Resistivity Index
%STA
Reference: Jacob, Normaan M et, al., “Duplex Carotid Sonography : Crieteria for Stenosis,
Accuracy, and Pitfalls,” Radiology 154: 385~391, 1985.
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.586
Pulsatility Index
%STD
Reference: Taylor K. J. W., Burns P. N., Breslau P., “Clinical Applications of Doppler Ultrasound”,
Raven Press, N.Y., pages 130-136.
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.585
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,” J
Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
Volume Flow (Area)
Volume Flow (Dist.)
Vol.
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Vol. Index
Pressure Gradient
(mmHg)
where, PGmax :Max Pressure gradient
V : the maximum instantaneous velocity(m/sec)
Manual de Referência 144
Small Part Reference
Pressure Gradient
(mmHg)
where, PGmax :Max Pressure gradient
Thyroid, Breast, Testis, Superficial
Resistivity Index
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.586
Pulsatility Index
Reference: Burns, Peter N., “The Physical principles of Doppler Spectral Analysis,” Journal of
Clinical Ultrasound, Nov./Dec. 1987, Vol.15, No.9,p.585
S/D (ratio of Systolic to Diastolic Velocity)
Reference: Ameriso S, et al., “Pulseless Transcranial Doppler Finding in Takayasu’s Arteritis,” J
Clin Ultrasound, September 1990; 18:592-6
V : the maximum instantaneous velocity(m/sec)
%STA
Reference: Jacob, Normaan M et, al., “Duplex Carotid Sonography : Crieteria for Stenosis,
Accuracy, and Pitfalls,” Radiology 154: 385~391, 1985.
%STD
Reference: Taylor K. J. W., Burns P. N., Breslau P., “Clinical Applications of Doppler Ultrasound”,
Raven Press, N.Y., pages 130-136.
Volume Flow (Area)
Volume Flow (Dist.)
D/S (ratio of Diastolic to Systolic Velocity)
Mass Vol.
Manual de Referência 145
Cardiology Reference
Cardiology 2D
IVS% (IVS% Thickening)
LVPW% (LVPW% Thickening)
BSA (Body Surface Area)
BSA can be calculated by entering patient’s weight and height in New Patient Input Screen.
IVSd/LVPWd (Interventricular Septum to Posterior Wall Thickness Ratio Diastole)
where, H: centimeters, W: kilograms
Reference: Grossman,W. ”Cardiac Catheterization and Angiography.” Blood Flow
Measurement: Hemodynamic Principles, 1980. Chapter8, page 90.
IVSs/LVPWs (Interventricular Septum to Posterior Wall Thickness Ratio Systole)
LV. Ventricle (2D)
LVd: Left Ventricle Diastole
LVs: Left Ventricle Systole
LVIDd: Left Ventricle Internal Dimension Diastole
LVIDs: Left Ventricle Internal Dimension Systole
LVPWd: Left Ventricle Posterior Wall Dimension Diastole
LVPWs: Left Ventricle Posterior Wall Dimension Systole
IVSd: Interventricular Septal Thickness Diastole
IVSs: Interventricular Septal Thickness Systole
EDV : End Diastolic Volume
ESV : End Systolic Volume
LV Vol. d (LV Volume Diastolic)
Teichholz :
Reference: Teichholz, L.E., Kreulen, T., Herman, M.V., et. al. “Problems in echocardiographic
volume determinations: echocardiographic-angiographic correlations in the presence or
absence of asynergy.” American Journal of Cardiology, 1976, 37:7.
Cubed :
Reference: Pombo, J.F., et. al. “Left Ventricular Volumes and Ejection Fractioin by
Echocardiography.” Circulation, Vol. XLIII, 482, April, 1971
Gibson :
Reference: “Basic Echocardiography” Iowa Heart Center, Mark J. Harry R.D.C.S., R.V.T. Jan,
1997 p. 30
Manual de Referência 146
LV Vol. s (LV Volume Systolic)
Teichholz:
Ejection Fraction (EF)
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. “The Echo Manual” Boston: Little, Brown and
Company, 1994; 43
Reference: Teichholz, L.E., Kreulen, T., Herman, M.V., et. al. “Problems in echocardiographic
volume determinations: echocardiographic-angiographic correlations in the presence or
absence of asynergy.” American Journal of Cardiology, 1976, 37:7.
Cubed:
Reference: Pombo, J.F., et. al. “Left Ventricular Volumes and Ejection Fractioin by
Echocardiography.” Circulation, Vol. XLIII, 482, April, 1971.
Gibson:
Reference: “Basic Echocardiography” Iowa Heart Center, Mark J. Harry R.D.C.S., R.V.T. Jan,
1997 p. 30
Stroke Volume (SV)
Stroke Volume Index (SI)
Cardiac Output (CO)
Cardiac Index (CI)
Fraction Shortening (%FS)
LV Mass
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and company, 1994,
p.43.
LV Mass Index
Manual de Referência 147
LV Vol. (MOD, Method Of Disk)
LV Vol. (A/L)
MOD is used for calculation left ventricular volume from measurements taken in two scan
planes. The calculation of volume for both methods (2-chamber or the 4-chamber view)
results from summation of areas from diameters of 20 cylinders or discs of equal height,
apportioned over the left ventricular length
LV Volume: Single Plane Area Length
[Single Plane]
LV Vol. (Bullet)
[Bi-Plane]
LVAd: Left Ventricle Short-axis Area Diastolic
LVLd: Left Ventricle Apical Length Diastolic
LVAs: Left Ventricle Short-axis Area Systolic
LVLd: Left Ventricle Apical Length Systolic
Manual de Referência 148
Vol. d (Diastolic Volume)
AL(Area Length) Method
where, Vol. s (Systolic Volume)
A1 : LVAd SAX PM Epi (cm2) A2 : LVAd SAX PM (cm2)
L : LVLd apical (cm)
t : LV Myo Thck (cm)
Myocardial Thickness (Myo Thck)
LV Mass
LV MASS BY AREA LENGTH(AL) AND TRUNCATED ELLIPSOID(TE)
where, A1 : LVAd SAX PM Epi (cm2) A2 : LVAd SAX PM (cm2)
TE(Truncated Ellipsoid) Method
where, A1 : LVAd SAX PM Epi (cm2) A2 : LVAd SAX PM (cm2)
L : LVLd apical (cm)
t : LV Myo Thck (cm)
a : LV TE a(cm)
d : LV TE d (cm)
LV MASS(AL) = 1.05{[5/6A₂(a+d+t)]-[5/6A₂(a+d)]}
LV MASS(TE) = 1.05
{(b+t)²
[2/3((a+t)+d-
d³
d³
)]-b²
[2/3 a+d - 3a²]}
3(a+t)²
LV Mass Index
Manual de Referência 149
LA Vol. (Left Atrium Volume)
L
L
A1
D₁
D₂
LA Volume =
D₃
A2
0.85×A1×A2
L
A1 = LA area, 4-chamber view
A1 = LA area, 2-chamber view
L = LA longth
LA Volume(mL) = D₁×D₂×D₃×0.523
LA Volume Index
RA Vol. (Right Atrium Volume)
LA Area
RA Volume
LA Volume
RA Volume Index
Prolate Eliipse Method
Aortic Root
IVC(Inferior Vena Cava) % Change
Area Length Method
1
LV
LA
2
3
4
L
L
A1
D₁
D₂
LA Volume =
D₃
0.85×A1×A2
L
A1 = LA area, 4-chamber view
A1 = LA area, 2-chamber view
L = LA longth
Manual de Referência 150
LA Volume(mL) = D₁×D₂×D₃×0.523
SVC(Superior Vena Cava) % Change
A2
Aorta Diameter
Aortic Root
LVOT Area
1
2
3
1. Ao Diam
4
2. Ao Sinus Diam
LV
3. Ao ST Junct Diam
LA
RVOT Area
Mitral Valve (MV) Area
Tricuspid Valve (TV) Area
4. Asc Ao Diam
Manual de Referência 151
Cardiology M mode
Left Ventricle
LVDd : Left Ventricle Dimension Diastole
LVDs : Left Ventricle Dimension Systole
LVPWd : Left Ventricle Posterior Wall Dimension Diastole
LVPWs: Left Ventricle Posterior Wall Dimension Systole
IVSd : Interventricular Septal Thickness Diastole
IVSs: Interventricular Septal Thickness Systole
EDV: End Diastolic Volume
ESV: End Systolic Volume
LV Mass
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and company, 1994,
p.43.
Reference: Harvey Feigenbaum, “Echocardiography”, 1995 fifth edition
LV Mass Index
Right Ventricle
RV PEP/ET (RV Pre-Ejection Period / Ejection Time)
Reference: Harvey Feigenbaum, “Echocardiography”, 1995 fifth edition
Manual de Referência 152
MV (Mitral Valve)
Definition for the Mitral Valve
D: end of systolic, immediately before the opening of the Mitral Valve
E: the arterial leaflet of the Mitral valve open, it peaks at E
F: lowest point of the initial diastolic closing
A: In atrial systole, blood is propelled through the Mitral orifice and the Mitral leaflets
reopen the peak of this phase of Mitral valve motion is indicated as A
C: complete closure occurs after the onset of ventricular systole
A-C interval (unit : msec)
The distance between the A point and the C point
<Figure – Mitral Valve M mode Waveform>
Mitral Valve D-E Excursion (unit : cm)
Distance between the onset of the opening of the Mitral valve at D and the maximum
opening of the anterior Mitral valve leaflet at E
Ao/LA
Aortic Root Diameter (unit:cm) : Ao Root
Mitral Valve D-E Slope (unit : cm/sec)
The distance between the leading echo of the anterior aortic wall and the leading echo of
Automatically calculated from the D-E excursion the rate of change that exists between two
point(D, E)
the posterior aortic wall at R wave of the electrocardiogram
Mitral Valve E-F Slope (unit : cm/sec)
Aortic Valve Cusp Separation (unit:cm) : Ao Cusp Sep
The rate of change that exists between two point(E, F)
The distance between the trailing echo of the anterior aortic valve leaflet and the leading
echo of the posterior aortic valve leaflet in early diastole
EPSS ( Mitral Valve E Point Septal Separation ) (unit : cm)
Left Atrial Diameter (unit:cm) : LA Diam
Distance between the Mitral Valve E point and posterior edge of the interventricular septum
at the same point in time
The distance between the trailing edge of the posterior aortic wall echo and the leading
edge of the posterior left atrial wall echo at the level of aortic wall at the R wave of the
delectrocardiogram.
Manual de Referência 153
LA/Ao
LV PEP/ET (LV Pre-Ejection Period / Ejection Time)
Cardiology C mode
AV Regurg (AR), MV Regurg (MR), TV Regurg (TR)
PISA(Proximal Isovelocity Surface Area)-Radius
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and
Company, 1994, p.106.
Area
Area
Schmailzl, K., Omerod, O., Editors. Ultrasound in Cardiology. Blackwell Science, 1994, p.125.
PISA-Radios is the radial distance of the isovelocity shell from the orifice (Figure - Regurgitant
Flow-PISA Radius)
PISA-Area
PISA-Radius = Radial distance of the isovelocity shell from the orifice in cm
<Figure – Regurgitant Flow-PISA Radius>
Manual de Referência 154
PISA-Alias Velocity
Vmax is the peak velocity of the mitral regurgitant jet measured on the Doppler display.
Reference: Schmailzl. K., Omerod, O., Editors. Ultrasound in Cardiology. Blackwell Science,
1994, p.125.
PISA-Alias Velocity is the peak velocity of the regurgitant jet on the Doppler display (Figure –
Regurgitant Flow-PISA Alias Velocity)
Regurgitant Volume (Vol.)
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston:Little, Brown and
Company, 1994, pp. 108-109
Where:
PISA-Vol. = Regurgitant volume in milliliters
PISA-ERO = Effective Regurgitant area in cm2.
VTI = Velocity integral of the Regurgitant flow measured on the Doppler display
<Figure – Regurgitant Flow-PISA Alias Velocity>
Regurgitant Volume Flow Rate (Rate)
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston:Little, Brown and
Company, 1994, p. 106
Rate is calculated in milliliters/sec.
Where: PISA-Area = Proximal isovelocity surface area in cm2.
PISA-Alias Vel. = Color flow velocity at radius r in cm/sec measured at the mitral orifice on
the Color display
Effective Regurgitant Orifice(ERO)
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston:Little, Brown and
Company, 1994, pp. 108-109
Regurgitant Fraction
Manual de Referência 155
Cardiology Doppler
LVOT, RVOT, Aortic Valve, Mitral Valve, Tricuspid Valve, Pulmonic
Valve
HR(Heart Rate)
Max Pressure Gradient
Deceleration (Dec)
where, Vmax :Max Velocity (m/sec)
Where, Vmax: Max Velocity, DecT: Deceleration Time
PHT (Pressure Half Time)
AccT/ET
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and
Company, 1994, p.59-60
Pressure half-time (PHT) is the time it takes for the peak pressure gradient to fall to half to half
of its peak value. DT is deceleration time in centimeters per second form the peak velocity
to the baseline.
CSA(Cross Sectional Area)
Acceleration (Acc)
where, Diam: diameter
Where, Vmax: Max Velocity, AccT: Acceleration Time
SV (Stroke Volume)
where, Area: LVOT area, RVOT area, or TV area
Manual de Referência 156
CO (Cardiac Output)
MPI (Myocardial Performance Index (Tei Index))
MVA(Mitral Valve Area) by PHT
Tei Index
Total Systolic Time
(TST)
ET
LV OR RV OUTFLOW
Inflow
MPI = (TST-ET)/ET
Alternately
IVCT
IVRT
Where ; PHT is Pressure Half Time (milliseconds)
Reference: John H. Phillipse, “Practical Quantitative Doppler Echocardiography”, p47,
chapter6, CRC press, 1991
MPI = (IVCT+IVRT)/ET
dp/dt
Where, IVRT: Isovolumic Relaxation Time, IVCT: Isovolumic Contraction Time, EjectT: Ejection
Time
CONT(Continuity Equation)
TST (Total Systolic Time)
When there is a constant flow in a flow channel with a Stenosis, the flow volume at the
Stenosis portion equals that at nonstenotic portions. This equation is valid not only in a
constant flow, but also in a pulsality flow channel.
Where, SV1: stroke volume in the nonstenotic area, SV2: stroke volume in the
stenotic area
Manual de Referência 157
Area by VTI
QP : QS = Pulmonic CO / Sysemic CO
SVp : SVs
Area by Vmax
Pulmonic Veins, Hepatic Veins
Qp : Qs
Reference: Oh, J.K., Seward, J.B., Tajik, A.J. The Echo Manual. Boston: Little, Brown and
Company, 1994, p.48
Diastolic Velocity(Dias Vel.)
Velocity measured at diastole.
Velocity Circumferential Fiber Shortening (Circ / Sec)
Systolic Velocity (Sys Vel.)
Velocity measured at systole.
Artrial Reversal Velocity(A. Rev. Vel)
Atrial reversal velocity is the peak velocity of the atrial reversal component.
Pulmonary Vein A-Wave Duration (A. Rev Dur)
Pulmonary atrial flow reversal duration is the time between the diastolic component of
pulmonary venous flow and the closure of the mitral valve.
Sys/Dia (Systole/Diastole)
Ratio of the velocity measured at systole and the velocity measured at diastole.
Plum Vein-MV A Duration
Plum Vein-MV A Dur.= Plume Vein Dur.- MV A Dur.
Propagation Velocity (Vp)
Manual de Referência 158
Tabelas de saída acústica
Tabelas IEC 60601-2-37
Símbolos e definições
A norma 60601-2-37 publicada pela International Electrotechnical Commission (IEC) exige a
declaração de informações de saída acústica.As definições e unidades dos símbolos nessas
tabelas estão listadas abaixo e são elaboradas com as normas IEC 60601-2-37 e IEC 62359. As
definições para parâmetros EM LETRAS MAIÚSCULAS, se não encontradas aqui, podem ser
encontradas nos documentos de referência.
Todas as entradas da tabela foram obtidas nas condições operacionais que deram início ao
Valor máximo do índice (exibido na segunda linha da tabela). Em função de complexidades
da interface do usuário do sistema, pode ser difícil replicar exatamente a condição declarada.
Entre em contato com a Samsung Medison para obter mais informações, conforme
necessário.
Observe que a Samsung Medison fornece informações para ambas as colunas TIS sem
varredura. A coluna ‘Aaprt≤1’ (cm2) e um valor de ‘at_surface’ TIS e a coluna ‘Aaprt>1’ (cm2) e
um valor de ‘below surface’ TIS. As tabelas fornecerão indicações de informação adicionais
(‘**‘) no caso de o maior valor TIS não escaneado estar em um valor ‘at_surface‘ com Aaprt
> 1 cm2, ou se o maior valor TIS não escaneado for um valor 'below_surface' com caso Aaprt
≤ 1 cm2 (muito raro).
Aaprta ÁREA DO FEIXE DE SAÍDA de –12 dB, ou área da abertura de transmissão,
do feixe ultrassônico. Derivado das DIMENSÕES DO FEIXE DE SAÍDA de
–12 dB.(centímetros quadrados).
deq at max. Ipio DIÂMETRO DO FEIXE EQUIVALENTE no ponto em que o campo livre
(não atenuado), INTEGRAL DA INTENSIDADE DO PULSO, está no máximo
(centímetros).
deq(zb)o DIÂMETRO DO FEIXE EQUIVALENTE na distância axial zb.Igual a [(4/п)
(Pα(zb) / Ita, α(zb))]0,5(centímetros).
Dim of Aaprtas DIMENSÕES DO FEIXE DE SAÍDA de –12 dB.As dimensões da abertura
ativa nas direções azimutal e elevacional (centímetros). Para modos de
varredura, ‘X_dim’ é o comprimento da abertura de varredura inteira.
fawf a FREQUÊNCIA DE TRABALHO ACÚSTICA.Frequência centralizada. (megahertz).
Comprimento focalOs pontos focais nominais, azimutal (FLx) e elevacional (FLy), para a
condição operacional (centímetros).
Ipa, α at max. MIa INTENSIDADE MÉDIA DO PULSO ATENUADA na profundidade de MI
reportado, zat_max_Ipi, α (watts por centímetro quadrado).
Ita, α(z)
a INTENSIDADE MÉDIA TEMPORAL ATENUADA na distância axial z
(miliwatts por centímetro quadrado).
MIo parâmetro exibido que representa os possíveis bioefeitos da cavitação
(sem unidade).
Pa POTÊNCIA DE SAÍDA ultrassônica da média de tempo irradiada pelo
transdutor para os padrões de transmissão associados ao índice relatado.
Para TIS_non_scan e TIB_non_scan, essa é a potência acústica total dos
feixes sem varredura. Para TIC, é a potência acústica total dos modos de
contribuição (que serão relacionados separadamente, para o leitor somar).
O valor de TIS_scan máximo reportado pode (provavelmente) vir de um
modo combinacional. Neste caso, P = P1 + P1x1. P1 é a POTÊNCIA DE SAÍDA
VINCULADA (a potência máxima emitida da largura de um centímetro da
abertura de transmissão ativa [escaneada] do transdutor na direção do
plano de varredura) de cada um dos modos de transmissão escaneados.
Por exemplo: no modo Cor 2D, serão listados P1_2D e P1_Col. P1x1 é a
contribuição máxima de qualquer centímetro quadrado dos modos da
abertura ativa dos modos de transmissão não escaneados(miliwatts).
Pα(z)a POTÊNCIA DE SAÍDA ATENUADA (ultrassônica) na distância axial zs, para
os modos sem varredura ou PADRÕES DE TRANSMISSÃO(miliwatts).
Pr, αa PRESSÃO ACÚSTICA RAREFACIONAL DE PICO ATENUADA associada ao
padrão de transmissão que origina o valor de MI informado (megapascals).
Manual de Referência 159
Pr at max. Ipi
a PRESSÃO ACÚSTICA RAREFACIONAL DE PICO no ponto em que o campo
livre (não atenuado), INTEGRAL DA INTENSIDADE DO PULSO está no
máximo(megapascals).
Notas explicativas
(a) Este índice não é exigido para este modo operacional.
prr
a FREQUÊNCIA DE REPETIÇÃO DO PULSO associada ao padrão de
transmissão que origina o valor de MI informado (pulsos por segundo).
(b) Esta sonda não se destina a aplicações transcranianas adultas ou crânio pediátricas.
TIBo ÍNDICE TÉRMICO DO OSSO para aplicações, como fetal (segundo e
terceiro trimestre) ou crânio pediátrico (por meio da fontanela), no qual o
feixe do ultrassom ultrapassa os tecidos moles e uma região focal fica nas
proximidades imediatas do osso(sem unidade).
(d) O valor máximo do índice é inferior a 1,0 em todos os modos.
TIC
o ÍNDICE TÉRMICO DO OSSO CRANIANO.
TISscano ÍNDICE TÉRMICO DOS TECIDOS MOLES em um modo de varredura(sem
unidade).
TISnon–scano ÍNDICE TÉRMICO DOS TECIDOS MOLES em um modo de varredura não
automático(sem unidade).
tda DURAÇÃO DO PULSO associada ao PADRÃO DE TRANSMISSÃO que
origina o valor informado de MI (microssegundos).
z_at_max_Ipi, α
a distância axial do transdutor no qual o Ipi, α INTEGRAL DE INTENSIDADE
DO PULSO ATENUADO α é máximo.
zb
a distância na qual determina-se TIB_non-scan. Para modos sem
varredura, a Distância ao longo do eixo do feixe até o plano no qual o
produto de POTÊNCIA DE SAÍDA ATENUADA e a INTENSIDADE MÉDIA
TEMPORAL ATENUADA (Pα(z) x Ita, α(z)) maximizada(centímetros).
zbpvalor igual a 1,5 vez o DIÂMETRO DE ABERTURA EQUIVALENTE (Deq).Igual
também a 1,69 *
(centímetros).
zs
a distância na qual determina-se TIS_non-scan.A distância axial
correspondente ao local de max[min(Pα(z), Ita, α(z)x1 cm2)], onde z >=
zbp(centímetros).
(c) Essa formulação para TIS é inferior à formulação alternativa neste modo.
*Se o MI vier de um Padrão de transmissão no modo de varredura (pulso), o ‘prr’ listado
será a média por segundo da linha de varredura de ‘pior caso‘. ‘prr’ para modos de
varredura é o produto da taxa de quadros e do número de pulsos por linha do Padrão de
transmissão.
**O valor sem varredura de max TIS é um valor ‘at_surface’ e ocorre para a abertura >
1,0 cm2, OU o valor sem varredura de max TIS é um valor ‘below_surface’ e ocorre para
aberturas <= 1,0 cm2.
+O max TIB para este modo combinacional = o valor de at_surface TIS_scanned.O valor de
non-scanned_TIB indicado está abaixo de below_surface max. Um “+” é usado quando o
valor de TIB for inferior ao valor de TIS_scanned para a condição operacional.
Manual de Referência 160
CS1-4: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CS1-4
TIS
Etiqueta do índice
CS1-4: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,52
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
Outras
informações
(cm)
(MHz)
2,21
Y (cm)
(µs)
0,60
27,0*
3,06
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
(b)
M P: 23,6
(b)
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
Parâmetros
acústicos
associados
zbp
2,81
2,37
2,37
2,06
(b)
2,71
0,86
4,30
1,53
(b)
1,30
1,30
1,30
1,30
(b)
Outras
informações
332
FLx (cm)
3,50
17,5
FLy (cm)
6,70
6,70
MI
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D (Inversão de Pulso), 2,2 MHz, Foco:5,0 cm, FR:27,0 Hz
Controle 2:Modo 2D, 4,0 MHz, Foco:5,0 cm, FR:266,4 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2,5 MHz, M:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:55,6 Hz
Controle 4:Modo 2D+M (Harmônica), 2,5 MHz, M:2,5 MHz, Foco:17,5 cm, FR:12,5 Hz
Controle 5:Modo 2D+M (Harmônica), 2,0 MHz, M:2,0 MHz, Foco:6,5 cm, FR:35,7 Hz
TIS_bs
TIB_bs
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,63
2,98
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
PD P: 72,1
(b)
0,52
2,39
4,83*
Controle 1
TIS_as
(b)
1,79
(MPa)
Comprimento focal
PD P1x1: 64,9
(cm)
(W/cm2)
2,32
4,27
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
TIC
50,8
Pr at max. Ipi
prr
0,33
2D P1: 8,34
Col P1: 93,0
2,39
(MHz)
sem
varredura
2,15
2,39
(cm)
td
Aaprt>1
0,79
(cm)
(cm)
Dim of Aaprt
1,54
Aaprt≤1
1,01**
(cm)
zb
deq(zb)
varredura
TIB
sem varredura
(mW)
z_at_max_Ipi, α
fawf
0,34
(MPa)
Controle 1
0,82+
4,67
X (cm)
(W/cm2)
TIC
4,27
(pulsos/s)
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
(cm)
4,00
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
M P1x1: 16,9
1,39
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,26
4,72
(cm)
prr
2D P1: 82,9
Aaprt>1
0,39
(cm)
deq(zb)
Dim of Aaprt
Aaprt≤1
0,19**
34,7
(cm)
td
1,11
(mW)
zb
z_at_max_Ipi, α
fawf
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
2D: 2,77
Col: 3,24
3,27
3,26
2,47
(b)
2D: 2,31
Col: 1,96
0,86
1,53
0,86
(b)
1,30
1,30
1,30
1,30
(b)
0,37
358
FLx (cm)
3,50
6,50
FLy (cm)
6,70
6,70
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,5 MHz, Col:2,5 MHz, PD:3,3 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,8 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D+cor, 2D:4,0 MHz, Col:3,3 MHz, Foco:3,5 cm, FR:39,6 Hz
Controle 3:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,5 MHz, Col:2,5 MHz, PD:3,3 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,8 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,5 MHz, Col:2,5 MHz, PD:3,3 MHz, Foco:6,5 cm, FR:3,9 Hz, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:4,0 MHz, Col:3,3 MHz, PD:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,8 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Manual de Referência 161
CS1-4: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
C2-8
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,39
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
1,39
2D P1: 6,89
PD P1x1: 81,9
PD P1x1: 89,7
117
zs
(cm)
3,72
zbp
(cm)
3,63
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
2,47
31,3*
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,10
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIS
Parâmetros
acústicos
associados
(mW)
(mW)
14,0
(cm)
4,32
3,68
zbp
(cm)
zb
(cm)
(cm)
2,50
(b)
0,86
3,54
0,48
(b)
fawf
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
292
FLx (cm)
3,50
14,5
FLy (cm)
6,70
6,70
Outras
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,38
64,8*
(MPa)
2,57
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 11,7
(b)
0,32
3,25
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,36+
4,15
(cm)
(MHz)
TIC
2,33
Pr at max. Ipi
prr
0,48
M P1x1: 9,90
sem
varredura
2,11
P
2,50
(b)
2D P1: 48,1
Aaprt>1
0,19
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
3,28
1,30
0,82
Aaprt≤1
0,15
(MPa)
2D: 6,12
PD: 0,86
1,30
1,17
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
z_at_max_Ipi, α
1,30
M.I.
Valor máximo do índice
2D: 3,04
PD: 3,26
1,30
Y (cm)
(pulsos/s)
Comprimento focal
C2-8: Modo 2D e 2D+M
zs
0,48
X (cm)
(W/cm2)
(b)
4,27
0,60
Ipa, α at max. MI
(b)
1,49
(µs)
prr
3,28
PD P: 90,8
(mW)
td
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
(MHz)
sem
varredura
2,18
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,37
sem varredura
Aaprt≤1
1,40**
P
fawf
Outras
informações
(MPa)
varredura
TIB
3,58
3,25
2,92
2,96
(b)
1,95
0,86
4,31
1,24
(b)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
0,30
181
FLx (cm)
3,50
17,5
FLy (cm)
6,50
6,50
MI
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
MI
TIS_as
TIS_as_U
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:3,0 MHz, PD:2,5 MHz, Foco:5,0 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,0 MHz, PD:3,3 MHz, Foco:3,5 cm, FR:37,5Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:3,3 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:6,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,5 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,5 MHz, Foco:2,0 cm, Escala PD:4,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 1:Modo 2D, 2D:4,1 MHz, Foco:3,5 cm, FR:64,8 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:4,1 MHz, Foco:2,0 cm, FR:336,1 Hz
Controle 3:Modo 2D + M, 2D:4,1 MHz, M:4,1 MHz, Foco:3,5 cm, FR:55,6 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:5,8 MHz, M:5,8 MHz, Foco:17,5 cm, FR: 12,5 Hz
Controle 5:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:5,8 MHz, M:5,8 MHz, Foco:5,0 cm, FR:41,7 Hz
TIS_bs
TIB_bs
Manual de Referência 162
C2-8: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
C2-8: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,14
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,65
Aaprt>1
0,55
2D P1: 1,18
Col P1: 15,2
PD P1x1: 38,6
PD P1x1: 41,4
(cm)
1,98
zbp
(cm)
1,98
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(b)
Etiqueta do índice
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
0,34
2,50
(µs)
0,88
(pulsos/s)
4,60*
(MPa)
2,62
3,32
2D: 6,12
Col: 3,20
PD: 1,24
0,86
1,10
1,10
3,32
3,32
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
1,24
1,10
0,32
FLx (cm)
3,50
5,00
6,50
6,50
(cm)
(cm)
2,20
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
3,29
TIS_as
TIS_as_U
Y (cm)
(µs)
0,41
31,3*
(MPa)
2,77
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(b)
PD P: 75,7
(b)
0,30
X (cm)
(W/cm2)
2,08
4,35
(pulsos/s)
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
TIS_bs
(MHz)
TIC
4,33
Pr at max. Ipi
Controle 1
MI
PD P1x1: 57,9
zbp
prr
192
FLy (cm)
2D P1: 4,49
PD P1x1: 44,9
55,7
Ipa, α at max. MI
(cm)
Aaprt>1
0,88
2,20
(b)
Outras
informações
Aaprt≤1
0,92
sem
varredura
1,85
(b)
(b)
0,79
TIB
sem varredura
(mW)
td
1,10
varredura
zs
Dim of Aaprt
1,24
1,02
Pr, α
fawf
2D: 3,37
Col: 3,31
PD: 3,31
M.I.
Valor máximo do índice
4,35
X (cm)
(W/cm2)
1,41
4,15
Y (cm)
td
TIC
PD P: 55,0
zs
(MHz)
TIS
sem
varredura
1,80
35,0
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,87
TIB
sem varredura
(mW)
fawf
Outras
informações
varredura
2D: 3,98
PD: 3,31
3,33
3,33
3,33
(b)
2D: 6,12
PD: 0,86
0,86
1,53
1,24
(b)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
0,29
170
FLx (cm)
3,50
6,50
FLy (cm)
6,50
6,50
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,6 MHz, Col:2,8 MHz, PD:2,8 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:2 mm
Controle 2:Modo Triplo, 2D:4,7 MHz, Col:3,4 MHz, PD:3,4 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:2,8 MHz, PD:3,4 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,51 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:2,8 MHz, PD:3,4 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:4,1 MHz, PD:3,4 MHz, Foco:5,0 cm, FR:31,25 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,8 MHz, PD:3,4 MHz, Foco:3,5 cm, FR:37,5Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:3,4 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:3,4 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:3,4 MHz, Foco:5,0 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7 mm
Manual de Referência 163
CA1-7AD: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CA1-7AD
TIS
Etiqueta do índice
CA1-7AD: 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,59
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
2D P1: 110
M P1x1: 23,7
Aaprt>1
0,55
58,0
(cm)
3,33
zbp
(cm)
3,33
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
Dim of Aaprt
X (cm)
Y (cm)
(pulsos/s)
47,9*
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,08
deq at max. Ipi
(cm)
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
(W/cm )
2
2,08
0,95
P
(mW)
2,20
(b)
Min.of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
2D P1: 11,2
PD P1x1: 151
PD P1x1:73,1
(b)
zs
(cm)
130
zbp
(cm)
3,57
3,57
1,31+
M P: 92,0
Parâmetros
acústicos
associados
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
fawf
3,57
2,00
2,00
2,00
(b)
2,27
2,77
2,77
2,77
(b)
1,40
1,40
1,40
1,40
(b)
Dim of Aaprt
td
Outro
informações
466
17,5
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
TIS_as
TIS_as_U
Controle 1:Modo 2D, 2D:2,19 MHz, Foco:6,5 cm, FR:47,9 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:3,90 MHz, Foco:3,5 cm, FR:366,8 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,19 MHz, M:2,19 MHz, Foco:17,5 cm, FR:10,4 Hz
TIS_bs
TIB_bs
(µs)
Pr at max. Ipi
(MPa)
24,2*
(cm)
3,02
Controle 1
Condições de
controle
operacional
MI
2,09
deq at max. Ipi
Comprimento focal
FLx (cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
3,23
(b)
3,23
(b)
PD P: 172
(b)
0,65
Y (cm)
2D: 2,41
PD: 2,71
2,72
2,11
2,09
(b)
2D: 2,46
PD: 2,09
0,42
3,19
2,42
(b)
1,40
1,40
1,40
1,40
(b)
0,55
(W/cm2)
FLx (cm)
TIC
4,27
0,68
Ipa, α at max. MI
0,81
1,30
sem
varredura
4,56
(pulsos/s)
prr
Aaprt>1
1,30
(MHz)
X (cm)
0,92
2,03
0,55
prr
2,08
1,53
3,92
(µs)
td
1,53
(MPa)
TIC
4,35
(cm)
(MHz)
TIB
sem varredura
Pr, α
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,27
(mW)
deq(zb)
Condições de
controle
operacional
1,86
Aaprt≤1
0,23**
zs
fawf
Outro
informações
varredura
varredura
Aaprt≤1
0,95
TIB
sem varredura
M.I.
435
2,00
FLy (cm)
14,5
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:2,19 MHz, Col:2,35 MHz, Foco:6,5 cm, FR:24,2 Hz
Controle 2:Modo CPA 2D:2,71 MHz, Col:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, FR:37,4 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,75 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:2,0 cm, FR:7,35 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,35 MHz, PD:2,19 MHz, Foco:14,5 cm, FR:4,20 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,5 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,19 MHz, PD:2,19 MHz, Foco:11,0 cm, FR:4,20 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,5 mm
Manual de Referência 164
CA1-7AD: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
CA2-8AD
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,43
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
2,35
2D P1: 18,4
PD P1x1: 68,0
PD P1x1: 77,3
229
zs
(cm)
3,94
zbp
(cm)
3,94
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
2,71
1000
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,14
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIS
Parâmetros
acústicos
associados
(mW)
(mW)
31,3
(cm)
3,72
3,10
zbp
(cm)
zb
(cm)
(cm)
2,15
(b)
0,42
3,88
3,19
(b)
fawf
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
295
FLx (cm)
2,00
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
Outras
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,75
29,2*
(MPa)
2,87
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 19,2
(b)
0,35
2,75
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,62+
3,65
(cm)
(MHz)
TIC
3,85
Pr at max. Ipi
prr
0,68
M P1x1: 18,9
sem
varredura
2,07
P
2,15
(b)
2D P1: 71,2
Aaprt>1
0,41
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
2,74
1,40
1,33
Aaprt≤1
0,25**
(MPa)
2D: 5,54
PD: 0,76
1,40
1,25
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
z_at_max_Ipi, α
1,40
M.I.
Valor máximo do índice
2D: 2,09
PD: 2,71
1,40
Y (cm)
(pulsos/s)
Comprimento focal
CA2-8AD: 2D e 2D+M
zs
0,77
X (cm)
(W/cm2)
(b)
4,05
1,40
Ipa, α at max. MI
(b)
4,73
(µs)
prr
5,30
PD P: 366
(mW)
td
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
(MHz)
sem
varredura
2,35
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,06
sem varredura
Aaprt≤1
1,01
P
fawf
Outro
informações
(MPa)
varredura
TIB
3,93
2,73
2,73
2,75
(b)
2,43
2,80
2,80
1,17
(b)
1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
0,34
285
FLx (cm)
17,5
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
TIS_as_U
TIS_bs
MI
Controle 1
TIS_as
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Doppler pulsado, PD:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:2,19 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:3,5 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:2,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:2,75 MHz, Foco:2,0 cm, Escala PD:7,50 kHz, Tamanho do volume amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,19 MHz, Foco:17,5 cm, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,19 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 2
Controle 3
MI
TIS_as
Controle 4
Controle 1:Modo 2D (Inversão de Pulso), 2,75 MHz, Foco:5,0 cm, FR:29,2 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:5,16 MHz, Foco:3,5 cm, FR:364,2 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:2,75 MHz, M:2,75 MHz, Foco:17,5 cm, FR:10,4 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,75 MHz, M:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, FR:50,0 Hz
TIB_bs
Manual de Referência 165
CA2-8AD: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CA2-8AD: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,46
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
1,01**
Aaprt>1
0,93
TIS
sem
varredura
TIC
2,69
(b)
Etiqueta do índice
PD P1x1: 77,1
PD P: 90,5
1,10
Valor máximo do índice
2,41
2D P1: 10,2
Col P1: 109
M.I.
(b)
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
varredura
1,00
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
1,38
Aaprt>1
1,50
2D P1: 3,15
P1x1:68,1
PD P1x1: 97,6
(mW)
67,1
(mW)
114
(cm)
4,32
zs
(cm)
2,88
zbp
(cm)
3,45
zbp
(cm)
2,72
zb
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
(MHz)
Parâmetros
acústicos
associados
3,46
3,65
0,39
2,73
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,76
2D: 2,73
Col: 2,90
2,75
2,91
2,75
(b)
2D: 2,99
Col: 2,40
0,98
3,46
0,98
(b)
1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
fawf
Dim of Aaprt
td
(MHz)
2,75
X (cm)
Y (cm)
(µs)
1,40
15,5*
prr
(pulsos/s)
1000
3,26
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,14
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(W/cm2)
357
Ipa, α at max. MI
FLx (cm)
5,00
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
Comprimento focal
MI
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
Controle 1:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:2,19 MHz, Col:2,35 MHz, Foco:6,5 cm, FR:24,2 Hz
Controle 2:Modo CPA 2D:2,71 MHz, Col:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, FR:37,4 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,75 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:2,0 cm, FR:7,35 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,35 MHz, PD:2,19 MHz, Foco:14,5 cm, FR:4,20 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,5 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:2,71 MHz, Col:2,19 MHz, PD:2,19 MHz, Foco:11,0 cm, FR:4,20 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,5 mm
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(W/cm2)
(b)
PD P: 101
(b)
0,55
(MPa)
Outras
informações
3,13
1,50
(pulsos/s)
0,38
TIC
4,15
Pr at max. Ipi
prr
sem
varredura
1,82
zs
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,64
TIB
sem varredura
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
fawf
Outras
informações
varredura
2D: 3,62
PD: 2,92
2,96
2,76
2,77
(b)
2D: 6,26
PD: 0,65
0,65
2,15
0,65
(b)
1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
0,68
295
FLx (cm)
2,00
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Doppler pulsado, PD:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:2,19 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:3,5 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:2,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:2,75 MHz, Foco:2,0 cm, Escala PD:7,50 kHz, Tamanho do volume amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,19 MHz, Foco:17,5 cm, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,19 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Manual de Referência 166
CF2-8: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CF2-8
TIS
Etiqueta do índice
CF2-8: 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,23
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,22**
Aaprt>1
0,34
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
25,7
zs
(cm)
4,12
zbp
(cm)
3,10
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
2D P1: 73,7
M P1x1: 16,6
TIC
0,50+
(b)
M P: 16,8
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
3,85
1,43
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
3,21
4,36
2,74
2,74
2,79
(b)
2,80
2,80
1,17
(b)
Y (cm)
1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
(cm)
(cm)
3,45
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Dim of Aaprt
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
(W/cm2)
2,96
2,74
(b)
X (cm)
0,65
3,46
1,24
(b)
Y (cm)
2D: 1,20
Col: 1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
(MPa)
2,37
(cm)
Ipa, α at max. MI
307
FLx (cm)
17,5
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
Comprimento focal
Controle 1
MI
TIS_as
TIS_as_U
Controle 4
TIS_bs
TIB_bs
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D+M, 2D:4,1 MHz, M:4,1 MHz, Foco:2,0 cm, FR:83,3 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:5,16 MHz, Foco:3,5 cm, FR:364,2 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:2,75 MHz, M:2,75 MHz, Foco:17,5 cm, FR:10,4 Hz
Controle 4:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:2,75 MHz, M:2,75 MHz, Foco:5,0 cm, FR:50,0 Hz
(b)
2,96
2,85
Pr at max. Ipi
2,53
(cm)
PD P: 83,3
2D: 2,99
Col: 2,40
(MHz)
deq at max. Ipi
(MPa)
(b)
0,40
0,71
deq at max. Ipi
2,23
2D: 2,74
Col: 2,93
55,7*
Pr at max. Ipi
TIC
3,95
(µs)
prr
sem
varredura
1,49
(pulsos/s)
td
Outras
informações
PD P1x1: 61,9
zbp
0,31
Ipa, α at max. MI
2D P1: 9,02
Col P1: 94,6
57,6
83,3*
0,35
Aaprt>1
0,81
4,32
(µs)
prr
Aaprt≤1
0,87
(mW)
(pulsos/s)
td
1,44
TIB
sem varredura
zs
fawf
2,43
varredura
2,15
0,36
X (cm)
(MHz)
1,28
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,21
(MPa)
P
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,53
Pr, α
fawf
Outras
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
(W/cm2)
0,38
218
FLx (cm)
3,50
17,5
FLy (cm)
6,00
6,00
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D (Harmônica)+Cor, 2D:2,75 MHz, Col:2,96 MHz, Foco:2,0 cm, FR:55,7 Hz
Controle 2:Modo 2D (Harmônica)+Cor, 2D:2,75 MHz, Col:2,96 MHz, Foco:6,5 cm, FR:15,9 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:5,16 MHz, Col:3,07 MHz, PD:2,96 MHz, Foco:3,5 cm, FR:4,19 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:5,16 MHz, Col:3,07 MHz, PD:2,96 MHz, Foco:17,5 cm, FR:5,38 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:2 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:5,16 MHz, Col:3,07 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:6,5 cm, FR:5,38 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:2 mm
Manual de Referência 167
CF2-8: Doppler pulsado e 2D+Doppler pulsado
CF4-9
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,10
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
1,23
2D P1: 3,20
PD P1x1: 58,4
PD P1x1: 84,8
(cm)
3,72
zbp
(cm)
3,14
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
2,96
2,96
(b)
X (cm)
2D: 6,26
PD: 0,65
0,65
2,87
0,65
(b)
Y (cm)
2D: 1,20
PD: 1,20
1,20
1,20
1,20
(b)
Pr at max. Ipi
(MPa)
1,85
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(W/cm )
2
Etiqueta do índice
M.I.
3,50
14,5
FLy (cm)
6,00
6,00
(mW)
(mW)
2,71
zs
(cm)
1,64
zbp
(cm)
1,64
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,16 MHz, PD:2,75 MHz, Foco:2,0 cm, FR:18,2 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do
volume amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,16 MHz, PD:2,96 MHz, Foco:3,5 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:2,96 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,00 kHz, Tamanho do volume amostra:7,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,96 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Y (cm)
(µs)
0,28
67,7*
(MPa)
2,97
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
TIS_as
5,03
X (cm)
Controle 2
(W/cm2)
0,20+
0,65
M P: 2,14
2D P: 21,6
0,16
(pulsos/s)
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
(MHz)
TIC
1,29
1,43
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
MI
M:P1x1:4,48
sem
varredura
2,31
P
Dim of Aaprt
125
2D P1: 20,3
Aaprt>1
0,07**
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
prr
FLx (cm)
0,49
Aaprt≤1
0,12
(MPa)
fawf
Outro
informações
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
td
0,41
1,03
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
2,96
2,78
1,32
Controle 1
(b)
2D: 4,48
PD: 2,96
(MHz)
CF4-9: 2D e 2D + M
TIS
0,46
1750
Comprimento focal
(b)
1,68
(µs)
Ipa, α at max. MI
2,94
0,50
(pulsos/s)
prr
TIC
PD P: 84,8
87,3
td
sem
varredura
1,84
(mW)
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,89
sem varredura
Aaprt≤1
1,20
zs
fawf
Outras
informações
varredura
TIB
5,09
5,69
5,11
5,03
5,09
1,28
2,24
2,24
0,49
1,28
0,42
0,42
0,42
0,42
0,42
0,15
500
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
2,50
2,50
MI
TIS_as
Controle 3
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D, 2D:5,1 MHz, Foco:2,0 cm, FR:67,7 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:5,1 MHz, Foco:2,0 cm, FR:219,7 Hz
Controle 3:Modo 2D + M, 2D:6,8 MHz, M:6,8 MHz, Foco:9,0 cm, FR:20,8 Hz
Controle 4:Modo 2D + M, 2D:5,1 MHz, M:5,1 MHz, Foco:9,0 cm, FR:20,8 Hz
Controle 5:Modo 2D + M, 2D:5,1 MHz, M:5,1 MHz, Foco:2,0 cm, FR:55,6 Hz
TIC_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Manual de Referência 168
CF4-9: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CF4-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,03
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
zb
z_at_max_Ipi, α
deq(zb)
fawf
Dim of Aaprt
Aaprt>1
0,33**
2D P1: 1,21
Col P1: 3,78 PD P1x1: 19,4
PD P1x1: 19,0
12,3
(cm)
1,00
(cm)
0,94
0,96
Etiqueta do índice
1,43
Parâmetros
acústicos
associados
0,17
(cm)
5,03
X (cm)
(µs)
0,28
2D: 5,00
Col: 4,77
PD: 5,70
5,71
5,71
2D: 2,24
Col: 2,13
PD: 1,37
1,86
0,42
0,42
M.I.
0,99
Valor máximo do índice
2D P: 0,82
Col P:5,40
PD P: 10,9
0,81
(cm)
(MHz)
1,12
PD P: 10,9
(mW)
(cm)
TIC
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(cm)
1,64
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
0,25
2D: 2,24
Col: 1,01
PD: 0,25
Dim of Aaprt
0,42
0,42
0,42
td
(MHz)
(MPa)
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
Controle 6
FLx (cm)
7,50
3,00
2,50
2,50
Comprimento focal
MI
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
Condições de
controle
operacional
TIS_bs
TIB_bs
TIC_as
Controle 1:Modo Triplo, 2D:5,1 MHz, Col:4,7 MHz, PD:5,6 MHz, Foco:2,0 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo Triplo, 2D:5,1 MHz, Col:4,7 MHz, PD:5,6 MHz, Foco:5,5 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Triplo, 2D:5,1 MHz, Col:4,7 MHz, PD:5,6 MHz, Foco:7,5 cm, FR:3,68 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:8,8 MHz, Col:4,7 MHz, PD:5,6 MHz, Foco:3,0 cm, FR:5,51 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:5,1 MHz, Col:5,6 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:1,0 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 6:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:5,6 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:1,0 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
1,00
PD P: 24,3
2D P: 10,2
PD P: 11,1
-
5,03
2D: 6,23
PD: 4,73
4,71
4,71
4,72
2D: 5,03
PD:4,72
2D: 2,24
PD: 1,37
2,24
2,24
0,74
2D: 2,24
PD: 0,25
0,42
0,42
0,42
0,42
0,42
0,29
(pulsos/s) 36,5*
prr
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
1,44
0,27
Y (cm)
(µs)
TIC
1,00
1,43
X (cm)
2,97
FLy (cm)
PD P1x1: 33,5
zb
0,74
500
2D P1: 4,17
PD P1x1:
17,1
zbp
fawf
sem
varredura
2,23
19,6
6,43*
(W/cm2)
Aaprt>1
0,44**
1,64
(MPa)
Ipa, α at max. MI
Aaprt≤1
0,75
(cm)
4,72
Outro
informações
0,51
TIB
sem varredura
(mW)
2D: 5,52
Col: 5,65
PD: 4,72
0,17
varredura
zs
(pulsos/s)
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
Aaprt≤1
0,53
TIS
sem
varredura
Pr at max. Ipi
prr
Outro
informações
0,63
TIB
sem varredura
2,31
Y (cm)
td
varredura
(W/cm2)
2,86
0,20
409
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
2,50
2,50
TIS_as_U
TIS_bs
MI
TIS_as
TIB_bs
TIC_as
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,1 MHz, PD:5,6 MHz, Foco:2,0 cm, FR:36,5 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:8,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:5,5 cm, FR:26,0 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:9,0 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:3,0 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5 mm
Controle 5:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,1 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:1,0 cm, FR:54,7 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Manual de Referência 169
CV1-8AD: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
CV1-8AD
TIS
Etiqueta do índice
CV1-8AD: 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,60
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
1,02
Aaprt≤1
0,12
Aaprt>1
0,20
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
17,7
zs
(cm)
3,36
zbp
(cm)
3,36
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Dim of Aaprt
2D P1: 48,0
M P1x1: 8,64
TIC
0,47+
(b)
M P: 9,42
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
1,88
3,05
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
2,66
4,44
2,98
2,35
2,49
(b)
0,87
3,59
0,87
(b)
Y (cm)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
(cm)
zbp
(cm)
3,13
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
(MHz)
td
2,49
Y (cm)
(µs)
0,70
(pulsos/s)
4,68*
Pr at max. Ipi
(MPa)
2,49
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,46
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
447
FLx (cm)
3,50
14,5
FLy (cm)
5,00
5,00
Comprimento focal
Controle 1
Controle 1
Controle 2
Controle 3
MI
Condições de
controle
operacional
TIS_as
TIS_as_U
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D, 2,96 MHz, Foco:5,0 cm, FR:47,1 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:5,71 MHz, Foco:6,5 cm, FR:210,9 Hz
Controle 3:Modo 2D+M, 2D:2,96 MHz, M:2,96 MHz, Foco:3,5 cm, FR:50,0 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,50 MHz, M:2,50 MHz, Foco:14,5 cm, FR:12,5 Hz
Controle 5:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,50 MHz, M:2,50 MHz, Foco:3,5 cm, FR:50,0 Hz
Controle 2
Controle 3
Controle 4
2,05
(b)
PD P: 43,3
(b)
0,37
X (cm)
(W/cm2)
TIC
1,49
prr
Ipa, α at max. MI
sem
varredura
0,50
0,24
Ipa, α at max. MI
PD P1x1: 43,3
40,8
47,1*
0,32
Aaprt>1
0,48
3,13
Dim of Aaprt
Outras
informações
Aaprt≤1
0,52
(mW)
(µs)
prr
Condições de
controle
operacional
2D P1: 6,70
Col P1: 54,4
(pulsos/s)
td
0,97
TIB
sem varredura
zs
fawf
2,91
varredura
2,38
0,33
X (cm)
(MHz)
1,51
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,61
Pr, α
fawf
Outras
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
2D: 2,48
Col: 3,44
2,52
2,47
2,52
(b)
2D: 2,18
Col: 1,72
0,71
3,10
0,71
(b)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
0,36
204
FLx (cm)
3,50
14,5
FLy (cm)
5,00
5,00
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,50 MHz, Col:2,50 MHz, PD:2,50 MHz, Foco:2,0 cm, FR:4,68 Hz, Escala PD:1,75 kHz,
Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:2,50 MHz, Col:3,47 MHz, Foco:3,5 cm, FR:25,3 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:2,96 MHz, Col:3,47 MHz, PD:2,50 MHz, Foco:3,5 cm, FR:4,01 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:5,71 MHz, Col:2,50 MHz, PD:2,50 MHz, Foco:14,5 cm, FR:2,67 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:2,0 mm
Manual de Referência 170
CV1-8AD: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
L5-13
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,59
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,84
2D P1: 6,95
P1x1:39,3
PD P1x1: 49,7
57,6
zs
(cm)
3,13
zbp
(cm)
3,13
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
2,50
(b)
PD P: 51,4
(mW)
prr
TIC
L5-13: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
(mW)
td
sem
varredura
2,99
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,60
sem varredura
Aaprt≤1
0,72
P
fawf
Outras
Informações
(MPa)
varredura
TIB
(b)
0,36
(mW)
(mW)
8,24
(cm)
1,59
1,59
zbp
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
20,8*
deq(zb)
Y (cm)
4,11
fawf
0,35
Dim of Aaprt
(MPa)
(cm)
(W/cm2)
3,50
14,5
td
5,00
5,00
prr
793
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
2,00
2,00
Outras
informações
Y (cm)
(µs)
0,45
(pulsos/s)
47,6*
(MPa)
4,82
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(b)
M P: 5,82
(b)
0,17
5,23
X (cm)
(W/cm2)
0,42+
1,57
(cm)
(MHz)
TIC
1,57
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
MI
M P1x1: 16,8
sem
varredura
3,81
P
X (cm)
379
2D P1: 71,0
Aaprt>1
0,25**
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
0,18
(pulsos/s)
2,19
Aaprt≤1
0,52
(MPa)
zs
Parâmetros
acústicos
associados
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
(MHz)
(µs)
1,66
Valor máximo do índice
1,49
2,76
M.I.
6,48
6,50
6,50
5,43
(b)
2,55
2,22
2,22
0,75
(b)
0,40
0,40
0,40
0,40
(b)
0,17
663
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
2,00
2,00
TIS_as_U
TIS_bs
TIS_as
TIS_as_U
Controle 1
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:4,70 MHz, PD:2,50 MHz, Foco:5,0 cm, FR:20,8 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:4,70 MHz, PD:2,50 MHz, Foco:3,5 cm, FR:25,0 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:2,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:3,07 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:3,07 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,50 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
MI
TIS_as
Controle 4
Controle 1:Modo 2D (Harmônica), 2D:5,1 MHz, Foco:2,2 cm, FR:47,6 Hz
Controle 2:Modo 2D (Harmônica), 2D:6,4 MHz, Foco:3,7 cm, FR:136,8 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:6,4 MHz, M:6,4 MHz, Foco:6,5 cm, FR:20,8 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:5,5 MHz, M:5,5 MHz, Foco:2,2 cm, FR:41,7 Hz
TIB_bs
Manual de Referência 171
L5-13: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
L5-13: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,66
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
2,21
Aaprt>1
1,18**
2D P1: 5,10
Col P1: 12,3
PD P1x1: 69,7
PD P1x1: 69,7
(cm)
1,36
zbp
(cm)
1,36
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(b)
Etiqueta do índice
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
0,31
6,25
(µs)
0,19
(pulsos/s)
8,53*
(MPa)
5,27
6,67
2D: 3,80
Col: 2,81
PD: 1,62
1,62
0,40
0,40
6,67
6,14
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
1,11
0,40
0,31
FLx (cm)
6,50
6,50
2,00
2,00
1,36
(cm)
1,36
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
7,52
TIS_as
Y (cm)
(µs)
0,16
31,3*
(MPa)
5,80
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(b)
PD P: 95,6
(b)
0,41
X (cm)
(W/cm2)
2,96
1,36
(pulsos/s)
Controle 1
MI
TIS_as_U
(MHz)
TIC
1,15
Pr at max. Ipi
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
PD P1x1: 91,6
(cm)
prr
512
FLy (cm)
2D P1: 17,0
PD P1x1: 59,3
zbp
Ipa, α at max. MI
(cm)
Aaprt>1
1,57**
53,4
(b)
Outras
informações
Aaprt≤1
2,88
sem
varredura
4,43
(b)
(b)
2,41
TIB
sem varredura
(mW)
td
0,40
varredura
zs
Dim of Aaprt
1,62
1,62
Pr, α
fawf
2D: 6,32
Col: 6,64
PD: 6,67
M.I.
Valor máximo do índice
1,63
X (cm)
(W/cm2)
2,07+
1,13
Y (cm)
td
TIC
PD P: 46,5
zs
(MHz)
TIS
sem
varredura
4,16
37,2
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
2,76
TIB
sem varredura
(mW)
fawf
Outras
informações
varredura
2D: 6,46
PD: 6,67
6,61
6,18
6,18
(b)
2D: 3,80
PD: 1,62
1,62
1,62
1,62
(b)
0,40
0,40
0,40
0,40
(b)
0,39
793
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
2,00
2,00
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo, 2D:12,3 MHz, Col:6,1 MHz, PD:6,1 MHz, Foco:2,2 cm, FR:8,5 Hz, Escala PD:2,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo Triplo, 2D:7,6 MHz, Col:6,8 MHz, PD:6,8 MHz, Foco:6,5 cm, FR:5,1 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1 mm
Controle 3:Modo Triplo, 2D:12,3 MHz, Col:6,1 MHz, PD:6,8 MHz, Foco:6,5 cm, FR:5,1 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:10,0 MHz, Col:6,1 MHz, PD:6,1 MHz, Foco:4,5 cm, FR:6,0 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:12,3 MHz, PD:6,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:3,0 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:7,6 MHz, PD:6,8 MHz, Foco:6,5 cm, FR:15,6 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:1 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:6,8 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:6,1 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:3,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Manual de Referência 172
LA3-14AD: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
LA3-14AD
TIS
Etiqueta do índice
LA3-14AD: 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,27
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,14**
2D P1: 17,0
M P1x1: 4,99
Aaprt>1
0,07
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
2,73
zs
(cm)
1,76
zbp
(cm)
1,76
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
Dim of Aaprt
td
(mW)
M P: 1,37
(b)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
Parâmetros
acústicos
associados
(b)
X (cm)
2,79
2,41
2,41
0,62
(b)
Y (cm)
0,45
0,45
0,45
0,45
(b)
(µs)
0,19
(cm)
(W/cm )
2
zbp
0,12
2D P1: 0,13
Col P1: 7,06
PD P1x1: 23,0
669
(cm)
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
1,70
1,70
MI
TIS_as_U
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D, 2D:8,00 MHz, Foco:1,5 cm, FR:65,3 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:7,27 MHz, Foco:3,0 cm, FR:174,9 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:6,15 MHz, M:6,15 MHz, Foco:6,5 cm, FR:14,7 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:5,71 MHz, M:5,71 MHz, Foco:6,5 cm, FR:14,7 Hz
Controle 5:Modo 2D+M, 2D:5,33 MHz, M:5,33 MHz, Foco:1,5 cm, FR:55,6 Hz
TIS_bs
TIB_bs
6,34
(µs)
0,41
182*
4,01
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
PD P: 19,4
(b)
0,33
(MPa)
Controle 1
Condições de
controle
operacional
(b)
1,42
X (cm)
(W/cm2)
0,76+
0,94
(pulsos/s)
Comprimento focal
TIS_as
(MHz)
TIC
14,6
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
PD P1x1: 23,7
1,57
deq(zb)
sem
varredura
3,27
Y (cm)
Outro
informações
Aaprt>1
0,40**
1,57
(cm)
prr
Aaprt≤1
0,79
(cm)
(cm)
td
0,93
TIB
sem varredura
(cm)
zb
Dim of Aaprt
varredura
(mW)
z_at_max_Ipi, α
fawf
5,60
deq at max. Ipi
Controle 3
P
5,76
3,93
Controle 2
(b)
5,91
65,3*
Controle 1
0,17+
6,18
(MPa)
Comprimento focal
(MPa)
0,12
6,50
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
Pr, α
1,12
Pr at max. Ipi
prr
TIC
1,08
(cm)
(MHz)
1,30
Valor máximo do índice
sem
varredura
3,25
(MPa)
P
deq(zb)
Condições de
controle
operacional
0,50
Pr, α
fawf
Outro
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
2D: 5,86
Col: 6,42
PD: 6,51
7,01
5,69
5,66
(b)
2D: 4,97
Col: 3,78
PD: 1,90
1,90
1,90
1,09
(b)
0,45
0,45
0,45
0,45
(b)
0,26
448
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
1,70
1,70
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:6,15 MHz, Col:6,66 MHz, Foco:1,5 cm, FR:12,1 Hz
Controle 2:Modo Triplo (Harmônica), 2D:6,15 MHz, Col:6,66 MHz, PD:6,66 MHz, Foco:6,5 cm, FR:2,88 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume
amostra:0,5 mm
Controle 3:Modo Triplo, 2D:8,00 MHz, Col:5,71 MHz, PD:7,27 MHz, Foco:6,5 cm, FR:3,52 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:0,5 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:10,0 MHz, Col:5,71 MHz, PD:5,71 MHz, Foco:6,5 cm, FR:3,52 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:1,0 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:10,0 MHz, Col:5,71 MHz, PD:5,71 MHz, Foco:3,7 cm, FR:4,11 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Manual de Referência 173
LA3-14AD: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
LF5-13
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,16
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,55**
2D P1: 0,66
PD P1x1: 25,4
PD P1x1: 34,0
17,7
zs
(cm)
1,57
zbp
(cm)
1,57
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
5,70
1000
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,34
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIS
Parâmetros
acústicos
associados
(mW)
(mW)
3,19
(cm)
1,28
1,28
zbp
(cm)
zb
(cm)
(cm)
5,68
(b)
1,90
1,90
1,32
(b)
fawf
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
391
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
1,70
1,70
Outras
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,32
43,6*
(MPa)
4,53
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 2,29
(b)
0,13
6,23
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,26+
0,98
(cm)
(MHz)
TIC
0,98
Pr at max. Ipi
prr
0,26
M P1x1: 5,58
sem
varredura
3,90
P
6,58
(b)
2D P1: 23,6
Aaprt>1
0,10**
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
7,07
0,45
0,79
Aaprt≤1
0,17
(MPa)
2D: 4,97
PD:1,90
0,45
1,56
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
z_at_max_Ipi, α
0,45
M.I.
Valor máximo do índice
2D: 7,50
PD:5,70
0,45
Y (cm)
(pulsos/s)
Comprimento focal
LF5-13: Modo 2D e 2D+M
zs
0,35
X (cm)
(W/cm2)
(b)
1,30
0,65
Ipa, α at max. MI
(b)
1,30
(µs)
prr
1,06
PD P: 27,1
(mW)
td
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
(MHz)
sem
varredura
2,76
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,71
sem varredura
Aaprt≤1
1,14
P
fawf
Outro
informações
(MPa)
varredura
TIB
7,02
6,29
6,29
6,23
(b)
1,37
1,44
1,44
0,52
(b)
0,40
0,40
0,40
0,40
(b)
0,13
747
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
2,00
2,00
TIS_as_U
TIS_bs
MI
Controle 1
TIS_as
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Doppler pulsado, PD:5,71 MHz, Foco:2,2 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:11,4 MHz, PD:5,71 MHz, Foco:6,5 cm, FR:23,4 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:1,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:7,27 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:6,66 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:3,50 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:5,71 MHz, Foco:4,5 cm, Escala PD:4,40 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 2
Controle 3
MI
TIS_as
Controle 4
Controle 1:Modo 2D, 2D:6,15 MHz, Foco:1,5 cm, FR:43,6 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:8,00 MHz, Foco:4,5 cm, FR:274,3 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:6,15 MHz, M:6,15 MHz, Foco:6,5 cm, FR:17,9 Hz
Controle 4:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:6,15 MHz, M:6,15 MHz, Foco:1,5 cm, FR:38,5 Hz
TIB_bs
Manual de Referência 174
LF5-13: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
LF5-13: Doppler pulsado e 2D+Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,54
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,65
Aaprt>1
0,35**
2D P1: 0,14
Col P1: 6,44
PD P1x1: 20,4
PD P1x1: 20,4
(cm)
1,35
zbp
(cm)
1,35
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
(b)
Etiqueta do índice
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
0,18
6,19
(µs)
0,25
(pulsos/s)
3,07*
(MPa)
4,49
6,68
2D: 3,84
Col: 2,85
PD: 1,60
1,60
0,40
0,40
6,68
6,59
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
0,24
0,40
0,18
FLx (cm)
6,50
6,50
2,00
2,00
(cm)
(cm)
1,35
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
TIS_as_U
5,88
TIS_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:6,15 MHz, Col:6,15 MHz, PD:6,66 MHz, Foco:1,0 cm, FR:3,07 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo Triplo, 2D:11,42 MHz, Col:6,40 MHz, PD:6,66 MHz, Foco:6,50 cm, FR:3,07 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:0,5 mm
Controle 3:Modo Triplo (Harmônica), 2D:5,71 MHz, Col:6,40 MHz, PD:6,66 MHz, Foco:1,0 cm, FR:3,07 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:0,5 mm
(µs)
0,27
15,6*
4,06
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 3
Controle 4
TIB_bs
Y (cm)
(MPa)
Controle 2
(b)
PD P: 11,9
(b)
0,17
X (cm)
(W/cm2)
1,26
0,52
(pulsos/s)
Controle 1
MI
TIS_as
(MHz)
TIC
0,77
Pr at max. Ipi
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
PD P1x1: 43,1
zbp
prr
869
FLy (cm)
2D P1: 0,59
PD P1x1: 20,5
23,1
Ipa, α at max. MI
(cm)
Aaprt>1
0,73**
1,35
(b)
Outras
informações
Aaprt≤1
1,37
sem
varredura
3,47
(b)
(b)
0,67
TIB
sem varredura
(mW)
td
0,40
varredura
zs
Dim of Aaprt
1,60
1,43
Pr, α
fawf
2D: 8,04
Col: 6,68
PD: 6,68
M.I.
Valor máximo do índice
0,74
X (cm)
(W/cm2)
0,98
0,52
Y (cm)
td
TIC
PD P: 9,85
zs
(MHz)
TIS
sem
varredura
3,83
10,9
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,86
TIB
sem varredura
(mW)
fawf
Outras
informações
varredura
2D: 8,17
PD: 6,60
6,68
6,68
6,69
(b)
2D: 3,84
PD: 1,12
1,60
1,60
0,24
(b)
0,40
0,40
0,40
0,40
(b)
0,15
755
FLx (cm)
6,50
6,50
FLy (cm)
2,00
2,00
TIS_as_U
TIS_bs
MI
TIS_as
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:5,71 MHz, PD:6,15 MHz, Foco:1,0 cm, FR:15,6 Hz, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do
volume amostra:1,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:11,4 MHz, PD:6,66 MHz, Foco:4,5 cm, FR:9,11 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do
volume amostra:1,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:6,66 MHz, Foco:6,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:3,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:6,66 MHz, Foco:1,0 cm, Escala PD:7,50 kHz, Tamanho do volume amostra:1,0 mm
Manual de Referência 175
ER4-9: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
ER4-9
TIS
Etiqueta do índice
ER4-9: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,32
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
0,65
Aaprt≤1
0,10**
Aaprt>1
0,06
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
2,67
zs
(cm)
1,95
zbp
(cm)
1,95
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Dim of Aaprt
2D P1: 26,6
M P1x1: 3,97
TIC
0,18+
(b)
M P: 3,02
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
1,91
1,38
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
5,03
5,15
5,06
5,06
4,62
(b)
2,21
2,21
0,61
(b)
Y (cm)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
(cm)
zbp
(cm)
1,22
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
(MHz)
td
4,83
Y (cm)
(µs)
0,28
(pulsos/s)
6,43*
Pr at max. Ipi
(MPa)
4,16
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,62
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
373
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
2,30
2,30
Comprimento focal
Controle 1
Controle 1
Controle 2
MI
Condições de
controle
operacional
TIS_as
Controle 3
Controle 4
Controle 1:Modo 2D, 2D:6,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:110,8 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:6,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:460,7 Hz
Controle 3:Modo 2D + M, 2D:6,1 MHz, M:6,1 MHz, Foco:9,0 cm, FR:31,3 Hz
Controle 4:Modo 2D + M, 2D:4,7 MHz, M:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:71,4 Hz
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
1,23
(b)
PD P: 17,2
(b)
0,19
X (cm)
(W/cm2)
TIC
1,63
prr
Ipa, α at max. MI
sem
varredura
1,88
0,25
Ipa, α at max. MI
PD P1x1: 19,8
13,3
111*
0,20
Aaprt>1
0,30**
1,22
Dim of Aaprt
Outro
informações
Aaprt≤1
0,44
(mW)
(µs)
prr
Condições de
controle
operacional
2D P1: 2,39
Col P1: 25,7
(pulsos/s)
td
0,67
TIB
sem varredura
zs
fawf
1,02
varredura
3,15
0,21
X (cm)
(MHz)
1,43
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,96
Pr, α
fawf
Outro
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
2D: 5,46
Col: 4,99
4,71
4,70
4,70
(b)
2D: 2,62
Col: 1,25
1,11
0,86
0,37
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,18
397
FLx (cm)
4,50
3,50
FLy (cm)
2,30
2,30
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo, 2D:6,1 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor, 2D:7,7 MHz, Col:5,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:26,6 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:4,5 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,51 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:6,1 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:1,5 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Manual de Referência 176
ER4-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
EVN4-9
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,16
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,39**
2D P1: 6,28
PD P1x1: 13,0
PD P1x1: 27,3
17,4
zs
(cm)
1,38
zbp
(cm)
1,38
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
4,98
54,7*
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,53
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIS
Parâmetros
acústicos
associados
(mW)
(mW)
2,67
(cm)
1,95
1,95
zbp
(cm)
zb
(cm)
(cm)
4,71
(b)
1,35
1,11
0,37
(b)
fawf
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
301
FLx (cm)
5,50
4,50
FLy (cm)
2,30
2,30
Outro
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,25
111*
(MPa)
3,62
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 3,02
(b)
0,21
5,03
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,18+
1,91
(cm)
(MHz)
TIC
1,38
Pr at max. Ipi
prr
0,19
M P1x1: 3,97
sem
varredura
2,96
P
4,71
(b)
2D P1: 26,6
Aaprt>1
0,06
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
4,71
0,60
0,65
Aaprt≤1
0,10**
(MPa)
2D: 2,62
PD: 1,35
0,60
1,32
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
z_at_max_Ipi, α
0,60
M.I.
Valor máximo do índice
2D: 5,13
PD: 4,71
0,60
Y (cm)
(pulsos/s)
Comprimento focal
EVN4-9: Modo 2D e 2D+M
zs
0,20
X (cm)
(W/cm2)
(b)
2,00
0,27
Ipa, α at max. MI
(b)
1,47
(µs)
prr
1,37
PD P: 19,7
(mW)
td
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
(MHz)
sem
varredura
2,60
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,44
sem varredura
Aaprt≤1
0,61
P
fawf
Outro
informações
(MPa)
varredura
TIB
5,15
5,06
5,06
4,62
(b)
1,02
2,21
2,21
0,61
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,20
373
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
2,30
2,30
TIS_as_U
TIS_bs
MI
Controle 1
TIS_as
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,1 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:54,7 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,1 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:5,5 cm, FR:39,1 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:5,5 cm, Escala PD:2,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:4,5 cm, Escala PD:3,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:1,5 cm, Escala PD:4,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2
MI
TIS_as
Controle 3
Controle 4
Controle 1:Modo 2D, 2D:6,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:110,8 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:6,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:460,7 Hz
Controle 3:Modo 2D + M, 2D:6,1 MHz, M:6,1 MHz, Foco:9,0 cm, FR: 31,3 Hz
Controle 4:Modo 2D + M, 2D:4,7 MHz, M:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR: 71,4Hz
TIB_bs
Manual de Referência 177
EVN4-9: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
EVN4-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,43
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,30**
sem
varredura
TIC
1,23
(b)
Etiqueta do índice
PD P1x1: 19,8
PD P: 17,2
1,16
Valor máximo do índice
3,15
2D P1: 2,39
Col P1: 25,7
M.I.
(b)
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
varredura
0,44
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
0,61
Aaprt>1
0,39**
2D P1: 6,28
PD P1x1: 13,0
PD P1x1: 27,3
(mW)
13,3
(mW)
17,4
(cm)
1,22
zs
(cm)
1,38
zbp
(cm)
1,22
zbp
(cm)
1,38
zb
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
(MHz)
Parâmetros
acústicos
associados
1,63
1,88
0,19
4,83
X (cm)
Y (cm)
2D: 5,46
Col: 4,99
4,71
4,70
4,70
(b)
2D: 2,62
Col: 1,25
1,11
0,86
0,37
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
fawf
Dim of Aaprt
(µs)
0,28
td
(MHz)
4,98
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,27
6,43*
prr
(pulsos/s)
54,7*
4,16
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,53
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(W/cm2)
397
Ipa, α at max. MI
FLx (cm)
4,50
3,50
FLy (cm)
2,30
2,30
Comprimento focal
MI
Controle 1
TIS_as
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo, 2D:6,1 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor, 2D:7,7 MHz, Col:5,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:26,6 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:4,5 cm, FR:4,6 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,51 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:6,1 MHz, Col:3,8 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:1,5 cm, FR:6,43 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(W/cm2)
(b)
PD P: 19,7
(b)
0,20
(MPa)
Outro
informações
1,37
1,47
(pulsos/s)
0,18
TIC
2,00
Pr at max. Ipi
prr
sem
varredura
2,60
zs
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,67
Aaprt≤1
0,44
TIS
TIB
sem varredura
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
fawf
Outro
informações
varredura
2D: 5,13
PD: 4,71
4,71
4,71
4,71
(b)
2D: 2,62
PD: 1,35
1,35
1,11
0,37
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,19
301
FLx (cm)
5,50
4,50
FLy (cm)
2,30
2,30
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,1 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:54,7 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,1 MHz, PD:4,7 MHz, Foco:5,5 cm, FR:39,1 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:5,5 cm, Escala PD:2,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:4,5 cm, Escala PD:3,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:4,7 MHz, Foco:1,5 cm, Escala PD:4,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Manual de Referência 178
PE2-4: Modo 2D e 2D+M
PE2-4
TIS
Etiqueta do índice
PE2-4: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,57
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,27**
2D P1: 150
M P1x1:
27,5
Aaprt>1
0,45
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
45,4
zs
(cm)
2,69
zbp
(cm)
2,64
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
Dim of Aaprt
td
prr
Controle 3
4,21
P
(mW)
2D P1: 23,9
2D Inv
P1:23,9
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
M P: 66,0
Parâmetros
acústicos
associados
3,48
0,77
1,77
2,91
2,09
2,09
1,77
2,03
2,03
2,03
2,03
1,20
1,20
1,20
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Dim of Aaprt
(MHz)
2,40
Outras
informações
0,70
161
FLx (cm)
16,0
16,0
FLy (cm)
6,40
6,40
Ipa, α at max. MI
Condições de
controle
operacional
TIS_as
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D, 2D:1,76 MHz, Foco:14,0 cm, FR:43,5 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:3,62 MHz, Foco:2,0 cm, FR:159,6 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:2,13 MHz, M:2,13 MHz, Foco:16,0 cm, FR:26,3 Hz
Controle 4:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:1,76 MHz, M:1,76 MHz, Foco:16,0 cm, FR:26,3 Hz
Controle 5:Modo 2D (Inversão pulsada), 2D:1,92 MHz, Foco:10,0 cm, FR:29,1 Hz
deq at max. Ipi
Comprimento focal
MI
TIS_as_U
td
prr
Pr at max. Ipi
TIS_bs
TIB_bs
TIC_as
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
1,91
2D P1: 29,5
2D Inv P1:
29,0
Col P1: 109
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
1,29**
Aaprt>1
1,99
sem
varredura
TIC
5,19
4,21
M P1x1: 19,9
Col# P1x1:
86,1
M P: 59,0
Col# P: 231
M P: 44,5
Col# P: 252
M: 31,0
Col#: 163
M: 2,69
Col#: 2,89
M: 2,64
Col#: 2,64
M: 3,28
Col#: 3,68
1,30
M: 0,78
Col#: 0,73
1,90
X (cm)
2D: 2,10, 2D
Inv: 2,12
Col: 2,54
2D: 1,17, 2D
Inv: 1,17
Col: 0,86
1,20
Y (cm)
0,75
(pulsos/s) 43,5*
(W/cm2)
(cm)
zbp
fawf
1,20
(µs)
zs
varredura
2,21
1,89
0,86
(cm)
Controle 2
1,29+
1,20
(MPa)
Controle 1
(MPa)
Y (cm)
deq at max. Ipi
Comprimento focal
Pr, α
X (cm)
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
TIC
3,29
(cm)
(MHz)
1,60
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,10
(MPa)
fawf
Condições de
controle
operacional
2,08
Pr, α
deq(zb)
Outras
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
M: 2,69
Col#: 2,53
M: 1,94
Col#: 2,19
M: 1,87
Col#: 2,19
M: 1,94
Col#: 2,19
M: 2,03
Col#: 2,03
M: 2,03
Col#: 2,03
M: 2,03
Col#: 2,03
M: 2,03
Col#: 2,03
1,20
1,20
1,20
1,20
(µs) 0,82
(pulsos/s) 9,11*
(MPa) 2,26
M: 0,66
Col#: 0,67
(cm)
(W/cm )
FLx (cm)
FLy (cm)
2
211
14,0
6,40
14,0
6,40
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIC_as
TIB_bs
Controle 1:Modo CPA triplo (Harmônica), 2D:1,92 MHz, Col:2,20 MHz, PD:2,20 MHz, Foco:2,0 cm, FR:9,11 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Cor (Inversão pulsada), 2D:2,13 MHz, Col:2,56 MHz, Foco:4,0 cm, FR:37,3 Hz
Controle 3:Modo M Cor, M:3,62 MHz, Col:2,56 MHz, Foco:14,0 cm, Escala de cor:1,5 kHz
Controle 4:Modo M Cor, M:2,36 MHz, Col:2,20 MHz, Foco:14,0 cm, Escala de cor:1,5 kHz
Controle 5:Modo M Cor (Harmônica), M:1,92 MHz, Col:2,20 MHz, Foco:14,0 cm, Escala de cor:1,5 kHz
Manual de Referência 179
PE2-4: Doppler pulsado e 2D+Doppler pulsado
PE2-4: CW
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,49
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
2,06
2D P1: 64,2
PD P1x1: 54,9
PD P1x1: 115
195
2,64
zbp
(cm)
2,64
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIC
5,10
4,17
PD P: 294
(cm)
(MHz)
sem
varredura
Parâmetros
acústicos
associados
3,68
1,30
2D: 1,94
PD: 2,22
2,57
2,23
2,19
2,03
2,03
Y (cm)
1,20
1,20
1,20
1,20
1,20
(MPa)
2,11
113
zs
(cm)
1,80
zbp
(cm)
1,80
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
FLx (cm)
16,0
16,0
FLy (cm)
6,40
6,40
Condições de
controle
operacional
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
TIC_as
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:1,92 MHz, PD:2,20 MHz, Foco:2,0 cm, FR:31,3 Hz, Escala PD:1,75
kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:1,92 MHz, PD:2,20 MHz, Foco:4,0 cm, FR:53,6 Hz, Escala PD:1,50
kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:2,56 MHz, Foco:16,0 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:7,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,20 MHz, Foco:16,0 cm, Escala PD:1,50 kHz, Tamanho do volume amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,20 MHz, Foco:14,0 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
4,49
3,03
CW P: 144
CW P: 145
3,28
1,10
0,46
(cm)
(a)
2,00
2,00
2,00
2,00
X (cm)
(a)
0,94
0,94
0,94
0,94
Y (cm)
(a)
1,20
1,20
1,20
1,20
(MHz)
2,00
CW
_
(pulsos/s)
CW
_
Pr at max. Ipi
(MPa)
0,15
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
180
TIC
(µs)
Ipa, α at max. MI
0,69
(cm)
(W/cm2)
(mW)
prr
Outras
informações
(pulsos/s) 31,3*
CW P1x1: 129
sem
varredura
0,13
(mW)
td
0,83
(a)
Aaprt>1
1,07
P
Dim of Aaprt
2,03
(a)
Aaprt≤1
1,23**
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
2,19
2,03
TIB
sem varredura
(MPa)
fawf
X (cm)
0,09
varredura
Pr, α
deq(zb)
0,74
1,90
M.I.
Valor máximo do índice
PD P: 294
2D: 1,17
PD: 0,86
(µs)
Etiqueta do índice
2,06
(mW)
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,17
Aaprt≤1
1,41**
TIS
TIB
sem varredura
zs
fawf
Outras
informações
varredura
Controle 1
(W/cm2)
_
0,44
0,54
_
_
FLx (cm)
16,0
10,0
-
FLy (cm)
6,40
6,40
-
MI
Controle 2
Controle 3
Controle 1:Modo Doppler CW, CW:2,00 MHz, Foco:2,0 cm
Controle 2:Modo Doppler CW, CW:2,00 MHz, Foco:16,0 cm
Controle 3:Modo Doppler CW, CW:2,00 MHz, Foco:10,0 cm
TIS_as_U
TIC_as
TIS_bs
TIB_bs
Manual de Referência 180
SP3-8: Modo 2D e 2D+M
SP3-8
TIS
Etiqueta do índice
SP3-8: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,26
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
Aaprt≤1
0,22
2D P1: 59,3
M P1x1: 15,0
Aaprt>1
0,15**
1,66
(cm)
1,66
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
(MHz)
0,46+
1,89
M P: 13,9
2D P: 79,7
Parâmetros
acústicos
associados
3,48
3,48
0,34
2,89
X (cm)
Y (cm)
(µs)
TIC
10,6
(cm)
4,71
3,03
3,03
2,88
3,34
0,51
0,96
0,96
0,96
0,87
1,00
1,00
1,00
1,00
1,00
0,59
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(mW)
zs
(cm)
zbp
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Dim of Aaprt
(MHz)
td
prr
Pr at max. Ipi
0,33
214
FLx (cm)
14,0
14,0
FLy (cm)
7,00
7,00
Outras
informações
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
MI
TIS_as
TIS_as_U
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:3,40 MHz, M:3,40 MHz, Foco:14,0 cm, FR:31,3 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:6,67 MHz, Foco:2,0 cm, FR:186,1 Hz
Controle 3:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:3,40 MHz, M:3,40 MHz, Foco:14,0 cm, FR:31,3 Hz
Controle 4:Modo 2D+M (Harmônica), 2D:3,08 MHz, M:3,08 MHz, Foco:14,0 cm, FR:31,3 Hz
Controle 5:Modo 2D, 2D:6,67 MHz, Foco:6,0 cm, FR:328,8 Hz
TIS_bs
TIB_bs
TIC_as
Condições de
controle
operacional
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIB
sem varredura
1.63
Aaprt≤1
1.70
2D P1: 3,60
Col P1: 26,9
PD P1x1: 51,0
M P1x1: 6,12
Col# P1x1:
80,2
Aaprt>1
1.06**
TIC
2.45
2.07
M P:4,63
Col# P:62,0
M P: 3,32
Col# P: 46,2
M: 2,31
Col#: 1.70
1.09
M: 0,40
Col#: 0.37
3.19
2D: 3,16
Col: 4,16
PD: 4,28
2D: 0,96
Col: 0,96
PD: 0,96
1.00
M: 3,36
Col#: 4.19
M: 3,36
Col#: 4.19
M: 3,48
Col#: 4.28
M: 4,71
Col#: 4.38
M: 0,96
Col#: 0.96
M: 0,96
Col#: 0.96
M: 0,72
Col#: 0.57
M: 0,51
Col#: 0.27
1.00
1.00
1.00
1.00
0.50
500
2.72
M: 0,35
Col#: 0.34
(cm)
(W/cm2)
FLx (cm)
FLy (cm)
sem
varredura
M: 4,16
Col#: 49.6
M: 1,66
Col#: 1,66
M: 1,66
Col#: 1.66
X (cm)
(µs)
(pulsos/s)
(MPa)
varredura
2.41
Y (cm)
2,93
(cm)
(W/cm2)
Pr, α
fawf
(pulsos/s) 31,3*
(MPa)
1.35
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,14
zbp
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,33
zs
fawf
Outras
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
318
8.00
7.00
8.00
7.00
TIS_as_U
TIS_bs
MI
TIS_as
TIB_bs
TIC_as
Controle 1:Modo M Cor (Harmônica), M:3,40 MHz, Col:3,63 MHz, Foco:2,0 cm, Escala de cor:6,00 kHz
Controle 2:Modo Triplo, 2D:5,16 MHz, Col:4,40 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:10,0 cm, FR:7,19 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:1,0 mm
Controle 3:Modo M Cor, M:6,67 MHz, Col:4,40 MHz, Foco:8,0 cm, Escala de cor:2,50 kHz
Controle 4:Modo M Cor, M:6,67 MHz, Col:4,40 MHz, Foco:4,0 cm, Escala de cor:4,50 kHz
Controle 5:Modo M Cor, M:6,67 MHz, Col:4,40 MHz, Foco:2,0 cm, Escala de cor:6,00 kHz
Manual de Referência 181
SP3-8: Doppler pulsado e 2D+Doppler pulsado
SP3-8: CW
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,27
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
1,04**
2D P1: 23,2
PD P1x1: 82,2
PD P1x1: 54,6
49,6
1,66
zbp
(cm)
1,66
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIC
2,31
2,07
PD P: 57,7
(cm)
td
sem
varredura
Etiqueta do índice
2D P: 12,1
PD P: 39,6
Parâmetros
acústicos
associados
1,70
1,09
(mW)
43,7
zs
(cm)
1,12
zbp
(cm)
1,12
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
fawf
2D: 4,64
PD: 4,44
X (cm)
2D: 0,96
PD: 0,96
0,96
0,96
0,57
2D: 0,51
PD: 0,27
td
Y (cm)
1,00
1,00
1,00
1,00
1,00
prr
(MPa)
2,55
0,31
FLx (cm)
16,0
16,0
FLy (cm)
7,00
7,00
Condições de
controle
operacional
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
TIC_as
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:3,40 MHz, PD:3,63 MHz, Foco:2,0 cm, FR:36,5 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do volume
amostra:1,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:4,10 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:12,0 cm, FR:41,7 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:4,40 MHz, Foco:16,0 cm, Escala PD:3,00 kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,40 MHz, Foco:4,0 cm, Escala PD:3,00 kHz, Tamanho do volume amostra:2,5 mm
Controle 5:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,67 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:2,0 cm, FR:36,5 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do volume amostra:1,0 mm
CW P: 59,0
CW P: 59,4
1,44
0,35
4,00
X (cm)
Y (cm)
(a)
4,00
4,00
4,00
4,00
(a)
0,44
0,44
0,44
0,44
(a)
1,00
1,00
1,00
1,00
_
(pulsos/s)
CW
_
Pr at max. Ipi
(MPa)
0,14
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
(W/cm2)
_
0,30
0,45
_
_
FLx (cm)
10,0
10,0
_
FLy (cm)
7,00
7,00
_
TIS_as_U
TIS_bs
MI
Controle 2
Controle 3
Controle 1:Modo Doppler CW, CW:4,00 MHz, Foco:2,0 cm
Controle 2:Modo Doppler CW, CW:4,00 MHz, Foco:10,0 cm
Controle 3:Modo Doppler CW, CW:4,00 MHz, Foco:4,0 cm
TIS_bs
2,00
CW
Comprimento focal
261
2,55
1,44
(cm)
(MHz)
TIC
(µs)
Ipa, α at max. MI
(cm)
(W/cm2)
Dim of Aaprt
Outras
informações
CW P1x1: 59,4
sem
varredura
0,11
(mW)
4,42
(pulsos/s) 36,5*
(a)
Aaprt>1
0,83**
P
4,41
0,51
(a)
Aaprt≤1
1,13
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
4,41
(µs)
TIB
sem varredura
(MPa)
deq(zb)
0,34
3,16
0,06
varredura
Pr, α
2D: 3,02
PD: 4,27
(MHz)
M.I.
Valor máximo do índice
2,26
(mW)
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
1,44
Aaprt≤1
1,73
TIS
TIB
sem varredura
zs
fawf
Outras
informações
varredura
TIC_as
TIB_bs
Manual de Referência 182
V5-9: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
V5-9
TIS
Etiqueta do índice
V5-9: 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,03
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt≤1
0,10
2D P1: 17,7
M P1x1: 4,71
Aaprt>1
0,07**
zs
(cm)
1,31
zbp
(cm)
1,31
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
(MHz)
4,67
Y (cm)
(µs)
0,43
(pulsos/s)
94,7*
Pr at max. Ipi
(MPa)
2,62
deq at max. Ipi
(cm)
td
prr
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
(W/cm2)
TIC
0,17+
(b)
M P: 4,71
(b)
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
zb
z_at_max_Ipi, α
deq(zb)
1,70
fawf
0,37
Dim of Aaprt
1,34
X (cm)
5,16
4,65
4,65
4,65
(b)
1,37
1,00
1,00
1,00
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
Outro
informações
td
prr
Pr at max. Ipi
deq at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
0,36
239
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
3,50
3,50
Condições de
controle
operacional
MI
TIS_as
TIS_as_U
Controle 1:Modo 2D (Harmônica), 4,40 MHz, Foco:1,5 cm, FR:94,7 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:5,00 MHz, Foco:2,5 cm, FR:378,8 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:4,40 MHz, M:4,40 MHz, Foco:9,0 cm, FR:25,0 Hz
TIS_bs
TIB_bs
1,40
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,22
3,09
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,44
(mW)
fawf
Outro
informações
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
varredura
0,49
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
0,31
Aaprt>1
0,20**
TIC
0,83
(b)
PD P: 11,1
(b)
3,02
2D P1: 3,52
Col P1: 18,6
PD P1x1: 12,8
(mW)
8,46
(cm)
0,54
(cm)
0,54
1,34
(cm)
(cm)
(cm)
1,89
(MHz)
4,68
0,20
X (cm)
2D: 4,18
Col: 4,72
2D: 1,46
Col: 1,07
0,60
Y (cm)
(µs)
(pulsos/s)
(MPa)
(cm)
(W/cm2)
FLx (cm)
FLy (cm)
sem
varredura
5,07
5,02
4,49
(b)
0,92
0,17
0,42
(b)
0,60
0,60
0,60
(b)
0,45
4,59*
3,75
0,19
355
7,50
3,50
1,50
3,50
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,73 MHz, Col:4,40 MHz, PD:4,73 MHz, Foco:3,5 cm, FR:4,59 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:4,00 MHz, Col:4,73 MHz, Foco:3,5 cm, FR:15,9 Hz
Controle 3:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,00 MHz, Col:4,40 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:7,5 cm, FR:4,59 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 4:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,00 MHz, Col:4,40 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:1,5 cm, FR:3,46 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 5:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,00 MHz, Col:4,40 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:3,5 cm, FR:4,59 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Manual de Referência 183
V5-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
VR5-9
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,17
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,29**
2D P1: 3,64
P1x1:10,6
PD P1x1: 19,4
12,0
zs
(cm)
1,26
zbp
(cm)
1,26
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
4,64
18,2*
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,16
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
TIS
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
1,31
zbp
(cm)
1,31
zb
(cm)
(cm)
(b)
1,11
0,92
0,42
(b)
fawf
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
FLx (cm)
9,00
7,50
FLy (cm)
3,50
3,50
Outro
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,45
50,0*
(MPa)
3,35
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 2,29
(b)
0,15
4,72
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,22+
1,34
(cm)
(MHz)
TIC
1,51
Pr at max. Ipi
prr
347
M P1x1: 6,63
sem
varredura
2,62
4,27
4,45
0,18
2D P1: 28,5
Aaprt>1
0,10**
(cm)
5,02
(b)
0,68
Aaprt≤1
0,15
(mW)
5,00
0,60
varredura
TIB
sem varredura
zs
2D: 2,67
PD: 0,31
0,60
1,21
Pr, α
z_at_max_Ipi, α
0,60
M.I.
Valor máximo do índice
2D: 4,64
PD: 5,03
0,60
Y (cm)
(pulsos/s)
Comprimento focal
VR5-9: 2D e 2D+M
Parâmetros
acústicos
associados
0,19
X (cm)
(W/cm2)
(b)
1,68
0,44
Ipa, α at max. MI
(b)
1,34
(µs)
prr
1,21
PD P: 15,6
(mW)
td
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
(MHz)
sem
varredura
2,52
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,33
sem varredura
Aaprt≤1
0,46
P
fawf
Outro
informações
(MPa)
varredura
TIB
4,97
4,85
4,85
4,72
(b)
1,25
1,00
1,00
0,56
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,15
368
FLx (cm)
9,00
9,00
FLy (cm)
3,50
3,50
MI
TIS_as
Condições de
controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:4,40 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:2,5 cm, FR:18,2 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:2,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:4,40 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:2,5 cm, FR:18,2 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:1,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:5,13 MHz, Foco:9,0 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:5,13 MHz, Foco:7,5 cm, Escala PD:2,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2,0 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:4,40 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:6,0 mm
Controle 1
Controle 2
Controle 3
MI
TIB_bs
TIS_as
TIS_as_U
Controle 1:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:4,40 MHz, M:4,40 MHz, Foco:1,5 cm, FR:50,0 Hz
Controle 2:Modo 2D (Harmônica), 2D:4,73 MHz, Foco:1,5 cm, FR:256,0 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:4,73 MHz, M:4,73 MHz, Foco:9,0 cm, FR:12,8 Hz
TIS_bs
Manual de Referência 184
VR5-9: 2D+Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
VR5-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,55
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,30**
sem
varredura
TIC
1,19
(b)
Etiqueta do índice
PD P1x1: 19,9
PD P: 15,1
1,37
Valor máximo do índice
3,47
2D P1: 8,76
Col P1: 23,7
M.I.
(b)
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
varredura
0,48
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
0,68
Aaprt>1
0,44**
2D P1: 6,33
PD P1x1: 14,0
PD P1x1: 28,4
(mW)
12,3
(mW)
19,4
(cm)
0,54
zs
(cm)
1,26
zbp
(cm)
0,54
zbp
(cm)
1,26
zb
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
(MHz)
Parâmetros
acústicos
associados
1,43
1,27
0,18
4,99
X (cm)
Y (cm)
2D: 4,56
Col: 4,97
5,02
5,09
4,79
(b)
2D: 1,55
Col: 1,24
1,11
0,17
0,42
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
fawf
Dim of Aaprt
(µs)
0,31
td
(MHz)
5,28
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,29
4,59*
prr
(pulsos/s)
23,4*
4,11
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,84
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(W/cm2)
749
Ipa, α at max. MI
FLx (cm)
9,00
1,50
FLy (cm)
3,50
3,50
IM
Comprimento focal
TIS_bs
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo, 2D:5,00 MHz, Col:5,13 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:1,5 cm, FR:4,59 Hz, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:1,0 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:4,40 MHz, Col:5,13 MHz, Foco:4,5 cm, FR:15,2 Hz
Controle 3:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,73 MHz, Col:5,13 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:9,0 cm, FR:2,18 Hz, Escala PD:1,00 kHz,
Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 4:Modo Triplo (Harmônica), 2D:4,73 MHz, Col:4,40 MHz, PD:4,73 MHz, Foco:3,5 cm, FR:3,46 Hz, Escala PD:1,75 kHz,
Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(W/cm2)
(b)
PD P: 22,1
(b)
0,22
(MPa)
Outro
informações
1,58
1,12
(pulsos/s)
0,18
TIC
1,29
Pr at max. Ipi
prr
sem
varredura
3,15
zs
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,75
Aaprt≤1
0,47
TIS
TIB
sem varredura
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
fawf
Outro
informações
varredura
2D: 4,83
PD: 5,06
5,02
4,71
4,73
(b)
2D: 2,67
PD: 0,42
1,11
0,92
0,31
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,21
573
FLx (cm)
9,00
7,50
FLy (cm)
3,50
3,50
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,71 MHz, PD:4,40 MHz, Foco:1,5 cm, FR:23,4 Hz, Escala PD:2,25 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:1,0 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado (Harmônica), 2D:4,730 MHz, PD:5,13 MHz, Foco:3,5 cm, FR:18,2 Hz, Escala PD:1,75 kHz,
Tamanho do Volume Amostra:1,0 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:5,13 MHz, Foco:9,0 cm, Escala PD:2,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5,0 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,73 MHz, Foco:7,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5,0 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:4,73 MHz, Foco:2,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:4,5 mm
Manual de Referência 185
VE4-8: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
VE4-8
TIS
VE4-8: Modo 2D e 2D+M
Etiqueta do índice
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,25
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
2D P1: 23,9
2D Inv P1:23,9
M P1x1: 8,77
3,70
(MHz)
TIC
0,41+
M P: 10,4
(cm)
(cm)
sem
varredura
Pr, α
(MPa)
(b)
P
(mW)
(b)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
3,29
3,73
2D: 2,94
2D Inv: 2,96
2,94
2,93
2,77
X (cm)
0,83
4,35
1,20
(b)
Y (cm)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
2D P1: 4,52
Col P1: 48,6
(cm)
zbp
(cm)
3,37
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
2,72
Y (cm)
(µs)
0,70
0,42
prr
(pulsos/s)
4,83*
Pr at max. Ipi
(MPa)
2,79
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,25
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
(W/cm2)
270
FLx (cm)
3,50
17,5
FLy (cm)
6,40
6,40
Comprimento focal
Controle 1
MI
Condições de
controle
operacional
TIS_as
Controle 3
Controle 4
Controle 5
Controle 1:Modo 2D, 2D:4,1 MHz, Foco:5,0 cm, FR:53,9 Hz
Controle 2:Modo 2D (Inversão Pulsada), 2D:5,8 MHz, Foco:2,0 cm, FR:168,2 Hz
Controle 3:Modo 2D + M, 2D:2,9 MHz, M:2,9 MHz, Foco:3,5 cm, FR:55,6 Hz
Controle 4:Modo 2D + M, 2D:2,9 MHz, M:2,9 MHz, Foco:17,5 cm, FR: 12,5 Hz
Controle 5:Modo 2D + M, 2D:2,6 MHz, M:2,6 MHz, Foco:5,0 cm, FR:41,7 Hz
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 5
(b)
PD P: 37,1
(b)
0,29
X (cm)
(W/cm2)
1,43
3,49
53,9*
Ipa, α at max. MI
TIC
3,29
(µs)
Ipa, α at max. MI
PD P1x1: 32,3
27,6
(MHz)
sem
varredura
2,12
(pulsos/s)
0,29
Aaprt>1
0,39
3,37
Dim of Aaprt
Outras
informações
Aaprt≤1
0,46
(mW)
(b)
2D: 1,61
2D Inv: 1,61
0,77
TIB
sem varredura
zs
fawf
0,30
3,18
1,29
Valor máximo do índice
2,23
3,70
(cm)
prr
Condições de
controle
operacional
Aaprt>1
0,21
(cm)
deq(zb)
td
Outras
informações
Aaprt≤1
0,12
15,2
(cm)
Dim of Aaprt
0,67
varredura
TIB
sem varredura
(mW)
zb
z_at_max_Ipi, α
fawf
varredura
M.I.
2D: 3,69
Col: 3,00
2,98
2,98
2,97
(b)
2D: 1,59
Col: 1,32
0,83
3,60
1,20
(b)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
0,27
415
FLx (cm)
3,50
14,5
FLy (cm)
6,40
6,40
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,6 MHz, Col:2,8 MHz, PD:2,8 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,83 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor, 2D:4,1 MHz, Col:3,0 MHz, Foco:2,0 cm, FR:46,6 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:2,8 MHz, PD:3,0 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,79 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:2,8 MHz, PD:3,0 MHz, Foco:14,5 cm, FR:3,86 Hz, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 5:Modo Triplo, 2D:6,8 MHz, Col:2,8 MHz, PD:3,0 MHz, Foco:5,0 cm, FR:4,83 Hz, Escala PD:1,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Manual de Referência 186
VE4-8: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
3D2-6
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,06
Valor máximo do índice
Pr, α
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,72
2D P1: 3,50
PD P1x1: 36,5
PD P1x1: 49,6
50,9
zs
(cm)
3,37
zbp
(cm)
3,37
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
Controle 5
(mW)
(mW)
16,1
(cm)
4,80
4,02
zbp
(cm)
zb
(cm)
(cm)
X (cm)
2D: 4,80
PD: 0,83
0,83
3,60
1,20
(b)
fawf
Y (cm)
1,10
1,10
1,10
1,10
(b)
3,02
(W/cm2)
deq(zb)
Dim of Aaprt
td
202
FLx (cm)
3,50
14,5
FLy (cm)
6,40
6,40
Outras
informações
X (cm)
Y (cm)
(µs)
0,51
53,9*
(MPa)
2,38
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(W/cm2)
(b)
M P: 11,3
(b)
0,45
2,38
(pulsos/s)
Ipa, α at max. MI
0,42+
1,82
(cm)
(MHz)
TIC
3,46
Pr at max. Ipi
prr
0,28
M P1x1: 10,5
sem
varredura
1,91
P
z_at_max_Ipi, α
(cm)
2D P1: 50,5
Aaprt>1
0,18
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
(b)
(MPa)
Controle 4
Parâmetros
acústicos
associados
0,60
Aaprt≤1
0,12**
(MPa)
2,76
deq at max. Ipi
1,24
varredura
TIB
sem varredura
Pr, α
2,96
(MHz)
M.I.
Valor máximo do índice
2,96
Pr at max. Ipi
Controle 3
TIS
2D: 3,86
PD: 2,97
3,14
25,0*
Controle 1
3D2-6: Modo 2D e 2D+M
zs
0,29
(pulsos/s)
Controle 2
(b)
4,70
0,43
Comprimento focal
(b)
3,29
(µs)
Ipa, α at max. MI
2,34
PD P: 56,5
(mW)
prr
TIC
Etiqueta do índice
(mW)
td
sem
varredura
1,88
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,58
sem varredura
Aaprt≤1
0,70
P
fawf
Outras
informações
(MPa)
varredura
TIB
2,49
2,48
2,39
2,48
(b)
2,24
0,83
4,33
0,83
(b)
1,30
1,30
1,30
1,30
(b)
0,44
181
FLx (cm)
3,50
17,5
FLy (cm)
8,00
8,00
MI
Controle 1
TIS_as
Condições de
Controle
operacional
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:4,1 MHz, PD:3,0 MHz, Foco:6,5 cm, FR:25,0 Hz, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,8 MHz, PD:3,0 MHz, Foco:3,5 cm, FR:37,5Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:3,0 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:3,0 MHz, Foco:14,5 cm, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 5:Modo Doppler pulsado, PD:2,8 MHz, Foco:5,0 cm, Escala PD:2,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 2
IM
TIS_as
Controle 3
Controle 4
Controle 1:Modo 2D, 2D:2,9 MHz, Foco:5,0 cm, FR:53,9 Hz
Controle 2:Modo 2D (Harmônica), 2D:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:298,6 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,5 MHz, M:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:55,6 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:2,5 MHz, M:2,5 MHz, Foco:17,5 cm, FR:12,5 Hz
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
Manual de Referência 187
3D2-6: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
3D2-6: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,29
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
Parâmetros
acústicos
associados
Aaprt>1
0,36
sem
varredura
TIC
1,26
(b)
Etiqueta do índice
PD P1x1: 32,1
PD P: 34,7
1,12
Valor máximo do índice
2,03
2D P1: 4,19
Col P1: 50,0
M.I.
(b)
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
varredura
0,50
TIB
sem varredura
Aaprt≤1
0,66**
Aaprt>1
0,61
2D P1: 2,15
PD P1x1: 35,7
PD P1x1: 55,6
(mW)
30,7
(mW)
51,3
(cm)
2,81
zs
(cm)
2,81
zbp
(cm)
2,81
zbp
(cm)
2,81
zb
(cm)
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
(MHz)
Parâmetros
acústicos
associados
2,02
2,02
0,44
2,46
X (cm)
Y (cm)
2D: 2,51
Col: 2,71
2,48
2,46
2,48
(b)
2D: 1,85
Col: 1,51
0,83
2,12
0,83
(b)
1,30
1,30
1,30
1,30
(b)
fawf
Dim of Aaprt
(µs)
0,76
td
(MHz)
(pulsos/s)
1000
prr
2,23
Pr at max. Ipi
(MPa)
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Controle 1
Controle 2
Controle 3
Controle 4
(W/cm2)
0,44
212
Outras
informações
Ipa, α at max. MI
FLx (cm)
3,50
8,50
FLy (cm)
8,00
8,00
Comprimento focal
MI
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
Controle 1:Modo Triplo (Harmônica), 2D:2,5 MHz, Col:2,5 MHz, PD:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,51 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do
Volume Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor, 2D:2,9 MHz, Col:2,8 MHz, Foco:2,0 cm, FR:46,6 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:5,6 MHz Col:2,8 MHz, PD:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, FR:5,5 Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:0,5 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:5,6 MHz Col:2,5 MHz, PD:2,5 MHz, Foco:8,5 cm, FR:3,7 Hz, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:0,5 mm
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
2,48
1,38
5,51*
(W/cm2)
(b)
PD P: 60,0
(b)
0,44
(µs)
(MPa)
2,25
1,82
Y (cm)
(pulsos/s)
prr
TIC
2,02
X (cm)
Pr at max. Ipi
sem
varredura
1,77
zs
Dim of Aaprt
Condições de
controle
operacional
0,70
Aaprt≤1
0,38**
TIS
TIB
sem varredura
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
fawf
Outras
informações
varredura
2D: 3,30
PD: 2,71
2,50
2,50
2,50
(b)
2D: 5,90
PD: 0,83
0,83
2,12
0,83
(b)
1,30
1,30
1,30
1,30
(b)
2,1
0,43
166
FLx (cm)
3,50
8,50
FLy (cm)
8,00
8,00
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIB_bs
TIS_bs
Controle 1:Modo Doppler pulsado, PD:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:1,0 kHz, Tamanho do Volume Amostra:0,5 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:5,6 MHz, PD:2,8 MHz, Foco:3,5 cm, FR:37,5Hz, Escala PD:1,5 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:0,5 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:2,5 MHz, Foco:3,5 cm, Escala PD:3,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:2,5 MHz, Foco:8,5 cm, Escala PD:2,25 kHz, Tamanho do Volume Amostra:7,5 mm
Manual de Referência 188
3D4-9: 2D + Cor, Triplo, CPA e CPA triplo
3D4-9
TIS
Etiqueta do índice
3D4-9: Modo 2D e 2D+M
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,30
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
M P1x1: 3,34
(MHz)
0,19+
(b)
M P: 3,21
(b)
2,40
0,94
(cm)
TIC
Parâmetros
acústicos
associados
1,51
1,58
4,37
Y (cm)
(µs)
0,29
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
5,37
4,49
4,48
4,48
(b)
0,95
0,76
0,52
0,52
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
2D P1: 2,25
Col P1: 20,8
(cm)
0,82
(cm)
0,82
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm)
deq(zb)
(cm)
td
(MHz)
4,31
Y (cm)
(µs)
0,30
prr
(pulsos/s)
6,76*
(MPa)
3,64
deq at max. Ipi
(cm)
deq at max. Ipi
(cm)
Controle 1
Controle 2
Controle 3
FLx (cm)
3,50
2,50
FLy (cm)
3,50
3,50
Comprimento focal
MI
Controle 1
TIS_as
TIS_as_U
Controle 4
TIS_bs
TIB_bs
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
Controle 1:Modo 2D+M, 2D:4,7 MHz, M:4,7 MHz, Foco:2,5 cm, FR:71,4 Hz
Controle 2:Modo 2D, 2D:7,7 MHz, Foco:1,5 cm, FR:460,3 Hz
Controle 3:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:4,4 MHz, M:4,4 MHz, Foco:3,5 cm, FR:62,5 Hz
Controle 4:Modo 2D + M (Harmônica), 2D:4,4 MHz, M:4,4 MHz, Foco:2,5 cm, FR:71,4 Hz
0,88
(b)
PD P: 13,7
(b)
0,25
X (cm)
(W/cm2)
TIC
0,93
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
sem
varredura
1,58
3,33
305
PD P1x1: 14,9
zbp
71,4*
(W/cm2)
Aaprt>1
0,25**
10,3
(MPa)
Ipa, α at max. MI
Aaprt≤1
0,36
(mW)
Dim of Aaprt
Outro
informações
0,54
TIB
sem varredura
2,97
(pulsos/s)
0,22
varredura
zs
fawf
0,23
X (cm)
Pr, α
Pr at max. Ipi
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
2D P1: 20,6
1,43
Valor máximo do índice
sem
varredura
2,71
0,94
(cm)
prr
Outro
informações
Aaprt>1
0,05**
(cm)
deq(zb)
td
Aaprt≤1
0,07
(cm)
(cm)
Dim of Aaprt
0,53
(mW)
zb
z_at_max_Ipi, α
fawf
varredura
TIB
sem varredura
M.I.
2D: 4,60
Col: 4,99
5,01
5,00
5,00
(b)
2D: 2,55
Col: 0,95
0,68
0,40
0,40
(b)
0,60
0,60
0,60
0,60
(b)
0,22
367
FLx (cm)
2,50
1,50
FLy (cm)
3,50
3,50
MI
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo Triplo, 2D:4,7 MHz, Col:5,1 MHz, PD:5,1 MHz, Foco:2,5 cm, FR:6,8 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D + Cor (Harmônica), 2D:4,4 MHz, Col:5,1 MHz, Foco:0,5 cm, FR:29,5 Hz
Controle 3:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:5,1 MHz, PD:5,1 MHz, Foco:2,5 cm, FR:6,8 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Controle 4:Modo Triplo, 2D:7,7 MHz, Col:5,1 MHz, PD:5,1 MHz, Foco:1,5 cm, FR:6,8 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume Amostra:2 mm
Manual de Referência 189
3D4-9: Doppler pulsado e 2D + Doppler pulsado
CW2.0
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
1,15
Valor máximo do índice
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(MPa)
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
2D P1: 4,23
PD P1x1: 19,2
PD P1x1: 10,5
1,20
(b)
PD P: 20,1
1,00
1,73
0,28
4,84
X (cm)
Y (cm)
2D: 5,15
PD: 5,02
5,01
2D: 2,55
PD: 0,68
1,28
0,60
0,60
4,45
0,40
0,60
4,45
0,40
0,60
(b)
_
Pr at max. Ipi
(MPa)
3,38
_
deq at max. Ipi
(cm)
Comprimento focal
(mW)
zb
z_at_max_Ipi, α
(b)
54,7*
262
P
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
zbp
fawf
(pulsos/s)
(W/cm )
(MPa) 0,09
deq(zb)
_
0,24
Parâmetros
acústicos
associados
Pr, α
(b)
0,26
Ipa, α at max. MI
prr
_
FLx (cm)
4,50
1,50
_
FLy (cm)
3,50
3,50
_
Outras
informações
Condições de
controle
operacional
Controle 2
Controle 3
Controle 4
TIS_as
TIS_as_U
TIS_bs
TIB_bs
Controle 1:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:6,1 MHz, PD:4,4 MHz, Foco:2,5 cm, FR:54,7 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:2 mm
Controle 2:Modo 2D+Doppler pulsado, 2D:7,7 MHz, PD:5,1 MHz, Foco:2,5 cm, FR:54,7 Hz, Escala PD:1,75 kHz, Tamanho do Volume
Amostra:2 mm
Controle 3:Modo Doppler pulsado, PD:5,1 MHz, Foco:4,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5 mm
Controle 4:Modo Doppler pulsado, PD:4,4 MHz, Foco:1,5 cm, Escala PD:1,00 kHz, Tamanho do Volume Amostra:5,5 mm
Condições de
controle
operacional
CW P1x1: 88,1
70,1
(cm)
1,65
(cm)
1,65
TIC
2,77
2,00
CW P: 88,1
CW P: 88,1
1,65
0,57
(cm)
(MHz) 2,00
(a)
2,00
2,00
2,00
2,00
X (cm)
(a)
0,69
0,69
0,69
0,69
(a)
1,38
1,38
1,38
1,38
(µs)
CW
_
(pulsos/s)
CW
_
(MPa) 0,11
deq at max. Ipi
MI
(a)
Aaprt>1
0,67**
(mW)
Y (cm)
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
(a)
Aaprt≤1
0,84
sem
varredura
(cm) 1,89
td
_
varredura
TIB
sem varredura
(cm)
Dim of Aaprt
Comprimento focal
Controle 1
0,07
Valor máximo do índice
(cm)
2
TIS
M.I.
(b)
(µs)
prr
CW2.0: Doppler CW
15,6
0,82
(MHz)
TIC
Etiqueta do índice
0,82
(cm)
sem
varredura
2,53
(cm)
deq(zb)
td
Outro
informações
Aaprt>1
0,33**
(cm)
(cm)
Dim of Aaprt
0,35
sem varredura
Aaprt≤1
0,46
(mW)
zb
z_at_max_Ipi, α
fawf
varredura
TIB
_
0,52
(cm)
(W/cm2) 0,30
_
_
FLx (cm)
6,00
6,00
-
FLy (cm)
10,0
10,0
-
TIS_as_U
TIS_bs
Controle 1
Controle 1:Modo Doppler CW, CW:2,00 MHz
MI
TIB_bs
TIC_as
Manual de Referência 190
CW4.0
DP2B
CW4.0: Doppler CW
DP2B: Doppler CW
TIS
Etiqueta do índice
M.I.
0,06
Valor máximo do índice
Pr, α
(MPa) 0,12
P
(mW)
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
Parâmetros
acústicos
associados
(a)
Aaprt≤1
1,02
Aaprt>1
0,76**
CW P1x1: 53,4
(mW)
40,0
1,05
(cm)
1,05
zb
(cm)
z_at_max_Ipi, α
(cm) 0,69
CW P: 53,4
(MPa)
P
(mW)
Parâmetros
acústicos
associados
0,35
4,00
4,00
4,00
4,00
X (cm)
(a)
0,43
0,43
0,43
0,43
Y (cm)
(a)
0,90
0,90
0,90
0,90
1,65
z_at_max_Ipi, α
(cm)
_
prr
_
Pr at max. Ipi
FLx (cm)
6,00
6,00
-
FLy (cm)
4,50
4,50
-
TIS_as_U
TIS_bs
Controle 1:Modo Doppler CW, CW:4,00 MHz
MI
TIB_bs
TIC_as
Ipa, α at max. MI
Comprimento focal
Condições de
controle
operacional
CW P: 42,3
CW P: 42,3
0,54
2,00
2,00
2,00
2,00
2,00
X (cm)
(a)
0,69
0,69
0,69
0,69
Y (cm)
(a)
1,38
1,38
1,38
1,38
CW
CW
(MPa)
0,09
0,49
(cm)
(W/cm2)
0,18
FLx (cm)
6,00
6,00
FLy (cm)
6,00
6,00
TIS_as_U
TIS_bs
Controle 1:Modo Doppler CW, CW:2,00 MHz
0,96
1,65
(pulsos/s)
Controle 1
1,41
(a)
(µs)
deq at max. Ipi
TIC
1,49
(cm)
(MHz)
Dim of Aaprt
_
33,7
(cm)
CW
(W/cm2) 0,44
(mW)
zb
fawf
Outras
informações
CW P1x1:42,3
sem
varredura
0,08
1,65
(MPa) 0,13
_
(a)
Aaprt>1
0,32**
(cm)
(pulsos/s)
0,35
(a)
Aaprt≤1
0,40
(cm)
deq(zb)
(a)
varredura
TIB
sem varredura
zbp
td
Controle 1
0,06
Pr, α
Min. of [Pα(zs), Ita, α
(zs)x1cm2]
zs
(MHz) 4,00
(cm)
M.I.
Valor máximo do índice
_
deq at max. Ipi
Comprimento focal
1,91
CW
Pr at max. Ipi
Ipa, α at max. MI
2,58
Etiqueta do índice
(µs)
td
prr
TIC
1,05
(cm)
Dim of Aaprt
TIS
sem
varredura
CW P: 53,4
(cm)
fawf
Condições de
controle
operacional
(a)
sem varredura
zbp
deq(zb)
Outro
informações
varredura
TIB
MI
TIB_bs
TIC_as
Manual de Referência 191
Tabelas FDA
Símbolos e definições
Todas as entradas da tabela foram obtidas nas mesmas condições operacionais que deram
origem ao Valor máximo do índice, exibido na segunda linha. Em função de complexidades
da interface do usuário do sistema, pode ser difícil replicar exatamente a condição declarada.
Entre em contato com a Samsung Medison para obter mais informações.
Os símbolos usados na tabela são descritos abaixo.
MI
o Índice mecânico.
TISscan
o Índice térmico dos tecidos moles é um modo de varredura não automático.
TISnon–scan
o Índice térmico dos tecidos moles em um modo de varredura não automático.
TIB
o Índice térmico do osso.
TIC
o Índice térmico craniano.
Aaprt
a área da abertura ativa (centímetros quadrados).
pr.3a pressão de rarefação de pico corrigida associada ao padrão de transmissão
que origina o valor do MI (megapascais) informado.
WoPara TIB e TIC: tempo da potência acústica média na origem, em miliwatts.
(Consulte também as definições de W01 e W01x1 que se seguem.)
Para TIS scan, Wo = Wo1 + Wo1x1
Para TIS non–scan, Wo = Wo1x1
Wo1:
Para modos com varredura e/ou componentes de varredura de modos
combinacionais: tempo da potência acústica média na origem, por cm,
em miliwatts. Essa é a potência acústica emitida a partir do 1 cm central de
comprimento, na direção da varredura, da abertura correspondente aos pulsos
de varredura.
Wo1x1:
Para modos sem varredura e/ou componentes sem varredura de modos
combinacionais: tempo da potência acústica média na origem, por cm2, em
milliwatts. Essa é a potência acústica emitida do 1 cm central2 da abertura ativa
sem varredura pela qual a potência acústica mais alta está sendo transmitida.
W.3(z1)
a potência ultrassônica corrigida à distância axial z1 (miliwatts).
ITA.3(z1)o pico espacial corrigido, a intensidade temporal média na distância axial z1
(miliwatts por centímetro quadrado).
z1a distância axial correspondente ao local do max[min(W.3(z), ITA.3(z) x 1 cm2)], em
que z = zbp (centímetros).
zbp
(centímetros).
zsp
Para MI, a distância axial em que pr.3 é medido para TIB, a distância axial em que
TIB é máxima (i.e., zsp = zB.3) (centímetros).
deq(z)o diâmetro do feixe equivalente como uma função da distância axial z, e é igual
a [(4/3,14)(Wo/ITA(z))]0,5, onde ITA(z) é a intensidade média temporal como uma
função de z (centímetros).
fcé a frequência centralizada (MHz). Para MI, fc é a frequência associada com o
padrão de transmissão, que origina o valor máximo relatado de MI. Para TI, para
modos combinados que envolvem padrões de transferência de frequência
central desigual, fc é definido como o intervalo geral das frequências centrais
dos respectivos padrões de transmissão.
Dim. of Aaprt
as dimensões da abertura ativa para os planos azimutal e elevacional
(centímetros).
PDa duração do pulso (microssegundos) associada ao padrão de transmissão que
origina o valor informado de MI.
PRFa frequência de repetição do pulso associada ao padrão de transmissão que
origina o valor informado de MI (Hz).
pr@PIImax
a pressão rarefacional no ponto em que a integral da intensidade de pico
espacial de campo livre está no máximo (megapascals). Consulte a Seção
6.2.4.1 do Output Display Standard (Padrão de exibição de saída) intitulada
“Measurement Methodology for Mechanical and Thermal Indices” (Metodologia
de medição para índices mecânicos e térmicos).
deq@PIImaxo diâmetro do feixe equivalente no ponto em que a integral de intensidade
espacial, de campo livre, está no máximo (centímetros). Consulte a Seção
6.2.5.1 do Output Display Standard (Padrão de exibição de saída) intitulada
“Measurement Methodology for Mechanical and Thermal Indices” (Metodologia
de medição para índices mecânicos e térmicos).
Manual de Referência 192
FL (CF)o comprimento focal ou os comprimentos azimutal e elevacional, se diferentes
(centímetros).
IPA.3@MImaxa intensidade média do pulso corrigida no ponto máximo do MI relatado (watts
por centímetro quadrado).
Notas explicativas
(a) Este índice não exigido para este modo operacional.
(b) Este transdutor não deve ser usado para aplicações transcranianas adultas.
(c) Essa formulação para TIS é inferior à formulação alternativa neste modo.
A precisão e a imprecisão da medida acústica são resumidas abaixo.
Quantidade
Precisão
Imprecisão total
PII.3 (integral de intensidade
corrigida do pulso)
3,2%
+ 21% a - 24%
Wo (potência acústica)
6,2%
+/- 19%
Pr.3 (pressão de