Samsung | SHR-5040P | Samsung SHR-5040P User Manual

SHR-5040
SHR-5042
Brazil
Portguese
Real Time DVR user manual
Real Time DVR
user manual
Correct Disposal of This ProductV (Waste Electrical & Electronic Equipment)
(Applicable in the European Union and other European countries with separate collection systems)
This marking shown on the product or its literature, indicates that it should not be disposed with other household wastes at
the end of its working life. To prevent possible harm to the environment or human health from uncontrolled waste disposal,
please separate this from other types of wastes and recycle it responsibly to promote the sustainable reuse of material
resources.
Household users should contact either the retailer where they purchased this product, or their local government office, for
details of where and how they can take this item for environmentally safe recycling.
Business users should contact their supplier and check the terms and conditions of the purchase contract. This product
should not be mixed with other commercial wastes for disposal.
imagine the possibilities
Thank you for purchasing a Samsung product.
To receive a more complete service, please
register your product at
www.samsung.com/global/register
AB82-01498A Rev-00
SHR-5042_Bp.indb 1
2007-6-15 13:57:13
características principais do
seu DVR
Você adquiriu o gravador de vídeo digital (DVR) que comprime uma entrada de câmera de 4 canais em vídeo MPEG4; também
proporciona as funções que gravam em um Disco Rígido em tempo real e reproduz o conteúdo através da compressão da
entrada de áudio de 4 canais com a função ADPCM. Também através da rede, ele transmite vídeo e áudio para um dispositivo
externo em tempo real e permite o monitoramento de vídeo e áudio através de um PC localizado remotamente.
 Conectores de Entrada Composta de 4 canais.
 Fonte de vídeo compatível com NTSC/PAL.
 O tamanho CIF (NTSC: 352x240 / PAL: 352x288) de vídeo pode ser salvo à velocidade de 120ips(NTSC)/100ips(PAL)
(ips=imagens por segundo).
 Conectores de Vídeo conectorizado de 4 canais.
 Modo de Sobregravação (substituição pelos dados mais recentes) no Disco Rígido.
 Capacidade para execução de backup com um disco rígido USB 2.0 para uma grande quantidade de dados
 Função de backup utilizando um dispositivo de memória USB 2.0 e um gravador de CD.
 Capacidade para gravar, reproduzir e transmitir arquivos de áudio e vídeo para o Sistema Windows Network Viewer (Net I)
simultaneamente.
 Capacidade para gravar e reproduzir 4 canais de dados de áudio.
 Vários modos de busca (Contínua, Movimento, Entrada de Alarme e Programada)
 Interface de Alarme (Entradas: 4, Saídas: 2)
 Monitoramento Remoto pelo Sistema Windows Network Viewer (Net I)
ITENS FORNECIDOS COM O SEU DVR
Quando do recebimento desta unidade, você deverá desembalar os produtos contidos na caixa e colocá-los em uma
superfície nivelada ou onde você desejar utilizá-la. Verifique em seguida se todos os componentes a seguir foram fornecidos.
Se um componente estiver ausente, por favor, entre em contato com o seu revendedor.
Controle Remoto (RCU)
1 cabo de força
CD do Software
(incluindo o manual em PDF)
Adaptador
2 baterias AAA
Manual do Usuário
SHR-5042_Bp.indb 2
4 parafusos especiais
2007-6-15 13:57:15
normas de segurança
Por favor, tenha em mente os itens a seguir para a utilização correta da unidade para prevenir riscos ou danos ao
proprietário.
 Não utilize múltiplos plugues de conexão de uma vez.
Caso contrário pode causar geração de calor ou fogo anormais
 Não coloque um vaso, jarro de fores, copo, frascos de cosméticos, remédios ou recipientes contendo
água nas proximidades da unidade.
Caso contrário pode causar fogo.
 Não dobre o cabo de força de modo forçado nem coloque materiais pesados sobre ele.
Caso contrário pode causar fogo.
 Não toque no plugue de força com as mãos úmidas.
Caso contrário pode causar choque elétrico.
 Insira o plugue de força firmemente, o suficiente para que não se mexa.
Uma conexão imperfeita pode gerar fogo ou choque elétrico.
 Mantenha o produto afastado de umidade, poeira e fuligem.
Caso contrário pode gerar fogo ou choque elétrico.
 Não coloque objetos metálicos (moedas, grampos de cabelo, peças metálicas, etc.) ou materiais
inflamáveis (fósforo, papel, etc.) nos orifícios de ventilação.
Caso contrário pode gerar fogo.
 Mantenha a temperatura ambiente entre 0°C a 40°C e mantenha o produto afastado de umidade.
Caso contrário pode causar defeitos na unidade.
 Assegure uma ventilação suficiente.
Caso contrário pode causar uma operação anormal devido à alta temperatura.
 Mantenha a unidade fora de alcance da luz direta do sol ou calor proveniente de um dispositivo de
aquecimento.
Caso contrário pode gerar fogo.
 Não desmonte, conserte ou remodele esta unidade.
Caso contrário pode causar fogo, choque elétrico ou danos devido a uma operação anormal.
 Não puxe o cabo de força pelo próprio cabo.
Caso contrário pode destruir o cabo de força, eventualmente, causando fogo ou choque elétrico.
 Desconecte a unidade na ocorrência de trovões ou relâmpagos.
Caso contrário pode causar fogo.
 Mantenha as crianças longe da bateria após retirá-la do produto. Elas tendem a engolir objetos
pequenos inconscientemente.
Se uma criança engolir a bateria, consulte um medico imediatamente.
 Instale a unidade em um local seguro ou fixe-a a parede ou teto com uma base suficientemente forte
para que o produto não caia.
Caso contrário pode gerar ferimentos às pessoas..
SHR-5042_Bp.indb 3
2007-6-15 13:57:21
antes de iniciar
Este Manual do Usuário fornece informações para a utilização do DVR como, por exemplo, instruções rápidas,
nomes das partes, funções, conexão com outros equipamentos e uso do menu de configuração da unidade.
Tenha em mente os seguintes itens:
 A Samsung Electronics é a detentora dos direitos autorais deste manual.
 Este Manual do Usuário não pode ser copiado sem o consentimento prévio por escrito da Samsung Electronics.
 A Samsung Electronics não se responsabiliza por quaisquer perdas ou perda total do produto em decorrência
do uso de produtos não padronizados ou violação do Manual do Usuário.
 Se você desejar abrir o gabinete do sistema para tocar verificar problemas, por favor, consulte um técnico
especializado.
 Você pode descarregar os códigos de fonte abertos no site indicado a seguir. http://www.samsung.com.
 Antes de instar qualquer dispositivo externo como, por exemplo, um dispositivo de memória externo ou Disco
Rígido, por favor, verifique a compatibilidade do dispositivo com o DVR Samsung. A lista de equipamentos
compatíveis com esta unidade pode ser obtida junto ao seu revendedor de produtos Samsung.
ADVERTÊNCIA
Bateria
A troca por uma bateria inadequada na sua unidade pode causar uma explosão. Portanto você deve utilizar o
mesmo tipo de bateria daquele fornecido com o produto.
O que segue são as especificações da bateria que você está utilizando agora.
 Tensão normal: 3V
 Capacidade normal: 220mAh
 Carga padrão contínua: 0,2mA
 Temperatura de Operação: -30 a +60º C
CALIFORNIA USA ONLY
Esta advertência relativa ao perclorato é apenas aplicável a células de Lítio
e CR (Dióxido de Manganésio) no produto vendido ou distribuído APENAS
na Califórnia (EUA).
“Material à base de perclorato - pode ser necessário manuseamento
especial,aceda a www.dtsc.ca.gov/hazardouswaste/perchlorate.”
Desligamento do Sistema
O desligamento da alimentação enquanto a unidade está em operação ou execução de ações não permitidas
poderá causar danos ao disco rígido ou à unidade. Por favor, desligue a alimentação utilizando o botão Power
( /I)localizado na parte frontal do seu DVR. Depois de selecionar “OK” no menu pop-up, você poderá
desconectar o cabo de força.
Você poderá desejar instalar um sistema UPS (no break) para operação segura para prevenir danos causados por
uma interrupção inesperada da energia. (Para quaisquer dúvidas relativas ao UPS, consulte o seu revendedor de
produtos Samsung).
Para desconectar a unidade da fonte de alimentação, o plugue deve ser removido da tomada de força; portanto a
tomada de força deverá estar sempre em prontidão de operação.
Esta unidade deverá estar sempre conectada à uma tomada de força aterrada.
Temperatura de Operação
A faixa de temperatura de operação assegurada desta unidade é 0°C a 45°C.
Esta unidade poderá não operar adequadamente se você ligá-la após um longo período de tempo de
armazenamento sob temperaturas abaixo da faixa estabelecida.
Quando utilizar o dispositivo após um longo período de armazenamento sob baixa temperatura, deixe a unidade
em temperatura ambiente durante alguns instantes e ligue-a em seguida.
Especialmente para o Disco Rígido interno na unidade, a faixa de temperatura deve estar entre 5°C a 55°C. De
outra forma o disco rígido poderá não operar a uma temperatura abaixo desta faixa.
Aprovações de Normas
Este equipamento foi testado e constatado como atendendo os limites para um dispositivo digital Classe
A, de acordo com a seção 15 das Regras FCC. Estes limites se destinam a fornecer uma proteção
razoável contra interferência prejudicial quando o equipamento for operado em uma ambiente comercial.
Este equipamento gera, utiliza e pode irradiar energia de radiofreqüência e, se não instalado e utilizado de
acordo com o manual de instruções poderá causar interferência prejudicial às comunicações de rádio. A
operação deste equipamento em uma área residencial irá provavelmente causar interferência prejudicial e
neste caso o usuário será solicitado a corrigir a interferência às suas próprias expensas..
SHR-5042_Bp.indb 4
2007-6-15 13:57:21
Índice
APRESENTANDO O SEU DVR DE TEMPO REAL
03
07
08
Controles do DVR
Conectores do painel traseiro
Controle remoto
INSTALAÇÃO
10
Verificação do ambiente de instalação
CONEXÃO COM OUTROS DISPOSITIVOS
11
12
13
14
15
15
Conexão de vídeo, áudio e monitor
Conexão da rede
Conexão da entrada de alarme
Conexão da saída de alarme
Conexão de um dispositivo RS-485
Conexão de um dispositivo USB
LIVE (AO VIVO)
16
16
18
18
19
19
Operação do sistema
Modo tela live (ao vivo)
Ajuste audio on/off (áudio ativado/desativado)
Congelamento e zoom
Monitoramento de eventos
Monitoramento spot-out
MENU SETUP (CONFIGURAÇÃO)
20
20
20
27
29
31
31
34
34
35
Antes de utilizar
User login
System
Camera
Monitoring
Record mode
Event record
Record schedule
Backup
Network
CONTROLE DE UMA CÂMERA PTZ
39
39
40
40
41
Modo de controle de uma câmera PTZ
Operações básicas de pan, tilt e zoom
Configuração do menu do dispositivo PTZ
Configuração de pré-ajustes
Configuração do menu camera
GRAVAÇÃO
42
42
42
Rec (gravação normal)
Record schedule
Event recording
03
11
16
20
39
42
Índice _01
SHR-5042_Bp.indb 1
2007-6-15 13:57:21
BUSCA E REPRODUÇÃO
43
43
43
44
44
User login
Tela de busca
Seleção de data e hora de busca
Seleção do canal de busca e gráfico de gravação
Reprodução
APÊNDICE
46
51
52
53
54
55
55
56
58
60
61
62
64
Net I
Recurso
Gravação
evento
Rede
Sistema
SFX player
WebDVR
Menu pop-up
Especificações
Desenhos
Guia de solução de problemas (dúvidas mais freqüentes)
Open source license report on the product
43
46
02_ Índice
SHR-5042_Bp.indb 2
2007-6-15 13:57:21
apresentando o seu DVR de tempo real
CONTROLES DO DVR
17
16
15
14
13
12
01 APRESENTANDO O SEU DVR DE TEMPO REAL
SHR-5040
10
1
2
3
4
5
6
7
8
9
SHR-5042
17
15
16
14
11
12
13
10
1
2
3
4
5
6
7
8
9
apresentando o seu DVR de tempo real _03
SHR-5042_Bp.indb 3
2007-6-15 13:57:22
No.
Nome
Função
1
Botão Power
A autenticação do usuário é necessária se o botão Power for pressionado
quando você tentar finalizar a operação do sistema.
Este botão será utilizado quando o sistema for ligado/desligado.
2
Porta USB
Esta é a porta utilizada para a conexão de um dispositivo tipo USB.
Ela será utilizada quando você atualizar o software do sistema.
Esta porta será utilizada como uma porta de conexão de um mouse USB.
3
Botão Channel
4
Botão PTZ
5
Botão ZOOM
(TELE)
6
Botão FREEZE
(WIDE)
Executa a função FREEZE (Congelamento) no modo Display.
(Irá executar a função WIDE quando o botão PTZ for pressionado.)
7
Botão SEARCH
(VIEW)
Esta é a função que alterna para o modo Search (Busca).
(Irá executar a função VIEW quando o botão PTZ for pressionado.)
8
Botão MENU
Este botão é utilizado quando o canal selecionado no modo Display for
comutado para o modo de tela cheia.
Utilizado como um botão de entrada numérica a partir do modo de entrada numérica.
Executa as funções TELE, WIDE, ou VIEW quando o botão PTZ for
pressionado.
Proporciona a função de ampliação para a imagem digital para até duas
vezes. Pressione o botão Enter ( ) após designar a área a ser ampliada.
(Irá executar a função TELE quando o botão PTZ for pressionado.)
Esta é a função que comuta o sistema para o modo Setup (Configuração).
Será utilizada quando você sair de um menu inferior para um menu superior
ou sair do modo de configuração do sistema.
Ao acessar um menu, estes botões são utilizados como
botões de direção. (Serão utilizados como botões de direção
para a operação PTZ.)


9
Ao ajustar os detalhes de um menu, estes botões serão
utilizados para trocar um valor ou direção. (Eles serão
utilizados como os botões de direção para a operação PTZ.)

Botão de
Controle da
Dire o

Enter(
)
Ao configurar um menu, este botão será utilizado como o
botão Enter.
Pressione o botão Enter quando trocar o valor de
configuração de um menu.
04_ apresentando o seu DVR de tempo real
SHR-5042_Bp.indb 4
2007-6-15 13:57:25
No.
Nome
LED ALARM
LED HDD
10
12
Se um evento (como movimento ou alarme) ocorrer, o LED ALARM será
aceso.
Este LED indica se o DISCO RÍGIDO está sendo normalmente acessado. Ao
acessar o DISCO RÍGIDO, este LED irá piscar repetidamente.
Este LED indica o status da conexão da rede e da transmissão de dados.
LED BACKUP
Este LED indica o status da operação de backup.
LED REC
(GRAVA O)
Este LED indica o status da gravação.
Botão EJECT
(EJETAR)
Executa a função abrir/fechar o compartimento de CD-RW.
Botão Search
(Busca)
Fast Reverse /
Step Reverse
(Revers o
r pida/
revers o de
um passo)
Fast Reverse: Esta função é utilizada quando você
executar uma busca rápida na direção de retrocesso
enquanto reproduz.
Step Reverse: Esta função é utilizada quando você
buscar cena por cena na direção de retrocesso em um
estado de Pausa.
Stop (Parada)
Esta função é utilizada quando você finalizar uma busca
durante uma reprodução.
Play / Pause
(Reprodu o /
Parada)
Esta função será executada alternando o botão para a
operação Play/Pause durante a reprodução.
Fast Forward
(Avan o
R pido) /
Step Forward
(Avan o de
Passo)
Fast Forward: Esta função será utilizada quando
você executar uma busca rápida na direção de avanço
durante a reprodução.
Step Forward: Esta função é utilizada quando você
buscar cena por cena na direção de avanço em um
estado de Pausa.
13
Botão REC
(Grava o)
14
Botão ALARM
(Alarme)
Quando um alarme ocorrer, este botão irá cancelar o alarme.
15
Botão AUDIO
Setup
(Configura o
de UDIO)
Configura a função Audio On/Off (Ativação/Desativação do Áudio).
01 APRESENTANDO O SEU DVR DE TEMPO REAL
11
LED NETWORK
(REDE)
Função
Esta é a função que grava todos os canais de câmera independentemente
da programação da gravação.
apresentando o seu DVR de tempo real _05
SHR-5042_Bp.indb 5
2007-6-15 13:57:27
No.
Nome
Função
Exibe telas de 4 divisões.
Bot o Split
Screen /
Selection
(Divis o
da Tela /
Sele o)
Modo Live
(Ao Vivo)
Bot o Search
Mode /
Selection
(Modo de
Busca /
Sele o)
Search
Mode
(Modo de
Busca)
16
17
Receptor
dos Sinais
do Controle
Remoto
Exibe a tela Picture-in-Picture (PIP).
Screen Switchover (Comutação seqüencial
de telas): Será comutada para a tela de
canal único de acordo com o tempo
ajustado a partir da configuração do
sistema.
Exibe telas de 4 divisões.
Exibe a telas de 9 divisões.
Esta é a seção que recebe os sinais do controle remoto.
06_ apresentando o seu DVR de tempo real
SHR-5042_Bp.indb 6
2007-6-15 13:57:28
CONECTORES DO PAINEL TRASEIRO
1
2
7
6
13
01 APRESENTANDO O SEU DVR DE TEMPO REAL
12
11
10
9
8
5
4
3
1
AUDIO OUT
Porta (conector RCA) para a saída do sinal de áudio.
(Na transmissão de um sinal de áudio, utilize o alto-falante com um amplificador de áudio
incorporado).
2
ALARM
ALARM IN 1-4: Porta para uma entrada de alarme.
ALARM OUT 1-2: Porta para uma saída de alarme.
RS-485: Porta para conexão de PTZ.
3
DC-IN
Conector para um terminal de alimentação 12V.
4
NETWORK
Porta para conexão a uma rede.
5
USB
Porta para conexão de um dispositivo do tipo USB.
Utilizada quando você executar a operação de backup de dados de vídeo ou atualizar o
software do sistema.
6
RS-232C
Esta porta se destina ao uso da engenharia (não há funcionalidade para o usuário do DVR).
7
SPOT OUT
Porta (tipo BNC) para a saída SPOT OUT (AUXILIAR).
8
S-VIDEO
Porta para a saída do sinal S-Video.
9
VGA
Porta para a saída do sinal VGA.
10
VIDEO OUT
Porta (tipo BNC) para uma saída do sinal de áudio composto.
11
AUDIO IN
Porta (Conector RCA) para uma entrada do sinal de áudio.
12
THROUGH
A porta THROUGH pode ser utilizada para transmitir um sinal de vídeo para outro dispositivo
de vídeo.
13
VIDEO-IN
Porta (tipo BNC) para uma entrada de sinal de vídeo composto.
Suporta tanto sinais de vídeo NTSC como PAL.
apresentando o seu DVR de tempo real _07
SHR-5042_Bp.indb 7
2007-6-15 13:57:29
SHR-5042_Bp.indb 8
Pressione o botão 0 (10+), libere e em seguida pressione o botão 1 (ou 2, 3, 4, 5, 6) novamente dentro de 3 segundos.
CHANNEL 11–16
FR (fast rewind)
FR (retrocesso rápido):
Utilizada para busca rápida
em retrocesso enquanto no
modo de reprodução.
ALARM
Cancela o envio de alarmes.
AUDIO
Ativa e Desativa o Áudio.
FF (fast forward)
Utilizada para busca em
avanço rápido durante a
reprodução.
MODE
Seleciona uma divisão de tela.
BACKUP
Esta tecla não é utilizada nos
modelos SHR-5040/5042.
REC LOCK
Esta tecla não é utilizada nos
modelos SHR-5040/5042.
0~9
Seleciona um canal único
enquanto no modo Live (Ao
Vivo). Utilizada para inserir
valores numéricos.
OPEN/CLOSE
Utilizada para abrir e fechar a
bandeja de CD-RW.
Pressione o botão 0 (10+), libere e em seguida pressione o botão 0 novamente dentro de 3 segundos. Ou pressione o botão 0
(10+), libere e aguarde 3 segundos.
CHANNEL 10
RECORD
Inicia ou finaliza a gravação.
Pressione o botão 1 a 9 respectivamente.
CHANNEL 1–9
Utilizando as Teclas NUMÉRICAS
CONTROLE REMOTOL
08_ apresentando o seu DVR de tempo real
2007-6-15 13:57:31
SHR-5042_Bp.indb 9
 Ao sair da fábrica, a ID (IDENTIFICAÇÃO) do controle remoto desta unidade é ajustada para “00”.·
 Quando você trocar a ID do controle remoto, pressione a tecla SYS ID e insira “Remote ID” ajustado para o DVR.
WIDE
Executa a função WIDE no
modo PTZ.
TELE
Executa a função TELE no
modo PTZ.
PTZ
Ativa e Desativa o modo PTZ.
UPDOWNLEFTRIGT

Utilizadas para trocar os
ajustes ou mover o cursor
p/cima / p/baixo / esquerda/
direita.
SEARCH
Avança para a tela de seleção
da busca.
MENU
Acessa a tela do menu
System ou retorna ao menu
superior.
VIEW
Executa a função VIEW no
modo PTZ.
PRESET
Esta tecla não é utilizada nos
modelos SHR-5040/5042.
SYS ID
Utilize para inserir ou
confirmar a ID do sistema ou
do controle remoto.
ENTER
Exibe o cursor para a seleção
do canal no modo ou utilizado
como tecla de seleção para a
configuração do menu.
FREEZE
Executa a função FREEZE no
modo Live (Ao Vivo).
Play/Pause
Pausa ou reinicia a
reprodução.
ZOOM
Implementa o zoom digital
(x2).
STOP
Finaliza a reprodução.
modo de reprodução.
01 APRESENTANDO O SEU DVR DE TEMPO REAL
apresentando o seu DVR de tempo real _09
2007-6-15 13:57:32
instalação
Leia os itens a seguir antes de utilizar esta unidade.
 Não utilize a unidade em ambientes externos.
 Não deixe que água ou outro líquido entre em contato
com as partes de conexão ou com o produto em si.
 Não aplique choque ou força excessiva.
 Não puxe o plugue de força com muita força.
 Não desmonte você mesmo a unidade.
 Não exceda a faixa de entrada ou saída nominal.
 Utilize somente o cabo de força certificado.
 Para a unidade com uma entrada terra, utilize um
plugue de força com um pino de aterramento.
VERIFICANDO O AMBIENTE
DE INSTALAÇÃO
O Gravador de Vídeo Digital Samsung (de agora em
diante mencionado como “DVR”) é um equipamento
de segurança de alta tecnologia que contém um
Disco Rígido de alta capacidade e circuitos de corte
superior. A presença de uma alta temperatura dentro
ou fora da unidade pode reduzir a vida útil da unidade,
desempenho deteriorado (veja o gráfico abaixo; ele
explica a correlação entre a temperatura e a vida útil da
unidade) e gerar um defeito.
Figure 2
Por favor, siga as instruções a seguir para montagem em
rack de DVRs Samsung para continuar com a instalação.
Temperatura
Unidade °C
Um Ano: 24h x 365 Dias = 8.760 h
1. O rack no qual o DVR será montado não deve
ser vedado (ou seja deve prover uma ventilação
adequada).
2. Este rack também deve permitir a circulação do ar
através das aberturas.
Vida útil (Unidade: HORAS)
Figure 1
3. Conforme indicado na Figura 2, recomendamos
que você monte a unidade com outros DVRs ou
utilize dispositivos de montagem em rack a uma
determinada distância, ou instale um sistema de
ventilação para permitir o fluxo correto de ar.
4. Para formação de uma convecção normal, as
aberturas de entrada de ar devem ser posicionadas
na parte inferior e na saída de ar na parte superior.
5. Recomendamos que você instale cada entrada
e saída de ar com ventoinhas para o fluxo de ar
suficiente. (A ventoinha deve estar equipada com
um filtro para prevenir possíveis entradas de poeira
e outras impurezas.)
6. Conforme indicado na Figura 1, a temperatura
interna do rack e ao redor do DVR deve ser mantida
entre 5 e 45°C.
10_ instalação
SHR-5042_Bp.indb 10
2007-6-15 13:58:24
conexão com outros dispositivos
CONEXÃO DE VÍDEO, ÁUDIO E MONITOR
03 CONNECTING WITH OTHER DEVICES
Entrada de Áudio
Entrada / Saída de Vídeo
CUIDADO
Saída de Áudio
 Considerando que pode haver um risco de choque elétrico nas proximidades do cabo de vídeo
conectado à câmera de acordo com o estado de aterramento do cabo de força, conecte o cabo de
vídeo quando o sistema for desligado.
conexão com outros dispositivos _11
SHR-5042_Bp.indb 11
2007-6-15 13:58:25
CONEXÃO DA REDE
Conexão à Internet através de Ethernet (10/100BaseT).
Cabo Ethernet RJ45
(Cabo Direto)
INTERNET
Back Bone
Hub/Switcher
Hub/Switcher
Windows
Smart Viewer
Conexão à Internet através de modem ADSL
Cabo Ethernet RJ45
(Cabo Direto)
MODEM ADSL
INTERNET
Linha Telefônica (ADSL)
Hub/Switcher
Windows
Smart Viewer
12_ conexão com outros dispositivos
SHR-5042_Bp.indb 12
2007-6-15 13:58:26
CONECTANDO A ENTRADA DE ALARME
03 CONNECTING WITH OTHER DEVICES
Conecte um fio do cabo de sinal (de 2 fios) de diversos sensores (como, por exemplo, o sensor IR, detector de hot-wire e
sensor magnético) à porta GROUND e conecte o fio de sinal remanescente ao número de porta de entrada ALARM (ALARME)
desejada.
 Por favor, utilize o ADAPTADOR adequado às especificações de alimentação dos diversos sensores..
CUIDADO
conexão com outros dispositivos _13
SHR-5042_Bp.indb 13
2007-6-15 13:58:28
CONECTANDO A SAÍDA DE ALARME
Como uma lâmpada com sirene, sirene
amplificada e relé externo
Alimentação Externa
Conecte um fio do cabo de sinal (que contém 2 fios) de um dispositivo externo (como, por exemplo, uma lâmpada com sirene,
sirene amplificada e relé externo) à porta GROUND e conecte o fio de sinal remanescente ao número de porta de entrada
ALARM desejada.
14_ conexão com outros dispositivos
SHR-5042_Bp.indb 14
2007-6-15 13:58:30
CONECTANDO O DISPOSITIVO RS-485
03 CONNECTING WITH OTHER DEVICES
Porta para conexão do cabo do sinal
RS-485 (conecte ao Receptor RX)
CUIDADO
 Por favor, verifique se o dispositivo RS-485 é suportado pelo DVR SHR-5040/5042. Cuidados devem ser
tomados ao conectar ao conector RS-485 considerando a polaridade (+ e -).
CONEXÃO DE UM DISPOSITIVO USB
1. Há duas portas de conexão USB nos painéis frontal e traseiro da unidade.
2. O Disco Rígido USB, Dispositivo de Memória USB podem ser conectados através de qualquer uma destas portas.
3. Somente um dispositivo USB pode ser conectado a cada porta USB.
4. O produto oferece a função HOT PLUG que permite a conexão/remoção dos dispositivos USB durante a operação do
sistema
CUIDADO
 Você pode conectar o mesmo tipo de dispositivo USB às portas USB nos painéis frontal e traseiro desta
unidade.
conexão com outros dispositivos _15
SHR-5042_Bp.indb 15
2007-6-15 13:58:31
Iive (ao vivo)
OPERAÇÃO DO SISTEMA
Ligue a alimentação para que a tela com o logotipo da
Samsung seja exibida.
MODO TELA LIVE (AO VIVO)
Ícones da Tela Ao Vivo
Os ícones da tela ao vivo exibem o status da
configuração ou a função atual.
 Execute a operação de inicialização para operar o
sistema após a exibição da tela com o logotipo.
 O vídeo ao vivo será exibido se o processo de
inicialização for concluído normalmente.
 40 a 60 segundos poderão ser necessários até que o
vídeo ao vivo seja exibido.
 Quando o vídeo ao vivo for exibido, o ambiente de
configuração do sistema ajustado previamente será
mantido; e se o sistema tiver sido reinicializado, o vídeo
ao vivo será exibido e você poderá iniciar a gravação.
 Se um novo DISCO RÍGIDO for instalado, a
inicialização poderá levar mais tempo devido à
inicialização do novo DISCO RÍGIDO.
 Se a tela ao vivo não for exibida em seguida,
por favor, verifique as conexões internas e
externas. Se o problema persistir, por favor,
entre em contato com a Assistência Técnica
Autorizada Samsung.
CAM_01
V.Loss
CAM_01
: Ícone de Grava o
Representa o modo de gravação: Normal/Event (Evento)
(Alarme + Movimento) / Gravação Programada.
: Ícone do Tamanho do V deo Gravado
Cada ícone representa o tamanho de gravação de
Normal ou CIF.
 Large: Full D1 - (NTSC) 704X480
(PAL) 704X576
 Normal: Half D1 – (NTSC) 704X240
(PAL) 704X288
 CIF: CIF - (NTSC) 352X240
(PAL) 352X288
16_ ao vivo
SHR-5042_Bp.indb 16
2007-6-15 13:58:34
: ícone indicador de bloqueio de configura o da
grava o
Indica que o bloqueio de configuração da gravação está
activado.
Este ícone é visualizado quando está a gravar imagens
de vídeo com o bloqueio de configuração de gravação
definido. Para cancelar a gravação, introduza a palavrapasse predefinida.
: Ícone de udio
O ícone representa o status de Áudio Ativado/Desativado
(On/Off) e se torna amarelo quando Ativado.
Ele não será exibido quando da Desabilitação de Vídeo
ou Áudio.
Após capturar 4 entradas de vídeo ao vivo, a imagem
será exibida nos 3 modos a seguir.
CAM_01
CAM_02
CAM_03
CAM_04
< 4 Divisões >
CAM_01
< PIP >
< Sequência Automática >
: Ícone Zoom
Este ícone será exibido no estado Zoom-On ou ZoomIn (Zoom de aproximação) e irá desaparecer quando a
função Zoom-On for cancelada.
 Modo de 4 Divis es:
: Ícone Freeze (Imagem Est tica)
Este ícone será exibido quando a função Freeze estiver
ativada e irá desaparecer quando esta função for
cancelada.
 Modo PIP (Picture in picture):
: Ícone de Espa o Insuficiente no Disco
Este ícone será exibido quando não houver espaço
suficiente para gravação.
: Ícone Seq ncia autom tica
Este ícone será exibido no modo de Comutação de tela.
CAM_02
04 AO VIVO
: Ícone PTZ
O canal para o qual a função PTZ tiver sido ajustada
irá exibir o ícone PTZ. Eles será trocado para um ícone
amarelo quando a função PTZ estiver em operação.
Modos de tela Live (Ao Vivo)
Exibe 4 canais de vídeo na tela dividida respectiva. O
canal exibido em cada modo de divisão poderá ser
arbitrariamente selecionado.
A tela reduzida em 1/4 será apresentada. O canal
exibido na área da tela cheia ou em miniatura poderá
ser arbitrariamente selecionado.
A localização da tela PIP poderá ser ajustada em 5
passos dentro da tela utilizando a tecla  ou .
 Modo de Seq
ncia Autom tica:
Multiple channels are sequentially displayed on the full
screen at the preset interval.
V.Loss/V.Off: Status de Entrada de v deo
Quando nenhuma entrada de vídeo for detectada no
estado Video Setup On (Configuração Ativada do Vídeo),
o ícone [V.Loss] será exibido no canal correspondente; e
o canal cujo ajuste Video On/Off estiver ajustado para Off
irá exibir o ícone [V.Off].
CUIDADO
Fun o de controle da posi o
do Menu na Tela
 É possível controlar a posição do
Canal 1 e Canal 3 na tela ao vivo
pelos botões: para cima / para
baixo / esquerda / direita quando
está em modo quad.
ao vivo _17
SHR-5042_Bp.indb 17
2007-6-15 13:58:35
Seleção do modo de tela ao vivo
Cada modo pode ser selecionado utilizando o botão
MODE e os botões CH1 a CH4.
A figura a seguir exibe o diagrama da troca de modos.
4 Divisões
Seleção de Áudio On/Off (Ativado/
Desativado) no modo 4-split (4 Divisões)
Quando você pressionar o botão Enter( ) no modo
4-split, o cursor será exibido como na figura abaixo e o
canal correspondente será selecionado.
Se o botão AUDIO for pressionado após a seleção de
um canal aleatório, você poderá ajustar a função Audio
On/Off do canal correspondente. Neste momento, o
ícone de áudio será trocado para a cor amarela/branca
no canal correspondente de acordo com a condição
Audio On/Off.
Botão MODE
Sequência
Automática
CAM_01
CAM_02
CAM_03
CAM_04
PIP
 O modo inicial é o modo de tela de 4 divisões.
 Todos os modos exceto o modo de tela cheia podem
ser selecionados seqüencialmente utilizando o botão
MODE.
 Cada vez que você pressionar o botão MODE, o
modo será trocado na seqüência indicada: [4 Split] 
[PIP]  [Auto Sequence]  [4 Split].
 Você pode visualizar a tela cheia para cada canal
selecionando os respectivos botões CH1 a CH4.
 Ao comutar para a tela cheia a partir do modo de
tela dividida, você poderá retornar à tela do modo de
divisão anterior pressionando o botão MODE.
AJUSTE AUDIO ON/OFF (ÁUDIO
ATIVADO/DESATIVADO)
A partir do modo de divisão exceto para o modo de
tela cheia e para o modo de comutação de tela, o
canal exibido em cada modo de divisão poderá ser
selecionado pelo usuário. O canal ajustado para o modo
Audio On também permite o ajuste da função Audio
On/Off para todos os modos ao vivo.
Ajuste Audio On/Off (Ativado/
Desativado) no modo tela cheia
No modo de tela cheia, o áudio do canal selecionado
será automaticamente ativado e você poderá ativar e
desativar o áudio alternando o botão AUDIO. O ícone
de udio será trocado para a cor amarelo/branca no
canal correspondente de acordo com a condição Audio
On/Off.
Seleção do Canal e Ajuste Audio On/
Off (Ativado/Desativado) no modo PIP
Se o botão Enter( ) for pressionado a partir do
modo de 4 divisões, o cursor será exibido e o canal
correspondente poderá ser selecionado.
Após selecionar um canal aleatório, você poderá
selecionar o canal exibido utilizando os botões CH1
a CH4 e poderá ajustar a função Audio On/Off como
no modo 4 divisões utilizando o botão AUDIO. Neste
momento, o ícone de udio será trocado para a cor
amarela/branca no canal correspondente de acordo
com a condição Audio On/Off.
CONGELAMENTO E ZOOM
Função Freeze (Congelamento Imagem Estática)
A função Freeze, como a função que “congela”
temporariamente o vídeo exibido na tela ao vivo atual,
opera somente no modo Live (Ao vivo). Você pode
ajustar a função Freeze On/Off utilizando o botão
FREEZE.
18_ ao vivo
SHR-5042_Bp.indb 18
2007-6-15 13:58:35
Função de Zoom
Se um novo evento não ocorrer durante o primeiro
evento, o sistema irá retornar ao modo Live (Ao Vivo)
anterior. Pressionando o botão ALARM durante o
evento fará com que o monitoramento de eventos seja
interrompido. Quando um evento ocorrer, o LED de
Alarme será aceso; e será apagado se o botão ALARM
for pressionado quando o LED estiver aceso.
O ajuste de alarme será inicializado quando o botão
ALARM for pressionado. Se o ícone de evento
desaparecer ou um evento estiver sendo monitorado,
esta função será cancelada. Se a gravação do evento,
tempo de pré-evento e tempo de pós-evento forem
configurados após operação do alarme, a gravação
do evento será operada durante o tempo ajustado
anteriormente.
04 AO VIVO
A função de zoom, como a função que irá duplicar o tamanho
da área selecionada, irá operar somente no modo de tela cheia.
A área de configuração de Zoom será exibida se o botão
ZOOM for pressionado no modo de tela cheia e será
possível ajustar a localização da área de ajuste de Zoom
utilizando os botões de dire o (). Se o botão
Enter( ) for pressionado após a seleção de uma
área de configuração, a área selecionada será exibida
em tamanho duplo. A localização da imagem poderá
ser ajustada utilizando os botões de dire o ()
mesmo após ampliar duas vezes o tamanho. Se o botão
Enter( ) for pressionado novamente na condição
ampliada, o estado de configuração da área de Zoom
será reativado e você poderá executar a função Zoom
Off utilizando o botão ZOOM.
Eventos que tenham ocorrido nos canais 1 e 3 dentro de
5 segundos após a ocorrência de um evento no canal
2 (conforme indicado na figura). Conseqüentemente, os
canais 1, 2 e 3 foram comutados para tela cheia.
MONITORAMENTO SPOT-OUT
MONITORAMENTO DE EVENTOS
A função de monitoramento de eventos é utilizada para
exibir o canal sincronizado com um evento na tela quando
um evento específico (Sensor/Movimento) ocorrer. As
funções de Ativação/desativação do monitoramento
de evento e funções Duration (Duração) podem ser
ajustadas utilizando o comando “MENU”  “Monitoring”
(Monitoramento)  “Live Mode” (Imagem ao Vivo).
Quando o tempo de monitoramento de evento for
ajustado para 5 segundos, o canal 2 será exibido durante
5 segundos no modo de tela cheia se um evento ocorrer
inicialmente a partir do canal 2 como indicado na figura a
seguir. Se outro evento ocorrer dentro de 5 segundos, a
tela será exibida após a adição de um evento existente.
O monitoramento Spot-out é a função que monitora
a tela inteira de um canal específico com uma saída
diferente daquela usada no modo de tela ao vivo. Se um
item de monitoramento estiver selecionado a partir da
tela do menu, você pode selecionar um canal específico
como o canal Spot-out entre os canais 1-4 e poderá
tornar a saída canal por canal com um intervalo de
tempo específico como no modo de comutação da
tela do modo ao vivo. O ícone da tela ao vivo não será
indicado a partir da função de monitoramento Spot-out.
Neste momento, o intervalo de tempo comutado é idêntico
ao tempo de comutação da tela do modo ao vivo.
Se o monitoramento de eventos Spot-out estiver
ativado, o canal em que ocorrer um evento poderá ser
considerado como uma saída Spot-out. Se eventos
ocorrerem simultaneamente em vários canais, o canal
com o número mais baixo terá prioridade e será
transmitido para Spot-out (saída auxiliar).
ao vivo _19
SHR-5042_Bp.indb 19
2007-6-15 13:58:36
menu setup (configuração)
ANTES DE UTILIZAR
USER LOGIN
 Sele o
O cursor amarelo exibe a janela de seleção atual.
Como a operação dos botões de direção, mova o
cursor para o menu que você deseja trocar utilizando
os botões dire o () no painel frontal do
sistema. Isto irá acessar a troca do menu se o botão
Enter( ) for pressionado no estado do cursor de
seleção.
A seleção será completada se o botão Enter( ) for
pressionado ao realizar uma troca.
Se o menu resultante for exibido, mova o cursor para
uma localização desejada utilizando os botões  ou .
Pressione o botão MENU para abrir a tela do menu.
User Login
Menu Login
User ID
ADMIN
Password
OK
Move/Control
 “OK” e “Cancel” (Cancelar) em cada janela de
Setup (Configura o)
A seleção será aplicada se “OK” for pressionado após
uma troca no menu.
O ajuste será cancelado se “Cancel” for pressionado
e irá retornar ao menu superior.
 Botões MENU e SEARCH.(BUSCA)
Quando os botões MENU e SEARCH forem
pressionados inicialmente eles irão operar como o
botão de confirmação (Enter).
Depois de confirmar, ele será utilizado como a função
de retorno para a página anterior.
 S mbolo (►) pr ximo ao t tulo
Faz parte da exibição de um menu resultante.
 Teclado Virtual
)
A seção para digitar caracteres será exibida por (
ou ( ).
Quando um caractere for inserido, mova o cursor para
um caractere desejado e pressione o botão Enter( ).
Select
Cancel
Exit
Para utilizar as diversas funções do DVR como, por
exemplo, configuração do ambiente do sistema e
busca, é preciso registrar-se com os direitos de usuário
correspondentes. Você poderá se registrar como um
usuário relevante inserindo a ID (Identificação) e a senha
do usuário.
(No momento que a unidade sai da fábrica, a senha da
conta do usuário ‘ADMIN’ é ajustada para ‘4321’.)
SYSTEM
Os detalhes do menu do sistema serão como segue:
SHR-5042/5040 MENU
System
�
Time/Date/Language Setup
Camera
�
Monitoring
�
User Manager
- Password
- User Add/Del
- Group Authority
Record Mode
Event Record
Profile
�
Record Schedule
Network
Move/Control
System Log
System Information & Setup
HDD Setup
Backup
�
System Shutdown
Select
Exit
20_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 20
2007-6-15 13:58:39
Time/Date/Language Setup
(Configuração da Hora/Data/Idioma)
Date/Time/Language Setup
Time Setup
2007-04-03
Date Type
YYYY - mm - dd
05:12:46
Time Type
24
Language
English
OK
Se DST for ajustado para “OFF”, o ajuste para o
horário de verão não será aplicado. É impossível
acessar o menu de data à direita. Quando você
ajustar DST para “ON”, determine a hora de início na
parte esquerda e a hora na parte direita com base no
caractere “~”.
Cancel
Select
Exit
 Time Setup (Configura o da Hora)
A tela a seguir será exibida se o botão Enter(
pressionado.
 Date Type (Tipo de Data)
Suporta um total de 9 formatos (como, por exemplo,
Ano-Mês-Dia / Dia-Mês-Ano / Mês-Dia-Ano).
) for
(GMT) Greenwich Mean Time : D
Year
2007
Month
4
6
DST
Month Week Weekly Hour
OFF
1
1st
Hour
Day
3
SUN
0
Sec
10
Month Week Weekday Hour
~
1
2st
OK
Move/Control
Min
5
Select
SUN
 Language (Idioma)
Após selecionar um idioma, a função OSD (Exibição
de Informações na Tela) será expressa no idioma
selecionado. Os idiomas disponíveis constam de uma
lista.
0
Cancel
Exit
Selecione a zona horária padrão adequada para a
região correspondente.
Quando desejar trocar a data e à hora, mova o cursor
para o item correspondente e pressione o botão
Enter( ). Em seguida troque o dia/mês/ano ou
segundos/minutos/hora com os botões  ou . Saia
deste modo pressionando o botão
Enter( ) novamente.Quando uma troca de hora for
realizada, a data e a hora permanecerão suspensas
(em pausa) até que
“OK” ou “Cancel” seja pressionado.
CUIDADO
 Time Type (Tipo de Hora)
Suporta dois formatos: 24 horas / 12 horas (AM/PM).
05 MENU CONFIGURAÇÃO
Move/Control
 DST (Daylight Saving Time [Hor rio de Ver o])
DST ajusta o relógio uma hora adiantada ao horário
local padrão. Este ajuste permite que o sistema exiba a
hora ajustada para DST. Se a data ajustada para DST
for atingida, o sistema será adiantado em uma hora.
 Se a data e a hora forem trocadas
para um horário anterior, os dados
em vigor antes da troca serão
apagados. Por exemplo, quando
8 horas da manhã for trocado
para 7 horas da manhã, os dados
gravados entre 7 e 8 da manhã
serão apagados.
Password (Senha)
User Manager - Password
Old Password
****
New Password
****
Confirm Password
****
Record Lock
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
 Old Password (Senha Antiga)
A senha padrão não é atribuída. Utilize esta função
para trocar a senha.
 New Password (Nova Senha)
Um teclado virtual será exibido se o botão Enter( )
for pressionado. Os caracteres serão inseridos um a um
se a seleção for feita movendo o cursor. A inserção da
senha poderá conter até 16 caracteres.
 Confirm Password (Confirmar Senha)
Este é o menu para confirmação de uma nova senha
recentemente trocada. É preciso inserir
“New Password” (Nova Senha) na primeira fileira
acima. Quando você inserir “Confirm Password”
(Confirmar Senha) primeiramente sem inserir “New
Password” (Nova Senha), nenhuma resposta será
informada após a inserção.
 Record Lock (Bloquear Config. Grava o)
Se estiver Ativ o modo de Bloquear Config.
Grava o irá aparecer uma janela emergente
a pedir a introdução da password, ao mesmo
tempo que termina a gravação.
menu configuração _21
SHR-5042_Bp.indb 21
2007-6-15 13:58:41
User Add/Del (Adicionar/Apagar Usuários)
Group Authority (Autoridade no Grupo)
User Manager - Group Authority
User Manager - User Add/Del
Group 1
Group
User ID
user1
Password
****
Group
Group 1
Add
Group 2
Group 3
User ID
Menu
Group1
user1
Group1
user2
System
Camera
Monitoring
Normal Record
Group1
user3
Event Record
Record Schedule
Backup
Network
Group2
user4
Clear
Delete
Search
Delete All
Playback
OK
Cancel
 User Add (Adicionar Usu rio)
Você pode inserir “User ID” (Identifica o do
Usu rio) e “Password” (Senha).
Como para o grupo ao qual o usuário pode pertencer,
selecione um item entre “Group1”, “Group2” e
“Group3”.
Após atribuir direitos de usuário por cada grupo,
determine um usuário para este grupo.
Se “Add” for pressionado, a inserção será registrada à
lista na parte direita.
User ID e Password na parte esquerda serão
apagadas da tela se “Clear” for pressionado.
 User Delete (Apagar Usu rio)
Após mover o cursor em User ID a ser apagado da
lista na parte direita, selecione pressionando o botão
Enter( ).
Se o botão “Delete” for pressionado, somente User ID
será apagado da lista.
Se “Delete All” for pressionado, todas as User IDs
(Identifica’;coes de Usuários) registradas nesta lista
serão apagadas.
OK
Cancel
 Group (Grupo)
O grupo de usuários é dividido em 3 grupos: Group1,
Group2 e Group3.
Pressione o botão Enter( ) após mover o cursor para o
grupo sobre o qual os direitos de usuário serão transferidos.
 Menu
Você pode transferir a configuração do sistema e monitorar
os direitos para o grupo, de forma parcial ou integral. Como
para a configuração da transferência de direitos, você pode
ajustar/cancelar pressionando o botão Enter( ) após
mover o cursor para o item correspondente.
O item “System” (Sistema) permite a transferência de
direitos para ‘Time/Date/Language Setup’ (Configuração
de Hora/Data/Idioma), ‘User Manager’ (Gerenciador
de Usuários), ‘Profile’ (Perfil), ‘System Log’ (Registro do
Sistema), ‘System information & Setup’ (Configuração e
Informações do Sistema),
‘HDD Setup’ (Configuração do Disco Rígido) e
‘System Shutdown’ (Desligamento do Sistema).
O item “Camera” (C mera) permite a transferência dos
direitos para ‘Camera Configuration’ (Configuração da
Câmera), ‘PTZ Device’ (Dispositivo PTZ) e ‘Screen Setup’
(Configuração da Tela).
O item “Monitoring” (Monitoramento) permite a
transferência de direitos para ‘Live Mode’ (Modo ao Vivo) e
“Spot Mode” (Modo Auxiliar).
O item “Record Mode” (Modo de Grava o) permite
a transferência dos direitos de configuração para ‘Quality’
(Qualidade), ‘Frame” (Quadros) e ‘Video Size’ (Tamanho do
Vídeo).
O item “Event Record” (Grava o de Evento) permite
a transferência de direitos de configuração para ‘Event
Record Setup’ (Configuração de Gravação do Evento),
‘Alarm Detection Setup’ (Configuração de Detecção de
Alarme) , ‘Motion Detection Setup’ (Configuração de
Detecção de Movimento) e ‘Video Loss Detection Setup’
(Configuração de Detecção de Perda de Vídeo).
O item “Record Schedule” (Programa o de
Grava o) permite a transferência dos direitos de
configuração da programação da gravação.
O item “Backup” permite a transferência de direitos para
configuração de backup.
O item “Network” (Rede) permite a transferência de direitos
para ‘IP Setup’ (Configuração IP), ‘IP Test’ (Teste IP), ‘DDNS
Setup’ (Configuração DDNS), ‘NTP Setup’ (Configuração
NTP), ‘Callback Setup’ (Configuração de Retorno de
Chamada) e ‘Transfer Picture Setup’ (Configuração da
Transferência de Imagem).
22_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 22
2007-6-15 13:58:42
 Search (Busca)
System Log (Registro no Sistema)
O item “Playback” (Reprodu o) permite a
transferência do direito de busca.
Profile (Perfil)
System Log
04-02 06:08:09 C3 C REC Stop
REC
System
04-02 06:08:09 C3 M REC Start C3
Profile
OK
Profile Export
OK
Profile Import
OK
Failure
04-02 06:08:47 C1 M REC Stop
Search
04-02 06:08:50 C4 M REC Stop
Network
04-02 06:08:50 C3 M REC Stop
Backup
2007-04-02 05:39:53  2007-04-03 05:39:53
OK
Progress
trying.. 0%
OK
Move/Control
Select
Exit
 Load Factory Default (Carga do Padr o de F brica)
Esta função é utilizada para inicializar todos os ajustes
aos valores padrão de fábrica. Se você pressionar o
botão “OK”, a janela de mensagens de reinicialização
será exibida e em seguida você poderá pressionar o
botão “Yes”. Os dados gravados não serão apagados.
 Profile Export (Exportar Perfil)
Esta função é utilizada quando você exportar o perfil
atualmente ajustado para o sistema para o dispositivo
de armazenamento conectado a uma porta USB. O
arquivo de perfil será copiado para o dispositivo de
memória USB se você pressionar “OK”. (Nome do
arquivo: SetupData.tar).
 Profile Import (Importar Perfil)
Esta função é utilizada quando você importar o arquivo
de perfil do sistema salvo no dispositivo de memória
USB e aplicá-lo ao sistema atual. O perfil será copiado
para o sistema atual se você pressionar o botão “OK”
. Em seguida, a janela de mensagem de reinicialização
será exibida e em seguida você pode pressionar o
botão “Yes”.
 Progress (Progresso)
Esta função irá exibir o status de progresso da
operação que o sistema está executando atualmente.
CUIDADO
 Por favor, não remova o dispositivo
de memória USB quando operar a
função de exportação/importação
de perfil. O arquivo de perfil do
sistema poderá não ser copiado
adequadamente ou poderá não ser
aplicado ao sistema.
Este item se refere à função pela qual uma série
de operações realizadas durante a operação do
sistema DVR são gravadas; e quando o sistema for
operado anormalmente, ela permitirá a detecção do
erro facilmente, de forma que o problema poderá ser
resolvido com a devida correção.
Pressione a tecla Enter( ) após mover o cursor para
o item correspondente quando você buscar somente o
item de registro desejado.
( ): Abre a página anterior.
( ): Abre a próxima página.
 Scope Designation (Atribui
Se o ícone (
exibida.
05 MENU CONFIGURAÇÃO
Load Factory Default
04-02 06:08:47 C2 M REC Stop
o do Escopo)
) for pressionado, a tela a seguir será
Start Time
Year
2007
2007 - 04 - 02
Month
4
End Time
Year
2007
5
2
2007 - 04 - 03
Month
4
Day
3
05 : 39 : 53
Hour
Day
Min
39
Sec
53
16 : 35 : 44
Hour
16
Min
35
Sec
44
OK
Para os dados de registro, ajuste “Start Time” (Hora
de Início) e “End time” (Hora de Término) da busca.
Quando determinar para trocar a data e a hora, mova
o cursor para o item correspondente e pressione o
botão Enter( ) Em seguida, troque o ajuste day/
month/year (dia/mês/ano) ou second/minute/hour
(segundos/minutos/hora) com os botões  ou  Saia
do modo de troca pressionando o botão Enter( )
novamente.
menu configuração _23
SHR-5042_Bp.indb 23
2007-6-15 13:58:44
 REC (GRAVA O)
Exibe as informações de gravação de acordo com o
evento e programação da gravação.
 Search (Busca)
Exibe as informações de horário entre a entrada e
saída do modo de busca.
 System (Sistema)
Exibe as informações de troca de início/parada do
sistema, usuário acessando o sistema e configuração.
 Network (Rede)
Exibe a hora e o endereço IP que tiver sido conectado
ao sistema através do software de conexão remota.
 Failure (Falha)
Exibe as informações de erro que ocorrem devido à
falha de hardware.
 Backup
Exibe as informações de backup.
Lista de Registros do Sistema
Tipo de registro
Detalhes do Registro
C(Channel) C REC START/STOP
REC (GRAVAÇÃO) C(Channel) A REC START/STOP
System
Failure
Descrição
Início/Parada de uma Gravação Contínua
Início/Término de uma Gravação de Entrada de Alarme
C(Channel) M REC START/STOP
Início/Término d e uma Gravação de Movimento
SYSTEM START/STOP
ATIVAÇÃO/DESATIVAÇÃO da Alimentação do Sistema
SYSTEM NET TIMESET
Troca do Horário do Sistema
SYSTEM SHUTDOWN
Desligamento do Sistema
SYSTEM REBOOT
Reinicialização do Sistema
SETUP START/END
Login/Logout do Modo Menu
WEAK SIGNAL START CH
Sinal Fraco de Saída de Vídeo
WEAK SIGNAL STOP CH
Restauração do Sinal de Saída de Vídeo
HDD Format M
Formatação do DISCO RÍGIDO (Mestre)
HDD Format S
Formatação do DISCO RÍGIDO (Escravo)
VIDEO LOSS START/STOP
Perda/Recuperação de Vídeo
FAN FAILURE/RECOVERY
Falha/Recuperação de operação da Ventoinha
SMART ERROR HDD-M
Falha de Verificação Inteligente DISCO RÍGIDO
(Mestre)
SMART ERROR HDD-S
Falha de Busca Inteligente do DISCO RÍGIDO
(Escravo)
HDD ERR COUNT M
Contador de Erros de Gravação do DISCO
RÍGIDO (Mestre)
HDD ERR COUNT S
Contador de Erros de Gravação do DISCO
RÍGIDO (Escravo)
24_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 24
2007-6-15 13:58:44
Tipo de registro
Search
BACKUP
Descrição
Login/Logout com o Modo de Busca
NETWORK CONNECTED
Conexão do Software Remoto
NETWORK DISCONNECTED
Desconexão do Software Remoto
BACKUP AVI-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup AVI
BACKUP SDB-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup SDB
BACKUP SFX-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup SFX
BAKCUP BMP-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup BMP
BACKUP JPEG-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup JPEG
USB PROBLEM DETECTED
Remoção da Mídia Durante a Execução de Backup
para um dispositivo de armazenamento USB
CD-ROM WRITE FAIL
Falha de Gravação do CD
CD Media Size Full
Não há Espaço Remanescente no CD
CD Media Not Exist
Não há CD inserido
BACKUP AVI-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup AVI
BACKUP SDB-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup SDB
BACKUP SFX-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup SFX
BAKCUP BMP-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup BMP
BACKUP JPEG-OK/FAILED
Sucesso/Falha de Backup JPEG
USB PROBLEM DETECTED
Remoção da Mídia Durante a operação de Backup
para um Dispositivo de Armazenamento USB.
CD-ROM WRITE FAIL
Falha na Gravação do CD
CD Media Size Full
Não há Espaço Remanescente no CD
CD Media Not Exist
Não há CD inserido
05 MENU CONFIGURAÇÃO
Network
Detalhes do Registro
SEARCH IN/OUT
menu configuração _25
SHR-5042_Bp.indb 25
2007-6-15 13:58:44
Record Schedule
CUIDADO
System Information/Setup
Mac Address
00:C:8C:FF:00:A9
Software Version
V1.000A10
Package Search
Find package in USB
Upgrade Version
None
Remote Control ID
00
Upgrade
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
 Mac Address (Endere o MAC)
Exibe o número exclusivo do dispositivo de hardware
da rede conectado ao sistema.
 Software Version (Vers o do Software)
Exibe a versão do software atual.
 Package Search (Busca por Pacote)
Após a conexão do dispositivo USB (contendo o
software do DVR) a uma porta USB, pressione o ícone
( ) e o software do DVR será automaticamente
buscado. Se o software do DVR não estiver presente
no dispositivo USB, a versão de atualização não será
exibida.
 Upgrade Version (Vers o de Atualiza o)
A versão do software a ser atualizado será indicada.
Se você pressionar o botão “Upgrade” (Atualizar),
a janela de mensagem de reinicialização será exibida
e em seguida você poderá pressionar o botão “Yes”
para prosseguir com a atualização.
 Remote Control ID (Identifica o do Controle Remoto)
Para controlar o DVR com um controle remoto, ajuste
o DVR e a Identificação do controlador remoto da
mesma forma.
 Para que o DVR reconheça o
arquivo de atualização, este deve ser
inserido em uma pasta denominada
“update” (atualização). Assim, esta
pasta deverá ser criada em um
dispositivo de memória USB e em
seguida o arquivo de atualização
deverá ser copiado para a pasta.
 Quando o software for atualizado,
você não deverá desligar a
alimentação nem remover o
dispositivo USB. O sistema poderá
operar de forma inadequada.
 Quando um dispositivo de memória
USB for utilizado, por favor, utilize o
dispositivo USB que possa suportar
a versão Linux 2.6.0 ou superior.
O dispositivo que não suporta o
sistema Operacional Linux não é
suportado por esta unidade.
 O sistema de arquivos para o
dispositivo USB deverá ser FAT16 ou
FAT32. O sistema não suporta NTFS
ou outros sistemas de arquivos.
 Considerando que alguns
dispositivos USB não possuem fonte
de alimentação ou possuem baixa
tensão, uma fonte de alimentação em
separado poderá ser necessária para
o reconhecimento do dispositivo.
 No momento do embarque desta unidade, a ID
(Identificação) do controle remoto foi ajustada
para “00”.
 Quando você trocar a ID do controle remoto,
pressione “Remote ID” e insira a identificação do
DVR.
HDD Setup
HDD Setup
ATA
1
Info
PRIMARY
Format
149GB
2
HDD END
Setup
Recording
Overwrite
Off
Format
OK
Cancel
 HDD Info (Informa es do Disco R gido)
Exibe as informações do DISCO RÍGIDO instalado e a
sua capacidade. O primeiro DISCO RÍGIDO instalado
será atribuído como Primary (Primário) e o segundo
será o Secondary (Secundário).
26_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 26
2007-6-15 13:58:45
 HDD END ALARM (ALARME DE DISCO CHEIO) ( ).
On: Se o Disco Rígido estiver cheio de dados (capacidade
esgotada) durante a gravação, um alarme irá soar.
Off: Se o Disco Rígido estiver cheio de dados (capacidade
esgotada) durante a gravação, o alarme não será ativado.
 Se o espaço no Disco Rígido não for suficiente, o
ícone Disk_Full (Disco Cheio) (
) será exibido.
CUIDADO
CUIDADO
 Considerando que todos os dados serão
apagados quando a formatação do Disco
Rígido for executada, por favor, continue
com a inicialização após gerar backup dos
dados importantes para outro dispositivo.
 Se a função de gravação repetida do Disco
Rígido for ajustada para “OverWrite” e os
dados a serem submetidos a backup forem
substituídos pelos dados novos, a hora de
início de backup poderá ser trocada ou a
operação de backup poderá ser cancelada.
Verificando os Dados do Disco RígidoD
Por favor, preste atenção às informações
a seguir para minimizar a possibilidade
de perda de dados do Disco Rígido.
 Lembre-se de que você deve
proteger o Disco Rígido de qualquer
impacto ou utilização inadequada já
que isto poderá causar danos.
 O Fabricante não se responsabiliza por
perda de dados ou defeitos causados pelo
mau uso do Disco Rígido pelo usuário.
Nota: Ao adicionar um Disco Rígido
extra,verifique previamente se o Disco Rígido
é compatível com o DVR do fabricante.
Exemplos que podem causar a perda
de dados ou defeitos no Disco Rígido.
 Qualquer impacto externo sobre a caixa
do disco que possa ocorrer durante a
desmontagem ou configuração do DVR.
 Corte no fornecimento de alimentação
ou desligamento incorreto enquanto o
DVR está em operação. (Refira-se à pg.
27: Como desligar o DVR).
 Movimento ou qualquer impacto no
DVR durante a operação.Por favor,
gere backups dos eventos o mais
breve possível para minimizar riscos
de perda de dados do Disco Rígido.
SHR-5042_Bp.indb 27
Record Schedule
System Shutdown
Sure to shutdown?
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
Esta função é utilizada quando a ativação de funções for
encerrada com segurança ou quando a alimentação for
desligada.
Se você visualizar a mensagem de desligamento do
sistema após pressionar o botão “OK”, na janela de
confirmação, desligue a alimentação.
CUIDADO
05 MENU CONFIGURAÇÃO
 HDD Format (Formatar DISCO R GIDO)
Quando o Disco rígido for inicializado, mova o cursor para
o DISCO RÍGIDO correspondente e pressione o botão
Enter( ). Em seguida o ícone (Format) (Formatar) será
ativado. Se você pressionar o ícone “Format”, a janela
de formatação do Disco Rígido será exibida e em seguida
você poderá pressionar “OK” para inicializar o Disco Rígido.
 HDD END (DISCO R GIDO CHEIO)
Stop: A gravação irá parar quando o Disco Rígido estiver
cheio de dados (capacidade esgotada) durante a gravação.
OverWrite: Se o Disco Rígido estiver cheio de dados
(capacidade esgotada) durante a gravação, os dados
gravados mais antigos serão apagados e os novos
dados serão gravados.
 Se o sistema for desligado sem
que seja finalizado no menu
System Shutdown (Desligamento
do Sistema), poderá ocorrer um
problema como, por exemplo, perda
de dados e falha no disco. Quando
desligar a alimentação, por favor,
finalize o sistema primeiramente no
menu System Shudown.
CAMERA
Os detalhes do menu Camera são como indicado a
seguir.
SHR-5042/5040 MENU
System
�
Camera
�
Camera Configuration
Monitoring
�
PTZ Device
Screen Setup
Record Mode
Event Record
�
Record Schedule
Backup
Network
Move/Control
�
Select
Exit
menu configuração _27
2007-6-15 13:58:47
Camera Configuration
(Configuração da câmera)
PTZ Device (Dispositivo PTZ)
PTZ Device
Protocol
Baudrate
0
Samsung
9600
1
PELCO-D SD
9600
2
GC-755
19200
3
DRX-501A
2400
ID
Camera Configuration
Video
Auto Seq
Title
On
5 SEC
CAM 01
On
5 SEC
CAM 02
On
5 SEC
CAM 03
On
5 SEC
CAM 04
OK
OK
Move/Control
Move/Control
Select
Cancel
Cancel
Select
Exit
Exit
 Video
On: Exibe o vídeo da câmera do canal selecionado.
Off: Não exibe o vídeo da câmera do canal
selecionado.
Covert: Exibe as informações remanescentes exceto
para as informações de vídeo do canal selecionado.
As funções como, por exemplo, a comutação de
nome/tela de áudio/câmera não estarão disponíveis
para o canal desativado.
 Auto Seq (Sequ ncia Autom tica)
O tempo de operação para cada canal pode ser
ajustado a partir da comutação de tela do canal do
modo Live (Ao Vivo). O ajuste do canal com “Off” ou
“Covert” não irá operar no modo de comutação da tela.
 Title (T tulo)
O nome da câmera do canal selecionado pode ser
ajustado. Um teclado virtual será exibido se o botão
Enter ( ) for pressionado. Os caracteres podem ser
ajustados um a um se a seleção for feita movendo o
cursor. A inserção pode ser de até 10 caracteres. Se
a tecla “Shift” for pressionada, o modo de inserção
com letras minúsculas se tornará o modo de inserção
de letras maiúsculas e o modo de inserção do teclado
numérico será comutado para o modo de inserção de
teclas especiais.
 ID (Identifica o)
Selecione a ID para PTZ (0~99).
 PTZ
Para configurar a função PTZ, mova o cursor para o
canal correspondente e pressione o botão Enter
( ) . Em seguida selecione PTZ utilizando os botões
 ou . Para do modo de troca pressione o botão
Enter ( ) novamente.
 Baudrate (Taxa de Bits)
Selecione a velocidade do PTZ.
(4800/9600/19200/38400).
Listas de equipamentos de PTZ disponíveis
No.
Fabricante
Modelo
1
SAMSUNG
Câmera PTZ Samsung
2
TECHWIN
SPD-1600, SPD-3300
 Os itens acima deverão ser combinados com
os ajustes do dispositivo PTZ. Para maiores
detalhes, por favor, consulte o manual fornecido
pelo fabricante do dispositivo PTZ.
 Somente o método Half Duplex é suportado
para transmissão.
keyboard Dialog
Camera Name
CAM 01
Shift
Back
OK
Cancel
28_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 28
2007-6-15 13:58:49
Screen Setup (Configuração da Tela)
Modo Live (Ao Vivo)
Monitoring
Screen Setup
Event Monitoring
Duration
128
OFF
OSD
128
128
Date
ON
Title
ON
Time
ON
Status
ON
1Ch DVR
Support
OK
Apply All
Cancel
Esta é a tela que ajusta o valor de Brilho/Contraste/Cor
da imagem de cada imagem de câmera do canal.
Posicione o cursor no canal desejado para o ajuste e
selecione-o para ajustar Brilho/Contraste/Cor.
O canal selecionado será exibido na zona PIP na parte
direita.
O ajuste pode ser feito de “0” a “255” utilizando os
botões  ou .
Se “Apply All” for pressionado, o último valor do canal
será copiado para o canal inteiro.
Se “Default” for pressionado, o canal atual será
reinicializado com o valor padrão “128”.
MONITORING
Os detalhes do menu de monitoramento são como
indicado abaixo:
SHR-5042/5040 MENU
System
�
Camera
�
Monitoring
�
Event Record
Live Mode
Spot Mode
Record Mode
OK
Cancel
 Event Monitoring Duration (Dura o do
Monitoramento do Evento)
Esta opção pode ser ajustada para Off (Desativado) /
30 seconds (30 segundos) / CONTINUE (CONTÍNUA).
OFF: O monitoramento do evento comutado para a
tela em que o evento ocorreu não será executado.
30 Seconds: Ajusta a duração exibida quando a tela
for comutada.
CONTINUE: A tela de monitoramento de eventos será
mantida até que seja cancelada pressionando o botão
ALARM no painel frontal.
05 MENU CONFIGURAÇÃO
Default
OFF
 OSD (Exibi o de Informa es na Tela)
Date: Quando ajustado para On, a data será exibida
na tela. Quando ajustado para Off, a data não será
exibida na tela.
Time: Quando ajustado para On, o horário será
exibido na tela. Quando ajustada para Off, o horário
não será exibido.
Title: Quando ajustado para On, o nome da câmera
será exibido na tela. Quando for ajustada para Off, o
nome da câmera não será exibido na tela.
State: Quando ajustado para On, o item Audio/PTZ
será exibido na tela. Quando ajustada para Off, este
item não será exibido na tela.
�
Record Schedule
Backup
Network
Move/Control
�
Select
Exit
menu configuração _29
SHR-5042_Bp.indb 29
2007-6-15 13:58:51
 1Ch DVR (DVR de 1 canal)
O DVR de 1 canal é suportado. Se 1-channel support
(suporte para 1 canal) for ajustado para On (Ativado),
ele se tornará um DVR de 1 canal; se 1-channel
support for ajustado para Off (Desativado), ele se
tornará um DVR de 4 canais. Se 1-channel support for
ativado, o sistema será reinicializado e se tornará um
DVR de 1 canal.
Spot Mode (Modo Auxiliar)
Spot Out
Monitoring Type
Duration
Event
OFF
Normal
3 SEC
Camera
Mode
CUIDADO
 Se a opção 1-channel support
for habilitada, as funções como,
por exemplo, Event Monitoring
(Monitoramento de Eventos),
Spot Out Channel (Canal Auxiliar)
e Spot Out Event Monitoring
(Monitoramento de Evento Spot Out)
não poderão ser ativadas. Como
para a resolução de 1-channel
support, Full D1, Half D1 e CIF são
suportadas.
 Se a opção 1-channel support for
desativada e Full D1 estiver ativada,
a resolução no modo de 4 canais
será ajustada para CIF.
 Quando o modo 1-channel
for configurado, os valores de
configuração do sistema serão
inicializados.
 Exibe a saída VGA 640x480 (60Hz)
em NTSC e PAL.
 Alguns ruídos, linhas verticais ou
imagens superdimensionadas
poderão ser exibidos no monitor
LCD se o modo 640x480 não estiver
disponível.
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
Quando você utilizar dois monitores, o canal Spot
Out será utilizado quando se desejar concentrar o
monitoramento para o canal da câmera correspondente
em um monitor.
 Event Duration (Dura o do Evento)
Ajuste se a função Event Monitoring (Monitoramento
do Evento) será ou não executada para o canal Spot
Out. Esta função pode também ser ajustada para
Off/30 seconds/CONTINUE.
OFF: A função de Monitoramento de Eventos não é
executada no canal Spot Out.
CONTINUE: A tela Event Monitoring (Monitoramento
de Eventos) será mantida até que seja cancelada pelo
pressionamento do botão ALARM no painel frontal.
 Normal Duration (Dura o Normal)
1~60 Seconds: Ajusta a duração indicada quando a
tela for comutada.
 Camera (C mera)
Selecione o canal desejado para utilização com a
função Spot Out.
 Mode (Modo)
(
): Este é o modo que transmite o canal Spot Out
com uma tela de 4 divisões.
( ): Este é o modo que irá comutar a tela do canal
Spot Out no modo de tela cheia.
30_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 30
2007-6-15 13:58:52
RECORD MODE (MODO DE
GRAVAÇÃO)
EVENT RECORD (REGISTRO
DE EVENTOS)
Os detalhes do menu de gravação são indicados a seguir.
Os detalhes do menu Event Recording serão indicados a
seguir.
Record Mode
Quality
Standard
25
Standard
25
Standard
25
Video Size
�
Camera
�
Monitoring
�
Record Mode
Auto Deletion
ON
99
OK
Default
System
Event Record
�
Motion Detection Setup
Backup
Cancel
Event Record Setup
Alarm Detection Setup
Record Schedule
Network
�
Video Loss Detection Setup
Move/Control
Ajuste o valor de modo de gravação quando pressionar
o botão REC no painel frontal.
 Quality (Qualidade)
Ajusta a qualidade do vídeo da gravação.
Ajuste para uma das opções: Very High, High,
Standard, Low.
Fonte de
Vídeo
NTSC
PAL
Event Record Setup
Quality
Frame
Standard
25
Standard
25
Standard
25
Standard
25
Pre Event
Post Event
3 sec
10 sec
Half D1
CIF
704 X 480
704 X 576
704 X 240
704 X 288
352 X 240
352 X 288
 Auto Deletion (Apagamento Autom tico)
Você pode selecionar OFF/ON pressionando
“OFF”. Se a opção “ON” for selecionada, a data a
ser buscada poderá ser limitada utilizando o botão de
seleção de data em seguida.
A data pode ser limitada de 1 a 99 dias. Se a opção
“OFF” for selecionada, o controle não poderá ser
movido para o botão de seleção de data e os dados
de busca não poderão ser limitados.
O ícone Default será utilizado quando você reinicializar
o valor atual para o valor inicial.
A velocidade de quadros para uma Gravação Normal
deverá ser ajustada para um valor inferior ou igual à
velocidade de quadros da gravação de eventos.
Video Size
CIF
OK
Default
Full D1
Exit
Event Record Setup (Configuração
da Gravação de Eventos)
 Frame (Quadros)
Ajusta o número de quadros para a gravação. O
número de quadros se refere ao número de telas
gravadas por segundo.
 Video Size (Tamanho do V deo)
Ajusta o tamanho da tela para gravação.
Select
05 MENU CONFIGURAÇÃO
25
CIF
SHR-5042/5040 MENU
Frame
Standard
Cancel
Ajuste o valor do modo de gravação quando um evento
ocorrer.
 Quality (Qualidade)
Ajusta a qualidade da gravação do vídeo quando um
evento ocorrer.
 Frame (Quadros)
Ajusta o número de quadros para gravação. O número
de quadros é o número de quadros gravados por
segundo.
 Pre Event (Pr -Evento)
Seção Pré-Evento
Horário da ocorrência do evento.
Grava as pré-condições a partir do ponto em que um
evento ocorreu.
3~5 Seconds: Ajusta o tempo de gravação antes da
ocorrência de um evento.
menu configuração _31
SHR-5042_Bp.indb 31
2007-6-15 13:58:53
 Post Event (P s-Evento)
 Camera (C mera)
Ajuste a câmera conectada à Entrada de Alarme atual.
O valor padrão é ajustado para o número de Entrada
de Alarme. Pelo menos um link entre a Entrada de
alarme e a câmera deve ser estabelecido. Múltiplas
seções são possíveis. A tela a seguir será exibida se
o botão Enter( ) for pressionado movendo-se o
cursor a partir do item da câmera.
Seção Pós-Evento
Horário da ocorrência do evento.
Grava as condições de pós-evento a partir do ponto
em que um evento ocorreu.
5 Seconds~5 Minutes: Ajusta o tempo de gravação
após a ocorrência do evento.
Camera 1
Camera 2
Camera 4
All
 Video Size (Tamanho do V deo)
Tamanho de configuração da tela exibida no modo de
gravação.
Fonte de
Vídeo
NTSC
PAL
Full D1
Half D1
CIF
704 X 480
704 X 576
704 X 240
704 X 288
352 X 240
352 X 288
 Se a opção 1-channel DVR support (Suporte
do DVR para 1 canal) estiver ajustada para
On (Ativada), no menu de monitoramento, a
resolução será trocada para Full D1.
Alarm Detection Setup
(Configuração da Detecção de
Alarme)
OK
Camera 3
Cancel
 Alarm Out (Sa da de Alarme)
Ajuste para Alarm Out quando um evento ocorrer a
partir de Alarm In (Entrada de Alarme).
Atualmente, este sistema suporta 2 funções de Saída
de alarme e 1 saída de alto-falante interno (bip).
A tela a seguir será exibida se o botão Enter( ) for
pressionado movendo-se o cursor do item Alarm Out.
1
2
Beep
All
OK
Cancel
Alarm Detection Setup
Alarm In
Camera
Alarm-Out
Alarm In 1
N.O
State
1
None
10 SEC
Alarm In 2
N.O
2
None
10 SEC
Alarm In 3
N.O
3
None
10 SEC
Alarm In 4
N.O
4
None
10 SEC
OK
Move/Control
Select
Duration
Cancel
Exit
 Duration (Dura o)
Ajusta a duração para Alarm Out (Saída de alarme). O
som de alarme será mantido com o ajuste do valor.
CONTINUE: O som da saída de alarme (emissão) será
mantido até que seja cancelado pelo pressionamento
do botão ALARM manualmente no painel frontal.
10~300 Seconds: Ajusta a duração da saída de
alarme.
 State (Estado)
O tipo de Entrada de Alarme pode ser ajustado para
“N.O.” (Normalmente Aberto) ou “N.C.” (Normalmente
Fechado).
N.O. (Normalmente Aberto): Quando o sistema for
fechado a partir de um estado normalmente aberto, o
alarme será ativado.
N.C. (Normalmente Fechado): Se o sistema for
aberto a partir de um estado normalmente fechado, o
alarme será ativado.
32_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 32
2007-6-15 13:58:55
Motion Detection Setup
(Configuração de Detecção de
Movimento)
Video Loss Detection Setup
(Configuração da Detecção de
Perda de Vídeo)
Motion Detection Setup
Video Loss Detection Setup
Alarm-Out
Alarm-Out
None
Duration
All Camera
High
10 SEC
None
10 SEC
None
10 SEC
None
10 SEC
Area Set
Default
OK
OK
Cancel
Ajusta a área de detecção de movimento, sensibilidade e
alarme para cada vídeo da câmera.
Pressione o botão Enter( ) após mover o cursor para
a câmera a ser ajustada.
 Alarm Out (Sa da de Alarme)
Esta é a parte que ajusta a saída de alarme quando
um movimento ocorrer. Atualmente, este sistema
suporta 2 funções Alarme Out (Saída de Alarme) e 1
saída de alto-falante interno.
 Duration (Dura o)
Ajusta a duração para Alarm Out (Saída de Alarme). O
som de alarme será mantido com o valor de ajuste.
CONTINUE: O som de saída do alarme será mantido
até que seja cancelado pressionando o botão ALARM
manualmente no painel frontal.
10~300 Seconds: Ajusta a duração para a saída do alarme.
 Sensitivity (Sensibilidade)
É a seção usada para a configuração da detecção de
movimento e sensibilidade.
A sensibilidade pode ser ajustada para Very High,
High, Medium, Low, Very Low.
 Area Set (Ajuste da rea)
Se o botão Enter( ) for pressionado após mover
o cursor para a área de exibição de vídeo na parte
direita, a área de movimento poderá ser confirmada/
cancelada.
( ): Ajusta toda a seção como a área de movimento.
( ): Cancela toda a área de movimento.
Se “Default” for pressionado, o valor de configuração
de movimento será reinicializado para o valor inicial.
Move/Control
Select
Cancel
Exit
Se uma perda de vídeo ocorrer a partir de cada canal,
é possível ajustar o sistema para que emita um som de
saída de alarme.
 Alarm Out (Sa da de Alarme)
Ajusta para que seja uma Saída de Alarme quando um
evento tiver ocorrido a partir da Entrada de Alarme.
Atualmente, o sistema suporta 2 funções de Saída de
Alarme e 1 saída de alto-falante interno (bip).
A tela a seguir será exibida se o botão Enter ( ) for
pressionado movendo o cursor a partir do item Alarm Out.
1
2
Beep
All
OK
05 MENU CONFIGURAÇÃO
Sensitivity
Duration
None
Cancel
 Duration (Dura o)
Ajusta a duração para Alarm Out. O som de alarme
será mantido com o valor ajustado.
CONTINUE: O som de saída de alarme será mantido
até que seja cancelado pressionando o botão ALARM
manualmente no painel frontal.
10~300 Seconds: Ajusta a duração para a saída de
alarme.
menu configuração _33
SHR-5042_Bp.indb 33
2007-6-15 13:58:56
RECORD SCHEDULE
PROGRAMAÇÃO DA GRAVAÇÃO
Os detalhes do menu Record Schedule são como
indicado a seguir.
Recording Schedule
00 02 04 06 08 10 12 14 16 18 20 22 24
Continuous
Motion
Alarm In
REC Option
00-01
M:C
00-24
M:C
Apply All
OK
Você pode ajustar o sistema para que grave
automaticamente definindo um tempo desejado.
Pressione o botão Enter( ) após mover o cursor para
a câmera a ser ajustada.
 Time Selection (Sele o do Tempo)
Para selecionar o tempo de gravação em base horária,
mova o cursor para a parte indicada como a figura
abaixo e pressione no botão Enter( ) . Em seguida
selecione a guia de tempo utilizando os botões
 ou . Você pode sair do modo de troca
pressionando o botão Enter( ) novamente.
Tipo de
Gravação
Símbolo
da Tela de
Configuração
NONE
(NENHUMA)
Suporta a
Gravação
Sem Gravação
Gravação
Contínua
Gravação de
Movimento
Gravação na
Entrada de Alarme
C: Contínua Gravação
M: Movimento Contínua e de
Movimento
A: Entrada de
Gravação
Alarme
Contínua e
Entrada de Alarme
Gravação de
Movimento e
Entrada de alarme
Gravação
Contínua, de
Movimento e
Entrada de Alarme
C
M
A
C:M
C:A
M:A
C:M:A
BACKUP
Os detalhes do menu de backup deverão ser como segue.
Backup
00-01
Backup Mode
Video (SFX)
Start Time
2007-04-03 07:41:20
End Time
2007-04-03 07:43:20
Backup Device
USB
Camera
OK
Move/Control
 REC Option (Op o de Grava o)
Ajusta o método de gravação. Por favor, consulte a
tabela a seguir para os tipos do método de gravação.
O método de gravação será aplicado à guia de tempo
selecionada se os botões  ou  forem utilizados
após o pressionamento do botão Enter( ) .
“00-24”: O método de gravação pode ser ajustado de
forma idêntica a uma faixa entre zero hora e 24 horas.
Se “Apply All” (Aplicar todas) for pressionado, o
valor do canal atual será copiado para todo o canal.
Select
Cancel
Exit
Esta função se destina a gerar backups dos dados de
vídeo armazenados no Disco Rígido para um dispositivo
de backup.
34_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 34
2007-6-15 13:58:58
 Start Time & End Time
(Hora de In cio e Hora de T rmino)
Ajusta a data e a hora desejadas para backup.
 Backup Device (Dispositivo de Backup)
Seleciona o dispositivo de armazenamento para
backup. O dispositivo de backup suporta o dispositivo
de armazenamento USB e CD. Pressione o botão
Enter( ) e selecione o dispositivo de backup
utilizando os botões  ou . Para sair do modo de
troca pressione o botão Enter( ) novamente.
 Camera (C mera)
Seleciona o canal da câmera para backup.
 O arquivo de backup pode ser reproduzido a
partir do PC, porém não pode ser reproduzido
a partir de um DVR.
 No caso do backup de AVI, você poderá
precisar de um codec DivX para reproduzir o
arquivo salvo. Você poderá obter este codec
DivX no site www.divx.com.
 Uma mensagem de advertência será exibida
se nenhum dispositivo de backup estiver
conectado.
CUIDADO
 Por favor, não remova o dispositivo
de armazenamento durante a
execução de backup nem desligue
a alimentação do sistema. O sistema
poderá operar de forma inadequada
 A velocidade do sistema poderá
ser reduzida durante a operação de
backup.
 Quando você gerar backup de
dados em um CD, os dados
gravados poderão ser danificados
de acordo com as condições da
superfície de gravação do disco.
NETWORK (REDE)
Os detalhes do menu Network são indicados a seguir.
SHR-5042/5040 MENU
System
�
Camera
�
Monitoring
�
05 MENU CONFIGURAÇÃO
 Backup Mode (Modo Backup)
Seleciona que modo será utilizado para backup. Assim
como para o modo backup, o sistema suporta 2
modos de backup que são SFX e AVI.
Pressione o botão Enter( ) e selecione o modo de
backup utilizando os botões  ou . Você pode sair
desta troca de modo pressionando o botão
Enter( ) novamente.
SFX: Este modo irá executar a função de backup
juntamente com o video player auto-executável. Se
o arquivo de backup for executado, o player será
automaticamente ativado para reproduzir o vídeo.
Os dados de backup SFX serão salvos com uma
extensão de arquivo executável (.EXE).
AVI: Este modo salva os dados no formato de vídeo
que podem ser reproduzidos a partir do Windows
Media Player.
Record Mode
Event Record
�
Record Schedule
IP Test
DDNS Setup
Backup
Rete
IP Setup
NTP Setup
�
Transfer Picture Setup
Move/Control
Select
Exit
IP Setup (Configuração do
Endereço IP)
IP Setup
Connection Mode
NOT USE
ID/Password
USER
Site IP
000.000.000.000
Subnet Mask
255.255.255.000
Gateway
000.000.000.000
Port (TCP)
554
OK
Cancel
 Connection Mode (Modo de Conex o)
Seleciona o tipo de rede conectada ao sistema
principal. Pressione o botão Enter( ) e selecione a
rede utilizando os botões  ou .
NOT USE: Selecione quando você não for utilizar uma
rede.
menu configuração _35
SHR-5042_Bp.indb 35
2007-6-15 13:58:59
STATIC-IP: Selecione quando o sistema principal
estiver conectado à rede utilizando um endereço IP fixo.
DHCP: Selecione esta opção quando o sistema
principal estiver conectado à rede à qual os endereços
IP foram atribuídos dinamicamente utilizando um
protocolo como DHCP.
ADSL(PPPoE): Selecione esta opção quando o
sistema principal estiver conectado à rede ADSL
utilizando PPPoE.
 ID/PASSWORD (IDENTIFICA O/SENHA)
O usuário pode inserir diretamente a Identificação /
Senha quando ADSL for selecionado.
Quando o sistema principal estiver conectado à rede
ADSL, é necessário inserir a Identificação e a senha
fornecidas pelo portador ADSL. A Identificação e a
senha do usuário poderão ser inseridas utilizando o
teclado virtual.
USER
Password
****
Shift
Back
OK
IP Test
Assigned IP
Not Connected
Connection Status
Test
trying.. 0%
OK
Move/Control
Select
Exit
 Assigned IP (IP Atribu do)
Exibe o endereço IP atribuído ao sistema atual.
 Connection Status (Estado da Conex o)
Se “Test” (Teste) for pressionado, o sistema irá
decidir qual o endereço IP será conectado à rede.
Se “OK” for exibido, o endereço IP inserido pode ser
utilizado. Se “Failed” (Falhou) for exibida, o endereço
IP não pode ser utilizado.
keyboard Dialog
User ID
IP Test (Teste de IP)
DDNS Setup (Configuração DDNS)
Cancel
DDNS Setup
 Site IP (IP do Local)
Ajuste o endereço IP para o sistema principal a ser
conectado a uma rede. Se o modo de conexão for
ajustado para STATIC-IP, o usuário precisará inserir
diretamente o endereço IP.
Se o modo de conexão for DHCP ou ADSL, o
endereço IP fornecido pelo servidor DHCP ou portador
ADSL será automaticamente exibido. Se uma tentativa
de conexão DHCP ou ADSL falhar, a indicação
000.000.000.000 será exibida. Neste caso, desligue
a alimentação do sistema principal e espere durante
alguns instantes. Em seguida ligue a unidade e tente
estabelecer novamente a conexão.
 Subnet Mask (M scara de Subrede)
Ajuste o endereço da máscara de Subrede no menu
principal.
DDNS Site
DYNAMIC DDNS
Host Name
SAMSUNG
User ID
SHR
Password
****
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
DDNS se refere à função que permite a utilização do
endereço IP dinâmico conectado ao sistema como se
fosse um endereço IP fixo.
 Gateway (Portal)
Ajuste o endereço do portal no sistema principal.
 Port(TCP)
O número da porta pode ser selecionado entre 554 e 2048.
36_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 36
2007-6-15 13:59:01
 DDNS Site (Site DDNS)
O site DDNS pode ser selecionado entre SAMSUNG,
DYNAMIC DDNS, NO IP e CHANGE IP.
Quando a opção SAMSUNG for selecionada, o
endereço IP será registrado para o DDNS sendo
operado pela Samsung Electronics. DYNAMIC DDNS,
NO IP e CHANGE IP são sites DDNS públicos que
permitem o registro de um IP dinâmico e atribuição de
um endereço URL gratuito. Ajuste o nome de host,
ID e senha após a inscrição no site correspondente e
registro do URL.
 User ID (Identifica o do Usu rio)
Digite a Identificação do usuário inserida quando da
inscrição no site DDNS.
 Password (Senha)
Digite a senha inserida quando da inscrição no site DDNS.
 Se você tiver ajustado um DDNS público
(dyndins.com, no-ip.com ou changeip.com),
30 a 60 segundos serão necessários até que o
endereço IP do nome do host (URL) possa ser
atualizado no DNS.
 Quando utilizar a rede através da conexão
de um roteador IP do sistema principal, a
porta de rede deve ser atribuída no menu
de configuração do roteador IP. O sistema
principal utiliza 1494 portas (554-2048)
para a comunicação TCP. Ao utilizar a
comunicação TCP atribuindo endereços
IP dinamicamente ao sistema principal
enquanto utiliza a função DHCP suportada
pelo roteador IP, o número da porta para o
endereço IP atribuído dinamicamente a partir
do menu de configuração do roteador precisa
ser determinado. Ao utilizar um roteador IP,
recomenda-se designar o endereço IP e o
número da porta a ser atribuído ao sistema
principal a partir do menu de configuração do
roteador IP, para definir um endereço IP fixo
para o modo de conexão do sistema principal
e para inserir o endereço IP determinado para
o roteador IP. Por favor, refira-se ao manual
do roteador IP ou entre em contato com o
fabricante para o método de configuração do
roteador IP.
NTP Setup
Primary Address
pool.ntp.org
Secondary Address
asia.pool.ntp.org
Connection Status
Test
NTP Enable
trying.. 0%
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
 Primary Address & Secondary Address
(Endere o Prim rio e Endere o Secund rio)
Insira o endereço do servidor NTP.
 Connection Status (Status da Conex o)
Você pode verificar o status de conexão com o
servidor NTP pressionando o botão “Test” (Testar)
após a inserção do endereço do servidor NTP.
Se a mensagem “Success” (Sucesso) for exibida,
o servidor NTP está ajustado para a condição de
comunicação possível; se a mensagem “Failed”
(Falha) for exibida, a comunicação não será possível.
05 MENU CONFIGURAÇÃO
 Host Name (Nome do Host)
Insira o nome do host do Site DDNS.
NTP Setup (Configuração NTP)
 NTP Enable (Habilitar NTP)
Quando a função NTP for utilizada, por favor, marque
a caixa “NTP Enable”.
 Quando a hora do sistema DVR antes de operar
a função de configuração NTP for ajustada para
mais rápido que a hora padrão NTP (em outras
palavras, a hora do sistema será ajustada para
uma hora antes através da configuração NTP),
a função de gravação não será operada para
a proteção de dados previamente gravados. A
função de gravação será ativada normalmente
a partir do momento em que a hora ajustada
recentemente tiver excedido o valor de hora
original.
 Quando a função NTP estiver sendo utilizada,
uma troca de horário não poderá ser feita a
partir do menu de configuração da hora e irá
permitir somente o ajuste para a zona horária
padrão.
 A sincronização entre o servidor NTP e o
sistema DVR será executada a cada hora.
menu configuração _37
SHR-5042_Bp.indb 37
2007-6-15 13:59:02
Lista de Servidores NTP (Network Time Protocol)
ISO
Area
Todo o mundo
Asia
Europa
América do Norte
Oceania
América do Sul
AT Áustria
AU Austrália
BE Bélgica
CA Canadá
CH Suíça
CL Chile
DE Alemanha
DK Dinamarca
ES Espanha
FI Finlândia
FR França
GT Guatemala
IE Irlanda
IT Itália
JP Japão
MX México
MY Malásia
NL Holanda
NO Noruega
NZ Nova Zelândia
PH Filipinas
PL Polônia
PT Portugal
RU Rússia
SE Suécia
US Estados Unidos
Endereço do Servidor NTP
pool.ntp.org
Asia.pool.ntp.org
Europe.pool.ntp.org
North-america.pool.ntp.org
Oceania.pool.ntp.org
South-america.pool.ntp.org
at.pool.ntp.org
au.pool.ntp.org
be.pool.ntp.org
ca.pool.ntp.org
ch.pool.ntp.org
cl.pool.ntp.org
de.pool.ntp.org
dk.pool.ntp.org
es.pool.ntp.org
fi.pool.ntp.org
fr.pool.ntp.org
gt.pool.ntp.org
ie.pool.ntp.org
it.pool.ntp.org
jp.pool.ntp.org
mx.pool.ntp.org
my.pool.ntp.org
nl.pool.ntp.org
no.pool.ntp.org
nz.pool.ntp.org
ph.pool.ntp.org
pl.pool.ntp.org
pt.pool.ntp.org
ru.pool.ntp.org
se.pool.ntp.org
us.pool.ntp.org
Transfer Picture Setup (Ajustes de
Transferência de Imagens)
Transfer Picture Setup
Quality
Frame
Bit Rate
Standard
25
CBR
Standard
25
CBR
Standard
25
CBR
Standard
25
CBR
Video Size
CIF
Default
OK
Cancel
Ajuste as informações de vídeo a serem enviadas através
da rede.
 Quality (Qualidade)
Ajusta a qualidade da imagem a ser transmitida.
Ajuste para uma opção: Very High, High, Standard,
Low.
 Frame (Quadros)
Ajusta o número de quadros de gravação. O número
de quadros se refere ao número de telas gravadas por
segundo.
 Bit Rate (Taxa de Bits)
Ao transmitir um vídeo via rede, selecione uma taxa de bits
apropriada de acordo com a largura de banda da rede.
Constant Bit Rate (CBR): A velocidade de
transmissão será mantida já que o tamanho do quadro
será fixo independentemente do volume modificado
do vídeo. Contudo, a qualidade da imagem não será
assegurada.
Variable Bit Rate (VBR): Embora isto assegure
a qualidade da imagem através da distribuição
apropriada da taxa de bits independentemente do
volume alterado do vídeo, a velocidade da rede poderá
ser reduzida devido a um aumento no tamanho dos
quadros.
 Video Size (Tamanho do V deo)
Ajuste o tamanho da tela para a gravação.
Fonte de
Vídeo
NTSC
PAL
Full D1
Half D1
CIF
704 X 480
704 X 576
704 X 240
704 X 288
352 X 240
352 X 288
Se “Default” (Padr o) for pressionado, os valores
adequados serão reinicializados aos valores padrão.
38_ menu configuração
SHR-5042_Bp.indb 38
2007-6-15 13:59:03
controle de uma câmera PTZ
MODO DE CONTROLE DE UMA
CÂMERA PTZ
Para acessar o modo de controle de dispositivos PTZ,
os valores de configuração de dispositivos PTZ deverão
ser ajustados adequadamente.
Protocol
Baudrate
0
Samsung
9600
1
PELCO-D SD
9600
2
GC-755
19200
3
DRX-501A
4800
ID
OK
Move/Control
Select
Cancel
Exit
Se PTZ for ajustado a partir do menu, o ícone PTZ
(
) será exibido no canal correspondente da tela.
Uma barra azul será exibida na tela do monitor se o
botão Enter( ) for pressionado na tela Live (Ao Vivo).
Ative o canal indicado com o ícone PTZ movendo esta
barra com as teclas de direção e acesse o modo de
controle de dispositivos PTZ pressionando o botão
PTZ. Se você acessar o modo de controle PTZ, o
ícone PTZ da tela Ao Vivo será trocado de branco para
amarelo. Somente as operações básicas Pan, Tilt e
Zoom poderão ser executadas no modo de controle de
dispositivos PTZ da tela dividida.
 Se nenhum controle PTZ for realizado a partir
do DVR durante mais de 5 minutos, o modo
PTZ será cancelado automaticamente. Isto
se destina a permitir o controle PTZ de um
visualizador remoto durante o tempo sem
atividade do controle PTZ.
OPERAÇÃO BÁSICA DE PAN,
TILT E ZOOM
06 CONTROLE DE UMA CÂMERA PTZ
PTZ Device
A partir da tela única, você pode controlar as operações
Pan, Tilt ou Zoom básicas, pré-ajustes, menu
camera e outras funções. A partir do menu, selecione
primeiramente o ajuste do canal com PTZ pressionando
o botão CH1 ~ CH4 no painel frontal e pressione
o botão PTZ. Se você ativar o modo de controle de
dispositivos PTZ de tela única, o ícone PTZ da tela será
trocado da cor branca para a cor amarela.
Pressione o botão PTZ a partir do modo Live (Ao Vivo)
para cancelar o modo de controle de dispositivos PTZ.
) será
Se este modo for cancelado, o ícone PTZ(
trocado da cor amarela para a cor branca.
 PAN
A câmera PTZ pode ser controlada na direção horizontal
utilizando os botões de dire o ( ou ) no painel
frontal no modo de controle de dispositivos PTZ.
 TILT
A câmera PTZ pode ser controlada na direção vertical
utilizando os botões de dire o ( ou ) no painel
frontal no modo de controle de dispositivos PTZ.
CAM_01
controle de uma câmera PTZ _39
SHR-5042_Bp.indb 39
2007-6-15 13:59:04
 ZOOM
A câmera PTZ pode executar a função de ampliação/
redução utilizando o botão TELE/WIDE no painel
frontal no modo de controle de dispositivos PTZ.
 P/T SPEED (VELOCIDADE PAN/TILT)
Você pode ajustar a velocidade Pan/Tilt da câmera
PTZ passo a passo. Após mover o cursor para P/T
SPEED, pressione o botão Enter( ) e ajuste a
velocidade com os botões  ou . Feche o modo
de troca pressionando o botão Enter( ) novamente.
 ZOOM SPEED (VELOCIDADE DE ZOOM)
Você pode ajustar a velocidade de zoom da câmera
PTZ passo a passo. Após mover o cursor para ZOOM
SPEED, pressione o botão Enter( ) e ajuste a
velocidade com os botões  ou . Saia do modo de
troca pressionando o botão Enter( ) novamente.
CONFIGURAÇÃO DO MENU
DO DISPOSITIVO PTZ
Para acessar o modo de configuração do menu do
dispositivo PTZ, primeiramente selecione o canal
ajustado com PTZ pressionando o botão CH1 ~ CH4
no painel frontal e pressione o botão PTZ. Se você
acessar o modo de controle do dispositivo PTZ de tela
única, o ícone PTZ da tela será trocado de branco para
amarelo. Neste momento, a janela de configuração do
menu PTZ será exibida se o botão SEARCH ( ) for
pressionado.
PTZ MODEL
Samsung
Pan
Auto
Setup
Delete
P/T SPEED
ZOOM SPEED
PRESET
MODEL SELECT
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
 MODE SELECT (SELE O DO MODO)
Esta função é utilizada para designar uma
determinada posição da câmera PTZ para PRESET
ID (IDENTIFICAÇÃO DE PRÉ-AJUSTE) ou controle
da posição da câmera PTZ. Ao pressionar o botão,
ele será comutado para “Cursor Mode” (Modo do
Cursor)  “P/T Mode” (Modo P/T), “P/T Mode”
 “Cursor Mode”.
Cursor Mode: Este modo exibe a condição de
movimentação entre os menus.
P/T Mode: Exibe o estado para controle da função
Pan, Tilt e Zoom da câmera PTZ.
CONFIGURAÇÃO DE PRÉ-AJUSTE
Esta é a função que salva uma posição desejada da
câmera PTZ.
Ela permite o armazenamento de até 10 posições de
câmera PTZ.
Se o botão SEARCH ( ) for pressionado a partir
do modo de controle do dispositivo PTZ, a janela de
configuração do menu PTZ será exibida.
Cursor Mode
OK
PTZ MODEL
Samsung
Menu
 PTZ MODEL (MODELO DE EQUIPAMENTO PTZ)
Exibe o modelo do equipamento PTZ ajustado
atualmente.
Os menus de funções exibidos pelo modelo PTZ serão
exibidos. Cada menu permite o ajuste de diversas
funções PTZ.
Auto: Esta é a função que opera em uma localização
seqüencialmente a partir de PRESET 1 a 10.
Pan: Se “Pan” for pressionado após o ajuste das
posições de dois pontos “Start” (Início) e “End” (Término)
do menu interno da câmera PTZ, esta função fará com
que o sistema avance e retroceda repetidamente entre
os dois pontos. A função Pan pode ser cancelada
pressionando o botão “Pan” novamente.
Setup: Selecione esta opção para determinar uma
localização aleatória ao número PRESET ou para
acessar a tela do menu interno da câmera PTZ.
Delete: Esta é a função que apaga todas as informações
de posição designadas para PRESET 1 a 10.
Setup
Pan
Delete
P/T SPEED
ZOOM SPEED
PRESET
MODE SELECT
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Cursor Mode
OK
40_ controle de uma câmera PTZ
SHR-5042_Bp.indb 40
2007-6-15 13:59:06
Pressione o botão Enter( ) para ajustar PRESET após
mover o cursor para “Setup” (Configura o).
Se o modo for trocado para “P/T Mode” pressionando
o botão “Cursor Mode”, ele será comutado para o
modo de manipulação da posição PTZ.
Mova a câmera PTZ para uma posição desejada
utilizando os botões de dire o () e o botão
TILE/WIDE no painel frontal.
Se o botão “Menu” for pressionado após pressionar
o botão “Setup”, a tela do menu da câmera PTZ
será exibida. Através deste menu você poderá ajustar
diversas funções da câmera PTZ.
** MAIN MENU V2.0 **
Você pode sair do modo de manipulação da posição
PTZ se comutar para “Cursor Mode” pressionando o
botão “P/T Mode”.
Para ajustar a posição atual com a função PRESET,
salve o ajuste pressionando o botão Enter( ) após
mover o cursor para um número PRESET desejado.
Você pode sair do modo de configuração PRESET
pressionando o botão “Setup” (Configura o)
novamente.
Você pode mover-se para o menu PTZ interno ou ajustar
o valor utilizando os botões de dire o () no
painel frontal.
Pressione o botão MENU no painel frontal para sair do
menu da câmera.
06 CONTROLE DE UMA CÂMERA PTZ
CAMERA...
VIDEO SET...
PRESET...
AUTO SET...
OTHER SET...
CONFIGURAÇÃO DO MENU
CAMERA
Se o botão SEARCH ( ) for pressionado no modo de
controle do dispositivo PTZ de tela única, a janela de
configuração do menu PTZ será exibida.
PTZ MODEL
Samsung
Menu
Setup
Pan
Delete
P/T SPEED
ZOOM SPEED
PRESET
MODE SELECT
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
Cursor Mode
OK
controle de uma câmera PTZ _41
SHR-5042_Bp.indb 41
2007-6-15 13:59:08
gravação
REC (GRAVAÇÃO NORMAL)
A gravação será executada com a configuração do
modo de gravação do menu pressionando o botão
REC. Neste momento, o LED REC será aceso e o ícone
de gravação será exibido na tela. O LED HDD (DISCO
RÍGIDO) no painel frontal irá piscar enquanto os dados
estiverem sendo salvos no disco rígido.
Se o botão REC for pressionado no modo de gravação
normal, esta irá parar e o LED será apagado.
 Se a operação (como, por exemplo, troca de
horário, apagamento de arquivos, formatação
do DISCO RÍGIDO, ou conexão/desconexão
do Disco Rígido) precisar parar a gravação
sendo executada, a operação de gravação em
andamento será interrompida.
RECORD SCHEDULE
A operação de gravação programada será
automaticamente executada enquanto a função
“Recording Schedule” estiver selecionada no menu
de programação da gravação. Se esta função não
estiver ativada, a gravação não será realizada durante
o período de tempo. O ícone de gravação será exibido
durante o tempo de gravação programada. O LED do
Disco Rígido no painel frontal irá piscar enquanto os
dados estiverem sendo salvos no Disco Rígido.
 A função de gravação de eventos será
executada somente se a função de gravação
de eventos estiver ajustada a partir do menu
de configuração de programação da gravação.
Se a operação (como, por exemplo, troca de
horário, apagamento de arquivos, formatação
de Disco Rígido, ou conexão/desconexão do
Disco Rígido) precisar parar a gravação sendo
executada, a gravação atual será interrompida.
RECORD SCHEDULE
 Alarm Detection (Detec o de Alarme)
O modo de operação Alarm In (sensor) deve ser
ajustado para N.O. (Normalmente Aberto) ou N.C.
(Normalmente Fechado) a partir da seção de alarme
do menu de gravação de eventos.
 Motion Detection (Detec o de Movimento)
A região de detecção de movimento do menu de
gravação de eventos deverá ser definida.
 Event Record (Grava o de Eventos)
Esta função irá estabelecer a forma de salvamento
quando um evento ocorrer.
 Se uma operação (como, por exemplo, troca de
horário, apagamento de arquivos, formatação
de Disco Rígido ou conexão/desconexão do
Disco Rígido) precisar parar a gravação sendo
executada, a operação de gravação atual será
interrompida.
Recording Schedule
00 02 04 06 08 10 12 14 16 18 20 22 24
Continuous
Motion
Alarm In
REC Option
00-01
M:A
00-24
M:A
Apply All
OK
Quando um evento ocorrer durante o período de tempo
em que uma gravação de eventos estiver ativada, a
função de gravação automática será executada. Neste
caso, a configuração de gravação do evento do canal
correspondente será salva no item secundário de
configuração do modo de gravação de eventos (Quality
(Qualidade), Frame (Quadro), Pre-Event (Pré-Evento),
Post Event (Pós-Evento), Video Size (Tamanho do Vídeo)
do item do menu de gravação de eventos.
42_ gravação
SHR-5042_Bp.indb 42
2007-6-15 13:59:09
busca e reprodução
USER LOGIN
Pressione o botão SEARCH para abrir a tela de busca.
SELEÇÃO DE DATA E HORA
DE BUSCA
User Login
Search Login
User ID
ADMIN
Date
Password
Date
OK
Move/Control
Cancel
Select
Exit
Para executar uma função de busca, o usuário com um
direito relevante de busca deve ser logado (registrado)
no sistema. Você pode fazer o login como um usuário
relevante inserindo a ID (Identificação) e senha do usuário.
(No momento em que esta unidade sai da fábrica, a
senha da conta do usuário ‘ADMIN’ é ajustada para
‘4321’.)
TELA DE BUSCA
Os detalhes da tela de busca são como indicado abaixo:
Search
Search
2007-03-26 14:08:03
00 02 04 06 08 10 12 14 16 18 20 22 24
1 CAM 01
2 CAM 02
4 CAM 04
Motion
Play
Alarm In
Hour
14
Min
8
Sec
3
OK
Cancel
( ): Acessa a tela do mês anterior.
( ): Acessa a tela do próximo mês.
Quando o horário de busca for ajustado, mova o
cursor para os itens Hour (Hora), Min (Minutos) e Sec
(Segundos) e pressione o botão Enter( ) . Em seguida
troque os valores de hora/minuto/segundo utilizando o
botão  ou . Saia do modo de troca pressionando o
botão Enter( ) novamente.
A data gravada com dados de vídeo será exibida na cor
laranja. Se o botão Enter( ) for pressionado após
mover o cursor para a data a ser buscada, a data de
busca será selecionada.
Se “OK” for pressionado após selecionar uma data de
busca, a tela anterior será exibida.
Cor da Data
Laranja
3 CAM 03
Continuous
2007-03-21 14:08:03
2007-03-21
08 BUSCA E REPRODUÇÃO
Você acessar a data de gravação utilizando o calendário.
Se o ícone ( ) for pressionado para selecionar a data
desejada para a busca, a janela do calendário será
exibida.
Azul
Live
Verde
Vermelha
Descrição
Data em que os dados de vídeo
foram gravados.
Data em que os dados de vídeo não
foram gravados.
Data selecionada para busca.
Data de feriados.
busca e reprodução _43
SHR-5042_Bp.indb 43
2007-6-15 13:59:11
SELEÇÃO DO CANAL DE
BUSCA E GRÁFICO DE
GRAVAÇÃO
REPRODUÇÃO
Se o botão “Play” for pressionado após a seleção do
canal e da data para busca, o vídeo será reproduzido.
Search
Search
2007-03-26 14:08:03
00 02 04 06 08 10 12 14 16 18 20 22 24
1 CAM 01
2 CAM 02
3 CAM 03
4 CAM 04
Continuous
Motion
Play
Alarm In
Live
 Channel Selection (Sele o do Canal)
Selecione o canal a ser buscado. Após pressionar
o botão CH1 ~ CH4 no painel frontal ou mover o
cursor para o canal a ser buscado, o canal pode ser
selecionado pressionando o botão Enter( ).
 Recording Graph (Gr fico de Grava o)
A quantidade de dados de gravação de cada canal
será indicada em um gráfico de linha de tempo.
O tempo de busca pode ser ajustado movendo a
barra da linha de tempo para a esquerda ou para a
direita.
(
): Move a barra da linha de tempo para a
esquerda.
(
): Move a barra da linha de tempo para a
direita.
Cor do Gráfico
Descrição
Verde
Gravação Contínua
Laranja
Gravação de Movimento
Azul
Gravação de Entrada de Alarme
Durante o modo Live (Ao vivo) a reprodução instantânea
pode ser iniciada pressionando o botão Play/Pause
(
). Uma vez que o botão seja pressionado o
DVR irá iniciar a gravação de dados instantaneamente 2
minutos antes da ativação do botão.
Para parar a reprodução, pressione o botão Stop
(Parar) (
).Se a posição dos dados atingir o
final, a reprodução irá parar e irá assumir a condição de
pausa.
Para retornar à tela de busca durante a reprodução de
um vídeo, pressione o botão SEARCH.
 Considerando que o sistema não irá reproduzir
vídeo no estado em que o usuário está no
menu mesmo após pressionar o botão Play/
Pause (
), você precisará sair do menu
primeiramente para reproduzir o vídeo.
 Fast Play (Reprodu o R pida)
Se você pressionar o botão direito (
/
)
durante a reprodução, será possível visualizar as imagens
na tela no modo de retrocesso ou avanço à velocidade
normal, 2 vezes, 3 vezes ou 4 vezes a velocidade normal.
44_ busca e reprodução
SHR-5042_Bp.indb 44
2007-6-15 13:59:13
 Visualizando Uma Cena de Cada Vez
Para visualizar a tela estática, uma cena de cada
vez, você poderá visualizar o vídeo na direção de
retrocesso ou avanço se pressionar o botão esquerdo
/
). Quando você buscar
ou direito (
na direção de retrocesso, o intervalo entre as cenas
poderá ser maior de acordo com as especificações da
gravação.
 Modo da Tela de Reprodu
o
 Tela de 9 Divis es:
Se o botão MODE for pressionado na tela de 4
divisões, a tela de 9 divisões será exibida. O canal
4 sendo reproduzido será exibido no canto direito
superior da tela e o canal 4 ao vivo será exibido no
canto esquerdo inferior da tela.
08 BUSCA E REPRODUÇÃO
 Audio On/Off (Ativa o/Desativa o do udio)
Você pode Ativar/Desativar a reprodução do áudio
do canal pressionando o botão AUDIO na tela de
reprodução.
 Tela de 4 Divis es:
Se você selecionar dois ou mais canais na tela de
busca, a tela de 4 divisões será exibida.
 Tela nica:
Somente uma tela pode ser selecionada quando
um único canal for escolhido no menu de busca.
Se múltiplos canais forem selecionados no menu de
busca além do selecionado, selecione entre os canais
no modo de tela única utilizando os botões
CH1 ~ CH4.
busca e reprodução _45
SHR-5042_Bp.indb 45
2007-6-15 13:59:13
appendix
Net I
 Quando o tipo de endereço for IP Estático
Net I Setup tool
 Quando o tipo de endereço for URL
1
2
3
4
A tela da Setup Tool consiste de quatro áreas
separadas:
1. Área do MENU:
Pode-se ver e executar as funções relacionadas a
Configuração.
2. Área da BARRA DE FERRAMENTAS:
Pode-se executar diretamente qualquer
aplicações do Live Viewer e Search Viewer
clicando no ícone. Clique no ícone com o sinal de
MAIS para adicionar um novo dispositivo. Para
remover um dispositivo existente, clique no ícone
com o sinal de MENOS.
3. Area da Exibir rvore:
Pode-se visualizar e configurar as árvores, como a
Árvore Lógica, Árvore Física e Árvore do Sistema.
 Quando o tipo de endereço for DDNS Samsung
4. Área de CONFIGURA O:
Pode-se definir o nome, descrição e as configurar e
visualizar cada entidade relacionada.
Para registrar um dispositivo manualmente
1. Selecione A o > Criar > Dispositivo >
Acrescentar Dispositivo, ou clique com o
botão da direita na ÁRVORE e selecione Criar
> Dispositivo. Pode-se usar também o botão
Acrescentar Dispositivo ( ) na BARRA DE
FERRAMENTAS e selecionar Dispositivo(Manual).
2. Coloque os valores para nome do fornecedor,
modelo e tipo de endereço.
3. De acordo com o nome do modelo ou o valor do tipo
de enderesso, os ítens mostrados são diferentes.
46_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 46
2007-6-15 13:59:14
 Quando o tipo de endereço for DDNS S1
Mensagem
respondida
Coment rios
Dispositivo Não
Utilizado
É um dispositivo
desconhecido
Erro de Parâmetro
Os parâmetros registrados
estão errados.
Desconectado
O dispositivo está
desconectado.
Não Conectado
O dispositivo não está
listado na rede.
Erro de Rede
O estado da rede não é
bom.
Endereço Incorreto
O dispositivo tem um
endereço incorreto.
ID do Usuário
Incorreta
A ID do usuário está
incorreta.
Senha Incorreta
A senha entrada está
incorreta.
Falha no registro
A operação de registro na
rede falhou.
Conflito de Acesso
Aconteceu um conflito de
acesso.
Execdeu o Número
Estipulado de
Pessoas
Número de usuários acima
do limite.
Erro de Autorização
A autorização do usuário
falhou.
Não É Possível
Receber Resposta
do Dispositivo
O sistema não recebe
resposta do dispositivo.
Conflito de Ender.
MAC
Existência de endereço
MAC duplicado.
Conflito de Ender. IP
Existência de IP duplicado.
Erro Desconhecido
Ocorreu um erro
desconhecido.
4. Entre os valores para cada tipo de endereço.
5. Entre com a ID do usuário e a senha e clique em
Registro.
 Se selecionar Cancelar, os valores retornarão ao
original.
 Quando precisar entrar com o endereço MAC
contando com a versão do firmware, entre com
o endereço MAC.
09 APÊNDICE
 Quando um DVR for selecionado
Quando completar as configurações, o dispositivo
registrado é mostrado na árvore física.
Se ocorrer algum problema de registro, será
mostrado na caixa de responder mensagem. Os
possíveis erros são como os seguintes:
apêndice _47
SHR-5042_Bp.indb 47
2007-6-15 13:59:14
Ele está configurado na árvore de visualização
física. Você pode ver e modificar o dispositivo
selecionado.
Visualizando as funções relacionadas ao
dispositivo
As configurações relacionadas ao dispositivo podem
ser acessadas selecionando Mostrar P gina do
Dispositivo após clicar com o botão da direita no
dispositivo na área da ÁRVORE.
As configurações relacionadas ao dispositivo que
foram configuradas em cada síto do dispositivo são
mostradas aqui. Para mais informações, recorra ao
manual do dispositivo.
Show Device Page
Para modificar o dispositivo registrado
1. Selecione View > Físico, ou clique no segundo
ícone de aba na área VISUALIZAR ÁRVORE.
2. Selecione o dispositivo que você quer modificar
e clique Modificar.
3. Modifique os valores para os itens e clique em
Modificar. (O Nome do Fornecedor, o Nome
de Modelo e o Endereço MAC não estão
disponíveis para mudança).
 Se selecionar Cancelar, os valores retornarão às
configurações anteriores.
Net I Live Viewer
1
2
3
4
5
6
A tela do Live Viewer consiste de seis áreas
separadas:
1. Área do MENU:
Pode-se ver e executar as funções dos vários
menus.
48_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 48
2007-6-15 13:59:15
2. Área da BARRA DE FERRAMENTAS:
Pode-se executar diretamente diversas funções
ou aplicações.
Listado da esquerda para direita, as ferramentas
são Conectar/Desconectar, Search Viewer, Setup
Tool, Salvar Instantâneo, Imprimir Instantâneo,
Acrscentar um Marcador, Remover a Tela
Selecionada, Iniciar a Gravação em Todas as
Telas, Parar a Gravação em Todas as Telas e
Indicador do Alarme.
Usando os layouts
09 APÊNDICE
3. Área da RVORE DA C MERA:
Pode-se ver a árvore lógica, no qual mostra as
câmeras determinadas, layouts e sítios.
4. Área dos CONTROLES DE C MERA:
Usando os controles, pode-se manipular os
vídeos mostrados na área de VISUALIZAÇÃO.
5. Área de Exibir:
Através das telas no layout, pode-se monitorar
as imagens de múltiplas câmeras. Um layout
permite até 16 câmeras simultâneas nesta área.
Com uma configuração de duas telas, pode-se
ver no máximo 32 câmeras. A relação de aspecto
da cada tela segue a relação da fonte original.
6. Área de MENSAGEM:
Eventos recebidos de dispositivos remotos e
mensagens de log do sistema são mostrados
nesta área.
Porém pode-se habilitar ou desabilitar a tela de
quatro áreas (ÁRVORE DA CÂMERA, CONTROLES
DE CÂMERA, BARRA DE FERRAMENTAS) usando as
opções no menu Exibir.
A ÁRVORE DA CÂMERA mostra a árvore lógica,
que contém as câmeras, os layouts e os sítios que
foram criados através da aplicação Setup Tool.
Cada entidade mostrada apresenta um número
próximo ao seu nome. O número serve para
separar as telas na área de VISUALIZAÇÃO. Se
uma tela estiver ativa, será mostrada na cor laranja.
Por exemplo, uma vez que a Janela da rvore
de C mera esteja desmarcada, a ÁRVORE DA
CÂMERA desaparecerá.
Usando a função Tela Inteira, pode-se expandir o
tamanho da janela aplicação para tela cheia.
Para colocar múltiplos layouts na área de
VISUALIZAÇÃO, dê um clique duplo na ÁRVORE
DA CÂMERA. Ou pode-se arrastar o layout
necessário da ÁRVORE DA CÂMERA e soltá-lo na
área de VISUALIZAÇÃO.
Os layouts criados não tem padrões pré-definidos.
Pode-se ter padrões associados à cada layout
de acordo com o número definido de câmeras e
mapas. O layout padrão é de 2 x 2.
apêndice _49
SHR-5042_Bp.indb 49
2007-6-15 13:59:16
 Para mais informações, recorra ao manual do
NETI.
Antes de usar
Configure os botões do menu
Net I Search Viewer
1
 Ao pressionar os botões será possível selecionar cada
menu.
 Os grupos principais : Recurso, Gravação, Evento,
Rede, Sistema
2
Armazena/Cancela as Informações
Modificadas
3
4
5
A tela do Search Viewer consiste de cinco áreas
separadas:
1. Área do MENU:
Pode-se ver e executar as funções dos vários
menus.
 OK: Fecha as janelas e salva as informações
modificadas.
 Cancelar: Fecha as janelas e não salva as
informações modificadas.
 Aplicar: Não fecha as janelas e salva as informações
modificadas.
2. Área da BARRA DE FERRAMENTAS:
Pode-se executar diretamente diversas funções
ou ferramentas. Listado da esquerda para
direita, as ferramentas são Conectar, Live Viewer,
Setup Tool, Padrões, Zoom Digital e Remover
Selecionados.
3. Área do GERADOR DE CONSULTA:
Pode-se ajustar a condição para consulta. Isso
inclui quatro abas diferente como Procura de
Câmera e Procura de Evento.
4. Área de VISUALIZA O:
Pode-se monitorar os vídeos gravados por
múltiplas câmeras. Um layout permite até 16
câmeras simultâneas nesta área.
5. Área da LISTA DE RESULTADOS DE
CONSULTA e LOG DO SISTEMA:
Os resultados das consultas e o log do sistema
são mostrados aqui.
50_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 50
2007-6-15 13:59:17
Recurso
Teclado Virtual
Câmera
Pode-se configurar o brilho, contraste e matiz para cada
câmera. Ao escolher o número da câmera selecione o
mesmo número no lado esquerdo da vista do servidor.
para operar o Teclado Virtual
 Clique
 Clique nos botões com o mouse para entrar com as
informações.
09 APÊNDICE
Configuração de Idioma
2
 Clique Configura o de Idioma para mudar o
idioma usado no sistema.
 Selecione o idioma que gostaria de usar e em seguida
Clique OK.
3
4
7
5
6
1
8
1. Câmera:
Selecione o canal para configurar a câmera.
2. Habilitar:
coloca a câmera habilitada ou não.
3. Canal Oculto:
É uma função para esconder a imagem da câmera.
É útil para o usuário esconder a gravação de uma
câmera.
 Quando se observa uma tela na área remota.
Um usuário com autorização ‘Canal Oculto’
pode visualizar uma tela. Por favor.
apêndice _51
SHR-5042_Bp.indb 51
2007-6-15 13:59:18
GRAVAÇÃO
4. Nome:
Entre com o nome do lugar onde a câmera está
instalada.
5. Brilho/Contraste/Matiz:
Modifica as configurações de brilho, contraste e
matiz.
6. Padrão:
Coloca as configurações iniciais de brilho, contraste e
matiz.
Configuração de gravação
As informações de gravação (Taxa de Quadros para
Gravação, Qualidade, Resolução, Taxa de Quadros
para Gravação de Evento) podem ser configuradas pelo
tempo e pelo tipo de gravação.
1
7. Aplicar a:
Os valores das configurações do canal selecionado
podem ser aplicadas para todos ou somente os
canais selecionados.
2
3
4
8. Imagem:
Mostra as telas que foram selecionadas.
 Verifique o ajuste da câmera e do monitor
porque o Brilho/Contraste/Matiz podem não
funcionar para mudar a tela.
PTZ
Pode-se controlar o PTZ ou o domo de Velocidade que
esteja conectado ao sistema DVR ou a um dispositivo
externo. Para usar este dispositivo, instale uma RS485
ao dispositivo externo e em seguida configure este
dispositivo.
1. Quadro:
Isto ajusta o número de quadros de uma gravação
normal.
2. Qualidade:
Isto ajusta a qualidade da gravação.
3. Resolução:
Isto ajusta o tamanho da tela para gravação.
4. Event Record Frame:
Isto ajusta o número de quadros gravados quando
um “Alarme de Entrada” ou “Movimento” acontecer.
 A gravação normal se a taxa deve ser
configurada para menos ou igual a taxa de
quadros de gravação de evento..
2
3
4
1
1. Câmera:
Selecione o canal para configurar a câmera.
2. Modelo:
Selecione o protocolo do PTZ para o PTZ instalado.
3. BPS:
Selecione a velocidade de transferência do
PTZ(4800~19200 Bps).
4. Endereço:
Entre com o endereço do PTZ(0~99).
52_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 52
2007-6-15 13:59:19
EVENTO
Cronograma de Gravação
Esta função permite que se configure, para cada
câmera, uma gravação com hora marcada no DVR.
Detecção de Movimento
A Detecção de Movimento tem ligação com a gravação,
alarme, emergência quando se detecta um movimento.
3
09 APÊNDICE
1
2
2
1. Linha do Tempo do Cronograma:
Pode-se configurar uma variedade de modos
gravação num tempo para cada câmera. Após
selecionar o modo de gravação indique o período
arrastando o mouse.
2. Modo de Gravação:
Isto mostra uma variedade de tipos de gravação.
Selecione o tipo de gravação e arraste-o para a linha
do cronograma.
Cont nuo: Gravação contínua.
Movimento: Grava somente quando um movimento
é detectado na tela.
Alarme de Entrada: Grava somente quando o
Alarme de Entrada estiver ativado.
4
6
5
1
1. Câmera:
Selecione o canal para configurar a câmera.
2. Área de Detecção de Movimento:
Marca o alcance da área de detecção de movimento
da imagem da câmera. Ela será marcada na cor
verde.
Indica o do alcance de detec o de
movimento: Clique com o botão esquerdo do
mouse para marcar o alcance da área de detecção
de movimento.
Cancelamento do alcance de detec o de
movimento: Clique com o botão direito do mouse
para cancelar a detecção de movimento.
3. Sensibilidade:
Isto configura o nível de detecção da área de
detecção de movimento.
4. Use o Aviso Sonoro:
Soará um aviso quando for detectado um movimento
na área de detecção de movimento.
5. Câmera Conectada:
Selecione a câmera que ficará conectada com o
câmera de detecção de movimento. Se a câmera
de detecção de movimento detectar qualquer
movimento a gravação será efetuada pela câmera
selecionada.
6. Alarme de Saída Conectado:
Selecione o alarme de saída para conectar com a
câmera configurada para detecção de movimento.
apêndice _53
SHR-5042_Bp.indb 53
2007-6-15 13:59:20
1. Configurando um endereço IP automaticamente
(DHCP):
O serviço de endereço dinâmico é um tipo de
endereço fornecido pelo DHCP. O DVR recebe
um endereço automaticamente do servidor DHCP
configurado na rede.
Alarme de Entrada
O Alarme de Entrada identifica emergência em áreas
afastadas e é usado com a gravação, alarme e controle
PTZ.
2. Configurando um Servidor de Endereços DNS
automaticamente:
Entre com endereço IP do servidor DNS primário e
secundário.
 Entre em contato com o administrador da rede
ou com o provedor de serviço da internet se
não souber o endereço IP ou a estrutura de
rede.
2
3
1. Alarme de Entrada:
Selecione o canal para configurar o Alarme de
Entrada.
1
Controle de Stream
Configure o controle de stream pela rede para todas
as câmeras pelo número de quadros, resolução e
qualidade.
1
2
3
4
2. Câmera Conectada:
Selecione a câmera que está conectada com o
Alarme de Entrada. A gravação com a câmera
conectada começará quando ocorrer um evento.
3. Alarme de Saída Conectado:
Pode-se configurar um aviso sonoro de emergência
quando ocorrer um evento do alarme de entrada.
REDE
Conexão
Este DVR pode ser configurado com componentes
de rede para fornecer a função de stream de vídeo e
controle remoto pela rede.
1
2
1. Câmera:
Mostra o número de cada câmera.
2. Quadro:
Controla o número de quadros que será transferido
pela rede de cada câmera.
3. Resolução:
Configure o tamanho da resolução a ser tranferida
por cada câmera através da rede.
4. Qualidade:
Configure a qualidade da imagem a ser tranferida por
cada câmera através da rede.
54_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 54
2007-6-15 13:59:22
SISTEMA
SFX PLAYER
Data/Hora
Pode-se configurar a data e a hora. Selecione a
configuração Data/Hora e salve a data e a hora corrente
no servidor NTP.
Execução do aplicativo SFX Player
Esta função move os arquivos de backup SFX para
a pasta de armazenamento SFX designada após a
conexão do sistema a um computador pessoal. Os
arquivos do tipo SFX serão nomeados com a extensão
“.exe” conforme indicado abaixo.
09 APÊNDICE
1
2
Clique duas vezes no arquivo executável (arquivo .exe)
e em seguida o video player irá reproduzir os dados de
backup.
1. Configuração Data/Hora:
Pode-se configurar a data e a hora usando.
Data/Hora:
Pode-se configurar a hora corrente manualmente ou
pegá-la de um servidor NTP.
E pode-se ajustar a hora corrente que receba do
servidor NTP.
Clique no botão Cfg Hora Internet para receber
a hora corrente e clique no botão Atual para
ajustar o sistema.
Fuso Hor rio: Após selecionar a hora corrente,
clique no botão Atual .
2. Servidor de Hora:
Entre com o endereço do “NTP (Network Time
Server)” primeiro. Entre com o endereço do servidor
NTP e clique no botão Acr , em seguida o servidor
será acrescentado. Se desejar apagar o endereço do
NTP, selecione-o e o mesmo será apagado quando
clicar no botão Apg .
 Se você utilizar SFX Player, um arquivo de
dados de backup e um video player serão
salvos em um mesmo arquivo executável.
Quando arquivos de execução forem utilizados,
você não precisará de video players adicionais
quando reproduzir cópias de backup.
apêndice _55
SHR-5042_Bp.indb 55
2007-6-15 13:59:23
WEBDVR
Conexão do WebDVR
1. Entre com endereço IP ou domínio do DVR
(Ex.: http://hff00c7.websamsung.net) para conectar
com o Navegador, como na figura abaixo.
Conecte através do Domínio
 Para operar o WebDVR sem erros no Windows
Vista, execute o “Internet Explorer” como
administrador. E assim terá direito de acesso
para baixar o programa ActiveX.
 Para executar o “Internet Explorer” como
administrador.
1. Clique no botão Iniciar.
2. Se tiver a lista de programas, passe o cursor
no menu “Internet Explorer” e clique com o
botão da direita do mousa.
3. Assim que abrir o menu, clique em “Executar
como Administrador”.
Conecte através do endereço IP
 Odomínio da rede está disponível com a
configuração do DDNS no SHR-5040/5042 ou
com o registro de domínio DDNS do Roteador.
 Se for usado o Serviço DDNS da SAMSUNG,
o servidor registrará automaticamente o
domínio e o endereço IP, a Máscara de
Subrede e o Gateway. O domínio designado
automaticamente será mostrado como
‘http://hff00c7.websamsung.net’.
- ‘ff00c7’: os últimos 6 caracteres do
Endereço MAC,
‘h’: DVR(SHR-5040/5042) Códigode
identificação. (veja as páginas 36, 37 seção
Rede - Configuração do DDNS.)
2. Selecione “install ActiveX Control” no menu.
System Information/Setup
Mac Address
00:C:8C:FF:00:A9
Software Version
V1.000A10
Package Search
Find package in USB
Upgrade Version
None
Remote Control ID
00
Upgrade
OK
Move/Control
Select
3. Após aparecer uma mensagem, clique em
“Instalar” para instalar o programa
Cancel
Exit
 Se for usado no sistema DVR um DDNS
público (dyndns.com, no-ip.com ou
changeip.com), o domínio registrado estará
disponível quando se conectar ao site da
web.
56_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 56
2007-6-15 13:59:24
4. Quando a instalação estiver completa a tela
abaixo será mostrada. Insira a ID e a senha para
conectar o DVR e em seguida clique em LOGIN.
WebDVR Modo Principal
6
1
09 APÊNDICE
2
5. Se a conexão for feita corretamente o programa
WebDVR rodará e mostrará o sinal de vídeo ao vivo.
3
4
5
1. [Painel de visualização]
Este painel mostra a imagem ao vivo do DVR. E para
cada canal a tela pode ser movida para qualquer
posição Arrastando e Soltando.
2. [Botão de divisão da tela.]
Selecione entre as divisões de tela 4/6/9/10/16.
3. [Botão de Circulação]
Botão para iniciar ou parar a circulação das câmeras.
4. [Botão de Tela Cheia]
Clique neste botão para colocar o painel de
Visualização em tela cheia.
5. [Botão da Câmera]
Selecione o botão da câmera a ser mostrada.
 Recomendamos usar uma placa VGA da ATI,
se possível, para trabalhar com o WebDVR.
Não se esqueça que o WebDVR pode não
funcionar se a placa VGA não possuir uma boa
compatibilidade com o formato DirectDraw ou
YUV 4:2:0 YV12.
 O tamanho da memória da placa VGA
recomendada é de 64MB ou mais. Se não o
WebDVR pode não funcionar.
6. [Botão de Fechar]
Clique
para sair do programa WebDVR.
apêndice _57
SHR-5042_Bp.indb 57
2007-6-15 13:59:24
MENU POP-UP
Menu Pop-up
Você pode utilizar este menu pressionando o botão direito do mouse.
Os itens indicados no menu pop-up são idênticos aos botões no painel frontal do sistema. A vantagem deste menu é que o
usuário pode operar o sistema DVR simplesmente utilizando o mouse.
1
2
3
Procur
4
5
6
7
Modo
GRV
8
9
10
No.
1
12
13
14
Nomes
Procur
Modo
15
16
Características
Botão Search (Busca) Inicia o modo de busca.
Botão Menu
2
3
11
Alterna o sistema para o modo de configuração.
Os usuários podem utilizar este menu para acessar o menu de nível
inferior e superior ou ao sair do modo de configuração do sistema.
Botão Split Screen Select Modo Live (Ao
(Selecionar Divisões de Tela)
Vivo)
Exibe quatro telas pequenas, tela PIP e Comutação
de telas.
Botão Split Screen Select Modo Search
(Selecionar Divisões de Tela)
(Busca)
Exibe quatro ou nove telas pequenas.
4
Botão Audio Setup
(Configuração do
Áudio)
5
Botão Alarm (Alarme)
6
Botão Search/Return Troca para a tela de busca inicial durante a reprodução de imagens
(Busca/Retorno)
de vídeo.
Ajusta Audio On/Off (Ativação/Desativação do Áudio).
Libera o Alarme quando um Alarme ocorrer.
7
Botão Zoom
8
Botão PTZ
9
ZOOM TELE
Proporciona a função de Zoom de Aproximação no modo PTZ.
10
ZOOM WIDE
Proporciona a função de Zoom de Afastamento no modo PTZ.
13
Executa as funções TELE, WIDE ou VIEW quando o botão PTZ for
pressionado.
Menu PTZ Setup
Exibe a tela de Configuração de Dispositivos PTZ no modo PTZ.
(Configuração de PTZ)
11
12
Amplia a imagem digital em até 200%.
GRV
Botão REC
(GRAVAÇÃO)
Grava imagens de vídeo dos canais de câmeras independentemente
da programação da gravação.
Botão Backup Cancel
Cancela o processo de backup.
(Cancelar Backup)
58_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 58
2007-6-15 13:59:27
No.
Nomes
Características
14
Botão Direction Este botão controla as direções PTZ no modo PTZ.
(Direção)
Se o usuário pressionar o botão Enter, o menu pop-up irá desaparecer.
15
Botão FREEZE
Executa a função Freeze (Imagem Estática) na tela Ao Vivo.
(Congelamento)
Fast Reverse: Executa uma busca na direção de retrocesso rapidamente
enquanto reproduz o vídeo.
Step Reverse: Executa a busca quadro-a-quadro na direção de retrocesso
enquanto o vídeo é pausado.
Fast/Step
Forward
(Avanço
Rápido/Passo)
Fast Forward: Executa uma busca na direção de avanço rapidamente
enquanto reproduz o vídeo.
Step Forward: Executa a busca quadro-a-quadro na direção de avanço
enquanto o vídeo é pausado.
Play/Pause
(Reprodução/
Pausa)
Alterna entre a Reprodução e Pausa durante a reprodução de um vídeo.
Stop (Parar)
09 APÊNDICE
16
Fast/Step
Reverse (Retro
Rápido/Passo)
Finaliza a operação de Busca durante a reprodução do vídeo.
apêndice _59
SHR-5042_Bp.indb 59
2007-6-15 13:59:28
ESPECIFICAÇÕES
Categoria
SHR-5040
Sistema Operacional
Método de
Compressão
MPEG-4 ASP
Áudio
ADPCM
Saída
Áudio
Display
Gravação
Linux Incorporado (Versão: 2.6.0)
Vídeo
Entrada
Vídeo
SHR-5042
Composta de 4 canais (1Vp-p, 75Ohms)
1 Porta CVBS, 1 Porta VGA, S-VIDEO, 1 Porta SPOT, Saída Conectorizada de
4 canais
Gravação de 4 Canais / Saída de 1 Canal
Standard
NTSC(120fps)/PAL(100fps) (fps = quadros por segundo)
Resolução
NTSC: 704x480, 352x240 / PAL: 704x576, 352x288
Live (Ao Vivo)
Tela Única, 4 Divisões, PIP, Seqüência, Imagem Estática, Zoom de 2x
Reprodução
Tela Única, 4 Divisões, 9 Divisões (Reprodução/Ao Vivo)
Standard
NTSC(Máx. 120fps) / PAL (Máx. 100fps)
Resolução
NTSC: 704x480, 704x240, 352x240
PAL: 704x576, 704x288, 352x288
Tipo
Entrada de Alarme / Saída de Alarme
PTZ
Modo REC (Gravação), Event (Evento), Schedule (Programada) (Continuous
(Contínua), Motion (Movimento), Alarm In (Entrada de Alarme)
4 Portas / 2 Portas
RS-485
DISCO RÍGIDO
2 DISCO RÍGIDO
1 DISCOS RÍGIDOS
CD-RW
Nenhum
Suportado (Samsung TS-H292c)
USB (Versão: 2.0)
2 Portas
2 Portas
Mouse USB
Suportado
S/W Remoto
Suportado
Rede
Backup
Dimensões
Peso
Alimentação
IP Estático, DHCP, ADSL (PPPoE)
Mídia
USB
Tipo
SFX, AVI
CD-RW, USB
215(W) x 352(D) x 88(H)
4.0 Kg
100-240V CA, 50/60Hz, 59W (Modelo: ADP-R412VE)
60_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 60
2007-6-15 13:59:29
DESENHOS
21.5
10.5
10.5
8.5
35.2
1.2
09 APÊNDICE
21.5
apêndice _61
SHR-5042_Bp.indb 61
2007-6-15 13:59:29
GUIA DE SOLUÇÃO DE PROBLEMAS (DÚVIDAS MAIS FREQÜENTES)
PROBLEMA
SOLUÇÃO
Não é possível ligar o sistema.
 Verifique se os cabos de alimentação do computador estão
conectados adequadamente.
 Verifique a tensão de entrada.
 Se você não puder localizar a conexão incorreta, porém se a
alimentação continua não sendo ativada, consulte a Assistência
Técnica Autorizada Samsung.
A alimentação é ativada, porém você
visualiza uma tela azul.
 Verifique se os cabos de alimentação do monitor estão conectados
adequadamente.
 Verifique se o botão Power do monitor foi ajustado para ON.
 Verifique se o cabo de dados de saída do sistema SHR-5040/5042
está conectado adequadamente ao monitor.
 Desconecte o cabo de força e conecte-o em seguida.
 Se você escolher o modo VGA para a saída de vídeo, é preciso
aguardar cerca de 1 minuto antes que possa visualizar a tela de
vigilância do seu monitor.
Os números de câmeras são exibidos
na tela, porém não é possível visualizar
qualquer imagem transferida pela câmera.
 Verifique se o cabo de dados de saída das câmeras estão
adequadamente conectados ao sistema SHR-5040/5042.
 Verifique se os cabos de força das câmeras estão conectados
adequadamente.
 Verifique as conexões de cabos entre a câmera e o DVR
SHR-5040/5042.
 Se os sinais de vídeo estiverem sendo transmitidos para múltiplos
sistemas, ocasionalmente o divisor de vídeo gera sinais de vídeo de
baixa potência, fazendo com que nenhuma imagem seja exibida
no monitor. Neste caso, conecte a câmera diretamente ao sistema
central para evitar este problema.
 DESLIGUE (OFF) e LIGUE (ON) o sistema SHR-5040/5042.
As imagens de vídeo são exibidas, porém
não é possível gravá-las.
 Verifique se você ajustou o Método de Gravação no Ajuste de
Gravação. Se estiver ajustado para ‘NONE’, é preciso ajustá-lo
corretamente.
 Desligue/ligue o sistema SHR-5040/5042.
Não é possível localizar imagens gravadas.
 Verifique os gráficos para se certificar de que as imagens de vídeo
foram gravadas na zona horária cujas imagens de vídeo você deseja
encontrar.
 Se nenhuma imagem de vídeo tiver sido gravada na zona horária,
verifique a tela de configuração para se certificar de que o método
de gravação está ajustado adequadamente.
Não é possível ouvir o áudio.
 Verifique se a Opção Audio Save (Salvar Áudio) da câmera está
ajustada adequadamente.
 Verifique se a Opção Audio Play (Reproduzir Áudio) está ajustada na
Tela Search (Busca).
 Verifique se o microfone e o alto-falante estão conectados
adequadamente aos conectores traseiros do sistema
SHR-5040/5042.
 Verifique se a entrada do microfone conectado está operando
adequadamente.
 Verifique se a saída do alto-falante conectado está funcionando
adequadamente.
62_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 62
2007-6-15 13:59:30
PROBLEMA
SOLUÇÃO
 Verifique as câmeras conectadas ao sistema. Troque a câmera que
exibe as imagens detectadas por outra câmera que exibe imagens
corretamente e em seguida você poderá verificar que câmera não
está operando adequadamente ou se o sistema SHR-5040/5042
está com defeito. Você pode trocar câmeras simplesmente
comutando os números de câmera na tela.
 Verifique os tipos de câmeras. Os diversos países utilizam
diferentes padrões de transmissão como, por exemplo, PAL,
NTSC ou SECAM. Contudo, cada padrão é incompatível com
outro em termos de método de transmissão de imagem de vídeo e
conseqüentemente os métodos de processamento de imagem de
vídeo. Neste caso, as imagens de vídeo serão exibidas, porém não
na forma reconhecível. Verifique se os tipos de imagem de vídeo
enviadas das câmeras conectadas e o método de processamento
de imagem ajustado em [System Menu] são idênticos.
Os sinais de vídeo exibidos apresentam
muitos ruídos.
 Verifique as saídas de vídeo da câmera. Troque a câmera que exibe
as imagens detectadas por outra câmera que exiba as imagens
corretamente. Você poderá verificar que câmera não está operando
adequadamente ou se o sistema SHR-5040/5042 está com defeito.
Você pode trocar câmeras simplesmente comutando números de
câmeras na tela.
 Verifique as conexões de cabos entre a câmera e o sistema
SHR-5040/5042. Verifique se estes cabos estão em curto,
misturados ou desconectados.
 Verifique os arredores das conexões dos cabos entre a câmera e
esta unidade. Verifique se há qualquer linha de alta tensão ao redor
de conexões de cabos. Se houver uma linha de alta tensão nas
proximidades de conectores de cabos, poderá haver degradação
da qualidade da imagem de vídeo ou geração de ruídos.
 Verifique as conexões de cabos entre a câmera e esta unidade.
Verifique se os cabos são os corretos para transferência de sinais de
vídeo. Se você utilizar cabos de força para transmissão da imagem
de vídeo, isto poderá causar ruídos nas imagens de vídeo exibidas.
Ocasionalmente o sistema é reinicializado
sem qualquer motivo.
 Se a unidade não estiver funcionando adequadamente, ou se
Os sensores conectados não estão
funcionando adequadamente.
 Verifique se os tipos de sensor instalados no menu Camera Setup
Os dispositivos de controle conectados não
estão funcionando adequadamente.
 Verifique se os dispositivos conectados estão habilitados no menu
09 APÊNDICE
Algumas câmeras exibem imagens de
vídeo com cores estranhas ou com formas
anormais.
houver qualquer defeito, a função de auto-diagnóstico incorporada
poderá ativar a reinicialização do sistema.
(Configuração da Câmera) são idênticos aos sensores conectados
atualmente ao sistema.
 Verifique se os sensores do sistema estão habilitados no menu
[Recording Setup] (Configuração da Gravação) [ [Recording
Schedule] (Programação da Gravação).
 Verifique se os sensores conectados estão conectados
corretamente à fonte de alimentação.
 Verifique se as linhas de sinal dos sensores conectados estão
conectadas adequadamente.
Camera Setup.
 Verifique se os dispositivos de controle conectados estão atualmente
conectados à fonte de alimentação.
 Verifique se as linhas de sinal dos dispositivos de controle
conectados estão conectados corretamente.
apêndice _63
SHR-5042_Bp.indb 63
2007-6-15 13:59:31
OPEN SOURCE LICENSE REPORT ON THE PRODUCT
This product uses software provided under the name of GPL and LGPL. You can receive the following GPL
and LGPL source codes by email request to www.sec.co.kr.
 GPL Software
Kernel, Busybox, Sysvinit, dvd+rw-tools, cdrtools, dosfstools
 LGPL Software
gLibc, Inetutils
GNU GENERAL PUBLIC LICENSE
Version 2, June 1991
Copyright (C) 1989, 1991 Free Software
Foundation, Inc.
51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA
02110-1301, USA
Everyone is permitted to copy and distribute
verbatim copies of this license document, but
changing it is not allowed.
Preamble
The licenses for most software are designed to
take away your freedom to share and change it.
By contrast, the GNU General Public License is
intended to guarantee your freedom to share and
change free software to make sure the software
is free for all its users. This General Public
License applies to most of the Free Software
Foundation’s software and to any other program
whose authors commit to using it. (Some other
Free Software Foundation software is covered by
the GNU Lesser General Public License instead.)
You can apply it to your programs, too.
When we speak of free software, we are referring
to freedom, not price. Our General Public
Licenses are designed to make sure that you
have the freedom to distribute copies of free
software (and charge for this service if you wish),
that you receive source code or can get it if you
want it, that you can change the software or use
pieces of it in new free programs; and that you
know you can do these things.
To protect your rights, we need to make
restrictions that forbid anyone to deny you these
rights or to ask you to surrender the rights. These
restrictions translate to certain responsibilities for
you if you distribute copies of the software, or if
you modify it.
For example, if you distribute copies of such a
program, whether gratis or for a fee, you must
give the recipients all the rights that you have.
You must make sure that they, too, receive or
can get the source code. And you must show
them these terms so they know their rights.
We protect your rights with two steps:
(1) copyright the software, and (2) offer you this
license which gives you legal permission to copy,
distribute and/or modify the software.
Also, for each author’s protection and ours, we
want to make certain that everyone understands
that there is no warranty for this free software.
If the software is modified by someone else and
passed on, we want its recipients to know that
what they have is not the original, so that any
problems introduced by others will not reflect on
the original authors’ reputations.
Finally, any free program is threatened constantly
by software patents. We wish to avoid the
danger that redistributors of a free program
will individually obtain patent licenses, in effect
making the program proprietary. To prevent this,
we have made it clear that any patent must be
licensed for everyone’s free use or not licensed
at all.
The precise terms and conditions for copying,
distribution and modification follow.
TERMS AND CONDITIONS FOR
COPYING, DISTRIBUTION AND
MODIFICATION
Version 2, June 1991
Copyright (C) 1989, 1991 Free Software
Foundation, Inc.
51 Franklin S
0. This License applies to any program or other
work which contains a notice placed by the
copyright holder saying it may be distributed
under the terms of this General Public License.
The “Program”, below, refers to any such
program or work, and a “work based on the
Program” means either the Program or any
derivative work under copyright law: that is to
say, a work containing the Program or a portion
of it, either verbatim or with modifications and/or
translated into another language. (Hereinafter,
translation is included without limitation in the
term “modification”.) Each licensee is addressed
as “you”.
Activities other than copying, distribution and
modification are not covered by this License;
they are outside its scope. The act of running
the Program is not restricted, and the output
from the Program is covered only if its contents
64_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 64
2007-6-15 13:59:31
constitute a work based on the Program
(independent of having been made by running
the Program). Whether that is true depends on
what the Program does.
2. You may modify your copy or copies of the
Program or any portion of it, thus forming a work
based on the Program, and copy and distribute
such modifications or work under the terms of
Section 1 above, provided that you also meet all
of these conditions:
a) You must cause the modified files to carry
prominent notices stating that you changed
the files and the date of any change.
b) You must cause any work that you distribute
or publish, that in whole or in part contains
or is derived from the Program or any part
thereof, to be licensed as a whole at no
charge to all third parties under the terms of
this License.
c) If the modified program normally reads
commands interactively when run, you must
cause it, when started running for such
interactive use in the most ordinary way, to
print or display an announcement including
an appropriate copyright notice and a notice
that there is no warranty (or else, saying
that you provide a warranty) and that users
may redistribute the program under these
conditions, and telling the user how to view
a copy of this License. (Exception: if the
Program itself is interactive but does not
normally print such an announcement, your
work based on the Program is not required
to print an announcement.)
These requirements apply to the modified work
as a whole. If identifiable sections of that work
are not derived from the Program, and can
be reasonably considered independent and
separate works in themselves, then this License,
and its terms, do not apply to those sections
when you distribute them as separate works. But
when you distribute the same sections as part of
a whole which is a work based on the Program,
the distribution of the whole must be on the
terms of this License, whose permissions for
other licensees extend to the entire whole, and
thus to each and every part regardless of who
wrote it.
Thus, it is not the intent of this section to claim
09 APÊNDICE
1. You may copy and distribute verbatim copies
of the Program’s source code as you receive it,
in any medium, provided that you conspicuously
and appropriately publish on each copy an
appropriate copyright notice and disclaimer of
warranty; keep intact all the notices that refer to
this License and to the absence of any warranty;
and give any other recipients of the Program a
copy of this License along with the Program.
You may charge a fee for the physical act of
transferring a copy, and you may at your option
offer warranty protection in exchange for a fee.
rights or contest your rights to work written
entirely by you; rather, the intent is to exercise
the right to control the distribution of derivative or
collective works based on the Program.
In addition, mere aggregation of another work
not based on the Program with the Program (or
with a work based on the Program) on a volume
of a storage or distribution medium does not
bring the other work under the scope of this
License.
3. You may copy and distribute the Program (or
a work based on it, under Section 2) in object
code or executable form under the terms of
Sections 1 and 2 above provided that you also
do one of the following:
a) Accompany it with the complete
corresponding machine-readable source
code, which must be distributed under
the terms of Sections 1 and 2 above on
a medium customarily used for software
interchange; or,
b) Accompany it with a written offer, valid for
at least three years, to give any third party,
for a charge no more than your cost of
physically performing source distribution,
a complete machine-readable copy of
the corresponding source code, to be
distributed under the terms of Sections 1
and 2 above on a medium customarily used
for software interchange; or,
c) Accompany it with the information you
received as to the offer to distribute
corresponding source code. (This alternative
is allowed only for noncommercial
distribution and only if you received the
program in object code or executable form
with such an offer, in accord with Subsection
b above.)
The source code for a work means the preferred
form of the work for making modifications to it.
For an executable work, complete source code
means all the source code for all modules it
contains, plus any associated interface definition
files, plus the scripts used to control compilation
and installation of the executable. However, as
a special exception, the source code distributed
need not include anything that is normally
distributed (in either source or binary form) with
the major components (compiler, kernel, and
so on) of the operating system on which the
executable runs, unless that component itself
accompanies the executable.
If distribution of executable or object code
is made by offering access to copy from a
designated place, then offering equivalent access
to copy the source code from the same place
counts as distribution of the source code, even
though third parties are not compelled to copy
the source along with the object code.
4. You may not copy, modify, sublicense, or
distribute the Program except as expressly
provided under this License. Any attempt
apêndice _65
SHR-5042_Bp.indb 65
2007-6-15 13:59:31
otherwise to copy, modify, sublicense or
distribute the Program is void, and will
automatically terminate your rights under this
License. However, parties who have received
copies, or rights, from you under this License
will not have their licenses terminated so long as
such parties remain in full compliance.
5. You are not required to accept this License,
since you have not signed it. However, nothing
else grants you permission to modify or distribute
the Program or its derivative works. These
actions are prohibited by law if you do not
accept this License. Therefore, by modifying
or distributing the Program (or any work based
on the Program), you indicate your acceptance
of this License to do so, and all its terms and
conditions for copying, distributing or modifying
the Program or works based on it.
6. Each time you redistribute the Program (or
any work based on the Program), the recipient
automatically receives a license from the original
licensor to copy, distribute or modify the Program
subject to these terms and conditions. You
may not impose any further restrictions on the
recipients’ exercise of the rights granted herein.
You are not responsible for enforcing compliance
by third parties to this License.
7. If, as a consequence of a court judgment or
allegation of patent infringement or for any other
reason (not limited to patent issues), conditions
are imposed on you (whether by court order,
agreement or otherwise) that contradict the
conditions of this License, they do not excuse
you from the conditions of this License. If you
cannot distribute so as to satisfy simultaneously
your obligations under this License and any other
pertinent obligations, then as a consequence
you may not distribute the Program at all. For
example, if a patent license would not permit
royalty-free redistribution of the Program by all
those who receive copies directly or indirectly
through you, then the only way you could satisfy
both it and this License would be to refrain
entirely from distribution of the Program.
If any portion of this section is held invalid or
unenforceable under any particular circumstance,
the balance of the section is intended to apply
and the section as a whole is intended to apply
in other circumstances.
It is not the purpose of this section to induce you
to infringe any patents or other property right
claims or to contest validity of any such claims;
this section has the sole purpose of protecting
the integrity of the free software distribution
system, which is implemented by public license
practices. Many people have made generous
contributions to the wide range of software
distributed through that system in reliance on
consistent application of that system; it is up to
the author/donor to decide if he or she is willing
to distribute software through any other system
and a licensee cannot impose that choice.
This section is intended to make thoroughly clear
what is believed to be a consequence of the rest
of this License.
8. If the distribution and/or use of the Program
is restricted in certain countries either by
patents or by copyrighted interfaces, the original
copyright holder who places the Program under
this License may add an explicit geographical
distribution limitation excluding those countries,
so that distribution is permitted only in or among
countries not thus excluded. In such case, this
License incorporates the limitation as if written in
the body of this License.
9. The Free Software Foundation may publish
revised and/or new versions of the General
Public License from time to time. Such new
versions will be similar in spirit to the present
version, but may differ in detail to address new
problems or concerns.
Each version is given a distinguishing version
number. If the Program specifies a version
number of this License which applies to it and
“any later version”, you have the option of
following the terms and conditions either of that
version or of any later version published by the
Free Software Foundation. If the Program does
not specify a version number of this License, you
may choose any version ever published by the
Free Software Foundation.
10. If you wish to incorporate parts of the
Program into other free programs whose
distribution conditions are different, write to the
author to ask for permission. For software which
is copyrighted by the Free Software Foundation,
write to the Free Software Foundation; we
sometimes make exceptions for this. Our
decision will be guided by the two goals of
preserving the free status of all derivatives of our
free software and of promoting the sharing and
reuse of software generally.
NO WARRANTY
11. BECAUSE THE PROGRAM IS LICENSED
FREE OF CHARGE, THERE IS NO WARRANTY
FOR THE PROGRAM, TO THE EXTENT
PERMITTED BY APPLICABLE LAW. EXCEPT
WHEN OTHERWISE STATED IN WRITING
THE COPYRIGHT HOLDERS AND/OR OTHER
PARTIES PROVIDE THE PROGRAM “AS IS”
WITHOUT WARRANTY OF ANY KIND, EITHER
EXPRESSED OR IMPLIED, INCLUDING, BUT
NOT LIMITED TO, THE IMPLIED WARRANTIES
OF MERCHANTABILITY AND FITNESS FOR A
PARTICULAR PURPOSE. THE ENTIRE RISK
AS TO THE QUALITY AND PERFORMANCE OF
THE PROGRAM IS WITH YOU. SHOULD THE
PROGRAM PROVE DEFECTIVE, YOU ASSUME
THE COST OF ALL NECESSARY SERVICING,
66_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 66
2007-6-15 13:59:31
REPAIR OR CORRECTION.
END OF TERMS AND
CONDITIONS
How to Apply These Terms to Your
New Programs
If you develop a new program, and you want it
to be of the greatest possible use to the public,
the best way to achieve this is to make it free
software which everyone can redistribute and
change under these terms.
To do so, attach the following notices to the
program. It is safest to attach them to the start
of each source file to most effectively convey
the exclusion of warranty; and each file should
have at least the “copyright” line and a pointer to
where the full notice is found.
one line to give the program’s name and an idea
of what it does.
Copyright (C) yyyy name of author
This program is free software; you can
redistribute it and/or modify it under the terms of
the GNU General Public License as published by
the Free Software Foundation; either version 2 of
the License, or (at your option) any later version.
This program is distributed in the hope
that it will be useful, but WITHOUT ANY
WARRANTY; without even the implied warranty
of MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A
PARTICULAR PURPOSE. See the GNU General
Public License for more details.
You should have received a copy of the GNU
General Public License along with this program;
if not, write to the Free Software Foundation,
Inc., 51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA
02110-1301, USA.
Also add information on how to contact you by
electronic and paper mail.
The hypothetical commands ‘show w’ and
‘show c’ should show the appropriate parts
of the General Public License. Of course, the
commands you use may be called something
other than ‘show w’ and ‘show c’; they could
even be mouse-clicks or menu items--whatever
suits your program.
You should also get your employer (if you work
as a programmer) or your school, if any, to
sign a “copyright disclaimer” for the program, if
necessary. Here is a sample; alter the names:
Yoyodyne, Inc., hereby disclaims all copyright
interest in the program ‘Gnomovision’ (which
makes passes at compilers) written by James
Hacker.
09 APÊNDICE
12. IN NO EVENT UNLESS REQUIRED BY
APPLICABLE LAW OR AGREED TO IN WRITING
WILL ANY COPYRIGHT HOLDER, OR ANY
OTHER PARTY WHO MAY MODIFY AND/OR
REDISTRIBUTE THE PROGRAM AS PERMITTED
ABOVE, BE LIABLE TO YOU FOR DAMAGES,
INCLUDING ANY GENERAL, SPECIAL,
INCIDENTAL OR CONSEQUENTIAL DAMAGES
ARISING OUT OF THE USE OR INABILITY
TO USE THE PROGRAM (INCLUDING BUT
NOT LIMITED TO LOSS OF DATA OR DATA
BEING RENDERED INACCURATE OR LOSSES
SUSTAINED BY YOU OR THIRD PARTIES OR
A FAILURE OF THE PROGRAM TO OPERATE
WITH ANY OTHER PROGRAMS), EVEN IF
SUCH HOLDER OR OTHER PARTY HAS BEEN
ADVISED OF THE POSSIBILITY OF SUCH
DAMAGES.
If the program is interactive, make it output
a short notice like this when it starts in an
interactive mode:
Gnomovision version 69, Copyright (C) year
name of author Gnomovision comes with
ABSOLUTELY NO WARRANTY; for details
type ‘show w’. This is free software, and you
are welcome to redistribute it under certain
conditions; type ‘show c’ for details.
signature of Ty Coon, 1 April 1989
Ty Coon, President of Vice
This General Public License does not permit
incorporating your program into proprietary
programs. If your program is a subroutine library,
you may consider it more useful to permit linking
proprietary applications with the library. If this
is what you want to do, use the GNU Lesser
General Public License instead of this License.
GNU LESSER GENERAL PUBLIC
LICENSE
Version 2.1, February 1999
Copyright (C) 1991, 1999 Free Software
Foundation, Inc.
51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA
02110-1301 USA
Everyone is permitted to copy and distribute
verbatim copies
of this license document, but changing it is not
allowed.
[This is the first released version of the Lesser
GPL. It also counts
as the successor of the GNU Library Public
License, version 2, hence
the version number 2.1.]
Preamble
The licenses for most software are designed to
take away your freedom to share and change it.
By contrast, the GNU General Public Licenses
are intended to guarantee your freedom to share
apêndice _67
SHR-5042_Bp.indb 67
2007-6-15 13:59:32
and change free software to make sure the
software is free for all its users.
This license, the Lesser General Public License,
applies to some specially designated software
packages--typically libraries--of the Free Software
Foundation and other authors who decide to
use it. You can use it too, but we suggest you
first think carefully about whether this license or
the ordinary General Public License is the better
strategy to use in any particular case, based on
the explanations below.
When we speak of free software, we are referring
to freedom of use, not price. Our General Public
Licenses are designed to make sure that you
have the freedom to distribute copies of free
software (and charge for this service if you wish);
that you receive source code or can get it if you
want it; that you can change the software and
use pieces of it in new free programs; and that
you are informed that you can do these things.
To protect your rights, we need to make
restrictions that forbid distributors to deny you
these rights or to ask you to surrender these
rights. These restrictions translate to certain
responsibilities for you if you distribute copies of
the library or if you modify it.
For example, if you distribute copies of the
library, whether gratis or for a fee, you must give
the recipients all the rights that we gave you. You
must make sure that they, too, receive or can get
the source code. If you link other code with the
library, you must provide complete object files to
the recipients, so that they can relink them with
the library after making changes to the library
and recompiling it. And you must show them
these terms so they know their rights.
We protect your rights with a two-step method:
(1) we copyright the library, and (2) we offer you
this license, which gives you legal permission to
copy, distribute and/or modify the library.
To protect each distributor, we want to make it
very clear that there is no warranty for the free
library. Also, if the library is modified by someone
else and passed on, the recipients should know
that what they have is not the original version, so
that the original author’s reputation will not be
affected by problems that might be introduced
by others.
Finally, software patents pose a constant threat
to the existence of any free program. We wish
to make sure that a company cannot effectively
restrict the users of a free program by obtaining a
restrictive license from a patent holder. Therefore,
we insist that any patent license obtained for a
version of the library must be consistent with the
full freedom of use specified in this license.
Most GNU software, including some libraries,
is covered by the ordinary GNU General Public
License. This license, the GNU Lesser General
Public License, applies to certain designated
libraries, and is quite different from the ordinary
General Public License. We use this license for
certain libraries in order to permit linking those
libraries into non-free programs.
When a program is linked with a library,
whether statically or using a shared library, the
combination of the two is legally speaking a
combined work, a derivative of the original library.
The ordinary General Public License therefore
permits such linking only if the entire combination
fits its criteria of freedom. The Lesser General
Public License permits more lax criteria for linking
other code with the library.
We call this license the “Lesser” General Public
License because it does Less to protect the
user’s freedom than the ordinary General Public
License. It also provides other free software
developers Less of an advantage over competing
non-free programs. These disadvantages are
the reason we use the ordinary General Public
License for many libraries. However, the Lesser
license provides advantages in certain special
circumstances.
For example, on rare occasions, there may be a
special need to encourage the widest possible
use of a certain library, so that it becomes a
de-facto standard. To achieve this, non-free
programs must be allowed to use the library.
A more frequent case is that a free library does
the same job as widely used non-free libraries.
In this case, there is little to gain by limiting the
free library to free software only, so we use the
Lesser General Public License.
In other cases, permission to use a particular
library in non-free programs enables a greater
number of people to use a large body of free
software. For example, permission to use the
GNU C Library in non-free programs enables
many more people to use the whole GNU
operating system, as well as its variant, the GNU/
Linux operating system.
Although the Lesser General Public License
is Less protective of the users’ freedom, it
does ensure that the user of a program that is
linked with the Library has the freedom and the
wherewithal to run that program using a modified
version of the Library.
The precise terms and conditions for copying,
distribution and modification follow. Pay close
attention to the difference between a “work
based on the library” and a “work that uses the
library”. The former contains code derived from
the library, whereas the latter must be combined
with the library in order to run.
TERMS AND CONDITIONS FOR
COPYING, DISTRIBUTION AND
MODIFICATION
0. This License Agreement applies to any
software library or other program which contains
68_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 68
2007-6-15 13:59:32
1. You may copy and distribute verbatim copies
of the Library’s complete source code as you
receive it, in any medium, provided that you
conspicuously and appropriately publish on
each copy an appropriate copyright notice and
disclaimer of warranty; keep intact all the notices
that refer to this License and to the absence
of any warranty; and distribute a copy of this
License along with the Library.
You may charge a fee for the physical act of
transferring a copy, and you may at your option
offer warranty protection in exchange for a fee.
2. You may modify your copy or copies of the
Library or any portion of it, thus forming a work
based on the Library, and copy and distribute
such modifications or work under the terms of
Section 1 above, provided that you also meet all
of these conditions:
a) The modified work must itself be a software
library.
b) You must cause the files modified to carry
prominent notices stating that you changed
the files and the date of any change.
c) You must cause the whole of the work to
be licensed at no charge to all third parties
under the terms of this License.
d) If a facility in the modified Library refers to a
function or a table of data to be supplied by
an application program that uses the facility,
other than as an argument passed when
the facility is invoked, then you must make
a good faith effort to ensure that, in the
event an application does not supply such
function or table, the facility still operates,
and performs whatever part of its purpose
remains meaningful.
(For example, a function in a library to compute
square roots has a purpose that is entirely
well-defined independent of the application.
Therefore, Subsection 2d requires that any
application-supplied function or table used by
this function must be optional: if the application
does not supply it, the square root function must
still compute square roots.)
These requirements apply to the modified
work as a whole. If identifiable sections of that
work are not derived from the Library, and can
be reasonably considered independent and
separate works in themselves, then this License,
and its terms, do not apply to those sections
when you distribute them as separate works.
But when you distribute the same sections as
part of a whole which is a work based on the
Library, the distribution of the whole must be on
the terms of this License, whose permissions for
other licensees extend to the entire whole, and
thus to each and every part regardless of who
wrote it.
Thus, it is not the intent of this section to claim
rights or contest your rights to work written
entirely by you; rather, the intent is to exercise
the right to control the distribution of derivative or
collective works based on the Library.
In addition, mere aggregation of another work
not based on the Library with the Library (or with
a work based on the Library) on a volume of a
storage or distribution medium does not bring
the other work under the scope of this License.
09 APÊNDICE
a notice placed by the copyright holder or other
authorized party saying it may be distributed
under the terms of this Lesser General Public
License (also called “this License”). Each licensee
is addressed as “you”.
A “library” means a collection of software
functions and/or data prepared so as to be
conveniently linked with application programs
(which use some of those functions and data) to
form executables.
The “Library”, below, refers to any such software
library or work which has been distributed under
these terms. A “work based on the Library”
means either the Library or any derivative work
under copyright law: that is to say, a work
containing the Library or a portion of it, either
verbatim or with modifications and/or translated
straightforwardly into another language.
(Hereinafter, translation is included without
limitation in the term “modification”.)
“Source code” for a work means the preferred
form of the work for making modifications to
it. For a library, complete source code means
all the source code for all modules it contains,
plus any associated interface definition files,
plus the scripts used to control compilation and
installation of the library.
Activities other than copying, distribution and
modification are not covered by this License;
they are outside its scope. The act of running a
program using the Library is not restricted, and
output from such a program is covered only if its
contents constitute a work based on the Library
(independent of the use of the Library in a tool for
writing it). Whether that is true depends on what
the Library does and what the program that uses
the Library does.
3. You may opt to apply the terms of the ordinary
GNU General Public License instead of this
License to a given copy of the Library. To do
this, you must alter all the notices that refer to
this License, so that they refer to the ordinary
GNU General Public License, version 2, instead
of to this License. (If a newer version than version
2 of the ordinary GNU General Public License
has appeared, then you can specify that version
instead if you wish.) Do not make any other
change in these notices.
Once this change is made in a given copy, it is
irreversible for that copy, so the ordinary GNU
General Public License applies to all subsequent
copies and derivative works made from that
copy.
This option is useful when you wish to copy part
apêndice _69
SHR-5042_Bp.indb 69
2007-6-15 13:59:32
of the code of the Library into a program that is
not a library.
4. You may copy and distribute the Library (or
a portion or derivative of it, under Section 2) in
object code or executable form under the terms
of Sections 1 and 2 above provided that you
accompany it with the complete corresponding
machine-readable source code, which must
be distributed under the terms of Sections 1
and 2 above on a medium customarily used for
software interchange.
If distribution of object code is made by offering
access to copy from a designated place,
then offering equivalent access to copy the
source code from the same place satisfies the
requirement to distribute the source code, even
though third parties are not compelled to copy
the source along with the object code.
5. A program that contains no derivative of any
portion of the Library, but is designed to work
with the Library by being compiled or linked with
it, is called a “work that uses the Library”. Such a
work, in isolation, is not a derivative work of the
Library, and therefore falls outside the scope of
this License.
However, linking a “work that uses the Library”
with the Library creates an executable that is
a derivative of the Library (because it contains
portions of the Library), rather than a “work that
uses the library”. The executable is therefore
covered by this License. Section 6 states terms
for distribution of such executables.
When a “work that uses the Library” uses
material from a header file that is part of the
Library, the object code for the work may be
a derivative work of the Library even though
the source code is not. Whether this is true is
especially significant if the work can be linked
without the Library, or if the work is itself a library.
The threshold for this to be true is not precisely
defined by law.
If such an object file uses only numerical
parameters, data structure layouts and
accessors, and small macros and small inline
functions (ten lines or less in length), then the
use of the object file is unrestricted, regardless
of whether it is legally a derivative work.
(Executables containing this object code plus
portions of the Library will still fall under Section
6.)
Otherwise, if the work is a derivative of the
Library, you may distribute the object code for
the work under the terms of Section 6. Any
executables containing that work also fall under
Section 6, whether or not they are linked directly
with the Library itself.
6. As an exception to the Sections above, you
may also combine or link a “work that uses
the Library” with the Library to produce a work
containing portions of the Library, and distribute
that work under terms of your choice, provided
that the terms permit modification of the work for
the customer’s own use and reverse engineering
for debugging such modifications.
You must give prominent notice with each copy
of the work that the Library is used in it and
that the Library and its use are covered by this
License. You must supply a copy of this License.
If the work during execution displays copyright
notices, you must include the copyright notice for
the Library among them, as well as a reference
directing the user to the copy of this License.
Also, you must do one of these things:
a) Accompany the work with the complete
corresponding machine-readable source
code for the Library including whatever
changes were used in the work (which
must be distributed under Sections 1 and
2 above); and, if the work is an executable
linked with the Library, with the complete
machine readable “work that uses the
Library”, as object code and/or source code,
so that the user can modify the Library
and then relink to produce a modified
executable containing the modified Library.
(It is understood that the user who changes
the contents of definitions files in the Library
will not necessarily be able to recompile the
application to use the modified definitions.)
b) Use a suitable shared library mechanism
for linking with the Library. A suitable
mechanism is one that (1) uses at run time
a copy of the library already present on
the user’s computer system, rather than
copying library functions into the executable,
and (2) will operate properly with a modified
version of the library, if the user installs one,
as long as the modified version is interfacecompatible with the version that the work
was made with.
c) Accompany the work with a written offer,
valid for at least three years, to give the
same user the materials specified in
Subsection 6a, above, for a charge no more
than the cost of performing this distribution.
d) If distribution of the work is made by offering
access to copy from a designated place,
offer equivalent access to copy the above
specified materials from the same place.
e) Verify that the user has already received a
copy of these materials or that you have
already sent this user a copy.
For an executable, the required form of the “work
that uses the Library” must include any data
and utility programs needed for reproducing
the executable from it. However, as a special
exception, the materials to be distributed need
not include anything that is normally distributed
(in either source or binary form) with the major
components (compiler, kernel, and so on) of the
operating system on which the executable runs,
unless that component itself accompanies the
70_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 70
2007-6-15 13:59:32
executable.
It may happen that this requirement contradicts
the license restrictions of other proprietary
libraries that do not normally accompany the
operating system. Such a contradiction means
you cannot use both them and the Library
together in an executable that you distribute.
8. You may not copy, modify, sublicense,
link with, or distribute the Library except as
expressly provided under this License. Any
attempt otherwise to copy, modify, sublicense,
link with, or distribute the Library is void, and will
automatically terminate your rights under this
License. However, parties who have received
copies, or rights, from you under this License
will not have their licenses terminated so long as
such parties remain in full compliance.
9. You are not required to accept this License,
since you have not signed it. However, nothing
else grants you permission to modify or distribute
the Library or its derivative works. These actions
are prohibited by law if you do not accept this
License. Therefore, by modifying or distributing
the Library (or any work based on the Library),
you indicate your acceptance of this License
to do so, and all its terms and conditions for
copying, distributing or modifying the Library or
works based on it.
10. Each time you redistribute the Library (or
any work based on the Library), the recipient
automatically receives a license from the original
licensor to copy, distribute, link with or modify the
Library subject to these terms and conditions.
You may not impose any further restrictions on
the recipients’ exercise of the rights granted
herein. You are not responsible for enforcing
compliance by third parties with this License.
11. If, as a consequence of a court judgment or
allegation of patent infringement or for any other
09 APÊNDICE
7. You may place library facilities that are a work
based on the Library side-by-side in a single
library together with other library facilities not
covered by this License, and distribute such a
combined library, provided that the separate
distribution of the work based on the Library
and of the other library facilities is otherwise
permitted, and provided that you do these two
things:
a) Accompany the combined library with a
copy of the same work based on the Library,
uncombined with any other library facilities.
This must be distributed under the terms of
the Sections above.
b) Give prominent notice with the combined
library of the fact that part of it is a work
based on the Library, and explaining where
to find the accompanying uncombined form
of the same work.
reason (not limited to patent issues), conditions
are imposed on you (whether by court order,
agreement or otherwise) that contradict the
conditions of this License, they do not excuse
you from the conditions of this License. If you
cannot distribute so as to satisfy simultaneously
your obligations under this License and any other
pertinent obligations, then as a consequence you
may not distribute the Library at all. For example,
if a patent license would not permit royalty free
redistribution of the Library by all those who
receive copies directly or indirectly through you,
then the only way you could satisfy both it and
this License would be to refrain entirely from
distribution of the Library.
If any portion of this section is held invalid or
unenforceable under any particular circumstance,
the balance of the section is intended to apply,
and the section as a whole is intended to apply
in other circumstances.
It is not the purpose of this section to induce you
to infringe any patents or other property right
claims or to contest validity of any such claims;
this section has the sole purpose of protecting
the integrity of the free software distribution
system which is implemented by public license
practices. Many people have made generous
contributions to the wide range of software
distributed through that system in reliance on
consistent application of that system; it is up to
the author/donor to decide if he or she is willing
to distribute software through any other system
and a licensee cannot impose that choice.
This section is intended to make thoroughly clear
what is believed to be a consequence of the rest
of this License.
12. If the distribution and/or use of the Library
is restricted in certain countries either by
patents or by copyrighted interfaces, the original
copyright holder who places the Library under
this License may add an explicit geographical
distribution limitation excluding those countries,
so that distribution is permitted only in or among
countries not thus excluded. In such case, this
License incorporates the limitation as if written in
the body of this License.
13. The Free Software Foundation may publish
revised and/or new versions of the Lesser
General Public License from time to time. Such
new versions will be similar in spirit to the present
version, but may differ in detail to address new
problems or concerns.
Each version is given a distinguishing version
number. If the Library specifies a version number
of this License which applies to it and “any later
version”, you have the option of following the
terms and conditions either of that version or of
any later version published by the Free Software
Foundation. If the Library does not specify a
license version number, you may choose any
version ever published by the Free Software
apêndice _71
SHR-5042_Bp.indb 71
2007-6-15 13:59:32
Foundation.
14. If you wish to incorporate parts of the
Library into other free programs whose
distribution conditions are incompatible with
these, write to the author to ask for permission.
For software which is copyrighted by the Free
Software Foundation, write to the Free Software
Foundation; we sometimes make exceptions for
this. Our decision will be guided by the two goals
of preserving the free status of all derivatives of
our free software and of promoting the sharing
and reuse of software generally.
NO WARRANTY
15. BECAUSE THE LIBRARY IS LICENSED
FREE OF CHARGE, THERE IS NO WARRANTY
FOR THE LIBRARY, TO THE EXTENT
PERMITTED BY APPLICABLE LAW. EXCEPT
WHEN OTHERWISE STATED IN WRITING
THE COPYRIGHT HOLDERS AND/OR OTHER
PARTIES PROVIDE THE LIBRARY “AS IS”
WITHOUT WARRANTY OF ANY KIND, EITHER
EXPRESSED OR IMPLIED, INCLUDING, BUT
NOT LIMITED TO, THE IMPLIED WARRANTIES
OF MERCHANTABILITY AND FITNESS FOR A
PARTICULAR PURPOSE. THE ENTIRE RISK AS
TO THE QUALITY AND PERFORMANCE OF THE
LIBRARY IS WITH YOU. SHOULD THE LIBRARY
PROVE DEFECTIVE, YOU ASSUME THE COST
OF ALL NECESSARY SERVICING, REPAIR OR
CORRECTION.
16. IN NO EVENT UNLESS REQUIRED BY
APPLICABLE LAW OR AGREED TO IN WRITING
WILL ANY COPYRIGHT HOLDER, OR ANY
OTHER PARTY WHO MAY MODIFY AND/OR
REDISTRIBUTE THE LIBRARY AS PERMITTED
ABOVE, BE LIABLE TO YOU FOR DAMAGES,
INCLUDING ANY GENERAL, SPECIAL,
INCIDENTAL OR CONSEQUENTIAL DAMAGES
ARISING OUT OF THE USE OR INABILITY
TO USE THE LIBRARY (INCLUDING BUT
NOT LIMITED TO LOSS OF DATA OR DATA
BEING RENDERED INACCURATE OR LOSSES
SUSTAINED BY YOU OR THIRD PARTIES OR
A FAILURE OF THE LIBRARY TO OPERATE
WITH ANY OTHER SOFTWARE), EVEN IF
SUCH HOLDER OR OTHER PARTY HAS BEEN
ADVISED OF THE POSSIBILITY OF SUCH
DAMAGES.
be of the greatest possible use to the public,
we recommend making it free software that
everyone can redistribute and change. You can
do so by permitting redistribution under these
terms (or, alternatively, under the terms of the
ordinary General Public License).
To apply these terms, attach the following
notices to the library. It is safest to attach them
to the start of each source file to most effectively
convey the exclusion of warranty; and each file
should have at least the “copyright” line and a
pointer to where the full notice is found. one line
to give the library’s name and an idea of what it
does.
Copyright (C) year name of author
This library is free software; you can redistribute
it and/or modify it under the terms of the GNU
Lesser General Public License as published by
the Free Software Foundation; either version
2.1 of the License, or (at your option) any later
version.
This library is distributed in the hope that it will be
useful, but WITHOUT ANY WARRANTY; without
even the implied warranty of MERCHANTABILITY
or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.
See the GNU Lesser General Public License for
more details.
You should have received a copy of the GNU
Lesser General Public License along with
this library; if not, write to the Free Software
Foundation, Inc., 51 Franklin Street, Fifth Floor,
Boston, MA 02110-1301 USA Also add
information on how to contact you by electronic
and paper mail.
You should also get your employer (if you work
as a programmer) or your school, if any, to sign a
“copyright disclaimer” for the library, if necessary.
Here is a sample; alter the names:
Yoyodyne, Inc., hereby disclaims all copyright
interest in the library ‘Frob’ (a library for tweaking
knobs) written by James Random Hacker.
signature of Ty Coon, 1 April 1990 Ty Coon,
President of Vice.
END OF TERMS AND
CONDITIONS
How to Apply These Terms to Your
New Libraries
If you develop a new library, and you want it to
72_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 72
2007-6-15 13:59:33
OpenSSL LICENSE
/* Copyright (C) 1995-1998 Eric Young
(eay@cryptsoft.com)
* All rights reserved.
* This package is an SSL implementation written
* by Eric Young (eay@cryptsoft.com).
* The implementation was written so as to
conform with Netscapes SSL.
* This library is free for commercial and noncommercial use as long as
* the following conditions are aheared to. The
following conditions
* apply to all code found in this distribution, be it
the RC4, RSA,
* lhash, DES, etc., code; not just the SSL code.
The SSL documentation
* included with this distribution is covered by the
same copyright terms
* except that the holder is Tim Hudson
(tjh@cryptsoft.com).
* Copyright remains Eric Young’s, and as such
any Copyright notices in
* the code are not to be removed.
* If this package is used in a product, Eric Young
should be given attribution
* as the author of the parts of the library used.
* This can be in the form of a textual message at
program startup or
* in documentation (online or textual) provided
with the package.
* Redistribution and use in source and binary
forms, with or without
* modification, are permitted provided that the
following conditions
* are met:
* 1. Redistributions of source code must retain
the copyright
* notice, this list of conditions and the following
disclaimer.
* 2. Redistributions in binary form must
reproduce the above copyright
* notice, this list of conditions and the following
disclaimer in the
* documentation and/or other materials
provided with the distribution.
* 3. All advertising materials mentioning features
or use of this software
* must display the following acknowledgement:
09 APÊNDICE
* Copyright (c) 1998-2006 The OpenSSL Project.
All rights reserved.
* Redistribution and use in source and binary
forms, with or without
* modification, are permitted provided that the
following conditions
* are met:
* 1. Redistributions of source code must retain
the above copyright
* notice, this list of conditions and the following
disclaimer.
* 2. Redistributions in binary form must
reproduce the above copyright
* notice, this list of conditions and the following
disclaimer in
* the documentation and/or other materials
provided with the
* distribution.
* 3. All advertising materials mentioning features
or use of this
* software must display the following
acknowledgment:
* “This product includes software developed
by the OpenSSL Project
* for use in the OpenSSL Toolkit. (http://www.
openssl.org/)”
* 4. The names “OpenSSL Toolkit” and
“OpenSSL Project” must not be used to
* endorse or promote products derived from
this software without
* prior written permission. For written
permission, please contact
* openssl-core@openssl.org.
* 5. Products derived from this software may not
be called “OpenSSL”
* nor may “OpenSSL” appear in their names
without prior written
* permission of the OpenSSL Project.
* 6. Redistributions of any form whatsoever must
retain the following
* acknowledgment:
* “This product includes software developed
by the OpenSSL Project
* for use in the OpenSSL Toolkit (http://www.
openssl.org/)”
* THIS SOFTWARE IS PROVIDED BY THE
OpenSSL PROJECT ‘‘AS IS’’ AND ANY
* EXPRESSED OR IMPLIED WARRANTIES,
INCLUDING, BUT NOT LIMITED TO, THE
* IMPLIED WARRANTIES OF
MERCHANTABILITY AND FITNESS FOR A
PARTICULAR
* PURPOSE ARE DISCLAIMED. IN NO EVENT
SHALL THE OpenSSL PROJECT OR
* ITS CONTRIBUTORS BE LIABLE FOR ANY
DIRECT, INDIRECT, INCIDENTAL,
* SPECIAL, EXEMPLARY, OR CONSEQUENTIAL
DAMAGES (INCLUDING, BUT
* NOT LIMITED TO, PROCUREMENT OF
SUBSTITUTE GOODS OR SERVICES;
* LOSS OF USE, DATA, OR PROFITS; OR
BUSINESS INTERRUPTION)
* HOWEVER CAUSED AND ON ANY THEORY
OF LIABILITY, WHETHER IN CONTRACT,
* STRICT LIABILITY, OR TORT (INCLUDING
NEGLIGENCE OR OTHERWISE)
* ARISING IN ANY WAY OUT OF THE USE OF
THIS SOFTWARE, EVEN IF ADVISED
* OF THE POSSIBILITY OF SUCH DAMAGE.
* =============================
* This product includes cryptographic software
written by Eric Young
* (eay@cryptsoft.com). This product includes
software written by Tim
* Hudson (tjh@cryptsoft.com).
*/
Original SSLeay License
-----------------------
apêndice _73
SHR-5042_Bp.indb 73
2007-6-15 13:59:33
* “This product includes cryptographic
software written by
* Eric Young (eay@cryptsoft.com)”
* The word ‘cryptographic’ can be left out if
the rouines from the library
* being used are not cryptographic related :-).
* 4. If you include any Windows specific code (or
a derivative thereof) from
* the apps directory (application code) you
must include an acknowledgement:
* “This product includes software written by
Tim Hudson (tjh@cryptsoft.com)”
* THIS SOFTWARE IS PROVIDED BY ERIC
YOUNG ‘‘AS IS’’ AND
* ANY EXPRESS OR IMPLIED WARRANTIES,
INCLUDING, BUT NOT LIMITED TO, THE
* IMPLIED WARRANTIES OF
MERCHANTABILITY AND FITNESS FOR A
PARTICULAR PURPOSE
* ARE DISCLAIMED. IN NO EVENT SHALL THE
AUTHOR OR CONTRIBUTORS BE LIABLE
* FOR ANY DIRECT, INDIRECT, INCIDENTAL,
SPECIAL, EXEMPLARY, OR CONSEQUENTIAL
* DAMAGES (INCLUDING, BUT NOT LIMITED
TO, PROCUREMENT OF SUBSTITUTE GOODS
* OR SERVICES; LOSS OF USE, DATA, OR
PROFITS; OR BUSINESS INTERRUPTION)
* HOWEVER CAUSED AND ON ANY THEORY
OF LIABILITY, WHETHER IN CONTRACT,
STRICT
* LIABILITY, OR TORT (INCLUDING
NEGLIGENCE OR OTHERWISE) ARISING IN
ANY WAY
* OUT OF THE USE OF THIS SOFTWARE,
EVEN IF ADVISED OF THE POSSIBILITY OF
74_ apêndice
SHR-5042_Bp.indb 74
2007-6-15 13:59:33
Download PDF