Miller 22A Manuale utente

Miller 22A Manuale utente
OM-193 472G-BR
Junho 2002/Setembro 2002
Processos
Soldagem MIG (GMAW)
Soldagem c/ arame tubular
Descrição
Alimentador de Arame
22A
MANUAL DO USUÁRIO
Visite os nossos sites
www.MillerWelds.com
www.itwsoldagem.com.br
Da Miller para você
Obrigado e Parabéns por ter escolhido Miller. O seu trabalho pode agora
ser bem feito; sempre. Sabemos que não poderia ser diferente pois não há
nenhuma vantagem em se fazer retrabalho.
É por esta razão que desde 1929, quando Niels Miller começou a produzir
máquinas de soldar, ele se certificou de que os produtos Miller ofereciam
vida útil longa e qualidade superior. Como você, os clientes dele não
podiam merecer nada menos. Os produtos Miller tinham que ser acima
do melhor que podiam ser; o melhor que se poderia comprar.
Hoje, os Profissionais que fabricam e vendem produtos Miller continuam
a tradição. Eles têm o mesmo compromisso em fornecer equipamentos e
serviços que garantam os mais elevados padrões de qualidade e de
satisfação estabelecidos em 1929.
O presente Manual do Usuário é feito para ajudá-lo a obter o máximo
possível de um produto Miller. Por favor, leia as recomendações relativas
à Segurança. Elas irão ajudá-lo a proteger-se contra perigos potenciais no
local de trabalho. Fizemos com que a instalação do equipamento seja
rápida e fácil. Com Miller, você pode contar com anos de serviços
confiáveis aplicando a manutenção apropriada
no produto. E se, por alguma razão, a máquina
precisar de conserto, há uma seção relativa à
reparação que o ajudará a identificar a causa do
problema. As listas de componentes irão ajudáMiller È o primeiro fabricante de lo a decidir qual peça, exatamente, será
Equipamentos para Soldagem
nos EUA a ser certificado de necessária para corrigir o problema. São
acordo com a Norma do Sistema igualmente fornecidos os termos da Garantia e
de Qualidade ISO 9001:2000.
informações relativas à Manutenção para o
modelo adquirido.
Miller Electric fabrica uma linha completa
de Equipamentos para Soldagem e Corte a
Plasma. Para informações sobre os produtos
Miller, contate o Distribuidor Miller local e
solicite a última edição do Catálogo Geral
ou Folhetos individuais. Para localizar o Distribuidor mais próximo,
consulte nosso site www.itwsoldagem.com.br
GARANTIA MILLER
Feita não somente como
sinônimo da nossa Qualidade,
mas para, quando necessário,
permitir que um cliente Miller
seja atendido da forma mais
rápida e simples possível.
Miller oferece um Manual Técnico
que contem informações ainda mais
detalhadas a respeito da reparação
e dos componentes da sua máquina.
Para obter um Manual Técnico, entre em contato com o Distribuidor
Miller local ou acesse nosso site
www.MillerWelds.com (Formato
Adobe Acrobat). O Distribuidor Miller
pode ainda fornecer literatura sobre
Processos de Soldagem tais como
Eletrodo Revestido (SMAW), TIG
(GTAW), MIG/MAG (GMAW), MIG/
MAG pulsado (GMAW-P), Arame
tubular (FCAW) e Arame de alma
metálica (GMAW-MC).
ÍNDICE
ANOTAÇÕES.....................................................................................................................................2
SEÇÃO 1 - SEGURANÇA - LEIA ANTES DE USAR O EQUIPAMENTO................................................3
1-1. Símbolos utilizados.....................................................................................................................3
1-2. Símbolos relativos a perigos em soldagem ao arco....................................................................3
1-3. Símbolos adicionais relativos à Instalação, Operação e Manutenção.........................................5
1-4. Principais Normas de Segurança..............................................................................................5
1-5. Informações sobre campos eletromagnéticos..............................................................................6
SEÇÃO 2 - INSTALAÇÃO.....................................................................................................................7
2-1. Especificações.............................................................................................................................7
2-2. Instalação e Movimentação.........................................................................................................7
2-3. Tabela de pistolas recomendadas - Adquirir localmente..............................................................8
2-4. Configurações do Equipamento................................................................................................8
2-5. Plugue-14 Pinos, gás de proteção e cabo opcional de detecção da Tensão............................8
2-6. Plugue 14 Pinos..........................................................................................................................9
2-7. Instalação da pistola de soldar e do cabo de soldagem............................................................9
2-8. Ajustes da placa eletrônica do aparelho de medição opcional......................................................10
2-9. Ajustes da partida do motor e do “Burnback”...........................................................................11
2-10. Instalação do guia do arame e das roldanas de tração.........................................................12
2-11. Instalação do arame-eletrodo...................................................................................................13
SEÇÃO 3 - OPERAÇÃO......................................................................................................................14
3-1. Controles do painel frontal.........................................................................................................14
3-2. Controles opcionais no painel lateral esquerdo interno.............................................................15
SEÇÃO 4 - MANUTENÇÃO PREVENTIVA & CORRETIVA....................................................................15
4-1. Manutenção Preventiva............................................................................................................15
4-2. Proteção contra sobrecargas.....................................................................................................16
4-3. Manutenção Corretiva..................................................................................................................16
SEÇÃO 5 - ESQUEMA ELÉTRICO.......................................................................................................17
SEÇÃO 6 - LISTAS DE COMPONENTES..............................................................................................18
GARANTIA
OM-193 472G-BR Página 1
ANOTAÇÕES
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________
OM-193 472G-BR Página 2
SEÇÃO 1 - SEGURANÇA - LEIA ANTES DE USAR O EQUIPAMENTO
1-1. Símbolos utilizados
Significa Atenção! Preste atenção! Este procedimento pode
acarretar em algum perigo! Os perigos possíveis são
identificados pelos símbolos ao lado.
Identifica uma mensagem especial de Segurança
Significa “Nota” não relacionada à Segurança
Este grupo de símbolos significa Atenção! Preste atenção! Possíveis
perigos de CHOQUE ELÉTRICO, PARTES MÓVEIS e PARTES
QUENTES. Ver os símbolos e as instruções abaixo relativas às ações
necessárias para evitar acidentes.
1-2. Símbolos relativos a perigos em soldagem ao arco
Os símbolos mostrados abaixo são utilizados em todo este
Manual para identificar e chamar a atenção sobre perigos
potenciais. Quando você vê um símbolo, Preste Atenção e siga
as instruções dadas para evitar o perigo correspondente. As
Informações de Segurança fornecidas são apenas parte das
encontradas nas normas listadas na Seção 1-4. Leia e siga
todas as Normas de Segurança.
Somente pessoas qualificadas devem instalar, operar, fazer
manutenção e consertar este Equipamento.
Quando o equipamento estiver operando, afastar qualquer
pessoa estranha à operação, especialmente crianças.
CHOQUE ELÉTRICO pode matar
Tocar partes energizadas eletricamente pode provocar
choque fatal ou queimaduras graves. O circuito de
soldagem fica energizado cada vez que a saída de
uma máquina é ativada. Os circuitos de alimentação
elétrica e internos da máquina são igualmente energizados quando a
chave Liga/Desliga está na posição “ON” (Liga). Em soldagem semiautomática ou automática, o arame, o carretel de arame, o mecanismo
de avanço do arame, as roldanas de tração e todas as partes metálicas
em contato com o arame-eletrodo estão sob tensão elétrica. Um
equipamento instalado de forma incorreta ou aterrado de forma
inadequada é fonte de perigo.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Caso a Obra deva ser aterrada, aterre-a diretamente com um condutor específico.
Não toque o eletrodo caso você esteja em contato com a Obra, com
o “Terra” ou com o eletrodo de uma outra máquina.
Use somente Equipamentos em bom estado de funcionamento.
Conserte ou substitua sistematicamente componentes danificados.
Faça a manutenção do Equipamento de acordo com o Manual.
Use cinto de segurança ao trabalhar em local elevado.
Mantenha sempre todos os paineis e tampas do equipamento firmemente fixados.
• Fixe o cabo Obra diretamente na peça ou na bancada, o mais perto
possível do local da solda e com um contato elétrico firme.
• Isole o grampo do cabo Obra para evitar que ele entre em contato
com objetos metálicos quando ele não estiver conectado a alguma
peça.
• Nunca conecte mais de um cabo de soldagem num terminal de saída.
EM FONTES INVERSORAS, mesmo depois de desligadas, HÁ UMA
TENSÃO CONTÍNUA (cc) REMANESCENTE.
•
Desligue a Fonte inversora, desconecte o cabo de alimentação elétrica e descarregue os seus capacitores de entrada de acordo com
as instruções dadas na Seção “Manutenção” do Manual antes de
tocar em qualquer componente interno que seja.
Não toque em partes energizadas eletricamente.
Use luvas e roupa de proteção isolantes, secas e sem rasgos.
FUMOS e GASES - PERIGOS
Mantenha-se isolado com o uso de anteparos ou suportes isolantes e secos a fim de evitar o contato físico com a Obra ou o piso.
Não trabalhe com corrente alternada (ca) em áreas molhadas, se
a sua movimentação não for livre ou se houver perigo de queda.
SOMENTE trabalhe com corrente alternada (ca) se for um requisito do processo de soldagem.
Se for necessário trabalhar com corrente alternada (ca) e se o
equipamento assim permitir, use um controle remoto para o ajuste
dos parâmetros de soldagem.
Sempre desligue a alimentação elétrica ou pare o motor do gerador antes de instalar, fazer manutenção preventiva ou corretiva neste
Equipamento. Trave a chave geral de entrada e afixe um aviso nela
de acordo com OSHA 29 CFR 1910.147 (ver Normas de Segurança).
Instale e aterre o equipamento de acordo com o Manual do Usuário
e as normais nacionais e locais.
Verifique sempre o aterramento da rede de alimentação; assegurese de que o condutor de aterramento do cabo de alimentação está
adequadamente conectado ao terminal “Terra” da chave geral ou
que o plugue do cabo está conectado a uma tomada devidamente
aterrada.
Quando fizer as ligações de entrada, conecte primeiramente o condutor de aterramento e efetue uma dupla verificação das conexões.
Verifique frequentemente o cabo de alimentação elétrica, procurando
sinais de danos ou condutores sem isolação; substitua imediatamente o cabo se ele estiver danificado; condutores sem isolação podem matar.
Desligue sempre o equipamento quando ele não está em uso.
A soldagem produz fumos e gases. A inalação destes
fumos e gases pode ser perigosa para a saúde.
Nunca passe ou enrole cabos elétricos no corpo.
•
•
•
•
•
•
Mantenha sempre a cabeça fora dos fumos e não os
inale.
Em locais de trabalho interno, ventile a área desoldagem e/ou
coloque um exaustor à proximidade do arco de soldagem para a remoção dos fumos e dos gases.
Use um aparelho de respiração com suprimento de ar devidamente
aprovado nos locais pouco ventilados.
Leia cuidadosamente as especificações de segurança e as instruções dos fabricantes de metais, consumíveis, revestimentos diversos de proteção, solventes e desengraxantes.
Somente trabalhe em local confinado se ele estiver bem ventilado
ou se usar um aparelho de respiração com alimentação de ar. Sempre deve haver um Segurança treinado nas proximidades. Os fumos e gases de soldagem podem deslocar o ar, baixar o teor de
oxigênio e provocar lesões ou morte. Assegure-se de que o ar inalado é de boa qualidade.
Nunca solde perto de locais onde se executam trabalhos de desengraxamento, limpeza química ou pulverização. O calor e os raios
emitidos pelo arco podem reagir com vapores e gerar gases altamente tóxicos e irritantes.
Nunca solde metais revestidos tais como chapas galvanizadas ou
protegidas com chumbo ou cádmio a não ser que o revestimento
tenha sido removido do local da solda, que o local de trabalho seja
bem ventilado e, se necessário, sem que use um aparelho de
respiração com suprimento de ar. Quando soldados, os revestimentos e os metais que contêm os elementos acima citados podem gerar
fumos tóxicos.
OM-193 472G-BR Página 3
ARCO pode queimar olhos e pele
•
•
•
•
GASES ACUMULADOS - PERIGOS
Um arco de soldagem produz raios intensos, visíveis e
invisíveis (ultravioletas e infravermelhos) que podem
queimar os olhos e a pele. A solda produz respingos e
pode expelir faíscas.
Use sempre uma máscara protetora com um filtro de grau adequado para proteger a face e os olhos quando executar uma solda ou
acompanhar a sua execução (ver ANSI Z49.1 e Z87.1 incluídas na
lista de Normas de Segurança).
Use sempre óculos de segurança com protetores laterais por baixo
da máscara protetora.
Use anteparos para proteger terceiros da luz do arco; avise terceiros de que não devem olhar para um arco elétrico.
Use roupa de proteção feita de material durável e resistente ao fogo
(couro ou lã) juntamente com botas ou sapatos de segurança.
•
•
PEÇAS QUENTES - PERIGOS
•
•
•
•
•
•
Retire o eletrodo revestido do porta-eletrodo ou corte o arameeletrodo rente ao bico de contato quando não estiver soldando.
Use roupa de proteção como luvas, perneiras, jaqueta, calça sem
bainha, botas de cano alto e aventa, sem manchas de óleo.
Antes de começar a soldar, retire o seu isqueiro, fósforos ou outros
objetos combustíveis dos seus bolsos.
FAÍSCAS e RESPINGOS - PERIGOS
•
•
Soldar, martelar, escovar e esmerilhar são operações que produzem faíscas e partículas que
voam. À medida que uma solda esfria, pode haver
projeções de escória.
Use óculos de segurança com protetores laterais mesmo por baixo
da máscara protetora.
OM-193 472G-BR Página 4
Não toque em peças quentes com as mãos nuas.
Deixe uma pistola ou tocha esfriar antes de consertá-la.
MARCAPASSOS - PERIGOS
SOLDA pode causar fogo ou explosões
Soldar recipientes fechados tais como tanques,
tambores ou canalizações pode fazê-los explodir. Pode
haver ocorrência de faíscas e respingos. As faíscas, os
respingos, a peça soldada e um equipamento
sobreaquecido podem causar incêndios e queimaduras. O contato
acidental do eletrodo com objetos metálicos pode causar faíscas,
explosões, sobreaquecimento ou incêndios. Assegure-se de que o local
de trabalho é seguro antes de executar uma solda.
• Proteja-se e proteja terceiros contra faíscas, respingos e partes
metálicas quentes.
• Não solde em locais onde as faíscas possam atingir materiais inflamáveis.
• Remova todos os materiais inflamáveis existentes num raio de 11
m do local de soldagem. Caso a remoção não seja possível, cubraos cuidadosamente com mantas apropriadas.
• Fique atento ao fato de faíscas e partículas quentes da soldagem
poderem passar facilmente para outras áreas através de pequenas
fendas e aberturas.
• Fique atento às possibilidades de incêndio e tenha sempre um extintor por perto.
• Esteja ciente de que soldar num telhado, piso, parede ou divisória
pode causar incêndio no lado oposto.
• Não solde em recipientes fechados tais como tanques, tambores ou
canalizações, a não ser que eles tenham sido preparados corretamente de acordo com a norma AWS F4.1 (ver Normas de Segurança).
• Conecte o cabo Obra à peça a ser soldada tão perto quanto possível do local da solda de forma a reduzir o comprimento do circuito
de soldagem, as quedas de tensão e as fugas da corrente por caminhos ocultos eventuais que podem causar choques elétricos e incêndios.
• Não use uma máquina de soldar para descongelar tubulações.
Feche os cilindros de gás quando não estão sendo
usados.
Ventile sempre locais de trabalho confinados ou use
um aparelho para respiração com suprimento de ar
devidamente aprovado.
•
Campos magnéticos podem afetar marcapassos.
Portadores de marcapasso devem se manter afastados de uma área de soldagem.
Portadores de marcapasso devem consultar o seu médico antes de
se aproximar de uma área onde se solda, goiva, corta a plasma ou
faz-se pontos de solda.
RUÍDO pode afetar a audição
O ruído de alguns Equipamentos ou processos de
soldagem e de corte a plasma podem prejudicar a
audição.
•
Use protetores de ouvido aprovados quando o nível de ruido é alto.
CILINDROS DE GÁS - PERIGOS
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Os cilindros de gás de proteção contêm gás sob alta
pressão. Se danificado, um cilindro pode explodir. Como
cilindros de gás são normalmente usados em alguns
processos de soldagem, eles devem ser manuseados
com cuidado.
Proteja cilindros de gás contra um aquecimento excessivo e contra
choques mecânicos, escória, chamas, faíscas e arcos elétricos.
Mantenha sempre os cilindros de gás na posição vertical e amarreos num suporte adequado de forma que não possam tombar.
Mantenha cilindros de gás afastados dos circuitos de soldagem e
de quaisquer outros circuitos elétricos.
Nunca use um cilindro de gás como descanso de uma pistola de
soldar.
Nunca deixe um eletrodo entrar em contato com um cilindro de gás.
Nunca solde num cilindro pressurizado; há perigo de explosão.
Use somente cilindros de gás, reguladores de pressão, mangueiras
e conexões adequados para cada aplicação específica; mantenhaos e a todos os seus acessórios em bom estado.
Vire o rosto quando abrir a válvula de um cilindro.
Mantenha o capacete protetor sobre a válvula de saída do cilindro
enquanto ele não estiver instalado ou não estiver em uso.
Leia e siga as instruções dos fornecedores relativas aos cilindros de
gás comprimido e equipamentos associados assim como a publicação CGA P-1 da lista de Normas de Segurança.
1-3. Símbolos adicionais relativos à Instalação, Operação e Manutenção
•
PERIGOS de incêndios e explosões
PEÇAS EM MOVIMENTO - PERIGOS
•
•
Não instale ou coloque o equipamento ligado sobre
ou perto de superfícies combustíveis.
• Não trabalhe com uma máquina de soldar perto de
materiais inflamáveis.
Não sobrecarregue a fiação e assegure-se de que a rede elétrica é
adequadamente dimensionada e protegida antes de ligar esta máquina.
•
ALTA FREQUÊNCIA (A.F.) - CUIDADOS
•
PERIGOS com quedas de objetos
•
•
•
Use somente o olhal para levantar uma máquina;
NÃO levantá-la com o seu carrinho e os cilindros
de gás ou qualquer outro acessório conectado.
Utilize um dispositivo de capacidade adequada para
levantar ou suportar a máquina.
Quando usar uma empilhadeira para deslocar uma máquina, assegure-se de que o garfo é suficientemente comprido para ultrapassar do lado oposto da máquina.
SOBRECARGAS são perigosas
•
•
Respeite o período de resfriamento da máquina;
observe o Fator de Trabalho nominal.
• Diminua a corrente de soldagem ou o Fator de Trabalho antes de recomeçar a soldar.
Não obstrua nem filtre o fluxo de ar de ventilação da máquina.
•
•
•
•
•
•
Use uma pulseira especial aterrada ANTES de
manusear placas eletrônicas ou tocar em componentes eletrônicos.
Use embalagens anti-estáticas para armazenar ou
transportar placas eletrônicas.
PEÇAS EM MOVIMENTO - PERIGOS
•
•
Não fique perto de partes de máquina que estejam
em movimento.
Não se aproxime de partes de máquinas que, como
as roldanas de tração do arame, possam prender
dedos ou peças de vestuário.
ARAME-ELETRODO - PERIGOS
•
•
Não aperte o gatilho da pistola de soldar sem estar seguro que assim pode proceder.
Não aponte a tocha de soldar para nenhuma parte
do seu corpo, para terceiros ou para qualquer objeto metálico quando passar o arame-eletrodo pela
mesma.
A alta frequência (A.F.) pode interferir com radionavegação, dispositivos de segurança, computadores, equipamentos eletrônicos de todos os tipos e
aparelhos de comunicação em geral.
A instalação de máquinas com geração interna de A.F. somente deve
ser executada por pessoas qualificadas e que tenham familiaridade
com equipamentos eletrônicos.
O usuário/proprietário é responsável pela correção, por eletricista
qualificado, de quaisquer problemas de interferência por A.F. decorrentes da instalação.
Se notificado por um órgão responsável a respeito de interferências por A.F., não use o equipamento até o problema ser resolvido.
A instalação deve ser verificada e ter manutenção regular.
Mantenha os paineis e proteções das fontes de alta frequência devidamente fixados, mantenha os faiscadores adequadamente ajustados e use aterramento e blindagens para minimizar os riscos de
interferência.
INTERFERÊNCIAS - CUIDADOS
PLACAS ELETRÔNICAS - CUIDADOS
•
Fique afastado de peças em movimento tais como
ventiladores.
Mantenha todos os paineis, portas, tampas e proteções fechados e firmemente parafusados.
•
•
•
•
•
•
A energia eletromagnética de um arco de soldagem
pode causar interferências em equipamentos
eletrônicos tais como os computadores e máquinas
controladas por CNC ou CLP como os robôs.
Assegure-se de que todos os equipamentos instalados na área de
soldagem são eletromagneticamente compatíveis.
Para reduzir possíveis interferências, use cabos de soldagem tão
curtos quanto possível, prenda-os juntos e mantenha-os sobre planos
baixos como o piso por exemplo.
Mantenha uma distância de aproximadamente 100 metros entre
um local de soldagem e quaisquer equipamentos eletrônicos sensíveis a interferências.
Assegure-se de que o equipamento é instalado e aterrado de acordo com as informações deste Manual e as normas vigentes.
Caso continue havendo interferências, o usuário deve tomar precauções suplementares tais como deslocar a máquina de soldar,
usar cabos blindados e filtros de linha ou blindar a própria área de
soldagem.
OUTROS CUIDADOS
Use somente água deionizada ou desmineralizada para a refrigeração
de pistolas ou tochas de soldar.
1-4. Principais Normas de Segurança
Safety in Welding and Cutting (Segurança em Soldagem e Corte), ANSI
Standard Z49.1; encomendar na American Welding Society, 550 N.W.
LeJeune Rd, Miami FL 33126.
Safety and Health Standards (Normas de Segurança e Saúde), OSHA
29 CFR 1910; encomendar ao Superintendent of Documents, U.S. Government Printing Office, Washington, D.C. 20402.
Recommended Safe Practices for the Preparation for Welding and
Cutting of Containers That Have Held Hazardous Substances (Práticas
recomendadas de Segurança para a preparação da Soldagem e do
Corte de recipientes que tenham contido substâncias pergosas);
encomendar na American Welding Society, 550 N.W. LeJeune Rd, Miami, FL 33126.
National Electrical Code (Código Nacional de Eletricidade), NFPA Standard 70; encomendar na National Fire Protection Association,
Batterymarch Park, Quincy, MA 02269.
Safe Handling of Compressed Gases in cylinders (Manuseio Seguro
de Cilindros com Gases Comprimidos), CGA Pamphlet P-1; encomendar
na Compressed Gas Association, 1235 Jefferson Davis Highway, Suite
501, Arlington, VA 22202.
Code for Safety in Welding and Cutting (Código para Segurança em
Soldagem e Corte), CSA Standard W117.2; encomendar na Canadian
Standards Association, Standards Sales, 178 Rexdale Boulevard,
Rexdale, Ontario, Canada M9W 1R3.
Safe Practices For Occupation And Educational Eye and Face Protection (Práticas de Segurança e Proteção Ocupacional e Educacional dos
Olhos e da Face), ANSI Standard Z87.1; encomendar na American National Standards Institute, 1430 Broadway, New York, NY 10018.
Cutting and Welding Processes (Processos de Soldagem e Corte),
NFPA Standard 51B; encomendar na National Fire Protection Association, Batterymarch Park, Quincy, MA 02269.
OM-193 472G-BR Página 5
1-5. Informações sobre campos eletromagnéticos
Considerações sobre os efeitos da baixa frequência elétrica e dos
campos eletromagnéticos em Soldagem e Corte.
1.
A corrente elétrica que passa nos cabos de soldagem gera um campo
eletromagnético. Houve e ainda há uma certa preocupação com relação
a este tipo de campo. No entanto, depois de analisar mais de 500 estudos
publicados durante uns 17 anos, um Comité especial do National Research Council (USA) tem concluído que: “As evidências, no entender
deste Comitê, é que não há qualquer prova de que a exposição a campos
elétricos e magnéticos na frequência das redes de alimentação elétrica
oferece perigo para a saúde humana”. No entanto, estudos ainda estão
em curso e ainda há casos sendo analisados. Até que as pesquisas
sejam definitivamente encerradas, é aconselhado reduzir a exposição
a campos eletromagnéticos quando se executa soldas ou cortes a
plasma.
2.
3.
4.
Para reduzir a intensidade de campos eletromagnéticos nos locais de
trabalho, proceder como indicado a seguir:
OM-193 472G-BR Página 6
5.
Mantenha os cabos presos um ao outro, trançando-os ou
amarrando-os.
Passe os cabos de um mesmo lado e afastados do operador.
Não passe ou enrole cabos no corpo.
Mantenha a fonte de energia e os cabos tão afastados do
operador quanto possível.
Prenda a garra Obra na Obra tão perto quanto possível do local
da solda.
A respeito de marcapassos:
Portadores de marcapassos devem consultar um médico antes de soldar
ou cortar. Se o médico autorizar o trabalho, seguir todas as
recomendações acima.
SEÇÃO 2 - INSTALAÇÃO
2-1. Especificações
Alimentação
Elétrica
Tipo de Fonte de
Energia
Faixa de Velocidade
do Arame
Faixa de Diâmetro
do Arame
Características
Nominais
Dimensões
(mm)
P eso
(kg)
2 4 V ca , 7 A
50/60 Hz
monofásico
Tensão constante
(CV) cc
c/ 14 pinos e
comando do contator
75 a 750 i pm
(1,9 a 19,0 m/min.)
0.023" a 5/64"
(0,6 a 2,0 mm)
Peso máx. do
carretel: 27 kg
100 V, 500 A
a F.T. = 100 %
Comprimento: 597
Largura: 273
Altura: 279
15,9
2-2. Instalação e Movimentação
1
2
3
6
5
4
Alimentador de Arame
Olhal de levantamento - Fonte de
Energia
Pés de borracha - Alimentador de
Arame
Encaixe - Alimentador de Arame
Escolha o encaixe de forma que todos
os pés de borracha fiquem bem
assentados em cima da Fonte de
Energia.
5
Rolo ou carretel de arame
6
Cilindro de gás (fornecido pelo
usuário)
7
Fonte de Energia
1
7
Posicione o Alimentador de
Arame de forma que o arame
não possa tocar no cilindro.
Não trabalhe com um
Equipamento ou não o
movimente onde ele possa
tombar.
2
4
3
OM-193 472G-BR Página 7
2-3. Tabela de pistolas recomendadas - Adquirir localmente
Processo
Pistola
MIG Pulsado - arames sólidos e tubulares
Refrigerada à água
MIG - arames sólidos e tubulares
Seca ou Refrigerada à água
Tubular - arames auto-protegidos
S e ca
2-4. Configurações do Equipamento
1
2
3
4
5
6
1
Fonte de Energia CV com 24 Vca
Fonte de Energia CV sem 24 Vca
Adaptador de tensão 115 Vca/24 Vca
Cabo-14 Pinos de interligação
Cabo Obra (não fornecido)
Obra
4
6
3
5
2
115 Vca
4
Contator
6
5
2-5. Plugue 14-Pinos, gás de proteção e cabo opcional de detecção da Tensão
1
4
3
2
Mangueira de gás c/ conexões 5/8”-18
fios, rosca direita (não fornecida)
Plugue 14 pinos PLG2
Use o plugue para fazer a conexão à Fonte
de Energia.
3
Cabo sensor de tensão opcional
(incluído no aparelho de medição
opcional).
Conecte à Obra.
4
Chave LIGA/DESLIGA
2
1
Ferramentas usadas
5/8", 11/16"
OM-193 472G-BR Página 8
2-6. Plugue 14 Pinos
Remoto 14
J
I
G
A
K
B
N
H
Pino*
L
C
M
F
D
E
F u n ção
A
24 Vca com relação ao pino G.
B
O fechamento do contato com A completa o 24 Vca do circuito de comando do contator.
G
Comum do circuito 24 Vca.
C
Saída + 10 Vcc c/ relação ao pino D para o Controle remoto.
D
Comum do circuito de controle remoto.
E
Entrada 0 a + 10 Vcc c/ relação ao pino D; comando vindo do Controle remoto.
F
Realimentação da Corrente; 0 a 10 Vcc, 1 V/100 A.
H
Realimentação da Tensão; 0 a 10 Vcc, 1 V/10 V de arco.
* os demais pinos não são usados
2-7. Instalação da pistola de soldar e do cabo de soldagem
1
2
3
1
3
2
Trava da pistola
Bloco de conexão da pistola
Ponteira do guia espiral
Desaperte a trava da pistola, insira a
pistola no bloco de conexão e
posicione-a tão perto quanto possível
das roldanas de tração, mas sem
encostar nelas. Aperte a trava.
4
Plugue do gatilho da pistola
5
Soquete p/ o gatilho da pistola
6
Pino para ligação do cabo de
soldagem
7
Cabo de soldagem vindo da
Fonte de Energia
4
5
7
6
Ferramentas usadas
9/16", 5/8"
OM-193 472G-BR Página 9
2-8. Ajustes da placa eletrônica do aparelho de medição opcional
1
2
Placa eletrônica aparelho de medição
Chave “DIP” S2
Ajuste a chave “DIP” S2 de acordo com o tipo
de Fonte de Energia e com o sistema de
unidades desejado para a velocidade do arame
(ver a figura).
Recoloque a tampa protetora.
1
2
1
2
X Significa que a posição da chave não
tem efeito sobre a função considerada
.
Significa que a chave deve estar nesta
posição.
Função Detecção de tensão
Detecção da tensão de arco por
meio de cabo para as Fontes que não
trabalham com os pinos F e H
5
4
3
2
1
Mostrador do aparelho digital
Metros/minuto (MPM)
1
S2
1
2
3
4
2
ou
Detecção da tensão de arco por
meio de realimentação para as Fontes
que trabalham com os pinos F e H
Ferramentas usadas
1/4"
OM-193 472G-BR Página 10
2
3
4
5
ou
Polegadas/minuto (IPM)
1
1
3
5
4
5
2
3
4
5
2-9. Ajustes da partida do motor e do “Burnback”
Para ajustar a velocidade de partida do motor,
proceda como abaixo:
Desligue o Alimentador de Arame e a Fonte
de Energia
1
Remova a tampa protetora.
1
Placa do motor PC1
2
Ajuste da partida do motor
Potenciômetro R73
Remova a capa protetora de borracha branca
antes de ajustar. Ajuste o potenciômetro R73
com uma pequena chave de fenda isolada.
Gire o potenciômetro no sentido horário para
aumentar o tempo que o motor leva para atingir
a sua velocidade de trabalho.
3
Potenciômetro de “Burnback” R42
Remova a capa protetora de borracha branca
antes de ajustar. Ajuste o potenciômetro R42
com uma pequena chave de fenda isolada.
Gire o potenciômetro no sentido horário para
aumentar o tempo de “Burnback”.
Recoloque a capa protetora.
2
Ferramentas usadas
3
Isolada
1/4"
OM-193 472G-BR Página 11
2-10. Instalação do guia do arame e das roldanas de tração
Instale e fixe o guia de entrada do arame.
Coloque as roldanas de tração e gire a porca
de roldana um “clique”.
Quando da manutenção do equipamento,
remova as roldanas de tração e limpe os sulcos
com uma escova de aço. Certifique-se de que
os sulcos não apresentam marcas de degaste
ou que a sua profundidade não é maior que a
original.
Ferramentas usadas
3/8"
OM-193 472G-BR Página 12
2-11. Instalação do arame-eletrodo
1
2
Anel de retenção
Porca de ajuste do freio do carretel
Se necessário, desloque o miolo do
carretel no seu suporte para acondicionar
uma bobina de arame de tamanho
diferente.
1
2
3
Remova o anel de retenção e coloque a
bobina de arame de forma que o pino do
miolo se encaixe no furo do carretel.
Recoloque o anel de retenção.
Ajuste a porca de freio de forma que o
arame fique esticado quando o motor de
avanço para.
3
Botão de ajuste da pressão das
roldanas
Estique bem o cabo da pistola.
A
Abra o suporte da roldana superior,
segure firmemente o arame e corte
a sua ponta. Empurre o arame para
a pistola através dos guias
B
Feche e aperte o suporte da
roldana superior. Pressione o botão
“JOG” (Arame frio) até que o arame
saia pelo bico de contato da pistola
C
Para ajustar a pressão nas roldanas
de tração, aperte o gatilho da
pistola para levar o arame em
direção a uma peça de madeira.
Aperte o botão de pressão de
forma que o arame não possa ser
movimentado com a mão.
A
Corte a ponta do arame. Feche a porta
do Alimentador.
B
C
Apertar
MADEIRA
Ferramentas usadas
15/16"
OM-193 472G-BR Página 13
SEÇÃO 3 - OPERAÇÃO
3-1. Controles do painel frontal
1
1
2
2
3
4
5
Aparelho opcional de medição da
Tensão/Velocidade do Arame
Chave seletora opcional da Tensão/
Velocidade do Arame
Para seleção do parâmetro que se quer
ajustar, Tensão ou Velocidade do Arame.
3
Knob “VOLTAGE” (ajuste remoto
opcional da Tensão)
Para ajuste da Tensão da Fonte de Energia
a partir do Alimentador. Os números que
aparecem são apenas para referência.
4
Knob “WIRE SPEED” (Velocidade do
Arame)
5
Chave seletora “JOG/PURGE” (Arame
frio/Purga do circuito de gás)
Use a posição para cima “JOG” para levar o
arame até a saída da pistola na velocidade
ajustada em “Wire Speed” sem que o
contator da Fonte e a válvula solenóide do
gás de proteção estejam energizados, isto
é, sem soldar.
Use a posição para baixo “PURGE” para
energizar a válvula solenóide do gás de
proteção a fim de eliminar o ar das
mangueiras e ajustar a vazão do gás antes
de soldar.
6
Chave seletora “TRIGGER HOLD”
(“2/4 Tempos”)
6
Coloque a chave para cima para soldar sem
precisar manter o gatilho da pistola apertado
(“4 Tempos”).
Para iniciar uma solda, aperte o gatilho e
solte-o 3 segundos depois do arco estar
aberto. No fim da solda, aperte e solte o
gatilho da pistola.
Com a chave para baixo, aperte e mantenha
apertado o gatilho da pistola para iniciar e
executar a solda. Para finalizar a solda, solte
o gatilho da pistola e, após a queima da ponta
do arame (“Burnback”), afaste a pistola
(“2 Tempos”).
A chave LIGA/DESLIGA (“ON/OFF”) do
Alimentador se encontra no painel traseiro
(ver Seção 2-5).
OM-193 472G-BR Página 14
3-2. Controles opcionais no painel lateral esquerdo interno
1
4
Ajuste do tempo da Pré-vazão do gás
Este knob permite ajustar o tempo durante o
qual o gás flui antes que o arame seja
energizado. A faixa de tempo é de 0 a 5
segundos.
2
Ajuste do tempo da Pós-vazão do gás
1
Este knob permite ajustar o tempo durante o
qual o gás flui depois do “Burnback”. A faixa de
tempo é de 0 a 5 segundos.
3
Ajuste do tempo de Ponto de solda
2
A faixa de tempo ajustada na fábrica é de 0,25
a 5 segundos. Para cordões contínuos, gire o
knob completamente para a esquerda.
4
Controle “Run-in” (Arame inicial)
Este knob permite ajustar a velocidade de
avanço do arame antes da abertura do arco.
Feche a porta lateral do Alimentador.
3
SEÇÃO 4 - MANUTENÇÃO PREVENTIVA & CORRETIVA
4-1. Manutenção Preventiva
Desligue a alimentação elétrica antes de fazer
qualquer manutenção no Alimentador.
3 meses
Reparar ou
substituir
cabos de
soldagem
danificados
Substituir
adesivos
ilegÌveis
Cabo 14-Pinos
Cabo da pistola
Limpar e
apertar os
terminais
de soldagem
Substituir
partes
defeituosas
Mangueira de g·s
6 meses
Limpar as
roldanas
de traÁ„o
ou
Limpar internamente com jato
de ar seco ou aspirador de
pÛ. Em caso de trabalho
intensivo, limpar uma vez
por mÍs
OM-193 472G-BR Página 15
4-2. Proteção contra sobrecargas
1
1
Desligue o Alimentador de Arame e a
Fonte de Energia ou o motor do
Gerador.
Disjuntor CB1
O disjuntor CB1 protege o Alimentador de
Arame contra sobrecargas.
Elimine a causa da sobrecarga e rearme o
disjuntor manualmente.
4-3. Manutenção Corretiva
Desligue a alimentação elétrica antes de fazer qualquer
manutenção no Alimentador.
Defeito
Solução
Colocar a chave LIGA/DESLIGA na posição "ON" (LIGA).
O arame não avança; o Alimentador
não funciona.
Verificar as conexões do plugue PLG2 de 14 pinos
Verificar a tensão de alimentação
Verificar o disjuntor CB1 (ver Seção 4-2).
O arame não avança.
Verificar a conexão do gatilho da pistola no Alimentador. Verificar o cabo e o interruptor do gatilho.
Ver o Manual do usuário da pistola.
Solicitar um Técnico Miller para a verificação do motor e da placa eletrônica PC1.
Reajustar o freio do carretel e a pressão das roldanas de tração (ver Seção 2-11).
Instalar as roldanas de tração corretas (ver Seção 6).
Limpar ou substituir as roldanas sujas ou danificadas (ver Seção 2-10).
O arame avança de forma irregular.
Remover os respingos do orifício do bocal da pistola.
Substituir o bico de contato e/ou o guia do arame da pistola. Ver o Manual do usuário da pistola.
Solicitar um Técnico Miller para a verificação do motor e da placa eletrônica PC1.
O arame avança quando a chave
seletora está em "JOG", mas não
quando o gatilho da pistola é
apertado.
Verificar a conexão do gatilho da pistola no Alimentador. Verificar o cabo e o interruptor do gatilho.
Ver o Manual do usuário da pistola.
O arame avança assim que o
Alimentador é energizado
Verificar o gatilho da pistola. Ver o Manual do usuário da pistola.
O arame não avança antes que se
aperte o gatilho da pistola, mas
continua a avançar depois que ele é
solto.
Verificar se existe algum curto-circuito entre o cabo do gatilho da pistola e o cabo de soldagem.
Consertar ou substituir o cabo do gatilho.
A válvula solenóide vibra fortemente
ou o arame avança devagar e de
forma irregular.
Verificar se existe algum curto-circuito entre o cabo do gatilho da pistola e o cabo de soldagem.
Consertar ou substituir o cabo do gatilho.
O arame avança, mas não há fluxo
d e g á s.
Verificar o regulador de pressão do gás e ajustar a vazão do gás.
OM-193 472G-BR Página 16
SEÇÃO 5 - ESQUEMA ELÉTRICO
ATENÇÃO
pino HF
PERIGO DE
CHOQUE ELÉTRICO
controle
remoto de
tens„o
opcional
Não toque em partes energizadas eletricamente.
Desligue a alimentação elétrica ou o motor do
gerador antes de fazer manutenção na unidade.
PC1
Placa eletrônica
de
controle do motor
PC2
Placa eletrÙnica
Aparelho de mediÁ„o
(opcional)
Nunca trabalhe com o gabinete da unidade aberto.
Somente pessoas habilitadas devem instalar,
usar ou fazer manutenção nesta unidade.
PURGA
JOG
(opcional)
remover os
"jumpers" e
conectar ao Controle
Pré-vazão/Pós-vazão
Ponto e/ou
Aparelho de medição
(opcional)
v·lvula
solenÛide
LIGA/DESLIGA
TENS√O
(ver nota 2)
hor·rio
(ver nota 1)
Cabo de
detecÁ„o
da Tens„o
ao bloco de
conex„o da
pistola
para a
Placa de
controle
do motor
(RC3)
gatilho
Motor de avanço
do arame
pino HF
horário
VELOCIDADE
DO ARAME
2/4 TEMPOS
APARELHO DE MEDI«√O
(OPCIONAL)
ligar no
plugue que
estava
conectado
em RC3
para a
Placa
de controle
do
motor (RC1)
ligar no
plugue que
estava
conectado
em RC4
relÍ reed
para a
Placa
de controle
do motor
RC4
ligar no
plugue que
estava
conectado
em RC3
contator
CONTROLE
"RUN-IN"
(OPCIONAL)
comando partida
comum
35 Vcc
PC 70 (opcional)
Controle "RUN-IN"
RC79/PLG79
RC76/PLG76
PC3
Placa pre-vaz„o/
pÛs-vaz„o/ponto
(Opcional)
RC1/PLG51
comando partida
35 Vcc
comum
gatilho
ligar no
plugue que
estava
conectado
em RC1
notas: 1) nas fontes que trabalham c/ realimentação da Tensão (Vfdbk MODE),
conectar PLG41 a PLG42; PLG43 fica livre
2) nas fontes que não trabalham c/ realimentação da Tensão
(SENSE LEAD MODE), conectar PLG43 a PLG42; PLG41 fica livre
à Placa
de controle
do
motor (RC4)
nota: passar o cabo
de soldagem
pelo relÍ reed
ligar ao
fio 38
de RC9
para a
Placa
de controle
do motor
(RC3)
PR…-VAZ√O/P”S-VAZ√O/PONTO
(OPCIONAL)
Figura 5-1. Esquema Elétrico - Alimentador de Arame com opcionais
OM-193 472G-BR Página 17
SEÇÃO 6 - LISTAS DE COMPONENTES
Somente são fornecidos os componentes
listados neste Manual.
5
6
4
7
8
9
10
3
11
2
10
9
1
12
13
14
42
41
15
18
46
Figura 6-2 - 40
16
17
45
43
39
19
20
21
22
38
37
23
25
24
26
33
35
36
34
31
32
Figura 6-1. Conjunto Geral
OM-193 472G-BR Página 18
30
27
28
29
44
Item Nº
Símbolo
P/N
Descrição
Quantidade
Figura 6-1. Conjunto Geral
1
2
+
089 899
FECHO
1
198 650
TAMPA
1
3
134 464
ADESIVO, perigo de choque elétrico
1
4
072 094
MIOLO FREADOR (consistindo de)
1
5
058 427
ANEL DE RETENÇÃO
1
6
180 572
EIXO
1
7
010 233
MOLA
1
8
057 971
ARRUELA, lisa p/ chaveta
1
9
010 191
ARRUELA ISOLANTE
2
10
058 628
ARRUELA
2
11
058 428
MIOLO
1
12
135 205
PORCA
1
13
137 461
14
15
PC 1
16
17
18
PC 3
BASE
1
4
134 306
PÉ, borracha
201 010
PLACA ELETRÔNICA, controle de velocidade do motor
1
134 201
DISTANCIADOR, placa eletrônica
5
131 181
GUIA DE ENTRADA DO ARAME & PORCA
1
186 297
PLACA ELETRÔNICA, temporizador
1
098 691
DISTANCIADOR
1
PLG1
115 093
CONECTOR FÊMEA
1
PLG3
135 409
CONECTOR MACHO
1
PLG33
115 092
CONECTOR FÊMEA
1
PLG51
115 091
CONECTOR FÊMEA
1
19
C B1
161 078
DISJUNTOR, rearmamento manual, 1P, 7 A, 250 Vca
1
20
S1
21
111 997
CHAVE INTERRUPTORA, SPST, 10 A 250 Vca
1
138 044
PASSA-CABO
1
22
126 693
CABO, de detecção de tensão, 4,5 m
1
23
605 227
PORCA, naílon
1
24
115 104
CONECTOR, prensa-cabo
1
25
192 525
CABO, de alimentação (consistindo de)
3,3 m
143 922
CONECTOR
1
182 271
CABO ELÉTRICO 3 x 18 AWG
1
PLG9
141 162
CORPO DE PLUGUE MACHO
1
PLG7
115 093
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
26
M1
193 188
27
GS1
125 785
VÁLVULA SOLENÓIDE, 24 Vca, orifício 1/8"
1
PLG1
115 093
CONECTOR FÊMEA
1
PLG3
115 092
CONECTOR FÊMEA
1
PLG4
115 091
CONECTOR FÊMEA
1
PLG5
130 203
CONECTOR FÊMEA
1
*
136 745
MOTO-REDUTOR 24 Vcc, 146 rpm (consistindo de)
KIT ESCOVA & MOLA
1
2
28
R1
073 562
POTENCIÔMETRO, 2 W, 10 kOhms
1
29
R50
035 897
POTENCIÔMETRO, 2 W, 1 kOhm linear
1
30
S2
134 846
CHAVE INTERRUPTORA, SPTT, 6 A, 125 Vca
1
31
S3
134 847
CHAVE INTERRUPTORA, SPDT, 15 A 125 Vca
1
32
187 577
TAMPA, aparelho de medição
1
133 644
MOLDURA
1
PC 2
186 268
PLACA ELETRÔNICA, aparelho de medição (consistindo de)
1
LC D 1
181 355
PLG15
115 092
CONECTOR FÊMEA
APARELHO DE MEDIÇÃO, digital
1
1
PLG16
131 055
CONECTOR FÊMEA
1
OM-193 472G-BR Página 19
Item Nº
Símbolo
P/N
Descrição
Quantidade
Figura 6-1. Conjunto Geral (continuação)
33
115 443
DISTANCIADOR
2
197 328
GABINETE
1
183 914
TAMPA
1
PLACA NOMINAL (encomendar por modelo e número de série)
1
34
35
097 924
KNOB, de seta
1
36
097 924
KNOB de seta
1
048 282
SOQUETE FÊMEA
1
1
37
RC2
38
178 937
ADESIVO, perigo de choque elétrico e de peças em rotação
39
192 874
PLACA, isolante
1
40
Fig.6-2
MECANISMO DE AVANÇO DO ARAME
1
187 421
TUBO, guia 0,8 - 0,9 mm
1
187 422
TUBO, guia 1,2 - 1,6 mm
1
43
010 291
ARRUELA, lisa
1
44
203 903
CAPACITOR, kit
1
45
093 551
KNOB, de seta
1
46
186 587
PLACA, temporizador
1
187 909
ALÇA, levantamento
1
P LG 41
604 423
PUNHO
1
188 674
ADESIVO, cuidado, içamento incorreto
1
192 526
CABO, de alimentação (consistindo de)
1
079 739
CONECTOR
600 797
CABO ELÉTRICO, 8 x 16 AWG
3,3 m
1
131 204
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
PLG7
115 093
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
PLG9
141 162
CORPO DE PLUGUE MACHO
1
010 325
P C 70
BUCHA, passa-cabo
1
605 339
ARRUELA, dentada
1
604 645
PORCA, sextavada
1
196 746
PLACA ELETRÔNICA
1
194 310
SUPORTE
1
097 132
DISTANCIADOR
2
093 551
KNOB
1
1
140 789
RELÊ, reed
193 917
ADESIVO, "RUN-IN"
1
193 719
SUPORTE
1
115 093
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
131 059
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
115 091
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
135 531
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
048 282
CORPO DE PLUGUE FÊMEA
1
+ Ao encomendar um componente no qual um adesivo estava originalmente fixado, deve-se encomendar o adesivo também.
OPCIONAL
Para garantir o desempenho original do seu Equipamento, use somente peças de reposição sugeridas pelo Fabricante. Quando
encomendar peças ao seu Distribuidor local, informe sempre o Modelo e o número de série do Equipamento.
OM-193 472G-BR Página 20
Item Nº
Símbolo
P/N
Descrição
Quantidade
Figura 6-2. Mecanismo de avanço do arame (Fig. 6-1 item 40)
1
602 009
PARAFUSO
1
2
172 075
ENGRENAGEM DE ROLDANA, roldana de tração c/ componente passo 24
1
3
054 263
PARAFUSO
1
4
010 224
PINO, elástico
1
1
5
166 072
ESPAÇADOR, engrenagem
6
089 562
HASTE
1
7
085 244
ARRUELA
1
8
089 477
MOLA
1
9
085 243
BOTÃO, ajuste de pressão
1
10
166 071
SUPORTE DA ROLDANA SUPERIOR
1
11
151 828
PRESILHA
2
12
079 634
EIXO
1
13
144 172
NIPLE
1
14
172 391
CORPO DO BLOCO DE CONEXÃO DA PISTOLA
1
15
048 449
BUCHA, de encosto, isolante
1
16
124 778
TRAVA, pistola
1
17
605 308
ANEL, elástico
1
18
079 625
ARRUELA
1
19
121 271
PARAFUSO
1
20
172 076
ENGRENAGEM-PINHÃO, roldana de tração c/ componente passo 24
1
21
092 865
CHAVETA
1
Para garantir o desempenho original do seu Equipamento, use somente peças de reposição sugeridas pelo Fabricante. Quando
encomendar peças de reposição ao seu Distribuidor local, informe sempre o Modelo e o número de série do Equipamento.
9
8
10
11
7
ver a Tabela 6-1 para
os Kits de roldanas e
de guias do arame
12
6
4
5
3
2
1
13
14
21
20
15
19
17
16
18
Figura 6-2. Mecanismo de avanço do arame
OM-193 472G-BR Página 21
Tabela 6-1. Kits de roldanas de tração e guias do arame
NOTA
A seleção das roldanas de tração deve se basear nas seguintes recomendações:
1. Roldanas c/ sulco em V para arames sólidos
2. Roldanas c/ sulco em U para ligas leves ou arames tubulares macios
3. Roldanas c/ sulco em U serrilhado para arames ligados muito macios (em geral,
os tipos para revestimento duro)
4. Roldanas c/ sulco em V recartilhado para arames tubulares convencionais
5. Roldanas de tração c/ tipos diferentes de sulcos podem ser combinados para
aplicações específicas (exemplo: V-recartilhado com U).
Diâmetro do arame
Roldana de tração
Kit
P/N
P/N
Sulco em
Guia de
entrada
P/N
Fração
(pol.)
Decimal
(pol.)
Métrico
(mm)
0.023 - 0.025
0.023 - 0.025
0,6
087 131
087 130
V
056 192
0.030
0.030
0,8
079 594
053 695
V
056 192
0.035
0.035
0,9 - 1,0
079 595
053 700
V
056 192
0.040
0.040
1,0
161 189
053 696
V
056 192
0.045
0.045
1,2
079 596
053 697
V
056 193
0.052
0.052
1,3
079 597
053 698
V
056 193
1/16
0.062
1,6
079 598
053 699
V
056 195
0.035
0.035
0,9 - 1,0
044 749
072 000
U
056 192
0.045
0.045
1,2
079 599
053 701
U
056 193
0.052
0.052
1,3
079 600
053 702
U
056 193
1/16
0.062
1,6
079 601
053 706
U
056 195
5/64
0.079
2,0
079 602
053 704
U
056 195
0.035
0.035
0,9 - 1,0
079 606
132 958
V recartilhado
056 192
0.045
0.045
1,2
079 607
132 957
V recartilhado
056 193
0.052
0.052
1,3
079 608
132 956
V recartilhado
056 193
1/16
0.062
1,6
079 609
132 955
V recartilhado
056 195
0.068 - 0.072
0.068 - 0.072
1,8
089 984
132 959
V recartilhado
056 195
5/64
0.079
2,0
079 610
132 960
V recartilhado
056 195
0.045
0.045
1,2
083 318
083 489
U serrilhado
056 193
0.052
0.052
1,3
083 317
083 490
U serrilhado
056 193
1/16
0.062
1,6
079 614
053 708
U serrilhado
056 195
5/64
0.079
2,0
079 615
053 710
U serrilhado
056 195
OM-193 472G-BR Página 22
GARANTIA LIMITADA
GARANTIA LIMITADA - Sujeita aos termos e condições a seguir,
Miller Electric Mfg. Co. Appleton, Wisconsin (EUA) garante ao
Revendedor ou Distribuidor original que um equipamento novo
Miller vendido é isento de defeitos de materiais e mão de obra na
época do seu despacho por parte da Miller. ESTA GARANTIA É
DADA NO LUGAR DE QUAISQUER OUTRAS GARANTIAS
EXPLÍCITAS OU IMPLÍCITAS, INCLUSIVE AS GARANTIAS DE
COMERCIALIZAÇÃO E ADEQUAÇÃO DO EQUIPAMENTO.
Dúvidas a respeito da
Garantia Miller?
Consulte o Distribuidor
local ou ITW Soldagem
O Distribuidor Miller oferece
ainda:
Assistência técnica
Sempre se obtém a resposta
rápida e confiável da qual se está
precisando. Peças de reposição
são disponibilizadas com
rapidez.
5.
90 (noventa) dias para peças de:
* Pistolas e tochas MIG e TIG
* Tochas de corte a plasma modelos APT, ZIPCUT e
PLAZCUT
* Controles remotos
* Kits de acessórios
* Peças de reposição (exceto Mão de Obra)
Dentro dos períodos de garantia listados a seguir, Miller ou seu
Serviço Autorizado (SAM) reparará ou substituirá peças ou
componentes que apresentem defeito de material ou mão de obra.
Miller deve ser notificada por escrito dentro de trinta (30) dias
contados da ocorrência do defeito ou falha, sendo que Miller
fornecerá então instruções quanto aos procedimentos a serem
seguidos quanto à solicitação de garantia.
A Garantia Miller não se aplica a:
1.
Miller atenderá as solicitações de garantia dos equipamentos
conforme a lista abaixo quando o defeito ocorrer dentro dos
períodos de garantia especificados. Todos os períodos de garantia
são contados a partir da data de despacho para o comprador
original: 12 meses após o despacho para o Revendedor ou
Distribuidor ou 18 meses após o despacho para um Distribuidor
Internacional.
Componentes consumíveis tais como: bicos de
contato, bicos de corte a plasma, contatores,
escovas de motores elétricos, anéis de vedação,
coletores, relês ou componentes com desgaste normal de uso.
2.
Itens fornecidos por Miller, mas fabricados por terceiros,
tais como: motores e acessórios incorparados. Estes
itens são cobertos pela garantia do fabricante, quando
houver.
1.
3.
Equipamentos modificados por terceiros (isto é, não por
um Serviço Autorizado Miller), que tenham sido
instalados, operados ou usados de forma imprópria ou
en desacordo com os padrões industriais normais, que
não tenham tido manutenção adequada e conforme
necessidade ou ainda que tenham sido utilizados fora
das especificações da Miller.
4.
Equipamentos que tenham sofrido danos por eventos
externos tais como enchentes, incêndio, água, raios,
interferências eletromagnéticas ou quaisquer outros não
previstos no presente Termo de garantia.
5 (cinco) anos para peças e 3 (três) anos para Mão de
Obra em:
* Tochas modelos Spoolmate 185 e 250
* Mantas e bobinas de aquecimento por indução
* Pontes retificadoras originais
* Pontes retificadoras de entrada e de saída originais
de fontes inversoras
2.
3 (três) anos para peças e Mão de Obra em:
* Fontes de energia dos tipos Transformador e
Retificador
Suporte
* Fonte de energia para Corte a plasma
Dúvidas a respeito de Soldagem
podem ser esclarecidas rapidamente junto ao seu Distribuidor local ou à ITW Soldagem.
A experiência do Distribuidor e da
Miller está à sua disposição para
ajudá-lo.
* Alimentadores de arame e Controles semi-automáticos
e automáticos
* Fontes de energia inversoras (exceto tipo Maxstar)
* Geradores para soldagem com motor de combustão
NOTA: os motores de Geradores para soldagem
têm garantia específica do próprio
fabricante.
3.
1 (um) ano para peças e Mão de Obra em:
* Motor de tochas tipo Spoolmatic (exceto modelos
Spoolmate)
* Controladores de processo, inclusive AVC
* Posicionadores e os respectivos controles
OS PRODUTOS MILLER SÃO PREVISTOS PARA COMPRA
E UTILIZAÇÃO POR USUÁRIOS DO COMÉRCIO E DA
INDÚSTRIA E COM EXPERIÊNCIA NO USO E NA
MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE SOLDAR OU
CORTAR A PLASMA.
Em caso de solicitação de Garantia nas condições aqui
descritas e complementares para produtos fora da linha normal de fabricação, Miller poderá, a seu único critério, tomar
qualquer uma das providências abaixo:
1.
Reparar ou
2.
Substituir ou, em casos especiais e quando devidamente
autorizado por escrito pela Miller
3.
Negociar e assumir o custo da reparação ou substituição
por parte de um Serviço Autorizado Miller (SAM) ou
4.
Reembolsar o valor de aquisição (deduzida uma
depreciação razoável baseada no uso atual) com o retorno à Miller do item considerado, os riscos e os custos
de despacho sendo assumidos pelo usuário/comprador.
Em caso de opção pela reparação ou substituição por
parte da Miller, as condições serão F.O.B. Fábrica ou
Filial Miller ou Serviço Autorizado Miller conforme
determinado por Miller. Conseqüentemente, não haverá
compensação ou reembolso de quaisquer despesas de
transporte ou adicionais.
* Dispositivos de movimentação automática
* Robôs
* Controles manuais e pedais de controle
* Fontes de energia e controles para aquecimento por
indução
* Circuladores de água
* Unidades de alta frequência (AF)
* Simuladores e “Grids” de teste
* Fontes inversoras portáteis com capacidade inferior
a 180 A (tipo Maxtar)
* Ponteadeiras para soldagem por resistência
* Bancos de carga e aferição
* Transformadores de controle
* Equipamentos Cyclomatic e Jetline
* Carrinhos e carretas Miller
* Tochas para corte a plasma (exceto os modelos APT,
ZIPCUT e PLAZCUT)
* Acessórios opcionais de campo
NOTA: acessórios opcionais de campo são
cobertos pela garantia Miller original do
equipamento ao qual os acessórios são
associados ou por um mínimo de 1 (um)
ano, valendo o maior prazo.
4.
6 (seis) meses para baterias
DE ACORDO COM OS LIMITES LEGAIS EVENTUALMENTE
EXISTENTES, AS SOLUÇÕES AQUI OFERECIDAS SÃO
ÚNICAS E EXCLUSIVAS. EM NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA
OU EVENTO PODERÁ MILLER SER RESPONSABILIZADA
JURIDICAMENTE, DIRETA OU INDIRETAMENTE, POR
DANOS ESPECÍFICOS (inclusive perda de patrimônio),
INCIDENTAIS OU RESULTANTES (inclusive lucro cessante),
COM BASE EM CONTRATO, AGRAVO OU QUALQUER
EMBASAMENTO LEGAL.
QUALQUER GARANTIA EXPRESSA NÃO PREVISTA NOS
PRESENTES TERMOS E QUALQUER GARANTIA
IMPOSTA, AVAL E REPRESENTAÇÃO DE DESEMPENHO,
E QUALQUER OUTRA SOLUÇÃO POR QUEBRA DE
CONTRATO OU QUALQUER OUTRO EMBASAMENTO LEGAL QUE, EXCETO PARA ESTA CLÁUSULA, POSSA
SURGIR POR IMPLICAÇÃO DE AÇÃO JUDICIAL, PRÁTICA
DE COMÉRCIO OU TRANSCURSO DE NEGOCIAÇÃO, INCLUSIVE QUALQUER GARANTIA IMPOSTA DE PRÁTICA
MERCANTIL OU DESEMPENHO PARA UMA FINALIDADE
PARTICULAR, COM RESPEITO A QUALQUER E TODO
EQUIPAMENTO FORNECIDO POR MILLER, É EXCLUÍDA
E REJEITADA POR MILLER.
Registro do Equipamento
Preencha o quadro abaixo para Controle e uso da Garantia
Modelo:_____________________________Nº de série:___________________
Data da compra:___________________Nº da Nota Fiscal:__________________
Fornecedor:_____________________________________________________
Rua_____________________________________________Nº_____________
Cidade________________________________________________UF_______
Contato:_________________________________________________________
O uso de peças não originais e a falta de cuidados na operação ou na
Manutenção Preventiva causam o cancelamento da Garantia.
IMPORTANTE!
Sempre informe o modelo e o nº de série do Equipamento quando
consultar sobre Garantia, Peças de Reposição e Operação.
Consulte o Distribuidor ou o Serviço Autorizado
Miller (SAM) mais próximo para:
•
•
•
•
•
•
•
Dúvidas
Manutenção e Peças de Reposição
Acessórios Opcionais
Treinamentos
Manuais Técnicos
Esquemas Elétricos e Eletrônicos
Literatura e Informações Técnicas sobre Processos
de Soldagem e Corte a Plasma
Miller Electric Mfg. Co.
An Illinois Tool Works Company
1635 West Spencer Street
Appleton, WI 54914 USA
www.MillerWelds.com
no Brasil
ITW do Brasil Ltda - Soldagem
Av. Guarapiranga, 1 389
04901-010 São Paulo (SP)
Tel.: (0xx11) 5514-3366
Fax.: (0xx11) 5891-7679
www.itwsoldagem.com.br
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement