ESAB | PRH 3-12 A21 PRH 3-12 | Instruction manual | ESAB PRH 3-12 A21 PRH 3-12 Manual do usuário

ESAB PRH 3-12 A21 PRH 3-12 Manual do usuário
PT
A21
PRH 3-12
Manual de instruções
0444 292 101 PT 100317
Valid for serial no. 306-xxx-xxxx
DECLARATION OF CONFORMITY
according to the Machinery Directive 2006/42/EC, according to the EMC Directive 2004/108/EC
FÖRSÄKRAN OM ÖVERENSSTÄMMELSE
enligt Maskindirektivet 2006/42/EG, enligt EMC−Direktivet 2004/108/EG
Type of equipment Materialslag
Tube welding tool
Brand name or trade mark Fabrikatnamn eller varumärke
ESAB
Type designation etc. Typbeteckning etc.
PRH 3 − 12, from Serial number 306 xxx xxxx (2003 week 06)
PRH Tube welding tool is a member of the ESAB product family A21
Manufacturer or his authorised representative established within the EEA
Name, address, telephone No, telefax No: Tillverkarens namn, adress, telefon, telefax:
ESAB AB, Welding Equipment
Esabvägen, SE−695 81 LAXÅ, Sweden
Phone: +46 584 81 000, Fax: +46 584 411 924
The following harmonised standard in force within the EEA has been used in the design:
Följande harmoniserande standarder har använts i konstruktionen:
EN 60204−1, Safety of machinery – Electrical equipment of machines – Party 1: General requirements
EN 12100−2, Safety of machinery – Part 2: Technical principles
EN 60974−10 Arc welding equipment – Part 10: Electromagnetic compatibility (EMC) requirements
Additional information: Restrictive use; Class A equipment, intended for use in locations other than residential
By signing this document, the undersigned declares as manufacturer, or the manufacturer’s authorised
representative established within the EEA, that the equipment in question complies with the safety requirements
stated above.
Genom att underteckna detta dokument försäkrar undertecknad såsom tillverkare, eller tillverkarens representant inom
EES, att angiven materiel uppfyller säkerhetskraven angivna ovan.
Date / Datum
Laxå 2010−03−08
Signature / Underskrift
Kent Eimbrodt
Clarification
-2-
Position / Befattning
Global Director
Equipment and Automation
1 SEGURANÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2 INTRODUÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
4
6
2.1 Componentes principais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2.2 Descrição de componentes principais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2.2.1
Cabeça de soldadura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2.2.2
Luz indicadora . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2.2.3
Parafusos de fixação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
2.2.4
Manípulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
6
7
7
7
7
7
3 DADOS TÈCNICOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
8
3.1
3.2
Nível de ruído . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Eléctrodos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
8
9
4 INSTALAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
9
4.1
4.2
4.3
4.4
Exigências no local de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Arrecadação do equipamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Conexões . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Mangas de fixação (Cartucho C) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
9
10
10
10
5 FUNCIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
11
5.1 Funções do equipamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.1.1
Rotor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.1.2
Parafusos de bloqueio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.1.3
Mangas de fixação (4) para o Cartucho C . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.1.4
Eléctrodos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.2 Ligação do instrumento de soldadura de tubos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.3 Soldadura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
5.4 Remoção do instrumento de soldadura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
12
12
12
12
12
13
14
14
6 MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
15
6.1
6.2
6.3
Depois de cada dez soldaduras de junta: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Diariamente: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Semanalmente: . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
15
15
15
7 IDENTIFICAÇÃO DE AVARIAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
8 ENCOMENDA DE PEÇAS SOBRESSALENTES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ESBOÇO COM DIMENSÕES . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
16
17
18
NÚMEROS DE REFERÊNCIA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
ACESSÓRIOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
19
20
Reservamo-nos o direito de alterar as especificações sem aviso prévio.
TOCp
-3-
PT
1
SEGURANÇA
São os utilizadores de equipamento de soldadura ESAB a quem em última análise cabe a res­
ponsabilidade de assegurar que qualquer pessoa que trabalhe no equipamento ou próximo do
mesmo observe todas as medidas de precaução de segurança pertinentes. As medidas de pre­
caução de segurança devem satisfazer os requisitos que se aplicam a este tipo de equipamento
de soldadura. Além dos regulamentos normais aplicáveis ao local de trabalho, devem observarse as seguintes recomendações.
Todo o trabalho deve ser executado por pessoal especializado, bem familiarizado com o funcio­
namento do equipamento de soldadura. O funcionamento incorrecto do equipamento pode resul­
tar em situações perigosas que podem dar origem a ferimentos no operador e danos no equipa­
mento.
1.
2.
3.
4.
5.
Qualquer pessoa que utilize o equipamento de soldadura deve estar familiarizado com:
S a operação do mesmo
S o local das paragens de emergência
S o seu funcionamento
S as medidas de precaução de segurança pertinentes
S o processo de soldadura
O operador deve certificar-se de que:
S nenhuma pessoa não autorizada se encontra dentro da área de funcionamento do equi­
pamento quando este é posto a trabalhar.
S ninguém está desprotegido quando se forma o arco
O local de trabalho tem de:
S ser adequado à finalidade em questão
S não estar sujeito a correntes de ar
Equipamento de segurança pessoal
S Use sempre o equipamento de segurança pessoal recomendado como, por exemplo,
óculos de segurança, vestuário à prova de chama, luvas de segurança. Nota! Não use
luvas de segurança quando substituir fio.
S Não use artigos soltos como, por exemplo, lenços ou cachecóis, pulseiras, anéis, etc.,
que poderiam ficar presos ou provocar queimaduras.
Medidas gerais de precaução
S Certifique-se de que o cabo de retorno está bem ligado.
S O trabalho em equipamento de alta tensão só será executado por um electricista qua­
lificado.
S O equipamento de extinção de incêndios apropriado tem de estar claramente identificado
e em local próximo.
S A lubrificação e a manutenção não podem ser executadas no equipamento durante o
seu funcionamento.
CUIDADO!
Leia e compreenda o manual de instruções
antes de instalar ou utilizar a unidade.
-4dsb5d1pa
PT
AVISO
A soldadura por arco eléctrico e o corte podem ser perigosos para si e para as outras pessoas.
Tenha todo o cuidado quando soldar. Peça as práticas de segurança do seu empregador que se
devem basear nos dados de perigo fornecidos pelos fabricantes.
CHOQUE ELÉCTRICO - Pode matar
S
Instale e ligue à terra a unidade de soldadura de acordo com as normas aplicáveis.
S
Não toque em peças eléctricas ou em eléctrodos com carga com a pele desprotegida, com luvas
molhadas ou roupas molhadas.
S
Isole-se a si próprio, e à peça de trabalho, da terra.
S
Certifique-se de que a sua posição de trabalho é segura.
FUMOS E GASES - Podem ser perigosos para a saúde
S
Mantenha a cabeça afastada dos fumos.
S
Utilize ventilação e extracção no arco, ou ambos, para manter os fumos e os gases longe da sua
zona de respiração e da área em geral.
RAIOS DO ARCO - Podem ferir os olhos e queimar a pele
S
Proteja os olhos e o corpo. Utilize as protecções para soldadura e lentes de filtro correctas e use
vestuário de protecção.
S
Proteja as pessoas em volta através de protecções ou cortinas adequadas.
PERIGO DE INCÊNDIO
S
As faíscas (fagulhas) podem provocar incêndios. Por isso, certifique-se de que não existem mate­
riais inflamáveis por perto.
RUÍDO - O ruído excessivo pode provocar danos na audição
S
Proteja os ouvidos. Utilize protectores auriculares ou outro tipo de protecção auricular.
S
Previna as outras pessoas contra o risco.
AVARIAS - Peça a assistência de um perito caso surja uma avaria.
Leia e compreenda o manual de instruções antes de instalar ou utilizar a unidade.
PROTEJA-SE A SI E AOS OUTROS!
CUIDADO!
Este produto foi concebido exclusivamente para soldadura por arco eléctrico.
CUIDADO!
O equipamento de Class A não se destina a ser utilizado em zonas
residenciais onde a alimentação eléctrica seja fornecida pela rede
pública de baixa tensão. Poderá haver dificuldades em garantir a
compatibilidade electromagnética de equipamento de Class A nessas
zonas devido a perturbações conduzidas bem como a perturbações
radiadas.
A ESAB pode fornecer-lhe toda a protecção e acessórios de soldadura
necessários.
Não elimine equipamento eléctrico juntamente com o lixo normal!
De acordo com a Directiva Europeia 2002/96/CE relativa a resíduos de
equipamentos eléctricos e electrónicos e respectiva implementação de acordo com
a lei nacional, o equipamento eléctrico que atingiu o fim da sua vida útil deve ser
recolhido separadamente e entregue em instalações de reciclagem ambientalmente
compatíveis. Na qualidade de proprietário do equipamento, deve obter informações
sobre sistemas de recolha aprovados junto do seu representante local.
Ao aplicar esta Directiva Europeia estará a melhorar o ambiente e a saúde humana!
-5dsb5d1pa
PT
2
INTRODUÇÃO
O PRH 3- 12 é um instrumento encapsulado destinado a soldadura TIG de juntas
de tubos.
Encapsulado aqui significa que as juntas, durante a soldadura, se encontram dentro
de uma câmara estanque, onde um gás inerte protege o eléctrodo de volfrâmio, as
juntas de soldadura e o tubo contra oxidação.
O instrumento de soldadura está fixo à junta do tubo através do Cartuchos MF e C
da cabeça de soldadura.
O Cartucho MF da cabeça de soldadura é um cartucho elaborado para um
tamanho específico de tubo.
Quando for necessário soldar um tubo de tamanho diferente há que substituir o
cartucho.
O Cartucho C da cabeça de soldadura é um cartucho com mandíbulas de fixação.
Quando tiver de soldar um tubo com dimensões diferentes, terá de mudar as
mandíbulas de fixação.
2.1
Componentes principais
1. Cabeça de soldadura
2. Luz indicadora
3. Parafusos de fixação
4. Manípulo
Ver a descrição de componentes
principais na página 7.
-6dsb5d1pa
PT
2.2
Descrição de componentes principais
2.2.1
Cabeça de soldadura
1. Rotor
2. Eléctrodo
3. Cartucho MF
4. Cartucho C
5. Mangas de fixação
6. Parafusos de bloqueio
Rotor
O rotor também está equipado de canais para suprimento de gás de protecção à
câmara de soldadura. Durante o processo de soldadura o rotor circula em torno da
peça de trabalho a uma velocidade pré-determinada e controlada.
Eléctrodo
O eléctrodo é montado no rotor. Ver página 9.
Cartucho MF
O Cartucho MF serve para fixar o instrumento de soldadura à junta do tubo.
As peças de trabalho são fixadas em posição quando as partes superiores do
cartucho de soldadura são fechadas e apertadas com os parafusos de fixação (6).
Cartucho C
O Cartucho C funciona como portador dos engastes da manga de fixação (5).
As peças de trabalho são fixadas em posição quando as partes superiores do
cartucho de soldadura são fechadas e apertadas com os parafusos de fixação (6).
2.2.2
Luz indicadora
A luz acende-se quando o eléctrodo não se encontra no seu lugar de origem.
2.2.3
Parafusos de fixação
Estes parafusos servem para fixar o Cartucho da cabeça de soldadura na sua
posição.
2.2.4
Manípulo
Para o operador manejar o instrumento.
O instrumento de soldadura também pode ser fixado com uma espécie de
braçadeira. Para se evitarem danos, a fixação por braçadeira deve ser feita
cuidadosamente na parte inferior do instrumento.
-7dsb5d1pa
PT
Ver página 20 para os pormenores dos acessórios ESAB para o produto.
3
DADOS TÈCNICOS
PRH 3-12
Corrente contínua máxima de soldadura
a 100% de intermitência:
15 A
Corrente alternada máxima de soldadura: 40 A
Tubo, diâmetro exterior:
máx.
min.
12,7 mm
3 mm
Peso:
7 kg
Diâmetro do eléctrodo:
1,0 mm
Eléctrodo, comprimento de regulação:
2 mm
Movimento circular, potência máx.:
4W
Movimento circular, tensão nominal:
24 VDC
Velocidade do rotor:
máx.
min.
12,6 rpm
0,65 rpm
Comando:
Velocidade do movimento circular comandada por
transdutor do pulso
Fluxo de gás:
4-5 l/min (Um fluxo mais elevado pode danificar a
cabeça de soldadura.)
Líquido refrigerador:
50% de água/50% de monoetileno glicol
Circulação:
Accionada por uma unidade externa.
Pressão, máx.:
3,5 bar
Quantidade de líquido refrigerador:
0,25 l
Cobertura da cabeça de soldadura,
temperatura máxima:
50 ° C
NOTA! Se a temperatura da cobertura for excedida
tem de haver interrupção da cabeça em causa.
Temperatura de funcionamento
-10 até +40° C
Temperatura de transporte
-20 a +55° C
3.1
Nível de ruído
O sistema com o circuito refrigerador em circulação gera um ruído com nível inferior
a 70 dB (A). A medição é efectuada a uma distância de 1 m do instrumento.
-8dsb5d1pa
PT
3.2
Eléctrodos
O eléctrodo consiste basicamente de volfrâmio. O eléctrodo consiste basicamente
de volfrâmio.
NOTA! Certas aplicações podem exigir eléctrodos feitos de outros materiais.
Comprimento do arco
de soldadura:
min.
0,8 mm
máx.
1,0 mm
Comprimento do
eléctrodo:
Para determinação do comprimento do eléctrodo: Ver página 12.
Ângulo da ponta:
30°
Recomendamos que se parta a ponta depois da es­
merilagem. Ver esboço.
Método:
Apenas esmerilagem.
Direcção de esmerila­ Apenas em sentido longitudinal.
gem:
Instrumento recom­
endado:
4
ESAB G-Tech Handy ou G-Tech.
INSTALAÇÃO
A instalação deve ser efectuada por um profissional.
AVISO!
As peças rotativas podem provocar ferimentos; tenha muito
cuidado
CUIDADO!
Este produto foi concebido para utilização industrial. Em ambientes domésticos este
produto pode provocar interferências de rádio. É da responsabilidade do utilizador tomar
as precauções adequadas.
4.1
Exigências no local de trabalho
Coloque o instrumento de soldadura de tubos num lugar abrigado das condições
meteorológicas.
Tenha em conta que a humidade relativa do ar no lugar da instalação não deve
exceder os 90%.
-9dsb5d1pa
PT
Temperatura ambiente:
S
S
Min.
Máx.
S
Máx.
- 10° C
+ 25° C
(A temperaturas superiores o factor de intermitência deve ser reduzido.)
Humidade relativa do ar:
4.2
90%
Arrecadação do equipamento
Quando não se tencionar usar o instrumento de soldadura de tubos por muito
tempo, ele deve ser desmontado e guardado na embalagem original.
Assegure-se de que o equipamento não foi submetido a corrosão durante o tempo
de arrecadação. Em caso de elevada humidade no ar, recomendamos o uso de
uma substância absorvente de humidade na embalagem de arrecadação.
Antes da arrecadação recomendamos que sejam tomadas as medidas seguintes:
S
S
Limpe a cabeça de soldadura.
Retire o líquido refrigerador.
CUIDADO!
Risco de rotura de mangueira! Nunca use pressão superior a 3,5 bar nas mangueiras do
líquido refrigerador.
Esvazie todo o líquido do sistema refrigerador com o auxílio de ar comprimido e recolha-o
num recipiente.
CUIDADO!
O líquido de refrigeração tem que ser manuseado como resíduo químico.
4.3
Conexões
Conexão eléctrica à terra
A cabeça de soldadura é suprida de corrente pelo conjunto de cabos. A ligação da
peça de trabalho à terra faz-se automaticamente pelas mangas de fixação.
Note que sujidade ou dispositivos de apoio isolados electricamente podem provocar
problemas de funcionamento por interrupção do contacto.
4.4
Mangas de fixação (Cartucho C)
Montagem de mangas de fixação
S
S
S
S
Desaperte os parafusos de fixação (1).
Abra as partes superiores do cartucho de soldadura (2).
Monte todas as mangas de fixação (3). Ver página 12.
Aperte as mangas de fixação (3) com o parafuso (4).
- 10 dsb5d1pa
PT
Remoção das mangas
S
Desaperte os parafusos de fixação (1).
S
Abra as partes superiores do cartucho de soldadura (2).
S
Desaperte e retire o parafuso (4).
S
Desmonte as mangas de fixação (3).
5
FUNCIONAMENTO
Os regulamentos gerais de segurança para o manuseamento do equipamento
encontram-se na página 4. Leia-os com atenção antes de começar a utilizar o
equipamento!
AVISO!
Perigo de electrocução!
Não toque na peça de trabalho nem na cabeça de soldadura durante o
trabalho.
AVISO!
O instrumento de soldadura pode aquecer imenso durante a soldadura. Por isso
tenha muito cuidado!
CUIDADO!
Para evitar danificar a ferramenta de soldar, verifique se o cabo de retorno está ligado à
peça de trabalho e se o eléctrodo de tungsténio está na posição de início antes de
começar a soldar.
- 11 dsb5d1pa
PT
5.1
Funções do equipamento
5.1.1 Rotor
Através de uma abertura na periferia do rotor (1) a
cabeça de soldadura pode ser guiada para a posição de
soldadura bem como afastada depois da soldadura.
NOTA: Para se poder colocar a cabeça de
soldadura sobre o tubo, o rotor tem de estar na
posição de origem. Isso também vale quando se
retira a cabeça de soldadura.
(Ver o manual de programação.)
5.1.2 Parafusos de bloqueio
Os parafusos de fixação (2) têm de ser
desapertados ao abrir o cartucho de
soldadura (3).
Depois de aberta a parte superior do cartucho de
soldadura (3) o instrumento de soldadura de tubos pode ser retirado da peça de trabalho.
NOTA! Antes de desapertar os parafusos de bloqueio, segure a cabeça de
soldadura para evitar que caia.
Ajuste dos parafusos de bloqueio
Se a cabeça de soldadura não prende à peça de trabalho, isso pode depender do
facto de as dimensões do tubo estarem fora do alcance de tolerância. Mas também
pode haver desajuste ou desgaste dos parafusos de bloqueio, o que se pode
ajustar.
Nota! Os parafusos de bloqueio só devem ser apertados à mão.
5.1.3 Mangas de fixação (4) para o Cartucho C
Cada diâmetro de tubo tem engastes próprios.
Cada jogo de engastes consiste de 4 peças.
5.1.4
Eléctrodos
Parafuso do eléctrodo
Com este parafuso (1) puxa-se o eléctrodo para prender,
quando ele estiver colocado no porta-eléctrodos.
Note que há dois orifícios para o porta eléctrodos para
o eléctrodo de 1,0 mm.
Comprimento do eléctrodo
O comprimento necessário do eléctrodo pode ser determinado com o tubo montado
no lugar.
Assegure-se de que o eléctrodo não chega à zona da coroa dentada.
Um eléctrodo excessivamente longo deve ser cortado.
Para uma preparação correcta do eléctrodo, veja página 9.
Ajuste do comprimento do arco de soldadura
O comprimento correcto do arco de soldadura é determinado por parâmetros tais
como o diâmetro e a espessura das paredes do tubo bem como o diâmetro do
eléctrodo.
O ajuste do comprimento do arco é efectuado através de deslocação do eléctrodo.
- 12 dsb5d1pa
PT
Mudança de eléctrodo
Depois de se ajustar o comprimento do eléctrodo este é levado ao orifício certo e
puxado para prender com o parafuso do eléctrodo (1) no rotor (2).
Para retirar o eléctrodo, desaperte o parafuso do eléctrodo (1) e puxe o eléctrodo
para fora do rotor (2).
5.2
Ligação do instrumento de soldadura de tubos
1. Assegure-se de que a preparação das juntas é feita de acordo com a tarefa a
realizar.
Ajuste se for necessário.
2. Verifique se há um processo de soldadura pré-regulado ou seleccionado.
3. Verifique se o rotor (1) está na sua posição de origem.
Se não estiver, ponha-o lá.
4. Monte as mangas de fixação (2), (só quando usar o Cartucho C).
5. Posicione a cabeça de soldadura sobre a peça de trabalho.
6. Assegure-se de que o eléctrodo está pertinho da junta de soldadura.
7. Feche e tranque a parte superior do cartucho de soldadura (3a).
8. Verifique se o comprimento do arco está correctamente regulado.
Se for necessário, ajuste segundo as instruções da página 12.
9. Assegure-se de que o instrumento de soldadura está devidamente fixo. Caso
contrário ele pode mudar de posição.
10. Monte a outra parte do tubo e bloqueie a parte superior do cartucho de
soldadura (3b).
CUIDADO!
Risco de sobrepressão Assegure-se de que o gás de retro-alimentação não causa
sobrepressão dentro do tubo que se está a soldar!
- 13 dsb5d1pa
PT
11. Verifique o gás de purga.
5.3
Soldadura
AVISO!
Prejudicial! Evite respirar o fumo da soldadura!
S
O arranque da soldadura é feito do instrumento de soldadura ou da unidade de
programação.
S
S
Vigie a soldadura o mais possível.
Depois de terminada a soldadura, o instrumento de soldadura retorna
automaticamente à sua posição de origem.
Em caso de erro, a soldadura pode ser interrompida do instrumento de
soldadura ou da unidade de programação.
5.4
Remoção do instrumento de soldadura
AVISO!
A peça de trabalho e o instrumento de soldadura podem provocar queimaduras.
NOTA: Antes de remover o instrumento de soldadura verifique se ele arrefeceu.
S
Depois de concluído o programa de soldadura, verifique se o rotor (1) se
encontra na sua posição de origem.
Se não estiver, ponha-o lá. (Ver o manual de programação.)
S
S
Verifique se o tempo de pós-limpeza de gás passou.
Desaperte o parafuso de fixação (2).
S
Abra as partes superiores do cartucho de soldadura (3).
- 14 dsb5d1pa
PT
Retire agora o instrumento de soldadura.
6
MANUTENÇÃO
A manutenção regular é importante para o funcionamento seguro e fiável.
CUIDADO!
Todas as condições de garantia do fornecedor deixam de se aplicar se o cliente tentar
realizar ele próprio qualquer trabalho no produto durante o período de garantia por forma a
rectificar quaisquer avarias.
Nunca use lubrificantes!
O uso de lubrificantes elimina o valor da garantia.
Os danos causados por partículas estranhas na engrenagem também constituem
excepção às condições de garantia!
6.1
S
Depois de cada dez soldaduras de junta:
Mude o eléctrodo ou esmerile-o de novo.
6.2
S
Diariamente:
Verifique a superfície de contacto do rotor. Se for necessário, limpe com
Scotchbrite vermelho.
6.3
S
Semanalmente:
Verifique se todas as juntas roscadas estão devidamente apertadas.
- 15 dsb5d1pa
PT
7
IDENTIFICAÇÃO DE AVARIAS
Em caso de avaria séria, contacte o distribuidor ESAB mais próximo ou uma
unidade de serviço autorizada pela ESAB.
1. Sintoma
A cabeça de soldadura não se prende ao tubo depois de
bloqueados os cabos de bloqueio:
Causa 1.1
Excedida a tolerância do tubo.
Remédio
Use mangas de fixação com as dimensões adequadas.
Causa 1.2
Os parafusos de bloqueio estão desapertados.
Remédio
Aperte os parafusos de bloqueio.
2. Sintoma
O arco de soldadura não acende:
Causa 2.1
Contacto mau ou inexistente entre as mangas de fixação e o tubo.
Remédio
Limpe as superfícies e/ou retire camadas isoladoras.
Causa 2.2
Não há gás de protecção.
Remédio
Verifique o suprimento de gás.
Causa 2.3
Demasiada distância entre os eléctrodos.
Remédio
Ajuste.
Causa 2.4
Ponta do eléctrodo gasta.
Remédio
Esmerile o eléctrodo.
Causa 2.5
Mau contacto entre o rotor e o eléctrodo.
Remédio
Limpe.
Causa 2.6
Fio partido.
Remédio
Mude o fio.
Causa 2.7
O líquido refrigerador tem condutibilidade excessiva.
Remédio
Mude o líquido refrigerador!
3. Sintoma
O arco de soldadura desvia-se para o lado:
Causa 3.1
Ponta do eléctrodo gasta.
Remédio
Esmerile o eléctrodo.
Causa 3.2
O eléctrodo foi incorrectamente esmerilado.
Remédio
Torne a esmerilar o eléctrodo.
Causa 3.3
Qualidade incorrecta do eléctrodo.
Remédio
Mude o eléctrodo.
- 16 dsb5d1pa
PT
4. Sintoma
O arco de soldadura acende contra uma parte da cabeça de
soldadura. (Pode causar grande dano à cabeça de soldadura.):
Causa 4.1
Eléctrodo errado.
Remédio
Mude o eléctrodo.
Causa 4.2
Demasiada distância entre os eléctrodos.
Remédio
Ajuste.
Causa 4.3
Câmara de soldadura suja.
Remédio
Limpe.
Causa 4.4
Câmara de soldadura suja.
Remédio
Aumente o tempo.
Causa 4.5
Eléctrodo não está montado.
Remédio
Monte o eléctrodo.
Causa 4.6
Fluxo excessivo de gás.
Remédio
Reduza o fluxo de gás para 4-5 l/min.
5. Sintoma
O movimento circular do rotor não arranca:
Causa 5.1
Partículas estranhas na engrenagem.
Remédio
Afastar e limpar.
Causa 5.2
Erro na ligação eléctrica.
Remédio
Verifique a ficha de contacto, o fio e o suprimento de corrente.
6. Sintoma
Não se consegue desmontar a cabeça de soldadura do tubo:
Causa 6.1
Posição de abertura não foi alcançada.
Remédio
Mudar para a posição de origem.
8
ENCOMENDA DE PEÇAS SOBRESSALENTES
Os PRH 3-12 foram construídas e testados conforme os padrões europeus e interna­
cionais EN 60204-1 / 12100-2 e EN 60974-10. Depois de efectuado o serviço ou repa­
ração é obrigação da entidade reparadora assegurar-se de que o produto não difere do
standard referido.
Os trabalhos de reparação e eléctricos deverão ser efectuados por um técnico
autorizado ESAB.
Utilize apenas peças sobresselentes e de desgaste originais da ESAB.
As peças sobresselentes podem ser encomendadas através do seu concessionário
mais próximo da ESAB, consulte a última página desta publicação.
- 17 dsb5d1pa
Esboço com dimensões
A21 PRH 3-12
*
Width with collets C: 31 mm
Width without collets: 12,7 mm
- 18 dsb5m
Edition 100317
PRH 3-12
Números de referência
Ordering no.
Denomination
Type
0444 300 880 Tube welding tool
PRH 3-12, A21
0444 292 990 Spare parts list
Instruction manuals and the spare parts list are available on the Internet at www.esab.com
- 19 dsb5o
Edition 100317
PRH 3-12
Acessórios
Collets + Cartridge
PRH 3-12
Cartridges
Cartridge C
0444310880
Cartridge MF 6.0 mm
0444310881
Cartridge MF 6.35 mm
0444310882
Cartridge MF 8.0 mm
0444310883
Cartridge MF 9.53 mm
0444310884
Cartridge MF 10.0 mm
0444310885
Cartridge MF 12.0 mm
0444310886
Cartridge MF 12.7 mm
0444310887
Collets for cartridge C, one set, four halves
Collets C blanks
0444311001
Collets C 6.0 mm
0444311002
Collets C 6.35 mm
0444311003
Collets C 8.0 mm
0444311004
Collets C 9.53 mm
0444311005
Collets C 10.0 mm
0444311006
Collets C 12.0 mm
0444311007
Collets C 12.7 mm
0444311008
- 20 dsb5a
Edition 100317
PRH 3-12
Coolant
PRH 3-12
Coolant 50% water and 50% ready mixed
mono-ethylene glycol (10 l) . . . . . . . . . . . . . 0007 810 012
- 21 dsb5a
Edition 100317
ESAB subsidiaries and representative offices
Europe
AUSTRIA
ESAB Ges.m.b.H
Vienna-Liesing
Tel: +43 1 888 25 11
Fax: +43 1 888 25 11 85
BELGIUM
S.A. ESAB N.V.
Brussels
Tel: +32 2 745 11 00
Fax: +32 2 745 11 28
THE CZECH REPUBLIC
ESAB VAMBERK s.r.o.
Vamberk
Tel: +420 2 819 40 885
Fax: +420 2 819 40 120
DENMARK
Aktieselskabet ESAB
Herlev
Tel: +45 36 30 01 11
Fax: +45 36 30 40 03
FINLAND
ESAB Oy
Helsinki
Tel: +358 9 547 761
Fax: +358 9 547 77 71
FRANCE
ESAB France S.A.
Cergy Pontoise
Tel: +33 1 30 75 55 00
Fax: +33 1 30 75 55 24
GERMANY
ESAB GmbH
Solingen
Tel: +49 212 298 0
Fax: +49 212 298 218
GREAT BRITAIN
ESAB Group (UK) Ltd
Waltham Cross
Tel: +44 1992 76 85 15
Fax: +44 1992 71 58 03
ESAB Automation Ltd
Andover
Tel: +44 1264 33 22 33
Fax: +44 1264 33 20 74
HUNGARY
ESAB Kft
Budapest
Tel: +36 1 20 44 182
Fax: +36 1 20 44 186
ITALY
ESAB Saldatura S.p.A.
Mesero (Mi)
Tel: +39 02 97 96 81
Fax: +39 02 97 28 91 81
THE NETHERLANDS
ESAB Nederland B.V.
Amersfoort
Tel: +31 33 422 35 55
Fax: +31 33 422 35 44
NORWAY
AS ESAB
Larvik
Tel: +47 33 12 10 00
Fax: +47 33 11 52 03
POLAND
ESAB Sp.zo.o.
Katowice
Tel: +48 32 351 11 00
Fax: +48 32 351 11 20
PORTUGAL
ESAB Lda
Lisbon
Tel: +351 8 310 960
Fax: +351 1 859 1277
SLOVAKIA
ESAB Slovakia s.r.o.
Bratislava
Tel: +421 7 44 88 24 26
Fax: +421 7 44 88 87 41
SPAIN
ESAB Ibérica S.A.
Alcalá de Henares (MADRID)
Tel: +34 91 878 3600
Fax: +34 91 802 3461
SWEDEN
ESAB Sverige AB
Gothenburg
Tel: +46 31 50 95 00
Fax: +46 31 50 92 22
ESAB international AB
Gothenburg
Tel: +46 31 50 90 00
Fax: +46 31 50 93 60
SWITZERLAND
ESAB AG
Dietikon
Tel: +41 1 741 25 25
Fax: +41 1 740 30 55
North and South America
ARGENTINA
CONARCO
Buenos Aires
Tel: +54 11 4 753 4039
Fax: +54 11 4 753 6313
Asia/Pacific
Representative offices
CHINA
Shanghai ESAB A/P
Shanghai
Tel: +86 21 2326 3000
Fax: +86 21 6566 6622
BULGARIA
ESAB Representative Office
Sofia
Tel/Fax: +359 2 974 42 88
INDIA
ESAB India Ltd
Calcutta
Tel: +91 33 478 45 17
Fax: +91 33 468 18 80
INDONESIA
P.T. ESABindo Pratama
Jakarta
Tel: +62 21 460 0188
Fax: +62 21 461 2929
JAPAN
ESAB Japan
Tokyo
Tel: +81 45 670 7073
Fax: +81 45 670 7001
MALAYSIA
ESAB (Malaysia) Snd Bhd
USJ
Tel: +603 8023 7835
Fax: +603 8023 0225
SINGAPORE
ESAB Asia/Pacific Pte Ltd
Singapore
Tel: +65 6861 43 22
Fax: +65 6861 31 95
EGYPT
ESAB Egypt
Dokki-Cairo
Tel: +20 2 390 96 69
Fax: +20 2 393 32 13
ROMANIA
ESAB Representative Office
Bucharest
Tel/Fax: +40 1 322 36 74
RUSSIA
LLC ESAB
Moscow
Tel: +7 095 543 9281
Fax: +7 095 543 9280
LLC ESAB
St Petersburg
Tel: +7 812 336 7080
Fax: +7 812 336 7060
Distributors
For addresses and phone
numbers to our distributors in
other countries, please visit our
home page
www.esab.com
SOUTH KOREA
ESAB SeAH Corporation
Kyungnam
Tel: +82 55 269 8170
Fax: +82 55 289 8864
UNITED ARAB EMIRATES
ESAB Middle East FZE
Dubai
Tel: +971 4 887 21 11
Fax: +971 4 887 22 63
BRAZIL
ESAB S.A.
Contagem-MG
Tel: +55 31 2191 4333
Fax: +55 31 2191 4440
CANADA
ESAB Group Canada Inc.
Missisauga, Ontario
Tel: +1 905 670 02 20
Fax: +1 905 670 48 79
MEXICO
ESAB Mexico S.A.
Monterrey
Tel: +52 8 350 5959
Fax: +52 8 350 7554
USA
ESAB Welding & Cutting Products
Florence, SC
Tel: +1 843 669 44 11
Fax: +1 843 664 57 48
ESAB AB
SE-695 81 LAXÅ
SWEDEN
Phone +46 584 81 000
www.esab.com
081016
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertising