Controlador distribuído de motores ArmorStart

Controlador distribuído de motores ArmorStart
Controlador distribuído de
motores ArmorStart®
MANUAL DO USUÁRIO
Linha 280/281,283,284
3
Informações importantes
ao usuário
Devido à variedade de usos dos produtos descritos nesta publicação, os
responsáveis pela aplicação e uso deste equipamento de controle devem
certificar-se de que todas as etapas necessárias foram seguidas para que
cada aplicação e uso cumpram todos os requisitos de desempenho e
segurança, incluindo códigos e normas aplicáveis.
As ilustrações, gráficos e exemplos de programas e de layout mostrados
neste guia são apenas para fins ilustrativos. Visto que há diversas variáveis e
requisitos associados a qualquer instalação, a Rockwell Automation não
assume qualquer responsabilidade (inclusive responsabilidade por
propriedade intelectual) pelo uso atual baseado nos exemplos mostrados
nesta publicação.
A publicação Rockwell Automation SGI-1.1, Diretrizes de segurança para
aplicação, instalação e manutenção de dispositivos de controle em estado
sólido (disponível escritório local da Allen-Bradley), descreve algumas
diferenças importantes entre os equipamentos de estado-sólido e
dispositivos eletromecânicos que devem ser levadas em consideração ao
utilizar produtos como os descritos nesta publicação.
É proibida a reprodução, total ou parcial, deste guia sem a permissão por
escrito da Rockwell Automation.
Ao longo deste manual usamos notas a fim de chamar sua atenção para
algumas considerações de segurança:
ATENÇÃO
!
Identifica informações sobre práticas ou circunstâncias
que possam causar ferimentos ou mortes, danos à
propriedade ou perdas econômicas
As instruções de atenção ajudam a:
• identificar um perigo
• evitar um perigo
• reconhecer as conseqüências
IMPORTANTE
Identifica informações críticas para a aplicação correta e
o conhecimento do produto.
Lista de Marcas Comerciais
ArmorStart, ArmorPoint, e ControlLogix são marcas comerciais da Rockwell Automation, Inc.
ArmorConnect, DeviceLogix, PLC, RSNetWorx, RSLogix 5000, e SLC são marcas comerciais da Rockwell
Automation, Inc. DeviceNet e o logo DeviceNet são marcas comerciais da Open Device Vendors Association
(ODVA). ControlNet é marca comercial da ControlNet International, Ltd.
4
Conformidade com as
Diretrizes da Comunidade
Européia (CE)
Se este produto tiver a marca CE significa que está aprovado para instalação
nas regiões da União Européia e EEA. Este produto foi projetado e testado
para cumprir as normas a seguir.
Baixa tensão e diretrizes EMC
Este produto é testado para adequar-se à Diretiva do conselho 73/23/EEC
baixa tensão e 89/336/EEC e diretiva do conselho 89/336/EC
Compatibilidade Eletromagnética (EMC) para aplicar a(s) seguinte(s)
normas (s):
• Cód. cat. 280/281: EN 60947-4-1 – Quadro de comando e manobra
de baixa tensão – Parte 4-1: Contatores e arrancadores de motor –
Contatores eletromecânicos e arrancadores de motor.
• Cód. cat. 283: EN 60947-4-2 – Quadro de comando e manobra de
baixa-tensão – Parte 4-2: Controladores e acionadores de partida do
semicondutor AC do motor.
• Cód. cat. 284: EN 61800-3 – Velocidade eletrônica ajustável para
sistemas de acionamento da alimentação – Parte 3: A norma do
produto EMC inclui métodos específicos de teste.
Este produto destina-se ao uso em ambientes industriais.
Sumário
Sumário
Capítulo 1
Características Gerais do Produto
Introdução ......................................................................................1-1
Descrição .......................................................................................1-1
Operação .......................................................................................1-2
Modo de operação .........................................................................1-2
Cód. cat. 280/281 – Partida de tensão completa .....................1-2
Cód. cat. 283 – Partida Suave .................................................1-2
Cód. cat. 283 – Partida com corrente limitada .........................1-3
Cód. cat. 283 – Impulso de partida regulável ...........................1-3
Cód. cat. 283 – Parada suave ..................................................1-3
Cód. cat. 284 – Desempenho vetorial sem sensores
(Volts por Hertz) .......................................................................1-4
Cód. cat. 284 – Controle vetorial sem sensores .......................1-4
Descrição das funções ...................................................................1-5
Proteção contra sobrecarga .....................................................1-5
LED de indicação de status .....................................................1-7
Diagnóstico de falhas ..............................................................1-7
Entradas ..................................................................................1-8
Saídas .....................................................................................1-8
Entrada da caixa de válvulas ...................................................1-8
Cabo do Motor .........................................................................1-8
ArmorStart com recursos de rede DeviceNet ...........................1-8
ArmorStart com ArmorPoint® E/S ...........................................1-9
DeviceLogix™ ........................................................................1-9
Comunicações Peer to Peer (ZIP) .............................................1-9
Opções instaladas de fábrica ........................................................1-10
Opção do monitor de segurança
(Cód. cat. 280/281, 283 e 284) .............................................1-10
Configuração opcional do teclado HOA
(somente cód. cat. 280/281) .................................................1-10
Configuração opcional do teclado HOA
(somente cód. cat. 283) .........................................................1-10
Teclado selector HOA opcional com função Jog
(somente cód. cat. 284) .........................................................1-10
Contator de origem do freio (somente cód. cat. 283 e 284) ....1-11
Filtro EMI (somente cód. cat. 284) .........................................1-11
Freio dinâmico (somente cód. cat. 284) .................................1-11
Resistor de frenagem dinâmica (somente cód. cat. 284) ........1-11
Contator do freio de controle (somente cód. cat. 284) ............1-11
Contator de saída (somente cód. cat. 284) .............................1-12
Cabo protegido de motor (somente cód. cat. 284) .................1-12
Entrada análoga de 0 a 10 V (somente cód. cat. 284) ............1-12
i
ii
Sumário
Capítulo 2
Instalação e fiação
Recebimento ..................................................................................2-1
Remoção da Embalagem ................................................................2-1
Inspeção ........................................................................................2-1
Armazenamento .............................................................................2-1
Cuidados Gerais .............................................................................2-2
Precauções para o cód. cat. 284 Aplicações ...................................2-3
Dimensões .....................................................................................2-4
Cód. cat. 280/281 ...................................................................2-4
Cód. cat. 283 ........................................................................2-10
Cód. cat. 284 ........................................................................2-15
Fiação ..........................................................................................2-25
Alimentação, controle, entradas do monitor de segurança
e fiação aterrada ...................................................................2-25
Designações do terminal ..............................................................2-26
Trava opcional .............................................................................2-28
Operação do NEMA Tipo 4X Desconexão da manopla ...................2-29
Para abrir a desconexão da manopla .....................................2-29
Para fechar a desconexão da manopla para
bloqueio/tag out ....................................................................2-29
Alimentação de meios ArmorConnect ...........................................2-30
Descrição ..............................................................................2-30
ArmorStart com conectividade ArmorConnect ........................2-33
Como instalar os Meios de alimentação ArmorConnect
usando conjunto de cabos .....................................................2-33
Amplitudes dos cabos ArmorConnect ....................................2-34
Especificações de proteção do circuito de desconexão para
meios de alimentação da entrada trifásica ArmorConnect ......2-34
Considerações de fornecimento CA para unidades de
cód. cat. 284 ................................................................................2-35
Sistemas de distribuição não aterrado e alta resistência ........2-35
Como desconectar os MOVs ..................................................2-35
Instalações do grupo do motor para os mercados dos EUA e
do Canadá ....................................................................................2-37
Orientações sobre fiação e mão-de-obra ......................................2-37
Instalação da rede DeviceNet .......................................................2-39
Outras considerações sobre o projeto do sistema
DeviceNet ..............................................................................2-39
Compatibilidade Eletromagnética (EMC) .......................................2-39
Aterramento ..........................................................................2-39
Fiação ...................................................................................2-40
Sumário
Capítulo 3
Cód. cat. 280/281
Parâmetros programáveis
Introdução ......................................................................................3-1
Programação de parâmetros ...................................................3-1
Listagem de grupos de parâmetros ................................................3-2
Grupo DeviceLogix™ .....................................................................3-2
Grupo DeviceNet ............................................................................3-7
Grupo Proteção do Painel Alimentador ..........................................3-10
Usuário E/S ..................................................................................3-14
Grupo Diversos .............................................................................3-18
Parâmetros ZIP ............................................................................3-19
Tela do Painel Alimentador ...........................................................3-27
Ajuste do Painel Alimentador ........................................................3-28
Capítulo 4
Cód. cat. 283
Parâmetros programáveis
Introdução ......................................................................................4-1
Programação de parâmetros ...................................................4-1
Listagem de grupos de parâmetros ................................................4-2
Grupo DeviceLogix .........................................................................4-3
Grupo DeviceNet ............................................................................4-9
Grupo Proteção do Painel Alimentador ..........................................4-12
Grupo Usuário E/S ........................................................................4-16
Grupo Diversos .............................................................................4-20
Parâmetros ZIP ............................................................................4-22
Tela Partida Suave .......................................................................4-29
Ajuste Partida Suave ....................................................................4-30
Capítulo 5
Cód. cat. 284
Parâmetros programáveis para
controladores de Volts para Hertz
Introdução ......................................................................................5-1
Programação de parâmetros ..........................................................5-1
Listagem de grupos de parâmetros ................................................5-1
Grupo DeviceLogix .........................................................................5-3
Grupo DeviceNet ............................................................................5-9
Grupo Proteção do Painel Alimentador ..........................................5-13
Grupo Usuário E/S ........................................................................5-16
Grupo Diversos .............................................................................5-20
Grupo Inversor DeviceNet .............................................................5-22
Parâmetros ZIP ............................................................................5-24
Grupo Visualização .......................................................................5-31
Grupo Programa Básico ................................................................5-35
Grupo Programa Avançado ...........................................................5-38
Limpe a falha tipo 1 e reinicie o inversor ...............................5-46
Limpe uma sobretensão, subtensão ou falha de sobraquec.
do dissipador de calor sem reiniciar o inversor ......................5-47
iii
iv
Sumário
Capítulo 6
Cód. cat. 284
Parâmetros programáveis para
controladores vetoriais sem sensor
Introdução ......................................................................................6-1
Programação de parâmetros ..........................................................6-1
Listagem de grupos de parâmetros ................................................6-2
Grupo DeviceLogix .........................................................................6-4
Grupo DeviceNet ............................................................................6-9
Grupo Proteção do Painel Alimentador ..........................................6-13
Grupo Usuário E/S ........................................................................6-16
Grupo Diversos .............................................................................6-19
Grupo Inversor DeviceNet .............................................................6-21
Grupo Visualização .......................................................................6-23
Grupo Programa Básico ................................................................6-28
Grupo Programa Avançado ...........................................................6-31
Limpe a falha tipo 1 e reinicie o inversor ...............................6-46
Limpe uma sobretensão, subtensão ou falha de sobraquec.
do dissipador de calor sem reiniciar o inversor ......................6-46
Como trabalhar os Step Logic ................................................6-59
Ajustes Step Logic .................................................................6-59
Capítulo 7
Operação do teclado HOA
Introdução ......................................................................................7-1
Descrição do Teclado .....................................................................7-1
Desabilitar teclado e HOA ...............................................................7-6
Capítulo 8
Comissionamento DeviceNet™
Como estabelecer um endereço de nó DeviceNet ...........................8-1
Comissionamento do nó usando hardware .....................................8-1
Comissionamento do nó usando software ......................................8-2
Criando e registrando um arquivo de EDS ......................................8-3
Como usar a ferramenta Node Commissioning do RSNetWorx
for DeviceNet .................................................................................8-5
Configuração do sistema ................................................................8-6
Como usar a função Automap com padrão de conjuntos de
entrada e saída (E/S) ......................................................................8-7
Padrão de formatos de conjuntos de entrada e saída (E/S) .............8-7
Como ajustar o Motor FLA e a Overload Trip Class
(Cód. cat. 280/281) ........................................................................8-8
Como ajustar o Motor FLA (Cód. cat. 283) ......................................8-9
Como ajustar o Motor FLA (Cód. cat. 284) ....................................8-10
Capítulo 9
Como transmitir mensagens
explícitas no DeviceNet™
Aplicação do controlador lógico Exemplo com transmissão de
mensagens explícitas .....................................................................9-1
Como programar o 1747-SLC .........................................................9-1
Mapeamento E/S .....................................................................9-1
Transmissão de mensagem explícita com SLC ...............................9-2
Ajustando o arquivo de dados .........................................................9-4
Sequência de eventos ....................................................................9-4
Como programar o 1756-ControlLogix ...........................................9-7
Mapeamento E/S .....................................................................9-7
Transmissão de mensagem explícita com ControlLogix ..................9-8
Como configurar a instrução MSG ..................................................9-8
Sumário
Capítulo 10
Usando DeviceLogix™
Programação de DeviceLogix .......................................................10-1
Exemplo de Programação de DeviceLogix ....................................10-2
Capítulo 11
Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint®
ArmorStart com ArmorPoint .........................................................11-1
ArmorStart para o ArmorPoint Backplane ..............................11-1
Conectividade ArmorStart para ArmorPoint ............................11-1
Comissionamento de ArmorPoint Backplane ..........................11-3
Detalhes sobre o uso do “Configurador ArmorStart de
Lógica Ladder” ......................................................................11-3
Teoria de Operação ...............................................................11-3
Características Gerais da Árvore E/S ......................................11-4
Detalhes da Configuração da Lógica ......................................11-5
Adicionando Equipamentos à Estrutura de Configuração ........11-8
Modificando Dados de Parâmetro para um ArmorStart ..........11-9
Disparando uma Leitura Ampla do Sistema .........................11-10
Disparando uma Edição Ampla do Sistema ..........................11-11
Interpretando o Relatório de Erro .........................................11-12
Capítulo 12
Configuração ZIP do ArmorStart®
Características Gerais ..................................................................12-1
Características Gerais dos Parâmetros ZIP ...................................12-1
Produção de Dados ......................................................................12-3
Consumo de Dados ......................................................................12-3
Mapeamento de Dados Consumidos para a Tabela de
Dados DeviceLogix .......................................................................12-4
Como encontrar bits ZIP no editor DeviceLogix ...........................12-12
Capítulo 13
Diagnósticos
Características Gerais ..................................................................13-1
Programação de Proteção .....................................................13-1
Indicação de Falha .......................................................................13-1
Remover Falhas ...........................................................................13-2
Códigos de Falha ..........................................................................13-2
Definições de Falha ......................................................................13-3
Curto-circuito ........................................................................13-3
Desarme por sobrecarga .......................................................13-3
Desbalanceamento de fase ...................................................13-3
Perda de fase ........................................................................13-3
SCR em Curto ........................................................................13-3
Falta à Terra ..........................................................................13-3
Travamento ...........................................................................13-3
Tensão de Comando ..............................................................13-3
Falha de E/S ..........................................................................13-4
Superaquecimento ................................................................13-4
Desbalanceamento da fase ...................................................13-4
Sobrecorrente .......................................................................13-4
DeviceNet™ Perda de potência .............................................13-4
Falha de comunicação interna ...............................................13-4
Falha via CC ..........................................................................13-4
Falha na EEPROM ..................................................................13-4
Falha de hardware ................................................................13-4
Restabelecimento de novas tentativas ...................................13-5
Falhas Diversas .....................................................................13-5
v
vi
Sumário
Capítulo 14
Localização de falhas
Introdução ....................................................................................14-1
Cód. cat. 280/281 Localizador de falhas .......................................14-2
Cód. cat. 283 Localizador de falhas ..............................................14-4
Cód. cat. 284 Localizador de falhas ..............................................14-8
Procedimentos de localização de falhas do DeviceNet ................14-15
Procedimentos de localização de falhas ArmorPoint
Backplane ..................................................................................14-16
Substituição do módulo de controle ............................................14-17
Substituição do módulo base ......................................................14-20
Apêndice A
Especificações
Cód. cat. 280/281 ..........................................................................A-1
Cód. cat. 283 .................................................................................A-6
Cód. cat. 284 ...............................................................................A-10
Mídia de alimentação trifásica ArmorConnect™ ...........................A-15
Cabos troncos .......................................................................A-15
Cabos de derivação ...............................................................A-16
T de alimentação & Redutor ..................................................A-17
Receptáculo de alimentação ..................................................A-19
Mídia do potencial de controle ArmorConnect ...............................A-21
Tronco & Cabos de derivação ................................................A-21
Portas T ................................................................................A-22
Receptáculos .........................................................................A-23
Plugs de curto-circuito ..........................................................A-24
Estações de parada de emergência On-Machine ...................A-25
Apêndice B
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas ...........................................................B-1
Códigos e grupos de nomes dos produtos do tipo partida DOL .......B-1
Códigos e grupos de nomes dos produtos do tipo partida
reversa DOL ...................................................................................B-2
Objetos DeviceNet ..........................................................................B-2
Objeto Identidade – CÓDIGO DE CLASSE 0x0001 ............................B-3
Objetos Identidade .........................................................................B-3
Roteador de mensagens – CÓDIGO DE CLASSE 0x0002 .................B-3
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x0003 ............................B-4
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE CLASSE 0x0004 ..............................B-5
Conjuntos de E/S “word-wise” baseados em parâmetro
programável ...................................................................................B-6
Conjuntos bit comprimido “Word-wise” ..........................................B-6
Conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão .........B-8
Conjuntos (consumidos) de saída do controlador distribuído
do motor padrão ......................................................................B-8
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador distribuído
do motor padrão ......................................................................B-9
Objeto Conexão – CÓDIGO DE CLASSE 0x0005 ............................B-11
Objeto Ponto de entrada discreta – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0008 ...........................................................................B-15
Objeto Ponto de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x0009 ......B-16
Especificações especiais do objeto Ponto de saída discreta ..........B-18
Comportamento especial das instâncias 3 e 4 do Ponto de
saída discreta ........................................................................B-18
Sumário
Comportamento especial das instâncias 1 e 2 do Ponto de
saída discreta ........................................................................B-19
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE CLASSE 0x000F ..........................B-23
Objeto Grupo de parâmetros – CÓDIGO DE CLASSE 0x0010 .........B-24
Objeto Grupo de entrada discreta –CÓDIGO DE CLASSE
0x001D ........................................................................................B-25
Objeto Grupo de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x001E .....B-26
Objeto Supervisor de controle – CÓDIGO DE CLASSE 0x0029 .......B-27
Objeto Processador de confirmação – CÓDIGO DE CLASSE
0x002b ........................................................................................B-28
Objeto Sobrecarga – CÓDIGO DE CLASSE 0x002c ........................B-29
Objeto Interface do DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4 .......B-30
Apêndice C
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas ...........................................................C-1
Códigos e grupos de nomes dos produtos do tipo partida suave .....C-1
Objetos DeviceNet ..........................................................................C-3
Objeto Identidade – CÓDIGO DE CLASSE 0x0001 ............................C-3
Objetos Identidade .........................................................................C-4
Roteador de mensagens – CÓDIGO DE CLASSE 0x0002 .................C-4
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x0003 ............................C-4
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE CLASSE 0x0004 ..............................C-5
Conjuntos de E/S “Word-wise” baseados em parâmetro
personalizado .................................................................................C-6
Conjuntos bit comprimido “Word-wise” ..........................................C-7
Conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão .........C-9
Conjuntos (consumidos) de saída do controlador distribuído
do motor padrão ......................................................................C-9
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador distribuído
do motor padrão ....................................................................C-10
Conjuntos nativos SMC Dialog Plus ........................................C-10
Objeto Conexão – CÓDIGO DE CLASSE 0x0005 ............................C-12
Objeto Ponto de entrada discreta – CÓDIGO DE CLASSE
0x0008 ........................................................................................C-17
Objeto Ponto de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x0009 ......C-17
Especificações especiais do objeto Ponto de saída discreta ..........C-19
Comportamento especial das instâncias 3 e 4 do Ponto de
saída discreta ........................................................................C-19
Comportamento especial das instâncias 1 e 2 do Ponto de
saída discreta ........................................................................C-20
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE CLASSE 0x000F ..........................C-22
Objeto Grupo de parâmetros – CÓDIGO DE CLASSE 0x0010 .........C-23
Objeto Grupo de entrada discreta – CÓDIGO DE
CLASSE 0x001D ...........................................................................C-24
Objeto Grupo de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x001E .....C-25
Objeto Supervisor de controle – CÓDIGO DE CLASSE 0x0029 .......C-26
Objeto Processador de confirmação – CÓDIGO DE
CLASSE 0x002b ...........................................................................C-27
Objeto Sobrecarga – CÓDIGO DE CLASSE 0x002c ........................C-28
Objeto Interface do DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4 .......C-29
vii
viii
Sumário
Apêndice D
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas ...........................................................D-1
Códigos e grupos de nomes dos produtos do tipo inversor .............D-1
Objetos DeviceNet ..........................................................................D-3
Objeto Identidade – CÓDIGO DE CLASSE 0x0001 ............................D-3
Objeto Identidade ...........................................................................D-4
Roteador de mensagens – CÓDIGO DE CLASSE 0x0002 .................D-5
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x0003 ............................D-5
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE CLASSE 0x0004 ..............................D-6
Conjunto de E/S word-wise baseado em parâmetro
programável ...................................................................................D-7
Conjuntos bit comprimido Word-wise .............................................D-7
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador
distribuído do motor padrão ...................................................D-12
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador
distribuído do motor do tipo inversor .....................................D-13
Objeto Conexão – CÓDIGO DE CLASSE 0x0005 ............................D-16
Objeto Ponto de entrada discreta – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0008 ...........................................................................D-21
Objeto Ponto de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x0009 ......D-22
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE CLASSE 0x000F ..........................D-29
Objeto Grupo de parâmetros – CÓDIGO DE CLASSE 0x0010 .........D-30
Objeto Grupo de entrada discreta – CÓDIGO DE
CLASSE 0x001D ...........................................................................D-31
Objeto Grupo de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x001E .....D-32
Objeto Supervisor de controle – CÓDIGO DE CLASSE 0x0029 .......D-34
Objeto Processador de confirmação – CÓDIGO DE
CLASSE 0x002b ...........................................................................D-35
Objeto Interface do DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4 .......D-36
Apêndice E
Instalações do grupo de motor
Aplicação dos controladores ArmorStart® em instalação
do grupo ........................................................................................E-1
Apêndice F
Considerações do projeto de controle
de 24 Vcc
Informações da aplicação de tensão de controle CC da
ArmorStart® .................................................................................. F-1
Considerações do projeto de sistema ao se usar fiação de
controle de 16 AWG ....................................................................... F-4
Outras considerações do projeto de sistema .................................. F-4
Apêndice G
Acessórios
Cód. cat. 1738 Produtos de E/S distribuída ArmorPoint ...................G-3
Apêndice H
Peças de reposição
Peças de reposição ........................................................................H-1
Sumário
Apêndice I
Configuração do PID
Controle exclusivo ........................................................................... I-1
Controle Trim .................................................................................. I-2
Referência e realimentação do PID .................................................. I-3
Banda morta do PID ........................................................................ I-3
Pré-carga do PID ............................................................................. I-4
Limites do PID ................................................................................. I-4
Ganhos do PID ................................................................................ I-4
Orientações para ajustar os ganhos do PID ...................................... I-5
Apêndice J
Lógica de passo, Lógica básica e
Funções do temporizador/contador
Lógica de Passos usando passos temporizados .............................. J-2
Lógica de passos usando funções de Lógica de passos .................. J-3
Função Temporizador ..................................................................... J-4
Função Contador ............................................................................ J-4
ix
x
Sumário
Capítulo
1
Características Gerais do Produto
Introdução
Este capítulo traz uma breve visão geral das características e funções
do cód. cat. 280/281, 283, e 284 dos controladores distribuídos de
motor ArmorStart®.
Descrição
Os controladores distribuídos de motor ArmorStart são contadores
integrados, pré-engenheirados, com cód. cat. 280/281 para usos de
voltagem total e de reversão, cód. cat. 283 para controle de motor de
estado sólido, e cód. cat. 284 para usos de inversores de freqüência.
A ArmorStart oferece um robusto projeto de gabinete IP67/NEMA
Tipo 4, que é adequado para ambientes lavados com água. Os
produtos ArmorStart também são oferecidos com taxa NEMA
Tipo 4X, adequada para lavar ambientes com substâncias químicas
usadas na indústria de alimentos e bebidas. A taxa de jato líquido é de
1000 psi para os equipamentos classificados como NEMA Tipo 4X.
O projeto modular “plug and play” oferece simplicidade na fiação da
instalação. As rápidas seccionadoras para E/S, comunicações e
conexões do motor reduzem o tempo de fiação e eliminam os erros de
fiação. A ArmorStart oferece, como padrão, quatro entradas CC e
quatro saídas relé, para ser usadas com sensores e atuadores,
respectivamente, para monitorar e controlar o processo de aplicação.
O LED de indicação de status e as capacidades de diagnóstico
embutidas da ArmorStart permitem uma fácil manutenção e
localização de falhas. A configuração opcional de teclado de Manual/
Desligado/Auto (HOA) permite um controle local de partida/paragem
no Controlador distribuído de motor ArmorStart.
O controlador distribuído de motor ArmorStart oferece protecção
contra curto-circuito por UL508 e IEC 60947. O ArmorStart se
classifica para o serviço de seccionadora local por meio da
incorporação do cód. cat. 140 Protetor do Motor como a seccionadora
local, eliminando a necessidade de componentes adicionais. Os
controladores distribuídos de motor ArmorStart são adequados para
instalações de motores em grupo.
1-2
Características Gerais do Produto
Operação
Os controladores distribuídos de motor ArmorStart podem operar
motores de indução tipo gaiola com entrada trifásica como a seguir:
Cód. cat. 280/281: de 0,24 a 16 A; 200 Vca, 230 Vca, 460 Vca,
575 Vca; 50/60 Hz.
Cód. cat. 283: de 1,1 a 16 A; 200 Vca, 230 Vca, 460 Vca, ou
575 Vca; 50/60 Hz.
Cód. cat. 284: até 2,0 HP (1,5 kW) a 240 Vca, até 5 HP (3,0 kW) a
480 Vca, e até 5 HP (4,0 kW) a 575 Vca; 50/60 Hz.
Dependendo do código de catálogo pedido, o controlador distribuído
de motor ArmorStart aceitará uma entrada de controle de alimentação
de 120 Vca, 240 Vca ou 24 Vcc.
Modo de operação
Cód. cat. 280/281
Partida de tensão completa
Este método é usado em aplicações que requerem arranque direto, em
que são realizados a corrente de energização total e o torque com
rotor travado. O cód. cat. 280 ArmorStart oferece partida com tensão
completa e o cód. cat. 281 oferece partida com tensão completa para
aplicações reversas.
100%
Porcentagem
de tensão
Tempo (segundos)
Cód. cat. 283
Partida Suave
Este método tem a aplicação mais geral. O motor é elevado de um
valor inicial de torque para tensão total. O torque inicial é ajustável
para 15%, 25%, 35% ou 65% do torque de rotor travado. A tensão do
motor é gradualmente aumentada durante o tempo de aceleração em
rampa, que pode ser ajustado de 1 a 45 segundos.
Características Gerais do Produto
1-3
Partida com corrente limitada
Este modo de partida é usado quando é necessário limitar a corrente
máxima de partida. Ele pode ser ajustado de 150 a 600% de FLAs. Os
tempos de partida são selecionáveis de 1 a 45 segundos.
Impulso de partida regulável
Um impulso de partida, ou impulso, no início do modo de partida tem
a intenção de oferecer um pulso de corrente de 450% da FLC. O
tempo do impulso de partida é ajustável de 0,5 a 1,5 segundo. Isso
permite que o motor desenvolva um torque adicional na partida para
cargas que podem necessitar de um impulso para ser iniciadas.
Parada suave
A função de parada suave pode ser usada com aplicações que
requerem uma rampa de parada por inércia mais extensa. Quando
ativada, o tempo de rampa de tensão decrescente pode ser
seleccionado de 1 a 90 segundos. O motor parará quando a tensão do
motor cair a um ponto em que o torque da carga for maior que o
torque desenvolvido pelo motor.
1-4
Características Gerais do Produto
Cód. cat. 284
Desempenho vetorial sem sensores (Volts por Hertz)
•
O inversor automaticamente fornece auto-impulso (compensação
de componente resistiva) e compensação de escorregamento
•
Fornece excelente regulação de velocidade e altos níveis de
torque em toda a variação de velocidade do inversor e regulação
melhorada da velocidade mesmo quando a carga aumenta.
•
O desempenho tem o custo mais otimizado quando não é
necessário o controle vetorial sem sensores.
•
Para selecionar este método de operação, selecione H para o
Modo de operação listado na estrutura do catálogo. Consulte a
Publicação 280-SG001_-PT-P.
Controle vetorial sem sensores
•
O controle vetorial sem sensores oferece uma regulação
excepcional da velocidade e níveis muito altos de torque em toda
a variação de velocidade do inversor
•
A função ajuste automático permite que o controlador distribuído
de motor ArmorStart cód. cat. 284 se adapte a características
individuais do motor.
•
Para selecionar este método de operação, selecione V para o
Modo de operação listado na estrutura do catálogo. Consulte a
Publicação 280-SG001_-PT-P.
Características Gerais do Produto
Descrição das funções
1-5
Proteção contra sobrecarga
O controlador distribuído de motor ArmorStart incorpora, como
padrão, a proteção eletrônica contra sobrecarga do motor. Essa
proteção contra sobrecarga é realizada eletronicamente com um
algoritmo I2t. A proteção contra sobrecarga da ArmorStart é
programável por meio da rede de comunicação, oferecendo
flexibilidade ao usuário.
A classe de desarme de sobrecarga do cód. cat. 280/281 pode ser
selecionada para proteção de classe 10, 15, 20. A não sensibilidade do
ambiente é inerente no projeto electrônico da carga.
Figura 1.1 Curvas de Desarme por Sobrecarga
ClassClass
10 Overload
Curves
10
Class 15
Overload
Class
15 Curves
10000
Cold
100
Hot
10
Approximate Trip Time (sec)
1000
1
Cold
100
Hot
1
0
100
200
300
400
500
600
700
0
% of Full Load Current
Multiples
100
200
300
400
500
600
700
Multiples%for
deFull Load Current
Class 20 Overload Curves
Class 20
10000
Approximate Trip Time (sec)
Approximate Trip Time (sec)
10000
Cold
100
Hot
1
0
100
200
300
400
500
600
% of Full Load Current
Multiples
700
Características Gerais do Produto
A classe de desarme de sobrecarga do cód. cat. 283 permite proteção
de classe 10. A não sensibilidade ao ambiente é inerente ao projeto
eletrônico da sobrecarga.
Figura 1.2 Curva de desarme da sobrecarga
Class 10 Overload Curves
Class 10
Approximate Trip Time (sec)
10000
1000
Cold
100
Hot
10
1
0
100
200
300
400
500
600
700
Multiples of Full Load Current
O controlador distribuído de motor ArmorStart cód. cat. 284
incorpora, como padrão, a proteção eletrônica contra sobrecarga do
motor. Essa proteção contra sobrecarga é realizada eletronicamente
com um algoritmo I2t. A proteção contra sobrecarga da ArmorStart é
programável por meio da rede de comunicação, oferecendo
flexibilidade ao usuário. A programação do parâmetro atual do Motor
OL fornece proteção contra sobrecarga classe 10 para o controlador
distribuído de motor cód. cat. 284. A não sensibilidade ao ambiente é
inerente no projeto electrônico da carga.
% de P132 (Hertz do Motor NP)
% de P133 (Corrente do Motor OL)
% de P132 (Hertz do Motor NP)
% de P133 (Corrente do Motor OL)
Figura 1.3 Curvas de Desarme por Sobrecarga
% de P133 (Corrente do Motor OL)
1-6
% de P132 (Hertz do Motor NP)
Características Gerais do Produto
1-7
LED de indicação de status
O LED de indicação de status oferece 4 LEDs de status e um botão de
reset. Os LEDs fornecem a indicação de status para os seguintes:
•
LED DE ALIMENTAÇÃO
O LED se ilumina de verde quando o controle de alimentação
está presente e com a polaridade adequada
•
LED DE OPERAÇÃO
Este LED se ilumina de verde quando um comando de partida e
controle de alimentação estão presentes
•
LED DE REDE
Este LED bicolor (vermelho/verde) indica o status do link de
comunicação
•
LED DE FALHA
Indica uma condição de falha (desarme) do controlador
O “Botão de Reset” age como um reset local de desarme.
Figura 1.4 Indicação de Status e Reset
Diagnóstico de falhas
As capacidades de diagnóstico de falhas incorporadas no controlador
distribuído de motor ArmorStart ajudam a identificar um problema
para uma fácil localização de falha e uma rápida nova partida.
Disponível no cód. cat.:
Disponível no cód. cat.:
Indicação de falha
Indicação de falha
280/281
283
284
280/281
283
284
•
Curto-circuito
X
X
X
•
Falhas várias
X
X
•
Sobrecarga
X
X
X
•
Detecção de fusível de freio
X
X
•
Desbalanceamento de fase
X
X
X
•
Falha de comun. interna
X
X
•
Controle da perda de potência
X
X
X
•
SCR em Curto
X
•
Detecção do controle do fusível
de potência
X
X
X
•
Rotação da fase
X
•
Detecção da saída do fusível de
potência
X
X
X
•
Falha de temperatura do
dissipador de calor
X
•
Falha de E/S
X
X
X
•
Falha por meio da CC
X
•
Superaquecimento
X
X
X
•
Falta à terra
X
•
Perda de potência do
DeviceNet™ ➊
X
X
X
•
Sobrecorrente
X
•
Falha EEprom
X
X
X
•
Nova tentativa de reiniciar
X
•
Falha de hardware
X
X
X
•
Desbalanceamento de fase
X
X
➊
•
Travamento
X
•
Curto-circuito de fase
X
Não disponível nos cód. cat. 280A/281A., 283A, nem 284A.
1-8
Características Gerais do Produto
Entradas
As entradas são de tecla simples (2 entradas por conector), que são
alimentadas pela energia do DeviceNet (24 Vcc), com LED de
indicação de status – Não disponível nos cód. cat. 280A/281A, 283A,
nem 284A.
Saídas
Dois conectores de saída relé de duas teclas são fornecidos como
padrão. As saídas são alimentadas pelo controle de alimentação (A1 e
A2). O LED de indicação de status também é fornecido como padrão
para cada saída.
Entrada da caixa de válvulas
O produto ArmorStart oferece dois métodos diferentes de conectar
entrada trifásicas e controle de alimentação ao equipamento. Um
método oferecido é a tradicional entrada por eletroduto com um
orifício de eletroduto de ¾ pol. e um de 1 pol. para fiação de entrada
trifásica e controle de alimentação. O segundo método oferece
conectividade para os meios de alimentação ArmorConnect™.
Receptáculos instalados na fábrica são fornecidos para conectividade
tanto com as entradas trifásicas como com meios de controle de
alimentação.
Cabo do Motor
Com todos os controladores distribuídos de motor ArmorStart, um
conjunto de cabos de 4 condutores sem blindagem de 3 metros é
fornecido com cada unidade, como padrão. Se o filtro de interferência
eletromagnética opcional for seleccionado para unidades cód.
cat. 284, um conjunto de cabos de 4 condutores blindados é fornecido
com cada unidade, como padrão.
ArmorStart com recursos de rede DeviceNet
O controlador distribuído de motor ArmorStart oferece recursos
avançados para ajustes de parâmetros de acesso e fornece diagnóstico
de falhas, e controle de partida-paragem remoto. DeviceNet é o
protocolo de comunicação fornecido com os controladores
distribuídos de motor ArmorStart cód. cat. 280D/281D, 283D, ou
284D.
Características Gerais do Produto
1-9
ArmorStart com ArmorPoint® E/S
O cód. cat. 280A/281A, 283A e 284A do controlador distribuído de
motor ArmorStart permite conectividade para o ArmorPoint
backplane.
O sistema ArmorPoint E/S pode comunicar-se usando DeviceNet,
ControlNet ou protocolos de comunicação Ethernet. Além dos
diferentes protocolos de rede, os produtos ArmorPoint E/S distribuída
permitem que os recursos E/S sejam expandidos além das duas
saídas-padrão. Dois conectores de saída relé de duas teclas são
fornecidos como padrão. As saídas são alimentadas pelo controle de
alimentação (A1 e A2). O LED de indicação de status também é
fornecido como padrão para cada saída. Quando usar o backplane
ArmorPoint, um máximo de dois controladores distribuídos de motor
ArmorStart podem ser conectados ao produto ArmorPoint E/S
distribuída.
Se os recursos E/S do controlador distribuído de motor ArmorStart
cód. cat. 280D/281D, 283D ou 284D precisar ser expandido além das
quatro entradas e duas saídas-padrão, o controlador distribuído de
motor ArmorStart com o protocolo de comunicação DeviceNet pode
ser configurado para a Arquitectura ADNX, na qual o ArmorStart é
parte da subrede DeviceNet, usando o produto ArmorPoint E/S
distribuída cód. cat. 1738-ADNX.
DeviceLogix™
DeviceLogix é um programa booleano independente que se encontra
dentro do controlador distribuído de motor ArmorStart. DeviceLogix
é programado usando operações matemáticas booleanas como E, OU,
NÃO, temporizadores, contadores e travas. DeviceLogix pode operar
como uma aplicação independente, em qualquer rede. Entretanto,
24 Vcc deve ser fornecido no conector DeviceNet para alimentar as
entradas.
Comunicações Peer to Peer (ZIP)
Os recursos de controle de zona dos controladores distribuídos de
motor ArmorStart são ideais para transportadores motorizados de
grande potência (de 0,5 a 10 HP). Os controladores distribuídos de
motor ArmorStart têm comunicações DeviceNet incorporadas,
tecnologia DeviceLogix e os adicionais Parâmetros de
Intertravamento de Zona (ZIP), que permitem que um ArmorStart
receba dados diretamente de até quatro outros nós DeviceNet, sem
passar por um scanner de rede. Essas comunicações diretas entre as
zonas do transportador são benéficas em uma junção, comutação ou
aplicação de acumulação do transportador.
1-10
Características Gerais do Produto
Opções instaladas de fábrica
Opção do monitor de segurança (Cód. cat. 280/281, 283 e 284)
A opção do monitor de segurança permite o monitoramento
independente do status das saídas do equipamento. A função é
implementada usando um contacto normalmente fechado que
obedece às normas EN/IEC 60947-5-1 para contactos mecanicamente
ligados. Dois blocos de terminais são fornecidos como as entradas
que podem ser usadas com um circuito de segurança externo.
O circuito de segurança externo monitora o status do contator.
Configuração opcional do teclado HOA (somente cód.
cat. 280/281)
ArmorStart oferece duas configurações Hand/Off/Auto (HOA)
opcionais instaladas de fábrica: Padrão e Forward/Reverse HOA.
Figura 1.5 Configuração opcional HOA
Configuração opcional do teclado HOA (somente cód. cat. 283)
ArmorStart oferece uma configuração Hand/Off/Auto (HOA)
opcional instalada de fábrica:
Figura 1.6 Configuração opcional HOA
Teclado selector HOA opcional com função Jog (somente cód.
cat. 284)
O Teclado selector HOA com função Jog permite um controle local
de partida/paragem com recursos para jog em direções do motor em
forward/reverse.
Características Gerais do Produto
1-11
Figura 1.7 HOA opcional com função Jog Configuração
Contator de origem do freio (somente cód. cat. 283 e 284)
Um contato interno é usado para ligar e desligar o freio motor
eletromecânico. O freio do motor é alimentado pelo circuito principal
de energia. Um fusível 3,0 A acessível ao cliente é fornecido para
proteger o cabo do freio. Um medidor 3 e um cabo 3-pin para
conexão do freio do motor como padrão quando a opção é
seleccionada.
Filtro EMI (somente cód. cat. 284)
A opção do filtro EMI é necessária se o cód. cat. 284 do controlador
distribuído de motor ArmorStart deve ser compatível com CE. Se o
filtro EMI for seleccionado, um conjunto protegido de cabos de
3 metros com 4 condutores é fornecido como padrão. Esta opção está
disponível somente com controle vetorial sem sensores.
Freio dinâmico (somente cód. cat. 284)
Um medidor 3, um cabo 3-pin para conexão com um módulo freio
dinâmico é fornecido como padrão quando esta opção é seleccionada.
Veja o Apêndice G, Acessórios, para os módulos de freio dinâmico
disponíveis.
Resistor de frenagem dinâmica (somente cód. cat. 284)
O projeto plug and play do resistor de frenagem dinâmica IP67
oferece simplicidade de gravação e instalação. A opção instalada de
fábrica de DB1 deve ser selecionada para ter uma conectividade
seccionadora rápida. O cabo do resistor de frenagem dinâmica está
disponível em dois comprimentos: 0,5 e 1 metro. Veja o Apêndice G,
Acessórios, para os resistores de frenagem dinâmica IP67 disponíveis.
Contator do freio de controle (somente cód. cat. 284)
Um contato interno é usado para ligar e desligar o freio motor
eletromecânico. O freio do motor é alimentado pelo circuito de
controle da potência. Um fusível 3,0 A acessível ao cliente é
fornecido para proteger o cabo do freio. Um medidor 3, cabo 3-pin
para conexão do freio do motor é fornecido como padrão quando esta
opção é selecionada.
1-12
Características Gerais do Produto
Contator de saída (somente cód. cat. 284)
Um contator interno será a entrada da potência de controle para isolar
o lado da carga do cód. cat. 284 do controlador distribuído de motor
ArmorStart. Quando o controle de alimentação é aplicado, o contator
de saída é fechado e, quando o controle de alimentação é removido, o
contacto de saída se abre. Não há uma chave de comutação, como um
relé, no sistema. Se o controle de alimentação é perdido, então o
contator de saída se abrirá, pois sua energia de bobina foi perdida.
Uma paragem sequenciada envolvendo o contator de saída não pode
ser realizada.
Cabo protegido de motor (somente cód. cat. 284)
Um medidor 3 blindada com um conjunto de cabos com 4 condutores
é fornecido no lugar do medidor 3 não blindado com conjunto de
cabos com 4 condutores. Se o filtro EMI for selecionado, um medidor
3 blindado com conjunto de cabos com 4 condutores é fornecido
como padrão.
Entrada análoga de 0 a 10 V (somente cód. cat. 284)
O controlador distribuído de motor cód. cat. 284 com Controle
vetorial sem Sensores fornece uma entrada análoga de 0 a 10 V. A
entrada análoga de 0 a 10 V é uma opção instalada de fábrica que
fornece um comando de frequência externo de 0 a 10 V a partir da
entrada análoga de 0 a 10 V ou +/– 10 V ou potenciômetro remoto.
Um microrreceptáculo de 5 pinos é fornecido para conectividade para
a conexão do cliente. Recomenda-se usar um conjunto de cabos
blindado com 5 condutores ou um cabo de extensão.
Capítulo
2
Instalação e fiação
Recebimento
É responsabilidade do usuário inspecionar todo o equipamento antes
de aceitar a entrega da empresa de transporte. Verifique se os itens
recebidos são os mesmos do pedido de compra. Caso haja algum item
danificado, é responsabilidade do usuário não aceitar a entrega até
que o entregador anote o defeito na fatura de frete. Se encontrar
algum dano oculto após remover a embalagem, novamente, é
responsabilidade do usuário notificar o agente do frete. A embalagem
de embarque deve ser mantida intacta e o agente de frete deve fazer
uma inspeção visual do equipamento.
Remoção da Embalagem
Remova todo o material da embalagem, calços ou braçadeiras de
dentro e ao redor do painel alimentador. Remova todo o material de
embalagem do(s) equipamento(s).
Inspeção
Após a remoção da embalagem, verifique se o(s) número(s) de
catálogo da placa de identificação dos itens correspondem ao pedido
de compra.
Armazenamento
O controlador deve permanecer em sua embalagem de envio até a
instalação. Se o equipamento não for usado por um período, ele deve
ser armazenado de acordo com as seguintes instruções para manter a
cobertura da garantia.
•
Armazene-o em um local limpo e seco.
•
Armazene dentro de uma faixa de temperatura ambiente de
–25 °C a +85 °C (–13 °F a +185 °F).
•
Armazene o equipamento dentro de uma faixa de umidade
relativa de 0% a 95%, sem condensação.
•
O equipamento não deve ser exposto a atmosferas corrosivas.
•
Não armazene o equipamento em uma área em construção.
2-2
Instalação e fiação
Cuidados Gerais
Além dos cuidados listados ao longo deste manual, as declarações a
seguir, gerais ao sistema, devem ser lidas e compreendidas.
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
O controlador contém peças e conjuntos sensíveis à
ESD (descarga eletrostática). Cuidados relativos ao
controle da estática são necessários ao instalar,
testar, fazer a manutenção ou reparar o conjunto.
Podem ocorrer danos nos componentes se não
forem seguidos procedimentos de controle de
descarga eletrostática. Se não estiver familiarizado
com procedimentos de controle, consulte a
Publicação 8000-4.5.2, Como proteger contra
descarga eletrostática, ou qualquer outro manual de
proteção contra descargas eletrostáticas aplicável.
Um controlador instalado ou aplicado
incorretamente pode prejudicar ou reduzir a vida
útil do produto. Os erros de fiação ou aplicação
como mal dimensionamento do motor, fonte CA
inadequada ou incorreta ou temperatura ambiente
muito alta podem causar o mal funcionamento do
sistema.
Somente pessoal familiarizado com o controlador e
com o maquinário associado deve planejar ou
implementar a instalação, a partida e a manutenção
do sistema. As falhas ao fazer isso podem resultar
em ferimentos pessoais e/ou danos ao equipamento.
Instalação e fiação
2-3
Precauções para o cód. cat. 284
Aplicações
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
O inversor contém capacitores de alta tensão que
demoram a descarregar após a remoção do
fornecimento principal. Antes de trabalhar no
inversor, garanta o isolamento do fornecimento
principal para a linha de entradas (R, S, T, [L1, L2,
L3]). Espere três minutos para que os capacitores
descarguem até alcançar níveis de tensão seguros.
A falha pode resultar em ferimentos pessoais ou em
morte.
A tela de LEDs apagada não é uma indicação de que
os capacitores tenham descarregado até alcançar
níveis de tensão seguros.
Somente pessoal familiarizado com o inversor de
frequência ajustável AC e com o maquinário
associado deve planejar ou implementar a
instalação, a partida e a manutenção do sistema. As
falhas ao fazer isso podem resultar em ferimentos
pessoais e/ou danos ao equipamento.
2-4
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 280/281
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.1 Dimensões para IP67/NEMA Tipo 4 com entrada por eletroduto
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 280/281,
continuação
2-5
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.2 Dimensões para IP67/NEMA Tipo 4 com conectividade
ArmorConnect™
ArmorStart® com uma proteção
contra curto-circuito de 10 A
ArmorStart® com uma proteção
contra curto-circuito de 25 A
2-6
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 280/281,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.3 Dimensões para NEMA Tipo 4X com entrada por eletroduto
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 280/281,
continuação
2-7
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.4 Dimensões para Tipo 4X com conectividade ArmorConnect
2-8
Instalação e fiação
Figura 2.5 Cód. cat. 280D/281D ArmorStart® com protocolo de
comunicação DeviceNet™
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
4 Entradas
(Micro/M12)
Conexão
de motor
Conexão
DeviceNet
(Mini/M18)
Terminal
de terra
Figura 2.6 Cód. cat. 280A/281A ArmorStart para o backplane ArmorPoint®
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
Interface
ArmorPoint
(IN)
Interface
ArmorPoint
(OUT)
Terminal
de terra
Conexão
de motor
Instalação e fiação
Figura 2.7 Cód. cat. 280D/281D ArmorStart com conectividade
ArmorConnect
Potência de
Alimentação da entrada trifásica
controle
Terminal de terra
Alimentação da entrada trifásica
Potência de
controle
Terminal de terra
2-9
2-10
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 283
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.8 Dimensões para IP67/NEMA Tipo 4 com entrada por eletroduto
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 283,
continuação
2-11
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.9 Dimensões para IP67/NEMA Tipo 4 com conectividade
ArmorConnect™
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 10 A
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 25 A
2-12
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 283,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.10 Dimensões para NEMA Tipo 4X com entrada por eletroduto
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 283,
continuação
2-13
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.11 Dimensões para NEMA Tipo 4X com conectividade ArmorConnect
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 10 A
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 25 A
2-14
Instalação e fiação
Figura 2.12 Cód. cat. 283D ArmorStart® com protocolo de comunicação
DeviceNet™
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
4 Entradas
(Micro/M12)
Conexão
DeviceNet
(Mini/M18)
Conector de
freio da fonte
Conexão
de motor
Terminal
de terra
Figura 2.13 Cód. cat. 283A ArmorStart para o backplane ArmorPoint®
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
Conector de
freio da fonte
Interface
ArmorPoint
(IN)
Interface
ArmorPoint
(OUT)
Terminal de terra
Conexão
de motor
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284
2-15
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.14 Dimensões para 1 HP ou menos @ 230 Vca, 2 HP ou menos @
460 Vca, e 2 HP ou menos @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com
entrada por eletroduto
2-16
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.15 Dimensões para 1 HP ou menos @ 230 Vca, 2 HP ou menos @
460 Vca, e 2 HP ou menos @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com
conectividade ArmorConnect™
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 10 A
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
2-17
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.16 Dimensões para 2 HP @ 230 Vca, 3 HP ou mais @ 460 Vca, e 3 HP
ou mais @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com entrada por eletroduto
2-18
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.17 Dimensões para 2 HP @ 230 Vca, 3 HP ou mais @ 460 Vca, e 3 HP
ou mais @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com conectividade
ArmorConnect
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 25 A
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
2-19
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.18 Dimensões para 1 HP ou menos @ 230 Vca, 2 HP ou menos @
460 Vca, e 2 HP ou menos @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com
entrada por eletroduto
2-20
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.19 Dimensões para 1 HP ou menos @ 230 Vca, 2 HP ou menos @
460 Vca, e 2 HP ou menos @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com
conectividade ArmorConnect
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 10 A
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
2-21
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.20 Dimensões para 2 HP @ 230 Vca, 3 HP ou mais @ 460 Vca, e 3 HP
ou mais @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com entrada por eletroduto
2-22
Instalação e fiação
Dimensões para cód. cat. 284,
continuação
As dimensões estão em milímetros (polegadas). As dimensões não
devem ser adotadas para finalidade de produção. Todas as dimensões
estão sujeitas à mudança.
Figura 2.21 Dimensões para 2 HP @ 230 Vca, 3 HP ou mais @ 460 Vca, e 3 HP
ou mais @ 575 Vca, IP67/NEMA Tipo 4 com conectividade
ArmorConnect
ArmorStart com uma proteção contra curto-circuito de 25 A
Instalação e fiação
2-23
Figura 2.22 Cód. cat. 284 ArmorStart
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
4 Entradas
(Micro/M12)
Conector de
freio da fonte
Terminal
de terra
Conexão
DeviceNet
(Mini/M18)
Conector de
motor
Conector de freio
dinâmico
Entrada analógica
de 0 a 10 V ➋
➋ Disponível apenas com o cód. cat. 284 com controle vetorial sem sensores.
2-24
Instalação e fiação
Figura 2.23 Cód. cat. 284 ArmorStart
Seccionadora local
LED indicador
de status
2 Saídas
(Micro/M12)
Interface
ArmorPoint
(In)
Conector de freio de
fonte/controle
Interface
ArmorPoint
(Out)
Conector de
Conector de freio Conector de entrada
analógico de 0 a 10 V ➊ motor
dinâmico
➊ Disponível apenas com o cód. cat. 284 com controle vetorial
sem sensores.
Figura 2.24 Cód. cat. 284 ArmorStart com ArmorConnect
Potência de
controle
Terminal
de terra
Alimentação da entrada trifásica
Potência de
controle
Terminal
de terra
Alimentação da entrada trifásica
Instalação e fiação
Fiação
2-25
Alimentação, controle, entradas do monitor de segurança e
fiação aterrada
Tabela 2.1 fornece a alimentação, o controle, a fiação aterrada e as
especificações do torque de aperto. A alimentação, o controle, o
aterramento e os terminais do monitor de segurança aceitarão um
máximo de dois fios por terminal.
Tabela 2.1 Alimentação, controle, entradas do monitor de segurança, bitola
do cabo terra, e especificações do torque
Bornes
Bitola do Cabo
Torque
Comprimento do
Fio Desencapado
Alimentação
e
aterramento
Terminal primário/
secundário:
de 1,5 a 4,0 mm2
(Nº 16 a 10 AWG)
Terminal primário:
10,8 lb.-pol.
(1,2 N•m)
Terminal secundário:
4,5 lb.-pol
(0,5 N•m)
0,35 pol. (9 mm)
Controle e saídas
do monitor de
segurança
de 1,0 mm2 a 4,0 mm2
(Nº 18 a 10 AWG)
6,2 lb.-pol
(0,7 N•m)
0,35 pol. (9 mm)
2-26
Instalação e fiação
Designações do terminal
Como exibido nas figuras a seguir, o controlador distribuído de motor
ArmorStart contém terminais para alimentação, controle, entradas do
terminal de segurança e fiação à terra. O acesso pode ser ampliado
removendo o placa de cobertura do acesso ao terminal.
Figura 2.25 Cód. cat. 280/281 ArmorStart Alimentação, controle e terminais
Secundários
Primários
Figura 2.26 Cód. cat. 283 ArmorStart Alimentação, controle e terminais
Instalação e fiação
2-27
Figura 2.27 Cód. cat. 284 ArmorStart Alimentação, controle e terminais
Tabela 2.2 Alimentação, controle, monitor de segurança e designações da
fiação à terra
Designações do terminal
Nº de pólos
Descrição
SM1 ➊
2
Entrada do monitor de
segurança
SM2 ➊
2
Entrada do monitor de
segurança
A1 (+)
2
Entrada do controle de
alimentação
A2 (–)
2
Controle de alimentação
comum
PE
2
Aterramento
1/L1
2
Linha de alimentação fase A
3/L3
2
Linha de alimentação fase B
5/L5
2
Linha de alimentação fase C
➊
Disponível apenas com a opção monitor de segurança.
2-28
Instalação e fiação
Trava opcional
Os clips com desenho em forma de concha sobre o conector e o cabo
do motor ArmorStart para limitar o acesso do usuário à desconexão
do cabo do motor no controlador distribuído do motor ArmorStart. A
trava é um equipamento opcional que pode ser usado, se desejado.
Figura 2.28 Cód. cat. 280/281 Instalação da trava
Figura 2.29 Cód. cat. 283/284 Instalação da trava
Instalação e fiação
Operação do NEMA Tipo 4X
Desconexão da manopla
2-29
Para abrir a desconexão da manopla
1. Gire o anel de retenção a 45° até que ele se detenha.
2. Para abrir, empurre a trava no lado esquerdo e levante a tampa de
acesso.
Nota: A porta de acesso não pode ser fechada quando o 140
(manopla preta) está na posição OFF.
Para fechar a desconexão da manopla para bloqueio/tag out
Com a manopla seccionadora na posição ON, gire o anel bloqueio/tag
out para a esquerda até que a manopla seccionadora esteja na posição
OFF.
Nota: A manopla seccionadora está projetada para ser usada com
uma tranca bloqueio/tag out de 1/4 pol.
2-30
Instalação e fiação
Alimentação de meios
ArmorConnect
Descrição
Os meios de alimentação ArmorConnect fornecem tanto entrada
trifásica quanto sistema de cabo de controle de alimentação de
conjuntos de cabos, cabos de extensão, receptáculos, peças em T,
redutores e acessórios podem ser utilizados como o controlador
distribuído de motor ArmorStart. Estes componentes do sistema de
cabos permitem uma rápida conexão dos controladores distribuídos
dos motores ArmorStart, reduzindo o tempo de instalação. Eles
fornecem uma conexão respeitável e confiável da entrada trifásica e
do controle da alimentação do controlador distribuído de motor
ArmorStart e motor para fornecer um ambiente plug-and-play que
também permite um sistema de gerenciamento de informação da
fiação. Ao especificar os meios de alimentação para uso com os
controladores distribuídos de motores ArmorStart (Cód. cat. 280/281,
283 e 284) use apenas o cód. cat. 280 meios de alimentação
ArmorConnect.
Instalação e fiação
Figura 2.30 Características gerais do sistema de alimentação da entrada
trifásica
Gabinete
PLC
Cód. cat. 1492FB
Dispositivo
de proteção
do circuito
de desconexão
Cód. cat. 1606
Fornecimento
de energia
Cód. cat. 280/281
ArmorStart
1606-XLDNET4
Fornecimento
de energia
DeviceNet
Cód. cat. 283
ArmorStart
Cód. cat. 284
ArmorStart
RESET
OFF
Cód. cat. 800F
Botão de paragem
de emergência
➊ Cabo de conexão – tronco de alimentação da entrada trifásica com conector integral macho ou fêmea em cada fim
Exemplo: Número da peça: 280-PWR35A-M*
➋ Cabo de conexão – cabo de derivação da entrada trifásica com conector integral macho ou fêmea em cada fim
Exemplo: Número da peça: 280-PWR22A-M*
➌ Redutor e peça em T – alimentação da entrada trifásica
A peça em T conecta a uma comunicação direta em linha a um tronco com conectores de troca rápida – Número da peça: 280-T35
Ao reduzir a peça em T conecta uma linha de comunicação direta (Mini) ao tronco conector (troca rápida) – Número da peça: 280-RT35
O redutor conecta do conector macho de troca rápida ao conector fêmea mini – Número da peça: 280-RA35
➍ Receptáculos de alimentação da entrada trifásica –
Os receptáculos fêmeas são um conector instalado no painel com terminais flutuantes – Número da peça: 280-M35F-M1
2-31
2-32
Instalação e fiação
Figura 2.31 Características gerais do sistema de meios do controle de
alimentação
Gabinete
PLC
Cód. cat. 1492FB
Dispositivo
de proteção
do circuito
de desconexão
Cód. cat. 1606
Fornecimento
de energia
1606-XLSDNET4
Fornecimento
de energia
DeviceNet
Cód. cat. 284
ArmorStart
Cód. cat. 283
ArmorStart
Cód. cat. 280/281
ArmorStart
RESET
OFF
Cód. cat. 800F
Botão de paragem
de emergência
➏ Cabos de conexão dos meios do controle de alimentação – Cabo de conexão com conector integral de ripo macho ou fêmea em cada fim
Exemplo: Número da peça: 889N-F65GFNM-*
➐ Controle de alimentação da peça em T – A parada de emergência em T (Número da peça: 898N-653ST-NKF) é usada para conectar ao cód. cat. 800F na
estação parada de emergência On-Machine usando um cabo de conexão de meios controle de alimentação. A parada de emergência Out T (Número da
peça: 898N-653ES-NKF) é usada com um conjunto de cabos ou cabo de conexão para conectar ao controlador distribuído de motor ArmorStart.
➑ Receptáculos do controle de alimentação – Os receptáculos fêmea são conectores montados em um painel com termina flutuante –
Número da peça: 888N-D65AF1-*
Instalação e fiação
2-33
ArmorStart com conectividade ArmorConnect
Dispositivos ArmorStart com taxa
de proteção contra curto-circuito de 25 A
Dispositivos ArmorStart com taxa
de proteção contra curto-circuito de 10 A
Receptáculo do controle
de alimentação
Receptáculo alimentação
da entrada trifásica
Receptáculo do controle
de alimentação
Receptáculo alimentação
da entrada trifásica
Como instalar os Meios de alimentação ArmorConnect usando
conjunto de cabos
Suportes de cabos para equipamentos ArmorStart com taxa de proteção contra curto-circuito de 10 A
Porca de travamento 3/4 pol.
Suporte do cabo Thomas & Betts
Número da peça: 2931NM
Conector do prensa-cabo 3/4 pol.
Amplitude do cabo: de 0,31 a 0,56 pol.
Usado com meio controle de alimentação
Conjunto de cabos – Exemplo Número da peça:
889N-M65GF-M2
Porca de travamento 1 pol.
Suporte do cabo Thomas & Betts
Número da peça: 2940NM
Conector do prensa-cabo 1 pol.
Amplitude do cabo: de 0,31 a 0,56 pol.
Usado com alimentação de entrada trifásica
Conjunto de cabos meio – Exemplo Número
da peça: 280-PWR22G-M1
Suportes de cabos para equipamentos ArmorStart com taxa de proteção contra curto-circuito de 25 A
Porca de travamento 3/4 pol.
Suporte do cabo Thomas & Betts
Número da peça: 2931NM
Conector do prensa-cabo 3/4 pol.
Amplitude do cabo: de 0,31 a 0,56 pol.
Usado com meio controle de alimentação
Conjunto de cabos – Exemplo Número da peça:
889N-M65GF-M2
Porca de travamento 1 pol.
Suporte do cabo Thomas & Betts
Número da peça: 2942NM
Conector do prensa-cabo 1 pol.
Amplitude do cabo: de 0,70 a 0,95 pol.
Usado com alimentação de entrada trifásica
Conjunto de cabos meio – Exemplo Número
da peça: 280-PWR35G-M1
2-34
Instalação e fiação
Designações do
terminal
Descrição
Código de
cores
A1 (+)
Entrada do controle de alimentação Azul
A2 (–)
Controle de alimentação comum
Preto
PE
Aterramento
Verde/amarelo
1/L1
Linha de alimentação – fase A
Preto
2/L2
Linha de alimentação – fase B
Branco
3/L3
Linha de alimentação – fase C
Vermelho
Amplitudes dos cabos ArmorConnect
Os cabos de alimentação de meios ArmorConnect são classificados
para UL Tipo TC 600 V 90 °C seco 75 °C molhado, operação
exposta (ER) ou MTW 600 V 90 °C ou STOOW 105 °C 600 V –
CSA STOOW 600 V FT2.
Especificações de proteção do circuito de desconexão para
meios de alimentação da entrada trifásica ArmorConnect
Ao usar os meios de alimentação da entrada trifásica ArmorConnect,
somente fusíveis podem ser usados para dispositivo protetor do
circuito de desconexão do motor, para instalações do grupo do motor.
Recomenda-se os fusíveis a seguir: Class CC, T, ou fusíveis tipo J.
Capacidades
máximas
Tensão (V)
480Y/277
480/480
600Y/347
600/600
Sin. A RMS
65 kA
65 kA
65 kA
65 kA
Fusível com tempo de
atraso
50 A
30 A
30 A
30 A
Fusível sem atraso
100 A
60 A
60 A
60 A
Instalação e fiação
Considerações de fornecimento CA
para unidades de cód. cat. 284
2-35
Sistemas de distribuição não aterrado e alta resistência
ATENÇÃO
!
O cód. cat. 284 contém MOVs protetores relacionados ao
aterramento. Estes dispositivos devem ser desconectados
se o cód. cat. 284 estiver instalado em um sistema de
distribuição não aterrado e de alta resistência.
Como desconectar os MOVs
Para prevenir danos ao inversor, os MOVs conectados à terra devem
ser desconectados se o inversor estiver instalado num sistema de
distribuição aterrado e de alta resistência onde a tensão de linha à
terra em qualquer fase possa exceder 125% da tensão nominal entre
fases. Para desconectar os MOVs, remova o jumper mostrado na
Figura 2.33, Remoção do jumper.
1. Antes de instalar o cód. cat. 284, solte os quatro parafusos de
fixação.
2. Desconecte o módulo starter da unidade base através da tração
dianteira.
2-36
Instalação e fiação
Figura 2.32 Remoção do módulo de controle
Figura 2.33 Remoção do jumper
Remova o jumper
ATENÇÃO
!
Não remova o jumper se a unidade estiver equipada
com um filtro EMI instalado.
Instalação e fiação
Instalações do grupo do motor
para os mercados dos EUA e do
Canadá
2-37
Os controladores distribuídos do motor ArmorStart são listados para o
uso com cada um em instalações do grupo para NFPA 79, padrões
elétricos para maquinária industrial. Quando aplicado de acordo com
as especificações de instalação do grupo do motor, dois ou mais
motores, de qualquer capacidade ou tipo de controlador, são
permitidos em cada circuito de desconexão. A instalação do grupo do
motor foi realizada de maneira bem-sucedida por vários anos nos
EUA e no Canadá.
Nota: Para informações adicionais em relação às instalações do
grupo do motor com o controlador distribuído de motor
ArmorStart, consulte o Apêndice C.
Orientações sobre fiação e
mão-de-obra
Além do eletroduto e do bandejamento seal-tite, também se pode
utilizar um cabo como o de bandeja dupla classificação, Tipo TC-ER
e cabo STOOW, para alimentação e fiação de controle nas instalações
ArmorStart. Nas instalações dos EUA e do Canadá, a orientação a
seguir é resumida pelo NEC e pelo NFPA 79.
Em estabelecimentos industriais onde as condições de manutenção e
supervisão asseguram que somente pessoas qualificadas prestem
serviço de manutenção nas instalações, e onde o cabo exposto é
continuamente protegido contra danos físicos usando proteção
mecânica, como escoras, ângulos ou canais, a bandeja de cabos Tipo
TC cumpre com as especificações de esmagamento e de impacto do
cabo Tipo MC (revestimento de metal) e é identificada para cada uso
com a marca Tipo TC-ER (Operação exposta)* será permitido entre
uma bandeja de cabos e o dispositivo ou equipamento em utilização,
como a fiação aberta. O cabo será fixado em intervalos que não
excedem 1,8 m (6 ft) e instalados de uma maneira “bem eficiente”.
Para a utilização do equipamento aterrado será fornecido pelo
condutor no mesmo dentro do cabo.
*Historicamente o cabo que unia estas especificações de
esmagamento e impacto foi designado e marcado como “Fiação
aberta”. Cabo com essa marca é equivalente ao atual Tipo TC-ER e
podem ser usados.
Enquanto o ArmorStart estiver esperando pela instalação no ambiente
do chão-de-fábrica dos estabelecimentos industrial, deve-se
considerar as seguintes observações ao localizar o ArmorStart na
aplicação: Cabos, incluindo aqueles para controle de tensão,
incluindo 24 Vcc e comunicações, não devem ser expostos a um
operador ou a um tráfico de construção numa base contínua.
Recomenda-se o posicionamento do ArmorStart em um lugar que
minimize sua exposição a um tráfego contínuo. Se não for possível
fazê-lo, deve-se considerar a utilização de barreiras para minimizar a
exposição negligente da cablagem. O caminho dos cabos deve ser
feita de modo a minimizar uma exposição negligente e/ou dano.
2-38
Instalação e fiação
Além disso, se o eletroduto ou outros bandejamentos não forem
usados, recomenda-se que o acessório prensa-cabo seja utilizado ao
instalar os cabos para o controle e a cablagem de alimentação através
dos eletrodutos abertos.
O espaço de funcionamento ao redor do ArmorStart pode ser
minimizado se o mesmo não precisar de exame, ajuste, serviço
técnico ou manutenção enquanto estiver ligado. Em lugar deste
serviço técnico, o ArmorStart está disposto a ser desligado e
substituído depois que os procedimentos apropriados de lockout/
tag-out sejam empregados.
Desde que o ArmorStart está disponível com uma opção de teclado
HOA instalado de fábrica pode requerer que o mesmo seja
selecionado e instalado como a seguir se a aplicação requer uso
frequente da interface operada à mão pelo operador do equipamento:
1. Há não menos do que 0,6 m (2 ft) acima do nível de manutenção e
está dentro do fácil alcance da posição de trabalho normal do
operador.
2. O operador não está posicionado numa situação perigosa ao
operá-lo.
3. A possibilidade de operação negligente é minimizada.
Se a interface operada é usada em estabelecimentos industriais onde
as condições de manutenção e supervisão asseguram que somente
pessoas qualificadas operam e fazem a manutenção da interface de
operação ArmorStart, e a instalação está fixada, então minimiza-se a
operação negligente caso outros pontos de referência de instalação
com acesso aceitável possam ser providenciados.
Instalação e fiação
Instalação da rede DeviceNet
2-39
O controlador distribuído de motor ArmorStart contém o equivalente
a 30 pol. (0,76 m) das características elétricas do cabo de derivação
DeviceNet e portanto 30 pol. do cabo de derivação deve ser incluído
no orçamento do mesmo para cada ArmorStart o cálculo do mesmo
em acréscimo do cabo de derivação atual requerido para a instalação.
Outras considerações sobre o projeto do sistema DeviceNet
Recomenda-se a separação do controle de alimentação e da
alimentação do DeviceNet para um bom exercício do projeto. Isto
minimiza a carga na fonte DeviceNet, e previne picos que possam
surgir no sistema de controle de alimentação para influencia os
controles de comunicação. Para informação adicional a respeito do
controle de alimentação do projeto do sistema 24 Vcc, consulte o
Apêndice D.
Compatibilidade Eletromagnética
(EMC)
As orientações a seguir são fornecidas para a compatibilidade da
instalação EMC.
Observações gerais (somente cód. cat. 284)
•
O cabo do motor deve ser mantido tão curto quanto possível de
modo a permitir a emissão eletromagnética assim como corrente
capacitiva
•
A conformidade do inversor com as especificações CE EMC não
garante que a instalação de toda a máquina seja compatível com
as mesmas especificações. Muitos fatores podem influenciar a
compatibilidade total da máquina/instalação.
•
Ao usar um filtro EMI com qualquer capacidade de inversor, pode
resultar em fuga de terra de altas correntes. Portanto, o filtro
somente deve ser usado em instalações e aterramentos sólidos
(com ligação) para a construção do aterramento de distribuição de
alimentação. O aterramento não deve ser feito com cabos
flexíveis e não deve incluir nenhum tipo de plug ou tomada que
poderia permitir desconexão negligente. Alguns códigos locais
podem requerer conexões terra redundantes. A integridade de
todas as conexões deve ser verificada periodicamente.
Aterramento
Conecte um condutor terra ao terminal fornecido como padrão em
cada controlador distribuído de motor ArmorStart. Consulte a
Tabela 2.2 para localização de provisão de aterramento. Há também
um terminal de terra externamente disponível. Consulte as Figura 2.5,
Figura 2.6, e Figura 2.7.
2-40
Instalação e fiação
Fiação
A fiação de uma aplicação de controle industrial pode ser dividida em
três grupos: alimentação, controle e sinais. As recomendações a
seguir para separação física entre os grupos reduzem o efeito do
acoplamento.
•
O espaçamento mínimo entre grupos de fios diferentes na mesma
bandeja deve ser de 6 pol. (16 cm.).
•
Os fios que estiverem para fora do gabinete devem estar em
eletrodutos ou com blindagem/armaduras com atenuação
equivalente.
•
Grupos diferentes de fios devem estar em eletrodutos separados.
•
O espaçamento mínimo entre os eletrodutos que contenham
grupos de fios diferentes na mesma bandeja deve ser de 3 pol.
(8 cm).
Capítulo
3
Cód. cat. 280/281 Parâmetros
programáveis
Introdução
Este capítulo descreve cada um dos parâmetros programáveis e sua
função.
Programação de parâmetros
Cada tipo de controlador distribuído de motor terá um conjunto de
parâmetros comum seguido por um conjunto de parâmetros relativos
ao tipo de partida individual.
Consulte o Capítulo 8, Comissionamento DeviceNet™ para
instruções de uso RSNetWorx™ para DeviceNet para modificar as
configurações dos parâmetros.
Consulte o Capítulo 11, Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint® para instruções para modificar as configurações dos
parâmetros ao usar o cód. cat. 280A/281A com os produtos E/S
distribuídas ArmorPoint.
Importante: Restabelecer os valores dos parâmetros ajustados de
fábrica 47, Conjunto para Padrões, permite ao
instalador restabelecer todos os parâmetros para os
valores de ajuste de fábrica. Também restabelece a
identificação MAC para os seus ajustes de fábrica
depois que a alimentação do DeviceNet Power for
girada se as chaves forem ajustadas >63.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros descarregadas
para o módulo ArmorStart™ são executadas
imediatamente, mesmo durante o status “executando”.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros feitas em uma
ferramenta de configuração, como o RSNetWorx para
DeviceNet, não são executadas no módulo ArmorStart
até que o instalador aplique ou descarregue os novos
ajustes para o dispositivo.
3-2
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Listagem de grupos de parâmetros
O cód. cat. 280/281 ArmorStart contém oito grupos de parâmetros.
Os parâmetros mostrados no DeviceLogix, DeviceNet, Proteção do
Painel Alimentador, Usuário E/S, Parâmetro Diversos, Parâmetro ZIP,
Tela do Painel Alimentador e Ajuste do Painel Alimentado são
discutidos neste capítulo.
Tabela 3.1 Listagem de grupos de parâmetros
DeviceLogix
DeviceNet
Proteção do
Painel
Alimentador
22 Breaker Type
Usuário E/S
Diversos
Tela do Painel
Alimentador
Parâmetro ZIP
101 Phase A Current
Ajuste do Painel
Alimentador
1 Hdw Inputs
10 Autobaud Enable
30 Off-to-On Delay
45 Keypad Mode
67 AutoRun Zip
2 Network Inputs
11 Consumed IO Assy 23 PrFltResetMode
31 On-to-Off Delay
46 Keypad Disable
68 Zone Produced EPR 102 Phase B Current
106 FLA Setting
107 Overload Class
3 Network Outputs
12 Produced IO Assy
24 Pr Fault Enable
32 In Sink/Source
47 Set to Defaults
69 Zone Produced PIT 103 Phase C Current
108 OL Reset Level
4 Trip Status
13 Prod Assy Word 0
25 Pr Fault Reset
33 OutA Pr FltState
56 Base Enclosure
70 Zone #1 MacId
104 Average Current
5 Starter Status
14 Prod Assy Word 1
26 StrtrDN FltState
34 OutA Pr FltValue
57 Base Option
71 Zone #2 MacId
105 % Therm Utilized
6 DNet Status
15 Prod Assy Word 2
27 StrtrDN FltValue
35 OutA DN FltState
58 Wiring Option
72 Zone #3 MacId
7 Starter Command
16 Prod Assy Word 3
28 StrtrDN IdlState
36 OutA DN FltValue
59 Starter Enclosure
73 Zone #4 MacId
8 Network Override
17 Consumed IO Size
29 StrtrDN IdlValue
37 OutA DN IdlState
60 Starter Options
74 Zone #1 Health
9 Comm Override
18 Produced IO Size
61 Last PR Fault
38 OutA DN IdlValue
75 Zone #2 Health
19 Starter COS Mask
62 Warning Status
39 OutB Pr FltState
76 Zone #3 Health
20 Net Out COS Mask
40 OutB Pr FltValue
77 Zone #4 Health
21 DNet Voltage
41 OutB DN FltState
78 Zone #1 Mask
42 OutB DN FltValue
79 Zone #2 Mask
43 OutB DN FltState
80 Zone #3 Mask
44 OutB DN FltValue
81 Zone #4 Mask
82 Zone #1 Offset
83 Zone #2 Offset
84 Zone #3 Offset
85 Zone #4 Offset
86 Zone #1 EPR
87 Zone #2 EPR
88 Zone #3 EPR
89 Zone #4 EPR
90 Zone #1 Control
91 Zone #2 Control
92 Zone #3 Control
93 Zone #4 Control
94 Zone #1 Key
95 Zone #2 Key
96 Zone #3 Key
97 Zone #4 Key
98 Device Value Key
99 Zone Ctrl Enable
Grupo DeviceLogix™
Hdw Inputs
Este parâmetro fornece o estado
das entradas hardware
Número do Parâmetro
1➊
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
15
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
3-3
Bit
➊
Função
3
2
1
0
–
–
–
X
Entrada 0
–
–
X
–
Entrada 1
–
X
–
–
Entrada 2
X
–
–
–
Entrada 3
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
Número do Parâmetro
Network Inputs
Este parâmetro fornece o estado
das entradas de rede
2
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Função
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X Entrada de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
– Entrada de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
– Entrada de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
– Entrada de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
– Entrada de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
– Entrada de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 7
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 8
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 9
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 10
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 11
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 12
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 13
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 14
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 15
Network Outputs
Este parâmetro fornece o estado
das saídas de rede
Número do Parâmetro
3
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
3-4
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Bit
Função
14 13 12 11 10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
Número do Parâmetro
Trip Status
Este parâmetro fornece a
identificação do desarme
4
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix Setup
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
0
Bit
Função
13 12 11 10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Curto-circuito
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Sobrecarga
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Desbalanceamento de
fase
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Potência de controle
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Falha de E/S
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Superaquecimento
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Desbalanceamento da
fase
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Perda de potência
Dnet ➊
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
EEprom
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falha HW
➊
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
Starter Status
Este parâmetro fornece o estado
do starter
3-5
5
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
0
Bit
Função
13 12 11 10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Desarmado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Advertência
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Operação para frente
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Operação para trás
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sinal de pronto
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Estado de rede Ctl
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Referência At
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Teclado de mão
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Estado HOA
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
140M On
DNet Status
Este parâmetro fornece o estado
da conexão DeviceNet
Número do Parâmetro
6
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
32, 767
Valor padrão
0
3-6
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Bit
0
Função:
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Conexão explícita
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Conexão E/S
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Falha explícita
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Falha de E/S
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
E/S inativa
–
–
–
–
–
–
–
–
X
X
X
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 1
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 1
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 2
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 2
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 3
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 3
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 4
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 4
Starter Command
Número do Parâmetro
7
Regra de acesso
Get
O parâmetro fornece o estado do
comando de partida.
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Bit
Função:
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
Operação para trás
–
–
–
–
–
X
–
–
Reinicialização da falha
–
–
–
–
X
–
–
–
Reservado
–
–
–
X
–
–
–
–
Reservado
–
–
X
–
–
–
–
–
Reservado
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de usuário A
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de usuário B
Network Override
Este parâmetro permite a
localização lógica para cancelar
uma falha na rede
0 = Desabilita
1 = Habilita
Operação para frente
Número do Parâmetro
8
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Comm Override
Este parâmetro permite para
lógica local cancelar a ausência
de uma conexão de E/S
0 = Desabilita
1 = Habilita
3-7
Número do Parâmetro
9
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Grupo DeviceNet
Autobaud Enable
Quando este parâmetro estiver
habilitado, o dispositivo irá tentar
determinar a taxa de transmissão
da rede e ajustar sua própria taxa
de transmissão para um valor
igual, desde que haja tráfego da
rede.
Pelo menos um nó com uma taxa
de transmissão estabelecida
deve existir na rede para que a
detecção de taxa automática
ocorra.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Consumed I/O Assy
Este parâmetro seleciona o
formato para o formato de dados
de E/S consumadas. Insira um
número ilustrativo de montagem
E/S consumada para selecionar
um formato de dados.
Produced I/O Assy
Este parâmetro seleciona o
formato para o formato para os
dados de E/S produzidas. Insira
um número ilustrativo de
conjunto E/S produzida para
selecionar um formato de dados.
Número do Parâmetro
10
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
1
Número do Parâmetro
11
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
187
Valor padrão
160
Número do Parâmetro
12
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
190
Valor padrão
161
3-8
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Prod Assy Word 0
Este parâmetro é usado para
construir bytes 0–1 para
montagem produzida 120
Produced Assy Word 1
Este parâmetro é usado para
construir bytes 2–3 para
montagem produzida 120
Prod Assy Word 2
Este parâmetro é usado para
construir bytes 4–5 para
montagem produzida 120
Prod Assy Word 3
Este parâmetro é usado para
construir bytes 6–7 para
montagem produzida 120
Consumed I/O Size
Este parâmetro reflete a
dimensão de dados E/S
consumidos em bytes.
Número do Parâmetro
13
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
108
Valor padrão
1
Número do Parâmetro
14
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
108
Valor padrão
4
Número do Parâmetro
15
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
108
Valor padrão
5
Número do Parâmetro
16
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
108
Valor padrão
6
Número do Parâmetro
17
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
1
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
Produced I/O Size
Este parâmetro reflete as
dimensões de dados E/S
produzidas em bytes.
Starter COS Mask
Este parâmetro permite ao
instalador definir as condições de
mudança de estado que vão
resultar em uma mensagem de
mudança de estado
➊
➋
3-9
18
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
2
Número do Parâmetro
19
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
16149 ➊
16157 ➋
Produtos cód. cat. 280.
Produtos cód. cat. 281.
Bit
Função
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Desarmado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Advertência
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Operação para frente
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Operação para trás
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sinal de pronto
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 0
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 1
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 2
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 3
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Estado HOA
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
140M On
3-10
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Net Out COS Mask
Este parâmetro define os bits que
vão disparar uma mensagem
COS quando as saídas de rede
mudam de estado.
Número do Parâmetro
20
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
DNet Voltage
Este parâmetro fornece a
medição da tensão para a rede
DeviceNet
Grupo Proteção do Painel
Alimentador
Breaker Type
Este parâmetro identifica o cód.
cat. 140M usado neste produto
0 = 140M-D8N-C10
1 = 140M-D8N-C25
Número do Parâmetro
21
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
xx,xx Volts
Valor mínimo
0
Valor máximo
6500
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
22
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
PrFlt Reset Mode
Este parâmetro configura o modo
de restabelecimento da falha da
proteção.
Número do Parâmetro
23
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
0 = Manual
1 = Automático
Pr Fault Enable
Este parâmetro habilita a falha de
proteção ajustando o bit em 1
3-11
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
24
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
Ajuste Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
12419
Bit
Função
13 12 11 10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Curto-circuito
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Sobrecarga
–
X
–
Desbalanceamento de
–
fase
–
X
–
–
–
Reservado
X
–
–
–
–
Reservado
X
–
–
–
–
–
Potência de controle
–
–
–
–
–
–
Falha de E/S
–
–
–
–
–
Superaquecimento
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Desbalanceamento da
–
fase
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Perda de potência
Dnet ➊
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
EEprom
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falha HW
➊
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
3-12
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Pr Fault Reset
Este parâmetro restabelece a
proteção da falha numa transição
de 0 a > 1.
StrtrDN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 27, define como o
painel alimentador irá responder
quando ocorrer uma falha na
rede DeviceNet. Ao ajustar em
“1”, espere que o último estado
ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao
valor DnFlt nas falhas DN como
determinado pelo parâmetro 27.
StrtrDN FltValue
Este parâmetro determina como
o starter será comandado em
caso de falha da rede do
equipamento.
0 = OFF
1 = ON
StrtrDN IdlState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 29, define como o
painel alimentador irá responder
quando a rede DeviceNet estiver
inativa. Ao ajustar em “1”,
espere que o último estado
ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao
valor DnFlt nas falhas DN como
determinado pelo parâmetro 29.
Número do Parâmetro
25
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
26
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
27
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
28
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o
estado que o painel alimentador
assume quando a rede estiver
inativa e o parâmetro 28 estiver
ajustado para “0”
0 = OFF
1 = ON
3-13
29
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Last PR Fault
Número do Parâmetro
61
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
100
Valor padrão
0
0 = Nenhum
1 = Curto-circuito do
hardware
2 = Curto-circuito do
software
3 = Motor sobrecarregado
4 = Reservado
5 = Desbalanceamento de
fase
6–12 = Reservado
13 = Controle de perda de
potência
14 = Controle do fusível de
alimentação
15 = Curto E/S
16 = Fusível de saída
17 = Superaquec.
18 = Reservado
19 = Desbalanceamento de
fase
20 = Reservado
21 = Perda de potência DNet
22 = Com. interna
23–26 = Reservado
27 = MCB EEPROM
28 = Base EEPROM
29 = Reservado
30 = Base errada
31 = CTs errados
32–100 = Reservado
Warning Status
Este parâmetro previne o
usuário de uma situação,
sem falhas
Número do Parâmetro
62
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Proteção do Painel Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
3-14
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Bit
Advertência
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
X
X
X
X
X
X
X
Reservado
Desbalanceamento
de fase
Reservado
Reservado
Potência de
controle
Advertência ES
X
Reservado
Desbalanceamento
da fase
X
DeviceNet ➊
X
X
Reservado
X
Reservado
X
Reservado
X
Hardware
X
Reservado
X
➊
Reservado
Reservado
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
Usuário E/S
Off-to-On Delay
Este parâmetro permite instalar
no programa um tempo de
duração antes que a entrada seja
informada como “ON”
On-to-Off Delay
Este parâmetro permite instalar
no programa um tempo de
duração antes que a entrada seja
informada como “OFF”
Número do Parâmetro
30 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
31 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
In Sink/Source
Este parâmetro permite instalar
no programa as entradas para
ser sink ou source.
0 = Sink
1 = Source
➊
3-15
Número do Parâmetro
32 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
OutA Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 34, define como a
Saída A irá responder quando
ocorrer um desarme. Quando
ajustado para “1”, a Saída A irá
continuar operando conforme
comandado através da rede.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 34.
OutA Pr FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 33 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
OutA DN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 36, define como a
Saída A irá responder quando
ocorrer uma falha na rede
DeviceNet. Quando ajustado para
“1”, a Saída A irá manter o
estado anterior ao desarme.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 36.
Número do Parâmetro
33
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
34
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
35
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
3-16
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
OutA DN FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 35 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Número do Parâmetro
36
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
OutA DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 38, define como o
starter irá responder quando a
rede DeviceNet estiver inativa.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
Parâmetro 38. Os parâmetros
DN Flt substituem os parâmetros
DN Idl.
Número do Parâmetro
37
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
OutA DN IdlValue
Número do Parâmetro
38
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 37 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
OutB Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 40, define como a
Saída B irá responder quando
ocorrer um desarme. Quando
ajustado para “1”, a Saída B irá
continuar operando conforme
comandado através da rede.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 40.
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
39
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
OutB Pr FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 39 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
3-17
Número do Parâmetro
40
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 42, define como a
Saída B irá responder quando
ocorrer uma falha na rede
DeviceNet. Quando ajustado para
“1”, a Saída B irá manter o
estado anterior ao desarme.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 42.
Número do Parâmetro
41
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
OutB DN FltValue
Número do Parâmetro
42
Regra de acesso
Get/Set
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre uma falha na rede
DeviceNet e o parâmetro 41 é
ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 44, define como a
Saída B irá responder quando a
rede DeviceNet estiver inativa.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
Parâmetro 44. Os parâmetros
DN Flt substituem os parâmetros
DN Idl.
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
43
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
3-18
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
OutB DN FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 43 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Número do Parâmetro
44
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Grupo Diversos
Keypad Mode
Número do Parâmetro
45
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro seleciona se a
operação do teclado é
permanente ou momentânea
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Diversos
Unidades
–
0 = Permanente
1 = Momentânea
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
46
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Keypay Disable
Este parâmetro desabilita todas
as funções do teclado excepto os
botões “OFF” e “RESET”
0 = Não desabilitado
1 = Desabilitado
Set to Defaults
Este parâmetro se ajustado em
1 irá ajustar o dispositivo para os
padrões de fábrica
0 = Fora de operação
1 = Ajuste de fábrica
Base Enclosure
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
47
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
56
Regra de acesso
Get
Indica a unidade de grau de
proteção do gabinete ArmorStart
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Base Options
Número do Parâmetro
3-19
57
Regra de acesso
Get
Indica as opções para as
unidades básicas ArmorStart
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Bit 0 = Fusível de saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecta fusível CP
Bit 3–7 = Reservado
Bit 8 = 10 A Base
Bit 9 = 25 A Base
Bit 10–15 = Reservado
Unidades
–
Wiring Options
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bit 2–15 = Reservado
Starter Enclosure
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Starter Option
Bit 0 = Teclado HOA
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Freio de origem
Bits 4–15 = Reservado
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
58
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
59
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
–
Número do Parâmetro
60
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
66535
Valor padrão
–
Parâmetros ZIP
AutoRun Zip
Habilita dados de produção ZIP
na energização
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
67
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
3-20
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone Produced EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundo. Define a taxa em
que os dados ZIP são produzidos.
Padrões em 75 milissegundos.
Zone Produced PIT
O tempo de inibição da produção
em milissegundos. Define o
tempo mínimo entre a mudança
de estado dos dados de
produção
Zone #1 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 1
Zone #2 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 2
Zone #3 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 3
Número do Parâmetro
68
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
69
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
70
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
71
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
72
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #4 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 4
Zone #1 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 1
0 = São
1 = Insalubre
Zone #2 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 2
0 = São
1 = Insalubre
Zone #3 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 3
0 = São
1 = Insalubre
Zone #4 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 4
0 = São
1 = Insalubre
3-21
Número do Parâmetro
73
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Opção Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
74
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
75
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
76
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
77
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
3-22
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #1 Mask
Bit enumerado máscara de
dados consumidos para zona 1.
Cada bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #2 Mask
Bit enumerado máscara de
dados consumidos para zona 2.
Cada bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #3 Mask
Bit enumerado máscara de
dados consumidos para zona 3.
Cada bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #4 Mask
Bit enumerado máscara de
dados consumidos para zona 4.
Cada bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Número do Parâmetro
78
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
79
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
80
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
81
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #1 Offset
O offset byte no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 1.
Zone #2 Offset
O offset byte no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 2.
Zone #3 Offset
O offset byte no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 3.
Zone #4 Offset
O offset byte no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 4.
Zone #1 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #1
Health” será informada
1 = Insalubre.
3-23
Número do Parâmetro
82
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
7
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
83
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
7
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
84
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
85
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
86
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
3-24
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #2 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #2
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #3 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #3
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #4 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #4
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #1 Control
Palavras de controle Zona 1.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1,
todos os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança
1 = Segurança dos dados
habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2
mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens
resposta Poll multi-difusão
Número do Parâmetro
87
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
88
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
89
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
90
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
3
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #2 Control
Palavras de controle Zona 2.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1,
todos os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança
1 = Segurança dos dados
habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2
mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens
resposta Poll multi-difusão
Zone #3 Control
Palavras de controle Zona 3.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1,
todos os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança
1 = Segurança dos dados
habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2
mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens
resposta Poll multi-difusão
3-25
Número do Parâmetro
91
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
92
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
3
3-26
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #4 Control
Palavras de controle Zona 3.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1,
todos os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança
1 = Segurança dos dados
habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2
mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens
resposta Poll multi-difusão
Zone #1 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 1 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 1.
Zone #2 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 2 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 2.
Zone #3 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 3 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 3.
Número do Parâmetro
93
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
94
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
95
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
96
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Zone #4 KEY
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 4 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 4.
Device Value Key
Este valor é produzido nos
últimos 2 bytes de dados quando
um dos conjuntos ZIP é escolhido
para produção de dados.
Zone Ctrl Enable
Habilitação global para
transmissão de mensagens peerto-peer ZIP. Este parâmetro deve
ser desabilitado antes de
qualquer mudança na
configuração ZIP para que o
dispositivo possa ser feito.
0 = Desabilita
1 = Habilita
3-27
Número do Parâmetro
97
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
98
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
99
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
101
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela do painel Alimentador
Unidades
xx,x A
Tela do Painel Alimentador
Phase A Current
Este parâmetro providencia a
corrente da fase A medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Current Phase B
Este parâmetro providencia a
corrente da fase B medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
102
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela do Painel Alimentador
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
3-28
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Phase C Current
Este parâmetro providencia a
corrente da fase C medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Average Current
Este parâmetro providencia a
corrente de valor médio medida
em aumentos de 1/10th de um
ampère
% Therm Utilized
Este parâmetro mostra a
% Capacidade termal usada
Número do Parâmetro
103
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela do Painel Alimentador
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
104
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela do Painel Alimentador
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
105
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Tela do Painel Alimentador
Unidades
% FLA
Valor mínimo
0
Valor máximo
100
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
106
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Ajuste do Painel
Alimentador
Ajuste do Painel Alimentador
FLA Setting
A taxa de carga total do motor é
programada neste parâmetro
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
Consulte a Tabela 3.2
Valor máximo
Consulte a Tabela 3.2
Valor padrão
Consulte a Tabela 3.2
Tabela 3.2 Faixas FLA Setting e valores padrão (com precisão de ajuste
indicada)
Faixa FLA atual (A)
Valor padrão
Valor mínimo
Valor máximo
0,24
1,2
0,24
0,5
2,5
0,5
1,1
5,5
1,1
3,2
16,0
3,2
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Overload Class
Este parâmetro permite instalar
no seletor a classe de sobrecarga
1 = Classe de sobrecarga 10
2 = Classe de sobrecarga 15
3 = Classe de sobrecarga 20
OL Reset Level
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar a %
capacidade termal que uma
porcentagem pode ser limpa
3-29
Número do Parâmetro
107
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste do Painel
Alimentador
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
1
Valor máximo
3
Valor padrão
1
Número do Parâmetro
108
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste do Painel
Alimentador
Unidades
% FLA
Valor mínimo
0
Valor máximo
100
Valor padrão
75
3-30
Notas
Cód. cat. 280/281 Parâmetros programáveis
Capítulo
4
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Introdução
Este capítulo descreve cada um dos parâmetros programáveis e sua
função.
Programação de parâmetros
Cada tipo de controlador distribuído de motor terá um conjunto de
parâmetros comum seguidos por um conjunto de parâmetros relativos
ao tipo de starter individual.
Consulte o Capítulo 8, Comissionamento DeviceNet™ para
instruções de uso RSNetWorx™ para DeviceNet™ para modificar as
configurações dos parâmetros.
Consulte o Capítulo 11, Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint® para instruções para modificar as configurações dos
parâmetros ao usar o cód. cat. 283A com os produtos E/S distribuídas
ArmorPoint®.
Importante: Restabelecer os valores dos parâmetros ajustados de
fábrica 47, Conjunto para Padrões, permite ao
instalador restabelecer todos os parâmetros para os
valores de ajuste de fábrica. Também restabelece a
identificação MAC para os seus ajustes de fábrica
depois que o DeviceNet Power for girado se selecionar
o conjunto >63.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros descarregadas
para o ArmorStart® são executadas imediatamente,
mesmo durante o status “executando”.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros feitas em uma
ferramenta de configuração, como o RSNetWorx para
DeviceNet, não são executadas no módulo ArmorStart
até que o instalador aplique ou descarregue os novos
ajustes para o dispositivo.
4-2
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Listagem de grupos de parâmetros
O cód. cat. 283 ArmorStart contém oito grupos de parâmetros. Os
parâmetros mostrados no DeviceLogix™, DeviceNet, Proteção do
Painel Alimentador, Usuário E/S, Parâmetro Diversos, Parâmetros
ZIP, Tela Partida Suave e Ajuste Partida Suave são discutidos neste
capítulo.
Tabela 4.1 Listagem de grupos de parâmetros
DeviceLogix
DeviceNet
Proteção do Painel
Alimentador
Usuário E/S
Diversos
Parâmetro ZIP
Tela Partida Suave
Ajuste Partida
Suave
1 Hdw Inputs
10 Autobaud Enable
22 Breaker Type
30 Off-to-On Delay
45 Keypad Mode
67 AutoRun Zip
101 Phase A Current
106 FLA Setting
2 Network Inputs
11 Consumed IO Assy
23 PrFltResetMode
31 On-to-Off Delay
46 Keypay Disable
68 Zone Produced EPR
102 Phase B Current
108 OL Reset Level
3 Network Outputs 12 Produced IO Assy
24 Pr Fault Enable
32 In Sink/Source
47 Set to Defaults
69 Zone Produced PIT
103 Phase C Current
109 Start Time
4 Trip Status
13 Prod Assy Word 0
25 Pr Fault Reset
33 OutA Pr FltState
56 Base Enclosure
70 Zone #1 MacId
104 Average Current
110 Start Mode
5 Starter Status
14 Prod Assy Word 1
26 StrtrDN FltState
34 OutA Pr FltValue
57 Base Option
71 Zone #2 MacId
105 % Therm Utilized
111 Current Limit
6 DNet Status
15 Prod Assy Word 2
7 Starter
16 Prod Assy Word 3
Command
8 Network Override 17 Consumed IO Size
27 StrtrDN FltValue
35 OutA DN FltState
58 Wiring Option
72 Zone #3 MacId
107 Overload Class
112 Initial Torque
28 StrtrDN IdlState
36 OutA DN FltValue
59 Starter Enclosure 73 Zone #4 MacId
113 Soft Stop Time
29 StrtrDN IdlValue
37 OutA DN IdlState
60 Starter Options
9 Comm Override
18 Produced IO Size
61 Last PR Fault
38 OutA DN IdlValue
19 Starter COS Mask
62 Warning Status
39 OutB Pr FltState
76 Zone #3 Health
114 Kick Start
115 SCR Temp Rest
Mode
116 Phase Rotation
20 Net Out COS Mask
40 OutB Pr FltValue
77 Zone #4 Health
21 DNet Voltage
41 OutB DN FltState
78 Zone #1 Mask
42 OutB DN FltValue
79 Zone #2 Mask
43 OutB DN IdlState
80 Zone #3 Mask
44 OutB DN IdlValue
81 Zone #4 Mask
74 Zone #1 Health
75 Zone #2 Health
82 Zone #1 Offset
83 Zone #2 Offset
84 Zone #3 Offset
85 Zone #4 Offset
86 Zone #1 EPR
87 Zone #2 EPR
88 Zone #3 EPR
89 Zone #4 EPR
90 Zone #1 Control
91 Zone #2 Control
92 Zone #3 Control
93 Zone #4 Control
94 Zone #1 Key
95 Zone #2 Key
96 Zone #3 Key
97 Zone #4 Key
98 Device Value Key
99 Zone Ctrl Enable
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Grupo DeviceLogix
1➊
Número do Parâmetro
Hdw Inputs
Este parâmetro fornece o estado
das entradas hardware
4-3
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Ajuste DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
15
Valor padrão
0
Bit
➊
Função
3
2
1
0
–
–
–
X
Entrada 0
–
–
X
–
Entrada 1
–
X
–
–
Entrada 2
X
–
–
–
Entrada 3
Não disponível para o cód. cat. 283A.
Número do Parâmetro
Network Inputs
Este parâmetro fornece o estado
das entradas de rede
2
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Ajuste DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Função
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Entrada de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Entrada de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Entrada de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Entrada de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Entrada de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Entrada de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 7
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 8
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 9
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 10
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 11
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 12
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 13
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 14
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
– Entrada de rede 15
4-4
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
Network Outputs
Este parâmetro fornece o estado
das saídas de rede
3
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Bit
Função
14 13 12 11 10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Trip Status
4-5
Número do Parâmetro
4
Regra de acesso
Get
Este parâmetro fornece a
identificação do desarme
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Função
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Curto-circuito
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Sobrecarga
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Desbalanceamento
de fase
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
SCR em Curto
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Rotação da fase
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
– Potência de controle
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Sobretemperatura
Falha de E/S
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Desbalanceamento
da fase
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Perda de potência
Dnet ➊
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Com. interna
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Superaquecimento
do dissipador de
calor
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
EEprom
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falha HW
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falhas Diversas
➊
Não disponível para o cód. cat. 283A.
4-6
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Starter Status
Número do Parâmetro
5
Regra de acesso
Get
Este parâmetro fornece o estado
da partida
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Função
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Advertência
Desarmado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Operação para
frente
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sinal de pronto
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Estado de rede Ctl
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Status ref. rede
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Na Velocidade
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Partida
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Desliga
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Bypass
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Teclado de mão
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Estado HOA
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
140M On
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Contator 2 ➊
➊
Refere-se ao status do contator do freio de origem.
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
DNet Status
4-7
Número do Parâmetro
6
Regra de acesso
Get
Este parâmetro fornece o estado
da conexão DeviceNet
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Função:
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Conexão E/S
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Falha explícita
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Falha de E/S
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
X
X
–
–
–
–
E/S inativa
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 1
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 1
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 2
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 2
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 3
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 3
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Conex. ZIP 4
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Fal. ZIP 4
Conexão explícita
4-8
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
Starter Command
O parâmetro fornece o estado do
comando do painel alimentador.
7
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Bit
Função:
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
Reservado
–
–
–
–
–
X
–
–
Reinicialização da falha
–
–
–
–
X
–
–
–
Reservado
–
–
–
X
–
–
–
–
Reservado
–
–
X
–
–
–
–
–
Reservado
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de usuário A
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de usuário B
Network Override
Este parâmetro permite a
localização lógica para cancelar
uma falha na rede
0 = Desabilita
1 = Habilita
Comm Override
Este parâmetro permite para
lógica local cancelar a ausência
de uma conexão de E/S
0 = Desabilita
1 = Habilita
Operação para frente
Número do Parâmetro
8
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
9
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
4-9
Grupo DeviceNet
Autobaud Enable
Quando este parâmetro estiver
habilitado, o dispositivo irá tentar
determinar a taxa de transmissão
da rede e ajustar sua própria taxa
de transmissão para um valor
igual, desde que haja tráfego da
rede.
Pelo menos um nó com uma taxa
de transmissão estabelecida
deve existir na rede para que a
detecção de taxa automática
ocorra.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Consumed I/O Assy
Este parâmetro seleciona o
formato para o formato de dados
de E/S consumadas. Insira um
número ilustrativo de montagem
E/S consumada para selecionar
um formato de dados.
Produced I/O Assy
Este parâmetro seleciona o
formato para o formato para os
dados de E/S produzidas. Insira
um número ilustrativo de
conjunto E/S produzida para
selecionar um formato de dados.
Prod Assy Word 0
Este parâmetro é usado para
construir bytes 0–1 para
conjunto produzida 120
Número do Parâmetro
10
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
1
Número do Parâmetro
11
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
187
Valor padrão
160
Número do Parâmetro
12
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
190
Valor padrão
161
Número do Parâmetro
13
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
116
Valor padrão
1
4-10
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Produced Assy Word 1
Este parâmetro é usado para
construir bytes 2–3 para
conjunto produzida 120
Prod Assy Word 2
Este parâmetro é usado para
construir bytes 4–5 para
conjunto produzida 120
Prod Assy Word 3
Este parâmetro é usado para
construir bytes 6–7 para
conjunto produzida 120
Consumed I/O Size
Este parâmetro reflete as
dimensões dos dados E/S em
bytes.
Produced I/O Size
Este parâmetro reflete as
dimensões de dados E/S
produzidas em bytes.
Número do Parâmetro
14
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
116
Valor padrão
4
Número do Parâmetro
15
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
116
Valor padrão
5
Número do Parâmetro
16
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
116
Valor padrão
6
Número do Parâmetro
17
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
2
Número do Parâmetro
18
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
2
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Starter COS Mask
Este parâmetro permite ao
instalador definir as condições de
mudança de estado que vão
resultar em uma mensagem de
mudança de estado
4-11
Número do Parâmetro
19
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
16383
Bit
Função
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Reservado
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Operação para frente
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Advertência
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sinal de pronto
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Estado de rede Ctl
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Status ref. rede
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Referência At
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 0
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 1
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 2
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada 3
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Estado HOA
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
140M On
Desarmado
4-12
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Net Out COS Mask
Este parâmetro define os bits que
vão disparar uma mensagem
COS quando as saídas de rede
mudam de estado.
Número do Parâmetro
20
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
DNet Voltage
Este parâmetro fornece a
medição da tensão para a rede
DeviceNet
Grupo Proteção do Painel
Alimentador
Breaker Type
Este parâmetro identifica o cód.
cat. 140M usado neste produto
0 = 140M-D8N-C10
1 = 140M-D8N-C25
Número do Parâmetro
21
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
xx,xx Volts
Valor mínimo
0
Valor máximo
6500
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
22
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
PrFlt Reset Mode
Número do Parâmetro
23
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Este parâmetro configura o modo
de restabelecimento da falha da
proteção.
0 = Manual
1 = Automático
Pr Fault Enable
4-13
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
24
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro habilita a falha de
proteção ajustando o bit em 1
Tipo de dados
WORD
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
16383
Valor padrão
8195
Bit
Função
15 14 13 12 11 10 9
8
7
6
5
4
3
2
1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Curto-circuito
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Sobrecarga
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Desbalanceamento
de fase
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
SCR em Curto
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Rotação da fase
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
– Potência de controle
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Falha E/S
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Sobretemperatura
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Desbalanceamento
da fase
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Perda de potência
Dnet ➊
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Com. interna
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Temp dissipador de
calor SCR
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
EEprom
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falha HW
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Falhas Diversas
➊
Não disponível para o cód. cat. 283A.
0
4-14
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Pr Fault Reset
Este parâmetro restabelece a
proteção da falha numa transição
de 0 a > 1.
StrtrDN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 27, define como o
starter irá responder quando
ocorrer uma falha na rede
DeviceNet. Ao ajustar em “1”,
espere que o último estado
ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao
valor DnFlt nas falhas DN como
determinado pelo parâmetro 27.
StrtrDN FltValue
Este parâmetro determina como
o starter será comandado em
caso de falha da rede do
equipamento.
0 = OFF
1 = ON
StrtrDN IdlState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 29, define como o
starter irá responder quando a
rede DeviceNet estiver inativa.
Ao ajustar em “1”, espere que o
último estado ocorra. Ao ajustar
em “0”, irá ao valor DnFlt nas
falhas DN como determinado
pelo parâmetro 29.
Número do Parâmetro
25
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
26
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
27
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
28
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o
estado que o starter assume
quando a rede estiver inativa e o
parâmetro 28 estiver ajustado
para “0”
0 = OFF
1 = ON
Last PR Fault
0 = Nenhum
1 = Curto-circuito do hardware
2 = Curto-circuito do software
3 = Motor sobrecarregado
4 = SMC Motor OL
5 = Desbalanceamento de fase
6–10 = Reservado
11 = Curto SCR
12 = Rotação da fase
13 = Controle de perda de potência
14 = Controle do fusível de alimentação
15 = Curto E/S
16 = Fusível de saída
17 = Superaquec.
18 = Reservado
19 = Desbalanceamento de fase
20 = Reservado
21 = Perda de potência DNet
22 = Com. interna
23 = Reservado
24 = Superaquecimento do dissipador de calor
25–26 = Reservado
27 = MCB EEPROM
28 = Base EEPROM
29 = Reservado
30 = Base errada
31 = CTs errados
32–38 = Reservado
39 = Interrupção da origem
40 = Reservado
4-15
29
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
61
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Proteção do Painel Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
40
Valor padrão
0
4-16
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Número do Parâmetro
Warning Status
62
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Ajuste Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Este parâmetro previne o usuário de uma situação,
sem falhas
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Bit
Advertência
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
X
X
X
X
Reservado
Reservado
Desbalanceamento
de fase
Reservado
X
Reservado
Potência de
controle
X
X
Advertência ES
X
Reservado
Desbalanceamento
da fase
X
DeviceNet ➊
X
X
Reservado
X
Reservado
X
Reservado
X
Hardware
X
Reservado
X
Reservado
➊ Não disponível para o cód. cat. 283A.
Grupo Usuário E/S
Off-to-On Delay
Este parâmetro permite instalar
no programa um tempo de
duração antes que a entrada seja
informada como “ON”
➊ Não disponível para o cód. cat. 283A.
Número do Parâmetro
30 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
On-to-Off Delay
Este parâmetro permite instalar
no programa um tempo de
duração antes que a entrada seja
informada como “OFF”
In Sink/Source
4-17
Número do Parâmetro
31 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
32 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro permite instalar
no programa as entradas para
ser sink ou source.
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
0 = Sink
1 = Source
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
➊
Não disponível para o cód. cat. 283A.
OutA Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 34, define como a
Saída A irá responder quando
ocorrer um desarme. Quando
ajustado para “1”, a Saída A irá
continuar operando conforme
comandado através da rede.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 34.
OutA Pr FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 33 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Número do Parâmetro
33
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
34
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
4-18
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
OutA DN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 36, define como a
Saída A irá responder quando
ocorrer uma falha na rede
DeviceNet. Quando ajustado para
“1”, a Saída A irá manter o
estado anterior ao desarme.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 36.
Número do Parâmetro
35
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
OutA DN FltValue
Número do Parâmetro
36
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 35 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
OutA DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 38, define como o
starter irá responder quando a
rede DeviceNet estiver inativa.
Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
Parâmetro 38. Os parâmetros
DN Flt substituem os parâmetros
DN Idl.
Número do Parâmetro
37
Regra de acesso
Get/Set
OutA DN IdlValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída A assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 37 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
38
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
4-19
OutB Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 40, define como a
Saída B irá responder quando
ocorrer um desarme. Quando
ajustado para “1”, a Saída B irá
continuar operando conforme
comandado através da rede.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 40.
Número do Parâmetro
39
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
OutB Pr FltValue
Número do Parâmetro
40
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 39 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 42, define como a
Saída B irá responder quando
ocorrer uma falha na rede
DeviceNet. Quando ajustado para
“1”, a Saída B irá manter o
estado anterior ao desarme.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
parâmetro 42.
Número do Parâmetro
41
Regra de acesso
Get/Set
OutB DN FltValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre uma falha na rede
DeviceNet e o parâmetro 41 é
ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
42
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
4-20
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
OutB DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com
o parâmetro 44, define como a
Saída B irá responder quando a
rede DeviceNet estiver inativa.
Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar,
conforme definido pelo ajuste do
Parâmetro 44. Os parâmetros
DN Flt substituem os parâmetros
DN Idl.
Número do Parâmetro
43
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
OutB DN IdlValue
Este parâmetro determina o
estado que a Saída B assume
quando ocorre um desarme e o
parâmetro 43 é ajustado em “0”
0 = Abre
1 = Fecha
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
44
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
45
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo Diversos
Keypad Mode
Este parâmetro seleciona se a
operação do teclado é
permanente ou momentânea
0 = Permanente
1 = Momentânea
Keypay Disable
Este parâmetro desabilita todas
as funções do teclado excepto os
botões “OFF” e “RESET”
0 = Não desabilitado
1 = Desabilitado
Set to Defaults
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
46
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
47
Regra de acesso
Get/Set
Este parâmetro se ajustado em
1 irá ajustar o dispositivo para os
padrões de fábrica
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Diversos
Unidades
–
0 = Fora de operação
1 = Ajuste de fábrica
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Base Enclosure
Indica a unidade de grau de
proteção do gabinete ArmorStart
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Número do Parâmetro
4-21
56
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
57
Indica as opções para as
unidades básicas ArmorStart
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Bit 0 = Fusível de saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecta fusível CP
Bit 3–7 = Reservado
Bit 8 = 10 A Base
Bit 9 = 25 A Base
Bit 10–15 = Reservado
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Base Options
Wiring Options
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bit 2–15 = Reservado
Starter Enclosure
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Starter Option
Bit 0 = Teclado HOA
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Freio de origem
Bits 4–15 = Reservado
Número do Parâmetro
58
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
59
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
60
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
66535
Valor padrão
–
4-22
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Parâmetros ZIP
AutoRun Zip
Habilita dados de produção ZIP
na energização
0 = Desabilita
1 = Habilita
Zone Produced EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundo. Define a taxa em
que os dados ZIP são produzidos.
Padrões em 75 milissegundos.
Zone Produced PIT
O tempo de inibição da produção
em milissegundos define o
tempo mínimo entre a mudança
de estado dos dados de produção
Zone #1 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 1
Zone #2 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 2
Número do Parâmetro
67
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
68
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
69
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
70
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
71
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #3 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 3
Zone #4 MAC ID
O endereço do nó do dispositivo
de quem os dados são
consumidos para zona 4
Zone #1 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 1
0 = São
1 = Insalubre
Zone #2 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 2
0 = São
1 = Insalubre
Zone #3 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 3
0 = São
1 = Insalubre
4-23
Número do Parâmetro
72
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
73
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
64
Valor padrão
64
Número do Parâmetro
74
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
75
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
76
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
4-24
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #4 Health
Leitura somente para status de
conexão consumida para zona 4
0 = São
1 = Insalubre
Zone #1 Mask
Bit enumerado máscara de dados
consumidos para zona 1. Cada
bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #2 Mask
Bit enumerado máscara de dados
consumidos para zona 2. Cada
bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #3 Mask
Bit enumerado máscara de dados
consumidos para zona 3. Cada
bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Número do Parâmetro
77
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
78
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
79
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
80
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #4 Mask
Bit enumerado máscara de dados
consumidos para zona 4. Cada
bit representa um dado
consumido em byte até 8 dados
em comprimento. Se uma
máscara bit está ajustada, os
dados byte consumidos
correspondentes são guardados
na tabela de dados DeviceLogix
Zone #1 Offset
O byte offset no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 1.
Zone #2 Offset
O byte offset no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 2.
Zone #3 Offset
O byte offset no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 3.
Zone #4 Offset
O byte offset no interior da
porção de dados ZIP da tabela de
dados DeviceLogix para
posicionar os bytes de dados
consumidos escolhidos para
zona 4.
4-25
Número do Parâmetro
81
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
82
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
7
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
83
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
7
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
84
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
85
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
4-26
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #1 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #1
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #2 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #2
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #3 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #3
Health” será informada
1 = Insalubre.
Zone #4 EPR
A taxa do pacote esperada em
milissegundos para o consumo
de conexão da zona 1. Se os
dados consumidos não
receberam este valor em
4 vezes, a conexão da zona será
o tempo-limite e a “Zone #4
Health” será informada
1 = Insalubre.
Número do Parâmetro
86
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
87
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
88
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Número do Parâmetro
89
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
milissegundo
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
75
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #1 Control
Palavras de controle Zona 1.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1, todos os
outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens.
resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta
Poll multi-difusão
Zone #2 Control
Palavras de controle Zona 2.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1, todos os
outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens.
resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta
Poll multi-difusão
Zone #3 Control
Palavras de controle Zona 3.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1, todos
os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens.
resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta
Poll multi-difusão
Zone #4 Control
Palavras de controle Zona 3.
Padrão conjunto Bit 0 e Bit 1, todos
os outros bits apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2
mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens.
resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens.
resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta
Poll multi-difusão
4-27
Número do Parâmetro
90
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
91
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
225
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
92
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
225
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
93
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Byte
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
3
Valor padrão
3
4-28
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone #1 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 1 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 1.
Zone #2 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 2 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 2.
Zone #3 Key
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 3 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 3.
Zone #4 KEY
Quando o bit Habilitação da
segurança para a zona 4 está
habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro
Device Value Key no
equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 4.
Device Value Key
Este valor é produzido nos
últimos 2 bytes de dados quando
um dos conjuntos ZIP é escolhido
para produção de dados.
Número do Parâmetro
94
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
95
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
96
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
97
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
98
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Zone Ctrl Enable
Habilitação global para
transmissão de mensagens
peer-to-peer ZIP. Este parâmetro
deve ser desabilitado antes de
qualquer mudança na
configuração ZIP para que o
dispositivo possa ser feito.
0 = Desabilita
1 = Habilita
4-29
Número do Parâmetro
99
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Parâmetros ZIP
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
65535
Valor padrão
0
Tela Partida Suave
Phase A Current
Este parâmetro providencia a
corrente da fase A medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Phase B Current
Este parâmetro providencia a
corrente da fase B medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Phase C Current
Este parâmetro providencia a
corrente da fase C medida em
aumentos de 1/10th de um
ampère
Average Current
Este parâmetro providencia a
corrente de valor médio medida
em aumentos de 1/10th de um
ampère
Número do Parâmetro
101
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela Partida Suave
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
102
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela Partida Suave
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
103
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela Partida Suave
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
104
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Tela Partida Suave
Unidades
xx,x A
Valor mínimo
0
Valor máximo
32767
Valor padrão
0
4-30
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
% Therm Utilized
Este parâmetro mostra a
% Capacidade termal usada
Overload Class
Este parâmetro permite instalar
no seletor a classe de sobrecarga
1 = Classe de sobrecarga
Número do Parâmetro
105
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Tela Partida Suave
Unidades
% FLA
Valor mínimo
0
Valor máximo
100
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
107
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Ajuste Tela Partida Suave
Unidades
Amps
Valor mínimo
1
Valor máximo
1
Valor padrão
1
Ajuste Partida Suave
FLA Setting
A taxa de carga total do motor é
programada neste parâmetro
Número do Parâmetro
106
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
INT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
A
Valor mínimo
Consulte a Tabela 3.2
Valor máximo
Consulte a Tabela 3.2
Valor padrão
Consulte a Tabela 3.2
Tabela 4.2 Faixa de ajustes FLA e valores padrão (com precisão de ajuste
indicada)
Corrente Faixa FLA (A)
Valor padrão
Valor mínimo
Valor máximo
1,1
3,0
1,1
3,0
5,5
3,0
5,3
7,6
5,3
6,3
16,0
6,3
OL Reset Level
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar a %
capacidade termal que uma
porcentagem pode ser limpa
Número do Parâmetro
108
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
% FLA
Valor mínimo
0
Valor máximo
100
Valor padrão
75
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Start Time ➊
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar o
selecionar a partida suave de
1 a 45 segundos
➊
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar cada
parada suave ou limite de
corrente
1 = Current Limit
0 = Soft Start
Current Limit ➋
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar o valor do
limite de corrente ajustando de
150 a 600% do FLA
109
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
Seg
Valor mínimo
1
Valor máximo
45
Valor padrão
10
Número do Parâmetro
110
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
111
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
% do Motor FLA
Valor mínimo
150
Valor máximo
600
Valor padrão
350
O ajuste do limite máximo de corrente recomendado é de 350%.
Initial Torque ➊
Este parâmetro permite ao
instalador selecionar o valor do
torque inicial para partida direta.
O valor do torque inicial é
ajustável de 0 a 90% torque de
motor travado.
➊
Número do Parâmetro
O tempo de partida máximo recomendado é de 15 segundos.
Start Mode
➋
4-31
Número do Parâmetro
112
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
% de LRT
Valor mínimo
0
Valor máximo
90
Valor padrão
60
O ajuste máximo do torque inicial recomendado é de 65%.
4-32
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Soft Stop Time ➋
A função Parada Suave pode ser
usada com aplicações que
requerem uma rampa de parada
por inércia estendida. Quando
habilitada, o tempo da rampa de
tensão decrescente pode ser
selecionada de 0 a 90 segundos.
O motor parará quando sua
tensão cair a um ponto em que o
torque da carga for maior que o
torque do motor.
➋
Número do Parâmetro
113
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
s
Valor mínimo
0
Valor máximo
90
Valor padrão
0
O tempo máximo de parada suave recomendado é de 45 segundos.
Kick Start
Um impulso de partida, ou
impulso, no início do modo de
partida é tentado para fornecer
um pulso de corrente de 450%
do FLC. O tempo do impulso de
partida é ajustado 0,0 a
1,5 segundos. Isto permite ao
motor desenvolver um torque
adicional na partida para cargas
que possam necessitar um
impulso para iniciar.
SCR Temp Reset Mode
O SMC-3 monitora a temperatura
SCR por meio de termistores
internos. Quando a taxa máxima
de temperatura dos pólos de
alimentação for atingida, o
microcomputador coloca o SMC
em off e a falha de temperatura
do dissipador de calor é indicada
pelo LED.
0 = Manual
1 = Restabelecimento
automático
Número do Parâmetro
114
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
0,0 s
Valor mínimo
0,0
Valor máximo
1,5
Valor padrão
0,0
Número do Parâmetro
115
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Phase Rotation
Quando habilitada, a alimentação
de entrada da entrada trifásica
será verificada antes de iniciar.
Se detectar que a alimentação de
saída da fase está incorreta, a
partida será abortada e a falha
indicada.
0 = Desabilitar
1 = Habilitar
4-33
Número do Parâmetro
116
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Ajuste Partida Suave
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
4-34
Cód. cat. 283 Parâmetros programáveis
Capítulo
5
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis
para controladores de Volts para Hertz
Introdução
Este capítulo descreve cada parâmetro programável e sua função para
cód. cat. 284 controladores de Volts por Hertz.
Programação de parâmetros
Cada tipo de controlador distribuído de motor terá um conjunto de
parâmetros comum seguidos por um conjunto de parâmetros relativos
ao tipo de starter individual.
Consulte o Capítulo 8, Comissionamento DeviceNet™ para
instruções de uso RSNetWorx™ para DeviceNet™ para modificar as
configurações dos parâmetros.
Consulte o Capítulo 11, Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint® para instruções para modificar as configurações dos
parâmetros ao usar o cód. cat. 284A com os produtos E/S distribuídas
ArmorPoint®.
Importante: Restabelecer os valores dos parâmetros ajustados de
fábrica 47, Set to Defaults, permite ao instalador
restabelecer todos os parâmetros para os valores de
ajuste de fábrica. Também restabelece a identificação
MAC para os seus ajustes de fábrica depois que o
DeviceNet Power for girado se selecionar o conjunto
>63.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros descarregadas
para o ArmorStart® são executadas imediatamente,
mesmo durante o status “executando”.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros feitas em uma
ferramenta de configuração, como o RSNetWorx para
DeviceNet, não são executadas no módulo ArmorStart
até que o instalador aplique ou descarregue os novos
ajustes para o dispositivo.
Listagem de grupos de parâmetros
O cód. cat. 284D ArmorStart contém dez grupos de parâmetros. Os
parâmetros mostrados no Ajuste DeviceLogix™, Ajuste DeviceNet,
Proteção do Painel Alimentador, Usuário E/S, Ajuste Parâmetros
Diversos, Parâmetros ZIP, Grupo Visualização, Programa Básico e
Programa Avançado são discutidos neste capítulo.
5-2
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Tabela 5.A Lista dos grupos de parâmetros
DeviceLogix
1 Hdw Inputs
2 Network Inputs
3 Network Outputs
4 Trip Status
5 Starter Status
6 DNet Status
7 Starter Command
8 Network Override
9 Comm Override
DeviceNet
10 Autobaud Enable
11 Consumed IO
Assy
12 Produced IO Assy
13 Prod Assy Word 0
14 Prod Assy Word 1
15 Prod Assy Word 2
16 Prod Assy Word 3
17 Consumed IO Size
18 Produced IO Size
19 Starter COS Mask
20 Net Out COS Mask
21 DNet Voltage
Parâmetros ZIP
67 AutoRun Zip
68 Zone Produced EPR
69 Zone Produced PIT
70 Zone #1 MacId
71 Zone #2 MacId
72 Zone #3 MacId
73 Zone #4 MacId
74 Zone #1 Health
75 Zone #2 Health
76 Zone #3 Health
77 Zone #4 Health
78 Zone #1 Mask
79 Zone #2 Mask
80 Zone #3 Mask
81 Zone #4 Mask
82 Zone #1 Offset
83 Zone #2 Offset
84 Zone #3 Offset
85 Zone #4 Offset
86 Zone #1 EPR
87 Zone #2 EPR
88 Zone #3 EPR
89 Zone #4 EPR
90 Zone #1 Control
91 Zone #2 Control
92 Zone #3 Control
93 Zone #4 Control
94 Zone #1 Key
95 Zone #2 Key
96 Zone #3 Key
97 Zone #4 Key
98 Device Value Key
99 Zone Ctrl Enable
Proteção do Painel
Alimentador
22 Breaker Type
23 PrFltResetMode
24 Pr Fault Enable
25 Pr Fault Reset
26 StrtrDN FltState
27 StrtrDN FltValue
28 StrtrDN IdlState
29 StrtrDN IdlValue
61 Last PR Fault
62 Warning Status
Usuário E/S
30 Off-to-On Delay
31 On-to-Off Delay
32 In Sink/Source
33 OutA Pr FltState
34 OutA Pr FltValue
35 OutA DN FltState
36 OutA DN FltValue
37 OutA DN IdlState
38 OutA DN IdlValue
39 OutB Pr FltState
40 OutB Pr FltValue
41 OutB DN FltState
42 OutB DN FltValue
43 OutB DN FltState
44 OutB DN FltValue
Grupo Visualização
Programa Básico
101 Output Freq
102 Commanded Freq
103 Output Current
104 Output Voltage
105 DC Bus Voltage
106 Drive Status
107 Fault 1 Code
108 Fault 2 Code
109 Fault 3 Code
110 Process Display
112 Control Source
113 Contrl In Status
114 Dig In Status
115 Comm Status
116 Control SW Ver
117 Drive Type
118 Elapsed Run Time
119 Testpoint Data
120 Analog In 0…10 V
121 Analog In
4…20 mA
122 Reserved
123 Reserved
124 Drive Temp
131 Motor NP Volts
132 Motor NP Hertz
133 Motor OL
Current
134 Minimum Freq
135 Maximum Freq
136 Start Source
137 Stop Mode
138 Speed
Reference
139 Accel Time 1
140 Decel Time 1
141 Reset To Defalts
142 Reserved
143 Motor OL Ret
.
Diversos
45 Keypad Mode
46 Keypay Disable
47 Set to Defaults
56 Base Enclosure
57 Base Option
58 Wiring Option
59 Starter Enclosure
60 Start Option
Inversor DeviceNet
48 Drive Control
49 Drvin PrFltState
50 Drvin PrFltValue
51 Drvin DNFltState
52 Drvin DNFltValue
53 Drvin DNFltState
54 Drvin DNFltValue
55 High Speed En
Programa Avançado
151 Digital In1 Sel
152 Digital In2 Sel
153 Digital In3 Sel
154 Digital In4 Sel
155 Relay Out Sel
156 Relay Out Level
157 Relay Out LevelF
158 Reserved
159 Reserved
160 Reserved
161 Reserved
162 Reserved
163 Reserved
164 Reserved
165 Reserved
166 Reserved
167 Accel Time 2
168 Decel Time 2
169 Internal Freq
170 Preset Freq 0
171 Preset Freq 1
172 Preset Freq 2
173 Preset Freq 3
174 Reserved
175 Reserved
176 Reserved
177 Reserved
178 Jog Frequency
179 Jog Accel/Decel
180 DC Brake Time
181 DC Brake Level
182 DB Resistor Sel
183 S Curve %
184 Boost Select
185 Reserved
186 Reserved
187 Reserved
188 Maximum Voltage
189 Current Limit 1
190 Motor OL Select
191 PWM Frequency
192 Auto Rstrt Tries
193 Auto Rstrt Delay
194 Start At PowerUp
195 Reverse Disable
196 Flying Start En
197 Compensation
198 SW Current Trip
199 Process Factor
200 Fault Clear
201 Program Lock
202 Testpoint Sel
203 Comm Data Rate
204 Comm Node Addr
205 Comm Loss Action
206 Comm Loss Time
207 Comm Format
208 Language Set
209 Reserved
210 Anlg In 0…10 V Lo
211 Anlg In 0…10 V Hi
212 Anlg In 4…20 mA
Lo
213 Anlg In 4…20 mA Hi
214 Slip Hertz @ FLA
215 Process Time Lo
216 Process Time Hi
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-3
Grupo DeviceLogix
1➊
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
15
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Hdw Inputs
Este parâmetro fornece o status das entradas hardware
Bit
Função
3
2
1
0
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
➊
Entrada 0
Entrada 1
Entrada 2
Entrada 3
Não disponível para o cód. cat. 284A.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Network Inputs
Este parâmetro fornece o status das entradas de rede.
2
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 0
Entrada de rede 1
Entrada de rede 2
Entrada de rede 3
Entrada de rede 4
Entrada de rede 5
Entrada de rede 6
Entrada de rede 7
Entrada de rede 8
Entrada de rede 9
Entrada de rede 10
Entrada de rede 11
Entrada de rede 12
Entrada de rede 13
Entrada de rede 14
Entrada de rede 15
5-4
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Network Outputs
Este parâmetro fornece o estado das saídas de rede.
3
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
32767
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 0
Saída de rede 1
Saída de rede 2
Saída de rede 3
Saída de rede 4
Saída de rede 5
Saída de rede 6
Saída de rede 7
Saída de rede 8
Saída de rede 9
Saída de rede 10
Saída de rede 11
Saída de rede 12
Saída de rede 13
Saída de rede 14
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Trip Status
Este parâmetro fornece a identificação do desarme.
5-5
4
Get
WORD
Ajuste DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
➋
Não disponível nas unidades do cód. cat. 284A.
Indica com. de falha DB1 para cód. cat. 284.
Curto-circuito
Sobrecarga
Perda de fase
Falta à terra
Travamento
Potência de controle
Falha E/S
Sobretemperatura
Sobrecorrente
Perda de potência
Dnet ➊
Com. interna ➋
Falha via CC
EEprom
Falha HW
Restabelecimento de
novas tentativas
Falhas Diversas
5-6
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Starter Status
Este parâmetro fornece o status do painel alimentador.
5
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
➋
Refere-se ao status do freio de origem do contator.
Refere-se ao status de saída do contator.
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Desarmado
Advertência
Operação para frente
Operação para tras
Sinal de pronto
Estado de rede Ctl
Status ref. rede
Referência At
DrvOpto1
DrvOpto2
Teclado Jog
Teclado de mão
Estado HOA
140M On
Contator 1 ➊
Contator 2 ➋
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
DNet Status
Este parâmetro fornece o status da conexão DeviceNet.
5-7
6
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Starter Command
Este parâmetro fornece o comando do painel alimentador.
Conex. Exp
Conex. ES
Fal. Exp
Fal. ES
ES inativo
Reservado
Conex. ZIP 1
Fal. ZIP 1
Conex. ZIP 2
Fal. ZIP 2
Conex. ZIP 3
Fal. ZIP 3
Conex. ZIP 4
Fal. ZIP 4
Número do Parâmetro
7
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Bit
Função
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Oper.Frente
Oper.Trás
Reinicialização da falha
Jog para frente
Jog para trás
Reservado
Saída de usuário A
Saída de usuário B
5-8
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Network Override
Este parâmetro permite para a lógica local cancelar uma falha de rede.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
8
Get/Set
BOOL
DeviceLogix
–
0
1
0
Comm Override
Este parâmetro permite para a lógica local o cancelamento de uma perda de uma
conexão de E/S.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
9
Get/Set
BOOL
DeviceLogix
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-9
Grupo DeviceNet
Autobaud Enable
Quando este parâmetro estiver habilitado, o dispositivo irá tentar determinar a taxa
de transmissão da rede e ajustar sua própria taxa de transmissão para um valor
igual, desde que haja tráfego da rede. Pelo menos um nó com uma taxa de
transmissão estabelecida deve existir na rede para que a detecção de taxa
automática ocorra.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
10
Get/Set
BOOL
DeviceNet
–
0
1
1
Consumed I/O Assy
Este parâmetro seleciona o formato dos dados de E/S consumadas.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
11
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
188
164
Produced I/O Assy
Este parâmetro seleciona o formato para o formato para os dados de E/S produzidas.
Número do Parâmetro
12
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
190
Valor padrão
165
Prod Assy Word 0
Este parâmetro é usado para construir bytes 0–1 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
13
Get/Set
INT
DeviceNet
–
0
216
1
Produced Assy Word 1
Este parâmetro é usado para construir bytes 2–3 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
14
Get/Set
INT
DeviceNet
–
0
216
4
5-10
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Prod Assy Word 2
Este parâmetro é usado para construir bytes 4–5 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
15
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
216
5
Prod Assy Word 3
Este parâmetro é usado para construir bytes 6–7 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
16
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
216
6
Consumer I/O Size
Este parâmetro mapeia para a dimensão Scanner Tx.
Produced I/O Size
Este parâmetro mapeia para a dimensão Scanner Rx.
Número do Parâmetro
17
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
4
Número do Parâmetro
18
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
4
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Starter COS Mask
Este parâmetro permite ao instalador definir as condições de mudança de estado
que vão resultar em uma mensagem de mudança de estado.
19
Get/Set
WORD
DeviceNet
–
0
16383
16383
Bit
Função
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
Reservado para unidades de cód. cat. 284A.
Desarmado
Advertência
Operação para frente
Operação para trás
Sinal de pronto
Estado de rede Ctl
Status ref. rede
Referência At
Entrada de Usuário 1 ➊
Entrada de Usuário 2 ➊
Entrada de Usuário 3 ➊
Entrada de Usuário 4 ➊
Estado HOA
140M On
5-11
5-12
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Net Out COS Mask
Este parâmetro ajusta o bit que irá disparar uma mensagem COS na saída de rede.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
20
Get/Set
WORD
DeviceNet
–
0
32767
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
DNet Voltage
Este parâmetro fornece a medição da tensão para a rede DeviceNet.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
21
Get
UINT
DeviceNet
V
0
6500
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-13
Grupo Proteção do Painel
Alimentador
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Breaker Type
Este parâmetro identifica o cód. cat. 140M usado neste produto.
0 = 140M-D8N-C10
1 = 140M-D8N-C25
22
Get
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
–
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
PrFlt Reset Mode
Este parâmetro é o modo de restabelecimento da falha da proteção.
0 = Manual
1 = Automático
23
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Pr Fault Enable
Este parâmetro habilita a falha de proteção ajustando o bit em 1.
24
Get/Set
WORD
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
65535
64927
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Curto-circuito
Sobrecarga
Perda de fase
Falha à terra
Travamento
Potência de controle
Falha E/S
Sobretemperatura
Sobrecorrente
Perda de potência
DNet
Com. interna
Falha via CC
EEprom
Falha HW
Restabelecimento de
novas tentativas
Falhas Diversas
5-14
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Pr Fault Reset
Este parâmetro restabelece a proteção da falha numa transição de 0 a > 1.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
StrtrDN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 27, define como o Painel Alimentador
irá responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Ao ajustar em “1”,
espere que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas
DN como determinado pelo parâmetro 27.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
StrtrDN FltValue
Este parâmetro determina se a partida será comandada no momento de uma falha
DeviceNet e se o parâmetro 26 está ajustado em 0.
0 = OFF
1 = ON
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
StrtrDN IdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 29, define como o Painel Alimentador
irá responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Ao ajustar em “1”, espere
que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas DN
como determinado pelo parâmetro 29.
0 = Vá ao valor inativo
1 = Mantenha o último estado
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que o painel alimentador assume quando a rede
estiver inativa e o parâmetro 28 estiver ajustado para “0”.
0 = OFF
1 = ON
25
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
26
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
27
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
Número do Parâmetro
28
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
29
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-15
Last PR Fault
1 = Hdw Short Ckt
2 = Reservado
3 = Sobrecarga do motor
(PF Código de falha 7)
4 = Sobrecarga do inversor
(PF Código de falha 64)
5 = Fase U para sinal de terra (PF Código de falha 38)
6 = Fase V para sinal de terra (PF Código de falha 39)
7 = Fase W para sinal de terra (PF Código de falha 40)
8 = Fase UV curto
(PF4 Código de falha 41)
9 = Fase UW curto
(PF Código de falha 42)
10 = Fase VW curto
(PF Código de falha 43)
11 = Falha de aterramento
(PF Código de falha 13)
12 = Travamento
(PF Código de falha 6)
13 = Controle de perda de alimentação
14 = Controle do fusível de alimentação
15 = Curto de entrada
16 = Fusível de saída
17 = Superaquecimento
18 = Superaquecimento do
dissipador de calor
(PF Código de falha 8)
19 = Sobrecorrente HW
(PF Código de falha 12)
20 = Sobrecorrente SW
(PF Código de falha 63)
21 = Perda de potência DNet
22 = Com. interna
23 = Perda de com. do inversor (PF Código de falha 81)
24 = Perda de potência
(PF Código de falha 3)
25 = Sub tensão
(PF Código de falha 4)
26 = Sobre tensão
(PF Código de falha 5)
27 = EEPROM MCB
28 = EEPROM Base
29 = Inversor EEPROM
(PF Código de falha 100)
30 = Base errada
31 = Ventilador RPM
32 = Unidade de alimentação (PF Código de falha 70)
33 = Brd ES do inversor
(PF Código de falha 122)
34 = Novas tentativas de
reiniciar
(PF Código de falha 33)
35 = Inversor Aux In Flt
(PF Código de falha 2)
36 = Entrada analógica
(PF Código de falha 29)
37 = Restabelecimento de
parâm. inversor
(PF Código de falha 48)
38 = Ajuste automático SCV
(PF Código de falha 80)
39 = Interrupção da origem
40 = Reservado
41 = Com. DB1
42 = Falha DB1
Número do Parâmetro
61
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Proteção do Painel Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
45
Valor padrão
0
5-16
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Warning Status
Este parâmetro previne o usuário de uma situação, sem falhas
62
Get
WORD
Proteção do Painel Alimentador
–
0
65535
0
Bit
Advertência
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
➊
Reservado
Reservado
Reservado
Reservado
Reservado
Potência de
controle
Advertência ES
Reservado
Desbalanceamento
da fase
DeviceNet ➊
Reservado
Reservado
Reservado
Hardware
Reservado
Reservado
Não disponível nas unidades do cód. cat. 284A.
Grupo Usuário E/S
Off-to-On Delay
Este parâmetro permite ao instalador programar uma duração de tempo antes de que
seja informada como ON.
Número do Parâmetro
30 ➊
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
On-to-Off Delay
Este parâmetro permite ao instalador programar uma duração de tempo antes de
que seja informada como OFF.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
31 ➊
Get/Set
UINT
Usuário E/S
ms
0
65.000
0
In Sink/Source
Este parâmetro permite instalar no programa as entradas para ser sink ou source.
0 = Sink
1 = Source
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
32 ➊
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
➊
Não disponível nas unidades do cód. cat. 284A.
OutA Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 34, define como a Saída A irá
responder quando ocorrer um desarme. Quando ajustado para “1”, a Saída A irá
continuar operando conforme comandado através da rede. Quando ajustado para
“0”, a Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 34.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
33
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA Pr FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando ocorrer um
desarme e o parâmetro 33 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
34
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 36, define como a Saída A irá
responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Quando ajustado para “1”,
a Saída A irá manter o estado anterior ao desarme. Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 36.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
35
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
5-17
5-18
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
OutA DN FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando ocorrer uma
falha da rede DeviceNet e o parâmetro 35 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
36
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 38, define como o starter irá
responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 38.
Os parâmetros DN Flt substitui o parâmetro Dn Idl.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
37
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando a rede estiver
inativa e o parâmetro 37 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
38
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
OutB Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 40, define como a Saída B irá
responder quando ocorrer um desarme. Quando ajustado para “1”, a Saída B irá
continuar operando conforme comandado através da rede. Quando ajustado para
“0”, a Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 40.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
39
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB Pr FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando ocorrer um
desarme e o parâmetro 39 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
40
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 42, define como a Saída B irá
responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Quando ajustado para “1”,
a Saída B irá manter o estado anterior ao desarme. Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 42.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
41
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando ocorrer uma
falha da rede DeviceNet e o parâmetro 41 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
42
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 44, define como a Saída B irá
responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 44.
Os parâmetros DN Flt substitui o parâmetro Dn Idl.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
43
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando a rede estiver
inativa e o parâmetro 43 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
44
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
5-19
5-20
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Grupo Diversos
Keypad Mode
Este parâmetro seleciona se a operação do teclado é permanente ou momentânea.
0 = Permanente
1 = Momentânea
Número do Parâmetro
45
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Keypay Disable
Este parâmetro desabilita todas as funções do teclado excepto os botões “OFF” e
“RESET”.
0 = Não desabilitado
1 = Desabilitado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
46
Get/Set
BOOL
Diversos
–
0
1
0
Set to Defaults
Este parâmetro se ajustado em 1 irá ajustar o dispositivo para os padrões de
fábrica.
0 = Fora de operação
1 = Ajuste de fábrica
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
47
Get/Set
BOOL
Diversos
–
0
1
0
Base Enclosure
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
56
Get
WORD
Diversos
–
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
57
Get
WORD
Diversos
–
0
Valor padrão
0
Indica a unidade de grau de proteção do gabinete ArmorStart
0 = IP67
1 = NEMA 4X
2–15 = Reservado
Base Options
Indica as opções para as unidades básicas ArmorStart
Bit 0 = Fusível de saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecta fusível CP
Bit 3–7 = Reservado
Bit 8 = 10 A Base
Bit 9 = 25 A Base
Bit 10–15 = Reservado
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Wiring Options
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bit 2–15 = Reservado
Starter Enclosure
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Starter Option
Bit 0 = Teclado HOA
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Freio de origem
Bit 3 = Freio de origem
Bit 4 = Frenagem dinâmica
Bit 5 = Contator de saída
Bit 6 = Filtro EMI
Bit 7 = 0–10 V Ent. analógica
Bit 8–15 = Reservado
5-21
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
58
Get
WORD
Diversos
–
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
59
Get
WORD
Diversos
–
0
65535
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
60
Get
WORD
Diversos
–
0
66535
Valor padrão
0
0
5-22
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Grupo Inversor DeviceNet
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Drive Control
Este parâmetro fornece o status dos parâmetros do inversor.
48
Get
WORD
Inversor DeviceNet
–
0
4095
0
Bit
Função
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Aceleração 1 En
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Aceleração 2 En
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Desaceleração
1 En
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Desaceleração
3 En
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sel Freq 0
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Sel Freq 1
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Sel Freq 2
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 1
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 2
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 3
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 4
Drvin PrFltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 50, define como as entradas digitais
do inversor de 1 a 2 irão responder quando um desarme de proteção ocorrer.
Quando ajustadas em 1, as entradas digitais de 1 a 2 do inversor continua operando
como comandado pela rede. Quando ajustado em 0, as entradas digitais de 1 a 4 do
inversor (Parâmetros 151 a 154) serão abertos ou fechados como determinado pelo
ajuste no parâmetro 50.
0 = Vá ao PrFlt Value
1 = Ignore PrFlt
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
49
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin PrFltValue
Este parâmetro determina o estado que as entradas digitais de 1 a 2 assumem
quando ocorre um desarme e o parâmetro 49 é ajustado em “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
50
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Drvin DNFltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 52, define como as entradas digitais
de 1 a 2 do inversor irão responder quando uma falha de rede do DeviceNet ocorrer.
Quando ajustado em 1, as entradas digitais de 1 a 2 do inversor mantêm o último
estado ocorrido. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas DN como
determinado pelo parâmetro 52.
0 = Vá ao Valor de falha
1 = Manter o último estado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
51
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin DNFlt Value
Este parâmetro determina como o inversor será comandado em caso de falha de
um DeviceNet.
0 = OFF
1 = ON
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
52
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin DNIdlState
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
53
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
54
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 54, define como as entradas digitais
de 1 a 2 do inversor irão responder quando a rede do DeviceNet estiver inativa. Ao
ajustar em “1”, espere que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor
DnFlt nas falhas DN como determinado pelo parâmetro 54.
0 = Vá ao Valor de falha
1 = Manter o último estado
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que as entradas digitais de 1 a 2 assumem
quando a rede estiver inativa e o parâmetro 53 estiver ajustado para 0.
0 = OFF
1 = ON
5-23
5-24
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Parâmetros ZIP
AutoRun Zip
Habilita dados de produção ZIP na energização
0 = Desabilita
1 = Habilita
Zone Produced EPR
A taxa esperada do pacote em milissegundo define a taxa em que os dados ZIP são
produzidos. Padrões em 75 milissegundos.
Zone Produced PIT
O tempo de inibição da produção em milissegundos define o tempo mínimo entre a
mudança de estado dos dados de produção
Zone #1 MAC ID
O endereço de nós do dispositivo cujos dados serão consumidos. Quando ajustados
para o valor 64, os dados de consumo são desabilitados.
Zone #2 MAC ID
O endereço de nós do dispositivo cujos dados serão consumidos para zona 2.
Quando ajustados para o valor 64, os dados de consumo são desabilitados.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
67
Get/Set
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
68
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
69
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
70
Get/Set
USINT
Parâmetros ZIP
–
0
64
64
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
71
Get/Set
USINT
Parâmetros ZIP
–
0
64
64
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #3 MAC ID
O endereço de nós do dispositivo cujos dados serão consumidos para zona 3.
Quando ajustados para o valor 64, os dados de consumo são desabilitados.
Zone #4 MAC ID
O endereço de nós do dispositivo cujos dados serão consumidos para zona 4.
Quando ajustados para o valor 64, os dados de consumo são desabilitados.
Zone #1 Health
Leitura somente para status de conexão consumida para zona 1
0 = São
1 = Insalubre
Zone #2 Health
Leitura somente para status de conexão consumida para zona 2
0 = São
1 = Insalubre
Zone #3 Health
Leitura somente para status de conexão consumida para zona 3
0 = São
1 = Insalubre
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
72
Get/Set
USINT
Parâmetros ZIP
–
0
64
64
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
73
Get/Set
USINT
Parâmetros ZIP
–
0
64
64
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
74
Get
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
75
Get
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
76
Get
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
5-25
5-26
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #4 Health
Leitura somente para status de conexão consumida para zona 4
0 = São
1 = Insalubre
Zone #1 Mask
Bit enumerado máscara de dados consumidos para zona 1. Cada bit representa um
dado consumido em byte até 8 dados em comprimento. Se uma máscara bit está
ajustada, os dados byte consumidos correspondentes são guardados na tabela de
dados DeviceLogix
Zone #2 Mask
Bit enumerado máscara de dados consumidos para zona 2. Cada bit representa um
dado consumido em byte até 8 dados em comprimento. Se uma máscara bit está
ajustada, os dados byte consumidos correspondentes são guardados na tabela de
dados DeviceLogix
Zone #3 Mask
Bit enumerado máscara de dados consumidos para zona 3. Cada bit representa um
dado consumido em byte até 8 dados em comprimento. Se uma máscara bit está
ajustada, os dados byte consumidos correspondentes são guardados na tabela de
dados DeviceLogix
Zone #4 Mask
Bit enumerado máscara de dados consumidos para zona 4. Cada bit representa um
dado consumido em byte até 8 dados em comprimento. Se uma máscara bit está
ajustada, os dados byte consumidos correspondentes são guardados na tabela de
dados DeviceLogix
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
77
Get
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
78
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
255
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
79
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
255
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
80
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
255
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
81
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
255
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #1 Offset
O offset byte no interior da porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix
para posicionar os bytes de dados consumidos escolhidos para zona 1.
Zone #2 Offset
O offset byte no interior da porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix
para posicionar os bytes de dados consumidos escolhidos para zona 2.
Zone #3 Offset
O offset byte no interior da porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix
para posicionar os bytes de dados consumidos escolhidos para zona 3.
Zone #4 Offset
O offset byte no interior da porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix
para posicionar os bytes de dados consumidos escolhidos para zona 4.
Zone #1 EPR
A taxa do pacote esperada em milissegundos para o consumo de conexão da
zona 1. Se os dados consumidos não receberam este valor em 4 vezes, a conexão
da zona será o tempo-limite e a “Zone #1 Health” será informada 1 = Insalubre.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
82
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
7
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
83
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
–
0
7
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
84
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
85
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
86
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
5-27
5-28
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #2 EPR
A taxa do pacote esperada em milissegundos para o consumo de conexão da
zona 1. Se os dados consumidos não receberam este valor em 4 vezes, a conexão
da zona será o tempo-limite e a “Zone #2 Health” será informada 1 = Insalubre.
Zone #3 EPR
A taxa do pacote esperada em milissegundos para o consumo de conexão da
zona 1. Se os dados consumidos não receberam este valor em 4 vezes, a conexão
da zona será o tempo-limite e a “Zone #3 Health” será informada 1 = Insalubre.
Zone #4 EPR
A taxa do pacote esperada em milissegundos para o consumo de conexão da
zona 1. Se os dados consumidos não receberam este valor em 4 vezes, a conexão
da zona será o tempo-limite e a “Zone #4 Health” será informada 1 = Insalubre.
Zone #1 Control
Palavras de controle Zona 1.
Bit0 = Habilitação da segurança
Bit1 = Conex. COS
Bit2 = Conex. Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
Bits Padrão 0 e 1, todos os outros bits apagados.
1 = Segurança dos dados habilitados
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta
estroboscópico
1 = Consumo mensagens resposta Poll
multi-difusão
Zone #2 Control
Palavras de controle Zona 2.
Bit0 = Habilitação da segurança
Bit1 = Conex. COS
Bit2 = Conex. Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
Bits Padrão 0 e 1, todos os outros bits apagados.
1 = Segurança dos dados habilitados
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta
estroboscópico
1 = Consumo mensagens resposta Poll
multi-difusão
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
87
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
88
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
89
Get/Set
Gaveta
Parâmetros ZIP
milissegundo
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
90
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
65535
75
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
91
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
3
Valor padrão
3
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #3 Control
Palavras de controle Zona 3.
Bit0 = Habilitação da segurança
Bit1 = Conex. COS
Bit2 = Conex. Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
Bits Padrão 0 e 1, todos os outros bits apagados.
1 = Segurança dos dados habilitados
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta
estroboscópico
1 = Consumo mensagens resposta Poll
multi-difusão
Zone #4 Control
Palavras de controle Zona 3.
Bit0 = Habilitação da segurança
Bit1 = Conex. COS
Bit2 = Conex. Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
Bits Padrão 0 e 1, todos os outros bits apagados.
1 = Segurança dos dados habilitados
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta
estroboscópico
1 = Consumo mensagens resposta Poll
multi-difusão
Zone #1 Key
Quando o bit Habilitação da segurança para a zona 1 está habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 1.
Zone #2 Key
Quando o bit Habilitação da segurança para a zona 1 está habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 2.
Zone #3 Key
Quando o bit Habilitação da segurança para a zona 1 está habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 3.
5-29
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
92
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
3
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
93
Get/Set
Byte
Parâmetros ZIP
–
0
3
Valor padrão
3
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
94
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
65535
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
95
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
65535
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
96
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
65535
0
5-30
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Zone #4 KEY
Quando o bit Habilitação da segurança para a zona 1 está habilitado, este valor deve
combinar o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento cujos dados estão
sendo consumidos para zona 4.
Device Value Key
Este valor é produzido nos últimos 2 bytes de dados quando um dos conjuntos ZIP é
escolhido para produção de dados.
Zone Ctrl Enable
Habilitação global para transmissão de mensagens peer-to-peer ZIP. Este parâmetro
deve ser desabilitado antes de qualquer mudança na configuração ZIP para que o
dispositivo possa ser feito.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
97
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
65535
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
98
Get/Set
UINT
Parâmetros ZIP
–
0
65535
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
99
Get/Set
BOOL
Parâmetros ZIP
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-31
Grupo Visualização
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
101
102, 110, 134, 135, 138
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1 Hz
0,0
240,0 Hz
Apenas leitura
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
102
101, 113, 134, 135, 138
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1 Hz
0,0
240,0 Hz
Apenas leitura
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor padrão
103
Get
UINT
Grupo Visualização
0,01
0,00
Corrente nominal do
inversor x 2
Apenas leitura
Output Voltage
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
104
131, 184, 188
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Vca
0
230 V, 460 V, ou 600 Vca
Apenas leitura
DC Bus Voltage
Nível de tensão presente via CC.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
105
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Vcc
Output Freq
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Commanded Freq
Valor para comando ativo de freqüência. Mostra a frequência comandada mesmo se
o inversor não estiver trabalhando.
Output Current
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Valor máximo
Baseado na taxa do inversor
Apenas leitura
5-32
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Drive Status
Condição de operação presente no inversor.
Bit 0 = operando
Bit 1 = Avanço
Bit 2 = Acelerando
Bit 3 = Desacelerando
Número do Parâmetro
106
Parâmetro relatado
195
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
WORD
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
Apenas leitura
Fault 1 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
107
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Fault 2 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a segunda falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
108
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Fault 3 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a terceira falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
109
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Process Display
A freqüência de saída redimensionada pelo fator do processo (Parâmetro 199).
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
110
101, 199, 215, 216
Get
LINT
Grupo Visualização
de 0,01 a 1
0,00
9999
Apenas leitura
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-33
Control Source
Mostra a origem do comando de partida e da referência de velocidade.
Comandos de partida válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
2 = 2-cabo
3 = 2-Nível de precisão do cabo
4 = 2-Alta velocidade do cabo
5 = Canal RS485 (DSI)
9 = Jog
Comandos de velocidade válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
1 = Freqüência interna
4 = Freq X pré-selecionada
5 = Canal RS485 (DSI)
9 = Freq Jog
Número do Parâmetro
112
Parâmetros relatados
136, 138, 151, 152
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
1
Valor mínimo
0
Valor máximo
9
Valor padrão
5
Contrl In Status
Status do controle das entradas do borne de controle:
Bit 0 = Entrada Partida/Oper. Frente
Bit 1 = Entrada direção/Oper. Trás
Bit 2 = Entrada interrompida
Bit 3 = Reservado
Número do Parâmetro
113
Parâmetros relatados
102, 134, 135
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
15
0
Dig In Status
Status do controle das entradas digitais do borne de controle:
Bit 0 = Sel Ent. digital 1
Bit 1 = Sel Ent. digital 2
Bit 2 = Reservado
Bit 3 = Reservado
Número do Parâmetro
114
Parâmetros relatados
151, 152
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
15
0
Comm Status
Status dos canais de comunicação:
Bit 0 = Recebendo dados
Bit 1 = Transmitindo dados
Bit 2 = RS485
Bit 3 = Erro de comunicação
Número do Parâmetro
115
Parâmetros relatados
de 203 a 207
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
15
0
Control SW Ver
Versão da placa de controle principal para inversor CA.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
116
Get
UINT
Grupo Visualização
0,01
1,00
99,99
Apenas leitura
5-34
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Drive Type
Usado pelo pessoal do serviço de manutenção de campo da Rockwell Automation.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
117
Get
UINT
Grupo Visualização
1
1001
9999
Apenas leitura
Elapsed Run Time
O tempo acumulado no inversor está em potência de saída. O tempo é mostrado em
10 horas aumentadas.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
118
Get
UINT
Grupo Visualização
1 = 10 horas
0
9999
Apenas leitura
Testpoint Data
O valor atual da função selecionada no parâmetro 202.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
119
202
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Hex
0
FFFF
Apenas leitura
Analog In 0…10 V
Este parâmetro não está disponível para uso com o cód. cat. 284 controlador
distribuído de motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
120
Analog In 4…20 mA
Este parâmetro não está disponível para uso com o cód. cat. 284 controlador
distribuído de motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
121
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
124
Get
UINT
Grupo Visualização
1 °C
0
120
Apenas leitura
Drive Temp
Temperatura em operação presente na parte de potência do inversor.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-35
Grupo Programa Básico
Motor NP Volts
Conjunto para os volts de classificação da placa de identificação.
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Motor NP Hertz
Conjunto para a freqüência de classificação da placa de identificação.
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Motor OL Current
Conjunto para a corrente máxima permitida. O inversor irá falhar numa sobrecarga
do motor F7 se o valor deste parâmetro for excedido por 150% por 60 segundos.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
131
104, 184
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
1 Vca
20
240 V, 460 V, ou 600 Vca
Baseado na taxa do inversor
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
132
184, 190
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
1 Hz
10
240
60 Hz
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
133
155, 189, 190, 198, 214
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 2
Baseado na taxa do inversor
Valor máximo
Valor padrão
Minimum Freq
Ajustando a freqüência mais baixa o inversor sairá continuamente.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
134
101, 102, 113, 135, 210, 212,
215
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
0,1 Hz
0,0
240
0,0
5-36
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Maximum Freq
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajustando a freqüência mais baixa o inversor sairá continuamente.
Start Source
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajusta o controle de toque usado para iniciar a cód. cat. 284 ArmorStart.
2 = 2-cabo
3 = 2-Nível de precisão do cabo
4 = 2-Alta velocidade do cabo
5 = Canal RS485 (DSI)
Stop Mode
Comandos de parada válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
0 = Ramp, CF parada por rampa. O comando de parada limpa a falha ativa.
1 = Parada por inércia, CF parada por inércia. O comando de parada limpa a
falha ativa.
2 = DC Freio, CF DC parada frenagem de injeção. O comando de parada limpa a
falha ativa.
3 = DCBrkAuto, CF DC injeção de frenagem com Auto Shutoff.
Padrão de injeção de frenagem para conjunto de valores no parâmetro 180
(DC Brake Time)
ou
O inversor desliga se detectar que o motor está parado. O comando de parada
limpa a falha ativa
4 = Rampa Parada por rampa
5 = Parada por inércia Parada por inércia
6 = DC Freio, CF DC Injeção frenagem de parada
7 = DC Frenagem automática DC Parada de injeção com desligamento
automático.
Padrão de injeção de frenagem para conjunto de valores no parâmetro 180
(DC Brake Time)
ou
O inversor desliga se o limite de corrente for excedido
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
135
101, 102, 113, 134, 178, 211,
213, 215
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
0,1 Hz
0,0
240
60,0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
136
112 e 137
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
–
0
5
5
Número do Parâmetro
137
Parâmetros relatados
136, 180, 182, 205
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Ajuste Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
7
Valor padrão
0
Parâmetros relatados
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-37
Speed Reference
Referências de velocidade válidas para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
1 = Freq interna
4 = Freq pré-selecionada
5 = Com. canal
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
138
de 101, 102, 112, 139, 140,
151, 152, 169, 170 a 173,
210, 211, 213, 232
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
–
0
5
5
Accel Time 1
Define a taxa de aceleração para todas as velocidades aumentadas.
Freq máxima - = Taxa de aceleração
--------------------------------------------------Tempo de aceleração
Número do Parâmetro
139
Parâmetros relatados
de 138, 140, 151, 152, 167,
170 a 173
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Ajuste Programa Básico
Unidades
0,1 s
Parâmetros relatados
Valor mínimo
0,0 s
Valor máximo
600,0 s
Valor padrão
10,0 s
Decel Time 1
Define a taxa de desaceleração para todas as velocidades aumentadas.
Freq máxima
----------------------------------------------------------- = Taxa de desaceleração
Tempo de desaceleração
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
140
de 138, 139, 151, 152, 168,
170 a 173
Get/Set
UINT
Ajuste Programa Básico
0,1 s
0,1 s
600,0 s
10,0 s
Reset To Defaults
Número do Parâmetro
141
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Restabelece todos os valores de parâmetros para ajuste de fábrica.
0 = Sinal de pronto/inativo (Padrão)
1 = Rest Fábrica
Motor OL Ret
Habilita/desabilita a função de retenção de sobrecarga do motor. Quando está
habilitado, o valor retido na sobrecarga do motor é salvo como desligado e
restaurado como ligado. Uma mudança para este ajuste do parâmetro reinicia do
contador.
0 = Desabilitado (Padrão)
1 = Habilitado
Parâmetros relatados
Grupo
Grupo Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
1
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
143
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Grupo Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
5-38
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Grupo Programa Avançado
Número do Parâmetro
151 (Digital In 1 SEL)
152 (Digital In 2 SEL)
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Seleciona a função para as entradas digitais.
Consulte a Tabela 5.B para mais detalhes
151, 152
112, 114, 138 a 140, 167,
168, 170 a 173, 178, 179
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
26
4
Tabela 5.B Opções Entradas Digitais
Opções
Descrição
0
Não usado
1
Acel & Desac2
2
Jog
3
Falha Aux
Preset Freq
(parâmetros 151
e 152 padrão)
Não usado
Inversor Anal.
4
5 a 25
26
O terminal não tem função mas pode ser lido novamente pela comunicação em rede por meio do parâmetro 114
(Status En Dig).
•
Quando está ativo, o parâmetro 167 (Accel Time 2) e o parâmetro 168 (Decel Time 2) são usados para todas
as taxas de rampa excepto para Jog.
• Pode ser interligado em apenas uma entrada.
•
Quando há uma entrada, o inversor acelera de acordo com o conjunto de valores no parâmetro 179
(Jog Accel/Decel) e acelera em rampa para o conjunto de valores no parâmetro 178 (Jog Frequency).
• Quando a entrada é removida, o inversor acelera em rampa para uma parada de acordo com o conjunto de
valores no parâmetro 179 (Jog Accel/Decel).
•
Um comando de partida válido cancelará esta entrada.
Quando habilitada, uma falha na entrada auxiliar F2 poderá ocorrer quando a entrada é removida.
Consulte os parâmetros 170 a 173 e 174 a 177.
Reservado
Opção inválida para cód. cat. 284 do controlador distribuído de motor ArmorStart
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
155 (Relay Out Sel)
Define a condição que muda o estado dos contatos de saída do relé.
Consulte a Tabela 5.C para mais detalhes
5-39
155
133, 156, 192
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
21
6
Tabela 5.C Opções Relay Out Sel
Opções
Descrição
1
2
3
4
Sinal de pronto/
Falha (Default)
Na frequência
MotoremOperação
Reversão
Sobrec. motor
5
Reg Rampa
6
Freq exced
7
Cor exced
8
CCVolt exced
0
10
11 a 19
Exst novas
tentativas
V Anal exced
Não usado
20
ControlParâm
21
Falha NãoRec
9
O relé muda de estado quando a alimentação é aplicada. Isto indica que o inversor está pronto para a operação.
O relé retorna o inverso para o estado estante quando a alimentação é removida ou quando ocorre uma falha.
O inversor atinge a freqüência comandada.
O motor está recebendo alimentação do inversor.
O inversor é comandado para operar na direção contrária.
Existe a condição de sobrecarga do motor.
O regulador da rampa está modificando os tempos de acel/desac programada para evitar sobrecorrente ou falha
de sobretensão durante o funcionamento.
O inversor excede o conjunto de valores da freqüência (Hz) no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para o conjunto limite.
O inversor excede o conjunto de valores de corrente (% A) no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para o conjunto limite.
O inversor excede o conjunto de valores de tensão por meio do CC no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para definir o limite.
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
Opção inválida para cód. cat. 284 ArmorStart.
Reservado
Habilita a saída para ser controlada sobre as comunicações de rede escrevendo para o parâmetro 156 (Relay Out
Level) (0 = Off, 1 = ON).
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
Relay Out Level
Define o ponto de desarme para a saída digital do relé se o valor do parâmetro 155
(Relay Out Sel) é 6, 7, 8, 10, 16, 17, 18, ou 20.
Ajuste do parâmetro 155
6
7
8
10
20
Mín./Máx. do
parâmetro 156
0/400 Hz
0/180%
0/815 V
0/100%
0/1
Número do Parâmetro
156
Parâmetros relatados
155
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
0,1
Valor mínimo
0,0
Valor máximo
9999
Valor padrão
2,0
5-40
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Accel Time 2
Quanto está ativo, define a faixa de aceleração para todas as velocidades em
aumento excepto para jog.
Freq máxima - = Taxa de aceleração
--------------------------------------------------Tempo de aceleração
Parâmetro 135
(Maximum Freq)
ão
raç
ele
0
Ac
ele
raç
ão
sac
De
Velocidade
Parâm.
0 139 ou
167
(Accel
Time x)
Tempo
Parâm.
140 ou
168
(Decel
Time x)
Decel Time 2
Quanto está ativo, define a faixa de desaceleração para todas as velocidades em
aumento excepto para jog.
Freq máxima
----------------------------------------------------------- = Taxa de desaceleração
Tempo de desaceleração
Parâmetro 135
(Maximum Freq)
Número do Parâmetro
167
Parâmetros relatados
139
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
0,1 s
Valor mínimo
0,0
Valor máximo
600,0
Valor padrão
20,0
Número do Parâmetro
168
Parâmetros relatados
140
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
Valor máximo
600,0
Valor padrão
20,0
Internal Freq
Fornece o comando de freqüência para o inversor quando o parâmetro 138
(referência de velocidade) é definido como 1 Freq Interna. Quando está habilitado,
este parâmetro mudará o comando de freqüência em tempo real.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
169
138
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
240,0
60,0
170 (Preset Freq 0) ➊
171 (Preset Freq 1)
172 (Preset Freq 2)
173 (Preset Freq 3)
Número do Parâmetro
170 a 173
138, 139, 140, 151, 152, 167,
168
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
400,0
Consulte a Tabela 5.D
ão
raç
Ac
ele
ele
sac
raç
ão
De
Unidades
Valor mínimo
Velocidade
0
Parâm.
0 139 ou
167
(Accel
Time x)
Tempo
Parâm.
140 ou
168
(Decel
Time x)
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
➊ Para ativar 170 (Preset Freq 0) defina 138 (Speed Reference) para opção 4 Freq
pré-selecionada 0–3.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-41
Tabela 5.D Opções Preset Freq de 170 a 173
Values
Fornece um valor de comando de freqüência fixo quando de 151 a 153 (Digital Inx
Sel) está definido como 4 Frequências pré-selecionadas.
170 Default ➊
171 Default
172 Default
173 Default
Mín./Máx.
Visor
0,0 Hz
5,0 Hz
10,0 Hz
20,0 Hz
0,0/400,0 Hz
0,1 Hz
Estado de entrada de
Ent. digital 1 (Terminal
E/S 05 quando o
parâmetro 151 = 4)
Estado de entrada de
Ent. digital 2 (Terminal
E/S 06 quando o
parâmetro 152 = 4)
Estado de entrada de
Ent. digital 3 (Terminal
E/S 07 quando o
parâmetro 153 = 4)
Fonte de
freqüência
Parâmetro
Acel/Desac
usado ➋
0
1
0
1
0
0
1
1
0
0
0
0
170 (Preset Freq 0)
171 (Preset Freq 1)
172 (Preset Freq 2)
173 (Preset Freq 3)
(Accel Time 1)/(Decel Time 1)
(Accel Time 1)/(Decel Time 1)
Accel Time 2)/(Decel Time 2)
(Accel Time 2)/(Decel Time 2)
➊ Para ativar 170 (Preset Freq 0) defina 138 (Speed Reference) para opção 4 Preset Freq 0–3.
➋ Quando uma entrada digital está definida como Accel. 2 & Decel. 2, e a entrada está ativa, esta
entrada cancela os ajustes nesta tabela.
Jog Frequency
Define a freqüência de saída quando o comando de jog está publicado.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
178
135, 151, 152, 179
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
240,0
10,0
Jog Accel/Decel
Define o tempo de aceleração e de desaceleração quando o comando de jog está
publicado.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
179
151, 152, 178
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,1
600,0
10,0
DC Brake Time
Define o comprimento de tempo que a corrente de freio CC é injetada no motor.
Consulte o parâmetro 181 nível de freio CC.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
180
137, 181
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
90,0
0,0
5-42
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
DC Brake Level
Define a corrente de feio máximo CC, em ampères, aplicada no motor quando
o parâmetro 137 (Stop Mode) é definido tanto para rampa quanto para freio CC.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
181
137, 180
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 1,8
Corrente nominal do
inversor x 0,05
ATENÇÃO
!
•
•
Caso exista risco de dano devido ao movimento do equipamento ou do
material, um equipamento mecânico de frenagem auxiliar deve ser
usado.
Esta função não deve ser usada com síncrono ou motores imãs
permanentes. Os motores devem ser desmagnetizados durante a
frenagem.
Número do Parâmetro
DB Resistor Sel
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita frenagem dinâmica externa.
Ajustes
0
1
2
3 a 99
Mín./Máx.
Desabilitado
Res normal RA Res (ciclo de trabalho 5%)
Sem proteção (ciclo de trabalho 100%)
x% Ciclo de trabalho limitado (de 3 a 99% do
ciclo de trabalho)
182
Parâmetros relatados
137
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
1
Valor mínimo
0
Valor máximo
99
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
S Curve %
Define a porcentagem do tempo de aceleração ou de desaceleração que é aplicado
para acelerar em rampa as curvas S. O tempo é adicionado metade ao início e a
outra metade no fim da rampa.
Figura 5.1
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
5-43
183
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1%
0
100
0% desabilitado
5-44
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Boost Select
Define a tensão do impulso (% do parâmetro [Motor NP Volts]) e redefine os Volts
para curva Hz. Ativa-se quando o parâmetro 225 (Torque Perf Mode) = 0 V/Hz
O inversor pode adicionar tensão adicional excepto se a Opção 5 estiver
selecionada.
Consulte a Tabela 5.E para mais detalhes
184
104, 131, 132
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
1
14
8
Tabela 5.E Opções Boost Select
Opções
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
Descrição
30,0, VT
35,0, VT
40,0, VT
45,0, VT
0,0 sem IR
0,0
2,5, CT (padrão para 5 HP/
inversor 3,7 kW)
5,0, CT padrão
7,5, CT
10,0, CT
12,5, CT
15,0, CT
175, CT
20,0, CT
Torque variável (ventilador típico/
curvas bomba)
Torque constante
1/2 (Motor NP Volts)
1/2
(Motor NP Hertz)
50
% Parâmetro 131 (Motor NP Volts)
100
Figura 5.2
Ajustes
de 5 a 14
0
4
3
2
1
50
% Parâmetro 132 (Motor NP Hertz)
100
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-45
Maximum Voltage
Definindo a freqüência mais alta o inversor sairá.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
188
104
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1 Vca
20 Vca
Inversor classificado em Volts
Inversor classificado em Volts
Current Limit
Corrente de saída máxima permitida antes que ocorra limitação de corrente
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
189
133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,1 A
Corrente nominal do
inversor x 1,8
Corrente nominal do
inversor x 1,5
Valor máximo
Valor padrão
Motor OL Select
O inversor fornece proteção de sobrecarga do motor classe 10. Ajustando de
0 a 2 seleciona o fator de redução da capacidade para função sobrecarga I2t.
0 = Sem capacidade reduzida
1 = Mín. capacidade reduzida
2 = Máx. capacidade reduzida
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
190
132
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1
0
2
0
% do P132 (Motor NP Hertz)
% do P133 (Motor OL Current)
% do P132 (Motor NP Hertz)
% do P133 (Motor OL Current)
% do P133 (Motor OL Current)
Figura 5.3 Curvas de Desarme por Sobrecarga
% do P132 (Motor NP Hertz)
5-46
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
PWM Frequency
Define a freqüência portadora para onda de saída PWM. A figura 5.4 fornece uma
redução de capacidade baseada no ajuste de freqüência PWM.
Número do Parâmetro
191
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
0,1 Hz
Valor mínimo
2,0 Hz
Valor máximo
16,0 Hz
Valor padrão
4,0 Hz
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
192
155, 193
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1
0
9
0
Figura 5.4
Auto Rstrt Tries
Define o número máximo de vezes que o inversor tenta restabelecer uma falha e
reinicia.
Limpe a falha tipo 1 e reinicie o inversor
1. Defina o parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) para um valor
diferente de 0.
2. Defina o parâmetro 193 (AutoRstrt Delay) para um valor
diferente de 0.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-47
Limpe uma sobretensão, subtensão ou falha de sobraquec. do
dissipador de calor sem reiniciar o inversor
1. Defina o parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) para um valor
diferente de 0.
2. Defina o parâmetro 193 (AutoRstrt Delay) para 0.
ATENÇÃO
!
Pode ocorrer danos ai equipamento e/ou ferimentos pessoais de este
parâmetro for usado numa aplicação inapropriada. Não use esta função sem
considerar os códigos de aplicação locais, nacionais e internacionais, padrões,
regulações ou orientações de fábrica.
Auto Rstrt Delay
Define o tempo entre tentativas de rearme quando o parâmetro 192
(Auto Rstrt Tries) é definida a um valor maior a zero.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
193
192
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
300,0 s
1,0 s
Start at PowerUp
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
194
192
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
Valor padrão
0
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita uma função que permite um comando de partida ou de operação
a automaticamente causa o inversor a resumir a operação da velocidade de
comando após a restauração da entrada do inversor. Requer uma entrada digital run
ou start e um contato start válido.
Este parâmetro não funcionará se o parâmetro 136 (Start Source) está definido
em 4 2-W Alta velocidade.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
ATENÇÃO
!
Pode ocorrer danos ai equipamento e/ou ferimentos pessoais
de este parâmetro for usado numa aplicação inapropriada. Não
use esta função sem considerar os códigos de aplicação locais,
nacionais e internacionais, padrões, regulações ou orientações
de fábrica.
5-48
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
195
106
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Flying Start En
Define a condição que permite ao inversor reconectar um motor de turbilhonamento
a um RPM atual.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
196
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Compensation
Habilita/desabilita opções de correção que podem gerar problemas com a
instabilidade do motor
0 = Desabilitado
1 = Elétrico (Padrão)
Algumas combinações de inversores/motores tem instabilidades inerentes que são
exibidas como corrente do motor não – sinusoidal. Este ajuste tenta corrigir esta
condição
2 = Mecânico
Algumas combinações de motor/carga tem ressonâncias mecânicas que podem ser
acionadas pelo regulador de corrente do inversor. Este ajuste reduz a resposta do
regulador de corrente e tenta corrigir esta condição.
3 = Ambos
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
197
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
3
Valor padrão
1
SW Current Trip
Habilita/desabilita um desarme de corrente instantâneo do software (dentro de
100 ms).
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
198
133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 2
0,0 (Desabilitado)
Reverse Disable
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita a função que permite que a direção da rotação do motor seja
trocada. O comando de inversão pode vir como comando digital ou comando serial.
Todas as saídas de reversão incluindo operação reversa de dois-cabos será
ignorada com a desabilitação reversa.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
Valor máximo
Valor padrão
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
5-49
Process Factor
Escala o valor de freqüência de saída mostrado pelo parâmetro 110 (Process
Display).
Freq saída x fator processo = Visualização do processo
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
199
110
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1
0,1
999,9
30,0
Fault Clear
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
200
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
2
0
Program Lock
Protege os parâmetros contra mudanças por pessoal não autorizado.
0 = Destravado
1 = Travado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
201
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Testpoint Sel
Usado pelo pessoal do serviço de manutenção de campo da Rockwell Automation.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
202
119
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1 Hex
0
FFFF
400
Comm Data Rate
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
203
CommNode Addr
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
204
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Restabelece uma falha e limpa uma fila de falhas. Usado principalmente para limpar
uma falta sobre comunicações de rede.
0 = Sinal de pronto/inativo (Padrão)
1 = Restabelece a falha
2 = Limpa buffer (parâmetros de 107 a 109 [código de falha x])
5-50
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Comm Loss Action
Seleciona a resposta do inversor para uma perda de conexão da comunicação ou
erros de comunicação excessivos.
0 = Falha (Padrão)
O inversor falhará na perda de com. F81 e na parada por inércia
1 = Parada por inércia
Pára o inversor por meio da parada por inércia
2 = Parada
Pára por meio do ajuste de parâmetro 137 (Stop Mode)
3 = Continu Last Drive
Continua operando por velocidade de comunicação comandada salva em RAM
Número do Parâmetro
205
Parâmetros relatados
115, 137, 206
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
3
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
206
115, 205
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,1 s
60,0 s
15,0 s
Comm Format
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
207
Anlg In 0…10 V Lo
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
210
Anlg In 0…10 V HI
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
211
Anlg In4…20MA LO
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
212
Anlg In4…20 mA HI
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
213
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
214
133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0 Hz
10,0 Hz
2,0 Hz
Comm Loss Time
Define o tempo que o inversor permanece em perda de comunicação antes de
implantar a opção selecionada no parâmetro 205 (Comm Loss Action).
Slip Hertz @ FLA
Compensado pelo escorregamento inerente em um motor de indução. Esta
freqüência é adicionada à freqüência de saída comandada baseada na corrente
do motor.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Process Time Lo
Escala o valor de tempo quando o inversor está operando no parâmetro 134
(Minimum Freq). Ao definir para um valor maior a zero, o parâmetro 110 (Process
Display) indica a duração do processo.
Process Time Hi
Escala o valor de tempo quando o inversor está operando no parâmetro 135
(Maximum Freq). Ao definir para um valor maior a zero, o parâmetro 110 (Process
Display) indica a duração do processo.
5-51
Número do Parâmetro
215
Parâmetros relatados
110, 134
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
Hz
Valor mínimo
0,00
Valor máximo
99,99
Valor padrão
0,00
Número do Parâmetro
216
Parâmetros relatados
110, 135
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
Hz
Valor mínimo
0,00
Valor máximo
99,99
Valor padrão
0,00
5-52
Notas:
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores de Volts para Hertz
Capítulo
6
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis
para controladores vetoriais sem sensor
Introdução
Este capítulo descreve cada parâmetro programável e sua função para
cód. cat. 284 Controladores vetoriais sem sensor.
Programação de parâmetros
Cada tipo de controlador distribuído de motor terá um conjunto de
parâmetros comum seguido por um conjunto de parâmetros relativos
ao tipo de partida individual.
Consulte o Capítulo 8, Comissionamento DeviceNet™ para
instruções de uso RSNetWorx™ para DeviceNet™ para modificar as
configurações dos parâmetros.
Consulte o Capítulo 11, Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint® para instruções para modificar as configurações dos
parâmetros ao usar o cód. cat. 284A com os produtos E/S distribuídas
ArmorPoint®.
Importante: Restabelecer os valores dos parâmetros ajustados de
fábrica 47, Set to Defaults, permite ao instalador
restabelecer todos os parâmetros para os valores de
ajuste de fábrica. Também restabelece a identificação
MAC para os seus ajustes de fábrica depois que a
alimentação do DeviceNet Power for girada se as
chaves forem ajustadas >63.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros descarregadas
para o ArmorStart® são executadas imediatamente,
mesmo durante o status “executando”.
Importante: Alterações dos ajustes de parâmetros feitas em uma
ferramenta de configuração, como o RSNetWorx™
para DeviceNet, não são executadas no módulo
ArmorStart até que o instalador aplique ou descarregue
os novos ajustes para o dispositivo.
6-2
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Listagem de grupos de parâmetros
O cód. cat. 284D ArmorStart contém dez grupos de parâmetros.
Os parâmetros mostrados no DeviceLogix™, DeviceNet, Proteção
do Painel Alimentador, Usuário E/S, Parâmetros Diversos, Inversor
DeviceNet, Grupo Visualização, Programa Básico e Programa
Avançado são discutidos neste capítulo.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-3
Tabela 6.1 Lista dos grupos de parâmetros
DeviceLogix
1 Hdw Inputs
2 Network Inputs
3 Network Outputs
4 Trip Status
5 Starter Status
6 DNet Status
7 Starter Command
8 Network Override
9 Comm Override
DeviceNet
10 Autobaud Enable
11 Consumed IO Assy
12 Produced IO Assy
13 Prod Assy Word 0
14 Prod Assy Word 1
15 Prod Assy Word 2
16 Prod Assy Word 3
17 Consumed IO Size
18 Produced IO Size
19 Starter COS Mask
20 Net Out COS Mask
21 DNet Voltage
Proteção do Painel
Alimentador
22 Breaker Type
23 PrFltResetMode
24 Pr Fault Enable
25 Pr Fault Reset
26 StrtrDN FltState
27 StrtrDN FltValue
28 StrtrDN IdlState
29 StrtrDN IdlValue
61 RAST Pr Fault
62 Warning Status
Grupo Visualização
Parâmetros ZIP
Ajustes Básicos
101 Output Freq
102 Commanded Freq
103 Output Current
104 Output Voltage
105 DC Bus Voltage
106 Drive Status
107 Fault 1 Code
108 Fault 2 Code
109 Fault 3 Code
110 Process Display
112 Control Source
113 Contrl In Status
114 Dig In Status
115 Comm Status
116 Control SW Ver
117 Drive Type
118 Elapsed Run Time
119 Testpoint Data
120 Analog In 0…10 V
121 Analog In 4…20 mA
122 Output Power
123 Output Power Fctr
124 Drive Temp
125 Counter Status
126 Timer Status
127 Timer Stat Fract
128 Stp Logic Status
129 Torque Current
67 AutoRun Zip
68 Zone Produced EPR
69 Zone Produced PIT
70 Zone #1 MacId
71 Zone #2 MacId
72 Zone #3 MacId
73 Zone #4 MacId
74 Zone #1 Health
75 Zone #2 Health
76 Zone #3 Health
77 Zone #4 Health
78 Zone #1 Mask
79 Zone #2 Mask
80 Zone #3 Mask
81 Zone #4 Mask
82 Zone #1 Offset
83 Zone #2 Offset
84 Zone #3 Offset
85 Zone #4 Offset
86 Zone #1 EPR
87 Zone #2 EPR
88 Zone #3 EPR
89 Zone #4 EPR
90 Zone #1 Control
91 Zone #2 Control
92 Zone #3 Control
93 Zone #4 Control
94 Zone #1 Key
95 Zone #2 Key
96 Zone #3 Key
97 Zone #4 Key
98 Device Value Key
99 Zone Ctrl Enable
131 Motor NP Volts
132 Motor NP Hertz
133 Motor OL Current
134 Minimum Freq
135 Maximum Freq
136 Start Source
137 Stop Mode
138 Speed Reference
139 Accel Time 1
140 Decel Time 1
141 Reset To Defalts
142 Reserved
143 Motor OL Ret
.
Usuário E/S
30 Off-to-On Delay
31 On-to-Off Delay
32 In Sink/Source
33 OutA Pr FltState
34 OutA Pr FltValue
35 OutA DN FltState
36 OutA DN FltValue
37 OutA DN IdlState
38 OutA DN IdlValue
39 OutB Pr FltState
40 OutB Pr FltValue
41 OutB DN FltState
42 OutB DN FltValue
43 OutB DN IdlState
44 OutB DN IdlValue
Diversos
Inversor DeviceNet
45 Keypad Mode
46 Keypay Disable
47 Set to Defaults
48 Drive Control
49 Drvin PrFltState
50 Drvin PrFltValue
51 Drvin DNFltState
52 Drvin DNFltValue
53 Drvin DNFltState
54 Drvin DNFltValue
55 High Speed Enable
Ajustes avançados
151 Digital In1 Sel
152 Digital In2 Sel
153 Digital In3 Sel
154 Digital In4 Sel
155 Relay Out Sel
156 Relay Out Level
157 Relay Out LevelF
158 Opto Out1 Sel
159 Opto Out1 Level
160 Opto Out1 LevelF
161 Opto Out2 Sel
162 Opto Out2 Level
163 DB Threshold
164 Opto Out Logic
165 Analog Out Sel
166 Analog Out High
167 Accel Time 2
168 Decel Time 2
169 Internal Freq
170 Preset Freq 0
171 Preset Freq 1
172 Preset Freq 2
173 Preset Freq 3
174 Preset Freq 4
175 Preset Freq 5
176 Preset Freq 6
177 Preset Freq 7
178 Jog Frequency
179 Jog Accel/Decel
180 DC Brake Time
181 DC Brake Level
182 DB Resistor Sel
183 S Curve %
184 Boost Select
185 Start Boost
186 Break Voltage
187 Break Frequency
188 Maximum Voltage
189 Current Limit 1
190 Motor OL Select
191 PWM Frequency
192 Auto Rstrt Tries
193 Auto Rstrt Delay
194 Start At PowerUp
195 Reverse Disable
196 Flying Start En
197 Compensation
198 SW Current Trip
199 Process Factor
200 Fault Clear
201 Program Lock
202 Testpoint Sel
203 Comm Data Rate
204 Comm Node Addr
205 Comm Loss Action
206 Comm Loss Time
207 Comm Format
208 Language
209 Anlg Out Setpt
210 Anlg In 0…10 V Lo
211 Anlg In 0…10 V Hi
212 Anlg In 4…20 mA Lo
213 Anlg In 4…20 mA Hi
214 Slip Hertz @ FLA
215 Process Time Lo
216 Process Time Hi
217 Bus Reg Mode
218 Current Limit 2
219 Skip Frequency
220 Skip Freq Band
221 Stall Fault Time
222 Analog In Loss
223 10 V Bipolar Enbl
224 Var PWM Disable
225 Torque Perf Mode
226 Motor NP FLA
227 Autotune
228 IR Voltage Drop
229 Flux Current Ref
230 PID Trim Hi
231 PID Trim Lo
232 PID Ref Sel
233 PID Feedback Sel
234 PID Prop Gain
235 PID Integ Time
236 PID Diff Rate
237 PID Setpoint
238 PID Deadband
239 PID Preload
240 Stp Logic 0
241 Stp Logic 1
242 Stp Logic 2
243 Stp Logic 3
244 Stp Logic 4
245 Stp Logic 5
246 Stp Logic 6
247 Stp Logic 7
248 Reserved
249 Reserved
250 Stp Logic Time 0
251 Stp Logic Time 1
252 Stp Logic Time 2
253 Stp Logic Time 3
254 Stp Logic Time 4
255 Stp Logic Time 5
256 Stp Logic Time 6
257 Stp Logic Time 7
258 Reserved
259 Reserved
260 EM Brk Off Delay
261 EM Brk On Delay
262 MOP Reset Sel
6-4
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Grupo DeviceLogix
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Hdw Inputs ➊
Este parâmetro fornece o status das entradas hardware.
1
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
15
0
Bit
Função
3
2
1
0
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
Entrada 0
Entrada 1
Entrada 2
Entrada 3
➊ Reservado para unidades de cód. cat. 284A.ste parâmetro não está disponível com Cód. cat. 284A.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Network Inputs
Este parâmetro fornece o status das entradas de rede.
2
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Entrada de rede 0
Entrada de rede 1
Entrada de rede 2
Entrada de rede 3
Entrada de rede 4
Entrada de rede 5
Entrada de rede 6
Entrada de rede 7
Entrada de rede 8
Entrada de rede 9
Entrada de rede 10
Entrada de rede 11
Entrada de rede 12
Entrada de rede 13
Entrada de rede 14
Entrada de rede 15
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Network Outputs
Este parâmetro fornece o estado das saídas de rede.
6-5
3
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
32767
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 0
Saída de rede 1
Saída de rede 2
Saída de rede 3
Saída de rede 4
Saída de rede 5
Saída de rede 6
Saída de rede 7
Saída de rede 8
Saída de rede 9
Saída de rede 10
Saída de rede 11
Saída de rede 12
Saída de rede 13
Saída de rede 14
6-6
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Trip Status
Este parâmetro fornece a identificação do desarme.
4
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
➋
Não disponível para o cód. cat. 284A.
Indica com. de falha DB1 para cód. cat. 284
Curto-circuito
Sobrecarga
Curto-circuito de
fase
Falha à terra
Travamento
Potência de controle
Falha E/S
Sobretemperatura
Sobrecorrente
Perda de potência
Dnet ➊
Com. interna ➋
Falha via CC
EEprom
Falha Hw
Novas tentativas de
reiniciar
Falhas Diversas
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Starter Status
Este parâmetro fornece o status do painel alimentador.
6-7
5
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
65535
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
➋
Refere-se ao status do freio de origem do contator.
Refere-se ao status de saída do contator.
Desarmado
Advertência
Operação para frente
Operação para trás
Sinal de pronto
Status Ctl Rede
Status Ref Rede
Referência At
DrvOpto1
DrvOpto2
Teclado Jog
Teclado manual
Status HOA
140M On
Contator 1 ➊
Contator 2 ➋
6-8
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
DNet Status
Este parâmetro fornece o status da conexão DeviceNet.
6
Get
WORD
DeviceLogix
–
0
31
0
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Starter Command
Este parâmetro fornece o comando do painel alimentador.
Conex. Exp
Conex. ES
Fal. Exp
Fal. ES
ES inativo
Reservado
Conex. ZIP 1
Fal. ZIP 1
Conex. ZIP 2
Fal. ZIP 2
Conex. ZIP 3
Fal. ZIP 3
Conex. ZIP 4
Fal. ZIP 4
Número do Parâmetro
7
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
WORD
Grupo
DeviceLogix
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
255
Valor padrão
0
Bit
Função
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Operação para frente
Operação para trás
Reinicialização da falha
Jog Fwd
Jog Rev
Reservado
Saída de usuário A
Saída de usuário B
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-9
Network Override
Este parâmetro permite para a lógica local cancelar uma falha de rede.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
8
Get/Set
BOOL
DeviceLogix
–
0
1
0
Comm Override
Este parâmetro permite para a lógica local o cancelamento de uma perda de uma
conexão de E/S.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
9
Get/Set
BOOL
DeviceLogix
–
0
1
0
Autobaud Enable
Quando este parâmetro estiver habilitado, o dispositivo irá tentar determinar a taxa
de transmissão da rede e ajustar sua própria taxa de transmissão para um valor
igual, desde que haja tráfego da rede. Pelo menos um nó com uma taxa de
transmissão estabelecida deve existir na rede para que a detecção de taxa
automática ocorra.
0 = Desabilita
1 = Habilita
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
10
Get/Set
BOOL
DeviceNet
–
0
1
1
Consumed I/O Assy
Este parâmetro seleciona o formato dos dados de E/S consumadas.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
11
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
188
164
Produced I/O Assy
Este parâmetro seleciona o formato para o formato para os dados de E/S produzidas.
Número do Parâmetro
12
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Grupo DeviceNet
Valor mínimo
0
Valor máximo
190
Valor padrão
165
6-10
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Prod Assy Word 0
Este parâmetro é usado para construir bytes 0–1 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
13
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
262
1
Produced Assy Word 1
Este parâmetro é usado para construir bytes 2–3 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
14
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
262
4
Prod Assy Word 2
Este parâmetro é usado para construir bytes 4–5 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
15
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
262
5
Prod Assy Word 3
Este parâmetro é usado para construir bytes 6–7 para conjunto produzida 120.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
16
Get/Set
USINT
DeviceNet
–
0
262
6
Consumer I/O Size
Este parâmetro mapeia para a dimensão Scanner Tx.
Número do Parâmetro
17
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
4
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Produced I/O Size
Este parâmetro mapeia para a dimensão Scanner Rx.
Starter COS Mask
Este parâmetro permite ao instalador definir as condições de mudança de estado
que vão resultar em uma mensagem de mudança de estado.
6-11
Número do Parâmetro
18
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
USINT
Grupo
DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
4
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
19
Get/Set
WORD
DeviceNet
–
0
16383
16383
Bit
Função
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Desarmado
Advertência
Operação para frente
Operação para tras
Sinal de pronto
Status Ctl Rede
Status Ref Rede
Referência At
Entrada de Usuário 1
Entrada de Usuário 2
Entrada de Usuário 3
Entrada de Usuário 4
Status HOA
140M On
6-12
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Net Out COS Mask
Este parâmetro ajusta o bit que irá disparar uma mensagem COS na saída de rede.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
20
Get/Set
WORD
DeviceNet
–
0
32767
0
Bit
Função
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Saída de rede 0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Saída de rede 1
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Saída de rede 2
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Saída de rede 3
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Saída de rede 4
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Saída de rede 5
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 6
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 7
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 8
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 9
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 10
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 11
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 12
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 13
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
Saída de rede 14
DNet Voltage
Este parâmetro fornece a medição da tensão para a rede DeviceNet.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
21
Get
UINT
DeviceNet
V
0
6500
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-13
Grupo Proteção do Painel
Alimentador
Breaker Type
Este parâmetro identifica o cód. cat. 140M usado neste produto.
0 = 140M-D8N-C10
1 = 140M-D8N-C25
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
22
Get
BOOL
Proteção do Painel Alimentador
–
0
1
–
PrFlt Reset Mode
Este parâmetro é o modo de restabelecimento da falha da proteção.
0 = Manual
1 = Automático
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
23
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel Alimentador
–
0
1
0
Pr Fault Enable
Este parâmetro habilita a falha de proteção ajustando o bit em 1.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
24
Get/Set
WORD
Proteção do Painel Alimentador
–
0
65535
64927
Bit
Função
15
14
13
12
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
➊
Não disponível para o cód. cat. 284A
Curto-circuito
Sobrecarga
Curto-circuito de
fase
Falha à terra
Travamento
Potência de controle
Falha E/S
Sobretemperatura
Sobrecorrente
Perda de potência
Dnet ➊
Com Interna
Falha via CC
EEprom
Falha HW
Novas tentativas de
reiniciar
Falhas Diversas
6-14
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Pr Fault Reset
Este parâmetro restabelece a proteção da falha numa transição de 0 a > 1.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
StrtrDN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 27, define como o painel alimentador
irá responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Ao ajustar em “1”,
espere que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas
DN como determinado pelo parâmetro 27.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
StrtrDN FltValue
Este parâmetro determina como o painel alimentador será comandado em caso de
falha de um DeviceNet.
0 = OFF
1 = ON
StrtrDN IdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 29, define como o painel alimentador
irá responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Ao ajustar em “1”, espere
que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas DN
como determinado pelo parâmetro 29.
0 = Vá ao valor inativo
1 = Manter o último estado
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que o painel alimentador assume quando a rede
estiver inativa e o parâmetro 28 estiver ajustado para “0”.
0 = OFF
1 = ON
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
25
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
26
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
27
Get/Set
BOOL
Proteção do Painel
Alimentador
–
0
1
0
Número do Parâmetro
28
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Grupo
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
29
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Proteção do Painel
Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-15
Last PR Fault
1 = Hdw Short Ckt
2 = Reservado
3 = Sobrecarga do motor
(PF Código de falha 7)
4 = Sobrecarga do inversor
(PF Código de falha 64)
5 = Fase U para sinal de terra (PF Código de falha 38)
6 = Fase V para sinal de terra (PF Código de falha 39)
7 = Fase W para sinal de terra (PF Código de falha 40)
8 = Fase UV curto
(PF4 Código de falha 41)
9 = Fase UW curto
(PF Código de falha 42)
10 = Fase VW curto
(PF Código de falha 43)
11 = Falha de aterramento
(PF Código de falha 13)
12 = Travamento
(PF Código de falha 6)
13 = Controle de perda de alimentação
14 = Controle do fusível de alimentação
15 = Curto de entrada
16 = Fusível de saída
17 = Superaquecimento
18 = Superaquecimento do
dissipador de calor
(PF Código de falha 8)
19 = Sobrecorrente HW
(PF Código de falha 12)
20 = Sobrecorrente SW
(PF Código de falha 63)
21 = Perda de potência DNet
22 = Com. interna
23 = Perda de com. do inversor (PF Código de falha 81)
24 = Perda de potência
(PF Código de falha 3)
25 = Sub tensão
(PF Código de falha 4)
26 = Sobre tensão
(PF Código de falha 5)
27 = MCB EEPROM
28 = Base EEPROM
29 = Inversor EEPROM
(PF Código de falha 100)
30 = Base errada
31 = Ventilador RPM
32 = Unidade de alimentação (PF Código de falha 70)
33 = Brd ES do inversor
(PF Código de falha 122)
34 = Novas tentativas de
reiniciar
(PF Código de falha 33)
35 = Inversor Aux In Flt
(PF Código de falha 2)
36 = Entrada analógica
(PF Código de falha 29)
37 = Restabelecimento de
parâm. inversor
(PF Código de falha 48)
38 = Ajuste automático SCV
(PF Código de falha 80)
39 = Interrupção da origem
40 = Reservado
41 = Com. DB1
42 = Falha DB1
Número do Parâmetro
61
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Proteção do Painel Alimentador
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
45
Valor padrão
0
6-16
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Warning Status
Este parâmetro previne o usuário de uma situação, sem falhas
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
62
Get
WORD
Proteção do Painel Alimentador
–
0
65535
0
Grupo Usuário E/S
Off-to-On Delay ➊
Este parâmetro permite ao instalador programar uma duração de tempo antes de que
seja informada como ON.
Número do Parâmetro
30
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Usuário E/S
Unidades
ms
Valor mínimo
0
Valor máximo
65.000
Valor padrão
0
On-to-Off Delay ➊
Este parâmetro permite ao instalador programar uma duração de tempo antes de
que seja informada como OFF.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
31
Get/Set
UINT
Usuário E/S
ms
0
65.000
0
In Sink/Source ➊
Este parâmetro permite instalar no programa as entradas para ser sink ou source.
0 = Sink
1 = Source
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
32
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
➊
Não disponível para o cód. cat. 284A.
OutA Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 34, define como a Saída A irá
responder quando ocorrer um desarme. Quando ajustado para “1”, a Saída A irá
continuar operando conforme comandado através da rede. Quando ajustado para
“0”, a Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 34.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
33
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-17
OutA Pr FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando ocorrer um
desarme e o parâmetro 33 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
34
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 36, define como a Saída A irá
responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Quando ajustado para “1”,
a Saída A irá manter o estado anterior ao desarme. Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 36.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
35
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando ocorrer uma
falha da rede DeviceNet e o parâmetro 35 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
36
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 38, define como o starter irá
responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Quando ajustado para “0”, a
Saída A irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 38.
Os parâmetros DN Flt substitui o parâmetro Dn Idl.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
37
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutA DN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída A assume quando a rede estiver
inativa e o parâmetro 37 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
38
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Usuário E/S
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
6-18
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
OutB Pr FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 40, define como a Saída B irá
responder quando ocorrer um desarme. Quando ajustado para “1”, a Saída B irá
continuar operando conforme comandado através da rede. Quando ajustado para
“0”, a Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 40.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
39
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB Pr FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando ocorrer um
desarme e o parâmetro 39 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
40
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN FltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 42, define como a Saída B irá
responder quando ocorrer uma falha na rede DeviceNet. Quando ajustado para “1”,
a Saída B irá manter o estado anterior ao desarme. Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 42.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
41
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN FltValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando ocorrer uma
falha da rede DeviceNet e o parâmetro 41 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
42
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
OutB DN IdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 44, define como a Saída B irá
responder quando a rede DeviceNet estiver inativa. Quando ajustado para “0”, a
Saída B irá abrir ou fechar, conforme definido pelo ajuste do parâmetro 44.
Os parâmetros DN Flt substitui o parâmetro Dn Idl.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
43
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
OutB DN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que a Saída B assume quando a rede estiver
inativa e o parâmetro 43 estiver ajustado para “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
6-19
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
44
Get/Set
BOOL
Usuário E/S
–
0
1
0
Número do Parâmetro
45
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo Diversos
Keypad Mode
Este parâmetro seleciona se a operação do teclado é permanente ou momentânea.
0 = Permanente
1 = Momentânea
Grupo
Diversos
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Keypay Disable
Este parâmetro desabilita todas as funções do teclado excepto os botões “OFF” e
“RESET”.
0 = Não desabilitado
1 = Desabilitado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
46
Get/Set
BOOL
Diversos
–
0
1
0
Set to Defaults
Este parâmetro se ajustado em 1 irá ajustar o dispositivo para os padrões de
fábrica.
0 = Fora de operação
1 = Ajuste de fábrica
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
47
Get/Set
BOOL
Diversos
–
0
1
0
Base Enclosure
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
56
Get
WORD
Diversos
–
0
Indica a unidade de grau de proteção do gabinete ArmorStart
0 = IP67
1 = NEMA 4X
2–15 = Reservado
0
6-20
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Base Options
Indica as opções para as unidades básicas ArmorStart
Bit 0 = Fusível de saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecta fusível CP
Bit 3–7 = Reservado
Bit 8 = 10 A Base
Bit 9 = 25 A Base
Bit 10–15 = Reservado
Wiring Options
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bit 2–15 = Reservado
Starter Enclosure
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bit 2–15 = Reservado
Starter Option
Bit 0 = Teclado HOA
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Freio de origem
Bit 3 = Freio de origem
Bit 4 = Frenagem dinâmica
Bit 5 = Contator de saída
Bit 6 = Filtro EMI
Bit 7 = 0–10 V Ent. analógica
Bit 8–15 = Reservado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
57
Get
WORD
Diversos
–
0
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
58
Get
WORD
Diversos
–
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
59
Get
WORD
Diversos
–
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
60
Get
WORD
Diversos
–
0
66535
Valor padrão
0
0
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-21
Grupo Inversor DeviceNet
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Drive Control
Este parâmetro fornece o status dos parâmetros do inversor.
48
Get
WORD
Inversor DeviceNet
–
0
4095
0
Bit
Função
11
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
Aceleração 1 En
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
Aceleração 2 En
–
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
Desaceleração
1 En
–
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
Desaceleração
3 En
–
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
Sel Freq 0
–
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
Sel Freq 1
–
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
Sel Freq 2
–
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
Reservado
–
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 1
–
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 2
–
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 3
X
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
–
En Inv 4
Drvin PrFltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 50, define como as entradas digitais
do inversor de 1 a 4 irão responder quando um desarme de proteção ocorrer.
Quando ajustadas em 1, as entradas digitais de 1 a 4 do inversor continuam
operando como comandado pela rede. Quando ajustado em 0, as entradas digitais
de 1 a do inversor (Parâmetros 4 a) serão abertas ou fechadas como determinado
pelo ajuste no parâmetro 50.
0 = Vá ao PrFlt Value
1 = Ignore PrFlt
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
49
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin PrFltValue
Este parâmetro determina o estado que as entradas digitais de 1 a 4 assumem
quando ocorre um desarme e o parâmetro 49 é ajustado em “0”.
0 = Aberto
1 = Fechado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
50
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
6-22
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Drvin DNFltState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 52, define como as entradas digitais
de 1 a 4 do inversor irão responder quando uma falha de rede do DeviceNet ocorrer.
Quando ajustado em 1, as entradas digitais de 1 a 4 do inversor mantêm o último
estado ocorrido. Ao ajustar em “0”, irá ao valor DnFlt nas falhas DN como
determinado pelo parâmetro 52.
0 = Vá ao Valor de falha
1 = Manter o último estado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
51
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin DNFlt Value
Este parâmetro determina o estado que as entradas digitais de 1 a 4 assumem
quando ocorre um desarme e o parâmetro 51 é ajustado em “0”.
0 = OFF
1 = ON
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
52
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
Drvin DNIdlState
Este parâmetro, juntamente com o parâmetro 54, define como as entradas digitais
de 1 a 4 do inversor irão responder quando a rede do DeviceNet estiver inativa. Ao
ajustar em “1”, espere que o último estado ocorra. Ao ajustar em “0”, irá ao valor
DnFlt nas falhas DN como determinado pelo parâmetro 54.
0 = Vá ao Valor de falha
1 = Manter o último estado
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
53
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
StrtrDN IdlValue
Este parâmetro determina o estado que as entradas digitais de 1 a 4 assumem
quando a rede estiver inativa e o parâmetro 53 estiver ajustado para 0.
0 = OFF
1 = ON
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
54
Get/Set
BOOL
Inversor DeviceNet
–
0
1
0
High Speed En
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
Número do Parâmetro
55
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Inversor DeviceNet
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-23
Grupo Visualização
Output Freq
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
101
102, 110, 134, 135, 138
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1 Hz
0,0
400,0 Hz
Apenas leitura
Commanded Freq
Valor para comando ativo de freqüência. Mostra a frequência comandada mesmo se
o inversor não estiver trabalhando.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
102
101, 113, 134, 135, 138
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1 Hz
0,0
400,0 Hz
Apenas leitura
Output Current
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor padrão
103
Get
UINT
Grupo Visualização
0,01
0,00
Corrente nominal do
inversor x 2
Apenas leitura
Output Voltage
Freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
104
131, 184, 188
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Vca
0
230 V, 460 V, ou 600 Vca
Apenas leitura
DC Bus Voltage
Nível de tensão presente via CC.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
105
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Vcc
Valor máximo
Baseado na taxa do inversor
Apenas leitura
6-24
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Drive Status
Condição de operação presente no inversor.
Bit 0 = operando
Bit 1 = Avanço
Bit 2 = Acelerando
Bit 3 = Desacelerando
Número do Parâmetro
106
Parâmetro relatado
195
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
Byte
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
Apenas leitura
Fault 1 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
107
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Fault 2 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a segunda falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
108
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Fault 3 Code
Um código que representa uma falha do inversor. O código pode aparecer neste
parâmetro como a terceira falha mais recente ocorrida.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
109
Get
UINT
Grupo Visualização
–
F122
F2
Apenas leitura
Process Display
A freqüência de saída redimensionada pelo fator do processo (Parâmetro 199).
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
110
101. 199
Get
LINT
Grupo Visualização
0,01 a 1
0,00
9999
Apenas leitura
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
112
136, 138, 151 a 154 (Digital
Inx Sel) devem ser ajustados
para 4, 169, 170 a 177 (Preset
Freq X), 240 a 247 (Step Logic
Control)
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
9
Valor padrão
5
Contrl In Status
Status do controle das entradas do borne de controle:
Bit 0 = Entrada Partida/Oper. Frente
Bit 1 = Entrada direção/Oper. Trás
Bit 2 = Entrada interrompida
Bit 3 = Transistor de frenagem dinâmica ligado
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
113
102, 134, 135
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
1
0
Dig In Status
Status do controle das entradas digitais do borne de controle:
Bit 0 = Sel Ent. digital 1
Bit 1 = Sel Ent. digital 2
Bit 2 = Sel Ent. digital 3
Bit 3 = Sel Ent. digital 4
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
114
151 a 154
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
1
0
Comm Status
Status dos canais de comunicação:
Bit 0 = Recebendo dados
Bit 1 = Transmitindo dados
Bit 2 = RS485
Bit 3 = Erro de comunicação
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
115
203 a 207
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
1
0
Control Source
Mostra a origem do comando de partida e da referência de velocidade.
Comandos de partida válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
2 = 2-cabo
3 = 2-Nível de precisão do cabo
4 = 2-Alta velocidade do cabo
5 = Canal RS485 (DSI)
9 = Jog
Comandos de velocidade válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
1 = Frequência interna
2 = 0 a 10 V Entrada/Potenciômetro remoto
4 = Freq X pré-selecionada
5 = Canal RS485 (DSI)
6 = Step Logic Control
9 = Freq Jog
Número do Parâmetro
6-25
Parâmetros relatados
6-26
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Control SW Ver
Versão da placa de controle principal para inversor CA.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
116
Get
UINT
Grupo Visualização
0,01
1,00
99,99
Apenas leitura
Drive Type
Usado pelo pessoal do serviço de manutenção de campo da Rockwell Automation.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
117
Get
UINT
Grupo Visualização
1
1001
9999
Apenas leitura
Elapsed Run Time
O tempo acumulado no inversor está em potência de saída. O tempo é mostrado em
10 horas aumentadas.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
118
Get
UINT
Grupo Visualização
1 = 10 horas
0
9999
Apenas leitura
Testpoint Data
O valor atual da função selecionada no parâmetro 202.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
119
202
Get
UINT
Grupo Visualização
1 Hex
0
FFFF
Apenas leitura
Analog In 0…10 V
O valor percentual da tensão para terminal E/S 13 (100% = 10 V).
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
120
210, 211
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1%
0,0%
100,0%
Apenas leitura
Número do Parâmetro
121
Analog In 4…20 mA
Este parâmetro não está disponível para uso com o cód. cat. 284 controlador
distribuído de motor ArmorStart.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Output Power
A freqüência de saída presente para T1, T2, T3.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
122
Get
UINT
Grupo Visualização
Valor padrão
0,00
Corrente nominal do
inversor x 2
Apenas leitura
Número do Parâmetro
123
Regra de acesso
Get
Valor máximo
Output Power Fctr
O ângulo em graus elétricos entre a tensão do motor e a corrente.
6-27
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
0,1°
Valor mínimo
0,0°
Valor máximo
180,0°
Valor padrão
Apenas leitura
Drive Temp
Temperatura em operação presente na parte de potência do inversor.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
124
Get
UINT
Grupo Visualização
1 °C
0
120
Apenas leitura
Counter Status
O valor corrente do contador quando o mesmo está habilitado.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
125
Get
UINT
Grupo Visualização
1
0
9999
Apenas leitura
Timer Status
O valor corrente do temporizador quando o mesmo está habilitado.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
126
Get
UINT
Grupo Visualização
0,1 s
0
9999
Apenas leitura
6-28
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Stp Logic Status
Quando o parâmetro 138 (Speed Reference) está ajustado em 6 passos lógicos,
este parâmetro exibirá o passo corrente do passo de lógica como definido pelos
parâmetros 240 a 247 (Stp Logic X).
Torque Current
O valor corrente do torque do motor corrente.
Número do Parâmetro
128
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
1
Valor mínimo
0
Valor máximo
8
Valor padrão
Apenas leitura
Número do Parâmetro
129
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Get
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Visualização
Unidades
0,01
Valor mínimo
0,00
Valor máximo
Corrente nominal do
inversor x 2
Valor padrão
Apenas leitura
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
131
104, 184, 185 a 187
Get/Set
UINT
Programa Básico
1 Vca
20
240 V, 460 V, ou 600 Vca
Baseado na taxa do inversor
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
132
184, 185 a 187, e 190
Get/Set
UINT
Programa Básico
1 Hz
15
400
60 Hz
Grupo Programa Básico
Motor NP Volts
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajusta para os volts de classificação da placa de identificação.
Motor NP Hertz
Conjunto para a freqüência de classificação da placa de identificação.
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Motor OL Current
Conjunto para a corrente máxima permitida. O inversor irá falhar numa sobrecarga
do motor F7 se o valor deste parâmetro for excedido por 150% por 60 segundos.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Minimum Freq
Ajustando a freqüência mais baixa o inversor sairá continuamente.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Maximum Freq
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajustando a freqüência mais baixa o inversor sairá continuamente.
Start Source
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajusta o controle de toque usado para iniciar a cód. cat. 284 ArmorStart.
2 = 2-cabo
3 = 2-Nível de precisão do cabo
4 = 2-Alta velocidade do cabo
5 = Canal RS485 (DSI)
Número do Parâmetro
6-29
133
155, 158, 161, 189, 190, 198,
214, 218
Get/Set
UINT
Programa Básico
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 2
Baseado na taxa do inversor
134
101, 102, 113, 135, 185, 186,
187, 210, 212
Get/Set
UINT
Programa Básico
0,1 Hz
0,0
400
0,0
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
135
101, 102, 113, 134, 135, 178,
185, 186, 187, 211, 213
Get/Set
UINT
Programa Básico
0,1 Hz
0,0
400
60,0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
136
112 e 137
Get/Set
UINT
Programa Básico
–
0
5
5
Parâmetro relatado
6-30
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Stop Mode
Comandos de parada válidos para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
0 = Ramp, CF parada por rampa. O comando de parada limpa a falha ativa.
1 = Parada por inércia, CF parada por inércia. O comando de parada limpa a falha
ativa.
2 = DC Freio, CF DC Injeção frenagem de parada. O comando de parada limpa a
falha ativa.
3 = DCBrkAuto, CF DC injeção de frenagem com Auto Shutoff.
Padrão de injeção de frenagem para conjunto de valores no parâmetro 180
(DC Brake Time)
O inversor desliga se detectar que o motor está parado. O comando de parada
limpa a falha ativa
4 = Rampa Parada por rampa
5 = Parada por inércia Parada por inércia
6 = DC Freio DC Injeção frenagem de parada
7 = DC Frenagem automática DC Parada de injeção com desligamento
automático.
Padrão de injeção de frenagem para conjunto de valores no parâmetro 180
(DC Brake Time)
ou
O inversor desliga se o limite de corrente for excedido
8 = Ramp + EM B, CF parada por rampa com EM Brake Control. Stop comanda
claras falha ativa.
9 = Ramp + EM Brk parada por rampa com EM Brake Control.
Número do Parâmetro
137
Parâmetros relatados
136, 180, 181, 182, 205, 260,
261
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
9
Valor padrão
9
Speed Reference
Referências de velocidade válidas para o cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
1 = Freq interna
2 = Entrada 0 a 10 V
4 = Freq pré-selecionada
5 = Com. canal
6 = Stp Logic
9 = Freq Jog
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
138
101, 102, 112, 139, 140, 151,
152, 153, 154, 169,
170 a 173, 174 a 177, 210,
211, 213, 232, 240 a 247, e
250 a 257
Get/Set
UINT
Programa Básico
–
0
7
5
Número do Parâmetro
139
Parâmetros relatados
138, 140, 151, 152, 153, 154,
167, 170 a 173, 174 a 177, e
240 a 247
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Programa Básico
Unidades
0,1 s
Observação: A opção 2 deve ser selecionada ao usar Entrada Analógica de
0 a 10 V.
Accel Time 1
Define a taxa de aceleração para todas as velocidades aumentadas.
Freq máxima - = Taxa de aceleração
--------------------------------------------------Tempo de aceleração
Parâmetros relatados
Valor mínimo
0,0 s
Valor máximo
600,0 s
Valor padrão
10,0 s
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Decel Time 1
Define a taxa de desaceleração para todas as velocidades aumentadas.
Freq máxima
----------------------------------------------------------- = Taxa de desaceleração
Tempo de desaceleração
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Reset To Defaults
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Restabelece todos os valores de parâmetros para ajuste de fábrica.
0 = Sinal de pronto/inativo (Padrão)
1 = Rest Fábrica
Motor OL Ret
Habilita/desabilita a função de retenção de sobrecarga do motor. Quando está
habilitado, o valor retido na sobrecarga do motor é salvo como desligado e
restaurado como ligado. Uma mudança para este ajuste do parâmetro reinicia do
contador.
0 = Desabilitado (Padrão)
1 = Habilitado
6-31
140
138, 139, 151, 152, 153, 154,
168, 170 a 173, 174 a 177, e
240 a 247
Get/Set
UINT
Programa Básico
0,1 s
0,1 s
600,0 s
10,0 s
Número do Parâmetro
141
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Grupo Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
1
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
143
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
BOOL
Grupo
Grupo Programa Básico
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
151, 152, 153, 154
112, 114, 138 a 140, 167,
168, 170 a 173, 174 a 177,
178, 179, 240 a 247
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
Grupo Programa Avançado
151 (Digital In 1 SEL)
152 (Digital In 2 SEL)
153 (Digital In 3 SEL)
154 (Digital In 4 SEL)
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Seleciona a função para as entradas digitais.
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Consulte a Tabela 6.2 para
mais detalhes
6-32
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Tabela 6.2 Opções Digital Inputs
Opções
0
Não usado
1
Acel & Desac2
2
Jog
3
Falha Aux
Freq préselecionada
(parâmetros 151
e 152 padrão)
Local
(Parâmetro 153
Default)
Porta de
comunicação
Limpador de
falha
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
Descrição
O terminal não tem função mas pode ser lido novamente pela comunicação em rede por meio do parâmetro 114
(Dig In Status ).
• Quando está ativo, o parâmetro 167 (Accel Time 2) e o parâmetro 168 (Decel Time 2) são usados para todas as
taxas de rampa excepto para Jog.
• Pode ser interligado em apenas uma entrada.
• Quando há uma entrada, o inversor acelera de acordo com o conjunto de valores no parâmetro 179 (Jog Accel/
Decel) e acelera em rampa para o conjunto de valores no parâmetro 178 (Jog Frequency).
• Quando a entrada é removida, o inversor acelera em rampa para uma parada de acordo com o conjunto de
valores no parâmetro 179 (Jog Accel/Decel).
• Um comando de partida válido cancelará esta entrada.
Quando habilitada, uma falha na entrada auxiliar F2 poderá ocorrer quando a entrada é removida.
Consulte os parâmetros 170 a 173 e 174 a 177.
Opção inválida para cód. cat. 284 ArmorStart.
Esta opção é o ajuste padrão.
Quando está ativo, limpa a falha ativa.
Leva o inversor imediatamente à parada por rampa independente de como o parâmetro 137 (Stop Mode) está
ajustado.
Leva o inversor imediatamente à parada por rampa independente de como o parâmetro 137 (Stop Mode) está
CoastStop, CF
ajustado.
Leva o inversor imediatamente a iniciar uma parada de injeção CC independente de como o parâmetro 137
DCInjStop, CF
(Stop Mode) está ajustado.
Jog para Frente O inversor acelera para o parâmetro 178 (Jog Frequency) de acordo com o parâmetro 179 (Jog Accel/Decel) e para por
(Parâmetro 154 rampa quando a entrada está inativa. Uma partida válida cancelará esta comando.
Default)
O inversor acelera para o parâmetro 178 (Jog Frequency) de acordo com o parâmetro 179 (Jog Accel/Decel) e para por
Jog para Trás
rampa quando a entrada está inativa. Uma partida válida cancelará esta comando.
Opção com opção instalada de fábrica – A10 (0…10 V Analog Input). Seleciona 0 a 10 V ou +/– 10 V como a
Ctrl En 10 V
referência de frequência. Start source não muda.
Ctrl En 20 MA Opção inválida para cód. cat. 284 ArmorStart.
Desabilita PID Desabilita a função PID. O inversor usa a próxima referência de velocidade non-PID válida.
Aumenta o valor do parâmetro 169 (internal Freq) para a taxa de 2 Hz por segundo. O padrão para o parâmetro 169 é
Aumenta MOP
60 Hz.
Diminui o valor do parâmetro 169 (internal Freq) para a taxa de 2 Hz por segundo. O padrão para o parâmetro 169 é
Diminui MOP
60 Hz.
Partida do
Limpa e inicia a função temporizador. Pode ser usada para controlar o relé ou saídas opto.
temporizador
En contrador
Inicia a função contador. Pode ser usada para controlar o relé ou saídas opto.
Reset
Limpa o temporizador ativo.
Temporizador
Reset Contador Limpa o contador ativo.
Reset Tem&Cont Limpa o temporizador e o contador ativo.
Função lógica entrada número 1. Pode ser usada para controlar o relé ou as saídas opto (consulte os parâmetros 155,
En Lógica 1
158, 161 opções 11 a 14). Pode ser usado em conjunto com os parâmetros de passos lógicos 240 a 247 (Stp Logic X).
Função lógica entrada número 1. Pode ser usada para controlar o relé ou as saídas opto (consulte os parâmetros 155,
En Lógica 2
158, 161 opções 11 a 14). Pode ser usado em conjunto com os parâmetros de passos lógicos 240 a 247 (Stp Logic X).
Lim Corrente2 Quando está ativo, o parâmetro 218 (Current Limit 2) determina o nível do limite do inversor atual.
Inverte a escala de níveis de entrada analógica ajustadas no parâmetro (Anlg In 0…10 V LO) e no parâmetro 211
Inversor Anal
(Anlg In 0…10 HI).
RampStop, CF
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
155 (Relay Out Sel)
Define a condição que muda o estado dos contatos de saída do relé.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
6-33
155
133, 156, 192, 240 a 247,
250 a 257, 260, 261
Get/Set
UINT
Programa Grupo Avançado
–
0
22
22
Tabela 6.3
Opções
1
2
3
4
Sinal de pronto/
Falha (Default)
Na frequência
MotoremOperação
Reversão
Sobrec. Motor
5
Reg Rampa
6
Freq exced
7
Cor exced
8
CCVolt exced
0
9
10
11
12
13
14
15
Exst novas
tentativas
V Anal Exced
En Lógica 1
En Lógica 2
En Lógica 1 & 2
En Lógica 1 & 2
Saída Lógica de
Passo
16
Saída Temporizador
17
Saída Contador
18
Ang PF exced
19
Perda En Anal
20
ControlParâm
21
Falha NãoRec
22
Cntrl Freio EM
Descrição
O relé muda de estado quando a alimentação é aplicada. Isto indica que o inversor está pronto para a operação.
O relé retorna o inverso para o estado estante quando a alimentação é removida ou quando ocorre uma falha.
O inversor atinge a freqüência comandada.
O motor está recebendo alimentação do inversor.
O inversor é comandado para operar na direção contrária.
Existe a condição de sobrecarga do motor.
O regulador da rampa está modificando os tempos de acel/desac programada para evitar sobrecorrente ou falha
de sobretensão durante o funcionamento.
O inversor excede o conjunto de valores da freqüência (Hz) no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para o conjunto limite.
O inversor excede o conjunto de valores de corrente (% A) no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para o conjunto limite.
O inversor excede o conjunto de valores de tensão por meio do CC no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para definir o limite.
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
Opção inválida para cód. cat. 284 ArmorStart.
Uma entrada é programada como Logic In 1 e está ativa.
Uma entrada é programada como Logic In 2 e está ativa.
Ambas entradas de lógica estão programadas e ativas.
Uma ou ambas entradas de lógica estão programadas e ativas.
O inversor insere passo de Step Logic com Dígito 3 do Command Word (parâmetros 240 a 247).
O temporizador atingiu o conjunto de valores no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o parâmetro 156 para
definir o limite.
O contador atingiu o conjunto de valores no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o parâmetro 156 para definir o
limite.
O ângulo do fator de potência excedeu o conjunto de valores no parâmetro 156 (Relay Out Level). Use o
parâmetro 156 para definir o limite.
Ocorreu uma perda da entrada analógica. Programa o parâmetro 122 (Analog In Los) para a ação desejada
quando ocorre perda
Habilita a saída para ser controlada sobre as comunicações de rede escrevendo para o parâmetro 156 (nível out
relé) (0 = Off, 1 = ON).
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
EM Brake é ligado. Programa o parâmetro 260 (EM Brk Off Delay) e o parâmetro 262 (EM Brk On Delay) para a
ação desejada.
6-34
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Relay Out Level
Define o ponto de desarme para a saída digital do relé se o valor do parâmetro 155
(sel Out relé) é 6, 7, 8, 10, 16, 17, 18, ou 20.
Parâmetros 155 Ajuste
Mín./Máx. do
parâmetro 156
6
7
8
10
16
17
18
20
0/400 Hz
0/180%
0/815 V
0/100%
0,1/9999 s
1/9999 contados
1/180°
0/1
158 (Opto Out1 Sel)
161 (Opto Out2 Sel)
Determina a operação das saídas opto programáveis.
Número do Parâmetro
156
Parâmetros relatados
155, 158, 161
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
0,1
Valor mínimo
0,0
Valor máximo
9999
Valor padrão
0,0
Número do Parâmetro
158, 161
133, 156, 192, 240 a 247,
250 a 257
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Consulte a Tabela 6.4 para
mais detalhes
Tabela 6.4 Parâmetros 158 e 161 Opções
Opções
Descrição
3
4
Sinal de pronto/
Falha (Default)
Na frequência
(Parâmetro 161
Default)
MotoremOperação
(Parâmetro 158
Default)
Reversão
Sobrec. Motor
5
Reg Rampa
6
Freq exced
7
Cor exced
8
CCVolt exced
9
Exst novas
tentativas
0
1
2
As saídas opto estão ativas quando a alimentação é aplicada. Isto indica que o inversor está pronto para a
operação. As saídas opto estão inativas quando a alimentação é removida ou ocorre uma falha.
O inversor atinge a freqüência comandada.
O motor está recebendo alimentação do inversor.
O inversor é comandado para operar na direção contrária.
Existe a condição de sobrecarga do motor.
O regulador da rampa está modificando os tempos de acel/desac programada para evitar sobrecorrente ou falha
de sobretensão durante o funcionamento.
O inversor excede a frequência (Hz) do conjunto de valores no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level) ou no
parâmetro (Opto Output 2 Level) Use o parâmetro 159 ou 162 para ajustar o limite.
O inversor excede o conjunto de valores de corrente (% A) no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level) ou no
parâmetro 162 (Opto Output 2 Level). Use o parâmetro 159 ou 162 para definir o limite. Importante: O valor para
o parâmetro 159 ou 162 deve ser inserido em percentual da corrente de saída nominal do inversor.
O inversor excede o conjunto de valores de tensão por meio do CC no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level). Use o
parâmetro 159 ou 162 para definir o limite.
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Opções
6-35
Descrição
10
11
12
13
14
V Anal exced
En Lógica 1
En Lógica 2
En Lógica 1 & 2
En Lógica 1 & 2
Saída Lógica de
Passo
15
Opção inválida para cód. cat. 284 ArmorStart.
Uma entrada é programada como En Lógica 1 e está ativa.
Uma entrada é programada como En Lógica 2 e está ativa.
Ambas entradas de lógica estão programadas e ativas.
Uma ou ambas entradas de lógica estão programadas e ativas.
O inversor insere passo de Step Logic com Dígito 3 do Command Word (parâmetros 240 a 247).
16
Saída Temporizador
17
Saída Contador
18
Ang PF exced
19
Perda En Anal
20
ControlParâm
O temporizador atingiu o conjunto de valores no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level) ou no parâmetro 162 (Opto
Output 2 Level). Use o parâmetro 159 ou 162 para definir o limite.
O contador atingiu o conjunto de valores no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level) ou no parâmetro 162 (Opto
Output 2 Level). Use o parâmetro 159 ou 162 para definir o limite.
O ângulo do fator alimentação atingiu o conjunto de valores no parâmetro 159 (Opto Out 1 Level) ou no
parâmetro 162 (Opto Output 2 Level). Use o parâmetro 159 ou 162 para definir o limite.
Ocorreu uma perda da entrada analógica. Programa o parâmetro 122 (Analog In Los) para a ação desejada
quando ocorre perda
Habilita a saída para controlar sobre as comunicações de rede pela gravação do parâmetro 159 (Opto Out 1
Level) ou do parâmetro 162 (Opto Output 2 Level) (0 = Off, 1 = ON).
O conjunto de valores no parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) está excedido.
ATENÇÃO
21
Falha NãoRec
22
Cntrl Freio EM
O parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) não está habilitado. Uma
falha não apagável ocorreu.
!
EM Brake é ligado. Programa o parâmetro 260 (EM Brk Off Delay) e o parâmetro 262 (EM Brk On Delay) para a
ação desejada.
159 (Opto Out1 Sel)
162 (Opto Out1 Sel)
Ajusta o ponto de desarme para o relé saída digital se o valor do parâmetro 158
(Opto Out1 Sel) ou do parâmetro 161 (Opto Out2 Sel) é 6, 7, 8, 10, 16, 17, 18,
ou 20.
Parâmetros 158 e 161
Ajuste
Parâmetros 159 e 161
Mín./Máx.
6
7
8
10
16
17
18
20
0/400 Hz
0/180%
0/815 V
0/100%
0,1/9999 s
1/9999 contados
1/180°
0/1
Número do Parâmetro
159 162
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0,0
Valor máximo
9999
Valor padrão
0,0
6-36
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Opto Out Logic
Determina a lógica (normalmente aberta/N.O. ou normalmente fechada/N.C.) das
saídas opto.
Opção
0
1
2
3
Número do Parâmetro
164
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Opto Out1 Logic
Opto Out2 Logic
Unidades
1
N.O. (Normalmente
aberto)
N.C. (Normalmente
fechado)
N.O. (Normalmente
aberto)
N.C. (Normalmente
fechado)
N.O. (Normalmente
aberto)
N.O. (Normalmente
aberto)
N.C. (Normalmente
fechado)
N.C. (Normalmente
fechado)
Valor mínimo
0
Valor máximo
3
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Analog Out Sel
Ajusta o sinal de saída analógica (0 a 10 V). A saída é usada para fornecer um sinal
que é proporcional à vários inversores
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
6-37
165
135, 166
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
Consulte a Tabela para mais
detalhes
Tabela 6.5 Opções Analog Output
Opções
Faixa de saída
Valor mínimo de
saída
Valor máximo de saída A066
(Analog Out High)
Posição da
minisseletora
Parâmetro
relatado
P035 (Maximum Freq)
200% Corrente de saída nominal do
inversor
120% Tensão de saída nominal do
inversor
200% Alimentação nominal do
inversor
65535 (Hex FFFF)
P035 (Maximum Freq)
200% Corrente de saída nominal do
inversor
120% Tensão de saída nominal do
inversor
200% Alimentação nominal do
inversor
65535 (Hex FFFF)
P035 (Maximum Freq)
200% Corrente de saída nominal do
inversor
120% Tensão de saída nominal do
inversor
200% Alimentação nominal do
inversor
65535 (Hex FFFF)
200% FLA nominal do inversor
200% FLA nominal do inversor
200% FLA nominal do inversor
100,0% Ajuste do Setpoint
100,0% Ajuste do Setpoint
100,0% Ajuste do Setpoint
0 a 10 V
101
0 a 10 V
103
0 a 10 V
104
0 a 10 V
122
0 a 10 V
0 a 20 mA
119
101
0 a 20 mA
103
0 a 20 mA
104
0 a 20 mA
122
0 a 20 mA
0 a 20 mA
119
101
0 a 20 mA
103
0 a 20 mA
104
0 a 20 mA
122
0 a 20 mA
0 a 10 V
0 a 20 mA
0 a 20 mA
0 a 10 V
0 a 20 mA
0 a 20 mA
119
129
129
129
209
209
209
0
Freq de saída 0 a 10
0 a 10 V
0 V = 0 Hz
1
Cor de saída 0 a 10
0 a 10 V
0V=0A
2
Volt de saída 0 a 10
0 a 10 V
0 V = 0 Volts
3
Powrsaída 0 a 10
0 a 10 V
0 V = 0 kW
4
5
Dados Tst 0 a 10
Freq de saída 0 a 20
0 a 10 V
0 a 20 mA
0 V = 0000
0 mA = 0 Hz
6
Cor de saída 0 a 20
0 a 20 mA
0 mA = 0 A
7
Volt de saída 0 a 20
0 a 20 mA
0 mA = 0 Volts
8
Powrsaída 0 a 20
0 a 20 mA
0 mA = 0 kW
9
10
Dados Tst 0 a 20
Freq de saída 4 a 20
0 a 20 mA
4 a 20 mA
0 mA = 0000
4 mA = 0 Hz
11
Cor de saída 4 a 20
4 a 20 mA
4 mA = 0 A
12
Volt de saída 4 a 20
4 a 20 mA
4 mA = 0 Volts
13
Powrsaída 4 a 20
4 a 20 mA
4 mA = 0 kW
14
15
16
17
18
19
20
Dados Tst 4 a 20
Torq de saída 0 a 10
Torq de saída 0 a 20
Torq de saída 4 a 20
Setpnt 0 a 10
Setpnt 0 a 20
Setpnt 4 a 20
4 a 20 mA
0 a 10 V
0 a 20 mA
4 a 20 mA
0 a 10 V
0 a 20 mA
4 a 20 mA
4 mA = 0000
0V=0A
0 mA = 0 A
4 mA = 0 A
0 V = 0%
0 mA = 0%
4 mA = 0%
Observação: Somente a faixa de saída de 0 a 10 V se aplica com a
opção instalada de fábrica A10.
As opções 5 a 14, 16, 17, 19, e 20 não são válidas.
6-38
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Analog Out High
Escala o valor máximo de saída para parâmetro 165 source setting
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
166
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
%
0%
800%
100%
Accel Time 2
Quanto está ativo, define a faixa de aceleração para todas as velocidades em
aumento excepto para jog.
Freq máxima - = Taxa de aceleração
--------------------------------------------------Tempo de aceleração
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
167
139, 151, 152, 153, 154,
170 a 173, 174 a 177,
240 a 247
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
600,0
Valor padrão
20,0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
168
140, 151, 152, 153, 154,
170 a 173, 174 a 177,
240 a 247
Get/Set
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
Valor mínimo
0,1 s
0,0
Valor máximo
600,0
Valor padrão
20,0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
169
138, 162
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
400,0
60,0
Parâmetro 135
(Maximum Freq)
Parâm.
0 139 ou
167
(Accel
Time x)
ão
raç
ele
0
Ac
ele
raç
ão
sac
De
Velocidade
Tempo
Parâm.
140 ou
168
(Decel
Time x)
Decel Time 2
Quanto está ativo, define a faixa de desaceleração para todas as velocidades em
aumento excepto para jog.
Freq máxima
----------------------------------------------------------- = Taxa de desaceleração
Tempo de desaceleração
Parâmetro 135
(Maximum Freq)
ão
raç
Ac
ele
ele
sac
raç
ão
De
Velocidade
0
Parâm.
0 139 ou
167
(Accel
Time x)
Tempo
Parâm.
140 ou
168
(Decel
Time x)
Internal Freq
Fornece o comando de freqüência para o inversor quando o parâmetro 138
(referência de velocidade) é definido como 1 Freq Interna. Quando está habilitado,
este parâmetro mudará o comando de freqüência em tempo real.
Parâmetros relatados
Parâmetros relatados
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
170 (Preset Freq 0) ➊
171 (Preset Freq 1)
172 (Preset Freq 2)
173 (Preset Freq 3)
174 (Preset Freq 4)
175 (Preset Freq 5)
176 (Preset Freq 6)
177 (Preset Freq 7)
6-39
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
170 a 173, 174 a 177
138, 139, 140, 151, 152, 152,
153, 167, 168, 240 a 247,
250 a 257
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
400,0
Consulte a Tabela 6.A
170 Default ➊
171 Default
172 Default
173 Default
174 Default
175 Default
176 Default
177 Default
Mín./Máx.
Visor
0,0 Hz
5,0 Hz
10,0 Hz
20,0 Hz
30,0 Hz
40,0 Hz
50,0 Hz
60,0 Hz
0,0/400,0 Hz
0,1 Hz
.
Tabela 6.A Opções Preset Freq de 170 a 177
Values
Fornece um valor de comando de freqüência fixo quando de 151 a 153 (Digital Inx
Sel) está definido como 4 Preset Frequencies.
Estado de entrada de
Ent. digital 1 (Terminal
E/S 05 quando o
parâmetro 151 = 4)
Estado de entrada de
Ent. digital 2 (Terminal
E/S 06 quando o
parâmetro 152 = 4)
Estado de entrada de
Ent. digital 3 (Terminal
E/S 07 quando o
parâmetro 153 = 4)
Fonte de
freqüência
Parâmetro
Acel/Desac
usado ➋
0
1
0
1
0
1
0
1
0
0
1
1
0
0
1
1
0
0
0
0
1
1
1
1
170 (Preset Freq 0)
171 (Preset Freq 1)
172 (Preset Freq 2)
173 (Preset Freq 3)
174 (Preset Freq 4)
175 (Preset Freq 5)
176 (Preset Freq 6)
177 (Preset Freq 7)
(Accel Time 1)/(Decel Time 1)
(Accel Time 1)/(Decel Time 1)
(Accel Time 2)/(Decel Time 2)
(Accel Time 2)/(Decel Time 2)
(Accel Time 3)/(Decel Time 3)
(Accel Time 3)/(Decel Time 3)
(Accel Time 4)/(Decel Time 4)
(Accel Time 4)/(Decel Time 4)
➊
➋
Para ativar 170 (Preset Freq 0) defina 138 (Speed Reference) para opção 4 Preset Freq.
Quando uma entrada digital está definida como Accel 2 & Decel 2, e a entrada está ativa, esta
entrada cancela os ajustes nesta tabela.
Jog Frequency
Define a freqüência de saída quando o comando de jog está publicado.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
178
135, 151, 152, 153, 154, 179
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
400,0
10,0
6-40
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Jog Accel/Decel
Define o tempo de aceleração e de desaceleração quando o comando de jog está
publicado.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
179
178, 151, 152, 153, 154
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,1
600,0
10,0
DC Brake Time
Define o comprimento de tempo que a corrente de freio CC é injetada no motor.
Consulte o parâmetro 181 nível de freio CC.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
180
137, 181
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
99,9
(Ajuste de 99,9 =
Continuação)
0,0
Valor máximo
Valor padrão
DC Brake Level
Define a corrente de feio máximo CC, em ampères, aplicada no motor quando
o parâmetro 137 (Stop Mode) é definido tanto para rampa quanto para freio CC.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
181
137, 180
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 1,8
Corrente nominal do
inversor x 0,05
ATENÇÃO
!
• Caso exista risco de dano devido ao movimento do
equipamento ou do material, um equipamento mecânico de
frenagem auxiliar deve ser usado.
• Esta função não deve ser usada com síncrono ou motores
imãs permanentes. Os motores devem ser desmagnetizados
durante a frenagem.
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
DB Resistor Sel
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita frenagem dinâmica externa.
Ajustes
0
1
2
3 a 99
Mín./Máx.
Desabilitado
Res normal RA Res (ciclo de trabalho 5%)
Sem proteção (ciclo de trabalho 100%)
x% Ciclo de trabalho limitado (de 3 a 99% do
ciclo de trabalho)
S Curve %
Define a porcentagem do tempo de aceleração ou de desaceleração que é aplicado
para acelerar em rampa as curvas S. O tempo é adicionado metade ao início e a
outra metade no fim da rampa.
6-41
182
Parâmetros relatados
137
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
1
Valor mínimo
0
Valor máximo
99
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
183
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1%
0
100
0% desabilitado
Número do Parâmetro
184
104, 131, 132, 185, 186, 187,
225
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
14
8
Figura 6.1
Boost Select
Define a tensão do impulso (% do parâmetro [Motor NP Volts]) e redefine os Volts
para curva Hz. Ativa-se quando o parâmetro 225 (Torque Perf Mode) = 0 V/Hz
O inversor pode adicionar tensão adicional excepto se a Opção 5 estiver
selecionada.
Consulte a Tabela 6.6 para mais detalhes
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Tabela 6.6 Opções Boost Select
Opções
Descrição
0
1
2
3
4
5
6
Custom V/Hz
30,0, VT
35,0, VT
40,0, VT
45,0, VT
0,0 sem IR
0,0
2,5, CT
(padrão para 5 HP/inversor 4,0 kW)
5,0, CT padrão
7,5, CT
10,0, CT
12,5, CT
15,0, CT
17,5, CT
20,0, CT
7
8
9
10
11
12
13
14
100
Figura 6.2
1/2 (Motor NP Volts)
1/2
(Motor NP Hertz)
50
% Parâmetro 131 (Motor NP Volts)
6-42
Ajustes
de 5 a 14
0
4
3
2
1
50
% Parâmetro 132 (Motor NP Hertz)
100
Torque variável (ventilador típico/
curvas bomba)
Torque constante
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Start Boost
Ajusta a tensão do boost (% do parâmetro 131 [Motor NP Volts]) e redefine os Volts
para curva Hz quando o parâmetro 184 (Boost Select) = 0 Custom V/Hz e o
parâmetro 225 (Torque Perf Mode) = 0 V/Hz.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
185
131, 132, 134, 135, 184, 186,
187, 188, 225
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1,1%
0,0%
25,0%
2,5%
Figura 6.3
Parâmetro 188 (Maximum Voltage)
Parâmetro 186
(Start Boost)
Parâmetro 186 (Break Voltage)
Tensão
Parâmetro 131 (Motor NP Volts)
Parâmetro 187 (Break Frequency)
Parâmetro 134 (Minimum Freq)
Parâmetro 132 (Motor NP Hertz)
Freqüência
6-43
Parâmetro 135 (Maximum Freq)
6-44
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Break Voltage
Ajusta a frequência onde a tensão do freio é aplicada quando o parâmetro 184
(Boost Select) = 0 Custom V/Hz e o parâmetro 225 (Torque Perf Mode) = 0 V/Hz.
Número do Parâmetro
186
Parâmetros relatados
131, 132, 134, 135, 184, 185,
187, 188, 225
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
1,1%
Valor mínimo
0,0%
Valor máximo
100,0%
Valor padrão
25,0%
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
187
131, 132, 134, 135, 184, 185,
186, 188, 225
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0 Hz
400,0 Hz
15,0 Hz
Maximum Voltage
Definindo a freqüência mais alta o inversor sairá.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
188
104, 185, 186, 187
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1 Vca
20 Vca
Inversor classificado em Volts
Inversor classificado em Volts
Current Limit 1
Corrente de saída máxima permitida antes que ocorra limitação de corrente
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
189
133, 218
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,1 A
Corrente nominal do
inversor x 1,8
Corrente nominal do
inversor x 1,5
Break Frequency
Ajusta a frequência onde a tensão do freio é aplicada quando o parâmetro 184
(Boost Select) = 0 Custom V/Hz e o parâmetro 225 (Torque Perf Mode) = 0 V/Hz.
Parâmetros relatados
Valor máximo
Valor padrão
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Motor OL Select
O inversor fornece proteção de sobrecarga do motor classe 10. Ajustando de
0 a 2 seleciona o fator de redução da capacidade para função sobrecarga I2t.
0 = Sem capacidade reduzida
1 = Mín. capacidade reduzida
2 = Máx. capacidade reduzida
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
6-45
190
132, 133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1
0
2
0
% de P132 (Motor NP Hertz)
PWM Frequency
Define a freqüência portadora para onda de saída PWM. A figura 6.5 fornece uma
redução de capacidade baseada no ajuste de freqüência PWM.
Figura 6.5
% do P133 (Motor OL Current)
% de P132 (Motor NP Hertz)
% do P133 (Motor OL Current)
% do P133 (Motor OL Current)
Figura 6.4 Curvas de Desarme por Sobrecarga
% de P132 (Motor NP Hertz)
Número do Parâmetro
191
Parâmetros relatados
224
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
0,1 Hz
Valor mínimo
2,0 Hz
Valor máximo
16,0 Hz
Valor padrão
4,0 Hz
6-46
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Auto Rstrt Tries
Define o número máximo de vezes que o inversor tenta restabelecer uma falha e
reinicia.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
192
155, 158, 161, 193
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1
0
9
0
Limpe a falha tipo 1 e reinicie o inversor
1. Defina o parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) para um valor
diferente de 0.
2. Defina o parâmetro 193 (AutoRstrt Delay) para um valor
diferente de 0.
Limpe uma sobretensão, subtensão ou falha de sobraquec. do
dissipador de calor sem reiniciar o inversor
1. Defina o parâmetro 192 (Auto Rstrt Tries) para um valor
diferente de 0.
2. Defina o parâmetro 193 (AutoRstrt Delay) para 0.
ATENÇÃO
!
Auto Rstrt Delay
Define o tempo entre tentativas de rearme quando o parâmetro 192 (Auto Rstrt
Tries) é definida a um valor maior a zero.
Pode ocorrer danos ai equipamento e/ou ferimentos
pessoais de este parâmetro for usado numa aplicação
inapropriada. Não use esta função sem considerar
os códigos de aplicação locais, nacionais e
internacionais, padrões, regulações ou orientações
de fábrica.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
193
192
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0
300,0 s
1,0 s
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Start at PowerUp
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita uma função que permite um comando de partida ou de operação
a automaticamente causa o inversor a resumir a operação da velocidade de
comando após a restauração da entrada do inversor. Requer uma entrada digital run
ou start e um contato start válido.
Este parâmetro não funcionará se o parâmetro 136 (Start Source) está definido
em 4 2-W Alta velocidade.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
ATENÇÃO
!
Pode ocorrer danos ai equipamento e/ou
ferimentos pessoais de este parâmetro for usado
numa aplicação inapropriada. Não use esta
função sem considerar os códigos de aplicação
locais, nacionais e internacionais, padrões,
regulações ou orientações de fábrica.
Reverse Disable
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita a função que permite que a direção da rotação do motor seja
trocada. O comando de inversão pode vir como comando digital ou comando serial.
Todas as saídas de reversão incluindo operação reversa de dois-cabos será
ignorada com a desabilitação reversa.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
Flying Start En
Define a condição que permite ao inversor reconectar um motor de turbilhonamento
a um RPM atual.
0 = Desabilitado
1 = Habilitado
6-47
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
194
192
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
195
106
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
196
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
6-48
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Compensation
Habilita/desabilita opções de correção que podem gerar problemas com a
instabilidade do motor
0 = Desabilitado
1 = Elétrico (Padrão)
Algumas combinações de inversores/motores tem instabilidades inerentes que são
exibidas como corrente do motor não – sinusoidal. Este ajuste tenta corrigir esta
condição
2 = Mecânico
Algumas combinações de motor/carga tem ressonâncias mecânicas que podem ser
acionadas pelo regulador de corrente do inversor. Este ajuste reduz a resposta do
regulador de corrente e tenta corrigir esta condição.
3 = Ambos
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
197
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
3
Valor padrão
1
SW Current Trip
Habilita/desabilita um desarme de corrente instantâneo do software (dentro de
100 ms).
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor padrão
198
133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,0
Corrente nominal do
inversor x 2
0,0 (Desabilitado)
Process Factor
Escala o valor de freqüência de saída mostrado pelo parâmetro 110 (visualização do
processo).
Process Display x fator processo = Visualização do processo
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
199
110
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1
0,1
999,9
30,0
Fault Clear
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
200
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
2
0
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
201
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Valor máximo
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Restabelece uma falha e limpa uma fila de falhas. Usado principalmente para limpar
uma falta sobre comunicações de rede.
0 = Sinal de pronto/inativo (Padrão)
1 = Restabelece a falha
2 = Limpa buffer (parâmetros de 107 a 109 [Fault x Code])
Program Lock
Protege os parâmetros contra mudanças por pessoal não autorizado.
0 = Destravado
1 = Travado
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-49
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
202
119
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
1 Hex
0
FFFF
400
Comm Data Rate
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
203
CommNode Addr
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
204
Testpoint Sel
Usado pelo pessoal do serviço de manutenção de campo da Rockwell Automation.
Comm Loss Action
Seleciona a resposta do inversor para uma perda de conexão da comunicação ou
erros de comunicação excessivos.
0 = Falha (Padrão)
O inversor falhará na perda de com. F81 e na parada por inércia
1 = Parada por inércia
Pára o inversor por meio da parada por inércia
2 = Parada
Pára por meio do ajuste de parâmetro 137 (Stop Mode)
3 = Continu Last Drive
Continua operando por velocidade de comunicação comandada salva em RAM
Número do Parâmetro
205
Parâmetros relatados
115, 137, 206
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
3
Valor padrão
0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
206
115, 205
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,1 s
60,0 s
15,0 s
Comm Format
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
207
Language
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
208
Comm Loss Time
Define o tempo que o inversor permanece em perda de comunicação antes de
implantar a opção selecionada no parâmetro 205 (ação perda da com.).
6-50
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Anlg Out Setpnt
Quando o parâmetro 165 (Analog Out Sel) é ajustado para a opção 18, este ajusta a
porcentagem da saída analógica desejada
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
209
165
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1%
0,0%
100,0%
0,0%
Anlg In 0…10 V Lo
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
210
121, 134, 138, 222
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1%
0,0%
100,0%
0,0%
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajusta o nível da entrada analógica que corresponde ao parâmetro 134 (Minimum
Freq) se uma entrada 0 a 10 V é usada pelo parâmetro 138 (Speed Reference)
Figura 6.6
Parâmetro 135
[Maximum Freq]
de
a
cid
cia
lo
ve
e
d
n
rê
fe
Parâmetro 134
[Minimum Freq]
0
Re
0
Parâmetro 210
[AnIg 0-10V Lo]
Anlg In 0…10 V HI
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Ajusta o nível da entrada analógica que corresponde ao parâmetro 135 (Minimum
Freq) se uma entrada 0 a 10 V é usada pelo parâmetro 138 (Speed Reference). Uma
inversão analógica pode ser realizada ajustando este valor para menos que o
parâmetro (Anlg In 0…10 V Lo).
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Parâmetro 211
[AnIg 0-10V Hi]
211
121, 135, 138, 222, 223
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1%
0,0%
100,0%
0,0%
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-51
Anlg In4…20MA LO
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
212
Anlg In4…20 mA HI
Este parâmetro não está disponível para uso com o controlador distribuído de
motor ArmorStart.
Número do Parâmetro
213
Slip Hertz @ FLA
Compensado pelo escorregamento inerente em um motor de indução. Esta
freqüência é adicionada à freqüência de saída comandada baseada na corrente do
motor.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
214
133
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0 Hz
10,0 Hz
2,0 Hz
Process Time Lo
Escala o valor de tempo quando o inversor está operando no parâmetro 134
(Minimum Freq). Ao definir para um valor maior a zero, o parâmetro 110 (Process
Display) indica a duração do processo.
Número do Parâmetro
215
Parâmetros relatados
110, 134
Regra de acesso
Get/Set
Process Time Hi
Escala o valor de tempo quando o inversor está operando no parâmetro 135
(Maximum Freq). Ao definir para um valor maior a zero, o parâmetro 110 (Process
Display) indica a duração do processo.
Bus Reg Mode
Habilita o regulador do barramento.
0 = Desabilita
1 = Habilitado
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
Hz
Valor mínimo
0,00
Valor máximo
99,99
Valor padrão
0,00
Número do Parâmetro
216
Parâmetros relatados
110, 135
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
Hz
Valor mínimo
0,00
Valor máximo
99,99
Valor padrão
0,00
Número do Parâmetro
217
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
1
6-52
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Current Limit 2
Corrente de saída máxima permitida antes que ocorra limitação de corrente Este
parâmetro somente está ativo se os parâmetros 151, 152, 153, e 154 (Digital Inx
Sel) estão ajustados para 25 Current Lmt2 e estão ativos.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
218
133, 151, 152, 153, 154, 189
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,1 A
Corrente nominal do
inversor x 1,8
Corrente nominal do
inversor x 1,5
Skip Frequency
Ajusta a frequência para a qual o inversor não operará.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
219
220
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0
400,0 Hz
0,0 Hz
Skip Frq Band
Determina a largura da marca ao redor do parâmetro 219 (Skip Frequency). O
parâmetro 220 (Skip Frquency) é dividido ao aplicar 1/2 acima e 1/2 abaixo da
frequência atual ignorada. Um ajuste de 0,0 desabilita este parâmetro.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
220
219
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Hz
0,0 Hz
30,0 Hz
0,0 Hz
Figura 6.7
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-53
Stall Fault Time
Ajusta para o tempo de falha que o inversor permanecerá em modo de travamento
antes que a falha seja emitida.
0 = 60 seg (Padrão)
1 = 120 seg
2 = 240 seg
3 = 360 seg
4 = 480 seg
5 = Desabilitar Fal.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
221
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
5
0
Analog In Loss
Seleciona a ação do inversor quando a perda do sinal de entrada é detectada. A
perda do sinal é definida como um sinal analógico inferior a 1 V. O evento da perda
de sinal termina e a operação normal é retomada quando o sinal de entrada é maior
ou igual a 1,5 V. Se usar uma entrada analógica 0 a 10 V, ajusta o parâmetro 210
(Anlg In 0…10 V Lo) para o mínimo de 20% (p.e., 2 volts).
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
222
210, 211, 232
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
Consulte a Tabela 6.7 para
mais detalhes
Tabela 6.7
Opções
0
1
2
3
4
5
6
Descrição
Desabilitado (Padrão)
Falha (F29)
Parada
Ref Zero
Ref Freq Mín
Ref Freq Máx
Ref Freq En
F29 Perda de entrada analógica
Uso P037 (Stop Mode)
O inversor opera para referência de velocidade zero
O inversor opera para frequência mínima
O inversor opera para frequência máxima
O inversor opera para frequência interna
10 V Bipolar Enbl
Habilita/desabilita o controle bipolar. No modo bipolar, a direção é comandada pelo
sinal da referência.
Opções
0 = En Unipolar (Padrão) somente 0 a 10 V
1 = En Bipolar +/– 10 V
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
223
138, 211
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
6-54
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Var PWM Disable
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita uma função que varia de uma frequência portadora para uma
onda de saída PWM definida pelo parâmetro 191 (PWM Frequency).
0 = Habilitado
1 = Desabilitado
Desabilitar esta função quando existe uma condição de baixa frequência pode
resultar em tensão IGBT e desarme por transientes.
Torque Perf Mode
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita a operação de controle sensorial sem sensores.
0 = V/Hz
1 = Sensrls Vect
Motor NP FLA
Ajuste para a placa de identificação do motor FLA.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
224
191
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
0
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
225
184, 185, 186, 187, 227
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
1
1
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
226
227
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 A
0,1
Corrente nominal do
inversor x 2
Corrente nominal do
inversor
Valor máximo
Valor padrão
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Autotune
6-55
Número do Parâmetro
227
Parâmetros relatados
225, 226, 228, 229
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
3
Valor padrão
0
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Fornece um método automático para ajustar o parâmetro 228 (IR Voltage Drop) e o
parâmetro 229 (Flux Current Ref), que afeta a performance vetorial sem sensores.
O parâmetro 226 (Motor NP FLA) deve ser ajustado para a placa de identificação do
motor FLA antes de realizar o procedimento Autotune.
Fornece um método automático para ajustar A128 (IR Voltage Drop) e A129 (Flux
Current Ref), que afeta a performance vetorial sem sensores. O parâmetro A126
(Motor NP FLA) deve ser ajustado para a placa de identificação do motor FLA antes
de realizar o procedimento Autotune.
0 = Sinal de pronto/inativo (Padrão)
1 = Static Tune
2 = Rotate Tune
Sinal de pronto (0) – O parâmetro retorna para este ajuste seguindo um Static
Tune ou Rotate Tune.
Static Tune (1) – Um comando temporário que inicia um teste de resistência do
estator do motor não-rotacional para o ajuste automático melhor possível de A128
(IR Voltage Drop). Um comando de partida é solicitado seguindo a inicialização deste
ajuste. Este parâmetro retorna ao Ready (0) seguindo o teste, para o tempo qual
outra transição de partida é solicitada para operar o inversor no modo normal.
Usado quando o motor não poder ser desacoplado da carga.
Rotate Tune (2) – Um comando temporário que inicia um Static Tune seguido por
um teste rotacional para o ajuste automático melhor possível de A129 (Flux Current
Ref). Um comando de partida é solicitado seguindo a inicialização deste ajuste. Este
parâmetro retorna ao Ready (0) seguindo o teste, para o tempo qual outra transição
de partida é solicitada para operar o inversor no modo normal.
Importante: Usado quando o motor é desacoplado da carga. Os
resultados podem não ser válidos se uma carga está
acoplada no motor durante este procedimento.
ATENÇÃO
!
A rotação do motor em uma direção indesejada pode
ocorrer durante este procedimento. Para proteger de
possíveis acidentes e/ou danos no equipamento,
recomenda-se que o motor seja desconectado da carga
durante o procedimento.
Se a rotina Autotune falha, uma falha F80 SVC Autotune é exibida.
6-56
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
IR Voltage Drop
Valor dos volts liberados por meio da resistência do estator do motor.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
228
227
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 Vca
0,0
230
Baseado na taxa do inversor
Flux Current Ref
Valor dos ampères para o fluxo total do motor.
Número do Parâmetro
Parâmetro relatado
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
229
227
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,01 A
0,00
Motor NP Volts
Baseado na taxa do inversor
PID Trim Hi
Ajusta o valor máximo positivo que é adicionado à referência PID quando o PID trim
é usado.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
230
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1
0,0
400,0
60,0
PID Trim Lo
Ajusta o valor mínimo positivo que é adicionado à referência PID quando o PID trim
é usado.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
231
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1
0,0
400,0
0,1
PID Ref Select
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
232
138, 222
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
9
Valor padrão
0
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Habilita/desabilita o modo PID e seleciona a fonte da referência PID. PID Ref Select
válido para cód. cat. 284 ArmorStart como a seguir:
0 = PID Desabilita
1 = PID Setpoint
4 = Com. canal
5 = Setpnt Trim
8 = Comm, Trim
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-57
PID Feedback Sel
Comando PID Feedback Sel válido para o cód. cat. 284 ArmorStart é o seguinte;
2 = Com. canal
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
233
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0
2
0
PID Prop Gain
Ajusta o valor para o componente proporcional PID quando o modo PID é habilitado
pelo parâmetro 232 (PID Ref Sel).
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
234
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,01
0,00
99,99
0,01
PID Integ Time
Ajusta o valor para o componente integral PID quando o modo PID é habilitado pelo
parâmetro 232 (PID Ref Sel).
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
235
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0 s
999,9 s
0,1 s
PID Diff Rate
Ajusta o valor para o componente diferencial PID quando o modo PID é habilitado
pelo parâmetro 232 (PID Ref Sel).
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
236
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,01 (1/seg)
0,00 (1/seg)
99,99 (1/seg)
0,01 (1/seg)
PID Setpoint
Fornece um valor interno fixo para o processo setpoint quando o modo PID é
habilitado pelo parâmetro 232 (PID Ref Sel).
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
237
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1%
0,0%
10,0%
0,0%
6-58
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
PID Deadband
Ajusta o menor limite da saída PID.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
238
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1%
0,0%
10,0%
0,0%
PID Preload
Ajusta o valor usado para pré-carregar o componente integral na partida ou habilita.
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
239
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,0 Hz
0,0 Hz
400,0 Hz
0,0 Hz
A240 (Stp Logic 0)
A241 (Stp Logic 1)
A242 (Stp Logic 2)
A243 (Stp Logic 3)
A244 (Stp Logic 4)
A245 (Stp Logic 5)
A246 (Stp Logic 6)
A247 (Stp Logic 7)
Número do Parâmetro
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
240 a 247
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
–
0001
baFF
Valor padrão
00F1
Inversor desligado antes de mudar este parâmetro.
Os parâmetros 240 a 247 somente estão ativos se o 138 (Speed
Reference) está ajustado em 6 Stp Logic.
Estes parâmetros podem ser usados para criar um perfil personalizado
dos comandos de frequentes. Cada passo pode ser baseado no tempo,
status da entrada lógica, ou uma combinação dos dois.
Os dígitos 0 a 3 para cada parâmetro (Stp Logic x) devem ser
programados de acordo com o perfil desejado.
Uma entrada lógica é estabelecida ajustando uma entrada digital,
parâmetros 151 a 154 (Digital Inx Sel), para 23 Logic In1 e/ou
24 Logic In2.
Um intervalo de tempo entre os passos pode ser programado usando
os parâmetros 250 a 257 (Stp Logic Time x). Consulte a Tabela 6.8
para os parâmetros relatados.
A velocidade para cada passo é programada usando os parâmetros
170 a 177 (Preset Freq x).
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
6-59
Tabela 6.8
Parâmetro Step Logic
(ativo quando 138 =
6 Stp Logic)
Parâmetro de frequência préselecionada relacionado (pode
ser ativado independente dos
parâmetros Step Logic)
Parâmetro de tempo Step Logic
relacionado (ativo quando
240 a 247 Dígito 0 ou 1 são
ajustados em 1, b, C, d, ou E)
240 (Stp Logic 0)
241 (Stp Logic 1)
242 (Stp Logic 2)
243 (Stp Logic 3)
244 (Stp Logic 4)
245 (Stp Logic 5)
246 (Stp Logic 6)
247 (Stp Logic 7)
170 (Preset Freq 0)
171 (Preset Freq 1)
172 (Preset Freq 2)
173 (Preset Freq 3)
174 (Preset Freq 4)
175 (Preset Freq 5)
176 (Preset Freq 6)
177 (Preset Freq 7)
250 (Stp Logic Time 0)
251 (Stp Logic Time 1)
252 (Stp Logic Time 2)
253 (Stp Logic Time 3)
254 (Stp Logic Time 4)
255 (Stp Logic Time 5)
256 (Stp Logic Time 6)
257 (Stp Logic Time 7)
Como trabalhar os Step Logic
Uma sequência de passo lógico começa com um comando de partida
válido. Uma sequência normal sempre começa com 240
(Stp Logic 0).
Dígito 0: Lógica para o próximo passo – Este dígito define a lógica
para o próximo passo. Quando a condição é conhecida o programa
avança para o próximo passo. O passo 0 segue o passo 7. Exemplo:
O dígito 0 é ajustado em 3. Quando a Logic In2 está ativa, o
programa avança para o próximo passo.
Dígito 1: Lógica para saltar para um passo diferente – Para todos
os ajustes maiores que F, quando a condição é conhecida, o programa
cancela o Dígito 0 e salta para o passo definido pelo Dígito 2.
Dígito 2: Passo diferente para saltar – Quando a condição para o
Dígito 2 é conhecida, o ajusto do Dígito 2 determina o próximo passo
ou o fim do programa.
Dígito 3: Ajustes dos passos – Este dígito define que perfil de acel/
descel o comando de velocidade irá seguir e a direção do comando
para o passo atual. Como acréscimo, se um relé ou uma saída opto
(parâmetros 155, 158, e 161) está ajustado em 15 StpLogic Out, este
parâmetro pode controlar o status dessa saída.
Qualquer parâmetro Step Logic pode ser programado para controlar
um relé ou uma saída opto, mas não pode controlar saídas diferentes
na condição de comandos Step Logic diferentes.
Ajustes Step Logic
A lógica para cada função é determinada pelos quatro dígitos para
pada parâmetro step logic. A seguir apresentamos uma lista dos
ajustes disponíveis para cada dígito. Consulto o Apêndice J para
detalhes.
6-60
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Tabela 6.9 Ajustes Dígito 3
Ajuste
solicitado
Parâmetro Acel/
Desac usado
Estado de saída
Lógica de passo
Direção controlada
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
A
b
Accel/Decel 1
Accel/Decel 1
Accel/Decel 1
Accel/Decel 1
Accel/Decel 1
Accel/Decel 1
Accel/Decel 2
Accel/Decel 2
Accel/Decel 2
Accel/Decel 2
Accel/Decel 2
Accel/Decel 2
Off
Off
Off
On
On
On
Off
Off
Off
On
On
On
FWD
REV
Sem saída
FWD
REV
Sem saída
FWD
REV
Sem saída
FWD
REV
Sem saída
Tabela 6.10 Ajustes Dígito 2
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
A
Salte para o Passo 0
Salte para o Passo 1
Salte para o Passo 2
Salte para o Passo 3
Salte para o Passo 4
Salte para o Passo 5
Salte para o Passo 6
Salte para o Passo 7
Parar Programa (Paragem Normal)
Parar Programa (Paragem por Inércia)
Parar Programa e Falha (F2)
Tabela 6.11 Ajustes Dígito 1 e Dígito 0
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
A
b
C
d
E
F
Ignorar passo (saltar imediatamente).
Passo baseado em (Stp Logic Time x)
Passo se Logic In1 está ativa
Passo se Logic In2 está ativa
Passo se Logic In1 não está ativa
Passo se Logic In2 não está ativa
Parada se Logic In1 e Logic In2 não estão ativas
Parada se Logic In1 e Logic In2 estão ativas
Parada se nem Logic In1 e nem Logic In2 estiverem ativas
Passo se a Logic In1 está ativa e a Logic In2 não ativa
Passo se a Logic In2 está ativa e a Logic In1 não ativa
Passo após (Stp Logic Time x) e Logic In1 está ativa
Passo após (Stp Logic Time x) e Logic In2 está ativa
Passo após (Stp Logic Time x) e Logic In1 não está ativa
Passo após (Stp Logic Time x) e Logic In2 não está ativa
Não parar/Ignorar ajustes Dígito 2
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
A250 (Stp Logic Time 0)
A251 (Stp Logic Time 1)
A252 (Stp Logic Time 2)
A253 (Stp Logic Time 3)
A254 (Stp Logic Time 4)
A255 (Stp Logic Time 5)
A256 (Stp Logic Time 6)
A257 (Stp Logic Time 7)
Ajusta o tempo a permanecer em cada passo se o comando StpLogic
correspondente é ajustado para o tempo Passo após.
Número do Parâmetro
Parâmetros relatados
Regra de acesso
Tipo de dados
Grupo
Unidades
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
6-61
250 a 257
138, 155, 158, 161,
171 a 177, 240 a 247
Get/Set
UINT
Grupo Programa Avançado
0,1 s
0,0 s
999,9 s
30,0 s
6-62
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Número do Parâmetro
EM Brk Off Delay
Ajusta o tempo que o inversor permanecerá em frequência mínima antes de acelerar
em rampa para a frequência comandada e acionar o relé da bobina do freio quando o
parâmetro 137 (Stop Mode) está ajustado na opção 8 ou 9.
260
Parâmetros relatados
137
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
0,01 s
Valor mínimo
0,01 s
Valor máximo
10 s
Valor padrão
0,0 s
Freqüência
pa
De
ram
sa
em
260 [EM Brk Off Delay]
ce
261 [EM Brk On Delay]
ler
aç
ele
raç
ão
ão
em
ram
Ac
pa
Freq. mínima
Partida
comandada
Tempo
EM Brk
Energized (Off)
Parada
comandada
EM Brk On Delay
Ajusta o tempo que o inversor permanecerá em frequência mínima antes de parar e
reacionar o relé da bobina do freio quando o parâmetro 137 (Stop Mode) está
ajustado na opção 8 ou 9.
MOP Reset Sel
Ajusta o inversor para salvar o comando de referência MOP atual.
0 = Ref Zero MOP
Esta opção sujeita o parâmetro 169 (Internal Freq) em 0,0 Hz quando o inversor não
está operando.
1 = Ref Salva MOP (Padrão)
A referência é salva no parâmetro 169 (Internal Freq).
EM Brk
De-Energized (On)
Parada
do inversor
Número do Parâmetro
261
Parâmetros relatados
137
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
Gaveta
Grupo
Ajustes avançados
Unidades
0,01 s
Valor mínimo
0,01 s
Valor máximo
10,00 s
Valor padrão
0,0 s
Número do Parâmetro
262
Parâmetros relatados
169
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0
Valor máximo
1
Valor padrão
0
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
DB Threshold
Ajusta o limite da tensão via CC para a operação de frenagem dinâmica. Se a tensão
via CC cai abaixo do conjunto de valores neste parâmetro, a frenagem dinâmica não
será ajustada. Valores baixos tornarão a função de frenagem dinâmica mais
responsiva, mas pode resultar em uma ativação da frenagem dinâmica transiente.
6-63
Número do Parâmetro
263
Regra de acesso
Get/Set
Tipo de dados
UINT
Grupo
Grupo Programa Avançado
Unidades
–
Valor mínimo
0,0%
Valor máximo
110,0%
Valor padrão
100%
6-64
Cód. cat. 284 Parâmetros programáveis para controladores vetoriais sem sensor
Capítulo
7
Operação do teclado HOA
Introdução
Este capítulo fornece um entendimento básico para a programação do
teclado incorporado instalado de fábrica Hand/Off/Auto (HOA). O
teclado HOA pode ser programado para operação momentânea ou
permanente.
Figura 7.1 Teclados HOA opcionais
Disponível no
cód. cat. 280/281
ou cód. cat. 283
Descrição do Teclado
Disponível no cód. cat. 281
Disponível no cód. cat. 284
As teclas presentes nos teclados HOA são descritas a seguir:
Tabela 7.1 Teclado HOA – Descrição das teclas
HAND
A tecla Hand iniciará a operação de partida
AUTO
A tecla Auto permite o controle de partida/parada por
meio de rede de comunicações
OFF
Se o painel alimentador estiver operando, ao
pressionar a tecla OFF causará a parada do mesmo.
REV
A tecla REV seleciona a direção de reversão do motor
FWD
A tecla FWD seleciona a direção de avanço do motor
A tecla Dir arrow seleciona a direção do motor, de
DIR Arrow avanço ou reversão.
JOG
Quando pressionada, JOG irá será iniciada se nenhum
outro controle do equipamento estiver mandando um
comando de parada. Ao soltar a tecla causará a
paragem do inversor, usando o modo de paragem
selecionado.
7-2
Operação do teclado HOA
Figura 7.2 Cód. cat 280/281 ou cód. cat. 283 Teclado seletor Hand-Off-Auto
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o teclado HOA
quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
1 = momentâneo.
PARADA MANUAL
AVANÇO MANUAL
AUTOMÁTICO
Comando do motor em
off e transição para
“AUTO”
Ignore
Ignore
Comando do motor em
ON e transição para
“HAND FWD”
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em Comando do motor em
OFF e transição para
OFF e transição para
“HAND STOP”
“HAND STOP”
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o teclado HOA
quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
0 = permanente.
NENHUMA
TECLA
PRESSIONADA
PARADA MANUAL
AVANÇO MANUAL
AUTOMÁTICO
Ignore
Comando do motor em
OFF e transição para
“HAND STOP”
Ignore
Comando do motor em
off e transição para
“AUTO”
Ignore
Ignore
Comando do motor em
ON e transição para
“HAND FWD”
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em Comando do motor em
OFF e transição para
OFF e transição para
“HAND STOP”
“HAND STOP”
Operação do teclado HOA
7-3
Figura 7.3 Cód. cat 281 Teclado seletor Hand-Off-Auto com função Forward/
Reverse
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o comportamento
HOA quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
1 = momentâneo.
PARADA MANUAL
AVANÇO MANUAL
REVERSA MANUAL
AUTOMÁTICO
Ajusta LED FWD
Ignore
Ignore
Ajusta LED FWD
Ajusta LED REV
Ignore
Ignore
Ajusta LED REV
Comando do motor em off e
transição para “AUTO”
Ignore
Ignore
Ignore
Se (LED FWD) transição para
“HAND FWD”
Se (LED REV)
Transição para “HAND REV”
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
7-4
Operação do teclado HOA
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o comportamento
HOA quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
0 = permanente.
NENHUMA
TECLA
PRESSIONADA
PARADA MANUAL
AVANÇO MANUAL
REVERSA MANUAL
AUTOMÁTICO
Ignore
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Ignore
Ajusta LED FWD
Ignore
Ignore
Ajusta LED FWD
Ajusta LED REV
Ignore
Ignore
Ajusta LED REV
Comando do motor em off e
transição para “AUTO”
Ignore
Ignore
Ignore
Se (LED FWD) transição para
“HAND FWD”
Se (LED REV)
Transição para “HAND REV”
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Comando do motor em OFF e
transição para “HAND STOP”
Figura 7.4 Cód. cat. 284 Teclado seletor Hand-Off-Auto com JOG e funções
Direction Arrow
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o comportamento
Jog/HOA quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
1 = momentâneo.
PARADA MANUAL
AVANÇO
MANUAL
REVERSA
MANUAL
AVANÇO JOG
REVERSA JOG
AUTOMÁTICO
Se (LED FWD) ajusta LED REV
De outro modo, se (LED REV)
ajusta LED FWD
Se (LED FWD)
Ajusta LED REV
Por outro lado, se
(LED REV)
Ajusta LED FWD
Se (LED FWD)
Ajusta LED REV
Por outro lado, se
(LED REV)
Ajusta LED FWD
Ignore
Ignore
Ignore
Se (LED FWD) transição para
JOG FWD
Se (LED REV) transição para
JOG REV
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em off e
transição para AUTO
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Operação do teclado HOA
NENHUMA
TECLA
PRESSIONADA
7-5
PARADA MANUAL
AVANÇO
MANUAL
REVERSA
MANUAL
AVANÇO JOG
REVERSA JOG
AUTOMÁTICO
Se (LED FWD) transição para
HAND FWD
Por outro lado, se (LED REV)
transição para HAND REV
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
A matriz de transição de estado a seguir sumariza o comportamento
Jog/HOA quando o parâmetro 45 “Keypad Mode” está ajustado em
0 = permanente.
NENHUMA
TECLA
PRESSIONADA
PARADA MANUAL
AVANÇO
MANUAL
REVERSA
MANUAL
AVANÇO JOG
REVERSA JOG
AUTOMÁTICO
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Ignore
Se (LED FWD) ajusta LED REV
De outro modo, se (LED REV)
ajusta LED FWD
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Se (LED FWD) transição para
JOG FWD
Se (LED REV) transição para
JOG REV
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do motor em off e
transição para AUTO
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Se (LED FWD) transição para
HAND FWD
Se (LED REV) transição para
HAND REV
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Ignore
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
Comando do
motor em off e
transição para
HAND STOP
7-6
Operação do teclado HOA
Desabilitar teclado e HOA
O parâmetro 46 “Keypad Disable”, desabilita os botões “HAND”,
“FWD” e “REV” no teclado HOA. Os botões “OFF” e “AUTO”
sempre estão habilitados, mesmo se o parâmetro 46 estiver ajustado
em “1 = desabilitar”.
Nota: Em quase todas as instâncias, se o processador detectar que
vários botões são pressionados ao mesmo tempo, o software
o interpreta como condição de “nenhum botão pressionado”.
A única exceção para esta regra é se vários botões forem
pressionados e um deles é o botão “OFF”. Se o botão “OFF”
for pressionado em combinação com qualquer outro botão, o
processador o interpretará como se esse botão tivesse sido
pressionado sozinho.
Capítulo
8
Comissionamento DeviceNet™
Este capítulo se refere aos produtos do cód. cat. 280D/281D, 283D, e
284D. Consulte o Capítulo 11, Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint® para comissionar os produtos do cód. cat. 280A/281A,
283A, e 284A.
Como estabelecer um endereço de
nó DeviceNet
O ArmorStart® é expedido com um endereço de nó padrão de 63 e
um Autobaud habilitado. Cada dispositivo na rede DeviceNet deve ter
um único endereço de nó ou ID MAC que pode ser ajuntada em um
valor de 0 a 63. Tenha em mente que a maioria dos sistemas
DeviceNet usa endereço para dispositivo mestre (Scanner) e o
endereço de nó deve estar na vaga esquerda para a introdução dos
novos equipamentos escravos. O ArmorStart oferece dois métodos
para comissionamento do nó como mostrado a seguir.
O endereço do nó para um equipamento pode ser mudado usando
software ou ajustando chaves de hardware que estão localizadas na
parte de trás do módulo de controle. Mesmo que a rentabilidade de
ambos os métodos tenha o mesmo resultado, é bom escolher um deles
e dispô-lo por todo o sistema.
Comissionamento do nó usando
hardware
O ArmorStart é expedido com as seccionadoras do hardware
ajustadas para um valor de (99). Se as chaves estão ajustadas em um
valor (64) ou menos, o equipamento automaticamente configurará
sozinha para o endereço de nó do software. Se as chaves estão
ajustadas em um valor (63) ou menos, o equipamento será para o
endereço do nó designado pela configuração da chave.
Para ajustar um endereço usando as seccionadoras, simplesmente
ajuste as chaves para o endereço de nó desejado e ligue e desligue a
alimentação para a unidade. O dispositivo irá reiniciar no novo
endereço.
8-2
Comissionamento DeviceNet™
Figura 8.1 Configuração do endereço de nó giratório
Consulte o Detalhe A
MSD
LSD
Detalhe A
Comissionamento do nó usando
software
Para ajustar o endereço do nó do ArmorStart usando software ou
outras ferramentas portáteis, coloque as chaves do hardware na
posição padrão (99) ou certifique-se de que elas estejam ajustadas em
algum valor superior a (63). Com as chaves do hardware ajustadas,
use o software o uma ferramenta portátil para mudar o endereço.
Para começar a configuração do ArmorStart usando software, execute
o software RSNetWorx™ e complete o seguinte procedimento. Você
deve usar o RSNetWorx Revision 3.21 Service Pack 2 ou posterior.
1. Vá on-line usando o RSNetWorx para DeviceNet. Isto pode ser
realizado selecionando o menu Network, e depois escolhendo
Online.
2. Escolha a interface PC DeviceNet apropriada. Neste exemplo, é
escolhido um módulo 1784-PCIDS. Outras interfaces DeviceNet
comuns são 1770-KFD e 1784-PCD.
Nota: Os drivers do DeviceNet devem ser configurados usando o
RSLinx antes de disponibilizá-los para o RSNetWorx.
3. Clique OK.
4. O RSNetWorx avisará o usuário para carregar ou descarregar
dispositivos antes de visualizar a configuração. Clique OK.
5. Agora o RSNetWorx irá navegar na rede e exibir todos os nós
detectados na mesma. para algumas versões do software
RSNetWorx os arquivos EDS e o ícone ArmorStart podem não
estar incluídos e serão mostrados como “Dispositivo não
registrado”. Se a tela tiver a aparência do exemplo a seguir,
prossiga para Como criar e registrar um arquivo EDS.
Comissionamento DeviceNet™
8-3
6. Se o RSNetWorx reconhece o dispositivo como um ArmorStart,
ignore a seção seguinte: Como mudar o endereço do nó
(MAC ID)
Criando e registrando um arquivo
de EDS
O arquivo EDS define como o RSNetWorx for DeviceNet irá se
comunicar com o ArmorStart. Siga os passos a continuação para criar
e registar o arquivo EDS.
Para registrar um dispositivo deve-se primeiro obter o arquivo EDS da
seguinte página web: http://www.ab.com/networks/eds
Após obtê-los faça o seguinte:
1. Clique com o mouse no ícone “Dispositivo não reconhecido” e
escolha Register Device no menu.
2. Clique Next. A tela a seguir é exibida:
8-4
Comissionamento DeviceNet™
3. Escolha “Register an EDS file(s)” como mostrado acima e depois
clique no botão Next.
4. Escolha “Register a single file” e especifique o nome do arquivo
ou use o botão Browse para posicionar o arquivo EDS no seu
computador. Se estiver conectado à internet pode-se usar o botão
Download EDS file para buscar automaticamente pelo arquivo
EDS correto.
5. Clique o botão Next.
6. A tela a seguir exibirá qualquer alerta ou erros se ocorrer um
problema enquanto estiver registrando o arquivo. Se ocorrer um
problema certifique-se de ter o arquivo correto e tente novamente.
Clique no botão Next se não ocorrer nenhum erro.
7. Selecione um ícone alternativo destacando o novo dispositivo e
clicando Change Icon. Uma vez selecionado este ícone, escolha
OK e depois clique no botão Next
Comissionamento DeviceNet™
8-5
8. Quando perguntado se gostaria de registrar este dispositivo,
clique no botão Next.
9. Clique o botão Finish. Depois de algum tempo, o RSNetWorx
atualiza a tela on-line, substituindo o dispositivo não reconhecido
pelo nome e ícone fornecidos pelo arquivo de EDS que se acabou
de registrar.
Como usar a ferramenta Node
Commissioning do RSNetWorx for
DeviceNet
1. Escolha “Node Commissioning” no menu “Tools” no topo da
tela.
2. Ao clicar em Browse… surgirá uma tela similar à que aparece
abaixo.
8-6
Comissionamento DeviceNet™
3. Selecione o ArmorStart posicionado no nó 63, e depois clique
OK. A tela Node Commissioning mostra os itens de “Current
Device Settings” concluídos. Ela também fornece a taxa de
transmissão da rede atual na área “New ArmorStart Settings”.
Não mude a taxa de transmissão a menos de que esteja seguro de
que o valor precisa ser mudado.
4. Insira o endereço do nó desejado na seção “New Device
Settings”. Neste exemplo, o novo endereço do nó é 5. Clique
Apply para aplicar o novo endereço.
5. Quando o novo endereço do nó tiver sido aplicado com êxito, a
seção “Current Device Settings” da janela é atualizada como a
seguir. Se ocorrer um erro, verifique se o dispositivo está
devidamente energizado e conectado à rede.
6. Clique Close para sair da ferramenta de comissionamento do nó.
7. Escolha “Single Pass Browse” no menu “Network” para
atualizar o RSNetWorx e verificar se o endereço do nó está
ajustado corretamente.
Configuração do sistema
A seleção dos conjuntos E/S produzidos e consumidos (também
chamados de conjuntos E/S) define o formato dos dados da
mensagem de E/S que é trocada entre o ArmorStart e outros
dispositivos da rede. A informação consumida geralmente é usada
para comandar o estado das saídas do dispositivo, e a informação
produzida normalmente contêm o estado das entradas e o status de
falha atual do dispositivo escravo.
O padrão dos conjuntos consumidos e produzidos são mostrados
abaixo; para formatos adicionais consulte o Apêndice B, página B-1.
A configuração padrão ArmorStart varia dependendo do tipo de
partida.
Comissionamento DeviceNet™
8-7
Escolher as dimensões e o formato dos dados E/S que são
intercambiados pelo ArmorStart é feita escolhendo um número de
instância do conjunto consumido. Este número de instância é gravado
para o parâmetro Consumed IO Assy. As diferentes instâncias/
formatos permitem flexibilidade de programação e otimização da
rede.
Importante: Os valores do parâmetro Consumed and Produced IO
Assy não podem ser mudados enquanto o ArmorStart
estiver on-line com um scanner. Quaisquer tentativas
de alterar o valor deste parâmetro on-line com um
scanner irá resultar na mensagem de erro “Object State
Conflict”.
Como usar a função Automap com
padrão de conjuntos de entrada e
saída (E/S)
A função Automap disponível em todos os scanners Rockwell
Automation automaticamente mapeará a informação como mostrado
a seguir. Se o mapeamento manual não for pedido, a informação a
seguir pode ser usada para mapear um dispositivo baseada na
configuração padrão.
Tabela 8.1 Padrão de conjuntos de entrada e saída (E/S)
Padrão
Padrão de formatos de conjuntos
de entrada e saída (E/S)
Tipo de mensagem
Com polling
Consumed data size
1 byte (Rx)
Produced data size
2 bytes (Tx)
O formato do conjunto E/S para o ArmorStart é identificado pelo
valor no parâmetro 11 (Consumed IO Assy.) e no parâmetro 12
(Produced IO Assy.). Estes valores determinam a quantidade e a
organização das informações comunicadas ao scanner mestre. As
tabelas a seguir identificam a informação default produzida e
consumida pelo painel alimentador padrão. Para formatos adicionais
e configurações avançadas consulte a Tabela B.11 na página B-5.
Tabela 8.2 Instância 160 – Padrão de dados consumidos para controlador
distribuído do motor padrão (1 byte)
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Saída de
usuário B
Saída de
usuário A
Não usado
Não usado
Não usado
Reinicialização
da falha
Operação para
trás
Operação para
frente
Tabela 8.3 Instância 161 – Padrão de dados consumidos para controlador
distribuído do motor padrão (2 bytes)
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Não usado
Não usado
Não usado
Sinal de
pronto
Operação para
trás
Operação para
frente
Advertência
Desarmado
1
Não usado
Não usado
140M On
Status HOA
Entrada de
usuário 3
Entrada de
usuário 2
Entrada de
usuário 1
Entrada de
usuário 0
8-8
Comissionamento DeviceNet™
Como ajustar o Motor FLA e a
Overload Trip Class
(Cód. cat. 280/281)
Agora, o produto deverá estar configurado e em comunicação com
a rede. O último passo é programar o ajuste do motor FLA
(parâmetro #106) e a overload trip class (parâmetro #107). Isto pode
ser realizado usando um software como o RSNetWorx para
DeviceNet ou outra ferramenta portátil DeviceNet.
Ao usar software, acesse a tela dos parâmetros do dispositivo como
exibido a seguir. Notificado pelo padrão, o motor FLA é ajustado para
o ajuste mínimo FLA para o dispositivo e a overload trip class é
ajustada em 10.
Selecione FLA setting (parâmetro #106) e insira um valor que
corresponde ao FLA do motor conectado ao ArmorStart.
Certifique-se de que cada botão de rádio está selecionado e então
selecione Download to Device.
Selecione Overload Class (parâmetro #107) e escolha a classe de
desarme de sobrecarga a ser usada com o motor conectado ao
ArmorStart. O ArmorStart pode ser ajustado para classe de desarme
10, 15, ou 20. Certifique-se de que Cada botão de rádio esteja
selecionado e então selecione Download to Device.
A proteção do motor apropriada está agora no lugar.
Figura 8.2 Tela de parâmetro RSNetWorx
Comissionamento DeviceNet™
Como ajustar o Motor FLA
(Cód. cat. 283)
8-9
Agora, o produto deverá estar configurado e em comunicação com a
rede. O último passo é programar o apropriado motor FLA setting
(parâmetro #106). Isto pode ser realizado usando um software como o
RSNetWorx para DeviceNet ou outra ferramenta portátil DeviceNet.
Use o software para acessar a tela de parâmetros do dispositivo. Pelo
padrão o motor FLA é ajustado para o ajuste FLA mínimo para o
dispositivo e a classe de desarme da sobrecarga é ajustada em 10.
Ajuste estes parâmetros para os valores desejados e descarregue o
dispositivo.
Selecione FLA setting (parâmetro #106) e insira um valor que
correponde ao FLA do motor conectado ao ArmorStart. Certifique-se
de que Cada botão de rádio está selecionado e então selecione
Download to Device.
A Overload Trip class para o cód. cat. 283 controlador distribuído do
motor é classe 10.
A proteção do motor apropriada está agora no lugar.
Figura 8.3 Tela Parameter do RSNetWorx
8-10
Comissionamento DeviceNet™
Como ajustar o Motor FLA
(Cód. cat. 284)
Agora, o produto deverá estar configurado e em comunicação com a
rede. O último passo é programar o apropriado motor FLA setting
(parâmetro #133). Isto pode ser realizado usando um software como o
RSNetWorx para DeviceNet ou outra ferramenta portátil DeviceNet.
Use o software para acessar a tela de parâmetros do dispositivo. Pelo
padrão o motor OL current é ajustado no ajuste mínimo para este
equipamento. Ajuste este parâmetro no valor desejado e descarregue
no dispositivo.
Selecione Motor OL Current (parâmetro 133) e insira um valor que
correponde ao FLA do motor conectado ao ArmorStart. Certifique-se
de que Cada botão de rádio está selecionado e então selecione
Download to Device.
A proteção do motor apropriada está agora no lugar.
Figura 8.4 Tela Parameter do RSNetWorx
Capítulo
9
Como transmitir mensagens explícitas
no DeviceNet™
Aplicação do controlador lógico
Exemplo com transmissão de
mensagens explícitas
Este capítulo está designado para demonstrar a programação e
exemplos de mensagem explícita para ambas as famílias SLC™
dos controladores programáveis e família ControlLogix® dos
controladores programáveis. Os exemplos mostrarão como
desenvolver um programa para controle simples e usar uma
mensagem explícita simples para recuperar dados que não são obtidos
basados no conjunto de entrada e saída do dispositivo. O usuário do
dispositivo pode usar este exemplo como um guia no
desenvolvimento, seus próprios programas.
A seguir é mostrada uma vista do RSNetWorx™ de uma rede simples
usada neste exemplo.
Figura 9.1 Rede única
Para assistir ao desenvolvimento do exemplo a rede consistirá
somente do ArmorStart® e do scanner. Portanto a única informação
mapeada no scanner será o ArmorStart. Consulte o Capítulo 8,
Comissionamento DeviceNet™ para assistência no mapeamento.
Como programar o 1747-SLC
Mapeamento E/S
O exemplo a seguir utilizará o controlador distribuído de motor
padrão, e a entrada padrão de fábrica e o conjunto de saída de 160 e
161. Consulte o Apêndice B, Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
para formatos de conjuntos adicionais. A entrada padrão e os
conjuntos de saída são mostrados na tabela a seguir com a dimensão
de dados correspondente.
9-2
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Tabela 9.1 Tipo de mensagem (Conjuntos E/S)
Dimensões dos dados
(bytes)
Instância 160 – Consumido (saída)
1 (Rx)
Instância 161 – Produzida (entrada)
2 (Tx)
Se um conjunto E/S diferente for selecionado, as dimensões de dados
podem mudar. Isto é importante para entender que o conjunto E/S
selecionado aqui afetará diretamente o mapeamento da entrada e da
saída na scanlist do scanner e a quantidade de memória do
programador lógico programável (PLC) reservada para esta
informação.
Tabela 9.2 Exemplo de endereçamento da entrada SLC (Produced Assembly)
)
Instância 161 Controlador distribuído do motor padrão produzido predeterminado
Byte 0
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Endereço
I:1.23
I:1.22
I:1.21
I:1.20
I:1.19
I:1.18
I:1.17
I:1.16
Reservado
Reservado
Reservado
Sinal de
pronto
Advertência
Desarmado
Byte 1
Bit 15
Bit 14
Bit 13
Bit 12
Bit 11
Bit 10
Bit 9
Bit 8
Endereço
I:1.31
I:1.30
I:1.29
I:1.28
I:1.27
I:1.26
I:1.25
I:1.24
Reservado
Reservado
140M On
HOA
Entrada de
usuário 1
Entrada de
usuário 0
Dados
Dados
Operação para trás Operação para frente
Entrada de usuário 3 Entrada de usuário 2
Tabela 9.3 Exemplo de endereçamento da saída SLC (Consumed Assembly)
)
Instância 160 Controlador distribuído do motor padrão consumido predeterminado
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Endereço
O:1.23
O:1.22
O:1.21
O:1.20
O:1.19
O:1.18
O:1.17
O:1.16
Dados
Saída de
usuário B
Saída de
usuário A
Reservado
Reservado
Reservado
Reinicialização da
falha
Operação
para trás
Operação para
frente
O exemplo de programa PLC para o SLC usará o bit “Tripped” e o
“140M On” do conjunto produzido e o bit “Fault Reset”, “User Out
A”, e “Run Fwd” do conjunto consumido.
Transmissão de mensagem
explícita com SLC
O módulo 1747-SDN usa as áreas do arquivo M0 e M1 para
transferência de dados. Somente palavras 224 a 256 são usadas para
executar as funções Explicit Message Request e Response. As
dimensões de dados mínimos para a mensagem explícita requerida
são 6 palavras e o máximo são 32 palavras. As tabelas a seguir
ilustram o formato padrão da mensagem explícita requerida e
resposta.
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
9-3
Tabela 9.4 Solicitação da mensagem explícita (Get_Attribute_Single)
)
Localização do bit dentro do Word
15 a 8
7a0
TXID
COMANDO
Word – 0
PORTA
DIMENSÕES
Word – 1
SERVIÇO
ID MAC
Word – 2
CLASSE
Word – 3
INSTÂNCIA
Word – 4
ATRIBUTO
Word – 5
Tabela 9.5 Resposta da mensagem explícita (Get_Attribute_Single)
Localização do bit dentro do Word
15 a 8
7a0
TXID
STATUS
Word – 0
PORTA
DIMENSÕES
Word – 1
SERVIÇO
ID MAC
Word – 2
DADOS
Word – 3
•
ID Transmissão (TXID):
O scanner usa este valor para guiar a transação à conclusão, e
retorna o valor com a resposta que combina a solicitação
descarregada pelo processador SLC-500. A dimensão dos dados
TXID é de apenas um byte.
•
Comando:
Este código ensina o scanner a como administrar a solicitação.
Uma lista desses códigos pode ser encontrada no Manual do
usuário 1747-SDN, Publicação 1747-5.8. A dimensão dos dados
Command é de apenas um byte.
•
Status:
O código de status fornece o status do módulo de comunicação e
responde.
•
Porta:
O canal físico do scanner onde a transação foi enviada. O ajuste
do canal pode ser zero (channel A) ou um (channel B). A
dimensão dos dados Port é de apenas um byte. Observe que o
1747-SDN tem somente um canal, então este valor é sempre
ajustado em zero.
•
Dimensões:
Isto identifica as dimensões do corpo da transação em bytes. O
corpo da transação começa em word 3. A dimensão máxima é
58 bytes. A dimensão dos dados Size é de apenas um byte.
•
Serviço:
Este código especifica o tipo de solicitação que está sendo
entregue. A dimensão dos dados Service é de apenas um byte.
9-4
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Ajustando o arquivo de dados
•
ID MAC:
O endereço do nó da rede DeviceNet™ do dispositivo para o qual
a transação é tentada é identificado aqui. O dispositivo escravo
deve ser listado na scanlist do módulo scanner e estar on-line para
que a transação da mensagem explícita seja completada.
•
Classe:
A classe DeviceNet desejada é especificada aqui.
•
Instância:
O código identifica a instância específica dentro da direção da
classe de objeto para a qual a transição é direcionada. O valor
zero é reservado para denotar que a transação é direcionada na
direção da própria classe versus uma instância específica dentro
da classe.
•
Atributo:
O código identifica a característica específica da direção do
objeto para a qual a transição é direcionada. A dimensão dos
dados attribute é de apenas um byte.
A tabela a seguir lista os tipos de transição mais comuns (get
information e set information), e o serviço, a classe, a instância e o
atributo apropriado que corresponde a cada tipo.
Tabela 9.6 Exemplos de configuração comum para ArmorStart
Serviço c
Classe c
Instância c
Atributo c
Get_Attribute_Single
0x0E
0x0F
Par. # ➁
1➂
Set_Attribute_Single
0x10
0x0F
Par. # ➁
1➂
Tipo de transação
c Os valores numéricos são em formato hexadecimal.
➁ Este é o número de parâmetro atual.
➂ O código “1” especifica o valor da instância (parâmetro).
Sequência de eventos
Use a sequência de eventos a seguir como um guia para estabelecer
mensagens explícitas no seu SLC ladder logic.
1. Coloque os dados solicitados pela mensagem explícita em um
arquivo de número inteiro (N) no processador SLC-500.
2. Use a instrução de cópia de arquivo (COP) para copiar os dados
solicitados pela mensagem explícita inseridos no passo 1 do
arquivo M0, palavras 224 a 256.
3. Use instrução examine-if-closed (XIC) para o bit do monitor 15
do registro de status do módulo do scanner para um indicação de
que ele recebeu uma resposta do ArmorStart.
4. Copie os dados do arquivo M1, palavras 224 a 256, para o interior
de um arquivo no processador SLC-500 usando a instrução de
cópia de arquivo (COP).
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
9-5
O exemplo a seguir mostra o formato de dados exato para realizar um
“Get Attribute Single” solicitada. Esta mensagem acessará
especificamente o parâmetro 104, Average Current. As primeiras três
palavras são mostradas segmentadas nos dois bytes, correspondendo
aos bytes superiores e inferiores mostrados na tabela solicitada pela
mensagem explícita (Tabela 9.4).
Nota: Os dados na tabela são mostrados em formato hexadecimal.
Portanto parâmetro 104 decimal é igual a 68 hexadecimal
(0x68).
Tabela 9.7 Get_Attribute_Single solicitado
TXID
Word
N7:x
Comando
Porta
01
00
0
01
Dimensões
Serviço
1
ID MAC
Classe
3
4
5
6
7
04
000F
0068
0001
–
–
2
06
0E
Instância
Atributo
Tabela 9.8 Get_Attribute_Single resposta
TXID
Word
N7:x
Status
Porta
xx
00
10
01
Dimensões
Serviço
11
ID MAC
12
06
0E
04
Dados
13
14
15
16
17
x
–
–
–
–
9-6
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Figura 9.2 Exemplo de programa lógica ladder SLC
Se existir uma condição de desarme, ao ajustar momentaneamente B3:0.1 irá restabelecer a falha. B3:0.0 será necessário reinicializar para ligar o “run Fwd”
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Como programar o
1756-ControlLogix
9-7
Mapeamento E/S
O exemplo a seguir utilizará o controlador distribuído de motor
padrão, e a entrada padrão de fábrica e o conjunto de saída de 160 e
161. Consulte o Apêndice B para formatos de conjuntos adicionais.
A entrada padrão e o conjunto de saída será usado novamente nos
exemplos a seguir.
Nota: O endereçamento é diferente entre o SLC 1747 e o programa
ControlLogix 1756. É importante que o usuário saiba como
criar e usar as “tags” para poder seguir apropriadamente os
exemplos abaixo. Consulte a programação manual
RSLogix™ 5000 para ajuda adicional com a definição das
tags.
As tabelas a seguir listam a configuração dos dados para a plataforma
ControlLogix e incluem o nome das tag como são usadas no
programa exemplo.
9-8
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Tabela 9.9 Exemplo de endereçamento da entrada ControlLogix (Produced
Assembly)
)
Instância 161 Controlador distribuído do motor padrão produzido predeterminado
Byte 0
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Endereço
Local:1:I.
Data[1].7
Local:1:I.
Data[1].6
Local:1:I.
Data[1].5
Local:1:I.
Data[1].4
Local:1:I.
Data[1].3
Local:1:I.
Data[1].2
Local:1:I.
Data[1].1
Local:1:I.
Data[1].0
Nome da Tag
–
–
–
–
–
–
Status_
warning
Status_
tripped
Dados
Reservado
Reservado
Reservado
Sinal de pronto
Advertência
Desarmado
Byte 1
Bit 15
Bit 14
Bit 13
Bit 12
Bit 11
Bit 10
Bit 9
Bit 8
Endereço
Local:1:I.
Data[1].15
Local:1:I.
Data[1].14
Local:1:I.
Data[1].13
Local:1:I.
Data[1].12
Local:1:I.
Data[1].11
Local:1:I.
Data[1].10
Local:1:I.
Data[1].9
Local:1:I.
Data[1].8
Nome da Tag
–
–
Status_140M
–
–
–
–
–
Dados
Reservado
Reservado
140M On
HOA
Entrada de
usuário 3
Entrada de
usuário 2
Entrada de
usuário 1
Entrada de
usuário 0
Operação para Operação para
trás
frente
Tabela 9.10 Exemplo de endereçamento da saída ControlLogix (Consumed
Assembly)
)
Instância 160 Controlador distribuído do motor padrão consumido predeterminado
Byte 0
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Endereço
Local:1:O.
Data[1].7
Local:1:O.
Data[1].6
Local:1:O.
Data[1].5
Local:1:O.
Data[1].4
Local:1:O.
Data[1].3
Local:1:O.
Data[1].2
Local:1:O.
Data[1].1
Local:1:O.
Data[1].0
Nome da Tag
Control_Out
B
Control_Out
A
–
–
–
Control_fault
Reset
–
–
Dados
Saída de
usuário B
Saída de
usuário A
Reservado
Reservado
Reservado
Reinicialização
da falha
Oper.Trás
Oper.Frente
Transmissão de mensagem
explícita com ControlLogix
A plataforma ControlLogix requer bem menos estrutura para iniciar
uma mensagem explícita. A solicitação e resposta de mensagem
explícita é configurada dentro da função MSG. A função MSG pode
ser encontrada na tabela Entrada/Saída do RSLogix 5000. Avisa que
no programa ControlLogix, por exemplo, a linha 6 é a única lógica
solicitada para completar uma mensagem explícita requerida.
Como configurar a instrução MSG
Um nome de tag deve ser dado à função MSG antes que o resto da
informação possa ser definido. Neste exemplo uma tag foi criada com
o nome explicit_mess. Depois que a instrução receber um nome,
clique na caixa cinza
para definir o resto da instrução.
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
9-9
O exemplo a seguir mostra o formato de dados exato para realizar um
“Get Attribute Single” solicitado. Esta mensagem acessará
especificamente o parâmetro 104, Average Current. Consulte a
Tabela 9.6 na página 9-4 para configurações adicionais.
Figura 9.3 Configuração da mensagem
•
Tipo de mensagem
Selecione CIP Generic do menu pull down para configurar uma
mensagem explícita.
•
Elemento de destino
Este é o nome da tag de ponto de referência para onde deve-se
dirigir a informação respondida. Neste exemplo uma tag foi
criada com o nome explicit_data.
•
Tipo de serviço
O menu pull down tem várias opções, no entanto somente a opção
Get Attribute Single é usada neste exemplo.
A classe, instância, e atributo definem a informação atual que está
sendo solicitada. Configurações adicionais desses parâmetros
podem ser encontradas no Apêndice B.
•
Classe
Neste exemplo o valor é “F”
•
Instância
Neste exemplo o valor é “104”
•
Atributo
Neste exemplo o valor é “1”
Depois que a informação acima for inserida, clique na tabela de
comunicação.
9-10
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
•
Caminho
O caminho definirá a rota que a mensagem tomará para chegar ao
dispositivo que se está tentando chegar. Neste exemplo o caminho
é Scanner, 2, 4; onde scanner é o nome do 1756-DNB no rack,
2 representa o canal DeviceNet, e 4 representa o endereço do nó
físico do ArmorStart.
Figura 9.4 Caminho do scanner
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Figura 9.5 Exemplo de programa lógica ladder ControlLogix
9-11
9-12
Notas
Como transmitir mensagens explícitas no DeviceNet™
Capítulo
10
Usando DeviceLogix™
DeviceLogix é um programa Booleano independente que se encontra
dentro do ArmorStart®. O programa é incorporado no software do
produto para que não seja necessário um módulo adicional para usar
essa tecnologia; RSNetWorx™ para DeviceNet™ é necessário para
programar o equipamento.
Além da programação de fato, DeviceLogix pode ser configurado
para operar sob situações específicas. É importante notar que o
programa DeviceLogix somente operará se a lógica foi habilitada.
Isso pode ser feito dentro do “Logic Editor” do RSNetWorx. A
configuração da operação é realizada definindo-se o parâmetro de
“Network Override” e “Communication Override”. As seguintes
informações descrevem os diferentes níveis de operação:
Programação de DeviceLogix
•
Se ambas as supressões estão desabilitadas e a lógica está
habilitada, o ÚNICO momento em que DeviceLogix operará é se
houver uma conexão E/S ativa com um master, ou seja, o master
está em modo de operação. Em todos os outros momentos,
DeviceLogix operará a lógica, mas NÃO controlará o estado das
saídas.
•
Se o Network override está habilitado e a lógica está habilitada,
então DeviceLogix controla o estado das saídas quando o CLP
está em modo de operação e se ocorre uma falha da rede, como
uma ID MAC Duplicada ou uma condição de Barramento de
Módulo desligado.
•
Se a Supressão de Comunicações está habilitada e a lógica está
habilitada, o equipamento não precisa de nenhuma conexão E/S
para operar a lógica. Desde que haja controle de alimentação e
uma fonte de energia DeviceNet conectada ao equipamento, a
lógica controlará o estado das saídas.
DeviceLogix tem muitas aplicações, e a implementação é geralmente
apenas limitada à imaginação do programador. Lembre-se de que a
aplicação de DeviceLogix é projetada apenas para lidar com rotinas
lógicas simples.
DeviceLogix é programado usando operadores matemáticos
Booleanos simples, como E, OU, NÃO, temporizadores, contadores e
travas. A tomada de decisão é feita combinando-se essas operações
Booleanas com qualquer E/S disponível. As entradas e saída usadas
para conectar com a lógica podem vir da rede ou do hardware do
equipamento. Hardware E/S são as Entradas e Saídas físicas
localizadas no equipamento, como botões pulsadores e sinaleiros que
estão conectados ao ArmorStart.
10-2
Usando DeviceLogix™
Existem muitas razões para usar DeviceLogix de modo funcional,
mas alguns dos mais comuns são listados abaixo:
Exemplo de Programação de
DeviceLogix
•
Confiabilidade aumentada do sistema
•
Tempos de atualização rápidos (1–2 ms possível)
•
Diagnóstico melhorado e localização de falhas reduzida
•
Operação independente de CLP ou status da Rede
•
Continua a operar um processo se ocorrem interrupções da rede
•
Operações críticas podem ser encerradas com segurança por meio
de lógica local
O exemplo seguinte mostrará como programar uma rotina lógica
simples para conectar o ArmorStart com uma estação remota de
início-paragem com fios duros. Nesse caso, o E/S está conectado
como mostra a tabela.
Tabela 10.1 Atribuições de Bits de Hardware e Descrição para o ArmorStart
Tabela de Entrada
Tabela de Saída
Bit
Descrição
Bit
Descrição
Entrada 0
Botão de Início
Operação para a
frente
Bobina de Contator
Entrada 1
Botão de Paragem
N/D
N/D
Entrada 2
N/D
–
–
Entrada 3
N/D
–
–
Importante: Antes de programar a lógica, é importante decidir
sobre as condições sob as quais a lógica operará. Como
definido anteriormente, as condições podem ser
definidas ajustando-se o parâmetro 8 (Network
Override) e o parâmetro 9 (Comm. Override) para o
valor desejado.
1. Enquanto no RSNetWorx para DeviceNet, clique duas vezes no
ArmorStart.
2. Clique na guia “DeviceLogix”. Se estiver on-line com um
equipamento, uma caixa de diálogo aparecerá, pedindo-lhe para
carregar ou descarregar. Clique em “Carregar.”
3. Clique o botão de Iniciar Editor de Lógica.
4. Se estiver programando off-line, continue para o passo 5. Se não,
clique no botão “Edição”. Clique “Sim” quando perguntado se
deseja Entrar o Modo de Edição. Uma vez no modo de edição,
toda a lista de Blocos de Função será mostrada na barra de
ferramentas.
Usando DeviceLogix™
10-3
5. Clique com o botão esquerdo no bloco de funções “RSL”. Isto é
uma trava dominada por reset.
6. Mova o cursor para dentro da grade, então clique com o botão
esquerdo para colocar a função na grade.
7. A partir da barra de ferramentas, clique no botão “Entrada
Separada” e selecione Entrada 0 no menu. Este é o botão de
início remoto baseado na tabela de exemplo E/S.
8. Coloque a entrada à esquerda da função RSL. Para colocar a
entrada na página, clique com o botão esquerdo sobre a posição
desejada.
9. Coloque o cursos do mouse sobre a borda da Entrada 0. A borda
ficará verde. Clique na borda quando estiver verde.
10. Mova o cursor do mouse na direção da entrada da função RSL.
Uma linha seguirá o cursor. Quando uma conexão puder ser feita,
a borda da função RSL também ficará verde. Clique na Entrada e
a linha será puxada da Entrada 0 para Definir Entrada da função
RSL.
Nota: Se não for uma conexão válida, uma das bordas do pino ficará
vermelha em vez de verde. Clique duas vezes com o botão
esquerdo sobre a porção não utilizada da grade ou pressione a
tecla “Esc” a qualquer momento para cancelar o processo de
conexão.
11. A partir da barra de ferramentas, clique no botão “Entrada
Separada” e selecione Entrada 1 no menu. Este é o botão de
paragem remota baseado na tabela de exemplo E/S.
12. Coloque a entrada à esquerda da função RSL.
13. Conecte a entrada à entrada reset da trava RSL.
10-4
Usando DeviceLogix™
14. A partir da barra de ferramentas, clique no botão “Entrada
Separada” e selecione “Operação para a frente” no menu.
Operação para a frente é o controle com relé da bobina do
contrator. Clique OK.
15. Mova o cursor para a grade e coloque a Saída à direita do bloco
de funções RSL.
16. Conecte a saída ao bloco de funções “RSL” para Operação para
a frente.
17. Clique no botão “Verificação” localizado na barra de ferramentas
ou selecione “Verificação da Lógica” no menu “Ferramentas”.
18. Clique no botão “Editar” para sair do modo de edição se on-line
com um equipamento.
19. Vá ao menu no canto direito da barra de ferramentas e selecione
“Descarregar”.
20. Nota: Certifique-se de que o alternador de tecla PLC está na
posição Programa. Se estiver em qualquer outra posição, o
descarregamento não ocorrerá e um erro será gerado.
Usando DeviceLogix™
21. Pressione “OK” quando receber a mensagem de que o
descarregamento foi bem-sucedido.
22. Agora, no mesmo menu, selecione “Habilitação da Lógica.”
23. ArmorStart agora está programado e a lógica está ativa.
10-5
10-6
Usando DeviceLogix™
Capítulo
11
Conectividade ArmorStart® para
ArmorPoint®
ArmorStart com ArmorPoint
ArmorStart para o ArmorPoint Backplane
O controlador distribuído de motor cód. cat. 280A/281A, 283A e
284A ArmorStart permite conectividade para o ArmorPoint
backplane. O sistema ArmorPoint E/S pode se comunicar utilizando
protocolos de comunicação DeviceNet™, ControlNet™ ou Ethernet.
Além dos outros protocolos de comunicação de rede, os produtos
ArmorPoint E/S distribuída permitem que os recursos E/S sejam
expandidos além das duas saídas-padrão. Dois conectores de saída de
duas teclas são fornecidos como padrão. As saídas são alimentadas
pela potência de controle (A1, A2). O LED de indicação de status
também é fornecido como padrão com o ArmorPoint. Quando usar
ArmorPoint, um máximo de dois controladores Distribuídos de
Motores ArmorStart podem ser conectados aos produtos ArmorPoint
E/S Distribuída.
Conectividade ArmorStart para ArmorPoint
Figura 11.1 Diagrama de Conectividade para Um controlador distribuído de
motor ArmorStart
Quando se conectar a um produto ArmorPoint E/S Distribuída cód.
cat. 1738, um adaptador de rede e pelo menos um produto
ArmorPoint de Saída Digital, Entrada Digital, Análoga, CA e Relé,
ou produto Especial deve ser seleccionado. O ArmorPoint E/S
Distribuída pode acomodar até 63 módulos por nó de rede. O cabo
que conecta o produto ArmorPoint E/S Distribuída ao controlador
distribuído de motor ArmorStart é o cód. cat. 280A-EXT1. O 280AEXT1 inclui um cabo extensor de barramento ArmorPoint e um
resistor de terminação de rede. O resistor de terminação de rede deve
ser conectado ao conector “ArmorPoint Interface de Saída”.
11-2
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
Figura 11.2 Diagrama de Conectividade para Dois controladores Distribuídos
de Motores ArmorStart
Se um controlador distribuído de motor ArmorStart adicional for
conectado, o cód. cat. 280A-EXTCABLE será necessário. Um
máximo de dois controladores Distribuídos de Motores ArmorStart
podem ser conectados ao cód. cat. 1738 E/S Distribuída. O cód.
cat. 280A-EXTCABLE é conectado a partir da “ArmorPoint Interface
de Saída” na primeira unidade, para a “ArmorPoint Interface de
Entrada” na segunda unidade. O resistor de terminação de rede é
conectado ao “ArmorPoint Interface de Saída” na segunda unidade.
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
11-3
Comissionamento de ArmorPoint Backplane
Estabelecendo um Endereço de Nó Backplane
Endereços de Nós Backplane são estabelecidos automaticamente pelo
sistema ArmorPoint na energização. Endereços de nós para os
módulos backplane são alocados da esquerda para a direita, a
começar do endereço 1.
Nota: As chaves de endereços rotatórias são ignoradas no
módulo de partida quando se usa ArmorPoint backplane.
Nota: Quando se usa RSNetWorx para DeviceNet com os
controladores Distribuídos de Motores ArmorStart 280A/
281A, 283A e 284A, NÃO USE o comissionamento de nós
mostrado no Capítulo 8, Comissionamento DeviceNet™.
Detalhes sobre o uso do “Configurador ArmorStart de Lógica
Ladder”
O Configurador ArmorStart de Lógica Ladder é uma rotina de lógica
ladder (Nome do Arquivo: ArmorStart_Configurator.ACD) projetada
para que, sob o controle do programa, toda a família dos
controladores Distribuídos de Motores ArmorStart possa ser
facilmente configurada a partir de um controlador baseado em Logix.
A família de controladores Distribuídos de Motores ArmorStart inclui
os seguintes Códigos de Catálogo: 280A, 281A, 283A e 284A. Os
controladores Distribuídos de Motores ArmorStart podem ser
conectados em rede com ControlNet ou EtherNetIP, quando estiverem
no backplane ArmorPoint adequado. O arquivo de lógica ladder é
projetado para ser adicionado a um arquivo de lógica ladder existente
ou pode ser usado como o programa básico e outra lógica pode ser
adicionada a ele. Este documento considera que o leitor tem um
conhecimento médio do uso de controladores baseados em
RSLogix5000 e Logix. A configuração do equipamento é feita dentro
do editor de código de acesso do controlador, na guia Códigos de
acesso do Monitor.
Nota: O Configurador ArmorStart de Lógica Ladder (Nome do
Arquivo: ArmorStart_Configurator.ACD) é fornecido no
CD enviado com todo produto ArmorStart com o
protocolo de Comunicações ArmorPoint.
Teoria de Operação
É possível conectar um produto ArmorStart à subrede baseada em
Point I/O do sistema ArmorPoint E/S. Isso permite que o ArmorStart
seja conectado a EtherNetIP e ControlNet, juntamente com o original
DeviceNet. A maneira mais fácil de programar esses ArmorStarts
é usando RSNetWorx para software DeviceNet, conectado com a
rede adequada. Essa lógica ladder foi desenvolvida como um
método de configuração alternativo.
11-4
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
Uma vez que a configuração adequada do equipamento é feita para
uma Estrutura Definida pelo Usuário em um arquivo de lógica ladder,
um bit precisará ser ligado na lógica para disparar uma leitura ampla
do sistema. Essa leitura ampla do sistema sai e lê certos atributos de
cada parâmetro de todos os ArmorStarts no sistema e armazena a
informação em um grande vetor de dados. O primeiro atributo é uma
palavra flag que diz à lógica ladder se o parâmetro é somente de
leitura. Se o bit de somente leitura está definido, então a lógica ladder
saltará as leituras de atributos adicionais e irá para o próximo
parâmetro. Se o parâmetro é gravável, então a lógica lerá o tamanho,
valor mínimo permitido, valor máximo permitido, o nome do
parâmetro, o grupo de ajuda e os dados brutos de cada parâmetro.
Esses atributos são armazenados no vetor de dados para uso mais
tarde, quando a configuração é escrita para cada ArmorStart. A lógica
requer que uma função de leitura ampla do sistema seja completada
antes que uma função de edição ampla do sistema seja requerida.
Nota: Uma função de leitura ampla do sistema deve ser
realizada sempre que um novo ArmorStart é adicionado
ao sistema ou um ArmorStart é atualizado com uma
versão mais recente. Isso assegura que o vetor de dados na
lógica combine com o sistema total.
Uma vez que uma leitura ampla do sistema tenha sido feita, os dados
brutos dos parâmetros individuais no vetor de dados podem ser
modificados, e uma função de edição ampla do sistema pode ser
ativada a partir de um bit na lógica ladder. Somente parâmetros que
mudaram serão editados nos equipamentos ArmorStart, e depois que
a edição foi realizada, o parâmetro é lido novamente e armazenado no
vetor de dados para comparação. Se os valores de edição e releitura
não combinam, um Relatório de Erro é gerado.
Se um erro ocorre por qualquer razão, durante uma leitura ou edição
ampla do sistema, um relatório de erro será armazenado, contendo o
equipamento e o parâmetro no qual o erro ocorreu. Também o status e
o status estendido do bloco de mensagens é armazenado se o erro foi
originado ali.
Características Gerais da Árvore E/S
Para transferir informações E/S, o ArmorStart precisa ser adicionado
à árvore E/S do processador Logix. Os detalhes disso estão fora do
objectivo destas instruções, mas capturas de telas da configuração
completa são incluídas abaixo para referência. A configuração abaixo
mostra o cartão EtherNetIP no slot 1 do rack Logix. O módulo
1738-AENT sempre está localizado no slot zero na subrede, e o
equipamento ArmorStart está localizado no slot 2 da subrede. Esses
slots estão circulados abaixo para sua referência.
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
11-5
Figura 11.3 Árvore E/S do Processador Logix
A única configuração com que o usuário precisa se preocupar para o
adaptador de comunicação ArmorPoint é o endereço IP EtherNet ou o
endereço do nó ControlNet.
Como atualmente não há nenhum perfil para um equipamento
ArmorStart na árvore E/S, o MÓDULO-1738 precisa ser usado como
um perfil genérico. A configuração-padrão para um ArmorStart
280A/281A usando este perfil é mostrada abaixo.
Figura 11.4 Configuração de ArmorStart usando Perfil Módulo-1738
Detalhes da Configuração da Lógica
Dentro do arquivo do Configurador está uma grande estrutura
Definida pelo Usuário chamada Armor_Start_System, que contém
todos os dados para a configuração da rotina, e também espaço de
armazenamento para todos os parâmetros ArmorStart. Com
20 equipamentos, a memória total necessária para manter essa
estrutura no controlador Logix é 195K bytes. O diagrama abaixo
mostra a parte superior da estrutura e 3 elementos importantes.
Figura 11.5 Arquivo de Configuração – Armor_Start_System
11-6
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
O padrão de Armor_Start_System.Max_Devices é 20, porque o
número total de equipamentos que a estrutura é projetada para manter,
inicialmente, é 20. Essa quantidade pode ser facilmente
modificada, mas para fazer isso é necessário mudar o tamanho da
estrutura do Vetor do Sistema para que combine com exactidão.
Nota: A memória Logix que contém a estrutura também
mudará de tamanho proporcionalmente.
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
11-7
É mostrado abaixo o tamanho do vetor que também deverá ser
mudado para combinar com o valor de
Armor_Start_System.Max_Devices.
Figura 11.6 Tamanho do Vetor do Sistema
O padrão de Armor_Start_System.Max_Parameters é 262, porque
o número máximo de parâmetros em qualquer produto ArmorStart
existente é 262 ou menos. Essa quantidade pode ser facilmente
modificada, e isso vai mudar proporcionalmente o tamanho da
estrutura do Vetor do Sistema e da memória Logix que ele mantém.
É mostrado abaixo o tamanho do vetor que também deverá ser
mudado para ser maior em 1 do que o valor de
Armor_Start_System.Max_Parameters. Isso acontece porque os
parâmetros são armazenados por número de parâmetro e, como não
há parâmetro 0, essa localidade de armazenamento não é utilizada.
Figura 11.7 Parâmetro de Tamanho do Vetor
O padrão de Armor_Start_System.Num_Devices é zero e é definido
como o número total de produtos ArmorStart conectados ao sistema
de controle que precisam ser configurados. É importante que este
valor seja definido antes que a rotina de configuração seja
executada.
11-8
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
Para maior vantagem do usuário, deve-se cortar as estruturas para os
mínimos valores que combinam com seu sistema, porque isso
economizará uma quantidade considerável de memória do
processador Logix. Entretanto, algum espaço deve ser deixado nas
estruturas para lidar com futuras adições de equipamentos ArmorStart
ao sistema.
Adicionando Equipamentos à Estrutura de Configuração
Uma vez que três parâmetros de nível do Sistema maior são inseridos,
o usuário deve entrar nas informações de configuração de cada um
dos equipamentos ArmorStart. Esses parâmetros são definidos pelo
slot no rack Logix no qual o cartão de comunicação EtherNetIP ou
ControlNet está. O próximo parâmetro é o IP EtherNetIP ou endereço
do nó ControlNet do adaptador de comunicação 1738 que contém o
ArmorStart. Por último, o número do slot na subrede ArmorPoint ao
qual o ArmorStart está conectado também precisa ser inserido. Um
parâmetro opcional é um grupo que pode ser inserido com uma
descrição da função do equipamento ArmorStart. Cada equipamento
será configurado inserindo-se seus dados em um bloco diferente do
vetor Armor_Start_System.Device[].
A seguir é mostrada a configuração para um cartão de comunicação
no rack Logix 2, endereço IP AENT 192.168.1.10 e slot Point I/O 3.
A lógica determina se a rede é EtherNetIP ou ControlNet dependendo
se o campo ENET_IP_Addr está vazio ou o campo CNET_Address é
zero. Um desses dois campos deve ser preenchido para que a
lógica funcione corretamente. O campo Armor_Descriptor é
opcional e é usado para identificar mais facilmente o ArmorStart em
relação a sua função no sistema.
Figura 11.8 Configuração do Cartão de Comunicação
Nota: Para editar facilmente um grupo ASCII, clique no campo
de valor do grupo e um pequeno ícone com três pontos
aparecerá.
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
11-9
Figura 11.9 Caixa do Navegador do Grupo
Clique no ícone com três pontos e uma caixa do Navegador do Grupo
aparecerá. Modifique o texto para o desejado e clique em Aplicar,
então clique em OK. Isto funciona para TODOS os grupos dentro do
vetor de dados.
Figura 11.10Caixa do Navegador do Grupo
Modificando Dados de Parâmetro para um ArmorStart
A última configuração que precisará ser feita é a gravação de uma
mudança de configuração de parâmetro para um ArmorStart. Isto é
feito, primeiramente, igualando um ArmorStart em especial a um
número de equipamento no vetor de dados. Novamente, esse número
de equipamento é determinado pelo slot Logix do cartão de
comunicação, endereço ETherNetIP ou CNet do adaptador de
comunicação e slot de subrede de ArmorStart. O campo opcional
Armor_Descriptor é extremamente útil para se fazer uma busca
funcional do número do equipamento. Uma vez que o número do
equipamento foi determinado, o número do parâmetro a ser
modificado deve ser obtido. A melhor maneira de fazer isso é
consultar o manual do usuário ArmorStart e obter o número do
parâmetro do valor a ser modificado. Os números dos parâmetros
todos começam com 1 e estão numerados sequencialmente até o
último número de parâmetro. O manual do usuário é importante
porque descreve totalmente cada parâmetro, por exemplo, se um
parâmetro é ou não gravável e quais são os limites/interpretações do
parâmetro. Uma vez que o número do equipamento e o do parâmetro
foram obtidos, o próximo passo é modificar os dados de configuração
daquele parâmetro. A seguinte captura de tela mostra o vetor de dados
e, especialmente, o parâmetro 8 para o Equipamento 0.
11-10
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
Figura 11.11Vetor de Dados
O valor a ser modificado é o elemento .data da estrutura. Para
referência, o Min_value, Max_value e Name_String do parâmetro
também estão na estrutura, para que o usuário saiba quais são os
valores mínimo e máximo permitidos para os dados. É importante
notar que os dados estão no formato bruto. Em outras palavras, esses
dados podem ser considerados um Booleano, uma máscara de bit, um
grupo ASCII, um número inteiro, um byte, etc., dependendo da
definição do parâmetro no ArmorStart. Também pode haver um ponto
decimal implicado, uma conversão de escala e diferentes unidades
envolvidas. É importante que o usuário entenda completamente e
verifique os dados brutos que estão sendo modificados com o
manual do usuário, para que sejam corretamente interpretados
pelo ArmorStart, ou pode ocorrer uma operação indesejada no
ArmorStart.
Uma vez que os dados foram gravados, durante uma função de Edição
Ampla do Sistema, a lógica ladder os lerá novamente e os colocará no
.Last_Read_Value da estrutura. Isso será uma verificação visual útil
de que os dados foram gravados corretamente.
Disparando uma Leitura Ampla do Sistema
Uma vez que a configuração do sistema foi feita, uma Leitura Ampla
do Sistema deve ser iniciada. A lógica a disparar tanto uma Leitura
quanto uma Edição Ampla do Sistema está contida em uma subrotina chamada Handle_All_Armor. As linhas são mostradas abaixo
para referência.
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
11-11
Figura 11.12 Linhas do Handle_All_Armor
Para disparar uma leitura ampla do sistema, o contacto
Read_All_Condition_Here precisa está energizado na lógica ladder.
Isso pode ser feito por meio de uma lógica adicional ou simplesmente
energizando o bit on-line, no software RSLogix5000, tela do Monitor
do Código de Acesso do controlador. O Read_All_Condition_Here é
tratado como monoestável dentro da lógica, mas deve ser
desenergizado mais tarde. É por isso que uma leitura ampla do
sistema não é disparada após cada ciclo de energia Logix ou para cada
transição do modo Programa para o modo Operar. Quando a leitura
termina com sucesso, o bit Read_All_System_Done_Flag se energiza
na lógica. Entretanto, se um erro ocorre durante a leitura, o bit
Read_All_System_Error_Flag se energiza e o erro será armazenado
na estrutura chamada Error_Report.
Disparando uma Edição Ampla do Sistema
Uma vez que uma Leitura Ampla do Sistema foi iniciada e o bit
Read_All_System_Done_Flag está energizado, uma Edição Ampla
do Sistema pode ser disparada. Para disparar uma edição ampla do
sistema, o contacto Write_All_Condition_Here precisa está
energizado na lógica ladder. Isso pode ser feito por meio de uma
lógica adicional ou simplesmente energizando o bit on-line, no
software RSLogix5000, tela do Monitor do Código de Acesso do
controlador. O Write_All_Condition_Here é tratado como
monoestável dentro da lógica, mas deve ser desenergizado mais tarde.
É por isso que uma Edição Ampla do Sistema não é disparada após
cada ciclo de energia Logix ou para cada transição do modo
Programa para o modo Operar. Quando a edição termina com
sucesso, o bit Write_All_System_Done_Flag se energiza na lógica.
Entretanto, se um erro ocorre durante a edição, o bit
Write_All_System_Error_Flag se energiza e o erro será armazenado
na estrutura chamada Error_Report.
11-12
Conectividade ArmorStart® para ArmorPoint®
Interpretando o Relatório de Erro
Se um erro ocorre durante a operação da lógica ladder, o bit
Write_All_System_Error_Flag ou o bit
Read_All_System_Error_Flag se energizará dependendo de qual
função estava sendo disparada. As informação serão armazenadas
dentro da estrutura de dados Error_Report, que ajudará na
identificação do problema. O formato dessa estrutura é mostrado
abaixo.
Figura 11.13 Relatório de Erro
O primeiro elemento dessa estrutura é .Local_Error e conterá um
número correspondente a uma interpretação de erro. Os números de
erros são descritos abaixo.
Tabela 11.1 Definições de Erros
Erro
No.
Descrição do Erro
0
Sucesso. Função completada com sucesso.
1
Erro de Leitura do Número do Parâmetro. O elemento Num_Devices na configuração é
0 ou maior que o elemento Max_Devices.
2
Erro de Leitura de Bloco de Mensagens. O bloco de Mensagens fazendo as leituras dos
dados identificou um erro. Veja os campos Msg_Error e Msg_Ext_Error para os erros
mostrados pela mensagem.
3
Edição de Dados fora dos Limites. O valor dos dados a ser gravado é menor do que o
Min_value ou maior do que o Max_value.
4
Erro de Edição de Bloco de Mensagens. O bloco de Mensagens fazendo as gravações dos
dados identificou um erro. Veja os campos Msg_Error e Msg_Ext_Error para os erros
mostrados pela mensagem.
5
Edição Proibida. A Edição Ampla do Sistema tentou iniciar sem uma Leitura Ampla do
Sistema bem-sucedida ter sido feita antes.
6
Erro de Gravação de Dados. Os dados lidos após uma gravação de parâmetro não
combinam.
7
Erro de Número de Parâmetros. A leitura do número de parâmetros de um ArmorStart é
maior do que o elemento Max_Devices na estrutura.
Capítulo
12
Configuração ZIP do ArmorStart®
Características Gerais
Este capítulo descreve os passos necessários para configurar os
Parâmetros de Intertravamento de Zona (ZIP) para configurar a
comunicação peer to peer entre um ArmorStart e outro
equipamento habilitado por ZIP, como outro ArmorStart ou um
módulo 1977-ZCIO. Primeiramente, uma visão geral do conjunto
de parâmetros ZIP é apresentada. Então são descritos os passos
necessários para habilitar uma produção de dados peer to peer. Em
seguida, são descritos os passos necessários para habilitar o consumo
de dados peer to peer. Finalmente são descritos os passos necessários
para mapear os dados consumidos para a tabela de dados
DeviceLogix™ para uso em lógica local.
Características Gerais dos
Parâmetros ZIP
Cada ArmorStart pode consumir dados ZIP de até 4 outros
equipamentos. Os 4 equipamentos são chamados de “zonas” de
dados, e essas zonas são numeradas de 1 a 4. Os seguintes parâmetros
são usados para configurar um equipamento para a comunicação peer
to peer ZIP:
12-2
Configuração ZIP do ArmorStart®
Parâm #
Nome do
Parâmetro
67
AutoRun ZIP
68
69
70
71
72
73
74
Zone ProducedEPR
Zone ProducedPIT
Zone #1 MacId
Zone #2 MacId
Zone #3 MacId
Zone #4 MacId
Zone #1 Health
75
Zone #2 Health
76
Zone #3 Health
77
Zone #4 Health
78
Zone #1 Mask
79
Zone #2 Mask
80
Zone #3 Mask
81
Zone #4 Mask
82
83
84
85
86
Zone #1 Offset
Zone #2 Offset
Zone #3 Offset
Zone #4 Offset
Zone #1 EPR
87
Zone #2 EPR
88
Zone #3 EPR
89
Zone #4 EPR
90
Zone #1 Control
91
Zone #2 Control
92
Zone #3 Control
93
Zone #4 Control
94
Zone #1 Key
95
Zone #2 Key
96
Zone #3 Key
97
Zone #4 Key
98
99
Device Value Key
Zone Ctrl Enable
Descrição do Parâmetro
Habilita a produção de dados ZIP com energização
0 = Desabilitar; 1 = Habilitar
A Taxa de Pacotes esperada em milissegundos. Define a taxa à qual os dados ZIP são produzidos. O padrão é 75 milissegundos.
O Tempo de Inibição da Produção em milissegundos. Define o tempo mínimo entre a produção de dados de Mudança de Estado
O endereço nó do equipamento cujos dados devem ser consumidos pela zona 1
O endereço nó do equipamento cujos dados devem ser consumidos pela zona 2
O endereço nó do equipamento cujos dados devem ser consumidos pela zona 3
O endereço nó do equipamento cujos dados devem ser consumidos pela zona 4
Status de conexão consumido em somente leitura para a zona 1
0 = Saudável; 1 = Não Saudável
Status de conexão consumido em somente leitura para a zona 2
0 = Saudável; 1 = Não Saudável
Status de conexão consumido em somente leitura para a zona 3
0 = Saudável; 1 = Não Saudável
Status de conexão consumido em somente leitura para a zona 4
0 = Saudável; 1 = Não Saudável
Máscara de dados consumidos enumerados com bits para a zona 1. Cada bit representa um byte em dados consumidos de até 8 bytes de
comprimento. Se uma máscara de bit é definida, o byte de dados consumidos correspondente é colocado na tabela de dados DeviceLogix
Máscara de dados consumidos enumerados com bits para a zona 2. Cada bit representa um byte em dados consumidos de até 8 bytes de
comprimento. Se uma máscara de bit é definida, o byte de dados consumidos correspondente é colocado na tabela de dados DeviceLogix
Máscara de dados consumidos enumerados com bits para a zona 3. Cada bit representa um byte em dados consumidos de até 8 bytes de
comprimento. Se uma máscara de bit é definida, o byte de dados consumidos correspondente é colocado na tabela de dados DeviceLogix
Máscara de dados consumidos enumerados com bits para a zona 4. Cada bit representa um byte em dados consumidos de até 8 bytes de
comprimento. Se uma máscara de bit é definida, o byte de dados consumidos correspondente é colocado na tabela de dados DeviceLogix
A defasagem de bytes na porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix para colocar os bytes de dados consumidos escolhidos para a zona 1.
A defasagem de bytes na porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix para colocar os bytes de dados consumidos escolhidos para a zona 2.
A defasagem de bytes na porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix para colocar os bytes de dados consumidos escolhidos para a zona 3.
A defasagem de bytes na porção de dados ZIP da tabela de dados DeviceLogix para colocar os bytes de dados consumidos escolhidos para a zona 4.
A Taxa de Pacotes esperada em milissegundos para a conexão de consumo da zona 1. Se os dados consumidos não são recebidos em 4 vezes este
valor, a conexão da zona atingirá o tempo-limite, e a “Zone #1 Health” será mostrada como 1 = Não Saudável.
A Taxa de Pacotes esperada em milissegundos para a conexão de consumo da zona 2. Se os dados consumidos não são recebidos em 4 vezes este
valor, a conexão da zona atingirá o tempo-limite, e a “Zone #2 Health” será mostrada como 1 = Não Saudável.
A Taxa de Pacotes esperada em milissegundos para a conexão de consumo da zona 3. Se os dados consumidos não são recebidos em 4 vezes este
valor, a conexão da zona atingirá o tempo-limite, e a “Zone #3 Health” será mostrada como 1 = Não Saudável.
A Taxa de Pacotes esperada em milissegundos para a conexão de consumo da zona 4. Se os dados consumidos não são recebidos em 4 vezes este
valor, a conexão da zona atingirá o tempo-limite, e a “Zone #4 Health” será mostrada como 1 = Não Saudável.
Palavra de controle da Zona 1.
O Bit Padrão 1 está definido, todos os outros bits estão apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta Poll multi-difusão
Palavra de controle da Zona 2.
O Bit Padrão 1 está definido, todos os outros bits estão apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta Poll multi-difusão
Palavra de controle da Zona 3.
O Bit Padrão 1 está definido, todos os outros bits estão apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
Bit1 = Conex. COS
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta Poll multi-difusão
Palavra de controle da Zona 4.
O Bit Padrão 1 está definido, todos os outros bits estão apagados.
Bit0 = Habilitação da segurança 1 = Segurança dos dados habilitados
1 = Consumo Grupo DNet 2 mensagens COS
Bit1 = Conex. COS
Bit2 = Conex. Poll
1 = Consumo Grupo Dnet 2 mens. resposta Poll
Bit3 = Conex. estroboscópico
1 = Consumo Grupo DNet mens. resposta estroboscópico
Bit4 = Poll multi-difusão
1 = Consumo mensagens resposta Poll multi-difusão
Quando o bit “Security Enable” para a zona 1 está habilitado, este valor deve combinar com o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento
cujos dados estão sendo consumidos para a zona 1.
Quando o bit “Security Enable” para a zona 1 está habilitado, este valor deve combinar com o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento
cujos dados estão sendo consumidos para a zona 2.
Quando o bit “Security Enable” para a zona 1 está habilitado, este valor deve combinar com o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento
cujos dados estão sendo consumidos para a zona 3.
Quando o bit “Securiry Enable” para a zona 1 está habilitado, este valor deve combinar com o valor do parâmetro Device Value Key no equipamento
cujos dados estão sendo consumidos para a zona 4.
Este valor é produzido nos últimos 2 bytes de dados quando um dos conjuntos ZIP é escolhido para produção de dados.
Habilitação global para mensagens peer to peer ZIP. Este parâmetro deve ser desabilitado antes que quaisquer mudanças na configuração ZIP
possam ser feitas.
0 = Desabilitar; 1 = Habilitar
Configuração ZIP do ArmorStart®
12-3
Produção de Dados
Em um típico sistema ZIP, cada equipamento na rede produz
automaticamente dados IO usando o disparo de “Mudança de Estado”
(MDE). A produção automática desses dados de MDE por um
ArmorStart é habilitada definindo-se o Parâmetro 67 (Operar ZIP
Automaticamente) para um valor de 1 = Habilitar. Então, os dados
MDE serão produzidos automaticamente quando o parâmetro de
habilitação global ZIP (Zone Ctrl Enable, Parâmetro 99) estiver
definido para um valor de 1 = Habilitar. A produção de dados
acontecerá a uma taxa especificada pelo Parâmetro 68 (EPR
Produzido na Zona). O período mínimo entre as produções de
Mudança de Estado é determinado pelo valor do Parâmetro 69 (PIT
Produzido na Zona).
Consumo de Dados
Na ArmorStart, dados de até 4 outros equipamentos podem ser
consumidos para uso na lógica local. Os 4 equipamentos cujos dados
serão consumidos são logicamente referenciados por código de zona,
isto é, zonas 1 a 4. Para configurar um ArmorStart para consumir
dados de outro nó na rede, o endereço do nó, ou “MacId” é colocado
na parâmetro adequado de “Zona MacId” (parâmetros 70–73). Por
exemplo, para configurar um ArmorStart para consumir dados para a
zona 1 do nó número 11 na rede, o valor 11 é colocado no
Parâmetro 70 (Zone #1 MacId).
Nem todas as zonas precisam ser configuradas para consumir dados.
Se o usuário deseja desligar o consumo de dados para uma zona, o
valor 64 é colocado no parâmetro Zona MacId para aquela zona.
O ArmorStart monitora a frequência à qual todos os dados
consumidos são recebidos, para determinar a saúde da conexão de
dados de cada zona. Os parâmetros EPR da zona (parâmetros 86–89)
definem a “Taxa de Pacotes esperada” para as conexões de cada uma
das 4 zonas.
Se nenhum dado consumido para uma zona é recebido em 4 vezes o
EPR, então a conexão da zona atinge o limite, e o valor do
parâmetro de “Saúde da Zona” correspondente (parâmetro 74–77) é
definido para o valor 1 = Não Saudável. O status da “Zone Health” de
cada zona também está disponível para uso nos programas
DeviceLogix.
12-4
Configuração ZIP do ArmorStart®
Mapeamento de Dados
Consumidos para a Tabela de
Dados DeviceLogix
Dados consumidos para as 4 zonas são colocados em uma seção de
8 bytes da Tabela de Dados DeviceLogix. Bits individuais nesta seção
da Tabela de Dados DeviceLogix podem ser usados em programas
DeviceLogix. A tabela abaixo mostra a organização dos 8 bytes da
tabela de dados
Byte #
0
1
2
3
4
5
6
7
ZIP 7
ZIP 15
ZIP 23
ZIP 31
ZIP 39
ZIP 47
ZIP 55
ZIP 63
ZIP 6
ZIP 14
ZIP 22
ZIP 30
ZIP 38
ZIP 46
ZIP 54
ZIP 62
ZIP 5
ZIP 13
ZIP 21
ZIP 29
ZIP 37
ZIP 45
ZIP 53
ZIP 61
Número e Nome do Bit
ZIP 4
ZIP 3
ZIP 2
ZIP 12 ZIP 11 ZIP 10
ZIP 20 ZIP 19 ZIP 18
ZIP 28 ZIP 27 ZIP 26
ZIP 36 ZIP 35 ZIP 34
ZIP 44 ZIP 43 ZIP 42
ZIP 52 ZIP 51 ZIP 50
ZIP 60 ZIP 59 ZIP 58
ZIP 1
ZIP 9
ZIP 17
ZIP 25
ZIP 33
ZIP 41
ZIP 49
ZIP 57
ZIP 0
ZIP 8
ZIP 16
ZIP 24
ZIP 32
ZIP 40
ZIP 48
ZIP 56
Os parâmetros da “Zone Mask” (parâmetro 78–81) seleccionam bytes
individuais dentro de uma mensagem consumida para colocação na
Tabela de Dados DeviceLogix. Cada bit único na máscara representa
um byte correspondente no pacote de mensagem consumido. Por
exemplo, considere um ArmorStart que tem a zona 1 configurada
para consumir dados de outra ArmorStart que está produzindo dados
do seguinte formato:
Instância 163 painel alimentador padrão produzido com saídas de rede e ZIP CCV
Byte
1
Bit 7
Bit 6
Saída de
rede 8
Saída de
rede 7
Saída de
rede 15
2
3
4
5
6
Bit 5
Bit 4
Sinal de
pronto
HOA
Bit 3
Operando
para Trás
140M
Entrada de
Ligado
usuário 4
Saída de
Saída de
Saída de
rede 6
rede 5
rede 4
Saída de
Saída de
Saída de
rede 14
rede 13
rede 12
Device Value Key (baixa)
Device Value Key (alta)
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Operando Advertência Desarmado
para frente
Entrada de Entrada de Entrada de
usuário 3 usuário 2 usuário 1
Saída de
Saída de
Saída de
rede 3
rede 2
rede 1
Saída de
Saída de
Saída de
rede 11
rede 10
rede 9
Configuração ZIP do ArmorStart®
12-5
O usuário pode escolher colocar somente os bytes 1 e 2 dos dados
acima consumidos na tabela de dados DeviceLogix, seleccionando
um valor de Máscara de Zona de 00000011 binário como mostra a
seguinte tela de RSNetWorx para DeviceNet:
Os parâmetros de “Zone Offset” (parâmetros 82–85) determinam em
que local da Tabela de Dados DeviceLogix serão colocados os bytes
de dados escolhidos para o mapeamento. O valor de “Zone Offset”
corresponde a um byte na Tabela de Dados DeviceLogix na qual os
dados devem ser colocados. Continuando nosso exemplo acima, um
valor de 2 no parâmetro de “Zone #1 Offset” faria com que os bytes
de dados consumidos mascarados fossem colocados a começar do
byte 2 na tabela de dados. Isso resultaria nas seguintes atribuições de
bit ZIP:
ZIP 16 = Zona 1: Desarmado
ZIP 17 = Zona 1: Advertência
ZIP 18 = Zona 1: Operando para frente
ZIP 19 = Zona 1: Operando para Trás
ZIP 20 = Zona 1: Sinal de pronto
ZIP 21 = Zona 1: Reservado
ZIP 22 = Zona 1: Reservado
ZIP 23 = Zona 1: Reservado
ZIP 24 = Zona 1: Entrada de usuário 1
ZIP 25 = Zona 1: Entrada de usuário 2
ZIP 26 = Zona 1: Entrada de usuário 3
ZIP 27 = Zona 1: Entrada de usuário 4
ZIP 28 = Zona 1: HOA
ZIP 29 = Zona 1: 140M Stat
ZIP 30 = Zona 1: Reservado
ZIP 31 = Zona 1: Reservado
12-6
Configuração ZIP do ArmorStart®
Os bits ZIP aparecem na lista dos pontos de entrada da rede que estão
disponíveis para uso no Editor DeviceLogix no RSNetWorx para
DeviceNet, como mostrado abaixo:
Exemplo ZIP
Configuraremos o nó 10 para consumir dados como segue:
Os dados da Zona 1 virão do nó 11
Os dados da Zona 2 virão do nó 12
Os dados da Zona 3 virão do nó 13
Os dados da Zona 4 virão do nó 14
Primeiramente devemos ajustar os nós 11 a 14 para “Auto Produce”
dados quando o ZIP está habilitado.
Configuração ZIP do ArmorStart®
12-7
Para os ArmorStarts nos nós 11–13 (mostrados acima), isso é feito
ajustando-se o parâmetro 67 “AutoRun Zip” para “Habilitado”. Note
que deixaremos os parâmetros 68 e 69 em seus valores-padrão, para
que os dados sejam produzidos a cada 75 milissegundos.
Em seguida, devemos configurar o consumo de dados para as 4 zonas
no ArmorStart no nó 10.
12-8
Configuração ZIP do ArmorStart®
Primeiramente, ajuste os parâmetros “Zona MacId” como mostrado
abaixo:
Deixaremos os parâmetros “Zona EPR” em seu valor-padrão de
75 milissegundos. Isso diz ao nosso ArmorStart que, se nenhum dado
para uma zona é consumido por um período de 300 milissegundos
(4 vezes o EPR), a conexão da zona deve exceder o limite, e o status
de saúde deve ser definido para “Não Saudável”. Também deixaremos
os parâmetros de “controle da Zona” em seus padrões, o que diz ao
ArmorStart para consumir os Dados de Mudança de Estado para cada
zona, e para desabilitar a verificação da segurança dos dados. Quando
a verificação da segurança dos dados está desabilitada, podemos
deixar os parâmetros 94–98 em seus valores-padrão de 0.
Configuração ZIP do ArmorStart®
12-9
Definiremos as “Zone Masks” para o valor de 00000011 binário. Isso
diz a cada zona para mapear bytes 1 e 2 para a Tabela de Dados
DeviceLogix.
Definiremos as “Zone Offsets” como mostrado abaixo. Isso mapeia
os dados da zona 1 para o byte 0 da Tabela de Dados DeviceLogix, os
dados da zona 2 para o byte 2 da Tabela de Dados DeviceLogix, os
dados da zona 3 para o byte 4 da Tabela de Dados DeviceLogix e os
dados da zona 4 para o byte 6 da Tabela de Dados DeviceLogix.
12-10
Configuração ZIP do ArmorStart®
Considerando que os ArmorStarts mapeados para as zonas 1 a 3 estão
produzindo os seguintes dados:
Instância 163 painel alimentador padrão produzido com saídas de rede e ZIP CCV
Byte
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Saída de
rede 7
Saída de
rede 15
140M
Ligado
Saída de
rede 6
Saída de
rede 14
2
3
Saída de
rede 8
4
5
6
Bit 4
Sinal de
pronto
HOA
Bit 3
Operando
para Trás
Entrada de
usuário 4
Saída de
Saída de
rede 5
rede 4
Saída de
Saída de
rede 13
rede 12
Device Value Key (baixa)
Device Value Key (alta)
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Operando Advertência Desarmado
para frente
Entrada de Entrada de Entrada de
usuário 3
usuário 2
usuário 1
Saída de
Saída de
Saída de
rede 3
rede 2
rede 1
Saída de
Saída de
Saída de
rede 11
rede 10
rede 9
E considerando que o módulo 1799-ZCIO está produzindo os
seguintes dados:
Conjunto produzido 1799-ZCIO
Byte
1
2
3
4
5
6
7
Bit 7
Entrada 7
Bit 5
Entrada 5
Bit 4
Entrada 4
Bit 3
Entrada 3
Bit 2
Entrada 2
Saída 7
Bit 6
Entrada 6
Ena Lógica
Saída 6
Saída 5
Saída 4
Saída 3
Saída 2
Saída de
rede 7
Saída de
rede 6
Saída de
rede 5
Saída de Saída de
rede 4
rede 3
ZIP CCV (Baixo)
ZIP CCV (Alto)
Saída de
rede 2
Bit 1
Entrada 1
Entrada 9
Saída 1
Saída 9
Saída de
rede 1
Bit 0
Entrada 0
Entrada 8
Saída 0
Saída 8
Saída de
rede 0
A configuração acima resulta no seguinte mapeamento da tabela de
dados ZIP DeviceLogix
Configuração ZIP do ArmorStart®
ZIP 0 = Zone 1: Tripped
ZIP 1 = Zone 1: Warning
ZIP 2 = Zone 1: Running Fwd
ZIP 3 = Zone 1: Running Rev
ZIP 4 = Zone 1: Ready
ZIP 5 = Zone 1: reserved
ZIP 6 = Zone 1: reserved
ZIP 7 = Zone 1: reserved
ZIP 8 = Zone 1: User In 1
ZIP 9 = Zone 1: User In 2
ZIP 10 = Zone 1: User In 3
ZIP 11 = Zone 1: User In 4
ZIP 12 = Zone 1: HOA
ZIP 13 = Zone 1: 140M Stat
ZIP 14 = Zone 1: reserved
ZIP 15 = Zone 1: reserved
ZIP 32 = Zone 3: Tripped
ZIP 33 = Zone 3: Warning
ZIP 34 = Zone 3: Running Fwd
ZIP 35 = Zone 3: Running Rev
ZIP 36 = Zone 3: Ready
ZIP 37 = Zone 3: reserved
ZIP 38 = Zone 3: reserved
ZIP 39 = Zone 3: reserved
ZIP 40 = Zone 3: User In 1
ZIP 41 = Zone 3: User In 2
ZIP 42 = Zone 3: User In 3
ZIP 43 = Zone 3: User In 4
ZIP 44 = Zone 3: HOA
ZIP 45 = Zone 3: 140M Stat
ZIP 46 = Zone 3: reserved
ZIP 47 = Zone 3: reserved
ZIP 16 = Zone 2: Tripped
ZIP 17 = Zone 2: Warning
ZIP 18 = Zone 2: Running Fwd
ZIP 19 = Zone 2: Running Rev
ZIP 20 = Zone 2: Ready
ZIP 21 = Zone 2: reserved
ZIP 22 = Zone 2: reserved
ZIP 23 = Zone 2: reserved
ZIP 24 = Zone 2: User In 1
ZIP 25 = Zone 2: User In 2
ZIP 26 = Zone 2: User In 3
ZIP 27 = Zone 2: User In 4
ZIP 28 = Zone 2: HOA
ZIP 29 = Zone 2: 140M Stat
ZIP 30 = Zone 2: reserved
ZIP 31 = Zone 2: reserved
ZIP 48 = Zone 4: Input 0
ZIP 49 = Zone 4: Input 1
ZIP 50 = Zone 4: Input 2
ZIP 51 = Zone 4: Input 3
ZIP 52 = Zone 4: Input 4
ZIP 53 = Zone 4: Input 5
ZIP 54 = Zone 4: Input 6
ZIP 55 = Zone 4: Input 7
ZIP 56 = Zone 4: Input 8
ZIP 57 = Zone 4: Input 9
ZIP 58 = Zone 4: reserved
ZIP 59 = Zone 4: reserved
ZIP 60 = Zone 4: reserved
ZIP 61 = Zone 4: reserved
ZIP 62 = Zone 4: Logic Ena
ZIP 63 = Zone 4: reserved
12-11
12-12
Configuração ZIP do ArmorStart®
Como encontrar bits ZIP no editor
DeviceLogix
Os 64 bits ZIP estão disponíveis para uso nos programas DeviceLogix
na lista de “Network Input Points”.
Network
Input Points
Selecione “Network Input Points” na barra de ferramentas do editor
DeviceLogix, e passe as primeiras 16 entradas de rede. Os 64 bits ZIP
estão disponíveis para uso na lista como mostrado abaixo:
Capítulo
13
Diagnósticos
Características Gerais
Este capítulo descreve os diagnósticos de falha do controlador
distribuído de motor ArmorStart® e as circunstâncias que levaram à
ocorrência dessas falhas.
Programação de Proteção
Muitos dos recursos de proteção disponíveis com o controlador
distribuído de motor ArmorStart podem ser habilitados e ajustados
através dos parâmetros de programação fornecidos. Para maiores
detalhes na programação, consulte o capítulo 3, 4, 5, ou 6, Parâmetros
de programa e status.
Indicação de Falha
O controlador distribuído de motor ArmorStart vem equipado com
um LED de indicação de status incorporado que fornece quatro LEDs
de status e um botão Reset. O diodo emissor de luz fornece indicação
de estado para o seguinte:
•
LED de alimentação
O LED é iluminado em verde contínuo quando o controle de
alimentação está presente e com a polaridade apropriada
•
LED DE OPERAÇÃO
O LED é iluminado em verde contínuo quando o comando start e
o controle de alimentação estão presentes
•
LED de Rede
Este LED bicolor (vermelho/verde) indica o status do link de
comunicação
•
LED DE FALHA
Indica condição de controlador de Falhas (Desarme)
O botão de reset fornece reinicialização local do desarme por falha.
Figura 13.1 LED de indicação de status e Reset
Importante: A remoção de uma falha não corrigirá a causa da
condição da falha. A ação corretiva deve ser tomada
antes da remoção da falha.
13-2
Diagnósticos
Remover Falhas
Códigos de Falha
Deve-se remover a condição de falha usando os seguintes métodos:
•
Remotamente via comunicações de rede
•
Tentando um restabelecimento remoto ao detectar uma borda
ascendente (transição de 0 a 1) da “Falha de restabelecimento”
aos poucos em vários conjuntos E/S. Tentando também um
restabelecimento remoto ao detectar uma borda ascendente no
parâmetro “Falha de restabelecimento”.
•
Localmente por meio do botão “Reset” no teclado do LED de
indicação de status.
Tabela 13.1 providencia uma referência completa das indicações do
LED de falha para os cód. cat. 280 e 281 controladores distribuídos
do motor ArmorStart.
Tabela 13.1 Indicação da falha
Padrão de
intermitência
Cód. cat. 280/281
Cód. cat. 283
Cód. cat. 284
1
Curto-circuito
Curto-circuito
Curto-circuito
2
Desarme por
sobrecarga
Desarme por
sobrecarga
Desarme por
sobrecarga
3
Desbalanceamento de
fase
Desbalanceamento de
fase
Perda de fase
4
Reservado
SCR em Curto
Falta à Terra
5
Reservado
Rotação da fase
Travamento
6
Tensão de comando
Tensão de comando
Tensão de comando
7
Falha de E/S
Falha de E/S
Falha de E/S
8
Superaquecimento
Superaquecimento
Superaquecimento
9
Desbalanceamento da
fase
Desbalanceamento da
fase
Sobrecorrente
10
DeviceNet™ Perda de
potência ➊
DeviceNet™ Perda de
potência ➊
DeviceNet™ Perda de
potência ➊
11
Reservado
12
Reservado
Dissipador de calor
superaquecimento
Falha via CC
13
Falha na EEPROM
Falha na EEPROM
Falha na EEPROM
14
Falha de hardware
Falha de hardware
Falha de hardware
15
Reservado
Reservado
Restabelecimento de
novas tentativas
16
Reservado
Falhas Diversas
Falhas Diversas
➊
Tipo de falha
Comunicações internas Comunicações internas
Não disponível nos Boletins 280A/281A., 283A, ou 284A
Diagnósticos
Definições de Falha
13-3
Curto-circuito
O curto circuito indica que o protetor do motor cód. cat. 140M
desarmou, ou que a proteção da fiação do algoritmo interno detectou
um pico de corrente perigoso. A falha não pode ser desabilitada. O
LED de falha piscará em 1-padrão de intermitência.
Desarme por sobrecarga
A carga extraiu corrente excessiva e de acordo com o tipo de desarme
por sobrecarga selecionado, o dispositivo foi desarmado. A falha não
pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 2-padrões de
intermitência.
Desbalanceamento de fase
Indica um fornecimento de fase perdido. A falha pode ser desabilitada
e é desabilitada por default. O LED de falha piscará em 3-padrões de
intermitência.
Perda de fase
Indica que o conversor detectou uma perda de fase. A falha não pode
ser desabilitada. O LED de falha piscará em 3-padrões de
intermitência.
SCR em Curto
A falha é gerada quando o SMC-3 detecta uma condição de curtocircuito no SMC-3 SCRs. A falha não pode ser desabilitada. O LED
de falha piscará em 4-padrão de intermitência.
Falta à Terra
Indica que o conversor detectou uma falha de aterramento. A falha
não pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 4-padrão de
intermitência.
Travamento
Indica que o conversor detectou uma condição de travamento,
indicando que o motor não alcançou a velocidade total. A falha não
pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 5-padrão de
intermitência.
Tensão de Comando
Indica a perda de tensão do controle de alimentação ou um sopro no
controle do fusível de alimentação. A falha pode ser desabilitada e é
desabilitada por default. O LED de falha piscará em 6-padrão de
intermitência.
13-4
Diagnósticos
Falha de E/S
Este erro pode indicar um sensor em curto, um dispositivo de entrada
em curto, ou erros na fiação de entrada. Pode indicar também um
sopro no fusível de saída. A falha pode ser desabilitada e é
desabilitada por default. O LED de falha piscará em 7-padrão de
intermitência.
Superaquecimento
Indica que a temperatura em operação foi excedida. A falha não pode
ser desabilitada. O LED de falha piscará em 8-padrão de
intermitência.
Desbalanceamento da fase
Indica um desbalanceamento na fonte de alimentação. A falha pode
ser desabilitada e é desabilitada por default. O LED de falha piscará
em 9-padrão de intermitência.
Sobrecorrente
Indica que o inversor detectou uma falha na corrente. A falha não
pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 9-padrão de
intermitência.
DeviceNet™ Perda de potência
A alimentação do DeviceNet se perdeu ou não caiu abaixo do limite
de 12 V. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default. O
LED de falha piscará em 10-padrão de intermitência.
Falha de comunicação interna
Indica que uma falha na comunicação interna foi detectada. A falha
não pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 11-padrão de
intermitência.
Falha via CC
Indica que o conversor detectou uma falha via CC. A falha não pode
ser desabilitada. O LED de falha piscará em 12-padrão de
intermitência.
Falha na EEPROM
Esta é uma falha grave, que pode tornar inoperante o ArmorStart. A
falha não pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em 13-padrão
de intermitência.
Falha de hardware
Indica a montagem incorreta da base/starter. A falha não pode ser
desabilitada. O LED de falha piscará em 14-padrão de intermitência.
Diagnósticos
13-5
Restabelecimento de novas tentativas
Esta falha é gerada quando o inversor detecta que a contagem
automática de novas tentativas foi excedida. A falha não pode ser
desabilitada. O LED de falha piscará em 15-padrão de intermitência.
Falhas Diversas
Para unidades cód. cat. 283, a condição de falha se refere ao teste de
sobrecarga para o SMC-3.
Para unidades de cód. cat. 284, esta falha é atualmente a lógica OR da
Falha de entrada auxiliar do inversor (código de falha F2),
Superaquecimento do dissipador de calor (código de falha F8),
Parâms. Falha de falta (código de falha F48) e falha de ajuste
automático SVC (código de falha F80).
A falha não pode ser desabilitada. O LED de falha piscará em
16-padrão de intermitência.
13-6
Diagnósticos
Capítulo
14
Localização de falhas
Introdução
A proposta deste capítulo é dar assistência ao ArmorStart®
controlador distribuído de motor na localização de falhas usando o
LED Display de Status e o diagnóstico de parâmetros.
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
Realizar serviço em equipamentos de controle
industrial energizados pode ser perigoso. Choque
elétrico, queimaduras ou atuação acidental de
equipamentos industriais controlados podem causar
morte ou ferimentos graves. Para segurança do
pessoal de manutenção, assim como de outras
pessoas que possam ser expostas aos riscos elétricos
associados às atividades de manutenção, siga as
práticas locais de segurança (por exemplo, a
NFPA70E, Parte II nos Estados Unidos). O pessoal
de manutenção deve ser treinado em práticas,
procedimentos e especificações de segurança que
pertençam às suas atribuições de trabalho.
Não tente anular ou inibir circuitos de falha. A causa
de uma indicação de falha deve ser determinada e
corrigida antes de tentar a operação. A falha na
correção de um sistema de controle de um defeito
de funcionamento mecânico pode resultar em
ferimentos pessoais e/ou danos ao equipamento
devido à operação descontrolada do sistema de
máquinas.
O inversor contém capacitores de alta tensão que
demoram a descarregar após a remoção do
fornecimento principal. Antes de trabalhar no
inversor, garanta o isolamento do fornecimento para
a linha de entradas (R, S, T, [L1, L2, L3]). Espere
três minutos para que os capacitores descarguem até
alcançar níveis de tensão seguros. A falha pode
resultar em ferimentos pessoais ou em morte.
A tela de LEDs apagada não é uma indicação de que
os capacitores tenham descarregado até alcançar
níveis de tensão seguros.
14-2
Localização de falhas
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
ATENÇÃO
!
Cód. cat. 280/281 Localizador de
falhas
Somente pessoal familiarizado com o inversor de
frequência ajustável CA e com o maquinário
associado deve planejar ou implementar a
instalação, o start-up e a manutenção do sistema.
Não observar isto pode resultar em ferimentos
pessoais e/ou danos ao equipamento.
O inversor contém peças e conjuntos sensíveis à
descarga eletrostática (ESD). São necessárias
precauções de controle de estática ao instalar, testar
ou fazer serviços ou reparos neste conjunto. Podem
ocorrer danos nos componentes se não forem
seguidos procedimentos de controle de descarga
eletrostática. Se você não estiver familiarizado com
procedimentos de controle de descarga
eletrostática, consulte a publicação Allen-Bradley
8000-4.5.2, Guarding Against Electrostatic
Damage, ou qualquer outro manual de proteção
contra descargas eletrostáticas aplicável.
Uma aplicação ou instalação do inversor incorreta
pode resultar em dano do componente ou na redução
da sua vida útil. Os erros de fiação ou aplicação
como mal dimensionamento do motor, fonte CA
inadequada ou incorreta ou temperatura ambiente
muito alta podem causar o mal funcionamento do
sistema.
O fluxograma para unidades de cód. cat. 280/281 abaixo é fornecido
para ajudar na rápida localização de falhas.
Sim
Indicação de falha
Não
LED
de falha
LED
de rede
O motor não
deu partida
Consulte
Tabela 14.1
Consulte
Tabela 14.12
Consulte
Tabela 14.11
Localização de falhas
14-3
Tabela 14.1 Indicações do LED de falha para cód. cat. 280 e 281 controlador
distribuído de motor ArmorStart
Padrão de intermitência
Definições
Possíveis causas ou soluções
1
Curto-circuito
O circuito protetor do motor desarmou, ou a proteção da fiação do algoritmo
interno detectou uma faixa de corrente perigosa. Tente restabelecer o
protetor se esse desarmar. Se a condição continua, verifique a cablagem da
alimentação. A falha não pode ser desabilitada.
2
Desarme por sobrecarga
A carga extraiu corrente excessiva e de acordo com o tipo de desarme
selecionado, o dispositivo foi desarmado. Certifique-se de que a carga está
operando corretamente e que o ArmorStart está ajustado adequadamente.
A falha não pode ser desabilitada.
3
Desbalanceamento de fase
4
Reservado
Não usado
5
Reservado
Não usado
6
Potência de controle
O ArmorStart detectou uma perda de tensão de comando ou queima do
fusível da tensão de comando. Verifique a tensão de comando, a fiação, e a
polaridade apropriada. Recoloque o fusível de controle de voltagem caso
seja necessário. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
7
Falha de E/S
Este erro indica um sensor em curto, um dispositivo de entrada em curto,
erros na fiação de entrada ou um sopro no fusível de saída. Se ocorrer esta
falha, o problema deve ser isolado ou removido antes de reiniciar o sistema.
A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
8
Superaquecimento
Indica que a temperatura em operação foi excedida. A falha não pode ser
desabilitada.
9
Desbalanceamento da fase
O ArmorStart detectou um desbalanceamento da fase. Verifique o sistema
de alimentação e corrija-o se necessário A falha pode ser desabilitada e é
desabilitada por default.
10 ➊
Perda de potência DNet
11
Reservado
Não usado
12
Reservado
Não usado
13
Falha na EEPROM
Esta é uma falha grave, que pode tornar inoperante o ArmorStart. As causas
possíveis para esta falha são induções transientes durante a rotina de
armazenamento da EEprom. Se a falha se iniciou por um transiente, ao
rearmar a fonte de alimentação este problema deve ser resolvido; caso
contrário, será necessário substituir o ArmorStart. A falha não pode ser
desabilitada.
14
Falha de hardware
Esta falha indica que existe um grave problema no hardware. Verifique se
há uma diferença no módulo base/starter. Se não há diferença, o ArmorStart
pode precisar ser substituído. (Hdw Flt ié o ajuste de parâmetro permitido
pelo fabricante.) A falha não pode ser desabilitada.
O ArmorStart detectou uma perda de fase. Certifique-se de que haja três
fases de alimentação nas conexões de linha laterais. A falha pode ser
desabilitada e é desabilitada por default.
A alimentação do DeviceNet™ se perdeu ou caiu abaixo do limite de
12 volt. Verifique o estado da fonte de alimentação de rede e procure
problemas de meios DeviceNet. A falha pode ser desabilitada e é
desabilitada por default.
➊
Não disponível para o cód. cat. 280A/281A.
14-4
Localização de falhas
Tabela 14.2 O Motor Não Iniciará – Nenhuma Tensão de Saída Aplicada ao
Motor
LED de indicação de status
Causa possível
Possíveis Soluções
Falha ou Led Status de rede indica uma
condição de falha
Consulte a descrição da falha
Consulte Tabela 14.1 e/ou Tabela 14.16 correção
de condições de falha
Não há condição de falha
Não há entrada trifásica
Verifique o sistema de alimentação.
Verifique a cablagem da alimentação da entrada
trifásica e corrija, se necessário
O visor está em branco
Tensão de controle ausente
Verifique a fiação de controle e a polaridade. Corrija
se necessário.
Cód. cat. 283 Localizador de falhas
O fluxograma para unidades de cód. cat. 283 abaixo é fornecido para
ajudar na rápida localização de falhas.
Indicação de falha
Sim
Não
LED
de falha
LED
de rede
Não há partida
no motor – sem
tensão de saída
no motor
Consulte
Tabela 14.3
Consulte
Tabela 14.16
Consulte
Tabela 14.4
O motor gira mas
não atinge a
velocidade plena
Consulte
Tabela 14.5
O Motor
Pára Durante
a Operação
Situações
Diversas
Consulte
Tabela 14.6
Consulte
Tabela 14.7
Localização de falhas
14-5
Tabela 14.3 Indicações do LED de falha para cód. cat. 283 e controlador
distribuído de motor ArmorStart
Padrão
de intermitência
Definições
Curto-circuito
O circuito protetor do motor desarmou, ou a proteção da fiação do algorismo interno detectou uma faixa de
corrente perigosa. Tente restabelecer o protetor se esse desarmar. Se a condição continua, verifique a
cablagem da alimentação. A falha não pode ser desabilitada.
Desarme por sobrecarga
A carga extraiu corrente excessiva e de acordo com o tipo de desarme selecionado, o dispositivo foi
desarmado. Certifique-se de que a carga está operando corretamente e que o ArmorStart está ajustado
adequadamente. A falha não pode ser desabilitada.
Desbalanceamento de fase
O ArmorStart detectou uma perda de fase. Certifique-se de que haja tensão na entrada trifásica nas
conexões de linha laterais. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
SCR em Curto
Antes de cada partida, a unidade deve verificar todos os SCRs por curtos e as conexões de unidade de
carga para o motor. Se houver um SCR em curto no SMC-3 e/ou carga aberta, a partida deverá ser
abortada e o SCR em curto/falha de carga devem ser indicadas. Isto previne o risco de desbalanceamento
de fase. A falha não pode ser desabilitada.
Rotação de fase
Quando habilitada, a alimentação de entrada da entrada trifásica será verificada antes de iniciar. Se
detectar que a alimentação de saída da fase está incorreta, a partida será abortada e a falha indicada.
A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
Potência de controle
O ArmorStart detectou uma perda de tensão do controle de alimentação ou sopro no controle do fusível de
alimentação. Verifique o controle de tensão, a fiação, e a polaridade apropriada. Recoloque o fusível de
controle de voltagem caso seja necessário. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
Falha de E/S
Este erro indica um sensor em curto, um dispositivo de entrada em curto, erros na fiação de entrada ou um
sopro no fusível de saída. Se ocorrer esta falha, o problema deve ser isolado ou removido antes de reiniciar
o sistema. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
Superaquecimento
Indica uma condição de superaquecimento. A falha não pode ser desabilitada.
Desbalanceamento da fase
O ArmorStart detectou um desbalanceamento da fase. Verifique o sistema de alimentação e corrija-o se
necessário A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
Perda de potência DNet
A alimentação do DeviceNet™ se perdeu ou caiu abaixo do limite de 12 V. Verifique o estado da fonte de
alimentação de rede e procure problemas de meios DeviceNet. A falha pode ser desabilitada e é
desabilitada por default.
Comunicação interna
Esta falha ocorre quando a comunicação entre a placa principal e o SMC-3 se perdeu. A falha não pode ser
desabilitada.
Superaquecimento/
emperramento dissipador
de calor
Esta falha indica tanto uma falha de sobreaquecimento quanto uma de travamento. O dissipador de calor é
monitorado por termistores e a temperatura do SCR é rastreada por um algoritmo. Quando ambos
alcançam uma temperatura máxima, o microcomputador desliga o SMC e indica o código de falha 12.
Um código de falha 12 pode indicar também uma falha de emperramento.
Falha na EEPROM
Esta é uma falha grave, que pode tornar inoperante o ArmorStart. As causas possíveis para esta falha são
induções transientes durante a rotina de armazenamento da EEprom. Se a falha se iniciou por um
transiente, ao rearmar a fonte de alimentação este problema deve ser resolvido; caso contrário, será
necessário substituir o ArmorStart. A falha não pode ser desabilitada.
Falha de hardware
Esta falha indica que existe um grave problema no hardware. Verifique se há uma diferença no módulo
base/starter ou um sopro no fusível do freio da base. Se não há diferenças ou se o fusível do freio da base
estiver OK, o ArmorStart deverá ser substituído. (Hdw Flt ié o ajuste de parâmetro permitido pelo
fabricante.) A falha não pode ser desabilitada.
Falhas Diversas
A falha não pode ser desabilitada.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10 ➊
11
12
13
14
16
Possíveis causas ou soluções
➊
Não disponível para o cód. cat. 283A.
14-6
Localização de falhas
Tabela 14.4 O Motor Não Iniciará – Nenhuma Tensão de Saída Aplicada ao
Motor
Visor
Causa possível
Possíveis Soluções
Indicação de Falha
Consulte a descrição da falha
Consulte Tabela 14.3 que aborda as condições de
falhas.
O visor está em branco
Tensão de controle ausente
Verifique a fiação de controle e a polaridade
adequada. Corrija se necessário
Partida
Duas ou três fases da alimentação estão perdidas
Verifique o sistema de alimentação
Tabela 14.5 O motor gira (mas não atinge a velocidade plena)
Visor
Causa possível
Possíveis Soluções
Indicação de Falha
Consulte a descrição da falha
Consulte Tabela 14.3 que aborda as condições de
falhas.
Partida
Problemas mecânicos
Ajuste da Limitação de Corrente Inadequado
Módulo de controle com falha
Verifique os vínculos e carregamentos e corrija-os
Verifique o motor
Ajuste o Nível de Limitação da Corrente para a
configuração mais alta
Substitua o módulo de controle
Tabela 14.6 O Motor Pára Durante a Operação
Visor
Causa possível
Possíveis Soluções
Indicação de Falha
Consulte a descrição da falha
Consulte Tabela 14.3 que aborda as condições de
falhas.
O LED de operação está em vazio
Tensão de controle ausente
Módulo de controle com falha
Verifique a fiação de controle e corrija-a se
necessário
Substitua o módulo de controle
Partida
Duas ou três fases da alimentação estão perdidas
Módulo de controle com falha
Verifique o sistema de alimentação
Substitua o módulo de controle
Localização de falhas
14-7
Tabela 14.7 Situações Diversas
Visor
Causa possível
Possíveis Soluções
A corrente e a tensão do motor flutuam
com carga estável.
Motor
Carga Irregular
Verifique o tipo de motor conforme o motor de
indução tipo gaiola
Verifique as condições da carga
Operação irregular
Conexões soltas
Desligue toda a alimentação do controlador e
procure por conexões soltas
Acelera muito rapidamente
Tempo de partida
Torque Inicial
Ajuste da limitação de corrente
Impulso de Partida
Aumente o tempo de partida
Diminua o ajuste do torque inicial
Diminua o ajuste da limitação de corrente
Diminua o tempo de impulso de partida ou desligue
Acelera muito devagar
Tempo de partida
Torque Inicial
Ajuste da limitação de corrente
Impulso de Partida
Diminua o tempo de partida
Aumente o ajuste do torque inicial
Aumente o ajuste da limitação de corrente
Aumente o tempo de impulso de partida ou
desligue
O motor pára muito rapidamente com
opção de Parada suave
Ajuste do tempo
Verifique o tempo de desligamento programado e
corrija-o ou aumente-o
O motor pára muito lentamente com
opção de Parada suave
Ajuste do tempo de parada
Erro na aplicação
Verifique o tempo de parada programado e
corrija-o se necessário
A opção de Parada Suave é projetada para estender
o tempo de desligamento para as cargas que
param de repente quando a alimentação é
removida do motor.
14-8
Localização de falhas
Cód. cat. 284 Localizador de falhas
Definições de Falha
Algumas falhas do cód. cat 284 controlador distribuído de motor ArmorStart são detectadas pelo hardware interno
do ArmorStart, enquanto outras são detectadas pelo inversor interno. Para falhas no inversor interno, o hardware
interno do ArmorStart simplesmente pesquisa no inversor a existência de falhas e informa o estado das mesmas.
Nenhum bloqueio de falhas é feito pelo hardware interno do ArmorStart para essas falhas. O modo de parâmetro
Pr FltReset (Parâmetro 23) determina o auto-restabelecimento apenas das falhas detectadas na placa de controle
principal. Estas falhas são listadas como “parâm 23” auto-restabelecíveis em 14.8. O auto-restabelecimento das
falhas que são detectadas no inversor interno é controlado pelos parâmetros do inversor interno. Estas falhas são
listadas como inversor controlado em 14.8. O fluxograma a seguir para unidades de cód. cat. 284 é fornecido para
ajudar numa rápida localização de falhas.
Indicação de falha
Sim
Não
Define a
natureza do
problema
LED
de falha
LED
de rede
O motor não
deu partida
Consulte
Tabela 14.8
Consulte
Tabela 14.16
Consulte
Sintomas
comuns e
ações
corretivas
Localização de falhas
14-9
Tabela 14.8 Indicações do LED de falha para cód. cat. 284 controlador
distribuído de motor ArmorStart
Padrão
de intermitência
Definições de Falha
Possíveis causas ou soluções
ArmorStart
Inversor controlado
1
Curto
(140M)
–
O disjuntor foi desarmado. Tente restabelecer o interruptor. Se a condição continua, verifique a
cablagem da alimentação. A falha não pode ser desabilitada.
2
–
Falha de sobrecarga
(Erro no inversor códigos 7
e 64)
Há uma carga excessiva do motor. Reduza a carga, desse modo a corrente de saída do inversor
não excede a direção da corrente pelo parâmetro 133 (corrente Motor OL) e verifique o
parâmetro 184 (selecionar impulso) ajuste de parâmetro. Reduza a carga ou estenda o tempo de
aceleração. A falha não pode ser desabilitada.
3
–
Perda de fase (Erro no
inversor códigos 41 a 43)
O ArmorStart detectou uma perda de fase. Um excesso de corrente foi detectado entre dois dos
terminais de saída. Verificar o motor para uma condição de curto. Substituir o módulo de partida se
a falha não puder ser limpa. A falha não pode ser desabilitada.
4
–
Falha de aterramento (Erro do
inversor códigos 13, 38 a 40)
Um caminho da corrente aterrada foi detectado ou em mais terminais de saída do inversor ou a
fase com falha de aterramento foi detectada entre o inversor e o motor dessa fase. Verifique o
motor para uma condição de aterramento. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser
limpa. A falha não pode ser desabilitada.
5
–
Motor travado
(Erro do inversor código 6)
O inversor está impossibilitado de acelerar o motor. Aumente o parâmetro 139 e/ou 167 (Accel
Time x) ou reduza a carga assim a corrente de saída do inversor não excede a corrente pelo
parâmetro 189. Esta falha não pode ser desabilitada.
6
Potência de
controle
–
O ArmorStart detectou uma perda de tensão do controle de alimentação. Verifique o controle de
tensão, a fiação, e a polaridade apropriada. Recoloque o fusível de controle de voltagem caso seja
necessário. A falha pode ser desabilitada e é desabilitada por default.
7
Falha E/S
–
Dependendo do tipo de módulos na configuração este erro pode ser gerado por um sensor em
curto, dispositivo de saída em curto, erros na fiação ou um sopro no fusível de saída. Se ocorrer
esta falha, o problema deve ser isolado ou removido antes de reiniciar o sistema. A falha pode ser
desabilitada e é desabilitada por default.
8
–
Dissipador de calor
superaquecimento
(Erro do inversor código 8)
A temperatura do dissipador de calor excede um valor pré-definido. Verifique o alerta de dissipador
de calor sujo ou bloqueado. Verifique que a temperatura ambiente não esteja em excesso.
Substitua o ventilador interno. A falha não pode ser desabilitada.
9
–
Sobrecorrente
(Erro no inversor códigos 12
e 63)
O ArmorStart detectou um desbalanceamento da fase. Verifique o sistema de alimentação e
corrija-o se necessário A falha não pode ser desabilitada.
Perda de
potência
DNet
–
A alimentação do DeviceNet™ se perdeu ou caiu abaixo do limite de 12 V. Verifique o estado da
fonte de alimentação de rede e procure problemas de meios DeviceNet. A falha pode ser
desabilitada e é desabilitada por default.
11
Com.
interna
–
Esta falha ocorre quando a comunicação entre a placa principal e o inversor se perdeu. A falha não
pode ser desabilitada. A falha não pode ser desabilitada. Verifique se a seccionadora está na
posição “on” e se há alimentação na entrada trifásica.
12
–
Falha via CC
(Erro no inversor códigos 43
e 5)
A tensão via DC permaneceu abaixo de 85% do valor nominal. A tensão via DC caiu abaixo
do valor mínimo. A tensão via CC excedeu o valor máximo. Monitore a linha de aimentação
CA para baixa tensão ou a interrupção da alimentação. Verifique fusíveis de entrada.
Monitore a linha CA para alta tensão na linha ou condições de pico. A sobretensão da via
também pode ser causada pela regeneração do motor. Estenda o tempo de desaceleração
ou instale um módulo starter com a opção frenagem dinâmica. A falha não pode ser
desabilitada.
13
–
Falha da EEPROM/Falha com.
interna
(Erro no inversor códigos 81
e 100)
Esta é uma falha grave, que pode tornar inoperante o ArmorStart. As causas possíveis para
esta falha são induções transientes durante a rotina de armazenamento da EEprom. Se a
falha foi iniciada por um pico, rearmar a fonte de alimentação pode limpar o problema. Por
outro lado, a substituição do módulo starter pode ser requerida. A falha não pode ser
desabilitada.
10 ➊
14-10
Padrão
de intermitência
Localização de falhas
Definições de Falha
Possíveis causas ou soluções
ArmorStart
Inversor controlado
14
–
Falha de hardware
(Erro no inversor códigos 2,
70 e 122)
Indica a montagem incorreta da base/starter. O intertravamento de entrada auxiliar está aberto. A
falha foi detectada na parte da potência do inversor. A falha foi detectada no controle do inversor e
na coluna E/S. Desligar e ligar a alimentação e substituir o inversor se a falha não puder ser limpa.
A falha não pode ser desabilitada.
15
–
Tentativas de partida
automática
(Erro do inversor código 33)
Tentativa frustrada do inversor de restabelecer um falha e retomar a execução para o número
programado do parâmetro 192 (tentativas de part. automática). Corrija a causa da falha. A falha
não pode ser desabilitada.
16
–
Falhas várias
Esta falha é atualmente a lógica OR da falha de entrada auxiliar do inversor (código de falha 2),
falha superaquecimento do dissipador de calor (código de falha 8), e falha de ajuste automático
SVC (código de falha 80), falha do ventilador RPM. A falha não pode ser desabilitada.
➊
Não disponível para o cód. cat. 284A.
Falhas do inversor interno
Uma falha é uma condição que pára o inversor. Há dois tipos de falha.
Tipo
Descrição
1
Auto-restabelecimento/operação
Quando ocorre este tipo de falha, e parâmetro 192 (tentativas de part.
automática) parâmetro(s) relatados(s): 155, 158, 161, 193 é ajustado a um valor
superior a 0, um temporizador configurável pelo usuário, parâmetro 193 (atraso
na part. automática) parâmetro (s) relatados: 192, inicia. Quando o temporizador
chega ao zero, o inversor tenta automaticamente restabelecer a falha. Se a
condição que causou a falha não for atual, a falha será restabelecida e o inversor
será reiniciado
2
Não-Restabelecível
Este tipo de falha pode requerer a reparação do inversor ou do motor, ou é
causada por erros na fiação ou de programação. A causa dessa falha deve ser
corrigida antes de que a falha possa ser limpa.
Remoção de falhas automaticamente (Opção/Passo)
Limpe o tipo de falha 1 e reinicie o inversor
1. Conjunto de parâmetro 192 (tentativas part. automática) para um
valor diferente de 0.
2. Conjunto de parâmetro 193 (atraso part. automática) para um
valor diferente de 0.
Limpe uma sobretensão, subtensão ou falha de sobraquec. do
dissipador de calor sem reiniciar o inversor
1. Conjunto 192 (tentativas part. automática) para um valor
diferente de 0.
2. Conjunto 193 (atraso part. automática) para 0.
Partida automática (Reset/Operação)
Localização de falhas
14-11
A função partida automática fornece a habilidade para que o inversor
realize automaticamente o restabelecimento da falha seguido por uma
tentativa de partida sem intervenção do usuário ou de aplicação. Isto
permite uma operação remota ou não operável manualmente. Só se
permite o restabelecimento de falhas comprovadas. Falhas
comprovadas (tipo 2) que indicam possíveis falhas de componentes
do inversor não são restabelecíveis. Deve-se ter atenção ao habilitar
esta função, já que o inversor tentará emitir seu próprio comando de
partida baseado na programação selecionada pelo usuário.
Tabela 14.9 Tipos de falha, descrições e ações
Tipo
Nº
Falha
F2
Entrada auxiliar
1
F3
Perda de Potência
2
F4
Subtensão
1
F5
Sobretensão
1
F6
Motor travado
1
O inversor está impossibilitado de
acelerar o motor.
7.
F7
Sobrecarga do
motor
1
Desarme interno por sobrecarga
eletrônica
8.
F8
1
A temperatura do dissipador de
calor excede um valor pré-definido.
F12
Sobreaq.
dissipador de
calor
Sobrecorrente HW
2
F13
Falta à terra
2
F33
Tentativas part.
automática
F38
Fase U para
aterrar
Fase V para
aterrar
Fase W para
aterrar
Curto da fase UVt
Curto da fase UW
Curto da fase VW
Parâms.
determinados
A corrente de saída do inversor
excedeu o limite de corrente do
hardware.
Um caminho de corrente para ligar à
terra foi detectada em um ou mais
dos terminais de saída do inversor.
Tentativa frustrada do inversor de
restabelecer um falha e retomar a
execução para o número
programado do parâmetro 192
(tentativas de part. automática).
Uma fase para falha de aterramento
foi detectada entre o inversor e o
motor nesta fase.
F39
F40
F41
F42
F43
F48
➊
2
2
2
Descrição
Ação
O intertravamento de entrada
1.
auxiliar está aberto.
2.
A tensão via CC permaneceu abaixo 3.
de 85% do valor nominal.
4.
A tensão via CC caiu abaixo do valor 5.
mínimo.
A tensão via CC excedeu o valor
6.
máximo.
Um excesso de corrente foi
detectado entre estes dois terminais
de saída.
O inversor foi comandado por
valores determinados gravados pelo
EEPROM.
9.
10.
11.
12.
13.
Verifique fiação remota.
Verifique comunicações.
Monitore a linha CA entrante para baixa tensão ou a interrupção da
alimentação.
Verifique fusíveis de entrada.
Monitore a linha CA entrante para baixa tensão ou a interrupção da
alimentação.
Monitore a linha CA para alta tensão na linha ou condições de pico. A
sobretensão da via também pode ser causada pela regeneração do motor.
Estenda o tempo de desaceleração ou instale a opção frenagem dinâmica.
Aumente parâmetro 139 a 167 (tempo de aceleração x) ou reduza a carga
assim a corrente de saída do inversor não excede a direção da corrente pelo
parâmetro 189 (Current Limit 1).
Há uma carga excessiva do motor. Reduza a carga assim a corrente de saída
do inversor não excede a direção de corrente pelo parâmetro 133 (Corrente
Motor OL).
Verifique parâmetro 184 (impulso escolhido) ajuste de parâmetro
Verifique os alertas de dissipador de calor sujo ou bloqueado. Verifique que a
temperatura ambiente não exceda 40 °C.
Substitua o ventilador interno.
Verifique programação. Verifique o excesso de carga, a programação
imprópria do parâmetro (impulso escolhido), o conjunto de volts do freio CC
muito alto ou outras causas de corrente em excesso.
Verifique o motor e a fiação externa para os terminais de saída do inversor
para uma condição de aterramento.
14. Corrija a causa da falha e limpe manualmente.
15. Verifique a fiação entre o inversor e o motor.
16. Verifique o motor para fase aterrada.
17. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser limpa.
18. Verifique o motor e a fiação do terminal de saída do inversor por uma
condição de curto.
19. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser limpa.
20. Limpe a falha ou o ligue e desligue a alimentação para o inversor.
21. Programe os parâmetros do inversor como necessário.
14-12
Localização de falhas
Tipo
Nº
Falha
F63
Sobrecorrente SW
2
F64
Sobrecarga do
inversor
2
F70
Unidade de
alimentação
Ajuste automático
SVC
2
F81
Perda da comun.
2
F100
Parâmetro
Checksum
Falta placa E/S
2
F80
F122
➊
2
Descrição
Ação
Parâmetro programado 198
(desarme da corrente SW) foi
excedido.
A capacidade do inversor de 150%
para 1 min. ou 200% para 3 seg. foi
excedida.
A falha foi detectada na parte da
potência do inversor.
A função ajuste automático foi
cancelada pelo usuário ou
fracassou.
RS485 (DSI) comunicação do canal
interrompida.
O checksum lido para a placa não
corresponde ai checksum calculado.
A falha foi detectada no controle do
inversor e na coluna E/S.
➊
22. Verifique os requerimentos de carga e o parâmetro 198 (desarme da
corrente SW) ajuste de parâmetro.
23. Reduza a carga ou estenda o tempo de aceleração.
24. Ligue e desligue a alimentação.
25. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser limpa.
26. Procedimento de rearme.
27. Desligue usando parâmetro 205 (ação perda da comun).
28. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser limpa.
29. Conjunto de parâmetro 141 (restabelecido para padrões) para opção 1
Restabelecer padrões.
30. Ligue e desligue a alimentação.
31. Substituir o módulo de partida se a falha não puder ser limpa.
Consulte a Tabela 14.8 para tipos de falha do inversor interno. Sintomas comuns e ações corretivas
Tabela 14.10 O motor não arranca
Causa(s)
Indicação
Ação corretiva
Sem
tensão de
saída para
o motor.
Nenhum
Verifique o circuito de alimentação.
• Verifique a fonte de alimentação.
• Verifique todos os fusíveis e seccionadoras
Verifique o motor.
• Verifique se o motor está desconectado adequadamente.
• Verifique se o terminal E/S está ativo.
• Verifique se o parâmetro 136 (fonte de partida) corresponde à
sua configuração.
• Verifique se o parâmetro 195 (reversão desabilitada) não está
impedindo o movimento.
O inversor
está com
falha
LED sinaleira
intermitente
Limpe a falha
• Prensa parada
• Ligue e desligue a alimentação
• Conjunto de parâmetro 200 (apagamento da última falha) para
opção 1 Limpar falhas.
• Verifique que o parâmetro de entrada digital 151 a 154 (Digital
Inx Sel) é ajustado para a opção 7 Limpar falhas.
Localização de falhas
14-13
Tabela 14.11 O inversor não responde à mudanças no comando de velocidade
Causa(s)
Indicação
Ação corretiva
Nenhum está
chegando no
formulário da
origem do
comando.
O inversor
Run
indicador é
iluminado e
a saída é
0 Hz.
•
A fonte de
referência
incorreta está
sendo
selecionada via
dispositivo
remoto ou
entradas
digitais.
Nenhum
•
•
•
•
•
Verifique parâmetro 112 (controle de origem) para origem
correta.
Se a origem é uma entrada analógica, verifique a fiação e
use um medidor para verificar a presença de sinal.
Verifique o parâmetro 102 (Commanded Freq) para
verificar o comando correto.
Verifique parâmetro 112 (controle de origem) para origem
correta.
Verificar o parâmetro 114 (Dig en status) para ver se as
entradas foram selecionadas em origem alternada.
Verifique os ajustes para parâmetros 151 a 154 (Digital Inx
Sel).
Verifique o parâmetro 138 (Referência de velocidade) para
a origem da referência de velocidade. Reprograme caso
seja necessário.
Tabela 14.12 O motor e o inversor não acelera na velocidade comandada
Causa(s)
Indicação
Ação corretiva
O tempo de
aceleração é
excessivo.
Nenhum
Reprograme o parâmetro (Tempo de aceleração 1) ou o
parâmetro 167 (Tempo de aceleração 2).
Carga excessiva ou
um tempo de
aceleração curto
força o inversor para
um limite de
corrente, ou uma
parada da
aceleração.
Nenhum
•
A origem do
comando de
velocidade ou o valor
não é como o
esperado.
Nenhum
•
•
A programação está
impedindo que a
saída do inversor
exceda os valores
limites.
Nenhum
Verifique o parâmetro 135 (freq. máxima) para certificarse que a velocidade não é limitada pela programação.
O desempenho do
torque não
corresponde às
características do
motor.
Nenhum
•
•
•
•
•
Compare o parâmetro 103 (Output Current) com o
parâmetro 189 (Current Limit1).
Remova o excesso de carga ou reprograme o
parâmetro 139 (Tempo de aceleração 1) ou o
parâmetro 167 (Tempo de aceleração 2).
Verifique o ajusto impróprio do parâmetro 184
(impulso selecionado).
Verifique o parâmetro 102 (Commanded Freq).
Verifique o parâmetro 112 (controle de origem) para
o comando de velocidade apropriado.
A placa de identificação do conjunto do motor carga
total em ampères no parâmetro 226 (Motor NP FLA).
Use o parâmetro 227 (ajuste automático) para
realizar o procedimento Static Tune ou Rotate
Tune.
Conjunto de parâmetros 225 (Modo de desemp. do
torque) para opção 0 V/Hz.
14-14
Localização de falhas
Tabela 14.13 A operação do motor é instável
Causa(s)
Os dados
do motor
digitados
estavam
errados.
Indicação
Nenhum
Ação corretiva
1.
Data inserida corretamente da placa de identificação do motor
para os parâmetros 131, 132 e 133.
Habilitação do parâmetro 197 (Compensação).
Use o parâmetro 184 (impulso selecionado) para reduzir o
nível de impulso.
2.
3.
Tabela 14.14 O inversor não reverterá a direção do motor
Causa(s)
Indicação
Ação corretiva
A entrada digital não está
selecionada para reverter o
controle.
Nenhum
Verifique (Digital Inx Sel). Escolha a entrada
correta e programe para modo de reversão.
A fiação do motor está
inadequadamente em fase
para reversão.
Nenhum
Condutores chave de dois motores.
A reversão está desabilitada.
Nenhum
Verifique o parâmetro 195 (reversão
desabilitada).
Tabela 14.15 O inversor não tem energização
Causa(s)
Indicação
Ação corretiva
Não há alimentação de entrada
para o inversor.
Nenhum
Verifique o circuito de alimentação.
• Verifique a fonte de alimentação.
• Verifique todos os fusíveis e
seccionadoras.
Jamper entre terminais E/S P2 e
P1 não instalados e/ou indutor via
CC não conectado.
Nenhum
Instale o jumper ou conecte o indutor via CC.
Localização de falhas
14-15
Procedimentos de localização de falhas do DeviceNet
A tabela a seguir identifica possíveis causas e ações corretivas na
localização de falhas relacionadas ao DeviceNet usando o LED
NETWORK STATUS.
Tabela 14.16 Procedimentos de localização de falhas do DeviceNet
LED de status da rede
Definição
Possíveis Causas
Off
O dispositivo não completou a inicialização, não
está em rede ativa ou pode não estar energizado.
Certifique-se que todos os produtos estão ligados
adequadamente e configurados em rede.
Luzes verde-vermelha desligadas
Enquanto espera para detectar a taxa de
transmissão em rede, o LED piscará de maneira
intermitente a cada 3 segundos.
Se o produto permanece neste estado, significa
que não há conjunto de taxa de transmissão.
Certifique-se de que pelo menos um dispositivo em
rede tenha uma conjunto de taxa de transmissão.
Verde contínuo
O dispositivo está operando em condição normal, e
está em comunicação com outro dispositivo em
rede.
Nenhuma ação necessária
Verde intermitente
O dispositivo está operando em condição normal, e
está on-line, mas não está conectado a outro
dispositivo. Este é o estado normal para novos
dispositivos.
O dispositivo pode precisar ser mapeado por um
scanner mestre, localizado numa scanlist, ou ter
outro dispositivo comunicado a ele.
Vermelho intermitente
Ocorreu uma falha recuperável.
Certifique-se que o PLC™ e o scanner estão
operando corretamente e que não há meios/saída
de cabos. Verifique se os outros dispositivos em
rede estão em estado similar.
Aceso em vermelho
O dispositivo detectou uma erro grave que
incapacitou a comunicação em rede (MAC ID
duplicado, Bus-off, saída de meios).
A localização de falhas deve ser feita para
assegurar que a rede está correta (terminadores,
comprimento, etc.) e mão há problema de nó
duplicado. Se outros dispositivos em rede
estiverem funcionando bem e o rearme do
dispositivo não funcionar, contacte o Suporte
técnico.
Vermelho e verde intermitente
O dispositivo detectou um erro de acesso à rede e
está em um estado de comunicação com falha. O
dispositivo foi posteriormente recebido e aceitou
uma identidade comunicação com falha solicitado
longo protocolo mensagem.
Este não é um estado comum para produtos
DeviceNet. Ligar e desligar a alimentação do
dispositivo pode resolver o problema; no entanto,
se o problema persistir, pode ser necessário entrar
em contato como o suporte técnico.
14-16
Localização de falhas
Procedimentos de localização de falhas ArmorPoint Backplane
A tabela a seguir identifica possíveis causas e ações corretivas na
localização de falhas relacionadas ao ArmorPoint® Backplane
usando o LED NETWORK STATUS.
Tabela 14.17 Procedimentos de localização de falhas ArmorPoint Backplane
LED de status da rede
Definição
Possíveis Causas
Off
O dispositivo não completou a inicialização, não
está em rede ativa ou pode não estar energizado.
Certifique-se que todos os produtos estão ligados
adequadamente e configurados em rede.
Luzes verde-vermelha desligadas
Enquanto espera para detectar a taxa de
transmissão em rede, o LED piscará de maneira
intermitente a cada 3 segundos.
Se o produto permanece neste estado, significa
que não há conjunto de taxa de transmissão.
Certifique-se de que pelo menos um dispositivo em
rede tenha um conjunto baud rate.
Verde contínuo
O dispositivo está operando em condição normal, e
está on-line, mas não está conectado a outro
dispositivo.
Nenhuma ação necessária
Verde intermitente
O módulo ArmorPoint não pode estabelecer uma
conexão no backplane.
A conexão errada do parâmetro para o ArmorStart
foi inserida no “Módulo Propriedades” página em
RSLogix™ 5000 ou a árvore E/S não foi
configurada adequadamente.
Vermelho intermitente
O módulo interrompeu a comunicação excessiva do
backplane com o ArmorStart.
Verifique as conexões do controle de alimentação
do módulo ArmorPoint e do ArmorStart.
Aceso em vermelho
Saída de meios Backplane.
Verifique o meio backplane e as conexões de cabo
do backplane ArmorStart.
Vermelho e verde intermitente
O dispositivo está em estado de comunicação com
falha.
Ligar e desligar a alimentação do dispositivo pode
resolver o problema; no entanto, se o problema
persistir, pode ser necessário entrar em contato
como o suporte técnico.
Localização de falhas
Substituição do módulo de
controle (Cód. cat. 280/281)
14-17
Remoção do módulo Starter
ATENÇÃO
!
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
1) Desconecte a fonte de alimentação
2) Remova o cabo do motor.
3) Solte os quatro parafusos de fixação.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
Instalação do módulo de controle
5) Instale o módulo de controle.
6) Aperte os quatro parafusos de fixação.
7) Instale o cabo do motor.
Figura 14.1 Cód. cat. 280/281 Substituição do módulo de controle
1
4
Cabo do motor
2
3
1
Nota: O módulo base DeviceNet é
exibido
3
2
30 lb-in/
3,39 Nm
14-18
Localização de falhas
Substituição do módulo de
controle (Cód. cat. 283)
Remoção do módulo Starter
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
ATENÇÃO
!
1) Desconecte a fonte de alimentação
2) Remova o cabo do motor.
3) Solte os quatro parafusos de fixação.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
Instalação do módulo de controle
5) Instale o módulo de controle.
6) Aperte os quatro parafusos de fixação.
7) Instale o cabo do motor.
Figura 14.2 Cód. cat. 283 Substituição do módulo de controle
1
4
2
3
Cabo do motor
1
2
1
Nota: O módulo base DeviceNet é
exibido
3
30 lb-in/
3,39 Nm
Localização de falhas
Substituição do módulo de
controle (Cód. cat. 284)
ATENÇÃO
!
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
Remoção do módulo de controle
1) Desconecte da fonte de alimentação.
2) Remova o cabo do motor.
3) Solte os quatro parafusos de fixação.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
Instalação do módulo de controle
5) Instale o módulo de controle.
6) Aperte os quatro parafusos de fixação.
7) Instale todos os cabos no módulo starter.
Figura 14.3 Cód. cat. 284 Substituição do módulo de controle
1
Cabo do motor
3
2
Nota: O módulo base DeviceNet é
exibido
2
30 lb-in/
3,39 Nm
4
3
1
14-19
14-20
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 280/281)
Remoção do módulo Base
ATENÇÃO
!
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
1) Desconecte da fonte de alimentação.
2) Remova o cabo do motor, os cabos de comunicação e todos os
outros conectados para as entradas e saídas.
3) Solte os quatro parafusos de fixação no módulo Starter.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
5) Solte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Remova a placa de cobertura.
7) Solte os parafusos do terminal.
8) Remova todos os fios do borne.
Figura 14.4 Cód. cat. 280/281 Remoção do módulo Base
Módulo base
1
Cabo entrada/saída
2
4
Cabo de comunicação
2
3
Cabo do motor
Módulo de
Controle
Placa de cobertura
do acesso ao terminal
5
Nota: O módulo base DeviceNet é
exibido
6
7
8
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 280/281)
14-21
Instalação do módulo Base
ATENÇÃO
!
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
1) Instale o módulo base com quatro parafusos de fixação.
2) Reinstale os ajustes do eletroduto e os fios no borne.
3) Aperte os parafusos do terminal.
4) Instale a placa de cobertura do terminal.
5) Aperte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Instale o módulo de controle.
7) Aperte os quatro parafusos de fixação.
8) Instale o cabo do motor, os cabos de comunicação e todos os outros
conectados para as entradas e saídas.
Figura 14.5 Cód. cat. 280/281 Instalação do módulo Base
Módulo base
Acesso ao terminal
Placa de cobertura
4
3
12 lb – in/1,36 Nm
2
1
Módulo
base
Cabo
entrada/
saída
7
46 - 50 lb-in
5
Cabo de
comunicação
6
7
Cabo do motor
Módulo de Controle
14-22
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 283)
Remoção do módulo Base
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
ATENÇÃO
!
1) Desconecte da fonte de alimentação.
2) Remova todos os cabos do módulo Starter, os cabos de
comunicação e todos os outros conectados para as entradas e
saídas.
3) Solte os quatro parafusos de fixação no módulo de controle.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
5) Solte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Remova a placa de cobertura.
7) Solte os parafusos do terminal.
8) Remova todos os fios do borne.
9) Remova os ajustes do eletroduto.
10) Solte os parafusos de fixação e remova.
Figura 14.6 Cód. cat. 283 Remoção do módulo Base
Módulo base
Cabo
entrada/
saída
1
2
Cabo de comunicação
3
Cabo
do motor
Módulo de
Controle
4
5
Acesso ao terminal
Placa de cobertura
6
7
8
9
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 283)
14-23
Instalação do módulo Base
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
ATENÇÃO
!
1) Instale o módulo base com quatro parafusos de fixação.
2) Reinstale os ajustes do eletroduto e os fios no borne.
3) Aperte os parafusos do terminal.
4) Instale a placa de cobertura do terminal.
5) Aperte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Instale o módulo de controle.
7) Aperte os quatro parafusos de fixação.
8) Instale todos os cabos do módulo Starter, os cabos de comunicação
e todos os outros conectados para as entradas e saídas.
Figura 14.7 Cód. cat. 283 Instalação do módulo Base
Módulo base
Acesso ao terminal
Placa de cobertura
4
3
12 lb – in/1,36 Nm
2
1
Módulo base
Cabo
entrada/
saída
7
Cabo de
comunicação
8
Módulo de
Controle
6
5
Cabo
do motor
14-24
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 284)
Remoção do módulo Base
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
ATENÇÃO
!
1) Desconecte da fonte de alimentação.
2) Remova todos os cabos do módulo Starter, os cabos de
comunicação e todos os outros conectados para as entradas e
saídas.
3) Solte os quatro parafusos de fixação no módulo de controle.
4) Desconecte o módulo de controle da base através da tração
dianteira.
5) Solte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Remova a placa de cobertura.
7) Solte os parafusos do terminal.
8) Remova todos os fios do borne.
9) Remova os ajustes do eletroduto.
10) Solte os parafusos de fixação e remova.
Figura 14.8 Cód. cat. 284 Remoção do módulo Base
Módulo base
Cabo
entrada/saída
1
2
Cabo de
comunicação
3
2
Módulo de
Controle
Cabo
do motor
4
Acesso ao terminal
Placa de cobertura
5
6
7
8
Localização de falhas
Substituição do módulo base
(Cód. cat. 284)
14-25
Para evitar perigo de choque, desconecte a
alimentação principal antes de trabalhar no
controlador, motor ou dispositivos de controle
ATENÇÃO
!
Instalação do módulo Base
1) Instale o módulo base com quatro parafusos de fixação.
2) Reinstale os ajustes do eletroduto e os fios no borne.
3) Aperte os parafusos do terminal.
4) Instale a placa de cobertura do terminal.
5) Aperte os quatro parafusos de fixação na placa de cobertura do
acesso ao terminal.
6) Instale o módulo de controle.
7) Aperte os quatro parafusos de fixação.
8) Instale todos os cabos do módulo Starter, os cabos de comunicação
e todos os outros conectados para as entradas e saídas.
Figura 14.9 Cód. cat. 284 Instalação do módulo Base
Módulo base
Acesso ao terminal
Placa de cobertura
4
3
12 lb – in/1,36 Nm
2
1
Módulo base
Cabo
entrada/
saída
7
Cabo de
comunicação
6
Módulo de
Controle
5
7
Cabo do
motor
14-26
Localização de falhas
Figura 14.10 Controle de tensão e substituição do fusível de saída
Fusível de saída
Fusível de controle de tensão
Localização de falhas
14-27
Figura 14.11 Fusível do freio da fonte substituição (somente cód. cat. 283)
Fusíveis do freio da fonte
Figura 14.12 Fusível do freio da fonte substituição (somente cód. cat. 284)
Fonte/Fusíveis do freio de controle
14-28
Localização de falhas
Apêndice
A
Especificações
Cód. cat. 280/281
Circuito de
Alimentação
Tensão Nominal
Tensão de Trabalho Nominal
UL/NEMA
200 V a 575 V
IEC
200 a 575 V
Tensão de isolamento nominal
600 V
600 V
Tensão nominal de impulsol
Rigidez Dielétrica
6 kV
2200 Vca
6 kV
2500 Vca
Freqüência em Operação
50/60 Hz
50/60 Hz
Categoria de utilização
Proteção contra choque
N/D
N/D
AC-3
IP2X
1,2 A
Circuito de
Controle
Máx. corrente nominal em
operação
2,5 A
5,5 A
Tensão Nominal de Operação
16 A
24 Vcc (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado na fonte de tensão)
120 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado na fonte de tensão)
240 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado na fonte de tensão)
250 V
4 kV
2000 Vca
III
50/60 Hz
Taxa de tensão de isolamento
Tensão nominal de impulso
Rigidez Dielétrica
Categoria de sobretensão
Freqüência em Operação
Proteção
Contra
Curto-circuito
Desempenho tipo 1 SCPD
250 V
–
1500 Vca
–
50/60 Hz
Capacidade da
corrente
0,24 a 1,2 A
0,5 a 2,5 A
1,1 a 5,5 A
3,2 a 16 A
Saídas (2) 1 A máx. cada
Controle total (acionamento)
com saídas máx.
Controle total (retenção) com
saídas máx.
Capacidades de entrada
480Y/277 V
480 V
600Y/347 V
600 V
Ampères RMS
Simétricos
65 kA
65 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
–
30 kA
30 kA
Dimensões por motor de grupo NEC
Lista SCPD
Tensão de controle
Contator (acionamento)
Contator (retenção)
Potência de controle total
(acionamento)
Potência de controle total
(retenção)
Tensão
Consumo de Energia
W/O HOA
120 Vca
240 Vca
0,583
0,292
0,075
0,038
Unidades
Volts
Ampères
Ampères
24 Vcc
0,71
0,63
VA (W)
(17,0 W)
70
VA (W)
(1,5 W)
9
Ampères
24 Vcc
0,71
0,063
W/HOA
120 Vca
0,583
0,075
240 Vca
0,292
0,038
70
(21,0 W)
83
84
9
(5,6 W)
22
23
2
2
2
Dispositivos externos alimentados pela tensão de controle
2
2
2
VA (W)
(65,0 W)
310
550
(73,0 W)
336
579
VA (W)
(50,0 W)
249
489
(58,0 W)
275
518
Tensão de Operação Classificada
Faixa de tensão de entrada no estado
energizado
Corrente de entrada no estado energizado
Faixa de tensão de entrada no estado
desenergizado
Corrente de entrada no estado
desenergizado
Desenergizado para energizado
Energizado para desenergizado
Compatibilidade de entrada
Número de entradas
Apenas status de tensão
Corrente disponível
24 Vcc
10 a 26 Vcc
3,0 mA a 10 Vcc
7,2 mA a 24 Vcc
0 a 5 Vcc
<1,5 mA
Filtro de entrada – software selecionável
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
N/D
IEC 1+
4
Fonte do sensor
11 a 25 Vcc da DeviceNet™
50 mA MÁX por entrada, 200 mA total
A-2
Especificações
Capacidades de saída
(originadas do circuito de
controle)
Tensão de Operação Classificada
Tensão de isolamento classificado
Carga do backplane
240 Vca/30 Vcc
250 V
240 Vca/30 Vcc
250 V
400 mA
50/60 Hz
Capacidades do
ArmorPoint®
50/60 Hz
Tipo de circuito de controle
Tipo de corrente
Relé eletromecânico
CA/CC
Corrente Térmica Convencional Ith
Total de ambas as saídas ≤ 2 A
Tipo de contatos
Normalmente aberto (N.A.)
Número de Contatos
2
Carga do backplane
400 mA
Especificações
Cód. cat. 280/281, continuação
Valor Nominal
Ambientais
UL/NEMA
IEC
Faixa de Temperatura em Operação
Faixa de temperatura de
armazenamento e transporte
Altitude
–25 a 85 °C (–13 a 185 °F)
Umidade
Grau de Poluição
5 a 95% (sem condensação)
3
Graus de proteção do gabinete
–20 a 40 °C (–4 a 104 °F)
2000 m
NEMA 4/12/13 ou NEMA 4X
Peso Aproximado de Embarque
IP67 ou IP69K
6,8 kg (15 lbs.)
Resistência mecânica ao choque
Em Operação
Fora de Operação
15 G
30 G
Resistência à Vibração
1 G, 0,15 mm (0,006 pol.) de deslocamento
2,5 G, 0,38 mm (0,015 pol.) de deslocamento
Terminais de alimentação e terra
Terminal primário/secundário:
Terminal primário/secundário:
#16 AWG a #10 AWG
1,5 mm2 a 4,0 mm2
Terminal primário: 10,8 pol lb
Terminal primário: 1,2 Nm
Terminal secundário: 4,5 pol lb
Terminal secundário: 0,5 Nm
Em Operação
Fora de Operação
Dimensões do cabo
Torque de Aperto
Comprimento do Fio Desencapado
0,35 pol. (9 mm)
Entradas de monitoração de controle e segurança
Dimensões do cabo
#18 AWG a #10 AWG
Torque de Aperto
6,2 pol lb
1,0 mm2 a 4,0 mm2
0,7 Nm
Comprimento do Fio Desencapado
0,35 pol. (9 mm)
Níveis de Emissão EMC
Outra classificação
Emissões de Freqüência de Rádio
Conduzida
Emissões radiadas
Descarga Eletrostática
Campo Eletromagnético da Freqüência de
Rádio
Transiente Rápido
Supressor de Transiente
Faixa da corrente de sobrecarga
Classes de Desarme
Corrente nominal de desarme
Número de Pólos
Classe A
Classe A
Níveis de Imunidade EMC
Contato de 4 kV e ar de 8 kV
10 V/m
2 kV
1 kV L-L, 2 kV L-N (terra)
Características de Sobrecarga
0,5 a 2,5 A
1,1 a 5,5 A
3,2 a 16 A
10, 15, 20
Configuração de 120% de FLC
3
Especificações da DeviceNet
Tensão da fonte de alimentação
DeviceNet
Faixa 11 a 25 Vcc, valor nominal de 24 Vcc
Corrente de entrada DeviceNet
167 mA a 24 Vcc – 4,0 W
364 mA a 11 Vcc – 4,0 W
Dispositivos externos alimentados por
DeviceNet
Entradas do sensor máx./w total (4)
Pico de corrente de entrada DeviceNet
Taxas de transmissão
Distância máxima
Certificações
Entradas do sensor 4 * 50 mA – total 200 mA
367 mA a 24 Vcc – 8,8 W
15 A para 250 µs
Comunicações DeviceNet
125, 250, 500 kbps
500 m (1630 pés) a 125 kbps
200 m (656 pés) a 250 kbps
100 m (328 pés) a 500 kbps
cULus (Nº do arquivo E3125)
UL 508
EN/IEC 60947-4-1
Identificado CE de acordo com a Diretriz de Baixa Tensão 73/23/EEC e
Diretriz EMC 89/336/EEC
A-3
A-4
Especificações
Cód. cat. 280/281, continuação
Figura A.1 Conexões externas para conector de entrada
2
1
5
3
4
Pino 1: +V saída
Pino 2: Entrada
Pino 3: Ponto comum
Pino 4: Entrada
Pino 5: NF (sem conexão)
Figura A.2 Conexões externas para conector de saída
3
2
1
Pino 1: PE
Pino 2: Retorno
Pino 3: Saída de relé
Figura A.3 Conexões externas para conector do motor (≤ 3 HP a 460 Vca)
Pino 1: T1 – preto
Pino 2: T2 – branco
Pino 3: T3 – vermelho
Pino 4: Terra – verde/amarelo
Figura A.4 Conexões externas para conector do motor (> 3 HP a 460 Vca)
Pino 1: T1 – preto
Pino 2: Terra – verde/amarelo
Pino 3: T3 – vermelho
Pino 4: T2 – branco
Figura A.5 Conexões externas para Interface ArmorPoint (IN)
Pino 1: CAN alto
Pino 2: Ponto comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN baixo
Pino 5: Entrada de habilitação
Pino 7: Ponto comum
Pino 8: PE
Figura A.6 Conexões externas para Interface ArmorPoint (OUT)
Pino 1: CAN alto
Pino 2: Ponto comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN baixo
Pino 5: Saída de habilitação
Pino 7: Ponto comum
Pino 8: NF (sem conexão)
Especificações
Figura A.7 Curvas de Desarme por Sobrecarga
Class 10Class
Overload
10 Curves
Approximate Trip Time (sec)
10000
1000
Cold
100
Hot
10
1
0
100
200
300
400
500
600
700
Multiples
% of Full Load Current
Class 15 Overload Curves
Class 15
Approximate Trip Time (sec)
10000
Cold
100
Hot
1
0
100
200
300
400
500
600
700
Multiples
de Full Load Current
%for
Class 20 Overload Curves
Class 20
10000
Approximate Trip Time (sec)
Cód. cat. 280/281, continuação
Cold
100
Hot
1
0
100
200
300
400
500
600
% of Full Load Current
Multiples
700
A-5
A-6
Especificações
Cód. cat. 283
Valor Nominal
Circuito de
Alimentação
UL/NEMA
IEC
Tensão Nominal de Operação
200 V a 575 V
200 a 600 V
Tensão Nominal de isolamento
Tensão Nominal de impulso
600 V
6 kV
500 V
6 kV
Rigidez Dielétrica
2200 Vca
2500 Vca
Freqüência em Operação
Categoria de utilização
50/60 Hz
N/D
50/60 Hz
AC-3
Proteção contra choque
N/D
Máx. corrente nominal em
operação
Proteção Contra
Curto-circuito
Capacidade de
corrente
Tipo 1 de desempenho SCPD
Tensão
480Y/277 V
480/480 V
600Y/347 V
600 V
Corrente eficaz
de ampères
simétricos
65 kA
65 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
1,1 a 3,0 A
3,0 a 5,5 A
5,3 a 7,6 A
6,3 a 16 A
Lista SCPD
Circuito de
Controle
IP2X
3,0 A/5,5 A/7,6 A/16 A
Dimensões por motor de grupo NEC
–
24 Vcc (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
Tensão Nominal de Operação
Tensão nominal de isolamento
Tensão nominal de impulso
Rigidez Dielétrica
Categoria de sobretensão
Freqüência em Operação
120 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
240 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
250 V
250 V
–
4 kV
1500 Vca
2000 Vca
–
III
50/60 Hz
50/60 Hz
Consumo de Energia
Unidades
Tensão de Controle (Nom)
Volts
24 Vcc
Fonte de Alimentação (Nom)
Ampères
0,170
Potência de controle total (liga/desliga)
VA (W)
(90,0 W)
Potência de controle total (em operação)
VA (W)
(8,0 W)
Dispositivos externos alimentados pela tensão de controle
Saídas (2) 1 A máx. cada
Ampères
2
Controle total (liga/desliga) com saídas máx.
VA (W)
(138,0 W)
Controle total (em operação) com saídas máx.
VA (W)
(56,0 W)
Capacidades de entrada
Tensão NOminal de Operação
Faixa de tensão de entrada no estado
energizado
Corrente de entrada no estado energizado
Faixa de tensão de entrada no estado
desenergizado
Corrente de entrada no estado
desenergizado
Desenergizado para energizado
Energizado para desenergizado
Compatibilidade de entrada
Número de entradas
Capacidades de saída
(originadas do circuito de
controle)
Capacidades do
ArmorPoint®
Apenas status da tensão
Corrente disponível
Tensão Nominal de Operação
Tensão nominal de isolamento
Rigidez Dielétrica
Freqüência em Operação
Tipo de Circuito de Controle
Tipo de corrente
Corrente Térmica Convencional Ith
120 Vca
0,110
35
28
240 Vca
0,060
35
28
2
275
268
2
515
508
24 Vcc
10 a 26 Vcc
3,0 mA a 10 Vcc
7,2 mA a 24 Vcc
0 a 5 Vcc
<1,5 mA
Filtro de entrada – selecionável por software
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
N/D
IEC 1+
4
Fonte do sensor
11 a 25 Vcc da DeviceNet™
50 mA MÁX por entrada, 200 mA total
240 Vca/30 Vcc
240 Vca/30 Vcc
250 V
250 V
1500 Vca
2000 Vca
50/60 Hz
50/60 Hz
Relé eletromecânico
CA/CC
Total de ambas as saídas ≤ 2 A
Tipo de contato
Número de Contatos
Normalmente aberto (N.A.)
2
Carga do backplane
400 mA
Especificações
Cód. cat. 283, continuação
Valor Nominal
Ambientais
UL/NEMA
IEC
Faixa de Temperatura em Operação
Faixa de temperatura de
armazenamento e transporte
Altitude
–20 a 40 °C (–4 a 104 °F)
–25 a 85 °C (–13 a 185 °F)
Umidade
5 a 95% (sem condensação)
2000 m
Grau de Poluição
3
Resistência mecânica ao choque
Em Operação
Fora de Operação
Em Operação
Fora de Operação
Dimensões do cabo do terminal da
potência de controle e monitoração de
segurança
Torque de Aperto
Dimensões do cabo do terminal de
alimentação
Torque de Aperto
Dimensões do cabo do terminal de terra
Torque de Aperto
Graus de proteção do gabinete
Peso Aproximado de Embarque
Outra classificação
15 G
30 G
Resistência à Vibração
1 G, 0,15 mm (0,006 pol.) de deslocamento
2,5 G, 0,38 mm (0,015 pol.) de deslocamento
Terminal primário/secundário:
#18 a #10 AWG
Terminal primário/secundário:
1,0 a 4,0 mm2
6,2 pol lb
0,7 Nm
#16 a #10 AWG
1,5 a 4,0 mm2
4,5 pol lb
0,5 Nm
#18 a #10 AWG
1,0 a 4,0 mm2
0,5 Nm
IP67 ou IP69K
4,5 pol lb
NEMA Tipo 4/12/13 ou NEMA Tipo 4X
16,8 kg (37 lbs.)
Níveis de Emissão EMC
Emissões de Freqüência de Rádio
Conduzida
Emissões radiadas
Descarga Eletrostática
Campo Eletromagnético da Freqüência de
Rádio
Transiente Rápido
Supressor de Transiente
Faixa de corrente de sobrecarga
Classe de desarme
Corrente nominal de desarme
Número de Pólos
Classe A
Classe A
Níveis de Imunidade EMC
Contato de 4 kV e ar de 8 kV
10 V/m
2 kV
1 kV L-L, 2 kV L-N (terra)
Características de Sobrecarga
1,1 a 3,0 A
3,0 a 5,5 A
5,3 a 7,6 A
6,3 a 16 A
10
Configuração de 120% de FLC
3
Especificações da DeviceNet
Tensão da fonte de alimentação
DeviceNet
Faixa 11 a 25 Vcc, valor nominal de 24 Vcc
Corrente de Entrada DeviceNet
167 mA a 24 Vcc – 4,0 W
364 mA a 11 Vcc – 4,0 W
Dispositivos externos alimentados por
DeviceNet
Entradas do sensor w/máx. total (4)
Pico de corrente de entrada DeviceNet
Taxas de transmissão
Distância máxima
Certificações
Entradas do sensor 4 * 50 mA – total 200 mA
367 mA a 24 Vcc – 8,8 W
15 A para 250 µs
Comunicações DeviceNet
125, 250, 500 kbps
500 m (1630 pés) a 125 kbps
200 m (656 pés) a 250 kbps
100 m (328 pés) a 500 kbps
cULus (Nº do arquivo E96956)
UL 508
EN/IEC 60947-4-2
Identificado CE de acordo com a Diretriz de Baixa Tensão 73/23/EEC e
Diretriz EMC 89/336/EEC
A-7
A-8
Especificações
Cód. cat. 283, continuação
Figura A.8 Conexões externas para conector de entrada
2
1
5
3
4
Pino 1: +V saída
Pino 2: Entrada
Pino 3: Ponto comum
Pino 4: Entrada
Pino 5: NF (sem conexão)
Figura A.9 Conexões externas para conector de saída
3
2
1
Pino 1: PE
Pino 2: Retorno
Pino 3: Saída de relé
Figura A.10 Conexões externas para conector do motor (≤ 5 HP a 460 Vca)
Pino 1: T1 – preto
Pino 2: T2 – branco
Pino 3: T3 – vermelho
Pino 4: Terra – verde/amarelo
Figura A.11 Conexões externas para conector do motor (> 5 HP a 460 Vca)
Pino 1: T1 – preto
Pino 2: Terra – verde/amarelo
Pino 3: T3 – vermelho
Pino 4: T2 – branco
Figura A.12 Conexões externas para conector de frenagem de fonte
Pino 1: L1 – preto
Pino 2: Terra – verde/amarelo
Pino 3: L2 – branco
Especificações
Figura A.13 Conexões externas para Interface ArmorPoint™ (de entrada)
Pino 1: CAN alto
Pino 2: Ponto comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN baixo
Pino 5: Entrada de habilitação
Pino 7: Ponto comum
Pino 8: PE
Figura A.14 Conexões externas para Interface ArmorPoint™ (de saída)
Pino 1: CAN alto
Pino 2: Ponto comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN baixo
Pino 5: Saída de habilitação
Pino 7: Ponto comum
Pino 8: NF (sem conexão)
Curvas de Desarme por Sobrecarga
Class 10Class
Overload
10 Curves
10000
Approximate Trip Time (sec)
Cód. cat. 283, continuação
1000
Cold
100
Hot
10
1
0
100
200
300
400
500
600
Multiples
% of Full Load Current
700
A-9
A-10
Especificações
Cód. cat. 284
Circuito de
Alimentação
Valor Nominal
Tensão Nominal de Operação
UL/NEMA
200 V a 575 V
IEC
200 a 575 V
Tensão nominal de isolamento
600 V
600 V
Tensão nominal de impulso
Rigidez Dielétrica
6 kV
2200 Vca
6 kV
2500 Vca
Freqüência em Operação
50/60 Hz
50/60 Hz
Categoria de utilização
Proteção contra choque
N/D
N/D
AC-3
IP2X
2,5 A
Máx. corrente nominal em
operação
Proteção
Contra
Curtocircuito
Circuito de
Controle
5,5 A
16 A
Capacidade de
corrente
10 A
25 A
Desempenho SCPD
Lista SCPD
Tensão nominal de isolamento
Tensão nominal de impulso
Rigidez Dielétrica
Categoria de sobretensão
Freqüência em Operação
Tensão de comando
Controle total (acionamento)
Controle total (retenção)
Saídas (2) 1 A máx. cada
Controle total VA
(acionamento) com saídas
máx.
Controle total VA (retenção)
com saídas máx.
Capacidades de entrada
Ampères
600Y/347 V
600 V
65 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
30 kA
Com contator de frenagem e de saída
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
(16,0 W)
60
68
(16,0 W)
24
32
2
2
2
VA (W)
(59,0 W)
267
504
(61,0 W)
278
548
(64,0 W)
300
548
VA (W)
(59,0 W)
267
504
(61,0 W)
278
512
(64,0 W)
264
512
Tensão Nominal de Operação
Faixa de tensão de entrada no estado
energizado
Faixa de tensão de entrada no estado
desenergizado
Corrente de entrada no estado
desenergizado
Desenergizado para energizado
Energizado para desenergizado
Compatibilidade de entrada
Número de entradas
Capacidades do
ArmorPoint®
480/480 V
65 kA
30 kA
Consumo de Energia
Sem opções
Contator de frenagem ou de saída
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
(11,0 W)
16
24
(13,0 W)
38
46
(11,0 W)
16
24
(13,0 W)
20
28
Dispositivos externos alimentados pela tensão de controle
2
2
2
2
2
2
Corrente de entrada no estado energizado
Capacidades de saída
(originadas do circuito de
controle)
480Y/277 V
Dimensões por motor de grupo NEC
–
24 Vcc (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
120 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
240 Vca (+10%, –15%) A2 (deve ser aterrado à fonte de tensão)
250 V
250 V
–
4 kV
1500 Vca
2000 Vca
–
III
50/60 Hz
50/60 Hz
Tensão Nominal de Operação
Unidades
Volts
VA (W)
VA (W)
Tensão
Corrente
simétrica e RMS
Apenas status da tensão
Corrente disponível
Tensão Nominal de Operação
Tensão nominal de isolamento
Rigidez Dielétrica
Freqüência em Operação
Tipo de Circuito de Controle
Tipo de corrente
Corrente Térmica Convencional Ith
24 Vcc
10 a 26 Vcc
3,0 mA a 10 Vcc
7,2 mA a 24 Vcc
0 a 5 Vcc
<1,5 mA
Filtro de entrada – software selecionável
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
Configurável de 0 a 64 ms em incrementos de 1 ms
N/D
IEC 1+
4
Fonte do sensor
11 a 25 Vcc da DeviceNet™
50 mA MÁX por entrada, 200 mA total
240 Vca/30 Vcc
240 Vca/30 Vcc
250 V
250 V
1500 Vca
2000 Vca
50/60 Hz
50/60 Hz
Relé eletromecânico
CA/CC
Total de ambas as saídas ≤ 2 A
Tipo de contato
Número de Contatos
Normalmente aberto (N.A.)
2
Carga do backplane
400 mA
Especificações
A-11
Cód. cat. 284, continuação
Tensão Nominal Elétrica
Ambientais
UL/NEMA
Faixa de Temperatura em Operação
Faixa de temperatura de
armazenamento e transporte
Altitude
Umidade
Grau de Poluição
Graus de proteção do gabinete
IEC
–20 a 40 °C (–4 a 104 °F)
–25 a 85 °C (–13 a 185 °F)
2000 m
5 a 95% (sem condensação)
3
NEMA 4/12/13 ou NEMA 4X
Peso Aproximado de Embarque
IP67 ou IP69K
18,1 kg (40 lbs.)
Resistência mecânica ao choque
Em Operação
Fora de Operação
15 G
30 G
Resistência à Vibração
1 G, 0,15 mm (0,006 pol.) de deslocamento
2,5 G, 0,38 mm (0,015 pol.) de deslocamento
Terminais de alimentação e terra
Terminal primário/secundário:
Terminal primário/secundário:
#16 AWG a #10 AWG
1,5 mm2 a 4,0 mm2
Terminal primário: 10,8 pol lb
Terminal primário: 1,2 Nm
Terminal secundário: 4,5 pol lb
Terminal secundário: 0,5 Nm
Em Operação
Fora de Operação
Dimensões do cabo
Torque de Aperto
Comprimento do Fio Desencapado
0,35 pol. (9 mm)
Entradas de monitoração de controle e segurança
Dimensões do cabo
#18 AWG a #10 AWG
Torque de Aperto
6,2 pol lb
1,0 mm2 a 4,0 mm2
0,7 Nm
Comprimento do Fio Desencapado
0,35 pol. (9 mm)
Níveis de Emissão EMC
Outra classificação
Emissões de Freqüência de Rádio
Conduzida
Emissões radiadas
Descarga Eletrostática
Campo Eletromagnético da Freqüência de
Rádio
Transiente Rápido
Supressor de Transiente
Classe de desarme
Classe A
Classe A
Níveis de Imunidade EMC
Contato de 4 kV e ar de 8 kV
10 V/m
2 kV
1 kV L-L, 2 kV L-N (terra)
Características de Sobrecarga
10
Número de Pólos
I2t proteção de sobrecarga – 150% para 60 segundos, 200% para 30 segundos
3
Especificações da DeviceNet
Tensão da fonte de alimentação
DeviceNet
Faixa 11 a 25 Vcc, valor nominal de 24 Vcc
Corrente de Entrada DeviceNet
167 mA a 24 Vcc – 4,0 W
364 mA a 11 Vcc – 4,0 W
Proteção contra Sobrecarga
Dispositivos externos alimentados por
DeviceNet
Entradas do sensor w/máx. total (4)
Pico da corrente de entrada DeviceNet
Taxas de transmissão
Distância máxima
Certificações
Entradas do sensor 4 * 50 mA – total 200 mA
367 mA a 24 Vcc – 8,0 W
15 A para 250 µs
Comunicações DeviceNet
125, 250, 500 kbps
500 m (1630 pés) a 125 kbps
200 m (656 pés) a 250 kbps
100 m (328 pés) a 500 kbps
cULus (Nº do arquivo E207834)
UL 508C
EN 50178, EN 61800-3, EN 60947-1
Identificado CE de acordo com a Diretriz de Baixa Tensão 73/23/EEC e
Diretriz EMC 89/336/EEC
A-12
Especificações
Cód. cat. 284, continuação
Tensão de linha
Freqüência
Classificação
trifásica kW
0,4
–
2,3
3,65
200
50
0,75
–
4,5
6,40
1,5
–
–
0,5
7,6
2,3
10,65
3,10
–
–
0,4
0,75
1,5
2,2
3,0
–
–
–
–
–
–
–
–
–
1
2
–
–
–
–
–
0,5
1
2
3
5
1
2
3
5
4,5
7,6
1,4
2,3
4,0
6,0
7,6
1,4
2,3
4,0
6,0
7,6
1,7
3,0
4,2
6,6
5,70
9,45
2,15
3,80
6,40
9,00
12,40
1,85
3,45
5,57
8,20
12,5
2,78
4,73
6,64
10,75
Capacidades do
inversor
230
60
380
50
460
60
575
60
Classificação
trifásica HP
Corrente de
saída (A)
Corrente de
entrada (A)
Capacidades do resistor de frenagem dinâmica IP
Tabela A.1 Resistor de frenagem dinâmica IP67
Dimensões
do inversor
e motor kW
Cód. de
Catálogo
Resistência Alimentação
Ohms ± 5% contínua kW
Energia
máx. kJ
Torque máx.
de frenagem
% do motor
Tipo de aplicação 1
Torque de
frenagem %
do motor
Tipo de aplicação 2
Torque de
Ciclo de
frenagem %
trabalho %
do motor
Ciclo de
trabalho %
Inversores de entrada 200–240 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
284R-091P500
284R-091P500
284R-091P500
91
91
91
0,086
0,086
0,086
17
17
17
293%
218%
109%
100%
100%
100%
46%
23%
11%
150%
150%
109%
31%
15%
11%
0,086
0,086
0,086
0,26
0,26
17
17
17
52
52
305%
220%
110%
197%
124%
100%
100%
100%
100%
100%
47%
23%
12%
24%
13%
150%
150%
110%
150%
124%
31%
15%
11%
16%
10%
0,086
0,086
0,086
0,26
0,26
17
17
17
52
52
274%
251%
172%
193%
185%
100%
100%
100%
100%
100%
46%
23%
11%
24%
13%
150%
150%
150%
150%
150%
31%
15%
8%
16%
9%
Inversores de entrada 400–480 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
2,2 (3)
4 (5)
284R-360P500
284R-360P500
284R-360P500
284R-120P1K2
284R-120P1K2
360
360
360
120
120
Inversores de entrada 600 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
2,2 (3)
4 (5)
284R-360P500
284R-360P500
284R-360P500
284R-120P1K2
284R-120P1K2
360
360
360
120
120
Nota: Sempre verificar o resistor ohms contra uma resistência mínima para o inversor sendo usado.
Nota: O ciclo de trabalho listado é baseado na desaceleração de velocidade plena à velocidade zero. Para regeneração constante na velocidade plena, a capacidade do ciclo
de trabalho é metade da que está listada. Tipo de aplicação 1 representa máximo torque de frenagem % do motor onde possível. Tipo de aplicação 2 representa mais de
100% do torque de abertura onde possível, até o máximo de 150%.
Especificações
Cód. cat. 284, continuação
A-13
Figura A.15 Conexões externas para conector de entrada
Pino 1: +V Saída
Pino 2: Entrada 1 ou 3
Pino 3: Com.
Pino 4: Entrada 0 ou 2
Pino 5: NF (Sem conexão)
Figura A.16 Conexões externas para conector de saída
Pino 1: PE
Pino 2: Retorno
Pino 3: Saída do relé
Figura A.17 Conexões externas para conector DeviceNet™
Pino 1: Deságue (Não conectado)
Pino 2: +VDNET
Pino 3: –VDNET
Pino 4: CAN_H
Pino 5: CAN_L
Figura A.18 Conexões externas para conector do motor
Pino 1: T1
Pino 2: T2
Pino 3: T3
Pino 4: Terra
– Preto
– Branco
– Vermelho
– Verde
Figura A.19 Conexões externas para conector de frenagem de controle/fonte
Pino 1: L1
– Preto
Pino 2: TERRA – Verde/Amarelo
Pino 3: L2
– Branco
A-14
Especificações
Cód. cat. 284, continuação
Figura A.20 Conexões externas para conector de frenagem dinâmica
Pino 1: TERRA – Verde/Amarelo
Pino 2: BR+
– Preto
Pino 3: BR–
– Branco
Figura A.21 Conexões externas para Interface ArmorPoint® (de entrada)
Pino 1: CAN Alto
Pino 2: Comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN Baixo
Pino 5: Entrada habilitada
Pino 7: Comum
Pino 8: PE
Figura A.22 Conexões externas para Interface ArmorPoint (de saída)
Pino 1: CAN Alto
Pino 2: Comum
Pino 3: +5 V
Pino 4: CAN Baixo
Pino 5: Saída habilitada
Pino 6: Comum
Pino 7: NF (Sem conexão)
Figura A.23 Conexões externas para entrada analógica de 0 a 10 V
Pino 1: 10 Vcc
Pino 2: Entrada 0 a 10 V
Pino 3: Ponto comum analógico
Pino 4: Saída analógica
Pino 5: Blindagem RS485
% de P132 (Motor NP Hertz)
% de P133 (Motor OL Current)
% de P133 (Motor OL Current)
% de P133 (Motor OL Current)
Curvas de sobrecarga
% de P132 (Motor NP Hertz)
% de P132 (Motor NP Hertz)
Especificações
Mídia de alimentação trifásica
ArmorConnect™
A-15
Cabos troncos
Especificações
Certificações
Conformidade com as normas
UL 2237
Mecânico
Porca de acoplamento
Alumínio anodizado preto ou aço inoxidável 316
Invólucro
PVC preto
Inserção
PVC preto
Diâmetro do cabo
0,775 pol. +/– 0,12 pol. (19,68 mm +/– 0,5 mm)
Contatos
Liga de cobre com revestimento de ouro sobre níquel
Cabo
PVC preto, classificação dupla UL TC/fiação aberta e
STOOW
Elétricos
Capacidade do cabo
600 Vca/cc
Capacidade do conjunto
600 V a 25 A, falha da corrente eficaz de ampères
simétricos: 65 kA quando usado com fusíveis do tipo Classe
CC, T, ou J
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, NEMA 4; IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
UL Tipo TC 600 V 90 °C seco 75 °C molhado, Percurso
Exposto ou MTW 600 V 90 °C ou STOOW 105 °C 600 V –
CSA STOOW 600 V FT2
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
Fêmea axial
Macho axial
88.9 (3.50)
88.9 (3.50)
38.6
(1.52)
38.6
(1.52)
Fêmea 90 graus
49.5 - 57.1
Macho 90 graus
(1.95 - 2.25)
74.7
49.5 - 57.1
(1.95 - 2.25)
74.7
(2.94)
(2.94)
38.6
38.6
(1.52)
(1.52)
A-16
Especificações
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
4-pinos
Código de cores
1
4
1
4
2
3
2
3
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo pino expandido
Macho
3 vermelho
4 branco
Cabos de derivação
Especificações
Certificações
UL
Conformidade com as normas
UL 2237
Mecânico
Porca de acoplamento
Alumínio anodizado preto ou aço inoxidável 316
Invólucro
PVC preto
Inserção
PVC preto
Diâmetro do cabo
0,43 pol. +/– 0,12 pol. (10,9 mm +/– 0,5 mm)
Elétricos
Contatos
Latão com revestimento de ouro sobre níquel
Cabo
PVC preto, classificação dupla UL TC/fiação aberta e
STOOW
Capacidade do cabo
600 Vca/cc
Capacidade do conjunto
600 V a 10 ou 15 A, falha da corrente eficaz de ampères
simétricos: 65 kA quando usado com fusíveis do tipo Classe
CC, T, ou J
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, NEMA 4; IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
UL Tipo TC 600 V 90 °C seco 75 °C molhado, percurso
exposto ou MTW 600 V 90 °C ou STOOW 105 °C 600 V –
CSA STOOW 600 V FT2
Especificações
A-17
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
Fêmea axial
Macho axial
59.4 (2.34)
56.1 (2.21)
25.4
(1.00)
25.4
(1.00)
Fêmea 90 graus
32.5 (1.28)
Macho 90 graus
40.4
(1.59)
32.5 (1.28)
43.2
(1.70)
25.4
(1.00)
25.4
(1.00)
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
4-pinos
Código de cores
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo
Macho
3 vermelho
4 branco pino expandido
T de alimentação & Redutor
Especificações
Certificações
UL
Conformidade com as normas
UL 2237
Mecânico
Porca de acoplamento
Alumínio anodizado preto (tronco) ou aço inoxidável 316,
Zinco fundido preto (derivação) ou aço inoxidável 316
Invólucro
PVC preto
Inserção
PVC preto
Contatos
Liga de cobre com revestimento de ouro sobre níquel
Elétricos
Tensão
600 Vca/cc
Capacidade do conjunto
Tronco T: 25 A
T de redução: Tronco 25 A/derivação 15 A
Redutor: 15 A
Falha da corrente eficaz de ampères simétricos: 65 kA
quando usado com fusíveis do tipo Classe CC, T, ou J
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, NEMA 4; IP69K jato de líquido de 1200 psi
A-18
Especificações
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
Redutor
M22
FÊMEA
M35
MACHO
112.5
(4.43)
38.1
(1.50)
#1
PRETO
#1
#2
25.4
(1.00)
#2
#3
VERMELHO
#3
#4
VERDE/AMARELO
BRANCO
#4
DIAGRAMA DA FIAÇÃO
T de alimentação
108.0
(4.25)
RANHURA
#1 PRETO
#2 VERDE/AMARELO
MACHO
#2 - VERDE/AMARELO
PIN ESTENDIDO 2
CONDUTOR VERDE/AMARELO
FÊMEA
#3 VERMELHO
#1 - PRETO
38.0
(1.50)
19.0
(0.75)
#4 BRANCO
#4-BRANCO
#1 PRETO
#3 VERMELHO
#3-VERMELHO
#2 VERDE/AMARELO
#4 BRANCO
73.7 (2.90)
FÊMEA
DIAGRAMA DA FIAÇÃO
T de alimentação – reduzindo derivação
108.0
(4.25)
PIN ESTENDIDO 2
CONDUTOR VERDE/AMARELO
#1 PRETO
#2 VERDE/AMARELO
MACHO
#3 VERMELHO
RANHURA
FÊMEA
#4-VERDE/AMARELO
#3-VERMELHO
19.0
(0.75)
#2 BRANCO
#1-PRETO
#1 PRETO
#3 VERMELHO
#2-BRANCO
#4 VERDE/AMARELO
#4 BRANCO
65.3 (2.57)
FÊMEA
38.0
(1.50)
DIAGRAMA DA FIAÇÃO
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
Capacidade do
conjunto
Código de cores
4-pinos
Conector de troca rápida
Mini conector
Especificações
Tronco T: 25 A
A-19
A
T de redução
Tronco: 25 A
Derivação: 15 A
B
Redutor
Tronco: 25 A
Derivação: 15 A
C
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo pino estendido
Macho
3 vermelho
4 branco
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo pino estendido
Macho
3 vermelho
4 branco
Macho
1 preto
2 verde/amarelo pino estendido
3 vermelho
4 branco
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo pino
estendido
3 vermelho
4 branco
Fêmea
1 preto
2 verde/amarelo pino
estendido
3 vermelho
4 branco
Receptáculo de alimentação
Especificações
Certificações
UL
Conformidade com as normas
UL 2237
Mecânico
Inserção
PVC preto
Material de revestimento do
receptáculo
Alumínio anodizado preto (fêmea) e zinco fundido,
revestimento epóxi preto (macho), ou aço inoxidável 316
Elétricos
Contatos
Liga de cobre com revestimento de ouro sobre níquel
(tronco), latão com revestimento de ouro sobre níquel
(derivação)
Capacidade do cabo
600 Vca/cc
Capacidade do conjunto
4 pinos – 16 AWG, 600 V a 10 A
4 pinos – 14 AWG, 600 V a 15 A
4 pinos – 10 AWG, 600 V a 25 A
Falha da corrente eficaz de ampères simétricos: 65 kA
quando usado com fusíveis do tipo Classe CC, T, ou J
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, NEMA 4; IP69K jato de líquido de 1200 psi
A-20
Especificações
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
45.26
(1.782)
18.49
(0.728)
280-M22F-M1
280-M35F-M1
3.81
(0.150)
12.09 (0.476)
7.32
(0.288)
7.62 +/-2.54
(0.30 +/- 0.10)
1000
(39.37)
11.89 (0.468)
6.35 (0.25)
1000
(39.37)
15.95
(0.628)
51.61
(2.032)
280-M22M-M1
280-M35M-M1
28.04
(1.104)
6.35 (0.25)
11.89 (0.468)
1000
(39.37)
1000
(39.37)
4.75
(0.187)
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
4-pinos
Conector de troca rápida
Capacidade do
conjunto
Mini conector
Mini conector
Código de cores
Fêmea
16 AWG 600 V, 10 A
14 AWG 600 V, 15 A
A
10 AWG 600 V, 25 A
B
Macho
Fêmea
1 preto
2 branco
1 preto
2 verde/amarelo pino estendido
3 vermelho
4 branco
Macho
3 vermelho
4 verde/amarelo pino estendido
Especificações
Mídia do potencial de controle
ArmorConnect
A-21
Tronco & Cabos de derivação
Especificações
Mecânico
Porca de acoplamento
Zinco revestido com epóxi preto ou aço inoxidável 316
Sobremoldagem
Riteflex TPE vermelho
Inserção
Riteflex TPE amarelo
Contatos
Latão/ouro sobre paládio/níquel
Cabo
PVC cinza, 16 AWG, classificação dupla UL TC/fiação aberta
e STOOW
Diâmetro do cabo
0,44 pol. +/– 0,12 pol. (11,18 mm +/– 0,5 mm)
Capacidade do cabo
UL Tipo TC 600 V 90 °C seco 75 °C molhado, fiação aberta
ou MTW 600 V 90 °C ou STOOW 105 °C 600 V –
CSA STOOW 600 V FT2
Capacidade do conjunto
600 V, 10 A
Elétricos
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
–20 a 90 °C (–4 a 194 °F)
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
39.6 (1.56)
56.1 (2.21)
25.4
(1.0) diâ.
25.4
(1.0) diâ.
Fêmea axial
Exemplo de cabo
40.6 (1.6)
59.4 (2.34)
32.5
(1.28)
Pino estendido 3
7/8 pol.
16 UN-2B
7/8 pol.
16 UN-2B
Macho axial
Fêmea 90 graus
25.4
(1.0) diâ.
32.5
(1.28)
Exemplo de conjunto de cabos
Macho 90 graus
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
6-pinos/5 usados
Código de cores
Fêmea
1 vermelho/não usado
2 preto (–)
3 verde (terra de sinal)
Macho
4 preto/não usado
5 azul (+)
6 branco (S2)
A-22
Especificações
Portas T
Especificações
Mecânico
Porca de acoplamento
Zinco revestido com epóxi preto ou aço inoxidável 316
Invólucro
Riteflex TPE
Inserção
Riteflex TPE amarelo
Contatos
Latão/ouro sobre paládio/níquel
Capacidade do conjunto
600 V, 10 A
Elétricos
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
–20 a 90 °C (–4 a 194 °F)
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
28.5
(1.12)
Pino 5
71.8 (2.8)
Pino 1
Pino 2 vazio
14.6
(0.57)
Pino 4
Pino 3
Pino 6
9.8 (0.38)
Diâ. 2
posições
4.5 (0.17)
Diâ. 2
posições
38.0
(1.49)
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
6-pinos/5 usados
Código de cores
Fêmea
1 vermelho/não usado
2 preto (–)
3 verde (terra de sinal)
Macho
4 preto/não usado
5 azul (+)
6 branco (S2)
Especificações
A-23
Receptáculos
Especificações
Mecânico
Revestimento do receptáculo
Macho: Zinco fundido revestido com epóxi preto ou
aço inoxidável 316
Fêmea: Alumínio anodizado preto ou aço inoxidável 316
Inserção
PVC amarelo
Contatos
Latão/ouro sobre paládio/níquel
Capacidade do conjunto
600 V, 10 A
Elétricos
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
–20 a 90 °C (–4 a 194 °F)
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
28.1 (1.11)
177.8 (7.0)
12.2 (0.48)
3.81 (0.15)
1/2 pol. 14 rosca NPT
7.32 (0.28)
3.81 (0.15)
21.3 (0.84)
Diâ.
25.07
(0.98) Diâ.
Preenchido com époxi
4.78 (0.18)
7/8 pol. 16 UNS-2A
rosca
152.4/203.2 (6.0/8.0)
7/8 pol. 16 UNS-2A
rosca
11.1
(0.44)
30.5 (1.2)
1/2 pol. 14 NPT
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
6-pinos/5 usados
Código de cores
Fêmea
1 vermelho/não usado
2 preto (–)
3 verde (terra de sinal)
Macho
4 preto/não usado
5 azul (+)
6 branco (S2)
A-24
Especificações
Plugs de curto-circuito
Especificações
Mecânico
Porca de acoplamento
Zinco revestido com epóxi preto ou aço inoxidável 316
Invólucro
Riteflex TPE
Inserção
Riteflex TPE amarelo
Contatos
Latão/ouro sobre paládio/níquel
Capacidade do conjunto
600 V, 10 A
Elétricos
Ambientais
Grau de proteção do gabinete
IP67, IP69K jato de líquido de 1200 psi
Temperatura em operação
–20 a 90 °C (–4 a 194 °F)
Dimensões
As dimensões são aproximadas. As ilustrações não são desenhadas para fator de
escala.
25.4
(1.0) Diâ.
50.1 (1.97)
Pinagem e código de cores
Pinagem de visualização de face
6-pinos/5 usados
Código de cores
Fêmea
1 vermelho (+)
2 preto (–)
3 verde (terra de sinal)
Macho
4 preto/não usado
5 azul (S1)
6 branco (S2)
Especificações
A-25
Estações de parada de emergência On-Machine
1 estação de parada de emergência de gabinete amarelo com orifício
Tipo de
gabinete
Conexão rápida Tipo de recorte
Operador
Plástico
Metal
Mini receptáculo
Métrico
Girar para
destravar
Tensão de
iluminação
Configuração
do contato
Cód. cat.
24 Vca/cc
800F-1YMQ4
120 Vca
800F-1YMQ5
240 Vca
24 Vca/cc
1 NF/1 NA
800F-1YMQ6
800F-1MYMQ4
120 Vca
800F-1MYMQ5
240 Vca
800F-1MYMQ6
Circuito de parada de emergência
A-26
Especificações
Apêndice
B
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas
Os arquivos de folhas de dados eletrônicos (EDS) são arquivos ASCII
especialmente formatados que fornecem todas as informações
necessárias para uma ferramenta de configuração (por exemplo,
RSNetWorx™ for DeviceNet™) acessar e alterar os parâmetros do
dispositivo. O arquivo de EDS contém todas as informações do
dispositivo: número de parâmetros; agrupamentos; nome do
parâmetro; valores mínimo, máximo e padrão; unidades; formato de
dados e conversão de escala.
Os arquivos de EDS para todas as unidades do controlador distribuído
do motor da ArmorStart® estão disponíveis na Internet em
http://www.ab.com/network/eds.
Também podem ser criados automaticamente por algumas
ferramentas de configuração, visto que todas as informações
necessárias para um arquivo de EDS básico podem ser extraídas do
controlador distribuído do motor da ArmorStart.
Códigos e grupos de nomes dos
produtos do tipo partida DOL
Os códigos dos produtos para partidas DOL (e partidas reversas
DOL) são baseados na capacidade da corrente do relé de sobrecarga e
na potência nominal de controle da partida. A tabela a seguir lista os
códigos dos produtos para o cód. cat. 280 Controladores distribuídos
de motores:
Tabela B.1 Códigos e grupos de nomes dos produtos do cód. cat. 280
Controladores distribuídos de motores
Tipo de
Tipo de
dispositivo dispositivo
280A
280D
➊
➋
133
133
133
133
133
133
133
133
133
133
133
133
–
22
22
22
22
22
22
22
22
22
22
22
22
–
Código do
produto
0x8A
0x81
0x82
0x83
0x8B
0x84
0x85
0x86
0x8C
0x87
0x88
0x89
0x8D
➊
133 = Acionador de motor PointBus
➋
22 = Acionador de motor
Código das Sobrecarga
dimensões Capacidade de
do contator
corrente
100C-12
100C-12
100C-12
100C-23
100C-12
100C-12
100C-12
100C-23
100C-12
100C-12
100C-12
100C-23
–
0,24 a 1,2 A
0,5 a 2,5 A
1,1 a 5,5 A
3,2 a 16 A
0,24 a 1,2 A
0,5 a 2,5 A
1,1 a 5,5 A
3,2 a 16 A
0,24 a 1,2 A
0,5 a 2,5 A
1,1 a 5,5 A
3,2 a 16 A
–
Tensão de
comando
24 Vcc
24 Vcc
24 Vcc
24 Vcc
120 Vca
120 Vca
120 Vca
120 Vca
240 Vca
240 Vca
240 Vca
240 Vca
–
B-2
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Códigos e grupos de nomes dos
produtos do tipo partida reversa
DOL
A tabela a seguir lista os códigos dos produtos para o cód. cat. 281
Controladores distribuídos de motores:
Tabela B.2 Códigos e grupos de nomes dos produtos do cód. cat. 281
Controladores distribuídos de motores
281A
Tipo de
dispositivo
➊
Objetos DeviceNet
281D
Tipo de
dispositivo
➋
Código do
produto
133
22
0xCA
100C-12
0,24 a 1,2 A
24 Vcc
133
22
0xC1
100C-12
0,5 a 2,5 A
24 Vcc
133
22
0xC2
100C-12
1,1 a 5,5 A
24 Vcc
133
22
0xC3
100C-23
3,2 a 16 A
24 Vcc
133
22
0xCB
100C-12
0,24 a 1,2 A
120 Vca
133
22
0xC4
100C-12
0,5 a 2,5 A
120 Vca
133
22
0xC5
100C-12
1,1 a 5,5 A
120 Vca
133
22
0xC6
100C-23
3,2 a 16 A
120 Vca
133
22
0xCC
100C-12
0,24 a 1,2 A
240 Vca
133
22
0xC7
100C-12
0,5 a 2,5 A
240 Vca
133
22
0xC8
100C-12
1,1 a 5,5 A
240 Vca
133
22
0xC9
100C-23
3,2 a 16 A
240 Vca
–
–
0xCD-0xFF
–
–
–
➊
133 = Acionador de motor PointBus
➋
22 = Acionador de motor
Código das
Sobrecarga
dimensões Capacidade da
do contator
corrente
Tensão de
comando
O controlador distribuído do motor ArmorStart é compatível com as
seguintes classes do objeto DeviceNet:
Tabela B.3 Classes do objeto DeviceNet
Classe
➌
Objeto
0x0001
Identidade
0x0002
Roteador de mensagens
0x0003
DeviceNet
0x0004
Conjunto
0x0005
Conexão
0x0008
Ponto de entrada discreta ➌
0x0009
Ponto de saída discreta
0x000F
Objeto de parâmetros
0x0010
Objeto de grupo de parâmetros
0x001D
Grupo de entrada discreta ➌
0x001E
Grupo de saída discreta
0x0029
Supervisor de controle
0x002B
Processador de confirmação
0x002C
Objeto Sobrecarga
0x00B4
Objeto de interface DN
Não disponível no cód. cat. 280A/281A.
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Identidade – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0001
B-3
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Identidade:
Tabela B.4 Atributos de classe do objeto Identidade
Objetos Identidade
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
1
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Identidade.
É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Tabela B.5 Atributos da instância do objeto Identidade
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Fornecedor
UINT
1
2
Get
Tipo de dispositivo
UINT
22 ou 133
3
Get
Código do produto
UINT
Consulte Tabela B.1 e Tabela B.2
4
Get
Revisão
Revisão principal
Revisão secundária
Estrutura de:
USINT
USINT
Indica o número da revisão do software firmware
5
Get
Status
WORD
Bit 0 – 0 = não próprio; 1 = do mestre
Bit 2 – 0 = Valor padrão de fábrica; 1 = Configurado
Bit 8 – Falha recuperável inferior
Bit 9 – Falha irrecuperável inferior
Bit 10 – Falha recuperável superior
Bit 11 – Falha irrecuperável superior
6
Get
Número de série
UDINT
Número exclusivo para cada dispositivo
7
Get
Nome do produto
Comprimento do grupo
Grupo ASCII
Estrutura de:
USINT
GRUPO
Específico do código do produto
Consulte Tabela B.1 e Tabela B.2
8
Get
Estado
USINT
Retorna o valor “3 = Em operação”
9
Get
Valor de consistência da configuração
UINT
Valor exclusivo, depende da saída do algoritmo de
checksum do parâmetro.
10
Get/Set
Intervalo de pulsação
USINT
Em segundos. Padrão = 0
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Identidade:
Tabela B.6 Serviços comuns do objeto Identidade
Código do
serviço
Roteador de mensagens – CÓDIGO
DE CLASSE 0x0002
Implementado para:
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x05
Não
Sim
Reset
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Não há suporte a atributos de instância nem de classe. O objeto
roteador de mensagens existe apenas para rotear mensagens explícitas
para outros objetos.
B-4
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0003
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
DeviceNet:
Tabela B.7 Atributos de classe do objeto DeviceNet
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
2
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
DeviceNet. É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Tabela B.8 Atributos da instância do objeto DeviceNet
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get/Set
Endereço do nó
USINT
0–63
0 = 125K
1 = 250K
2 = 500K
3 = 1M ➊
➊
2
Get/Set
Taxa de transmissão
USINT
5
Get
Info Alocação
Escolha Alocação
End. Nó Mestre
Estrutura de:
BYTE
USINT
8
Get
Valor Minisseletora
MAC ID
BOOL
Alocação_byte*
0 a 63 = endereço
255 = não alocado
0–63
Taxa de transmissão 1M está disponível apenas no cód. cat. 280A/281A.
*Allocation_byte
Bit 0
Mensagens explícitas
Bit 1
E/S com polling
Bit 4
E/S COS
Bit 5
E/S cíclica
Bit 6
Supressão de confirmação
Os seguintes serviços são implementados para o objeto DeviceNet:
Tabela B.9 Serviços comuns do objeto DeviceNet
Código do
serviço
Implementado para:
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
0x4B
Não
Sim
Allocate_Master/
Slave_Connection_Set
0x4C
Não
Sim
Release_Master/
Slave_Connection_Set
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0004
B-5
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Conjunto:
Tabela B.10 Atributos de classe do objeto Conjunto
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
2
Get
Instância máxima
UINT
190
Será oferecido suporte ao atributo 3 para todas as várias instâncias do
objeto conjunto. A tabela a seguir resume as várias instâncias que são
suportadas:
Tabela B.11 Atributos da instância do objeto conjunto DeviceNet
➊
ID do
atributo
Tipo
Descrição
3
Consumido
Instância consumida ODVA necessária
52
Produzido
Instância produzida ODVA necessária
120
Produzido
Conjunto Word Wise baseado em parâmetro programável
160
Consumido
Instância consumida predeterminada para unidades DOL e
SoftStart
161
Produzido
Instância produzida predeterminada para unidades DOL e
SoftStart
162
Consumido
Instância consumida padrão para DOL e SoftStart com
entradas de rede
163
Produzido
Instância produzida padrão para DOL e SoftStart com saídas
de rede
181
Produzido
Entradas do usuário ➊
182
Consumido
Bits de rede consumidos (vulgo entradas de rede)
183
Produzido
Bits de rede produzidos (vulgo saídas de rede)
184
Produzido
Bits de status do desarme
185
Produzido
Bits de status da partida
186
Produzido
Bits de status do DeviceNet
187
Consumido
Bits de controle da partida
189
Produzido
Bits de status de advertência
190
Produzido
Bits 1779-ZC10
Se não disponível no cód. cat. 280A/281A.
B-6
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Conjuntos de E/S “word-wise”
baseados em parâmetro
programável
Tabela B.12 Instância 120 do conjunto (produzido) “Word-Wise” baseado em
parâmetro programável
Instância 120
Word
Byte
Bit 7
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 0”
(byte desenergizado)
1
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 0”
(byte energizado)
2
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 1”
(byte desenergizado)
3
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 1”
(byte energizado)
4
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 2”
(byte desenergizado)
5
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 2”
(byte energizado)
6
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 3”
(byte desenergizado)
7
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 3”
(byte energizado)
0
1
2
3
Conjuntos bit comprimido
“Word-wise”
Bit 6
Conjuntos cujos números de instância são 180 a 189 são todos do
tamanho de uma palavra (16 bits). Podem ser usados “isolados”, mas
sua função principal é reunir informação para parâmetros do arquivo
de EDS. Esses conjuntos “word-wise” se tornam os elementos
fundamentais para os conjuntos “word-wise” baseados em parâmetro
programável descritos anteriormente. Observe que esses conjuntos
“word-wise” são desenhados para uso com DeviceLogix™, logo seus
conteúdos refletem as várias palavras na tabela de dados do
DeviceLogix.
Tabela B.13 Instância 181 – Este é um conjunto de status
“Somente leitura” ➊
Instância 181 – Entradas de hardware 1 a 16
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
–
Entrada
3
Entrada
2
Entrada
1
Entrada
0
1
➊
Reservado
Observação: Não há esse conjunto no cód. cat. 280A/281A.
Tabela B.14 Instância 182 – Este é um conjunto de controle “Leitura/escrita”
Instância 182 – Entradas de rede consumidas 1 a 16
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede 8 de rede 7 de rede 6 de rede 5 de rede 4 de rede 3 de rede 2 de rede 1
Entrada
de rede
16
Entrada
de rede
15
Entrada
de rede
14
Entrada
de rede
13
Entrada
de rede
12
Entrada
de rede
11
Entrada
de rede
10
Entrada
de rede
9
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-7
Tabela B.15 Instância 183 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 183 – Entradas de rede produzidas 1 a 15
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 8
rede 7
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
rede 8
rede 1
0
Reservado
1
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 15 rede 14 rede 13 rede 12 rede 11 rede 10 rede 9
Tabela B.16 Instância 184 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 184 – Status de desarme
Byte
0
–
1
➋
Bit 7
–
Bit 6
Bit 5
Falha do SS
de entrada Potência
de
Reservado controle
➋
–
Falha
Hardware
Bit 4
–
EEPROM
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
Desba- Desarme
lanceapor
Curtomento de sobre- circuito
fase
carga
–
DesbaAlimenlanceatação
mento de
DNet
fase
–
Disponível no cód. cat. 280A/281A.
Tabela B.17 Instância 185 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 185 – Status de partida
Byte
Bit 7
Bit 6
0
Em Ref.
–
1
–
–
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Em
Status de
Em
Sinal de
operação Advercontrole
operação
pronto
para
tência
da rede
para trás
frente
140M
energizado
Stat.
HOA
Teclado
manual
–
–
Bit 0
Desarmado
–
Tabela B.18 Instância 186 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 186 – Status DeviceNet
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
0
–
–
–
1
Falha ZIP
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Inativida
Falha Conexão Conexão
Falha E/S
de E/S
explícita
E/S
explícita
Conexão Conexão Conexão
ZIP4
ZIP3
ZIP2
Falha
ZIP2
Conexão
ZIP2
Falha
ZIP1
Conexão
ZIP1
B-8
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Tabela B.19 Instância 187 – Este é um conjunto “Leitura/escrita”
Instância 187 – Bits de controle da partida
Byte
Bit 7
Bit 6
Saída
Saída
usuário B usuário A
0
1
–
–
Bit 5
Bit 4
Bit 3
–
–
–
–
–
–
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicia- Opera- Operalização ção para ção para
da falha
trás
frente
–
–
–
Tabela B.20 Instância 189 Este é um conjunto de “Somente leitura”
Instância 189 – Bits de status de advertência
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
Advertência
E/S
Advertência da
tensão
de
comando
–
–
Advertência PL
–
–
1
–
–
Alerta
HW
–
–
–
➊
Conjuntos de E/S do controlador
distribuído do motor padrão
Alerta DN
➊
Alerta PI
Reservado para 280A/281A
Os conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão estão
disponíveis em todos os tipos de partida.
Conjuntos (consumidos) de saída do controlador distribuído do
motor padrão
Tabela B.21 Instância 3 é o conjunto (consumido) de saída necessário,
definido no perfil do acionador de motor DeviceNet
Instância 3 – Partida ODVA
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
–
–
–
–
Operação para
frente
Tabela B.22 Instância 160 é o conjunto (consumido) de saída predeterminado
para controlador distribuído do motor padrão
Instância 160 – Controlador distribuído do motor padrão consumido predeterminado
Byte
0
Bit 7
Bit 6
Saída
Saída
usuário B usuário A
Bit 5
Bit 4
Bit 3
–
–
–
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicia- Opera- Operalização ção para ção para
da falha
trás
frente
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-9
Tabela B.23 Instância 162 é o conjunto (consumido) de saída padrão com
saídas de rede
Instância 162 – Partida consumida padrão com entradas de rede
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
–
–
–
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicia- Opera- Operalização ção para ção para
da falha
trás
frente
0
Saída
Saída
usuário B usuário A
1
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede 8 de rede 7 de rede 6 de rede 5 de rede 4 de rede 3 de rede 2 de rede 1
Entrada
de rede
16
2
Entrada
de rede
15
Entrada
de rede
14
Entrada
de rede
13
Entrada
de rede
12
Entrada
de rede
11
Entrada
de rede
10
Entrada
de rede
9
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador distribuído do
motor padrão
Tabela B.24 Instância 52 é o conjunto (produzido) de entrada necessário,
definido no perfil do acionador de motor DeviceNet
Instância 52 – Partida ODVA
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
–
–
–
Operação
–
Falha
Tabela B.25 Instância 161 é o conjunto (produzido) de entrada
predeterminado para controladores distribuídos de motores
padrões
Instância 161 – Controlador distribuído do motor padrão produzido predeterminado
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
0
–
–
–
–
140M
energizado
1
➊
–
Disponível no cód. cat. 280A/281A.
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Opera- OperaSinal de
ção para ção para
pronto
trás
frente
Stat.
HOA
Bit 1
Bit 0
Advertência
Desarmado
Entrada Entrada Entrada Entrada
de
de
de
de
usuário 3 usuário 2 usuário 1 usuário 0
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
B-10
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Tabela B.26 Instância 163 é o conjunto (produzido) de entrada padrão com
saídas de rede
Instância 163 – Partida produzida padrão com saídas de rede
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
0
–
–
–
–
140M
energizado
1
–
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Opera- OperaSinal de
ção para ção para
pronto
trás
frente
Stat.
HOA
Bit 0
Advertência
Desarmado
Entrada Entrada Entrada Entrada
de usuá- de usuá- de usuá- de usuário 4
rio 3
rio 2
rio 1
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 8
rede 7
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
rede 2
rede 1
2
Lógica
habilitada
3
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 15 rede 14 rede 13 rede 12 rede 11 rede 10 rede 9
4
ZIP CCV (desenergizado)
5
ZIP CCV (energizado)
➊
Bit 1
Disponível no cód. cat. 280A/281A.
Tabela B.27 Instância 190 é o conjunto produzido de formato nativo
1999-ZC10
Instância 190 – Conjunto produzido de formato nativo 1799-ZC10
Byte
0
1
2
Bit 7
Bit 6
Opera- Operação para ção para
trás
frente
Reservado
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Advertência
Desarmado
Entrada
3
Entrada
2
Entrada
1
Entrada
0
140M
energizado
HOA
Lógica
habilitada
Reservado
Reservado
Opera- OperaSaída
Saída
ção para ção para
usuário B usuário A
trás
frente
3
Reservado
4
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 8
rede 7
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
rede 2
rede 1
5
ZIP CCV (desenergizado)
6
ZIP CCV (energizado)
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Conexão – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0005
B-11
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Conexão.
É oferecido suporte a várias instâncias do objeto Conexão; as
instâncias 1, 2 e 4 do conjunto de conexão mestre/escravo predefinido
do grupo 2, e as instâncias 5 a 7 estão disponíveis como conexões
UCMM explícitas.
Instância 1 é a conexão de mensagem explícita do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 1:
Tabela B.28 Atributos da instância 1 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
2
Get
Tipo de instância
USINT
0 = Explícito
Mensagem
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x83 – Servidor,
classe de transporte 3
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
10xxxxxx011
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx100
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x22
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0x61
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0x61
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get
Ação do watchdog
USINT
01 = auto remoção
03 = remoção negada
13
Get
Comprimento do caminho da conexão produzida
UINT
0
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão consumida
16
Get
Caminho da conexão consumida
Vazio
UINT
0
Vazio
B-12
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Instância 2 é a conexão de mensagem E/S com polling do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 2:
Tabela B.29 Atributos da instância 2 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
2
Get
Tipo de instância
USINT
1 = Conexão E/S
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x82 – Servidor, classe de transporte 2
(Se alloc_choice ! = supressão com polling e de confirmação é
habilitada então valor = 0x80)
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
01111xxxxxx
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx101
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x21
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0a8
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0a8
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get/Set
Ação do watchdog
USINT
0 = transição para temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
13
Get
Comprimento do caminho da conexão
produzida
UINT
8
14
Get/Set
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão
consumida
16
Get/Set
Caminho da conexão consumida
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
UINT
8
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-13
A instância 4 é a mudança de estado/conexão de mensagem de E/S
cíclica do conjunto de conexão predefinido do grupo 2. É oferecido
suporte aos seguintes atributos da instância 4:
Tabela B.30 Atributos da instância 4 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
1
Get
Estado
USINT
2
Get
Tipo de instância
USINT
1 = Conexão E/S
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x00 (Cíclico, não confirmado)
0x03 (Cíclico, confirmado)
0x10 (COS, não confirmado)
0x13 (COS, confirmado)
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
01101xxxxxx
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx101
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x02 (confirmado)
0x0F (não confirmado)
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0a8
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0a8
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get
Ação do watchdog
USINT
0 = transição para temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
13
Get
Comprimento do caminho da conexão
produzida
UINT
8
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão
consumida
16
Get/Set
Caminho da conexão consumida
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
UINT
8
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
B-14
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Instâncias 5 a 7 são conexões de mensagem explícita do grupo 3
disponíveis que estão alocadas através de UCMM. É oferecido
suporte aos seguintes atributos:
Tabela B.31 Atributos das instâncias 5–7 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
1
Get
Estado
USINT
2
Get
Tipo de instância
USINT
3
4
5
6
7
8
9
Get
Get
Get
Get
Get
Get
Get/Set
Disparo da classe de transporte
ID da conexão produzida
ID da conexão consumida
Características de comunicação inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
USINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
UINT
12
Get
Ação do watchdog
USINT
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get
Comprimento do caminho da conexão
produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da conexão
consumida
Caminho da conexão consumida
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
0 = Explícito
Mensagem
0x83 – Servidor, classe de transporte 3
Depende do grupo e do ID da mensagem
Depende do grupo e do ID da mensagem
0x33 (Grupo 3)
0
0XFFFF
em ms
01 = auto remoção
03 = remoção negada
0
Vazio
UINT
0
Vazio
Instâncias 8–11 são consumidoras de ZIP. Será oferecido suporte aos
seguintes atributos de instância:
Tabela B.32 Atributos das instâncias 8–11 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
1
Get
Estado
USINT
2
3
4
Get
Get
Get
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
ID da conexão produzida
USINT
USINT
UINT
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
6
7
8
9
12
Get
Get
Get
Get/Set
Get
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
13
Get
UINT
0
14
Get
15
Get
16
Get
Características de comunicação inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
Comprimento do caminho da conexão
produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da conexão
consumida
Caminho da conexão consumida
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
1 = Conexão E/S
0x20 (COS, não confirmado)
FFFF (não produzindo dados)
01101xxxxxx
xxxxxx = endereço do nó
0xF0 (não confirmado)
0
8
em milissegundos
2 = auto reset
Valor
0
UINT
8
21 0E 03 25 01 00 30 02
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-15
Os seguintes serviços são implementados para o objeto Conexão:
Tabela B.33 Serviços comuns dos objetos conexão
Objeto Ponto de entrada discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0008 ➊
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x05
Não
Sim
Reset
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de entrada discreta:
Tabela B.34 Atributos da classe do objeto Ponto de entrada discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
2
2
Get
Instância máxima
UINT
4
É oferecido suporte a quatro instâncias do objeto Ponto de entrada
discreta. Todas as instâncias contêm os seguintes atributos:
Tabela B.35 Atributos da instância do objeto Ponto de entrada discreta
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get
mín.
BOOL
0 = energizado,
1 = desenergizado
115
Get/Set
Habilitação da
força
BOOL
0 = Desabilita,
1 = Habilita
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
0 = energizado,
1 = desenergizado
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de entrada discreta:
Tabela B.36 Serviços comuns da instância objeto Ponto de entrada discreta
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
➊ Não há esse conjunto no cód. cat. 280A/281A.
B-16
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Ponto de saída discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0009 ➊
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de saída discreta:
Tabela B.37 Atributos da classe do objeto Ponto de saída discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
1
2
Get
Instância máxima
UINT
4
É oferecido suporte a quatro instâncias do objeto Ponto de saída
discreta. A tabela a seguir resume as instâncias do Ponto de saída
discreta:
Tabela B.38 Atributos da instância do objeto Ponto de saída discreta
ID da
instância
Nome
Mapeamento
alternado
Descrição
1
Saída da
operação para
frente
0029 – 01 – 03
Saída da operação para frente. Para
todos os tipos de partida, essa saída é
instalada da CPU ArmorStart para o
atuador
2
Saída da
operação reversa
0029 – 01 – 04
Saída da operação reversa. Para
todos os tipos de partida, essa saída é
instalada da CPU ArmorStart para o
atuador
3
Saída do usuário
A
Nenhum
4
Saída do usuário
B
Nenhum
Essas são as saídas do usuário
ArmorStart 2.
Todas as instâncias contêm os seguintes atributos.
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
3
Get
mín.
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
5
Get/Set
Ação de falha
BOOL
0 = Atributo do valor de falha, 1 = Mantenha o último estado
6
Get/Set
Valor de falha
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
7
Get/Set
Ação de inatividade
BOOL
0 = Atributo do valor de falha, 1 = Mantenha o último estado
8
Get/Set
Valor de inatividade
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
113
Get/Set "
Ação de falha Pr
BOOL
0 = Atributo do valor de falha Pr, 1 = Ignora
114
Get/Set "
Valor de falha Pr
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
115
Get/Set
Habilitação da força
BOOL
0 = Habilita, 1 = Desabilita
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
➊ Para instâncias do Ponto de saída discreta 1 e 2, atributos 113 e 114 têm apenas o acesso “Get”,
e seus valores são sempre 0.
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-17
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de saída discreta:
Tabela B.39 Serviços comuns do objeto Saída discreta
Código do
serviço
Implementado para:
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Especificações especiais do objeto
Ponto de saída discreta
Comportamento especial das instâncias 3 e 4 do Ponto de saída
discreta
Há várias fontes que podem afetar um valor do ponto de saída: uma
mensagem de E/S, uma mensagem explícita, lógica local, falha de
rede e condições de inatividade, e condições de falha de proteção. Um
ponto de saída deve saber como selecionar que fonte de dados usar
para acionar seu atributo de valor.
Uma saída que não é usada em um programa DeviceLogix se
comporta como na Especificação do DeviceNet. Uma adição notável
ao comportamento do Ponto de saída discreta para a implementação
da ArmorStart é que os atributos da ação da falha de proteção e do
valor da falha de proteção determinam o comportamento do Ponto de
saída discreta quando o ArmorStart falha em uma falha de proteção.
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias 3
e 4 do Ponto de saída discreta quando não estão sendo usadas em
um programa DeviceLogix.
Figura B.1 Diagrama de transição de estado – Instâncias 3 e 4 do Ponto de
saída discreta ilimitado
Inexistente
Ligado
Falha de proteção
Inativo
Falha DNet
Falha DNet
Recebimento inativo
DNet
inativo
Falha DNet
Pronto
Transições de conexão a estabelecer
Dados
recebidos
Restabelecimento da falha de proteção
Falha da proteção
Operação
Falha da proteção
Transições de conexão a estabelecer
Disponível
Falha da proteção
Falha DNet
B-18
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-19
Comportamento especial das instâncias 1 e 2 do Ponto de saída
discreta
Além das fontes que podem afetar os pontos de saída 3 e 4, os Pontos
de saída discreta 1 e 2 podem ser afetados por entradas do teclado
uma vez que são dobrados como saídas de Operação para frente e
Operação reversa. Isso adiciona complexidade ao seu
comportamento, o qual, portanto, é definido nesta seção
separadamente.
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias 1
e 2 do Ponto de saída discreta
Figura B.2 Instâncias 1 e 2 do Ponto de saída discreta
Desligado
Inexistente
Energização
Estado automático = Inic. automática
Teclado “Hand”
Botão pressionado
Estado manual = Parada manual
Automático
Manual
Teclado “Auto”
Botão pressionado
Estado automático = Inic. automática
B-20
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado
automático para instâncias 1 e 2 do Ponto de saída discreta
ilimitado
Figura B.3 Estado automático para instâncias 1 e 2 do Ponto de saída
discreta ilimitado
Falha DNet
Falha de proteção
Recebimento inativo
DNet
inativo
Falha DNet
Pronto
Transições de conexão a estabelecer
Falha DNet
Restabelecimento da falha de proteção
Recebimento de dados
Falha de proteção
Operação
Falha de proteção
Falha de proteção
Falha DNet
Falha DNet
Inativo
Falha de proteção
Transições de conexão a estabelecer
Inic. automática
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-21
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado
manual para os Pontos de saída discreta 1 e 2 com o modo do
teclado do parâmetro 45 estabelecido para 1 = momentâneo.
Figura B.4 Estado manual para Pontos de saída discreta 1 e 2 (Momentâneo)
Tecla Hand pressionada
com Rev selecionada
Tecla Hand pressionada
com Fwd selecionada
Parada manual
Tecla Off
pressionada
Tecla Off
pressionada
Avanço manual
Reversa manual
Falha
de proteção
Falha de proteção
Falha
de proteção
limpa
Falha de proteção
Falha de proteção
B-22
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado
manual para os Pontos de saída discreta 1 e 2 com o modo do
teclado do parâmetro 45 estabelecido para 1 = mantido.
Figura B.5 Estado manual para Pontos de saída discreta 1 e 2 (Mantido)
Tecla Hand pressionada
com Fwd selecionada
Tecla Hand pressionada
com Rev selecionada
Parada manual
Nenhuma tecla
pressionada
ou
tecla Off
pressionada
Nenhuma tecla
pressionada
ou
tecla Off
pressionada
Avanço manual
Reversa manual
Falha
de proteção
Falha de proteção
Falha
de proteção
limpa
Falha de proteção
Falha de proteção
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE
CLASSE 0x000F
B-23
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro:
Tabela B.40 Atributos de classe do objeto Parâmetro
ID do atributo Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Revisão
UINT
1
Get
2
Get
Instância máxima
UINT
8
Get
Descrição da classe Parâmetro
WORD
9
Get
Instância do conjunto de configuração
UINT
O número de instâncias do objeto parâmetro dependerá do tipo de
controlador distribuído do motor. Há um conjunto padrão de
instâncias reservadas (1–99) para todas as partidas. Essas instâncias
são seguidas por um único conjunto de instâncias para cada tipo de
partida (Across the Line, Soft start, ou Inverter type).
Os seguintes atributos de instância estão implementados para todos os
atributos de parâmetro:
Tabela B.41 Atributos da instância do objeto Parâmetro
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get/Set
mín.
Especificado na descrição
2
Get
Tamanho do caminho do link
USINT
3
Get
Caminho do link
Vetor de:
BYTE
EPATH
4
Get
Descrição
WORD
5
Get
Tipo de dados
EPATH
6
Get
Tamanho dos dados
USINT
7
Get
Grupo do nome do
parâmetro
SHORT_STRING
8
Get
Grupo de unidades
SHORT_STRING
9
Get
Grupo de ajuda
SHORT_STRING
10
Get
Valor mínimo
Especificado na descrição
11
Get
Valor máximo
Especificado na descrição
12
Get
Valor padrão
Especificado na descrição
13
Get
Multiplicador de conversão
de escala
UINT
14
Get
Divisor de conversão de
escala
UINT
15
Get
Base de conversão de
escala
UINT
16
Get
Offset de conversão de
escala
INT
17
Get
Link do multiplicador
UINT
18
Get
Link do divisor
UINT
19
Get
Link da base
UINT
20
Get
Link do offset
UINT
21
Get
Precisão decimal
USINT
B-24
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Parâmetro:
Tabela B.42 Serviços comuns do objeto Parâmetro
Implementado para:
Código do serviço
Objeto Grupo de parâmetros –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0010
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
0x01
Não
Sim
Get_Attributes_All
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro:
Tabela B.43 Atributos de classe do objeto Grupo de parâmetros
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get
Revisão
UINT
2
Get
Instância máxima
UINT
Todos os acionadores de motor do cód. cat. 280/281 têm as seguintes
instâncias do objeto do grupo parâmetro:
•
Instância 1 = Parâmetros DeviceLogix
•
Instância 2 = Parâmetros DeviceNet
•
Instância 3 = Parâmetros Proteção do Painel Alimentador
•
Instância 4 = Parâmetros Usuário E/S
•
Instância 5 = Parâmetros Diversos
•
Instância 6 = Parâmetros ZIP
•
Instância 7 = Grupo Visualização
•
Instância 8 = Ajuste do Painel Alimentador
É oferecido suporte aos seguintes atributos de instância para todas as
instâncias do grupo de parâmetros:
Tabela B.44 Atributos da instância do objeto Grupo de parâmetros
ID do atributo Regra de acesso
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
n
Get
Nome
Nome do grupo
Número de membros
1º parâmetro
2º parâmetro
N-ésimo parâmetro
Tipo de dados
SHORT_STRING
UINT
UINT
UINT
UINT
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
B-25
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de parâmetros:
Tabela B.45 Serviços comuns do serviço do objeto Grupo de parâmetros
Código do serviço
0x0E
Objeto Grupo de entrada discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x001D ➊
Implementado para:
Classe
Sim
Nome do serviço
Instância
Sim
Get_Attribute_Single
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de entrada discreta.
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Grupo de entrada
discreta. Esta contém os seguintes atributos:
Tabela B.46 Atributos da instância da entrada discreta
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get
Número de instâncias
USINT
4
4
Get
Ligação
Vetor de UINT
Lista de instâncias do
grupo de
minisseletoras
6
Get/Set
Off_On_Delay
UINT
em µs
7
Get/Set
On_Off_Delay
UINT
em µs
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de entrada discreta:
Tabela B.47 Serviços comuns do objeto Grupo de entrada discreta
Implementado para:
Código do serviço
➊
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Não há esse conjunto no cód. cat. 280A/281A.
B-26
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Grupo de saída discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x001E
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de saída discreta.
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Grupo de saída
discreta. Esta contém os seguintes atributos:
Tabela B.48 Atributos da instância da saída discreta
ID do atributo
3
Regra de acesso
Get
Nome
Número de instâncias
Tipo de dados
USINT
4
Get
Ligação
Vetor de UINT
6
Get/Set
Comando
BOOL
104
Get/Set
Override de status da rede
BOOL
105
Get/Set
Override de status de comunicação
BOOL
Valor
4 para DOL
Lista de instâncias do Ponto de saída discreta;
1, 2, 3, 4
0 = inativo; 1 = operação
0 = Sem override (siga para estado seguro)
1 = Override (execute lógica local)
0 = Sem override (siga para estado seguro)
1 = Override (execute lógica local)
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de saída discreta:
Tabela B.49 Serviços comuns do grupo Saída discreta
Código do serviço
0x0E
0x10
Implementado para:
Classe
Não
Não
Instância
Sim
Sim
Nome do serviço
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Supervisor de controle –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0029
B-27
Não é oferecido suporte para nenhum atributo de classe.
É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Será oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Supervisor de controle.
Tabela B.50 Atributos da instância do Supervisor de controle
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
3
Get/Set
Operação 1
BOOL
*4
Get/Set
Operação 2
BOOL
7
*8
9
10
Get
Get
Get
Get
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
12
Get/Set
BOOL
0->1 = Reset de desarme
100
Get/Set
BOOL
0 = Mantido; 1 = Momentâneo
101
Get/Set
Em operação 1
Em operação 2
Sinal de pronto
Desarmado
Reinicialização da
falha
Modo de teclado
Desabilitação do
teclado
Essas saídas de operação também mapeam
para as instâncias 1 e 2 de Ponto de saída
discreta.
Status de contato operação para frente
Status de contato operação reversa
Dispositivo sem falha
Dispositivo com falha
BOOL
0 = Não desabilitado; 1 = Desabilitado
Status de
advertência
115
Get
124
Get/Set
130
Get/Set
131
Get/Set
151
Get
Gabinete base
WORD
152
Get
Opções de base
WORD
153
Get
Opções de fiação
WORD
154
Get
Gabinete da partida
WORD
155
Get
Opções da partida
WORD
156
Get
Último desarme Pr
UINT
Habilitação de
desarme
Modo de reset de
desarme
Nível de reset de
desarme
WORD
WORD
Bits 0–4 = reservado
Bit 5 = Advertência CP
Bit 6 = Advertência de E/S
Bit 7 = reservado
Bit 8 = reservado
Bit 9 = Advertência DN
Bits 10–12 = reservado
Bit 13 = Advertência HW
Bits 14–15 = reservado
Palavra de habilitação de desarme enumerada
do bit
BOOL
0 = manual; 1 = auto
USINT
0–100%; padrão = 75
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = Fusível da saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecção do fusível CP
Bits 3–7 = Reservado
Bit 8 = Base 10 A
Bit 9 = Base 25 A
Bit 10–15 = Reservado
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = Teclado completo
Bit 1 = Monitor de segurança
Bits 2–15 = Reservado
Consulte parâmetro 61
B-28
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Supervisor de controle:
Tabela B.51 Serviços comuns do objeto Supervisor de controle
Código do
serviço
Objeto Processador de
confirmação – CÓDIGO DE CLASSE
0x002b
Implementado para:
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Processador de confirmação.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Processador de confirmação. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância.
Tabela B.52 Atributos da instância do Processador de confirmação
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get/Set
Temporizador de
confirmação
UINT
milissegundos
2
Get
Limite de novas tentativas
USINT
1
3
Get
Instância de conexão que
produz COS
UINT
4
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Processador de confirmação:
Tabela B.53 Serviços comuns do Processador de confirmação
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Sobrecarga – CÓDIGO DE
CLASSE 0x002c
B-29
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Sobrecarga.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Sobrecarga para o cód. cat. 280/281:
Tabela B.54 Atributos da instância do objeto Sobrecarga
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get/Set
Configuração FLA
BOOL
xxx,x ampères
4
Get/Set
Classe de desarme
USINT
1 = 10
2 = 15
3 = 20
5
Get
Corrente média
UINT
xxx,x ampères
7
Get
% térmica utilizada
USINT
xxx% FLA
8
Get
Corrente L1
UINT
xxx,x ampères
9
Get
Corrente L2
UINT
xxx,x ampères
10
Get
Corrente L3
UINT
xxx,x ampères
190
Get/Set
Tempos de acomodação
FLA 10
BOOL
xxx,x ampères
192
Get
Tempos da corrente
média 10
UINT
xxx,x ampères
193
Get
Tempos da corrente
L1 10
UINT
194
Get
Tempos da corrente
L2 10
UINT
195
Get
Tempos da corrente
L3 10
UINT
xxx,x ampères
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Sobrecarga:
Tabela B.55 Serviços comuns do objeto Processador de confirmação
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
B-30
Cód. cat. 280/281 Informações do CIP
Objeto Interface do DeviceNet –
CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4
Esse objeto “específico do fornecedor” não tem atributos de classe.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Interface do DeviceNet.
Tabela B.56 Atributo da instância do objeto Interface do DeviceNet
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Mín/Máx
Padrão
Descrição
7
Get/Set
Palavra 0 do conjunto
produzido
USINT
0 a 108
1
Define palavra 0 do conjunto 120
8
Get/Set
Palavra 1 do conjunto
produzido
USINT
0 a 108
5
Define palavra 1 do conjunto 120
9
Get/Set
Palavra 2 do conjunto
produzido
USINT
0 a 108
6
Define palavra 2 do conjunto 120
10
Get/Set
Palavra 3 do conjunto
produzido
USINT
0 a 108
7
Define palavra 3 do conjunto 120
13
Get/Set
Máscara COS da partida
WORD
0 a 0xFFFF
0xFFFF
Máscara de alteração de estado para bits de
partida
15
Get/Set
Habilitação da taxa
automática
BOOL
0a1
1
1 = habilitado; 0 = desabilitado
16
Get/Set
Conj consumido
USINT
0 a 185
160
3, 121, 160, 162, 182, 187
17
Get/Set
Conj produzido
USINT
100 a 187
161
52, 121, 161, 163, 181–187, 189, 190
19
Get/Set
Atribua valores padrão
BOOL
0a1
0
0 = Nenhuma ação; 1 = Reset
23
Get
Dimensões produzidas
de E/S
USINT
0a8
–
Dimensões dos dados produzidos de E/S em
bytes
24
Get
Dimensões consumidas
de E/S
USINT
0a3
–
Dimensões dos dados consumidos de E/S em
bytes
30
Get
Tensão DNet
UINT
xx,xx
–
Tensão do DeviceNet xx,xx volts
50
Get/Set
Máscara COS PNB
WORD
0 a 0x00FF
0
Máscara de alteração de estado para PNBs
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Interface do DeviceNet:
Tabela B.57 Serviços comuns do objeto Interface do DeviceNet
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
Apêndice
C
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas
Os arquivos de Folhas de dados eletrônicas (EDS, Electronic Data
Sheet) são arquivos ASCII especialmente formatados que fornecem
todas as informações necessárias para uma ferramenta de
configuração (por exemplo, RSNetWorx™ for DeviceNet™) acessar
e alterar os parâmetros do dispositivo. O arquivo de EDS contém
todas as informações do dispositivo: número de parâmetros;
agrupamentos; nome do parâmetro; valores mínimo, máximo e
padrão; unidades; formato de dados e conversão de escala.
Os arquivos de EDS para todas as unidades do Controlador
distribuído do motor da ArmorStart® estão disponíveis na Internet em
http://www.ab.com/network/eds.
Também podem ser criados automaticamente por algumas
ferramentas de configuração, visto que todas as informações
necessárias para um arquivo de EDS básico podem ser extraídas do
Controlador distribuído do motor da ArmorStart.
Códigos e grupos de nomes dos
produtos do tipo partida suave
Os códigos dos produtos para o cód. cat. 283 Controladores
distribuídos de motores são baseados na capacidade da corrente do
relé de sobrecarga e na potência nominal de controle da partida.
A tabela a seguir lista os códigos dos produtos para o cód. cat. 283
Controladores distribuídos de motores:
C-2
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Tabela C.1 Cód. cat. 283 Códigos e grupos de nomes dos produtos
Controladores distribuídos de motores
Tipo do Tipo do
Capacidisposi- disposi- Código do
dade da
tivo
tivo
produto
corrente
283A ➊ 283D ➋
Potência
de
controle
Grupo de nomes
3A
24 Vcc
ArmorStart 283D 3 A 24 Vcc
133
22
0x11
133
22
0x12
9A
24 Vcc
ArmorStart 283D 9 A 24 Vcc
133
22
0x13
16 A
24 Vcc
ArmorStart 283D 16 A 24 Vcc
133
22
0x14
19 A
24 Vcc
ArmorStart 283D 19 A 24 Vcc
133
22
0x15
3A
120 Vca
ArmorStart 283D 3 A 120 Vca
133
22
0x16
9A
120 Vca
ArmorStart 283D 9 A 120 Vca
133
22
0x17
16 A
120 Vca
ArmorStart 283D 16 A 120 Vca
133
22
0x18
19 A
120 Vca
ArmorStart 283D 19 A 120 Vca
133
22
0x19
3A
240 Vca
ArmorStart 283D 3 A 240 Vca
133
22
0x1A
9A
240 Vca
ArmorStart 283D 9 A 240 Vca
133
22
0x1B
16 A
240 Vca
ArmorStart 283D 16 A 240 Vca
133
22
0x1C
19 A
240 Vca
ArmorStart 283D 19 A 240 Vca
133
22
0x21
3A
24 Vcc
ArmorStart 283D 600 V 3 A 24 Vcc
133
22
0x22
9A
24 Vcc
ArmorStart 283D 600 V 9 A 24 Vcc
133
22
0x23
16 A
24 Vcc
ArmorStart 283D 600 V 16 A 24 Vcc
133
22
0x24
19 A
24 Vcc
ArmorStart 283D 600 V 19 A 24 Vcc
133
22
0x25
3A
120 Vca
ArmorStart 283D 600 V 3 A 120 Vca
ArmorStart 283D 600 V 9 A 120 Vca
133
22
0x26
9A
120 Vca
133
22
0x27
16 A
120 Vca ArmorStart 283D 600 V 16 A 120 Vca
133
22
0x28
19 A
120 Vca ArmorStart 283D 600 V 19 A 120 Vca
133
22
0x29
3A
240 Vca
ArmorStart 283D 600 V 3 A 240 Vca
ArmorStart 283D 600 V 9 A 240 Vca
133
22
0x2A
9A
240 Vca
133
22
0x2B
16 A
240 Vca ArmorStart 283D 600 V 16 A 240 Vca
133
22
0x2C
19 A
240 Vca ArmorStart 283D 600 V 19 A 240 Vca
➊ 133 = Acionador de motor PointBus
➋ 22 = Acionador de motor
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objetos DeviceNet
C-3
O Controlador distribuído do motor ArmorStart é compatível com as
seguintes classes do objeto DeviceNet:
Tabela C.2 Classes do objeto DeviceNet
Classe
Objeto
0x0001
Identidade
0x0002
Roteador de mensagens
0x0003
DeviceNet
0x0004
Conjunto
0x0005
Conexão
0x0008
Ponto de entrada discreta ➊
0x0009
Ponto de saída discreta
0x000F
Objeto de parâmetro
0x0010
Objeto de grupo de parâmetro
0x001D
Grupo de entrada discreta ➊
0x001E
Grupo de saída discreta
0x0029
Supervisor de controle
0x002B
Processador de confirmação
0x002C
Objeto Sobrecarga
0x00B4
Objeto de interface DN
➊ Não disponível no cód. cat. 283A.
Objeto Identidade – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0001
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Identidade:
Tabela C.3 Atributos de classe do objeto Identidade
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
1
C-4
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objetos Identidade
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Identidade.
É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Tabela C.4 Atributos da instância do objeto Identidade
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Fornecedor
UINT
1
2
Get
Tipo de dispositivo
UINT
22 ou 133
3
Get
Código do produto
UINT
Consulte Tabela C.1
4
Get
Revisão
Revisão principal
Revisão secundária
Estrutura de:
USINT
USINT
Indica o número da revisão do software firmware
WORD
Bit 0 – 0 = não próprio; 1 = do mestre
Bit 2 – 0 = Valor padrão de fábrica; 1 = Configurado
Bit 8 – Falha recuperável inferior
Bit 9 – Falha irrecuperável inferior
Bit 10 – Falha recuperável superior
Bit 11 – Falha irrecuperável superior
5
Get
Status
6
Get
Número de série
UDINT
Número exclusivo para cada dispositivo
7
Get
Nome do produto
Comprimento do grupo
Grupo ASCII
Estrutura de:
USINT
GRUPO
Específico do código do produto
Consulte Tabela C.1 e Tabela C.2
8
Get
Estado
USINT
Retorna o valor “3 = Em operação”
9
Get
Valor de consistência da configuração
UINT
Valor exclusivo, depende da saída do algoritmo de
checksum do parâmetro.
10
Get/Set
Intervalo de pulsação
USINT
Em segundos. Padrão = 0
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Identidade:
Tabela C.5 Serviços comuns do objeto Identidade
Código do
serviço
Implementado para:
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x05
Não
Sim
Reset
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Roteador de mensagens – CÓDIGO
DE CLASSE 0x0002
Não há suporte a atributos de instância nem de classe. O objeto
roteador de mensagens existe apenas para rotear mensagens explícitas
para outros objetos.
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0003
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
DeviceNet:
Tabela C.6 Atributos de classe do objeto DeviceNet
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
2
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
DeviceNet. É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-5
Tabela C.7 Atributos da instância do objeto DeviceNet
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get/Set
Endereço do nó
USINT
0–63
0 = 125K
1 = 250K
2 = 500K
3 = 1M ➊
2
Get/Set
Taxa de transmissão
USINT
5
Get
Info Alocação
Escolha Alocação
End. Nó Mestre
Estrutura de:
BYTE
USINT
8
Get
Valor Minisseletora
MAC ID
BOOL
Allocation_byte*
0 a 63 = endereço
255 = não alocado
0–63
➊ Taxa de transmissão 1M está disponível apenas no cód. cat. 283A.
*Allocation_byte
Bit 0
Mensagens explícitas
Bit 1
E/S com polling
Bit 4
E/S COS
Bit 5
E/S cíclica
Bit 6
Supressão de confirmação
Os seguintes serviços são implementados para o objeto DeviceNet:
Tabela C.8 Serviços comuns do objeto DeviceNet
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0004
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
0x4B
Não
Sim
Allocate_Master/
Slave_Connection_Set
0x4C
Não
Sim
Release_Master/
Slave_Connection_Set
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Conjunto:
Tabela C.9 Atributos de classe do objeto Conjunto
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
2
Get
Instância máxima
UINT
190
Será oferecido suporte ao atributo 3 para as várias instâncias do
objeto conjunto. A tabela a seguir resume as várias instâncias que são
suportadas:
C-6
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Tabela C.10 Atributos da instância do objeto conjunto DeviceNet
ID do
atributo
Tipo
Descrição
3
Consumido
Instância consumida ODVA necessária
52
Produzido
Instância produzida ODVA necessária
120
Produzido
Conjunto Word Wise baseado em parâmetro programável
160
Consumido
Instância consumida predeterminada para unidades DOL e
Soft Start
161
Produzido
Instância produzida predeterminada para unidades DOL e
Soft Start
162
Consumido
Instância consumida padrão para DOL e Soft Start com
entradas de rede
163
Produzido
Instância produzida padrão para DOL e Soft Start com saídas
de rede
172
Consumido
Caixa de diálogo nativa do controlador inteligente de motores
consumida
173
Produzido
Caixa de diálogo nativa do controlador inteligente de motores
produzida
181
Produzido
Entradas do usuário ➊
182
Consumido
Bits de rede consumidos (vulgo entradas de rede)
183
Produzido
Bits de rede produzidos (vulgo saídas de rede)
184
Produzido
Bits de status do desarme
185
Produzido
Bits de status da partida
186
Produzido
Bits de status do DeviceNet
187
Consumido
Bits de controle da partida
189
Produzido
Bits de status de advertência
190
Produzido
Bits 1799-ZCIO
➊ Não disponível no cód. cat. 283A.
Conjuntos de E/S “Word-wise”
baseados em parâmetro
personalizado
Tabela C.11 Instância 120 do conjunto (produzido) “Word-Wise” baseado em
parâmetro personalizado
Instância 120
Word
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
0
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 0”
(byte desenergizado)
1
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 0”
(byte energizado)
2
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 1”
(byte desenergizado)
3
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 1”
(byte energizado)
4
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 2”
(byte desenergizado)
5
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 2”
(byte energizado)
6
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 3”
(byte desenergizado)
7
Valor do parâmetro apontado pelo parâm “Prod Assy Word 3”
(byte energizado)
0
1
2
3
Bit 0
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Conjuntos bit comprimido
“Word-wise”
C-7
Conjuntos cujos números de instância são 180 a 189 são todos do
tamanho de uma palavra (16 bits). Podem ser usados “isolados”, mas
sua função principal é reunir informação para parâmetros do arquivo
de EDS. Esses conjuntos “word-wise” se tornam os elementos
fundamentais para os conjuntos “word-wise” baseados em parâmetro
programável descritos anteriormente. Observe que esses conjuntos
“word-wise” são desenhados para uso com DeviceLogix™, logo seus
conteúdos refletem as várias palavras na tabela de dados do
DeviceLogix.
Tabela C.12 Instância 181 – Este é um conjunto de status
“Somente leitura” ➊
Instância 181 – Entradas de hardware 1 a 16
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
–
Entrada
3
Entrada
2
Entrada
1
Entrada
0
1
Reservado
➊ Observação: Não há esse conjunto no cód. cat. 283A.
Tabela C.13 Instância 182 – Este é um conjunto de controle de
“leitura/escrita”
Instância 182 – Entradas de rede consumidas 1 a 16
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede 8 de rede 7 de rede 6 de rede 5 de rede 4 de rede 3 de rede 2 de rede 1
Entrada
de rede
16
Entrada
de rede
15
Entrada
de rede
14
Entrada
de rede
13
Entrada
de rede
12
Entrada
de rede
11
Entrada
de rede
10
Entrada
de rede
9
Tabela C.14 Instância 183 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 183 – Entradas de rede produzidas 1 a 15
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 8
rede 7
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
rede 8
rede 1
Reservado
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 15 rede 14 rede 13 rede 12 rede 11 rede 10 rede 9
Tabela C.15 Instância 184 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 184 – Status de desarme
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Desba- Desarme
SobrePotência
SCR em
Falha de
Rotação
por
lanceatemperade
curtoE/S
da fase
mento sobretura
controle
circuito
de fase carga
Diversos
Falha
Reservado
Bit 0
Curtocircuito
Perda de
TempeComu- potência
ratura
Desbalannica- da DNet
Falha Hw EEPROM do dissiceamento
ção
pador de
de fase
Reserinterna
calor
vado ➋
➋ Se o cód. cat. 283A for selecionado.
C-8
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Tabela C.16 Instância 185 Este é um conjunto de status “Somente leitura”
Instância 185 – Status de partida
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
0
Status de
Status de
referênSinal de
Em Ref.
controle
cia da
pronto
da rede
rede
1
Contato
2➌
–
140M
energizado
Status
HOA
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
Operação para
frente
Advertência
Desarmado
Teclado
manual
Bypass
Desliga
Liga
➌ Consulte o status do contator de frenagem de fonte.
Tabela C.17 Instância 186 Este é um conjunto de status “Read Only”
Instância 186 – Status DeviceNet
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
0
–
–
–
1
Falha
ZIP4
Conexão
ZIP4
Falha
ZIP3
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Inativida
Falha Conexão Conexão
Falha E/S
de E/S
explícita
E/S
explícita
Conexão
ZIP3
Falha
ZIP2
Conexão
ZIP2
Falha
ZIP1
Conexão
ZIP1
Tabela C.18 Instância 187 Este é um conjunto de “leitura/escrita”
Instância 187 – Bits de controle da partida
Byte
0
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
Reinicialização
da falha
–
Operação para
frente
Saída
Saída
usuário B usuário A
1
Reservado
Tabela C.19 Instância 189 Este é um conjunto “Somente leitura”
Instância 189 Bits de status de advertência
Byte
Bit 7
Bit 6
0
–
Advertência E/S
1
–
–
➊
Bit 5
Bit 4
Advertência da
Advertência
potência
PR
de controle
Alerta HW
Reservado para cód. cat. 283.
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
Advertência
PL
–
–
Alerta DN
➊
Alerta PI
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-9
Tabela C.20 Instância 190 é o conjunto produzido de formato nativo
1999-ZCIO
Conjunto produzido de formato nativo 1799-ZCIO da instância 190
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Operação
para trás
Operação
para frente
Advertência
Desarmado
Entrada 3
Entrada 2
Entrada 1
Entrada 0
1
Reservado
Habilitação da
lógica
140M
energizado
HOA
Saída
usuário A
Reservado
Operação
para frente
Saída de
rede 3
Saída de rede
2
Saída de
rede 1
2
Reservado
Saída
usuário B
Reservado
3
4
Reservado
Saída de rede Saída de rede Saída de rede
8
7
6
Saída de
rede 5
Saída de
rede 4
5
ZIP CCV (desenergizado)
6
ZIP CCV (energizado)
Conjuntos de E/S do controlador
distribuído do motor padrão
Os conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão estão
disponíveis em todos os tipos de partida.
Conjuntos (consumidos) de saída
do controlador distribuído do
motor padrão
Tabela C.21 Instância 3 é o conjunto (consumido) de saída necessário,
definido no perfil do acionador de motor DeviceNet
Instância 3 – Partida ODVA
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
–
–
–
–
Operação para
frente
Tabela C.22 Instância 160 é o conjunto (consumido) de saída predeterminado
para controladores distribuídos de motores padrões
Instância 160 – Controlador distribuído do motor padrão consumido predeterminado
Byte
0
Bit 7
Bit 6
Saída
Saída
usuário B usuário A
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
Reinicialização
da falha
–
Operação para
frente
Tabela C.23 Instância 162 é o conjunto (consumido) de saída padrão com
saídas de rede
Instância 162 – Partida consumida padrão com entradas de rede
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
Reinicialização
da falha
–
Operação para
frente
0
Saída
Saída
usuário B usuário A
1
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede 8 de rede 7 de rede 6 de rede 5 de rede 4 de rede 3 de rede 2 de rede 1
2
Entrada
de rede
16
Entrada
de rede
15
Entrada
de rede
14
Entrada
de rede
13
Entrada
de rede
12
Entrada
de rede
11
Entrada
de rede
10
Entrada
de rede
9
C-10
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Conjuntos (produzidos) de entrada do
controlador distribuído do motor
padrão
Tabela C.24 Instância 52 é o conjunto (produzido) de entrada necessário,
definido no perfil do acionador de motor DeviceNet
Instância 52 – Partida ODVA
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
–
–
–
Operação
–
Falha
Tabela C.25 Instância 161 é o conjunto (produzido) de entrada
predeterminado para controladores distribuídos de motores
padrões
Instância 161 – Controlador distribuído do motor padrão produzido predeterminado
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
Sinal de
pronto
–
Operação para
frente
Advertência
Desarmado
–
140M
energizado
1
–
Stat.
HOA
Entrada Entrada Entrada Entrada
de
de
de
de
usuário 3 usuário 2 usuário 1 usuário 0
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
➊ Apenas para cód. cat. 283A.
Tabela C.26 Instância 163 é o conjunto (produzido) de entrada padrão com
saídas de rede
Instância 163 – Partida produzida padrão com saídas de rede
Byte
0
1
Bit 7
–
–
Bit 6
–
–
Bit 5
–
140M
energizado
Bit 4
Sinal de
pronto
Stat.
HOA
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
Operação para
frente
–
Desarmado
Entrada Entrada Entrada Entrada
de
de
de
de
usuário 4 usuário 3 usuário 2 usuário 1
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
Reservado ➊
2
Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 8
rede 7
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
rede 2
rede 1
3
Status
habilita- Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de Saída de
ção da rede 15 rede 14 rede 13 rede 12 rede 11 rede 10 rede 9
lógica
4
ZIP CCV (desenergizado)
5
ZIP CCV (energizado)
➊ Apenas para cód. cat. 283A.
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Conjuntos nativos SMC Dialog Plus
C-11
Essas instâncias de conjunto têm o mesmo formato de dados que o
controle SCANport e registradores de status na Soft Start SMC
Dialog Plus. São destinadas a serem usadas por clientes que estão
acostumados a usar os produto SMC Dialog Plus na DeviceNet.
Tabela C.27 Conjunto consumido nativo SMC Dialog Plus
Instância 172 – Conjunto consumido nativo SMC Dialog Plus
Byte
0
Bit 7
Bit 6
Reservado
Bit 5
Bit 4
Reservado
1
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicialização
da falha
Reservado
Liga
Desliga
Reservado
Tabela C.28 Conjunto produzido nativo SMC Dialog Plus
Instância 172 – Conjunto produzido nativo SMC Dialog Plus
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
0
Em falha
Reservado
Desliga
Liga
1
Status da Status da Status da Status da
entrada entrada entrada entrada
4
3
2
1
Bit 3
Bit 2
Reservado
Reservado
Bit 1
Bit 0
Operação
Habilitado
Na Velocidade
C-12
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Conexão – CÓDIGO DE
CLASSE 0x0005
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Conexão.
É oferecido suporte a várias instâncias do objeto Conexão; as
instâncias 1, 2 e 4 do conjunto de conexão mestre/escravo predefinido
do grupo 2, e as instâncias 5 a 7 estão disponíveis como conexões
UCMM explícitas.
Instância 1 é a conexão de mensagem explícita do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 1:
Tabela C.29 Atributos da instância 1 do objeto Conexão
ID atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
2
Get
Tipo de instância
USINT
0 = Explícito
Mensagem
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x83 – Servidor,
classe de transporte 3
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
10xxxxxx011
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx100
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x22
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0x61
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0x61
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get
Ação do watchdog
USINT
01 = auto remoção
03 = remoção negada
13
Get
Comprimento do caminho da conexão produzida
UINT
0
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão consumida
16
Get
Caminho da conexão consumida
Vazio
UINT
0
Vazio
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-13
Instância 2 é a conexão de mensagem E/S com polling do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 2:
Tabela C.30 Atributos da instância 2 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
2
Get
Tipo de instância
USINT
1 = Conexão E/S
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x82 – Servidor, classe de transporte 2
(Se alloc_choice ! = supressão com polling e de confirmação é
habilitada então valor = 0x80)
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
01111xxxxxx
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx101
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x21
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0a8
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0a8
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get/Set
Ação do watchdog
USINT
0 = transição para temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
13
Get
Comprimento do caminho da conexão
produzida
UINT
8
14
Get/Set
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão
consumida
16
Get/Set
Caminho da conexão consumida
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
UINT
8
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
A instância 3 é a conexão de mensagem de E/S estroboscópica de bit
do conjunto de conexão predefinido do grupo 2. Será oferecido
suporte aos seguintes atributos da instância 3
C-14
Cód. cat. 283 Informações do CIP
A instância 4 é a mudança de estado/conexão de mensagem
de E/S cíclica do conjunto de conexão predefinido do grupo 2.
É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância 4:
Tabela C.31 Atributos da instância 4 do objeto Conexão
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
1
Get
Estado
USINT
2
Get
Tipo de instância
USINT
1 = Conexão E/S
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x00 (Cíclico, não confirmado)
0x03 (Cíclico, confirmado)
0x10 (COS, não confirmado)
0x13 (COS, confirmado)
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
01101xxxxxx
xxxxxx = nó
endereço
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
10xxxxxx101
xxxxxx = nó
endereço
6
Get
Características de comunicação inicial
USINT
0x02 (confirmado)
0x0F (não confirmado)
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0a8
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
0a8
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get
Ação do watchdog
USINT
0 = transição para temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
13
Get
Comprimento do caminho da conexão
produzida
UINT
8
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da conexão
consumida
16
Get/Set
Caminho da conexão consumida
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
UINT
8
21 04 00 25 (inst conj) 00 30 03
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-15
Instâncias 5 a 7 são conexões de mensagem explícita do grupo 3
disponíveis que estão alocadas através de UCMM. É oferecido
suporte aos seguintes atributos:
Tabela C.32 Atributos das instâncias 5–7 do objeto Conexão
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
2
Get
Tipo de instância
USINT
0 = Explícito
Mensagem
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x83 – Servidor, classe de transporte 3
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
Depende do grupo e do ID da
mensagem
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
Depende do grupo e do ID da
mensagem
6
Get
Características de comunicação
inicial
USINT
0x33 (Grupo 3)
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0
8
Get
Tamanho da conexão
consumida
UINT
0XFFFF
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em ms
12
Get
Ação do watchdog
USINT
01 = auto remoção
03 = remoção negada
13
Get
Comprimento do caminho da
conexão produzida
UINT
0
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da
conexão consumida
16
Get
Caminho da conexão
consumida
Vazio
UINT
0
Vazio
Instâncias 8–11 são consumidoras de ZIP. Será oferecido suporte aos
seguintes atributos de instância:
C-16
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Tabela C.33 Atributos das instâncias 8–11 do objeto Conexão
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get
Estado
USINT
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
2
Get
Tipo de instância
USINT
1 = Conexão E/S
3
Get
Disparo da classe de transporte
USINT
0x20 (COS, não confirmado)
4
Get
ID da conexão produzida
UINT
FFFF (não produzindo dados)
5
Get
ID da conexão consumida
UINT
01101xxxxxx
xxxxxx = endereço do nó
6
Get
Características de comunicação
inicial
USINT
0xF0 (não confirmado)
7
Get
Tamanho da conexão produzida
UINT
0
8
Get
Tamanho da conexão consumida
UINT
8
9
Get/Set
Taxa de pacotes esperada
UINT
em milissegundos
12
Get
Ação do watchdog
USINT
2 = auto reset
13
Get
Comprimento do caminho da
conexão produzida
UINT
0
14
Get
Caminho da conexão produzida
15
Get
Comprimento do caminho da
conexão consumida
16
Get
Caminho da conexão consumida
0
UINT
8
21 0E 03 25 01 00 30 02
Os seguintes serviços são implementados para o objeto Conexão:
Tabela C.34 Serviços comuns dos objetos conexão
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x05
Não
Sim
Reset
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Ponto de entrada discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0008 ➊
C-17
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de entrada discreta:
Tabela C.35 Atributos da classe do objeto Ponto de entrada discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
2
2
Get
Instância máxima
UINT
4
É oferecido suporte a quatro instâncias do objeto Ponto de entrada
discreta. Todas as instâncias contêm os seguintes atributos:
Tabela C.36 Atributos da instância do objeto Ponto de entrada discreta
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get
mín.
BOOL
0 = energizado,
1 = desenergizado
115
Get/Set
Habilitação da
força
BOOL
0 = Desabilita,
1 = Habilita
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
0 = energizado,
1 = desenergizado
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de entrada discreta:
Tabela C.37 Serviços comuns da instância objeto Ponto de entrada discreta
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
➊ Não há esse conjunto no cód. cat. 283A.
Objeto Ponto de saída discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0009
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de saída discreta:
Tabela C.38 Atributos da classe do objeto Ponto de saída discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
1
2
Get
Instância máxima
UINT
4
C-18
Cód. cat. 283 Informações do CIP
É oferecido suporte a quatro instâncias do objeto Ponto de saída
discreta. A tabela a seguir resume as instâncias do Ponto de saída
discreta:
Tabela C.39 Atributos da instância do objeto Ponto de saída discreta
ID da
instância
Nome
Mapeamento
alternado
Descrição
Saída da
operação para
frente
0029 – 01 – 03
Saída da operação para frente. Para
todos os tipos de partida, essa saída é
instalada da CPU ArmorStart para o
atuador
1
2
–
–
–
3
Saída do usuário
A
Nenhum
4
Saída do usuário
B
Nenhum
Essas são as saídas do usuário
ArmorStart 2.
Todas as instâncias contêm os seguintes atributos.
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
3
Get
mín.
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
5
Get/Set
Ação de falha
BOOL
0 = Atributo do valor de falha, 1 = Mantenha o último estado
6
Get/Set
Valor de falha
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
7
Get/Set
Ação de inatividade
BOOL
0 = Atributo do valor de falha, 1 = Mantenha o último estado
8
Get/Set
Valor de inatividade
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
113
Get/Set ➊
Ação de falha Pr
BOOL
0 = Atributo do valor de falha Pr, 1 = Ignora
114
Get/Set ➊
Valor de falha Pr
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
115
Get/Set
Habilitação da força
BOOL
0 = Desabilita, 1 = Habilita
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
0 = energizado, 1 = desenergizado
➊
Para instâncias do Ponto de saída discreta 1 e 2, atributos 113 e
114 têm apenas o acesso “Get”, e seus valores são sempre 0.
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de saída discreta:
Tabela C.40 Serviços comuns do objeto Saída discreta
Implementado para:
Classe
Instância
Nome do
serviço
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Código do serviço
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Especificações especiais do objeto
Ponto de saída discreta
C-19
Comportamento especial das instâncias 3 e 4 do Ponto de saída
discreta
Há várias fontes que podem afetar um valor do ponto de saída: uma
mensagem de E/S, uma mensagem explícita, lógica local, falha de
rede e condições de inatividade, e condições de falha de proteção. Um
ponto de saída deve saber como selecionar que fonte de dados usar
para acionar seu atributo de valor.
Uma saída que não é usada em um programa DeviceLogix se
comporta como na Especificação do DeviceNet. Uma adição notável
ao comportamento do Ponto de saída discreta para a implementação
da ArmorStart é que os atributos da ação da falha de proteção e do
valor da falha de proteção determinam o comportamento do Ponto de
saída discreta quando o ArmorStart falha em uma falha de proteção.
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias do
Ponto de saída discreta 3 e 4 quando não estão sendo usadas em um
programa DeviceLogix.
Figura C.1 Diagrama de transição de estado – Instâncias 3 e 4 do Ponto de
saída discreta ilimitado
Inexistente
Ligado
Falha de proteção
Inativo
Falha DNet
Falha DNet
Falha DNet
Pronto
Transições de conexão a estabelecer
Dados
recebidos
Restabelecimento da falha de proteção
Falha da proteção
Operação
Falha da proteção
Falha DNet
Recebimento inativo
DNet
inativo
Falha da proteção
Transições de conexão a estabelecer
Disponível
C-20
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Comportamento especial das
instâncias 1 e 2 do Ponto de saída
discreta
Além das fontes que podem afetar os pontos de saída 3 e 4, os Pontos
de saída discreta 1 e 2 podem ser afetados por entradas do teclado
uma vez que são dobrados como saídas de operação para frente e
operação reversa. Isso adiciona complexidade ao seu comportamento,
o qual, portanto, é definido nesta seção separadamente.
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias 1
e 2 do Ponto de saída discreta
Figura C.2 Instâncias 1 e 2 do Ponto de saída discreta
Desligado
Inexistente
Energização
Estado automático = Inic. automática
Teclado “Hand”
Botão pressionado
Estado manual = Parada manual
Automático
Manual
Teclado “Auto”
Botão pressionado
Estado automático = Inic. automática
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-21
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado
automático para instâncias 1 e 2 do Ponto de saída discreta
ilimitado
Figura C.3 Estado automático para instâncias 1 e 2 do Ponto de saída
discreta ilimitado
Falha DNet
Falha de proteção
Recebimento inativo
DNet
inativo
Falha DNet
Pronto
Transições de conexão a estabelecer
Falha DNet
Restabelecimento da falha de proteção
Recebimento de dados
Falha de proteção
Operação
Falha de proteção
Falha de proteção
Falha DNet
Falha DNet
Inativo
Falha de proteção
Transições de conexão a estabelecer
Inic. automática
C-22
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE
CLASSE 0x000F
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro:
Tabela C.41 Atributos de classe de objeto Parâmetro
ID do atributo Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Revisão
UINT
1
Get
2
Get
Instância máxima
UINT
8
Get
Descrição da classe Parâmetro
WORD
9
Get
Instância do conjunto de configuração
UINT
O número de instâncias do objeto Parâmetro dependerá do tipo de
controlador distribuído do motor. Há um conjunto padrão de
instâncias reservadas (1–99) para todas as partidas. Essas instâncias
são seguidas por um único conjunto de instâncias para cada tipo de
partida (Across the Line, Soft start, ou Inverter type).
Os seguintes atributos de instância estão implementados para todos os
atributos de parâmetro:
Tabela C.42 Atributos da instância do objeto Parâmetro
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get/Set
mín.
Especificado na descrição
2
Get
Tamanho do caminho do link
USINT
3
Get
Caminho do link
Vetor de:
BYTE
EPATH
4
Get
Descrição
WORD
5
Get
Tipo de dados
EPATH
6
Get
Tamanho dos dados
USINT
7
Get
Grupo do nome do
parâmetro
SHORT_STRING
8
Get
Grupo de unidades
SHORT_STRING
9
Get
Grupo de ajuda
SHORT_STRING
10
Get
Valor mínimo
Especificado na descrição
11
Get
Valor máximo
Especificado na descrição
12
Get
Valor padrão
Especificado na descrição
13
Get
Multiplicador de conversão
de escala
UINT
14
Get
Divisor de conversão de
escala
UINT
15
Get
Base de conversão de
escala
UINT
16
Get
Offset de conversão de
escala
INT
17
Get
Link do multiplicador
UINT
18
Get
Link do divisor
UINT
19
Get
Link da base
UINT
20
Get
Link do offset
UINT
21
Get
Precisão decimal
USINT
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-23
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Parâmetro:
Tabela C.43 Serviços comuns do objeto Parâmetro
Implementado para:
Código do serviço
Objeto Grupo de parâmetros –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0010
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
0x01
Não
Sim
Get_Attributes_All
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro:
Tabela C.44 Atributos de classe do objeto Grupo de parâmetros
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get
Revisão
UINT
2
Get
Instância máxima
UINT
Todos os acionadores de motor do cód. cat. 283 têm as seguintes
instâncias do objeto do grupo parâmetro:
•
Instância 1 = Parâmetros do DeviceLogix
•
Instância 2 = Parâmetros do DeviceNet
•
Instância 3 = Parâmetros Proteção do Painel Alimentador
•
Instância 4 = Parâmetros Usuário E/S
•
Instância 5 = Parâmetros Ajustes Diversos
•
Instância 6 = Parâmetros ZIP
•
Instância 7 = Tela Partida Suave
•
Instância 8 = Ajuste Partida Suave
É oferecido suporte aos seguintes atributos de instância para todas as
instâncias do grupo de parâmetros:
Tabela C.45 Atributos da instância do objeto Grupo de parâmetros
ID do atributo Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get
Nome do grupo
SHORT_STRING
2
Get
Número de membros
UINT
3
Get
1º parâmetro
UINT
4
Get
2º parâmetro
UINT
n
Get
N-ésimo parâmetro
UINT
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de parâmetros:
C-24
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Tabela C.46 Serviços comuns do serviço do objeto Grupo de parâmetros
Implementado para:
Código do serviço
0x0E
Objeto Grupo de entrada discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x001D ➊
Nome do serviço
Classe
Instância
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de entrada discreta.
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Grupo de entrada
discreta. Esta contém os seguintes atributos:
Tabela C.47 Atributos da instância da entrada discreta
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get
Número de instâncias
USINT
4
4
Get
Ligação
Vetor de UINT
Lista de instâncias do
grupo de
minisseletoras
6
Get/Set
Off_On_Delay
UINT
em µs
7
Get/Set
On_Off_Delay
UINT
em µs
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de entrada discreta:
Tabela C.48 Serviços comuns do objeto Grupo de entrada discreta
Implementado para:
Código do serviço
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
➊ Não há esse conjunto no cód. cat. 283A.
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Grupo de saída discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x001E
C-25
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de saída discreta.
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Grupo de saída
discreta. Esta contém os seguintes atributos:
Tabela C.49 Atributos da instância da saída discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
3
Get
Número de instâncias
USINT
4 para DOL
4
Get
Ligação
Vetor de UINT
Lista de instâncias do Ponto de saída discreta;
1, 2, 3, 4
6
Get/Set
Comando
BOOL
0 = inativo; 1 = operação
104
Get/Set
Override de status da rede
BOOL
0 = Sem override (siga para estado seguro)
1 = Override (execute lógica local)
105
Get/Set
Override de status de comunicação
BOOL
0 = Sem override (siga para estado seguro)
1 = Override (execute lógica local)
Tabela C.50 Serviços comuns do grupo Saída discreta
Implementado para:
Código do serviço
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
C-26
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Supervisor de controle –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0029
Não será fornecido suporte a nenhum atributo de classe.
Será oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Supervisor de controle.
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
3
Get/Set
Operação 1
BOOL
A saída de operação 1 também
mapea para a instância 1 do
Ponto de saída discreta.
7
9
10
Get
Get
Get
BOOL
BOOL
BOOL
12
Get/Set
100
Get/Set
101
Get/Set
Em operação 1
Sinal de pronto
Desarmado
Reinicialização
da falha
Modo de teclado
Desabilitação do
teclado
115
Get
124
Get/Set
130
Get/Set
131
Get/Set
151
Get
Gabinete base
WORD
152
Get
Opções de base
WORD
153
Get
Opções de fiação
WORD
154
Get
Gabinete da
partida
WORD
155
Get
Opções da
partida
WORD
156
Get
Último desarme
PR
UINT
Status de
advertência
Habilitação de
desarme
Modo de reset de
desarme
Nível de reset de
desarme
BOOL
0->1 = Reset de desarme
BOOL
0 = Mantido; 1 = Momentâneo
0 = Não desabilitado;
1 = Desabilitado
Bits 0–1 = reservado
Bit 2 = Advertência PL
(283 apenas)
Bit 3 = reservado
Bit 4 = Advertência PR
(283 apenas)
Bit 5 = Advertência CP
Bit 6 = Advertência de E/S
Bit 7 = reservado
Bit 8 = Advertência PI
(283 apenas)
Bit 9 = Advertência DN
Bits 10–12 = reservado
Bit 13 = Advertência HW
Bits 14–15 = reservado
Palavra de habilitação de
desarme enumerada do bit
0 = manual
1 = auto
BOOL
WORD
WORD
BOOL
USINT
0–100%; padrão = 75
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = Fusível da saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecção do fusível CP
Bits 3–7 = Reservado
Bit 8 = Base 10 A
Bit 9 = Base 25 A
Bit 10–15 = Reservado
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = Teclado completo
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Frenagem de fonte
Bit 3–15 = Reservado
Consulte parâmetro 61 para
definições
Cód. cat. 283 Informações do CIP
C-27
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Supervisor de controle:
Tabela C.51 Serviços comuns do objeto Supervisor de controle
Código do
serviço
Objeto Processador de
confirmação – CÓDIGO DE CLASSE
0x002b
Implementado para:
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Processador de confirmação.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Processador de confirmação. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância.
Tabela C.52 Atributos da instância do Processador de confirmação
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Valor
1
Get/Set
Temporizador de
confirmação
UINT
milissegundos
2
Get
Limite de novas tentativas
USINT
1
3
Get
Instância de conexão que
produz COS
UINT
4
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Processador de confirmação:
Tabela C.53 Serviços comuns do Processador de confirmação
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
C-28
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Sobrecarga – CÓDIGO DE
CLASSE 0x002c
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Sobrecarga.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Sobrecarga para o cód. cat. 283:
Tabela C.54 Atributos da instância do objeto Sobrecarga
ID do atributo
Regra de
acesso
Tipo de
dados
Valor
3
Get/Set
4
Get/Set
Configuração FLA
BOOL
xxx,x ampères
Classe de desarme
USINT
1 = 10
5
Get
7
Get
Corrente média
INT
xxx,x ampères
% térmica utilizada
USINT
xxx% FLA
8
Get
9
Get
Corrente L1
INT
xxx,x ampères
Corrente L2
INT
xxx,x ampères
10
Get
Corrente L3
INT
xxx,x ampères
190
Get/Set
Tempos de acomodação
FLA 10
BOOL
xxx,x ampères
192
Get
Tempos da corrente
média 10
UINT
xxx,x ampères
193
Get
Tempos da corrente
L1 10
UINT
194
Get
Tempos da corrente
L2 10
UINT
195
Get
Tempos da corrente
L3 10
UINT
Nome
xxx,x ampères
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Sobrecarga:
Tabela C.55 Serviços comuns do objeto Processador de confirmação
Código do
serviço
Implementado para:
Nome do serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Objeto Interface do DeviceNet –
CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4
C-29
Esse objeto “específico do fornecedor” não tem atributos de classe.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Interface do DeviceNet.
Tabela C.56 Atributo da instância do objeto Interface do DeviceNet
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Mín/Máx
Padrão
Descrição
7
Get/Set
Palavra 0 do conjunto
produzido
USINT
0 a 116
1
Define palavra 0 do conjunto 120
8
Get/Set
Palavra 1 do conjunto
produzido
USINT
0 a 116
5
Define palavra 1 do conjunto 120
9
Get/Set
Palavra 2 do conjunto
produzido
USINT
0 a 116
6
Define palavra 2 do conjunto 120
10
Get/Set
Palavra 3 do conjunto
produzido
USINT
0 a 116
7
Define palavra 3 do conjunto 120
13
Get/Set
Máscara COS da partida
WORD
0 a 0xFFFF
0xFFFF
Máscara de alteração de estado para bits de
partida
15
Get/Set
Habilitação da taxa
automática
BOOL
0a1
1
1 = habilitado; 0 = desabilitado
16
Get/Set
Conj consumido
USINT
0 a 185
160
3, 121, 160, 162, 182, 187
17
Get/Set
Conj produzido
USINT
100 a 190
161
52, 121, 161, 163, 181–187, 189, 190
19
Get/Set
Atribua valores padrão
BOOL
0a1
0
0 = Nenhuma ação; 1 = Reset
23
Get
Dimensões produzidas
de E/S
USINT
0a8
–
Dimensões dos dados produzidos de E/S em
bytes
24
Get
Dimensões consumidas
de E/S
USINT
0a3
–
Dimensões dos dados consumidos de E/S em
bytes
30
Get
Tensão DNet
UINT
xx,xx
–
Tensão do DeviceNet xx,xx volts
50
Get/Set
Máscara COS PNB
WORD
0 a 0x00FF
0
Máscara de alteração de estado para PNBs
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Interface do DeviceNet:
Tabela C.57 Serviços comuns do objeto Interface do DeviceNet
Implementado para:
Código do
serviço
Classe
Instância
0x0E
Não
Sim
Get_Attribute_Single
0x10
Não
Sim
Set_Attribute_Single
Nome do serviço
C-30
Cód. cat. 283 Informações do CIP
Apêndice
D
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Folhas de dados eletrônicas
Os arquivos de folhas de dados eletrônicas (EDS) são arquivos ASCII
especialmente formatados que fornecem todas as informações
necessárias para uma ferramenta de configuração (por exemplo,
RSNetWorx™ for DeviceNet™, revisão 3.21 pacote de serviço 2 ou
superior) acessar e alterar os parâmetros do dispositivo. O arquivo de
EDS contém todas as informações do dispositivo: número de
parâmetros; agrupamentos; nome do parâmetro; valores mínimo,
máximo e padrão; unidades; formato de dados e conversão de escala.
Os arquivos de EDS para todas as unidades dos controladores
distribuídos de motores da ArmorStart® estão disponíveis na Internet
em
www.ab.com/networks/eds.
Também podem ser criados automaticamente por algumas
ferramentas de configuração, visto que muitas informações
necessárias para um arquivo de EDS podem ser extraídas do
controlador distribuído do motor da ArmorStart.
Códigos e grupos de nomes dos
produtos do tipo inversor
Os códigos dos produtos para os inversores de freqüência variável do
cód. cat. 284 são baseados na potência nominal HP e na capacidade
da fonte de alimentação do controlador distribuído do motor. A tabela
D.1 lista os códigos e grupos de nomes dos produtos para o cód.
cat. 284 Controladores distribuídos de motores:
D-2
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Tabela D.1 Códigos e grupos de nomes dos produtos do cód. cat. 284
Tipo de
Tipo de
Código do
dispositivo dispositivo
produto
284A ➊
284D ➋
HP
Fonte de
alimentação
Grupo de nomes
Tipo do inversor
133
22
0x132
0,50
240 Vca
ArmorStart 284D PF4 240 V 0,5 HP
PF4
133
22
0x134
1
240 Vca
ArmorStart 284D PF4 240 V 1 HP
PF4
133
22
0x136
2
240 Vca
ArmorStart 284D PF4 240 V 2 HP
PF4
133
22
0x142
0,50
480 Vca
ArmorStart 284D PF4 480 V 0,5 HP
PF4
133
22
0x144
1
480 Vca
ArmorStart 284D PF4 480 V 1 HP
PF4
133
22
0x146
2
480 Vca
ArmorStart 284D PF4 480 V 2 HP
PF4
133
22
0x147
3
480 Vca
ArmorStart 284D PF4 480 V 3 HP
PF4
133
22
0x148
5
480 Vca
ArmorStart 284D PF4 480 V 5 HP
PF4
133
22
0x1B2
0,50
240 Vca
ArmorStart 284D PF40 240 V 0,5 HP
PF40
133
22
0x1B4
1
240 Vca
ArmorStart 284D PF40 240 V 1 HP
PF40
133
22
0x1B6
2
240 Vca
ArmorStart 284D PF40 240 V 2 HP
PF40
133
22
0x1C2
0,50
480 Vca
ArmorStart 284D PF40 480 V 0,5 HP
PF40
133
22
0x1C4
1
480 Vca
ArmorStart 284D PF40 480 V 1 HP
PF40
133
22
0x1C6
2
480 Vca
ArmorStart 284D PF40 480 V 2 HP
PF40
133
22
0x1C7
3
480 Vca
ArmorStart 284D PF40 480 V 3 HP
PF40
133
22
0x1C8
5
480 Vca
ArmorStart 284D PF40 480 V 5 HP
PF40
133
22
0x1D4
1
600 Vca
ArmorStart 284D PF40 600 V 1 HP
PF40
133
22
0x1D6
2
600 Vca
ArmorStart 284D PF40 600 V 2 HP
PF40
133
22
0x1D7
3
600 Vca
ArmorStart 284D PF40 600 V 3 HP
PF40
133
22
0x1D8
4
600 Vca
ArmorStart 284D PF40 600 V 5 HP
PF40
➊ 133 = Acionador de motor PointBus
➋ 22 = Acionador de motor
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objetos DeviceNet
D-3
O controlador distribuído do motor ArmorStart é compatível com as
seguintes classes do objeto DeviceNet:
Tabela D.2 Classes do objeto DeviceNet
Classe
Objeto
0x0001
0x0002
0x0003
0x0004
0x0005
0x0008
0x0009
0x000F
0x0010
0x001D
0x001E
0x0029
0x002B
0x00B4
Identidade
Roteador de mensagens
DeviceNet
Conjunto
Conexão
Ponto de entrada discreta "
Ponto de saída discreta
Objeto de parâmetro
Objeto de grupo de parâmetro
Grupo de entrada discreta "
Grupo de saída discreta
Supervisor de controle
Processador de confirmação
Objeto de interface DN
➊ Não disponível no cód. cat. 284A.
Objeto Identidade – CÓDIGO DE CLASSE 0x0001
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Identidade:
Tabela D.3 Atributos de classe do objeto Identidade
ID do atributo
1
Regra de acesso
Get
Nome
Revisão
Tipo de dados
UINT
Valor
1
D-4
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Identidade
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Identidade.
É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Tabela D.4 Atributos da instância do objeto Identidade
ID do
atributo
Regra de
acesso
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
Nome
Tipo de dados
Fornecedor
Tipo de
dispositivo
Código do
produto
Revisão
Revisão principal
Revisão
secundária
UINT
UINT
UINT
Estrutura de:
USINT
USINT
5
Get
Status
WORD
6
Get
Número de série
UDINT
7
Get
Nome do produto
Comprimento do
grupo
Grupo ASCII
Estrutura de:
USINT
GRUPO
8
Get
Estado
USINT
9
Get
10
Get/Set
Valor de
consistência da
configuração
Intervalo de
pulsação
UINT
USINT
Valor
1
22 ou 133
Consulte a Tabela D.1
Indica o número da revisão do
software firmware
Bit 0: 0 = não próprio;
1 = do mestre
Bit 2: 0 = Valor padrão de
fábrica; 1 = Configurado
Bit 8: Falha recuperável inferior
Bit 9: Falha irrecuperável
inferior
Bit 10: Falha recuperável
superior
Bit 11: Falha irrecuperável
superior
Número exclusivo para cada
dispositivo
Específico do código do produto
Consulte a Tabela D.1
Retorna o valor
3 = Em operação
Valor exclusivo, depende da
saída do algoritmo de
checksum do parâmetro.
Em segundos. Padrão = 0
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Identidade:
Tabela D.5 Serviços comuns do objeto Identidade
Serviço
Código
0x0E
0x05
0x10
Classe
Não
Não
Não
Implementado para:
Instância
Sim
Sim
Sim
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Reset
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-5
Roteador de mensagens – CÓDIGO DE CLASSE 0x0002
Não há suporte a atributos de instância nem de classe. O objeto
roteador de mensagens existe apenas para rotear mensagens explícitas
para outros objetos.
Objeto DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x0003
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
DeviceNet:
Tabela D.6 Atributos de classe do objeto DeviceNet
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
Get
Revisão
UINT
2
Será oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
DeviceNet. É oferecido suporte aos seguintes atributos da instância.
Tabela D.7 Atributos da instância do objeto DeviceNet
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
1
Get/Set
Endereço do nó
USINT
2
Get/Set
Taxa de transmissão
USINT
5
Get
8
Get
Info Alocação
• Escolha Alocação
• End. Nó Mestre
Valor Minisseletora
MAC ID
Valor
0 a 63
0 = 125K
1 = 250K
2 = 500K
3 = 1M ➊
Allocation_byte ➋
0 a 63 = endereço
255 = não alocado
0 a 63
Estrutura de:
• BYTE
• USINT
BOOL
➊ Taxa de transmissão 1M está disponível apenas no cód. cat. 284A.
➋ Consulte a Tabela D.8
Tabela D.8 Allocation_byte
Bit 0
Bit 1
Bit 4
Bit 5
Bit 6
Mensagens explícitas
E/S com polling
E/S COS
E/S cíclica
Supressão de confirmação
Os seguintes serviços são implementados para o objeto DeviceNet:
Tabela D.9 Serviços comuns do objeto DeviceNet
Implementado para:
Serviço
Código
Classe
Instância
0x0E
0x10
0x4B
0x4C
Sim
Não
Não
Não
Sim
Sim
Sim
Sim
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Allocate_Master/Slave_Connection_Set
Release_Master/Slave_Connection_Set
D-6
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Conjunto – CÓDIGO DE CLASSE 0x0004
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Conjunto
Tabela D.10 Objeto Conjunto DeviceNet:
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
2
Get
Instância máxima
UINT
190
Será oferecido suporte ao atributo 3 para as várias instâncias do
objeto conjunto. A tabela D.11 resume as várias instâncias que são
suportadas
Tabela D.11 Atributos da instância do objeto Conjunto DeviceNet:
ID do
atributo
Tipo
Descrição
3
52
120
160
161
Consumido
Produzido
Produzido
Consumido
Produzido
162
Consumido
163
164
165
Produzido
Consumido
Produzido
166
Consumido
167
Produzido
170
171
181
182
183
184
185
186
187
188
189
190
Consumido
Produzido
Produzido
Consumido
Produzido
Produzido
Produzido
Produzido
Consumido
Consumido
Produzido
Produzido
Instância consumida ODVA necessária
Instância produzida ODVA necessária
Conjunto Word Wise baseado em parâmetro programável
Instância consumida predeterminada para unidades DOL e Soft Start
Instância produzida predeterminada para unidades DOL e Soft Start
Instância consumida padrão para DOL e Soft Start com entradas de
rede
Instância produzida padrão para DOL e Soft Start com saídas de rede
Instância consumida predeterminada para unidades do tipo inversor
Instância produzida predeterminada para unidades do tipo inversor
Instância consumida padrão para unidades do tipo inversor com
entradas de rede
Instância produzida padrão para unidades do tipo inversor com
saídas de rede
Instância consumida de formato nativo Power Flex
Instância produzida de formato nativo Power Flex
Entradas do usuário
Bits de rede consumidos (vulgo entradas de rede)
Bits de rede produzidos (vulgo saídas de rede)
Bits de status do desarme
Bits de status da partida
Bits de status do DeviceNet
Bits de controle da partida
Drive Control Bits
Bits de status de advertência
Bits 1799 – ZCIO
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-7
Conjunto de E/S word-wise baseado em parâmetro programável
Tabela D.12 Instância do conjunto (produzido) Word-wise baseado em
parâmetro programável
Instância 120
Word
0
Byte
0
1
1
2
3
2
4
5
3
6
7
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 0
(byte desenergizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 0 (byte energizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 1
(byte desenergizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 1 (byte energizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 2
(byte desenergizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 2 (byte energizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 3
(byte desenergizado)
Valor do parâmetro apontado pelo parâm Produced Word 3 (byte energizado)
Conjuntos bit comprimido Word-wise
Conjuntos cujos números de instância são de 180 a 189 são todos do
tamanho de uma palavra (16 bits). Podem ser usados isolados, mas
sua função principal é reunir informação para parâmetros do arquivo
de EDS. Esses conjuntos Word-wise se tornam os elementos
fundamentais para os conjuntos Word-wise baseados em parâmetro
programável descritos na Tabela D.12.
Tabela D.13 Instância 181 – Entradas de hardware 1 a 16 ➊
Instância 181 – Este é um conjunto de status Somente leitura
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
0
–
–
–
–
1
–
–
–
–
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Entrada
4
–
Entrada
3
–
Entrada
2
–
Entrada
1
–
➊ Observação: Não há esse conjunto no cód. cat. 284A.
Tabela D.14 Instância 182 – Entradas de rede consumidas 1 a 16
Instância 182 – Este é um conjunto de controle Leitura/escrita
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Entrada
de rede
8
Entrada
de rede
16
Entrada
de rede
7
Entrada
de rede
15
Entrada
de rede
6
Entrada
de rede
14
Entrada
de rede
5
Entrada
de rede
13
Entrada
de rede
4
Entrada
de rede
12
Entrada
de rede
3
Entrada
de rede
11
Entrada
de rede
2
Entrada
de rede
10
Entrada
de rede
1
Entrada
de rede
9
D-8
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Tabela D.15 Instância 183 – Entradas de rede produzidas 1 a 15
Instância 183 – Este é um conjunto de status Somente leitura
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Saída de
rede 8
Reservado
Saída de
rede 7
Saída de
rede 15
Saída de
rede 6
Saída de
rede 14
Saída de
rede 5
Saída de
rede 13
Saída de
rede 4
Saída de
rede 12
Saída de
rede 3
Saída de
rede 11
Saída de
rede 8
Saída de
rede 10
Saída de
rede 1
Saída de
rede 9
Bit 1
Bit 0
Tabela D.16 Instância 184 – Status de desarme
Instância 184 – Este é um conjunto de status Somente leitura
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
0
Sobretemperatura
Falha
E/S
Potência de
controle
Travamento
Falha de
terra de
sinal
Curtocircuito
de fase
1
Vár.
Diversas
Novas
tentativas
Falha
Hw
EEPROM
Barramento
CC
Comunicação
interna
Falha
DNet
Sobrecorrente
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Alarme
Desarmado
Desarme
por
Desarme
sobre140M
carga
Tabela D.17 Instância 185 – StatusT de partida
Instância 185 – Este é um conjunto de status Somente leitura
Byte
Bit 7
Bit 6
0
Status de
Em
referência
referência
da rede
1
Contator
2➋
Contator
1➌
Bit 5
Status
de controle da
rede
140M
energizado
Bit 4
Sinal
de
pronto
Status
HOA
Bit 3
Em
Em
operação
operação
para
reversa
frente
KP
manual
KP jog
DrvOpto2 DrvOpto1
➋ Consulte o status do contator de saída.
➌ Consulte o status do contator de frenagem de fonte.
Tabela D.18 Instância 186 – Status DeviceNet
Instância 186 – Este é um conjunto de status Somente leitura
Byte
Bit 7
0
–
1
Falha ZIP
4
Bit 6
–
Bit 5
–
Conexão Falha ZIP
ZIP 4
3
Bit 4
Bit 3
InativiFalha
dade E/S
E/S
Conexão Falha ZIP
ZIP 3
2
Bit 2
Bit 1
Falha
Conexão
explícita
E/S
Conexão Falha ZIP
ZIP 2
1
Bit 0
Conexão
explícita
Conexão
ZIP 1
Instância 187 – Este é um conjunto Leitura/escrita
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Saída
usuário
B
–
Saída
usuário
A
–
Bit 5
Bit 4
Bit 3
–
Jog
reverso
Jog para
frente
–
–
–
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicialização
da falha
–
Operação para
trás
–
Operação para
frente
–
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-9
Instância 188 – Este é um conjunto Leitura/escrita
Byte
0
1
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
Seleção
de freqüência
3
Seleção
de freqüência
2
Seleção
de freqüência
1
Desaceleração
2
Desaceleração
1
Aceleração 2
Aceleração 1
–
Entrada
de
inversor
4
Entrada
de
inversor
3
Entrada
de
inversor
2
Entrada
de
inversor
1
–
–
–
Tabela D.19 Instância 189 Este é um conjunto “Somente leitura”
Instância 189 Bits de status de advertência
Byte
Bit 7
Bit 6
0
Reservado
Advertência
de E/S
1
–
–
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
–
–
–
–
–
Alerta
DN ➊
Alerta PI
Advertência da
potência
de controle
Alerta
HW
➊ Não disponível com cód. cat. 284A
Tabela D.20 Instância 190 é o conjunto produzido de formato nativo
1999-ZCIO
Instância 190 Conjunto produzido de formato nativo 1799-ZCIO
Byte
Bit 7
0
Operação
para trás
1
Reservado
2
Entrada
de
inversor
4
Bit 6
Operação
para
frente
Habilitação da
lógica
Entrada
de
inversor 3
3
4
5
6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Advertência
Desarmado
Entrada
3
Entrada
2
Entrada 1
Entrada
0
140M
energizado
HOA
Operação para
trás
Operação para
frente
Jog
reverso
Saída de
rede 2
Jog para
frente
Saída de
rede 1
Reservado
Entrada
de
inversor
2
Entrada
de
inversor
1
Saída
usuário
B
Saída
usuário
A
Reservado
Saída de
rede 8
Saída de
rede 7
Saída de Saída de Saída de Saída de
rede 6
rede 5
rede 4
rede 3
ZIP CCV (desenergizado)
ZIP CCV (energizado)
Conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão
Os conjuntos de E/S do controlador distribuído do motor padrão estão
disponíveis em todos os tipos de partida.
D-10
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Conjuntos (consumidos) de saída do controlador distribuído do motor
padrão
Instância 3 é o conjunto (consumido) de saída necessário, definido no
perfil do acionador de motor DeviceNet.
Tabela D.21 Partida ODVA
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
–
–
–
–
–
–
–
Operação para
frente
Instância 160 é o conjunto (consumido) de saída predeterminado para
o cód. cat. 280/281 Controladores distribuídos de motores
Tabela D.22 Instância 160 – Controlador distribuído do motor padrão
consumido predeterminado.
Byte
0
Bit 7
Saída
usuário
B
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Saída
usuário
A
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Reinicialização da
falha
Operação para
trás
Operação para
frente
Instância 162 é o conjunto (consumido) de saída padrão com entradas
de rede para o cód. cat. 280/281 Controladores distribuídos de
motores
Tabela D.23 Partida consumida padrão com entradas de rede.
Byte
0
1
2
Bit 7
Bit 6
Saída
usuário
B
Entrada
de rede
8
Entrada
de rede
16
Saída
usuário
A
Entrada
de rede
7
Entrada
de rede
15
Bit 5
Entrada
de rede
6
Entrada
de rede
14
Bit 4
Entrada
de rede
5
Entrada
de rede
13
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Entrada
de rede
4
Entrada
de rede
12
Reinicialização
da falha
Entrada
de rede
3
Entrada
de rede
11
Operação para
trás
Entrada
de rede
2
Entrada
de rede
10
Operação para
frente
Entrada
de rede
1
Entrada
de rede
9
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-11
Conjuntos de E/S do cód. cat. 284 Controladores distribuídos de
motores
Conjuntos de E/S do cód. cat. 284 Controladores distribuídos de
motores estão disponíveis APENAS no cód. cat. 284 Controladores
distribuídos de motores.
Conjuntos (consumidos) de saída do controlador distribuído do
motor padrão
Instância 164 é o conjunto (consumido) de saída predeterminado para
os controladores distribuídos de motores do tipo inversor
Tabela D.24 Instância 164 – Controlador distribuído do motor do tipo inversor
consumido predeterminado.
Byte
0
1
2
3
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
ReiniOpera- Operacialização
ção
–
ção da
para
para
falha
trás
frente
Entrada
Entrada
DesaDesaEntrada do Entrada do
Acelera- Aceledo
do
celera- celerainversor 4 inversor 3
ção 2
ração 1
inversor 2 inversor 1 ção 2
ção 1
Comando de freqüência de comunicação (desenergizado) (xxx,x Hz)
Comando de freqüência de comunicação (energizado) (xxx,x Hz)
Saída
usuário B
Saída
usuário A
Jog
reverso
Jog
para
frente
Instância 166 é o conjunto (consumido) de saída padrão para
controladores distribuídos de motores do tipo inversor com entradas
de rede
Tabela D.25 Instância 166 – Partida do tipo inversor consumido com entradas
de rede
Byte
0
1
Bit 7
Saída
usuário
B
Entrada
do
inversor
4
2
3
4
5
Entrada
de rede
8
Entrada
de rede
16
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Saída
Reinicia- OperaJog
Jog para
–
usuário
lização ção para
reverso
frente
A
da falha
trás
Entrada Entrada Entrada
Desace- Desace- Acelerado
do
do
leração
leração
ção
inversor inversor inversor
2
1
2
3
2
1
Comando de freqüência de comunicação (desenergizado) (xxx,x Hz)
Comando de freqüência de comunicação (energizado) (xxx,x Hz)
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede de rede de rede de rede de rede de rede
7
6
5
4
3
2
Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada Entrada
de rede de rede de rede de rede de rede de rede
15
14
13
12
11
10
Bit 0
Operação para
frente
Aceleração
1
Entrada
de rede
1
Entrada
de rede
9
D-12
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador distribuído do
motor padrão
Instância 52 é o conjunto (produzido) de entrada necessário, definido
no perfil do acionador de motor DeviceNet
Tabela D.26 Instância 52 – Partida ODVA.
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
–
–
–
–
–
–
Operação
–
Falha
Instância 161 é o conjunto (produzido) de entrada predeterminado
para cód. cat. 280/281 Controladores distribuídos de motores
Tabela D.27 Instância 161 – Motor distribuído padrão produzido
predeterminado.
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
0
–
–
–
Sinal de
pronto
–
140M
energizado
1
–
Stat.
HOA
Bit 3
Bit 2
Bit 1
OperaOpera–
ção para ção para
trás
frente
Entrada
Entrada
Entrada
de
de
de
usuário 3 usuário 2 usuário 1
ReserReserReservado ➊
vado ➊
vado ➊
Bit 0
Desarmado
Entrada
de
usuário 0
Reservado ➊
Instância 163 é o conjunto (produzido) de entrada padrão com saídas
de rede para o cód. cat. 280/281 Controlador distribuído do motor
Tabela D.28 Instância 163 – Partida produzida padrão com saídas de rede.
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Sinal de
pronto
0
1
140M
energizado
HOA
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
OperaOperaDesarção para ção para
Alarme
mado
trás
frente
Entrada
Entrada
Entrada
Entrada
de
de
de
de
usuário 4 usuário 3 usuário 2 usuário 1
ReserReserReserReservado ➊
vado ➊
vado ➊
vado ➊
2
Saída de
rede 8
Saída de
rede 7
Saída
de rede
6
Saída
de rede
5
Saída de
rede 4
Saída de
rede 3
Saída de
rede 2
Saída de
rede 1
3
Status
habilitação da
lógica
Saída de
rede 15
Saída
de rede
14
Saída
de rede
13
Saída de
rede 12
Saída de
rede 11
Saída de
rede 10
Saída de
rede 9
4
5
Tecla do valor de dispositivo ZIP (desenergizado)
Tecla do valor de dispositivo ZIP (energizado)
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-13
Conjuntos (produzidos) de entrada do controlador distribuído do
motor do tipo inversor
Instância 165 é o conjunto (produzido) de entrada predeterminado
para os controladores distribuídos de motores do tipo inversor
Tabela D.29 Controlador distribuído do motor do tipo inversor produzido
padrão.
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Em
referência
Status de
referência
da rede
Status
de controle da
rede
Sinal
de
pronto
Operação para
trás
Operação para
frente
Alarme
Desarmado
1
2
3
Contator 2
➋
Entrada
Entrada
Entrada
Entrada
de
de
de
de
Contator 1
HOA usuário 4 usuário 3 usuário 2 usuário 1
➌
ReserReserReserReservado ➊
vado ➊
vado ➊
vado ➊
Freqüência de saída (desenergizado) (xxx,x Hz)
Freqüência de saída (energizado) (xxx,x Hz)
140M
energizado
➊ Se 284A for selecionado.
➋ Consulte o status do contator de saída.
➌ Consulte o status do contator de frenagem de fonte.
D-14
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Instância 167 é o conjunto (produzido) de entrada para os
controladores distribuídos de motores do tipo inversor com saídas de
rede
Tabela D.30 Instância 167 – Partida do tipo inversor produzido com opções de
rede
Byte
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
0
Em
referência
Status de
referência
da rede
Status
de controle da
rede
Sinal
de
pronto
Operação para
trás
Operação para
frente
Alarme
Desarmado
1
Contator 2
➋
2
3
Saída de
rede 8
4
5
6
7
Entrada
Entrada
de
de
Contator 1
Status usuário 4 usuário 3
➌
HOA
ReserReservado ➊
vado ➊
Freqüência de saída (desenergizado) (xxx,x Hz)
Freqüência de saída (energizado) (xxx,x Hz)
Saída
Saída
Saída de
Saída de Saída de
de rede de rede
rede 7
rede 4
rede 3
6
5
Saída
Saída
Saída de
Saída de Saída de
de rede de rede
rede 15
rede 12
rede 11
14
13
Tecla do valor de dispositivo ZIP (desenergizado)
Tecla do valor de dispositivo ZIP (energizado)
140M
energizado
Entrada
Entrada
de
de
usuário 2 usuário 1
ReserReservado ➊
vado ➊
Saída de
rede 2
Saída de
rede 1
Saída de
rede 10
Saída de
rede 9
➊ Se 284A for selecionado.
➋ Consulte o status do contator de saída.
➌ Consulte o status do contator de frenagem de fonte.
Conjuntos nativos Power Flex
Essas instâncias de conjunto têm o mesmo formato de dados dos
inversores Power Flex com um módulo adaptador DNet.
Conjunto consumido nativo Power Flex
Instância 170 é o conjunto consumido de formato nativo Power Flex
Tabela D.31 Instância 170 – Conjunto consumido de formato Power Flex.
Byte
0
1
2
3
Bit 7
Bit 6
Bit 5
Bit 4
Bit 3
Bit 2
Incremento do
ReiniciaCódigo de comando de
potenciôReservado
lização
Jog
direção
metro
da falha
motorizado digital
DecrésciSeleção
Seleção
Desamo do
Seleção de Desacede
de
celepotenciôfreqüência leração
freqüência freqüência
ração
metro
1
2
3
2
1
motorizado digital
Comando de freqüência de comunicação (desenergizado)
Comando de freqüência de comunicação (energizado)
Bit 1
Bit 0
Partida
Parada
Ace- Acelera- leração 2 ção 1
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-15
Tabela D.32 Comando da Lógica
Aceleração 2
Aceleração 1
Descrição
0
0
Sem comando
0
1
Habilitação da aceleração 1
1
0
Habilitação da aceleração 2
1
1
Taxa de aceleração retida
selecionada
Desaceleração 2
Desaceleração 1
0
0
Sem comando
0
1
Habilitação de desaceleração 1
1
0
Habilitação de desaceleração 2
1
1
Taxa de desaceleração retida
selecionada
Seleção de
freqüência 3
Seleção de
freqüência 2
Seleção de
freqüência 1
0
0
0
Sem comando
0
0
1
Fonte de freqüência = P136
(Fonte de partida)
0
1
0
Fonte de freqüência = P169
(freqüência interna)
0
1
1
Fonte de freqüência = Interface de
comunicação
1
0
0
P170 (freqüência pré-selecionada 0)
1
0
1
P171 (freqüência pré-selecionada 1)
1
1
0
P172 (freqüência pré-selecionada 2)
1
1
1
P173 (freqüência pré-selecionada 3)
Conjunto produzido nativo Power Flex
Instância 171 é o conjunto produzido de formato nativo Power Flex
Tabela D.33 Instância 171 – Conjunto produzido de formato nativo PowerFlex
Byte
Bit 7
Bit 6
0
Em falha
Alarme
1
Status da
entrada
de tensão
nominal
do
inversor 4
Status da
entrada
de tensão
nominal
do
inversor 3
2
3
Bit 5
Bit 4
DesaceleAceleração
ração
Bit 3
Bit 2
Bit 1
Bit 0
Código de
Rotação
Sinal de
comando
para
Operação
pronto
para
frente
frente
Status da
Entrada de
entrada de
Parâm
tensão
tensão
nominal do travado
nominal do
inversor 1
inversor 2
Rede fm Rede fm
Em Ref.
de
de
controle referência
Código de erro do inversor (desenergizado)
Código de erro do inversor (energizado)
D-16
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Conexão – CÓDIGO DE CLASSE 0x0005
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Conexão.
É oferecido suporte a várias instâncias do objeto Conexão; as
instâncias 1, 2 e 4 do conjunto de conexão mestre/escravo predefinido
do grupo 2, e as instâncias 5 a 7 estão disponíveis através de conexões
UCMM explícitas.
Instância 1 é a conexão de mensagem explícita do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 1:
Tabela D.34 Atributos da instância 1 do objeto Conexão:
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Estado
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
5
Get
6
Get
7
8
9
Get
Get
Get/Set
12
Get
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get
USINT
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
ID da conexão produzida
ID da conexão consumida
Características de comunicação
inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
Comprimento do caminho da
conexão produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da
conexão consumida
Caminho da conexão consumida
USINT
USINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
0 = Mensagem explícita
0x83 – Servidor, classe de
transporte 3
10xxxxxx011
xxxxxx = endereço do nó
10xxxxxx100
xxxxxx = endereço do nó
0x22
0x61
0x61
em milissegundos
01 = auto remoção
03 = remoção negada
0
Vazio
0
Vazio
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-17
Instância 2 é a conexão de mensagem E/S com polling do conjunto de
conexão predefinido do grupo 2. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância 2
Tabela D.35 Atributos da instância 2 do objeto Conexão:
ID do
atributo
Acesso
Nome
Tipo de
dados
Estado
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
5
Get
6
Get
7
8
9
Get
Get
Get/Set
12
Get/Set
13
Get
14
Get/Set
15
Get
16
Get/Set
USINT
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
USINT
USINT
ID da conexão produzida
ID da conexão consumida
Características de comunicação
inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
Comprimento do caminho da
conexão produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da
conexão consumida
Caminho da conexão consumida
UINT
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
1 = Conexão E/S
0x82 – Servidor, classe
de transporte 2
(Se alloc_choice ! =
supressão com polling e
de confirmação estiver
habilitado então valor =
0x80)
01111xxxxxx
xxxxxx = endereço do nó
10xxxxxx101
xxxxxx = endereço do nó
0x21
0a8
0a8
em milissegundos
0 = transição para
temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
8
21 04 00 25 (inst conj)
00 30 03
8
21 04 00 25 (inst conj)
00 30 03
D-18
Cód. cat. 284 Informações do CIP
A instância 4 é a mudança de estado/conexão de mensagem de E/S
cíclica do conjunto de conexão predefinido do grupo 2. É oferecido
suporte aos seguintes atributos da instância 4
Tabela D.36 Atributos da instância 4 do objeto Conexão:
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Estado
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
5
Get
6
Get
7
8
9
Get
Get
Get/Set
12
Get
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get/Set
USINT
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
USINT
USINT
ID da conexão produzida
ID da conexão consumida
Características de comunicação
inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
Comprimento do caminho da
conexão produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da
conexão consumida
Caminho da conexão consumida
UINT
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
1 = Conexão E/S
0x00 (Cíclico, não
confirmado)
0x03 (Cíclico,
confirmado)
0x10 (COS, não
confirmado)
0x13 (COS, confirmado)
01101xxxxxx
xxxxxx = endereço do nó
10xxxxxx101
xxxxxx = endereço do nó
0x02 (confirmado)
0x0F (não confirmado)
0a8
0a8
em milissegundos
0 = transição para
temporizado
1 = auto remoção
2 = auto reset
8
21 04 00 25 (inst conj)
00 30 03
8
21 04 00 25 (inst conj)
00 30 03
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-19
Instâncias 5 a 6 serão conexões de mensagem explícita disponíveis do
grupo 3 que estão alocadas através de UCMM. É oferecido suporte
aos seguintes atributos
Tabela D.37 Atributos da conexão do objeto instância de 5 a 7:
ID do
atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de
dados
Estado
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
5
Get
6
Get
7
8
9
Get
Get
Get/Set
12
Get
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get
USINT
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
ID da conexão produzida
ID da conexão consumida
Características de comunicação
inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
Comprimento do caminho da
conexão produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da
conexão consumida
Caminho da conexão consumida
USINT
USINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
4 = temporizado
0 = Explícito
Mensagem
0x83 – Servidor, classe
de transporte 3
Depende do grupo e do ID
da mensagem
Depende do grupo e do ID
da mensagem
0x33 (Grupo 3)
0
em milissegundos
01 = auto remoção
03 = remoção negada
0
Vazio
0
Vazio
D-20
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Instâncias 8 a 11 são consumidoras de ZIP. Será oferecido suporte aos
seguintes atributos de instância:
Tabela D.38 Atributos da instância 8 a 11 do objeto Conexão
ID do
atributo
Regra de
acesso
1
Get
2
Get
3
Get
4
Get
5
Get
6
Get
7
8
9
12
Get
Get
Get/Set
Get
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get
Tipo de
dados
Nome
Estado
USINT
Tipo de instância
Disparo da classe de transporte
USINT
USINT
ID da conexão produzida
UINT
ID da conexão consumida
UINT
Características de comunicação
inicial
Tamanho da conexão produzida
Tamanho da conexão consumida
Taxa de pacotes esperada
Ação do watchdog
Comprimento do caminho da
conexão produzida
Caminho da conexão produzida
Comprimento do caminho da
conexão consumida
Caminho da conexão consumida
USINT
UINT
UINT
UINT
USINT
UINT
UINT
Valor
0 = inexistente
1 = configuração
3 = estabelecido
1 = Conexão E/S
0x20 (COS, não
confirmado)
FFFF (não produzindo
dados)
01101xxxxxx
xxxxxx = endereço do nó
0xF0 (não confirmado)
0
8
em milissegundos
2 = auto reset
0
0
8
21 0E 03 25 01 00 30 02
Os seguintes serviços são implementados para o objeto Conexão
Tabela D.39 Serviços comuns dos objetos Conexão:
Implementado para:
Código do serviço
0x05
0x0E
0x10
Nome do serviço
Classe
Instância
Não
Não
Não
Sim
Sim
Sim
Reset
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-21
Objeto Ponto de entrada discreta –
CÓDIGO DE CLASSE 0x0008 ➊
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de entrada discreta
Tabela D.40 Atributos de classe do objeto Ponto de entrada discreta:
ID do atributo
Regra de
acesso
1
Get
2
Get
Nome
Tipo de dados
Valor
Revisão
Instância
máxima
UINT
2
UINT
4
➊ Observação: Não há esse conjunto no cód. cat. 284A.
É oferecido suporte a quatro instâncias do objeto Ponto de entrada
discreta. Todas as instâncias conterão os seguintes atributos
Tabela D.41 Atributos da instância do objeto Ponto de entrada discreta:
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
3
Get
mín.
BOOL
115
Get/Set
Habilitação da
força
BOOL
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
Valor
0 = desenergizado,
1 = energizado
0 = desabilita,
1 = habilita
0 = desenergizado,
1 = energizado
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de entrada discreta
Tabela D.42 Serviços comuns da instância objeto Ponto de entrada discreta:
Implementado para:
Código do serviço
0x0E
0x10
Nome do serviço
Classe
Instância
Sim
Não
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
D-22
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Ponto de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x0009
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Ponto de saída discreta:
Tabela D.43 Atributos de classe do objeto Ponto de saída discreta
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
Valor
1
2
Get
Get
Revisão
Instância máxima
UINT
UINT
1
10
É oferecido suporte a dez instâncias do objeto Ponto de saída discreta.
A tabela D.44 resume as instâncias do Ponto de saída discreta:
Tabela D.44 Atributos da instância do objeto Ponto de saída discreta
ID da
instância
Mapeamento
alternado
Nome
Saída da
operação
para frente
Saída da
operação
reversa
Saída do
usuário 1
Saída do
usuário 2
Entrada do
inversor 1
Entrada de
inversor 2
Entrada de
inversor 3
Entrada de
inversor 4
Jog do
inversor para
frente
Jog reverso
do inversor
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
0029 – 01
– 03
0029 – 01
– 04
Nenhum
Descrição
Saída da operação para frente. Para todos os tipos de
partida, essa saída é instalada da CPU ArmorStart
para o atuador
Saída da operação reversa. Para todos os tipos de
partida, essa saída é instalada da CPU ArmorStart
para o atuador
Essas são as duas saídas do usuário ArmorStart.
Nenhum
Nenhum
Nenhum
Essas quatro instâncias existem apenas para
unidades do inversor. Estão conectadas às entradas
de inversor 1 a 4.
Nenhum
Nenhum
Nenhum
Essa instância existe apenas para as unidades do
inversor
Nenhum
Todas as instâncias conterão os seguintes atributos
Tabela D.45 Atributos da instância do Ponto de saída discreta.
ID do atributo
Regra de
acesso
Nome
Tipo de dados
3
Get
mín.
BOOL
5
Get/Set
Ação de falha
BOOL
6
Get/Set
Valor de falha
BOOL
Valor
0 = desenergizado,
1 = energizado
0 = Atributo do
valor de falha,
1 = Mantenha o
último estado
0 = desenergizado,
1 = energizado
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Regra de
acesso
Nome
7
Get/Set
Ação de
inatividade
BOOL
8
Get/Set
Valor de
inatividade
BOOL
113
Get/Set ➊
Ação de falha Pr
BOOL
114
Get/Set ➊
Valor de falha Pr
BOOL
115
Get/Set
Habilitação da
força
BOOL
116
Get/Set
Valor da força
BOOL
ID do atributo
Tipo de dados
D-23
Valor
0 = Atributo do
valor de falha,
1 = Mantenha o
último estado
0 = desenergizado,
1 = energizado
0 = Atributo do
valor de falha Pr,
1 = Ignora
0 = desenergizado,
1 = energizado
0 = Desabilita,
1 = Habilita
0 = desenergizado,
1 = energizado
➊ Para instâncias do Ponto de saída discreta 1 e 2, e 9 e 10, os atributos 113 e 114 têm apenas o acesso
“Get”, e seus valores são sempre 0
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto Ponto
de saída discreta
Tabela D.46 Serviços comuns da Saída discreta:
Implementado para:
Código do serviço
0x0E
0x10
Nome do serviço
Classe
Instância
Não
Não
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Especificações especiais do objeto Ponto de saída discreta
Comportamento especial das instâncias 3 e 4 do Ponto de saída
discreta
Há várias fontes que podem afetar um valor do ponto de saída: uma
mensagem de E/S, uma mensagem explícita, lógica local, falha de
rede e condições de inatividade, e condições de falha de proteção. Um
ponto de saída deve saber como selecionar que fonte de dados usar
para acionar seu atributo de valor.
Uma saída que não é limitada comporta como na especificação do
DeviceNet. Uma adição notável ao comportamento do Ponto de saída
discreta para a implementação da ArmorStart é que os atributos da
ação da falha de proteção e do valor da falha de proteção determinam
o comportamento do Ponto de saída discreta quando o ArmorStart
falha em uma falha de proteção.
D-24
Cód. cat. 284 Informações do CIP
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias 3 a
8 do Ponto de saída discreta ilimitado quando não são usadas em um
programa DeviceLogix™
Figura D.1 Diagrama de transição de estado – Instâncias 3 a 8 do Ponto de
saída discreta ilimitado
Inexistente
Ligado
Falha de proteção
Falha DNet
Falha DNet
Pronto
Recebimento
de dados
Recebimento inativo
DNet
inativa
Operação
Falha DNet
Transições de conexão a estabelecer
Restabelecimento da falha de proteção
Falha de proteção
Falha de proteção
Falha DNet
Inativo
Falha de proteção
Transições de conexão a estabelecer
Disponível
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-25
Comportamento especial das instâncias 1, 2, 9, e 10 do Ponto de
saída discreta
Além das fontes que podem afetar os pontos de saída 3 e 4, os Pontos
de saída discreta 1 e 2 podem ser afetados por entradas do teclado
uma vez que são dobrados como saídas de operação para frente e
operação reversa. Isso adiciona complexidade ao seu comportamento,
o qual, portanto, é definido nesta seção separadamente.
O diagrama de transição de estado a seguir é usado para instâncias 1,
2, 9 e 10 do Ponto de saída discreta:
Figura D.2 Instâncias 1, 2, 9, e 10 do Ponto de saída discreta
Desligado
Inexistente
Energização
Estado automático = Inic. automática
Teclado “Hand”
Botão pressionado
Estado manual = Parada manual
Manual
Automático
Teclado “Auto”
Botão pressionado
Estado automático = Inic. automática
D-26
Cód. cat. 284 Informações do CIP
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado
automático para instâncias 1, 2, 9 e 10 do Ponto de saída discreta
ilimitado
Figura D.3 Estado automático para instâncias 1, 2, 9, e 10 do Ponto de saída
discreta ilimitado
Falha DNet
Falha de proteção
Falha DNet
Falha DNet
Falha de proteção
Inativo
Falha DNet
Pronto
Transições de conexão a estabelecer
Restabelecimento da falha de proteção
Recebimento de dados
Falha de proteção
Operação
Falha de proteção
Falha DNet
Recebimento inativo
DNet
inativa
Falha de proteção
Transições de conexão a estabelecer
Inic. automática
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-27
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado manual
para os Pontos de saída discreta 1, 2, 9 e 10 limitados e ilimitados,
com o modo de teclado do parâmetro 45 estabelecido para 1 =
momentâneo.
Figura D.4
Avanço manual
Tecla Dir
pressionada
Reversa manual
Tecla Hand
pressionada
Tecla Hand
pressionada
Tecla Jog
pressionada
Avanço
manual
Tecla Jog
pressionada
Reversa
manual
Avanço
Jog
Tecla Off
pressionada
Tecla Off
pressionada
Falha
de proteção
Direção =
Avanço
Direção =
Reversa
Falha de proteção
Falha de proteção
Falha de proteção
Reversa
Jog
D-28
Cód. cat. 284 Informações do CIP
O diagrama de transição de estado a seguir é usado em estado manual
para os Pontos de saída discreta 1, 2, 9 e 10 limitados e ilimitados,
com o modo de teclado do parâmetro 45 estabelecido para 1 =
mantido.
Figura D.5
Avanço manual
Tecla Dir
pressionada
Reversa manual
Tecla Hand
pressionada
Tecla Hand
pressionada
Tecla Jog
pressionada
Tecla Jog
pressionada
Avanço
manual
Avanço
Jog
Reversa
manual
Nenhuma
tecla
pressionada
ou
tecla Off
pressionada
Nenhuma
tecla
pressionada
ou
tecla Off
pressionada
Falha
de proteção
Direção =
Avanço
Direção =
Reversa
Falha de proteção
Falha de proteção
Falha de proteção
Reversa
Jog
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-29
Objeto Parâmetro – CÓDIGO DE CLASSE 0x000F
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro
Tabela D.47 Atributos de classe de objeto Parâmetro:
ID do atributo
Regra de acesso
Nome
Tipo de dados
1
2
Get
Get
UINT
UINT
8
Get
9
Get
Revisão
Instância máxima
Descrição da classe
Parâmetro
Instância do conjunto
de configuração
WORD
UINT
O número de instâncias do objeto parâmetro depende do tipo de
controlador distribuído do motor. Haverá um conjunto padrão de
instâncias reservadas (1 a 99) para todas as partidas. Essas instâncias
serão seguidas por um conjunto exclusivo de instâncias para cada tipo
de partida (Cód. cat. 280/281 ou 284).
Os seguintes atributos de instância estão implementados para todos os
atributos de parâmetro
Tabela D.48 Atributos da instância do objeto Parâmetro:
ID do atributo
Regra de acesso
1
Get/Set
2
Get
3
Get
4
5
6
Get
Get
Get
7
Get
8
9
10
11
12
Get
Get
Get
Get
Get
13
Get
14
Get
15
Get
16
Get
17
18
19
20
21
Get
Get
Get
Get
Get
Nome
mín.
Tamanho do
caminho do link
Caminho do link
Descrição
Tipo de dados
Tamanho dos dados
Grupo do nome do
parâmetro
Grupo de unidades
Grupo de ajuda
Valor mínimo
Valor máximo
Valor padrão
Multiplicador de
conversão de escala
Divisor de conversão
de escala
Base de conversão
de escala
Offset de conversão
de escala
Link do multiplicador
Link do divisor
Link da base
Link do offset
Precisão decimal
Tipo de dados
Especificado na descrição
USINT
Vetor de:
• BYTE
• EPATH
WORD
EPATH
USINT
SHORT_STRING
SHORT_STRING
SHORT_STRING
Especificado na descrição
Especificado na descrição
Especificado na descrição
UINT
UINT
UINT
INT
UINT
UINT
UINT
UINT
USINT
D-30
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Parâmetro
Tabela D.49 Serviços comuns do objeto Parâmetro:
Implementado para:
Código do serviço
0x0E
0x10
0x01
Nome do serviço
Classe
Instância
Sim
Não
Não
Sim
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Get_Attributes_All
Objeto Grupo de parâmetros – CÓDIGO DE CLASSE 0x0010
É oferecido suporte aos seguintes atributos de classe para o objeto
Parâmetro
Tabela D.50 Atributos de classe do objeto Grupo de parâmetros:
ID do atributo
Regra de acesso
1
2
Get
Get
Nome
Revisão
Instância máxima
Tipo de dados
UINT
UINT
Todos os acionadores de motor do cód. cat. 284 têm as seguintes
instâncias do objeto grupo de parâmetro:
•
Instância 1 = Parâmetros do DeviceLogix
•
Instância 2 = Parâmetros do DeviceNet
•
Instância 3 = Parâmetros Proteção do Painel Alimentador
•
Instância 4 = Parâmetros Usuário E/S
•
Instância 5 = Diversos
•
Instância 6 = Inversor DNet
•
Instância 7 = Parâmetros ZIP
•
Instância 8 = Tela básica
•
Instância 9 = Programa Básico
•
Instância 10 = Programa Avançado
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-31
É oferecido suporte aos seguintes atributos de instância para todas as
instâncias do grupo de parâmetros:
Tabela D.51 Atributos da instância do objeto Grupo de parâmetros:
ID do atributo
Regra de acesso
1
2
3
4
N
Get
Get
Get
Get
Get
Nome
Tipo de dados
Nome do grupo
Número de membros
Primeiro parâmetro
Segundo parâmetro
N-ésimo parâmetro
SHORT_STRING
UINT
UINT
UINT
UINT
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de parâmetros
Tabela D.52 Serviços comuns do serviço do objeto Grupo de parâmetros:
Implementado para:
Código do serviço
Nome do serviço
0x0E
Classe
Instância
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Objeto Grupo de entrada discreta – CÓDIGO DE CLASSE
0x001D ➊
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de entrada discreta.
É oferecido suporte a uma única instância do objeto Grupo de entrada
discreta. Esta contém os seguintes atributos
Tabela D.53 Atributos da instância da entrada discreta:
ID do atributo
Regra de acesso
3
Get
4
Get
6
Get/Set
7
Get/Set
Nome
Número de
instâncias
Ligação
Tipo de dados
Valor
USINT
4
Vetor de UINT
Off_On_Delay
On_Off_Delay
UINT
UINT
Lista de
instâncias do
grupo de
minisseletoras
em
microssegundos
em
microssegundos
➊ Observação: Não há esse objeto no cód. cat. 284A.
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de entrada discreta
D-32
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Tabela D.54 Serviços comuns do objeto Grupo de entrada discreta:
Implementado para:
Código do serviço
0x0E
0x10
Nome do serviço
Classe
Instância
Não
Não
Sim
Sim
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Objeto Grupo de saída discreta – CÓDIGO DE CLASSE 0x001E
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Grupo de saída discreta.
É oferecido suporte a duas instâncias do objeto Grupo de saída
discreta. Contêm os seguintes atributos
Tabela D.55 Atributos da instância 1 do Grupo de saída discreta
:
ID do
atributo
Regra de
acesso
3
Get
4
Get
6
Get/Set
104
Get/Set
Comando
Override de status
da rede
105
Get/Set
Override de status
de comunicação
Nome
Número de
instâncias
Ligação
Tipo de
dados
USINT
Vetor de
UINT
BOOL
BOOL
BOOL
Valor
10
Lista das instâncias do Ponto de
saída discreta; 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8,
9, 10
0 = inativo; 1 = operação
0 = Sem override (siga para estado
seguro)
1 = Override (execute lógica local)
0 = Sem override (siga para estado
seguro)
1 = Override (execute lógica local)
Tabela D.56 Atributos da instância 2 do Grupo de saída discreta
ID do
atributo
Regra de
acesso
3
Get
4
Get
7
Get/Set
8
Get/Set
9
Get/Set
10
Get/Set
113
Get/Set
114
Get/Set
Nome
Número de
instâncias
Ligação
Ação de falha
Tipo de
dados
USINT
Vetor de
UINT
BOOL
Valor de falha
Ação de
inatividade
Valor de
inatividade
Ação de falha Pr
BOOL
Valor de falha Pr
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
Valor
4
5, 6, 7, 8
0 = Atributo do valor de falha,
1 = Mantenha o último estado
0 = desenergizado, 1 = energizado
0 = Atributo do valor de inatividade,
1 = Mantenha o último estado
0 = desenergizado, 1 = energizado
0 = Atributo do valor de falha Pr,
1 = Ignora
0 = desenergizado, 1 = energizado
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Grupo de saída discreta
Tabela D.57 Serviços comuns do grupo Saída discreta:
Implementado para:
Serviço
Código
Classe
Instância
0x0E
0x10
Não
Não
Sim
Sim
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
D-33
D-34
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Supervisor de controle – CÓDIGO DE CLASSE 0x0029
Não será fornecido suporte a nenhum atributo de classe. Será
oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Supervisor de controle
Tabela D.58 Instância 1 – Objeto Supervisor de controle.
ID do
atributo
Regra de
acesso
3
Get/Set
4
Get/Set
7
Get
8
Get
9
10
Get
Get
12
Get/Set
100
Get/Set
101
Get/Set
115
Get
124
Get/Set
130
Get/Set
131
Get/Set
150
Get/Set
151
Get
Nome
Operação para
frente
Operação reversa
Em operação para
frente
Em operação
reversa
Sinal de pronto
Desarmado
Reinicialização da
falha
Modo de teclado
Desabilitação do
teclado
Status de
advertência
Tipo de
dados
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
BOOL
WORD
BOOL
USINT
BOOL
WORD
Opções de base
152
Get
153
Get
154
Get
156
Get
WORD
Opções de fiação
WORD
Gabinete da
partida
Último desarme
PR
Essas saídas de operação
também mapeam para as
instâncias 1 e 2 de Ponto de
saída discreta.
BOOL
WORD
Habilitação de
desarme
Modo de reset de
desarme
Nível de reset de
desarme
Habilitação da
velocidade alta
Gabinete base
Valor
WORD
UINT
0->1 = Reset de desarme
0 = Mantido; 1 = Momentâneo
0 = Não desabilitado;
1 = Desabilitado
Bits 0–1 = reservado
Bit 2 = reservado
Bit 3 = reservado
Bit 4 = reservado
Bit 5 = Advertência CP
Bit 6 = Advertência de E/S
Bit 7 = reservado
Bit 8 = reservado
Bit 9 = Advertência DN
Bits 10–12 = reservado
Bit 13 = Advertência HW
Bits 14–15 = reservado
Palavra de habilitação de
desarme enumerada do bit
0 = manual; 1 = auto
0–100%; padrão = 75
0 = desabilita, 1 = habilita
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = Fusível da saída
Bit 1 = Monitor de segurança
Bit 2 = Detecção do fusível CP
Bits 3–7 = Reservado
Bit 8 = Base 10 A
Bit 9 = Base 25 A
Bit 10–15 = Reservado
Bit 0 = Eletroduto
Bit 1 = Mídia circular
Bits 2–15 = Reservado
Bit 0 = IP67
Bit 1 = NEMA 4X
Bits 2–15 = Reservado
Cód. cat. 284 Informações do CIP
D-35
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Supervisor de controle
Tabela D.59 Serviços comuns do objeto Supervisor de controle:
Serviço
Código
Implementado para:
Classe
Instância
Não
Sim
Não
Sim
0x0E
0x10
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Objeto Processador de confirmação – CÓDIGO DE CLASSE
0x002b
Não é oferecido suporte a nenhum atributo de classe para o objeto
Processador de confirmação.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Processador de confirmação. É oferecido suporte aos seguintes
atributos da instância
Tabela D.60 Atributos da instância do Processador de confirmação:
ID do
atributo
Regra de
acesso
1
2
3
Get/Set
Get
Get
Nome
Temporizador de confirmação
Limite de novas tentativas
Instância de conexão que produz COS
Tipo de
dados
Valor
UINT
USINT
UINT
milissegundos
1
4
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Processador de confirmação
Tabela D.61 Serviços comuns do processador de confirmação:
Implementado para:
Serviço
Código
Classe
Instância
0x0E
0x10
Não
Não
Sim
Sim
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
D-36
Cód. cat. 284 Informações do CIP
Objeto Interface do DeviceNet – CÓDIGO DE CLASSE 0x00B4
Esse objeto específico do fornecedor não tem atributos de classe.
É oferecido suporte a uma única instância (instância 1) do objeto
Interface do DeviceNet
Tabela D.62 Atributo da instância do objeto Interface do DeviceNet:
ID do
atributo
Regra de
acesso
7
Get/Set
8
Get/Set
9
Get/Set
10
Get/Set
13
Get/Set
15
Get/Set
16
Get/Set
17
Get/Set
19
Get/Set
23
Get
24
Get
30
50
Get
Get/Set
64
Get/Set
Nome
Palavra 0 do conjunto
produzido
Palavra 1 do conjunto
produzido
Palavra 2 do conjunto
produzido
Palavra 3 do conjunto
produzido
Máscara COS da partida
Habilitação da taxa
automática
Conj consumido
Conj produzido
Atribua valores padrão
Dimensões produzidas de
E/S
Dimensões consumidas de
E/S
Tensão DNet
Máscara COS PNB
Solte instâncias de
identidade
Tipo de
dados
Mín./Máx.
Padrão
USINT
1
USINT
5
USINT
6
USINT
7
WORD
0 – 0xFFFF
0xFFFF
BOOL
0–1
1
USINT
0 a 185
USINT
100 a 187
BOOL
0a1
160
(inversor 164)
161
(inversor 165)
0
Descrição
Define palavra 0 do conjunto 120
Define palavra 1 do conjunto 120
Define palavra 2 do conjunto 120
Define palavra 3 do conjunto 120
Máscara de alteração de estado para bits
de partida
1 = habilitado; 0 = desabilitado
3, 160, 162, 164, 166, 170, 182, 187, 188
52, 120, 161, 163, 165, 167, 171,
181 a 190
0 = Nenhuma ação; 1 = Reset
0a8
USINT
0a8
UINT
WORD
0 a 0x00FF
0
USINT
0
Tensão DeviceNet
Máscara de alteração de estado para PNBs
Solte quando estabelecer para 99 hex
Os seguintes serviços comuns são implementados para o objeto
Interface do DeviceNet
Tabela D.63 Serviços comuns do objeto Interface do DeviceNet:
Implementado para:
Serviço
Código
Classe
Instância
0x0E
0x10
Não
Não
Sim
Sim
Serviço
Nome
Get_Attribute_Single
Set_Attribute_Single
Apêndice
E
Instalações do grupo de motor
Aplicação dos controladores
ArmorStart® em instalação do
grupo
A seguir encontra-se um método de aplicação dos controladores
ArmorStart utilizando as normas de instalação do motor de grupo
conforme definido no Código Elétrico Nacional (NEC 2005) e Norma
Elétrica para Máquinas Industriais (NFPA 79-2002).
1. Liste os motores de grupo em ordem decrescente de corrente à
plena carga da placa de identificação do motor.
2. Selecione as médias de desconectar.
a. Some todas as correntes de rotor travado dos motores que
podem ser ligados simultaneamente usando a Tabela 430.251
do NEC.
b. Adicione a esse valor todas as correntes à plena carga de
qualquer outro motor ou cargas que possam estar em
operação no mesmo momento em que os motores que se
iniciam simultaneamente, usando a Tabela 430.250 do NEC.
c. Use a corrente total de a e b anterior para obter um valor de
potência em HP equivalente da Tabela 430.251. O valor é as
dimensões das médias de desconectar em potência em HP.
(NEC 430.110)
3. Selecione proteção de fusível ou disjuntor: Selecione as
dimensões de fusível ou disjuntor para o maior motor segundo a
Tabela 430.52 do NEC e adicione o valor de ampères ao total das
correntes à plena carga dos motores restantes. O valor final é as
dimensões do fusível ou disjuntor necessárias. (NEC 430.53C)
4. Selecione o cabo: A capacidade de corrente do cabo alimentando
um grupo de motores não é inferior a 125% da capacidade da
corrente à plena carga do motor de classificação mais alta mais a
soma das capacidades das correntes à plena carga de todos os
motores no grupo. (NEC 430.24)
5. O código estipula que qualquer tap abastecendo um motor único
deve ter uma capacidade de corrente não inferior a um terço da
capacidade de corrente dos condutores do circuito de ramificação.
(NEC 430.53D) Os condutores do circuito de ramificação podem
ser definidos como os condutores no lado da carga dos bornes
fusíveis ou disjuntor. Esse requisito de fato define as dimensões
do grupo de motores. Por exemplo, se o cabo dos fusíveis ou
disjuntor for AWG #8 com capacidade de corrente classificada de
50 A, o menor cabo que pode ser usado como um tap e para os
motores é AWG #14 com uma capacidade de corrente de 20 A.
(Tabela 310.16 do NEC para cabo 75° C) Observe que os
E-2
Instalações do grupo de motor
controladores da ArmorStart do cód. cat. 280–283 não aceitará
um cabo maior que os cabos #10 em seus blocos de bornes de
entrada. A fiação da ArmorStart para o motor é Listado UL para o
HP do controlador e é fornecida com o controlador ArmorStart ou
como um acessório quando comprimentos mais longos são
necessários.
As instalações do motor de grupo usando o ArmorStart em aplicações
de controle distribuído serão amplamente determinadas pelo HP do
motor necessário, seus pontos de referência e as questões práticas do
roteamento do fio-cabo no equipamento. Deve-se observar que as
instalações do motor de grupo são projetadas para o uso do HP do
motor real e capacidades da corrente na Tabela 430.250 do NEC e não
a capacidade do controlador ArmorStart. Isso permite uma possível
padronização dos controladores ArmorStart em uma instalação. Uma
aplicação pode ser projetada usando controladores de 5 HP para todos
os motores entre, digamos, 5 e 2 HP e controladores de 1 HP para
motores de 1 HP e menos, sem ter que exceder o tamanho da fiação e
proteção de curto-circuito que resultaria do uso da maior capacidade
do controlador ArmorStart.
No caso de se usar o VFD-ArmorStart do cód. cat. 284, a corrente à
plena carga real do motor precisa ser multiplicada pelo índice da
razão entre a corrente nominal de entrada e a corrente nominal de
saída do inversor para se chegar à corrente à plena carga real. Por
exemplo, no caso de um VFD-ArmorStart de 2 HP ser usado para
controlar um motor de 1 HP 2,1 A a 460 V, os ampères à plena carga
a serem usados para o cálculo do motor de grupo seria a razão
(corrente nominal de entrada/corrente nominal de saída) do VFDArmorStart de 2 HP x a corrente à plena carga nominal do motor de
1 HP; (5,7 A/4,0 A) 2,1 A = 3,0 A.
A seguir se encontra um cálculo de exemplo do motor de grupo para
uma aplicação distribuída de 460 V que requerer dois DOLArmorStart de 10 HP controlando motores de 10 HP e 5 HP e quatro
VFD-ArmorStart de 2 HP controlando um motor de 2 HP e três
motores de 1 HP. Da Tabela 430.250 do NEC as correntes à plena
carga dos respectivos motores são:
HP do Motor
FLC do Motor (A)
10
14
5
7,6
2
3,4
1
2,1
1
2,1
1
2,1
Instalações do grupo de motor
E-3
Para projetar o circuito do motor usando um fusível de atraso de
tempo da Tabela 430.52 do NEC para as normas do NEC 430.53C,
começamos com o maior motor, 10 HP, e calculamos 14 A x 175% =
24,5 A. A isso acrescentamos a FLC do motor de 5 HP, 7,6 A, mais as
outras correntes do inversor calculadas para os motores controlados
pelos VFD-ArmorStarts. As correntes do inversor calculadas são
informadas na tabela a seguir:
Razão entre a corrente de entrada
FLC do
e saída do inversor (consulte o
Motor (A) Manual do usuário da ArmorStart –
Apêndice A)
HP do
Motor
2
3,4
1
1
1
Corrente do inversor
calculada (A)
5,57 A/4,0 A = 1,39
3,4 x 1,39 = 4,72 A
2,1
3,45 A/2,3 A = 1,5
2,1 x 1,5 = 3,15 A
2,1
3,45 A/2,3 A = 1,5
2,1 x 1,5 = 3,15 A
2,1
3,45 A/2,3 A = 1,5
2,1 x 1,5 = 3,15 A
A corrente total para a capacidade de corrente do fusível é calculada
na tabela a seguir:
FLC do Motor (A)
Corrente do fusível de
atraso de tempo (A)
10
14
24,5 A
5
7,6
7,6 A
2
3,4
4,72 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
HP do Motor
Corrente total do fusível
46,4 A
Portanto, o fusível padrão disponível que não excede a 46,4 A é um
fusível de 40 A.
Para calcular a capacidade de corrente do cabo e, assim, as dimensões
do condutor de ramificação do motor, usamos o NEC 430.24 e
calculamos o total de 125% da FLC do maior motor mais a FLC dos
outros motores no grupo. O cálculo da capacidade de corrente do
condutor é fornecido na tabela a seguir:
HP do Motor
FLC do Motor (A)
Corrente do cabo (A)
10
14
14 A x 1,25 = 17,5 A
5
7,6
7,6 A
2
3,4
4,89 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
Corrente total do fusível
39,4 A
E-4
Instalações do grupo de motor
Da Tabela 310.16 do NEC, precisamos usar 8 AWG para o circuito de
ramificação do motor. Segundo NEC 430.28, os condutores do tap do
motor individual podem ser reduzidos a 1/3 da capacidade de corrente
do tronco, mas não menos que 125% da FLC do motor específico no
tap. Essa redução é ainda condicionalmente baseada no tap não sendo
superior a 25 pés. NFPA 79, 7.2.10.4 e Tabela 7.2.10.4 restringem a
redução das dimensões pelo tamanho das dimensões do fusível do
circuito de ramificação e das dimensões do condutor do tap. Para o
caso mencionado anteriormente, usamos um fusível de atraso de
tempo de 40 A. NFPA 79, Tabela 7.2.10.4 indica que o menor
condutor de tap pode ser 12 AWG. Tabela 310.16 do NEC para
capacidade de corrente do cabo permite 12 AWG (25 A) a ser usado
em todos os taps para essa aplicação. Consulte o projeto do circuito
do motor de grupo final na figura a seguir:
8 AWG motor branch trunk
AWG motor trunk tap conductors are
** 12permissible
with 40A Time Delay fuse; 14 AWG
40A Time Delay
are permissible with 50A Inverse Time circuit
breaker. (NFPA 79 Table 7.2.10.4)
or 50A Inverse Time CB
**
*
10 HP
DOL-AS
SF=1.15
14A FLC
10 HP
10 HP
DOL-AS
SF=1.15
7.6A FLC
5 HP
2 HP
VFD-AS
SF=1.15
3.4A FLC
2 HP
2 HP
VFD-AS
SF=1.15
2.1A FLC
1 HP
the ArmorStart and motor cable are UL Listed
* Note,
together and supplied by Rockwell Automation.
2 HP
VFD-AS
SF=1.15
2.1A FLC
1 HP
2 HP
VFD-AS
SF=1.15
2.1A FLC
1 HP
Instalações do grupo de motor
E-5
Se o projeto do motor de grupo foi realizado com o propósito de usar
um disjuntor de tempo inverso da Tabela 430.52 do NEC para as
normas do NEC 430.53C, começamos com o maior motor, 10 HP, e
calculamos 14 A x 250% = 35 A. A isso acrescentamos a FLC do
motor de 5 HP, 7,6 A, mais as outras correntes do inversor calculadas
para os motores controlados pelos VFD-ArmorStarts. As correntes do
inversor calculadas são informadas na tabela a seguir:
HP do Motor
FLC do Motor (A)
Corrente do disjuntor de tempo
inverso (A)
10
14
35 A
5
7,6
7,6 A
2
3,4
4,89 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
1
2,1
3,15 A
Corrente total do fusível
56,94 A
Portanto, para o disjuntor de tempo inverso padrão disponível que não
exceda a 56,94 A precisamos usar um disjuntor de tempo inverso de
50 A. O projeto também permitirá o uso de 8 AWG para o circuito de
ramificação do motor. Continuando, então, e aplicando o NEC
430.28, os condutores do tap do motor individual podem ser
reduzidos a 1/3 da capacidade de corrente do tronco, seguindo as
restrições em NFPA 79, 7.2.10.4 e Tabela 7.2.10.4 para esse caso
onde usamos um disjuntor de tempo inverso de 50 A. NFPA 79,
Tabela 7.2.10.4 indica que o menor condutor de tap pode ser agora
14 AWG. Consulte a figura anterior para esse projeto do circuito do
motor de grupo.
O método anterior orienta sobre a aplicação dos controladores
ArmorStart usando as normas de instalação do motor de grupo. Tendo
em vista os recursos, capacidade e lista do ArmorStart, esse método
fornece o cabo do circuito de ramificação mínimo e as dimensões de
proteção SCPD que podem ser usados. O ArmorStart foi avaliado e
testado para instalações de motor de grupo quando alimentado por
uma fonte de alimentação com uma corrente de falha disponível de
65,000 ampères. Entretanto, o ArmorStart não é um controlador de
motor combinado listado, mas é Listado como Equipamento de
Controle Industrial segundo UL 508 para instalações de motor de
grupo segundo NFPA 79. Sob essa Lista o NEC e na verdade a
NFPA 79 colocam um limite superior no SCPD a ser utilizado.
Esse limite superior é determinado pelas capacidades máximas na
Tabela 7.2.10.4.
E-6
Instalações do grupo de motor
As normas e permissões para estabelecer as dimensões da proteção de
sobrecorrente para grupos de motores da NFPA 79 são tratadas por
7.2.10.4, Tabela 7.2.10.4 e Tabela 13.5.6. Essas normas nas Tabelas
7.2.10.4 e 13.5.6 são destinadas a limitar o SCPD máximo para um
grupo. Portanto, cada controlador ArmorStart com seu cabo do motor
de saída fornecido pela fábrica é adequado para instalações de grupo
de motor único ou motores múltiplos em máquinas industriais,
quando instalado de acordo com NFPA 79, 2002. O controlador e
cabo do motor de saída foram avaliados como um sistema único. A
capacidade ou configuração do dispositivo de sobrecorrente máxima é
limitada ao valor na Tabela E.1 para o menor condutor de linha de
entrada de dados fornecido pelo usuário, pela capacidade máxima do
controlador, ou como autorizado pelos Certificados de Conformidade
UL 012607-E3125, E96956, e E207834 para o uso combinado de
componentes ArmorStart e ArmorConnect.
Os Certificados de Conformidade permitem que os controladores
distribuídos de motores ArmorStart Modelos 280*-*10*, 281*-*10*,
283*-*10*, e 284*-*10* respectivamente sejam usados com mídia de
cabo de entrada ArmorConnect 280*-PWRM22*-M*, taps do
circuito de ramificação do conjunto de cabo 280S-PWRM22*-M*, e
acessórios de montagem de painel ArmorConnet 280*-M22*-M1,
quando os circuitos de ramificação do motor de grupo são protegidos
com um fusível sem atraso de tempo de 40 A máximo ou um fusível
de atraso de tempo de 20 A, Classe CC, T ou F.
Essas Certificações de Conformidade UL dos produtos ArmorStart e
ArmorConnect efetivamente se estendem à Tabela E.1 para permitir
que os taps do circuito de ramificação ArmorConnect e acessórios de
conjunto construídos com condutor de 16 AWG dimensionado sejam
conectados a adequados controladores de motor ArmorStart. Consulte
a Tabela E.1.
Instalações do grupo de motor
E-7
Tabela E.1 NFPA 79 estendida, Tabela 7.210.4, Relacionamento entre as
dimensões do condutor e a capacidade ou configuração máxima
dos dispositivos de proteção do curto-circuito para circuitos de
alimentação
Dimensões do condutor
(AWG)
Capacidades Máximas
Fusível sem atraso de tempo Fusível de atraso de tempo
ou disjuntor de tempo
ou de elemento duplo
(ampères)
inverso ➊ (ampères)
16 ➋
40 ➌
20 ➍
14
60
30
12
80
40
10
100
50
8
150
80
6
200
100
4
250
125
➊ Para condutores de 16 AWG o disjuntor de ramificação deve ser identificado para usar o cabo de
16 AWG, NFPA 79, 12.6.1.1.
➋ O Certificado de Conformidade UL para os controladores distribuídos de motores ArmorStart modelos
280*-*10*, 281*-*10*, 283*-*10*, 284*-*10*; e mídia de cabo de entrada ArmorConnect 280*M22*-M*, taps do circuito de ramificação do conjunto de cabo 280S-PWRM22*-M*, e acessórios de
montagem do painel ArmorConnect 280*-M22*-M1, permite que condutores de 16 AWG sejam usados
quando parte dos componentes ArmorStart e ArmorConnect.
➌ Os taps de conjunto de cabo ArmorConnect 280*-PWRM22*-M* e acessórios de montagem de painel
280*-22*-M1 com condutores de 16 AWG são adequadamente protegidos quando protegidos no
circuito de ramificação por um fusível sem tempo de atraso de 40 A.
➍ Os taps de conjunto de cabo ArmorConnect 280*-PWRM22*-M* e acessórios de montagem de painel
280*-22*-M1 com condutores de 16 AWG são adequadamente protegidos quando protegidos no
circuito de ramificação por um fusível de tempo de atraso de 20 A.
Os controladores de motores ArmorStart Listados com seu cabo de
motor fornecido pela fábrica conduz as capacidades máximas
identificadas mostradas na tabela a seguir.
Capacidades Máximas
Tensão
480Y/277
480
600Y/347
600
Corrente eficaz
de ampères
simétricos
65 kA
65 kA
30 kA
30 kA
Disjuntor
100 A
100 A
100 A
–
Fusível
100 A
100 A
100 A
60 A ➊
ArmorConnect ➋
60 A ➊
60 A ➊
60 A ➊
60 A ➊
➊ Apenas fusíveis de Classe J, CC, e T.
➋ Mídia e T de alimentação da ArmorConnect somente podem ser usados com fusíveis.
E-8
Instalações do grupo de motor
Em síntese, o projeto dos controladores ArmorStart em aplicações de
motor de grupo deve ser executado conforme descrito anteriormente.
O SCPD e fiação da lateral da linha fornecido pelo usuário deve
atender as especificações mínimas determinadas anteriormente,
entretanto, o SCPD é necessário para proteger apenas a fiação da
lateral da linha associada do controlador ArmorStart e pode ser
aumentado para os valores permitidos nas tabelas de capacidades
máximas anteriores. Tendo em vista que o condutor máximo da
lateral da linha para o ArmorStart é #10 AWG, esse é o cabo ou fiação
em série de tap máximo que pode ser usado para aproveitar as
capacidades de entrada máximas do ArmorStart.
Um benefício para a capacidade ArmorStart e o processo do projeto
anterior usando as normas da NFPA é que o equipamento industrial
que utiliza várias instalações de motor de grupo em circuitos de
ramificação diferentes pode padronizar as dimensões do SCPD e a
fiação de ramificação para todos os circuitos de ramificação da
instalação, desde que não excedam as capacidades máximas da Tabela
E.1como estendido pelos Certificados de Conformidade UL para
instalações combinadas da ArmorStart e ArmorConnect, ArmorStart,
que sempre é menor.
Apêndice
F
Considerações do projeto de controle de
24 Vcc
Informações da aplicação de
tensão de controle CC da
ArmorStart®
A distância máxima que um ArmorStart pode ser colocado de uma
alimentação nominal de 24 Vcc é determinada pelas especificações da
corrente de energização (3,1 A para 100 milissegundos) dos
controladores distribuídos de motores da ArmorStart 280, 281 e 283.
A tabela a seguir fornece a distância máxima da fonte de alimentação
que um único ArmorStart pode ser colocado.
Tabela F.1 Dimensões da bitola do cabo
Bitola do
cabo
mm2
Metros
Pés
#16
1,31
38
125
#14
2,08
62
205
#12
3,31
100
325
#10
5,26
158
520
Em sistemas com múltiplos ArmorStarts (280, 281 e 283), onde mais
de uma unidade será comandada para ligar ao mesmo tempo,
provisões devem ser feitas para que a corrente máxima de ligação seja
providenciada (710 mA para 100 milissegundos para cada unidade).
O sistema de distribuição e fonte de alimentação CC precisa ter
capacidade suficiente e a bitola do cabo ter dimensões suficientes
para lidar com a corrente máxima necessária. A capacidade total do
sistema também inclui cargas adicionais conectadas às saídas de E/S
do ArmorStart (máx. 2 A para cada ArmorStart).
A distância máxima ainda pode ser utilizada se cada um dos
ArmorStarts que serão comandados para iniciar simultaneamente for
conectado diretamente de volta à fonte de alimentação CC, ou se um
atraso de 100 ms entre partidas consecutivas for garantido. Quando
mais de um ArmorStart é comandado para acionar ao mesmo tempo,
o comprimento de cada segmento de cabo no sistema deve ser
multiplicado pelo número de unidades que pode simultaneamente
acionar através dessa seção de cabo. Esse cálculo representa a
distância equivalente de partida. O total das distâncias equivalentes de
partida deve ser menor que a distância máxima permitida para a bitola
selecionada.
F-2
Considerações do projeto de controle de 24 Vcc
Exemplo 1 – Configuração da linha do transportador
Pretendemos conectar cinco seções do transportador (Consulte Figura
F.1). Cada seção do transportador tem um motor do transportador e
um motor do comutador. Vamos presumir que estejam separados por
50 pés. Os motores do transportador podem ser iniciados em
seqüência, mas é possível que todos os 5 motores do comutador sejam
ligados simultaneamente. Todos os controladores são unidades da
ArmorStart 280 com o teclado HOA. Vamos assumir que os
motores do transportador sejam ligados em seqüência e estejam
em operação antes dos comutadores serem ligados.
Figura F.1
Conveyor
Section 1
Fonte
de
24 vDC
alimentação
Power
deSupply
24 Vcc
D1
Conveyor
Section 2
Conveyor
Section 3
D3
D2
D4
Conveyor
Section 4
Conveyor
Section 5
D5
Vamos calcular os comprimentos efetivos do cabo.
Distância 1
Operação 1
Distância 2
Distância 3
Distância 4
Distância 5
Distância
Equivalente
+ 50 pés (15 m) * 5 + 50 pés (15 m) * 4 + 50 pés (15 m) * 3 + 50 pés (15 m) * 2 + 50 pés (15 m) * 1 = 750 pés (229 m)
Com base nesse cálculo, não há uma bitola de cabo que possa ser
levada a 750 pés, portanto, a quinta seção terá que ter sua própria
operação.
Exemplo 1 Calculado novamente com a seção 5 tendo sua própria
alimentação
Distância 1
Operação 1
Operação 2
Distância 2
Distância 3
+ 50 pés (15 m) * 4 + 50 pés (15 m) * 3 + 50 pés (15 m) * 2
+ 50 pés (15 m)
+ 50 pés (15 m)
+ 50 pés (15 m)
Distância 4
Distância 5
+ 50 pés (15 m)
+ 50 pés (15 m)
Distância
Equivalente
= 500 pés (152 m)
+ 50 pés (15 m)
= 250 pés (76 m)
Assim, a operação 1 precisa ser #10 AWG, enquanto a operação 2
pode ser ou #12 AWG ou #10 AWG.
Considerações do projeto de controle de 24 Vcc
F-3
Figura F.2 Solução da fiação de duas operações
Conveyor
Section 1
Conveyor
Section 2
Fonte
de
24 vDC
alimentação
Power
deSupply
24 Vcc
# 10 AWG
Conveyor
Section 3
Conveyor
Section 4
Conveyor
Section 5
# 12 AWG
Exemplo 2
Coloque no centro a fonte de alimentação no Exemplo 1 –
Configuração da linha do transportador.
Figura F.3 Distribuição da fonte de alimentação centralizada
Conveyor
Section 1
Conveyor
Section 2
# 14 AWG
D1
Distância 1
Distância 2
D2
Conveyor
Section 3
Fonte
de
24 vDC
alimentação
Power
deSupply
24 Vcc
Conveyor
Section 4
D5
D4
D3
# 14 AWG
Distância 3
Distância 4
Distância 5
+ 0 pés (0 m) * 3
+ 50 pés (15 m) * 2
+ 50 pés (15 m)
Operação 1 + 50 pés (15 m) + 50 pés (15 m) * 2
Operação 2
Conveyor
Section 5
Distância Equivalente
150 pés (46 m)
150 pés (46 m)
Assim, ambas as operações podem ser #14 AWG. Considera-se que
os controladores na seção 3 não têm comprimento uma vez que a
fonte de alimentação está muito próxima às unidades.
Dimensionamento da capacidade da fonte de alimentação de 24 Vcc
A capacidade da corrente da fonte de alimentação de 24 Vcc
necessária para um sistema ArmorStart pode ser calculada pela
seguinte fórmula:
I alimentação = N*0,25 A + K*3 A + J*0,3 A + L*0,425 A + M
N=
Nº das unidades do ArmorStart 280/281 com HOA mais unidades do ArmorStart 283
K=
Nº dos ArmorStarts (280, 281 e 283) que serão comandados para iniciar simultaneamente,
K = 1 mínimo
J=
Nº dos ArmorStarts (280, 281 e 283) que serão comandados para serem retidos a qualquer momento
L=
Nº das unidades do ArmorStart 284
M=
Corrente utilizada pelas cargas do cliente
F-4
Considerações do projeto de controle de 24 Vcc
Exemplo – Cálculo das especificações da fonte de alimentação de
24 Vcc
Meça a fonte de alimentação para o Exemplo 1 – Configuração da
linha do transportador. Cada partida tem uma carga do cliente de
0,1 A.
I alimentação = 10*0,17 + 5*0,710 + 5*0,063 + 0*0,425 + 10*0,1
I alimentação = 1,7 + 3,55 + 0,315 + 0 + 1 = 6,57 A
Considerações do projeto de
sistema ao se usar fiação de
controle de 16 AWG
O uso de #16 AWG requerer mais consideração ao se determinar o
número e ponto de referência das fontes de alimentação uma vez
que é efetivamente limitado a 125 pés. Trabalhando novamente o
exemplo 1 usando #16 AWG é demonstrado que duas fontes de
alimentação serão necessárias.
Figura F.4
Conveyor
Section 1
# 16 AWG
Conveyor
Section 2
Fonte
de
24 vDC
alimentação
Power
deSupply
24 Vcc
# 16
AWG
Conveyor
Section 3
# 16 AWG
Conveyor
Section 4
Fonte
de
24 vDC
alimentação
Power
deSupply
24 Vcc
Distância 1 Distância 2 Distância 3
Operação 1
Operação 2
Operação 3
Operação 4
Outras considerações do projeto
de sistema
Conveyor
Section 5
# 16 AWG
Distância 4
CompriDistância 5 mento do
cabo
25 pés
(7,6 m)
= 25 pés
(7,6 m)
25 pés
(7,6 m)
= 25 pés
(7,6 m)
50 pés
(15 m)
= 50 pés
(15 m)
0 pés (0 m) * 2
+50 pés
(15 m)
= 50 pés
(15 m)
Para minimizar as especificações da capacidade de corrente de
alimentação CC recomenda-se a escalonação da partida (seqüenciada)
dos ArmorStarts, mas somente se a aplicação não especifica que
todos os ArmorStarts sejam comandados para iniciar ao mesmo
tempo.
É recomendada a separação da potência de controle e da alimentação
do DeviceNet™ como uma boa prática do projeto. Isso diminui a
carga no fornecimento do DeviceNet, e previne que transientes que
possam estar presentes no sistema de potência de controle
influenciem nos controles de comunicação.
Apêndice
G
Acessórios
Tabela G.1 Mídia DeviceNet™ ➊
Descrição
Derivações de cabo flexível KwikLink são
conectores de deslocamento de isolamento (IDC)
com cabos circulares integrais de Classe 1 para
dispositivos de interfaceamento ou fontes de
alimentação para cabo liso
Mini Tap Porta-T DeviceNet
Cabo coaxial fino cinza em PVC
Cabo grosso
Terminal de configuração DeviceNet – Usado
para conectar por meio de interface com objetos
em uma rede DeviceNet. Inclui um cabo de
comunicação de 1 m.
Cabo de comunicação, condutores sem
isolamento codificados por cor
Cabo de comunicação, microconector (macho)
Módulo adaptador/Kit para montagem em
painel/porta
Comprimento m (pés)
Cód. cat.
1 m (3,3)
2 m (6,5)
3 m (9,8)
Selado
1485P-P1E4-B1-N5
1485P-P1E4-B2-N5
1485P-P1E4-B3-N5
6 m (19,8)
1485P-P1E4-B6-N5
Entalhe direito
Entalhe esquerdo
1485P-P1N5-MN5NF
1485P-P1N5-MN5KM
Conector
Cód. cat.
Mini fêmea axial
Mini macho axial
Mini fêmea axial
Mini macho radial
Mini fêmea radial
Mini macho axial
Mini fêmea radial
Mini macho axial
Mini fêmea axial
Mini macho axial
Mini fêmea axial
Mini macho radial
Mini fêmea radial
Mini macho axial
Mini fêmea radial
Mini macho axial
Comprimento m (pés)
1485G-P➋N5-M5
1485G-P➋W5-N5
1485G-P➋M5-Z5
1485G-P➋W5-Z5
1485C-P➌N5-M5
1485C-P➌W5-N5
1485C-P➌M5-Z5
1485C-P➌W5-Z5
Cód. cat.
1 m (3,3)
193-DNCT
1 m (3,3)
193-CB1
1 m (3,3)
193-CM1
–
193-DNCT-BZ1
➊ Consulte publicação M116-CA001A-PT-P para informações completas sobre seleção de cabo.
➋ Substitua o símbolo com o comprimento em metros desejado (Exemplo: 1485G-P1N5-M5 para um cabo de 1 m). Comprimentos de cabo padrões: 1 m, 2 m, 3 m, 4 m,
5 m, e 6 m.
➌ Substitua o símbolo com o comprimento em metros desejado (Exemplo: 1485C-P1N5-M5 para um cabo de 1 m). Comprimentos de cabo padrões: 1 m, 2 m, 3 m, 4 m,
5 m, 6 m, 8 m, 10 m, 12 m, 18 m, 24 m, e 30 m.
OBSERVAÇÃO: Versões em aço inoxidável podem ser encomendadas adicionando-se um “S” ao cód. cat. (Exemplo: 1485CS-P1N5-M5)
G-2
Acessórios
Tabela G.2 Mídia de sensor ➊
Conexão de E/S
ArmorStart®
Descrição
Contagem de
pinos
Conector
Cód. cat.
Fêmea axial
Macho axial
889D-F4ACDM-➋
Fêmea axial
Macho radial
889D-F4ACDM-➋
Fêmea axial
879D-F4ACDM-➋
Macho radial
879D-R4ACM-➋
Fêmea axial
Macho axial
889R-F3AERM-➋
Fêmea axial
Macho radial
899R-F3AERE-➋
0
Entrada
5-pinos
0
Cabo Micro CC
0
Entrada
5-pinos
0
Cabo-V Micro CC
Saída
3-pinos
Cabo Micro CA
➊ Consulte publicação M116-CA001A-PT-P para informações completas sobre seleção de cabo.
➋ Substitua o símbolo com o comprimento em metros desejado (Exemplo: 889D-F4ACDM-1 para um cabo de 1 m). Comprimentos de cabo padrões: 1 m, 2 m, 5 m, e 10 m.
Tabela G.3 Tampas de vedação
Descrição
Para uso com
Cód. cat.
Tampa de vedação de plástico (M12) ➌
Conexão de E/S de entrada
1485A-M12
Tampa de vedação de alumínio (M12) ➌
Conexão de E/S de saída
889A-RMCAP
Tampa de vedação de aço inoxidável (M12) ➍
Conexão de E/S de entrada
1485AS-C3
Tampa de vedação de aço inoxidável (M12) ➍
Conexão de E/S de saída
889AS-RMCAP
➌
Para atingir a classificação IP 67, as tampas de vedação devem ser instaladas em todas as conexões de E/S não utilizadas.
➍
Para atingir a classificação IP 69k/NEMA 4X, as tampas de vedação devem ser instaladas em todas as conexões de E/S não utilizadas.
Tabela G.4 Mídia ArmorPoint®
Descrição
Comprimento
Cód. cat.
Cabo extensor de barramento ArmorPoint incluindo resistor de
terminação
1 m (3,3 pés)
280A-EXT1
Cabo extensor para conectar dois controladores distribuídos de
motores ArmorStart para protocolo de comunicação ArmorPoint
1 m (3,3 pés)
280A-EXTCABLE
Tabela G.5 Travas
Descrição
Os clipes em formato de dobradiça sobre o conector do motor e cabo do motor do ArmorStart para
limitar o acesso do cliente.
Quantidade de
pacote
Cód. cat.
10
280-MTR22-LC
10
280-MTR35-LC
Acessórios
G-3
Cód. cat. 1738 Produtos de E/S distribuída ArmorPoint
Tabela G.5 Produtos de E/S digital
Descrição
Tabela G.9 Produtos de Relés e CA
Cód. cat.
8 saídas de fonte 24 Vcc c/8 conectores M12
1738-OB8EM12
8 saídas de fonte 24 Vcc c/8 conectores M8
1738-OB8EM8
Descrição
Cód. cat.
Relé DPST N.A. de bobinas 24 Vcc c/2
conectores M12
1738-OW4M12
Relé DPST N.A. de bobinas 24 Vcc c/2
conectores M12 CA
1738OW4M12AC4
4 saídas de fonte 24 Vcc c/4 conectores M12
1738-OB4EM12
4 saídas de fonte 24 Vcc c/4 conectores M8
1738-OB4EM8
2 saídas de fonte 24 Vcc c/2 conectores M12
1738-OB2EM12
2 entradas 120 Vca c/2 conectores M12 de
4 pinos CA
1738IA2M12AC4
2 saídas de fonte 24 Vcc – 2 A Prot. c/2
conectores M12
1738-OB2EPM12
2 entradas 120 Vca c/2 conectores M12 de
3 pinos CA
1738IA2M12AC3
4 saídas sink 24 Vcc c/4 conectores M12
1738-OV4EM12
2 saídas 120/230 Vca c/2 conectores M12 de
3 pinos CA
1738OA2M12AC3
Tabela G.6 Produtos de entrada digital
Tabela G.10 Produtos Especializados
Descrição
Cód. cat.
Descrição
8 entradas sink 24 Vcc c/4 conectores M12,
2 pontos por conector
1738-IB8M12
8 entradas sink 24 Vcc c/8 conectores M8
1738-IB8M8
8 entradas sink 24 Vcc c/1 conector M23
1738-IB8M23
4 entradas sink 24 Vcc c/4 conectores M12
1738-IB4M12
4 entradas sink 24 Vcc c/4 conectores M8
1738-IB4M8
2 entradas sink 24 Vcc c/2 conectores M12
4 entradas de fonte 24 Vcc c/4 conectores M12
1738232ASCM12
Módulo de interface serial ASCII RS-485
ArmorPoint I/O
1738485ASCM12
Módulo contador em alta velocidade 24 Vcc
1738VHSC24M23
1738-IB2M12
Módulo encoder/contador ArmorPoint 5 V
1738-IJM23
1738-IV4M12
Módulo de interface serial síncrona ArmorPoint
com encoder absoluto
Tabela G.7 Produtos analógicos
Descrição
Cód. cat.
Módulo de interface serial ASCII RS-232
ArmorPoint I/O
1738-SSIM23
Tabela G.11 Produtos do módulo adaptador
Cód. cat.
Descrição
Entrada em corrente analógica 24 Vcc c/2
conectores M12
1738-IE2CM12
2 entradas em tensão analógica 24 Vcc c/2
conectores M12
Cód. cat.
1738-ADN12
1738-IE2VM12
Módulo adaptador DeviceNet ArmorPoint,
derivação ou passagem, com conectores macho
e fêmea M12
Saída em corrente analógica 24 Vcc c/2
conectores M12
1738-OE2CM12
Módulo adaptador DeviceNet ArmorPoint,
apenas derivação, com conector macho M18
1738-ADN18
Saída em tensão analógica 24 Vcc c/2
conectores M12
1738-OE2VM12
Módulo adaptador DeviceNet ArmorPoint,
derivação ou passagem, com conectores
macho e fêmea M18
2 entradas termopares 24 Vcc
1738-IT2IM12
2 entradas RTD 24 Vcc
1738-IR2M12
Tabela G.8 Produtos de fonte de alimentação
Descrição
Módulo distribuidor de potencial de campo de
Point I/O
Fonte de alimentação de expansão 24 Vcc
Cód. cat.
1738-FPD
1738-EP24DC
1738-ADN18P
Módulo adaptador DeviceNet ArmorPoint 24 Vcc
com expansão de sub-rede
1738-ADNX
Módulo adaptador ControlNet redundante
ArmorPoint
1738-ACNR
Módulo adaptador Ethernet/IP ArmorPoint
10/100 Mbps
1738-AENT
G-4
Acessórios
Tabela G.12 Módulos de frenagem dinâmica (Cód. cat. 284 apenas) ➊➋
Capacidades do inversor
Cód. cat. ➋
Tensão de entrada
240 V, 50/60 Hz, trifásica
480 V, 50/60 Hz, trifásica
kW
HP
Resistência mín. (Ω)
0,4
0,5
48
AK-R2-091P500
0,75
1,0
48
AK-R2-091P500
1,5
2,0
48
AK-R2-091P500
2,2
3,0
32
AK-R2-047P500
3,7
5,0
19
AK-R2-047P500
0,4
0,5
97
AK-R2-360P500
0,75
1,0
97
AK-R2-360P500
1,5
2,0
97
AK-R2-360P500
2,2
3,0
97
AK-R2-120P1K2
4,0
5,0
77
AK-R2-120P1K2
➊
Módulos de frenagem dinâmica são classificados IP00.
➋
Os resistores listados nessa tabela são classificados para ciclo de trabalho de 5%.
Figura G.1 Dimensões aproximadas dos módulos de frenagem dinâmica
As dimensões são em milímetros (polegadas) e os pesos são em quilogramas (libras).
Carcaça A
Carcaça B
30.0
(1.18) 60.0
(2.36)
31.0
(1.22)
59.0
(2.32)
C
US
C
US
17.0
(0.67)
61.0
(2.40)
335.0
(13.19)
386.0
(15.20)
405.0
(15.94)
AUTOMATION
ROCKWELL
316.0
(12.44)
ROCKWELL
AUTOMATION
SURFACES MAY BE
13.0
(0.51)
Carcaça Cód. cat.
Peso
A
AK-R2-091P500, AK-R2-047P500, AK-R2-360P500
1,1 (2,5)
B
AK-R2-030P1K2, AK-R2-120P1K2
2,7 (6)
Acessórios
G-5
Tabela G.13 Resistor de frenagem dinâmica IP67
Dimensões
do inversor
e motor kW
Número da
peça
Resistência Alimentação
Ohms ± 5% contínua kW
Energia
máx. kJ
Torque máx.
de abertura
% do motor
Tipo de aplicação 1
Tipo de aplicação 2
Torque de
abertura %
do motor
Ciclo de
trabalho %
Torque de
abertura %
do motor
Ciclo de
trabalho %
Inversores de entrada 200–240 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
284R-091P500
284R-091P500
284R-091P500
91
91
91
0,086
0,086
0,086
17
17
17
293%
218%
109%
100%
100%
100%
46%
23%
11%
150%
150%
109%
31%
15%
11%
0,086
0,086
0,086
0,26
0,26
17
17
17
52
52
305%
220%
110%
197%
124%
100%
100%
100%
100%
100%
47%
23%
12%
24%
13%
150%
150%
110%
150%
124%
31%
15%
11%
16%
10%
0,086
0,086
0,086
0,26
0,26
17
17
17
52
52
274%
251%
172%
193%
185%
100%
100%
100%
100%
100%
46%
23%
11%
24%
13%
150%
150%
150%
150%
150%
31%
15%
8%
16%
9%
Inversores de entrada 400–480 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
2,2 (3)
4 (5)
284R-360P500
284R-360P500
284R-360P500
284R-120P1K2
284R-120P1K2
360
360
360
120
120
Inversores de entrada 600 Volts CA
0,37 (0,5)
0,75 (1)
1,5 (2)
2,2 (3)
4 (5)
284R-360P500
284R-360P500
284R-360P500
284R-120P1K2
284R-120P1K2
360
360
360
120
120
Nota: Sempre verificar o resistor ohms contra uma resistência mínima para o inversor sendo usado.
Nota: O ciclo de trabalho listado é baseado na desaceleração de velocidade plena à velocidade zero. Para regeneração constante na velocidade plena, a capacidade
do ciclo de trabalho é metade da que está listada. Tipo de aplicação 1 representa capacidade máxima de até 100% do torque de abertura onde possível. Tipo de
aplicação 2 representa mais de 100% do torque de abertura onde possível, até o máximo de 150%.
Figura G.2 Dimensões aproximadas do resistor de frenagem dinâmica
H
B
C
D
J
F
Cód. cat.
284R-091P500
284R-360P500
284R120P1K2
G
A
mm (pol.)
B
mm (pol.)
C
75 ± 3
(2,95 ± 0,12)
215 ± 5
(8,46 ± 0,2)
420 ± 5
(16,54 ± 0,2)
*
D
mm (pol.)
E
mm (pol.)
235 ± 5
60 ± 2
(9,25 ± 0,2) (2,36 ± 0,08)
440 ± 5
(17,32 ± 0,2)
F
G
mm (pol.) mm (pol.)
127
(5)
12,54
(0,49)
H
mm (pol.)
J
mm (pol.)
60 ± 2
50 ± 1,5
(2,36 ± 0,08) (1,97 ± 0,06)
* O comprimento é regulável pelo usuário baseado no sufixo adicionado ao código de catálogo. Para um comprimento de 500±10 mm, adicionar -M05 ao final do
código de catálogo. Para um comprimento de 100±10 mm, adicionar -M1 ao final do código de catálogo.
G-6
Acessórios
Apêndice
H
Peças de reposição
Figura H.1 Cód. cat. 280/281 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo de controle
280 D – F 12Z – N B – R – Opção 1 – Opção 2
Código de catálogo
280
Partida direta
281
Partida reversa
Opção 2
SM
Monitor de segurança
Opção 1
3
Teclado seletor de desligamento manual automático
3FR
Teclado seletor de desligamento manual automático
com função para frente/para trás
Comunicações
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint® ➊
Conexão do motor
R
Circular
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
NEMA Tipo 4X
Seleção de sobrecarga
Faixa de Corrente
A
0,24 a 1,2
B
0,5 a 2,5 A
C
1,1 a 5,5 A
D
3,2 a 16 A
Dimensões do contator/tensão de controle
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
12Z
23Z
12D
23D
12B
23B
Módulo de controle
N
Módulo de controle somente
➊ Não disponível com gabinete tipo “S” (NEMA Tipo 4X).
Seleção de produto de peças de reposição do módulo de
controle
Tabela H.1 Partidas diretas – IP67/NEMA Tipo 4, até 575 Vca
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
kW
Cód. cat.
HP
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
280D-F12Z-NA-R
280D-F12D-NA-R
280D-F12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
280D-F12Z-NB-R
280D-F12D-NB-R
280D-F12B-NB-R
1
1
3
3
280D-F12Z-NC-R
280D-F12D-NC-R
280D-F12B-NC-R
3
5
10
10
280D-F23Z-ND-R
280D-F23D-ND-R
280D-F23B-ND-R
kW
Cód. cat.
HP
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
280A-F12Z-NA-R
280A-F12D-NA-R
280A-F12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
280A-F12Z-NB-R
280A-F12D-NB-R
280A-F12B-NB-R
1
1
3
3
280A-F12Z-NC-R
280A-F12D-NC-R
280A-F12B-NC-R
3
5
10
10
280A-F23Z-ND-R
280A-F23D-ND-R
280A-F23B-ND-R
Tabela H.2 Partidas diretas – NEMA Tipo 4X, até 575 Vca
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
kW
Cód. cat.
HP
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
280D-S12Z-NA-R
280D-S12D-NA-R
280D-S12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
280D-S12Z-NB-R
280D-S12D-NB-R
280D-S12B-NB-R
1
1
3
3
280D-S12Z-NC-R
280D-S12D-NC-R
280D-S12B-NC-R
3
5
10
10
280D-S23Z-ND-R
280D-S23D-ND-R
280D-S23B-ND-R
H-2
Peças de reposição
Cód. cat. 280/281, continuação
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
Tabela H.3 Partidas reversas – IP67/NEMA Tipo 4, até 575 Vca
kW
Cód. cat.
HP
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
281D-F12Z-NA-R
281D-F12D-NA-R
281D-F12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
281D-F12Z-NB-R
281D-F12D-NB-R
281D-F12B-NB-R
1
1
3
3
281D-F12Z-NC-R
281D-F12D-NC-R
281D-F12B-NC-R
3
5
10
10
281D-F23Z-ND-R
281D-F23D-ND-R
281D-F23B-ND-R
kW
Cód. cat.
HP
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
281A-F12Z-NA-R
281A-F12D-NA-R
281A-F12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
281A-F12Z-NB-R
281A-F12D-NB-R
281A-F12B-NB-R
1
1
3
3
281A-F12Z-NC-R
281A-F12D-NC-R
281A-F12B-NC-R
3
5
10
10
281A-F23Z-ND-R
281A-F23D-ND-R
281A-F23B-ND-R
Tabela H.4 Partidas reversas – NEMA Tipo 4X, até 575 Vca
Capacidade de
corrente
(A)
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
kW
Cód. cat.
HP
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
–
–
0,5
0,5
281D-S12Z-NA-R
281D-S12D-NA-R
281D-S12B-NA-R
0,5
0,5
1
1,5
281D-S12Z-NB-R
281D-S12D-NB-R
281D-S12B-NB-R
1
1
3
3
281D-S12Z-NC-R
281D-S12D-NC-R
281D-S12B-NC-R
3
5
10
10
281D-S23Z-ND-R
281D-S23D-ND-R
281D-S23B-ND-R
Peças de reposição
H-3
Figura H.2 Cód. cat. 280 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo base
280 D – F N – 10 – C – Opção
Código de catálogo
280
Partida
Opção
SM
Monitor de segurança
Comunicações
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint®
Conexão da linha
C
Entrada de eletroduto
R
Mídia de alimentação ArmorConnect™
Proteção contra curto-circuito (Cód. cat. 140M)
10
Dispositivo classificado 10 A
25
Dispositivo classificado 25 A
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
NEMA Tipo 4X
N
Base somente
Sem módulo de controle
Seleção de produto de peças de reposição do módulo base
Tabela H.5 Cód. cat. 280 Partidas diretas & cód. cat. 281 Partidas reversas –
IP67/NEMA Tipo 4, até 575 Vca com entrada de eletroduto
kW
Capacidade de
corrente (A)
HP
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
–
–
0,5
0,5
280D-FN-10-C
0,5
0,5
1
1,5
280D-FN-10-C
1
1
3
3
280D-FN-10-C
3
5
10
10
280D-FN-25-C
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
kW
Capacidade de
corrente (A)
Cód. cat.
230 Vca
60 Hz
HP
200 Vca
60 Hz
Cód. cat.
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
–
–
0,5
0,5
280A-FN-10-C
0,5 a 2,5
0,37
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280A-FN-10-C
1,1 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
3
280A-FN-10-C
3,2 a 16
4
7,5
3
5
10
10
280A-FN-25-C
Tabela H.6 Cód. cat. 280 Partidas diretas cód. cat. 281 Partidas reversas –
IP67/NEMA Tipo 4, até 575 Vca com conectividade ArmorConnect
kW
Capacidade de
corrente (A)
HP
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
–
–
0,5
0,5
280D-FN-10-R
0,5
0,5
1
1,5
280D-FN-10-R
1
1
3
3
280D-FN-10-R
3
5
10
10
280D-FN-25-R
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
kW
Capacidade de
corrente (A)
Cód. cat.
230 Vca
60 Hz
HP
200 Vca
60 Hz
Cód. cat.
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
–
–
0,5
0,5
280A-FN-10-R
0,5 a 2,5
0,37
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280A-FN-10-R
1,1 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
3
280A-FN-10-R
3,2 a 16
4
7,5
3
5
10
10
280A-FN-25-R
H-4
Peças de reposição
Cód. cat. 280, continuação
Tabela H.7 Cód. cat. 280 Partidas diretas & cód. cat. 281 Partidas reversas –
NEMA Tipo 4X, até 575 Vca com entrada de eletroduto
kW
Capacidade de
corrente (A)
HP
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
Cód. cat.
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
–
–
0,5
0,5
280D-SN-10-R
0,5
0,5
1
1,5
280D-SN-10-R
1
1
3
3
280D-SN-10-R
3
5
10
10
280D-SN-25-R
Tabela H.8 Cód. cat. 280 Partidas diretas & cód. cat. 281 Partidas reversas –
NEMA Tipo 4X, até 575 Vca com conectividade ArmorConnect
kW
Capacidade de
corrente (A)
HP
230 Vca
50 Hz
400 Vca
50 Hz
0,24 a 1,2
0,18
0,37
0,5 a 2,5
0,37
0,75
1,1 a 5,5
1,1
2,2
3,2 a 16
4
7,5
200 Vca
60 Hz
Cód. cat.
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
–
–
0,5
0,5
280D-SN-10-C
0,5
0,5
1
1,5
280D-SN-10-C
1
1
3
3
280D-SN-10-C
3
5
10
10
280D-SN-25-C
Tabela H.9 Cabos do motor
Descrição
Capacidade de
corrente (A)
Capacidade do cabo
Comprimento
m (pés)
Cód. cat.
0,24 a 1,2,
0,5 a 2,5
1,1 a 5,5
3 (9,8)
280-MTRM22-M3
Conjunto de cabos do motor de 90°
M22
IP67/NEMA Tipo 4
6 (19,6)
280-MTR22-M6
14 (45,9)
280-MTR22-M14
0,24 a 1,2,
0,5 a 2,5
1,1 a 5,5
3 (9,8)
280S-MTRM22-M3
IP69k/NEMA Tipo 4X
3,2 a 16
IP67/NEMA Tipo 4
Conjunto de cabos do motor de 90°
M22
Conjunto de cabos do motor de 90°
M35
Conjunto de cabos do motor de 90°
M35
3,2 a 16
IP69k/NEMA Tipo 4X
Cabos de 90° Macho/Fêmea
axial – M22
0,24 a 1,2,
0,5 a 2,5
1,1 a 5,5
IP67/NEMA Tipo 4
Cabos de 90° Macho/Fêmea
axial – M22
0,24 a 1,2,
0,5 a 2,5
1,1 a 5,5
IP69k/NEMA Tipo 4X
Cabos de 90° Macho/Fêmea
axial – M35
3,2 a 16
IP67/NEMA Tipo 4
Cabos de 90° Macho/Fêmea
axial – M35
3,2 a 16
IP69k/NEMA Tipo 4X
6 (19,6)
280S-MTR22-M6
14 (45,9)
280S-MTR22-M14
3 (9,8)
280-MTRM35-M3
6 (19,6)
280-MTR35-M6
14 (45,9)
280-MTR35-M14
3 (9,8)
280S-MTRM35-M3
6 (19,6)
280S-MTR35-M6
14 (45,9)
280S-MTR35-M14
1 (3,3)
280-MTR22-M1D
3 (9,8)
280-MTR22-M3D
1 (3,3)
280S-MTR22-M1D
3 (9,8)
280S-MTR22-M3D
1 (3,3)
280-MTR35-M1D
3 (9,8)
280-MTR35-M3D
1 (3,3)
280S-MTR35-M1D
3 (9,8)
280S-MTR35-M3D
Tabela H.10 Fusíveis internos
Descrição
Capacidade de
corrente
Cód. cat.
Fusível da tensão de controle
7A
W25172-260-17
Fusível de saída
2,5 A
W25176-155-03
Tabela H.11 Meios ArmorPoint™
Descrição
Comprimento
Cód. cat.
Cabo extensor de barramento ArmorPoint
1 m (3,3 pés)
W40754-369-51
Resistor de terminação
–
W40754-371-01
Peças de reposição
H-5
Figura H.3 Cód. cat. 283 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo de controle
283 D – F B 19Z – N D – R – Opção 1 – Opção 2 – Opção 3
Código
de catálogo
Opção 2
SB
Conector de frenagem
de fonte
Sem cabo
Opção 1
Opção 3
3
Teclado seletor de desligamento
SM
Monitor de segurança
manual automático
Comunicações
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint®
Conexão de motor
R
Circular
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
Tipo 4X
Tensão da linha de
entrada de dados
B
200 a 460 Vca, trifásica, 50 e 60 Hz
C
200 a 575 Vca, trifásica, 50 e 60 Hz
Seleção de sobrecarga
Faixa de Corrente
A
1,1 a 3,0 A
B
3,0 a 5,5 A
C
5,3 a 7,6 A
D
6,3 a 16 A
Dimensões do contator/tensão
de controle
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
3Z
9Z
16Z
19Z
3D
9D
16D
19D
3B
9B
16B
19B
Módulo de controle
N
Módulo de controle somente
Seleção de produto de peças de reposição do módulo de
controle
Tabela H.12 Cód. cat. 283 Controladores distribuídos de motores, até 480 Vca
kW
Cód. cat.
HP
Capacidade de
corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
283D-FB3B-N-R
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
283D-FB3Z-N-R
283D-FB3D-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
283D-FB9Z-N-R
283D-FB9D-N-R
283D-FB9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
283D-FB16Z-N-R
283D-FB16D-N-R
283D-FB16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
283D-FB19Z-N-R
283D-FB19D-N-R
283D-FB19B-N-R
kW
Cód. cat.
HP
Capacidade de
corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
283A-FB3Z-N-R
283A-FB3D-N-R
283A-FB3B-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
283A-FB9Z-N-R
283A-FB9D-N-R
283A-FB9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
283A-FB16Z-N-R
283A-FB16D-N-R
283A-FB16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
283A-FB19Z-N-R
283A-FB19D-N-R
283A-FB19B-N-R
H-6
Peças de reposição
Cód. cat. 283, continuação
Tabela H.13 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor – NEMA Tipo 4X,
até 480 Vca
Cód. cat.
Capacidade de
corrente
(A)
kW
HP
Tensão de Controle
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
283D-SB3Z-N-R
283D-SB3D-N-R
283D-SB3B-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
283D-SB9Z-N-R
283D-SB9D-N-R
283D-SB9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
283D-SB16Z-N-R
283D-SB16D-N-R
283D-SB16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
283D-SB19Z-N-R
283D-SB19D-N-R
283D-SB19B-N-R
Tabela H.14 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor – IP67/NEMA
Tipo 4, até 575 Vca
Cód. cat.
Capacidade de
corrente
(A)
kW
HP
Tensão de Controle
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
283D-FC3B-N-R
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
2
283D-FC3Z-N-R
283D-FC3D-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
3
283D-FC9Z-N-R
283D-FC9D-N-R
283D-FC9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
5
283D-FC16Z-N-R
283D-FC16D-N-R
283D-FC16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
10
283D-FC19Z-N-R
283D-FC19D-N-R
283D-FC19B-N-R
Capacidade de
corrente
(A)
kW
HP
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
283A-FC3B-N-R
Cód. cat.
Tensão de Controle
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
2
283A-FC3Z-N-R
283A-FC3D-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
3
283A-FC9Z-N-R
283A-FC9D-N-R
283A-FC9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
5
283A-FC16Z-N-R
283A-FC16D-N-R
283A-FC16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
10
283A-FC19Z-N-R
283A-FC19D-N-R
283A-FC19B-N-R
Tabela H.15 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor – NEMA Tipo 4X,
até 575 Vca
Capacidade de
corrente
(A)
kW
HP
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
Cód. cat.
Tensão de Controle
575 Vca
60 Hz
24 Vcc
120 Vca
240 Vca
283D-SC3B-N-R
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
2
283D-SC3Z-N-R
283D-SC3D-N-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
3
283D-SC9Z-N-R
283D-SC9D-N-R
283D-SC9B-N-R
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
5
283D-SC16Z-N-R
283D-SC16D-N-R
283D-SC16B-N-R
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
10
283D-SC19Z-N-R
283D-SC19D-N-R
283D-SC19B-N-R
Peças de reposição
H-7
Figura H.4 Cód. cat. 283 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo base
280 D – F N – 10 – C – Opção
Código de catálogo
280
Partida
Opção
SM
Monitor de segurança
Communications
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint®
Conexão da linha
C
Eletroduto
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
Tipo 4X
N
Proteção contra curto-circuito (Cód. cat. 140M)
10
Dispositivo classificado 10 A
25
Dispositivo classificado 25 A
Base somente
Sem módulo de controle
Seleção de produto de peças de reposição do módulo base
Tabela H.16 Cód. cat. 283 Controladores distribuídos de motores, até 480 Vca
kW
HP
Capacidade
de corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
Cód. cat.
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
280D-FN-10-C
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
280D-FN-10-C
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
280D-FN-10-C
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
280D-FN-25-C
kW
HP
Capacidade
de corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
Cód. cat.
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1,5
280A-FN-10-C
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1
1
3
280A-FN-10-C
5,3 a 7,6
1,5
3
1,5
2
5
280A-FN-10-C
6,3 a 16
4
5,5
3
5
10
280A-FN-25-C
Tabela H.17 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor, IP67/NEMA 4, até
575 Vca com entrada de eletroduto
kW
Capacidade
de corrente
[A]
HP
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280D-FN-10-C
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280D-FN-10-C
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280D-FN-10-C
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280D-FN-25-C
Cód. cat.
H-8
Peças de reposição
kW
HP
Capacidade
de corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
Cód. cat.
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280A-FN-10-C
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280A-FN-10-C
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280A-FN-10-C
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280A-FN-25-C
Cód. cat. 283, continuação
Tabela H.18 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor, IP67/NEMA 4, até
575 Vca com ArmorConnect™
kW
Capacidade
de corrente
[A]
HP
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280D-FN-10-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280D-FN-10-R
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280D-FN-10-R
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280D-FN-25-R
kW
Capacidade
de corrente
[A]
Cód. cat.
HP
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280A-FN-10-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280A-FN-10-R
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280A-FN-10-R
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280A-FN-25-R
Cód. cat.
Tabela H.19 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor, NEMA 4X, até
575 Vca com entrada de eletroduto
kW
HP
Capacidade
de corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
Cód. cat.
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280D-SN-10-C
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280D-SN-10-C
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280D-SN-10-C
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280D-SN-25-C
Tabela H.20 Cód. cat. 283 Controlador distribuído do motor, NEMA 4X, até
575 Vca com ArmorConnect
kW
HP
Capacidade
de corrente
[A]
230 Vca
50 Hz
380/400/
415 Vca
50 Hz
200 Vca
60 Hz
230 Vca
60 Hz
460 Vca
60 Hz
575 Vca
60 Hz
Cód. cat.
1,1 a 3,0
0,55
0,75
0,5
0,5
1
1,5
280D-SN-10-R
3,0 a 5,5
1,1
2,2
1,5
2
3
3
280D-SN-10-R
5,3 a 7,6
1,5
5,5
3
3
5
5
280D-SN-10-R
6,3 a 16
4
5,5
3
3
10
10
280D-SN-25-R
Peças de reposição
Cód. cat. 283, continuação
H-9
Tabela H.21 Cabos do motor
Descrição
Capacidade de
corrente (A)
Capacidade do cabo
Comprimento m (pés)
Cód. cat.
1,1 a 3,0,
3,0 a 5,5,
5,3 a 7,6
3 m (9,8)
280-MTR22-M3
Conjunto de cabos do
motor de 90° M22
IP67/NEMA Tipo 4
6 m (19,6)
280-MTR22-M6
14 m (45,9)
280-MTR22-M14
1,1 a 3,0,
3,0 a 5,5,
5,3 a 7,6
3 m (9,8)
280S-MTR22-M3
NEMA Tipo 4X
Conjunto de cabos do
motor de 90° M22
Conjunto de cabos do
motor de 90° M35
Conjunto de cabos do
motor de 90° M35
6,3 a 16
6,3 a 16
Cabos de 90° Macho/
Fêmea axial – M22
1,1 a 3,0,
3,0 a 5,5,
5,3 a 7,6
Cabos de 90° Macho/
Fêmea axial – M22
1,1 a 3,0,
3,0 a 5,5,
5,3 a 7,6
Cabos de 90° Macho/
Fêmea axial – M35
Cabos de 90° Macho/
Fêmea axial – M35
6,3 a 16
6,3 a 16
IP67/NEMA Tipo 4
NEMA Tipo 4X
IP67/NEMA Tipo 4
NEMA Tipo 4X
IP67/NEMA Tipo 4
NEMA Tipo 4X
6 m (19,6)
280S-MTR22-M6
14 m (45,9)
280S-MTR22-M14
3 m (9,8)
280-MTRM35-M3
6 m (19,6)
280-MTR35-M6
14 m (45,9)
280-MTR35-M14
3 m (9,8)
280S-MTR22-M3
6 m (19,6)
280S-MTR35-M6
14 m (45,9)
280S-MTR35-M14
1 m (3,3)
280-MTR22-M1D
3,0 m (9,8)
280-MTR22-M3D
1 m (3,3)
280S-MTR22-M1D
3,0 m (9,8)
280S-MTR22-M3D
1 m (3,3)
280-MTR35-M1D
3,0 m (9,8)
280-MTR35-M3D
1 m (3,3)
280S-MTR35-M1D
3,0 m (9,8)
280S-MTR35-M3D
Tabela H.22 Cabo de frenagem de fonte
Descrição
Capacidade do
cabo
Comprimento
m (pés)
Cód. cat.
3 m (9,8)
285-BRC25-M3
Cabo de frenagem
de fonte de 90° M25
IP67/NEMA
Tipo 4
6 m (19,6)
285-BRC25-M6
14 m (45,9)
285-BRC25-M14
3 m (9,8)
285S-BRC25-M3
Cabo de frenagem
de fonte de 90° M25
NEMA Tipo 4X
6 m (19,6)
285S-BRC25-M6
14 m (45,9)
285S-BRC25-M14
Tabela H.23 Meios ArmorPoint®
Descrição
Comprimento
Cód. cat.
Cabo extensor de barramento ArmorPoint
1 m (3,3 pés)
W40754-369-51
Resistor de terminação
–
W40754-371-01
H-10
Peças de reposição
Figura H.5 Cód. cat. 284 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo de controle
284 D – F H D2P3 D – N – R – Opção 1 – Opção 2
– Opção 3
Código
de catálogo
Opção 3
A10
Entrada analógica 0 a 10 mA
EMI
Filtro de interferência
eletromagnética
OC
Contator de saída
SM
Monitor de segurança
Comunicações
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint®
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
Tipo 4X
Módulo de controle
N
Módulo de controle
somente
Modo de desempenho de torque
H
Volts por Hz (desempenho
vetorial sem sensores)
V
Controle vetorial sem
sensores Volts por Hz
Tensão de Controle
Z
24 Vcc
D
120 Vca
B
240 Vca
Corrente de saída
Corrente
Código de saída
[A]
kW
HP
2,3
0,4
B4P5
4,5
0,75
B5P0
5
0,75
B7P6
7,5
1,5
0,5
1
(H somente)
1
(V somente)
2
Inversor 4800 V
D1P4
D2P3
D4P0
D6P0
D7P0
1,4
2,3
4
6
7,6
E1P7
E3P0
E4P2
E6P6
1,7
3
4,2
6,6
0,4
0,75
1,5
2,2
4
0,5
1
2
3
5
Inversor 600 V
0,75
1,5
2,2
4
Opção 1
3
Teclado seletor de desligamento
manual automático com função
de jog
Em
branco Status somente
Tipo de mídia de motor
R
Circular
Inversor 230 V
B2P3
Opção 2
CB
Conector de frenagem de controle
DB
Conector de frenagem de zona
morta
DB1
Conector de frenagem de zona
morta para resistor de frenagem
dinâmica IP67
SB
Conector de frenagem de fonte
1
2
3
5
Peças de reposição
Cód. cat. 284, continuação
H-11
Tabela H.24 Cód. cat. 284 Módulo de controle com desempenho vetorial sem
sensores, IP67/NEMA 4, até 480 V
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente
de saída
24 Vcc
Tensão de Controle
120 Vca
Tensão de Controle
240 Vca
Tensão de Controle
0,4
0,5
2,3 A
284D-FHB2P3Z-N-R
284D-FHB2P3D-N-R
284D-FHB2P3B-N-R
240 V 50/60 Hz
Trifásica
0,75
1,0
4,5 A
284D-FHB4P5Z-N-R
284D-FHB4P5D-N-R
284D-FHB4P5B-N-R
1,5
2,0
7,6 A
284D-FHB7P6Z-N-R
284D-FHB7P6D-N-R
284D-FHB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284D-FHD1P4Z-N-R
284D-FHD1P4D-N-R
284D-FHD1P4B-N-R
480 V 50/60 Hz
Trifásica
240 V 50/60 Hz
Trifásica
480 V 50/60 Hz
Trifásica
0,75
1,0
2,3 A
284D-FHD2P3Z-N-R
284D-FHD2P3D-N-R
284D-FHD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284D-FHD4P0Z-N-R
284D-FHD4P0D-N-R
284D-FHD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284D-FHD6P0Z-N-R
284D-FHD6P0D-N-R
284D-FHD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284D-FHD7P6Z-N-R
284D-FHD7P6D-N-R
284D-FHD7P6B-N-R
0,4
0,5
2,3 A
284A-FHB2P3Z-N-R
284A-FHB2P3D-N-R
284A-FHB2P3B-N-R
0,75
1,0
4,5 A
284A-FHB4P5Z-N-R
284A-FHB4P5D-N-R
284A-FHB4P5B-N-R
1,5
2,0
7,6 A
284A-FHB7P6Z-N-R
284A-FHB7P6D-N-R
284A-FHB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284A-FHD1P4Z-N-R
284A-FHD1P4D-N-R
284A-FHD1P4B-N-R
0,75
1,0
2,3 A
284A-FHD2P3Z-N-R
284A-FHD2P3D-N-R
284A-FHD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284A-FHD4P0Z-N-R
284A-FHD4P0D-N-R
284A-FHD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284A-FHD6P0Z-N-R
284A-FHD6P0D-N-R
284A-FHD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284A-FHD7P6Z-N-R
284A-FHD7P6D-N-R
284A-FHD7P6B-N-R
Tabela H.25 Cód. cat. 284 Módulo de controle com desempenho vetorial sem
sensores, NEMA 4X, até 480
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente
de saída
24 Vcc
Tensão de Controle
120 Vca
Tensão de Controle
240 Vca
Tensão de Controle
0,4
0,5
2,3 A
284D-SHB2P3Z-N-R
284D-SHB2P3D-N-R
284D-SHB2P3B-N-R
240 V 50/60 Hz
Trifásica
0,75
1,0
4,5 A
284D-SHB4P5Z-N-R
284D-SHB4P5D-N-R
284D-SHB4P5B-N-R
1,5
2,0
7,6 A
284D-SHB7P6Z-N-R
284D-SHB7P6D-N-R
284D-SHB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284D-SHD1P4Z-N-R
284D-SHD1P4D-N-R
284D-SHD1P4B-N-R
0,75
1,0
2,3 A
284D-SHD2P3Z-N-R
284D-SHD2P3D-N-R
284D-SHD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284D-SHD4P0Z-N-R
284D-SHD4P0D-N-R
284D-SHD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284D-SHD6P0Z-N-R
284D-SHD6P0D-N-R
284D-SHD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284D-SHD7P6Z-N-R
284D-SHD7P6D-N-R
284D-SHD7P6B-N-R
480 V 50/60 Hz
Trifásica
H-12
Peças de reposição
Cód. cat. 284, continuação
Tabela H.26 Cód. cat. 284 Módulo de controle com controle vetorial sem
sensores, IP67/NEMA 4, até 600 V
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente
de saída
24 Vcc
Tensão de Controle
120 Vca
Tensão de Controle
240 Vca
Tensão de Controle
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4
0,5
2,3 A
284D-FVB2P3Z-N-R
284D-FVB2P3D-N-R
284D-FVB2P3B-N-R
0,75
1,0
5,0 A
284D-FVB5P0Z-N-R
284D-FVB5P0D-N-R
284D-FVB5P0B-N-R
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
460 a 600 V
50/60Hz
Trifásica
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
575 V
50/60 Hz
Trifásica
1,5
2,0
7,6 A
284D-FVB7P6Z-N-R
284D-FVB7P6D-N-R
284D-FVB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284D-FVD1P4Z-N-R
284D-FVD1P4D-N-R
284D-FVD1P4B-N-R
0,75
1,0
2,3 A
284D-FVD2P3Z-N-R
284D-FVD2P3D-N-R
284D-FVD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284D-FVD4P0Z-N-R
284D-FVD4P0D-N-R
284D-FVD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284D-FVD6P0Z-N-R
284D-FVD6P0D-N-R
284D-FVD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284D-FVD7P6Z-N-R
284D-FVD7P6D-N-R
284D-FVD7P6B-N-R
0,75
1,0
1,7 A
284D-FVE1P7Z-N-R
284D-FVE1P7D-N-R
284D-FVE1P7B-N-R
1,5
2,0
30 A
284D-FVE3P0Z-N-R
284D-FVE3P0D-N-R
284D-FVE3P0B-N-R
2,2
3,0
4,2 A
284D-FVE4P2Z-N-R
284D-FVE4P2D-N-R
284D-FVE4P2B-N-R
4,0
5,0
6,6 A
284D-FVE6P6Z-N-R
284D-FVE6P6D-N-R
284D-FVE6P6B-N-R
0,4
0,5
2,3 A
284A-FVB2P3Z-N-R
284A-FVB2P3D-N-R
284A-FVB2P3B-N-R
0,75
1,0
5,0 A
284A-FVB5P0Z-N-R
284A-FVB5P0D-N-R
284A-FVB5P0B-N-R
1,5
2,0
7,6 A
284A-FVB7P6Z-N-R
284A-FVB7P6D-N-R
284A-FVB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284A-FVD1P4Z-N-R
284A-FVD1P4D-N-R
284A-FVD1P4B-N-R
0,75
1,0
2,3 A
284A-FVD2P3Z-N-R
284A-FVD2P3D-N-R
284A-FVD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284A-FVD4P0Z-N-R
284A-FVD4P0D-N-R
284A-FVD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284A-FVD6P0Z-N-R
284A-FVD6P0D-N-R
284A-FVD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284A-FVD7P6Z-N-R
284A-FVD7P6D-N-R
284A-FVD7P6B-N-R
0,75
1,0
1,7 A
284A-FVE1P7Z-N-R
284A-FVE1P7D-N-R
284A-FVE1P7B-N-R
1,5
2,0
3,0 A
284A-FVE3P0Z-N-R
284A-FVE3P0D-N-R
284A-FVE3P0B-N-R
2,2
3,0
4,2 A
284A-FVE4P2Z-N-R
284A-FVE4P2D-N-R
284A-FVE4P2B-N-R
4,0
5,0
6,6 A
284A-FVE6P6Z-N-R
284A-FVE6P6D-N-R
284A-FVE6P6B-N-R
Tabela H.27 Cód. cat. 284 Módulo de controle com desempenho vetorial sem
sensores, IP67/NEMA 4, até 480 V
Tensão de entrada
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
575 V
50/60 Hz
Trifásica
kW
HP
Corrente
de saída
24 Vcc
Tensão de Controle
120 Vca
Tensão de Controle
240 Vca
Tensão de Controle
0,4
0,5
2,3 A
284D-SVB2P3Z-N-R
284D-SVB2P3D-N-R
284D-SVB2P3B-N-R
0,75
1,0
5,0 A
284D-SVB5P0Z-N-R
284D-SVB5P0D-N-R
284D-SVB5P0B-N-R
1,5
2,0
7,6 A
284D-SVB7P6Z-N-R
284D-SVB7P6D-N-R
284D-SVB7P6B-N-R
0,4
0,5
1,4 A
284D-SVD1P4Z-N-R
284D-SVD1P4D-N-R
284D-SVD1P4B-N-R
0,75
1,0
2,3 A
284D-SVD2P3Z-N-R
284D-SVD2P3D-N-R
284D-SVD2P3B-N-R
1,5
2,0
4,0 A
284D-SVD4P0Z-N-R
284D-SVD4P0D-N-R
284D-SVD4P0B-N-R
2,2
3,0
6,0 A
284D-SVD6P0Z-N-R
284D-SVD6P0D-N-R
284D-SVD6P0B-N-R
3,0
5,0
7,6 A
284D-SVD7P6Z-N-R
284D-SVD7P6D-N-R
284D-SVD7P6B-N-R
0,75
1,0
1,7 A
284D-SVE1P7Z-N-R
284D-SVE1P7D-N-R
284D-SVE1P7B-N-R
1,5
2,0
3,0 A
284D-SVE3P0Z-N-R
284D-SVE3P0D-N-R
284D-SVE3P0B-N-R
2,2
3,0
4,2 A
284D-SVE4P2Z-N-R
284D-SVE4P2D-N-R
284D-SVE4P2B-N-R
4,0
5,0
6,6 A
284D-SVE6P6Z-N-R
284D-SVE6P6D-N-R
284D-SVE6P6B-N-R
Peças de reposição
H-13
Figura H.6 Cód. cat. 284 Estrutura do catálogo de peças de reposição do
módulo base
284 D – F N – 10 – C – Opções
Código
de catálogo
Opção 2 & 3 – Opções de cabo de
frenagem
SM
Monitor de segurança
Comunicações
D
DeviceNet™
A
ArmorPoint®
Meios da linha
C
Eletroduto
R
Mídia de alimentação
ArmorConnect™
Tipo de gabinete
F
Tipo 4 (IP67)
S
Tipo 4X
Base
N
Proteção contra curto-circuito
Cód. cat. 140 Capacidade de
corrente (A)
10
Dispositivo classificado 10 A
25
Dispositivo classificado 25 A
Base somente – sem partida
Seleção de produto de peças
de reposição do módulo base
Tabela H.28 Cód. cat. 284 Peça de reposição de módulo base, IP67/NEMA 4,
até 600 Vca com entrada de eletroduto
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente de
saída
Cód. cat.
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280D-FN-10-C
1,5
2,0
7,6 A
280D-FN-25-C
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280D-FN-10-C
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280D-FN-25-C
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280D-FN-10-C
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280D-FN-25-C
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280A-FN-10-C
1,5
2,0
7,6 A
280A-FN-25-C
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280A-FN-10-C
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280A-FN-25-C
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280A-FN-10-C
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280A-FN-25-C
H-14
Peças de reposição
Cód. cat. 284, continuação
Tabela H.29 Cód. cat. 284 Peça de reposição de módulo base, IP67/NEMA 4,
até 600 Vca com conectividade ArmorConnect™
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente de
saída
Cód. cat.
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280D-FN-10-R
1,5
2,0
7,6 A
280D-FN-25-R
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280D-FN-10-R
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280D-FN-25-R
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280D-FN-10-R
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280D-FN-25-R
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280A-FN-10-R
1,5
2,0
7,6 A
280A-FN-25-R
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280A-FN-10-R
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280A-FN-25-R
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280A-FN-10-R
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280A-FN-25-R
Tabela H.30 Cód. cat. 284 Peça de reposição de módulo base, NEMA 4X, até
600 Vca com entrada de eletroduto
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente de saída
Cód. cat.
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280D-SN-10-C
1,5
2,0
7,6 A
280D-SN-25-C
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280D-SN-10-C
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280D-SN-25-C
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280D-SN-10-C
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280D-SN-25-C
Tabela H.31 Cód. cat. 284 Peça de reposição de módulo base, NEMA 4X, até
600 Vca com conectividade ArmorConnect
Tensão de entrada
kW
HP
Corrente de
saída
Cód. cat.
200 a 240 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 0,75
0,5 a 1,0
2,3 A
280D-SN-10-R
1,5
2,0
7,6 A
280D-SN-25-R
380 a 480 V
50/60 Hz
Trifásica
0,4 a 2,2
0,5 a 3,0
1,4 a 4,0 A
280D-SN-10-R
3,0
5,0
6,0 a 7,6 A
280D-SN-25-R
460 a 600 V
50/60 Hz
Trifásica
0,75 a 1,5
1,0 a 2,0
1,7 a 3,0 A
280D-SN-10-R
2,2 a 4,0
3,0 a 5,0
4,2 a 6,6 A
280D-SN-25-R
Peças de reposição
Cód. cat. 284, continuação
H-15
Tabela H.32 Cabos do motor
Descrição
Capacidade do
cabo
Conjunto de cabos
do motor de 90°
M22
IP67/NEMA Tipo 4
Conjunto de cabos
do motor de 90°
M22
NEMA Tipo 4X
Conjunto de cabos
do motor de 90°
M22 (blindado)
IP67/NEMA Tipo 4
Conjunto de cabos
do motor de 90°
M35 (blindado)
NEMA Tipo 4X
Cabos de 90°
Macho/Fêmea
axial – M22
IP67/NEMA Tipo 4
Cabos de 90°
Macho/Fêmea
axial – M22
NEMA Tipo 4X
Comprimento m
(pés)
Cód. cat.
3 m (9,8)
280-MTR22-M3
6 m (19,6)
280-MTR22-M6
14 m (45,9)
280-MTR22-M14
3 m (9,8)
280S-MTR22-M3
6 m (19,6)
280S-MTR22-M6
14 m (45,9)
280S-MTR22-M14
3 m (9,8)
284-MTRS22-M3
6 m (19,6)
284-MTRS22-M6
14 m (45,9)
284-MTRS22-M14
3 m (9,8)
284S-MTRS22-M3
6 m (19,6)
284S-MTRS22-M6
14 m (45,9)
284S-MTRS22-M14
1 m (3,3)
280-MTR22-M1D
3,0 m (9,8)
280-MTR22-M3D
1 m (3,3)
280S-MTR22-M1D
3,0 m (9,8)
280S-MTR22-M3D
Tabela H.33 Cabo de frenagem dinâmica
Descrição
Capacidade do cabo
Comprimento m
(pés)
Cód. cat.
Cabo de frenagem de fonte de
90° M25
IP67/NEMA Tipo 4
3 m (9,8)
285-DBK22-M3
Cabo de frenagem de fonte de
90° M25
NEMA Tipo 4X
3 m (9,8)
285S-DBK22-M3
Tabela H.34 Cabo de frenagem de fonte
Descrição
Cabo de frenagem de
fonte de 90° M25
Cabo de frenagem de
fonte de 90° M25
Capacidade do cabo
IP67/NEMA Tipo 4
NEMA Tipo 4X
Comprimento m
(pés)
Cód. cat.
3 m (9,8)
285-BRC25-M3
6 m (19,6)
285-BRC25-M6
14 m (45,9)
285-BRC25-M14
3 m (19,6)
285S-BRC25-M3
6 m (19,6)
285S-BRC25-M6
14 m (45,9)
285S-BRC25-M14
H-16
Notas:
Peças de reposição
Apêndice
I
Configuração do PID
Malha PID
O cód. cat. 284 Motor distribuído ArmorStart® com controle vetorial
sem sensores tem uma malha de controle PID (proporcional, integral,
derivativo) incorporada. A malha PID é usada para manter uma
realimentação do processo (como pressão, fluxo, ou tensão) em um
valor de referência desejado. A malha PID trabalha subtraindo a
realimentação do PID de uma referência e gerando um valor de erro.
A malha PID reage ao erro, com base nos ganhos do PID, e produz
uma freqüência para tentar reduzir o valor de erro para 0. Para
habilitar a malha PID, o parâmetro 232 (PID Ref Sel) deve ser
definido para uma opção que não seja 0 PID desabilitado.
Controle exclusivo e controle trim são duas configurações básicas
onde a malha PID pode ser usada.
Controle exclusivo
Em controle exclusivo, a referência de velocidade torna-se 0, e a saída
do PID torna-se o Comando de Freqüência inteiro. Controle exclusivo
é usado quando o parâmetro 232 (PID Ref Sel) é definido para opção
1, 2, 3, ou 4. Para essa configuração não é necessária uma referência
mestre, somente um valor de referência desejado, como uma taxa de
fluxo para uma bomba.
Malha PID
Ref. PID
+
Fdbk PID
–
Erro
PID
PID Prop Gain
+
PID Integ Time
+
Saída
PID
Rampa de
acel/desac
Comando
de Freq
+
PID Diff Rate
PID habilitado
Exemplo
• Em uma aplicação de bombeamento, a referência do PID
corresponde ao valor de referência da pressão de sistema
desejada.
• O sinal do transdutor de pressão fornece realimentação do PID
para o inversor. Flutuações na pressão do sistema real, devido a
alterações no fluxo, resulta em um valor de erro do PID.
• A freqüência de saída do inversor aumenta ou diminui para variar
a velocidade do eixo do motor para corrigir para o valor de erro
do PID.
• O valor de referência de pressão do sistema desejado é mantido
enquanto as válvulas no sistema são abertas e fechadas causando
alterações no fluxo.
• Quando a malha de controle PID é desabilitada, a velocidade de
comando é a referência de velocidade de aceleração em rampa.
Feedback PID =
Sinal do transdutor de pressão
Bomba
Referência PID =
Pressão de sistema desejada
I-2
Configuração do PID
Controle Trim
Em controle trim, a saída do PID é adicionada à referência de
velocidade. Em modo trim, a saída da malha PID bypassa a rampa de
aceleração/desaceleração como mostrado. O controle trim é usado
quando o Parâmetro 232 (PID Ref Sel) é definido para a opção 5, 6, 7,
ou 8.
Ref. velocidade
Malha PID
Ref. PID
+
Fdbk PID
–
Erro
PID
Rampa de
acel/desac
PID Prop Gain
+
PID Integ Time
+
Saída
PID
+
+
Freq.
de saída
+
PID Diff Rate
PID habilitado
Exemplo
• Em uma aplicação de bobinadeira, a referência do PID
corresponde ao valor de referência de equilíbrio.
•
O sinal do potenciômetro do dancer fornece realimentação do
PID para o inversor. Flutuações na tensão resulta em um valor de
erro do PID.
•
A referência de velocidade do mestre define a velocidade de
enrolar/desenrolar.
•
Enquanto a tensão aumenta e diminui durante o enrolamento, a
referência de velocidade é cortada para compensar. A tensão é
mantida próxima ao valor de referência de equilíbrio.
0 Volts
Referência PID =
Valor de referência
de equilíbrio
Feedback PID =
Sinal do potenciômetro
do dancer
10 Volts
Referência de velocidade
Configuração do PID
I-3
Referência e realimentação do PID
O parâmetro 232 (PID Ref Sel) é usado para habilitar o modo PID
(parâmetro 232 ¦ 0 PID desabilitado) e para selecionar a fonte da
referência do PID. Se A132 (PID Ref Sel) não for definido para 0
PID desabilitado, PID ainda pode ser desabilitado selecionando
opções de entrada digital programável (parâmetros 151 a 154) como
jog, local, ou desabilitação do PID.
Opção
Descrição
0
PID desabilitado
Desabilita a malha PID (configuração padrão)
1
Valor de referência
do PID
Seleciona controle exclusivo. O parâmetro 137 (PID Setpoint) será usado para definir o
valor da referência do PID
4
Porta de
comunicação
Seleciona controle exclusivo. A palavra de referência de uma rede de comunicação
DeviceNet™ torna-se a referência do PID. O valor enviado pela rede é
redimensionado de modo que o parâmetro 135 (Maximum Freq) x 10 = 100% da
referência. Por exemplo, com (Maximum Freq) = 60 Hz, um valor de 600 enviado pela
rede representaria 100% da referência.
5
Valor de referência,
Trim
Seleciona controle trim. O parâmetro 137 (PID Setpoint) será usado para definir o valor
da referência do PID.
8
Comunicação, Trim
Seleciona controle trim. A palavra de referência de uma rede de comunicação
DeviceNet torna-se a referência do PID. O valor enviado pela rede é redimensionado de
modo que o parâmetro 135 (Maximum Freq) x 10 = 100% da referência. Por exemplo,
com (Maximum Freq) = 60 Hz, um valor de 600 enviado pela rede representaria 100%
da referência.
O parâmetro 233 (PID Feedback Sel) é usado para selecionar a fonte
da realimentação do PID.
Opção
Descrição
2
Porta de
comunicação
O conjunto consumido (Instância 164 – Controlador distribuído do motor do tipo
inversor consumido padrão) de uma rede de comunicação (consulte página D-11 para
detalhes no conjunto consumido) que se torna a realimentação do PID. O valor enviado
pela rede é redimensionado de modo que o parâmetro 135 (Maximum Freq) x 10 =
100% da realimentação. Por exemplo, com (Maximum Freq) = 60 Hz, um valor de
600 enviado pela rede representaria 100% da realimentação.
Banda morta do PID
O parâmetro 238 (PID Deadband) é usado para definir uma faixa, em
porcentagem, da referência do PID que o inversor vai ignorar.
Exemplo
• (PID Deadband) é definido para 5,0
•
A referência do PID é 25,0%
•
O regulador do PID não atuará em um erro do PID que caía entre
20,0 e 30,0%
I-4
Configuração do PID
Pré-carga do PID
O valor definido no parâmetro 239 (PID Preload), em Hertz, será
pré-carregado no componente integral do PID em qualquer partida ou
habilitação. Isso fará o comando de freqüência do inversor saltar
inicialmente para aquela freqüência de pré-carga, e as partidas da
malha PID regulando desse ponto.
PID habilitado
Saída PID
Valor pré-carga PID
Com. freq.
Valor pré-carga PID > 0
Limites do PID
O parâmetro 230 (PID Trim Hi) e o parâmetro 231 (PID Trim Lo) são
usados para limitar a saída do PID e somente são usados no modo
trim. (PID Trim Hi) define a freqüência máxima para a saída do PID
no modo trim. (PID Trim Lo) define o limite da freqüência de
reversão para a saída do PID no modo trim. Observe que quando o
PID atinge o limite superior (Hi) ou inferior (Lo), o regulador do PID
interrompe a integração de modo que o enrolamento não ocorre.
Ganhos do PID
Os ganhos de proporcional, integral e derivativo constituem o
regulador do PID.
•
Parâmetro 234 (PID Prop Gain)
O ganho proporcional (não requer unidade) afeta como o
regulador reage à magnitude do erro. O componente
proporcional do regulador do PID produz um comando de
velocidade proporcional ao erro do PID. Por exemplo, um ganho
proporcional de 1 produziria 100% de freqüência máxima
quando o erro do PID for 100% da faixa da entrada analógica.
Um valor maior para (PID Prop Gain) torna o componente
proporcional mais responsivo, e um valor menor o torna menos
responsivo. Ajustando (PID Prop Gain) para 0,00 desabilita o
componente proporcional da malha PID.
Configuração do PID
•
I-5
Parâmetro 235 (PID Integ Time)
O ganho integral (unidades de segundos) afeta com o regulador
reage ao erro sobre o tempo e é usado para se desfazer do erro de
regime permanente. Por exemplo, com um ganho integral de
2 segundos, a saída do componente de ganho integral integraria
até 100% da freqüência máxima quando o erro PID for 100%
para 2 segundos. Um valor maior para (PID Integ Time) torna o
componente integral menos responsivo, e um valor menor o
torna mais responsivo. Ajustando (PID Integ Time) para 0
desabilita o componente integral da malha PID.
•
Parâmetro 236 (PID Diff Rate)
O ganho derivativo (unidades de 1/segundos) afeta a taxa de
alteração da saída do PID. O ganho derivativo é multiplicado
pela diferença entre o erro anterior e o erro corrente. Assim, com
um erro grande o D tem um efeito grande e com um erro
pequeno o D tem menos efeito. Esse parâmetro é
redimensionado de modo que é definido para 1,00, a resposta do
processo é 0,1% de (Maximum Freq) quando o erro do processo
estiver alterando a 1%/segundo. Com um valor maior para (PID
Diff Rate) o termo derivativo tem mais efeito e com um valor
pequeno tem menos efeito. Em várias aplicações, o ganho D não
é necessário. Ajustando (PID Diff Rate) para 0,00 (ajuste de
fábrica) desabilita o componente derivativo da malha PID.
Orientações para ajustar os ganhos do PID
1. Ajuste o ganho proporcional. Durante essa etapa pode ser
desejável desabilitar o ganho integral e o ganho derivativo
ajustando-os para 0. Após uma alteração de etapa na
realimentação do PID:
•
Se a resposta for muito lenta aumente o parâmetro 234
(PID Prop Gain).
•
Se a resposta for muito rápida e/ou instável (consulte
Figura I.1), diminua o parâmetro 234 (PID Prop Gain).
•
Normalmente, o parâmetro 234 (PID Prop Gain) é definido
para algum valor abaixo do ponto onde o PID começa a ficar
instável.
2. Ajuste o ganho integral (mantenha o ganho proporcional definido
como na Etapa 1). Após uma alteração de etapa na realimentação
do PID:
•
Se a resposta for muito lenta (consulte Figura I.2), ou a
realimentação do PID não corresponder à referência do PID,
diminua o parâmetro 235 (PID Integ Time).
•
Se há muita oscilação na realimentação do PID antes da
estabilização (consulte Figura I.3), aumente o parâmetro 235
(PID Integ Time).
I-6
Configuração do PID
3. Nesse ponto, o ganho derivativo pode não ser necessário.
Entretanto, se após determinar os valores para o parâmetro 234
(PID Prop Gain) e o parâmetro 235 (PID Integ Time):
•
A resposta for muito lenta após uma alteração de etapa,
aumente o parâmetro 236 (PID Diff Rate).
•
A resposta ainda for instável, diminua o parâmetro 236
(PID Diff Rate).
As figuras a seguir mostram algumas respostas típicas da malha
PID em diferentes pontos durante o ajuste dos ganhos PID.
Figura I.1 Instável
Referência PID
Feedback PID
Tempo
Figura I.2 Resposta lenta – superamortecido
Referência PID
Feedback PID
Tempo
Figura I.3 Oscilação – subamortecido
Referência PID
Feedback PID
Tempo
Figura I.4 Boa resposta – criticamente amortecido
Referência PID
Feedback PID
Tempo
Apêndice
J
Lógica de passo, Lógica básica e
Funções do temporizador/contador
Quatro funções lógicas do cód. cat. ArmorStart® fornecem a
possibilidade de programar funções lógicas simples sem um
controlador separado.
•
Função de Lógica de passo
Anda por até oito velocidades predeterminadas com base em
lógica programada. A lógica programada pode incluir condições
que precisam ser atendidas a partir de entradas digitais
programadas como Lógica In1 e Lógica In2 antes de passar de
uma velocidade predeterminada para a próxima. Um
temporizador está disponível para cada um dos oito passos, e é
usado para programar um atraso de tempo antes de passar de
uma velocidade predeterminada para a próxima. O status de uma
saída digital também pode ser verificado com base no passo que
será executado.
•
Função Lógica Básica
Até duas entradas digitais podem ser programadas como Lógica
In1
e/ou Lógica In2. Uma saída digital pode ser programada para
mudar de estado com base na condição de uma ou das duas
entradas de acordo com funções lógicas como E, OU, NEM. As
funções lógicas básicas podem ser usadas com ou sem a lógica
de passos.
•
Função Temporizador
Uma entrada digital pode ser programada para iniciar o
temporizador. Uma saída digital pode ser programada como um
Temporizador Limite com um nível de saída programado no
tempo desejado. Quando o temporizador alcança o tempo
programado no nível de saída, a saída muda de estado. O
temporizador pode ser reinicializado por meio de uma entrada
digital programada como Reiniciar temporizador.
•
Função Contador
Uma entrada digital pode ser programada para iniciar o
contador. Uma saída digital pode ser programada como um
Contador Limite com um nível de saída programado com o
número de contagens desejado. Quando o contador alcança a
contagem programada no nível de saída, a saída muda de estado.
O contador pode ser reinicializado por meio de uma entrada
digital programada como Reiniciar contador.
J-2
Lógica de passo, Lógica básica e Funções do temporizador/contador
Lógica de Passos usando passos
temporizados
Para ativar esta função, programe o Parâmetro 138 (Speed Reference)
para 6 Stp Logic. Três parâmetros são usados para configurar a
lógica, a referência de velocidade e o tempo para cada passo.
•
A lógica é definida com o uso dos Parâmetros 240 a 247
(Stp Logic x).
•
Velocidades pré-selecionadas são programadas com os
Parâmetros 170 a 177 (Preset Freq x).
•
O tempo de operação para cada passo é determinado com os
Parâmetros 250 a 257 (Stp Logic Time x).
A direção da rotação do motor pode ser de avanço ou reversão.
Figura J.1 Usando Passos temporizados
Passo 0 Passo 1 Passo 2 Passo 3 Passo 4 Passo 5 Passo 6 Passo 7
Avanço
0
Reversa
Tempo
Sequência da lógica de passos
•
A sequência inicia com um comando de início válido.
•
Uma sequência normal começa com Passo 0 e transições para o
próximo passo quando o tempo lógico do passo correspondente
termina.
•
O Passo 7 é seguido pelo Passo 0.
•
A sequência se repete até que uma parada seja determinada ou
uma condição de defeito ocorra.
Lógica de passo, Lógica básica e Funções do temporizador/contador
Lógica de passos usando funções
de Lógica de passos
J-3
Os Parâmetros de entrada digital e saída digital podem ser
configurados para usar a lógica para passar para o próximo passo.
Lógica In1 e Lógica In2 são definidas pela programação dos
Parâmetros 151 a 154 …Digital Inx Sel… para Opção 23 Lógica In1
ou Opção 24 Lógica In2.
Exemplo
•
Operar no Passo 0.
•
Transição para o Passo 1 quando a Lógica In1 é verdadeira.
A lógica percebe a borda da Lógica In1 quando ela passa de
desligada a ligada. A Lógica In1 não precisa permanecer ligada.
•
Transição para o Passo 2 quando tanto a Lógica In1 quanto a
Lógica In2 são verdadeiras.
O conversor percebe o nível de ambas as lógicas, Lógica In1 e
Lógica In2, e passa para o Passo 2 quando ambas estão ligadas.
•
Transição para o Passo 3 quando a Lógica In2 retorna a um estado
falso ou desligado.
As entradas não precisam permanecer na condição ligada,
excepto sob as condições lógicas usadas para a transição do
Passo 2 ao Passo 3.
Figura J.2
Partida
Passo 0
Passo 1
Passo 2
Passo 3
Freqüência
Logic In1
Logic In2
Tempo
O valor de tempo do passo e a lógica básica podem ser usados juntos
para satisfazer as condições da máquina. Por exemplo, pode ser
necessário que o passo opere por um período mínimo de tempo e
então use a lógica básica para disparar a transição para o próximo
passo.
Figura J.3
Partida
Passo 0
Freqüência
Logic In1
Logic In2
Tempo
Passo 1
J-4
Lógica de passo, Lógica básica e Funções do temporizador/contador
Função Temporizador
As entradas e saídas digitais controlam a função temporizador e são
configuradas com os Parâmetros 151 a 154 (Digital Inx Sel) definidos
para 18 Iniciar temporizador e 20 Reiniciar temporizador.
As saídas digitais (tipos relé e opto) definem um nível préselecionado e indicam quando esse nível é atingido. Os Parâmetros de
nível 156 (Relay Out Level), 159 (Opto Out1 Level), e 162 (Opto
Out2 Level) são usados para definir o tempo desejado, em segundos.
Os Parâmetros 155 (Relay Out Sel), 158 (Opto Out1 Sel), e 161
(Opto Out2 Sel) são programados na opção 16 Temporizador Limite
e fazem com que a saída mude de estado quando o nível préselecionado é atingido.
Função Contador
As entradas e saídas digitais controlam a função contador e são
configuradas com os Parâmetros 151 a 154 (Digital Inx Sel) definidos
para 19 Início do Contador e 21 Reinício do Contador.
As saídas digitais (tipos relé e opto) definem um nível préselecionado e indicam quando o mesmo é atingido. Os Parâmetros de
nível 156 (Relay Out Level), 159 (Opto Out1 Level), e 162 (Opto
Out2 Level) são usados para definir o valor de contagem desejado.
Os Parâmetros 155 (Relay Out Sel), 158 (Opto Out1 Sel), e 161
(Opto Out2 Sel) são programados na opção 17 Contador Limite, que
faz com que a saída mude de estado quando o nível pré-selecionado é
atingido.
Exemplo
•
Um sensor óptico é usado para contar pacotes em uma linha
transportadora.
•
Um acumulador retém os pacotes até que cinco sejam colectados.
•
Um braço comutador redireciona o grupo de cinco pacotes para
uma área empacotadora.
•
O braço comutador retorna a sua posição original e dispara uma
chave de fim de curso que zera o contador.
•
Os parâmetros são definidos conforme as seguintes opções:
•
151 (Digital In1 Sel) definido em 19 para selecionar Iniciar
contador
•
152 (Digital In2 Sel) definido em 21 para selecionar
Reiniciar contador
•
155 (Relay Out Sel) definido em 17 para selecionar
Contador limite
•
156 (Relay Out Level) definido para 5,0 (contagens)
Lógica de passo, Lógica básica e Funções do temporizador/contador
J-5
Parâmetros da Lógica de passos
Dígito 3
Dígito 2
Dígito 1
Dígito 0
0
0
F
1
Configuração
Parâmetros de aceleração e
desaceleração utilizados
Estado de saída da
lógica de passos
Direção controlada
0
1
Desligado
FWD
1
1
Desligado
REV
2
1
Desligado
Sem saída
3
1
Ligado
FWD
4
1
Ligado
REV
5
1
Ligado
Sem saída
6
2
Desligado
FWD
7
2
Desligado
REV
8
2
Desligado
Sem saída
9
2
Ligado
FWD
A
2
Ligado
REV
b
2
Ligado
Sem saída
Configuração
Configuração
Lógica
0
Salte para o Passo 0
1
Salte para o Passo 1
2
Salte para o Passo 2
3
Salte para o Passo 3
4
Salte para o Passo 4
5
Salte para o Passo 5
6
Salte para o Passo 6
7
Salte para o Passo 7
8
Pare Programa (Paragem Normal)
9
Pare Programa (Paragem por Inércia)
A
Pare Programa e Falha (F2)
Descrição
Lógica
0
Salte Passo (saltar imediatamente).
SALTAR
1
Continue com base no tempo programado no parâmetro (Stp Logic Time x) parâmetro.
TEMPORIZADO
2
Continue se a Lógica In1 está ativa (logicamente verdadeiro).
VERDADEIRO
3
Continue se a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
VERDADEIRO
4
Continue se a Lógica In1 não está ativa (logicamente falso).
FALSO
5
Continue se a Lógica In2 não está ativa (logicamente falso).
FALSO
6
Continue se a Lógica In1 ou a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
OU
7
Continue se ambas as Lógicas In1 e In2 estão ativas (logicamente verdadeiro).
E
8
Continue se nem a Lógica In1 nem a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
NEM
J-6
Lógica de passo, Lógica básica e Funções do temporizador/contador
Configuração
Descrição
Lógica
9
Continue se a Lógica In1 está ativa (logicamente verdadeiro) e a Lógica In2 não está ativa (logicamente falso).
XOR
A
Continue se a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro) e a Lógica In1 não está ativa (logicamente falso).
XOR
b
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In1 estiver ativa (logicamente verdadeiro).
TEMPORIZADO E
C
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In2 estiver ativa (logicamente verdadeiro).
TEMPORIZADO E
d
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In1 não estiver ativa (logicamente falso).
TEMPORIZADO OU
E
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In2 não estiver ativa (logicamente falso).
TEMPORIZADO OU
F
Não continue nem salte para, então use lógica de Dígito 0.
IGNORAR
Configuração
Descrição
Lógica
0
Salte Passo (salte imediatamente).
SALTE
1
Continue com base no tempo programado no parâmetro (Stp Logic Time x) parâmetro.
TEMPORIZADO
2
Continue se a Lógica In1 está ativa (logicamente verdadeiro).
VERDADEIRO
3
Continue se a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
VERDADEIRO
4
Continue se a Lógica In1 não está ativa (logicamente falso).
FALSO
5
Continue se a Lógica In2 não está ativa (logicamente falso).
FALSO
6
Continue se a Lógica In1 ou a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
OU
7
Continue se ambas as Lógicas In1 e In2 estão ativas (logicamente verdadeiro).
E
8
Continue se nem a Lógica In1 nem a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro).
NEM
9
Continue se a Lógica In1 está ativa (logicamente verdadeiro) e a Lógica In2 não está ativa (logicamente falso).
XOR
A
Continue se a Lógica In2 está ativa (logicamente verdadeiro) e a Lógica In1 não está ativa (logicamente falso).
XOR
b
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In1 estiver ativa (logicamente verdadeiro).
TEMPORIZADO E
C
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In2 estiver ativa (logicamente verdadeiro).
TEMPORIZADO E
d
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In1 não estiver ativa (logicamente falso).
TEMPORIZADO OU
E
Continue depois de (Stp Logic Time x) e a Lógica In2 não estiver ativa (logicamente falso).
TEMPORIZADO OU
F
Use a lógica programada no Dígito 1.
IGNORE
Publicação 280-UM002A-PT-P – Julho de 2008
Copyright © 2008 Rockwell Automation, Inc.
Todos os direitos reservados. Impresso nos EUA.
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement