Manual Técnico Tore - Rev0.indd

Manual Técnico Tore - Rev0.indd
ÍNDICE
IInstruções importantes de segurança.................................................................................3
Ferramentas necessárias para instalação............................................................................4
Instalação elétrica.................................................................................................................4
Cordão de alimentação com plugue de aterramento................................................5
Descrição de como manusear as portas sociais mais de 20 kg..........................................5
Caracteristicas técnicas........................................................................................................6
Instalação e fixação do automatizador.................................................................................6
Procedimento antes da instalação............................................................................7
Dimensionamento das folhas da porta......................................................................8
Furação dos vidros..................................................................................................10
Instalação da fechadura..........................................................................................10
Instalação do trilho...................................................................................................11
Instalação do vidro..................................................................................................12
Stop..........................................................................................................................13
Esticador..................................................................................................................14
Motorredutor direito, cantoneira e correia...............................................................15
Suportes, tampas laterais e perfil frontal (tampa do trilho)......................................17
Radar.......................................................................................................................19
Fotocélula.................................................................................................................22
Fechamento da tampa do automatizador................................................................23
Acessório.............................................................................................................................24
Trava eletromagnética (venda separada)................................................................24
Manutenção.........................................................................................................................30
Defeitos, prováveis causas e correções..................................................................30
Central de comando inversora............................................................................................31
Instalação da central inversora................................................................................31
Primeiro acionamento do inversor após ser instalado na porta
automática (memorização)......................................................................................31
Do segundo acionamento em diante.......................................................................32
Guia rápido para programação do inversor de frequência.....................................32
Fotocélula incorporada............................................................................................36
Teste do encoder.....................................................................................................36
Jumper TST..............................................................................................................37
Sinalização de eventos e falhas..............................................................................37
Funções dos pontos decimais dos displays do inversor quando o
automatizador está operando..................................................................................37
Possíveis erros e defeitos........................................................................................38
2
INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA
Recomendação:
Para a instalação do equipamento, é importante que o instalador
especializado PPA siga todas as instruções citadas neste MANUAL
TÉCNICO e no MANUAL DO USUÁRIO.
Munido do MANUAL DO USUÁRIO, o instalador deve apresentar todas
as informações, utilizações e itens de segurança do equipamento ao
usuário.
Antes de utilizar o AUTOMATIZADOR PORTA SOCIAL TORE, leia e
siga rigorosamente todas as instruções contidas neste manual.
-Antes de instalar o automatizador, certifique-se de que a rede
elétrica local é compatível com a exigida na etiqueta de identificação
do equipamento. Conecte o cordão de alimentação, somente em
tomadas conectadas a rede de aterramento;
-Não ligue a rede elétrica até que a instalação / manutenção seja
concluída. Faça as ligações elétricas da central de comando sempre
com a rede elétrica desligada;
-Após a instalação, certifique-se de que as peças da porta não se
estendem pelas vias e passeio público;
-Em nenhuma hipótese elimine o pino de aterramento do plugue de
alimentação. Não utilize adaptadores que eliminem esta conexão
Terra. É obrigatório o uso do pino Terra.
3
FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA INSTALAÇÃO
CORDÃO DE ALIMENTAÇÃO COM PLUGUE DE ATERRAMENTO
Segue abaixo algumas ferramentas necessárias para a instalação do
automatizador:
Para a instalação do automatizador o mesmo é
provido de um plugue de 3 pinos. O pino do meio
está ligado à parte metálica do automatizador, que
conectado à tomada fica em contato direto com
o fio terra da rede, aumentando a segurança do
usuário.
IMPORTANTE
LÁPIS
CHAVE DE FENDA
ARCO DE
SERRA
ESQUADRO
ALICATE
UNIVERSAL
ALICATE DE
CORTE
ESCADA
NÍVEL DE
MANGUEIRA
CHAVE ALLEN
3, 4 e 6mm
CHAVE CANHÃO
10mm
CHAVE BOCA
10, 13, 22 e 28mm
MARTELO
FURADEIRA
NÍVEL COMUM
CHAVE PHILIPS
ALICATE DE
BICO
CHAVE ESTRELA
O aparelho deve ser alimentado através de um dispositivo de corrente
diferencial residual (DR) com uma corrente de operação residual
nominal excedendo 30 mA.
DESCRIÇÃO DE COMO MANUSEAR AS PORTAS SOCIAIS
MAIS DE 20 kg
O levantamento do equipamento é feito através de cordas ou correias engatadas
nas alças de içamento. Siga o procedimento a seguir:
1 – Amarrar as cordas/Correias conforme indicado na figura abaixo;
2 – Efetuar manobra de levantamento lentamente, certificar que o conjunto esta
balanceado e apropriadamente amarrado.
3 – Abaixar lentamente e apoiar em local seguro.
CHAVE DE CATRACA
INSTALAÇÃO ELÉTRICA
Para iniciar a instalação do automatizador, é necessária uma
conexão a rede elétrica 127V ou 220V através de um ponto
de energia simbolizado, de uma tomada, baseada no padrão
oficial de Tomadas, (norma NBR 14136), um padrão provido
de um condutor Terra.
4
5
CARACTERISTICAS TÉCNICAS
Procedimento antes da instalação
Identifique no local da instalação, qual o seu caso para a instalação do
automatizador Tore em um dos passos abaixo:
PARÂMETRO e CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS
TIPO AUTOMATIZADOR
DESLIZANTE
DESLIZANTE
DESLIZANTE
TENSÃO NOMINAL
220 V
220 V
127 V
FREQUÊNCIA NOMINAL
60 Hz
50 Hz
60 Hz
POTÊNCIA NOMINAL
70 W
70 W
70 W
ROTAÇÃO DO MOTOR
2610 rpm
2610 rpm
2610 rpm
CORRENTE NOMINAL
0,6 A
0,6 A
0,6 A
REDUÇÃO
3:20
3:20
3:20
VELOCIDADE LINEAR
15 m/min
15 m/min
15 m/min
MANOBRAS
180 ciclos/h
180 ciclos/h
180 ciclos/h
GRAU DE PROTEÇÃO
IPX 0
IPX 0
IPX 0
CARGA MAXIMA
1 folha de 90 Kg
ou 2 folhas de
150 Kg (75 Kg
cada)
1 folha de 90 Kg
ou 2 folhas de
150 Kg (75 Kg
cada)
1 folha de 90 Kg
ou 2 folhas de
150 Kg (75 Kg
cada)
-5°C
-5°C
-5°C
1º Passo: A altura do conjunto Tore ocupará o correspondente ao espaço de
106mm de altura no local de fixação (figura 1). Só poderá ser implantado se o
local estiver em bom estado de conservação e a parede não estiver empenada,
caso contrário providenciar os reparos necessários.
142
Parede
105
Pé direito
Figura 1
FAIXA DE TEMPERATURA
+50 °C
+50 °C
2º Passo: O automatizador Tore será instalado em um vão (direto no teto): Se for
direto no teto (vão), não necessitará estrutura (figura 2).
+50 °C
142
Laje
TIPO DE ISOLAMENTO
Classe B, 130 ° C Classe B, 130 ° C Classe B, 130 ° C
105
INSTALAÇÃO E FIXAÇÃO DO AUTOMATIZADOR
Pé direito
Antes da instalação do automatizador, remova todos os cabos
desnecessários e desative qualquer equipamento ou sistema ligado
à rede elétrica.
Figura 2
3º Passo: Da instalação do automatizador Tore em um vão de corredor: Se a
instalação for em vão de corredores, as divisórias deverão suportar o peso do
equipamento e das portas atentando as características técnicas.
6
7
Dimensionamento das folhas da porta
c) A altura da folha móvel é a altura do pé direito2 (figura) mais 45 mm, onde o
vidro ficará dentro do trilho.
Para o dimensionamento das folhas da porta, devemos levar em conta os
seguintes aspectos:
a) Como calcular o tamanho das folhas:
Meça a largura do vão, divida esse valor pelo número de folhas que deseja, o
resultado será o tamanho da largura de cada folha fixa. As folhas móveis serão
de 50 mm maiores em largura do que as folhas fixas.
b) Como calcular o peso das portas:
Para calcular o peso das folhas proceda da seguinte forma:
Ache a área quadrada da folha, multiplicando altura x largura e o resultado
multiplique por 25,4 que é o peso do m² do vidro de 10 mm². Aí você terá o peso
da folha, multiplique por 2 e terá o peso total das duas folhas.
8
9
Furação dos vidros
Todas as medidas abaixo são em milímetros.
Quando a porta não tiver fechadura eletrônica, prover corte do vidro e
furos para fechaduras manuais.
INSTALAÇÃO do trilho
O local onde será instalado o trilho deve seguir as dicas no início do Manual
Técnico (Procedimentos antes da instalação). Siga os passos abaixo:
1º Passo: Fazer furos de diâmetro 7mm no trilho, com intervalos de 800mm. Fazer
isso no guia de furação do trilho.
Chapas roscada
Instalação da fechadura
Quando houver necessidade de fechadura na porta, que não seja automática,
deverá ser feito, o recorte do perfil de acabamento para o encaixe e/ou perfuração
(conforme o tipo de fechadura) do mesmo.
Recomendamos como fechadura automática em casos de controle de acesso, a
Trava Eletromagnética (opcional) vendida separadamente.
Obs: Para aquisição da Trava Eletromagnética Bona, consulte o seu Distribuidor
ou Revendedor PPA.
10
Chapa de fixação do redutor
Guia de furação
Obs.: A altura da cabeça do
parafuso 2 1/4 x 1/4” não deve
ultrapassar 8mm, senão pode
colidir com as roldanas.
2º Passo: Para achar a altura da base do trilho meça o pé direito2.
3º Passo: Faça marcas na parede para indicar a altura da base do trilho;
4º Passo: Coloque o trilho nivelado à essas indicações e marque os furos do trilho
na parede.
5º Passo: Com os locais dos furos demarcados na parede, faça os furos para
bucha S10 utilizando broca 10mm. Deve-se utilizar parafusos 2 1/2 x 1/4 sextavado
para fixar o trilho.
6º Passo: Coloque as buchas nos furos.
Obs: Quando o trilho for fixado em base metálica, usar parafusos auto-atarrachante
ou brocante 7/8 x 1/4.
11
7º Passo: Retorne o trilho à parede e apenas coloque os parafusos para
sustentá-lo.
8º Passo: Coloque o trilho bem nivelado e aperte os parafusos para prende-lo
definitivamente.
Obs: Sugerimos que o nivelamento seja feito com nível de mangueira.
9º Passo: Encaixar as chapas de fixação no guia do trilho. Se não houver espaço
entre a parede e o trilho, coloque as roldanas e as chapas de fixação já alojadas
nos seus devidos lugares e também as tampas laterais.
Obs: Observar o acesso lateral do trilho antes da fixação.
INSTALAÇÃO DO VIDRO
10º Passo: Encaixe 10 porcas M6 no alojamento da flanje
direita/esquerda de fixação do vidro móvel.
Obs: Para todas as peças que forem fixadas na
flange, deve-se utilizar parafusos M6 x 10mm
com arruela lisa 6mm, caso contrário corre-se o
risco de quebrar o vidro.
11º Passo: Monte as flanges e roldanas no vidro
móvel.
Encaixe a peça 1 no furo do vidro móvel, uma de cada lado, em seguida coloque
a peça 2 no furo da peça 1 e aperte com a peça 9. Encaixe as peças 3 e 4 nos
furos do vidro móvel, encaixe a peça 2 no furo da peça 3, coloque a peça 5 do
lado oposto das peças 3 e 4 encaixando os furos na peça 4. Observe que os furos
que encaixam na peça 4 está na parte inferior da peça 5.
Aperte as peças 4 e 5 com as peças 6, 7 e 8 e aperte as peças 2 e 5 com a peça
9. Veja o exemplo na figura 10 e a tabela de peças.
Obs: Se não houver espaço entre a parede e o trilho coloque as roldanas e as
chapas de fixação já alojadas nos seus devidos lugares e também as tampas
laterais antes de fixar o trilho.
12º Passo: Encaixe no trilho a folha móvel (já com as roldanas). Encaixe o guia de
nylon no vidro móvel, deixando-o alinhado com o vidro fixo. Aprume o vidro móvel
e fixe o guia de nylon parafusando-o ao solo.
13º Passo: Cole a borracha batente do vidro PS nas laterais, em toda a sua
extensão, onde as folhas móveis se encostam.
Obs: Para colar o perfil de borracha, é necessário fazer uma limpeza com álcool,
thinner ou água raz no local indicado para colagem.
14º Passo: Encoste uma folha na outra e verifique o desalinhamento. Faça o
ajuste movimentando o eixo excêntrico das roldanas até que as folhas fiquem
alinhadas. Para isso, use uma chave allen 6mm e uma chave de boca 22mm.
Após o alinhamento, apertar definitivamente as porcas.
Chave boca 22mm
Chave allen 6mm
Borracha batente
do vidro PS
Fixar guias de nylon ao Solo
Obs: Realizar este procedimento nas duas folhas.
Stop
Para marcar o fim de curso do automatizador, deve-se instalar os stop’s no trilho
fixando-os com parafuso M6 x 20 mm. Isso será necessário para limitar o curso da
porta e evitar danos ao equipamento. Para portas de duas folhas móveis deverá
haver dois stop’s de abertura. Para portas de uma folha será necessário apenas
um stop de abertura.
Abra a porta ao máximo, observe o ponto onde ela deve parar, coloque um dos
stop’s para marcar o fim de curso da abertura nesse ponto.
12
13
Obs: No fechamento não haverá stop. O fechamento será amortecido pelas
borrachas do batente.
Motorredutor direito, cantoneira e correia
1º Passo: Fixar o suporte do redutor direito no motorredutor com parafuso allen
cabeça M4x16 e porca M4.
Stop de abertura
Obs: No fechamento não haverá stop. O fechamento será amortecido pelas
borrachas do batente.
Esticador
2º Passo: Fixar no trilho, na chapa de fixação do redutor, o motorredutor Tore
utilizando arruela lisa 6mm e parafuso M6x12mm. Essa fixação deve ser feita no
lado inverso ao do esticador e próximo a entrada da rede elétrica que deve ser do
lado direito do trilho, deixando o espaço suficiente para a central.
1º Passo: Fixar com arruela lisa 6mm e parafuso M6 x 10mm o esticador da
correia em duas chapas roscadas na parte superior do trilho. O esticador deve
ficar próximo do stop.
2º Passo: Deixe os parafusos de ajuste frouxos para esticar a correia após a
instalação do motorredutor Tore.
Chapas roscadas
Motorredutor
direito
Espaço para
a central
inversora
Esticador
Parafusos de ajuste
3º Passo: Fixar, com arruela lisa 6mm e parafuso allen M6x10mm, o suporte
da correia na flange e neste suporte, fixar a cantoneira dentada sem aba com
arruela lisa 6mm e parafuso M6x12mm. Repetir este procedimento na outra folha
de maneira que este suporte fique ao contrário, ou seja, um para cima e outro
para baixo.
14
15
Importante: Depois de algum tempo, a correia deverá ceder um pouco, então
deverá ser feito novo ajuste no esticador para deixa-la firme. Tensionar
a correia até o ponto onde a mesma não solte no engrenamento do motor
durante o movimento do automatizador. A pressão em excesso pode danificar
ou comprometer o desempenho do produto.
Motorredutor direito
Suporte da correia e
cantoneira dentada
(folha esq.)
Suporte da correia e
cantoneira dentada
(folha dir.)
4º Passo: Passe a correia pela polia sincronizada do motorredutor e pelo esticador,
fazendo a emenda em um dos suportes da correia, unido as duas pontas e
prendendo-as com a cantoneira dentada.
5º Passo: Através do esticador, estique a correia ao máximo, forçando-a com
a mão e trave o parafuso que o prende no trilho. Depois, usando uma chave
13mm de boca fixa, estique a correia definitivamente apertando o parafuso do
esticador.
Suportes, tampas laterais e perfil frontal
(tampa do trilho)
1º Passo: Fixar na chapa roscada, com arruela lisa 6mm e parafuso M6x10,
os suportes “L” de articulação da tampa frontal do trilho nas extremidades do
mesmo.
Suporte “L” de articulação da tampa do trilho
2º Passo: Fixar, com arruela lisa 6mm e parafuso M6x10, os suportes de articulação
oblongado nas extremidades da tampa.
Parafusos traseiros
do esticador
Correia
Parafuso
do esticador
(usar chave
boca 13mm)
Obs: A correia não poderá ficar nem muito esticada, nem muito frouxa.
Após esticar a correia, apertar os dois parafusos traseiros do esticador. Movimente
a ponta manualmente e rapidamente, verificando se a correia solte do motorredutor,
se caso ocorrer estique novamente a correia
6º Passo: Fechar a porta de maneira que as duas folhas fiquem no centro do vão,
e os 5 cm de cada folha fiquem iguais nos dois lados.
Após centralizar as folhas prender a correia na segunda folha.
7º Passo: Teste manualmente a abertura e fechamento das portas, se necessário
reajuste a posição dos Stop’s.
16
3º Passo: Encaixe o suporte oblongado, que está fixo na tampa frontal, nos pinos
externos do suporte de articulação que está fixo no trilho, de maneira que a tampa
fique pendurada sem que escape dos encaixes.
4º Passo: Fixar as tampas laterais do trilho utilizando os parafusos 3,9 x 9,5.
5º Passo: Coloque o perfil de borracha na parte superior do trilho onde a tampa
ficará apoiada.
17
RADAR
Perfil de
borracha
da tampa PS
Radar é um sensor que aciona a porta automática quando um objeto se aproxima
de seu raio de detecção.
Tampa lateral do trilho
Parafusos
3,9 x 9,5mm
Especificações técnicas
- Tensão de alimentação: 12 a 24 VDC / 12 a 18 VAC
- Tensão e corrente nos contatos do relé: 200 V / 0.5 A
- Frequência emitida: 24,125 GHz
- Altura máxima de instalação: aproximadamente 3,5 m
- Ângulos de ajuste: 0 a 90º vertical e -45 a 45º horizontal
- Área de detecção: -larga – estreita
Figura 22
6º Passo: Fixar na chapa roscada o suporte da central, com arruela lisa 6mm e
parafuso M6x10mm, deixando-os soltos. Fixe a caixa da central nos suportes,
com arruela lisa 6mm e parafuso M6x10mm e aperte definitivamente os parafusos
dos suportes.
Conhecendo a placa:
Suporte fixação caixa da central
Modo de instalação
Central inversora
18
1. Fixar o radar no lugar desejado e conectar o cabo de alimentação (vermelho e
marrom são alimentação e amarelo e laranja são os contatos do relé).
2. Ajustar a sensibilidade através do trimpot P1.
3. Regular a direção da área de detecção, através do posicionamento mecânico
da antena. Para área de detecção larga, instalar a antena na posição vertical
(conector para cima). Para área de detecção estreita, instalar a antena na posição
horizontal (conector para a direita).
19
Conector para cima = detecção larga
Conector para direita = detecção estreita
NOTA:
Para inverter a posição da antena, empurre as
travas no sentido oposto uma da outra, retire
a placa e encaixe-a novamente na posição
desejada (figura ao lado). Atenção para a
posição correta do conector. O lado com a seta
deverá estar sempre voltado para o lado de
fora da placa (figura ao lado).
Este lado
para fora
Esquema de ligação na Central de Comando - Radar
Fixação do radar na tampa
1. Medir o meio da tampa, colar o gabarito de fixação e fazer as furações
indicadas.
Configuração da dip switch
A chave 1 configura o estado do relé: ON = NF e OFF = NA.
A chave 2 configura o tempo de retenção de pulso de disparo:
ON = 2 segundos e OFF = 0,5 segundos.
A chave 3 configura o modo de imunidade: ON = alta imunidade e OFF =
imunidade normal.
NOTA:
Configurar com alta imunidade em ambientes onde possa ocorrer ação de chuva
ou outro tipo de movimentação leve em frente ao sensor, para evitar disparos
falsos. Esta configuração deixa o sensor mais "lento".
Observações:
- Não tocar na área superficial da antena, pois esta é sensível a pequenas
descargas eletrostáticas.
- Não instalar o sensor em locais onde possam ocorrer movimentos de plantas,
ou outros objetos.
- Não instalar o sensor próximo a lâmpadas fluorescentes, pois podem causar
interferência.
- Não instalar em locais onde pode ocorrer vibração.
- Atentar para boa fixação do sensor, a fim de evitar disparos falsos.
20
2. Passar o fio no furo maior, de fora para dentro, e prender com fixador e
abraçadeira que acompanha o kit.
3. Determinar o local de fixação do radar externo, fazer a furação de fixação e
passagem do fio.
21
FOTOCÉLULA
Esquema de ligação Fotocélulas
Fixação e conexão da fotocélula
1. Passar 1 cabo de 4 vias indo do TX até a central, passando por dentro do trilho
e fixado com abraçadeiras.
2. Passar 1 cabo de 4 vias indo de RX até a central, passando por dentro do trilho
e fixado com abraçadeiras.
O comando para acionamento da fotocélula deve ser feito de um contato NF
(Normalmente Fechado), ou seja, para a central receber um comando de
fotocélula, deve-se abrir a conexão entre FOTO e GND do conector CN6.
PORTA DE VIDRO (FOTOCÉLULA PRESA NA PAREDE)
FOTOCÉLULA
TRANSMISSORA
FOTOCÉLULA
RECEPTORA
Fechamento da tampa do automatizador
Após feita todas as conexões e ajustes, colocar a tampa da central, fechar a tampa
do automatizador e fixá-lo com 4 parafusos M6 x 10 e arruela e/ou 4 parafusos
autoatarrachante 3,9 x 9,5 quando não houver parede lateral.
Em seguida colar o adesivo da PPA, conforme a figura.
Precauções
-Não instale a unidade receptora voltada diretamente para o Sol;
-Certifique-se de que o lado que possui a saída dos fios fique posicionado para
baixo;
22
23
Acessório
Trava fixa no trilho Avanti Vidro
Trava eletromagnética (Venda Separada)
Dispositivo de segurança que controla o acesso de pessoas a um ambiente,
funcionando junto aos controles de acesso.
Quando a porta automática possuir uma trava eletromagnética, um módulo de relé
deverá ser conectado em CN2 ou CN3 para o acionamento. Para sua instalação,
siga os procedimentos a seguir:
Identificação das peças
Arame de aço trava - 3,80m
Conduíte trava - 3,60m
Módulo opcional Relé
Parafusos
SS M M6 x 10
Chapas de fixação M / E
Mola do cabo
Redutor do cabo
de aço c/ porca
Conjunto da alavanca
Nó de freio
Trava
eletromagnética
Espaçador da trava
Parafusos CI A M
M6 x 25
Trava do “carro”
Chapa de fixação da
chapa do “carro”
24
25
Trava fixa no trilho Avanti Caixilhada
Trava fixa no trilho Avanti
Características técnicas:
Alimentação = 220Vcc
Corrente = 0,3ª
Instalação:
Para fixar a Trava eletromagnética no trilho do equipamento, utilize as Chapas de
Fixação M/E e os parafusos SS M
M6 x 10, constantes no Kit, conforme a figura abaixo.
Carrinho duplo
porta caixilhada
Calço da trava
do “carro”
26
Obs: Caso precise fazer correções no posicionamento da trava eletromagnética
desaperte os parafusos e desloque a mesma.
Fixar a trava do carro no conjunto de carrinho que movimentam as portas, para
isso utilize os parafusos CI A M M6 x 25 e os espaçadores da trava.
27
28
Com a porta fechada, verifique se os pinos da trava eletromagnética estão
exatamente nos rasgos da trava do carro, para isso movimente a porta.
Para destravar o equipamento, basta girar a avalanca do destravamento que
automaticamente os pinos da Trava irão se levantar e desbloquear as portas.
Vide figura abaixo:
Obs.: Pequenas correções de posicionamento serão indispensáveis para fazer a
regulagem com a trava do carro e com a trava eletromagnética.
Colocar a mola do cabo na posição, conforme a figura ao lado. Em seguida
introduza o cabo de aço no redutor e também na mola do cabo. Para finalizar puxe
com força, verificando se a alavanca do destravamento esteja na horizontal.
Cortar o excesso do cabo de aço a + ou - 20mm.
ATENÇÃO:
a) A capa do cabo de aço não pode ter curvas fechadas;
b) O sistema de destravamento deve estar sempre visivél e acessivél;
c) Sempre manter o conjunto da Trava Eletromagnética limpa, para que não haja
problemas futuros;
d) Fixar etiqueta (acompanha Trava) que ilustra a utilização modo manual, em
local próximo a alavanca
29
MANUTENÇÃO
CENTRAL DE COMANDO INVERSORA
Antes de qualquer Manutenção, retire o cordão de alimentação da
rede elétrica.
DEFEITOS, PROVÁVEIS CAUSAS E CORREÇÕES
Serão citados alguns DEFEITOS, PROVÁVEIS CAUSAS E CORREÇÕES, que
poderão ocorrer em seu Automatizador, caso necessite a ocorrer Manutenção.
Defeitos
Prováveis Causas
Correções
Porta abrindo e fechando
sozinha
-Sujeira no trilho.
-Sujeira na guia da porta.
-Radar desregulado, está
pegando o movimento da
folha.
-Limpar Trilho.
-Limpar Guias da porta.
-Regular sensibilidade do
radar.
Porta abrindo lentamente
-Falta de energia elétrica.
-Acionar o radar e
aguardar a porta abrir e
fechar lentamente.
Porta abriu e não fechou
-Fotocélula obstruída.
-Desobstruir a fotocélula.
Instalação da Central Inversora
As conexões elétricas da central controladora deverão ser feitas conforme o
diagrama contida neste manual.
Quando a porta automática possuir trava eletromagnética, ou luz de garagem,
um módulo de relê deverá ser conectado em “TRAVA” e/ou em “LUZ”.(opcional,
venda separada).
Para adaptar um receptor avulso, basta conecta-lo em “RECEPTOR” (opcional).O
motor é conectado ao borne “MOTOR”.
A tensão da rede elétrica é ligada ao borne “REDE” e deve ser de 127Vca ou
220Vca de acordo com a chave seletora de tensão “CH1” e a freqüência de
acordo com o transformador pedido na central inversora (60Hz ou 50Hz).
No borne CN4 tem-se alimentação de 15V (450mA) para alimentar os radares e a
fotocélula, bem como a entrada para comando de radar e comando de fotocélula.
O comando de radar é um contato normalmente aberto, ou seja, para a central
receber um comando, deve-se conectar RADAR1 ou RADAR2 ao GND.
Já o comando de fotocélula FOTO no conector CN4 deve ser um comando
normalmente fechado, ou seja, para a central receber um comando de fotocélula,
deve-se desconectar FOTO do GND.
Primeiro acionamento do Inversor após ser instalado
na Porta Automática (Memorização)
ATENÇÃO: Antes de qualquer acionamento, certifique-se de que o modelo de
porta selecionado na central inversora é o mesmo da porta em que está instalada
(Função F9, ver tabela 2).
Já o comando de fotocélula FOTO no conector CN4 deve ser um comando
normalmente fechado, ou seja, para a central receber um comando de
fotocélula, deve-se desconectar FOTO do GND. Se não usar fotocélula, deverá
ser conectado um jumper entre FOTO e GND. (opcional / reposição).
30
31
Após o inversor ser energizado pela primeira vez, acione o motor através do
botão OK ou por um comando no RADAR1 ou RADAR2 ou RECEPTOR. A porta
deverá iniciar um movimento de abertura, para melhor visualização do movimento
deixe-a no meio do percurso de abertura. Se a porta iniciar um movimento de
fechamento,
retire o jumper F/R e espere dois segundos (2s) e então acione o motor novamente.
Observe que a central irá trocar o sentido do motor. A porta deve iniciar o
movimento de abertura.
Após esta condição, deixe a porta abrir até encostar-se ao stop de abertura.
Depois ela irá reverter o sentido para fechar, deixe-a encostar-se ao stop de
fechamento. Agora a porta automática já está pronta para operar.
Obs: Durante o fechamento no período de memorização, somente um comando
de fotocélula pode reverter a porta.
Do segundo acionamento em diante
Após a memorização a porta não necessitará gravar o percurso novamente. Em
uma nova energização, ela simplesmente abrirá lentamente até encostar-se ao
stop de abertura. Pronto! A porta já está pronta para operar.
GUIA RÁPIDO PARA PROGRAMAÇÃO DO
INVERSOR DE FREQUÊNCIA
O inversor já vem com parâmetros definidos de fábrica, mas o usuário pode
modificá-los se achar necessário. Para isso, pressione a tecla SHIFT(+),
mantenha-a pressionada até que o display mostre F01, agora pode soltar a tecla.
Pronto, o usuário já entrou no modo de programação. O menu de programação
possui vinte e seis funções (26) funções descritas na tabela abaixo:
32
Código
impresso
no display
FUNÇÃO
F01
Modo semiautomático ou tempo de pausa no modo automático.
F02
Funcionamento com trava ou sem trava.
F03
Tempo em que a luz de garagem permanece acionada após o fechamento da
porta.
F04
Resetar percurso gravado.
F05
Velocidade de abertura.
F06
Velocidade de fechamento.
F07
Fim de curso aberto.
Código
impresso
no display
FUNÇÃO
F08
Fim de curso fechado.
F09
Modelo de porta (Bona, Flash, Tore, Avanti, Reposição e Pivotante).
F10
Sensibilidade do antiesmagamento no fechamento (força no fechamento).
F11
Habilita ou desabilita o Antipânico.
F12
Função para escolher se a porta deve parar quando há um sinal de antipânico ou
se deve abrir com uma velocidade menor.
F13
Tempo de filtro para entrada de comando de fotocélula e entrada “Radar 1”.
F14
Velocidade de fim de curso.
F15
Aplica os valores de fábrica.
F16
Desaceleração no fechamento.
F17
Reservado.
F18
Velocidade de abertura do antipânico.
F19
Força durante a abertura.
F20
Força no fim de curso de fechamento (garantir fechamento).
F21
Habilita ou desabilita função “Anti-Vento” (mais usada no modelo pivotante).
F22
Aceleração/desaceleração na abertura.
F23
Liga/Desliga Pulso de Trava no Fechamento
F24
Habilita Pausa Invertida.
F25
Tempo de espera para acionar o motor após ter acionado a trava.
F26
Liga/Desliga abertura automática quando a porta é movimentada manualmente no
sentido de abertura.
Out
Sai do menu de programação.
Para navegar pelo menu de programação basta pressionar o botão de SHIFT(+)
para incrementar ou o botão (-) para decrementar até encontrar a função
desejada, então pressione OK para entrar na função. Cada função possui suas
configurações específicas que podem ser alteradas pelo botão SHIFT(+) ou pelo
botão (-).
Ao terminar a alteração, pressione OK novamente e então o valor é salvo e o
menu retorna às funções, podendo navegar por elas novamente.
Veja na tabela a seguir o significado de cada configuração existente para as
funções.
33
Função
Configuração
existente para esta
função
Significado da configuração
Função
Configuração
existente para esta
função
Significado da configuração
F01
Sau/t00 a t99
Modo semiautomático (SA) ou tempo de pausa em
segundos [s].
F18
001 ou 025
F02
tof ou t01 a t99
Desabilita o funcionamento de trava
eletromagnética(tof) ou habilita trava e o tempo de
acionamento dela (t01 a t99) em milisegundos, t01 =
0,1s.
Velocidade de abertura [Hz] quando há sinal de
antipânico, se a porta estiver configurada para abrir
nessa situação.
F19
A10 a A50
Força na abertura. ATENÇÃO: Se o valor estiver muito
baixo, o automatizador pode ficar com pouca força
para abrir, diminuindo a velocidade.
F03
t00 a t99
Tempo que a luz de garagem fica acionada após o
fechamento da porta (tempo em segundos [s]).
F20
000 ou 015
Força na região final de fechamento, usada para
garantir o fechamento.
F04
rst ou nrt
Apagar percurso (rst) ou não apagar percurso (nrt).
F05
001 a 060 para os modelos
Tore e Reposição, até 090
para os modelos Flash e
Bona.
Velocidade de abertura, de 001 a 090 [Hz].
dAu ou LAu
Habilita (dAu) ou desabilita (LAu) função antivento. Esta função é mais comumente usada nas
portas pivotantes, de formar a ajustar o fechamento
novamente caso a porta abra devido a um fator
externo e não por um comando elétrico.
F06
001 a 090
Velocidade de fechamento de 001 a 090 [Hz].
F07
001 a 099
Fim de curso de abertura, 001 (menor), 099 (maior
fim de curso).
F22
001 a 099
F08
001 a 099
Fim de curso de fechamento, 01 (menor), 99 (maior
fim de curso).
Aceleração/Desaceleração na abertura [Hz/s].
Ao diminuir o valor desta função, o movimento
de abertura da porta ficará mais suave e o fim de
curso aberto deverá ser aumentado, pois a porta irá
precisar de mais espaço para frenar.
F23
dPt ou LPt
Liga pulso de trava no fechamento (LPt) ou desliga
pulso de trava no fechamento (dPt).
FLA, bon, tor, rEP, AuA ou PIu
Modelo da porta: Flash (FLA: motor maior com
encoder hall), Bona (bon: motor menor com encoder
hall), Tore (tor: motor menor com encoder hall),
Reposição (rEP: motor menor com encoder óptico),
Avanti (AuA: motor médio com encoder Hall) e
Pivotante (PIu).
PnI ou PIn
Pausa não invertida(PnI) inicia a contagem quando
a porta está totalmente aberta. Pausa invertida(PIn),
a pausa inicia a contagem quando não há mais
sinal de radar, fotocélula ou botoeira. Caso algum
comando volte a ser acionado durante a pausa, a
contagem é reiniciada.
F25
tof ou t01 a t99
Desabilita a espera para acionar o motor após ter
acionado a trava(tof) ou habilita o tempo de espera
para acionar o motor (t01 a t99) em milisegundos, t01
= 0,1s.
F09
F10
F11
F12
F13
34
F24
A10 a A50
Sensibilidade do antiesmagamento no fechamento,
menor o valor, menor força. Maior o valor, maior a
força.
dAP ou EAP
Habilita(EAP) ou desabilita(dAP) antipânico.
ATENÇÃO: Esta função só deverá estar habilitada se
a porta estiver o sistema mecânico do antipânico.
oPE a Sto
Configura a Função Antipânico para abrir a porta
(oPE) ou parar a porta (Sto) ao receber um sinal de
antipânico.
F26
LAA ou dAA
Liga Abertura Automática quando a porta é
movimentada no sentido de abertura(LAA) ou Desliga
Abertura Automática quando a porta é movimentada
no sentido de abertura(dAA).
Out
Sair do menu.
Sai do menu de programação.
t01 ou t99
Tempo de espera para reconhecer que não há
comando de fotocélula e “radar 1”, esta função é
usada quando a porta é comandada por controle
de acesso por cartões, tempo x 100ms (cem
milisegundos) [ms].
F14
001 a 015
Velocidade de fim de curso [Hz].
F15
ndE ou dEF
Aplica valores de fábrica (dF) ou não aplica (nd).
F16
001 ou 099
Desaceleração no fechamento [Hz/s], quanto menor
o valor mais suave o movimento e maior deve ser o
fim de curso de fechamento.
F17
F21
Importante: Ao término da configuração dos parâmetros de funcionamento, devese navegar no menu até a função Out e pressionar OK. Se a placa for desligada
sem esta operação, as configurações retornarão às anteriores.
ATENÇÃO: É obrigatório(a) a utilização de fotocélulas para evitar acidentes.
Reservado.
35
Fotocélula Incorporada
Jumper TST
Nesta central existe uma fotocélula incorporada, ou seja, é necessário apenas
conectar nos conectores “TXFOT” e “RXFOT” o transmissor de luz e o receptor de
luz infravermelho respectivamente.
O funcionamento pode ser comprovado pelo ponto do primeiro display da
esquerda para a direita. Quando o ponto está aceso, a fotocélula está obstruída.
Quando o ponto está apagado, o receptor de luz está recebendo o sinal do
transmissor de luz.
Quando a fotocélula for desconectada ou apresentar qualquer alteração de
conexão ou funcionamento, a porta permanecerá aberta até a correção ser
aplicada.
Ao remover o jumper TST, o botão OK serve para girar lentamente o motor em um
determinado sentido enquanto o botão estiver pressionado, e o botão SHIFT serve
para girar o motor no sentido contrário ao do botão OK também enquanto estiver
pressionado. Ao recolocar o jumper TST o inversor volta a operar normalmente.
Teste do encoder
É possível testar o encoder do automatizador, para isso basta conectá-lo na
central e acionar o motor, pressione o botão SHIFT por uma vez e então o display
mostrará os pulsos do encoder em tempo real. Existe uma seqüência de pulsos
que deverá ser obedecida:
Primeira sequência: o display mostra 0 1 3 2...
Segunda sequência: o display mostra 0 2 3 1...
Qualquer sequência é válida, porém se o encoder estiver funcionando corretamente
todos os números devem aparecer, sem exceção!
Ao pressionar o botão SHIFT pela segunda vez, o percurso da porta será mostrado
no formato hexadecimal, exemplo: o número 0200h corresponde ao ponto zero
(porta aberta).
ATENÇÃO: Para verificar se o encoder do motor está em perfeitas condições,
abra e feche a porta várias vezes através de comandos no botão OK ou RADAR,
então por último abra-a e deixe-a aberta, então pressione o botão SHIFT por duas
vezes e anote o número (deverá ser 0200h). Sempre que a porta estiver aberta,
o display deverá marcar a posição 0200h ou próximo disso, exemplo: 0201h ou
0202h. Se o número alterar muito além de 0200h, o encoder pode estar com
problemas.
Ao pressionar o botão SHIFT pela terceira vez, a tensão do capacitor do barramento
será mostrada (V).
Após o botão ser pressionado o display apagará automaticamente em 255s.
36
Sinalização de Eventos e Falhas
A função principal do LED OSC é indicar que o microcontrolador da placa está
operacional (o mesmo pisca, com freqüência fixa (~1Hz), desde que a alimentação
esteja ligada).
O LED BUS indica que existe carga nos capacitores do barramento DC.
Atenção: Não se deve tocar na região de potência(região dos capacitores) da
placa enquanto este led estiver aceso mesmo depois do inversor ser desligado
da rede elétrica!
O LED FAULT indica o alinhamento entre o emissor e o receptor da fotocélula
interna. Quanto maior a intensidade de luz do LED, maior a precisão do alinhamento
da fotocélula TX / RX.
A indicação de antipânico ativado (portas destravadas) é sinalizada nos displays
de sete seguimentos (DSP1, DSP2 e DSP3) por meio da descrição “APA” (fonte
formato display).
NOTA: As conexões de sinalização do sistema de antipânico ativado são
realizadas por meio dos conectores ANTPA e ANTPB.
Funções dos pontos decimais dos displays do inversor
quando o automatizador está operando
Existem algumas funções para os pontos decimais dos displays quando o
automatizador está operando, estas funções facilitam a verificação da operação
e de erros de instalação:
1. O ponto da unidade (o primeiro ponto da direita para a esquerda), representa
comandos para abertura, ou seja, quando há algum comando de receptor ou de
botoeira, o ponto estará aceso. Quando não há nenhum sinal, o ponto permanece
apagado.
2. O ponto da dezena (o segundo ponto da direita para a esquerda), representa
sinal de fotocélula, caso a foto esteja acionada ou ausente ou ainda com falha o
ponto estará aceso e a porta permanecerá aberta.
3. O ponto da centena (o terceiro ponto da direita para a esquerda) representa
se há sinal da fotocélula incorporada. Ponto aceso: fotocélula obstruída, ausente
37
ou com falha de conexão; a porta permanecerá aberta até a desobstrução /
correção.
Possíveis erros e defeitos
Erros
1. E00, E01 e E02: Sinaliza que a parte de potência do inversor está com
problemas. Causa: Problemas com a energia ou defeito de solda. Solução: Um
técnico habilitado deverá avaliar o equipamento.
2. E03: Não há sinal de encoder. Causa: Encoder desconectado ou com defeito.
Solução: Conectar encoder na central e verificar encoder.
3. E04: Sinaliza que o percurso gravado durante a memorização é pequeno
demais. Causa: Falta do cabo de encoder a porta está travada. Solução: Verificar
o cabo do encoder, testar se a porta desliza por todo o percurso, caso o erro
persista.
DEFEITO
Defeito
A porta não
corresponde ao
percurso do local
instalado (freia antes do
stop de fechamento ou
bate no fechamento).
Porta permanece
aberta e quando recebe
comandos para abrir
ela fecha.
Causa
Solução
Existe um percurso
gravado diferente
do percurso do local
instalado.
Entrar no menu de
funções e na função 4
(F4), mudar de nrt para
rSt, sair do menu através
de out, e deixar realizar
a memorização do
percurso.
A memorização foi
realizada erroneamente.
Ver item: Primeiro
acionamento do inversor
após ser instalado
no automatizador
(memorização).
4. E06: A porta não está chegando ao ponto zero (abertura). Causa: Encoder pode
estar quebrado, ou falta de força no fim de curso. Solução: Verificar o encoder.
Aumentar a velocidade de fim de curso (Ler tópico “Teste do Encoder”).
5. E09: Possibilidade de perda de sincronismo da correia com a polia dentada.
Causa: Correia frouxa ou inadequada à polia.
ATENÇÃO: Quando o novo inversor for substituir um do modelo antigo
(encoder óptico), os dois fios do meio do chicote do encoder deverão ser
cruzados:
- Seqüência antiga: Preto, Branco, Vermelho, Amarelo.
- Seqüência nova: Preto, Vermelho, Branco, Amarelo.
Para o extensor do encoder óptico que tem duas extremidades, cruzar apenas
uma delas:
- Seqüência antiga: Marrom, Vermelho, Laranja, Amarelo.
- Seqüência nova em apenas uma das extremidades:Marrom,Laranja,Vermelho,
Amarelo.
38
39
40
Alimentação para
radares e fotocélulas
externas: 15V / 700mA
Contato normalmente aberto (NA)
Contato normalmente aberto (NA)
Contato normalmente fechado (NF)
Seletor de
funções
Receptor de RF
Sinais da porta
antipânico
Fotocélula
transmissora
Fotocélula
receptora
Módulo de relé para luz
ou cortina de vento
Módulo de relé para
trava eletromagnética
Motor
220V ou 127V (60Hz)
Encoder
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement