descarregar - Projectista.pt
Ì
CATÁLOGO MEDIDA
EQUIPAMENTOS DE MEDIDA ELÉCTRICA
SISTEMA DE GESTÃO DE ENERGIA
2010_01
D
esde a sua fundação, em 2001, a QEnergia é uma empresa reconhecida na
comercialização de equipamentos e soluções de qualidade de energia, verificação de
instalações eléctricas, medida da resistência de terra, termografia e gestão de consumos
energéticos.
No domínio da protecção das pessoas e equipamentos, a QEnergia é hoje em dia
conhecida na comunidade electrotécnica nacional, para a qual realizou seminários técnicos,
onde já participaram mais de 3000 pessoas, desde empresas instaladoras, organismos de
certificação, universidades e empresas ligadas ao projecto eléctrico e engenharia.
António Medalhas
Gestor de Produto
Ao longo dos anos, a gama de soluções de equipamentos tem sido alargada de modo a que
os equipamentos disponibilizados permitam realizar todas as medidas e registos para que
uma instalação esteja permanentemente sob controlo e em perfeitas condições de
funcionamento.
Estas soluções vão desde equipamentos fixos e portáteis para monitorização da qualidade
de energia, a dataloggers para registo das condições ambientais numa instalação,
monitorização dos consumos de energia com soluções fixas ou wireless, monitorização de
funcionamento de baterias, equipamentos de verificação de instalações eléctricas, medidas
de terra, funcionamento de diferenciais e análise termográfica.
Da mesma forma, a QEnergia propõe formação com elevado padrão de exigência, quer na
componente teórica, quer na componente prática, por forma a capacitar os formandos para
uma prática electrotécnica eficiente e proactiva. Para tal, dispomos de um catálogo de
formações perfeitamente adequadas aos clientes para que estes possam usar ao máximo
as capacidades dos seus equipamentos.
ÍNDICE
01. Verificação de instalações eléctricas
03
02. Termografia
09
03. Qualidade da energia
15
04. Certificação energética de edifícios
21
05. Contadores e analisadores de energia para quadros eléctricos
27
06. Ferramentas para gestão de energia
47
07. Transdutores
53
08. TI’s - transformadores de corrente
57
09. Data Loggers
61
10. Monitorização de baterias UPS
79
2
Ì
01. Verificação de instalações
eléctricas
Ì Verificação de instalações eléctricas
Porquê realizar a ligação à terra?
E
xistem muitas razões pelas
quais se deve realizar a ligação à
terra. A mais importante prende-se
com a protecção das pessoas. As
organizações em seguida referidas
são responsáveis pela elaboração
de normas sobre a ligação à terra,
que visam garantir a protecção das
pessoas: Verband Deutscher
Elektrotechniker - VDE (Associação
Alemã de Electrotecnia),
Österreichischer Verband für
Elektrotechnik - ÖVE (Associação
Austríaca de Electrotecnia), Comissão
Electrotécnica Internacional (IEC),
Comité Europeu para a Normalização
Electrotécnica (CENELEC),
Underwriters Laboratories (UL),
American National Standards Institute
(ANSI), Telecommunications Industry
Standard (TIA), entre muitas outras.
Uma ligação à terra de qualidade não
protege apenas as pessoas, mas
também os equipamentos e as
instalações. Um sistema de ligação à
terra eficaz aumenta a fiabilidade
dos equipamentos e reduz o perigo
de danos causados por descargas
atmosféricas ou correntes de fuga.
Mas para perceber que sistema de
terra temos e qual o seu estado é
necessário MEDIR. Abaixo
descrevemos dois dos principais
métodos utilizados pelas equipas de
técnicos da QEnergia.
Método de Medida Terra a 3 Pólos
O
método de 3 pólos é usado
para medir a resistência de
eléctrodos individuais, sistemas de
ligação à terra colocados em malha,
sistemas de ligação à terra nas
fundações e outros sistemas de
ligação à terra. A diferença de
potencial é medida com um
voltímetro e a corrente é injectada
por um amperímetro interno do
equipamento de medida. Ambos
estão integrados no Fluke 1653B.
Segundo a Lei de Ohm:
R = U/I ; R é calculado pelo
aparelho.
Ligue o aparelho conforme ilustrado
na figura ao lado. Prima o botão
START e efectue a leitura directa da
resistência de terra do eléctrodo
medido. Se este eléctrodo estiver
ligado em paralelo ou em série a
outros eléctrodos, obterá o valor
resultante para todos os eléctrodos
(resistência de ligação à terra total).
Nota:
O eléctrodo a ser medido
precisa de ser desligado! É
necessário colocar a
instalação fora de serviço..
A
colocação de sondas nas medições da ligação à terra é frequentemente perturbada ou impossibilitada por
correntes de interferência e respectivas harmónicas. Os equipamentos de medida terra que comercializamos
utilizam o método AFC (Automatic Frequency Control - Controlo Automático de Frequência), o qual selecciona
automaticamente a frequência de medição em que ocorre o mínimo de interferências possível, assegurando
resultados perfeitos e reproduzíveis.
Método de Medida Terra Selectiva
E
ste método único foi
desenvolvido para medir a
resistência de terra de eléctrodos
individuais, em sistemas de ligação à
terra complexos com estruturas de
ligação à terra em malha ou em
grelha, utilizados maioritariamente
em postos de seccionamento, postos
de transformação, em postes de alta
tensão com cabos de terra e
sistemas comerciais com múltiplos
condutores. Através da medição da
corrente de um eléctrodo individual
com uma pinça amperimétrica
especial é possível eliminar a
influência de eléctrodos ligados em
paralelo. Um processo de avaliação
especial realiza o isolamento ou
filtragem digital de outras correntes,
de modo a permitir a máxima
precisão possível.
Para a colocação de sondas em
sistemas de ligação à terra simples
ou complexos aplicam-se as mesmas
regras que no método de medida Nota:
O eléctrodo a ser medido não
terra a 3 pólos.
Não é necessário colocar a
instalação eléctrica fora de
serviço!
4
precisa de ser desligado! Não
é necessário colocar a
instalação fora de serviço.
Ì Verificação de instalações eléctricas
Fluke 1623 e Fluke 1625
O
s Fluke 1623 e 1625 são equipamentos de teste de terra específicos que realizam os quatro tipos de
medições de terra. Os equipamentos de teste Fluke 1623 e 1625 medem resistências de malha de terra
utilizando apenas pinças – o chamado teste sem estacas. Este método não necessita que sejam utilizadas
estacas de terra, nem que os eléctrodos de terra sejam desligados.
Os métodos de teste efectuados por estes equipamentos são:
- Medida de terra a 3 e a 4 pólos – teste de terra padrão utilizando duas estacas de terra
- Teste selectivo – sem desligar os eléctrodos de terra, esta medição é efectuada com uma combinação de
estacas e uma pinça, permitindo que a instalação não tenha de ser colocada fora de serviço.
Teste sem estacas – solução inovadora através da utilização de pinças em vez de estacas de terra, para medir a
resistência de malha de terra.
Modelo
Fluke 1623
Descrição / características
- Conceito de medição através de um único botão
- Medição tripolar e quadripolar de terra; Medição bipolar de resistência AC
- Teste selectivo, sem necessidade de desligar o condutor de terra (1 pinça)
- Teste sem estacas, teste rápido do loop de terra (2 pinças)
- Frequência de medição de 128 Hz
Composição:
- Equipamento de teste Fluke 1623
- 2 cabos de teste
- Pilhas
- Manual do utilizador
Fluke 1623 kit Composição:
- Equipamento de teste Fluke 1623
- 2 cabos de teste
- 4 estacas de terra
- 3 bobinas de cabos com fio (2-25 m, 1-50 m)
- 2 pinças (uma de indução, uma de detecção)
- Pilhas
- Manual do utilizador
- Mala de transporte robusta
Fluke 1625
- Medição tripolar e quadripolar de terra; Teste quadripolar de resistividade do
solo; Medição bipolar de resistência AC; Medição bipolar e quadripolar de
resistência DC
- Teste selectivo, sem necessidade de desligar o condutor de terra (1 pinça)
- Teste sem estacas, teste rápido do loop de terra (2 pinças)
- Medição de impedância de terra a 55 Hz
- Controlo automático de frequência (AFC) (94, 105, 111, 128 Hz)
- Tensão de medição adaptável, 20/48 V
- Limites programáveis, definições
- Continuidade com besouro
Composição:
- Equipamento de teste Fluke 1625
- 2 cabos de teste
- Pilhas
- Manual do utilizador
Fluke 1625 kit Composição:
- Equipamento de teste Fluke 1625
- 2 cabos de teste
- 4 estacas de terra
- 3 bobinas de cabos com fio (2-25 m, 1-50 m)
- 2 pinças (uma de indução, uma de detecção)
- Pilhas
- Manual do utilizador
- Mala de transporte robusta
5
Ì Verificação de instalações eléctricas
Fluke 1630 - Pinça amperimétrica para medida de malha de terra
M
edições de resistência de malha de terra para aplicações comerciais, industriais e de serviços.
A técnica de teste de terra através de pinça utilizada pela Fluke 1630 simplifica os testes da malha de terra e
permite a realização de medições não intrusivas de corrente de fuga. O design compacto e robusto torna a Fluke
1630 fácil de utilizar em espaços pequenos e ambientes rigorosos, enquanto que a função de retenção de
visualização e o teste de continuidade com função de alarme sonoro assegura comodidade na utilização. Esta
técnica significa que o teste de resistência de malha de terra e continuidade pode ser realizado sem se
interromper o circuito.
Sistema de teste sem estacas
A Fluke 1630 utiliza o método de teste sem estacas, que elimina a necessidade de desligar os eléctrodos de
terra paralelos e encontrar locais adequados para colocar estacas de terra auxiliares. Isto poupa tempo e
permite que utilizadores como electricistas industriais e de serviços, bem como electricistas de assistência
técnica e fornecedores, realizem testes de resistência da malha de terra em locais onde não é possível recorrer
a outras técnicas, incluindo no interior de edifícios ou em postes de electricidade. Com o método de teste sem
estacas, deixa de ser necessário usar estacas de terra. A pinça amperimétrica de terra Fluke 1630 é colocada à
volta do eléctrodo de terra ou do cabo de ligação. Um dos lados da pinça induz uma determinada tensão e a
corrente é medida pelo outro lado da pinça. O equipamento de teste determina automaticamente a resistência
da malha de terra nesse ponto de ligação à massa.
Modelo
Fluke 1630
Descrição / características
- Ampla gama de medida da resistência da malha de terra, entre 0,025 e
1500, para satisfazer todos os requisitos.
- Grande abertura das pinças (35mm) para testes em condutores de terra e/ou
barras de equipotencialidade.
- Medição de corrente de fuga de terra de 0,2mA a 1000mA, sem necessidade
de desligar - ideal para detecção de avarias em sistemas.
- Ampla gama de medição de corrente AC, de 0,2A a 30A, permite utilizar um
único instrumento para várias aplicações.
- Limites de alarme HI/LO definidos pelo utilizador, para avaliação rápida de
medições.
- Prático botão de retenção de visualização, para captar leituras em locais de
difícil acesso.
- Função de memória economizadora de tempo regista e guarda
automaticamente os valores medidos.
- Auto-calibração automática assegura medições sempre correctas.
- Protecção contra sobrecarga: 200 A.
- Bolsa de transporte e loop de teste de resistência incluídos.
- 8 horas de vida útil da bateria (utilização contínua).
- Resistência: de 0,025 a 1500, resolução máxima 0,002.
- Sinalizador acústico de continuidade com aproximadamente 40.
- Corrente de fuga entre 0,2 e 30A; resolução máxima 0,01A.
- Corrente de curto-circuito: >50mA AC.
6
Ì Verificação de instalações eléctricas
Série 1650B - Aparelhos de Teste
O
s aparelhos de teste da série 1650B verificam a segurança das instalações
eléctricas em aplicações domésticas, comerciais e industriais. Estes aparelhos
asseguram que uma cablagem fixa é segura e que está correctamente instalada,
de forma a satisfazer os requisitos das normas IEC 60364, HD 384 e de todas as
normas locais relevantes. O design ergonómico exclusivo, o peso reduzido e a
correia almofadada para o pescoço, que lhe permite manter as mãos livres,
tornam os momentos de trabalho com um aparelho de teste multifuncional Fluke
1650B em momentos de prazer. Com controlos de fácil utilização e um ecrã
grande com um ângulo de visualização excepcionalmente amplo, caracteriza-se
também por uma utilização confortável e segura.
Funcionalidade extra, ensaios mais rápidos e a mesma robustez
A nova Série Fluke 1650B foi desenvolvida com base na reputação da robustez da primeira Série Fluke 1650. No
entanto, foi reformulada para responder às suas necessidades relacionadas com ferramentas de teste mais
produtivas.
Esta nova série contém as seguintes características:
- Teste de malha de terra com corrente elevada;
- Modo de corrente RCD variável para definições personalizadas;
- Indicação APROVAÇÃO/REPROVAÇÃO para ensaios de RCDs;
- FLUKE-1651 com tensão de teste de isolamento de 250 V (250 V, 500 V e 1000 V);
- Medição de tensão entre L-N, L-PE e N-PE;
- O adaptador de zero para a compensação fácil do cabo de teste encontra-se disponível como um novo
acessório e está incluído de série;
Modelo
Descrição / características
Fluke 1651B
Equipamento de teste de uso diário, para qualquer electricista.
Este equipamento pode ser utilizado todos os dias e responde a todas as
necessidades básicas.
Fluke 1652B
Equipamento de teste ideal para detectores de avarias profissionais.
Este equipamento é ideal para utilizadores profissionais em virtude da sua
funcionalidade adicional. É também ideal porque, apesar das suas
características de qualidade superior, é fácil de utilizar, mesmo após longos
períodos de inactividade, uma vez que o seu funcionamento é intuitivo e
praticamente impossível de esquecer.
Fluke 1653B
Equipamento de teste completo para utilizadores avançados.
Este equipamento resume-se numa só palavra: completo. Desde todas as
funções de teste de que necessita, até à memória integrada para documentar
resultados. Isto torna o equipamento numa solução completa para profissionais
que pretendam ter a melhor ferramenta disponível e que compreendam como
esta deve ser utilizada, em qualquer altura.
Acessórios recomendados - Conjunto de estacas ES165X
Conteúdo do conjunto de teste de estacas de ligação à terra para o Fluke 1653B:
- Estacas de terra auxiliares
- Cabos de ligação e pinças de crocodilo para teste
- Mala de transporte
O conjunto permite testar facilmente a resistência da terra utilizando o método de
ligação de três fios e as estacas de ligação à terra auxiliares.
7
Ì Verificação de instalações eléctricas
Guia de Selecção - Verificadores de Instalações
Funções de medição
Fluke 1651B
Fluke 1652B
Fluke 1653B
Tensão e frequência
Verificador da polaridade de cablagens
Resistência do isolamento
500, 1000 V
250, 500, 1000 V 50, 100, 250, 500, 1000 V
Continuidade
Resistência de Loop e da Linha
PFC/PSC (corrente de avaria/curto-circuito)
Tempo de disparo de RCDs
Nível da corrente de disparo de RCDs
-
Rampa
Rampa
Sequência automática de teste de RCDs
-
Teste de RCDs sensíveis a CC
-
Resistência de terra
-
-
Indicador de sequência de fases
-
-
Auto-teste
Satisfaz as normas EN 61557/VDE 0413
Ecrã iluminado
Indicador de presença de tensão
Indicador do nível de carga das pilhas e função
Memória (500 medições)
-
-
Ligação a PC
-
-
Marca de tempo (com o FlukeView® Forms)
-
-
Software
-
-
Opção
Outras características
Memória, Interface
FlukeView FORMS - Software Profissional da Fluke para o 1653B
8
Ì
02. Termografia
Ì Termografia - Aplicações comuns
A
s alterações de temperatura podem indicar problemas em muitas aplicações quotidianas, e uma câmara
termográfica permite uma verificação visual rápida da temperatura de superfícies. Muitas vezes, os problemas
podem ser descobertos antes da realização de medições com contacto. A Fluke oferece uma gama completa
de câmaras termográficas para aplicações de diagnóstico industriais e de edifícios.
Câmaras termográficas Fluke Ti10/ Ti25
Com as robustas e fiáveis câmaras termográficas Fluke
Ti10/Ti25, terá à sua disposição a avançada
capacidade de detecção de problemas da tecnologia
IR-Fusion®. São uma solução de termografia completa
e fácil de utilizar para detecção de avarias e
manutenção de equipamento industrial e eléctrico.
A ferramenta mais avançada para detecção de
avarias e manutenção
Esta câmara termográfica é perfeita para acrescentar
ao seu conjunto de ferramentas para resolução de
problemas. Construída para ambientes de trabalho
duros, esta câmara IR de elevado desempenho,
totalmente radiométrica, é ideal para a detecção de
avarias em instalações eléctricas, equipamento
electromecânico, equipamento de processos e
equipamento de AVAC/R, entre outros.
Tecnologia IR-Fusion®
Duas formas de ver as coisas – com imagens IR e
visuais (com luz visível) fundidas para comunicar
informações importantes de forma mais rápida e fácil.
As imagens IR tradicionais já não são suficientes. A
tecnologia IR-Fusion®, com patente pendente, capta
simultaneamente uma imagem digital e uma imagem IR,
fundindo as duas e simplificando a análise de imagens
IR. Os modelos Ti10 e Ti25 são fornecidos de série com
a IR-Fusion®.
Modelo
Fluke Ti10/
Fluke Ti25
Descrição / características
- Melhor capacidade de detecção e análise de problemas, graças à tecnologia
IR-Fusion®. Basta navegar rapidamente pelos diferentes modos de
visualização para identificar mais facilmente áreas problemáticas com imagens
de tipo IR totais (térmicas), imagem-na-imagem ou mistura automática de
imagens visuais e térmicas.
- Optimizada para utilização no terreno, em ambientes de trabalho duros.
- Fabricada e ensaiada para resistir a uma queda de 2m.
- Resistente ao pó e à água – ensaiada de acordo com uma classificação IP54.
- Proporciona imagens claras e nítidas necessárias para detectar os problemas
rapidamente.
- Permite identificar, com excelente sensibilidade térmica (NETD), pequenas
diferenças de temperatura que podem indiciar problemas.
- O intuitivo menu de três botões é fácil de utilizar – basta navegar usando um
dedo.
- Não precisa de levar caneta e papel – guarde os registos que efectuar
falando para a câmara. É possível fazer anotações de voz para cada imagem
gravada. Os comentários de voz são guardados com cada imagem individual
para referência futura (apenas Ti25).
- Pega manual ajustável para mão esquerda ou direita.
- Software SmartView incluído.
- Tudo aquilo de que necessita para começar está incluído.
10
Ì Termografia - Aplicações comuns
Tecnologia IR-Fusion®
C
om esta tecnologia existem duas formas de ver as coisas: imagens de infravermelhos e
imagens visuais (com luz visível), fundidas para comunicar informações importantes de forma
mais rápida e fácil. A tecnologia IR-Fusion® capta simultaneamente uma imagem digital e uma
imagem de infravermelhos, fundindo as duas e simplificando a análise de imagens IR. A
função de gravação de apontamentos de voz com duração máxima de 60 segundos por cada
imagem registada (Ti25), faz desta câmara uma excelente ferramenta de
medida e simultaneamente um bloco de notas.
Câmara termográfica industrial Fluke Ti32
Modelo
Fluke Ti32
Descrição / características
Câmara termográfica de alta definição topo de gama, verdadeiramente
económica.
Concebida para os profissionais mais exigentes, a Ti32 é uma ferramenta que
pode levar para qualquer local, desde a resolução de problemas até à detecção
de potenciais falhas durante o serviço e manutenção habituais. Com uma
qualidade de imagem superior, lentes opcionais, baterias substituíveis no
terreno e uma interface de utilizador intuitiva, a robusta Ti32 é ideal para
técnicos experientes e que estão sempre a trabalhar em diferentes locais.
Características:
- Proporciona imagens claras e nítidas necessárias para detectar os problemas
rapidamente, com o seu sensor de 320x240.
- Permite identificar, com a melhor sensibilidade térmica da indústria (NETD),
pequenas diferenças de temperatura que podem indiciar problemas.
- Alinhamento automático de imagens visuais e por infravermelhos com a
tecnologia IR-Fusion® da Fluke.
- Lentes teleobjectiva e grande angular opcionais para uma maior versatilidade e
aplicações especiais (de instalação fácil no terreno) As baterias substituíveis no
terreno oferecem-lhe máxima flexibilidade onde quer que precise de trabalhar.
- Menu intuitivo com 3 botões fácil de usar; basta navegar utilizando um dedo.
- Não precisa de levar caneta e papel – guarde os registos que efectuar falando
para a câmara. É possível fazer anotações de voz para cada imagem gravada.
Os comentários de voz são guardados com cada imagem individual para
referência futura.
- Capacidade de focagem com uma só mão, correcção de emissividade,
compensação de temperatura reflectida e correcção da transmissão aumentam
a precisão das medições em muitas situações.
- Pega manual regulável para mão esquerda ou direita.
- Software SmartView incluído.
- Optimizada para utilização no terreno, em ambientes de trabalho exigentes.
- Fabricada e testada para resistir a uma queda de 2 metros de altura.
- Resistente ao pó e à água – ensaiada de acordo com uma classificação IP54.
Ì Termografia - Aplicações em edifícios
O
primeiro procedimento de diagnóstico para determinar o desempenho termográfico de aplicações de
revestimento é a termografia por infravermelhos. Pode ser utilizada para identificar perdas de calor e frio
causadas por uma construção deficiente, a falta ou inadequação de isolamento e a infiltração de humidade. A
correcção dos defeitos é essencial para a melhoria da eficiência dos edifícios e para a integridade estrutural. A
Fluke oferece uma gama completa de câmaras termográficas para aplicações de diagnóstico industrial e de
edifícios. Existem modelos para todos os orçamentos.
11
Ì Termografia - Aplicações em edifícios
Fluke TiR/ TiR1 - Câmaras termográficas para diagnósticos em edifícios
Modelo
Fluke TiR/
TiR1
Descrição / características
As ferramentas inteligentes abrem portas no diagnóstico em edifícios
As câmaras termográficas são a forma mais inovadora para detectar a perda de
energia nos edifícios. As câmaras termográficas de fácil utilização da série Fluke TiR
foram concebidas especificamente para aplicações de diagnóstico em edifícios. Para
profissionais como você. Se o seu negócio está relacionado com a poupança de
energia através de serviços em edifícios, materiais de isolamento ou avaliações de
desempenho de energia, estas ferramentas inteligentes dar-lhe-ão uma vantagem
qualitativa e comercial. Optimizada para aplicações de revestimento, as câmaras
termográficas Fluke TiR são perfeitas para aplicações de revestimento, restauro e
reabilitação, bem como para inspecção em telhados de edifícios.
Características:
- Inclui tecnologia IR-Fusion® tanto na câmara como no software (combina imagem
visível com imagem IR em display completo ou em vistas "imagem-na-imagem"),
para fácil identificação e registo de problemas
- Robusta e fiável: Fabricada para resistir a uma queda de 2 metros.
- LCD VGA (640 x 480) panorâmico a cores, com diagonal de 9,1cm
- Gama de temperatura e sensibilidade térmica optimizadas para aplicações de
inspecção em edifícios
- Perfeita para qualquer aplicação e orçamento
- Excelente sensibilidade térmica para visualização das mais pequenas diferenças
de temperatura que podem indiciar problemas
- Pega manual ajustável para mão esquerda ou direita.
- Software SmartView incluído.
Fluke TiR32 - Câmara termográfica para diagnósticos em edifícios
Modelo
Fluke TiR32
Descrição / características
Câmara termográfica de alta definição topo de gama, verdadeiramente
económica.
Concebida para os profissionais mais exigentes, a TiR32 é uma ferramenta que
pode levar para qualquer local: verificações de energia, gestão de instalações e
diagnósticos em edifícios. Visualize perdas de energia. Localize locais de formação
de bolor potencialmente perigoso. Forneça documentação para uma reclamação de
garantia. Com uma qualidade de imagem superior, lentes opcionais, baterias
substituíveis no terreno e uma interface de utilizador intuitiva, a robusta TiR32 é
ideal para fornecedores, proprietários de edifícios e certificadores.
Características:
- Proporciona imagens claras e nítidas necessárias para detectar os problemas
rapidamente, com o seu sensor de 320x240.
- Permite identificar, com a melhor sensibilidade térmica da indústria (NETD),
pequenas diferenças de temperatura que podem indiciar problemas.
- Alinhamento automático de imagens visuais e por infravermelhos com a tecnologia
IR-Fusion® da Fluke.
- Lentes teleobjectiva e grande angular opcionais para uma maior versatilidade e
aplicações especiais (de instalação fácil no terreno). As baterias substituíveis no
terreno oferecem-lhe a máxima flexibilidade onde quer que precise de trabalhar.
- O intuitivo menu de três botões é fácil de usar – basta navegar utilizando um dedo.
- Não precisa de levar caneta e papel. Guarde os registos que efectuar falando para
a câmara. É possível fazer anotações de voz para cada imagem gravada. Os
comentários de voz são guardados com cada imagem para referência futura.
- Capacidade de focagem com uma só mão, correcção de emissividade,
compensação de temperatura reflectida e correcção da transmissão aumentam a
precisão das medições em muitas situações.
- Pega manual regulável para mão esquerda ou direita.
- Software SmartView incluído.
- Optimizada para utilização no terreno, em ambientes de trabalho mais exigentes.
- Fabricada e testada para resistir a uma queda de 2 metros de altura.
Resistente ao pó e à água – ensaiada de acordo com uma classificação IP54
12
Ì Termografia
Guia de selecção - Termografia
Performance da Imagem
Tipo de detector
Campo de visão (FOV)
(hor. x vert.)
Resolução espacial (IFOV)
Distância mínima de focagem
Fluke Ti10
160 x 120
Fluke Ti25
·160 x 120
Ti32
320 x 240
Fluke TiR
160 x 120
Fluke TiR1
160 x 120
TiR32
320 x 240
23º x 17º
23º x 17º
23º x 17º
23º x 17º
23º x 17º
23º x 17º
2,5 mrad
0,15 m
2,5 mrad
0,15 m
1,25 mrad
0,15 m
2,5 mrad
0,15 m
Sensibilidade térmica (NETD)
0,2ºC @ 30ºC
0,1ºC @ 30ºC
2,5 mrad
0,15 m
0,07ºC @
30ºC
1,25 mrad
0,15 m
0,05ºC @
30ºC
Focagem
-
-
Medição de temperatura
·
·
-20 - 250ºC
-20 - 350ºC
-20 a 600ºC
-20 - 100ºC
-20 - 100ºC
-20 a 150ºC
±5ºC/5%
±2ºC/2%
±2ºC/2%
±5ºC/5%
±2ºC/2%
±2ºC/2%
3,6” LCD
4
3,6” LCD
6
3,7” LCD
8
3,6” LCD
4
3,6” LCD
6
3,7” LCD
8
1,3m
1,3m
2m
1,3m
1,3m
2m
IR-Fusion®
IR totais
Gama de temperatura calibrada
Precisão
Correcção de emissividade
Apresentação da imagem
Display digital
Opções palete
Outros
Total radiométrica
Câmara visível
0,05ºC @ 30ºC 0,1ºC @ 30ºC
Imagem na imagem
Mistura alfa/automática
-
-
Totalmente visível
-
-
-
-
-
-
-
Voz
Voz
-
Voz
Voz
SmartView™
SmartView™
SmartView™
SmartView™
SmartView™
SmartView™
Laser
Flash
Anotação de imagens
Lentes opcionais
Software incluído
Meio de armazenamento
Número de imagens IR
Teste de queda de 2m de altura
Cartão SD
Cartão SD
Cartão SD
Cartão SD
Cartão SD
Cartão SD
1200 (2 GB)
1200 (2 GB)
1200 (2 GB)
1200 (2 GB)
1200 (2 GB)
1200 (2 GB)
13
Ì Termografia
Detecção de desequilíbrios e sobrecargas
A
s imagens térmicas são uma forma simples de identificar diferenças de
temperatura em circuitos de sistemas trifásicos, comparando com a sua
operação em condições normais. Inspeccionando o gradiente térmico das três
fases juntas, podemos rapidamente detectar anomalias, numa das fases,
devido a desequilíbrios ou sobrecargas.
O desequilíbrio pode ser provocado
por diferentes causas: problema na
entrega de energia, baixa tensão
numa das fases, um defeito de
isolamento em cablagem ou um mau
dimensionamento de cargas na
instalação eléctrica. Até um baixo
desequilíbrio de tensão pode causar
deterioramento nas conexões,
reduzindo a tensão fornecida,
enquanto motores e outras cargas
irão desenhar correntes excessivas,
entregando um binário reduzido
(com o respectivo stress mecânico),
e entrando em falha.
Um desequilíbrio severo pode
danificar um fusível, reduzindo as
operações para uma simples fase.
Entretanto, o desequilíbrio de
corrente irá regressar no neutro,
provocando caminho fácil para um
pico de potência.
Na prática, é muito difícil equilibrar
as tensões nas três fases. Para
ajudar, os técnicos electrotécnicos
determinam níveis aceitáveis de
desequilíbrio para diversos
equipamentos, conforme as
respectivas normas em vigor . Estas
serão linhas de orientação úteis
para comparação durante a
manutenção e detecção de
problemas.
O que verificar com a câmara
termográfica?
Capture imagens térmicas de todos
os quadros eléctricos e outras
conexões de carga elevadas, tal
como barramentos de entrada do
QGBT. Onde descobrir elevadas
temperaturas, siga o circuito e
examine as cargas associadas. Faça
uma verificação nos quadros
eléctricos e conexões, retirando as
coberturas dos mesmos.
Preferencialmente, deve verificar
equipamentos eléctricos, quando
estes estão a 40% da carga nominal.
Desta forma, pode realizar as
medidas de uma forma correcta e
comparar com as condições normais
de funcionamento.
Carga igual deve possuir
temperatura igual. Numa situação
de
desequilíbrio de cargas, as
fases com maior carga aparecerão
mais quentes, devido ao calor
gerado pela resistência. No
entanto, uma carga desequilibrada,
uma
sobrecarga, uma má
conexão ou
desequilíbrio
harmónico, podem causar um efeito
semelhante. Medir a carga é
importante para
diagnosticar
o problema.
É procedimento normal criar uma
regular de inspecção, que inclua os
pontos de referência da instalação.
Use o software fornecido com a sua
Fluke Ti25 para guardar as imagens
que capturar no seu computador, de
forma a verificar modificações ao
longo do tempo. Desta forma terá
uma base de trabalho para
comparar futuras anomalias ou
reparações realizadas.
Como identificar uma anomalia?
As reparações devem ter em conta
em 1º lugar a segurança, isto é, se
as condições do equipamento
colocam a segurança em risco, e em
2.º lugar o aspecto crítico do
14
equipamento e a extensão do
aumento de temperatura.
As linhas da NETA (Internacional
Electrical Testing Association)
apontam para uma acção imediata
sempre que a diferença da
temperatura (DT) entre
componentes
eléctricos
semelhantes sobre cargas
semelhantes exceda os 15ºC, ou
quando o DT entre o componente
eléctrico e a temperatura
ambiente do ar exceda os 40ºC.
Quando a imagem térmica mostrar
a totalidade do condutor mais
quente que outros componentes,
numa parte do circuito, o condutor
pode estar subdimensionado ou em
sobrecarga. Verifique se o condutor
foi correctamente dimensionado
para a carga que o percorre. Use
para este procedimento uma pinça
de corrente ou um analisador de
redes, para verificar o diagrama
vectorial e carga existente.
Na parte da tensão, o valor entre o
neutro e a terra diz-lhe quando o
seu sistema está sobrecarregado e
ajuda-o a determinar a corrente
harmónica. Tensões entre neutro e
terra superiores a 3% necessitam
de uma investigação mais
detalhada. As cargas mudam, e
uma fase pode rapidamente baixar
5%, se uma elevada carga
monofásica entrar em serviço.
A solução mais comum para uma
sobrecarga é a redistribuição da
carga pelos circuitos ou a
supervisão da carga durante a
entrada em serviço de um
determinado processo. Usando o
software SmartView (fornecido
com as câmaras Fluke), cada
problema detectado pela
Fluke
Ti25 ou Ti10 pode ser documentado
num relatório pré formatado, com
a imagem térmica e visível do
Ì
03. Qualidade da energia
Ì Qualidade da Energia - Monitorização dos consumos de energia
Fluke VR1710 - Registador de qualidade de tensão
O
registador de qualidade de tensão Fluke VR1710 é um registador de qualidade da onda de tensão
monofásica para ligação a uma tomada, que constitui uma solução extremamente fácil de usar para detectar e
registar problemas de qualidade de energia, permitindo uma acção imediata e um menor tempo de
inactividade. O registador monofásico VR1710 cumpre as necessidades dos técnicos de manutenção e gestão
das instalações em serviços públicos, ambientes industriais e grandes organizações de serviços, onde uma
qualidade de energia fiável é essencial ao funcionamento da empresa. Os parâmetros de qualidade da
energia, incluindo a média RMS, efeitos transitórios, oscilação e harmónicas de tensão até à ordem 32 são
registados com um período médio seleccionado pelo utilizador entre 1 segundo e 20 minutos.
Modelo
Descrição / características
Fluke VR1710 - Registo rápido e fácil de tendências de tensão, quedas de tensão e qualidade
de energia – detecte facilmente a causa de problemas de tensão monofásica.
- Extremamente fácil de utilizar – Ligação directa à tomada da rede de
alimentação e registo de dados
- Registos contínuos de todos os valores, sem interrupções – poupando o
tempo de teste ao obter toda a informação com um único instrumento, que
regista tanto eventos como tensão
- Resumo gráfico claro de dados e visão rápida dos parâmetros fundamentais
da qualidade de energia
- Valores mín., máx., média RMS (1/4 de ciclo) com registo de hora
- Apresentação real de efeitos transitórios (>100 s) com registo de hora –
Identifique rapidamente problemas de qualidade de energia com o software
gráfico incluído.
- Registo de oscilação de acordo com a norma EN 61000-4-15, valores de
harmónicas individuais e THD com tendências – identifique facilmente se o
problema está relacionado com qualidade de energia ou equipamento.
- Análises estatísticas de eventos de tensão monofásica - Reduz o tempo de
análise ao detectar quantidades e magnitudes dos eventos.
- Inclui um pacote de software PowerLog para transferência e análise rápida e
criação automática de relatórios - Poupe tempo ao gerar automaticamente
relatórios de qualidade de energia com modelos pré-definidos.
Especificações gerais
Tensão de funcionamento
Valor RMS mín./méd./máx.
Número de eventos
Cavas/ interrupções
Resolução de tempo
Resolução de tensão
Sobretensões
Frequência
Medição de harmónicas
Medição da oscilação
Número de canais de registo
Tempo de registo
Efeitos transitórios
70 a 300V
Resolução de 0,125V
175.000
Sim
5 ms
0,125V
Sim
Sim
EN 61000-4-7 (até ao 32º )
EN 61000-4-15
1 - fase ao neutro
2 - fase/neutro à terra
1 a 339 dias, dependendo do tempo médio de 1 segundo a 20 minutos
Sim
16
Ì Qualidade da Energia - Monitorização da qualidade da energia
Fluke 1735 - Registador de energia trifásico
R
egisto de qualidade de energia, análises de cargas eléctricas e testes de consumo de energia.
O registador de energia Fluke 1735 é o medidor de potência ideal para electricistas ou técnicos que realizam
análises de energia e registos de qualidade de energia básicos. Prepare o registador de energia em apenas
alguns segundos com as sondas de corrente flexíveis incluídas e o ecrã a cores. O analisador de qualidade de
energia mede a maioria dos parâmetros, harmónicas de energia eléctrica e regista eventos de tensão.
Aplicações:
- Análises de carga - verifique a capacidade do sistema eléctrico antes de aplicar cargas
- Avaliações de energia - quantifique o consumo de energia antes e depois de determinados melhoramentos,
de modo a justificar a introdução de dispositivos para poupança de energia.
- Medições de harmónicos - detecte problemas com harmónicos passíveis de danificar ou perturbar o
funcionamento de equipamentos importantes.
- Registo de eventos de tensão - verifique a ocorrência de descidas e subidas que causam falsas
reinicializações ou incomodativos disparos de disjuntores.
Modelo
Fluke 1735
Descrição / características
Características:
- Regista potência e parâmetros associados durante um máximo de 45 dias.
- Monitoriza as necessidades máximas de energia ao longo de períodos de
determinação da média definidos pelo utilizador. Demonstra os benefícios de
melhoramentos de eficiência com testes de consumo de energia.
- Mede a distorção harmónica causada por cargas electrónicas.
- Melhora a fiabilidade através da captação de descidas e subidas de tensão a
partir de comutação de cargas. Confirma facilmente a configuração de
equipamentos com a visualização a cores de formas de onda e tendências.
- Mede as três fases e o neutro com as 4 sondas de corrente de 3000 A
flexíveis incluídas.
- Visualiza gráficos e cria relatórios com o software PowerLog incluído.
- Design compacto e robusto, com IP65, certificado de segurança 600 V CAT III
e dois anos de garantia.
Série Fluke 430 - Analisadores de qualidade de energia trifásicos
U
ma classe superior para qualidade de energia. A série Fluke 430 de analisadores de qualidade de energia
trifásicos está totalmente em conformidade com a norma IEC 61000-4-30 Classe A e dispõe de um registador
configurável pelo utilizador e de uma capacidade de medição alargada.
Detecte problemas de qualidade da energia mais rapidamente, com maior segurança e com mais pormenor.
A Fluke dispõe de uma gama sem rival de analisadores de qualidade de energia para o ajudar a fazer a manutenção
de sistemas de energia de alta qualidade. As ferramentas permitem-lhe analisar todos os parâmetros, eventos e
anomalias relacionados com energia mais rapidamente, com maior segurança e maior detalhe do que nunca. Os
analisadores de qualidade de energia trifásica Fluke 435 e 434 ajudam-no a localizar, prever, prevenir e detectar
problemas em sistemas de distribuição de energia. Estas ferramentas manuais, fáceis de utilizar, têm várias
características inovadoras que lhe fornecem os pormenores que o ajudam a detectar problemas de forma mais
rápida e segura. Este aparelho é uma ferramenta trifásica completa para a detecção de avarias, que mede
praticamente todos os parâmetros de sistemas de energia: tensão, corrente, frequência, potência, consumo de
energia, desequilíbrio e oscilações, harmónicos e inter-harmónicos. Capta eventos como subidas e descidas, efeitos
transitórios, interrupções e alterações rápidas de tensão.
17
Ì Qualidade da Energia - Monitorização da qualidade da energia
Série Fluke 430 - Analisadores de qualidade de energia trifásicos
Modelo
Série Fluke
430
(cont.)
Descrição / características
- O Fluke 435 dispõe de uma precisão de tensão de 0,1%, o que o coloca em
conformidade total com a norma IEC 61000-4-30, Classe A.
- Função de registo: regista os detalhes de que precisa. O registo duradouro e
personalizado de dados detalhados oferece-lhe as leituras mín., máx. e méd.
de um máximo de 100 parâmetros nas 4 fases, com tempo seleccionável de
determinação da média até 0,5 segundos. Dispõe de memória suficiente para
registar 400 parâmetros, com resolução de 1 minuto para o máximo de 1 mês.
- 4 canais: mede simultaneamente tensão e corrente em todas as três fases e
no neutro.
- AutoScaling: análise de tendências mais fácil: com escalamento automático
do eixo vertical, usará sempre a totalidade do display para visualizar as formas
de onda.
- Visualização automática de efeitos transitórios: capta automaticamente até 40
subidas, descidas, interrupções, ou efeitos transitórios.
- Satisfaz a exigente norma de segurança 600 V CAT IV, 1000 V CAT III
requerida para medições na entrada de serviço.
- Instrumento de mão robusto, que funciona durante mais de 7 horas com o
conjunto incluído de pilhas recarregáveis NiMH. A interface organizada por
menus simplifica a operação.
- Possibilidades alargadas de análise de dados. Os cursores e o zoom podem
ser utilizados ‘com tensão’ enquanto faz medições, ou ‘offline’ em dados de
medição armazenados. As medições guardadas também podem ser
transferidas para um PC com software FlukeView (incluído no Fluke 435 e
434).
- O Fluke 435 é fornecido com software PowerLog, para analisar os dados
registados e para elaborar relatórios.
- O conjunto completo inclui tudo o que precisa para começar: 4 pinças
amperimétricas (flexíveis de 3000A no Fluke 435), 5 cabos e pinças de teste de
tensão, adaptador de linha/carregador de pilhas e mala rígida.
- Está em conformidade com a norma de medição IEC 61000-4-30.
AutoTrend não desperdiça tempo a desenhar
gráficos de tendência adicionais, enquanto toda a
medida é registada automaticamente.
Meça e registe potência (W), VA e VARs.
O 434 acrescenta a capacidade
de registar o consumo de energia..
O display de imagem System-Monitor apresenta
informação imediata se a tensão, harmónicas,
oscilação, frequência e número de descidas e subidas
estiverem fora dos limites estabelecidos.
Detecte harmónicas até ao 50º, meça e registe THD
(distorção harmónica total) em conformidade com os
requisitos da IEC61000-4-7.
A função de registo permite-lhe personalizar as selecções
de medição e proporciona análise instantânea de
parâmetros seleccionáveis pelo utilizador.
18
Ì Qualidade da Energia - Monitorização da qualidade de energia
Guia de Selecção - Qualidade de Energia
Aplicações
Fluke 434
Fluke 435
Fluke 1735
/
/
/
Detecção avançada de avarias
-
Estudos de carga, inquérito de qualidade de energia
Conformidade (EN50160)
-
Análise a longo prazo
-
Gráfico a cores
4
Gráfico a cores
4
Gráfico a cores
3
1 fase/3 fases
Características
Ecrã
Canais de tensão
4
4
4
Pinças 40 A / 400 A
Flexis 3000 A
15A/150A/3000A Flexis
IP51
CAT IV 600V/
CAT III 1000V
Fluke View
7
IP51
CAT IV 600V/
CAT III 1000V
Power Log/ Fluke View
7
IP65²
Fluke Powerlog
6
7
8 MB
30
16 MB
30
8 MB
Canais de corrente
Sondas de corrente incluídas
Resistência ao pó/água
Classificação de segurança
Software
Funcionamento da bateria (horas)
Capacidade de gravação
Período de gravação típico (dias)
Memória
CAT III 600V
Registo de mín./máx./méd.
Oscilação
Harmónicos
Captação de eventos
Captação de formas de onda
Registo definido pelo utilizador
-
-
20,48kHz
20,48kHz
10,24kHz
200kHz
200kHz
-
6kV
6kV
-
Análises estatísticas (incluindo EN50160)
-
Criação de relatórios
Velocidade de amostragem
Taxa de captação de alta velocidade
Tensão de pico
Capacidade de análise
Conformidade com a Classe A IEC 61000-4-30
Tensão RMS
Corrente RMS (exc. pinças, a não ser que especificado)
-
-
0,5%V nominal
0,1%V nominal
±(0,5%+10 contagens)
±(1%+5 contagens)
±(1%+5 contagens)
±(1%+10 contagens)
² (excepto alojamento da bateria)
19
Ì Qualidade da Energia - Monitorização da qualidade de energia
Os custos de uma pobre qualidade da energia.
O caso particular das cavas de tensão
A
energia eléctrica é um produto especial. É uma matéria-prima essencial para todas
as operações comerciais, e como produto, a sua qualidade é muito importante. Estimase que os problemas de qualidade da energia representam um custo para a indústria e o
comércio na União Europeia de cerca de 10 biliões de euros por ano, e em contraponto
a sua despesa em soluções reparadoras representa cerca de menos de 5% desse valor. Para entender o valor
de investimento em soluções reparadoras para os problemas de qualidade da energia é necessário perceber
qual é a natureza dos problemas e avaliar como cada um deles afecta o processo produtivo em análise.
Neste texto avalia-se de uma forma muito
sucinta o caso particular das cavas de tensão.
No entanto é importante referir que os
problemas de qualidade da energia são
extensos e de abordagens muitas vezes
diferentes.
Cavas de Tensão
As cavas são descritas como variações no
valor eficaz da tensão para valores entre 90%
e 1% da tensão declarada por períodos entre
10mseg e 1 minuto e são caracterizadas pela
sua duração e pela tensão mantida, isto é, a
percentagem da tensão da alimentação
nominal (RMS) mantida durante o evento. A
curva do Conselho da Indústria de Tecnologia
de Informação (ITIC, do inglês Technology
Industry Council), antigamente conhecida
como curva da Associação dos Fabricantes de
Computadores e Equipamentos para
Escritório (CBEMA, do inglês Computer and
Bu sin e ss
Eq u ipme n t
Ma n u factu r e r s
Association), mostradas na figura 1 e 2,
descrevem a tolerância dos equipamentos às
perturbações de tensão de todos os tipos.
Nem todas as cavas são igualmente
perturbadoras. Quando se faz um estudo
deste tipo é indispensável aferir o grau de
sensibilidade de uma instalação. Os
equipamentos de medida que instalamos e
com os quais fizemos estas medidas (Fluke
1760) dão-nos uma boa ajuda com a análise
CBEMA (Fig.1).
Fig. 1: Curva CBEMA do conjunto de cavas
registado na campanha de medidas
Esta é a imagem gráfica daquilo que pode ser
entendido como um estudo da sensibilidade
da instalação. Nas ordenadas, temos a
descrição dos valores atingidos pelas cavas
(valor eficaz em percentagem da tensão
declarada). Nas abcissas a duração dos
eventos. As linhas verdes indicam-nos o
limite de imunidade, isto é, os eventos cuja
descrição caiba dentro da envolvente
definida pelas linhas verdes não são
perturbadores. Assim, é possível determinar
as cavas perturbadoras típicas numa
instalação. Repare-se que uma instalação
pode receber um conjunto de cavas e estas
podem ser estatisticamente representadas
em função da profundidade e da duração.
Fig. 2 - Curva ITIC obtida através de um
equipamento de medida (Qwave) e da ferramenta
QWebReport®
As curvas apresentadas foram originalmente
criadas para ajudar os operadores de
tecnologias de informação (TI) a solucionar
muitos dos problemas de qualidade da
energia com os distribuidores de energia
eléctrica.
Muitas cavas são causadas por faltas na rede
de alimentação, e a sua severidade depende
das posições relativas ao defeito inicial. As
principais indústrias afectadas são a
indústria dos moldes, plásticos, trefilaria,
indústria agro-alimentar, têxtil, cerâmica,
artes gráficas, indústria de processo
contínuo (papel, química), vidro. As cavas
de tensão são mais graves e frequentes nas
empresas alimentadas por redes aéreas de
média tensão. As consequências são
menores na grande indústria alimentada em
alta tensão do que nas PME’s industriais.
Estimamos que entre 1000 e 1500
empresas são seriamente afectadas por
cavas de tensão com prejuízos anuais entre
as dezenas e as centenas de milhares de
euros.
No entanto existem estratégias para
abordar o problema das cavas:
1º Passo – Reconhecer que existe um
problema
As cavas de tensão são um fenómeno muito
rápido e dificilmente percepcionado pelos
operadores de máquinas industriais. A
monitorização da qualidade da energia
permite a verificação e a quantificação dos
20
eventos e perdas associadas.
2º Passo – A qualidade da energia é um
tema a incluir no projecto de instalações
A construção de parque industriais em pleno
ambiente rural, alimentados por redes de
média tensão de extensão relativamente
longa, promete à partida muitos problemas
para as empresas que aí se vão instalar. Os
projectos destas infra-estruturas deveriam
obrigatoriamente ter em conta os
problemas de qualidade da energia
esperados e incluir estratégias para a sua
minimização.
3º Passo – Os fabricantes de máquinas
devem associar o comportamento dos seus
equipamentos a problemas na qualidade
da energia
Como são construídos os circuitos de
comando? Que tipo de variadores de
velocidade são usados? Porque se projectam
máquinas protegidas por disjuntores em vez
de fusíveis como recomendam os fabricantes
de componentes?
Não é de desprezar a escolha da melhor
solução reparadora para este problema e é
certo que podemos encontrar muitas
soluções: Ups dinâmicas e estáticas, DVR´s,
etc. No entanto é necessário realizar um
estudo detalhado com empresas da
especialidade, de forma a dimensionar
correctamente a solução mais adequada
para o caso em estudo. Neste domínio,
também é importante realizar o estudo de
viabilidade económica para a solução
reparadora correcta.
Em conclusão, os problemas na qualidade da
energia eléctrica são resolvidos com
estratégias concertadas estabelecidas entre
os consumidores de energia, os fabricantes
de equipamento e o distribuidor. O risco que
representam
para
as
actividades
empresariais é real, até mesmo para as
indústrias de baixa tecnologia. As perdas
financeiras e comerciais são sérias. Por
outro lado, a prevenção pode ser
relativamente barata, bastando apenas
utilizar boas técnicas de projecto, a
instalação de equipamentos de prevenção e
a monitorização através de sistemas de
medida claros e de simples tomada de
decisão.
Fontes: Electrical Power Systems Quality,
Dugan et al, McGraw-Hill, NY, 1996; Cooper
Development Association, David Chapman,
2002
Ì
04. Certificação energética
de edifícios
Ì Certificação energética de edifícios
Wi-LEM
A
rede Wi-LEM é um utilitário de aquisição de dados para a medida de consumos de energia eléctrica como
descrito abaixo:
O Wi-LEM é composto por três componentes:
- Energy Meter Node (EMN): contador de energia com emissor rádio
incorporado e transformadores de corrente pré-cablados.
- Mesh Gate (MG): Gateway que assegura o interface entre a rede Wi-LEM
e os softwares de exploração de dados.
- Mesh Node: repetidores usados para aumentar a distância entre o EMN e
o Mesh Gate.
- Wi-Pulse: contador de impulsos
- Wi-Zone: medidor de temperatura e humidade
Wi Pulse
Referência
Wi-Pulse XL
Descrição
Código LEM
Contador de impulsos extra longo alcance.
RF power 60 mW
90.D2.98.035.0
Descrição
Código LEM
Medida de temperatura e humidade extra longo alcance.
RF power 60 mW
90.D2.98.037.0
Wi Zone
Referência
Wi-Zone XL
Energy Meter Node (EMN)
Configuração de rede
Tensão: 300 Vac (Fase-Neutro)
Ligação 4 fios
Ligação 3 fios
Corrente nominal
20A
100A
EMN 20 W4
EMN 100 W4
90.C7.17.600.0
90.C7.34.600.0
EMN 20 W3
EMN 100 W3
90.C7.17.500.0
90.C7.34.500.0
EMN 20 W2
EMN 100 W2
90.C7.17.400.0
90.C7.34.400.0
EMN 20 W0
EMN 100 W0
90.C7.17.300.0
90.C7.34.300.0
EMN 20 D3
EMN 100 D3
90.C7.17.100.0
90.C7.34.100.0
Ligação 2 fios
Ligação 3 x 1 fase
Triângulo 3 fios
22
Ì Certificação energética de edifícios
Energy Meter Node (EMN) com sonda Rogowsky
Configuração de
rede
Tensão: 300 Vac
(Fase - Neutro)
Corrente nominal
20A
500A
1000A
2000A
EMN 200
W4/SP1
90.C7.44.601.0
EMN 500
W4/SP1
90.C7.50.601.0
EMN 1000
W4/SP1
90.C7.60.601.0
EMN 2000
W4/SP1
90.C7.69.601.0
EMN 200
D3/SP1
90.C7.44.101.0
EMN 500
D3/SP1
90.C7.50.101.0
EMN 1000
D3/SP1
90.C7.60.101.0
EMN 2000
D3/SP1
90.C7.69.101.0
Ligação 4 fios
Ligação 3 fios
Mesh Gate
Referência
Descrição
Código LEM
MG 5424 MESH GATE
10XL ID 170
Quantidade máxima de Node: 10
90.D2.98.025.0
MG 5424 MESH GATE
100XL ID 200
Quantidade máxima de Node: 100
90.D2.98.028.0
MG 5424 MESH GATE
200XL ID 220
Quantidade máxima de Node: 200
90.D2.98.030.0
Mesh Node
Referência
Descrição
MN 5424 MESH NODE
XL
Mesh Node Extra Longo alcance
Adaptador AC (EU)
Alimentação Europa (Mesh Gate e Mesh
Node)
90.D2.98.033.0
Repetidor que permite aumentar a distância
entre o EMN e o Mesh Gate e disponibiliza
caminhos redundantes para os sinais até ao
Mesh Gate.
Cabo programação MG Cabo para configuração Mesh Gate
CD instalação Wi-LEM
Código LEM
Programa EMN Monitor + Meshscape Monitor
23
90.D2.98.004.0
90.D2.98.008.0
90.D2.98.007.0
Ì Certificação energética de edifícios
Fluke 971 - Medidor de temperatura / humidade
A
temperatura e a humidade são dois factores importantes para a manutenção de óptimos níveis de
conforto e boa qualidade do ar interior. Obtenha leituras precisas de humidade e temperatura, de forma rápida
e conveniente, com o Fluke 971. O Fluke 971 é imprescindível para técnicos de manutenção de instalações e
de serviços públicos, fornecedores de serviços de AVAC, e para especialistas que avaliam a qualidade do ar
interior (QAI). Leve e fácil de manusear, o Fluke 971 é a ferramenta ideal para monitorização de áreas
problemáticas. Com um estojo robusto e cobertura de protecção com abertura de rosca para o sensor, o Fluke
971 foi concebido para proporcionar um excelente desempenho e feito para durar.
Modelo
Fluke 971
Descrição / características
- Apresentação de humidade e temperatura no visor duplo retroiluminado
- Mede temperaturas de ponto de orvalho e de termómetro húmido
- Capacidade para armazenamento de 99 registos
- Design ergonómico com presilha para o cinto e estojo de protecção
- Sensor de capacidade de resposta rápida com cobertura de protecção com
abertura de rosca
- Compacto e leve (188 g)
- Gama de temperaturas de -20 °C a 60 °C - Humidade relativa de 5% a 95%
- Retenção de dados mín./Max./méd.
- Indicador de pilha fraca
- Inclui manual de instruções; 4 pilhas alcalinas AAA
Acessórios
Fluke CO-220 O medidor de monóxido de carbono Fluke CO-220 facilita medidas rápidas e
precisas dos níveis de CO com um único instrumento compacto. Um grande e
retroiluminado LCD mostra níveis de CO de 0 a 1000 PPM. A função Max. Hold
armazena e exibe o valor máximo de CO.
CO-205
Aspirator kit. Permite tirar amostras de gases até 371oC com o CO-220 para a
medição do monóxido de carbono.
Fluke 975 - AirMeter
F
erramenta de inspecção combinada para inspecções completas da qualidade do ar.
O analisador de qualidade do ar Fluke 975 combina cinco ferramentas de monitorização de ar numa
ferramenta robusta e fácil de utilizar. Utilize o Fluke 975 para verificar a eficiência de funcionamento de
sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado (AVAC) e detectar fugas perigosas de monóxido de
carbono em todos os tipos de edifícios.
24
Ì Certificação energética de edifícios
Fluke 975 - AirMeter
(cont.)
Modelo
Fluke 975
Descrição / características
- Mede, regista e apresenta em simultâneo a temperatura, humidade, CO2 e
CO num monitor LCD de brilho intenso e retroiluminado
- Medição de fluxo de ar e velocidade com um simples toque com uma sonda
disponível
- Registo de mín./Max./média em todas as leituras medidas e calculadas
- Alarmes de limite sonoros e visuais
- Interface do utilizador multilíngue
- Ampla capacidade de registo de dados discreto ou contínuo, transferível para
PC através de ligação USB
Acessórios incluídos
Pilhas alcalinas A4 (3), manual do utilizador, instrumento de calibração,
software FlukeView Forms, adaptador AC, tomadas internacionais.
Fluke 975V
Fluke 975 com sonda de velocidade do ar incluída
Fluke 983 - Contador de partículas
O
novo contador de partículas Fluke 983 é a primeira escolha para os profissionais de AVAC
(Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado) e QAI (Qualidade do Ar Interior). Desde os ensaios de filtros até
aos estudos de QAI, o Fluke 983 é uma solução portátil para determinar as concentrações de partículas
transportadas pelo ar. Utilize o Fluke 983 para responder de imediato às reclamações dos ocupantes, ou como
parte de um programa de manutenção preventiva abrangente.
Modelo
Fluke 983
Descrição / características
- Mede e visualiza, em simultâneo, 6 canais de distribuição do tamanho das
partículas, temperatura e humidade
- Mede partículas com até 0,3 μm de dimensão
- Velocidade de amostragem e dados de contagem seleccionáveis, atraso
programável
- Guarda 5000 registos de data, tempo, contagens, humidade relativa,
temperatura, volumes de amostragem, alarmes e etiquetas de localização
- Transfere os dados guardados para um PC, com o software incluído
- O conjunto compacto e autónomo permite a utilização com uma só mão
- Interface de utilizador intuitiva e fácil de utilizar
- Sempre pronto a funcionar, sem necessidade de atestar com fluidos
- LCD retroiluminado para utilização em quaisquer condições de luminosidade
- Bateria NiMH recarregável, com duração de 8 horas
- Estojo de protecção
- Inclui Certificado de Calibração (NIST), utilitário compatível com Windows para
transferência de software, adaptador e cabo DB9 para RS-232, sonda
isocinética, filtro para contagem zero, tubagem de elevada pureza, adaptador
para bico de mangueira de 1/8 pol., fonte de alimentação, manual de instruções
e mala de plástico rígida.
25
Ì Certificação energética de edifícios
Fluke 922 - Medidor de fluxo de ar
H
oje em dia, os técnicos de AVAC pretendem uma solução simples para diagnosticar problemas de
ventilação. As medições de pressão diferencial representam apenas uma parte de todo o conjunto. Os
técnicos também querem medir a velocidade e o fluxo do ar sem terem de recorrer a ferramentas
dispendiosas, difíceis de utilizar e especializadas. O Fluke 922 facilita as medições do fluxo do ar, ao combinar
três ferramentas: pressão diferencial, fluxo do ar e velocidade num medidor único e robusto.
Modelo
Descrição / características
Fluke 922
- O potente medidor proporciona leituras de pressão diferencial e estática,
velocidade e fluxo do ar
- As práticas mangueiras coloridas ajudam a interpretar correctamente as
leituras de pressão
- Fácil de utilizar sem sacrificar o desempenho
- Display retroiluminado de brilho intenso para visualização clara em todas as
condições
- Forma e tamanho de condutas definidos pelo utilizador para precisão máxima
na leitura do fluxo do ar
- Resolução até 0,001 pol. H2O
- Capacidade de armazenamento de dados de 99 pontos
- Funções mín./Max./média/fácil retenção para análise de dados
- A função de desligar automaticamente poupa as pilhas
- Inclui medidor de fluxo do ar Fluke 922, duas mangueiras de borracha, quatro
pilhas alcalinas AA de 1,5 V, manual do utilizador
Fluke 922 kit
Características idênticas.
Inclui:
- Medidor de fluxo do ar Fluke 922
- Tubo Pitot de 12 polegadas
- Duas mangueiras de borracha
- Régua magnética TPak
- Faixa TPak, 9 polegadas
- Fecho TPak
- Quatro pilhas alcalinas AA de 1,5 V
- Manual do utilizador
26
Ì
05. Contadores e analisadores de
energia para quadros eléctricos
Ì Analisadores de energia - Electrex
X3M 96 - Analisador de energia
E
crã de alto contraste retro-iluminado. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx.
500V f-f), sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A. Classe 1 de precisão na
medida de energia (EN61036), medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Memória flash não volátil incluída para
armazenamento de dados (mais de 60 dias de perfis de carga) e registo de eventos. Bateria de salvaguarda para
guardar o tempo real de calendário/relógio. Equipada com 2 saídas digitais programáveis para transmissão de
alarmes ou impulsos (ou como dispositivos de saída remota) e com 2 portas de expansão para conexão de
módulos externos de transmissão. Protocolo ModBus. Campo de firmware actualizável. Apropriado para ambientes
severos. Gama de temperatura +20 a 60ºC. Encastrável 96x96mm.
Modelo
Descrição
Referência
X3M 96 85-265V
Mais de 60 tipos de leitura por fase incluindo THD-I, THD-U,
média, pico, entrada e saída de energias, quadrantes de
energia 2-4 (Ea, Er), possibilidade de escolha da tarifa por
calendário. Registo de eventos em memória (sobretensões,
cavas de tensão, falhas principais, valores, etc).
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
PFE 411-00
X3M 96 15-40V
Igual ao X3M mas com alimentação 15-40 Vac/18-60 Vdc
PFE 411-04
X3M 96H 85-265V
Igual ao X3M mas inclui leituras de harmónicas por fase de
U, I & P até à harmónica de ordem 31 + sentido de fluxo.
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
PFE 418-00
X3M 96 H 15-40V
Igual ao X3M-H mas com alimentação 15-40 Vac/18-60
Vdc
PFE 418-04
X3M D6 - Analisador de energia
E
crã de pontos matriciais retro-iluminado. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx.
500V f-f), sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A. Classe 1 de precisão na
medida de energia (EN61036), medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Memória flash não volátil incorporada
para armazenamento de dados (mais de 60 dias de perfis de carga) e registo de eventos. Bateria de salvaguarda
para guardar o tempo real de calendário/relógio. Equipada com 2 saídas digitais programáveis para transmissão de
alarmes ou impulsos (ou como dispositivo de saída remota) e com 2 portas de expansão para conexão de módulos
externos de transmissão. Protocolo ModBus. Campo de firmware actualizável. Apropriado para ambientes severos.
Gama de temperatura +20 a 60ºC. Montagem em calha DIN com 6 módulos.
28
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
X3M D6 - Analisador de energia
(cont.)
Modelo
Descrição
Referência
X3M D6 85-265V
Mais de 60 tipos de leitura por fase incluindo THD-I, THD-U,
média, pico, entrada e saída de energia, quadrantes de
energia 2-4 (Ea, Er), possibilidade de escolha da tarifa por
calendário. Registo de eventos em memória (sobretensões,
cavas de tensão, falhas principais, valores mín./máx., etc.).
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc.
PFE 840-00
X3M D6 15-40V
Igual ao X3M D6, com alimentação 15-40 Vac/18-60 Vdc
PFE 440-04
X3M D6 H 85-265V
Igual ao X3M D6 mas inclui leitura de harmónicas por fase
de U, I & P até à harmónica de ordem 31+sentido de fluxo.
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
PFE 842-00
X3M D6 H 15-40V
Igual ao X3M-D6H, com alimentação 15-40 Vac/18-60 Vdc
PFE 842-04
Acessórios & Opções
Módulos de expansão para todos os tipos de X3M 96 e FLASH 96
Montagem na parte de trás do painel, autoalimentado, cabo de ligação incluído
Modelo
Descrição
Referência
Opção módulo 96 RS485
porta RS 485
PFE 420-00
Opção módulo 96 RS232
porta RS 232
PFE 421-00
Opção módulo 96 2AO420mA
2 saídas programáveis 4-20 mA
PFE 422-00
2 entradas digitais + 2 saídas relé 30V/2A
PFE 425-00
Cabo para uso das opções do “DIN” nos
aparelhos “96”
PCA DL00-00
Opção módulo 96 2DI
2RO
Adaptador DIN/96
Módulos de expansão para todos os tipos de X3M D6, FLASH D6 e FAST D6
tamanho 2 módulos DIN, autoalimentado, cabo de ligação incluído.
Modelo
Descrição
Referência
Opção módulo D2 RS485
porta RS 485
PFE 830-00
Opção módulo D2 RS232
porta RS 232
PFE 825-00
Opção módulo D2 2AO420mA
2 saídas programáveis 4-20 mA
PFE 835-00
Adaptador 96/DIN
Cabo para uso das opções do “96” nos aparelhos
“DIN”
PCA CL00-00
Opção para leituras de
harmónicas FFT
Realizado por código de campo PUK por teclado
instrumental. Permite leituras das harmónicas FFT
por fase de U & I até à harmónica de ordem 31 +
sentido de fluxo. Converte os X3M 96 e X3M D6 no
correspondente tipo “..H..”
PFSW 399-00
29
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
Kits X3M
Modelo
Descrição
EB4KIT X3M 96 H Conjunto analisador de energia de painel, opção RS232 e
software Energy Brain 4
RS232
Referência
PFE 861-00
EB4KIT X3M D6 H
RS232
Conjunto analisador de energia de calha DIN, opção
RS232 e software Energy Brain 4
PFE 865-00
EB4KIT X3M 96 H
RS485
YOCTONET
Conjunto analisador de energia de painel, interface
YOCTO-NET e software Energy Brain 4
PFA 5C13-82
EB4KIT X3M D6 H
RS485
YOCTONET
Conjunto analisador de energia de painel, interface
YOCTO-NET e software Energy Brain 4
PFA 5613-82
X3M Box - Analisador de energia portátil
C
aixa plástica rígida com X3M D6 H incluindo leituras harmónicas FFT, cabos de tensão (fichas de banana +
crocodilos), cabos de corrente (fichas de bananas + fios descarnados para ligação aos TI’s), porta RS232 + cabo
RS232/PC e software Energy Brain 4.
Modelo
X3M H BOX
85-265V
Descrição
Referência
Dimensões 200 x 250 x 100mm. Peso 1300g
PFE 890-00
Flash 96 - Analisador de energia (harmónicas)
E
crã de alto contraste retro-iluminado. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx.
500V f-f), sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de ..../1-5A. Classe 1 de precisão na
medida de energia (EN61036), medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Equipada com 2 saídas digitais
programáveis para transmissão de alarmes ou impulsos (ou como dispositivos de saída remota) e com 2 portas de
expansão para conexão de módulos externos de transmissão. Protocolo ModBus. Apropriado para ambientes
severos. Gama de temperatura +20 a 60ºC. Encastrável 96x96mm.
30
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
Flash 96 - Analisador de energia (harmónicas)
Modelo
(cont.)
Descrição
FLASH 96 85-265V Mais de 60 tipos de leitura por fase incluindo THD-I, THD-
Referência
PFA 2C10-82
U, média, pico, e entrada e saída de energias, quadrantes
de energia 2-4 (Ea, Er). Campo de firmware actualizável.
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
FLASH 96 H 85265V
Igual ao FLASH 96 mas inclui leituras de harmónicas FFT por
fase de U & I até à ordem 31 + direcção. Alimentação 85-265
Vac/100-374 Vdc
PFA 4C10-82
Flash D6 - Analisador de energia (harmónicas)
E
crã de pontos matriciais retro-iluminado. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx.
500V f-f), sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A. Classe 1 de precisão na
medida de energia (EN61036), medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Equipada com 2 saídas digitais
programáveis para transmissão de alarmes ou impulsos (ou como dispositivos de saída remota) e com 2 portas de
expansão para conexão de módulos externos de transmissão. Protocolo ModBus. Apropriado para ambientes
severos. Gama de temperatura +20 a 60ºC. Montagem em calha DIN com 6 módulos.
Modelo
Descrição
FLASH D6 85-265V Mais de 60 tipos de leitura por fase incluindo THD-I, THD-
Referência
PFE 430-00
U, média, pico, e entrada e saída de energias, quadrantes
de energia 2-4 (Ea, Er). Campo de firmware actualizável.
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
Igual ao FLASH D6 mas inclui leituras de harmónicas FFT
por fase de U & I até à ordem 31 + sentido de fluxo.
Alimentação 85-265 Vac/100-374 Vdc
PFE 432-00
FLASH D9 50A 85 Igual ao FLASH D6 mas com entradas de corrente directa
até 50A.
-265V
PFE 434-00
FLASH D6 H 85
265V
- Tamanho: 9 módulos
- Alimentação: 85-365 VAC/100-374 VAC
31
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
Acessórios & Opções
Módulos de expansão para todos os tipos de X3M 96 e FLASH 96
Montagem na parte de trás do painel, autoalimentado, cabo de ligação incluído
Modelo
Descrição
Referência
Opção módulo 96 RS485
porta RS 485
PFE 420-00
Opção módulo 96 RS232
porta RS 232
PFE 421-00
Opção módulo 96 2AO420mA
2 saídas programáveis 4-20 mA
PFE 422-00
2 entradas digitais + 2 saídas relé 30V/2A
PFE 425-00
Cabo para uso das opções do “DIN” nos
aparelhos “96”
PCA DL00-00
Opção módulo 96 2DI
2RO
Adaptador DIN/96
Módulos de expansão para todos os tipos de X3M D6, FLASH D6 e FAST D6
tamanho 2 módulos DIN, autoalimentado, cabo de ligação incluído.
Modelo
Descrição
Referência
Opção módulo D2 RS485
porta RS 485
PFE 830-00
Opção módulo D2 RS232
porta RS 232
PFE 825-00
Opção módulo D2 2AO420mA
2 saídas programáveis 4-20 mA
PFE 835-00
Adaptador 96/DIN
Cabo para uso das opções do “96” nos aparelhos
“DIN”
PCA CL00-00
Opção para leituras de
harmónicas FFT
Realizado por código de campo PUK por teclado
instrumental. Permite leituras das harmónicas FFT
por fase de U & I até à harmónica de ordem 31 +
sentido de fluxo. Converte os X3M 96 e X3M D6 no
correspondente tipo “..H..”
PFSW 399-00
32
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
Femto - Analisador de energia
M
ais de 60 leituras incluindo tensão mín.-máx., corrente máxima, térmica e de neutro, THD-I por fase, THD
-U, potência de pico, energia pedida e máxima, importação/exportação de energia, energia reactiva
parcial,
total e por fase, etc. Medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Precisão de 0,5% em V e I. Classe 1 de
precisão na leitura da energia activa e
classe 2 na leitura da energia reactiva (EN62053-21). Ecrã de
pontos matriciais retro-iluminado. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx. 500V f-f),
sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A. Porta série RS485 incluída, protocolo
ModBus. Equipada com 1 entrada digital e 2 saídas digitais isoladas programáveis para transmissão de alarmes (ou
como dispositivos de saída remota). Alimentação 230-240Vac (outras sob pedido).
Modelo
Descrição
Referência
FEMTO 96 RS485
230-240 Vac
Encastrável (96 x 96 mm). Porta RS485
PFA 6C11-02
FEMTO 96 RS485
230-240 Vac
1DI/2DO
Encastrável (96 x 96 mm.). Porta RS485, 1 entrada digital,
2 saídas digitais
PFA 6C11-12
FEMTO 96 RS485
230-240 Vac 2AO420mA
Encastrável (96 x 96 mm). Porta RS 485, 2 saídas
analógicas passivas 4-20mA (necessária alimentação
externa 24 Vdc).
PFA 6C11-D2
FEMTO 96 RS485
230-240 Vac 1AO420mA
Encastrável (96 x 96 mm). Porta RD485, 1 saída
analógica activa 4-20mA (auto-alimentada)
PFA 6C11-C2
FEMTO D4 RS485
230-240 Vac
Montagem em calha DIN (4 módulos). Porta RS485
PFA 6411-02
FEMTO D4 RS485
230-240 Vac 2AO420mA
Montagem em calha DIN (4 módulos). Porta RS485, 2
saídas analógicas passivas 4-20mA (necessária
alimentação externa 24 Vdc).
PFA 6411-D2
FEMTO D4 RS485
230-240 Vac
1AO4-20mA
Montagem em calha DIN (4 módulos). Porta RS485, 1
saída analógica activa 4-20mA (auto-alimentada)
PFA 6411-C2
FEMTO D4 RS485
230-240 Vac
1DI/2DO
Montagem em calha DIN (4 módulos). Porta RS485, 1
entrada digital, 2 saídas digitais
PFA 6411-12
FEMTO D4 70A
RS485 230-240
Vac
Montagem em calha DIN (4 módulos) com entradas
directas de 70A (por TI’s externos dedicados). Porta
RS485, 1 TI incluído
PFA 6431-02
FEMTO D4 70A
RS485 230-240
Vac 1DI 2DO
Montagem em calha DIN (4 módulos) com entradas
directas de 70A (por TI’s externos dedicados). Porta
RS485, 1 entrada digital, 2 saídas digitais, 1 TI incluído
PFA 6431-12
TI externo para os FEMTO D4
PFA 6431-02
TA 70A
33
Ì Contadores e analisadores de energia - Electrex
Femto DC - Analisador de energia
A
parelho para leitura de medidas de corrente contínua. Leitura directa da tensão, leitura de correntes por
ligações exteriores 60mVdc. Leituras de tensão, corrente, potência, energia, tensão mín.-máx., corrente
máxima, potência máxima. Ecrã de pontos matriciais retro-iluminado. Gama de temperatura de -10 a +50ºC.
Montagem em calha DIN com 4 módulos.
Modelo
Descrição
Referência
FEMTO D4 DC
RS485 230-240V
1DI 2DO
Porta RS485, 1 entrada digital, 2 saídas digitais.
Alimentação 230-240Vac
PFA 6471-12
FEMTO D4 DC
RS485 18-60 VDC
1DI/2DO
Porta RS485, 1 entrada digital, 2 saídas digitais,
alimentação 19-60 Vdc
PFA 6471-18
Zepto - Multímetro, analisador de energia e potência
M
ais de 50 leituras incluindo corrente de neutro, THD-I, THD-U, consumo instantâneo, consumo máximo,
energia activa total e parcial (Ea), energia reactiva (Er). Medidas RMS até à harmónica de ordem 31. Precisão
de 0,5% em V e I. Classe 1 de precisão na energia activa e classe 2 na energia reactiva (EN62053-21). Ecrã de
alta visibilidade de dígitos 3 x 3. Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx. 500V f
-f), sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A. Porta série RS485 (Protocolo
ModBus). Gama de temperatura -10 a +50ºC. Alimentação 230-240Vac (outras sob pedido).
Modelo
Descrição
Referência
ZEPTO 96 RS485
230-240V
Encastrável (96 x 96 mm.). Porta RS485
PFA 8C11-02
ZEPTO 96 RS485
230-240V 1DI/2DO
Encastrável (96 x 96 mm.). Porta RS485, 1 entrada digital
e 2 saídas digitais isoladas (para transmissão de impulsos
ou alarme ou como dispositivo de saída remota)
PFA 8C11-12
ZEPTO D6 RS485
230-240V
Montagem em calha DIN (6 módulos). Porta RS485
PFA 8611-02
ZEPTO D6 RS485
230-240V 1DI/2DO
Montagem em calha DIN (6 módulos). Porta RS485, 1
entrada digital e 2 saídas digitais isoladas (para
transmissão de impulsos ou alarme ou como dispositivo
de saída remota)
PFA 8611-12
34
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Gama de analisadores de energia Chauvin Arnaux
P
rincipais características:
- Comunicação e programação via interface óptico, ou remotamente via Ethernet ou saída RS485
- Energia: medidas nos 4 quadrantes com classe 0,5s de acordo com IEC 62053-22
- Até 8 curvas de carga
- Até 4 gráficos de tendências
- Visualização de harmónicas por ordem
- 8 entradas / saídas a pedido
- Até 8 alarmes configuráveis
- Registo dos últimos 64 eventos
- Possibilidade de upgrade do software
- Embebido via interface óptico
- Ecrã gráfico (apenas Enerium 150)
- Diagrama Fresnel, harmónicas e gráfico de barras, U, I e P exibidas como manómetros
- Versão sem ecrã para montagem em armários
Modelo
Descrição
Enerium 50
- Medidas em 1s, mín., máx. e médios dos valores das medidas eléctricas
- Medida de energia nos 4 quadrantes
- Medida de harmónicas até à ordem 25
- Medidas de THD-U, THD-V e THD-I, factor de crista e desequilíbrio da
tensão composta
- Medida do cos e factor de potência
- Até 8 alarmes configuráveis, cada um com 2 condições (e, ou)
- Registo dos últimos 64 eventos com data/tempo
- Gestão de energia através do registo de 1 até 8 curvas escolhidas através
de 10 quantidades medidas ou calculadas: P+, P-, Q1, Q2, Q3, Q4, S+, S-,
On-off1 e On-off2 (tempo de integração de 10 a 60 minutos)
- 2 entradas configuráveis (medição, on-off)
- 2 saídas configuráveis (alarmes, impulsos ou analógicas: ± 20 mA)
- Comunicação via interface óptico, via RS485
- Comunicação: via protocolo ModBus, via Ethernet com ModBus/protocolo
TCP
- 1 entrada sincronizada externa
- Actualizações e upgrades de software via interface óptico (opção)
- Visor retro-iluminado 10 x 128 pixéis
- Medidas em redes de 400 Hz
Enerium 100
- Medidas de 1s, mín., máx. e médios dos valores das medidas eléctricas
- Medidas de energia nos 4 quadrantes
- Medidas de harmónicas até à ordem 25
- Medidas de THD-U, THD-V e THD-I, factor e crista e desequilíbrio
da tensão composta
- Medida de cos e factor de potência
- Até 8 alarmes configuráveis, cada um com 2 condições (e, ou)
- Registo dos últimos 64 eventos com data/tempo
- Memorização de gráfico de tendências (até 4) com um intervalo de registo
- De 1 segundo a 60 minutos
- 4 entradas configuráveis (medidas, on-off)
- 4 saídas configuráveis (alarmes, impulsos ou analógicas: ± 20 mA)
- Comunicação: via interface óptico, via RS485
- Comunicação através de protocolo ModBus ou via Ethernet com ModBus/
Protocolo TCP
- Actualizações e upgrades de software via interface óptico (opcional)
- Ecrã amplo retro iluminado 80 x 97 mm
- Medidas em redes de 400Hz
35
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Gama de analisadores de energia Chauvin Arnaux
Modelo
(cont.)
Descrição
Enerium 150
As mesmas características básicas do ENERIUM 50
- Medida de harmónicas até à ordem 50
- Memorização de gráfico de tendências (até 4) com um intervalo de registo
de 1 segundo a 60 minutos.
- Gráficos: Diagrama Fresnel (desequilíbrio de rede); Gráfico de barras para
harmónicas; U, I e P apresentados como manómetros
Enerium 200/210
As mesmas características básicas do ENERIUM 100/110
- Medidas de harmónicas até à ordem 50
- Gestão de energia: Registo de curvas de carga de 1 a 8 quantidades
escolhidos entre os 12 (P+, P-, Q1, Q2, Q3, Q4, S+, S-, On-off1, On-off2,
On-off3, On-off4) com um período de integração ajustável (34 dias,
registando com um período de integração de 10 minutos, por exemplo).
Características especiais
Aplicações
Enerium 50
Enerium 100
Enerium 110
Enerium 150
Enerium 200
Enerium 210
Medidas
96 x 96 mm
144 x 144 mm
144 x 144 mm
96 x 96 mm
144 x 144 mm
144 x 144 mm
Ecrã gráfico LCD
Sem ecrã
Sem ecrã
Corrente neutro
Calculada
Medida
Medida
Calculada
Medida
Medida
Harmónicas
Ordem 25
Ordem 25
Ordem 25
Ordem 50
Ordem 50
Ordem 50
tan -
-
-
-
Entradas (opções)
Número
Tipo
2
4
4
4
2
4
4
4
4
4
Formato
4
2
Alarme, impulso, análogo
Saídas (opções)
Número
4
2
Alarme, impulso, análogo
Tipo
Cartas entrada/saída
N.º de cartas
1
4
4
1
Curvas
Curvas de carga
8
-
-
8
8
8
Curvas de tendência
-
4
4
4
4
4
Dianteiro e
traseiro
Dianteiro e
traseiro
Interface de comunicação
Ethernet ou RS 485
Dianteiro e
traseiro
Dianteiro e
traseiro
Indicador LED medida
-
-
Fresnel
-
-
-
-
-
Manómetros
-
-
-
-
-
Gráficos de barras
-
-
-
-
-
Óptico
Dianteiro
Dianteiro
Gráficos
36
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Especificações gerais
1s
Mín.
Máx.
Méd.
Méd. Mín.
Méd. Máx.
V1, V2, V3, Terra
U12, U23, U31
-
-
I1, I2, I3, In
-
P1, P2, P3
-
(1)
(1)
-
Pt
-
(1)
(1)
(1)
-
(1)
Q1, Q2, Q3
Qt
(1)
(1)
(1)
(1)
(1)
-
(1)
S1, S2, S3
-
-
-
St
-
-
FP1, FP2, FP3
-
-
(1)
-
-
FPt
-
-
(1)
(1)
(1)
Cos 1, Cos 2, Cos 3
-
-
(1)
-
-
Cos t
-
-
(1)
(1)
(1)
-
tan -
-
-
-
Frequência
-
-
Factor de crista V1, V2, V3
-
-
-
Factor de crista I1, I2, I3
-
-
-
Desequilíbrio U
Harmónicas (2) 0 a 50 V1, V2, V3, U12, U23, U31, I1,
I2, I3
THD V1, V2, U12, U23, U31, I1, I3
3 horas medidas: presença de rede, sub carga,
fonte auxiliar
Energia activa - motor, gerador
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
Energia reactiva Qcad1, Qcad2, Qcad3, Qcad4
-
-
-
-
-
Energia reactiva - motor, gerador
Entrada de medida de impulsos A1, A2, B1, B2, C1,
C2, D1, D2
Tensão de entrada
-
-
-
-
-
10 a 120% da Vn quando Vn = 230V (F-N)
10 a 120% da Un quando Un = 400V (F-ph)
Gama de medida
Frequência
50/60Hz a 400Hz
Máx. tensão composta medida
650 Kv
Sobretensão admissível
800V durante 24 horas 552V permanente
Consumo
< 0,1 VA
2 M (500 k no Enerium 50/150
Impedância de entrada
Corrente de entrada
Gama de medida
5 a 130% de In quando In = 5A
Secundário CT (In)
1a5A
Máx. corrente medida
25.000A
Sobrecarga admissível
6,5A permanente 250A durante 1 segundo, 5 vezes em cada 5 minutos
Consumo
< 0,15 VA
Fonte de alimentação auxiliar
80 a 276 Vac/ 80 a 264 Vdc (< 15VA)
19,2 a 57 Vdc (3)
Fonte de alimentação
Múltiplas medidas (precisão)
± 0,2% de 5 a 130% de In
Corrente (I)
± 0,2% de 10 a 120% de Un/Vn
Tensão U ou V
± 0,5%
Potência activa P
Potência reactiva Q
± 1%
Potência aparente S
± 0,5%
(1)
Medida possível em modo gerador e em modo receptor
37
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Especificações gerais (cont.)
1s
Frequência F
Factor de potência FP e Cos Mín.
Máx.
Méd.
Méd. Mín.
Méd. Max.
± 0,1 Hz de 42,5 a 69 Hz
± 0,02 pontos quando 0,5 indutivo <FP> 0,5 capacitivo
± 0,05 pontos quando 0,2 indutivo <FP> 0,2 capacitivo
Frequência de amostragem
6,4 KHz a 50 Hz - medição sem perda de amostras
Medição (precisão)
Energia activa
Classe 0.5s de acordo com a IEC 62053-22
Energia reactiva
Classe 2 de acordo com a 62053-23
Energia aparente
± 0,5%
Qualidade (precisão)
THD-I, THD-U e THD-V
± 0,5 pontos
Cada ordem U, V, I
± 0,5 pontos
Saída de impulsos ou relés de alarme
Tipo
Relé estático
24 a 110 Vdc ± 20%
24 a 115 Vac - 10% + 15%
100 mA
Tensão de operação
Corrente máxima
Em conformidade com a norma
IEC 62053-31
Saída analógica
Escala
Configurável entre - 20 mA e + 20 mA
Carga admissível
500W, 10V/I saída
Tempo de resposta
< 500 ms
Saída RS 485
Ligação
2 fios, half duplex
Protocolo
Modbus, Jbus modo RTU
Velocidade (configurável)
2400, 4800, 9600, 19200, 38400 (115 200 Enerium 50/150)
Paridade
Par, ímpar ou nenhuma
Endereço Jbus
1 a 247
Saída Ethernet
Tipo
Ficha RJ45 8-pin
Protocolo
Modbus/TCP
Velocidade (configurável)
Compatível com 10baseT
Especificações mecânicas
850 g (Enerium 100/ 200)
Formato
Conexão
DIN 96 x 96 (Enerium 50/150) e DIN 144 x 144 (Enerium 100/110/200/210)
Terminais de ligação para parafuso com condutores rígidos ou flexíveis de 6 mm2 nas entradas de corrente e 2,5 mm2 para
outras ligações
38
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Curvas de tendência
Primeiros valores
I1, I2, I3, In
Pt
Qt
St
FPt
U desequilíbrio
THD V1, V2, V3
THD U12, U23, U31
THD I1, I2, I3
Valores médios
V1, V2, V3
I1, I2, I3, In
P1 Gen, P1 Rec, P2 Gen
P2 Rec, P3 Gen, P3 Rec
Pt Gen, Pt Rec
FP1 Gen, FP1 Rec, FP2 Gen
FP2 Rec, FP3 Gen, FP3 Rec
Cos 1 Rec, Cos 1 Gen, Cos 2 Rec
Cos 2 Gen, Cos 3 Rec, Cos 3 Gen
Cos Gen, Cos Rec
Frequência
Factor de crista V1, V2, V3
Factor de crista I1, I2, I3
THD U12, U23, U31
THD I1, I2, I3
THD V1, V2, V3
Alarmes
Primeiros valores
V1, V2, V3, VTerra
U12, U23, U31
I1, I2, I3, In
Pt
Qt
St
FPt
Cos Frequência
U desequilíbrio
3 horas medidas: presença de rede, sub-carga, fonte auxiliar
Valores médios
Pt Gen, Pt Rec
Qt Gen, Qt Rec
St
39
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Curvas de carga
Valores médios
PT Gen, Pt Rec
QCad1, QCad2, Qcad3, QCad3, QCad4
St Gen, St Rec
Entradas ON-OFF1, ON-OFF2, ON-OFF3, ON-OFF4
Produtos standard
Modelo
Frequência
Enerium 100
50/ 60 Hz
Enerium 100
50/ 60 Hz
Enerium 200
50/ 60 Hz
Enerium 200
50/ 60 Hz
Enerium 50
50/ 60 Hz
Enerium 50
50/ 60 Hz
Enerium 50
50/ 60 Hz
Enerium 50
50/ 60 Hz
Enerium 150
50/ 60 Hz
Enerium 150
50/ 60 Hz
Enerium 150
50/ 60 Hz
Enerium 150
50/ 60 Hz
Fonte de alimentação
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
80 a 265 Vac/ 80 a 265
Vdc
Comunicação
Medida de
entrada
Saídas On-Off
Saídas analógicas
Referência
RS 485
0
0
0
P01330801
RS 485
2
2
0
P01330802
Ethernet
4
2
0
P01330803
RS 485
2
2
2
P01330804
RS 485
0
0
0
P01330805
Ethernet
0
0
0
P01330806
RS 485
1
1
0
P01330807
Ethernet
1
1
0
P01330808
RS 485
0
0
0
P01330809
Ethernet
0
0
0
P01330810
RS 485
0
2
0
P01330811
Ethernet
0
2
0
P01330812
40
Ì Contadores e analisadores de energia - Chauvin Arnaux
Configuração de produto
1. Modelo
- 50: Medida – Com ecrã
- 100: Medida – Monitorização de rede + dimensão de instalação – Com ecrã
- 110: Medida – Monitorização de rede + dimensão de instalação – Sem ecrã
- 150: Medida – Supervisão – Com ecrã
- 200: Medida – Monitorização de rede + gestão multi-energética – Com ecrã
- 210: Medida – Monitorização de rede + gestão multi-energética – Sem ecrã
2. Frequência da rede medida
- 0: 50/60 Hz
- 1: 400 Hz
3. Fonte de alimentação
- 0: De 80 a 265 Vac / De 80 a 265 Vdc
- 1: De 19,2 a 58 Vdc
4. Comunicação
- 0: De 80 a 265 Vac / De 80 a 265 Vdc
- 1: De 19,2 a 58 Vdc
5. Entradas de Medidas (ou ON-OFF)
- 0: Nenhuma
- 1: Entrada (Apenas Enerium 50/150)
- 2 Entradas
- 4 Entradas (não disponível no Enerium 50/150)
6. Saídas ON-OFF
- 0: Nenhuma
- 1: 1 saída (apenas Enerium 50/150)
- 2: 2 saídas
- 4: 4 saídas (não disponível no Enerium 50/150)
7. Saídas Analógicas
- Nenhuma
- 2 saídas
Acessórios:
- Interface óptico para Enerium 50/150: P01330403
- Interface óptico para Enerium 100/110 – 200/210: P01330401
- Software E.Set: P01330501
- Software E.View: P01330601
- Software E.View+: P01330610
Atenção: para as opções 5, 6, 7, o número possível de entradas e/ou saídas é 8 (Enerium 100-110/200-210).
Atenção: para o ENERIUM 50/150, as opções 5 e 6 apenas permitem as seguintes combinações: 0-0, 1-1, 2-0, 02.
41
Ì Contadores e analisadores de energia - PQube
PQube versão 1.2.2
O
PQube é a ferramenta ideal para a monitorização permanente da qualidade de energia na sua
instalação. Adicionalmente permite também a análise dos consumos energéticos.
Modelo
PQube Firmware
versão 1.2.2
Descrição/ Características
- Monitorização de sistemas monofásicos e trifásicos – configurações de
tensão standard (fase neutro, fase-fase, estrela, triângulo) até 690V F-F
(400V F-N), 50/60Hz.
- Auto-configuração de potência: detecta 1 fase, fase-fase, triângulo,
estrela, terra, e outras. Também detecta tensão e frequência nominal.
- Detecção de eventos – cavas, sobretensões, interrupções, frequência e
canal analógico de eventos.
- Monitorização de corrente – O PQube suporta os módulos opcionais
XCT4 (1A e 5A) e CT4 (20A e 100A). Podem ser visualizados no ecrã
parâmetros de corrente e potência. Formas de onda de corrente e valores
RMS de corrente podem ser visualizados nos ficheiros e gráficos de cavas/
sobretenções/interrupções.
- Novos parâmetros de energia, incluindo kW/h, kVA, kVAr, kVA/h, factor de
potência real.
- Novo parâmetro de medida de carbono. Podemos especificar os valores
de CO2 para vários tipos de energia eléctrica, e a relação de cada tipo
fornecida pela sua empresa de distribuição de energia eléctrica.
- O PQube mede directamente a quantidade de CO2 em Kg! Faz a
distinção entre o CO2 “gerado” e o CO2 “evitado”.
- Novos parâmetros de análise de picos, útil para dimensionar protecções,
UPS, e transformadores: correntes de pico, picos kVA, e picos de potência
activa. Cada parâmetro de pico dá-nos um pico de ciclo único, o pico de 1
minuto, e o pico de 15 minutos (ajustável).
- Tensão e corrente nominal multiplicados por transformadores de corrente
e transformadores de tensão até 690kV nominal e picos de 20kA.
- CSV Excel® - ficheiros compatíveis com o cartão de memória registado
sempre que ocorre um evento.
- Gráfico de eventos GIF: imagem gráfica dos eventos com dupla
linguagem. Não é requerido software: gráficos de forma de onda e RMS,
incluindo F-F.
- Medida de distorção harmónica de tensão (THD) e distorção harmónica
de corrente.
- Medida de desequilíbrio de tensão e corrente utilizando o método ANSI
C84.1.
- Flicker: Estes contadores mostram a variação RMS. Pinst é a diferença
média absoluta entre URMS ½ e 1-segundo RMS, em percentagem do
valor nominal, multiplicado pelo factor de escala compatível com IEC 61000
-4-15. PST é o valor médio dos Pinst nos últimos 10 minutos,
sincronizado ao relógio de tempo real. PLT é o valor médio dos Pinst
anterior durante 2 horas, sincronizados com relógio de tempo real
42
Ì Contadores e analisadores de energia - PQube
PQube - Monitorização da qualidade da energia
M
onitorização de qualidade de energia: tensões, tensões F-N, frequência, canais de corrente, canais
analógicos, e entrada de canal analógico.
- Dois canais de entrada analógica ± 60Vmax.
- Relé único – RLY1 abre no mínimo 3 segundos em cada evento
- Dois canais de monitorização de temperatura – humidade (utilização através das pontas de prova
Temperatura – Humidade TH1).
- Medidas: fase-fase, fase-neutro, frequência, canais analógicos, temperatura, humidade, status de entradas
digitais, corrente e potência activa.
- Até 256 registos de amostras por ciclo. Podem ser seleccionados 32, 64, 128, ou 256 amostras por ciclo.
- O PQube vem munido de um cartão de memória de 2 Gb para registo de dados, configuração de ficheiros,
pacote de línguas, etc.
- Também compatível com cartões de memória de 8Gb.
- Suporte de apoio de cartão de memória – O PQube relembra a última configuração ou ficheiro lido.
- Funções de display com coloração total, 25 línguas (futuramente serão disponibilizadas outras), data/hora,
eventos mais recentes, medidas, etc.
- Calha DIN ou montagem em painel.
- UPS de Li-ion. Alimentação de 24 VAC, 24-48VDC, ou 100~240 VAC através da fonte de alimentação PS1.
- Fácil de editar configurações do PQube através do ficheiro setup.ini.
- Certificado de calibração NIST
Opções compatíveis de plug-in
Modelo
Descrição/ Características
Módulo Ethernet
(ETH1)
Notificação através de email dos eventos ocorridos através de ficheiro
Excel® (formato CSV), resumo de arquivos, gráficos em formato GIF –
DHCP/IP Fixo, SMTP, POP3. Sincronização remota (2 segundos absolutos)
com a hora UCT. Também pode actualizar o firmware e efectuar um reset
ao PQube via email, através deste módulo opcional.
Fonte de
alimentação
(PS1)
100V~240V, 50/60 Hz
Ponta de prova
Temperatura Humidade (TH1)
Efectua medidas locais ou remotas de temperatura e humidade.
Módulo
Quatro canais de monitorização de corrente. Desenhado para ligar o
transformador de transformador de corrente nos condutores secundários do transformador.
corrente externo Disponível para valores nominais de 1A ou 5A.
(XCT4)
Módulo de passagem única permite monitorização directa de 4 condutores
Módulo sensor
de corrente (CT4) de corrente. Disponível para correntes nominais de 20A ou 100A.
43
Ì Contadores e analisadores de energia - PQube
Aplicações
Equipamentos de fabrico de semi-condutores
• Equipamento médico
• Controlo de elevadores
• Máquinas
• Monitorização da qualidade da energia
• Data centers e telecomunicações
• Manutenção de sistemas em edifícios
• Gestão e eficiência energética
Entradas
Canais de medição da tensão de rede
Conexão
L1, L2, L3, N PQube corresponde aos terminais [9], [11], [13], [15]
Gama de frequência
Configuração da alimentação
Gama de tensão nominal de entrada
45 Hz – 65Hz. Nominal 50Hz ou 60 Hz, selecção automática.
1 Fase; fases separadas; triângulo; estrela. Seleccionável pelo utilizador ou auto-seleccionável.
100VAC – 690VAC (69 VAC – 400VAC F-N). Seleccionável pelo utilizador ou auto-seleccionável.
Fase-neutro; fase-fase; neutro-terra
Canais de medida
256 amostragens por ciclo, fase bloqueada a frequência de entrada.
Taxa de amostragem
Gama de medida
Exactidão
Método de Medida (RMS)
Isolamento
900 VAC F-F (520 VAC F-N)
±0,05 % rdg ± 0,05% FS típico (10% - 150% do nominal). Todos os PQube são testados para uma
exactidão melhor que ± 0,04% rdg ±0,04% FS.
Único ciclo de True RMS, fase bloqueada para cada canal, actualizados a cada ½ ciclo. URMS ½ IEC
61000-4-30 Classe A.
PQube fornece mais de 7.500 VCC de isolamento à terra. UL/ IEC 61010 isolamento reforçado.
1:1 a 1000:1
Relação transformação dos TI´s
Categoria da instalação
UL/IEC 61010 CAT IV para tensões acima de 300VAC F-N (equivalente a 480 VAC F-F), CAT III para
tensões maiores. Grau de poluição 2.
Conexão
AN1, AN2 PQube correspondem aos terminais [22], [30]
Entrada nominal
0-30 VAC ou ± 60 VDC (à terra) máx.
70VAC ±99VDC
Escala completa
AN1-Terra, AN2-Terra, AN1-AN2
Canais de medida
12,8kHz ou 15,4kHz (medido na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
Taxa de amostragem
Exactidão
±0,2% rdg ±0,2%FS Tipico (10% - 100% FS)
Entradas digitais
Conexão
Rácio
DG1 PQube corresponde ao terminal [24]
60VDC à terra
5,4 VDC em 3 μA
Wetting
Limite
Taxa de amostragem
1,5V±0,2V no que diz respeito ao terminal de terra PQube com histerese típico de 0,3V
12,8kHz ou 15,4kHz (são amostras na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
Medida de frequência
Gama
45Hz até 65Hz
Exactidão
±0,01Hz, estado estacionário
44
Ì Contadores e analisadores de energia - PQube
Sondas de temperatura/ humidade opcionais
Típico: ±0,5oC, Máx: ±2oC (-20 ~ +80 oC)
Precisão na medida de temperatura
Típico: ±4,5% RH (20~ 80% RH), Máx: ±7,5% (0 ~ 100% RH)
Precisão na medida de humidade
Módulos opcionais de medição de corrente
CT4-20A-00
Passagem directa (incluindo no transformador de corrente)
Tipo de medição
20 amperes RMS
Nominal
4 (± 80 amperes instantâneos)
Factor de crista
Taxa de amostragem
Exactidão
12,8kHz ou 15,4kHz (são amostras na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
±0,2 % rdg ± 0,2% FS típico (10% - 120% FS). Todos os PQube são testados para uma exactidão
melhor que ± 0,15% rdg ±0,15% FS
CT4-100A-00
Passagem directa (incluindo no transformador de corrente)
Tipo de medição
100 amperes RMS
Nominal
4 (± 400 amperes instantâneos)
Factor de crista
Taxa de amostragem
Exactidão
XCT4-1A-00
Tipo de medição
CT relação de transformação
Nominal
Factor de crista
Taxa de amostragem
Exactidão – excluindo CT´s externos
12,8kHz ou 15,4kHz (medido na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
±0,2 % rdg ± 0,2% FS típico (10% - 120% FS). Todos os PQube são testados para uma exactidão
melhor que ± 0,15% rdg ±0,15% FS
Transformador de corrente externo
1:1 a 10000:1
1 ampere RMS
4 (± 4 amperes instantâneos)
12,8kHz ou 15,4kHz (medido na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
±0,2 % rdg ± 0,2% FS típico (10% - 120% FS). Todos os PQube são testados para uma exactidão
melhor que ± 0,15% rdg ±0,15% FS
XCT4-5A-00
Transformador de corrente externo
Tipo de medição
1:1 a 10000:1
CT relação de transformação
5 Amperes RMS
Nominal
4 (±20 amperes instantâneos)
Factor de crista
Taxa de amostragem
Exactidão - excluindo os CT´s
externos
12,8kHz ou 15,4kHz (medido na mesma taxa que a tensão da rede medida nos canais)
±0,2 % rdg ± 0,2% FS típico (10% - 120% FS). Todos os PQube são testados para uma exactidão
melhor que ± 0,15% rdg ±0,15% FS
Características
Terminais de Ligação (AC ou DC) PQube
Entrada AC
24VAC ± 20% 50/60Hz
Entrada DC
24-48VDC ± 20% (polaridade independente)
Potência necessária
UPS interno
Tipo
Capacidade
Autonomia
Temperatura de armazenamento e
descarga
Temperatura de carga
5VA máx.
Bateria Litium Polymer (substituição de baterias disponíveis através do PSL)
600mAH (30 minutos com novas; bateria completamente carregada)
Controlada pelo utilizador. 1 a 10 minutos, 3 minutos por defeito
-20 oC a +60 oC
0 oC a +45 oC
Ciclos de carga
Tempo de vida útil
>500 ciclos completos
Estimativa de 5 anos, dependendo das condições ambientais e operacionais
45
Ì Contadores e analisadores de energia - PQube
Características (cont.)
Módulo Opcional PS1
100 – 240VAC ± 10% 50/60Hz
Entrada AC
25VA máx.
Potência necessária
Saídas ou sinal de saída
Sinal do relé
Conexão
Rácio
Funcionamento
Sensibilidade e tempo de operação
RLY1 PQube corresponde aos terminais [19], [27]
30VAC/60VDC, 300 mA máx.
Normalmente fechado. Os contactos abrem durante o evento ou durante 3 segundos (consoante o que
for mais longo)
20 milissegundos
Comunicações
Módulo Ethernet opcional
Ligação standard RJ-45
Conexão
E-mail
Web Server
Modbus em TCP
FTP Server
SNTP
Envia e-mails depois de cada evento com a data anexada. Pedido em tempo real dos parâmetros via e
-mail. O firmware pode ser actualizado via e-mail, pode-se mudar o setup, filtros de e-mail, SNTP.
Medidas em tempo real. Todos os eventos, tendências e estatísticas registados. Inclui gráficos GIF,
ficheiros CSV, PQDIF e sumários HTML e XML.
Medidas em tempo real com actualizações de aproximadamente 1 segundo. Podem ser utilizados
contadores de eventos/tendências-estatísticas para efectuar downloads via FTP ou Web server.
File Transfer Protocol. Transfere ficheiros do cartão de memória do PQube para qualquer computador.
Limitado a uma ligação simultânea.
Simple Network Time Protocol. Sincroniza o relógio do PQube com a UTC (2 segundos absolutos referência UTC)
46
Ì
07:45-08h
06:15-06:30h
04:45-05h
03:15-03:30h
01:45-02h
00:15-00:30h
22:45-23h
21:15-21:30h
19:45-20h
18:15-18:30h
16:45-17h
15:15-15:30h
13:45-14h
12:15-12:30h
10:45-11h
9:15-09:30h
Energia Activa [kWh]
Diagrama de carga
7
6
5
4
3
2
1
0
06. Ferramentas para gestão
de energia
Ì Ferramentas para gestão de energia
Dispositivos de rede e comunicação para sistema de gestão de energia
N
etwork bridge & interface para ligações individuais ou de grupo de contagem parciais RS485 a redes
Ethernet. Modbus Master/Slave, Protocolos ASCII / RTU. Página HTML para programação remota. Montagem
em calha DIN tamanho 4 módulos. Alimentação 8-36Vac/12-45Vdc.
Yocto Net D4 8-36V
Modelo
YOCTO NET D4
8-36V
Descrição
Referência
Equipamento sem memória, ideal para ligação de
equipamentos com memória de base a redes Ethernet
PFA 9403-06
Yocto Net D4 8-36V
N
etwork bridge, Interface & logger. Características iguais ao YOCTO NET mas com memoria interna para
registo de dados & armazenamento. Montagem em calha DIN tamanho 4 módulos. Alimentação 8-32Vac/1245Vdc
Modelo
Descrição
Referência
Tipo 8
Armazenamento até 8 canais (ex: registo de potências e
energia de 8 equipamentos Electrex)
PFA 9404-16
Tipo 16
Armazenamento até 16 canais (ex: registo de potências e
energia de 16 equipamentos Electrex)
PFA 9404-26
Tipo 24
Armazenamento até 24 canais (ex: registo de potências e
energia de 24 equipamentos Electrex)
PFA 9404-36
Tipo 32
Armazenamento até 32 canais (ex: registo de potências e
energia de 32 equipamentos Electrex)
PFA 9404-46
Tipo 40
Armazenamento até 40 canais (ex: registo de potências e
energia de 40 equipamentos Electrex)
PFA 9404-56
48
Ì Ferramentas para gestão de energia
Yocto I-O
D
ispositivos I/O para redes RS485. Com relógio interno e retenção de memória. Com entradas analógicas
ou digitais, relés de saída ou saídas digitais, conforme a versão. Desenhado para registar valores médios
(tempo de integração programável) de parâmetros analógicos externos para contagem de impulsos ou
detecção de estado ON/OFF. As saídas podem ser configuradas em modo de alarme ou controlo remoto via
ModBus. Porta RS485 slave (ModBus). Montagem em calha DIN tamanho 4 módulos. Alimentação
8-32Vac/12-45Vdc.
Modelo
Descrição
Referência
YOCTO I-O D4 8- Com 2 entradas analógicas, 2 entradas digitais, 2 relés de PFA 9401-G6
saída e 2 saídas digitais
32Vac 2AI 2DI
2RO 2DO
YOCTO I-O D4 8- Com 2 entradas analógicas, 4 entradas digitais, 2 relés de PFA 9401-H6
saída
32Vac 2AI 4DI
2RO
YOCTO I-O D4 832Vac 2AI 6DI
Com 2 entradas analógicas, 6 entradas digitais
PFA 9401-M6
Software de gestão de energia Electrex
O
Energy Brain permite controlar os custos totais ou a percentagem de custos do consumo de energia de
uma determinada instalação. Com a criação de uma base de dados própria, permite o registo e arquivo de
toda a informação no computador. O programa permite a visualização dos gráficos com informação diária,
semanal, mensal ou anual do consumo de energia de cada equipamento ou de um canal virtual, criado com
base em mais de que um equipamento real. Outra funcionalidade importante é a possibilidade de cálculo
automático do consumo, custo de energia, tanto em base diária, mensal ou anual, permitindo a simulação do
valor do custo da energia com vários tarifários.
49
Ì Ferramentas para gestão de energia
Energy Brain Master
S
oftware completo para aquisição de dados, armazenamento, configuração local (on-line) ou configuração
geral (off-line) das redes de área. Principais funções: configuração, comunicação, ecrã de leituras on-line,
localização de downloads, agenda, gráficos, registo de eventos, configurador de tarifas, canais virtuais e
fórmulas, editor de tarifas. Também funciona como SW “servidor” para versão de SW “cliente”. Versões
disponíveis dependendo do número total de canais necessários (medidores físicos de campo + canais
virtuais). Para W00 (SP4), XP, Vista.
Modelo
Descrição
Referência
E.B. 4
Até máx. 4 canais (expansível), Base Dados ACCESS®
E.B. 8
®
Até máx. 8 canais (expansível), Base Dados ACCESS
®
PFSW 312-00
PFSW 310-00
E.B. 16
Até máx. 16 canais (expansível), Base Dados ACCESS
PFSW EBFE0
E.B. 32
Até máx. 32 canais (expansível), Base Dados ACCESS®
PFSW 200-00
Até máx. 300 canais, Base Dados ACCESS®
PFSW 190-00
E.B. 300
Energy Brain Cliente
S
oftware para acesso “client”, por outro PC, para as versões Energy Brain Master. Instalação como
software “client instruments” ou “client data base” respectivamente para instrumentos ou acesso base de
dados. Outras funções iguais ao Energy Brain com excepção da configuração de instrumentos (desactivada).
Versões disponíveis dependendo do numero total de canais necessários (medidores físicos de campo +
canais virtuais). Para W00 (SP4), XP, Vista.
Modelo
Descrição
Referência
E.B. 8 client
Até máx. 8 canais, base dados ACCESS®
PFSW 320-00
E.B. 32 client
Até máx. 32 canais, base dados ACCESS®
PFSW 250-00
E.B. 300 client
Até máx. 300 canais, base dados ACCESS®
PFSW 240-00
50
Ì Ferramentas para gestão de energia
Expansões
Expansão canais - Para expansão do número de canais de um SW Energy Brain existente
Exp. EB 4-8
Expansão do E.B. 4 Master para E.B.8 Master (4 para 8 canais)
PFSW 332-00
Exp. EB 8-16
Expansão do E.B. 8 Master para E.B.16 Master (8 para 16 canais)
PFSW EBG-EN
Exp. EB 16-32
Expansão do E.B. 16 Master para E.B.32 Master (16 para 32 canais)
PFSW EBH-EN
Exp. EB 32-300
Expansão do E.B. 32 Master para E.B.300 Master (32 para 300 canais)
PFSW 350-00
Exp. EB 8-32 cl.
Expansão do E.B. 8 Client para E.B.32 Client
PFSW 340-00
Expansão do E.B. 32 Client para E.B.300 Client
PFSW 355-00
Exp. EB 32-300 cl.
Expansão de base de dados - Necessária quando se utiliza bases de dados de grandes dimensões. É recomendado no caso do
Energy Brain 300 ou EB32 expansão para 300 canais.
Substitui a Base Dados de ACCESS® do Energy Brain por uma Base Dados MySQL®.
PFSW 390-00
Exp. EB-MySQL
Para versões master ou versões client
Software de gestão de energia Chauvin Arnaux
E
NERIUM é também uma solução global com o seu software associado: configuração, diagnóstico de
instalação e ecrã.
E.SET
- Configuração da monitorização de potência na gama ENERIUM remotamente via rede RS485, a rede
Ethernet ou a rede local utilizando interface óptico.
- Programação dos parâmetros de comunicação dos produtos (endereço, velocidade, paridade, etc.) e
configuração de parâmetros (relação TI, TT, disparos de alarme, etc.)
E.VIEW
- Controlo das entradas e saídas das monitorizações da gama ENERIUM remotamente.
- Ecrã com as grandezas eléctricas básicas
- Restaura os registos das curvas de carga e das curvas de tendência assim como o registo de alarme
(formato .csv, .xls, txt)
E.VIEW+
- Detém as mesmas funções do E.VIEW mas adicionalmente dispõe de tabelas, gráficos de barras e curvas.
E.SET
E.VIEW
51
Ì Ferramentas para gestão de energia
Software de gestão de energia Chauvin Arnaux
(cont.)
E.VIEW+
E.Set
E.View
Descrição
Estado
Configuração
Funcionalidade
E.View+
Diagnóstico
Visualização
Gráfico
Modelo
Referência
Software E.Set
P01330501
Software E.View
P01330601
Software E.View+
P01330610
52
Ì
07. Transdutores
Ì Transdutores - Quadros eléctricos
Fast - Transdutor e analisador de energia
M
ais de 60 leituras disponíveis na porta série incluindo mín-máx. U, corrente de neutro, máx., fase THD-I,
THD-U, potência de pico, consumo máximo, consumo instantâneo, importação/exportação de consumos,
energia activa fase, parcial e total, quadrante de energia 2-4 (Ea, Er) medidas RMS até à harmónica de ordem
31. Precisão de 0,5 % em V e I. Classe 1 de precisão na energia activa e classe 2 na energia reactiva
(EN62053-21). Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx. 500V f-f), sistemas em BT ou
MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A, protocolo ModBus. Gama de temperatura -10 a +50ºC,
alimentação 230-240Vac (outras sob pedido).
Modelo
FAST D6 H 85265Vac
Descrição
Referência
Alimentação 85-265Vac/100-374Vdc
PFA 1610-82
Atto - Transdutor e analisador de energia
M
ais de 60 leituras disponíveis na porta série incluindo mín.-máx. U, corrente de neutro, máx. e térmica,
fase THD-I, THD-U, potência de pico, consumo máximo, consumo instantâneo, importação/exportação de
consumos, energia activa fase, parcial e total, quadrante de energia 2-4 (Ea, Er) medidas RMS até à
harmónica de ordem 31. Precisão de 0,5 % em V e I. Classe 1 de precisão na energia activa e classe 2 na
energia reactiva (EN62053-21). Monofásico, bifásico ou trifásico equilibrado ou não equilibrado (máx. 500V f-f),
sistemas em BT ou MT de 2, 3 ou 4 condutores, entrada por TI de .../1-5A, protocolo ModBus. Gama de
temperatura -10 a +50ºC. Alimentação 230-240Vac (outras sob pedido).
Modelo
Descrição
Referência
ATTO D4 RS485
230-240 Vac
Porta RS485 (Protocolo Modbus)
PFA 7411-02
ATTO D4 RS485
230-240 Vac
1DI/2DO
Porta RS485 (Protocolo Modbus), 1 entrada digital, 2
saídas digitais isoladas (para transmissão de impulsos ou
alarme ou dispositivos de saída remota)
PFA 7411-12
ATTO D4 RS485
230-240 Vac
2AO4-20mA
Porta RS485 (Protocolo Modbus), 2 saídas analógicas 4-20
mA
PFA 7411-62
ATTO D4 RS485
230-240 Vac
1AO4-20mA
Porta RS485, 1 saída analógica activa 4-20mA
(auto-alimentada)
PFA 7411-C2
54
Ì Transdutores - LEM
Fonte de alimentação
Embalagem
Saída
Modelo
Calibre (A)
Núcleo fechado
0-5 V/ 0-10 V
AK-C5/10
100, 150, 200
AK-B5/10
100, 150, 200
AT-B5/10
5, 10, 20, 50
10, 25, 50, 75, 100, 150 ,
200, 300, 400
5, 10, 20, 50
10, 25, 50, 75, 100, 150 ,
200, 300, 400
Corrente
Auto-alimentado
AC
RMS
Alimentação externa +
24V DC
Alimentação por loop
Núcleo aberto
0-5 V/ 0-10 V
DIN núcleo aberto
0-5 V/ 0-10 V
AP-B10
Núcleo aberto
4-20 mA
AT-B420L
DIN núcleo aberto
4-20 mA
AP-B420L
DIN núcleo aberto
0-5 V/ 0-10 V
APR-B10
0-5 V/ 0-10 V
DHR-C5/10
4-20 mA
DHR-C420
Corrente
Externa + 24V DC*
4-20 mA
AHR-B420
10, 25, 50, 75, 100, 150 ,
200, 300, 400
100, 200, 300, 400, 500,
600, 1k
100, 200, 300, 400, 500,
600, 1k
500, 800, 1k, 1500, 2k
0-5 V/ 0-10 V
AHR-B5/10
500, 800, 1k, 1500, 2k
0-10 0-5 V/ 0-10 V
HAZ-SRU
>2k, >10k
4-20 mA
HAZ-SRI/SP1
>2k, >10k
0-20 mA
HAZ-SRI
DIN núcleo aberto
4-20 mA
APR-B420L
Núcleo aberto
4-20 mA
AKR-B420L
>2k, >10k
10, 25, 50, 75, 100, 150 ,
200, 300, 400
2, 5
Núcleo fechado
4-20 mA
AKR-C420L
2, 5
Núcleo fechado
Núcleo aberto
AC
True RMS
Externa ± 15V DC
Alimentação por loop
Núcleo fechado
Corrente
0-5 V/ 0-10 V
Núcleo aberto
0-20 ma/ 4-20 mA
Externa + 24V DC*
4-20 mA
DC
Núcleo fechado
Núcleo fechado
25, 50, 100, 150, 200
500, 800, 1k, 1500, 2k
DK-B020/420
25, 50, 100, 150, 200
AHR-B420
500, 800, 1k, 1500, 2k
DK-C420
5, 10, 20, 50, 75
100, 200, 300, 400, 500,
600, 1k
5, 10, 20, 50, 75
100, 200, 300, 400, 500,
600, 1k
>2k, >10k
DHR-C420
DK-C5/10
0-5 V/ 0-10 V
Externa ± 15V DC
DK-B5/10
AHR-B10/5
DHR-C5/10
0-10 V
HAZ-SRU
4-20 mA
HAZ-SRI/SP1
>2k, >10k
0-20 mA
HAZ-SRI
>2k, >10k
4-20 mA
ATVR-D420L
120, 250, 400
Tensão
AC
True RMS
Alimentação por loop
DIN
55
Ì Transdutores
Transdutor integrado de corrente AC/DC LEM
A
LEM é líder de mercado no fornecimento de soluções inovadoras e de
alta qualidade para medição de parâmetros eléctricos. Os seus principais
produtos, transdutores de tensão e corrente, são utilizados numa ampla
gama de aplicações em tracção industrial, mercados de energia e
automação.
Há um número crescente de
processos de automação e
aplicações de monitorização em que a
medição e controlo precisos dos
parâmetros eléctricos são usados para
atingir o nível desejado de segurança,
qualidade, fiabilidade e eficiência
operacional. Além da medida de todos
os tipos de sinais de tensão e corrente
AC e DC, os transdutores integrados
LEM realizam condicionamento do
sinal para fornecer as informações
adicionais necessárias para assegurar
uma resposta rápida e fiável, sendo as
aplicações mais comuns as seguintes:
Operações de segurança e protecção
pessoal
- Protecção pessoal pode ser
conseguida através da instalação de
um sensor de detecção de falhas à
terra no cabo de energia.
- Manutenção de luzes de segurança
em chaminés, torres e pistas de
aeroportos, entre outros, exige um
acompanhamento permanente.
Medindo as actuais flutuações no
painel de controlo é muito mais fácil
de aplicar e mais fiável do que o
método tradicional baseado em
células fotoeléctricas.
Processo de controlo (supervisão e
automação)
- Monitorização da corrente de
aquecedores eléctricos industriais
durante a injecção da máquina de
moldagem para garantir a qualidade
do produto.
- Sistemas de imersão eléctricos
utilizados na indústria de automação,
medindo a corrente no ânodo para
assegurar uma espessura uniforme de
revestimento e para definir a
qualidade química da tinta de imersão
durante a produção.
- Medição de corrente durante os
processos de galvanoplastia para
tratamento de superfícies metálicas.
- Medição do consumo de corrente de
um forno de fundição na indústria do
vidro, a fim de proporcionar
gradientes de temperatura específicos
durante um longo período.
- Monitorização de corrente na
indústria química no fabrico de
matérias-primas químicas através da
aplicação de electrólise.
Operações de manutenção
- Possibilidade de detectar se o
desempenho de uma bomba
eléctrica se encontra deteriorado (por
exemplo, congestionamento e perda
de bomba de sucção), antes de
sobreaquecer ou bloquear.
Instalações e infra-estruturas de
gestão
- No aquecimento, ventilação e ar
condicionado ou em aplicações de
sistemas de alta pressão de ar, o nível
de contaminação num filtro de ar
pode ser determinado num estado
inicial do nível de corrente consumido
pelo accionamento eléctrico do
ventilador.
Produção de energia e consumo
- Controlo de alimentação DC ou
painéis solares.
- Accionamento eléctrico das pás do
rotor de deslocamento em instalações
de energia eólica para monitorização
da segurança operacional.
Instalando transdutores eléctricos em
painéis de controlo ou em unidades de
56
motor eléctrico é possível
monitorizar o estado de vários tipos
de instalações electromecânicas,
regular os diversos parâmetros,
alarmes de falha ou
iniciar
automaticamente um sistema de
backup. Os transdutores integrados
de medida são soluções bastante
versáteis, compactas e precisas para
a medição de correntes e tensões.
As principais características dos
sensores são a possibilidade de
efectuar medidas de corrente desde
2A até 20.000A, tanto em AC como
em DC e tensões até 400V AC com a
possibilidade de escolha no tipo de
sinal de saída do transdutor,
podendo ser 4-20mA, 0-5V ou 0-10V,
com uma precisão de 1% e largura de
banda de 20 a 6.000Hz.
Os transdutores efectuam medidas
True RMS em cargas não lineares ou
em ambientes com sinais com
elevado ruído. Estes transdutores
podem ser aplicados em sistemas
para aquisição de sinais com ligação
a autómatos programáveis nas suas
entradas analógicas. Podem também
ser aplicados em registadores,
centrais de medida, fontes de
alimentação. Os materiais são
reconhecidos pela UL94-V0 e em
conformidade com a certificação CE
observando a directiva europeia
2004/108/EEC para compatibilidade
electromagnética, e testado de
acordo com a IEC 61326 e a directiva
europeia 2006/95/EEC no que diz
respeito à segurança e testado de
acordo com a IEC 61010-1.
Ì
08. TI’s - Transformadores de
corrente
Ì Transformadores de corrente abertos
Transformadores de corrente - Sistema de abertura rápida
Calibre (A)
Consumo (VA)
CTS 23-100
100/5
1,25
Dimensão interna AxB
(mm)
20X30
CTS 23-150
150/5
1,5
20X30
PFC 0202
CTS 23-200
200/5
1,5
20X30
PFC 0204
Referência
PFC 0200
CTS 23-250
250/5
1,5
20X30
PFC 0206
CTS 23-300
300/5
3,75
20X30
PFC 0208
CTS 23-400
400/5
5
20X30
PFC 0210
CTS 58-250
250/5
1,5
50X80
PFC 0212
CTS 58-300
300/5
2,5
50X80
PFC 0214
CTS 58-400
400/5
2,5
50X80
PFC 0216
CTS 58-500
500/5
5
50X80
PFC 0218
CTS 58-600
600/5
5
50X80
PFC 0220
CTS 58-750
750/5
5
50X80
PFC 0222
CTS 58-800
800/5
7,5
50X80
PFC 0224
CTS 58-1000
1000/5
10
50X80
PFC 0226
CTS 812-250
250/5
1,5
80X120
PFC 0230
CTS 812-300
300/5
2,5
80X120
PFC 0232
CTS 812-400
400/5
2,5
80X120
PFC 0234
CTS 812-500
500/5
5
80X120
PFC 0236
CTS 812-600
600/5
5
80X120
PFC 0238
CTS 812-750
750/5
5
80X120
PFC 0240
CTS 812-800
800/5
7,5
80X120
PFC 0242
CTS 812-1000
1000/5
10
80X120
PFC 0244
CTS 812-1200
1200/5
10
80X120
PFC 0246
CTS 812-1250
1250/5
15
80X120
PFC 0248
CTS 812-1500
1500/5
15
80X120
PFC 0250
CTS 816-2000
2000/5
10
80X160
PFC 0260
CTS 816-2500
2500/5
15
80X160
PFC 0264
B
A
58
Ì Transformadores de corrente fechados
Transformadores de corrente
S
obrecarga: 1,2 In (permanente). Classe de isolamento: E (0,72 kV seco, 3 kV a 1’ a 50 Hz)
Temperatura de funcionamento: -25ºC a + 50ºC. Precisão: classe 0,5 - 1 - 3, dependendo do consumo
Modelo
CTA 09 - TI com abertura de
diâmetro ø18 mm. Ligação de
secundário com fios integrados
CTA 11 - TI com abertura de
diâmetro ø21 mm
CTA 21 - TI com abertura de
diâmetro ø23 mm ou
barramento até 30x10mm
CTA 31 - TI com abertura de
diâmetro ø29 mm ou
barramento até 40x10mm
CTA 41 - TI com abertura de
diâmetro ø50mm ou barramento
até 80x100mm ou até 60x33 mm
59
Descrição
Referência
TI 40/5A-CI.3-1VA
TI 50/5A-CI.3-1VA
TI 6075A-CI.3-1,25VA
TI 75/5A-CI.3-3VA
TI 80/5A-CI.3-3VA
TI 100/5A-CI.1-1,5VA
TI 120/5A-CI.0,5-2VA
TI 150/5A-CI.0,5-2VA
TI 200/5A-CI.05,-2VA
TI 250/5A-CI.0,5-3VA
TI 40/5A-CI.3-1VA
TI 50/5A-CI.3-1,25VA
TI 60/5A-CI.3-1,5VA
TI 75/5A-CI.3-2VA
TI 80/5A-CI.3-2VA
TI 100/5A-CI.1-2VA
TI 120/5A-CI.0,5-2VA
TI 150/5A-CI.05,-2VA
TI 200/5a-CI.0,5-2VA
TI 250/5A-CI.0,5-3VA
TI 40/5A-CI.3-1VA
TI 50/5A-CI.3-1,25VA
TI 60/5A-CI.3-1,5VA
TI 75/5A-CI.3-2VA
TI 80/5A-CI.3-2VA
TI 100/5A-CI.1-2VA
TI 120/5A-CI.0,5-2VA
TI 150/5A-CI.0,5-2VA
TI 200/5A-CI.0,5-2VA
TI250/5A-CI.0,5-3VA
TI 300/5A-CI.0,5-3VA
TI 400/5A-CI.0,5-6VA
TI 500/5A-CI.0,5-8VA
TI 600/5A-CI.0,5-10VA
TI 250/5A-CI.0,5-3VA
TI 300/5A-Cl.0,5-5VA
TI 400/5A-Cl.0,5-6VA
TI 500/5A-Cl.0,5-8VA
TI 600/5A-Cl.0,5-10VA
TI 750/5A-Cl.0,5-12VA
TI 800/5A-Cl.0,5-12VA
TI 1000/5A-Cl.0,5-15VA
TI 300/5A-Cl.0,5-4VA
TI 400/5A-Cl.0,5-5VA
TI 500/5A-Cl.0,5-6VA
TI 600/5A-Cl.0,5-8VA
TI 750/5A-Cl.0,5-10VA
TI 800/5A-Cl.0,5-10VA
TI 1000/5A-Cl.0,5-15VA
TI 1200/5A-Cl.0,5-15VA
TI 1500/5A-Cl.0,5-15VA
24160-040
26160-050
24160-060
24160-075
24160-080
24160-100
24160-120
24160-150
24160-200
24160-250
24170-040
24170-050
24170-060
24170-075
24170-080
24170-100
24170-120
24170-150
24170-200
24170-250
24180-040
24180-050
24180-060
24180-075
24180-080
24180-100
24180-120
24180-150
24180-200
24180-250
24180-300
24180-400
24180-500
24180-600
24190-0250
24190-0300
24190-0400
24190-0500
24190-0600
24190-0750
24190-0800
24190-1000
24200-0300
24200-0400
24200-0500
24200-0600
24200-0750
24200-0800
24200-1000
24200-1200
24200-1500
Ì Transformadores de corrente fechados
Transformadores de corrente (cont.)
Modelo
Descrição
TI 600/5A-Cl.0,5-10VA
TI 800/5A-Cl.0,5-15VA
TI 1000/5A-Cl.0,5-20VA
TI 1200/5A-Cl.0,5-25VA
TI 1500/5A-Cl.0,5-30VA
TI 1750/5A-Cl.0,5-30VA
TI 2000/5A-Cl.0,5-40VA
TI 2500/5A-Cl.0,5-50VA
TI 600/5A-Cl.0,5-10VA
TI 800/5A-Cl.0,5-15VA
TI 1000/5A-Cl.0,5-20VA
TI 1200/5A-Cl.0,5-25VA
TI 1500/5A-Cl.0,5-30VA
TI 1750/5A-Cl.0,5-30VA
TI 2000/5A-Cl.0,5-40VA
TI 2500/5A-Cl.0,5-50VA
TI 800/5A-Cl.0,5-25VA
TI 1000/5A-Cl.0,5-40VA
TI 1200/5A-Cl.0,5-40VA
TI 1500/5A-Cl.0,5-50VA
TI 1750/5A-Cl.0,5-50VA
TI 2000/5A-Cl.0,5-80VA
TI 2500/5A-Cl.0,5-100VA
TI 3000/5A-Cl.0,5-100VA
TI 4000/5A-Cl.0,5-100VA
CTA 51 - TI com abertura para
barramento até 82x40 mm
CTA 58 - TI com abertura de
diâmetro ø80mm
CTA 61 - TI com abertura para
barramento até 128x54mm
Referência
24210-0600
24210-0800
24210-1000
24210-1200
24210-1500
24210-1750
24210-2000
24210-2500
24220-0600
24220-0800
24220-1000
24220-1200
24220-1500
24220-1750
24220-2000
24220-2500
24230-0800
24230-1000
24230-1200
24230-1500
24230-1750
24230-2000
24230-2500
24230-3000
24230-4000
Shunts de corrente
C
lasse 0,5%. Valor de tensão de saída nominal 60mV. Todos os modelos estão de acordo com a norma
DIN 43703.
Modelo
Descrição
Referência
SHUNT 10A
60mV com base
Calibre de corrente de 10A, saída de 60mV com base
plástica, dimensões 135x30x15 mm. Dimensões do shunt
90x20x8 mm. Equipado com parafusos
PFARQ70010
SHUNT 25A
60mV com bas
Calibre de corrente de 25A, saída de 60mV com base
plástica, dimensões 135x30x15 mm. Dimensões do shunt
90x20x8 mm. Equipado com parafusos
PFARQ70025
SHUNT 50A
60mV
Calibre de corrente de 50A, saída de 60mV sem base
plástica. Dimensões do shunt 100x20x8 mm. Equipado
com parafusos
PFAR070050
SHUNT 100A
60mV
Calibre de corrente de 100A, saída de 60mV sem base
plástica. Dimensões do shunt 100x20x8 mm. Equipado
com parafusos
PFAR070100
60
Ì
09. Data Loggers
Ì Data Loggers
Smartbutton - Registador de temperatura de um único canal
O
SMARTBUTTON é um equipamento de registo de temperatura em formato miniatura de baixo custo e de
fácil utilização. Devido à sua pequena dimensão e baixo custo, poderá utilizar várias unidades do equipamento
para múltiplas monitorizações de temperatura. Para começar deve comprar o Pack SmartButton Starter. Inclui
um SmartButton, um cabo interface, o software SmartButton Reader, e um mini manual.
Simples e de fácil utilização, qualquer um pode começar a registar hoje!
Especificações:
- Dimensões: 17 mm diâmetro x 6 mm altura
- Peso: 4 g
- Material: Aço inoxidável
- Montagem: Suporte magnético, montagem em calha de plástico, ou plástico rígido angulado azul
- Limites de operação: -40 a 85°C
- Precisão de relógio: +/- 2 minutos por mês de 0 a 45°C
- Bateria: 3,0 V lítio
- Memória: 2 KB (2,048 leituras)
- Métodos de amostragem: 1. contínuo (First-in, First-out) 2. Paragem por memória cheia (Fill-then-stop)
- Gama de amostragem: Variação de 1 minuto a 255 minutos
- Leituras: mínimo – 2.048 @ 1 por minuto = 1,4 dias. Máximo – 2.048 @ 255 por minuto = 363 dias
- Resolução: 8-bit (1 parte em 256)
- Requisitos de computador: Windows 2000 SP4, Windows XP SP1 ou Windows Vista 32 bit. O computador
deve ter disponível uma porta série ou porta USB, dependendo da ligação.
- Requisitos de software: SmartButton Reader (incluído com o starter pack).
- Acessórios: Cabo interface USB ou série. Montagem acessória (suporte magnético, montagem em calha de
plástico, ou plástico rígido angulado azul)
Sensor de temperatura interna:
- Tipo: silicone
- Calibre: -40° a 85°C
- Precisão: +/- 1,0° C de -30 a 45°C; +/- 1,5° C de 45,5 a 85°C e -30 a -40°C
- Resolução: 0,5°C
- Resolução: 0,4ºC @ 25ºC
Modelo
Tipo
Referência
ACRSB-SP-USB
SmartButton Starter Pack (USB)
01-0182
ACRSB-SP
SmartButton Starter Pack (Serial)
01-0181
SmartButton (Simples)
01-0180
ACRSB
TRH 1000
O
TRH – 1000 é um equipamento de registo de temperatura e humidade relativa de fácil utilização e baixo
custo. Com o sensor de precisão de temperatura interna e humidade relativa calibrado, basta colocar o
equipamento em campo e deixá-lo a gravar. Assim que a informação desejada for gravada, ligar o
equipamento ao computador e iniciar o download para visualizar os dados registados com o software ACR´s
TrendReader.
62
Ì Data Loggers
TRH 1000 (cont.)
Especificações do produto:
- Tamanho: 25,4 mm x 58,4 mm x 81,3 mm
- Peso: 74 g
- Material: Cycoloy® (GE Plastics) C120 ABS + policarbonato
- Montagem: Suporte magnético e alça de segurança
- Limites de operação: -40 a 70°C e 0 a 100% HR (sem condensação)
- Precisão de relógio: +/- 2 segundos por dia
- Bateria: 3,6 V lítio, 1 amp-hora
- Tempo médio de vida útil da bateria: 5 anos em funcionamento normal (substituição em fábrica)
- Tamanho de memória: 64 KB (32.640 leituras por canal)
- Métodos de amostragem*: 1. Contínuo (First-in, First-out). 2. Paragem por memória cheia (Fill-then-stop)
*Opção para início imediato
- Gama de amostragem*: Seleccionável de 8 segundos a 34 minutos
*Leitura armazenada para a memória pode ser local ou media durante o intervalo de amostragem (excepto
para o intervalo de 8 segundos).
- Resolução: 8-bit (1 parte em 256)
- Requisitos de computador: Windows 2000 SP4, Windows XP SP1 ou Windows Vista 32 bit. Computador
deve ter disponível uma porta série ou porta USB, dependendo da ligação.
- Acessórios: Cabo adaptador USB para série
- Requisitos software: TrendReader® Express (incluído) ou TrendReader® 2 (opcional)
Especificações do sensor - Temperatura Interna/Sensor Humidade Relativa:
- Tipo: CMOSens® (by Sensiron)
- Intervalo temperatura: -40 a 70°C
- Precisão temperatura: +/- 0,6°C @ 25°C; +/- 2,0°C de -40 a 70°C;
- Intervalo HR: 0 a 100% HR (sem condensação)
- Precisão HR: +/- 4% HR entre 20 e 80% HR ou +/- 5%
Calibração:
- Verificação da calibração de fábrica e certificado NIST estão disponíveis mediante pedido especial.
Modelo
Descrição
Referência
TRH-1000-SP
TRH-1000 Starter Pack inclui: TRH-1000 2-canais, 8 bit,
registador de 64 KB (um canal para temperatura
ambiente e outro canal para RH), Software TrendReader
Express, cabo adaptador USB e manual.
01-0194
TRH-1000
TRH-1000 2-canais, 8 bit, registador de 64 KB (um canal
para temperatura ambiente e outro canal para RH
(Apenas registador; sem software ou cabo.)
01-0198
63
Ì Data Loggers
JR-1000
A
série JR-1000 inclui os mais simples aparelhos de registo de temperatura existentes. Com o sensor de
precisão de temperatura interna e humidade relativa calibrado, basta colocar o equipamento em campo e
deixá-lo a gravar. Assim que a informação desejada for gravada, ligar o equipamento ao computador, iniciar o
download e visualizar os dados registados com o software ACR´s TrendReader.
Especificações do produto:
- Tamanho: 33 mm x 43 mm x 20 mm
- Peso: 35 g
- Material: Poliuretano
- Montagem: suporte magnético (apenas JR-1000)
- Limites de operação: -40 a 85ºC e 0 a 95% HR (sem condensação)
- Precisão de relógio: +/- 2 segundos por dia
- Bateria: 3,6 V lítio; 0,45 amp-hora
- Tempo de vida da bateria: 5 anos sob uso normal
- Memória: 32 KB (capacidade de armazenamento até 244.800 pontos quando seleccionada a compressão de
dados)
- Métodos de amostragem*: 1. Contínuo (First-in, First-out) 2. Paragem por memória cheia (Fill-then-stop)
*Opção para início imediato
- Gama de amostragem*: Seleccionável de 8 segundos a 34 minutos
*Leitura armazenada para a memória pode ser local ou média durante o intervalo de amostragem (excepto
para o intervalo de 8 segundos.
- Resolução: 8-bit (1 parte em 256)
- Requisitos computadores: Windows 2000 SP4, Windows XP SP1 ou Windows Vista 32 bit. Computador deve
ter disponível uma porta série ou porta USB, dependendo da ligação.
- Requisitos de software: TrendReader® Express (incluído com o Starter Pack) ou TrendReader® 2 (opcional)
- Acessórios: USB para cabo adaptador série
Sensor de temperatura interna:
- Tipo: Coeficiente Termistor Temperatura Negativa 10.000 ohms @ 25ºC
- Gama: -40 a 85ºC
- Precisão: +/- 0,2ºC durante o intervalo 0 a 70ºC
- Resolução: 0,4ºC @ 25ºC; melhor que 1ºC entre -25 e 70°C; melhor que 2,0ºC; Entre -40 e -25°C
Modelo
Descrição
Referência
JR-1000 Starter Pack inclui: JR-1000, canal único, 8 bit,
registador 32 KB, software TrendReader Express, cabo
adaptador USB e manual.
01-0192
JR-1000
Canal único JR-1000, 8 bit, registador 32 KB (apenas
registador; sem software ou cabo.)
01-0196
JR-1001
JR-1001 (Intrinsically Safe) canal único, 8 bit, registador
32 KB. (registador, software TrendReader Express e
manual; cabo adaptador USB não incluído)
01-0193
JR-1000-SP
64
Ì Data Loggers
Smart Reader
E
sta série de 8-bit, registador multi-canais, pode medir temperatura, humidade relativa, corrente, tensão,
pressão, pulsos e processos de sinais. Podem funcionar em rede, modem acessível, e dispõem de uma
bateria de 10 anos de vida.
Especificações:
- Dimensões: 107 mm x 74 mm x 22 mm
- Peso: 110 g
- Material: Plástico Noryl®
- Conector externo: Parafuso amovível com conexão do tipo terminal comum com lâminas (-)
- Montagem: Suporte magnético ou travamento ilhó
- Limites de operação: -40 a 70ºC e 0 a 95% humidade relativa (sem condensação)
- Precisão do relógio: +/- 2 segundos por dia
- Bateria: 3,6 V lítio, 1 amp.-hora
- Tempo de vida da bateria: 10 anos em funcionamento normal (substituição em fábrica)
- Consumo: 5 a 10 microamps (contínuo)
- Memória: 32 KB, 128 KB, 1,5MB (conforme modelo)
- Métodos de amostragem: 1. Contínuo (First-in, First-out). 2. Paragem por memória cheia (Fill-then-stop)
- Gama de amostragem: Amostragem seleccionável de 8 segundos para cada 5 dias
- Resolução: 8-bit (1 parte em 256)
- Requisitos computador: Windows 2000 SP4, Windows XP SP1 ou Windows Vista 32 bit. Computador deve
ter disponível uma porta série ou porta USB, dependendo da ligação.
- Requisitos software: TrendReader® 2
Sensor interno de temperatura (comum a todos os modelos):
- Tipo: Coeficiente Termistor Temperatura Negativa 10.000 ohms @ 25ºC
- Precisão: +/- 0,2ºC no intervalo de 0 a 70ºC
- Gama: -40 a 70ºC
- Resolução: 0,4º @ 25ºC; melhor que 1ºC entre -25 e 70°C; melhor que 2,0ºC entre -40 e -25°C
Smart Reader 1
O equipamento de registo SmartReader1 é um aparelho de fácil utilização para monitorização e registo de
temperatura. Rápido e fácil de configurar, funciona fora da caixa, registando temperatura e fazendo leituras a
partir do seu sensor de temperatura interno. Para maior versatilidade utilizar o canal extra para registar
temperatura (com uma sonda termistor ACR), resistência ou switch status.
Especificações:
- Nº de canais: 2 – um para temperatura ambiente; um para temperatura (com sensor termistor),
resistência, ou switch status
- Memória: 32 KB
65
Ì Data Loggers
Smart Reader 1
(cont.)
Modelo
SR-001
Memória
Referência
32 KB
01-0024
Smart Reader 2
O SmartReader 2 tem um sensor de temperatura interno, um sensor de humidade relativa e está equipado
com dois canais extra para sensores de temperatura /humidade relativa ou sensores térmistor. O sensor Smart
Reader 2 é ideal para monitorizar a “qualidade do ar”.
Especificações:
- Nº de canais: 4 - um para temperatura ambiente - um para humidade relativa (sensor interno); um para
humidade relativa (sensor externo); um para temperatura, resistência ou switch status
- Sensor de humidade relativa: Filme de polyester capacitivo
- Gama: 0 a 95% HR (sem condensação)
- Precisão: +/- 4% HR de 10 a 90% HR (-20 a 40ºC)
- Resolução: Melhor que 0,4% entre 25 e 60% HR (a 25º C)
- Tempo de resposta: Ventilação adequada aumenta o tempo de resposta (cerca de 5 minutos em ar calmo.)
- Memória: 32 KB
- Condições ambientais: Tal como todos os sensores de humidade relativa, quando exposto a condições
ambientais extremas e/ou contaminantes, pode resultar na degradação da precisão. Para se obter o máximo
de estabilidade a longo prazo, o sensor não deve ser exposto ou submetido a solventes orgânicos, agentes
corrosivos (ácidos fortes, SO2, H2SO4,Cl2, HCL, H2S, etc.) e bases fortes (compostos com PH maiores que
7). Poeira sobre a superfície do sensor não irá afectar o seu desempenho, poderá apenas diminuir a
velocidade de resposta.
Modelo
SR-001
Memória
Referência
32 KB
01-0024
Smart Reader 3
O registador SmartReader 3 regista correntes alternadas. Basta ligar as sondas ACR (que estão ligadas à
volta da fonte de alimentação) e iniciar o registo em sistema trifásicos ou equipamentos relacionados
simultaneamente. As sondas permitem leituras precisas sem interromper qualquer circuito. O aparelho
também regista temperaturas ambientes.
Especificações:
- Nº de canais: 4 - um para temperatura ambiente; três para corrente alternada (com sondas de corrente ACR)
- Gama de correntes*: 5, 25, 100, e 250 Amps – com sondas de corrente A60FL (60 Hz) e A65FL (50 Hz) 10,
50, 250, e 500 Amps – com sondas de corrente A70FL (60 Hz) e A75FL (50 Hz) c *Pode ir até 3000A
utilizando o transformador de corrente ACR CT-50-1
- Precisão: +/- 4% F.S. acima de 10% da gama
- Memória: 32 KB
66
Ì Data Loggers
Smart Reader 3
(cont.)
Modelo
SR-003
Memória
Referência
32 KB
01-0026
Smart Reader 4
O SmartReader 4 regista pressão, temperatura e humidade relativa. Utilizar para monitorizar e solucionar
problemas em sistemas pneumáticos. Existe uma grande variedade de opções (módulos) de pressão
disponíveis, podendo personalizar o registador de acordo com as necessidades. Todas as pontas de prova e
sensores são vendidos separadamente.
Especificações:
- Nº de canais: 5 - um para temperatura ambiente; um para pressão; um para humidade relativa (sensor
interno); dois para temperatura e/ou humidade relativa
- Precisão calibração: +/- 0,5% F.S. @ 25°C
- Memória: 32 KB
Modelo
SR-004
Memória
Referência
32 KB
01-0027
Smart Reader 4 - Módulos de pressão
Gama
Resolução
Gauge P/N
Referência
Absoluto P/N
Referência
0 a 5 psi (30 kPa)
0.03 psi (0.21 kPa)
PM-005-G
01-0045
-
-
0 a 30 psi (200 kPa)
0 a 100 psi (700 kPa)
0 a 150 psi (1000 kPa)
0.15 psi (1.0 kPa)
0.5 psi (3.5 kPa)
0.5 psi (3.5 kPa)
PM-030-G
PM-100-G
PM-150-G
01-0047
01-0049
01-0086
PM-030-A
PM-100-A
-
01-0046
01-0048
-
Smart Reader 5
O registador SmartReader 5 é ideal para aplicações em que seja necessário monitorizar temperaturas
extremamente altas, ou monitorizar temperaturas em banda larga. O registador dispõe de um canal interno
para medir temperatura ambiente e dois canais externos para utilização de fios termopar para qualquer tipo J,
K, S, ou T. Um canal externo é para uma gama estreita e o outro canal é de banda larga.
Especificações:
- N.º de canais: 3 - um para temperatura ambiente (também para compensação de junção fria); um para
termopar banda larga; um para termopar banda estreita
- Precisão: +/- 1% da gama + precisão*
- Memória: 32 KB
67
Ì Data Loggers
Smart Reader 5
(cont.)
Modelo
SR-005
Memória
Referência
32 KB
01-0028
Smart Reader 6
O registador SmartReader 6 é ideal para aplicações em que sejam necessárias múltiplas monitorizações de
temperaturas extremamente altas, ou vastas gamas de temperatura. O registador dispõe de um canal interno
para medir temperatura ambiente e seis canais para utilização com fio termopar ACR, ou qualquer tipo de fio
termopar J, K, S, ou T. Estão disponíveis modelos banda estreita e banda larga.
Especificações:
- N.º de canais: 3 - um para temperatura ambiente (Também para compensação de junção fria); um para
termopar banda larga; um para termopar banda estreita
- Precisão: +/- 1% da gama + resolução*
- Memória: 32 K
Modelo
Banda
Memória
Referência
SR-006N
Estreita
32 KB
01-0029
SR-006W
Larga
32 KB
01-0030
Smart Reader 7
O SmartReader 7 é um versátil registador que pode monitorizar e registar uma grande variedade de diferentes
processos de sinais incluindo o popular 4-20mA e 0-5V. Com sete canais, o registador é ideal para
monitorização (através de transdutores disponíveis comercialmente) de uma ampla variedade de parâmetros
de medição como fluxo, nível, pressão e muito mais. Todos os processos de sinais podem ser visualizados
nas suas próprias unidades de engenharia utilizando o editor simple equation do software TrendReader® 2 da
ACR.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente; sete para entradas analógicas
Modelo Standard:
Tipo de entrada:
0-2,5 V (1 canal)
0-5 V (2 canais)
0-10 V (1 canal)
0-200 mV (1 canal)
0-25 mA (2 canais)
Impedância de entrada:
Maior que 1M Ohm
20K Ohm
40,9K Ohm
Maior que1M Ohm
100 Ohm
68
Ì Data Loggers
Smart Reader 7
(cont.)
Outros Modelos:
Tipo de entrada (todos os canais externos):
0-2,5 V
0-5 V
0-10 V
0-25 mA
- Precisão: +/- 1% F.S.
- Protecção máxima: Canais de tensão: +/- 40 V (protecção contra polaridade inversa)
- Canais de corrente: +/- 70 mA (protecção contra polaridade inversa)
- Restrição de transdutores: É recomendado o uso de uma fonte de alimentação ou isolamento para evitar
correntes de fuga à terra.
- Memória: 32 KB
Modelo
Gama entrada(s)
Memória
Referência
Modelo Standard
32 KB
01-0031
0-2,5 Volt
32 KB
01-0033
SR-007-0-5V
0-5 Volt
32 KB
01-0034
SR-007-0-10V
0-10 Volt
32 KB
01-0041
SR-007-25mA
0-25 mA
32 KB
01-0032
SR-007
SR-007-0-2,5V
Smart Reader 8
O registador SmartReader 8 pode fazer medição de temperaturas em 8 localizações diferentes
simultaneamente através da utilização das sondas termistor da ACR. Monitoriza e regista alta temperatura,
baixa temperatura, superfície de canalizações, superfícies em pele, e outras variedades de temperatura.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente; sete para temperatura (com termistores), resistência, ou
switch status
- Memória: 32 KB
Modelo
SR-008
69
Memória
Referência
32 KB
01-0036
Ì Data Loggers
Smart Reader 9
O SmartReader 9 é um versátil registador concebido para efectuar contagem e registo de impulsos digitais ou
fecho de interruptores de contacto fechado. Dispõe de dois canais de entrada, cada um com três gamas de
frequências seleccionáveis. Os dados podem ser visualizados em unidades de engenharia próprias utilizando
o editor simple equation do software TrendReader® 2 da ACR. Dispõe também de um canal interno para
registo de temperatura ambiente.
Especificações:
- N.º de canais: 3 - um para temperatura ambiente; dois para sinais de impulso gerados externamente ou
contactos secos normalmente fechados
- Gamas: 32 impulsos/segundo, 64 impulsos/segundo, 128 impulsos/segundo
- Mínima largura de impulso: 4 milisegundos
- Entrada para relé de contacto: Tipo de entrada: Contacto relés
- Tensão de entrada: Tipo de entrada: Sinais lógicos activos; tensão de entrada: Baixa = 0 a 0,5 V DC; Alta =
4,5 a 24 V DC
- Impedância de entrada: 750K ohms
- Memória: 32 KB
Modelo
SR-009
Memória
Referência
32 KB
01-0037
Smart Reader Plus
E
sta série de 12-bit, registador multi-canais, pode medir temperatura, humidade relativa, corrente, tensão,
pressão, pulsos e processos de sinais. Dispõe de taxas de amostragem rápidas, capacidade de envio de
alarmes, e bateria com 10 anos de vida útil. Podem funcionar em rede, modem e em wireless.
Especificações:
- Tamanho: 107 mm x 74 mm x 22 mm
- Peso: 110 g
- Material: Plástico Noryl®
- Conector externo: Parafuso amovível com conexão do tipo terminal comum com lâminas (-)
- Montagem: Suporte magnético ou travamento ilhó
- Limites de operação: -40 a 70ºC e 0 a 95% humidade relativa (sem condensação)
- Precisão do relógio: +/- 2 segundos por dia
- Bateria: 3,6 V lítio, 1 Amp.-hora
- Tempo de vida da bateria: 10 anos sob condições normais (substituição em fábrica)
- Consumo: 5 to 10 microamps (contínuo)
- Memória*: 32 KB (21.500 leituras); 128 KB (87.000 leituras); 1,5 MB (1.048.000 leituras)
*Ver modelos específicos disponíveis
- Métodos de amostragem: 1. Contínuo (First-in, First-out – não disponível para taxas de amostragem mais
rápidas que 8 segundos). 2. Paragem por memória cheia (Fill-then-stop)
- Gama de amostragem: Amostragem seleccionável de 25 por segundo (0,04 segundos) até uma vez a cada 8
horas*
* Pack bateria BP-101 ou fonte de alimentação PS-201 exigidos para taxas de amostragem mais rápidas do
que 8 segundos
- Resolução: 12-bit (1 parte em 4.096)
- Requisitos computador: Windows 2000 SP4, Windows XP SP1 ou Windows Vista 32 bit. Computador deve ter
disponível uma porta série ou porta USB, dependendo da ligação.
70
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus
(cont.)
Especificações (cont.):
- Requisitos software: TrendReader® 2
Sensor interno de temperatura (Comum a todos os modelos, excepto SmartReader Plus 9):
- Tipo: Coeficiente Termistor Temperatura Negativa 10.000 ohms @ 25ºC
- Gama: -40 a 70ºC
- Precisão: +/- 0,2ºC no intervalo de 0 a 70ºC
- Resolução: 0,03ºC a 25°C; melhor que 0,07ºC entre -25 e 70°C; melhor que 0,13ºC entre -40 e -25°C
Smart Reader Plus 1
O equipamento de registo SmartReader Plus 1 foi especificamente concebido para registar temperatura. Dispõe de
um canal interno de temperatura ambiente e uma entrada opcional para controlo remoto de temperatura ou sensor
de contacto fechado. Este registador é ideal para medidas rápidas e precisas de temperatura numa vasta gama de
aplicações.
Especificações
- N.º de canais: 2 - um para temperatura ambiente; um para temperatura (com ponta termistor), switch status ou
resistência
- Memória: 32 KB, 128KB e 1,5 MB
Modelo
Memória
Referência
SRP-001
32 KB
01-0008
SRP-001-128K
128 KB
01-0112
SRP-001-1,5M
1,5 MB
01-0141
Smart Reader Plus 2
O SmartReader Plus 2 monitoriza e regista temperatura e humidade relativa. O sensor RH está incluído e é
compensado, permitindo medidas fiáveis. Para medidas remotas de temperatura e humidade relativa, anexar a
sonda ACR para temperatura/HR. Para medidas de temperatura anexar as duas sondas termistor.
Especificações:
- N.º de canais: 4 - um para temperatura ambiente; um para humidade relativa (sensor interno); um para humidade
relativa (sensor externo); um para temperatura, resistência ou switch status
- Sensor humidade relativa: Filme de poliéster capacitivo
- Gama: 0 a 95% HR (sem condensação)
- Precisão: +/- 3% HR de 10 a 90% HR (-20 a 40ºC)
- Resolução: Melhor que 0,04% entre 25 e 60% HR a 25ºC
- Tempo de resposta: Ventilação adequada aumenta o tempo de resposta que é de cerca de 5 minutos em ar calmo.
- Condições ambientais: Tal como todos os sensores de humidade relativa, quando exposto a condições ambientais
extremas e/ou contaminantes, pode resultar na degradação da precisão. Para se obter o máximo de estabilidade a
longo prazo, o sensor não deve ser exposto ou submetido a solventes orgânicos, agentes corrosivos (ácidos fortes,
SO2, H2SO4,Cl2, HCL,H2S, etc.) e bases fortes (compostos com PH maiores que 7)
Poeira sobre a superfície do sensor não afecta o seu desempenho, pode apenas diminuir a velocidade de resposta.
- Memória: 128 KB
71
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus 2
(cont.)
Modelo
SRP-002-128
Memória
Referência
128 KB
01-0113
Smart Reader Plus 3
O equipamento de registo SmartReader 3 regista de forma fácil e precisa corrente e tensão alternada. Basta
ligar as sondas de corrente da ACR (que se aperta em torno da fonte de alimentação) e os trandutores de
tensão ACR para que se inicie o registo. A partir dos dados recolhidos, é possível determinar o consumo de
energia (kWh), utilizando o software TrendReader® 2, que é versátil e de fácil utilização.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente; quatro para corrente alternada (com pinças de corrente
ACR); três para corrente alternada (com trandutores de tensão ACR, monofásico ou trifásico)
- Gama de correntes*: 5, 25, 100, e 250 Amps – com pinças de corrente A60FL (60 Hz) e A65FL (50 Hz). 10,
50, 250, e 500 Amps – com pinças de corrente A70FL (60 Hz) e A75FL (50 Hz)
*Pode ir até 3000 A com o transformador de corrente ACR CT-50-2
- Gama de tensão nominal: 120 V (1 fase, 60 HZ); 480 V (3 fase, 60 HZ)
- Precisão: Canais de tensão: +/- 0,5% F.S.; canais de corrente: +/- 3,5% F.S. Acima dos 10% da gama.
Modelo
Memória
Referência
SRP-003
32 KB
01-0010
SRP-003-128K
128 KB
01-0114
SRP-003-1,5M
1,5 MB
01-0143
Smart Reader Plus 4
O equipamento SmartReader Plus 4 proporciona uma fácil monitorização e resolução de problemas para
sistemas de controlo pneumático. Esta unidade é completamente independente com libertação rápida da
pressão de montagem 1/4” para permitir uma rápida resolução de problemas relacionados. O SmartReader
Plus 4 monitoriza temperatura ambiente e temperatura externa (com pontas de prova termistor) ou
temperatura e humidade relativa juntas. As pontas de prova e os sensores são vendidos em separado através
da ACR.
Especificações:
- N.º de canais: 4 - um para temperatura ambiente; um para pressão; um para humidade relativa; um para
temperatura, resistência ou switch status
- Precisão calibrada: +/- 0,5% em escala total @ 25ºC
- Memória: 32 KB e 128 KB
72
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus 4
(cont.)
Modelo
Gama pressão
Precisão
Memória
Referência
SRP-004-010
0-10” H2O
-
32 KB
01-0090
SRP-004-010-128K
0-10” H2O
-
128 KB
01-0120
SRP-004-5G
0-5 PSI-G
-
32 KB
01-0091
SRP-004-5G-128K
0-5 PSI-G
-
128 KB
01-0115
SRP-004-30G
0-30 PSI-G
-
32 KB
01-0093
SRP-004-30G-128K
0-30 PSI-G
-
128 KB
01-0117
SRP-004-30A
0-30 PSI-A
-
32 KB
01-0092
SRP-004-30A-128K
0-30 PSI-A
-
128 KB
01-0116
SRP-004-100G
0-100 PSI-G
-
32 KB
01-0095
SRP-004-100G-128K
0-100 PSI-G
-
128 KB
01-0119
SRP-004-100A
0-100 PSI-A
-
32 KB
01-0094
SRP-004-100A-128K
0-100 PSI-A
-
128 KB
01-0118
SRP-004-150G
0-150 PSI-G
-
32 KB
01-0097
SRP-004-150G-128K
0-150 PSI-G
-
128 KB
01-0139
SRP-004-LPD-0,5
+/- 0,5” WC
+/- 0,05”
32 KB
01-0310
SRP-004-LPD-1
+/- 1,0” WC
+/- 0,05”
32 KB
01-0311
SRP-004-LPD-2
+/- 2,0” WC
+/- 0,05”
32 KB
01-0312
SRP-004-LPD-5
+/- 5,0” WC
+/- 1,0”
32 KB
01-0313
SRP-004-LPD-10
+/- 10,0” WC
+/- 1,0”
32 KB
01-0314
Smart Reader Plus 4 - Especificações de pressão
Gama
+/- 10” H20
0 a 5 psi (30 kPa)
0 a 30 psi (200 kPa)
0 a 100 psi (700 kPa)
Resolução
Precisão pressão
Precisão térmica
0,006”
0,003 psi (0,02 kPa)
0,015 psi (0,10 kPa)
0,05 psi (0,34 kPa)
+/- 2% FS @ 25ºC
+/- 1% FS @ 25ºC
+/- 0,5% FS @ 25ºC
+/- 0,5% FS @ 25ºC
+/- 3% FS 0 a 70ºC
+/- 1,5% FS 0 a 70ºC
+/- 0,5% FS 0 a 70ºC
+/- 0,5% FS 0 a 70ºC
Smart Reader Plus 5
O aparelho de registo Smart Reader Plus 5 é ideal para aplicações em que sejam necessárias monitorizações
a altas temperaturas ou monitorizações de temperatura em banda larga. O registador dispõe de um canal
interno para medição da temperatura ambiente e dois canais externos para utilizar o fio termopar ACR para
qualquer tipo de termopar J, K, S, T ou E. Com uma resolução de 12-bit, o smartReader Plus 5 oferece
medidas mais precisas do que o Smart Reader 5.
Especificações:
- N.º de canais: 3 - um para temperatura ambiente (também para compensação de junção fria); dois para
temperatura (com termopares)
- Precisão: +/- 0,5% da gama + resolução
- Memória: 32 KB e 128 KB
73
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus 5 (cont.)
Modelo
Memória
Referência
SRP-005
32 KB
01-0012
SRP-005-128K
128 KB
01-0121
Smart Reader Plus 6
O equipamento de registo SmartReader Plus 6 monitoriza uma vasta gama de temperaturas. O registo é fácil e
preciso para qualquer sonda termopar J, K, S, T ou E. Com resolução de 12-Bit, o SmartReader Plus 6 oferece
maior precisão e medidas mais precisas que o SmartReader 6. Dispõe de sete entradas para sondas termopar
que incorpora um termistor junção fria, o que torna este registador um dos mais versáteis da gama disponível.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente (também para compensação de junção fria); sete para
temperatura (com termopares)
- Precisão: +/- 0,5% gama + resolução
- Memória: 32 KB, 128 KB e 1,5 MB
Modelo
Memória
Referência
SRP-006
32 KB
01-0013
SRP-006-128K
128 KB
01-0122
SRP-006-1,5M
1,5 MB
01-0151
Smart Reader Plus 7
O SmartReader Plus 7 regista uma variedade de processos de sinais incluindo o popular 4-20mA e 0-5V. Com
7 canais de entrada, é ideal para monitorizar (através de transdutores disponíveis) uma ampla variedade de
parâmetros de medida como fluxo, nível, pressão, e muito mais. Todos os processos de sinais podem ser
exibidos nas próprias unidades de engenharia, usando o editor simple equation no software TrendReader® 2.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente; sete para entradas analógicas
Modelo standard:
Tipo de entrada:
Impedância de entrada:
0-2,5 V (1 canal)
Melhor que 1 MOhm
0-5 V (2 canais)
Melhor que 1 MOhm
0-10 V (1 canal)
Melhor que 1M Ohm
0-200 mV (1 canal) Melhor que 1M Ohm
0-25 mA (2 canais) 20 Ohm
Outros modelos:
Todas as entradas: 0-2,5 V, 0-5 V, 0-10 V, ou 0-25 mA
- Precisão: +/- 0,5% em toda a escala
- Protecção contra sobrecargas: Canais de tensão: +/- 40 V; Canais de corrente: +/- 70 mA (protecção contra
inversão polaridade)
- Restrição de transdutores: É recomendada a utilização de uma fonte de alimentação para evitar circulação
nas malhas de terra ou utilizar isolamento terra.
- Memória: 32 KB, 128 KB ou 1,5 MB
74
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus 7
(cont.)
Modelo
Gama entradas(s)
Memória
Referência
SRP-007
Modelo standard
32 KB
01-0014
SRP-007-128K
Modelo standard
128 KB
01-0023
SRP-007-1,5MB
Modelo standard
1,5 MB
01-0052
SRP-007-0-2,5V
0-2,5 Volt
32 KB
01-0018
SRP-007-0-2,5V-128K
0-2,5 Volt
128 KB
01-0027
SRP-007-0-5V
0-5 Volt
32 KB
01-0007
SRP-007-0-5V -128K
0-5 Volt
128 KB
01-0124
SRP-007-0-5V-1,5M
0-5 Volt
1,5 MB
01-0154
SRP-007-0-10V
0-10 Volt
32 KB
01-0020
SRP-007-0-10V-128K
0-10 Volt
128 KB
01-0125
SRP-007-0-10V-1,5M
0-10 Volt
1,5 MB
01-0155
SRP-007-25mA
0-25 mA
32 KB
01-0017
SRP-007-25mA-128K
0-25 mA
128 KB
01-0126
SRP-007-25mA-1,5M
0-25 mA
1,5 MB
01-0156
Smart Reader Plus 8
O equipamento de registo SmartReader Plus 8 pode efectuar medições em 8 localizações simultaneamente
utilizando pontas de prova termistor ACR ET. Monitoriza e regista altas temperaturas, baixas temperaturas,
temperaturas de canalizações, superfícies de pele, e uma variedade de outras temperaturas.
Especificações:
- N.º de canais: 8 - um para temperatura ambiente; sete para temperatura (com termistores), resistência, ou
switch status.
- Memória: 32 KB, 128 KB e 1,5 MB
Modelo
Memória
Referência
SRP-008
32 KB
01-0015
SRP-008-128K
128 KB
01-0129
SRP-008-1.5M
1.5 MB
01-0158
75
Ì Data Loggers
Smart Reader Plus 9
O SmartReader Plus 9 é um versátil registador concebido para uma fácil contagem e registo de impulsos
digitais ou fecho de interruptores de contacto fechado. Dispõe de dois canais de entrada de impulso/contacto.
Os dados podem ser exibidos nas suas próprias unidades de engenharia utilizando o editor simple equation do
software TrendReader® 2 da ACR
Especificações
- N.º de canais: 2 - dois para sinais de impulso gerados externamente ou contactos secos normalmente
fechados.
- Entradas de impulso: Gama: 4095 impulsos/amostra de período; precisão: +/- 1 impulso/amostra de período
máx tensão: +24/-22 V DC; impedância de entrada: > 1,0 M ohm para Vin < 5V; > 4,0 K ohm para Vin > 5V
mín. impulso banda larga; 0% Duty Cycle: Entrada lenta: 2 milisegundos; Entrada rápida: 10 microsegundos
- Tensão de entrada: Tipo de entrada: Sinais lógicos activos; Tensão de entrada: Baixa = 0 a 0,5 V DC; Alta =
4,5 a 24 V DC
- Interruptores de entrada: Tipo de entrada: Relés de contacto seco; excitação: 5 microamps corrente de
contacto; 3,6 V circuito aberto; contactos: recomendado selo ouro-níquel
- Frequência máxima: 100 KHz
- Memória: 32 KB e 128 KB
Modelo
Memória
Referência
SRP-009
32 KB
01-0016
SRP-009-128K
128 KB
01-0130
Smart Reader Plus 10
O registador SmartReader Plus 10 foi concebido para medir com precisão a temperatura sobre uma vasta
gama de temperaturas de um termistor sem sacrificar a precisão ou a resolução. Com quatro canais, as
medidas podem ser efectuadas em localizações completamente diferentes.
Especificações:
- Nº de canais: 4 - um para temperatura ambiente; três para temperatura (com pontas RTD)
- Tipo RTD: Qualquer RTD de Platinium de 100 ou 1000 Ohm com um coeficiente de resistência à temperatura
(TCR) de 0,00385.
- Precisão (100 e 1000 Ohm): +/- 0,3ºC + resolução
- Resolução (100 e 1000 Ohm): +/- 0,14°C
- Gama de temperatura (100 e 1000 Ohm): -230 a 300ºC
- Configuração dos fios: 2, 3, ou 4 fios RTDs
- Memória: 128 KB
Modelo
SRP-010-128K
76
Memória
Referência
128 KB
01-0132
Ì Data Loggers
TrendReader® Express Software
O
software TrendReader® Express foi concebido para trabalhar com os registadores JR-1000/1001 e TRH1000. Este software de fácil utilização incorpora as vantagens de simples funcionalidade com recursos
avançados, que normalmente é associado a softwares de aquisição de dados caros. Alguns destes recursos
incluem: ecrãs estatísticos e tubulares, gráficos de controlo avançados, capacidades de zoom, unidades de
escala e auto-escala, indicador de bateria, e capacidade exportadora.
Modelo
Descrição
Referência
TR-EXPRESS/Nautilus-USB
TrendReader Exp/Nautilus USB Interface
Package
01-0274
TR-EXPRESS/Nautilus
TrendReader Exp/Nautilus Serial Interface
Package
01-0275
TrendReader Express - Full Install
34-0017
TR-EXPRESS
SmartButton Reader Software
N
ada é mais simples de utilizar do que o software SmartButton Reader. Para criar, transferir ou visualizar
informações de um registador SmartButton ACR, utilize um cabo interface SmartButton ACR. A ligação é simples:
Ligue o cabo interface no computador (cabo interface vendido separadamente ou com Starter Pack), carregar o
SnapButton no receptor (para baixo), e comece a carregar o software. De fácil configuração e com boas
características de software, permite que os dados sejam recolhidos e analisados em segundos. O software
SmartButton é completo, dispõe de menus para cálculo de amostras, atraso de arranque, alarmes de configuração e
muito mais. Os dados registados podem ser visualizados em formato tabela permitindo análises detalhadas ou
formato gráfico. Para melhores apresentações, o Smart Reader Button permite a alteração de cores dos gráficos,
zoom em determinadas porções de dados, e impressão em qualquer impressora compatível com o Windows. Se
preferir
utilizar os programas Excel, Powerpoint ou outros, os dados podem ser exportados nos formatos CSV ou
ASCII.
Modelo
Descrição
Referência
SmartButton Reader Software - Full Install
34-0010
ACRSB-USB-INT
SmartButton Interface Cable (USB)
01-0183
ACRSB-INT
SmartButton Interface Cable (Serial)
01-0053
ACRSB-SP-USB
SmartButton Starter Pack (USB)
01-0182
ACRSB-SP
SmartButton Starter Pack (Serial)
01-0181
ACRSB-SW
77
Ì Data Loggers
TrendReader® 2 Software
O
TrendReader® 2 é um software versátil e de fácil utilização feito exclusivamente para os registadores
SmartReader Plus, SmartReader, IAQ, OWL, TRH, JR e Nautilus. Dispõe de fortes recursos, de fácil utilização.
Os dados registados são recolhidos e analisados em segundos.
Comunicação e download com o registador
Para criar, realizar download e ver informação para um único registador com o cabo interface ACR’s IC-102
(incluído no pacote de software interface). A ligação é simples: ligue o cabo interface na porta USB do seu
computador e coloque o outro terminal no registador. Não são necessárias ferramentas, cartões ou escalas.
Para comunicar com modem ou rede de registador, verificar folha de características para funcionamento em
rede ou comunicações remotas.
Configurar o registador
Com os menus internos de taxa de amostragem e modo, atraso de arranque, equações e muito mais, a
configuração é fácil de realizar. Além disso, já estão incluídos as equações para todos os sensores ACR, de
modo a que o utilizador apenas seleccione a equação desejada ou personalize a sua própria equação.
Leituras em tempo real podem ser visualizadas na configuração do Windows, o que permite verificar o bom
funcionamento do registador antes de o colocar em campo.
Visualização de dados
Com o TrendReader® 2, os dados podem ser visualizados em formato tabela ou gráfico. Para apresentação
de propostas, ver os dados em formato gráfico. Para análises mais detalhadas, visualizar em formato tabela.
De qualquer maneira, os multi-canais de dados podem ser visualizados ao mesmo tempo. Múltiplos gráficos
podem ser visualizados de uma só vez e integrados para criar novos gráficos. Para personalizar a
apresentação, é possível adicionar comentários, alterar cores de gráficos, efectuar zooms em porções de
dados, e exibir dados utilizando as suas próprias unidades de engenharia. Pode imprimir ou copiar e colar nos
relatórios ou apresentações, seleccionar partes ou o todo da tabela e fazer copiar e colar no programa
Windows escolhido.
Exportar dados
Os dados podem ser exportados em formato TXT, BMP, PDF, JPG ou CSV.
Modelo
Descrição
Referência
TR2-w/IC-102
TrendReader 2/IC-102 USB Package*
01-0226
TR2-w/IC-101
TrendReader 2/IC-101 Serial Package*
01-0225
TR2-w/LIC-102
TrendReader 2/OWL USB Interface Package*
01-0230
TR2-w/LIC-101
TrendReader 2/OWL Serial Interface Package
01-0227
TR2-Full Install
TrendReader 2 - Full Install
01-0228
TrendReader 2 - Upgrade
01-0229
TrendReader 2 - Full License
91-0000
TrendReader 2 - Upgrade License
91-0001
TR2-Upgrade
TR2-Full License
TR2-Upgrade License
*Inclui CD de software, cabo interface, pin adaptador série 9-25 ou USB e manual.
78
Ì
10. Monitorização de baterias
UPS
Ì Monitorização de baterias UPS
Monitorização de baterias LEM
O
mundo das baterias back-up
Os sistemas de baterias stand-by têm uma grande
importância no back-up de energia em UPS e
aplicações de telecomunicações. Com uma alta
performance constante em cada monobloco/célula
no interior de uma bateria, é vital para garantir que a
bateria está apta a suportar a carga que é
requerida. A monitorização contínua de cada
monobloco/célula é pois fundamental para garantir a
performance quando requerida. Os problemas com o
VRLA são bem conhecidos: sulfatação das chapas,
corrosão excessiva só para citar alguns. Com a
gama de componentes LEM estará apto a
monitorizar e identificar a causa dos problemas
antes de uma falha com impacto na performance das baterias.
Os benefícios da gestão de baterias
A monitorização contínua da performance das baterias e parâmetros:
- Dar-lhe-á um reforço na fiabilidade no sistema e sistema de recuperação.
- Reduz a frequência de inspecções para medidas manuais.
- Evita qualquer interrupção comercial devido a falhas de bateria.
- Durante uma falha de energia podemos estar seguros de que a carga está a ser suportada.
- Aumenta a sua paz de espírito.
Monitorização predictiva. O registo de tendência das baterias fornece-nos dados com aviso prévio das falhas de células
e de todo o sistema de bateria. Permite ao utilizador programar uma substituição selectiva do sistema.
Detecção precoce de falhas. Evitar que cause uma falha no sistema de alimentação. Permite ao utilizador gerir a
substituição de componentes, evitando custos avultados.
Extensão de vida da bateria. Com informação em tempo real, o utilizador pode substituir a célula defeituosa no tempo
planeado de forma a evitar impactos noutras células e reduzir custos.
Método custo eficaz. Um método eficaz de custo planeado em vez de manutenção de emergência reactiva.
Benefícios do utilizador. Aumenta a segurança das pessoas. Exibição de gráficos.
Características da gestão de baterias da LEM
A LEM fornece uma gama completa de gestão de baterias que mede com precisão os parâmetros críticos
necessários de forma a assegurar ao utilizador que o sistema de baterias está apto a entrar em funcionamento
quando for necessário.
Características da monitorização de baterias da LEM:
- Medida individual de célula de tensão. Determinar o
desequilíbrio entre células num conjunto de baterias de forma
a fornecer informação adicional de que uma potencial célula
poderá falhar.
- Medida de tensão em baterias. Fornece uma indicação
antecipada quando uma ou mais células estão prestes a
falhar.
- Medida de impedância individual. Um importante indicador
de tendências para o caso de falhas de células.
- Medida de temperatura em célula Individual.
Mapeamento do calor da bateria essencial na detecção de
potencial térmico galopante. Importante quando as células
estão instaladas numa cabine de baterias.
Alarme de gestão progressiva. Totalmente programável na
tecla parâmetros que indica qual o parâmetro que deve ser
configurado.
- Características: Tensão, impedância, temperatura
- Fácil instalação. Instalação fácil e de baixo custo com o
cabos ligação rápida pré-determinados.
- Historial de tendência. Fornece ao utilizador informação ao
longo do tempo para verificação do comportamento das
células. A recolha ao longo do tempo de dados relativos à
tendência da impedância poderá ser vital na detecção de
falhas de células.
Descarga e recarga de bateria. Correntes de flutuação e de
descarga medidas por string. Diferentes valores de correntes
entre strings poderão indicar falhas entre células. O
armazenamento da informação das células durante a
descarga poderá ser consultado mais tarde.
- Tecnologia inovadora. Sistema em sensor chip digital.
80
Ì Monitorização de baterias UPS
Configuração - Sentinel
O
Sentinel é o coração dos
componentes de gestão de
baterias da LEM, que efectua
medidas standard dentro da
indústria.
O Sentinel é o primeiro circuito
integrado singular (sistema em
chip) monitorizada por VRLA e
células inundadas que fornece
medidas para células individuais e
monoblocos para temperatura
interna, tensão e impedância
standard.
Cada módulo monitoriza uma
célula individual ou monobloco, de
2 a 12 V nominal, reportando a
informação através da propriedade
de comunicação BUS até á Battery
Data Logger (BDL).
A função do Sentinel é derivar os
parâmetros eléctricos chave sob
teste de forma a determinar a
capacidade da bateria quando
ocorre um evento de falha de rede
eléctrica.
Até 250 módulos, ao Sentinel
poderá ser atribuído um único
endereço serial bus, tornando a
instalação extremamente fácil,
pressionando os componentes em
sockets usando cabos bus prédeterminados.
Cada Sentinel tem incorporado um
sensor de temperatura para uma
medição contínua de cada célula
individual.
corrente mais robusto, garante a
precisão e reprodução de uma
tabela de resultados a qualquer
momento.
O método de teste de impedância
do Sentinel afecta apenas a célula
na qual se efectua a medida.
Altas correntes através das
secções da bateria não são
requeridas assim como os links DC
Isto é essencial na detecção de não sofrem distúrbios por qualquer
potencial térmico galopante e oscilação.
também permite que os
controladores inteligentes de A impedância interna da célula está
temperatura consigam traçar perfis. disponível como standard. A
impedância interna está
Não estando sujeitos às restrições estreitamente relacionada com a
de um único ambiente, as células capacidade da célula fornecer
são mais precisas e mais fiáveis.
corrente e a tendência da
impedância da célula é um
A medição de cada célula instrumento importante para
individual permite um mapeamento garantir a sua fiabilidade.
térmico da bateria, o que até agora
se apresentava como um serviço Cada transdutor do Sentinel mede
adicional muito dispendioso.
a sua própria célula, através de
frequências cuidadosamente
O m é to do d e me di d a d e escolhidas, de forma a cumprir as
impedância “True Energy Layer” da normas de telecomunicações
LEM, juntamente com um teste de standard. A perturbação não é vista
Modelo
Referência
Sentinel 2- LV, 1-2V
66.61.05.000.0
Sentinel 2 - HV, 6-12V
66.61.14.000.0
Configuração - Microguard
C
oncebido para ser integrado com o módulo de interface inteligente célula/bloco do Sentinel, o Microguard
é um registador com uma boa relação custo-benefício para monitorizar baterias até 250 células ou
monoblocos.
81
Ì Monitorização de baterias UPS
Configuração - Microguard (cont.)
SLA, AGM ou GEL, podem ser
propenso, em particular em
ambientes de temperatura não
controlados.
Baterias com mais de 250 blocos
podem ser monitorizadas através da
colocação em cascata dos monitores
Microguard. Podem ser colocados
em cascata até 30 monitores,
utilizando portas RS485 e fixando o
endereço no menu do sistema
Microguard.
A memória de armazenamento de
dados está incluída e pode efectuar o
registo até 6 meses, dependendo da
actividade do sistema e do número
de células ou blocos monitorizados.
Os protocolos de comunicações
externas ModBus estão disponíveis
como padrão.
O Microguard foi projectado para
executar o scan das células
individuais e parâmetros ambientais
contínuos, de forma a compará-los
com os limites programáveis, a fim
A impedância interna de uma célula
de detectar anomalias e reportá-las.
individual está disponível como
Tensão de células, alarmes, padrão. A impedância interna está
impedância de células, corrente, estreitamente relacionada com a
temperatura e perfil de descarga, capacidade da célula em fornecer
estão armazenados, quer para c o r r e n t e e a t e n d ê n c i a d a
descarga automática para uma impedância da célula é uma
programação dia & hora, quer para f e r r a m e n t a i m p o r t a n t e p a r a
recuperação através de sistema de assegurar a fiabilidade. Como a
impedância ou a resistência interna
telemetria.
da célula variam ligeiramente durante
O Microguard é um sistema de baixo o período de vida da célula, isto
custo para monitorização de células. permite determinar o fim do período
A monitorização individual de células de vida pois nesta altura aumenta
pode ser um instrumento na consideravelmente.
prevenção de diferenças de
t e m p e r a t u r a , q u e a l g u m a s A janela de alarme programável pode
tecnologias de células como VRLA, ser configurada para notificar o
Modelo
MicroGuard
utilizador de qualquer desvio
relativamente ao valor padrão. O
sinal utilizado é cuidadosamente
fabricado de forma a estar em
conformidade com as normas
standard de interferências e barulho
em telecomunicações.
A tendência da impedância de célula
pode ajudar significativamente na
previsão de falhas de células e
monoblocos.
O Microguard testa a impedância de
cada célula ou monobloco via
módulo Sentinel. Normalmente cada
célula é testada uma vez por dia é
efectuada a média dos resultados de
7 dias para compensar as variações
devido ao ruído. Cada valor médio é
então armazenado de forma a
analisar a tendência.
É importante assegurar que o sinal
de teste é robusto e penetra na
camada da célula de energia, para
obter uma resposta da própria célula
(em vez de ser apenas testado com
o carregador). Os métodos de teste
de impedância de alta corrente da
LEM são verificados por uma
autoridade independente de testes e
Descrição
Referência
Tensão de alimentação 24 VDC
Comunicação RS232
66.71.98.000.0
Configuração - Microguard Gateway
G
ateway é uma versão de registador avançado de bateria Microguard, um interface rentável que junta o BUS
Sentinel e o OEM num só. O protocolo de comunicação externo é obtido para o OEM de forma a obter dados a partir
da bateria. O portal foi concebido para fornecer o sistema integrador com a mesma funcionalidade que tem o
Microguard sem o visor, teclado e armazenamento. Este componente é ideal para empresas OEM que queiram a
tecnologia interface LEM para as suas próprias utilizações.
Modelo
MG Gateway
82
Descrição
Referência
Tensão de alimentação 24 VDC
Comunicação RS232
66.72.98.000.0
Ì Monitorização de baterias UPS
Configuração - I Link e transdutores de corrente
O
s transdutores de corrente pode ser integrados no registador da bateria via módulo I – Link. O I-Link
permite flutuar e ligar os descarregadores de corrente dos transdutores directamente na comunicação I-Bus e
informar o registador da bateria que uma carga/descarga está a decorrer. É necessário um módulo I-Link para
cada sequência de baterias até 8 strings por registador. Quando alimentada por 24V, o I-link fornece +/- 15V à
saída para alimentar os transdutores de medida da LEM, que inclui a gama de componentes HTA, HTR, HAX e
HOP.
Modelo
Referência
66.82.98.000.0
BM I-Link
Configuração - Acessórios
Condução de comunicação
O S-BUS que liga o Sentinel ao Microguard (registador de dados da bateria) existe em diferentes
comprimentos de condução de comunicação. É recomendado que o utilizador utilize 400 mm de condutor para
ligar o Sentinel num loop.
400mm, 2m, 5m, 10m, 15m.
Cabos de alimentação e sinais
Os cabos de alimentação e sinal para ligação ao Sentinel estão disponíveis em 2 tamanhos: 250mm, 400mm.
Ligadores (Washers)
Os ligadores são necessários para ligar a cada célula os cabos de alimentação e sinal. Diâmetros 6, 8, 10, &
12mm.
Cabos de alimentação
Referência
BM cabo alimentação 0,2m
66.30.98.006.0
BM cabo alimentação 0,4m
66.30.98.017.0
Terminais
Referência
BM terminais bateria 6mm
66.30.98.013.0
BM terminais bateria 8mm
66.30.98.014.0
BM terminais bateria 10mm
66.30.98.015.0
BM terminais bateria 12mm
66.30.98.016.0
Cabos de comunicação
Referência
BM cabo comunicação 0,4m
66.30.98.001.0
BM cabo comunicação 1,0m
66.30.98.002.0
BM cabo comunicação 2,0m
66.30.98.003.0
BM cabo comunicação 5,0m
66.30.98.004.0
BM cabo comunicação 10m Tipo 1
66.30.98.005.0
BM cabo comunicação 15.0m Tipo 1
66.30.98.009.0
83
QEnergia - Sistemas para Qualidade e Gestão de Energia, Lda.
Centro Empresarial S. Sebastião, R. de S. Sebastião, Lt. 11, n.º 10, Albarraque
2635-047 Rio de Mouro
Tel.: 214 309 320 Fax: 214 309 299
E-mail: [email protected]
Infocontrol - Electrónica e Automatismo, Lda.
R. da Lionesa, n.º 446, G37
4465-671 Leça do Balio
Tel.: 229 059 200 Fax: 229 059 209
E-mail: [email protected]
Novalec - Electrónica Industrial de Protecção e Comando, Lda.
R. Vale de Lobos, Lt. 4, n.º 65, Guimarota
2411-901 Leiria
Tel.: 244 870 570 Fax: 244 870 579
E-mail: [email protected]
www.qenergia.pt
Grupo INFOCONTROL
Publicação e divulgação por QEnergia - Sistemas para a Qualidade e Gestão de Energia, Lda.
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement