ISTRUZIONI DI USO

ISTRUZIONI DI USO
ISTRUZIONI DI USO
e di montaggio
Instrucciones de uso y de montaje
Instruções de uso e de montagem
Ðtv³wuÒxvÒvÒÊËwÒ´ÎËxÑÐÌгv&&vÒ
072456 K31
GEH 6300.1
Condições de garantia
Aqui você encontra...
As condições de garantia aplicáveis a este produto estão sujeitas àquelas publicadas pelo governo do país em questão. Detalhes referentes ao mesmo paclem ser obtidos do vendedor que forneceu o aparelho. Para reckamações em
garantia o recibo de venda deve ser apresentado.
...importantes indicações referentes à sua segurança, ao uso, à conservação
e à manutenção do aparelho para que tenha prazer em usá-lo. Leia
cuidadosamente as informações contidas nesta brochura antes de colocar o
aparelho em funcionamento.
Caso venha a ocorrer uma falha, consulte primeiro o capítulo «Se alguma coisa
não funcionar». Falhas menores podem, muitas vezes, ser eliminadas pelo
próprio utilizador, economizando-se, desta forma, custos desnecessários com
assistência.
Guarde cuidadosamente este manual de instruções. Se for o caso, entregueo ao novo proprietário do aparelho para a segurança e informação do mesmo.
Os seguintes símbolos são utilizados neste manual de
instruções:
de advertência adverte-o dos perigos para a sua saúde ou
[ Odostriângulo
danos que podem ser causados no aparelho.
F
Aqui encontra conselhos e observações.
Índice
Uma vista geral do seu aparelho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42
Indicações de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
A conexão e o funcionamento
Zonas de cozinhar
Forno
Antes da primeira utilização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44
Eliminar o material de embalagem e o aparelho antigo
Primeira limpeza
Montagem do grelhador (n° de acess. 545)
Uso das zonas de cozinhar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44
Utilização dos queimadores
Acender e apagar as zonas de cozinhar
Coroa para panelas pequenas (só para placas de vitrocerâmica)
Indicações referentes ao uso de panelas correctas
O forno. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45
Modos de operação e os respectivos símbolos
Ajustes da temperatura
Indicadores de funcionamento
Acender o queimador do forno
Ajustar a temperatura
Seleccionar o modo de operação
Níveis de prateleira
Acessórios do forno
backmobil® (nº de acess. 600A)
Cozinhar
Indicações referentes à tabela: «Valores de referência para cozer massas»
Valores de referência para cozer massas
Assar
Valores de referência para assar carnes
Grelhar (somente com o acessório n. º 545)
Limpeza e conservação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
Para todas as superfícies
Remover incrustações
Indicações referentes ao raspador
Utilização de sprays para forno – indicações
Esmaltado
Aço-inox
Vidro
Placa de cozinhar de vitrocerâmica
Queimador
Manípulos
Desmontar e montar a grade lateral
Desmontar e montar a porta do forno
Se alguma coisa não funcionar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
Substituição da iluminação do forno
Placa de identificação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51
Indicações de montagem para técnicos. . . . . . . . . . . . . . . 51
Indicações de segurança
Condições prévias para a montagem
Planear as conexões de alimentação
Montagem no móvel de cozinha
Montagem da superfície vitrocerâmica
Montagem da placa do fogão
Montagem do queimador
Testar os condutores de alimentação
Testar os queimadores das zonas de cozinhar
Controlar o queimador do forno
Ajuste por parte da fábrica / possibilidades de adaptação . . 57
Jogos de bicos para adaptação
Tabela de bicos
Adaptar os queimadores das zonas de cozinhar
Adaptar o queimador do forno
Dados técnicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Tabela das pressões e dos tipos de gás permitidos
Tabela de cargas
Valores de conexão eléctrica
Rendimentos úteis de acordo com EN 437
GEH 6300.1
41
Uma vista geral do seu aparelho
1
Queimador forte
2
Queimador de cozedura
3
Fendas de ventilação
4
Queimador normal
5
Indicação do funcionamento a gás do forno
6
Selector do modo de operação
7
Regulador da temperatura (forno)
8
Reguladores das zonas de cozinhar
9
Painel de comando
10
Tomada de corrente com conector cego para grelhador a
infravermelhos (nº de acess. 545)
11
Guias de intercalação
12
Chapa de cobertura para os queimadores do forno
13
Porta do forno
14
Orifício auxiliar de acendimento
15
Orifício da mangueira
Acessórios juntamente fornecidos:
Tabuleiro p/ bolos (alumínio)
Pingadeira
Grelha
Coroa para panelas pequenas (só para placas vitrocerâmicas)
Acessórios especiais à venda:
Coroa para panelas pequenas
Grelha com alça
Pedra de forno p/ pizza
Grelha
Tabuleiro p/ carne
como apara-gotas
Tabuleiro para bolos (alumínio)
Tabuleiro p/bolos (esmaltado)
Pingadeira
backmobil®
Grelhador a infravermelhos
42
(nº de acess. 160)
(nº de acess. 125)
(nº de acess. 145)
(nº de acess. 124)
(nº de acess. 441)
(nº de acess. 542)
(nº de acess. 541)
(nº de acess. 543)
(nº de acess. 600A)
(nº de acess. 545)
GEH 6300.1
Indicações de segurança
A conexão e o funcionamento
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
Neste fogão Küppersbusch apenas pode ser conectada uma das respectivas
placas de vitrocerâmica a gás.
O aparelho de cozinhar a gás tem que ser montado e conectado conforme
as condições de instalação vigentes.
O aparelho apenas pode ser colocado em funcionamento num ambiente
muito bem arejado, uma vez que as chamas de gás consomem oxigénio e
propiciam a formação de calor e humidade no ambiente onde está
instalado.
Mantenha no mínimo p. ex. uma janela e/ou uma porta aberta ou utilize um
sistema de ventilação, como p. ex. um exaustor.
A conexão de gás, bem como os trabalhos de regulagem e adaptação
devem ser realizados somente por um técnico autorizado. Ao fazer isto, as
normas legais e as condições de conexão da empresa local de
abastecimento de gás devem ser totalmente respeitadas.
Não use o aparelho para aquecer ambientes.
Em caso de falhas de funcionamento, bloqueie imediatamente a entrada de
gás.
A manutenção e a reparação dos aparelhos devem ser executadas somente
por um técnico da assistência técnica, instruído pelo fabricante. Nas
reparações das instalações de condução de gás, a alimentação de energia
eléctrica deve ser completamente desligada. Trabalhos realizados não
conformes comprometem a sua segurança.
No funcionamento com gás líquido (butano/propano), todas as ligações
entre a botija de gás e o aparelho devem estar hermeticamente realizadas.
As mangueiras de alimentação que estão assentadas livremente não devem
ser dobradas nem colocadas sobre superfícies quentes.
As superfícies do fogão, a porta do forno e o aparelho de cozinhar ficam
quentes quando estão em funcionamento. Mantenha, por princípio, crianças
afastadas.
Não prender cabos de conexão de aparelhos eléctricos na porta do forno.
Não podem ser utilizados aparelhos de limpeza a vapor ou sob pressão para
limpar o forno! O aparelho pode ser danificado de tal forma, que corre
perigo de vida.
Forno
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
Nas reparações e na troca das lâmpadas do forno, o aparelho deve estar
completamente sem tensão (desligar o fusível).
Com o forno fechado, uma tentativa de acendimento do mesmo só pode
durar no máximo 15 segundos. Se não ocorrer o acendimento dentro deste
tempo, primeiramente abra a porta do forno e deixe-o ventilar no mínimo
por 1 minuto antes de tentar o acendimento do mesmo novamente.
Não coloque de forma alguma dentro do forno objectos que possam causar
algum perigo caso o mesmo seja ligado involuntariamente.
Tenha cuidado ao trabalhar com o forno quente. Utilize pegas para panelas,
luvas ou similares.
Mantenha uma distância de no mínimo 5 cm da grelha (nº de acess. 545)
e do calor superior.
O grelhador (n° de acess. 545) pode ser retirado. Retirar o grelhador
exclusivamente com o forno desligado e quando tiver arrefecido.
O forno não pode ser utilizado nem
limpo com a tomada do grelhador
aberta: introduzir sempre o
conector falso ou o grelhador a
infravermelhos (nº de acess. 545).
Trate esta tomada como outra
tomada de corrente qualquer: não
lave a tomada da grelha em
hipótese alguma e evite que água ou spray para forno entrem na mesma.
A porta do forno tem que fechar bem. Em caso de danos na vedação da
porta, nas dobradiças, nas superfícies da vedação da porta ou rachadura
no vidro da porta, desligar imediatamente o aparelho até que o técnico
tenha reparado e testado o mesmo.
Durante o funcionamento, abrir e fechar cuidadosamente a porta do forno
para que a chama do queimador do mesmo não se apague.
Atenção! Ao abrir e fechar a porta do forno, não pegar nas dobradiças da
porta. Perigo de lesão!
Quando estiver a preparar alimentos no forno, sempre deixe a porta do
mesmo completamente fechada.
Atenção! Em caso de falta de corrente eléctrica, o acendimento por faíscas
eléctricas não funciona. Para acender, use fósforos ou algo parecido.
Não puxe o aparelho pela alça da porta do forno.
Zonas de cozinhar
■
■
■
■
■
■
Use os queimadores das zonas de cozinhar somente quando as panelas
estiverem sobre os mesmos.
Esteja atento para que as coroas encaixáveis e as tampas dos queimadores
sempre fiquem exactamente assentadas.
Gorduras e óleos sobreaquecidos podem autoinflamar-se. Alimentos com
gorduras e óleos, p.ex. batatinhas fritas, devem ser preparados sob
observação. Gorduras e óleos em chamas nunca devem ser apagados com
água! Colocar a tampa, desligar a zona de cozinhar e tirar a panela da zona
de cozinhar quente.
Observe constantemente as panelas de pressão até que tenha sido atingida
a pressão correcta. Primeiramente, gire o regulador do queimador da zona
de cozinhar até a potência máxima e depois, em devido tempo, gire-o de
volta (segundo as indicações do fabricante da panela).
As fendas de ventilação existentes na placa do fogão não devem ficar
cobertas.
Em caso de fissuras, rachaduras ou rupturas na placa de vitrocerâmica,
desligar imediatamente o aparelho.
GEH 6300.1
43
Antes da primeira utilização
Eliminar o material de embalagem e o aparelho
antigo
Elimine a embalagem de transporte do modo mais ecológico possível.
Na Alemanha, o seu comerciante, de quem adquiriu o aparelho, aceita de volta
a embalagem de transporte. O retorno dos materiais de embalagem ao ciclo
de materiais economiza matéria-prima e reduz o lixo. Os aparelhos velhos
também possuem materiais reaproveitáveis. Entregue o seu aparelho antigo
ao local de recolhimento de materiais reaproveitáveis. Os aparelhos velhos
devem ser inutilizados antes da sua eliminação. Assim, evita-se usos
indevidos.
Primeira limpeza
– Remover as partes alheias e a embalagem.
– Antes da primeira preparação de alimentos, limpar muito bem o aparelho.
Limpar com um pano húmido e um pouco de detergente a placa de
vitrocerâmica, respectivamente o forno, os tabuleiros para bolos, a
pingadeira, a grelha, etc.
– Aquecer o forno.
Fechar a porta do forno.
Aqueça o forno com o calor superior e o inferior a 250 °C durante
60 minutos. O «cheiro de novo» é inofensivo se, ao mesmo tempo, arejar
muito bem a cozinha.
Montagem do grelhador (n° de acess. 545)
[
Desligar o fusível!
– Tirar o conector cego da parede traseira do
forno.
– Introduzir o grelhador a
infravermelhos no contacto
de encaixe.
Uso das zonas de cozinhar
Observe as indicações de segurança da página 43!
Utilização dos queimadores
As potências nominais dos diversos queimadores são indicadas na tabela
«Tabela de cargas» da pág.60!
Utilização dos diversos queimadores:
O queimador forte é utilizado
- para alourar carne
- para ferver grandes quantidades de líquidos.
O queimador normal é utilizado
- para preparar quantidades médias de alimentos,
- para alourar carne.
O queimador de cozedura é utilizado
- para estufar e manter o calor,
- para preparar quantidades pequenas de alimentos,
- para cozinhar alimentos delicados que se podem queimar.
Acender e apagar as zonas de cozinhar
Cada zona de cozinhar possui o seu próprio regulador. Todos os reguladores
são embutíveis.
Através dos símbolos existentes no painel de comando, pode-se reconhecer
que regulador pertence a que zona de cozinhar.
Os queimadores das zonas de cozinhar são acendidos através de uma faísca
eléctrica. Eles também podem, evidentemente, ser acendidos com fósforos ou
algo parecido (p. ex. em caso de falta de corrente eléctrica).
Acender os queimadores das zonas de cozinhar:
– Prima o regulador da zona de cozinhar para
o desembutir.
– Premir o regulador para dentro até ao meio
até sentir uma resistência. O acendimento é
accionado.
– Girar o regulador para a esquerda até à
posição do caudal máximo. O gás é aceso
e a chama arde.
– Mantenha o regulador da zona de cozinhar
ainda durante aprox. 5-10 segundos
premido e, antes de o soltar, prima-o mais
uma vez com força. A chama fica a arder.
Se não conseguir acender, repita o processo novamente após aprox.
2 segundos. Prima o regulador durante mais algum tempo e eventualmente
um pouco mais firmemente.
Ajustar o nível de cozimento:
Sobre os reguladores das zonas de cozinhar estão
marcados os níveis de cozimento máximo e
mínimo. Os queimadores podem ser ajustados
entre o caudal máximo e o caudal mínimo à altura
de chama desejada.
– Levar a ferver, de preferência, num nível mais alto e continuar o cozimento
num nível mais baixo.
Apagar os queimadores das zonas de cozinhar:
– Gire o regulador da zona de cozinhar para a direita até à posição neutra.
F
44
Todos os queimadores das zonas de cozinhar estão protegidos
termoelectricamente. Caso a chama se apague involuntariamente (p. ex.
se o alimento transbordar para fora da panela ou se houver uma forte
corrente de ar), a entrada do gás é interrompida automaticamente.
GEH 6300.1
Coroa para panelas pequenas (só para placas
de vitrocerâmica)
A coroa para panelas
pequenas pode ser
colocada no apoio para
panelas sobre o
queimador de cozedura,
para que as panelas
pequenas possam ser
utilizadas com
segurança.
O forno
[ Observe as indicações de segurança da página 43!
Perigo de sobre-aquecimento! Ao utilizar o forno, não forre
[ Atenção!
o fundo com uma folha de alumínio nem coloque panelas, frigideiras e
recipientes semelhantes sobre o fundo! Isto iria provocar uma
acumulação de calor, o que prejudica o esmalte.
Indicações referentes ao uso de panelas
correctas
Com as panelas certas, economiza-se tempo de cozimento e energia.
Escolha panelas de diâmetros adequados ao tamanho dos queimadores.
F
Os selectores são embutíveis e podem ser embutidos em cada uma das
marcas de ajuste. Premindo-os brevemente, eles saltam para fora.
Estando os selectores embutidos, não é possível passar para nenhuma
outra marca de ajuste.
F
O queimador do forno está protegido termoelectricamente. Caso a chama
se apague involuntariamente, a entrada do gás é interrompida
automaticamente e a indicação do funcionamento a gás do forno apagase.
Mesmo assim, feche sempre a porta do forno cuidadosamente durante
o funcionamento do mesmo para que a chama não se apague.
F
A ventoinha de arrefecimento pode continuar a funcionar após o forno
ter sido desligado e voltar a accionar-se por causa do reaquecimento!
Modos de operação e os respectivos símbolos
Símbolo
Coordene o tamanho da panela e o tamanho da zona de cozinhar. A chama
deve cobrir completamente o fundo da panela. Ela não deve arder para fora
do fundo da panela.
Recomendações relativas
Queimador forte:
Queimador normal:
Queimador de cozedura*:
aos diâmetros das panelas:
22 - 24 cm
18 - 20 cm
12 - 16 cm
* as panelas pequenas apenas podem ser utilizadas sobre o queimador de
cozedura da placa vitrocerâmica com o auxílio da coroa para panelas
pequenas.
Coloque sempre uma tampa sobre a panela.
O alimento deita por fora da
panela se a chama for muito
grande. Com um pouco de
prática, alcançará o ajuste
correcto da chama de tal forma
que o alimento não deite mais
por fora da panela, mesmo se
estiver tapada com a tampa.
Evite cozinhar com uma panela vazia.
Por motivos técnicos relacionados com o gás, não é permitido usar
discos de apoio sobre os queimadores.
[
0*
!
$
Modo de
operação
Desligado
previsto para
Iluminação
Aquecimento
superior/
inferior
Seleccione sempre para o modo de operação
convencional Aquecimento superior e inferior.
Com o acessório grelhador a infravermelhos também se pode utilizar o
seguinte modo de operação::
*
Grelhador
Grelhador de superfície para pedaços de carne e peixe
estreitos, para gratinar.
Se colocar o selector do modo de operação em «0», o forno não é
[ *desligado!
Enquanto que no mínimo um dos indicadores de
funcionamento estiver aceso (lâmpada do forno ou Indicação do
funcionamento a gás do forno), o forno está em funcionamento!
Ajustes da temperatura
Temperatura em °C
260-280
Aquecimento superior/inferior
apropriado para
Gratinar
250
Cozer pizza, assar
230
Cozinhar
200
Cozer bolos, gratinar
180
Cozinhar, Assar
160
Fazer conservas, Cozinhar
150
Cozinhar
140
Artigos de pastelaria com clara de ovos,
bolos de mel
Indicadores de funcionamento
Quando estiver seleccionado um modo de operação, a lâmpada do forno fica
acesa.
A indicação do funcionamento a gás do forno ilumina-se se o queimador do
forno tiver sido acendido e apaga-se aproximadamente dentro de 20 segundos
após o queimador do forno ter sido desligado.
GEH 6300.1
45
Acender o queimador do forno
Grelha:
■
F
F
F
Acender o queimador do forno apenas com a porta do forno aberta.
O queimador do forno é acendido através de uma faísca eléctrica. Ele
também pode, evidentemente, ser acendido com fósforos ou algo
parecido através do orifício auxiliar de acendimento (B) (p. ex. em caso
de falta de corrente eléctrica).
Se não conseguir acender, deixe o forno ventilar e repita o processo de
acendimento.
Grelha com alça para ser
colocada na pingadeira
(acessório)
■
– Prima o regulador da temperatura para o
desembutir.
– Premir o regulador para dentro até ao meio
até sentir uma resistência. O acendimento é
accionado.
– Girar o regulador para a esquerda até aos
280 °C. O gás é aceso e a chama arde.
– Mantenha o regulador da temperatura
premido ainda durante 5-10 segundos até
que a indicação do funcionamento a gás do
forno se ilumine.
– Prima com força o regulador da temperatura
mais uma vez antes de o soltar.
A chama fica a arder.
Ajustar a temperatura
– Volte a girar o regulador da temperatura até à temperatura desejada.
O queimador do forno fica a arder no caudal máximo até que tenha sido
atingida a temperatura seleccionada.
A temperatura no interior do forno apenas é regulada através do tamanho das
chamas se a porta do forno estiver fechada. Se a porta do forno estiver aberta
durante algum tempo, as chamas tornam-se automaticamente maiores.
Seleccionar o modo de operação
Seleccionar o modo de operação:
com o selector do modo de operação
(botão esquerdo)
Níveis de prateleira
Há 8 níveis de prateleira nas grades laterais. Os níveis de prateleira são
contados de baixo para cima, de 0 até 7. No nível de prateleira 1 pode ser
introduzida, p. ex., a pingadeira.
Grade lateral:
O nível de prateleira 0 é o nível de
prateleira mais baixo possível.
Acessórios do forno
■
Para os retirar, levante-os ligeiramente.
Depois de reintroduzidos, a aresta oblíqua dos tabuleiros deve ficar voltada
para a porta do forno.
Introduza a pingadeira e o tabuleiro para bolos com os dois furos voltados
para o fundo do forno.
46
A grelha é colocada na pingadeira. Com
a alça, a grelha pode ser retirada do
forno juntamente com a pingadeira. Não
há problemas com respingos e o
alimento pode ser servido confortavelmente.
Tabuleiro para assar como apara-gotas ao assar e grelhar
(acessório)
■
O tabuleiro para assar é colocado na pingadeira e evita que a gordura
respingue para fora da mesma.
backmobil® (nº de acess. 600A)
O backmobil® substitui a prateleira
do forno e pode ser totalmente retirado do mesmo como um carro. Para
limpar, pode ser retirado do forno e
desmontado. Se o seu forno estiver
equipado com um backmobil®, observe as instruções fornecidas juntamente com o backmobil®.
Cozinhar
Formas para bolos
Coloque-as sempre no centro da grelha. As formas não devem exceder a
borda da grelha. Coloque formas rectangulares transversalmente sobre a
grelha.
Para cozer bolos, use sempre que possível formas claras para bolos.
F
Coza num nível só.
Indicações referentes à tabela: «Valores de
referência para cozer massas»
Na tabela na seguinte coluna estão relacionados os dados de temperatura, os
tempos de cozimento e os níveis de prateleira necessários para um sortimento
de artigos de pastelaria.
■
Para as temperaturas estão indicadas, em geral, áreas aproximativas, uma
vez que a temperatura depende da composição da massa, da quantidade
e da forma.
■
Para a primeira vez, recomendamos ajustar o valor de temperatura mais
baixo e, só se necessário, ajustar uma temperatura mais elevada, por
exemplo se desejar um aloirado mais forte ou se o tempo de cozedura for
demasiadamente longo.
■
Se não encontrar dados concretos para uma receita própria, oriente-se por
um artigo de pastelaria parecido.
■
As diferenças de altura das massas podem levar, no início do processo de cozedura, a aloirados diferentes. Neste caso, não altere o ajuste de temperatura.
As diferenças de aloirado igualam-se no decorrer do processo de cozedura.
■
Ao cozer bolos húmidos pode surgir vapor de água que forma água de
condensação no forno. Uma grande parte é evacuada pelo canal de água
e deposita-se como água de condensação nos azulejos da cozinha e nas
partes frontais dos móveis. Trata-se de um fenómeno físico.
Tabuleiros para bolos:
■
Certifique-se de que a haste
transversal das grelhas fique
sempre virada para trás (para o
fundo do forno).
GEH 6300.1
Valores de referência para cozer massas
Artigos de pastelaria
Massa batida
Bolo tipo panetone
Bolo inglês
Bolo de forma
Bolo seco
Tortas
Tortas delicadas de frutas
Doces ou salgados pequenos
Bolo de tabuleiro:
Cobertura seca
Cobertura húmida
Massa tipo massa de pão
Massa para tortas
Queijada
Doces ou salgados pequenos
Bolo de tabuleiro:
Cobertura seca
Cobertura húmida
Massa levedada
Bolo inglês
Buccellato
Bolo alemão de Natal (pré-aquecer)
Doces ou salgados pequenos
Bolo de tabuleiro:
Cobertura seca
Cobertura húmida
Massa de biscoito
Tortas
Carretilha
Doces ou salgados de clara de ovos
Suspiro
Rosquinha de canela
Bolacha de amêndoa
Outros tipos de massa
Massa folhada
Massa folhada com levedura
Massa folhada com queijo branco
Massa cozida
Massa de óleo com queijo branco
Bolo de mel
Pão e pizza
Pão de massa azeda e de massa
levedada:
(pré-aquecer 230 °C,
pré-cozer: 10 min. 230 °C)
Pão de massa levedada/pão branco
Pãozinho de bicarbonato de sódio/ Bretzel (pré-aquecer 230 °C)
Pizza (pré-aquecer: 250 °C)
Assar
Aquecimento superior e Tempo para
cozer
inferior $
Nível Temperatura em °C em minutos
2
2
2
2
2
2
2
170-180
170-180
160-170
170-180
170-180
170-180
170-180
50-65
50-70
60-70
40-65
25-35
45-60
15-30
2
2
170-180
170-180
25-35
35-60
2
2
2
180-200
160-170
170-180
25-35
70-100
15-35
2
2
170-180
170-180
25-35
35-60
2
2
2
170-180
170-180
175-180
40-65
40-50
50-70
F
F
■
Use a pingadeira e a grelha.
Vire a carne após decorridos 2/3 do tempo de cozedura.
Carne ou peixe deveriam ser cozidos no forno só quando tiverem um peso
acima de 1 kg.
O tempo para assar depende do tipo, da qualidade e da altura da carne.
Para medir a carne, levante-a ligeiramente, pois o tamanho da mesma
encolhe um pouco devido ao seu próprio peso.
■ O tempo para assar carnes com camada de gordura pode equivaler ao
dobro.
■ Se for assar no forno vários pedaços pequenos de carne ou aves pequenas,
o tempo de cozedura prolonga-se cerca de 10 minutos por pedaço. O
tempo para assar um frango equivale, p. ex., a aprox. 60 minutos, para 2
frangos a 65 até 75 minutos.
F Observar impreterivelmente as indicações referentes aos níveis de
prateleira!
Para cozinhar carne, coloque a grelha no 3º nível de prateleira de baixo
para cima e a pingadeira no 2º nível de prateleira.
■
Assar em panela (forno)
■
Carnes magras devem ser assadas numa panela para carnes com tampa
(p. ex. vitela assada e estufado avinagrado, carne de vaca estufada ou carne
congelada). Desta forma, a carne fica mais suculenta.
■
Pode ser utilizada qualquer panela (de aço, esmaltada, de ferro fundido ou
de vidro) que não tenha alça de madeira ou de material sintético e que seja
refractária.
■
Se usar uma panela oval de barro com tampa, siga as instruções do
fabricante.
2
170-180
15-30
2
2
170-180
170-180
25-35
33-60
– Lavar a panela com água e deitar um pouco de gordura.
2
2
175-180
190-200
30-40
12-20
– Seleccionar Aquecimento superior e inferior $ à uma temperatura de 180
a 200 °C.
3
3
3
140
150-160
150-160
60-70
15-20
20-40
3
3
3
2
2
2
200-220
200-225
200-225
200-220
170-180
140-150
15-30
30-40
30-40
30-40
25-35
20-35
2
180
50-60
2
2
200
220
30-50
15-20
1
250
8-12
Aconselhamos o seguinte procedimento:
– Colocar a carne preparada (temperada) na panela. Colocar a tampa e inserila no forno frio sobre a grelha.
Após o término do tempo de assadura, preparar o molho de modo habitual.
Valores de referência para assar carnes
Tipo de carne
Aquecimento
superior e inferior $
Tempo de assadura
Temperatura em °C
cada cm da altura da
carne em min.
170-190
200 – 220
200 – 220
170 – 180
170 – 190
170 – 190
18
8 – 10
8
12
12 – 15
8
170 –190
170 – 190
200 – 220
170 –190
170 –190
170 –190
180 – 200
170 –190
200 – 220
15
15
8 – 10
15
12
12
8
12
8
Carne de vaca assada
Rosbife
Bifes
Carne de vitelo
Carne de porco assada
Costeleta de porco
defumada
Caça
Javali
Bifes de caça
Carne de carneiro
Pato
Ganso
Frango*
Peru
Peixe
* um frango inteiro 45 - 60 min.
GEH 6300.1
47
Grelhar (somente com o acessório n. º 545)
Limpeza e conservação
[
Leia este capítulo todo antes de utilizar o aparelho pela primeira vez. Se limpar
o seu aparelho adequadamente e o tratar regularmente com produtos de
conservação, ele manterá durante muitos anos um aspecto novo e limpo.
Compilámos neste manual algumas indicações para que possa limpar e
conservar muito bem e cuidadosamente todas as superfícies do seu aparelho.
Grelhar apenas com a porta do forno fechada.
– Ajuste o selector do modo de
operação no Modo Grelhador *.
F
O regulador de temperatura
permanece na posição 0.
Para todas as superfícies
– Grelhar apenas com a porta do forno fechada.
podem ser utilizados aparelhos de limpeza sob pressão e/ou a vapor
[ Não
para limpar o aparelho! O aparelho pode ser danificado de tal forma, que
– Pré-aquecer o forno durante 5 a 10 minutos.
– Colocar a pingadeira com o tabuleiro para assar no 1º nível de prateleira
de baixo para cima e a grelha no nível de prateleira indicado na tabela.
Prato
Costeleta de porco / Escalope
Bife de porco
Salsichas para assar
Schaschlik
Almôndegas
Bife de vaca
Fatias de fígado
Escalope de vitela
Bife de vitela
Costeleta de carneiro
Costeleta de borrego
Meio frango
Filete de peixe
Truta
Torradas
Torradas com cobertura
Nível
6
5
6
4
4
6
6
5
5
5
5
3
6
4
5
4
Grelhar F
1° lado
2° lado
em min.
6-8
10-12
6-8
7-8
8-10
4-6
3-4
5-7
6-8
8-10
8-10
10-12
6-7
4-7
2-3
6-8
4-6
8-10
4-6
5-6
6-8
3-5
2-3
4-5
4-6
6-8
6-8
8-10
4-5
3-6
2-3
corre perigo de vida.
[ Perigo de queimaduras! Deixe o aparelho arrefecer antes de o limpar.
[ Observe as instruções de uso de todos os produtos de limpeza.
Limpe o aparelho após cada utilização. Sujidades não removidas podem ficar
incrustadas quando o aparelho for usado novamente. Geralmente é quase
impossível remover por completo tais incrustações.
No caso de sujidades leves, limpe as superfícies com um pano, uma escova
macia ou uma esponja macia e água quente com um pouco de detergente. A
seguir, passe sempre um pano humedecido em água limpa para que não
fiquem restos de produtos de limpeza, que causariam alterações de cor e
manchas. Por fim, seque bem.
F
No caso de sujidades mais fortes, encontrará indicações de limpeza para
cada um dos tipos de superfícies e peças nos itens seguintes.
F
VSR O-FIX-C é ideal para a limpeza de vitrocerâmica, esmaltados e dos
lados internos revestidos da porta. Este produto de limpeza em pó pode
ser adquirido no Serviço de Assistência Técnica KÜPPERSBUSCH.
Não limpe em hipótese alguma com
- produtos de limpeza agressivos ou descorantes que con- tenham, p. ex.,
oxigénio activo, cloro ou substâncias corrosivas.
- detergentes que arranhem, como agentes abrasivos, palhas de aço, palhas
de aço com sabão, escovas duras, esponjas de aço, esponjas plásticas ou
esponjas com superfície que arranha (lado abrasivo).
Remover incrustações
Incrustações mais resistentes devem ser primeiro amolecidas (de preferência
com um pano molhado). Assim, podem ser removidas com mais facilidade.
Indicações referentes ao raspador
[ Cuidado! Perigo de corte. A lâmina do raspador é muito afiada.
Posicione o raspador sempre planamente sobre a
superfície e raspe as incrustações.
raspe com o canto do raspador e tenha
[ Não
o cuidado de não danificar as vedações com
o canto.
Utilização de sprays para forno – indicações
sem falta as indicações do fabricante.
[ Observe
O alumínio, as superfícies laqueadas e os materiais sintéticos são
danificados com sprays para forno!
Por questões de protecção do meio ambiente, deve prescindir sempre que
possível de sprays para forno. Se, no entanto, desejar usá-los, aplique-os
apenas na área interna e nos tabuleiros esmaltados.
48
GEH 6300.1
Esmaltado
Queimador
Área interna do forno, parte frontal, tabuleiros para bolos, pingadeira,
placa de cozinhar esmaltada
Podem ser usadas determinadas esponjas plásticas com um lado abrasivo. No
entanto, alguns produtos contêm neste lado abrasivo grânulos que arranham
a superfície.
Experimente primeiro com cuidado este tipo de produtos numa parte não
visível!
F
As tampas dos queimadores e as coroas encaixáveis podem ser lavadas
na máquina de lavar louça.
Limpe as tampas dos queimadores e as coroas encaixáveis com detergente
quente. Deixe as peças secar bem andes de as colocar novamente.
Observe que a coroa encaixável e a tampa do queimador fiquem
correctamente assentadas. Gire a tampa do queimador para a encaixar.
F
Um raspador para superfícies de vitrocerâmica é apropriado para remover
sujidades grosseiras.
Manípulos
F
Para uma boa limpeza, recomendamos VSR O-FIX-C.
Pode ser utilizado um spray para forno, - mas não numa placa de
cozinhar esmaltada!
Limpe os manípulos apenas com água quente e um pouco de detergente e
com um pano ou uma esponja macia.
Aço-inox
Desmontar e montar a grade lateral
Desmontar a grade
lateral.
Parte dianteira da porta de aço-inox, painel de comando, backmobil
(n° de acess. 600A)
Aço-inox é especialmente sensível a arranhões!
Não use nenhum raspador!
– Soltar os parafusos.
imediatamente restos de calcário, gordura e amido, senão
[ Remova
surgem manchas!
Montar a grade lateral
[
A limpeza pode ser efectuada com um produto de limpeza para aço-inox.
Recomendamos-lhe que efectue uma vez por semana um tratamento de
conservação da superfície de aço-inox com um agente de conservação para
aço-inox do tipo comercial. Assim, forma-se uma camada de protecção que
protege a superfície de aço-inox contra alterações de cor.
– Retirar a prateleira.
– Colocar a grade lateral e
aparafusá-la firmemente à
frente.
Vidro
Lado interno da porta – vidro revestido
Não deve usar sprays para forno, uma vez que – no caso de uso regular
– a superfície revestida do vidro pode ser danificada.
[
Um raspador para superfícies de vitrocerâmica é apropriado para remover
sujidades grosseiras.
F
Para uma boa limpeza, recomendamos VSR O-FIX-C ou detergente para
vidros.
Parte dianteira da porta, painel de comando
F Limpe a parte frontal do forno apenas com água quente e um pouco
de detergente, com um pano ou uma esponja macia. Pode ser usado
detergente para vidro.
Placa de cozinhar de vitrocerâmica
Remova primeiro sujidades grosseiras e restos de alimentos com o raspador.
De preferência com a placa de cozinhar ainda quente.
Limpe a placa de cozinhar já fria com água e um pouco de detergente.
Eventualmente também com um produto de limpeza para superfícies de
vitrocerâmica ou com VSR O-FIX-C. Depois passe sem falta um pano
humedecido em água limpa e seque a vitrocerâmica.
F
Resíduos de produtos de limpeza podem causar alterações de cor na placa
de cozinhar quando esta for utilizada novamente. Panos ou esponjas que
devem ser utilizados para a limpeza de outras superfícies também podem
causar alterações de cor na placa de cozinhar.
F
O tratamento de conservação semanal com um agente de conservação
para superfícies de vitrocerâmica protege contra alterações de cor e pode
eliminar frequentemente alterações de cor ou manchas resistentes.
GEH 6300.1
49
Desmontar e montar a porta do forno
Se alguma coisa não funcionar
Retirar a porta do forno
reparações devem ser executadas exclusivamente por um técnico au[ As
torizado.
– Abrir totalmente a porta do forno.
– Virar os pinos das dobradiças para a
frente.
– Segurar a porta do forno lateralmente, com ambas as mãos, e fechá-la
quase totalmente.
Algumas falhas podem ser reparadas pelo próprio utilizador do aparelho. Verifique primeiro se há algum erro de manejo. Reparações durante o período
de garantia não são gratuitas se houver algum erro de manejo ou se o utilizador não observar as indicações abaixo referidas.
Falha
Causa
O forno e as zonas de co- Alimentação de corrente
zinhar não acendem.
eléctrica e/ou de gás interrompida.
As zonas de cozinhar não Restos de alimentos ou
acendem.
produtos de limpeza entre a vela de acendimento
e o queimador.
Vela de acendimento defeituosa.
Coroa encaixável, tampa
do queimador, vela de
acendimento e/ou termosensor húmidos.
Uma zona de cozinhar ou o O manípulo está solto forno não acendem - não está embutido a alguma
se houve nenhum barulho distância do painel.
de acendimento.
– Levantar levemente a porta e retirar
as dobradiças dos orifícios da mesma, puxando-as para a frente.
A forma da chama do queimador da zona de cozinhar
altera-se de repente.
Montar a porta do forno
– Segurar a porta do forno lateralmente
com ambas as mãos e encaixar as
dobradiças nos respectivos orifícios
localizados no forno. A dobradiça engata.
– Abrir lenta e completamente a porta
do forno.
As chamas apagam-se no
caudal mínimo quando
uma gaveta ou uma porta
do armário é fechada.
De repente, o regulador da
zona de cozinhar tem que
ser pressionado durante
mais tempo até que a chama acenda.
– Abaixar novamente os pinos das dobradiças.
– Fechar a porta do forno.
O forno não aquece.
A iluminação do forno não
funciona.
Vidro da porta está partido.
Porta do forno não fecha.
Sumo de fruta ou mancha
de albumina nas partes esmaltadas.
50
Solução
O fusível está em condições?
A ficha de rede foi conectada?
Controlar a passagem de gás.
Solte-os cuidadosamente e
limpe.
Chamar a Assistência Técnica.
Entretanto use fósforos.
Secar bem as peças, caso
necessário solicitar a secagem das mesmas.
Pressionar bem o manípulo
ao embutir, ele voltar a ficar
na posição correcta.
desembutir, não deixe
[ Aoos manípulos
desengatar,
senão podem soltar-se ligeiramente do apoio e já
não acendem.
As coroas encaixáveis ou Gire a coroa encaixável ou a
as tampas dos queima- tampa do queimador para endores estão inclinadas. caixar.
Coroa encaixável, tampa Secar bem as peças, caso
do queimador, vela de
necessário solicitar a secaacendimento e/ou termo- gem das mesmas.
sensor húmidos.
Más condições de venti- Por favor consulte a Assistênlação devido a uma situ- cia Técnica Küppersbusch
ação de instalação
para obter uma solução.
desfavorável.
Sensor da temperatura Endireitar cuidadosamente o
torto.
sensor da temperatura para a
posição vertical.
As coroas encaixáveis ou Encaixar as coroas encaixáas tampas dos queima- veis e as tampas dos queimadores estão inclinadas. dores.
Coroa encaixável, tampa Secar bem as peças, caso
do queimador, vela de necessário solicitar a secaacendimento e/ou ter- gem das mesmas.
mosensor húmidos.
O regulador da tempera- Ajustar o regulador da tempetura e/ou o selector do ratura e o selector do modo
modo de operação não de operação.
estão ajustados.
A chama apaga-se.
Tentar acender novamente.
Lâmpada defeituosa.
Substituir a iluminação do
forno.
Desligar aparelho, chamar a
Assistência Técnica.
Porta ou vedação da
Remova a sujidade da porta
porta sujas.
ou da vedação da porta apenas com um pano humedecido e detergente.
Bolos húmidos ou exAlteração inofensiva do estracto de carne.
malte, não eliminável.
GEH 6300.1
Substituição da iluminação do forno
Perigo de choque eléctrico! Antes de abrir a cobertura da lâm[ Aviso!
pada do forno, o aparelho tem que estar desligado da alimentação de
corrente eléctrica: desconectar ou soltar o fusível desatarraxando-o!
de substituir a lâmpada, espere até que o aparelho e a lâmpada
[ Antes
arrefeçam. As lâmpadas ficam quentes quando em funcionamento!
Tipo: 25 W, 230/240 V, porta-lâmpada: E14
Importante: resistência à temperatura até 300 °C!
Indicações de montagem para
técnicos
Indicações de segurança
Observe também as indicações de segurança na página 43!
■
Estas lâmpadas podem ser adquiridas na Assistência Técnica da KÜPPERSBUSCH ou em lojas especializadas.
a cobertura de vidro estiver firmemente assente (se não se soltar logo,
[ Se
por exemplo devido a sujidade após um uso prolongado), o vidro pode
partir quando a cobertura for elevada. Segure a cobertura de vidro com
um pano quando a levantar, para apanhar os pedaços de vidro.
■
Substituição da lâmpada incandescente:
– Desaparafusar a prateleira.
– Retirar a cobertura de vidro,
levantando-a cuidadosamente
com uma chave de fendas.
■
– Retirar a lâmpada incandescente com defeito e colocar a
nova.
– Colocar novamente a cobertura
de vidro, pressionando-a.
■
Placa de identificação
■
Em caso de serviço de Assistência Técnica e ao encomendar peças de reposição, indique os dados indicados na placa de identificação.
A placa de identificação do forno está localizada
à direita na barra lateral, e fica visível ao abrir a
porta do forno.
– Para eventuais consultas com o nosso Serviço de Assistência Técnica, anote os seguintes
dados.
■
■
N° de fabricação do forno
■
Denominação do modelo do forno
■
Denominação do modelo da placa do fogão
■
■
■
GEH 6300.1
Atenção! A categoria permitida para a conexão de aparelhos pode variar
conforme a região. Em caso de dúvidas, consulte o fornecedor de gás local
para saber a categoria de aparelhos permitida. Verifique se as indicações da
placa de identificação estão de acordo com as condições de conexão locais
(tipo e pressão do gás) e com o ajuste do aparelho. Caso haja discordâncias,
é necessário adaptar o aparelho respectivamente! Todos os valores de ajuste
para o aparelho são indicados neste manual. Este aparelho não é conectado
a um condutor de gás de escape.
Ao conectar à rede de gás é necessário observar em especial as disposições e as normas pertinentes das instituições do país onde o aparelho é
operado. Na Alemanha e na Áustria trata-se das seguintes:
DVGW-TRGI 1986 Regras Técnicas referentes à Instalação de Gás
(Alemanha)
TRF 19881996 Regras Técnicas referentes ao Gás Líquido (Alemanha)
ÖVGW-TRGI e TRG 2 Parte 1 Regras Técnicas (Áustria)
Os regulamentos das empresas locais de abastecimento de gás, bem como
dos serviços locais (p. ex. protecção contra incêndios) também têm que ser
respeitados.
A conexão ao gás e a colocação em funcionamento, bem como a manutenção, a reparação e os trabalhos de ajuste e adaptação apenas podem ser
efectuados por um instalador de gás autorizado, de acordo com as disposições legais válidas. Ao fazer isto, as normas legais e as condições de conexão da empresa local de abastecimento de gás devem ser totalmente
respeitadas.
Trabalhos realizados não conformes comprometem a segurança do utilizador!
O aparelho está equipado por parte da fábrica com uma peça de união para
a conexão a uma ligação de mangueira de segurança para gás com uma
ligação de bocal conforme DVGW VP 618-2. A conexão através da ligação
de bocal autorizada conforme DVGW pode ser efectuada pelo utilizador de
acordo com as normas de segurança vigentes.
Se a peça de união não estiver montada no estado original pelo fabricante devido a outro tipo de conexão, primeiro é necessário que um instalador de gás
autorizado a volte a instalar no bocal de forma a que não haja fugas de gás.
Este aparelho não é conectado a um condutor de gás de escape. A montagem e a conexão têm que ser efectuadas conforme as condições de instalação válidas. As medidas apropriadas de ventilação devem ser
especialmente respeitadas.
Se não for possível ter acesso à ficha de conexão, proteja o aparelho através
de interruptores automáticos, fusíveis ou contactores com no mínimo 3 mm
de distância de abertura de contacto.
Para efectuar reparações, o aparelho tem que ser completamente desligado
da tensão com um destes dispositivos e a passagem de gás tem que ser
bloqueada.
O aparelho já vem pronto para ser conectado e só pode ser conectado
numa tomada de contacto de segurança instalada conforme o regulamento.
A instalação de uma tomada de corrente ou a troca do cabo de conexão só
pode ser efectuada por um electricista, tendo em conta os regulamentos
concernentes.
A tomada de contacto de segurança do aparelho tem que ficar fora da área
de montagem.
Os orifícios de ventilação não podem ficar tapados.
No caso de adaptação de gás natural para gás líquido é absolutamente necessário substituir os bicos de caudal principal e os bicos de caudal mínimo.
Apenas podem ser utilizados bicos especiais adquiridos na Assistência Técnica Küppersbusch! Tal também é válido para o caso contrário de substituição. A adaptação apenas pode ser efectuada por um técnico autorizado.
51
■
■
■
Adaptações a outros tipos de gás têm que ser registadas de forma permanente na placa do aparelho situada no mesmo. Utilize impreterivelmente a
etiqueta fornecida juntamente com os bicos especiais!
Alterações no aparelho apenas são permitidas com a autorização expressa
do fabricante.
A montagem deve ser efectuada de forma a garantir uma protecção absoluta
contra contactos acidentais.
Conexão ao gás com mangueira de segurança para gás
Condições prévias para a montagem
■
■
■
■
■
■
■
■
O compartimento de montagem tem que ter um volume de no mín. 20 m3
e tem que ter possibilidades de ventilação através de uma janela ou uma
porta para o ar livre.
Para a conexão ao gás é necessário espaço livre adicional num armário adjacente.
O filete de fechamento com a parede tem que ser composto por um material
resistente ao calor e não pode ser equipado com tomadas na área da placa
de cozinhar. É recomendada a utilização de um filete de material sintético com
um filete de cobertura de alumínio. O comprimento dos lados colocados sobre
o balcão de serviço não pode exceder 30 mm.
A parede acima do filete de fechamento com a parede na área do aparelho
tem que ser constituída por um material não inflamável. Madeira, plástico,
películas de PVC, etc. não correspondem a estes requisitos.
Na utilização normal, podem actuar temperaturas elevadas sobre as partes
dos móveis circundantes. As partes dos móveis têm que corresponder aos
requisitos para aparelhos térmicos. O revestimento sintético e o contraplacado têm que ser trabalhados com uma cola resistente ao calor (100 °C).
A distância lateral até aos armários altos tem que abranger no mínimo
300 mm para os dois lados.
A distância mínima até aos armários altos e aos exaustores acima da zona
de cozinhar é equivalente a 650 mm.
Antes da montagem e após cada ampliação eventual da placa de cozinhar
é necessário controlar a vedação relativamente a danos e ao revestimento
sem falhas e, caso necessário, substituí-la. Antes de proceder a uma colagem adicional com silicone ou um produto similar, é necessário manter uma
certa distância, uma vez que se corre o risco de danificar os balcões de
serviço ao retirar a placa de cozinhar.
Excepção: nos balcões de serviço de superfície desigual (p. ex. com azulejos cerâmicos) é necessária uma isolação constituída por um material resistente ao calor e elástico (p. ex. silicone, adequado para cerâmica). Aplicar
este material isolador apenas nos bordos da placa de cozinhar, nunca sob
a placa de cozinhar!
Planear as conexões de alimentação
■
■
■
■
■
■
Para a conexão com uma ligação de mangueira de segurança para gás,
autorizada conforme DVGW, com ligação de bocal conforme DVGW VP
618-2 é necessária uma tomada de segurança para gás conforme DVGW
VP 635-1.
Uma mangueira de segurança para gás conforme DVGW VP 618-2 é aparafusada à peça de união do fogão a gás através da ligação de bocal.
Uma mangueira de segurança para gás conforme DIN 3383 é aparafusada
directamente no bocal da chapa do fogão, de forma que não haja fugas de
gás.
É recomendável uma tomada de segurança para gás no armário lateral da
direita.
Comprimento da mangueira 1000 mm até à ligação do aparelho.
No caso de conexão no armário adjacente esquerdo, comprimento da mangueira 1500 mm até à ligação d aparelho.
No caso de ligações de mangueiras de segurança para gás com ligação de
bocal conforme DVGW VP 618-2 apenas são permitidos comprimentos de
mangueira de 6000 mm na área exterior.
A conexão precisa de ter um dispositivo de bloqueamento e ser acessível.
Conexão ao gás com junção inflexível
■ A conexão precisa de ter um dispositivo de bloqueamento e ser acessível.
Conexão eléctrica
A conexão eléctrica tem que ser efectuada conforme as disposições nacionais
e locais. Para a alimentação de corrente eléctrica do forno e do acendimento
por faíscas eléctricas é necessária uma tomada de contacto de segurança de
230 a 240 V fora da área de montagem. O aparelho é fornecido pronto para
ser conectado.
Conexão de gás
Na Alemanha, a conexão de gás pode ser efectuada com a utilização de uma
mangueira autorizada de segurança para gás com tomada ou inflexivelmente
com uma torneira de bloqueamento de gás.
O aparelho está equipado por parte da fábrica com uma peça de união para
a conexão a uma ligação de mangueira de segurança para gás com uma
ligação de bocal conforme DVGW VP 618-2.
A conexão de gás R 1/2“ conforme 3383 e 3384, necessária para a ligação
com uma união fixa ou uma mangueira de segurança para gás, tem de ser
efectuada conforme as condições de instalação e directivas legais vigentes no
país onde o aparelho é montado.
Ao fazer o planeamento das conexões de alimentação, observe as seguintes
indicações:
52
GEH 6300.1
Montagem no móvel de cozinha
O aparelho deve ser sempre montado na horizontal.
F
Após a instalação, aconselhamos a vedação da área de montagem traseira voltada para a parede e para os armários adjacentes. Desta forma
evita-se que, perante condições de ventilação desfavoráveis, as chamas
das zonas de cozinhar com caudal mínimo se apaguem se uma porta ou
uma gaveta dos armários adjacentes não for fechada cuidadosamente.
Preparar o armário para a montagem
– Faça um entalhe suficientemente grande (a x b) na parte superior da parede
lateral do armário para a tubulação de alimentação.
sem falta as medidas do nicho! Entre o forno instalado e o bal[ Observe
cão de serviço tem que haver uma fenda de no mínimo 5 mm para
Verificar a vedação ou substituir
– Controlar a vedação da placa de cozinhar quanto ao seu perfeito assentamento e a um revestimento sem falhas.
Nos balcões de superfície desigual (azulejos, etc.) é necessário aplicar adicionalmente uma massa de vedação resistente ao calor à volta dos bordos
da placa.
– Não aplique a massa de vedação na parte de baixo da placa situada sobre
o balcão de serviço para não danificar o balcão de serviço ao retirar a placa.
Remover os dispositivos de segurança para o transporte
– Remover os dispositivos de material sintético das tampas e dos tubos dos
queimadores.
– Remova as tampas dos queimadores e as coroas encaixáveis dos quatro
queimadores.
que o aparelho possa ser suficientemente ventilado.
F
Importante: remova uma parede traseira do armário eventualmente existente e as ripas de través entre as paredes laterais!
Fazer a conexão ao gás
conexão e a colocação em funcionamento, bem como a manutenção,
[ Aa reparação
e os trabalhos de ajuste e adaptação apenas podem ser
efectuados por um instalador de gás autorizado, de acordo com as disposições legais válidas. Ao fazer isto, as normas legais e as condições
de conexão da empresa local de abastecimento de gás devem ser totalmente respeitadas.
Trabalhos realizados não conformes comprometem a segurança do utilizador!
está equipado por parte da fábrica com uma peça de união
[ Oparaaparelho
a conexão a uma ligação de mangueira de segurança para gás com
uma ligação de bocal conforme DVGW VP 618-2. A conexão através da
ligação de bocal autorizada conforme DVGW pode ser efectuada pelo utilizador de acordo com as normas de segurança vigentes.
de conectar o fogão integrável ao gás, verifique se as indicações
[ Antes
da placa de identificação (veja pág. 51) estão de acordo com as condições locais para a conexão ao gás. Caso haja eventuais discordâncias, o
aparelho tem que ser adaptado à qualidade de gás correspondente (veja
pág. 58).
Conexão ao gás com ligação de mangueira de segurança
para gás conforme DVGW VP 618-2
Fazer o entalhe no balcão de serviço
Importante: trace o entalhe no balcão de serviço apenas quando este já
estiver firmemente montado.
■ O balcão de serviço tem que estar alinhado horizontalmente e ser bem recortado!
■ Em baixo do entalhe do balcão de serviço não pode haver quaisquer ripas
de través. Elas precisam de ser recortadas no mínimo até ao tamanho do
entalhe do balcão de serviço. Remover completamente a ripa de través
traseira!
Juntamente com o aparelho é
fornecida uma matriz para traçar
o entalhe no balcão de serviço.
■
Conexão na peça de união pré-montada com a ajuda de uma ligação de
mangueira de segurança para gás com bocal e porca de capa.
O aparelho está equipado por parte da fábrica com uma peça de união 3 para
a conexão a uma mangueira de segurança com bocal e porca serrilhada conforme DVGW VP 618-2 (conexão de encaixe giratória).
Vista geral da ligação de bocal
Posicione a matriz na aresta dianteira do corpo do armário.
Trace o entalhe no balcão de serviço e recorte-o.
1 Porca serrilhada / porca de capa (pertence à mangueira de segurança)
2 Bocal com dois anéis de vedação (pertence à mangueira de segurança)
3 Peça de união (montada na fábrica estanque ao gás, pertence ao aparelho)
Selar o recorte
4 Bocal (pertence ao aparelho)
– Recomendamos a selagem das superfícies dos entalhes no balcão de serviço com uma pintura protectora à prova de água.
GEH 6300.1
53
conexão apenas pode ser efectuada através da ligação de bocal con[ Aforme
DVGW VP 618-2 se a peça de união 3 já tiver sido montada pelo
fabricante. Não é permitida uma conexão através de adaptador.
a peça de união 3 não estiver
[ Se
montada no estado original pelo
– Aparafuse a mangueira de segurança
para gás ou a ligação inflexível 5
com duas chaves inglesas nos bocais do fogão, de forma a que não
haja fugas de gás.
fabricante devido a outro tipo de
conexão, primeiro é necessário
que um instalador de gás autorizado a volte a instalar no bocal 4
de forma a que não haja fugas
de gás.
Efectuar a conexão
Primeiro é necessário efectuar a conexão do aparelho. A conexão à parede apenas pode ser efectuada após a conexão do aparelho.
[
[
Antes da conexão ao aparelho, verifique se no bocal da mangueira de
segurança para gás estão presentes os dois anéis de vedação e se estes
não estão danificados. Se detectar danificações nos anéis de vedação,
estes têm de ser imediatamente substituídos. Substituição exclusivamente por um instalador de gás autorizado.
– Introduzir completamente o
bocal 2 com anéis de vedação
na peça de união 3.
– Ajustar a ligação da mangueira
de forma que a mangueira se
situe sem esforço na direcção
da tomada da parede.
– Apertar bem com a mão a
porca de capa 1.
– Efectuar a ligação de parede à tomada de segurança para gás conforme
DVGW VP 635-1 seguindo as instruções de montagem, fornecidas juntamente com a mangueira de segurança para gás.
Introduzir o aparelho
Introduzir uma parte do aparelho no nicho do armário.
Conduzir a tubulação de alimentação
através do entalhe da parede lateral.
Introduzir a seguir o aparelho completamente no nicho do armário.
o cuidado de não torcer,
[ Tenha
dobrar, apertar nem esticar a conexão de gás!
Fixar o aparelho
– Abra a porta do forno.
– Aparafuse o aparelho no armário com os parafusos juntamente fornecidos (posicionálos diagonalmente de dentro
para fora).
Reajuste dos manípulos embutíveis!
Conexão de gás em execução inflexível ou flexível
conforme DIN 3383 e 3384
Após a conexão e a montagem do aparelho, os manípulos precisam de ser
verificados quanto ao seu funcionamento nas diferentes posições de ajuste.
Conexão pelo instalador de gás directamente no bocal com a ajuda de
uma ligação de mangueira de segurança para gás ou de uma ligação
inflexível
Para a conexão é necessário remover a peça de união do bocal.
Efectuar a conexão
Tenha o cuidado de não torcer a área de tubulação; de outra forma, os
manípulos não podem ser ajustados!
[
– Desaparafuse a peça de união 3
com duas chaves inglesas do bocal 4 do fogão.
a peça de união estiver
[ Quando
desaparafusada, apenas pode voltar a ser instalada estanque a gás
no bocal 4 por um instalador de
gás autorizado.
54
GEH 6300.1
Montagem da superfície vitrocerâmica
F
No caso de balcões de serviço de pedra, a superfície vitrocerâmica não
pode ser fixada com clipes. Veja «Caso excepcional: montagem de uma
superfície vitrocerâmica num balcão de serviço de pedra» na pág. 56.
F
No estado de fornecimento, as peças não estão montadas.
Martelar os clipes
– Ajustar cuidadosamente os clipes e martelá-los com um martelo.
F
Se a superfície vitrocerâmica não estiver firmemente assente no entalhe, isto significa que o
recorte do entalhe ficou um pouco grande demais. Neste caso, aparafuse bem os clipes respectivamente com dois parafusos (não
fornecidos) e torça as braçadeiras ligeiramente para fora, de forma a aumentar a tensão de mola dos clipes.
Montar os queimadores
Para uma instalação conforme não é necessário soltar tubula[ Atenção!
ções de gás internas no fogão. Se a nova montagem não for efectuada
adequadamente, corre-se o risco de fugas.
– Puxe o queimador para cima
com a alavanca juntamente
fornecida e posicione-o.
Balcões de serviço com mais de
30 mm de espessura:
No caso de balcões de serviço
com mais de 30 mm de espessura, cada um dos clipes precisa
de ser bem aparafusado com
dois parafusos (não fornecidos)!
– Fixe o canal de gás de escape, fornecido separadamente, no lado traseiro
do entalhe do balcão de serviço com os parafusos 4,2 x 16 mm anexos.
– Aparafuse a chapa de apoio
para o queimador juntamente
fornecida.
Caso excepcional:
montagem de uma superfície vitrocerâmica num balcão de
serviço de pedra
Para um balcão de serviço de mármore, granito ou de um material similar, os
clipes não são aparafusados no entalhe, mas sim na placa:
para 30 mm de balcão de serviço:
Prender a superfície vitrocerâmica com clipes
– Posicione a superfície vitrocerâmica, alinhe-a e prenda-a com clipes.
para 40 mm de balcão de serviço:
superfície vitrocerâmica tem necessariamente que estar posicionada de
[ Aforma
plana e nivelada, uma superfície vitrocerâmica que seja colocada
– Colocar a placa de cozinhar
na parte traseira com a
aresta e abaixar cuidadosamente. Nessa altura, pressionar os clipes com as mãos.
– Pressionar a placa de cozinhar para baixo até que esteja completamente situada
sobre o balcão de serviço.
sob tensão pode partir ao aquecer.
GEH 6300.1
F
Caso o entalhe do balcão de serviço fique um pouco grande demais, existe a possibilidade de torcer para fora as braçadeiras dos clipes para aumentar a tensão de mola dos clipes.
55
Montagem da placa do fogão
Montagem do queimador
– Fixe o canal de gás de escape, fornecido separadamente, no lado traseiro
do entalhe do balcão de serviço.
– Montar o queimador:
assente a tampa do queimador
e a coroa encaixável, tendo
cuidado para que fiquem bem
assentadas.
– Gire a tampa para a colocar na
posição correcta.
Tampa
– Coloque o recipiente de montagem e fixe-o com seis parafusos 4,2 x 16
mm.
Coroa encaixáve
Testar os condutores de alimentação
Alimentação de corrente eléctrica:
■
Verifique o assentamento do cabo de conexão. Ele não pode estar entalado
nem ser conduzido sobre o fogão integrável ou através do canal de ar evacuado.
Alimentação de gás
■
– Assente a placa vitrocerâmica.
Verifique todas as junções quanto à respectiva estanqueidade. As mangueiras precisam de estar assentadas suficientemente distantes de superfícies
quentes.
As mangueiras não podem ficar entaladas!
Testar os queimadores das zonas de cozinhar
– Acenda os queimadores e verifique a estabilidade de combustão.
– As chamas devem arder de forma firme.
se as chamas continuam acesas no caudal mínimo quando as
[ Verifique
portas/gavetas dos armários adjacentes são abertas e fechadas. Se as
chamas se apagarem, é necessário vedar a parte de montagem traseira
devido a condições de ventilação desfavoráveis. Por favor consulte a
Assistência Técnica Küppersbusch para obter uma solução.
Controlar o queimador do forno
Montar os queimadores
Para uma instalação conforme não é necessário soltar tubula[ Atenção!
ções de gás internas no fogão. Se a nova montagem não for efectuada
adequadamente, corre-se o risco de fugas. Por favor observe impreterivelmente as instruções de instalação!
– Puxe o queimador para cima
com a alavanca juntamente
fornecida, posicione-o e
aparafuse-o com três parafusos 4,2 x 16 mm e arruelas em U nos furos com
ressalto roscado visível.
– Ajuste a seguir a placa e
fixe-a ao aparelho com parafusos 4,2 x 32 mm e arruelas em U no furo restante
em cada um dos queimadores.
56
– Acenda o queimador e verifique
a estabilidade de combustão.
– Aquecer o forno no mínimo durante 10 minutos ao nível de
temperatura máximo e rodar a
seguir para o nível de temperatura mínimo. O queimador
tem que arder com uma chama pequena mas estável.
Controlar e regular eventualmente o ajuste do ar conforme
a tabela abaixo indicada.
As chamas devem ser firmes,
mas não devem arder tão nitidamente como os queimadores da zona de
cozinhar.
Valores de referência para o ajuste do ar
Gás natural H, E, E+
Gás natural L, LL
Gás líquido 50 mbar
Gás líquido 30/ 37 mbar
3,0 mm
1,0 mm
2,5 mm
3,0 mm
GEH 6300.1
Ajuste por parte da fábrica / possibilidades de adaptação
Jogos de bicos para adaptação
Este aparelho pode ser adaptado a outros tipos de gás.
trabalhos de ajuste e adaptação apenas podem ser realizados por ins[ Os
taladores de gás autorizados, tendo em conta os regulamentos concernentes! Desconecte o aparelho da corrente eléctrica.
tipo de gás e a pressão da conexão têm que estar de acordo com os
[ Oajustes
de gás do aparelho indicados no mesmo. O ajuste de gás por
parte da fábrica está indicado na placa de indicação ou na placa do aparelho.
efectuadas posteriormente para outros tipos de gás têm que ser
[ Adaptações
indicadas de forma permanente na placa do aparelho situada no mesmo.
Tipo de gás, pressão
Conjuntos de
bicos
Gás
Gás
Gás
Gás
Gás
Gás
a pedido
nº de acess. 711
nº de acess. 712
nº de acess. 713
nº de acess. 714
a pedido
natural H, E, E+, G20 (20/25 mbar)
natural L, LL, G25 (20 mbar)
natural L, G25 (25 mbar)
líquido butano/propano, G 30 (50 mbar)
líquido butano/propano, G 30 (28-30/37 mbar)
líquido propano, G 31 (50 mbar)
[ Utilize apenas bicos adquiridos no Serviço de Assistência Técnica.
Tabela de bicos
Tipo de gás, pressão
Gás natural H, E, E+
G 20 (20/25 mbar)
Gás natural LL
G 25 (20 mbar)
Gás natural L
G 25 (25 mbar)
Gás líquido butano/propano
G 30 (50 mbar)
Gás líquido butano/propano
G 30 (28-30/37 mbar)
Gás líquido propano
G 31 (50 mbar)
Queimador forte
Bico
Bico de caudal
principal
mínimo
Queimador normal
Bico
Bico de caudal
principal
mínimo
Queimador de cozedura
Bico
Bico de caudal
principal
mínimo
Queimador do forno
Bico
Bico de caudal
principal
mínimo
125
56
93
45
72
41
150
72
145
62
117
50
79
47
165
82
118
57
104
47
78
43
155
80
75
33
60
27
47
24
82
47
83
39
70
31
53
28
92
52
79
34
67
29
51
26
89
48
Adaptar os queimadores das zonas de cozinhar
Ao efectuar a adaptação a outro tipo ou qualidade de gás, o bico principal e
os bicos de caudal mínimo têm de ser substituídos de acordo com o tipo de
adaptação.
Observar a tabela de bicos.
for necessário efectuar uma adaptação a outro tipo de gás que não
[ Se
o ajustado por parte da fábrica, a adaptação terá de ser efectuada antes
da montagem do aparelho. A ficha de rede não pode estar inserida.
Bicos principais
– A tampa do queimador e as coroas encaixáveis precisam de ser removidas.
– Encaixe a chave de caixa no bico e desaparafuse-o.
Bicos de caudal mínimo
– Desligar o aparelho da rede eléctrica
(retirar a ficha de rede ou desligar o
fusível).
– Retirar os manípulos das zonas de
cozinhar e desaparafusar a cobertura
dos selectores.
– Desapertar os bicos de caudal mínimo
com uma chave de parafusos e retirálos com um alicate.
– Inserir os bicos novos no orifício das torneiras do gás e apertar bem até ao
limite.
– Montar a cobertura dos selectores e voltar a encaixar os manípulos.
– Introduza o novo bico na chave de caixa e aparafuse-o até ao encosto.
GEH 6300.1
57
Adaptar o queimador do forno
Bico principal
Para a adaptação é necessário substituir os bicos dos queimadores.
– Desapertar a chapa de cobertura.
– Desapertar a seguir as corrediças de tiragem e o queimador do forno.
– Colocar as peças noutro sítio e desaparafusar o bico do queimador com
uma chave de caixa SW 14.
– Aparafusar um bico novo conforme a tabela de bicos.
– Colocar novamente o queimador e aparafusar bem.
– Ajustar o ajuste de ar conforme a tabela abaixo indicada.
– Aquecer o forno no mínimo durante 10 minutos ao nível de temperatura
máximo e rodar a seguir para o nível de temperatura mínimo. O queimador
tem que arder com uma chama pequena mas estável.
Caso necessário, regular posteriormente o ajuste do ar.
As chamas devem ser firmes, mas não devem arder tão nitidamente como
os queimadores da zona de cozinhar.
Valores de referência para o ajuste do ar
Gás natural H, E, E+
Gás natural L, LL
Gás líquido 50 mbar
Gás líquido 30/ 37 mbar
3,0 mm
1,0 mm
2,5 mm
3,0 mm
Bico de caudal mínimo
A adaptação é efectuada no termóstato do forno (regulador de temperatura do
forno). O modo de procedimento é o mesmo que se encontra descrito em
Adaptar os queimadores das zonas de cozinhar, parte «Bicos de caudal mínimo».
Verificar no final o processo de combustão.
58
GEH 6300.1
Dados técnicos
Tabela das pressões e dos tipos de gás permitidos
País
(abreviatura
conforme ISO)
Alemanha (DE)
Dinamarca (DK)
Finlândia (FI)
Suécia (SE)
Islândia (IS)
Noruega (NO)
Países Baixos (NL)
Gás natural Gás natural
H, E
LL
(G 20)
(G 25)
mbar
20
20
Gás natural
L
(G 25)
Par de pressão
Gás natural E+
(G 20/25)
Propano
(G 31)
Par de pressão
(Butano/propano)
(G 30/31)
Butano
(Butano/propano)
(G 30)
Categoria
mbar
mbar
mbar
mbar
mbar
50
28-30
mbar
II2ELL3B/P
II2H3B/P
mbar
20
25
50
II2L3P
28-30/37
II2L3B/P
II2E+3+
20
28-30/37
II2H3+
20
20
28-30/37
25
França (FR)
Bélgica (BE)
Grã Bretanha (GB)
Espanha (ES)
Itália (IT)
Portugal (PT)
Irlanda (IE)
Grécia (GR)
Áustria (AT)
Luxemburg (LU)
28-30
20/25
50
Tabela de cargas
Queimador
Rendimentos úteis de acordo com EN 437
Gás natural
20 mbar
25 mbar
Queimador de
cozedura
grande
pequeno
Queimador
grande
normal
pequeno
Queimador forte grande
pequeno
Queimador do
grande
forno
pequeno
Carga térmica nominal total
Carga conectada do aparelho
II2H3B/P
I2E, I3+
Carga
kW
1,1
0,3
1,9
0,38
2,8
0,56
4,0
1,0
Butano/propano
Carga
kW
1,1
0,3
1,9
0,38
2,8
0,56
4,0
1,0
Passagem
de gás g/h
79
22
137
27
202
40
288
72
= 11,7 kW
= 843 g/h
Tipo de gás
Gás natural H
(G 20)
Gás natural L
(G 25)
Butano (G 30)
Propano (G 31)
Rendimento útil Hs°C
MJ/m3
37,78
kWh/m3
10,5
32,49
9,03
MJ/kg
kWh/kg
49,47
50,37
13,75
14,00
Informe-se na empresa responsável pelo abastecimento de gás, situada no
local de instalação do aparelho, sobre o rendimento útil de funcionamento HSB.
O débito de gás é calculado da seguinte forma:
Débito de gás em l/min = carga kW x 1000
valor operacional kWh/m3 x 60
Valores de conexão eléctrica
Conexão
com a ficha de rede numa tomada de corrente.
Potência total
a 230 V: 2.5 kW,
a 235 V: 2.6 kW
Cargas conectadas
230 até 240 V, 50 Hz
Corrente do fusível
16 A
GEH 6300.1
59
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement