Insert Title Here

Insert Title Here

Este manual TEM de ser fornecido ao utilizador do produto.

ANTES de utilizar este produto, leia este manual e guarde-o para futuras consultas.

Invacare® Colibri™

PT Scooter

Manual de utilização

© 2014 Invacare® Corporation

Todos os direitos reservados. A republicação, duplicação ou modificação total ou parcial está interdita sem a autorização prévia por escrito da Invacare. As marcas comerciais são identificadas pelos símbolos

™ e ®. Todas as marcas comerciais são propriedade da ou estão licenciadas à Invacare Corporation ou

às suas subsidiárias, excepto quando apresentada informação em contrário.

Índice

1 Geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

5

1.1

Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

5

1.2

Símbolos utilizados neste manual de utilização . . . . . .

5

1.3

Classificação do tipo e utilização prevista . . . . . . . . . .

6

1.4

Garantia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

6

1.5

Vida útil. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

6

2 Segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

7

2.1

Instruções gerais de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . .

7

2.2

Instruções de segurança sobre conservação e manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

8

2.3

Instruções de segurança sobre a não influência dos campos electromagnéticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

8

2.4

Informação de segurança sobre o modo de condução e roda livre. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

9

2.5

Rótulos no produto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11

3 Componentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

3.1

As peças mais importantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

3.2

Disposição do painel de comandos . . . . . . . . . . . . . . 13

3.2.1

Indicador de estado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

3.2.2

Indicador de carga das baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

4 Configuração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15

4.1

Ajustar a largura do apoio de braços . . . . . . . . . . . . . 15

4.2

Ajustar o ângulo do apoio de braços . . . . . . . . . . . . . 15

4.3

Substituir as almofadas do apoio de braços . . . . . . . . 16

4.4

Desengatar o assento para o rodar ou remover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16

4.5

Regular a altura do assento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16

4.6

Ajustar o ângulo do guiador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17

5 Utilização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

5.1

Levantar-se e sentar-se. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

5.2

Antes da primeira utilização . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

5.3

Ultrapassar obstáculos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20

5.3.1

Altura máxima de obstáculos transponíveis . . . . . . . . 20

5.3.2

Instruções de segurança para a subida de obstáculos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20

5.3.3

Como transpor correctamente os obstáculos . . . . . . 20

5.4

Subir e descer declives . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20

5.5

Estacionar e parar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

5.6

Empurrar a Scooter . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

5.6.1

Desengatar os motores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

5.7

Conduzir a Scooter . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22

6 Sistema eléctrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23

6.1

Protecção da electrónica de condução . . . . . . . . . . . 23

6.1.1

O fusível principal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23

6.2

Baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23

6.2.1

Informações gerais sobre o carregamento . . . . . . . . . 23

6.2.2

Instruções gerais sobre o carregamento . . . . . . . . . . 23

6.2.3

Como carregar as baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24

6.2.4

Como desligar as baterias após o carregamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25

6.2.5

Armazenamento e manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . 25

6.2.6

Instruções sobre a utilização das baterias. . . . . . . . . . 25

6.2.7

Transporte das baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26

6.2.8

Instruções gerais sobre a manipulação das baterias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26

6.2.9

Como tratar correctamente baterias danificadas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27

6.3

Carregador de baterias 5 A . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27

6.3.1

Símbolos presentes no produto . . . . . . . . . . . . . . . . 27

6.3.2

Características . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27

6.3.3

Indicador LED . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28

6.3.4

Precaução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28

6.3.5

Instruções de funcionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28

6.3.6

Resolução de problemas. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28

6.3.7

Especificações técnicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29

7 Transporte . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31

7.1

Transporte - informações gerais . . . . . . . . . . . . . . . . 31

7.2

Desmontar a scooter para transporte . . . . . . . . . . . . 31

7.2.1

Remover/instalar a caixa da bateria . . . . . . . . . . . . . . 31

7.2.2

Remover a unidade de transmissão . . . . . . . . . . . . . . 32

7.3

Montar de novo a scooter . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

8 Manutenção. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

8.1

Manutenção – introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

8.2

Limpar o veículo eléctrico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

8.3

Lista de inspecção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34

9 Após a utilização. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36

9.1

Eliminação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36

10 Resolução de problemas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37

10.1

Diagnóstico e reparação de falhas . . . . . . . . . . . . . . . 37

10.1.1 Diagnóstico de erro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37

10.1.2 Códigos de erro e diagnóstico . . . . . . . . . . . . . . . . . 38

10.2

Reposição do disjuntor. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39

11 Características técnicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41

11.1

Dados técnicos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41

1 Geral

1.1

Introdução

Caro utilizador,

Obrigado por ter adquirido o nosso produto! Esperamos que fique satisfeito com a sua nova scooter.

Este manual contém dicas e informações importantes sobre:

Segurança

Funcionamento

Cuidados a ter e manutenção.

Não se esqueça de ler cuidadosamente o manual de utilizador antes de iniciar a sua primeira viagem.

Se o tamanho do tipo de letra na versão impressa do manual de utilizador dificultar a leitura, pode transferir uma versão em Pdf do manual no Website da Invacare. O manual em Pdf pode ser ajustado no ecrã para um tamanho do tipo de letra que lhe seja mais cómodo.

Este produto foi concebido para satisfazer as necessidades de diferentes tipos de utilizadores com requisitos variados.

Somente especialistas médicos com a capacidade adequada podem decidir se o modelo é apropriado para o utilizador.

A Invacare ou os respectivos representantes legais não aceitam qualquer responsabilidade nos casos em que o produto de mobilidade não tenha sido adaptado para ir ao encontro das incapacidades do utilizador.

O utilizador pode executar alguma da manutenção e configuração.

Porém, alguns dos ajustes exigem formação técnica e podem apenas ser executados pelo fornecedor especializado Invacare. Os danos e erros resultantes da falta de cumprimento das instruções do manual

1576521-A

Geral

de utilizador ou de uma manutenção incorrecta não estão incluídos nas garantias.

Este manual pode conter informação respeitante a modelos apenas vendidos em determinados países. Nesses casos a informação estará claramente assinalada como pertencendo a uma determinada versão específica de um país. A Invacare reserva-se o direito de efectuar quaisquer alterações alegando melhorias técnicas.

1.2

Símbolos utilizados neste manual de utilização

Neste manual de instruções, os avisos são assinalados por símbolos.

As informações são introduzidas por palavras-chave, que demonstram a dimensão do perigo.

ADVERTÊNCIA

Indica uma situação possível de perigo, que poderá levar a ferimentos graves ou à morte, caso não seja evitada.

ATENÇÃO

Indica uma situação possível de perigo, que poderá levar a ferimentos ligeiros ou mínimos, caso não seja evitada.

IMPORTANTE

Indica uma situação possível de perigo, que poderá levar a danos materiais, caso não seja evitada.

Destaca sugestões e recomendações, bem como informações para uma utilização eficiente e sem problemas.

5

Invacare® Colibri™

Este produto está em conformidade com a directiva

93/42/CEE do conselho relativa aos dispositivos médicos. A data de lançamento deste produto é indicada na declaração CE de conformidade.

Ferramentas necessárias:

Este símbolo caracteriza uma lista das diferentes ferramentas, componentes e meios que serão necessários para realizar determinados trabalhos.

Não tente realizar os trabalhos, caso não disponha das ferramentas indicadas.

1.3

Classificação do tipo e utilização prevista

Este veículo foi concebido para pessoas cuja capacidade de andar está limitada, mas que física e mentalmente, como também ao nível da vista, ainda têm a capacidade para operar um veículo eléctrico. Foi classificado de acordo com a norma E12184 como um produto de

mobilidade classe A. Isto significa que é um veículo compacto e manejável principalmente para a utilização interna e não forçosamente capaz de ultrapassar obstáculos exteriores.

Pode encontrar informação precisa sobre as velocidades, círculo de viragem, autonomia de deslocação, declive máximo de segurança, altura máxima do obstáculo e condições de operação permitidas no

capítulo 11 Características técnicas, página 41.

Tenha também em atenção todas as informações de segurança no

capítulo 2 Segurança, página 7 .

O veículo foi testado com êxito de acordo com as normas alemãs e internacionais relativamente à sua segurança. Satisfaz os requisitos de acordo com as normas RSP 2011/65/UE, REACH 1907/2006/CE e DIN EN 12184, incluindo a EN 1021-1/-2. Também foi testada com êxito de acordo com a norma EN60529 IPX4 no que toca

6

à resistência aos salpicos de água e, portanto, está adequada a condições climatéricas, como as que se verificam normalmente na

Europa.

1.4

Garantia

As condições da garantia fazem parte integrante das respectivas

Condições Gerais de Venda em vigor no país de utilização do produto.

1.5

Vida útil

A nossa empresa estima uma vida útil de cinco anos para este produto, desde que o mesmo seja utilizado no âmbito da utilização normal e sejam cumpridos todos os requisitos de manutenção e de assistência. Esta vida útil pode ser superior caso o produto seja conduzido, manuseado e feita a sua manutenção com cuidado, e caso, após o aperfeiçoamento da ciência e tecnologia, não se verifiquem quaisquer limitações técnicas. No entanto, a vida útil também poderá ser consideravelmente reduzida em consequência da utilização extrema e indevida. A determinação da vida útil pela nossa empresa não representa qualquer garantia adicional.

1576521-A

2 Segurança

2.1

Instruções gerais de segurança

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão caso esta scooter seja utilizada para qualquer outro fim para além do descrito neste manual!

– Siga estritamente as instruções presentes neste manual de utilização.

Risco de lesão caso conduza a scooter sob a influência de medicamentos ou álcool!

– Nunca conduza nenhum veículo sob a influência de medicação ou álcool.

Risco de danos ou lesões se a scooter for acidentalmente accionada!

– Antes de se sentar, levantar ou manusear objectos estranhos, desligue o sistema de alimentação.

– Tenha em atenção que os amortecedores são automaticamente desactivados quando os motores estão desengatados. Por este motivo, a operação de roda livre é apenas recomendada em superfícies planas e nunca em declives. Nunca deixe o seu veículo num declive com os motores desengatados. Volte sempre a engatar os motores imediatamente depois de empurrar o veículo.

1576521-A

Segurança

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão caso a alimentação seja desligada enquanto o veículo está em movimento, devido a uma paragem abrupta e violenta!

– Se tiver de travar em caso de emergência, basta libertar a manete de potência e deixar que a scooter pare por completo.

– Caso seja necessário, puxe o travão de mão até a scooter parar.

– Apenas desligue o veículo em movimento em último caso.

Risco de lesão caso a scooter seja transportada noutro veículo com o ocupante sentado na mesma!

– Nunca transporte a scooter com o ocupante sentado na mesma.

Risco de lesão se cair da scooter!

– Se tiverem sido instalados sistemas de retenção

(p. ex., cintos de segurança), utilize-os sempre que conduzir a scooter.

A ligação de dispositivos eléctricos acarreta risco de incêndio ou avaria!

– Não ligue dispositivos eléctricos ao veículo caso não estejam expressamente certificados pela Invacare para esse fim. Todas as instalações eléctricas devem ser executadas pelo fornecedor autorizado da Invacare.

7

Invacare® Colibri™

ATENÇÃO!

Risco de lesão caso a carga máxima autorizada seja excedida!

– Não exceda a carga máxima autorizada (consultar 11

Características técnicas, página 41).

Risco de lesão ao levantar componentes pesados!

– Ao executar a manutenção, reparação ou ao levantar qualquer parte da scooter, tenha em consideração o peso dos componentes individuais, em particular das baterias! Certifique-se de que adopta sempre a postura correcta ao levantar pesos e peça ajuda, caso seja necessário.

Risco de lesão induzido por peças em movimento!

– Certifique-se de que não incorre em lesões devido a peças em movimento da scooter, como as rodas ou o elevador de assento (se instalado), em particular perto de crianças.

O contacto com as superfícies quentes acarreta um risco de lesão!

– Não deixe o dispositivo de mobilidade sob a luz solar directa durante períodos prolongados. As peças e superfícies de metal, como o assento e os apoios de braços, podem ficar muito quentes.

Risco de falha técnica e lesão se forem utilizadas peças sobressalentes não autorizadas!

– Utilize apenas peças sobressalentes originais Invacare aprovadas para utilização com este veículo.

8

2.2

Instruções de segurança sobre conservação e manutenção

ATENÇÃO!

A manutenção insuficiente pode causar acidentes e levar à anulação da garantia

– Por razões de segurança e para evitar acidentes causados por desgastes reconhecidos demasiadamente tarde é muito importante realizar uma inspecção anual do veículo eléctrico utilizado sob condições normais

(veja plano de inspecção nas instruções da assistência técnica).

– Sob condições de uso especialmente exigentes, ex. ao andar diariamente em subidas/descidas ou no uso do veículo em hospitais ou outras entidades com uma mudança frequente da pessoa que usa o veículo é

útil efectuar adicionalmente controlos intermediários dos travões, das peças adicionais e do mecanismo do motor.

2.3

Instruções de segurança sobre a não influência dos campos electromagnéticos

A não influência dos campos electromagnéticos neste veículo foi testada com êxito em conformidade com normas internacionais.

Porém, campos electromagnéticos, como aqueles gerados por emissores de rádio e televisão, aparelhos de rádio e telemóveis, podem possivelmente influenciar o funcionamento do veículo.

A electrónica usada nos nossos veículos pode causar também interferências electromagnéticas fracas que estão dentro dos limites permitidos pela Lei. Por isso, observe por favor as seguintes instruções:

1576521-A

1576521-A

ADVERTÊNCIA!

Risco de falhas de funcionamento devido a irradiação electromagnética

– Não usar emissores ou aparelhos de comunicação portáteis (aparelhos de rádio ou telemóveis) ou não os ligar enquanto o veículo estiver ligado.

– Evitar aproximar-se de emissores de rádio ou televisão potentes.

– Caso o veículo comece a andar involuntariamente ou caso os travões não se accionem, desligar o veículo.

– A colocação no veículo de opções de regulação eléctrica e outros componentes ou a modificação do veículo podem torná-lo mais sensível a irradiação electromagnética. Não há nenhum método realmente seguro para determinar as consequências desta modificação para a segurança.

– Relatar a ocorrência de movimentos não desejados do veículo ou o não accionamento dos travões eléctricos à Invacare.

Segurança

2.4

Informação de segurança sobre o modo de condução e roda livre

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão se o veículo cair

– Apenas tente subir declives até ao declive máximo com resistência à inclinação e apenas com o encosto numa posição vertical e o elevador de assento na posição mais baixa (se instalado).

– Desça superfícies inclinadas apenas a 2/3 da velocidade máxima. Evite travar ou acelerar repentinamente em declives.

– Se for possível, evite guiar em superfícies escorregadias

(como neve, cascalho, gelo, etc.) onde há o risco de perder o controlo do veículo, em especial num declive. Se for inevitável, conduza devagar e com o máximo de cuidado.

– Nunca procure ultrapassar um obstáculo ao subir ou descer declives.

– Nunca tente subir nem descer escadas.

– Enfrente os obstáculos sempre de frente. Certifique-se de que as rodas da frente e de trás passam o obstáculo de uma só vez; não pare a meio do obstáculo. Não

exceda a altura máxima de obstáculo (consultar 11

Características técnicas, página 41).

– Evite mudar o centro da gravidade, bem como alterações repentinas de direcção quando o veículo está a andar.

9

Invacare® Colibri™

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão se o veículo cair (continuação)

– Nunca utilize o veículo para transportar mais do que uma pessoa.

– Não exceda a carga máxima autorizada.

– Ao carregar o veículo, distribua sempre o peso de forma uniforme. Tente sempre manter o centro da gravidade do veículo no centro e o mais próximo possível do chão.

– Tome nota que o veículo irá travar ou acelerar se mudar a velocidade de condução enquanto em andamento.

Risco de lesão se chocar contra um obstáculo ao conduzir em passagens estreitas, como entradas ou portas

– Passe por passagens estreitas à velocidade mais baixa e com todo o cuidado.

ADVERTÊNCIA!

O centro de gravidade da scooter é mais elevado do que o de uma cadeira de rodas eléctrica.

Existe um maior risco de basculamento ao fazer curvas.

– Reduza a velocidade antes de fazer curvas! Acelere apenas quando estiver a sair da curva.

ADVERTÊNCIA!

Risco de basculamento

Os dispositivos anti-queda (estabilizadores) só são eficazes em piso plano. Em piso mole, como a relva, neve ou lama, afundam, se o dispositivo de mobilidade parar.

Perdem o efeito e o dispositivo de mobilidade pode cair.

– Conduza sempre com cuidado extremo em piso mole, em especial a subir ou descer declives. Tenha atenção especial à estabilidade de basculamento do dispositivo móvel.

– Lembre-se que o dispositivo de mobilidade, como um produto de classe A, foi principalmente concebido para utilização interna e não é forçosamente capaz de ultrapassar obstáculos exteriores.

10 1576521-A

A

B

C

1576521-A

2.5

Rótulos no produto

Puxe o fecho da caixa da bateria para a frente para desengatar a caixa da bateria para remoção

Info rápida sobre como desmontar a scooter. Leia o manual de utilizador para obter mais informações.

Rótulo de advertência sobre tensão

Rótulo da bateria sob a tampa

D

E

F

Segurança

Possível ponto de pressão na coluna do assento quando a caixa da bateria é removida

Rótulo do representante europeu na coluna do assento

Este produto foi fornecido por um fabricante responsável ecologicamente. Este produto pode conter substâncias passíveis de danificar o ambiente se for eliminado em locais (aterros) que não estão em conformidade com a legislação.

O símbolo "caixote do lixo barrado com uma cruz" consta neste produto para encorajar a reciclagem quando possível.

Seja amigo do ambiente e recicle este produto no fim da respectiva vida útil através das instalações de reciclagem existentes.

11

Invacare® Colibri™

G

H

I

Rótulo de advertência sobre a unidade de transmissão

Rótulo da alavanca de desengate indicando a posição

"Empurrar" e “Condução” da alavanca

Autocolante da placa de características na coluna do assento com os seguintes símbolos:

Data de fabrico

Este produto está em conformidade com a directiva

93/42/CEE do conselho relativa aos dispositivos médicos. A data de lançamento deste produto é indicada na declaração CE de conformidade.

O produto precisa de estar preso nos pontos de ancoragem indicados com um sistema de fixação durante o transporte.

J

12

Este produto não pode ser utilizado como um assento de veículo.

Ver acima

Este símbolo indica a largura máxima de ajuste do apoio de braços. Puxar mais para fora o apoio de braços pode fazer com que caia da sua fixação.

1576521-A

3 Componentes

3.1

As peças mais importantes

3.2

Disposição do painel de comandos

Componentes

A Painel de comandos

B

Alavanca para regulação da inclinação da coluna de direcção.

C Alavanca de desbloqueio para rodar e remover o assento (à frente, sob o assento)

D

Alavanca de desengate

1576521-A

A Indicador de carga da bateria

B

Regulador de velocidade

C Alavanca de condução

D

Interruptor de chave (LIGAR/DESLIGAR)

E Buzina

F

Indicador de estado / díodo LIGAR/DESLIGAR

3.2.1

Indicador de estado

NOTA

– O díodo LIGAR/DESLIGAR é utilizado como indicador predefinido (indicador de estado). Fica intermitente caso haja um problema com a scooter. O número de sinais luminosos indica o tipo de erro. Consulte o

10.1.2 Códigos de erro e diagnóstico, página 38.

13

Invacare® Colibri™

3.2.2

Indicador de carga das baterias

Todos os díodos estão acesos: Autonomia máxima

Apenas os díodos vermelhos e amarelos estão acesos:

Autonomia limitada. Voltar a carregar as baterias após terminada a deslocação.

Apenas os díodos vermelhos estão acesos/piscam, a electrónica emite 3x um sinal sonoro (bip): Reserva da bateria = autonomia muito reduzida. Carregar de imediato as baterias!

NOTA

– Protecção de descarga: Após um determinado período de marcha com a reserva da bateria, a electrónica desliga automaticamente o mecanismo de accionamento, obrigando a Scooter a parar. Se a

Scooter não for utilizada durante algum tempo, as baterias "recuperam" um pouco de carga, permitindo uma deslocação curta. Contudo, após um período muito curto de marcha voltam acender-se apenas os díodos vermelhos e a electrónica emite novamente três sinais sonoros. Este procedimento conduz à danificação das baterias, devendo pois ser evitado!

14 1576521-A

4 Configuração

4.1

Ajustar a largura do apoio de braços

ADVERTÊNCIA!

Risco grave de lesão caso um dos apoios de braços caia da calha porque foi ajustado para uma largura que excede o valor autorizado

– O ajuste da largura tem pequenos autocolantes com marcações e a palavra "STOP". Os apoios de braços nunca devem ser puxados para fora para além do ponto no qual a palavra "STOP" é completamente legível.

– Aperte sempre os parafusos de fixação devidamente após a conclusão dos ajustes.

Configuração

1.

Vire os manípulos para soltar a fixação do apoio de braços.

2.

Ajuste os apoios de braços na largura necessária.

3.

Volte a apertar os manípulos.

4.2

Ajustar o ângulo do apoio de braços

ATENÇÃO!

O ponto de pressão pode ser atingido quando se ajusta o ângulo do braço

– Tenha cuidado com os seus dedos.

1.

Eleve o apoio de braços

2.

Desaperte a contra-porca A.

3.

Ajuste o parafuso de cabeça cilíndrica B para cima ou para baixo, de acordo com a posição de ângulo de braço desejada.

4.

Aperte a contra-porca.

5.

Para determinar o mesmo ângulo para o apoio de braços oposto, conte os fios expostos depois de a contra-porca ter sido apertada.

6.

Repita os PASSOS 1-4, se necessário, para o apoio de braços oposto.

Os manípulos para libertar os apoios de braços estão localizados por debaixo do assento A.

1576521-A 15

Invacare® Colibri™

4.3

Substituir as almofadas do apoio de braços

1.

Remova os dois parafusos de montagem A que fixam a almofada do apoio de braços B ao braço C.

2.

Remova a almofada de apoio de braços antiga.

3.

Instale a nova almofada de apoio de braços e aperte de forma segura com os parafusos de montagem existentes.

4.

Se necessário, repita os PASSOS 1-3 para substituir a outra almofada do apoio de braços.

4.4

Desengatar o assento para o rodar ou remover

O assento pode ser virado para um lado para facilitar a entrada e saída da scooter. O assento também é mais facilmente removido a partir desta posição.

16

A alavanca do assento A está localizada por debaixo do assento na frente.

Rodar o assento

1.

Puxe a alavanca no sentido ascendente para desengatar o assento.

2.

Vire o assento para o lado.

Remover o assento

1.

Puxe a alavanca no sentido ascendente para desengatar o assento.

2.

Segure o assento firmemente pelo apoio de braços e pela frente e remova-o no sentido ascendente.

Instalar o assento

1.

Baixe a unidade do assento para a coluna do assento.

2.

Deixe o assento cair para a posição bloqueada.

3.

Eleve a unidade do assento para garantir que o assento está fixo.

4.5

Regular a altura do assento

A altura do assento pode ser regulada para 390, 410, ou 430 mm.

1576521-A

Ferramentas necessárias:

2 chaves de boca de 17 mm

1.

Remover o assento.

2.

3.

Com o auxílio de duas chaves de boca, remover o parafuso de retenção da coluna do assento A.

Configuração

4.6

Ajustar o ângulo do guiador

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão se o guiador não estiver fixo

– Certifique-se de que o guiador está devidamente ajustado antes de conduzir a scooter.

– Após os ajustes do ângulo do guiador e antes da utilização, certifique-se de que o guiador está devidamente fixo. Caso contrário, pode cair da scooter causando lesão ao utilizador e/ou danos

à scooter. Com cuidado, empurre/puxe contra o guiador para se certificar que está engatado correctamente na placa de ajuste.

O guiador bloqueia numa das três posições. O guiador pode também ser dobrado para transporte e armazenamento.

Ajustar o ângulo do guiador

Ajustar a altura do assento.

4.

Voltar a colocar o parafuso e apertar.

1576521-A

1.

Rode ou puxe para fora a alavanca de ajuste do guiador A até o pino desengatar do orifício de montagem.

2.

Mova o guiador para a posição pretendida.

3.

Liberte ou rode a alavanca de ajuste do guiador para bloquear o pino no orifício de montagem pretendido B.

4.

Com cuidado, empurre/puxe contra o guiador para se certificar que o guiador está devidamente bloqueado.

Dobrar o guiador

17

Invacare® Colibri™

1.

Rode ou puxe para fora a alavanca de ajuste do guiador A até o pino desengatar do orifício de montagem.

2.

Dobre o guiador.

3.

Liberte ou rode a alavanca de ajuste do guiador para bloquear o pino acima da base do mesmo B.

4.

Com cuidado, empurre/puxe contra o guiador para se certificar que o guiador está devidamente bloqueado.

Pode agora usar o guiador como uma pega de transporte da unidade frontal do chassis:

18 1576521-A

Utilização

5 Utilização

5.1

Levantar-se e sentar-se

1.

Eleve a alavanca de detenção A para cima.

Os apoios de braços podem ser virados para cima para facilitar a entrada e saída.

O assento também pode ser rodado para facilitar a entrada e saída.

1576521-A

2.

Vire o assento para o lado.

Informação sobre a viragem do assento

– A detenção automaticamente engata de novo na oitava volta.

5.2

Antes da primeira utilização

Antes da primeira utilização, deve familiarizar-se com a manipulação do veículo e com todos os elementos de funcionamento. Teste com calma todas as funções.

19

Invacare® Colibri™

NOTA

– Se existir um cinto de segurança, regule-o e utilize-o adequadamente antes de cada viagem.

Sentar-se confortavelmente = andar com segurança

Antes de qualquer utilização certifique-se de que:

• todos os elementos de funcionamento são de fácil acesso;

• as baterias estão suficientemente carregadas para a distância a percorrer;

• cinto de segurança (caso exista) está em boas condições.

• regular o espelho retrovisor (caso exista), para que possa ver sempre a sua retaguarda sem que tenha de se inclinar para a frente ou, de outra forma, alterar a sua posição.

5.3

Ultrapassar obstáculos

5.3.1

Altura máxima de obstáculos transponíveis

No capítulo 11 Características técnicas, página 41, podem ser

consultadas informações sobre a altura máxima de obstáculos transponíveis.

5.3.2

Instruções de segurança para a subida de obstáculos

ADVERTÊNCIA!

Risco de cair

– Nunca se aproxime dos obstáculos na diagonal.

– Antes de ultrapassar obstáculos, endireite as costas da cadeira.

5.3.3

Como transpor correctamente os obstáculos

Verdadeiro

Falso

Subida

1.

Aproximar-se do obstáculo ou do passeio lentamente num

ângulo de 90°. Aumentar a velocidade e travar só depois das rodas traseiras terem passado o obstáculo.

Descida

1.

Aproximar-se do obstáculo ou do passeio lentamente num

ângulo de 90°. Antes do contacto das rodas dianteiras com o obstáculo, reduzir a velocidade e travar só depois das rodas traseiras terem passado o obstáculo.

5.4

Subir e descer declives

Para obter mais informações quando ao declive máximo de segurança,

consulte 11 Características técnicas, página 41.

20 1576521-A

ADVERTÊNCIA!

Risco de basculamento

– Desça superfícies inclinadas apenas a 2/3 da velocidade máxima.

– Se a scooter incluir um apoio de braços ajustável, coloque sempre o apoio de braços do assento na posição vertical antes de subir declives.

Recomendamos que incline ligeiramente o apoio de braços para trás antes de descer declives.

– Nunca tente subir ou descer um decline em superfícies escorregadias ou onde existir um perigo de derrapagem (como num pavimento molhado, com gelo, etc.).

– Evite tentar sair da scooter num terreno inclinado ou num declive.

– Conduza sempre a direito ao longo da estrada ou caminho em vez de fazer ziguezagues.

– Nunca tente virar ao contrário num declive ou inclinação.

5.5

Estacionar e parar

Se estacionar o veículo ou o deixar parado ou sem supervisão durante um período de tempo maior:

1.

Desligue a alimentação (comutador de chave) e retire a chave.

5.6

Empurrar a Scooter

Os motores da Scooter possuem travões automáticos que evitam que a Scooter continue a andar sem controlo depois de desligar a alimentação eléctrica. Ao empurrar a Scooter, os travões magnéticos devem ser suspensos.

1576521-A

Utilização

5.6.1

Desengatar os motores

ATENÇÃO!

Risco do veículo andar sozinho

– Quando os motores estão desengatados (para empurrar em roda livre), os travões do motor electromagnético estão desactivados. Com o veículo estacionado, as alavancas para engatar e desengatar os motores devem, sem falta, estar bloqueadas firmemente na posição "DRIVE" (travões do motor electromagnético activados).

A alavanca para engatar e desengatar o motor está localizada do lado direito na traseira.

Desengatar a unidade

1.

Desligue a scooter (comutador de chave).

2.

Puxe a alavanca de desengate A para cima.

A unidade está agora desengatada.

Engatar a unidade

1.

Empurre a alavanca de desengate A para baixo.

A unidade está agora engatada.

21

Invacare® Colibri™

5.7

Conduzir a Scooter

ADVERTÊNCIA!

O movimento não premeditado do veículo constitui um factor de risco

Não é possível activar o travão electromagnético do veículo se o joystick não estiver completamente na posição média. Isto pode levar ao movimento acidental do veículo.

– Se houver intenção de deixar o veículo parado, certifique-se de que o joystick está na posição média.

1.

Ligar a alimentação de corrente (interruptor de chave).

Os indicadores existentes no painel de comando acendem-se. A

Scooter encontra-se pronta para a condução.

NOTA

– Se após ligada, a Scooter não se encontrar pronta a funcionar, verificar o indicador de estado (consultar

3.2.1 Indicador de estado, página 13 e capítulo 10.1

Diagnóstico e reparação de falhas, página 37).

2.

Regular a velocidade de marcha pretendida, utilizando o regulador de velocidade.

3.

Puxar cuidadosamente a alavanca de condução do lado direito, para conduzir para a frente.

4.

Puxar cuidadosamente a alavanca de condução do lado esquerdo, para conduzir para trás.

NOTA

– O comando está programado de fábrica com valores standard. Um distribuidor Invacare poderá efectuar uma programação individual, adaptada às suas necessidades.

22

ADVERTÊNCIA!

Qualquer alteração do programa de condução poderá afectar o comportamento de condução e a estabilidade do veículo eléctrico.

– Quaisquer alterações no programa de condução apenas poderão ser realizadas por distribuidores especializados da Invacare.

– A Invacare fornece todos os produtos de mobilidade com um programa standard de fábrica. A garantia de um comportamento de condução seguro do veículo eléctrico - em particular a estabilidade de inclinação

- oferecida pela Invacare é válida apenas para este programa de condução standard.

NOTA

– Para poder travar rapidamente basta soltar a manete.

Esta volta automaticamente à posição do meio. A

Scooter trava.

1576521-A

6 Sistema eléctrico

6.1

Protecção da electrónica de condução

A electrónica de condução do veículo está equipada com uma protecção contra sobrecargas.

No caso de uma carga alta para o accionamento durante um maior período de tempo (ex. em subidas íngremes) e sobretudo na presença de uma temperatura externa alta, a electrónica pode-se ressentir, aquecendo em demasia. Neste caso, a potência do veículo

é reduzida gradualmente até que o veículo pare. A indicação de falha

mostra o respectivo código ao piscar (consultar 10.1.2 Códigos de erro e diagnóstico, página 38). Desligando e ligando a electrónica

do veículo, a mensagem de erro pode ser apagada e a electrónica pode ser ligada novamente. Porém, a electrónica precisa de arrefecer durante cerca de cinco minutos até que o accionamento possa trabalhar novamente com plena potência.

Caso o accionamento dos motores esteja diante de um obstáculo que não pode ser ultrapassado, como por exemplo um degrau demasiadamente alto, e caso o condutor tente ultrapassar este obstáculo, deixando o accionamento trabalhar durante mais de 20 segundos contra esta resistência, a electrónica desliga o accionamento para evitar que o veículo seja danificado. A indicação de falha mostra

o respectivo código ao piscar (consultar 10.1.2 Códigos de erro e diagnóstico, página 38). Desligando e ligando o painel de operação,

a mensagem de erro pode ser apagada e a electrónica pode ser ligada novamente.

6.1.1

O fusível principal

Dois fusíveis principais protegem o sistema eléctrico completo contra o sobrecarregamento. Os fusíveis principais estão montados nos cabos positivos da bateria.

1576521-A

Sistema eléctrico

NOTA

– Um fusível principal defeituoso pode ser substituído apenas após a verificação de todo o sistema eléctrico.

A substituição tem de ser realizada pelo técnico da

Invacare. O tipo de segurança pode ser consultado no

capitulo 11 Características técnicas, página 41.

6.2

Baterias

A alimentação de corrente do veículo é realizada por duas baterias de 12 V. As baterias não necessitam de manutenção e têm de ser unicamente carregadas em intervalos regulares.

No documento que se segue, encontra informações sobre como carregar, manipular, transportar, armazenar, conservar e utilizar as baterias.

6.2.1

Informações gerais sobre o carregamento

Baterias novas devem ser sempre carregadas por completo antes da primeira utilização. As baterias novas atingem o seu rendimento total depois de terem percorrido cerca de 10 - 20 ciclos de carga (período de “aquecimento”). Este período de “aquecimento” é necessário para activar completamente a bateria, condição indispensável para um máximo desempenho e longevidade. Assim, o alcance e o tempo de autonomia do seu dispositivo de mobilidade poderão aumentar após a utilização inicial.

Ao contrário das baterias NiCd, as baterias de ácido de chumbo de gel/AGM não têm um efeito de memória.

6.2.2

Instruções gerais sobre o carregamento

Siga as instruções enunciadas abaixo para assegurar uma utilização segura e a longevidade das baterias:

Carregue durante 18 horas antes da primeira utilização.

23

Invacare® Colibri™

Recomendamos que as baterias sejam carregadas diariamente depois de cada descarga, incluindo as descargas parciais, bem como todas as noites. Dependendo do estado de descarregamento das baterias, pode demorar até 12 horas para que as baterias fiquem novamente carregadas.

Quando o indicador de bateria chegar ao nível vermelho do LED, carregue as baterias no mínimo durante 16 horas, desconsiderando a indicação de carga completa do visor!

Tente providenciar um carregamento de 24 horas uma vez por semana para assegurar que ambas as baterias estão completamente carregadas.

Não efectue o ciclo das baterias com um estado de carregamento baixo sem as recarregar regularmente até ao fim.

Não carregue as baterias sob temperaturas extremas. As temperaturas altas, acima dos 30 °C, não são recomendadas para o carregamento, assim como as temperaturas inferiores a 10 °C.

Por favor, usar exclusivamente carregadores da classe 2. Estes carregadores podem ser deixados sem supervisão durante o carregamento. Todos os carregadores fornecidos em conjunto pela Invacare fazem parte desta classe.

Não é possível sobrecarregar as baterias com o carregador fornecido com o veículo, nem com um carregador aprovado pela Invacare.

Proteger o seu carregador de baterias contra fontes de calor como a luz directa do sol. Caso o carregador esteja muito quente, a corrente de carregamento é reduzida e o processo de carregamento é atrasado.

6.2.3

Como carregar as baterias

1.

Certifique-se de que lê e compreende o manual do utilizador do carregador da bateria, se fornecido, bem como as notas de segurança nos painéis frontais e traseiros do carregador.

24

ADVERTÊNCIA!

Se for utilizado um carregador de bateria incorrecto, há um risco de explosão e destruição das baterias.

– Utilize apenas o carregador da bateria fornecido com o veículo, ou um carregador aprovado pela Invacare.

– Nunca carregue as baterias 12 Ah com um carregador de bateria 5 A. Utilize sempre um carregador de bateria 2 A.

Risco de choque eléctrico e danos ao carregador de bateria se se molhar

– Proteja o carregador da bateria da água.

– Carregue sempre num ambiente seco.

Risco de curto circuito e choque eléctrico se o carregador da bateria tiver sido danificado

– Não utilize o carregador da bateria se tiver caído ou estiver danificado.

Risco de choque eléctrico e danos às baterias

– NUNCA tente recarregar as baterias colocando os cabos directamente nos terminais de bateria.

A utilização de um cabo de extensão danificado pode resultar em risco de incêndio e choque eléctrico

– Utilize um cabo de extensão somente quando for absolutamente necessário. Se precisar de utilizar um cabo, deve certificar-se de que está em boas condições.

1576521-A

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesão se utilizar a cadeira de rodas durante o carregamento

– NÃO tente recarregar as baterias e controlar o funcionamento da cadeira de rodas ao mesmo tempo.

– NÃO se sente na cadeira de rodas enquanto decorrer o carregamento das baterias.

A tomada de carregamento está localizada por debaixo do assento.

1.

Desligue a scooter.

2.

Dobre a cobertura de protecção da tomada de carregamento.

3.

Ligue o carregador da bateria à scooter.

4.

Ligue o carregador da bateria à alimentação eléctrica.

6.2.4

Como desligar as baterias após o carregamento

1.

Desligue o carregador de baterias da alimentação de rede.

2.

Desligue o carregador de baterias da scooter.

3.

Feche a cobertura de protecção da tomada de carregamento.

6.2.5

Armazenamento e manutenção

Siga as instruções enunciadas abaixo para assegurar uma utilização segura e a longevidade das baterias:

Armazene sempre as baterias completamente carregadas.

Não deixe as baterias ficarem num estado de carga baixa durante um período de tempo prolongado. Carregue uma bateria descarregada o mais rapidamente possível.

Se o dispositivo de mobilidade não for utilizado durante um maior período de tempo (ou seja, mais de duas semanas), as baterias devem ser carregadas pelo menos uma vez por mês, para conservar uma carga completa e ter as baterias sempre carregadas e prontas a serem usadas.

1576521-A

Sistema eléctrico

Evite temperaturas extremamente altas ou baixas durante o armazenamento. Recomendamos que as baterias sejam armazenadas a uma temperatura de 15 °C.

As baterias de gel e AGM não exigem manutenção. Todos os problemas de desempenho devem ser resolvidos por um técnico de dispositivos de mobilidade com a formação adequada.

6.2.6

Instruções sobre a utilização das baterias

ATENÇÃO!

Risco de danificar as baterias

– Evite descargas muito intensas e nunca esvazie as baterias completamente.

Observe o indicador de carga! Carregar as baterias em todo caso quando a indicação de carga indicar uma capacidade insuficiente das baterias.

A rapidez com que as baterias descarregam depende de muitos factores, tais como temperatura ambiente, natureza da superfície da estrada, pressão dos pneus, peso do condutor, modo de condução e utilização da iluminação etc.

Tente carregar as baterias sempre antes de chegar ao nível vermelho do LED.

Os últimos 2 LED (um vermelhos e um cor-de-laranja) indicam uma capacidade remanescente de cerca de 20 – 30 %.

A condução com um LED vermelho intermitente representa uma pressão extrema para a bateria e deve ser evitada em circunstâncias normais.

25

Invacare® Colibri™

Quando estiver a piscar apenas um LED vermelho, a função de Bateria Segura está activada. A partir deste momento, a velocidade e a aceleração diminuem drasticamente. Poderá afastar-se de uma situação perigosa, movendo o dispositivo lentamente, antes de o circuito electrónico ficar completamente desactivado. Esta situação implica uma descarga intensa e deve ser evitada.

Tenha em atenção que a temperaturas inferiores a 20 °C a capacidade nominal da bateria começa a diminuir. Por exemplo, a -10 °C a capacidade é reduzida para cerca de 50 % da capacidade nominal da bateria.

Para evitar danos na bateria, nunca permitir que sejam totalmente descarregadas. Não andar com baterias quase totalmente descarregadas, caso seja inevitável, sendo que isto sobrecarrega as baterias e reduz a sua vida útil drasticamente.

Quanto mais cedo recarregar as baterias, maior será a sua duração.

A intensidade da descarga afecta o ciclo de vida. Quanto maior for o trabalho exigido de uma bateria, menor é a sua esperança de vida.

Exemplos:

– Uma descarga intensa acarreta a mesma pressão que 6 ciclos normais (com as luzes verde e cor-de-laranja desligadas).

– A vida da bateria corresponde a cerca de 300 ciclos com uma descarga de 80% (ou seja, com os primeiros 3 LED desligados), ou cerca de 3000 ciclos com uma descarga de 10 %.

Num funcionamento normal, uma vez por mês deve descarregar-se a bateria até que todos os LED verdes e cor-de-laranja estejam desligados. Este procedimento deve ser realizado num dia. Posteriormente, é necessário realizar um carregamento de 16 horas para reacondicionamento.

6.2.7

Transporte das baterias

As baterias fornecidas juntamente com um veículo eléctrico não são consideradas perigosas. Esta classificação refere-se a diversos regulamentos internacionais relativos a mercadorias perigosas, como p.ex. DOT, ICAO, IATA e IMDG. As baterias podem ser transportadas sem restrições, independentemente de ser por via rodoviária, ferroviária ou aérea. As associações de transportes elaboraram, no entanto, algumas orientações que limitam ou proíbem, eventualmente, um transporte. Por favor informe-se, consoante o caso específico, junto das respectivas associações de transportes.

6.2.8

Instruções gerais sobre a manipulação das baterias

Nunca misture e faça coincidir fabricantes e tecnologias de bateria diferentes, nem utilize baterias que não têm códigos de data semelhantes.

Nunca misture baterias de gel com baterias AGM.

Solicite sempre a instalação das baterias a um técnico de dispositivos de mobilidade com formação adequada. Os técnicos dispõem das ferramentas e da formação necessárias à realização segura e correcta do trabalho.

26 1576521-A

6.2.9

Como tratar correctamente baterias danificadas

ATENÇÃO!

Há risco de ferimentos cáusticos por causa do ácido das baterias, caso as mesmas sejam danificadas

– Tirar roupa suja e encharcada imediatamente.

Depois de contacto com a pele:

– Caso haja contacto com a pele, lavar imediatamente com muita água.

Depois de contacto com os olhos:

– Lavar imediatamente durante alguns minutos sob água corrente; contactar um médico.

Ao lidar com baterias danificadas, usar roupa de protecção adequada;

• logo depois de desinstalá-las, colocar baterias danificadas num recipiente adequado resistente a ácido;

• transportar as baterias danificadas só em recipientes adequados resistentes a ácido;

• limpar todos os objectos que entraram em contacto com o

ácido com bastante água.

Eliminar baterias usadas ou danificadas correctamente

Baterias usadas ou danificadas podem ser devolvidas ao seu revendedor ou à empresa Invacare.

Sistema eléctrico

6.3

Carregador de baterias 5 A

6.3.1

Símbolos presentes no produto

Este produto está em conformidade com a Directiva 93/42/CEE sobre dispositivos médicos. A data de lançamento deste produto

é indicada na declaração de conformidade CE.

Marca C-Tick (CEM australiano)

Este produto está em conformidade com os requisitos de segurança alemães e, se disponíveis, europeus.

Classe de isolamento: Classe II

6.3.2

Características

1.

Tomada de alimentação

2.

Ficha para carregamento de baterias

3.

Indicador LED ENERGIA

4.

Indicador LED A CARREGAR

1576521-A 27

Invacare® Colibri™

6.3.3

Indicador LED

Verde intermitente

Laranja intermitente

A aguardar a ligação à bateria

Pré-carregamento

Laranja Carregamento

Verde e Laranja intermitentes Carregado a 85 %

Verde

Vermelho intermitente

Completamente carregado

Falha

6.3.4

Precaução

Antes de utilizar o carregador da bateria, leia todas as instruções e as marcações de aviso.

Para expandir a vida útil do carregador, não deve deixar o veículo eléctrico ligado ao carregador durante períodos prolongados. Desligue a alimentação depois do carregamento.

Não utilize o carregador com baterias totalmente descarregadas ou baterias com avaria.

Utilize o carregador num local bem ventilado.

Utilize o carregador apenas com baterias AGM ou de gel (16-60

Ah).

Não utilize com uma tensão de entrada diferente da especificada.

A temperatura da caixa sobe durante o carregamento. Evite tocar na caixa directamente.

"Conector de saída não concebido para interrupção de corrente".

Para uma protecção contínua contra o risco de incêndio, substitua apenas com o mesmo tipo e classificações de fusível.

Para reduzir o risco de incêndio e choque eléctrico, instale numa área interior com controlo de temperatura e humidade, praticamente sem contaminantes condutores.

28

Cabo de alimentação: Utilize o cabo de alimentação amovível listado indicado pela UL número 18 AWG, 2 condutores, cabo flexível, com a classificação 10 A, VW - 1, 105 C, mínimo de

1,8 m, máximo de 3 m de comprimento. Inclui uma ficha de ligação não polarizada moldada com uma configuração 15 A, 125

V (NEMA1-15P) e um conector moldado que emparelha com a entrada de alimentação. Podem ser utilizados os seguintes tipos de cabos:

Tipo de cabo flexível

S , SE,SO,SP-3 , SPT -3 , ST, STO, SJ , SJE, SJO , SJT, SJTO

6.3.5

Instruções de funcionamento

1.

Certifique-se de que a tensão de saída do carregador da bateria

é igual à tensão de saída da bateria a ligar.

2.

Ligue o cabo de alimentação. O LED emite um sinal luminoso vermelho e verde quando a alimentação CA está ligada.

3.

Ligue o carregador de baterias à bateria.

4.

Inicie o carregamento. Consulte 6.3.3 Indicador LED, página 28.

6.3.6

Resolução de problemas

Se o LED ENERGIA (vermelho) estiver desligado:

– Verifique se o cabo de carregamento está devidamente ligado.

– Se o LED não se acender, o carregador da bateria pode estar avariado. Contacte o fornecedor.

Se o LED A CARREGAR estiver desligado:

– Verifique se o cabo de carregamento está devidamente ligado.

– Se a bateria estiver totalmente carregada, o carregador assume o modo de carregamento de manutenção e o LED A

CARREGAR é apagado.

– Se o processo de carregamento não foi iniciado (LED laranja), a bateria poderá ter uma avaria. Contacte o fornecedor.

1576521-A

Se o LED A CARREGAR verde continuar intermitente, não se pode ligar para indicar o carregamento:

– Verifique se a bateria foi ligada com êxito.

– Verifique se a ligação de saída é curta ou aberta.

– Se a ligação da bateria estiver em perfeitas condições, o carregador da bateria pode estar avariado.

Se o LED ENERGIA (vermelho) continuar intermitente:

– Verifique se a ligação da bateria está ao contrário.

– Verifique se a ligação de saída é curta ou aberta.

– Verifique se a temperatura ambiente é demasiado baixa (<

0 ° C)

– Se o LED ENERGIA continuar intermitente, o carregador da bateria pode estar avariado.

Se o LED A CARREGAR não mudar de cor laranja para verde:

– Não é possível carregar a bateria correctamente. Poderá estar avariada. Pare de carregar e contacte o fornecedor.

Se o LED A CARREGAR mudar de cor laranja para verde imediatamente:

– A bateria está totalmente carregada ou com avaria. Contacte o fornecedor.

6.3.7

Especificações técnicas

Artigo

Modelo

Corrente de saída (CC)

Tensão de carregamento

(CC)

Carregador de baterias (modo comutado)

4C24050A

5 A ± 5 %

28,8 V

1576521-A

Sistema eléctrico

Tensão flutuante

(CC)

Corrente de entrada (CA)

Tensão de entrada (CA)

27,6 V

2,5 A (máx.)

100 - 240 V, 50/60 Hz

Grau de eficiência

CA-CC 80%

Temperatura de funcionamento

0 ° C – 40 ° C

Método de alternância

Método de carregamento

Modo comutado

Corrente constante, dois níveis de tensão constante

Baterias AGM ou gel 24 V (16 Ah – 60 Ah) Aplicação da bateria

Detecção de saída

1.

Protecção contra curto-circuito

2.

Protecção contra potência inversa

3.

Protecção contra sobreaquecimento

4.

Protecção para ficha de carregamento

5.

Corte automático ao atingir 12 horas de carga contínua

Humidade de funcionamento

20 % – 85 %

Dimensões C x L x A

190 mm x 100 mm x 55 mm

29

Invacare® Colibri™

Peso

Cor

965 g

Preto

30 1576521-A

7 Transporte

7.1

Transporte - informações gerais

ADVERTÊNCIA!

Risco de lesões graves ou fatais em caso de acidente de viação, caso este veículo eléctrico seja utilizado como um assento de veículo! Se não cumprir os requerimentos da norma ISO

7176-19:2001.

– Este veículo eléctrico não pode em quaisquer circunstâncias ser utilizado como um assento de veículo, nem para transportar o utilizador num veículo.

7.2

Desmontar a scooter para transporte

Siga as instruções abaixo para desmontar a scooter para transporte:

1.

Remova o assento. Consulte 4.4 Desengatar o assento para o rodar ou remover, página 16.

2.

Remova a caixa da bateria. Consulte 7.2.1 Remover/instalar a caixa da bateria, página 31.

3.

Remova a unidade de transmissão. Consulte 7.2.2 Remover a unidade de transmissão, página 32.

4.

Dobre o guiador para a posição mais baixa de bloqueio. Consulte

4.6 Ajustar o ângulo do guiador, página 17.

7.2.1

Remover/instalar a caixa da bateria

ATENÇÃO!

Risco de luxação ao levantar peças pesadas

– Utilize as técnicas de elevação adequadas.

1576521-A

Transporte

ATENÇÃO!

Risco de lesão das peças não fixas da scooter

Ao remover a caixa da bateria irá libertar o mecanismo

LITE-LOCK™ permitindo que a unidade frontal do chassis se separe da unidade traseira do chassis.

– Não levante nem mova a scooter sem a caixa da

bateria excepto se a quiser desmontar. Consulte 7.2

Desmontar a scooter para transporte, página 31.

Remover a caixa da bateria

1.

Remova o assento. Consulte 4.4 Desengatar o assento para o rodar ou remover, página 16.

2.

Pegue no manípulo na caixa da bateria, puxe o fecho da caixa da bateria A com o polegar e remova a caixa.

Instalar a caixa da bateria

1.

Remova o assento. Consulte 4.4 Desengatar o assento para o rodar ou remover, página 16.

2.

Segure na pega da caixa da bateria e baixe com cuidado a caixa para o tabuleiro da bateria na scooter.

3.

Pressione a caixa da bateria para engatar o conector à caixa da bateria com o conector na base da scooter.

31

Invacare® Colibri™

4.

Certifique-se de que o fecho da caixa da bateria A engata no orifício de montagem na coluna do assento.

5.

Reinstale o assento. Consulte 4.4 Desengatar o assento para o rodar ou remover, página 16.

7.2.2

Remover a unidade de transmissão

ATENÇÃO!

Risco de luxação ao levantar peças pesadas

– Utilize as técnicas de elevação adequadas.

1.

A unidade de transmissão separa-se do chassis.

7.3

Montar de novo a scooter

ATENÇÃO!

Risco de luxação ao levantar peças pesadas

– Utilize as técnicas de elevação adequadas.

1.

Desdobre o guiador. Consulte 4.6 Ajustar o ângulo do guiador, página 17.

2.

32

Puxe a coluna do assento para cima para levantar o chassis.

Puxe para cima a coluna do assento para levantar o chassis e prenda o chassis à unidade de transmissão.

1576521-A

3.

Volte a encaixar a caixa da bateria. Consulte 7.2.1

Remover/instalar a caixa da bateria, página 31.

4.

Certifique-se de que o fecho A da caixa da bateria está bloqueado.

5.

Volte a encaixar o assento. Consulte 4.4 Desengatar o assento para o rodar ou remover, página 16.

1576521-A

Transporte

33

Invacare® Colibri™

8 Manutenção

8.1

Manutenção – introdução

O termo "manutenção" refere-se a qualquer acção que mantenha a cadeira de rodas eléctrica em boas condições de funcionamento, bem como que garanta a capacidade de condução da mesma. A manutenção engloba diversos campos, como limpezas diárias, inspecções, reparações e revisões gerais.

NOTA

– Uma por vez ano mande verificar a sua cadeira pelo técnico autorizado da Invacare para que sejam garantidas a segurança e a operacionalidade de condução da cadeira.

8.2

Limpar o veículo eléctrico

Durante a limpeza do veículo eléctrico, tenha em atenção os seguintes aspectos:

Utilize apenas um pano húmido e um produto de limpeza suave.

Não utilize produtos abrasivos para a limpeza.

Não exponha os componentes electrónicos ao contacto directo com a água.

Não utilize um aparelho de limpeza de alta pressão.

Desinfecção

A desinfecção por pulverização ou limpeza é autorizada com um produto de desinfecção testado e aprovado. Consulte uma lista de produtos de desinfecção autorizados apresentada na página da

Robert Koch Institut: http://www.rki.de.

8.3

Lista de inspecção

As tabelas abaixo apresentam as inspecções que devem ser realizadas pelo utilizador nos respectivos intervalos de tempo. Se o veículo eléctrico não passar um destes controlos, leia o respectivo capítulo ou contacte um técnico autorizado da Invacare. No manual de assistência deste veículo eléctrico encontra-se uma extensa lista de inspecções e instruções relativas à manutenção. O manual de assistência pode ser encomendado na

Invacare. No entanto, este manual contém instruções para técnicos de assistência com formação específica e descreve procedimentos que não foram previstos para o consumidor final.

Trabalhos de controlo (a realizar pelo utilizador) Antes de cada utilização

Semanalmente Mensalmente

Buzina:

Verificar o funcionamento. Em caso de anomalia de funcionamento contactar o distribuidor.

Pneus:

Controlar quanto à eventual presença de corpos estranhos (estilhaços de vidro, pregos) ou existência de danos. Se necessário, substituir o pneumático.

34 1576521-A

Trabalhos de controlo (a realizar pelo utilizador)

Baterias / Sistema Eléctrico:

Controlar o nível de carga das baterias. Se necessário, carregar as baterias

(consultar 6.2.3 Como carregar as baterias, página 24).

Inspeccionar todas as ligações de encaixe relativamente ao estado das mesmas e à sua estabilidade de conexão. Se necessário, ajustar as ligações.

Travão de estacionamento (se existente):

Verificar o funcionamento do travão de estacionamento. Em caso de defeito, contactar o distribuidor.

Antes de cada utilização

Manutenção

Semanalmente Mensalmente

1576521-A 35

Invacare® Colibri™

9 Após a utilização

9.1

Eliminação

A embalagem do aparelho deve ser encaminhada para um posto de reciclagem.

As componentes metálicas devem ser encaminhadas para um posto de transformação de metal.

As componentes de plástico devem ser encaminhadas para um posto de reciclagem de plásticos.

As componentes eléctricas e placas de circuito devem ser convenientemente eliminadas como lixos electrónicos.

Baterias usadas e danificadas podem ser entregues na loja de produtos ortopédicos ou na empresa Invacare.

A eliminação dos respectivos materiais deverá obedecer às normas vigentes nos diferentes países.

Informe-se sobre as normas em vigor relativas à eliminação correcta de lixos na sua localidade, junto da sua Junta de

Freguesia ou Câmara Municipal.

36 1576521-A

10 Resolução de problemas

10.1

Diagnóstico e reparação de falhas

O sistema electrónico oferece informação de diagnóstico para apoiar o técnico durante o reconhecimento e a rectificação de falhas na scooter. Em caso de falha, o indicador de estado fica intermitente várias vezes, pára e, em seguida, fica intermitente de novo. O tipo de falha é indicado pelo número de sinais luminosos em cada grupo, sendo também conhecida por "código de sinal luminoso".

O sistema electrónico reage de forma diferente de acordo com a gravidade da falha e o seu efeito na segurança do utilizador. Pode, por exemplo:

Mostrar o código de sinal luminoso como advertência e permitir a condução e operação normal.

Mostrar o código de sinal luminoso, parar a scooter e impedir a condução até o sistema electrónico ser desligado e ligado de novo.

Mostrar o código de sinal luminoso, parar a scooter e impedir a condução até a falha ser rectificada.

Pode encontrar descrições detalhadas dos códigos de sinais luminosos individuais, incluindo de causas possíveis e soluções para as falhas, na

secção intitulada 10.1.2 Códigos de erro e diagnóstico, página 38.

10.1.1

Diagnóstico de erro

Se a scooter mostrar uma falha, utilize o seguinte guia para localizar a falha.

NOTA:

– Antes de realizar qualquer diagnóstico, certifique-se de que a scooter foi ligada pelo comutador de chave.

Se o indicador de estado estiver DESLIGADO:

1576521-A

Resolução de problemas

Verifique se o comutador de chave está LIGADO.

Verifique se todos os cabos estão correctamente ligados.

Se o indicador de barra de estado estiver INTERMITENTE:

Conte o número de sinais luminosos e, em seguida, continue para a secção seguinte.

37

Invacare® Colibri™

10.1.2

Códigos de erro e diagnóstico

Código de sinal luminoso Avaria

1

Consequência para a scooter

A bateria deve ser carregada Continua a andar

2

3

4

5

38

Tensão da bateria demasiado baixa

Pára de andar

Tensão da bateria demasiado alta

Pára de andar

Tempo de alimentação excedido

Falha dos travões

Pára de andar

Pára de andar

Comentários

As baterias estão descarregadas. Carregue a bateria assim que possível.

As baterias estão descarregadas. Carregue as baterias.

Se desligar a scooter durante alguns minutos, muitas vezes a bateria consegue recuperar de maneira a que seja possível realizar uma pequena viagem. Porém, deve apenas fazer isto em caso de emergência, porque tal descarrega em demasia as baterias.

A tensão da bateria está demasiado alta. Se o carregador da bateria estiver ligado, desligue-o da scooter.

O sistema electrónico carrega as baterias quando está a descer superfícies inclinadas e quando trava. Esta falha ocorre quando a tensão da bateria se torna demasiado alta durante este processo. Desligue a scooter e ligue de novo.

A corrente máxima foi excedida durante um período de tempo demasiado longo, provavelmente porque o motor estava sobrecarregado ou estava a trabalhar contra uma resistência imóvel. Desligue a scooter, aguarde alguns minutos e, de seguida, ligue de novo.

O sistema electrónico determinou um curto-circuito ao motor.

Verifique se o feixe de fios curto-circuitou e verifique o motor.

Contacte o seu fornecedor Invacare.

Assegure-se de que a alavanca de desengate está na posição de engate.

Há um defeito na bobina de travagem ou na cablagem. Verifique se o travão magnético e a cablagem têm circuitos abertos ou em curto-circuito. Contacte o seu fornecedor Invacare.

1576521-A

Resolução de problemas

Código de sinal luminoso Avaria

6 Nenhuma posição neutra ao ligar a Scooter.

7

8

9

10

Falha no potenciómetro de velocidade

Erro de tensão do motor

Falha interna miscelânea

Erro no modo empurrar/roda livre

Consequência para a scooter

Pára de andar

Pára de andar

Pára de andar

Pára de andar

Pára de andar

Comentários

A alavanca de transmissão não estava na posição neutra quando virou o comutador de chave. Coloque a alavanca de transmissão na posição neutra, desligue a alimentação e ligue de novo.

Pode ser necessário substituir a alavanca de transmissão.

Contacte o seu fornecedor Invacare.

A electrónica da alavanca de transmissão pode ter uma avaria ou estar incorrectamente ligada. Verifique se a cablagem tem circuitos abertos ou em curto-circuito.

O potenciómetro não está correctamente ajustado. Coloque o potenciómetro na posição central.

O motor ou a cablagem tem um defeito. Verifique se o travão magnético e a cablagem têm circuitos abertos ou em curto-circuito.

Contacte o seu fornecedor Invacare.

A scooter excedeu a velocidade máxima permissível durante o modo empurrar ou roda livre. Desligue o sistema electrónico e ligue de novo.

10.2

Reposição do disjuntor

ADVERTÊNCIA!

– NUNCA anule nem contorne o disjuntor.

– APENAS substitua por um disjuntor da mesma classificação.

– A chave deve ser removida da ignição antes de repor o disjuntor.

– É necessário repor o disjuntor caso a scooter não ligue e o botão de reposição tenha saído cerca de 6 mm para fora.

1576521-A 39

Invacare® Colibri™

1.

Para repor, prima o botão do disjuntor A localizado na frente da caixa da bateria.

40 1576521-A

Características técnicas

11 Características técnicas

11.1

Dados técnicos

As informações técnicas facultadas abaixo aplicam-se a uma configuração estandardizada ou representam os valores exequíveis máximos. Estes valores podem ser alterados se forem acrescentados acessórios. As alterações precisas a estes valores são apresentadas em detalhe nas secções dos respectivos acessórios.

Condições de operação e armazenamento permitidas

Faixa de temperatura operação conforme ISO 7176-9:

Faixa de temperatura armazenamento conf. ISO 7176-9:

-25° … +50 °C

-40° … +65 °C

Sistema eléctrico

Motor

Baterias

Fusível principal

1 x 200 W

2 x 12 V/12 Ah (C20) à prova de fugas/AGM

2 x 12 V/18 Ah (C20) à prova de fugas/AGM

40 A

Carregador de baterias

Corrente de saída

Tensão de saída

Tensão de entrada

Temperatura operacional

(ambiente)

Temperatura de armazenamento

Para baterias de 12 Ah

2 A ±

24 V nominal (12 células)

200 - 250 V nominal

-25° ... +50 °C

-40° ... +65 °C

Para baterias de 18 Ah

5 A ± 5 %

28.8 V nominal (12 células)

100 - 240 V nominal

0° ... +40 °C

1576521-A 41

Invacare® Colibri™

Pneus

Tipo de pneus •

200 x 50 à prova de furo

210 x 65 à prova de furo

Características de condução

Velocidade (específica de cada país. Pergunte ao seu revendedor qual a velocidade disponível no seu país.)

Distância min. de paragem

Inclinação máx. superável ***

Altura máxima de transposição de obstáculos

Diâmetro de viragem

Alcance conforme ISO 7176-4:2008 *

6 km/h

8 km/h

1000 mm (6 km/h)

1500 mm (8 km/h)

6° (10,5 %)

45 mm

1940 mm (3 rodas)

2200 mm (4 rodas)

16 km (baterias de 18 Ah)

11 km (baterias de 12 Ah)

Dimensões segundo a norma ISO 7176-15

Comprimento total

Largura max. total

Altura total

Altura do assento**

Largura do assento

Profundidade do assento

Altura dos apoios de braços

42

1010 mm

610 mm

840 mm

490 mm

465 mm

400 mm

225 mm

1576521-A

Peso

Tara

Pesos dos componentes

Unidade frontal

Unidade de transmissão

Unidade de assento

Battery box 12 Ah

Battery box 18 Ah

Capacidade de carga

Carga máxima

Carga sobre eixo

Carga máx. sobre eixo dianteiro

Carga máx. sobre eixo traseiro

3 rodas

41,7 kg (baterias de 12 Ah)

46,4 kg (baterias de 18 Ah)

136 kg

60 kg

130 kg

4 rodas

44,2 kg (baterias de 12 Ah)

48,9 kg (baterias de 18 Ah)

Características técnicas

13,1 kg (3 rodas)

15,6 kg (4 rodas)

9,6 kg

9,6 kg

9,4 kg

14,1 kg

1576521-A 43

Invacare® Colibri™

*

**

***

Nota: a autonomia de uma cadeira de rodas eléctrica depende consideravelmente de factores externos como, por exemplo, a carga das baterias, a temperatura ambiente, a topografia do local, as características da superfície da estrada, a pressão dos pneus, o peso do condutor, o tipo de condução e a utilização das baterias para luzes, servosistemas, etc.

Os valores indicados são teoricamente valores máximos alcançáveis, determinados nos termos da norma ISO 7176-4:2008.

Medida sem a almofada do assento

Estabilidad estática em conformidade com a ISO 7176-1 = 9° (15,8 %)

Estabilidad dinámica em conformidade com a ISO 7176-2 = 6° (10,5 %)

44 1576521-A

Notas

Notas

Notas

Portugal:

Invacare Lda

Rua Estrada Velha, 949

P-4465-784 Leça do Balio

Tel: (351) (0)225 1059 46/47

Fax: (351) (0)225 1057 39 [email protected]

www.invacare.pt

European representative:

EMERGO EUROPE

Molenstraat 15

2513 BH, The Hague

The Netherlands

1576521-A 2014-02-01

*1576521A*

Making Life’s Experiences Possible™

Manufacturer:

CHIEN TI ENTERPRISE CO. LTD.

No. 13, Lane 227, Fu Ying Road

Hsin Chuang, Taipei, Taiwan

R.O.C.

Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement

Table of contents