série apex bombas de amostragem de ar pessoais e

série apex bombas de amostragem de ar pessoais e
SÉRIE APEX
BOMBAS DE AMOSTRAGEM DE AR
PESSOAIS
E SOFTWARE PUMP MANAGER
(versões I.S. e não I.S.)
Manual do utilizador
HB 3294-08
COPYRIGHT
O copyright deste documento, que inclui informações de proprietário, refere-se à CASELLA CEL LIMITED.
O conteúdo deste documento não deve ser utilizado para outros fins para além daqueles para os
quais foi fornecido nem reproduzido ou revelado na totalidade ou parcialmente sem a autorização
prévia por escrito da CASELLA CEL
CASELLA CEL
Regent House
Wolseley Road
Kempston
Bedford
MK42 7JY
Tel.: 00 44 1234 844100
E-mail: [email protected]
www.casellameasurement.com
Casella USA
17 Old Nashua Rd
Amherst
NH03031
USA
Tel.: 00 1 800 366 2966
E-mail: [email protected]
www.casellausa.com
1
AVISOS!
Todas as versões:
As bombas de amostragem de ar Apex e Apex Pro foram concebidas para apresentarem
robustez, no entanto, não as deverá deixar cair nem sujeitá-las a choque mecânico. NÃO aspirar
água nem gases altamente saturados ou corrosivos. O incumprimento destas indicações
invalidará a garantia.
Estes instrumentos foram concebidos como unidades de amostragem pessoais alimentadas
através de pilhas internas. NÃO DEVEM ser ligadas a fontes de alimentação externa durante
prolongados períodos de tempo.
Não incluem componentes sujeitos a assistência por parte do cliente e caso haja suspeita de
avaria, o instrumento deverá ser imediatamente devolvido à Casella CEL ou a um concessionário
Casella CEL autorizado para reparação.
A garantia NÃO abrange a limpeza nem a assistência geral do instrumento.
Versões intrinsecamente seguras:
NÃO TENTE REALIZAR A TRANSFERÊNCIA de dados através da porta de infra-vermelhos
numa área perigosa.
Utilize apenas um pack de pilhas intrinsecamente seguras APROVADAS PELA CASELLA.
Referência 182013C (níquel-hidreto metálico de 4,8 V, 1,7 Ah). Os packs de pilhas para as
versões não intrinsecamente seguras NÃO DEVEM ser ligadas às versões intrinsecamente
seguras.
NÃO utilize o carregador das pilhas numa área perigosa.
NÃO utilize o equipamento caso a caixa exterior do instrumento ou o pack de pilhas esteja
rachado ou apresente algum dano, pois tal invalida a certificação de segurança intrínseca.
O utilizador DEVE CERTIFICAR-SE de que o valor IS da bomba a ser utilizada é adequada para
o valor IS da área perigosa pretendida.
Para prevenir a ignição de atmosferas inflamáveis ou combustíveis, antes de prestar assistência,
DESLIGUE A FONTE DE ALIMENTAÇÃO.
NÃO preste assistência em áreas perigosas.
Instruções específicas para instalações em áreas perigosas (referência:
Directiva Europeia ATEX 94/9/EC, Anexo II, 1.0.6.):
O equipamento pode ser utilizado com gases e vapores inflamáveis com dispositivos dos Grupos
IIA, IIB e classes de temperatura T1, T2, T3 e T4.
o
O equipamento é certificado para utilização apenas em temperaturas ambiente entre +5 C e
o
+40 C e não deve ser utilizado fora destes valores.
A marcação do certificado encontra-se indicada no verso deste manual.
A reparação deste equipamento deverá ser realizada pelo fabricante ou em conformidade com o
código de boas práticas aplicável.
A certificação deste equipamento baseia-se nos seguintes materiais utilizados no respectivo
fabrico:
PC- ABS/ Policarbonato/Acrílico transparente resistente a grandes impactos.
Caso se verifique a probabilidade de o equipamento entrar em contacto com substâncias
agressivas, cabe ao utilizador a responsabilidade de adoptar medidas de precaução adequadas
que impeçam que seja afectado de forma adversa, garantindo assim que o tipo de protecção não
fica comprometido. (Substâncias agressivas, p. ex., dissolventes que podem afectar os materiais
poliméricos).
Precauções adequadas, p. ex., verificações regulares no âmbito das inspecções de rotina ou
determinação com base na ficha técnica do material que este é resistente a substâncias
químicas específicas.
Em determinadas circunstâncias extremas, os componentes não metálicos integrados na caixa
deste equipamento podem gerar um vível de carga electrostática capaz de ignição. Por
conseguinte, quando for utilizado para aplicações que necessitem especificamente de
equipamento do grupo II, categoria 1, o equipamento não deverá ser instalado em locais onde as
condições externas possam provocar a acumulação de carga electrostática nessas superfícies.
Além disso, o equipamento deverá ser limpo apenas com um pano húmido.
2
ÍNDICE
1.
1.1
1.2
1.3
2.
2.1
2.2
2.2.1
2.2.2
2.3
2.4.
3.
3.1
3.2
3.3
3.4
3.5
3.6
4.
4.1
4.2
5.
6.
6.1
6.2
6.3
6.4
6.5
6.6
6.7
6.8
7.
7.1
7.2
7.3
7.4
7.5
7.6
8.
INTRODUÇÃO ..........................................................................................................................4
Teclas de controlo .....................................................................................................................5
Símbolos do visor......................................................................................................................6
Indicadores e mensagens do visor ...........................................................................................6
PREPARAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO ........................................................................................7
Carregar as pilhas .....................................................................................................................7
Ligar/desligar o aparelho...........................................................................................................9
Modo de espera ........................................................................................................................9
Reinício manual (limpar amostra actual)...................................................................................9
Realizar calibração de um só ponto (definir caudal).................................................................9
Modo de configuração.............................................................................................................11
OPERAÇÃO MANUAL ............................................................................................................13
Modo de execução..................................................................................................................13
Restrição de caudal ................................................................................................................13
Modo de saco..........................................................................................................................13
Uso com o adaptador de baixo caudal....................................................................................14
Amostragem de duração fixa (DUR) .......................................................................................14
Bloquear o teclado ..................................................................................................................15
DISPONÍVEIS MODOS DE AMOSTRAGEM ADICIONAIS
APENAS PARA AS VERSÕES APEX PRO E APEX PRO I.S...............................................16
Modo de amostragem TWA ....................................................................................................16
Modos de programa do utilizador............................................................................................17
MODO DE CALIBRAÇÃO.......................................................................................................19
SOFTWARE PUMP MANAGER ............................................................................................ 20
Introdução ao Pump Manager.................................................................................................20
TM
Instalação/desinstalação do software no Windows 95, 98, ME, NT 4, XP e 2000..............20
Estabelecer comunicação de infra-vermelhos (IV) .................................................................21
Configurar o software e adicionar uma bomba .......................................................................22
Transferir dados ......................................................................................................................24
Inspeccionar dados, adicionar informações suplementares e imprimir um relatório ..............25
Criar e carregar programas da bomba....................................................................................29
Mensagens de erro .................................................................................................................31
INFORMAÇÕES TÉCNICAS ..................................................................................................32
Especificação do modelo da bomba .......................................................................................32
Desempenho da bomba..........................................................................................................32
Conformidade CE....................................................................................................................33
Aprovações das versões intrinsecamente seguras (I.S.)........................................................33
Certificação I.S. .......................................................................................................................34
Declarações de conformidade CE ..........................................................................................35
ASSISTÊNCIA.........................................................................................................................37
Diagrama de caudal ..................................................................................................................39
Características melhoradas
¤ Dimensões reduzidas graças ao desenho da bomba, que permite poupar espaço
¤ Visualização em tempo real do caudal num LCD de grandes dimensões
¤ Controlo directo do caudal através de teclado
¤ Visor em vários idiomas
¤ Temporizador programável
¤ Transferência de dados através de ligação de infra-vermelhos
¤ Configuração e transferência de dados dos modelos avançados controladas pelo software Pump
Manager
¤ Disponíveis duas versões I.S.
3
Utilização do teclado
O controlo manual efectua-se através de um teclado simples de quatro teclas.
Prima uma vez para ligar o aparelho (ON),
Prima e mantenha premido um instante para cancelar um comando,
Prima e mantenha premido para desligar (OFF).
Deslocamento ascendente através das opções disponíveis, ou aumentar valor no visor.
Manter premido para utilizar a função de repetição.
Deslocamento descendente através das opções disponíveis, ou diminuir valor no visor.
Manter premido para utilizar a função de repetição.
Premir para aceitar um valor ou uma opção, por exemplo, para ligar a bomba,
Premir e manter premido para parar a bomba.
Figura 1: O Apex
1.INTRODUÇÃO
Durante muitos anos, o nome Casella esteve associado ao design e ao fabrico de bombas de amostragem
de ar pessoais para os mercados da saúde ocupacional e de higiene. A série de bombas Apex consiste na
substituição melhorada dos modelos da gama Vortex, a qual foi coroada de grande êxito.
Estes aparelhos recorrem a uma eficiente bomba de diafragma, cujo caudal é mantido com precisão
recorrendo a um circuito de controlo automático do caudal (patente pendente). A bomba aspira ar
contaminado através de uma cabeça de amostragem a uma velocidade determinada pelo design da cabeça
ou estratégia de amostragem. Existem disponíveis quatro modelos. Confirme a identificação do modelo
consultando a etiqueta existente no painel traseiro.
Apex (modelo standard),
Apex Pro (possibilidade de transferência de dados e programação através de um PC),
Apex I.S. (versão intrinsecamente segura do modelo standard),
Apex Pro I.S. (versão intrinsecamente segura do modelo Apex Pro).
Queira consultar a Casella CEL para obter informações sobre a actualização do modelo standard para o
modelo Apex Pro ou do modelo Apex I.S. para o modelo Apex Pro I.S. Os aparelhos estão disponíveis
como bombas individuais ou como kits completos com os acessórios adequados para se adaptarem a
aplicações em particular e têm o apoio das nossas instalações de formação e assistência em
Bedford.
4
Os modelos Apex foram desenvolvidos para proporcionar capacidades de amostragem entre 5 ml/min. e 5
l/min. (4 l/min. nas versões I.S.), adequadas para um vasto leque de aplicações, incluindo vapores de
dissolventes, afastamento de amianto e amostragem pessoal de poeiras. As bombas Apex são ideais para
muitas das técnicas de amostragem de poeiras do tipo “Total” e “Respirável” detalhadas na publicação
MDHS14 do Health and Safety Executive do Reino Unido, bem como noutros métodos de referência.
As informações que constam deste manual relacionam-se apenas com o funcionamento do equipamento de
amostragem Casella CEL e não se destinam a aconselhar ou a influenciar a sua estratégia de amostragem
adoptada. Para obter recomendações sobre os métodos de amostragem adequados, consulte a legislação
local e as directrizes indicadas pelos organismos de saúde e segurança nacionais e regionais relevantes.
Figura 2: Vista superior
Figura 3: Visor
1.1
Teclas de controlo
Liga/desliga o aparelho e actua como tecla para cancelar.
Mantenha a tecla premida para desligar.
Desloca no sentido ascendente através das opções disponíveis ou aumenta um valor.
Pode ser mantida premida para repetir a função.
Desloca no sentido descendente através das opções disponíveis ou diminui um valor.
Pode ser mantida premida para repetir a função.
Aceita um valor ou opção, inicia/pára a bomba.
Mantenha a tecla premida para parar a bomba.
5
1.2
Símbolos do visor
Paragem – surge quando a bomba está em Modo de espera, ou fica intermitente quando está
disponível uma opção de paragem.
Execução – surge quando o motor da bomba está a funcionar.
Caudal - indica que está em curso a monitorização do caudal efectivo.
Indica que a bomba está parada, mas que arrancará de novo
automaticamente, por exemplo, durante programas TWA (média ponderada no tempo) ou
preparados pelo utilizador.
Indica que todos os valores acumulados visualizados podem ser repostos a zero (i.e., repor o
volume da amostra e o tempo da execução).
Ao efectuar esta reposição, termina a execução da amostra actual.
Aviso - indica que o caudal está fora dos limites autorizados ou outras condições de erro.
Este aviso será guardado com os dados associados nas versões Apex Pro.
Estado das pilhas - O símbolo vai esvaziando à medida que a energia é gasta e fica intermitente
quando o rendimento se aproxima da tensão mínima de funcionamento.
Temperatura do aparelho (unidades seleccionadas pelo utilizador).
O teclado está parcialmente bloqueado; o utilizador apenas poderá ligar ou desligar a bomba.
O teclado está totalmente bloqueado.
1.3
Indicadores e mensagens do visor
LED verde
LED vermelho
Fica intermitente quando o motor da bomba está em funcionamento.
Fica intermitente quando a bomba não consegue manter o caudal
necessário devido a uma restrição ou a outro erro.
PROGEnd
Surge no visor quando a bomba concluiu com êxito uma amostra
programada.
BATTFAIL
Aviso quando a tensão do pack de pilhas é inferior
ao nível mínimo de funcionamento.
SERV dUE
Aviso ao fim de 2500 horas de funcionamento para que o aparelho
seja sujeito a assistência.
BUZZEr Quando activado, emite avisos e acompanha as batidas em teclas.
6
2.
PREPARAÇÃO PARA UTILIZAÇÃO
É necessário realizar os seguintes passos antes de poder utilizar o aparelho.
Carregar as pilhas,
Efectuar uma calibração,
Ligar a cabeça de amostragem.
O Capítulo 4 descreve a operação manual.
2.1
Carregar as pilhas
Estão disponíveis três tipos de packs de pilhas: dois não I.S. e um I.S. Os conectores dos packs de pilhas
para não I.S. e I.S. não são compatíveis. Pack de níquel-hidreto metálico standard de 4,8 V, 2,7 Ah
carregado no local. Dependendo da carga, um pack de pilhas totalmente carregado pode disponibilizar até
20 horas de operação ininterrupta. O pack não recarregável apenas para utilização de emergência leva
quatro pilhas secas alcalinas AA. Dependendo do tipo das pilhas e do caudal, podem proporcionar até
aproximadamente 8 horas de operação ininterrupta (ver Secção 7.2). Este pack não deve ser utilizado com
as versões I.S. (Ver Apex Lite).
Pack de pilhas de níquel-hidreto metálico versão I.S. de 4,8 V, 1.7 Ah carregado no local. Dependendo da
carga, um pack de pilhas totalmente carregado pode disponibilizar até 20 horas de operação ininterrupta
(ver Secção 7.2).
NÃO abra o compartimento das pilhas das versões I.S. numa área perigosa.
NÃO carregue packs de pilhas I.S. numa área perigosa. O pack das pilhas é instalado num compartimento
situado na parte inferior traseira do aparelho (Figura 4). Um parafuso integrado bloqueia a tampa do
compartimento.
Há dois tipos de carregadores para as versões não
I.S.
e dois tipos de carregadores para as unidades I.S. O
carregador rápido de uma só via (Ref. 182052B) e os
carregadores de 5 vias para utilização não em
unidades I.S. indicados na Secção 8.3 podem ser
utilizados apenas com as versões não I.S. Não
procedem ao carregamento nas versões I.S.
As versões I.S. devem ser carregadas apenas com o
carregador I.S. de uma só via (Ref. 182261B) ou os
carregadores de 5 vias para utilização I.S. indicados
na Secção 8.3. Por motivos de conformidade com as
regulamentações, estes carregadores controlam
rigorosamente a corrente durante o carregamento,
pelo que demoram ligeiramente mais tempo para
carregar o pack das pilhas. Estes carregadores podem
ser utilizados com as versões não I.S., mas demoram
mais tempo a atingirem a carga completa.
O carregamento realiza-se inserindo a unidade Apex
completa num carregador do tipo “drop-in” (ver a
Figura 5). Todos os carregadores de pilhas das bombas de amostragem Apex consistem em unidades
inteligentes com um temporizador de segurança e modo
de carga de compensação em espera para manter a
Figura 4: Compartimento das pilhas
bomba preparada para utilização.
A utilização de tecnologia de carregamento rápido moderna permite que um pack não I.S. descarregado
seja totalmente recarregado no período de 3 horas. Dependendo do tipo de filtro, um carregamento de 1
hora pode disponibilizar a um pack não I.S. energia suficiente para 8 horas de operação. Da mesma forma,
um pack I.S. sem carga pode ser completamente recarregado no espaço de 4,5 horas e, dependendo do
tipo de filtro, um carregamento de 1,5 horas pode disponibilizar energia suficiente para 8 horas de
operação.
7
Um LED de duas cores existente no carregador indica o estado da carga. Uma luz vermelha constante
indica que o carregamento está a decorrer enquanto uma luz verde constante indica que a carga completa
está a ser mantida por uma carga de compensação. (Se qualquer uma das cores surgir enquanto a bomba
se encontrar no carregador, é sinal de que existe uma condição de falha).
Quando se coloca inicialmente uma unidade Apex na unidade do carregador, o LED fica intermitente a
vermelho durante alguns segundos antes de mudar para um vermelho constante. Caso as pilhas tenham
atingido um estado de descarga profunda, é possível que o LED continue intermitente a vermelho durante
um período mais prolongado, à medida que a unidade do carregador vá tentando preparar as pilhas antes
de entrar no estado de carregamento rápido. Caso a luz vermelha intermitente continue durante um período
prolongado (p. ex., algumas horas), é sinal de que existe uma condição de falha. Se, quando uma unidade
Apex for colocada no carregador, surgir um LED verde constante, retire a unidade Apex durante pelo
menos cinco segundos e depois insira-a novamente. A inserção rápida pode ter provocado uma indicação
de estado falsa. Para garantir a máxima vida útil dos packs de pilhas recarregáveis, NÃO as deixe
permanecer num estado totalmente descarregado durante longos períodos de tempo. Quando carregar
pilhas secas num pack não recarregável, recomenda-se que não desligue o conector do fio condutor do
pack das pilhas.
Quando utilizar as versões da Bomba Apex Lite, deverá ler as seguintes
instruções adicionais.
AVISOS!
As versões Apex Lite não são intrinsecamente seguras e não devem ser
utilizadas em áreas perigosas.
Pilhas e carregamento:
As versões Apex Lite funcionam com
4 pilhas secas AA, pelo que não é
necessário qualquer carregador.
Se preferir, as pilhas recarregáveis
NimH AA também podem ser
utilizadas no suporte, mas o
carregamento não será efectuado
caso as unidades sejam colocadas na
base do carregador Apex (182052B).
Para converter a versão Lite numa
versão recarregável, deverá adquirir o
pack de bateria recarregável 182073B,
inseri-lo no lugar no pack de pilhas
secas e colocá-lo na base do
carregador 182052B.
Não insira a bomba utilizando pilhas secas em qualquer base de
carregamento.
8
2.2
Ligar/desligar o aparelho
1.
Para ligar o aparelho (ON), prima
até o visor do aparelho ser activado. O visor mostra todos
os segmentos, seguidos pelo nome do modelo e versão de firmware antes de entrar no modo de
espera. Apenas nas versões Apex Pro, surgem também no visor durante o ciclo de arranque o dia
da semana e a hora. Caso o visor tenha um contraste incorrecto, apresente mensagens num
idioma indesejado ou indique unidades de medida inesperadas, efectue as alterações conforme
descrito na Secção 2.4.
2.
Prima e mantenha premida a tecla
para desligar (OFF).
Enquanto premir a tecla, visor apresenta uma contagem decrescente em segundos até o aparelho
se desligar e o visor ficar em branco.
Caso largue a tecla
ligado (ON).
2.2.1
antes de a contagem decrescente terminar, o aparelho permanece
Modo de espera
Quando o aparelho está ligado (ON), mas a bomba não está a funcionar, nem há qualquer programa em
execução, encontra-se no modo de espera, em que o visor oscila entre:
TEMPO Tempo acumulado de execução desde a última vez que o aparelho foi reiniciado.
VOL
Volume acumulado de amostra desde a última vez que o aparelho foi reiniciado.
TEMP Temperatura interna actual.
2.2.2
Reinício manual (limpar amostra actual)
Para limpar a duração e volume de amostra acumulados, o aparelho deve estar no modo de espera.
1. Prima
ou
as vezes suficientes para que fique intermitente no visor.
.
2. Prima e mantenha premida a tecla
Será visualizada uma mensagem CLR e a contagem decrescente.
3. Mantenha a tecla premida até a contagem decrescente estar concluída e CLR desaperecer.
Na unidade standard, todos os valores acumulados serão limpos.
Na unidade Apex Pro, os dados de qualquer evento actual são guardados e a amostra (execução)
terminada e pronta para se iniciar outra execução.
2.3
Realizar calibração de um só ponto (definir caudal)
Coloque uma cabeça de amostragem e o tubo de circulação ou outro dispositivo de medição de caudal no
bico de entrada da bomba para medir o caudal efectivo, conforme ilustrado nas Figuras 6 - 8.
9
Figura 6: Calibração com rotâmetro Compartment
Figura 7: Calibração com compartimento de calibrador digital
Figura 8: Calibração com cabeça tipo ciclone
10
1. No modo de espera, prima
2. Prima
para seleccionar.
ou
várias vezes até FLOW SEt ficar intermitente no visor.
e
para definir o caudal de amostragem pretendido.
3. Utilize
Em regra geral, a bomba deve ser calibrada no caudal pretendido para a tarefa desejada.
3. Prima
para aceitar a definição. A bomba arranca.
e
4. Assim que visualizar CAL SEt, utilize
de caudal de forma a adaptar-se ao ponto de ajuste.
para ajustar o caudal real medido pelo medidor
5. Quando o caudal for aceitável, prima
para aceitar o valor.
Este ponto de calibração é guardado e utilizado pela bomba em todas as futuras amostras efectuadas
com este valor de caudal. Caso não prima nenhuma tecla de controlo no período de 30 segundos, a
bomba regressa automaticamente ao modo de espera.
6. Caso decida não guardar esta calibração, prima
anular e regressar ao modo de espera.
e mantenha premido durante algum tempo para
A combinação dos procedimentos de controlo automático do caudal e da calibração interna inteligente pode
reduzir substancialmente o número de pontos de calibração necessários.
Quando for necessária uma calibração mais abrangente, a calibração básica pode ser regulada durante o
funcionamento normal efectuando mais calibrações de caudal de um só ponto em caudais específicos,
conforme descrito acima.
Para informações sobre a calibração da gama completa numa unidade Apex ou Apex Pro, consulte o
Capítulo 5.
2.4
Modo de configuração
Este modo permite alterar definições básicas, tais como o idioma do visor e as unidades de medida,
possibilita o acesso aos modos de calibração e de duração, para além de modos adicionais disponíveis nas
unidades Apex Pro. Quando as definições de configuração actuais forem aceitáveis, passe directamente ao
Capítulo 3. O modo de configuração pode ser activado apenas quando se liga o aparelho.
1. Prima
para ligar o aparelho.
e
. Será visualizada a seguinte série
2. Logo de seguida, mantenha premidos os botões
de opções de configuração. As definições que forem ajustáveis ficarão intermitentes.
LANG Define o idioma do visor de:
ENG
Inglês,
FRA
Francês,
DEU
Alemão,
ITA
Italiano,
ESP
Espanhol,
DAN
Dinamarquês.
TEMP Define as unidades de visualização da temperatura como graus Centígrados ou Fahrenheit.
3
VOL
Define o modo de visualização do volume para Auto ou m
3
Auto visualiza volumes abaixo dos 1000 litros em litros e acima deste valor em m .
3
3
m visualiza sempre os volumes em m .
BUZZEr Define um alarme sonoro para:
OFF
Nenhum alarme,
Err
Qualquer erro activa o alarme,
On
Qualquer erro ou pressão de tecla activa
o alarme.
Modo PROG
Obter acesso a funções do programa, incluindo durações de execuções programáveis na
unidade standard e todas as funções programáveis na unidade Apex Pro.
ON
Torna disponíveis quaisquer funções de programação avançadas,
OFF
Oculta quaisquer opções de programação avançadas.
LIFE
Mensagem só de leitura que mostra o tempo total de funcionamento da bomba. Pode ser
utilizado para determinar planos de manutenção.
LCD
Define o contraste do LCD.
11
Utilize
claro).
CAL SET
para aumentar o valor (tornar mais escuro) e
para o diminuir (tornar mais
Activa o modo de calibração, que permite a reposição de toda a calibração da bomba,
com base numa calibração de dois pontos. O aparelho deverá ter sido rigorosamente
calibrado na fábrica antes da entrega. Por conseguinte, recomenda-se que esta operação
seja realizada apenas no âmbito de uma assistência de rotina ou quando for necessária
uma regulação específica para garantir que qualquer caudal seleccionado será o mais
próximo possível do caudal real.
NÃO
Não calibrar novamente a bomba.
SIM
Calibrar novamente a bomba.
Para informações sobre a calibração da gama completa numa unidade Apex ou Apex Pro, consulte o
Capítulo 5.
3.
Utilize
ou
para efectuar uma alteração, depois prima
passar para a opção seguinte.
para a aceitar e
12
3.
OPERAÇÃO MANUAL
3.1
Modo de execução
1.
Para iniciar a amostragem e entrar no modo de execução, prima
enquanto estiver no modo de
espera. No Modo de execução, o visor oscila entre duração actual da amostra, volume da amostra
e temperatura interna.
Para interromper a amostragem enquanto estiver no modo de execução, prima e mantenha
2.
premido
até o símbolo
deixar de estar intermitente e
desaparecer. O aparelho
visualiza e guarda a duração e os valores da amostra acumulados até reposição manual. Ao
limpar os valores através de uma reposição manual para fechar a amostra da execução após a
conclusão de um evento, garante que todos os dados transferidos serão convenientemente
dispostos de forma a corresponderem ao resultado da amostra.
3.2
Restrição de caudal
Se o caudal de entrada apresentar restrições, o aviso
e o LED vermelho ficam intermitentes para
indicarem um problema e, se estiver activado, o aviso sonoro soará. Se o problema persistir por mais de 8
segundos, o motor da bomba desliga-se por si. Após 1 minuto, a bomba arranca de novo na tentativa de
determinar se o problema foi solucionado. Se o problema persistir durante mais 8 segundos, a bomba
desliga-se e permanece desligada com o aparelho ainda ligado e
visualizado.
Se o caudal de saída apresentar restrições, o aviso
e o LED vermelho ficam intermitentes para
indicarem um problema e, se estiver activado, o aviso sonoro soará. Se o problema persistir durante 3
segundos ou mais, o motor da bomba desliga-se e permanece desligado com o aparelho ainda ligado e
visualizado.
Não é possível retomar o funcionamento normal enquanto a restrição de caudal não for eliminada. Uma vez
eliminada a restrição, a bomba pode arrancar de novo automaticamente; se tal não suceder, DESLIGUE a
unidade Apex e LIGUE novamente.
3.3
Modo de saco
Permite à bomba encher um saco de gás e parar automaticamente quando o saco estiver cheio.
1.
Utilize um tubo de comprimento adequado de 5 mm (diâmetro interior nominal) para ligar o saco de
gás à saída da bomba, ilustrada na Figura 2.
2.
No modo de espera, prima
visor.
3.
Prima
4.
Utilize
5.
Prima
para ligar a bomba. O visor indicará SACO e um caudal em percentagem, sem
informações sobre o volume e o tempo.
6.
e
para alterar o caudal para uma
Depois de a bomba arrancar, pode utilizar
percentagem diferente. Quando a contrapressão do saco indicar que está cheio, será visualizada a
mensagem CHEIO e a bomba pára automaticamente.
ou
várias vezes até FLOW SEt ficar intermitente no
para seleccionar.
para definir o caudal para menos de 0,8 litros/min. A bomba entra no modo de saco.
13
3.4
Uso com o adaptador de baixo caudal
Figura 9: Disposição do adaptador de baixo
caudal
Permite que o aparelho seja utilizado com tubos sorventes com caudais inferiores a 5 mililitros/min.
1.
Ligue a admissão de uma unidade Apex a um medidor de caudal, como por exemplo um Defender
ou Dry, e calibre o caudal a 1,5 litros/min.
2.
Pare a bomba e desligue o medidor de caudal.
3.
Começando pela entrada Apex, ligue o seguinte: regulador de pressão constante, adaptador de
baixo caudal, suporte do tubo sorvente, tal como o Dry Flow ou Dry Cal ilustrados na Figura 9.
4.
Quebre ambas as extremidades de um tubo sorvente e coloque-o no suporte com a seta a apontar
para a bomba.
5.
Ligue a bomba Apex e ajuste o caudal para o valor pretendido usando o parafuso na parte lateral
do adaptador de caudal baixo.
6.
Efectue as medições usando um tubo sorvente novo.
3.5
Amostragem de duração fixa (DUR)
Este modo está disponível em ambos os modelos Apex e Apex Pro para permitir que a bomba efectue
amostragem durante um período de tempo fixo e depois desligue automaticamente quando esse período
tiver decorrido. Esta função é útil nos casos em que for necessário efectuar a amostragem de um caudal
definido durante um longo período de tempo. A duração da amostragem pode ser definida a partir do
teclado do aparelho. No modelo Apex Pro, a duração também pode ser definida através do software Pump
Manager.
1.
Ligue (ON) o modo de programa e aceite conforme descrito na Secção 2.4. O aparelho muda para
o modo de espera.
2.
Prima
3.
Prima
ou
várias vezes até DUR ficar intermitente no visor.
para seleccionar. A duração programada fica intermitente para indicar que pode
ser alterada por
4.
5.
6.
e
. As amostragens com duração entre 3 minutos e 1 hora
podem ser definidas em incrementos de 1 minuto e as durações entre 1 e 25 horas em
incrementos de 10 minutos.
Efectue as alterações necessárias à duração.
Prima
para aceitar a duração e inicie a amostragem. Para além do símbolo
, o visor mostra
PROG. para indicar que um programa está activo. Enquanto o programa estiver em execução, o
visor oscila entre o tempo da execução actual, o volume da amostra, a temperatura ambiente e a
duração programada. Uma vez concluída, a bomba desliga-se e o visor mostra
mensagem de PROGEnd.
Prima qualquer tecla para que a bomba regresse ao modo de espera.
e uma
14
3.6
Bloquear o teclado
O teclado pode ser parcial ou totalmente bloqueado para impedir que seja utilizado sem autorização para
configurações do aparelho. O teclado também pode ser bloqueado nos modos de programa.
1.
Prima
três vezes em 2 segundos para activar o modo de bloqueio parcial.
É visualizado o símbolo
, os contadores e o caudal não podem ser alterados, pelo que as
únicas opções do teclado disponíveis são:
Iniciar/parar amostragem,
Desligar bomba,
Desactivar desbloqueio parcial (Prima
Seleccionar bloqueio completo.
2.
três vezes no espaço de 2 segundos),
Enquanto a bomba estiver em funcionamento (amostragem), prima novamente
no espaço de 2 segundos para activar o modo de bloqueio completo.
três vezes
É visualizado o símbolo
, a bomba não pode ser desligada e a única opção do teclado
disponível é desactivar o modo de bloqueio completo.
3.
três vezes no espaço de 2 segundos enquanto estiver no modo de bloqueio completo
Prima
para libertar completamente as teclas de controlo.
(Da mesma forma, enquanto a bomba não estiver em funcionamento (amostragem) no modo de
bloqueio parcial, prima
de controlo).
três vezes no espaço de 2 segundos para libertar totalmente as teclas
15
4.
MODOS DE AMOSTRAGEM ADICIONAIS DISPONÍVEIS APENAS
PARA AS VERSÕES APEX PRO E APEX PRO I.S.
Estes modos estão disponíveis quando o modo de programa tiver sido activado nas unidades Apex Pro ou
Apex Pro I.S. a partir do modo de configuração, conforme descrito na Secção 2.4.
4.1
Modo de amostragem TWA
O modo de média ponderada no tempo (TWA) permite que a bomba efectue a amostragem durante uma
percentagem fixa de um tempo de execução especificado. O aparelho calcula automaticamente o ciclo
liga/desliga necessário de forma a dividir o tempo de amostragem total uniformemente por todo o tempo de
execução, conforme ilustrado na Figura 10. Esta função é útil quando é necessário executar a amostragem
de determinado volume de ar durante um longo período de tempo ou para encenações de amostragem
prolongadas.
Por exemplo, quando for necessário realizar a amostragem de 10 litros durante um turno de 8 horas, o
caudal da bomba pode ser definido para funcionar a:
10
= 0.021 litres / min = 21 millilitres / min
8 x 60
durante todo o turno, o que é um caudal bastante baixo.
Figura 10: Ciclo liga/desliga TWA
Em alternativa, o modo TWA pode ser utilizado para executar a bomba durante curtos períodos de tempo
com um caudal superior, por exemplo, 1 l/min., em que a bomba funciona apenas:
Utilizando o modo TWA, o tempo da amostragem (EXEC) deve ser definido para 8 horas
e a exposição com a bomba ligada (EXP) para 10 minutos, da seguinte forma.
1.
Entre no modo de configuração, seleccione o modo de programa / ON e aceite conforme descrito
na Secção 2.4. O aparelho muda para o modo de espera.
2.
Prima
3.
Prima
para seleccionar. EXEC é visualizado e o tempo da execução fica intermitente para
indicar que pode ser alterado.
4.
Utilize
ou
para seleccionar um tempo de execução. As durações das amostragens
(EXEC) entre 3 minutos e 1 hora podem ser definidas em incrementos de 1 minuto e as durações
entre 1 e 24 horas em incrementos de 10 minutos. (A versão de software 1.05 reserva 200 horas
para aplicações de amostragem a longo prazo - selecionar a caixa do tiquetaque se esta opção é
exigida.)
ou
várias vezes até TWA ficar intermitente no visor.
16
5.
Prima para aceitar o tempo de execução seleccionado. EXP surge no visor, e o tempo de
exposição fica intermitente para mostrar que pode ser alterado.
6.
ou
para seleccionar um tempo de exposição.
Utilize
O intervalo disponível é de 2 minutos até “1 minuto menos o tempo da execução“, em incrementos
de 1 minuto.
7.
Prima
para aceitar o tempo de exposição e iniciar a amostragem.
Além dos habituais símbolos
e
, o visor mostra PROG. para indicar que um programa está
activo.
Os tempos de activação da bomba estão fixados em 1 minuto e o aparelho calcula os tempos de
paragem necessários para distribuir aqueles intervalos de 1 minuto por todo o tempo de execução.
Enquanto o programa estiver em execução, o visor oscila entre o tempo actual de execução, o
volume da amostra, a temperatura ambiente e a TWA calculada (como uma percentagem do
tempo de execução).
Durante os tempos de paragem (a bomba não funciona) os símbolos
para mostrar que o aparelho está em pausa.
e
são visualizados
Assim que a execução estiver concluída, a bomba desliga-se e o visor mostra o símbolo
mensagem de PROGEnd.
8.
Prima qualquer tecla para regressar ao modo de espera.
A duração completa é guardada como uma só “amostra” (execução) com cada sequência
“liga/desliga” da bomba incluída como um “evento” discreto.
4.2
Modos de programa do utilizador
e uma
Esta função permite que programas complexos de amostragem (criados utilizando o software Pump
Manager e transferidos por via do transdutor de infra-vermelhos) sejam executados pela bomba. É possível
guardar dois programas do utilizador: Pr1 e Pr2. Este modo é ideal para executar amostragens nos casos
em que um operador passe tempo a trabalhar em diferentes partes das instalações e seja necessário
determinar uma exposição separada em cada local. Por exemplo, um operador pode passar 4 horas a
trabalhar numa pedreira, fazer um intervalo de 1 hora para almoçar, trabalhar 3 horas junto a uma britadeira
e mais 1 hora num workshop. O plano de trabalho pode ser definido como um programa de utilizador,
sendo as amostras realizadas e guardadas para os períodos separados.
1.
Entre no modo de configuração, seleccione o modo de programa / ON e aceite conforme descrito
na Secção 2.4. O aparelho muda para o modo de espera.
2.
Prima
visor.
ou
várias vezes até o programa desejado, Pr1 ou Pr2, ficar intermitente no
17
3.
Prima
para seleccionar o programa.
4.
Se necessário, prima
5.
Prima
e
para visualizar os vários passos do programa.
outra vez para aceitar o programa e iniciá-lo.
Além dos habituais símbolos
activo.
e
, o visor mostra PROG. para indicar que um programa está
Durante os tempos de paragem (quando o motor não está a funcionar)
para mostrar que a unidade está em pausa.
6.
7.
e
surgem no visor
e uma mensagem PROGEnd.
Depois de concluída a execução, o visor mostra o símbolo
Prima qualquer tecla para que a bomba regresse ao modo de espera.
Quando for necessário encerrar o programa antecipadamente, prima a tecla
e mantenha-a
premida para mostrar a opção STOP, depois mantenha-a premida até que a bomba regresse ao
modo de espera.
A duração completa é guardada como uma só “amostra” (execução) com cada sequência
“liga/desliga” da bomba incluída como um “evento” discreto.
18
5.
MODO DE CALIBRAÇÃO
Este modo destina-se sobretudo a utilização em unidades fabris durante operações de fabrico e
assistência. Trata-se de uma calibração de dois pontos que garante que qualquer caudal seleccionado será
tão próximo quanto possível do valor real.
Sugere-se que este procedimento seja aplicado pelo utilizador APENAS quando houver suspeita de que a
calibração primária tenha sido perturbada. Por conseguinte, apenas será disponibilizada uma breve
descrição do procedimento.
Atenção!
Recorra a este procedimento com cuidado, pois altera a calibração básica de TODO o caudal da
bomba.
Fixe uma cabeça de amostragem e um medidor de caudal ao bico de entrada da bomba para medir o
caudal real, conforme ilustrado nas Figuras 6 - 8 da Secção 2.3.
1.
No modo de calibração, introduza CAL SET.
Uma mensagem no visor solicita a definição do ponto de calibração mais baixo.
e
para definir o caudal necessário no ponto de calibração.
Utilize
O aparelho restringirá o intervalo real no qual a calibração
mais baixa pode ser programada.
2.
3.
Prima
4.
Utilize
e
para ajustar o caudal real medido com o medidor de caudal de forma a
corresponder ao ponto de ajuste.
5.
Prima
para aceitar a definição. A bomba arranca.
para aceitar a definição mais baixa. A bomba pára.
Uma mensagem no visor solicita a definição do ponto de calibração mais alto.
6.
Utilize
e
para definir o caudal necessário no ponto de calibração.
O aparelho restringirá o intervalo real no qual a calibração mais alta pode ser definida.
7.
Prima
8.
e
para ajustar o caudal real medido com o medidor de caudal de forma a
Utilize
corresponder ao ponto de ajuste.
9.
Prima
para aceitar a definição. A bomba arranca.
para aceitar a definição mais alta.
O aparelho utiliza estes pontos para calibrar novamente todo o intervalo do caudal. Esta calibração pode
ser regulada durante a utilização normal efectuando calibrações de caudal de um só ponto a caudais
específicos, conforme indicado em Definir Caudal.
19
6.
SOFTWARE PUMP MANAGER
6.1
Introdução ao Pump Manager
O software de aplicação Casella CEL Pump Manager foi concebido para ser utilizado com a gama de
bombas de amostragem de ar pessoais Casella Apex Pro e Apex Pro I.S. e disponibiliza uma cómoda
forma para guardar, gerir e apresentar dados de amostra. Este software permite a programação dos modos
de duração, TWA e programa do utilizador das bombas Apex Pro. Além disso, guarda os resultados da
amostra juntamente com informações adicionais relacionadas com a amostra e imprime relatórios
abrangentes.
A comunicação entre o PC e a bomba realiza-se através de um transdutor de infra-vermelhos. Assim que o
transdutor de infra-vermelhos for ligado à porta série do PC (RS232), não haverá necessidade de ligar (ou
desligar) cabos entre o aparelho e o PC para que a comunicação se processe. Desta forma, elimina-se o
desgaste de conectores e cabos. Todas as comunicações de infra-vermelhos são sujeitas a uma completa
inspecção para detecção de erros no intuito de se evitarem dados danificados.
O software deve ser instalado (Secção 6.2) e a comunicação de infra-vermelhos estabelecida (Secção 6.3)
antes de se poderem transferir dados de uma bomba Apex para um PC.
O Pump Manager pode permanecer activo em segundo plano no ambiente do Windows sob a forma de um
ícone. Assim que uma bomba entra no raio de alcance da ligação de infra-vermelhos do computador, a
aplicação desperta e transfere dados da bomba, armazenando-os numa base de dados. É possível
configurar o Pump Manager para arrancar no modo de procura em segundo plano quando o Windows
arrancar, minimizando-se desta forma a quantidade de intervenção por parte do utilizador.
Todos os dados são guardados numa base de dados e identificados de acordo com a bomba Apex a partir
da qual foram transferidos e, opcionalmente, com detalhes do utilizador da bomba. Desta forma, torna-se
mais fácil manter a rastreabilidade dos dados. Todos os dados são automaticamente guardados assim que
se dão alterações, pelo que, caso se verifique uma falha do sistema (p. ex., corte de corrente), não se
perderão quaisquer dados.
6.2
Instalação/desinstalação do software no WindowsTM 95, 98, ME, NT 4,
XP e 2000
Requisitos do sistema
Computador IBMTM compatível com processador Pentium II ou posterior,
No mínimo 8 MB de espaço RAM livre,
Microsoft Windows 98/ME/2000/XP e NT 4/95 com IE4 ou posterior,
Unidade de disco rígido com pelo menos 5 MB de espaço livre,
Unidade de CD para instalação do programa,
Monitor a cores Super VGA (cores 1024 x 768 16 M recomendadas),
Rato ou outro dispositivo apontador compatível com Windows,
Impressora - opcional.
O Pump Manager é fornecido em uma CD. Antes de proceder à instalação, recomenda-se que efectue uma
cópia de segurança das disquetes do programa. Guarde as originais em local seguro e utilize as cópias
para instalar o software. Também se recomenda que se certifique de que nenhuma outra aplicação está a
ser executada durante o processo de instalação. O programa de configuração do Pump Manager instalará
ficheiros no directório do programa especificado e no directório Windows\Sistema. Além disso, adicionará
um ícone no ambiente de trabalho e uma nova pasta e um item no menu Programas; pode utilizar qualquer
um deles para iniciar o Pump Manager. Se instalar no Windows 95, primeiro execute o programa
TapiUpdate.exe existente na pasta de instalação. Este programa actualiza a versão do TAPI no PC para a
versão necessária para o Pump Manager. Quando instalar no Windows 98, Windows NT ou posteriores,
esta actualização não será necessária e NÃO DEVE ser realizada.
Para instalar:
1.
Inicie o Windows.
2.
Insira a CD do Pump Manager na respectiva unidade. O software Pump Manager detecta
automaticamente o idioma do sistema operativo durante a instalação. Os idiomas suportados
incluem: Inglês, francês, alemão, espanhol, italiano.
3.
Aguarde até visualizar o ecrã de boas-vindas Casella, depois siga as instruções que surgem no
ecrã.
20
Assim que a instalação estiver concluída, encontrará o ícone do Pump Manager
do Windows.
no ambiente
Para desinstalar:
1.
Clique no botão Iniciar da barra de tarefas.
2.
Seleccione a opção Definições... e clique na opção Painel de Controlo.
3.
Faça duplo clique no ícone Adicionar/Remover Programas.
4.
Na lista de software instalado, seleccione Pump Manager e clique no botão Adicionar/Remover.
5.
Siga as instruções que surgem no ecrã.
6.3
Estabelecer comunicação de infra-vermelhos (IV)
NÃO tente instalar ou utilizar a ligação de comunicação IV com as versões I.S. enquanto se
encontrar em áreas perigosas. Quando utilizado com o Windows 2000, o transdutor de IV
fornecido pela Casella CEL é ligado a uma das portas COM do PC, onde funciona como uma
unidade do tipo “plug and play”. Para outras versões do Windows, siga as instruções de
instalação fornecidas com o transdutor.
Assim que estiver instalado, o Windows partirá do princípio de que o transdutor de IV é dispositivo gerido
pelo Windows e assumirá o controlo total do mesmo, impedindo o controlo do Pump Manager. Para evitar
este conflito, deverá desactivar o controlo do Windows no PC da seguinte forma.
1.
2.
3.
Inicie o Pump Manager fazendo duplo clique no ícone do ambiente de trabalho, introduzindo o
respectivo nome no menu EXECUTAR que surge ao seleccionar a opção Executar do botão
Iniciar, ou utilizando a opção Iniciar - Programas....
Será visualizada a janela de nível superior ilustrada na Figura 11.
À medida que o cursor for deslocado para cada botão, a função relevante será visualizada na linha
da mensagem existente na parte inferior esquerda do visor.
Clique no botão Bomba e seleccione a opção Comunicações....
É visualizada a caixa de diálogo Porta de comunicação.
Se você marca opção da ‘uso do relação do USB`, o Pump Manager detetará automaticamente a
presença de uma relação de Casella IR e usá-la-á para comunicar-se com a bomba. Não fazer
escolheu esta opção se você está usando (RS-232) uma relação mais velha do IR e selecionam o
porto exigido de COM da lista. Especifique a porta utilizada pela ligação de IV, depois clique em
deverá ser visualizado no Tabuleiro do
OK para confirmar a escolha. O ícone de IV activo
sistema à direita da barra de estado existente ao fundo do ecrã do PC. Este ícone indica que o
dispositivo está a aguardar comunicação com a bomba Apex.
A melhor comunicação com a bomba consegue-se quando a ligação de IV é posicionada alinhada
com a janela de interface IV da bomba, estando os dois dispositivos a uma distância inferior a 60
cm (2 pés).
A folha desdobrável existente na parte de trás deste manual inclui um diagrama dos principais
menus e opções disponíveis no software Pump Manager.
21
Figura 11: Janela superior
6.4
Configurar o software e adicionar uma bomba
Seleccione uma porta de comunicação e depois adicione as identificações da bomba e da pessoa no
software da seguinte forma.
1.
2.
3.
Seleccione o menu Bomba e verifique as seguintes opções.
Comunicações
Especifica a porta de comunicação a ser utilizada pelo transdutor de IV.
Programa
Permite que a TWA e os dois programas definidos
pelo utilizador disponíveis para a unidade Apex Pro sejam editados e
enviados para a bomba, conforme descrito na Secção 6.5.
Seleccione a opção Comunicações, depois escolha a porta a ser utilizada na caixa de diálogo
Porta de comunicação, geralmente COM1 ou COM2.
Seleccione o menu Ficheiro e verifique as seguintes opções.
22
Novo:
Configuração de impressão:
Minimizar para o tabuleiro
do sistema:
Executar no arranque
Sair:
Esta opção permite adicionar detalhes da bomba e da pessoa
no campo Directório existente na janela de nível superior.
Caixa de diálogo standard.
Utilize esta opção para remover o botão Pump Manager da
barra de estado, mas deixar o ícone da ligação de IV no
Tabuleiro do sistema (canto inferior direito do ecrã) para
mostrar que o software está activo em segundo plano.
Active (Ö) esta opção para iniciar o Pump Manager
automaticamente sempre que iniciar o Windows.
Caixa de diálogo standard.
Todos os dados serão identificados pelo número de série da bomba a partir da qual foram transferidos. O
número de série é definido de fábrica e não pode ser editado pelo software. No entanto, é possível
adicionar outras informações através das caixas de diálogo Bomba nova e Propriedades da bomba, que
poderá aceder fazendo clique com o botão direito do rato no nome da bomba.
Os resultados transferidos também podem ser identificados por utilizador (pessoa), sendo os detalhes
adicionados através da caixa de diálogo Pessoa nova.
4.
5.
6.
No menu Ficheiro, seleccione Novo e depois Bomba para adicionar uma nova bomba (ou faça
clique com o botão direito do rato no nome de uma bomba existente) e visualizar os respectivos
detalhes. (Será visualizada a caixa de diálogo Bomba nova automaticamente sempre que o
software detectar uma bomba desconhecida no raio de alcance do transdutor de IV).
A caixa de diálogo Bomba nova tem as seguintes opções.
Eliminar
Caixa de diálogo standard.
Propriedades
Disponibiliza as seguintes opções.
ID
É possível introduzir caracteres alfanuméricos para identificar
uma bomba de amostragem específica.
Número de série (definido de fábrica)
Sete caracteres numéricos
Notas/histórico de assistência
Permite incluir notas separadas sobre a bomba e
o respectivo histórico de assistência.
Adicione um ID, Notas e Histórico de assistência da bomba (tais como data da última assistência,
ou data da próxima) conforme necessário.
Quando for necessário o utilizador também identificar dados, seleccione Nova e depois Pessoa
para adicionar uma pessoa nova (ou faça clique com o botão direito do rato sobre o nome de uma
pessoa existente) para visualizar os respectivos detalhes na caixa de diálogo Nova pessoa.
Eliminar
Caixa de diálogo standard.
Propriedades
Disponibiliza as seguintes opções.
Nome
Caracteres alfanuméricos do
nome da pessoa a serem introduzidos.
23
ID
Notas
É possível introduzir os caracteres alfanuméricos para identificação
da pessoa. Profissão Informações adicionais.Departamento
Informações adicionais.
Permite incluir notas separadas sobre a pessoa.
9.
Adicione o nome, ID (por exemplo, número de identificação do trabalhador), cargo,
departamento e notas da pessoa, conforme necessário.
Seleccione o menu Ver e verifique as seguintes opções.
Barra de ferramentas
Caixa de diálogo standard.
Barra de Estado Caixa de diálogo standard.
Unidades
Disponibiliza opções para:
o
o
Visualizar a temperatura em C ou F,
3
Visualizar o volume em ml, Ltrs ou m .
Escolha as unidades da temperatura e do volume de acordo com a tarefa.
6.5
Transferir dados
7.
8.
NÃO utilize a ligação de comunicação IV com as versões I.S. enquanto se encontrar em áreas
perigosas.
Os dados são transferidos automaticamente da bomba para o PC, com um mínimo de intervenção por parte
do utilizador. Quando o Pump Manager estiver em funcionamento (apresentando o ícone de ligação IV
activa), transmite um pedido a cada segundo através do transdutor, solicitando dados de qualquer unidade
Apex Pro dentro do raio de alcance.
Caso não exista nehuma bomba com dados dentro do raio de alcance, não haverá nenhuma resposta, e o
software continua a transmitir o pedido e à procura de uma resposta. No entanto, quando uma bomba que
24
contém dados se encontra no raio de alcance, será detectada e o processo de transferência iniciado
automaticamente.
Será visualizada a caixa de diálogo de estado Transferência de dados, a qual identifica a bomba e
apresenta mensagens de progresso relativamente à operação de transferência.
Assim que todos os dados forem transferidos, o software limpa os dados da memória da bomba.
Quando qualquer bomba Apex estiver a executar activamente uma amostragem ou a executar um
programa, deverá ser MANTIDA AFASTADA do transdutor de IV. Desta forma, impedirá que o transdutor
tente retirar da bomba quaisquer dados guardados e de interromper a actual amostragem de dados.
25
Caso se detecte uma bomba que não tenha sido configurada pelo software, i.e., não esteja incluída no
campo do Directório Pump Manager, será visualizada a mensagem “Nova bomba” e a nova bomba será
adicionada automaticamente à aplicação.
O operador deverá adicionar as restantes propriedades da bomba assim que possível. (Será visualizado um
modelo Apex standard como uma bomba sem dados).
Caso se tenham definido pessoas, surgirá uma opção para seleccionar a
pessoa que esteve a utilizar a bomba, ou para não seleccionar nenhum utilizador da bomba.
Os dados transferidos são guardados na base de dados das aplicação, onde são identificados por bomba e,
quando definido, também por pessoa. O ecrã é actualizado para incluir os novos dados numa pasta de
“amostra” (execução) que indica todas as vezes que a bomba foi ligada (ON) e desligada (OFF) como um
“evento” separado.
6.6
Inspeccionar dados, adicionar informações suplementares e imprimir um
relatório
É possível verificar os dados guardados, adicionar informações suplementares e visualizar e imprimir um
relatório. Todos os relatórios podem ser exportados para outro software para posterior processamento.
1.
2.
3.
4.
5.
6.
Visualize dados realçando o nome da bomba ou da pessoa relevante no Directório.
Será visualizado um directório que inclui todas as amostras da bomba ou da pessoa seleccionada
na área de dados na janela superior. Os cabeçalhos identificam a bomba e indicam o número de
amostras incluídas.
Clique na bomba ou no nome da pessoa para mostrar as amostras existentes no Directório.
Realce a pasta de amostra desejada. Cada evento incluído na amostra é apresentado na área de
dados, com cabeçalhos que resumem as informações do evento.
Para verificar outros dados de qualquer evento, faça duplo clique na amostra.
É visualizada a caixa de diálogo Propriedades dos eventos, a qual contém informações adicionais.
Para verificar mais dados de qualquer amostra, ou para adicionar informações suplementares,
realce a pasta da amostra e depois faça clique com o botão direito do rato.
Utilize a opção Propriedades. É visualizada uma caixa de diálogo Propriedades da amostra com
várias páginas, que permite ao utilizador verificar os dados e adicionar informações adicionais na
pasta da amostra. Inclui sete páginas, as quais integram as seguintes informações adicionais.
26
A Página de resumo adiciona informações de identificação à pasta da amostra.
Cliente
É possível adicionar um nome,
Ref. do contrato
É possível adicionar uma referência,
Número de relatório
É possível adicionar um número,
ID da bomba
Dados da bomba,
Nome
É possível seleccionar o nome de uma pessoa,
Número de série
Dados da bomba,
Localização
É possível adicionar uma localização,
A página Processo adiciona detalhes do processo e as substâncias envolvidas na pasta da
amostra.
Notas do processo
Campo para adicionar informações detalhadas sobre o processo,
Substâncias
Campo para adicionar informações detalhadas sobre as substâncias envolvidas,
A página de dados da amostra inclui dados transferidos da bomba.
Hora de início
Dados transferidos,
Data de início
Dados transferidos,
Hora do fim
Dados transferidos,
Data de fim
Dados transferidos,
Período da amostra
Dados transferidos,
Definir caudal
Dados transferidos,
Temp. média
Dados transferidos,
Volume da amostra
Dados transferidos.
A página Calibração permite adicionar informações sobre a calibração e aplicá-las aos dados.
Utilizar dados de calibração
Assinalar para utilizar as informações visualizadas,
N/S do calibrador
Permite introduzir um número de série,
Caudal inicial
Campo para introduzir um caudal,
Caudal final
Campo para introduzir um caudal,
Período da amostra
Campo para introduzir um período de medição.
27
Figura 12: Esquema da página de
A Página de análise adiciona informações de análise à pasta da amostra.
Número de amostra
É possível adicionar uma identificação da amostra,
Dados de amostra
É possível adicionar informações sobre a análise da amostra.
28
A Página de análise adiciona detalhes de até 9 analitos na pasta da amostra.
Analyte1 Etc.
É possível adicionar identificações de analitos,
Tempo de exposição
Permite adicionar um tempo de exposição.
A Página diversos adiciona mais informações à pasta da amostra.
Notas
É possível adicionar notas gerais,
Recolhido por
É possível identificar o utilizador / autor do relatório,
Data
É possível introduzir a data da amostra ou do relatório,
Verificado por
É possível identificar a data / verificador do relatório,
Data
É possível introduzir a data da verificação.
7.
Introduza informações nestas caixas de diálogo que sejam relevantes para a pasta ou relatório de
amostra em particular.
8.
Quando todas as informações adicionais necessárias forem adicionadas à pasta da amostra,
realce a pasta da amostra e faça clique com o botão direito do rato.
9.
Utilize a opção Relatório. É visualizada uma caixa de diálogo com quatro opções.
Logótipo da empresa
Permite seleccionar um ficheiro de imagem bitmap para ser impresso
no canto superior direito dos relatórios.
Imprimir
Imprime um relatório baseado em dados transferidos da bomba que inclui
informações introduzidas através da caixa de diálogo Sample Properties.
A Figura 12 ilustra o esquema de um relatório do Pump Manager.
Pré-visualização de impressão
Pré-visualiza o relatório impresso.
Cópia
Copia o relatório para a área de transferência do PC, para que possa ser colado
num processador de texto e personalizado.
O relatório colado tem um mínimo de formatação e pode necessitar de pouco
trabalho em termos de visualização, como por exemplo tamanhos de letra e
definição de tabulações.
6.7
Criar e carregar programas da bomba
Todas as operações que visam a criação e a transferência de programas da bomba para o Apex Pro são
controladas através da caixa de diálogo Programas da bomba.
Estão disponíveis os seguintes diferentes tipos de programas.
Duração
(DUR) a bomba executa uma amostragem durante um período de tempo fixo e desliga
automaticamente quando terminar,
TWA
(Média ponderada no tempo) a bomba executa amostragem para uma percentagem fixa
da execução,
calculando automaticamente o ciclo liga/desliga (ON/OFF) necessário,
Prog 1 / 2
(Pr1 / Pr2) amostras para planos complexos criados no Pump Manager.
29
As propriedades dos quatro programas podem ser editadas e depois enviadas para a bomba em simultâneo
da seguinte forma.
1.
Seleccione o menu Bomba.
2.
Seleccione a opção Programa.
Será visualizada a caixa de diálogo Programas da bomba, que mostra os tipos de
programas: Duração, TWA, Prog 1 e Prog 2, mais a seguinte opção.
Enviar para a bomba
Envia o pacote completo de quatro
programas para a bomba.
3.
Seleccionar um programa da bomba para editar.
Activa o botão Propriedades.
4.
Clique no botão Propriedades.
Conforme ilustrado na folha desdobrável na parte de trás deste manual, cada programa dispõe da sua
própria caixa de diálogo Propriedades individual para informações específicas do programa.
5.
Para definir Duração, vá até ao passo 6, para definir TWA, vá até ao passo 8, para definir Prog 1 e
Prog 2, vá até ao passo 10.
6.
Visualizar a caixa de diálogo Propriedades da duração, a qual tem as seguintes opções.
Descrição
Requer caracteres alfanuméricos para identificar o programa.
Duração
Especifica um tempo de execução que pode ser definido em incrementos de 1 minuto até
1 hora, e em incrementos de 10 minutos de 1 hora até 24 horas e 50 minutos.
7
8.
9.
Introduza uma Descrição para identificar o programa e uma Duração (amostra total = tempo de
execução), depois clique em OK para confirmar a selecção e vá até ao passo 16.
Visualizar a caixa de diálogo Propriedades TWA, a qual tem as seguintes opções.
Descrição
Requer caracteres alfanuméricos para identificar o programa.
Duração
Especifica um tempo de execução que pode ser definido em incrementos de 1
minuto até 1 hora, e em incrementos de 10 minutos de 1 hora até 24 horas e 50
minutos.
Hora para ligar Especifica uma hora para ligar a bomba que pode ser definida em incrementos
de 1 minuto até 1 hora, e em incrementos de 10 minutos de 1 hora até 24 horas
e 50 minutos.
Introduza uma Descrição para identificar o programa, uma Duração (amostra total = tempo de
execução), Tempo de funcionamento da bomba e depois clique em OK para confirmar a selecção
e vá até ao passo 16.
30
10.
11.
12.
13
14.
15.
16.
17.
6.8
Visualizar a caixa de diálogo Propriedades Prog 1 ou Propriedades Prog 2 (Pr1 ou Pr2), que tem
as seguintes opções.
Descrição
Requer caracteres alfanuméricos para identificar o programa.
Nome de apresentação
Quatro caracteres como um nome de apresentação.
Horas
9 conjuntos de horas para definir os dias e as horas de início e de fim da
execução.
É possível especificar um dia da semana, onde “Todos os dias” permite que o
aparelho seja utilizado em qualquer dia. As horas de início e de fim podem ser
especificadas em incrementos de 1 minuto até 24 horas e 59 minutos.
Introduza uma Descrição para identificar o programa e um nome
Nome do visor de quatro caracteres que surgirá no visor da bomba.
Seleccione uma das horas do programa e utilize o botão Editar.
Especifique as horas de início e fim na caixa de diálogo Tempos de programa.
Active a hora (Ö) seleccionada para que seja utilizada pelo programa.
Seleccione e activa outras horas de início e de fim, depois faça clique em OK para confirmar a
selecção.
Para enviar o pacote completo de quatro programas para a unidade Apex Pro, coloque a unidade
no raio de alcance do transdutor de infra-vermelhos e faça clique no botão Enviar para a bomba.
Muita atenção: Não é possível enviar um programa individual para a bomba.
Os quatro programas actuais serão transferidos para a bomba, enquanto uma caixa de diálogo
Estado de programação da bomba disponibiliza informações de progresso.
O PC aproveita esta oportunidade para sincronizar o relógio na unidade Apex para a mesma hora
e data do PC.
Assim que o programa for enviado para a unidade Apex, a unidade pode ser retirada do
transceptor.
Mensagens de erro
Pump Manager pode apresentar as seguintes mensagens de erro.
“ERRO: Não é possível obter o registo de estado da bomba.”
“ERRO: Não é possível transferir o registo %i.”
“ERRO: A bomba foi mudada durante a transferência.”
“ERRO: Não é possível verificar o número de série da bomba.”
“ERRO: Não é possível limpar a memória da bomba.”
“ERRO: Não foi encontrada qualquer bomba para programar.”
“ERRO: Não é possível definir a hora da bomba.”
“ERRO: Não é possível definir a data da bomba.”
“ERRO: Não foi possível enviar o programa para a bomba.”
“ERRO: Não foi possível obter o número de série da bomba.”
“ERRO: A bomba mudou durante a programação.”
“ERRO: Não foi possível encontrar uma bomba.”
“ERRO: Não foi possível abrir as comunicações.”
“Número de série inválido”
“Bomba encerrada, mas reiniciada após uma obstrução temporária da entrada.”
"A bomba terminou o evento devido a uma obstrução fatal da entrada ou a um erro de controlo do caudal.”
“O evento da bomba foi terminado devido à falta de carga da bateria.”
31
7.
INFORMAÇÕES TÉCNICAS
7.1
Especificação do modelo da bomba
Intervalo do caudal
Rigor do controlo do fluxo
Desempenho do caudal
(fluxo, pressão de vácuo máx.)
Tensão e capacidade das pilhas (a unidade Apex Lite
utiliza 4 pilhas secas AA).
Rácio de pulsação da entrada
Valores visualizados
Intervalo deassistência
Temperatura de funcionamento
Temperatura de armazenamento
Técnica de carregamento
Tempo de carregamento típico (N/A na unidade Apex
Lite).
PSU externa (para carregador do tipo “drop-in”)
Tempo de protecção de memória com pack de pilhas
principal removido
Comunicações
Valores registados
Dimensões
Peso (incluindo pilhas)
7.2
Versões I.S.
0,8 a 4 L/min,
5 a 850 ml/min com adaptador de
baixo fluxo,
<±5% para fluxo seleccionado,
±3% para ponto calibrado,
1,0 L/min @ 80 cm H2O
2,0 L/min @ 55 cm H2O
3,5 L/min @ 16 cm H2O
4,0 L/min caudal aberto
4,8 V NiMH / 1,7 Ah
< 10% utilizando Dewell Higgins Cyclone @ 2 L/min aprox. 7,5 cm H2O.
Em conformidade com EN1232 , NIOSH 0600
Caudal real, volume amostrado, tempo de amostragem decorrido,
temperatura, modo de operação, detalhes do programa
Geralmente 2500 h
o
o
o
o
5 C a 45 C
5 C a 40 C
o
o
-10 a + 50 C
Carragedor rápido inteligente do tipo Carragedor rápido inteligente do
“drop-in” integrando terminação dT/dt tipo “drop-in” integrando
com temporizador de segurança.
terminação dV/dt com
Modo de carga de compensação em temporizador de segurança.
espera para manter a bomba pronta Modo de carga de compensação
a utilizar.
em espera para manter a bomba
pronta a utilizar.
3 horas para carga completa
4,5 horas para carga completa
Saída 12 VCC, 0.8 A, Tensão de entrada universal
Aproximadamente 20 minutos
Aproximadamente 5 minutos
Transdutor de infra-vermelhos (via ligação de computador de infravermelho RS232)
Horas de início e fim, caudal, temperatura média da amostra, volume
amostrado e erros.
Aproximadamente 136 x 78 x 46 mm
Aproximadamente 460 g
Aproximadamente 500 g
Desempenho da bomba
Tipo de filtro
25 mm GFA
25 mm 0,8 mm
25 mm 1,2 mm
37 mm GFA
Nota:
Versões não I.S.
0,8 a 5 L/min,
5 a 850 ml/min com adaptador de
baixo fluxo,
<±5% para fluxo seleccionado,
±3% para ponto calibrado,
1,0 L/min @ 80 cm H2O
2,0 L/min @ 80 cm H2O
3,5 L/min @ 32 cm H2O
4,0 L/min @ 18 cm H2O
5,0 L/min caudal aberto
4,8 V NiMH / 2,7 Ah
Carga de pressão típica do filtro em cm H2O, Vida útil típica das pilhas em horas Não I.S., (I.S.)
1,0 l/min
2,0 l/min
3,0 l/min
3,5 l/min
4,0 l/min
5 cm, 100 h (34 h)
9 cm, 45 h (26 h)
9,5 cm, 24 h (15 h)
16 cm, 21 h (11 h)
18 cm, 16 (2)
18 cm, 72 h (31 h)
31cm, 24 h (13 h)
34 cm, 16 h (1 h)
56 cm, 11h (NA)
64 cm, 19 (NA)
11 cm, 100 h (42 h)
21cm, 34 h (18 h)
23 cm, 17 h (11 h)
37 cm, 16h (N/A)
42 cm, 11 (NA)
3 cm, 100 h (42 h)
5 cm, 65 h (31 h)
6 cm, 31 h (17 h)
9 cm, 23 h (13 h)
11 cm, 19 h (12)
NA representa uma combinação de carga de caudal e pressão superior à capacidade da bomba.
32
7.3
Conformidade CE
As bombas de amostragem pessoais APEX foram concebidas para conformidade com a Directiva EMC
89/336/EEC da União Europeia. Os aparelhos foram ensaiados em conformidade com o programa de
entrega de série e satisfazem as seguintes normas:
EN 50081-1 : 1992, EN 50081-2 : 1993: Normas de emissão genérica para ambientes residenciais,
comerciais, indústria ligeira e industriais.
EN 50082-1 : 1992, EN 50082-2 : 1995: Normas de imunidade genérica (para campos RF e descarga
electrostática) para ambientes residenciais, comerciais, indústria ligeira e industriais.
EN 61000-4-2: 1995, IEC 61000-4-2 : 1995: Compatibilidade electromagnética (EMC). Técnicas de teste e
medição. Teste de imunidade a descarga electrostática.
7.4
Aprovações das versões intrinsecamente seguras (I.S.)
Este equipamento I.S. tem cobertura do Certificado: DEMKO 05 ATEX 0439469X.
Versões I.S. compatíveis com: ATEX: Directiva 94/9/EC para EEx ia IIB T4 (pendente),
Capacidade: Equipamento do Grupo II 1 G (para utilização em zonas 0, 1 e 2).
Classificação UL USL para UL 913: Classe 1, Grupos C e D.
CNL para CAN/CSA C22.2 Nº 157-92
Também em conformidade com as seguintes normas.
EN 50020: 1995 Equipamento eléctrico para atmosferas
potencialmente explosivas. Intrinsecamente seguro.
EN 50014: 1995 Equipamento eléctrico para atmosferas
potencialmente explosivas. Requisitos gerais.
EN 50284: 1995 Equipamento eléctrico para atmosferas
explosivas gasosas. Fabrico, teste e marcação de equipamento eléctrico do Grupo II Zona 0.
33
7.5
Certificação I.S.
34
ERROR: undefined
OFFENDING COMMAND: ‘~
STACK:
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement