TESTE
Mackie HDA e HD1801
Line Array Ativo
A Mackie aumentou sua popular série de
caixas de PA ativas com este sistema line-array
modular. Será que ele satisfaz as expectativas?
MIKE CROFTS
A
Mackie tem sido uma das
principais empresas no mercado
de som ao vivo portátil há alguns
anos e é incomum visitar muitos locais de
shows sem encontrar algum equipamento
desta empresa. Eu já usei e possuí vários
tipos de mesas e caixas da Mackie e, em
minha opinião, sua série de caixas de duas
e três vias é suficientemente ampla para
satisfazer as necessidades da maioria dos
locais de shows menores.
Mas, ao se tratar de maiores
74
oportunidades de som ao vivo, existe um
limite à quantidade de saída que pode
ser obtida até mesmo com as tradicionais
caixas ‘point and shoot’ mais caras.
Normalmente, elas são projetadas para
produzir uma dispersão de frequências
altas em 90 x 60o (horizontal x vertical)
e, portanto, não poder ser facilmente
usadas em múltiplos sem o surgimento de
consideráveis problemas de interferência.
Arranjos lado a lado funcionam, contanto
que fiquem suficientemente separados
para evitar interferência, mas o que
estamos procurando é um aumento na
Agosto 2012 / w w w . s o u n d o n s o u n d . c o m . b r
potência direta e na projeção, e não uma
saída adicional em direções indesejadas –
como para o teto e refletindo de todas as
superfícies à vista!
A melhor solução é usar um line
array. Eles são sistemas com várias caixas
que empregam uma combinação de
interferência construtiva e destrutiva
para produzir uma cobertura vertical
precisamente controlada e focam a
energia acústica na frente e nos lados,
com um ângulo de corte relativamente
forte entre componentes individuais do
arranjo. Para um proprietário-operador
ou banda, o problema em mudar para
sistemas de line-array normalmente é o
custo (e possivelmente a flexibilidade, se
você só tiver um sistema) e é aí que entram
as caixas HDA da Mackie, oferecendo
uma verdadeira performance de line
array com um preço atraente. O sistema
Download PDF