Manual Global do Fornecedor da Modine (Portuguese)

Manual Global do Fornecedor da Modine (Portuguese)
MANUAL GLOBAL DO FORNECEDOR DA MODINE
FOURTH EDITION
Manual global do fornecedor da Modine
Índice
Seção 1.0 — Introdução ................................................................................................ 4
1.1
Metas e alcance do manual do fornecedor ....................................................... 5
1.2
Código de conduta — Programa RightWay de ética comercial ......................... 5
1.3
Política de compras ........................................................................................... 6
1.4
Política de qualidade ......................................................................................... 6
1.5
Política ambiental .............................................................................................. 6
1.6
Política de segurança e saúde .......................................................................... 7
1.7
Política de conformidade comercial ................................................................... 7
1.8
Política antifraude.............................................................................................. 8
1.9
Política anticorrupção ........................................................................................ 8
1.10 Aviso sobre mineirais de conflito ....................................................................... 8
Seção 2.0 — Fazendo negócios com a Modine ......................................................... 10
2.1
Processo de registro de fornecedor – Para se tornar um fornecedor aprovado
pela Modine ............................................................................................................... 10
2.2
Autoavaliação do fornecedor ........................................................................... 11
2.3
Avaliação do fornecedor aprovado pela Modine ............................................. 11
2.4
Análise local .................................................................................................... 11
2.5
Acordo de não divulgação ............................................................................... 11
2.6
Sanções e Diligência de Devido de Anti-corrupção......................................... 11
2.7
Análise da situação financeira ......................................................................... 11
2.8
Lista de fornecedores aprovados (ASL) .......................................................... 12
2.9
Comunicação pelo fornecedor das mudanças organizacionais ou de status de
negócio ....................................................................................................................... 12
Seção 3.0 — Políticas e procedimentos comerciais ................................................. 13
3.1
Termos e condições ........................................................................................ 13
3.2
Acordos de garantia do fornecedor ................................................................. 13
3.3
Processo de compras ...................................................................................... 13
3.3.1
Processo de pedido de cotação (RFQ)..................................................... 14
3.3.2
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC) ..................... 14
3.3.3
Transparência de custos .......................................................................... 14
3.3.4
Escolha do fornecedor .............................................................................. 15
3.4
Expectativas de melhoria contínua .................................................................. 15
3.5
Requisitos e expectativas de equipamentos, ferramentas e metrologia .......... 16
3.5.1
Programa de gerenciamento de ferramentas ........................................... 17
Seção 4.0 – Qualidade ................................................................................................. 19
4.1
Geral ............................................................................................................... 19
4.2
Requisitos da documentação .......................................................................... 20
4.3
Requisitos de gerenciamento de qualidade pelo fornecedor ........................... 20
4.4
Produto fora da conformidade ......................................................................... 20
4.4.1
Documentos de não conformidade ........................................................... 20
4.4.2
Expectativas sobre a resposta para a não conformidade de qualidade.... 21
4.4.3
Custo da baixa qualidade (COPQ) ........................................................... 21
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 1 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 5.0 — Apoio ao processo de realização de produto ...................................... 23
5.1
Aprovação do fornecedor ................................................................................ 23
5.2
Escolha do fornecedor .................................................................................... 24
5.2.1
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC) ..................... 24
5.3
Planejamento avançado de qualidade de produto (APQP) ............................. 25
5.3.1
Projeto e desenvolvimento de produto/processo ...................................... 25
5.3.2
Características especiais .......................................................................... 26
5.3.3
Processos de material do protótipo .......................................................... 26
5.3.4
Análise da prontidão para produção (PRR) .............................................. 27
5.3.5
Execução do teste de produção (PTR) ..................................................... 28
5.3.6
Processo de aprovação para a produção de peças (PPAP) ..................... 28
5.3.7
Inspeção de layout e teste funcional anual ............................................... 29
5.4
Desvio do fornecedor e gerenciamento das mudanças .................................. 29
5.4.1
Gerenciamento de desvios ....................................................................... 30
5.4.2
Gerenciamento de mudança .................................................................... 30
5.4.3
Reprocessamento de Produto .................................................................. 31
Seção 6.0 — Requisitos de conformidade comercial, logística e embalagem ....... 32
6.1
Requisitos de conformidade comercial ............................................................ 32
6.1.1
Conformidade com regulamentações de exportação e segurança ........... 32
6.1.2
Registro de dados..................................................................................... 33
6.1.3
Provisão de registros ................................................................................ 33
6.2
Planejamento de material e comunicação de cronograma .............................. 33
6.2.1
Comunicação do cronograma ao fornecedor ............................................ 34
6.2.2
Planejamento de materiais e orientações para o cronograma de entrega:
35
6.2.3
Cronogramas de entrega .......................................................................... 37
6.3
Transportes ..................................................................................................... 37
6.3.1
Remessas expressas ............................................................................... 38
6.3.2
Perfil dos materiais e logística .................................................................. 38
6.3.3
Requerimentos básicos do romaneio ....................................................... 38
6.3.4
Requerimentos básicos do conhecimento de embarque .......................... 39
6.3.5
Requerimentos para faturas comerciais internacionais ............................ 39
6.4
Embalagem e rotulagem – Requisitos gerais .................................................. 40
6.4.1
Responsabilidades do fornecedor ............................................................ 40
6.4.2
Ergonomia ................................................................................................ 40
6.4.3
Considerações para embalagens expansíveis ......................................... 40
6.4.4
Quantidade no pacote .............................................................................. 41
6.4.5
Proteção adicional dentro dos contêineres ............................................... 41
6.5
Orientações regionais para embalagem e rotulagem ...................................... 41
6.5.1
Embalagem e rotulagem — América do Norte ......................................... 41
6.5.2
Embalagem e rotulagem — Europa.......................................................... 44
6.5.3
Embalagem e rotulagem — China ............................................................ 45
6.5.4
Embalagem e rotulagem — Índia ............................................................. 45
6.5.5
Expedição e Embalagem — Brasil ........................................................... 45
Seção 7.0 — Avaliação do desempenho do fornecedor ........................................... 46
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 2 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
7.1
Introdução ....................................................................................................... 46
7.2
Pontuação do fornecedor ................................................................................ 46
7.3
Medições importantes ..................................................................................... 46
7.4
Impacto da deterioração no desempenho do fornecedor ................................ 47
7.5
Níveis de encaminhamento ............................................................................. 48
Seção 8.0 – Meio ambiente, saúde e segurança........................................................ 49
8.1
Meio ambiente ................................................................................................. 49
8.1.1
Proibição de substâncias ......................................................................... 49
8.1.2
Requerimentos dos clientes da Modine .................................................... 50
8.1.3
Obrigação de declaração .......................................................................... 50
8.1.4
Pessoa para contato ................................................................................. 50
8.2
Saúde e segurança ......................................................................................... 51
Seção 9.0 – Definições ................................................................................................ 52
Seção 10.0 – Documentos para consulta (clique aqui para acessar) ...................... 55
Seção 11.0 – Log de revisão ....................................................................................... 56
ANEXO A ....................................................................................................................... 57
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 3 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 1.0 — Introdução
A Modine Manufacturing Company é especializada em sistemas e componentes de
gerenciamento térmico, trazendo tecnologia e soluções de aquecimento e resfriamento
extremamente bem projetadas para os mais diversos mercados globais. Os produtos da
Modine são usados em veículos de carga leve, médio e pesado; em equipamentos
agrícolas, industriais e de construção; em sistemas de aquecimento, ventilação, ar
condicionado e refrigeração; e em sistemas de energia alternativa. Para mais
informações sobre a Modine, acesse www.modine.com.
Nossa visão
A Modine procura a liderança de mercado sendo uma empresa global focada no cliente
e que entrega qualidade, inovação e valor excepcionais. Desenvolveremos nosso
negócio essencial de gerenciamento térmico com soluções técnicas da mais alta
qualidade em sistemas, produtos e serviços – combinadas com uma estrutura
competitiva de custos.
Nossa missão
 Aumentarmos sempre o valor de nossos produtos para os nossos clientes por meio
da inovação e da excelência operacional.
 Aumentarmos sempre o entrosamento e a capacidade de nossos funcionários.
O segredo do nosso sucesso está em poder satisfazer as necessidades dos nossos
clientes quanto a produtos e serviços relativos à transferência de calor.
Para que a Modine continue a ser uma líder mundial em transferência de calor,
precisamos escolher e trabalhar com fornecedores de primeira linha. Os nossos
fornecedores são cruciais para nos ajudar a garantir que atenderemos as expectativas
do cliente e que continuaremos competitivos no mercado mundial atual.
A Modine está empenhada em trabalhar em colaboração com os fornecedores para
incrementar as posições competitivas de nossa cadeia de suprimentos. Esperamos
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 4 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
manter um relacionamento de longo prazo com cada um de nossos parceiros
fornecedores.
1.1
Metas e alcance do manual do fornecedor
O objetivo deste manual é informar aos fornecedores de material direto, ferramentas e
bens de capital quais são os requisitos e as expectativas da Modine.
Este manual fornece detalhes dos requisitos comerciais e logísticos e dos sistemas de
qualidade e sistemas ambientais aos fornecedores da Modine. A conformidade com este
manual é obrigatória para assegurar que os fornecedores tenham disponíveis os
sistemas, processos e procedimentos necessários para atender aos requisitos da
Modine e dos clientes finais da Modine.
Esperamos que os fornecedores cumpram os requisitos da fábrica, ou fábricas, que
atendem. As fábricas da Modine estão certificadas com ISO 9001 ou ISO/TS 16949, ou
detêm certificação específica para o cliente e mercado que atendem. Todos os
requisitos específicos do Sistema de gerenciamento da qualidade de fábrica da Modine
serão comunicados pelo departamento de compras da Modine durante o registro do
fornecedor e o processo de concessão comercial.
Esse manual será atualizado conforme necessário para incluir novos requisitos e
alterações com base nas necessidades e nos requisitos não só da Modine como
também dos nossos clientes.
1.2
Código de conduta — Programa RightWay de ética comercial
A Modine tem uma longa história de estabilidade financeira que começou na sua
fundação em 1916. Nossos esforços comerciais avançam com um olhar no futuro e
estão fundamentados nos princípios de conduzir uma corporação confiável e
responsável. Para nos ajudar a cumprir nossas responsabilidades, a Modine tomou
medidas adicionais que estabelecem, para funcionários e fornecedores, métodos globais
para relatar todos os assuntos que talvez não estejam de acordo com os valores da
empresa ou com normas legalmente aceitas. E isso inclui:






conflitos de interesse nos negócios
uso indevido de informações confidenciais
suborno
atos ilegais ou infrações criminais, reais ou sob ameaça
dúvidas quanto a Meio ambiente, saúde e segurança
violação dos direitos humanos – Trabalho forçado ou trabalho infantil
A Modine estabeleceu o Comitê de ética comercial da Modine (“Comitê de Ética”), que é
responsável pela supervisão de todas as investigações internas quanto a assuntos que
envolvam a ética nos negócios e por incentivar a conformidade com os requisitos legais
e internos relativos a questões de ética comercial. O Comitê de ética está disponível a
todos dentro ou fora da empresa e que queiram fazer um relato.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 5 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Esteja ciente de que o Comitê de ética tratará todos os assuntos reportados com total
discrição e de acordo com o melhor interesse das partes envolvidas e com os requisitos
legais.
Esperamos que os fornecedores entendam e sigam os requisitos de ética comercial
(Right Way) da Modine.
Para mais informações sobre nosso programa RightWay, visite www.modine.com e
selecione
1.3
Política de compras
A Modine está compromissada com o tratamento honesto e imparcial dos nossos
fornecedores, permitindo que fornecedores qualificados tenham a oportunidade de
aumentar os seus negócios. A confidencialidade do fornecedor é mantida por todos os
funcionários da Modine, para que sejam também mantidos altos padrões éticos e para
promover a criação de relações duradouras com o fornecedor.
Por sua vez, esperamos que os fornecedores:
 mantenham o sigilo das informações cedidas pela Modine
 conduzam os negócios de maneira ética, sem tentar qualquer tipo de influência, seja
por meio de presentes, entretenimento ou favores que poderiam levar a um conflito
de interesse
 informem a Modine sobre as alternativas de tecnologia de produtos e processos que
melhorariam o valor de compra
 sejam parceiros da Modine para criar produtos sustentáveis usando materiais e
processos corretamente sustentáveis.
1.4
Política de qualidade
A Modine procura a liderança de mercado sendo uma empresa global focada no cliente
e que entrega qualidade, inovação e valor excepcionais. O segredo para o nosso
sucesso está em poder satisfazer as necessidades dos nossos clientes com produtos e
serviços de qualidade. Portanto, faz parte da nossa política:
 sempre fornecer produtos, processos e serviços de transferência de calor que não
só atendam, mas que excedam as expectativas do cliente.
 sempre buscar qualidade do mais alto nível e sistemas avançados de qualidade com
o uso de programas que levam em conta os requisitos de qualidade e logística, o
mercado, o ambiente e os funcionários dos nossos clientes.
Para alcançar essa meta de qualidade, a Modine precisa de parceiros na cadeia de
suprimento com o mesmo compromisso de qualidade, inovação e valor excepcionais.
1.5
Política ambiental
A Modine está empenhada em minimizar o impacto de suas operações de fabricação na
saúde humana e no ambiente buscando implementar melhorias no que diz respeito à
proteção ambiental e que estão de acordo com os princípios e valores comerciais da
Empresa. Esta política é a base do Sistema de gerenciamento ambiental da Modine, e
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 6 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
cada funcionário é responsável por apoiar os seguintes princípios com os quais a
empresa tem compromisso:







1.6
Política de segurança e saúde
A Modine está empenhada em minimizar o impacto de suas operações de fabricação na
saúde humana, buscando implementar melhorias no que diz respeito à proteção
ambiental e que estejam de acordo com os princípios e valores comerciais da Empresa.
Esta política é a base do processo de segurança e saúde da Modine, e cada funcionário
é responsável por apoiar os seguintes princípios com os quais a empresa tem
compromisso:






1.7
adotar uma abordagem proativa para resolver problemas ambientais
educar e treinar a nós mesmos para a adoção de práticas ambientais saudáveis
levar em consideração aspectos ambientais durante o desenvolvimento de produtos
conservar recursos, evitar a poluição, diminuir o desperdício e reduzir o impacto
ambiental dos nossos processos de fabricação
reduzir o uso de produtos químicos tóxicos
avaliar, controlar, verificar e sempre melhorar nosso desempenho ambiental
seguir os requisitos regulatórios e outras normas ambientais (como requisitos de
clientes ou acordos estabelecidos com indivíduos ou organizações fora da Modine)
adotar uma abordagem proativa para a resolução de questões de saúde e
segurança.
promover e manter os sistemas de segurança que alcancem responsabilidade
pessoal pela segurança em todos os níveis na organização.
educar e treinar todos os funcionários, para assegurar que as práticas apropriadas
de segurança sejam seguidas.
implantar melhorias contínuas de segurança, resultado na redução dos riscos de
ferimentos e doenças.
apoiar a melhoria contínua de nosso desempenho de saúde e segurança.
obedecer ou superar todas as regulamentações governamentais aplicáveis para
saúde e segurança, e outros requisitos.
Política de conformidade comercial
A Modine reconhece que não seguir os requisitos de conformidade comercial pode ter
sérias consequências para a empresa, incluindo danos à reputação, penalidades
monetárias e a suspensão/revogação dos privilégios de importação ou exportação da
empresa, resultando em um impacto negativo para nossos fornecedores e clientes.
Assim, estamos comprometidos com a implantação, manutenção e contínua melhoria de
um robusto programa de conformidade comercial global, que integre as atividades de
conformidade aos nossos processos de negócio e ao gerenciamento de fornecedores da
Modine. Mais informações sobre a Política de conformidade comercial da Modine podem
ser encontradas em www.modine.com, sob a seção “Sobre a Modine”. Informações
adicionais sobre os Requisitos de conformidade comercial para fornecedores da Modine
podem ser encontradas na seção 6.1 deste manual.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 7 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
1.8
Política antifraude
A Modine está comprometida com os mais altos padrões de comportamento moral e
ético pelos seus funcionários, fornecedores, clientes e parceiros. A política antifraude da
Modine foi estabelecida para facilitar o desenvolvimento de controles que ajudarão na
prevenção e detecção de fraudes contra a Modine. A Modine pretende promover um
comportamento organizacional coerente, ao fornecer orientações e atribuir
responsabilidades para o desenvolvimento de controles e conduta de investigações.
Mais informações sobre a Política antifraude da Modine podem ser encontradas em
www.modine.com, sob a seção “Sobre a Modine”.
1.9
Política anticorrupção
A Modine está comprometida a seguir as leis contra corrupção, às quais a empresa está
sujeita, incluindo a Lei Contra Práticas de Corrupção no Exterior, dos EUA (Foreign
Corrupt Practices Act, FCPA), a Lei Contra Suborno do Reino Unido 2010 (Bribery Act)
e/ou outras leis contra corrupção (em conjunto, as “Leis”). Dependendo das
circunstâncias de negócio, estas Leis podem se aplicar às nossas atividades por todo o
mundo, ainda que uma lei seja aplicada por um país em particular e as atividades
ocorrerem em outro país. É política da Modine que todas as transações de negócios
sejam baseadas apenas em sólidas decisões de negócios e negociações justas. Mais
informações sobre a Política anticorrupção da Modine podem ser encontradas em
www.modine.com, sob a seção “Sobre a Modine”.
1.10
Aviso sobre mineirais de conflito
Em julho de 2010, os Estados Unidos sancionaram a Lei de proteção ao consumidor
(Consumer Protection Act) e a lei de reforma do sistema financeiro (Dodd—Frank Wall
Street Reform). Parte desta lei exige que todas as empresas listadas em bolsa de
valores dos EUA façam certas revelações sobre suas compras e usos dos chamados
“Minerais de conflito” (estanho, tântalo, tungstênio e ouro). O objetivo da lei é chamar
atenção ao uso de minerais provenientes da República Democrática do Congo ou
regiões próximas, que beneficiam, direta ou indiretamente, grupos armados
responsáveis por severas violações dos direitos humanos, e incentivar as empresas dos
EUA a interromper o uso de Minerais de conflito originários desta região. A Modine está
comprometida em obter componentes e materiais de fornecedores que compartilhem os
valores expressos em nosso código de ética, que inclui o respeito de direitos humanos,
que é a base da Lei sobre minerais de conflito.
Para ajudar a Modine em seus esforços de cumprir com os requisitos e o espírito desta
Lei, a Modine espera que todos os seus fornecedores por todo o mundo sigam os itens
abaixo:


comprometer—se a ser ou se tornar “livre de conflitos” ao comprar estanho, tântalo,
tungstênio e ouro apenas de fundições livres de conflitos.
preencher uma declaração EICC—GeSI, certificando o status de livre de conflito pelo
fornecedor e entregar comprovantes sobre os países de origem do estanho, tântalo,
tungstênio e ouro que comprar para a Modine.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 8 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine

obter declarações e provas de todos os subfornecedores em sua cadeia de
suprimento para apoiar a declaração de livre de conflito e estar preparado para
compartilhar estas provas se solicitado pela Modine.
Os fornecedores que não seguirem estes requisitos podem estar sujeitos ao bloqueio de
novos negócios.
Para mais informações sobre os requisitos da declaração sobre Base de fornecimento
de minerais de conflito, acesse www.modine.com/suppliers.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 9 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 2.0 — Fazendo negócios com a Modine
A Modine procura manter relacionamentos duradouros com fornecedores que
compartilhem a nossa meta de criar uma cadeia de suprimentos sustentável e de alto
valor e, com isso, atender aos nossos clientes e ao mercado do usuário final. Este foco
no valor inclui a compra dos componentes e materiais tecnológicos certos, entregues no
prazo e com alta qualidade, com permanente esforço para a melhoria contínua.
Como fabricante de trocadores de calor para veículos e de sistemas de geração de
calor, resfriamento e ventilação para edifícios, a Modine compra materiais e
componentes nos seguintes grupos de mercadoria.
Matéria—prima
Bobina de alumínio e barras
e placas e aço e folha de
carbono
Placas bimetal
Placas de latão
Pasta para solda, bobina de
aço inoxidável para solda,
bobina de cobre e placa
Resina
Metais fabricados
Tubos — soldados e extrudados
Tubos — formados e curvados
Estampagem
Unidades estampadas
Componentes usinados
Encaixes
Presilhas e ferragens
Petroquímicos
Gaxetas, anéis de vedação
Grometes e isolantes
Mangueiras
Tanques de radiadores
Saias do ventilador
Reservatórios para refrigerantes
Tampas e plugues
Tinta
Fundições
Alumínio
Latão e bronze
Ferro fundido e ferro dúctil
Aço inoxidável
Magnésio
Montagens complexas
Compressores
Trocadores de calor
Componentes HVAC
Dispositivos eletrônicos
Motores/Sopradores/Ventoinhas
Controles elétricos
Sensores
Chicote de cabos/fios
O fornecimento para a Modine começa com o seu registro junto ao grupo de compras da
Modine ao apresentar informações gerais sobre os recursos da sua empresa.
2.1
Processo de registro de fornecedor – Para se tornar um fornecedor aprovado pela
Modine
Visite o site da Modine na internet www.modine.com/suppliers e selecione Potential
Suppliers (Fornecedores potenciais) para acessar o New Supplier Interest Form (Novo
formulário de interesse de fornecedor). Preencha o formulário eletrônico e as
informações inseridas serão transmitidas para a devida organização de compras
regionais da Modine para análise e resposta.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 10 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
2.2
Autoavaliação do fornecedor
Após o envio do seu registro de fornecedor, o departamento de compras da Modine
analisará as informações fornecidas e responderá com comentários sobre as próximas
etapas, que pode incluir o preenchimento da Autoavaliação do fornecedor Seção 10.0
elaborada para a obtenção de informações adicionais que permitirão ao setores de
compras e de qualidade da Modine conhecerem melhor o seu ramo de atuação, a
adequação às necessidades da Modine e também como uma primeira avaliação dos
recursos da sua empresa.
Em 2012, a Modine começou a usar um software de eSourcing baseado na web, para
registrar novos fornecedores, manter informações sobre fornecedores e para conduzir
atividades de contratação de novos negócios. Dependendo da região de sua operação,
a Modine pode requerer que fornecedores preencham a autoavaliação neste software
de eSourcing baseado na web.
2.3
Avaliação do fornecedor aprovado pela Modine
Após o envio da Autoavaliação do fornecedor, os setores de compras e de qualidade da
Modine examinarão esses documentos e entrarão em contato com você caso existam
dúvidas e/ou esclarecimentos quanto às etapas seguintes do processo para se tornar
um Fornecedor aprovado.
2.4
Análise local
Em muitos casos, os setores de compras e de qualidade da Modine solicitarão uma
Análise local nas suas instalações para confirmar as informações de autoavaliação e
disponibilidade para as atividades de produção da Modine.
2.5
Acordo de não divulgação
Se aprovado para prosseguir, você será solicitado a assinar e devolver um Acordo de
não divulgação (Non—Disclosure Agreement, NDA) que permitirá a livre circulação de
informações confidenciais da Modine associadas aos novos pedidos de cotação (RFQ)
comercial.
2.6
Sanções e Diligência de Devido de Anti-corrupção
Para assegurar a complacência com sanções aplicáveis e leis de anti-corrupção, os
fornecedores serão protegidos por Modine por um banco de dados de diligência devido
fornecido pela terceira pessoa. Os fornecedores devem fornecer um nome de
companhia completo e exato, bem como qualquer informação necessária adicional
solicitada por Modine, para que Modine possa usar efetivamente o banco de dados de
diligência devido.
2.7
Análise da situação financeira
Em alguns casos, em relação a concessões ou dúvidas comerciais significativas quanto
à situação financeira do fornecedor, a Modine poderá iniciar uma análise financeira da
situação do fornecedor. Como fornecedor da Modine, esperamos que você concorde
com essas análises financeiras da Modine e/ou com um representante de Análise
financeira da Modine, fornecendo dados ou medidas financeiras da empresa para apoiar
a avaliação da situação financeira básica de suas empresas.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 11 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
2.8
Lista de fornecedores aprovados (ASL)
Os fornecedores que completarem com êxito o processo de avaliação serão
reconhecidos como Fornecedor aprovado pela Modine Manufacturing e estarão
qualificados para novas concessões de negócios. O departamento de compras da
Modine incluirá os fornecedores aprovados em oportunidades de cotação para novos
programas que se incluem nas capacidades de produto e fabricação do fornecedor.
As atividades de produção concedidas aos fornecedores aprovados pela Modine serão
analisadas continuamente, quanto à qualidade e ao desempenho de entrega,
capacidade técnica, certificação de qualidade e de sistema ambiental e de capacitação
comercial. Para saber os detalhes do Processo de pontuação do fornecedor e
implicações de suprimento comercial, consulte a Seçtão 7.0 deste Manual.
Em linha com o reconhecimento ASL, o departamento de compras da Modine entrará
em contato com o fornecedor e solicitará o preenchimento dos formulários necessários,
para permitir que o fornecedor seja inserido no sistema de Planejamento de recurso
empresarial (ERP) regional da Modine.
As solicitações do fornecedor por status de crédito da Modine devem ser direcionadas
ao seu respectivo comprador da Modine.
Em 2012, a Modine começou a usar um software baseado na web para compras e
gerenciamento do relacionamento com fornecedores (SRM). É responsabilidade dos
fornecedores manter o perfil, informações organizacionais e certificados de negócio
(ISO/TS, NDA, licenças regionais de negócios, etc.) das suas organizações neste
sistema de SRM baseado na web.
2.9
Comunicação pelo fornecedor das mudanças organizacionais ou de status de
negócio
Os fornecedores devem informar a Modine sobre mudanças significativas na
organização ou nos negócios (como mudança de pessoal ao nível da gerência,
propriedade da empresa, reestruturação ou insolvência), assim como mudanças no
pessoal responsável pela atividade de qualidade do fornecedor. Estas informações
devem ser comunicadas diretamente ao seu comprador da Modine.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 12 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 3.0 — Políticas e procedimentos comerciais
Como fornecedor da Modine, você pode esperar ser tratado com respeito e
transparência quanto às nossas necessidades de negócios de modo que nossa cadeia
de suprimentos seja bem—sucedida. Ao mesmo tempo, esperamos transparência de
nossos fornecedores em termos de tecnologia, custos, qualidade e estabilidade
financeira e operacional. Apenas conseguiremos êxito como parceiros de
relacionamento duradouro se compartilharmos o mesmo objetivo de sucesso.
3.1
Termos e condições
Os Termos e condições da Modine são o fundamento dos acordos comerciais do nosso
fornecedor. Em determinadas regiões, leis locais podem exigir termos exclusivos que
estarão incluídos nos documentos regionais dos nossos Termos e condições. Consulte
a Seção 10.0 Documentos para consulta deste manual ou entre em contato com o
Grupo de compras da Modine da sua região, para obter uma cópia dos documentos
pertinentes de nossos Termos e condições. Isso é uma garantia de que você está ciente
e concorda com os requisitos da sua região.
Em alguns casos, exceções locais aos Termos e condições podem ser aceitos por um
membro da equipe de gerenciamento de compras da Modine. Toda exceção deve ser
documentada e assinada, tanto pelo departamento de compras da Modine quanto por
um representante da administração do fornecedor em questão, com o objetivo de
manter um relacionamento ético e transparente.
3.2
Acordos de garantia do fornecedor
Como fornecedor da Modine, esperamos que você forneça garantia de seus produtos,
tais como produtos sem defeito em termos de material e acabamento, e que esses
produtos estejam de acordo com as especificações e requisitos da Modine. Se houver
uma falha de campo de um peça fabricada pela Modine devido a um componente do
fornecedor, espera—se que o fornecedor participe das análises de resolução do
problema junto com a Modine e com o cliente da Modine. Se ficar determinado que a
falha pode ser atribuída, em todo ou em parte, ao produto do fornecedor, este negociará
em boa—fé pelo pagamento de sua devida participação nos custos de garantia à
Modine e, caso pertinente, ao cliente da Modine. Outras responsabilidades de garantia
podem ser exigidas de acordo com a lei local ou conforme um específico Acordo de
garantia do fornecedor da Modine, assinado junto com a concessão comercial da
Modine. O Acordo de garantia do fornecedor da Modine propõe termos e condições
específicos, associados ao prazo da garantia, coberturas da garantia, análise de falha
do produto e processos de recuperação de despesas com garantia exigidas pela Modine
e pelo cliente da Modine.
3.3
Processo de compras
Como fornecedor aprovado da Modine, você será considerado para todas as
oportunidades de provisão de produtos dentro do escopo do seu produto ou capacidade
de fornecimento de materiais. Em alguns casos, os setores de compras e engenharia da
Modine poderão omitir um fornecedor aprovado de uma oportunidade de cotação devido
a um projeto, requerimentos técnicos ou considerações de capacidade específicas. O
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 13 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
departamento de compras da Modine se empenhará para informar as justificativas
dessas decisões quanto à provisão junto aos nossos fornecedores.
O departamento de compras da Modine é apenas o canal oficial do fornecedor para a
apresentação e a execução de acordos comerciais. Os fornecedores devem incluir o
comprador apropriado da Modine em todas as comunicações comerciais.
3.3.1
Processo de pedido de cotação (RFQ)
Os fornecedores devem esperar receber pedidos de cotação (RFQ) do departamento de
compras da Modine com todas as informações necessárias que permitem ao fornecedor
desenvolver e apresentar uma resposta correta de cotação de preços. Se um fornecedor
tiver dúvidas ou precisar de esclarecimentos sobre os detalhes de um RFQ, o
fornecedor deve procurar o departamento de compras da Modine e solicitar tais
esclarecimentos. A Modine espera que todas as informações apresentadas no RFQ
sejam tratadas como exclusivas e confidenciais.
Em 2012, a Modine começou a usar um software de eSourcing baseado na web, para
registrar novos fornecedores, manter informações sobre fornecedores e para conduzir
atividades de contratação de novos negócios. Os fornecedores podem ser instruídos a
responder a RFQs neste software de eSourcing baseado na web.
3.3.2
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC)
Como parte do nosso processo de RFQ, a Modine pode solicitar que o fornecedor
realize uma análise do compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC) para
garantir que engenheiros, funcionários da produção e equipe de qualidade do
fornecedor entendam perfeitamente os requisitos de produto da Modine e que possam
ratificar sua aptidão e capacidade. Este STFC é um marco essencial no processo de
Planejamento avançado de qualidade de produto (APQP) da Modine e um pré—
requisito às operações de fornecimento. Mais informações sobre o processo STFC
podem ser encontradas na Seção 5.2.1 deste manual.
3.3.3
Transparência de custos
Para que a Modine e os nossos parceiros da cadeia de suprimentos sejam bem—
sucedidos, precisamos operar com um nível de confiança que permita a divisão
inequívoca dos detalhes dos custos que ratificam a resposta do fornecedor em relação à
cotação de preços. O nível mínimo exigido de informação sobre componentes de preços
inclui:





custo de material
custo de mão de obra direta e horas
custos variáveis de despesas indiretas
custos fixos de despesas indiretas
custos com ferramentas
A Modine tratará essa informação como sigilosa e para ser usada unicamente em
conversa com o fornecedor que apresentou tais informações como um meio de se
chegar a um acordo comercial. Detalhes adicionais dos componentes de preços podem
ser necessários na resposta do RFQ apresentada pelo fornecedor. Não enviar os
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 14 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
detalhes dos custos solicitados pode resultar em o fornecedor não participar das
considerações para as operações de suprimento.
3.3.4
Escolha do fornecedor
Após a análise das respostas de RFQ por parte dos fornecedores aprovados, os setores
de compras, engenharia, fabricação, qualidade de fábrica, logística e engenharia de
qualidade do fornecedor (SQE) farão em conjunto uma seleção do fornecedor, com base
nos seguintes critérios:








Avaliação técnica de produto ou material
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC)
Capacidade e atendimento técnico do fornecedor
Capacitação e capacidade de fabricação
Saúde financeira do fornecedor
Desempenho de qualidade
Preço, custo e termos comerciais do produto
Custos de logística (frete e taxas)
Todos os fornecedores que participam de um RFQ serão notificados em tempo hábil
após conclusão do processo de avaliação das operações de suprimento e receberão
feedback relativo aos argumentos para o fornecimento e oportunidades de melhoria.
A Modine espera que os fornecedores utilizem disciplinas de planejamento avançado de
qualidade de produto para administrar o desenvolvimento de produto e projetos
associados a novas peças ou processos de engenharia. Consulte a Seção 5.0 deste
manual para obter mais detalhes sobre as expectativas da Modine quanto ao suporte do
fornecedor e gerenciamento do programa do negócio concedido.
3.4
Expectativas de melhoria contínua
Os fornecedores devem ter preços competitivos em termos globais e esperamos que
alcancem os objetivos de redução de custos anual determinados pela Modine. Os
fornecedores deverão se esforçar para tornar suas operações mais eficientes e
compartilhar essas oportunidades de economia com a Modine. Isso pode ser em termos
de redução formal de custos para acordos de um ano ou de vários anos. Metas de
economia serão comunicadas quando da concessão do negócio e/ou por meio de
discussões anuais com o seu representante no departamento de compras da Modine.
Os fornecedores são incentivados a identificar e propor ideias de redução de custos em
relação aos negócios em andamento, o que poderia sere creditado a favor de seus
objetivos de redução de custos. As ideias propostas podem estar relacionadas a
qualquer aspecto da cadeia de suprimentos, incluindo alterações de projeto e material,
melhorias de embalagens, melhorias de logística, entre outros. Os fornecedores devem
trabalhar com seus representantes no departamento de compras da Modine para que
entendam os objetivos de custos requeridos. Uma das medidas usada no processo de
critérios de avaliação anual do fornecedor da Modine é o apoio ao processo de melhoria
contínua, conforme descrito na Seção 7.0 deste manual.
Toda alteração de produto ou processo, incluindo os associados à redução de custos,
precisam ser aprovados pelos setores de compras e de engenharia da Modine antes da
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 15 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
implementação, e deve ser comunicada à Modine de acordo com o processo de
gerenciamento de mudança, conforme discutido na Seção 5.4 deste manual.
3.5
Requisitos e expectativas de equipamentos, ferramentas e metrologia
A Modine estabeleceu as seguintes diretrizes e recomendações relativas a RFQs de
bens de capital, ferramentas e metrologia:








O fornecedor tem total responsabilidade pela conclusão do projeto, construção e
teste de adaptação de todas as ferramentas/equipamentos a serem cotados
conforme as especificações fornecidas. Aprovações ou vistos de representantes
da Modine a projetos não eximem o fornecedor desta responsabilidade.
É parte da política da Modine que nenhum trabalho pode ser iniciado pelo
fornecedor sem um pedido de compra da Modine ou uma carta de intenção
enviada pelo departamento de compras da Modine. Assim sendo, o
departamento de compras da Modine é o único grupo da Modine autorizado a
colocar um projeto em espera ou de cancelar um projeto.
O fornecedor garante a conclusão de ferramentas/equipamentos até a data final
para conclusão constante na cotação, a menos que anteriormente acordada por
escrito pelo departamento de compras da Modine.
Os custos de alteração de engenharia devem ser acordados pelo engenheiro
responsável da Modine e/ou gerente de programa atribuído ao programa.
Nenhuma alteração de engenharia pode ser iniciada sem um pedido de compra
corrigido, especificamente tratando da alteração. Todas as solicitações de
alterações de custo ou atrasos na entrega precisam ser enviadas ao
departamento de compras da Modine com detalhes suficientes para ratificar a
solicitação. O fornecedor deve realmente se empenhar para manter o andamento
do programa conforme acertado nas negociações de aprovação de alteração no
custo.
Todas as máquinas devem atender ou exceder os requisitos apresentados nas
especificações da Modine. O que inclui tempos de ciclo.
Todos os moldes e gabaritos devem cumprir ou exceder as especificações
recomendadas pela Modine.
Para cotações de bens de capital, todo trabalho que empregar
gabaritos/ferramentas deve ser mostrado como detalhe do item individual na
cotação de preços do fornecedor. Trabalho que emprega gabaritos/ferramentas é
tudo aquilo que entra em contato com a peça.
Todas as cotações devem ser enviadas com desdobramento de custos para
todos os principais componentes nas seguintes categorias:
o
o
o
cotações de instrumentos/ferramentas para todos os gabaritos, ferramentas e
aparelhos devem ser apresentados no detalhe do item individual
custos intangíveis
 custos de engenharia
 custos de projeto
 custos especificamente alocados para “equipamento especializado”
informações e custos de bens fixos, para ajudar nas opções de análise de
arrendamento
 robôs incluem número de fabricante e de modelo
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 16 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
 dispositivos ou sistemas de manipulação de material incluem número
de fabricante e de modelo
 controladores de processo e painéis de controle eletrônicos incluem
número de fabricante e de modelo
 dispositivos de teste incluem número de fabricante e de modelo
 custos de instalação e remessa
3.5.1
Programa de gerenciamento de ferramentas
O devido controle e manutenção de ferramentas utilizadas para produzir peças para a
Modine é fundamental para o nosso sucesso. Seja o instrumental de propriedade da
Modine ou de um dos nossos clientes, os fornecedores deverão exercer boas práticas
de fabricação para garantir a viabilidade de provisão de ferramentas industriais ao longo
de sua vida útil. No mínimo, os fornecedores devem seguir as especificações detalhadas
abaixo para ferramentas de propriedade da Modine ou do cliente da Modine. Os
requisitos, além destes aqui listados, podem estar especificados no pedido de compra.

Acordos de provisão de ferramentas
o Se possível, as ferramentas deverão ter uma placa de identificação
permanentemente afixada com as seguintes informações:
 “Propriedade de _______”
 Número de identificação da Modine (Nº T)
 Número de identificação de cliente (a ser fornecido pela Modine)
 Recurso nº
 peso
 Data de fabr.
o Os fornecedores da Modine Europa devem seguir Factory Standard ME
95022_European Tool Marking (ver seção 10.0 deste manual) para
orientações específicas sobre o gerenciamento de ferramentas. Se uma
placa de identificação não puder ser afixada à ferramenta, a informação deve
ser afixada na área de armazenamento ou no contêiner da ferramenta.
o Espera—se que o fornecedor mantenha a ferramenta por um mínimo de
quinze (15) anos após a produção em série terminar, às custas do
fornecedor. Toda divergência a este requisito precisa ser autorizada pelo
departamento de compras da Modine.
o As peças deverão apresentar as dimensões corretas ao longo da vida útil da
ferramenta a menos que seja de outra forma acordado com a Modine.
o As peças produzidas a partir da ferramenta não podem ser vendidas a outro
cliente sem aprovação por escrito do departamento de compras da Modine.
o O pagamento transfere propriedade e direitos para a Modine, ou o direito do
cliente da Modine para retirar a ferramenta.
o A aprovação por escrito do departamento de compras da Modine é requerida
antes da remoção ou da desativação permanente de qualquer equipamento
ou ferramenta.
o A aprovação por escrito do departamento de compras da Modine é requerida
antes da modificação de qualquer ferramenta.
o O fornecedor deve realizar a manutenção preventiva das ferramentas às
suas próprias custas.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 17 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
o
o
o
o

Armazenamento de ferramentas – O fornecedor deve separar e manter as
ferramentas ou a propriedade do vendedor à parte da produção. A
ferramenta deverá ser protegida contra os elementos naturais e de possíveis
danos, e armazenada em local protegido contra incêndio.
O fornecedor da ferramenta e/ou as instalações do fornecedor que estiverem
utilizando a ferramenta deverão ter cobertura de seguro paga pelo
fornecedor.
A Modine e/ou o cliente da Modine poderão visitar as instalações do
fornecedor para examinar as ferramentas e registro dessas ferramentas. O
fornecedor deve se empenhar em facilitar a visita, dentro do prazo.
Transferência de ferramentas – É necessária a autorização por escrito da
Modine para levar uma ferramenta para outro centro de produção. O
fornecedor deve fornecer um detalhado plano de mudança, incluindo a
formação de estoques de peças, conclusão do testes de validação do
produto com sucesso, estudos de recursos do processo e os requisitos do
Processo de aprovação da produção de peça (PPAP), para assegurar que o
fornecimento da peça para a Modine ou os clientes da Modine não seja
interrompido. Este plano precisa ser aprovado pelos departamentos de
compras e Fabricação da Modine, e todo o custo de mudança ou de estoque
é de responsabilidade do fornecedor que estiver solicitando tal mudança.
Requisitos para pagamento por ferramentas e Processo de aprovação para
produção de peças (PPAP)
o As faturas de pagamento para o progresso das ferramentas devem ser
enviadas ao grupo de Contas a Pagar da Modine e devem incluir uma Folha
de estoque da ferramenta (Tool Inventory Sheet, veja um exemplo na seção
10.0). A Folha de estoque da ferramenta inclui imagens e descrições das
ferramentas. Seu comprador regional da Modine pode fornecer instruções
adicionais ou um modelo de estoque de ferramentas para a sua região, como
parte do novo processo de negócio para RFQ.
o O pagamento final pelas ferramentas será emitido após a aprovação PPAP
pela Modine. O fornecedor enviará uma cópia do Processo de aprovação
para a produção de peças (PPAP) da Modine aprovado, com a fatura final de
pagamento enviada ao setor de Contas a pagar da Modine. O pagamento
final não será realizado sem a documentação do PPAP aprovada pela
Modine e uma Folha de estoque de ferramenta.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 18 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 4.0 – Qualidade
4.1
Geral
A Modine espera que seus fornecedores alcancem e demonstrem um compromisso de
Zero PPM com a qualidade em seus negócios diários. Isso significa que toda a equipe
de administração do fornecedor fica comprometida com a implementação de processos
de gerenciamento de qualidade que adotem uma cultura de qualidade – todo processo,
todos os dias.
A Modine requer que os fornecedores de produção em série para o negócio veicular da
Modine tenham um sistema de gerenciamento de qualidade (QMS) registrado a um
mínimo de ISO 9001. Os fornecedores que fazem entregas às fábricas da Modine e que
forem registrados com a certificação ISO/TS 16949 precisam manter um sistema de
gerenciamento de qualidade em conformidade com a norma ISO/TS 16949, ou ter um
plano ativo para atingir a certificação ISO/TS 16949.
Pode ser que os fornecedores que fornecem para as fábricas do Grupo de Produtos
Comerciais da Modine não precisem ser registrados ao ISO 9001 ou ISO/TS 16949. No
entanto, espera—se que tenham sistemas e capacidades de qualidade para respaldar o
fornecimento de componentes de qualidade para as fábricas do Grupo de Produtos
Comerciais da Modine. Os requisitos específicos do sistema de qualidade pertinentes
aos fornecedores para o Grupo de Produtos Comerciais serão comunicados durante o
processo de pedido de cotação (RFQ).
Todos os fornecedores devem seguir os requisitos dos padrões aplicáveis e os
requisitos definidos no Manual global para fornecedores da Modine.
É responsabilidade de cada fornecedor fornecer ao departamento de compras da
Modine uma cópia atualizada do certificado ISO 9001 ou ISO/TS 16949. Certificações
atualizadas de qualidade podem ser enviadas diretamente ao comprador regional da
Modine ou, se aplicável, carregadas ao portal de SRM eSourcing da Modine.
Estes requisitos de qualidade são exigidos para respaldar o Processo de ciclo de vida
do produto da Modine.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 19 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
4.2
Requisitos da documentação
O fornecedor deverá manter a documentação atual pertinente relacionada ao negócio da
Modine, incluindo, mas não se limitando a:
 ISO 9001 e/ou ISO/TS 16949
 Ferramentas essenciais AIAG
o Planejamento avançado de qualidade de produto (APQP) e Plano de controle
o Análise de sistema de medidas (MSA)
o Processo de aprovação para a produção de peças (PPAP)
o Análise de modo e efeitos de falha potencial (FMEA)
o Controle de processo estatístico (SPC)
 Ferramentas essenciais VDA
o Sistema de gerenciamento conjunto VDA na cadeia de suprimentos –
Garantia de nível de maturidade para novas peças
o VDA Volume 2: Aprovação de peça para produção
o VDA Volume 4: Garantia de qualidade anterior ao aplicativo de série –
Produto e processo FMEA
o VDA Volume 3.1: Garantir confiabilidade de fabricantes e fornecedores de
automóveis – Gerenciamento de confiabilidade
 Padrões de mercado adequados e recomendados
 Desenhos e especificações da Modine adequados e recomendados
4.3
Requisitos de gerenciamento de qualidade pelo fornecedor
Esta seção apresenta aos fornecedores os Requisitos específicos de QMS da Modine
relativos à certificação ISO/TS 16949 e a outros padrões internacionais relevantes. A
Modine espera que o fornecedor tenha desenvolvido processos internos que atendam
aos requisitos básicos e também aos requisitos específicos da Modine. Consulte o
Anexo A deste manual, para uma tabela resumindo os requisitos ISO/TS 16949 de QMS
específicos à Modine.
4.4
Produto fora da conformidade
A Modine espera que os fornecedores se empenhem para obter níveis de qualidade de
Zero PPM, porém, entende que problemas de qualidade podem surgir ocasionalmente.
A eficiente reação dos fornecedores quanto a problemas de qualidade ou de não
conformidade é essencial para conter a deficiência nas dependências do fornecedor ou
da Modine, desta forma evitando que tal falha afete o cliente final.
4.4.1
Documentos de não conformidade
Os fornecedores serão notificados pelo departamento de qualidade da fábrica da
Modine, ou pela central de qualidade, se for localizado um produto fora da
conformidade. O material fora da conformidade pode ser identificado durante a inspeção
de recebimento, fabricação, teste de confiabilidade, análise de garantia ou por meio de
notificação de cliente.
Os produtos fora da conformidade identificados na fábrica da Modine serão
documentados usando o Relatório de material fora da conformidade (NCR). O NCR
identificará o número da peça e a descrição do produto, a quantidade fora da
conformidade e a disposição. O NCR será enviado ao fornecedor para tomar uma
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 20 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
providência ou resposta à Modine, usando o Relatório de medida corretiva — 8D
(Corrective Action Report, CAR—8D) conforme descrito abaixo.
Os fornecedores devem responder a solicitações para ações corretivas usando um
Relatório de resolução de problemas de 8 disciplinas (8—Discipline Problem Solving
Report, 8D), pela ferramenta baseada na web Global 8D da Modine, disponível em
www.modine.com/suppliers
4.4.2
Expectativas sobre a resposta para a não conformidade de qualidade
Os fornecedores são requisitados a apresentar e implementar um plano de contenção
em até 24 horas da notificação do problema (ou antes, dependendo da situação e do
status de abastecimento do cliente), usando a metodologia de resolução disciplinada de
problema 8D. A contenção imediata é essencial e a Modine espera que os fornecedores
de produtos fora da conformidade se empenhem ao máximo possível para garantir uma
eficiente contenção do problema nas instalações do fornecedor, e trabalhará junto com a
Modine para ajudar a evitar que o produto chegue ao cliente da Modine. Uma rápida
resposta a problemas relacionados com a falta de conformidade é o principal critério do
processo de pontuação do fornecedor, descrito na seção 7.0, e que pode ser um fator
importante ao se estipular um novo suprimento comercial.
Após a contenção, o fornecedor deve identificar a causa principal da falta de
conformidade e proceder com alterações no produto ou no processo para evitar
possíveis recorrências. Espera—se que o fornecedor faça atualizações diárias ao 8D
por meio da ferramenta baseada na web para relatórios 8D (disponível em
www.modine.com/suppliers) até que a ação corretiva permanente seja implantada.
Toda alteração de produto ou processo fornecido precisa ser comunicada e aprovada
pelo departamento de qualidade da fábrica da Modine, para facilitar o gerenciamento
disciplinado da mudança (consulte a seção 5.4 deste manual)
A Modine pode solicitar que o fornecedor participe de reuniões nas dependências da
Modine ou nas dependências do cliente da Modine, para fins de análise das medidas do
8D. Da mesma forma, representantes da Modine podem visitar as instalações dos
fornecedores para discutir o 8D e auditar as alterações de produto ou processo.
4.4.3
Custo da baixa qualidade (COPQ)
Uma taxa administrativa pode ser considerada para o fornecedor, para captar os custos
da Modine relativos ao gerenciamento de materiais fora da conformidade do fornecedor.
Um número de Autorização para devolução de material, ou equivalente do fornecedor,
será solicitado ao fornecedor para autorização de débito para fins de descarte,
reprocessamento, triagem ou devolução de produto fora da conformidade no local.
Situações de recuperação de custos
Custos associados cobrados do
fornecedor
Relatório de Não Conformidade (Non
Conformance Report, NCR) Gerado
Preço mínimo fixado em US$ 100 ou € 100
por ocorrência.
Custos reais de mão de obra incorridos.
Seleção
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 21 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Frete expedido
Transportadora incorreta foi utilizada
Reprocesso e/ou descarte
Entregas com atraso resultam no seguinte:
● Fechamento da fábrica
● Reprogramação da fábrica
● Horas extras
Nenhuma notificação de remessa
adiantada (Advanced Shipping Notice,
ASN) recebida (aplica—se apenas à
América do Norte)
Material fora da conformidade resulta na
redução de velocidade na linha de
produção
Aumento de inspeção
Rejeições do PPAP
Devolução de frete por produto rejeitado
Reclamação(ões) de garantia do cliente da
Modine devido à falha de produto do
fornecedor
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 22 de 60
A diferença entre encargos de frete
expresso e frete padrão.
A diferença entre encargos de frete de
transportadora utilizada e especificada.
Custos reais de mão de obra e material
incorridos.
Custos reais incorridos
Custos reais incorridos
Custos reais incorridos
Preço mínimo fixado em US$ 50 por
ocorrência
Custos reais incorridos
Custos reais incorridos
US$ 250 ou € 250
Custos reais de remessa incorridos
Despesas com garantia incorridas pela
Modine e descritas no Acordo de Garantia
Limitada do Fornecedor da Modine ou
outros documentos pertinentes.
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 5.0 — Apoio ao processo de realização de produto
A Modine se empenha para tomar decisões preliminares de operações de suprimento
visando permitir o envolvimento antecipado do fornecedor no processo de realização de
produto. Espera—se que os fornecedores que tenham recebido negócios da Modine
aloquem recursos para as atividades de realização de produto junto ao departamento de
Engenharia da Modine e apliquem as disciplinas de Planejamento avançado de
qualidade de produto (APQP) dentro de sua própria organização e de sua cadeia de
suprimentos auxiliar, para garantir a alta qualidade no lançamento de produtos dentro do
prazo.
Os fornecedores da Modine desempenham uma importante função no processo de
realização de produto da Modine, chamado Modine APQP.
5.1
Aprovação do fornecedor
O processo para se tornar um fornecedor aprovado da Modine está descrito na Seção
2.0 – Fazer negócios com a Modine, e chega ao seu ponto máximo quando o fornecedor
é reconhecido na Lista de fornecedores aprovados para compras da Modine (ASL). Os
fornecedores aprovados estão qualificados e serão considerados para novas
oportunidades de operações de suprimentos comerciais no seu grupo de mercadoria
(fundições, estampagens etc.) com base em seu nível de certificação (como ISO 9001,
ISO/TS 16949, etc.). A próxima seção descreve o processo para a seleção de
fornecedores para concessões de negócios específicos.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 23 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
5.2
Escolha do fornecedor
O departamento de compras, SQEs regionais, equipe de qualidade de fábrica e
engenheiros de produto da Modine são os principais participantes do processo de
seleção de fornecedores, conforme descrito na Seção 3.3.4 deste manual.
Mais atenção e ênfase serão dadas aos fornecedores ou componentes “essenciais de
alto risco” que são definidos pelos seguintes critérios:








Novo fornecedor
Fornecedores de um número de peça fornecida com histórico de defeito
Fornecedores de componentes recém—projetados para novos produtos
Fornecedores com um histórico de problemas recorrentes
Fornecedores sem experiência com produtos similares
Complexidade do produto (por exemplo, componentes recém—projetados para
novos produtos, novos materiais ou novos processos de fabricação)
Fornecedores que não apresentam peças de produção para a Modine há algum
tempo (mais de um ano, por exemplo)
Criação de produto de volume VDA – Garantia de nível de maturidade para
novas peças — Peças avaliadas como A na Classificação de risco (conforme
solicitado por clientes selecionados da Modine)
Os departamentos de SQE e compras da Modine, junto com outras equipes de
engenharia e qualidade, desempenharão uma função ativa no gerenciamento de
fornecedores ou componentes, principalmente quando se tratar de fornecedores ou
peças de alto risco. Isso inclui a coordenação e a facilitação das seguintes atividades:



Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC) — concluído antes
das operações de suprimento
Rastreamento de status de APQP do fornecedor
Análises da prontidão para produção (PRRs) e Execução de t de produção
(PTRs)
Funcionários do departamento de qualidade (como gerentes de qualidade de fábrica)
serão responsáveis por informar os requisitos do PPAP, as características de repasse, a
informação de “gravidade” do P—FMEA, as lições aprendidas, as informações sobre
defeitos e os requisitos de auditoria no armazém do fornecedor conforme apropriado.
Espera—se que os fornecedores busquem ativamente essas informações e qualquer
outra informação que seja entendida como necessária para o sucesso do programa.
5.2.1
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC)
Os departamentos de compras e engenharia da Modine (Aplicação, Gerenciamento de
programa, Qualidade do fornecedor) podem exigir que os fornecedores cumpram o
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC) antes das operações de
suprimento para garantir que os engenheiros de fabricação e qualidade do fornecedor
entendam claramente os requisitos da Modine e tenham validados sua aptidão e
capacidade. Podem ser requeridos planos de medidas corretivas por parte do
fornecedor para ratificar uma decisão de suprimento.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 24 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
O STFC foi criado para ser uma revisão interativa com o fornecedor e o pessoal técnico
da Modine, para assegurar que os engenheiros de fabricação e qualidade do fornecedor
entendam claramente os requisitos da Modine e tenham validado os recursos e a
capacidade do fornecedor. A discussão STFC também serve como uma etapa chave de
comunicação para o fornecedor destacar riscos ou oportunidades de melhoria de
viabilidade à Modine, e elevar a probabilidade de um programa de sucesso. O STFC
deve, idealmente, ser conduzido na instalação de produção do fornecedor, para
maximizar o envolvimento da organização do fornecedor e a compreensão dos recursos
do fornecedor pela Modine.
O modelo do STFC da Modine está disponível para download na seção 10.0 deste
manual.
5.3
Planejamento avançado de qualidade de produto (APQP)
O processo de APQP da Modine garante que o fornecedor utilize o planejamento
adequado para ratificar o desenvolvimento e o lançamento de peças e materiais. A
Modine requer que os fornecedores usem a disciplina “Planejamento avançado de
qualidade de produto e plano de controle” do Grupo de ação do setor automotivo (AIAG)
ou um processo de APQP equivalente e desenvolvido pelo fornecedor (validado pelo
departamento de SQE ou Gerenciamento de qualidade de fábrica da Modine). A Modine
desenvolveu um modelo de relatório para fornecedor de APQP que pode ser utilizado
para relatar o status do fornecedor à Modine. Este documento pode ser obtido na seção
10.0 deste manual.
A Modine espera que os fornecedores imponham o uso das disciplinas de APQP junto a
seus subfornecedores e proporcionem à Modine visibilidade para suas cadeias de
suprimentos auxiliares e status de APQP da cadeia de suprimentos.
5.3.1
Projeto e desenvolvimento de produto/processo
O pedido de compra, os desenhos (CAD, Modelos 3D e imagens eletrônicas) e as
especificações oferecidas pelo departamento de compras da Modine aos fornecedores é
a base para o desenvolvimento e a fabricação de peças e materiais disponibilizados ao
fornecedor.
Espera—se que os fornecedores da Modine demonstrem capacidade e adesão às
disciplinas de desenvolvimento de produto e processo reconhecidas pelo setor, tais
como a Análise de modo e efeitos de falha (FMEA).
A Análise de modo e efeitos de falhas de projeto (DFMEA) deve ser desenvolvida
primeiro na fase de projeto e desenvolvimento de produto do APQP por fornecedores
com responsabilidade de projeto para o produto a ser fornecido. A Análise de modo e
efeitos de falhas de processo (PFMEA) deve ser desenvolvida primeiro na fase de
projeto e desenvolvimento de processo do APQP. Um único engenheiro pode ficar
encarregado de preparar a FMEA, mas uma equipe de pessoas qualificadas precisa
colaborar.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 25 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
A DFMEA e a PFMEA são importantes nas seguintes situações:




novos processos de projetos e/ou fabricação
alterações nos projetos existentes, onde o histórico de campo garante um
entendimento das potenciais interações de projeto e processo
uso de um projeto ou processo existente em um novo ambiente, local ou
aplicação, onde o desempenho do produto ou processo não seja plenamente
compreendido
trabalho de melhoria constante, onde um enfoque nas altas condições de
Número de prioridade de risco (RPN) possa resultar na eliminação de riscos de
qualidade potencialmente significativos
Informações sobre a criação de uma FMEA pode ser obtida ao consultar a última edição
do manual de Análise de modo e efeitos de falhas potenciais do grupo de ação do setor
automotivo (AIAG) ou o Verband of the Automobilindustrie e. V (VDA) Volume 4;
“Garantia da qualidade antes da produção em série” (“Quality Assurance Before Series
Production — Product and Process FMEA para produtos e processos”).
A Modine pode requerer examinar a documentação de DFMEA e PFMEA do fornecedor.
Se for necessário, esta análise pode ser realizada na instalação do fornecedor, para
respeitar a confidencialidade destes documentos.
5.3.2
Características especiais
Características especiais podem ser identificadas pela Modine, pelo fornecedor, ou
ambos. As características especiais da Modine devem ser identificadas em todos os
documentos produzidos pelo fornecedor (FMEA, Planos de controle, instruções ao
operador, desenhos etc.). As características especiais podem ser do produto ou
parâmetros de processos.
As características especiais da Modine podem ser identificadas por:
<RC>
5.3.3
<MC>
Processos de material do protótipo
Uma parte importante do processo de desenvolvimento de produto quase sempre inclui
a fabricação de ferramentas e componentes de protótipo para a verificação e a
avaliação de testes preliminares, como também para o desenvolvimento do processo.
Em geral, a Modine espera que os fornecedores de materiais para produção sejam
responsáveis pela fabricação e fornecimento de protótipos. A experiência mostra que o
aprendizado adquirido durante a fase de protótipo de projeto e produção se transforma
em maior qualidade da peça para produção. O fornecedor deve se empenhar para
utilizar processos e ferramentas representativas da produção sempre que possível,
visando contribuir com o aprendizado e o processo de comprovação de êxito. Se o
fornecedor de produção contratado pela Modine optar por terceirizar a fabricação da
peça de protótipo, espera—se que o fornecedor de produção contratado pela Modine
esteja totalmente envolvido na orientação do projeto e fabricação do protótipo, o que
permitirá esse aprendizado preliminar. Em todos os casos, um plano de controle de
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 26 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
protótipo precisa ser preparado pelo fornecedor e analisado pelas equipes de qualidade
e de engenharia da Modine.
Protótipos são definidos como produto produzido com ferramentas temporárias ou com
ferramentas de produção que ainda não foram validadas. Os protótipos deverão ser
integralmente inspecionados, de acordo com o plano de controle de protótipo, incluindo
a verificação de materiais. Os protótipos deverão ser claramente identificados como
protótipos, a menos que a Modine determine de outra forma.
5.3.4
Análise da prontidão para produção (PRR)
A Análise da prontidão para produção garante a prontidão do sistema de qualidade e
dos processos de produção de um fornecedor, e a documentação relacionada, anterior à
apresentação e o lançamento da produção em série do Processo de aprovação para a
produção de peças (PPAP) do AIAG/Aprovação para a produção de peças (PPA) do
VDA 2.
O PRR é o processo da Modine para verificar se os processos e a documentação de
produção do fornecedor podem apoiar a Execução do teste de produção (PTR), que
validará os recursos e a capacidade do fornecedor de cumprir coerentemente os
requisitos de qualidade e entrega da Modine. As avaliações PRR são geralmente
usadas para fornecedores ou peças de alto risco crítico. SQEs, gerentes de qualidade
de fábrica e outros indivíduos (como engenheiros, gerente de programa e equipe de
compras) da Modine podem participar e/ou analisar o processo de PRR.
As avaliações PRR geralmente incluem os seguintes itens:







planos de ação iniciados durante a aprovação da disponibilidade técnica do
fornecedor
planos de ação APQP do fornecedor
requerimentos de PPAP
Verificação da conclusão do PPAP Nível II para apoiar PTR
Verificação de que todas as ferramentas, equipamentos e calibradores
planejados poderão apoiar PTR
Todos os materiais planejados e peças adquiridas estarão disponíveis para
apoiar PTR
Documentação da produção, incluindo, mas não se limitando a:
o instruções de trabalho, planos de controle e instruções de inspeção
o treinamento e qualificações do operador
o processos de inspeção na entrada e na saída
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 27 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine






o especificações de embalagem e remessa
o planos de identificação e manuseio de peças
objetivos de desempenho PTR (como 1a passagem, resíduo, OEE etc.)
medidas corretivas
planos de contingência
gerenciamento de mudança
plano de logística para garantir a capacidade na curva de aumento de volume
plano de lançamento seguro de novas peças/processos, ou peças e processos
considerados essenciais pela Modine
Um modelo da Análise da prontidão para produção (PRR) pode ser obtido na seção 10.0
deste manual.
5.3.5
Execução do teste de produção (PTR)
O objetivo da Execução do teste de produção é validar a prontidão dos processos de
produção de um fornecedor anterior à apresentação e o lançamento da produção em
série do Processo de aprovação para a produção de peças (PPAP) do AIAG/Aprovação
para a produção de peças (PPA) do VDA 2.
A Modine espera que os fornecedores vejam a Execução do teste de produção como
seu início de produção, e não como um período de testes e avaliação de erro. Isso
significa o fornecedor produzir uma quantidade específica de peça (se necessário, em
acordo com a Modine) com ferramentas e processo de produção. Os SQEs, gerentes de
qualidade da fábrica e outros funcionários da Modine podem analisar o processo e os
resultados do PTR.
As Avaliações PTR são geralmente usadas para fornecedores ou peças essenciais de
alto risco e incluem os seguintes itens:
 Ferramentas
 Equipamentos
 Calibradores
 Dados de medição
 Recursos
Peças produzidas durante a Execução do teste de produção são, em geral, peças
usadas para o Processo de aprovação para a produção de peças (PPAP) — consulte a
seção 5.3.6.
Um modelo da Execução do teste da produção (PTR) pode ser obtido na seção 10.0
deste manual.
5.3.6
Processo de aprovação para a produção de peças (PPAP)
A menos que especificamente isento no pedido de compra, a Modine exige que todos os
fornecedores concluam o Nível 3 do PPAP usando a edição mais atual do AIAG, ou o
Nível 2 do VDA2 para Aprovação para a Produção de Peças (Production Part Approval,
PPA), e que a documentação de Garantia do PPAP/PPA seja encaminhada ao gerente
de qualidade apropriado da fábrica da Modine ou ao representante designado.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 28 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Informações adicionais e a mais recente versão do manual AIAG PPAP juntamente com
outros manuais AIAG poderão ser encontradas em www.aiag.org.
Observe que os dados da garantia/folha de rosto devem incluir a aprovação das
Substâncias declaráveis, de acordo com os requerimentos da Lista global de
substâncias automotivas declaráveis (GADSL) ou, quando especificado, do Sistema
internacional de dados sobre materiais (IMDS). As Substâncias proibidas, de acordo
com os requerimentos da GADSL, não devem ser usadas. Informações sobre a GADSL
estão disponíveis no site www.gadsl.org e informações sobre o IMDS estão no site
www.mdsystem.com. Consulte a seção 8.1 deste manual para obter outras informações
sobre os requerimentos ambientais.
O departamento de gerenciamento de qualidade de fábrica da Modine, em colaboração
com os departamentos de compras, logística e engenharia, conforme apropriado,
analisará e procederá com o envio do PPAP/PPA. As opções para disposição são:



Aprovado
Um plano de ação recusado é requerido com data para o novo encaminhamento
Outro (aprovação temporária) Uma aprovação temporária requer um desvio
assinado pela Modine, um plano de ação para o novo encaminhamento e
quantidade ou data definida do novo encaminhamento do PPAP.
Um PPAP aprovado, assinado pelo gerenciamento de qualidade de fábrica da Modine,
deve ser encaminhado aos departamentos de compras ou finanças da Modine (contas a
pagar) para autorizar o pagamento ao fornecedor referente a ferramentas ou outras
despesas incorridas durante o processo de desenvolvimento do produto ou do processo.
Consulte a seção 3.5.1 para informações adicionais sobre os requisitos PPAP
associados a ferramentas. A menos que negociado antes da concessão do negócio, os
custos associados com atividades PPAP são de responsabilidade do fornecedor, e
amostras PPAP devem ser fornecidas ao preço de produção.
5.3.7
Inspeção de layout e teste funcional anual
A Modine e seus clientes podem exigir a verificação anual da dimensão do produto,
propriedades de material e testes funcionais. Os detalhes dos requisitos anuais devem
ser estabelecidos com o gerente de qualidade da fábrica recebendo os produtos. A
menos que negociado antes da concessão do negócio, os custos associados com esta
atividade anual são de responsabilidade do fornecedor.
5.4
Desvio do fornecedor e gerenciamento das mudanças
Antes da remessa, os fornecedores devem notificar por escrito o departamento de
gerenciamento de qualidade de fábrica da Modine e obter a aprovação para todos os
desvios temporários de produtos/mudanças no processo que afetam a adequação, a
forma, a função, o desempenho, a durabilidade ou a aparência, conforme definido no
manual do PPAP da AIAG ou do manual VDA, Volume 2.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 29 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
5.4.1
Gerenciamento de desvios
As solicitações de desvio por parte do fornecedor devem ser comunicadas por escrito
aos representantes afetados nos departamentos de qualidade de fábrica da Modine e
compras na fábrica ou controle/logística de materiais.








O fornecedor que estiver solicitando o desvio deve fornecer as seguintes
informações:
o nome das fábricas da Modine afetadas
o nome/local da instalação do fornecedor afetada
o número das peças afetadas
o nome das peças afetadas
o data proposta para a vigência do desvio (de: dd/mm/aaaa para:
dd/mm/aaaa)
o quantidade proposta das peças afetadas (número de unidades/peças)
o descrição do desvio
o motivo do desvio
o risco para a Modine, associado com o desvio solicitado
o plano de medida corretiva para solucionar o desvio
O departamento de qualidade de fábrica da Modine inicia e coordena uma
licença para desvio (DP).
O departamento de fábrica da Modine digita a solicitação no sistema de licença
de desvio (DP) para iniciar o processo e devolve uma cópia da DP ao
fornecedor, para confirmar ou revisar.
O fornecedor preenche o formulário de DP e o devolve ao departamento de
qualidade de fábrica da Modine.
O departamento de qualidade de fábrica da Modine insere as informações e
processa a DP de acordo com o processo de DP da Modine.
O departamento de qualidade de fábrica da Modine solicita a aprovação do
desvio junto ao departamento de engenharia de aplicação conforme a
necessidade.
O departamento de qualidade de fábrica da Modine ou o departamento de
engenharia de aplicação obtém a aprovação do cliente, se for solicitado.
Após a conclusão de todas as aprovações, o departamento de qualidade de
fábrica da Modine devolve a DP aprovada ao fornecedor.
Observação: Se a solicitação que o fornecedor fez do desvio afetar mais de
uma fábrica da Modine, o representante do departamento de
qualidade de fábrica da Modine coordenará o processo com
outras fábricas.
5.4.2
Gerenciamento de mudança
As solicitações de mudança que o fornecedor faz devem ser comunicadas por escrito ao
grupo afetado de controle/logística de materiais na fábrica da Modine, ao comprador da
central de compras e/ou ao engenheiro de aplicação, que coordenará o processo de
aprovação da mudança solicitada.

O fornecedor que estiver solicitando a mudança deve apresentar as seguintes
informações:
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 30 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine



5.4.3
o nome/local da instalação do fornecedor afetada
o número das peças afetadas
o nome das peças afetadas
o data proposta para a vigência da mudança (de: dd/mm/aaaa)
o descrição da mudança solicitada
o motivo da mudança solicitada
o impacto do custo da mudança solicitada
O coordenador apropriado da Modine insere a solicitação no sistema de
solicitação de mudança (CR) para iniciar o processo e devolve uma cópia da CR
ao fornecedor para ser preenchida.
O fornecedor preenche o formulário de CR e o devolve ao coordenador da
Modine, que inicia o processamento da CR de acordo com o processo de pedido
de mudança da Modine, que inclui:
o análise e aprovação do departamento de engenharia de aplicação
conforme a necessidade e
o análise e aprovação do cliente (se necessário), coordenada pelo
departamento de qualidade de fábrica da Modine e/ou pelo departamento
de engenharia de aplicação
Após a conclusão de todas as aprovações, o departamento de controle/logística
de materiais na fábrica da Modine e/ou o departamento de compras centrais
devolve o pedido de mudança aprovado ao fornecedor.
Reprocessamento de Produto
O fornecedor deverá informar o grupo de qualidade de fábrica da Modine sobre a
proposta atividade de reprocessamento e obter aprovação, pelo Processo de desvio,
para realizar o reprocesso que não estiver incluído no plano de controle. Todo o
reprocessamento será realizado conforme um procedimento de reprocessamento
documentado. Os produtos que foram reprocessados devem ser identificados, de modo
aprovado pela fábrica da Modine que estiver recebendo o produto, para facilitar o
rastreamento.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 31 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 6.0 — Requisitos de conformidade comercial, logística
e embalagem
6.1
Requisitos de conformidade comercial
Os fornecedores concordam em seguir a Política global de conformidade comercial da
Modine, disponível em www.modine.com, sob a seção “Sobre a Modine”.
A Modine requer que todos os fornecedores:
1. entendam e sigam completamente todas as regulamentações comerciais que se
apliquem a cada remessa;
2. retenham todos os registros necessários para demonstrar tal conformidade; e
3. disponibilizem estes registros imediatamente após solicitação da Modine.
6.1.1
Conformidade com regulamentações de exportação e segurança
Segue abaixo um resumo das leis e regulamentações dos EUA. Dependendo do país da
importação e exportação, leis e regulamentações adicionais podem ser aplicáveis. Os
fornecedores devem consultar seu conselho, ou o comprador da Modine, se tiverem
dúvidas sobre quais leis e regulamentações adicionais possam ser aplicáveis a
transações em particular.
Regulamentações de importação dos EUA
A Alfândega e proteção da fronteira dos EUA, (CBP) regula a importação aos EUA.
Estas regulamentações incluem requesitos para classificação, avaliação e indicação do
país de origem para a mercadoria importada. Além disso, programas de preferência
aduaneira, incluindo o Acordo para livre comércio na América do Norte (NAFTA) e o
Sistema generalizado de preferências (GSP) devem ser utilizados apenas se os
requisitos do programa forem atendidos. Sob solicitação, os fornecedores devem
fornecer certificados apropriados de preferência aduaneira sem custos à Modine. Os
fornecedores são responsáveis por qualquer imposto anti—dumping ou de
compensação aplicáveis, a serem pagos à Alfândega. O Código aduaneiro das
regulamentações federais (CFR) estão disponíveis em www.ecfr.gov (referência: 19
C.F.R. §§1—192). A Alfândega aplica as regras de outras agências governamentais dos
EUA na fronteira. Os fornecedores devem assegurar que estão em conformidade com
todas as leis relacionadas e aplicadas na fronteira.
Regulamentações de controle de exportação dos EUA
O governo dos EUA regula quais itens podem ser exportados, para onde e para quem.
Certos itens requerem licenças de exportação, sob as Regulamentações de
administração de exportações (Regulamentações de Administração de Exportações,
EAR), localizadas em 15 C.F.R. §§ 730—774, ou as Regulamentações sobre tráfego
internacional de armas (ITAR), localizadas em 22 C.F.R. §§ 120—130. Além disso, por
meio de várias sanções, o governo dos EUA proíbe fazer negócios com certos
governos, empresas e indivíduos listados. O Escritório de Regulamentações de Controle
de Ativos no Exterior (“OFAC Regulations”), localizadas em 31 C.F.R Partes 500—598,
implantam estas sanções.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 32 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Segurança Comercial dos EUA
A Modine está comprometida com segurança comercial e incentiva seus fornecedores a
participar de programas relevantes, nacionais e regionais, sob a metodologia SAFE da
Organização Mundial de Alfândegas (WCO), incluindo a Parceria comercial alfandegária
contra o terrorismo (C—TPAT). Informações sobre C—TPAT podem ser encontradas no
website da Customs and Border Protection, em www.cbp.gov.
Regulamentos de importação da China
As seguintes orientações se aplicam ao transporte de produtos à China:






Toda a documentação deve ser fornecida em inglês.
Faturas e romaneios devem ser carimbados ou assinados.
Se forem usadas embalagens em madeira, um Certificado de fumigação, emitido por
uma empresa autorizada de inspeção, é obrigatório, ou mostrar indicações IPPC na
embalagem. Se isso não for fornecido, a entrega ficará retida na Alfândega da China
e CIQ, o que poderia resultar em altas penalidades. Estas penalidades serão
reembolsadas pelo fornecedor.
Se madeira de baixa resistência (incluindo compensado) for usada, uma declaração
de Embalagem de madeira de baixa resistência (No Solid Wood Packaging) deverá
ser emitida, com o selo e assinado pela empresa.
A etiqueta de transporte deve indicar o país de origem. Se este dado estiver
faltando, o padrão é aplicar a mais alta tarifa de importação dentre todos os países.
Importante: O peso líquido e o peso bruto mencionados no romaneio devem ser
100% corretos e verificados em relação ao material físico embalado.
A não conformidade do fornecedor a estas instruções pode resultar em atrasos no
desembaraço aduaneiro e custos adicionais, como penalidades, multas e taxas
adicionais durante o processo de desembaraço. Estes custos serão de responsabilidade
do fornecedor.
6.1.2
Registro de dados
Os fornecedores devem manter todos os registros pelo período máximo exigido por lei,
que é geralmente de 5 anos para a Alfândega dos EUA. Se um período maior for
imposto por regulamentações em especial, este período se aplica.
6.1.3
Provisão de registros
Os fornecedores devem disponibilizar os registros solicitados à Modine em um período
razoável de tempo, geralmente em 14 dias corridos a partir da data da solicitação.
6.2
Planejamento de material e comunicação de cronograma
Todos os fornecedores devem estar em plena conformidade com as políticas de
logística da Modine, conforme definidas neste manual e nos documentos de compra
relacionados. Cada região possui requerimentos específicos, que podem ser obtidos
junto ao respectivo gerente de logística local. É responsabilidade do fornecedor obter e
seguir estes requerimentos.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 33 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
6.2.1
Comunicação do cronograma ao fornecedor
Os fornecedores atualmente recebem cronogramas de fornecedores das fábricas da
Modine via Intercâmbio eletrônico de dados (EDI), e—mail ou fax. A Modine está
migrando seu sistema de Planejamento de recursos empresarial (ERP) a uma
plataforma comum, e fará a transição da comunicação de cronograma do fornecedor
para EDI. O EDI reduzirá o risco de erros na comunicação de cronogramas, e permitirá
aos fornecedores confirmar as entregas eletronicamente, via Avisos antecipados de
despacho (ASN). A Modine incentiva os fornecedores a obter recursos EDI
proativamente, usando o processo regional apropriado, listado abaixo.
Embora a frequência possa variar, a comunicação de cronogramas geralmente ocorre
todas as semanas ou quando os requerimentos do cliente levam a mudanças
significativas nos requisitos ou no cronograma de entrega da Modine. A Modine aceita
diversas transações em EDI por intermédio de uma caixa postal ou conexão de terceiro
(América do Norte) ou direta (Europa).
Para os fornecedores das instalações da Modine na América do Norte:
Espera—se que os fornecedores para as instalações da Modine na América do
Norte se comuniquem via EDI. Serão feitos esforços para passar todos os
fornecedores ao negócio automotivo da Modine para este método de comunicação.
Os fornecedores das instalações da Modine na América do Norte podem requerer
comunicação por EDI respondendo à Pesquisa sobre EDI na Região da América do
Norte, que pode ser acessada na seção 10.0 deste manual. A pesquisa respondida
deve ser encaminhada de acordo com as instruções fornecidas no documento da
pesquisa.
Informações sobre os padrões de EDI para a AN em Cronogramas de Planejamento
830 e Avisos avançados de despacho 856 (ASN) podem ser obtidas ao entrar em
contato com [email protected]
Para os fornecedores que fornecem para a Modine na Europa:
As solicitações por conectividade EDI devem ser feitas ao grupo apropriado de
logística ou compras da fábrica da Modine, usando o documento Parâmetro EDI
Europa (Europe EDI Parameter), disponível na seção 10.0 deste manual.
Informações sobre as normas EDI para a Modine na Europa e na Ásia podem ser
obtidas na seção 10.0 deste manual.
A Modine na Europa usa o cronograma de Planejamento VDA4905 das Normas VDA
da Alemanha e a Notificação de remessa adiantada VDA4913 (ASN). Estes
documentos podem ser obtidos em www.vda.de. Se o fornecedor não puder usar as
Normas VDA, a Modine na Europa recomenda o uso da Norma EDIFACT D96A,
disponível em www.unece.org/trade/untdid/welcome.
Para fornecedores da Modine na China, Índia ou Brasil:
Solicitações para conectividade EDI devem ser feitas à respectiva atividade de
logística da fábrica da Modine.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 34 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
6.2.2
Planejamento de materiais e orientações para o cronograma de entrega:
Para os fornecedores da Modine na América do Norte:
Com a finalidade de ajudar os fornecedores a planejar e pedir materiais, a Modine
na América do Norte enviará cronogramas ou pedidos de compra para os
fornecedores. Os acordos de cronogramas serão lançados de uma vez, com todas
as informações gerais (nome do fornecedor, peça, preço, termos de entrega e
pagamento, datas de aprovação etc.), em um formato de Pedido global.
Posteriormente, os cronogramas de entrega serão lançados em intervalos regulares.
O seguinte cronograma geral de aprovação, a menos que indicado de maneira
contrária no cronograma do fornecedor ou no pedido global correspondente, é
válido:
Autorizações em nível nacional:
 Bens acabados e Materiais WIP
 Duas semanas (com base na data de liberação)
 Número cumulativo: recebido mais remetido e liberado
 Matéria—prima
 Quatro semanas (com base na data de liberação)
 Número cumulativo: recebido mais remetido e liberado
Autorizações em nível internacional:
 Bens acabados e Materiais WIP
 Duas semanas + Tempo de aprovisionamento para trânsito
 Matéria—prima
 Quatro semanas + Tempo de aprovisionamento para
trânsito
Autorizações para os materiais de embalagem:
 Materiais fabricados — Duas semanas
Nenhum período firme é autorizado. Os materiais de previsão são apenas
para fins de planejamento. Os níveis de autorização são apenas aplicados
para cancelamentos ou eventos de interrupção/lentidão na produção.
Reconhecimentos de pedido:
As transmissões de novo cronograma são consideradas aceitas pelo fornecedor se
este não enviar uma declaração de não aceitação por escrito dentro do prazo de 24
horas do recebimento.
Cancelamentos:
Os pedidos de cancelamento são considerados no meio ou no final do programa,
com base em nossos clientes e se baseiam nos níveis de autorização definidos
acima.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 35 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Interrupção ou lentidão na produção:
Os níveis de autorização serão considerados como parte de uma interrupção ou
lentidão de longo prazo na produção, com base nas condições do negócio. Entre em
contato com o departamento de controle de materiais na fábrica da Modine ou o
departamento de compras para discutir situações específicas do negócio.
Para os fornecedores que fornecem para a Modine na Europa:
Os acordos de cronogramas serão lançados de uma vez, com todas as informações
gerais (nome do fornecedor, peça, preço, termos de entrega e pagamento, datas de
aprovação etc.), em um formato de Pedido global. Posteriormente, os cronogramas
de entrega serão lançados em intervalos regulares.
O seguinte cronograma geral de aprovação, a menos que indicado de maneira
contrária no cronograma do fornecedor ou no pedido global correspondente, é
válido:


aprovação de um mês para a produção de peças
aprovação de mais de um mês da matéria—prima
As quantidades adicionais são apenas uma previsão sem compromisso.
Reconhecimentos de pedido —
Os fornecedores que fornecem para as instalações da Modine na Europa não devem
enviar reconhecimentos dos pedidos por escrito sob os contratos de cronogramas de
entrega. As transmissões de novo cronograma são consideradas aceitas pelo
fornecedor se este não enviar uma declaração de não aceitação por escrito dentro
do prazo de 24 horas do recebimento à atividade de controle de material da fábrica
da Modine Europa.
Um ordens de compra de tempo
Um tempo de ordens de compra será liberada uma vez e conter todas as
informações relevantes, como descrito acima.
Para os fornecedores da Modine na China:
Com a finalidade de ajudar os fornecedores a planejar e pedir materiais, a Modine
na China enviará cronogramas para fornecedores ou pedidos de compra. Os
acordos de cronogramas serão lançados de uma vez, com todas as informações
gerais (nome do fornecedor, peça, preço, termos de entrega e pagamento, datas de
aprovação etc.), em um formato de Pedido global. Posteriormente, os cronogramas
de entrega serão lançados em intervalos regulares.
Autorizações de matérias—primas:
 Quatro semanas (com base na data de liberação)
 As quantidades adicionais são apenas uma previsão sem compromisso
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 36 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Reconhecimentos de pedido (China):
As transmissões de novo cronograma são consideradas aceitas pelo fornecedor se
este não enviar uma declaração de não aceitação por escrito dentro do prazo de 24
horas do recebimento.
6.2.3
Cronogramas de entrega
Os cronogramas de entrega da Modine apresentam as seguintes informações:
















6.3
Informações de contato da Modine referente à fábrica que faz pedido à Modine
Informações de contato do fornecedor referente à fábrica do fornecedor
Número do pedido global relacionado com o cronograma específico
Item: número e data da liberação atual
Material: número da peça da Modine que está sendo pedido e a descrição no
sistema da Modine referente à peça sendo solicitada
Desenho: o desenho da Modine e o número de liberação
Especificações do material: número de especificação do material da Modine
Quantidade final/planejada: quantidade programada final hipotética
Quantidade cumulativa liberada: quantidade total desta peça solicitada pelo
fornecedor, neste pedido de compra na época da liberação atual
Quantidade cumulativa recebida: valor total desta peça recebida do fornecedor
neste pedido de compra. Isso reflete a quantidade da planta Modine recebeu a
partir da data de impressão. Observação: pode haver uma diferença entre o que
você, como fornecedor, tem como total remetido e o que a fábrica da Modine
indica como total cumulativo recebido. Esta diferença pode ser a quantidade em
trânsito
Recebimento das últimas mercadorias: data de chegada da última quantidade
recebida na fábrica da Modine Esta quantidade faz parte da quantidade cumulativa
recebida. Fica dividida para o fornecedor poder visualizar a última quantidade
recebida da Modine. Esta informação pode ser correspondida à última remessa do
fornecedor, para fins de verificação das peças ainda em trânsito para a Modine.
Notificação de entrega: número da notificação de entrega do fornecedor referente
à última remessa de mercadoria que chegou aos armazéns da Modine (ou peças
chegando ao depósito do fornecedor no armazém previamente estabelecido).
Data de entrega
Quantidade cumulativa
Quantidade
Alteração na quantidade desde a transmissão anterior: Índice de mudança da
transmissão do cronograma: Algumas fábricas trabalham com indexação de
transmissões.
Transportes
Os meios de transporte selecionados serão apropriados para o movimento do produto,
bem como complacentes com transporte nacional e internacional e regulações de
segurança. O Modine estabeleceu transportadoras preferidas de terra, ar e transporte
oceânico. Por favor contate com o Planejamento de Material de fábrica de destino
Modine específico e o departamento de Logística para obter informações sobre as
transportadoras preferenciais.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 37 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Durante o transporte, o produto deve estar protegido de maneira que a remessa chegue
intacta e em boas condições. A Modine se reserva o direito de recusar cargas se a
remessa for considerada insegura para descarregar ou armazenar. Exemplos de
condições inseguras podem incluir, mas não se limitar, a pilhas instáveis de pallets e
condições gerais desfavoráveis do contêiner ou da carga.
A documentação para cada remessa é de responsabilidade do fornecedor, que deve
estar completa, dentro do prazo e legível. O fornecedor deve providenciar todos os
documentos alfandegários e outros documentos legais necessários conforme exigidos
por cada país. Os requerimentos de documentos, como fatura comercial, conhecimento
de embarque (tipo de documento usado para reconhecer o recebimento de uma
remessa de mercadoria) e o romaneio podem ser obtidos junto ao gerente local de
logística da Modine.
6.3.1
Remessas expressas
Os fornecedores precisam ter a capacidade de efetuar remessas expressas, se for
necessário, devido a problemas na cadeia de suprimentos. Isso inclui:



6.3.2
Perfil dos materiais e logística
Os grupos regionais da Modine podem exigir que os fornecedores concluam um perfil de
logística e materiais antes ou no momento da compra, para capturar informações
operacionais gerais ao nível da instalação local que ajudará na futura comunicação de
logística entre a Modine e o fornecedor. Estes documentos de perfil de logística podem
ser obtidos junto ao contato de compras da fábrica da Modine. Os itens incluídos são:




6.3.3
O fornecedor ter contas locais e de relacionamento junto a transportadoras de
entrega rápida. Entre em contato com o gerente de materiais na fábrica local da
Modine para obter orientações sobre transportadoras locais de entrega rápida
aprovadas.
O fornecedor estar plenamente ciente e ser capaz de despachar remessas
legalmente por alfândegas ou qualquer outra agência governamental.
O fornecedor será responsável por todos os custos de frete rápido/franquia se ele for
responsável pela ação que estiver causando a franquia do frete.
endereços e informações de contato da fábrica e depósito
horário do expediente da produção, expedição e recebimento
informações de contato após o expediente
requerimentos da documentação de remessa
Requerimentos básicos do romaneio
Cada remessa deve ser acompanhada de um romaneio que indique de forma clara e
legível:
 endereço do comprador
 endereço de entrega
 endereço de saída
 data da remessa
 número do pedido de compra ou do número de liberação da Modine
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 38 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine









número do item na linha do pedido de compra da Modine
número e revisão da peça da Modine em nível de exatidão
descrição da peça da Modine
quantidade (unidades conforme especificado pelo pedido de compra)
número de contêineres, plataformas móveis, etc.
peso da remessa (bruto e líquido)
número do lote ou número de forno do fabricante (quando pertinente)
análise química/física (quando pertinente)
transportadora usada
6.3.4
Requerimentos básicos do conhecimento de embarque
O conhecimento de embarque deve estar incluído em cada remessa e referência:
 endereço para cobrança do frete
 endereço de entrega
 endereço de saída
 peso
 número da peça da Modine
 quantidade (unidades)
 descrição do produto
 transportadora
 outros requerimentos regionais ou relacionados com o produto, como:
o país de origem
o classificação nacional do frete motorizado e classe do frete
o dimensões
o classificação de materiais perigosos (se pertinente)
6.3.5
Requerimentos para faturas comerciais internacionais
É necessário ter uma fatura comercial para remessas internacionais, com a finalidade de
facilitar a liberação alfandegária e fornecer dados para diversos regulamentos de
protocolamento de segurança, como o Fórum de segurança da informação (ISF) nos
EUA e o Sistema de controle de importações (ICS) na UE. Se as informações
necessárias não estiverem incluídas na fatura gerada pelo sistema do fornecedor, os
dados devem ser adicionados ou o fornecedor deve criar uma fatura pró—forma que
faça isso. Os dados mínimos necessários estão listados abaixo, mas poderão ser
necessários outros dados, dependendo dos regulamentos regionais ou nacionais:











número da fatura
nome e endereço do vendedor
nome e endereço do comprador
nome e endereço do destinatário
termos do INCO
data da fatura
referência da Modine (número do pedido de compra ou do número de liberação)
número e revisão da peça da Modine em nível de exatidão
descrição do produto
quantidade (unidades conforme especificado pelo pedido de compra)
valor unitário ou total por item
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 39 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine




valor total da fatura
moeda da transação
número da tarifa harmonizado
país de origem
6.4
Embalagem e rotulagem – Requisitos gerais
Os requerimentos de embalagem devem ser definidos no início do processo de
desenvolvimento do produto para facilitar o projeto e a aprovação da embalagem
durante as fases do protótipo e do programa de teste na produção. É responsabilidade
do fornecedor entrar em contato de maneira proativa com o departamento de controle
de materiais na fábrica da Modine que estiver recebendo a mercadoria, para iniciar
discussões sobre o projeto da embalagem e comunicar os custos da embalagem ao
departamento de compras da Modine. A seção 10.0 deste manual contém uma lista de
orientações regionais para embalagem e rotulagem que se aplicam às subsidiárias da
Modine na China, Índia e Brasil.
6.4.1
Responsabilidades do fornecedor
Com a finalidade de garantir remessas sem danos, é responsabilidade dos fornecedores
projetar e desenvolver embalagens e amortecedores de choque internos apropriados
para proteger a mercadoria no meio de transporte específico. O fornecedor é
incentivado a trabalhar com o departamento de logística ou de controle de materiais na
fábrica da Modine que estiver recebendo a mercadoria, para conduzir testes de remessa
do novo produto ou da embalagem nova/revisada. A Modine poderá auxiliar no projeto,
mas não se responsabiliza pela falta de desempenho. Quando o método de embalagem
for aceito, o fornecedor não pode fazer alterações sem a aprovação prévia por escrito da
Modine.
No caso de peças encontradas danificadas na Modine por causa de embalagem
incorreta, o fornecedor é responsável por substituir as peças danificadas sem que a
Modine incorra em despesas, incluindo os devidos encargos de franquia do frete se for
necessário para manter os cronogramas do cliente da Modine.
6.4.2
Ergonomia
Para garantir a segurança do trabalhador e evitar prejuízos, o projeto da embalagem
deve considerar a interação humana. Para as peças consideradas para um contêiner
pequeno que possa ser manuseado por uma pessoa, consulte as normas locais para
meio ambiente, saúde e segurança (EHS) para saber os limites recomendados. Para as
peças embaladas em contêineres maiores que requeiram o uso de equipamentos para
manusear o material, poderá ser necessário usar cadeados. A altura do cadeado deve
ser aproximadamente 50% da altura da parede. Para obter mais informações sobre as
expectativas em termos de saúde e segurança, consulte a seção 8.2 deste manual.
6.4.3
Considerações para embalagens expansíveis
As embalagens expansíveis devem ser prontamente recicláveis ou descartadas de
maneira legal e econômica de acordo com a legislação local. A Modine incentiva o uso
de conteúdo reciclado pós—consumo em seus materiais de embalagem. As
embalagens para exportação devem estar em conformidade com as normas
internacionais fitossanitárias para materiais de embalagem em madeira sólida (ISPM 15)
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 40 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
que requeiram desembarque e madeira serrada termotratada ou fumigada. Para mais
informações, visite www.aphis.usda.gov/import_export/plants/plant_exports/wpm/
6.4.4
Quantidade no pacote
As quantidades padrão no pacote devem ser baseadas nas normas de ergonomia acima
mencionadas. É responsabilidade do fornecedor determinar as quantidades embaladas
e comunicar esta quantidade padrão no pacote aos respectivos funcionários da fábrica
para fins de verificação e aprovação. A mistura de lotes de peças ou números de peças
dentro dos contêineres é proibida.
6.4.5
Proteção adicional dentro dos contêineres
Para algumas peças, poderá ser necessário usar amortecedores de choque ou sacos
para evitar o dano às peças resultante do contato ou de contaminação. A Modine
identificará as peças que requeiram proteção adicional não fornecida com os pacotes
padrão.
Para as peças potencialmente danificadas por agentes de contaminação, as sacolas
devem ser revestidas com um saco plástico. É responsabilidade do fornecedor projetar
os amortecedores de choque necessários. Os funcionários da fábrica da Modine devem
pré—aprovar os amortecedores de choque antes da remessa do produto.
6.5
Orientações regionais para embalagem e rotulagem
6.5.1
Embalagem e rotulagem — América do Norte
O departamento de compras da Modine na América do Norte fornecerá as informações
específicas dos requisitos para embalagens, como parte do novo processo de
orçamento de negócios. Os fornecedores devem trabalhar com o departamento
apropriado de planejamento de materiais e de logística para finalizar os requisitos de
embalagem para o produto, em preparação para a conclusão do PPAP.
O material a ser recebido deve ser identificado pelo fornecedor com uma etiqueta de
identificação com código de barras que não seja manuscrito. Deve—se aplicar a
especificação AIAG B10 ou VDA ou outros requerimentos regionais para a identificação
de peças remetidas. Provisões devem ser feitas ao sistema de etiquetagem para fins de
identificação do contêiner e respectivo conteúdo.
A etiquetagem adequada de cada contêiner e pallet é fundamental, e a conformidade e
a exatidão da etiquetagem são consideradas na classificação de pontos do fornecedor,
conforme definido na seção 7.0 deste manual.
Requerimentos para a etiquetagem de materiais perigosos:
Requisitos regionais para remessas de materiais perigosos (como o Sistema
globalmente harmonizado de rotulagem e embalagem de produtos — (Globally
Harmonized System of Classification, Labelling and Packaging of Chemicals,
GHS) devem ser seguidos. Para mais informações, visite:
www.unece.org/trans/danger/publi/ghs
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 41 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
As informações e os diagramas a seguir fornecem algumas diretrizes gerais para
etiquetagem e identificação. Os requisitos específicos de identificação e localização das
etiquetas devem ser acordados com o grupo de planejamento de materiais da fábrica da
Modine que estiver recebendo a mercadoria, antes da remessa das peças em produção
em série.



Os tamanhos recomendados das etiquetas são fornecidos em cada anexo.
O desvio destes tamanhos requer a aprovação dos funcionários do departamento de
controle de materiais.
Estes tamanhos são coerentes com o Grupo de ação no setor automotivo (AIAG). A
identificação e a etiquetagem de peças/remessas devem estar em conformidade
com as normas de etiquetagem (AIAG B—10) e a norma de simbologia (AIAG B—1).
Etiqueta de contêiner — América do Norte
Cada contêiner ou embalagem terá uma etiqueta indicando o conteúdo de cada
contêiner. As especificações a seguir são apenas para etiquetas de contêineres. Estas
especificações seguem as diretrizes AIAG B—10 e são necessárias para as fábricas da
Modine que requeiram codificação por barras. Uma amostra da etiqueta deve ser
enviada ao departamento de controle de materiais na fábrica que estiver recebendo a
mercadoria, para ser aprovada antes da primeira remessa.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 42 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Etiqueta para contêiner da AIAG
Etiqueta Mestre — América do Norte
Cada plataforma móvel ou pacote—mestre que contiver diversos contêineres precisará
de uma etiqueta—mestre indicando a quantidade total por carga de plataforma móvel.
As especificações a seguir são apenas para a etiqueta—mestre da AIAG, seguindo a
diretriz AIAG B—10, e são necessárias para as fábricas da Modine que requerem
codificação por barras. Uma amostra da etiqueta deve ser enviada ao departamento de
controle de materiais na fábrica que estiver recebendo a mercadoria, para ser aprovada
antes da primeira remessa.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 43 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Etiqueta—mestre da AIAG
6.5.2
Embalagem e rotulagem — Europa
O departamento de compras da Modine na Europa fornecerá as informações específicas
dos requisitos para embalagens, como parte do novo processo de orçamento de
negócios. Os fornecedores devem trabalhar com o departamento apropriado de
planejamento de materiais e de logística para finalizar os requisitos de embalagem para
o produto, em preparação para a conclusão do PPAP.
A seguinte especificação é para a etiqueta—mestre VDA 4902, que será usada para
peças fornecidas às fábricas da Modine na Europa. Uma amostra da etiqueta deve ser
enviada ao departamento de controle de materiais na fábrica que estiver recebendo a
mercadoria, para ser aprovada antes da primeira remessa.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 44 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Etiqueta—mestre VDA 4902
6.5.3
Embalagem e rotulagem — China
A Modine China estabeleceu requisitos para embalagem e rotulagem, para apoiar sua
instalação de fabricação local. Consulte a seção 10.0 deste manual para obter o
documento de referência determinando os requisitos de embalagem e rotulagem da
Modine China.
6.5.4
Embalagem e rotulagem — Índia
A Modine Índia estabeleceu requisitos para embalagem e rotulagem, para apoiar sua
instalação de fabricação local. Consulte a seção 10.0 deste manual para obter o
documento de referência determinando os requisitos de embalagem e rotulagem da
Modine Índia.
6.5.5
Expedição e Embalagem — Brasil
A Modine Brasil estabeleceu requisitos para expedição e embalagem, para apoiar sua
instalação de fabricação local. Consulte a seção 10.0 deste manual para obter o
documento de referência determinando os requisitos de Expedição e Embalagem da
Modine Brasil.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 45 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 7.0 — Avaliação do desempenho do fornecedor
7.1
Introdução
Com a finalidade de controlar e comunicar o desempenho de fornecedores, a Modine
estabeleceu um sistema de classificação para o desempenho de fornecedores. Este
sistema de classificação é um método contínuo e integrado para coletar, analisar e
comunicar os dados sobre o desempenho do fornecedor para a base de fornecimento,
visando incentivar a melhoria contínua.
7.2
Pontuação do fornecedor
Os fornecedores ativos da Modine que apresentarem gastos significativos, um produto
essencial ou preocupações visíveis no desempenho receberão uma pontuação anual,
inclusive os nove principais indicadores listados abaixo. Os fornecedores poderão ser
solicitados a participar de uma revisão executiva junto à administração da Modine para
avaliar o status da pontuação, discutir planos de melhorias e aprimorar o relacionamento
profissional entre a Modine e o fornecedor.
Os funcionários do departamento de qualidade de fábricas da Modine se comunicarão
com os fornecedores com mais frequência, para fornecer informações sobre problemas
de peças fora da conformidade, feedback sobre o desempenho de PPM de qualidade e
o desempenho de entrega dentro do prazo. A Modine espera que o fornecedor
investigue prontamente qualquer PPM de qualidade, entrega fora da conformidade ou
preocupação com a garantia e envie um relatório de medida corretiva 8D, conforme
descrito na Seção 4.4.1 deste manual. A oportunidade e a eficácia destas ações
corretivas são medidas importantes na avaliação da pontuação do fornecedor.
7.3
Medições importantes
A seguir apresentamos um resumo dos nove principais indicadores de desempenho do
processo de avaliação do desempenho do fornecedor da Modine:
1. Desempenho comercial (15%) – Avaliação do suporte contínuo que o fornecedor
presta à redução dos custos para melhoria contínua.
2. Comunicação comercial (5%) – Avaliação da comunicação e da colaboração do
fornecedor com o departamento de compras da Modine. As classificações
considerarão as respostas adequadas do fornecedor às solicitações que a Modine
faz por informações e pedidos de cotações, informações sobre a divisão dos custos,
discussões sobre a situação financeira e discussões contínuas entre a Modine e o
fornecedor, inclusive fornecer notificação antecipada das preocupações ou riscos do
fornecedor que poderiam afetar a Modine ou os negócios do cliente da Modine.
3. Qualidade — Quantidade de incidências de reivindicações fora da
conformidade (10%) – Avaliação do número de problemas de não conformidade
(NCR) identificados pela fábrica da Modine durante o período de avaliação.
4. Defeito de qualidade PPM – DPPM (20%) – Avaliação da competitividade do
fornecedor em relação a pares semelhantes, em termos de peças com defeito por
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 46 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
milhão fornecidas à Modine. A Modine espera que os fornecedores sempre se
empenhem em produzir peças sem defeito.
5. Sistemas de qualidade e comunicação (10%) – Avaliação da comunicação e da
colaboração do fornecedor com o escritório de qualidade na fábrica da Modine e a
central de qualidade da Modine. As classificações considerarão as respostas do
fornecedor para problemas de não conformidade, cumprimento das disciplinas de
qualidade, tratamento dos problemas com garantias e o desempenho em concluir no
prazo as ações de PPAP de produto novo/alterado. Um fator importante também
será a disposição do fornecedor em comunicar os problemas em andamento (risco)
antes de afetarem a Modine. Não manter certificados ISO 9001 ou ISO/TS 16949
válidos (quando necessário), conforme a seção 4.0 do MGSM, irá resultar em nota
zero para este fator. É responsabilidade dos fornecedores fornecer certificados
válidos ao departamento de compras da Modine.
6. Meio ambiente, saúde e segurança (5%) — Avaliação da abordagem do
fornecedor, em relação à conformidade com todos os requisitos legais aplicáveis, a
aplicação de sistemas de gerenciamnto de meio ambiente, saúde e segurança pelo
fornecedor e o suporte a questões de segurança e meio ambiente pela cadeia de
suprimentos.
7. Logística de suprimento com entrega no prazo – OTD (20%) – Definido como
a porcentagem de produtos entregues no prazo e na quantidade correta, conforme
especificado pela Modine. A Modine espera que os fornecedores se empenhem de
maneira contínua para gerar entregas feitas 100% dentro do prazo, sem o uso de
fretes especiais.
8. Comunicação sobre a logística de suprimento (5%) – Avaliação da atitude do
fornecedor em se comunicar com o departamento de logística de fábrica da Modine
a respeito de preocupações ou problemas relacionados com remessas, embalagens
ou cronogramas, inclusive a conclusão em tempo hábil dos Acordos de logística para
ratificar negócios de novos produtos.
9. Apoio técnico e ao programa (10%) – Avaliação de atendimento técnico e de
fabricação do fornecedor prestado no decorrer de novos ou antigos negócios
analisados.
7.4
Impacto da deterioração no desempenho do fornecedor
Se o desempenho de um fornecedor diminui, ou fica de maneira significativa abaixo do
desempenho do seu grupo semelhante ou a um nível que seja inaceitável pela Modine,
o fornecedor pode ser colocado em status de Retenção de novos negócios (New
Business Hold) até demonstrar melhorias. No caso de um fornecedor não abordar as
deficiências, a Modine pode optar por transferir o negócio do fornecedor e retirá—lo da
lista de fornecedores aprovados.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 47 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
7.5
Níveis de encaminhamento
Se o desempenho de um fornecedor diminuir de maneira significativa, mais problemas
forem criados, houver uma resposta insuficiente por parte do fornecedor e/ou a fábrica
da Modine pedir apoio aos departamentos de qualidade e compras do fornecedor e as
seguintes etapas de encaminhamento podem ser usadas:








100% de inspeção final com etiquetagem da certificação da peça feita pelo
fornecedor
100% de inspeção na prestadora de inspeção de terceiros aprovados pela Modine
(paga pelo fornecedor)
apoio de especialistas externos para auxiliar na solução do problema (pago pelo
fornecedor)
100% de inspeção recebida pelo fornecedor na fábrica da Modine
auditoria feita no local do fornecedor pelos departamentos de SQE e compras da
Modine
reunião com a administração do fornecedor na fábrica ou nos escritórios corporativos
da Modine
retenção de novos negócios – suspensão do fornecedor na lista de fornecedores
aprovados da Modine
ressuprimento de negócios – Ação por parte do departamento de compras da
Modine para transferir o negócio e retirar o fornecedor da lista de fornecedores
aprovados da Modine
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 48 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 8.0 – Meio ambiente, saúde e segurança
8.1
Meio ambiente
A Modine espera que seus fornecedores considerem os aspectos ambientais nos
negócios que desempenham todos os dias. Isso significa que a administração do
fornecedor está comprometida com a proteção ambiental e que apoia seus funcionários
a atuarem com conscientização ambiental.
A Modine valoriza quando os fornecedores mantêm um sistema de gerenciamento
ambiental de acordo com a certificação ISO 14001 e aprimoram de maneira contínua
seu desempenho em relação ao meio ambiente.
É responsabilidade de cada fornecedor fornecer ao departamento de compras da
Modine uma cópia atualizada do certificado ISO 14001.
8.1.1
Proibição de substâncias
Todas as proibições, restrições e valores limiares de substâncias em decorrência de
requerimentos legais devem ser atendidas. Esta medida se refere aos requerimentos
legais do país em que o fornecedor estiver localizado e do país em que a fábrica da
Modine que receber a mercadoria estiver localizada.
Caso um material tenha de ser alterado, para cumprir os requerimentos legais, é
obrigatório que o fornecedor notifique a Modine com uma solicitação de mudança,
seguida por uma aprovação PPAP, conforme especificado na seção 5.4.2.
Requerimentos adicionais:
Todos os materiais fornecidos (materiais para a produção, subconjuntos, suprimentos
operacionais, materiais para embalagem, produtos químicos):

não devem conter nenhuma substância na Lista de candidatos ao REACh em
quantidades acima de 0,1% de peso por peso (w/w) nem listada na Anexo XIV
dos Regulamentos REACh (Regulamento da Europa 1907/2006 referente ao
registro, avaliação, autorização e restrição de produtos químicos).
O Regulamento REACh está disponível em:
www.echa.europa.eu/web/guest/regulations/reach/legislation
A lista de candidatos REACh é mantida em:
www.echa.europa.eu/web/guest/candidate—list—table

não devem conter nenhuma substância proibida de acordo com os
requerimentos da Lista global de substâncias automotivas declaráveis (GADSL).
O GADSL é mantido em www.gadsl.org

não devem conter substâncias proibidas de acordo com a Restrição do uso de
determinadas substâncias perigosas em equipamentos elétricos e eletrônicos
(ROHS). O Regulamento ROHS está disponível em:
www.ec.europa.eu/environment/waste/weee
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 49 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine

Cláusula para proteção contra radiação – O fornecedor deve estar sempre em
conformidade com os regulamentos de proteção contra radiação e com
quaisquer decretos pertinentes da administração pública. Os materiais,
componentes, sistemas e demais itens fornecidos não deverão conter nenhum
material radioativo artificial. Gases nobres originários do ar são excluídos destes
regulamentos contanto que o índice de isótopo presente no gás corresponda ao
do ar.
Em situações em que houver substâncias radioativas presentes nos materiais,
componentes ou sistemas sem que a respectiva adição seja atingida, como por
exemplo, com base na radioatividade e em situações em que estes materiais
serão utilizados no processo de trabalho ou introduzidos em veículos, o
fornecedor deve notificar o tipo e a atividade dos radionuclídeos. Com base
nestas indicações, o cliente faz uma estimativa da exposição à radiação no local
de trabalho do operador relevante ou com respeito aos ocupantes do veículo. O
valor limite aplicável ao público em geral deve ser seguido em cada caso.
Exceções a estes requerimentos adicionais somente são possíveis com a aprovação por
escrito dos departamentos de compras e de engenharia de aplicação da Modine e após
análise de todas as alternativas possíveis. Toda exceção feita a estes requerimentos
adicionais não deve violar os requerimentos legais.
8.1.2
Requerimentos dos clientes da Modine
Os fornecedores da Modine devem estar cientes de que os requerimentos dos clientes
da Modine devem ser cumpridos ao longo de toda a cadeia de suprimentos. É
responsabilidade do fornecedor e de seus respectivos fornecedores obter as devidas
especificações relacionadas com os produtos e processos. O fornecedor deve entrar em
contato com a Modine de maneira proativa para obter as especificações apropriadas do
cliente.
8.1.3
Obrigação de declaração
As matérias—primas e suprimentos fornecidos (materiais para a produção, produtos
químicos, substâncias, misturas) podem conter substâncias perigosas apenas se estas
respectivas substâncias forem declaradas de acordo com os requerimentos legais das
Planilhas de dados de segurança pertinentes no local da Modine que estiver recebendo
a mercadoria.
As substâncias que forem classificadas como declaráveis de acordo com a Lista global
de substâncias automotivas declaráveis (GADSL) devem ser declaradas à Modine
conforme indicadas na Seção 5.3.6 deste manual, se excederem os valores—limite
definidos.
8.1.4
Pessoa para contato
O fornecedor deve indicar um indivíduo responsável pela questão ambiental e enviar as
informações de contato ao departamento de compras da Modine.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 50 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
8.2
Saúde e segurança
A Modine espera que seus fornecedores considerem os aspectos relacionados com a
saúde e a segurança nos negócios que realizam todos os dias. Isso significa que a
administração do fornecedor está comprometida com a questão de saúde e segurança e
que apoia seus funcionários a atuarem com conscientização nestes quesitos.
O fornecedor deve trabalhar de acordo com os requerimentos legais nacionais
pertinentes nos aspectos de saúde e segurança como um requerimento mínimo.
A Modine valoriza quando os fornecedores mantêm um sistema de gerenciamento de
saúde e segurança, de acordo com a certificação OHSAS (Occupational Health & Safety
Advisory Services — Serviços de Consultoria em Saúde e Segurança Ocupacional)
18001 e aprimoram de maneira contínua seu desempenho em relação à saúde e à
segurança.
É responsabilidade de cada fornecedor fornecer ao departamento de compras da
Modine uma cópia atualizada do certificado ISO 18001.
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 51 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 9.0 – Definições
Termo/Sigla
AIAG
APQP
ASL
ASN
CAR—8D
Definição
Grupo de ação no setor automotivo (Automotive Industry Action
Group)
Planejamento avançado de qualidade de produto (Advanced Product
Quality Planning)
Lista de fornecedores aprovados (Approved Supplier List)
Notificação de remessa adiantada (Advance Shipping Notice)
Relatório de medida corretiva (Corrective Action Report) – Formato
de solução de problemas em oito disciplinas
CBP
Alfândega e proteção da fronteira dos EUA (U. S. Customs and Border
Protection
COPQ
CR
C—TPAT
Custo da baixa qualidade (Cost of Poor Quality)
Solicitação de mudança (Change Request)
Parceria entre clientes e negócios contra o Terrorismo (Customs—
Trade Partnership Against Terrorism)
Dun & Bradstreet – Agência de informações financeiras corporativas
Licença de desvio (Deviation Permit)
Classificação de entregas no prazo (On—Time Delivery Rating)
Deutsches Institut für Normung e.V.
(Instituto Alemão de Normalização)
Análise de modo e efeitos de falhas de processo (Design Failure
Mode and Effects Analysis)
Intercâmbio de dados eletrônicos (Electronic Data Interchange)
Meio ambiente, saúde e segurança (Environmental, Health & Safety)
Planejamento de recursos da empresa (Enterprise Resource
Planning)
Global de substâncias automotivas declaráveis (Automotive
Declarable Substance List) www.gadsl.org
Sistema globalmente harmonizado de classificação e etiquetagem
de produtos químicos (Globalized Harmonized System of
Classification and Labeling of Chemicals)
Sistema de controle de importações (Import Control System) (versão
do ISF na Europa)
Sistema internacional de dados de materiais (International Material
Data System) (www.mdsystem.com)
Organização
internacional
de
normalização
(International
Organization for Standardization)
Protocolamento de segurança do importador (Importer Security
Filing)
D&B
DP
OTD
DIN
DFMEA
EDI
EH&S
ERP
GADSL
GHS
ICS
IMDS
ISSO
ISF
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 52 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Isi
ISPM 15
ITAR
INCO
Informationssystem für Sicherheitsdatenblätter
(Sistema de informação para planilhas sobre dados de segurança de
materiais)
Normas internacionais para medidas fitossanitárias, Diretrizes para
regulamentar materiais de madeira para embalagens em negócios
internacionais
Regulamentações internacionais sobre o tráfego de armas
(International Traffic in Arms Regulations)
www.pmddtc.state.gov/regulations_laws/itar
Termos comerciais internacionais (International Commercial Terms)
Termo/Sigla
JIT
MC
MDS
MGSM
MSDS
NAFTA
NCR
OEM
OHSAS
OSHA
PFMEA
PPM
PO
PPA
PPAP
PRR
PTC
PTR
DPPM
RC
REACh
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Definição
No prazo (Just in Time)
Principal característica (Major Characteristic)
Planilha sobre dados de materiais (Material Data Sheet)
Manual global do fornecedor da Modine
Planilha sobre a segurança de materiais (Material Safety Data
Sheet)
Acordo de livre comércio na América do Norte (North
American Free Trade Agreement)
Relatório de não conformidade (Non—Conformance Report)
Fabricante de equipamento original (Original Equipment
Manufacturer)
Serviços de consultoria em saúde e segurança ocupacional
(Occupational Health & Safety Advisory Services)
Administração de segurança e saúde ocupacional
(Occupational Health & Safety Administration)
Análise de modo e efeitos de falha no processo (Process
Failure Mode and Effects Analysis)
Peças por milhão (Parts Per Million)
Pedido de compra (Purchase Order)
Aprovação para a produção de peças (Production Part
Approval)
Processo de aprovação para a produção de peças (Production
Part Approval Process)
Análise da prontidão para produção (Production Readiness
Review)
Passar pela característica (Pass Through Characteristic)
Execução do teste de produção (Production Trial Run)
Peças com defeito por milhão (Defect Parts Per Million)
(classificação da qualidade)
Característica do risco (Risk Characteristic)
Registro, Avaliação, Autorização de produtos químicos
Página 53 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
RFQ
RoHS
RPN
R&R
SC
SOP
SPC
SEM
STFC
T&C
VDA
VMI
WCO SAFE
Framework
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
(Registration, Evaluation, Authorization of Chemicals)
(www.acea.be)
Pedido de cotação (Request For Quotation)
Restrição do uso de certas substâncias perigosas
www.ec.europa.eu/environment/waste/weee
Número de prioridade do risco (Risk Priority Number)
Capacidade de repetição e reprodução (Repeatability and
Reproducibility)
Característica significativa (Significant Characteristic)
Início da produção (Start of Production)
Controle de processo estatístico (Statistical Process Control)
Gerenciamento de relacionamento com o fornecedor
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (Supplier
Technical Feasibility Commitment)
Termos e condições (Terms and Conditions)
Verband der Automobilindustrie e.V.
(Grupo de interesse do setor automobilístico alemão)
Inventário gerenciado pelo revendedor (Vendor Managed
Inventory)
Estrutura de normas para proteger e facilitar o comércio global
da World Customs Organization (www.wcoomd.org)
Página 54 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 10.0 – Documentos para consulta (clique aqui para acessar)
ou acesse: www.modine.com/supplierdocuments
Seção do
manual para
consulta do
fornecedor
2.1
2.2
3.1
3.5.1
3.5.1
5.2
5.2
5.3.3
6.2
6.2
6.2
6.2
6.2
6.5.3
6.5.4
6.5.5
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Descrição do documento
Formulário sobre o interesse de novo fornecedor – Pesquisa de
informações feita pela internet destinada aos fornecedores
interessados em se tornarem fornecedores da Modine
Autoavaliação do fornecedor
Termos e condições Modine – América do Norte (inglês)
Termos e condições Modine – América do Norte (espanhol)
Termos e condições Modine – Europa (alemão e inglês)
Termos e condições Modine — Brasil
Termos e condições Modine — China
Termos e condições Modine — Índia
Norma de fábrica ME 95022_European Tool Marking
Modelo da folha de estoque de ferramenta
Compromisso de viabilidade técnica do fornecedor (STFC)
Modelo do relatório APQP para fornecedores da Modine — Modine
GF0047
Análise de prontidão para produção/Modelo de teste de produção
(modelo alternativo de auditoria de processo VDA6.3)
Pesquisa sobre EDI na região da América do Norte
Diretrizes do cronograma para o planejamento de EDI (830) para a
Região AN
Diretrizes para notificações de remessas adiantadas de EDI (856)
para a Região AN
Orientações de reconhecimento funcional (997) de EDI para a Região
AN
Orientações EDI da Modine Europa (em inglês e alemão)
Requerimentos de rotulamento e embalagem da Modine China (em
inglês)
Requerimentos de rotulamento e embalagem da Modine Índia (em
inglês)
Requerimentos de expedição e embalagem da Modine Brasil (em
inglês)
Página 55 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
Seção 11.0 – Log de revisão
Data da
última
revisão
Versão
Capítulo/
Seção
Descrição da seção
Descrição da revisão
05 Abr 2011
30 Jun2013
3.0
4.0
TUDO
1.6
TUDO
Política de saúde e segurança
1.7
1.8
1.9
1.10
Política de conformidade
comercial
Política antifraude
Política anticorrupção
Aviso de conflito sobre minerais
2.0/3.0
Registro de fornecedor e RFQ
4.3
4.4
Qualidade — QMS do
fornecedor
Produto fora de conformidade
5.2
STFC
5.3.4
Análise da prontidão para
produção (Production
Readiness Review)
Execução do teste de produção
(Production Trial Run)
Inspeção/Validação anuais
Liberação inicial – 3 Edição
Política de saúde e segurança
adicionada
Política de conformidade comercial
adicionada
Política antifraude adicionada
Política anticorrupção adicionada
Aviso de conflito sobre minerais
adicionado
Referência à aplicação baseada na
web eSourcing e SRM adicionada
Tabela ISO/TS movida para o
Anexo A
Referência ao Portal global 8D
Prism adicionada
Texto para explicar o processo
STFC adicionado
Descrição de processo PRR
adicionada
5.3.5
5.3.7
5.4.3
6.1
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Gerenciamento de desvios e
mudanças
Conformidade comercial
6.2
Planejamento e cronogramas
de material
6.4
Embalagem e rotulamento
7.0
Métricas de desempenho do
fornecedor
Página 56 de 60
a
Descrição de processo PTR
adicionada
Descrição de requisitos adicionada
Texto sobre retrabalho adicionado
Requisitos de conformidade
comercial para os EUA e China
adicionados
Expectativas EDI adicionadas
Requisitos esclarecidos e
documentos de referência para
China, Índia e Brasil adicionados
Ponderação revisada para DPPM e
Suporte Técnico
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
ANEXO A
Sistema de gerenciamento de qualidade específico à Modine (QMS)
Requisitos para ISO 9001:2008
Este apêndice identifica os requisitos de QMS específicos para a Modine, que são adicionais
aos requisitos da ISO 9001 e ISO/TS 16949.
Requisitos específicos de QMS da
Modine
Requisitos ISO 9001
4
4.1
4.2
4.2.1
4.2.2
4.2.3
4.2.4
5
5.1
5.2
5.3
5.4
5.4.1
5.4.2
5.5
5.5.1
5.5.2
Sistema de gerenciamento de
qualidade
Requisitos gerais
Requisitos de documentação
Geral
Manual de qualidade
Controle de documentos
Controle de registros
Responsabilidades de gerenciamento
Compromisso de gerenciamento
Foco no cliente
Política de qualidade
Planejamento
Objetivos de qualidade
Planejamento do sistema de
gerenciamento de qualidade
Responsabilidade, autoridade e
comunicação
Responsabilidade e autoridade
Representante de gerenciamento
Referência
Seção
MGSM
Os fornecedores deverão sempre se empenhar
para produzir peças sem defeito.
4.1
Os fornecedores deverão informar a Modine
sobre mudanças organizacionais e/ou de
negócios significativas (como mudança de
pessoas em nível de gerenciamento,
responsabilidade pelo negócio, restruturação ou
insolvência de negócios).
2.8
Os fornecedores deverão informar a Modine
sobre alterações no cargo do representante de
qualidade.
5.5.3
5.6
5.6.1
5.6.2
5.6.3
6
6.1
6.2
6.2.1
6.2.2
6.3
6.4
Comunicação interna
Análise de gerenciamento
Geral
Análise de insumos
Análise de produção
Gerenciamento de recursos
Provisão de recursos
Recursos humanos
Geral
Competência, treinamento e
conscientização
Esperamos que os fornecedores entendam e
sigam os requisitos de ética comercial (Right
Way) da Modine.
1.4
Infraestrutura
Ambiente de trabalho
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 57 de 60
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
7
7.1
Realização do produto
Planejamento da realização do produto
O fornecedor deverá ter um processo de
desenvolvimento de produto definido, que esteja
em conformidade com o manual AIAG APQP.
5.3
Características especiais requerem critérios de
aceitação especiais, consulte ISO/TS 16949,
capítulos 7.3.2.3 e 7.3.6.3.
7.2
7.2.1
7.2.2
7.2.3
7.3
7.3.1
7.3.2
7.3.3
7.3.4
7.3.5
7.3.6
Processos relacionados ao cliente
Determinação de requisitos
relacionados ao produto
Análise dos requisitos relacionados ao
produto
Comunicação do cliente
Projeto e desenvolvimento
Planejamento de projeto e
desenvolvimento
Considerações de projeto e
desenvolvimento
Resultados de projeto e
desenvolvimento
Análise de projeto e desenvolvimento
Verificação de projeto e
desenvolvimento
Validação de projeto e desenvolvimento
O fornecedor pode ser solicitado a cumprir o
Compromisso de viabilidade técnica do
fornecedor da Modine (STFC) para garantir que
engenheiros de produção e qualidade do
fornecedor entendam perfeitamente os requisitos
da Modine, validando a aptidão e capacidade do
fornecedor.
5.2.1
A documentação do fornecedor (FMEA, Planos
de controle, instruções do operador, etc.) deve
identificar as características especiais da Modine
e do fornecedor. As características especiais da
Modine (produto ou processo) podem ser
indicadas com:
<RC>
<MC>
5.3.2
Protótipos são definidos como produto produzido
com ferramentas temporárias ou com
ferramentas de produção que ainda não foram
validadas. Os protótipos deverão ser 100%
inspecionados de acordo com o plano de
controle de protótipo, incluindo a verificação de
materiais. Os protótipos deverão ser claramente
identificados como protótipos, a menos que a
Modine determine de outra forma.
5.3.3
Todos os produtos deverão ser aprovados
usando os requisitos do manual de PPAP do
AIAG ou o manual VDA, Volume 2, conforme
determinado no pedido de compra. O requisito
padrão para o PPAP do AIAG é de nível 3 e para
o VDA Volume 2 é de nível 2, a menos que
determinado de maneira diferente no pedido de
compra.
A folha de rosto deve incluir a validação de
substâncias declaráveis conforme a Lista global
de substâncias automotivas declaráveis
(GADSL) ou do Sistema internacional de dados
de material (IMDS) — (Consulte a seção 8.1.3
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
Página 58 de 60
8.1.3
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
deste manual).
As remessas de produtos não poderão ser
realizadas até que o PPAP seja aprovado, a
menos que a Modine se abstenha desse
requisito (consulte o TS, capítulo 8.3.4).
Os exemplos de PPAP podem ser obtidos nos
exemplos de Execução de teste de produção
(consulte o TS, capítulo 7.5.2).
Os estudos de processo deverão ser baseados
em um mínimo de 30 peças, a menos que
determinado de maneira diferente no pedido de
compra. Os resultados e dados individuais
deverão ser apresentados.
Os critérios de aceitação são: Cpk≥1.33 e
Ppk≥1.67 A evidência de capacidade de
processo para características especiais deverá
ser mantida de maneira contínua para aquelas
características identificadas com o símbolo no
desenho ou na especificação da Modine.
7.3.7
7.4
7.4.1
7.4.2
7.4.3
7.5
7.5.1
7.5.2
Controle de alterações de projeto e
desenvolvimento
Compras
Processo de compras
Informações de compras
Verificação da compra de produtos
Provisão de produtos e serviços
Controle de provisão de produtos e
serviços
Validação de processos para produção
e prestação de serviços
O fornecedor deverá notificar imediatamente a
Modine a respeito de todas as alterações de
produto e/ou processo que venham a afetar a
forma, adequação, função, desempenho,
durabilidade, aparência e/ou a última
documentação do PPAP aprovada, conforme os
requisitos do Manual PPAP AIAG ou VDA,
Volume 2.
5.4
O fornecedor deve seguir todos os requisitos
estatutórios e regulatórios, incluindo práticas
ambientais e comerciais.
3.0
O fornecedor realizará uma Análise de prontidão
de produção (PRR) e uma Execução de teste de
produção (PTR) para validar os processos de
produção do fornecedor. Além disso, os
produtos manufaturados na PTR deverão ser
usados para atender aos requisitos do PPAP.
5.3.4 e 5.3.5
Exemplos de PPAP precisam ser claramente
identificados e recomendados para as medidas.
A Modine se reserva o direito de realizar seus
próprios PTRs ou auditorias de processo.
Espera—se que o fornecedor prepare e ratifique
tais PTRs da Modine, com recursos técnicos e
de produto, conforme solicitado pela Modine.
7.5.3
7.5.4
Identificação e rastreamento
Propriedade do cliente
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
De propriedade da Modine ou de propriedade do
cliente deverão ser identificadas e marcadas
Página 59 de 60
3.5.1
Sem controle se impresso
Manual global do fornecedor da Modine
7.5.5
conforme os requisitos da Modine.
A embalagem e a etiquetagem deverão ser
compatíveis com o modo como o produto será
utilizado pelo centro de fabricação da Modine e
conforme definido neste manual, ou conforme
definido na Especificação de materiais da
Modine.
Preservação de produto
7.6
Controle dos equipamentos de
monitoramento e medição
Análise e aprimoramento de medidas
8.1
8.2
Geral
Monitoramento e medição
Satisfação do cliente
Auditoria interna
Monitoramento e medição de processos
Monitoramento e medição do produto
8
8.2.1
8.2.2
8.2.3
8.2.4
Um produto não pode ser enviado à Modine até
que o PPAP/PSW apresentado seja aprovado e
a documentação aprovada do PPAP/PSW
retorne para o fornecedor.
6.4
5.3.6
Inspeção de layout e teste funcional, conforme o
capítulo 5.3.6.
8.3
Controle de produtos fora da
conformidade
8.4
8.5
8.5.1
8.5.2
Análise de dados
Melhoria
Melhoria contínua
Medida corretiva
8.5.3
Medida preventiva
SP06-1C Ver. 4 Set 2013
O fornecedor deverá informar o Grupo de
qualidade de fábrica da Modine e obter prévia
aprovação para realizar o reprocesso que não
estiver incluído no plano de controle. Os
produtos reprocessados de acordo com o Plano
de controle devem ser identificados, de modo
aprovado pela fábrica da Modine que estiver
recebendo o produto, para facilitar o
rastreamento.
4.4
É necessária uma licença de desvio, aprovada
pela Modine, antes do fornecedor enviar a
remessa de qualquer material ou produto fora da
conformidade.
5.4.1
Quando a Modine identificar algo fora da
conformidade, o fornecedor será solicitado a
responder usando o Relatório de medida
corretiva — 8D (método de resolução
disciplinada de problemas).
4.4.1 e 4.4.2
Página 60 de 60
Sem controle se impresso
Para obter mais informações, acesse
www.Modine.com/Suppliers
Modine World Headquarters &
North American Technical Center
1500 DeKoven Avenue
Racine, Wisconsin 53403-2552
United States of America
+1.262.636.1200
Modine European Headquarters &
Technical Center
Modine Europe GmbH
Arthur-B.-Modine-Strasse 1
D-70794 Filderstadt-Bonlanden
Germany
+49.711.7094.0
Modine Asia Headquarters &
China Business Office
Modine Asia
RM3201-3204
Haitong Securities Tower
No. 689 GuangDong Road
Shanghai, China 200001
+86.21.6341.1166
Modine Brazil Headquarters &
Technical Center
Av. Narain Singh, 200-Bonsucesso
CEP 07250-000-Guarulhos-SP
+55.11.2487.1800
Modine India Headquarters &
Technical Center
Modine Thermal Systems Private Limited
SIPCOT Industrial Park
Sriperumbudur-602 105
+91.44.25432020
©2011 Modine Manufacturing Co.
Was this manual useful for you? yes no
Thank you for your participation!

* Your assessment is very important for improving the work of artificial intelligence, which forms the content of this project

Download PDF

advertisement